PCS JÁ



    FUNPRESP

    Compartilhe
    avatar
    Korgano Masaka
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 804
    Reputação : 46
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por Korgano Masaka em Ter 14 Ago 2018, 11:14 am

    Fireball escreveu:
    wilhelm escreveu:
    Sigma escreveu:O portal da transparência mostra que há 1 magistrado no STF que aderiu à Funpresp, como patrocinado. Ministro? Ou há juízes auxiliares no STF?
    alexandre de moraes

    Por que ele não veio do serviço público, não teve continuidade?
    Os novos que tomam posse também não, vaga do quinto dos infernos.

    Quando todos ministros do STF aderirem ao Funpresp, eu me junto a eles....
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5016
    Reputação : 117
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por Sigma em Ter 14 Ago 2018, 11:37 am

    Korgano Masaka escreveu:
    Fireball escreveu:
    wilhelm escreveu:
    Sigma escreveu:O portal da transparência mostra que há 1 magistrado no STF que aderiu à Funpresp, como patrocinado. Ministro? Ou há juízes auxiliares no STF?
    alexandre de moraes

    Por que ele não veio do serviço público, não teve continuidade?
    Os novos que tomam posse também não, vaga do quinto dos infernos.

    Quando todos ministros do STF aderirem ao Funpresp, eu me junto a eles....

    Cê fez a opção pela migração, então... só não aderiu à Funpresp, certo?
    avatar
    Korgano Masaka
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 804
    Reputação : 46
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por Korgano Masaka em Ter 14 Ago 2018, 11:57 am

    Sigma escreveu:
    Korgano Masaka escreveu:
    Fireball escreveu:
    wilhelm escreveu:
    alexandre de moraes

    Por que ele não veio do serviço público, não teve continuidade?
    Os novos que tomam posse também não, vaga do quinto dos infernos.

    Quando todos ministros do STF aderirem ao Funpresp, eu me junto a eles....

    Cê fez a opção pela migração, então... só não aderiu à Funpresp, certo?

    Fiz nada. Vou aguardar para ver o que vai acontecer....25 anos de serviço público, meu amigo!
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5016
    Reputação : 117
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por Sigma em Ter 14 Ago 2018, 12:50 pm

    Korgano Masaka escreveu:
    Sigma escreveu:
    Korgano Masaka escreveu:Quando todos ministros do STF aderirem ao Funpresp, eu me junto a eles....

    Cê fez a opção pela migração, então... só não aderiu à Funpresp, certo?

    Fiz nada. Vou aguardar para ver o que vai acontecer....25 anos de serviço público, meu amigo!

    Ah, não, beleza, foi só pra saber, por conta do "deadline" para a migração. Só te resta então a opção de vinculado, não patrocinado. Wink
    avatar
    Marcos Moura de Souza
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 62
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 07/04/2011

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por Marcos Moura de Souza em Ter 14 Ago 2018, 1:46 pm

    Prezados,

    Alguém aqui tem feito contribuições facultativas para o Funpresp?

    Estou pensando em fazê-lo para aproveitar aquela vantagem do IRRF (deixar de pagar 27,5% agora para pagar 15% depois).

    Fiquei com dúvida quanto à possíveis taxas. Vi que não se cobra taxa de carregamento.

    Mas como fica o FCBE? Há desconto nesse sentido?

    Ou se eu decidir colocar R$ 1.000,00 por mês, todo esse valor irá para minha conta?

    avatar
    Marcos Moura de Souza
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 62
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 07/04/2011

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por Marcos Moura de Souza em Ter 14 Ago 2018, 1:55 pm

    Marcos Moura de Souza escreveu:Prezados,

    Alguém aqui tem feito contribuições facultativas para o Funpresp?

    Estou pensando em fazê-lo para aproveitar aquela vantagem do IRRF (deixar de pagar 27,5% agora para pagar 15% depois).

