PCS JÁ



    PCS - PL 2648/2015

    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Denovo?? em Dom 29 Nov 2015, 11:01 pm

    Perfeito!!
    Só me lembra aquele filme "A queda, as últimas horas de Hitler". Ele manobrando exércitos imaginários e dizendo que a vitória estava próxima.
    E o convite está renovado.
    Adote a campanha #doeleite.
    Não aceite sua dignidade ser vendida. Se o leite passar, NÃO receba!! Die a uma instituição de caridade. Sua dignidade não tem preço!



    VadeMekum escreveu:Meu pai, a que categoria eu pertenço...

    Uns com mi mi mi pq não conseguem admitir que foram usados como bucha de canhão, e acharam que só pq seguraram plaquinhas iam demover parlamentares mais lisos que sabão.

    Não é à toa que tem gente que cai no golpe do bilhete premiado até hoje.

    Já sou mais realista.

    Nunca acreditei na aprovação do Mamute, e sempre olhei com viés de desconfiança esse PL-Lixoso.

    Aliás, dou um mínimo de credibilidade a ele - MÍNIMO - apenas por que APARENTEMENTE foi acordado entre o STF e o Exec, e pq consta da LOA. Só.

    Tem colega ae cantando vitória, concordo que é melhor essa DerMa de PL-Lixoso do que zero, como gostaria que fosse os mi mi mi sem noção, PORÉM a hipótese de que a concepção do PL Lixoso seja um engodo pra enrolar a categoria não deve ser descartada.

    Vejam que deram o 171 no tal projeto das FC-06 da JE, houve aí uns boatos de que iriam dar chapéu no reajuste dos SPF´s...protelando pra dezembro/2016.

    À vista disso, o resultado dessa ampliadinha da Fenajufe nada quer dizer. Msm pq, se o Exec estiver realmente propenso a aprovar o PL Lixoso, vai aprovar e pronto, independentemente de requererem o arquivamento dele.

    De momento, tem coisa muito mais GRAVE pra gente se preocupar.

    Não estão lendo não a notícia de que se a Sapiens não obtiver apoio no CN o famigerado rombo pode ultrapassar 100 bi? Isso mesmo: maior que 100 bi.

    Não sei até que ponto é verídica essa notícia, se é coisa plantada pra justificar eventual 171 a reajuste do SM, servidores, benefícios da previdência, etc.

    Mas suponhamos que seja plausível essa possibilidade. Já perceberam a gravidade da coisa?

    Então, sugiro aos que ainda estão com dor no traseiro e no cotovelo pelo veto mantido que passem Gelol e procurem se plugar um pouquinho na realidade. Parece que uns anos de estabilidade no serviço público tiram a noção de alguns servidores.

    O mesmo para quem tá dando como certa a aprovação do PL-Lixoso, nada, absolutamente nada, está certo neste momento. O mesmo também para quem está com ânus-doce e NESSA ALTURA DO  CAMPEONATO, faltando menos de 01 mês para o recesso parlamentar, fica inventando moda e achando que é possível introduzir mudanças que aumentem o impacto do Lixoso.

    Seria também interessante que gente que fica postando TosBa de propostas mastodônticas de reajustes sem qualquer possibilidade de implementação a curto prazo cair na real tb.

    De minha parte, sou apartidário, detesto política, e nunca movi uma palha pelo partido que está a frente(?) deste país, mas espero que essa história de 100 bi de rombo seja notícia plantada, e se não for, que a Sapiens use a sapiência dela pra dar um olé no Congresso, pq se não,a coisa vai feder, bem mais que a lama de Mariana.

    Estou muito preocupado com isso, pois um rombo desse porte inviabilizaria qq percentual de reajuste para 2016.
    Floripajf
    Floripajf
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 357
    Reputação : -194
    Data de inscrição : 25/06/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Floripajf em Dom 29 Nov 2015, 11:10 pm

    É uma questão de honra um aumento para 2016. A aprovação do Leitinho do jeito que está e com urgencia!
    SAPÃO
    SAPÃO
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 165
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 20/11/2014

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por SAPÃO em Dom 29 Nov 2015, 11:23 pm

    PCSJA PRA ONTEM escreveu:Pessoal, a crise é séria, é só ver o que está acontecendo com o pessoal do executivo. 5% ao ano, sendo que a primeira parcela do ano que vem passou de janeiro pra agosto, vejam a seriedade disso. e nós corremos o risco de ficar sem nada por recusar o aumento, que é o melhor que todos os servidores de todo os poderes.