    Fiquei com dúvida quanto à possíveis taxas. Vi que não se cobra taxa de carregamento.

    Mas como fica o FCBE? Há desconto nesse sentido?

    Ou se eu decidir colocar R$ 1.000,00 por mês, todo esse valor irá para minha conta?


    Só complementando as dúvidas...

    Eu decidindo por R$ 1.000,00 mensais. Na prática, estou tirando R$ 725,00 líquidos do meu holerite, certo?

    Ou o benefício do IRRF só é auferido na declaração?

    Última dúvida. Aquele limite de 12% não leva em conta os valores "normais" destinados ao funpresp, certo?

    Então, com o salário de analista esses R$ 1.000,00, mensais, ficariam tranquilamente dentro do limite, né?

    Agradeço quem souber responder.
    avatar
    drhoff
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Escravo
    Mensagens : 600
    Reputação : 47
    Data de inscrição : 21/05/2015
    Idade : 93
    Localização : Cavalocity.

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por drhoff em Ter 14 Ago 2018, 2:02 pm

    euvoltei escreveu:
    ale1969 escreveu:O Ciro Gomes disse no debate da Band que vai propor a mudança do regime da previdência para "capitalizado", com uma regra de transição e respeito aos direitos adquiridos. Ou seja, é o primeiro a falar abertamente sobre o assunto, assumindo que o atual sistema de repartição simples não é sustentável ao longo prazo, mesmo com reformas. O que acham da proposta?

    E a proposta de tirar todo mundo do SPC??

    Ele vai pagar a dívida do pessoal, ou vai extinguir o SPC? Não entendi bem...

    O bicho é raposa velha, além de saber q vai conseguir uns votos dos ignorantes endividados q são muitos, depois se eleito ajuda a matar um pouco para parar de reclamar.
    Outra, o bicho é maldoso, quando insinuou q bolsanaro mandou pro congresso um projeto de lei para legalizar remédio, falou de um jeito para abominar isso, sabendo q ele não tinha direito de resposta.
    Mas pelo menos o Ciro falou dos direitos adquiridos dos servidores públicos, deve ser só pra ganhar voto, se eleito, seremos vilões com direitos adquiridos ou não.
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5016
    Reputação : 117
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por Sigma em Ter 14 Ago 2018, 2:05 pm

    Marcos Moura de Souza escreveu:
    Marcos Moura de Souza escreveu:Prezados,

    Alguém aqui tem feito contribuições facultativas para o Funpresp?

    Estou pensando em fazê-lo para aproveitar aquela vantagem do IRRF (deixar de pagar 27,5% agora para pagar 15% depois).

    Fiquei com dúvida quanto à possíveis taxas. Vi que não se cobra taxa de carregamento.

    Mas como fica o FCBE? Há desconto nesse sentido?

    Ou se eu decidir colocar R$ 1.000,00 por mês, todo esse valor irá para minha conta?


    Só complementando as dúvidas...

    Eu decidindo por R$ 1.000,00 mensais. Na prática, estou tirando R$ 725,00 líquidos do meu holerite, certo?

    Ou o benefício do IRRF só é auferido na declaração?

    Última dúvida. Aquele limite de 12% não leva em conta os valores "normais" destinados ao funpresp, certo?

    Então, com o salário de analista esses R$ 1.000,00, mensais, ficariam tranquilamente dentro do limite, né?

    Agradeço quem souber responder.

    Olha, eu preciso dar uma confirmada, mas se você colocar qualquer valor que não tenha contrapartida da União, não tem desconto de taxa de carregamento ou FCBE.

    100% do que você colocou vai para o seu fundo.

    Para fins de IR, esse valor soma-se àquilo que você contribui como patrocinado, no limite de 12%.
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1948
    Reputação : 264
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por androsvilazza em Ter 14 Ago 2018, 3:40 pm

    Marcos Moura de Souza escreveu:
    Marcos Moura de Souza escreveu:Prezados,

    Alguém aqui tem feito contribuições facultativas para o Funpresp?

    Estou pensando em fazê-lo para aproveitar aquela vantagem do IRRF (deixar de pagar 27,5% agora para pagar 15% depois).

    Fiquei com dúvida quanto à possíveis taxas. Vi que não se cobra taxa de carregamento.

    Mas como fica o FCBE? Há desconto nesse sentido?

    Ou se eu decidir colocar R$ 1.000,00 por mês, todo esse valor irá para minha conta?


    Só complementando as dúvidas...

    Eu decidindo por R$ 1.000,00 mensais. Na prática, estou tirando R$ 725,00 líquidos do meu holerite, certo?

    Ou o benefício do IRRF só é auferido na declaração?

    Última dúvida. Aquele limite de 12% não leva em conta os valores "normais" destinados ao funpresp, certo?

    Então, com o salário de analista esses R$ 1.000,00, mensais, ficariam tranquilamente dentro do limite, né?

    Agradeço quem souber responder.

    Por partes:

    1. Incide taxa de carregamento e/ou FCBE sobre as contribuições facultativas?

    O FCBE não incide. Acho relevante apontar uma consequência direta disso: já que não cobra o FCBE, por extensão lógica o FCBE também não cobrirá a parcela da sua aposentadoria advinda das contribuições facultativas. Ou seja, aquele benefício de sobrevida (70% do valor da aposentadoria), os valores a título de pensão ou aposentadoria por invalidez (todos cobertos pelo FCBE), serão calculados sobre a sua conta CPART + CPATR (contribuições normais do participante e do patrocinador). Na prática, o não desconto do FCBE leva a benefícios normais (aposentadoria, resgate, portabilidade) maiores, e benefícios extraordinários (aposentadoria por invalidez, pensão por morte, sobrevida) menores do que um cenário em que o FCBE fosse descontado.

    Com relação à taxa de carregamento, há possibilidade de desconto (inclusive houve desconto até o início de 2015). No entanto, é uma possibilidade muito remota. Hoje, não há esse desconto e provavelmente ele não voltará mais. O motivo de ter havido o desconto, até 2015, era pra viabilizar a administração do fundo, enquanto não fosse sustentável apenas com as contribuições normais. Hoje já há sustentabilidade, tanto que a conversa é para diminuir as taxas de carregamento sobre as contribuições normais. A menos que o Funpresp reduza, em muito, seu número de participantes no futuro, é pouco provável que volte a taxa de carregamento sobre contribuições facultativas.

    2. Sobre a isenção de Imposto de Renda:
    Aqui, sugiro que você consulte o arquivo de Perguntas e Respostas da RFB sobre o IRPF, pra conhecer melhor. (A parte de deduções fica a partir da pergunta 316).

    Resumindo:
    a) A contribuição normal (a parcela que tem contrapartida do patrocinador) é completamente isenta, e não entra no cálculo do limite de isenção.

    b) O limite de isenção global de 12% se refere apenas às contribuições facultativas, ou aquelas destinadas a planos de previdência complementar abertos.
    Um exemplo simples: para renda de R$15645,80 o salário de contribuição (que excede ao teto) é de 10.000. Suponha que você opte pela alíquota de 8,5%, patrocinada, e alíquota facultativa de 18%:
    contribuição normal: R$850,00
    contribuição facultativa: 1800
    limite de isenção: 15645,80 * 0,12 = 1877,50

    Toda a sua contribuição será isenta: os 850 normais são inteiramente isentos; e os 1800 não excedem o limite de isenção, que é de 1877,50. (conta separado)

    A título de informação: na hora de preencher a declaração de ajuste anual, há dois campos: contribuição do participante, e contribuição do patrocinador. No exemplo acima, a contribuição do patrocinador seria de 10.200 (12*850), e do participante seria de 31800 (12*2650). O programa subtrai um do outro (achando o valor de 21.600 = 12*1800), e esse é o valor isento, limitado a 12% da sua renda anual.