    aceitemos logo, e do jeito que está, pois tem acordo, pois quanto mais demorar, mais aumentam as chances de ficarmos com zero. isso porque  a crise se acentua. por isso mesmo devemos aceitar até 2019, e isso de forma alguma inviabiliza a busca por melhorias nesse período.   mas vamos garantir o mínimo. tem que ser rápido, votação logo enquanto a crise não piore.  e quem acha q com impeachment ou o que quer que seja vamos ter aumentos justos, prestem atenção, vejam quem são as pessoas com chances de suceder dilma, será mais arrocho ainda..

    concluindo, vamos votar esse plano logo, semana q vem, do jeito que tá, não da tempo de mexer em nada, o que pretende inviabiliza o projeto e vai ser desculpa pra dilma vetar.. aí e zero,

    X1000

    Essa turma do Zero é muito sem noção, PQP.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Convidado em Dom 29 Nov 2015, 11:34 pm



    ARQUIVAMENTO DO PL LEITINHO JÁ: ESSE PL VAI AZEDAR A CARREIRA E A SUA VIDA!

    Vamos ARQUIVAR logo esse PL 2648 Leitinho, que destruirá a carreira!

    Vamos construir um PL Subsídio imediatamente ou um PL GD,

    que reponha as perdas, e vamos tentar aprová-lo em 2016, à vista!

    Que ficar até 2020 na miséria, que nada!

    MENSAGEM DO MILLÔR:
    ESCOLHAM MELHOR DESTA VEZ!
    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Millor_fernandes_se_de_vez_em_quando_rl






    The Hitch-Hiker
    The Hitch-Hiker
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 101
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 20/12/2014

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por The Hitch-Hiker em Dom 29 Nov 2015, 11:42 pm

    VANDER DE PAULA escreveu:

    ARQUIVAMENTO DO PL LEITINHO JÁ: ESSE PL VAI AZEDAR A CARREIRA E A SUA VIDA!

    Vamos ARQUIVAR logo esse PL 2648 Leitinho, que destruirá a carreira!

    Vamos construir um PL Subsídio imediatamente ou um PL GD,

    que reponha as perdas, e vamos tentar aprová-lo em 2016, à vista!

    Que ficar até 2020 na miséria, que nada!

    MENSAGEM DO MILLÔR:
    ESCOLHAM MELHOR DESTA VEZ!
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]







    Tem gente que acho que vive num universo paralelo no qual o Brasil está em pleno crescimento econômico para pleitearmos reajuste alto à vista.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Convidado em Dom 29 Nov 2015, 11:49 pm




    De onde tirar dinheiro para um PL compensador em 2016?

    Um PL Subsídio criará um TETO para os servidores do PJU, e isso

    representará uma grande economia aos Cofres Públicos.

    Esse corte de gastos mais os valores prometidos ao PL Leitinho, e ainda mais

    os cortes possíveis em fc´s e CJ´s (em número e valores),

    permitirá implementar uma excelente tabela salarial para todos.



    Esqueçam o PL Letinho: ele azedará a carreira e a sua vida!
    Arquivamento Já!







    Última edição por VANDER DE PAULA em Seg 30 Nov 2015, 12:03 am, editado 1 vez(es)
    pauloalc
    pauloalc
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1889
    Reputação : 40
    Data de inscrição : 12/07/2010

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por pauloalc em Dom 29 Nov 2015, 11:59 pm

    uma das únicas coisas que me "consola" nessa rejeição ao leitinho é saber que os sindicatos não tem mais moral pra fazer sua vontade prevalecer. Há uma grande chance de acontecer como em 2012 e o aumento sair goela abaixo.

    O ruim é que o clima para aprovação que já era ruim está cada vez azedando mais, e a inércia do sindicato só contribui pra isso. Decidindo pelo leitinho, poderíamos fazer alguma pressão aos atores envolvidos (stf, executivo, congresso), até porque com a manutenção do veto temos fica cada vez mais difícil enrolar a categoria.
    Chuck Coleman
    Chuck Coleman
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1162
    Reputação : 103
    Data de inscrição : 16/04/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Chuck Coleman em Seg 30 Nov 2015, 12:07 am

    Continue lacrando o 13, pauloalc.

    avatar
    Convidado
    Convidado

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Convidado em Seg 30 Nov 2015, 12:15 am

    Como o PL Leitinho azedará sua vida e sua carreira:

    1. Vai desmotivar mais os servidores, quando estes perceberem que vão ganhar
    relativamente menos que ganhavam no ano anterior, devido a inflação desenfreada.

    Você entra em um supermercado hoje e tem de desalentadora impressão que seu salário
    não está valendo mais nada, você está empobrecendo, não consegue mais dar o padrão
    de vida que tinha pouco antes a sua família. É só trabalho e pobreza crescente. E as metas
    lá para serem cumpridas. Estas metas sempre aumentando, e tornando-se mais exigentes.
    E é claro que você não pode reclamar, nem é louco para tanto, pois 'tem um acordo em andamento,
    lembra?" Você terá que esperar vários anos até que passe a ter o direito de dizer que
    está endividado, sua vida virou no avesso, sua família perdeu qualidade de vida, e que
    por isso você protestará e fará greve com seu sindicato. Afinal sua vida financeira está
    insuportável. Mas só depois do final do tal 'acordo', viu. Antes não! Até lá coma farinha
    com sal e beba água.


    2. No âmbito da Administração, você será mais cobrado para justificar as tão cobiçadas
    CJ´s que seus chefes recebem
    , agora aumentadas absurdamente graças ao PL Leitinho.
    Se antes seus chefes matavam e morriam pelas CJ´s , imagina agora.
    E isso representará na prática mais exigências e cobranças para cima de você, que faz as metas de seu chefe.
    A CJ do chefe é maior que seu salário. Imagina o quão distanciamento isso causará:
    você não passa de um 'nada' ante ele, uma mula que deve trabalhar arduamente sob o chicote nas costas,
    senão a máquina não anda e ele, chefe, não garantirá a continuidade da gorda CJ que recebe.

    Dentro e fora do trabalho sua vida será AZEDA, graças ao nefasto PL Letinho que você pôde recusar  e não o fez.


    Recado do Millôr:
    Façam melhores escolhas desta vez!



    VadeMekum
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1282
    Reputação : 187
    Data de inscrição : 11/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por VadeMekum em Seg 30 Nov 2015, 12:28 am

    O problema é que não tem escolha.

    Governo não negocia. Crise econômica grave. Oxalá fosse certeza que esse PL Lixoso fosse aprovado. Estou cético até mesmo com relação à efetiva implementação dele.

    E não temos bola de cristal. Nem a Mãe Dinada pode prever que a partir de 2017 será retomado o crescimento de forma tal que poderá ser implementado um reajuste que possa compensar toda a inflação pretérita acumulada, em curto prazo.

    Estou bastante chateado, e pra falar a vdd, joguei a toalha quanto a aprovação desse PL Lixoso, a crise econômica é bem mais grave que eu imaginava.

    Esta tarde aproveitei e refiz meu orçamento doméstico, não prevendo qualquer reajuste para 2016. E nem foi tão fácil, pois já apertei tanto o cinto que nem tem muito espaço pra fazer outro furo pra apertar a fivela, rs (rindo pq se chorar é pior...)
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Convidado em Seg 30 Nov 2015, 12:33 am

    VadeMekum escreveu:O problema é que não tem escolha.

    Governo não negocia. Crise econômica grave. Oxalá fosse certeza que esse PL Lixoso fosse aprovado. Estou cético até mesmo com relação à efetiva implementação dele.

    E não temos bola de cristal. Nem a Mãe Dinada pode prever que a partir de 2017 será retomado o crescimento de forma tal que poderá ser implementado um reajuste que possa compensar toda a inflação pretérita acumulada, em curto prazo.

    Estou bastante chateado, e pra falar a vdd, joguei a toalha quanto a aprovação desse PL Lixoso, a crise econômica é bem mais grave que eu imaginava.

    Esta tarde aproveitei e refiz meu orçamento doméstico, não prevendo qualquer reajuste para 2016. E nem foi tão fácil, pois já apertei tanto o cinto que nem tem muito espaço pra fazer outro furo pra apertar a fivela, rs (rindo pq se chorar é pior...)