    c) O reflexo no contracheque:

    Aqui, há divergências. A regra, inclusive segundo orientação da própria RFB, é de desconsiderar todos os valores (contribuição normal e facultativa) na base de cálculo. Ou seja, reduziria o valor do imposto retido na fonte. Mas alguns órgãos estão fazendo da forma "errada", deduzindo apenas a contribuição normal, e orientando o servidor a fazer o ajuste apenas na declaração anual. Não sei como o seu órgão, em específico, está agindo nesse assunto. Talvez você (ou o sindicato) precise entrar com procedimento administrativo específico, pleiteando a interpretação correta.

    Pra adiantar, a fundamentação legal para dedução integral das contribuições à Funpresp, na base de cálculo mensal, está na Instrução Normativa 1500, da RFB, art. 52 e 86.
    avatar
    Marcos Moura de Souza
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 62
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 07/04/2011

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por Marcos Moura de Souza em Ter 14 Ago 2018, 5:48 pm

    Sigma escreveu:
    Marcos Moura de Souza escreveu:
    Marcos Moura de Souza escreveu:Prezados,

    Alguém aqui tem feito contribuições facultativas para o Funpresp?

    Estou pensando em fazê-lo para aproveitar aquela vantagem do IRRF (deixar de pagar 27,5% agora para pagar 15% depois).

    Fiquei com dúvida quanto à possíveis taxas. Vi que não se cobra taxa de carregamento.

    Mas como fica o FCBE? Há desconto nesse sentido?

    Ou se eu decidir colocar R$ 1.000,00 por mês, todo esse valor irá para minha conta?


    Só complementando as dúvidas...

    Eu decidindo por R$ 1.000,00 mensais. Na prática, estou tirando R$ 725,00 líquidos do meu holerite, certo?

    Ou o benefício do IRRF só é auferido na declaração?

    Última dúvida. Aquele limite de 12% não leva em conta os valores "normais" destinados ao funpresp, certo?

    Então, com o salário de analista esses R$ 1.000,00, mensais, ficariam tranquilamente dentro do limite, né?

    Agradeço quem souber responder.

    Olha, eu preciso dar uma confirmada, mas se você colocar qualquer valor que não tenha contrapartida da União, não tem desconto de taxa de carregamento ou FCBE.

    100% do que você colocou vai para o seu fundo.

    Para fins de IR, esse valor soma-se àquilo que você contribui como patrocinado, no limite de 12%.

    Obrigado.
    avatar
    Marcos Moura de Souza
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 62
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 07/04/2011

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por Marcos Moura de Souza em Ter 14 Ago 2018, 5:51 pm

    androsvilazza escreveu:
    Marcos Moura de Souza escreveu:
    Marcos Moura de Souza escreveu:Prezados,

    Alguém aqui tem feito contribuições facultativas para o Funpresp?

    Estou pensando em fazê-lo para aproveitar aquela vantagem do IRRF (deixar de pagar 27,5% agora para pagar 15% depois).

    Fiquei com dúvida quanto à possíveis taxas. Vi que não se cobra taxa de carregamento.

    Mas como fica o FCBE? Há desconto nesse sentido?

    Ou se eu decidir colocar R$ 1.000,00 por mês, todo esse valor irá para minha conta?


    Só complementando as dúvidas...

    Eu decidindo por R$ 1.000,00 mensais. Na prática, estou tirando R$ 725,00 líquidos do meu holerite, certo?

    Ou o benefício do IRRF só é auferido na declaração?

    Última dúvida. Aquele limite de 12% não leva em conta os valores "normais" destinados ao funpresp, certo?

    Então, com o salário de analista esses R$ 1.000,00, mensais, ficariam tranquilamente dentro do limite, né?

    Agradeço quem souber responder.

    Por partes:

    1. Incide taxa de carregamento e/ou FCBE sobre as contribuições facultativas?

    O FCBE não incide. Acho relevante apontar uma consequência direta disso: já que não cobra o FCBE, por extensão lógica o FCBE também não cobrirá a parcela da sua aposentadoria advinda das contribuições facultativas. Ou seja, aquele benefício de sobrevida (70% do valor da aposentadoria), os valores a título de pensão ou aposentadoria por invalidez (todos cobertos pelo FCBE), serão calculados sobre a sua conta CPART + CPATR (contribuições normais do participante e do patrocinador). Na prática, o não desconto do FCBE leva a benefícios normais (aposentadoria, resgate, portabilidade) maiores, e benefícios extraordinários (aposentadoria por invalidez, pensão por morte, sobrevida) menores do que um cenário em que o FCBE fosse descontado.

    Com relação à taxa de carregamento, há possibilidade de desconto (inclusive houve desconto até o início de 2015). No entanto, é uma possibilidade muito remota. Hoje, não há esse desconto e provavelmente ele não voltará mais. O motivo de ter havido o desconto, até 2015, era pra viabilizar a administração do fundo, enquanto não fosse sustentável apenas com as contribuições normais. Hoje já há sustentabilidade, tanto que a conversa é para diminuir as taxas de carregamento sobre as contribuições normais. A menos que o Funpresp reduza, em muito, seu número de participantes no futuro, é pouco provável que volte a taxa de carregamento sobre contribuições facultativas.

    2. Sobre a isenção de Imposto de Renda:
    Aqui, sugiro que você consulte o arquivo de Perguntas e Respostas da RFB sobre o IRPF, pra conhecer melhor. (A parte de deduções fica a partir da pergunta 316).

    Resumindo:
    a) A contribuição normal (a parcela que tem contrapartida do patrocinador) é completamente isenta, e não entra no cálculo do limite de isenção.

    b) O limite de isenção global de 12% se refere apenas às contribuições facultativas, ou aquelas destinadas a planos de previdência complementar abertos.
    Um exemplo simples: para renda de R$15645,80 o salário de contribuição (que excede ao teto) é de 10.000. Suponha que você opte pela alíquota de 8,5%, patrocinada, e alíquota facultativa de 18%:
    contribuição normal: R$850,00
    contribuição facultativa: 1800
    limite de isenção: 15645,80 * 0,12 = 1877,50

    Toda a sua contribuição será isenta: os 850 normais são inteiramente isentos; e os 1800 não excedem o limite de isenção, que é de 1877,50. (conta separado)

    A título de informação: na hora de preencher a declaração de ajuste anual, há dois campos: contribuição do participante, e contribuição do patrocinador. No exemplo acima, a contribuição do patrocinador seria de 10.200 (12*850), e do participante seria de 31800 (12*2650). O programa subtrai um do outro (achando o valor de 21.600 = 12*1800), e esse é o valor isento, limitado a 12% da sua renda anual.

    c) O reflexo no contracheque:

    Aqui, há divergências. A regra, inclusive segundo orientação da própria RFB, é de desconsiderar todos os valores (contribuição normal e facultativa) na base de cálculo. Ou seja, reduziria o valor do imposto retido na fonte. Mas alguns órgãos estão fazendo da forma "errada", deduzindo apenas a contribuição normal, e orientando o servidor a fazer o ajuste apenas na declaração anual. Não sei como o seu órgão, em específico, está agindo nesse assunto. Talvez você (ou o sindicato) precise entrar com procedimento administrativo específico, pleiteando a interpretação correta.

    Pra adiantar, a fundamentação legal para dedução integral das contribuições à Funpresp, na base de cálculo mensal, está na Instrução Normativa 1500, da RFB, art. 52 e 86.

    Valeu mesmo.