    Não aposte nesse PL Leitinho, que vai te decepcionar ainda mais

    com o passar do tempo. Faça boa escolha agora! Rejeite esse PL Lixo e

    lutemos por algo realmente bom!
    Lucas Sol
    Lucas Sol
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1072
    Reputação : 81
    Data de inscrição : 24/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lucas Sol em Seg 30 Nov 2015, 5:48 am

    É sério isso?

    Esse Vander não existe, é uma brincadeira!


    VANDER DE PAULA escreveu:
    VadeMekum escreveu:O problema é que não tem escolha.

    Governo não negocia. Crise econômica grave. Oxalá fosse certeza que esse PL Lixoso fosse aprovado. Estou cético até mesmo com relação à efetiva implementação dele.

    E não temos bola de cristal. Nem a Mãe Dinada pode prever que a partir de 2017 será retomado o crescimento de forma tal que poderá ser implementado um reajuste que possa compensar toda a inflação pretérita acumulada, em curto prazo.

    Estou bastante chateado, e pra falar a vdd, joguei a toalha quanto a aprovação desse PL Lixoso, a crise econômica é bem mais grave que eu imaginava.

    Esta tarde aproveitei e refiz meu orçamento doméstico, não prevendo qualquer reajuste para 2016. E nem foi tão fácil, pois já apertei tanto o cinto que nem tem muito espaço pra fazer outro furo pra apertar a fivela, rs (rindo pq se chorar é pior...)


    Não aposte nesse PL Leitinho, que vai te decepcionar ainda mais

    com o passar do tempo.  Faça boa escolha agora! Rejeite esse PL Lixo e

    lutemos por algo realmente bom!
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 30 Nov 2015, 6:38 am

    VANDER DE PAULA escreveu:
    Lula Molusco escreveu:
    VANDER DE PAULA escreveu:Essa é a pegadinha: conversar com o STF (não tem conversa nenhuma, o Lewando não atende os servidores e sindicatos), e emendar o que for possível (não é possível emendar nada que melhore o PL Lixo, pois se melhorar tanto nos prazo quanto nos valores, aumentará o impacto no Orçamento).

    Então Vander, é aprovar os 40% com o AQ de 5% para técnicos com NS, previstos no PL ti-ti-ca, em seu formato original.

    O que a categoria não quer é o ZERO em 2016, pois isso é satânico, tucânico, petista e maçônico. cyclops cyclops cyclops

    Não meu caro! A categoria votou claramente que SÓ aceita o PL Leitinho

    se ele for melhorado!

    Não disse que aceita esse Lixo do jeito que está!

    Do jeito que está é melhor o ZERO e lutarmos por um PL Subsídio ou por uma GD no ano que vem!!

    Seu desejo não foi aceito pela categoria. O parâmetro inegociável é não ter ZERO. As emendas são a cereja do bolo.

    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 30 Nov 2015, 6:45 am

    VANDER DE PAULA escreveu:ARQUIVAMENTO DO PL LEITINHO JÁ: ESSE PL VAI AZEDAR A CARREIRA E A SUA VIDA!

    Vamos ARQUIVAR logo esse PL 2648 Leitinho, que destruirá a carreira!

    Vamos construir um PL Subsídio imediatamente ou um PL GD,

    que reponha as perdas, e vamos tentar aprová-lo em 2016, à vista!

    Que ficar até 2020 na miséria, que nada!

    Vander, abre um tópico propondo o arquivamento. Discuta outras alternativas em outro tópico.

    A categoria precisa virar essa página. O PL ti-ti-ca original (merrecão II) significa 40% de recomposição.

    O merrecão II com o merrecão I garantem a reposição da inflação entre julho de 2006 e dezembro de 2015. Por isso o PL ti-ti-ca precisa ser aprovado, com ou sem emendas, para não termos o ZERO em 2016 e afastar o risco das carreiras exclusivas.

    A questão a ser vista no futuro são as perdas decorrentes da inflação de 2016 a 2020, que prevejo ficarem na casa dos 33% (8/6/5/5/5).

    Chegaremos em 2021 com 25% de perdas no poder de compra.
    ProfetaDoZero
    ProfetaDoZero
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 230
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 02/12/2014

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por ProfetaDoZero em Seg 30 Nov 2015, 6:46 am

    VANDER DE PAULA escreveu:


    De onde tirar dinheiro para um PL compensador em 2016?

    Um PL Subsídio criará um TETO para os servidores do PJU, e isso

    representará uma grande economia aos Cofres Públicos.