    Vou começar a aportar as contribuições facultativas.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por josebarbos em Ter 14 Ago 2018, 10:45 pm

    androsvilazza escreveu:

    Por partes:

    1. Incide taxa de carregamento e/ou FCBE sobre as contribuições facultativas?

    O FCBE não incide. Acho relevante apontar uma consequência direta disso: já que não cobra o FCBE, por extensão lógica o FCBE também não cobrirá a parcela da sua aposentadoria advinda das contribuições facultativas. Ou seja, aquele benefício de sobrevida (70% do valor da aposentadoria), os valores a título de pensão ou aposentadoria por invalidez (todos cobertos pelo FCBE), serão calculados sobre a sua conta CPART + CPATR (contribuições normais do participante e do patrocinador). Na prática, o não desconto do FCBE leva a benefícios normais (aposentadoria, resgate, portabilidade) maiores, e benefícios extraordinários (aposentadoria por invalidez, pensão por morte, sobrevida) menores do que um cenário em que o FCBE fosse descontado.

    Com relação à taxa de carregamento, há possibilidade de desconto (inclusive houve desconto até o início de 2015). No entanto, é uma possibilidade muito remota. Hoje, não há esse desconto e provavelmente ele não voltará mais. O motivo de ter havido o desconto, até 2015, era pra viabilizar a administração do fundo, enquanto não fosse sustentável apenas com as contribuições normais. Hoje já há sustentabilidade, tanto que a conversa é para diminuir as taxas de carregamento sobre as contribuições normais. A menos que o Funpresp reduza, em muito, seu número de participantes no futuro, é pouco provável que volte a taxa de carregamento sobre contribuições facultativas.

    2. Sobre a isenção de Imposto de Renda:
    Aqui, sugiro que você consulte o arquivo de Perguntas e Respostas da RFB sobre o IRPF, pra conhecer melhor. (A parte de deduções fica a partir da pergunta 316).

    Resumindo:
    a) A contribuição normal (a parcela que tem contrapartida do patrocinador) é completamente isenta, e não entra no cálculo do limite de isenção.

    b) O limite de isenção global de 12% se refere apenas às contribuições facultativas, ou aquelas destinadas a planos de previdência complementar abertos.
    Um exemplo simples: para renda de R$15645,80 o salário de contribuição (que excede ao teto) é de 10.000. Suponha que você opte pela alíquota de 8,5%, patrocinada, e alíquota facultativa de 18%:
    contribuição normal: R$850,00
    contribuição facultativa: 1800
    limite de isenção: 15645,80 * 0,12 = 1877,50

    Toda a sua contribuição será isenta: os 850 normais são inteiramente isentos; e os 1800 não excedem o limite de isenção, que é de 1877,50. (conta separado)

    A título de informação: na hora de preencher a declaração de ajuste anual, há dois campos: contribuição do participante, e contribuição do patrocinador. No exemplo acima, a contribuição do patrocinador seria de 10.200 (12*850), e do participante seria de 31800 (12*2650). O programa subtrai um do outro (achando o valor de 21.600 = 12*1800), e esse é o valor isento, limitado a 12% da sua renda anual.

    c) O reflexo no contracheque:

    Aqui, há divergências. A regra, inclusive segundo orientação da própria RFB, é de desconsiderar todos os valores (contribuição normal e facultativa) na base de cálculo. Ou seja, reduziria o valor do imposto retido na fonte. Mas alguns órgãos estão fazendo da forma "errada", deduzindo apenas a contribuição normal, e orientando o servidor a fazer o ajuste apenas na declaração anual. Não sei como o seu órgão, em específico, está agindo nesse assunto. Talvez você (ou o sindicato) precise entrar com procedimento administrativo específico, pleiteando a interpretação correta.

    Pra adiantar, a fundamentação legal para dedução integral das contribuições à Funpresp, na base de cálculo mensal, está na Instrução Normativa 1500, da RFB, art. 52 e 86.

    Very Happy Very Happy Very Happy

    Se eventualmente o órgão de alguém não estiver fazendo o desconto, só mandar esta postagem.

    Uma das grandes vantagens da contribuição facultativa é o fato dele poder permitir que você já tenha correção imediata de suas aplicações, enquanto nas demais, ao fazer só para o ajuste, você perde praticamente um ano de juros e correção monetária.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por josebarbos em Qui 06 Set 2018, 11:17 pm

    Hoje aqui em GYN tivemos uma discussão interessante:

    Passou, em primeiro turno, a reforma da previdência dos servidores municipais que, basicamente, será um aumento da alíquota de contribuição, hoje de 11%, que será reajustada em 1% ao ano, até atingir 14% em 2021 (por enquanto).

    É muito interessante o jogo de privilégios e de poder. Porque a questão é bastante simples: de longe, a melhor alternativa para os servidores é a extinção do regime próprio e a migração para o INSS: boa parcela pagará menos contribuição e vai ter condições melhores para se aposentar. Não vou nem entrar no mérito de que garantia eles terão de receber lá na frente. É economia direta, imediata.

    De um lado, a Prefeitura alegando que o déficit impede investimentos em saúde, educação e obras públicas. De outro, o sindicato dizendo que antes de reformar tem que cobrar dos sonegadores. Se não afetasse a vida de muitos trabalhadores, chegaria a ser cômico o teatro e a forma que ele é jogado, mas um replay do que acontece em nível nacional.
    avatar
    Analista Novo
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 148
    Reputação : 32
    Data de inscrição : 16/05/2014

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por Analista Novo Ontem à(s) 5:49 pm

    Amanhã sai uma MP com reabertura de prazo para migrar para o Funpresp.
    Sem maiores detalhes, por enquanto.
    avatar
    pernalonga
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1835
    Reputação : 768
    Data de inscrição : 25/04/2012

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por pernalonga Ontem à(s) 5:53 pm

    Analista Novo escreveu:Amanhã sai uma MP com reabertura de prazo para migrar para o Funpresp.
    Sem maiores detalhes, por enquanto.

    Eu sabia! Ganhei uma ceva apostada
    avatar
    Jubilando
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 543
    Reputação : 32
    Data de inscrição : 01/05/2015

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por Jubilando Ontem à(s) 6:05 pm

    pernalonga escreveu:
    Analista Novo escreveu:Amanhã sai uma MP com reabertura de prazo para migrar para o Funpresp.
    Sem maiores detalhes, por enquanto.

    Eu sabia! Ganhei uma ceva apostada

    Salvo se essa MP estabelecer um marco final para momento posterior à votação da reforma previdenciária, acho um P... sacanagem que essa MP saia antes da votação da reforma previdenciária, fazendo as pessoas apostarem em algo ou desistirem de algo que nem sabem ainda o que será pior ou melhor.
    Francamente, estabelecer prazos neste momento é jogo sujo com os servidores. Não basta apenas prorrogar sem termos uma reforma previdenciária definitiva.
    Será que os sindicatos ou associações não vão dar um berro bem alto chamando atenção pra esse detalhe?
    Ou o efeito manada está mais acentuado do que penso?
    avatar
    pernalonga
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1835
    Reputação : 768
    Data de inscrição : 25/04/2012

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por pernalonga Ontem à(s) 6:14 pm

    Jubilando escreveu:
    pernalonga escreveu:
    Analista Novo escreveu:Amanhã sai uma MP com reabertura de prazo para migrar para o Funpresp.
    Sem maiores detalhes, por enquanto.

    Eu sabia! Ganhei uma ceva apostada

    Salvo se essa MP estabelecer um marco final para momento posterior à votação da reforma previdenciária, acho um P... sacanagem que essa MP saia antes da votação da reforma previdenciária, fazendo as pessoas apostarem em algo ou desistirem de algo que nem sabem ainda o que será pior ou melhor.
    Francamente, estabelecer prazos neste momento é jogo sujo com os servidores. Não basta apenas prorrogar sem termos uma reforma previdenciária definitiva.
    Será que os sindicatos ou associações não vão dar um berro bem alto chamando atenção pra esse detalhe?
    Ou o efeito manada está mais acentuado do que penso?