    Esse corte de gastos mais os valores prometidos ao PL Leitinho, e ainda mais

    os cortes possíveis em fc´s e CJ´s (em número e valores),

    permitirá implementar uma excelente tabela salarial para todos.



    Esqueçam o PL Letinho: ele azedará a carreira e a sua vida!
    Arquivamento Já!







    Homi do céu, como vão cortar os CJs?

    O próprio presidente do Supremo já disse que não abre mão do aumento dos CJs. É mais fácil a gente ficar sem aumento e os CJs ganharem.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 30 Nov 2015, 6:48 am

    ProfetaDoZero escreveu:
    VANDER DE PAULA escreveu:De onde tirar dinheiro para um PL compensador em 2016?

    Um PL Subsídio criará um TETO para os servidores do PJU, e isso representará uma grande economia aos Cofres Públicos.

    Esse corte de gastos mais os valores prometidos ao PL Leitinho, e ainda mais os cortes possíveis em fc´s e CJ´s (em número e valores), permitirá implementar uma excelente tabela salarial para todos.

    Esqueçam o PL Letinho: ele azedará a carreira e a sua vida!

    Arquivamento Já!

    Homi do céu, como vão cortar os CJs?

    O próprio presidente do Supremo já disse que não abre mão do aumento dos CJs. É mais fácil a gente ficar sem aumento e os CJs ganharem.

    Ele e meia dúzia de xiitas não sabem disso? Se as CJs aumentarem 1 real e o VB aumentar 100% os sectários serão contra.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Convidado em Seg 30 Nov 2015, 6:52 am

    Lula Molusco escreveu:
    VANDER DE PAULA escreveu:ARQUIVAMENTO DO PL LEITINHO JÁ: ESSE PL VAI AZEDAR A CARREIRA E A SUA VIDA!

    Vamos ARQUIVAR logo esse PL 2648 Leitinho, que destruirá a carreira!

    Vamos construir um PL Subsídio imediatamente ou um PL GD,

    que reponha as perdas, e vamos tentar aprová-lo em 2016, à vista!

    Que ficar até 2020 na miséria, que nada!

    Vander, abre um tópico propondo o arquivamento. Discuta outras alternativas em outro tópico.

    A categoria precisa virar essa página. O PL ti-ti-ca original (merrecão II) significa 40% de recomposição.

    O merrecão II com o merrecão I garantem a reposição da inflação entre julho de 2006 e dezembro de 2015. Por isso o PL ti-ti-ca precisa ser aprovado, com ou sem emendas, para não termos o ZERO em 2016 e afastar o risco das carreiras exclusivas.

    A questão a ser vista no futuro são as perdas decorrentes da inflação de 2016 a 2020, que prevejo ficarem na casa dos 33% (8/6/5/5/5).

    Chegaremos em 2021 com 25% de perdas no poder de compra.


    Muito mais do que isso, caro Molusco, muito mais!
    Não omita a perda inflacionária de jan/2007 a dez/2012.
    Não esqueça, ainda, que os 13,23% são inflação passada, ANTERIOR 2003, GANHA NA JUSTIÇA!!!!!!
    Não omita que estão nos "surrupiando" esse índice - melhor, MAQUIANDO supostos 40% integrando um índice de 2003!
    Passada a votação do Veto 26, concentremo-nos primeiro nas garantias de melhorias no PL 2648!
    anuvenzinha
    anuvenzinha
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1123
    Reputação : 158
    Data de inscrição : 19/12/2014

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por anuvenzinha em Seg 30 Nov 2015, 6:56 am

    O parâmetro inegociável para categoria é:

    "melhoria do PL 2648/2015 e não ao reajuste zero"


    Entretanto para Sisejufe....