    Pois é justamente por causa da reforma da previdencia, que querem retomar a votação em novembro depois das eleições.
    avatar
    Jubilando
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 543
    Reputação : 32
    Data de inscrição : 01/05/2015

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por Jubilando Ontem à(s) 6:36 pm

    pernalonga escreveu:
    Jubilando escreveu:
    pernalonga escreveu:
    Analista Novo escreveu:Amanhã sai uma MP com reabertura de prazo para migrar para o Funpresp.
    Sem maiores detalhes, por enquanto.

    Eu sabia! Ganhei uma ceva apostada

    Salvo se essa MP estabelecer um marco final para momento posterior à votação da reforma previdenciária, acho um P... sacanagem que essa MP saia antes da votação da reforma previdenciária, fazendo as pessoas apostarem em algo ou desistirem de algo que nem sabem ainda o que será pior ou melhor.
    Francamente, estabelecer prazos neste momento é jogo sujo com os servidores. Não basta apenas prorrogar sem termos uma reforma previdenciária definitiva.
    Será que os sindicatos ou associações não vão dar um berro bem alto chamando atenção pra esse detalhe?
    Ou o efeito manada está mais acentuado do que penso?

    Pois é justamente por causa da reforma da previdencia, que querem retomar a votação em novembro depois das eleições.

    Então, é por isso que precisa ter uma reforma concluída para somente então obrigar a migração para os indecisos. Exigir antes - como já foi tentado e derrubado judicialmente - é sacanagem de baixo nível.
    avatar
    jotajota
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 264
    Reputação : 59
    Data de inscrição : 17/03/2015

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por jotajota Ontem à(s) 7:01 pm

    Acho provável que se houver alguma possibilidade de migração após a reforma será em termos piores do que os atuais, com o cálculo do benefício especial efetuado com base no novo número de anos. Atualmente é calculado com base nos 35/30 anos.
    avatar
    jotajota
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 264
    Reputação : 59
    Data de inscrição : 17/03/2015

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por jotajota Hoje à(s) 2:09 pm

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por josebarbos Hoje à(s) 3:53 pm

    jotajota escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    MEDIDA PROVISÓRIA Nº , DE DE DE 2018

    Reabre o prazo de opção para o regime de previdência complementar de que trata o § 7º do art. 3º da Lei nº 12.618, de 30 de abril de 2012.

    O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no exercício do cargo de Presidente da República, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62 da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de lei:

    Art. 1º Fica reaberto, até 29 de março de 2019, o prazo para opção pelo regime de previdência complementar de que trata o § 7º do art. 3º da Lei nº 12.618, de 30 de abril de 2012.
    Parágrafo único. O exercício da opção de que trata o caput é irrevogável e irretratável e não será devida pela União e por suas autarquias e suas fundações públicas qualquer contrapartida referente ao valor dos descontos já efetuados sobre a base de contribuição acima do limite máximo estabelecido para os benefícios do Regime Geral de Previdência Social - RGPS.
    Art. 2º  O direito ao benefício especial de que trata o art. 3º da Lei nº 12.618, de 2012, será assegurado aos servidores que realizarem a opção prevista no § 16 do art. 40 da Constituição, inclusive nas prorrogações e nas reaberturas de prazos posteriores.
    Art. 3º Esta Medida Provisória entra em vigor na data de sua publicação.
    Brasília, de de 2018; 197º da Independência e 130º da República.


    Ainda sem número, mas taí o teor.
    Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Conteúdo patrocinado

    Re: FUNPRESP

    Mensagem por Conteúdo patrocinado

      Tópicos similares

      -

      Data/hora atual: Ter 25 Set 2018, 6:48 pm