    Rodssss escreveu:
    Rengaw escreveu:


    VERGONHOSO GOLPE CONTRA A CATEGORIA DO RIO DE JANEIRO

    As assembléias sindicais são dentre as manifestações do sindicato, a que maior importância têm, como fonte maior do poder de decisão do sindicato na representação da categoria.
    Hoje, dia 26 de novembro de 2015, o que vivenciamos foi um amontoado de pessoas em frente ao prédio da Justiça Federal, local insalubre e sem a menor condição de se realizar sequer uma coversa particular de pé de ouvido, foi realizado um arremedo de assemléia, que, na visão da categoria, mais parecia uma armadilha para fazer valer o que o Sindicato pretendia aprovar.
    Questiono o porque da escolha deste locar para a realização da assembleia, tendo em vista que temos uma grande praça próxima, na Cinelândia, onde foi a última.
    Chegando à frente da Justiça Federal, local em que se realizam as obras para o VLT, já diminuto para a passagem dos transeuntes, imaginem para reunir uma categoria.
    Pudemos observar várias irregularidades no encaminhamento dos trabalhos:
    - Não haviam cartões suficientes para que o servidor identificasse seu voto.
    - Os tempos de fala não tiveram equidade, deixando fluir mais o tempo de quem era do interesse do sindicato
    - O Presidente do Sindicato, a quem cabia o papel de mediador, fez a defesa da proposta do sindicato, quando a ele cabia tão somente o encaminhamento dos trabalho.
    - Duas propostas foram encaminhadas e, tão logo anunciado o teor de cada uma, sem que TODOS OS SERVIDORES PRESENTES PUDESSEM OUVIR E VOTAR, já que não havia cartões de identificação para todos e o barulho intenso do trânsito da Avenida Rio Branco impedia que o som de um aparelho inadequado chegasse a eles.
    - Não houve a defesa formal de cada uma das propostas por seus propositores, tendo o Presidente do Sindicato colocado imediatamente à votação.
    - Quando da votação, embora não houvesse uma maioria absoluta, o presidente se absteve de proceder à contagem dos votos e quando indaguei acerca das irregularidades da assembléia, dois leões de chácara se encarregaram de me afastar de forma grosseira e agressiva, gritando palavras de ordem e berrando: PERDEU, PERDEU.
    Lucienne Nader – TRT/RJ

    Na hora das deliberações, Valter, o Presidente do Sisejufe, distorceu o encaminhamento sustentando haver duas propostas:
    1- O Sisejufe apresentou a proposta de negociar emendas e aprovar o projeto com estas aceitas ou não
    2- A outra prosposta foi apresentar emendas e caso não fossem aceitas não aprovar o projeto.

    Venceu a proposta do Sisejufe.

    Considerando que esta Assembleia realizada na data de 26/11/15, não garantiu o amplo debate pela base acerca do PL2648, como coloca o texto acima;
    Considerando que os Servidores da Justiça Federal do Rio de Janeiro que estão lotados no interior do Estado não tem sua participação asegurada pelo Sindicato pois não foram realizadas assembleias setoriais. Alguns precisariam viajar mais de sete horas para estarem presentes às assembleias realizadas no Centro do Rio de Janeiro;

    Considerando que não há tempo hábil para questionarmos a validade desta assembleia, que objetiva levar o posicionamento da categoria para a “Ampliadinha” da FENAJUFE que se realizará no dia 27/11/15;

    Nós, servidores da Justiça Federal do Rio de Janeiro, abaixo assinados, DECLARAMOS que:

    O RESULTADO DESTA ASSEMBLEIA NÃO REPRESENTA O POSICIONAMENTO DA CATEGORIA DO RIO DE JANEIRO, POIS A ASSEMBLEIA REALIZADA NO DIA 26/11/15 NÃO GARANTIU UM AMPLO DEBATE DEMOCRÁTICO A RESPEITO DO PL2648

                 
    Andréa Rocha
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Os pupilos do ponci anus mostrando que ainda são um lixo. RJ pelamordeDeus tirem essa corja do poder sindical de vocês.
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1292
    Reputação : 138
    Data de inscrição : 30/01/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por euvoltei em Seg 30 Nov 2015, 7:18 am

    anuvenzinha escreveu:O parâmetro inegociável para categoria é:

    "melhoria do PL 2648/2015 e não ao reajuste zero"


    Entretanto para Sisejufe....

    Rodssss escreveu:
    Rengaw escreveu:


    VERGONHOSO GOLPE CONTRA A CATEGORIA DO RIO DE JANEIRO

    As assembléias sindicais são dentre as manifestações do sindicato, a que maior importância têm, como fonte maior do poder de decisão do sindicato na representação da categoria.
    Hoje, dia 26 de novembro de 2015, o que vivenciamos foi um amontoado de pessoas em frente ao prédio da Justiça Federal, local insalubre e sem a menor condição de se realizar sequer uma coversa particular de pé de ouvido, foi realizado um arremedo de assemléia, que, na visão da categoria, mais parecia uma armadilha para fazer valer o que o Sindicato pretendia aprovar.
    Questiono o porque da escolha deste locar para a realização da assembleia, tendo em vista que temos uma grande praça próxima, na Cinelândia, onde foi a última.
    Chegando à frente da Justiça Federal, local em que se realizam as obras para o VLT, já diminuto para a passagem dos transeuntes, imaginem para reunir uma categoria.
    Pudemos observar várias irregularidades no encaminhamento dos trabalhos:
    - Não haviam cartões suficientes para que o servidor identificasse seu voto.
    - Os tempos de fala não tiveram equidade, deixando fluir mais o tempo de quem era do interesse do sindicato
    - O Presidente do Sindicato, a quem cabia o papel de mediador, fez a defesa da proposta do sindicato, quando a ele cabia tão somente o encaminhamento dos trabalho.
    - Duas propostas foram encaminhadas e, tão logo anunciado o teor de cada uma, sem que TODOS OS SERVIDORES PRESENTES PUDESSEM OUVIR E VOTAR, já que não havia cartões de identificação para todos e o barulho intenso do trânsito da Avenida Rio Branco impedia que o som de um aparelho inadequado chegasse a eles.
    - Não houve a defesa formal de cada uma das propostas por seus propositores, tendo o Presidente do Sindicato colocado imediatamente à votação.
    - Quando da votação, embora não houvesse uma maioria absoluta, o presidente se absteve de proceder à contagem dos votos e quando indaguei acerca das irregularidades da assembléia, dois leões de chácara se encarregaram de me afastar de forma grosseira e agressiva, gritando palavras de ordem e berrando: PERDEU, PERDEU.
    Lucienne Nader – TRT/RJ

    Na hora das deliberações, Valter, o Presidente do Sisejufe, distorceu o encaminhamento sustentando haver duas propostas:
    1- O Sisejufe apresentou a proposta de negociar emendas e aprovar o projeto com estas aceitas ou não
    2- A outra prosposta foi apresentar emendas e caso não fossem aceitas não aprovar o projeto.

    Venceu a proposta do Sisejufe.

    Considerando que esta Assembleia realizada na data de 26/11/15, não garantiu o amplo debate pela base acerca do PL2648, como coloca o texto acima;
    Considerando que os Servidores da Justiça Federal do Rio de Janeiro que estão lotados no interior do Estado não tem sua participação asegurada pelo Sindicato pois não foram realizadas assembleias setoriais. Alguns precisariam viajar mais de sete horas para estarem presentes às assembleias realizadas no Centro do Rio de Janeiro;

    Considerando que não há tempo hábil para questionarmos a validade desta assembleia, que objetiva levar o posicionamento da categoria para a “Ampliadinha” da FENAJUFE que se realizará no dia 27/11/15;

    Nós, servidores da Justiça Federal do Rio de Janeiro, abaixo assinados, DECLARAMOS que:

    O RESULTADO DESTA ASSEMBLEIA NÃO REPRESENTA O POSICIONAMENTO DA CATEGORIA DO RIO DE JANEIRO, POIS A ASSEMBLEIA REALIZADA NO DIA 26/11/15 NÃO GARANTIU UM AMPLO DEBATE DEMOCRÁTICO A RESPEITO DO PL2648

                 
    Andréa Rocha
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Os pupilos do ponci anus mostrando que ainda são um lixo. RJ pelamordeDeus tirem essa corja do poder sindical de vocês.


    Os sindicatos que há uns tempos atras eram sinônimos de vanguarda de idéias e práticas, hoje em dia são piores que os próprios órgãos os quais eles pretender vigiar...

    Sindicatos são menos transparentes, menos justo, menos eficientes, menos democráticos, menos tudo...

    Quem trabalha nos sindicatos, quantos ganham? E as diárias, como são pagas? Quais critérios e valores??
    Qual o orçamento???

    E essa votações presenciais já abolidas em todos lugares??? Tem algo mais ridículo??? Salvo engano só uma associação do MPU já se livrou disso...

    Em todos esses aspectos e muitos outros os órgãos públicos estão à frente... Então, ou se muda a cultura(de verdade), ou os sindicatos continuarão sendo desprezados...

    Essa é um crítica válida também ao sindjus-DF que, pelo menos teoricamente se libertou das garras do atraso...

    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2969
    Reputação : 404
    Data de inscrição : 20/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por josebarbos em Seg 30 Nov 2015, 7:34 am

    VANDER DE PAULA escreveu:
    VadeMekum escreveu:O problema é que não tem escolha.

    Governo não negocia. Crise econômica grave. Oxalá fosse certeza que esse PL Lixoso fosse aprovado. Estou cético até mesmo com relação à efetiva implementação dele.

    E não temos bola de cristal. Nem a Mãe Dinada pode prever que a partir de 2017 será retomado o crescimento de forma tal que poderá ser implementado um reajuste que possa compensar toda a inflação pretérita acumulada, em curto prazo.

    Estou bastante chateado, e pra falar a vdd, joguei a toalha quanto a aprovação desse PL Lixoso, a crise econômica é bem mais grave que eu imaginava.

    Esta tarde aproveitei e refiz meu orçamento doméstico, não prevendo qualquer reajuste para 2016. E nem foi tão fácil, pois já apertei tanto o cinto que nem tem muito espaço pra fazer outro furo pra apertar a fivela, rs (rindo pq se chorar é pior...)


    Não aposte nesse PL Leitinho, que vai te decepcionar ainda mais

    com o passar do tempo.  Faça boa escolha agora! Rejeite esse PL Lixo e

    lutemos por algo realmente bom!

    O fato de ser aprovado o leitinho não é impeditivo para que se continue a "luta" por melhorias na carreira.
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Denovo?? em Seg 30 Nov 2015, 7:39 am

    Vamos iniciar a contagem? Faltam 9 dias úteis de trabalho parlamentar.
    Sugiro a criação de uma comissão para debater o reajuste, vom 60 dias de prazo, prorrogáveis por mais 60.
    Ao final dos 120 dias, assembléias setoriais.
    Depois, uma ampliada.
    A proposta sera submetida ao STF que deve decidir o envio de um novo pl.
    Podemos chama lo de neo plc28.
    Ele sera uma copia do anterior e vai prever aumento escalonado no vb até 2019.
    Que tal?
    Der Erpresser
    Der Erpresser
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1098
    Reputação : 216
    Data de inscrição : 16/07/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Der Erpresser em Seg 30 Nov 2015, 7:49 am

    Pl Leitinho do jeito que está ou melhorado, já!
    É o que temos pra hoje, pra amanhã e até 2020.

    bethoven
    bethoven
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 561
    Reputação : 43
    Data de inscrição : 17/07/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por bethoven em Seg 30 Nov 2015, 7:58 am

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    APROVAÇÃO DO PL JÁ ( EH SÓ O QUE TEMOS AGORA )
    anuvenzinha
    anuvenzinha
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1123
    Reputação : 158
    Data de inscrição : 19/12/2014

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por anuvenzinha em Seg 30 Nov 2015, 8:05 am

    O que temos agora é a decisão da FENAJUFE e, não de um sindicato qualquer, que deve ser respeitada e, consequentemente, não entendimentos subjetivos q justifiquem vontades personalíssimas q atendem a certos interesses.... Suspect


    Última edição por anuvenzinha em Seg 30 Nov 2015, 8:07 am, editado 1 vez(es)
    bethoven
    bethoven
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 561
    Reputação : 43
    Data de inscrição : 17/07/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por bethoven em Seg 30 Nov 2015, 8:06 am

    VAMOS APROVAR O PL JÁ .

    ESTA TABELA PARA SUBSÍDIO AÍ NÃO DÁ.



    36 R$ 7.726,99
    35 R$ 7.612,80
    34 R$ 7.500,29
    33 R$ 7.389,45
    32 R$ 7.280,25
    31 R$ 7.172,66
    30 R$ 7.066,66
    29 R$ 6.962,23
    28 R$ 6.859,34
    27 R$ 6.757,97
    26 R$ 6.658,09
    25 R$ 6.559,70
    24 R$ 6.462,76
    23 R$ 6.367,25
    22 R$ 6.273,15
    21 R$ 6.180,45
    20 R$ 6.089,11
    19 R$ 5.999,12
    18 R$ 5.910,46
    17 R$ 5.823,12
    16 R$ 5.737,06
    15 R$ 5.652,28
    14 R$ 5.568,75
    13 R$ 5.486,45
    12 R$ 5.405,37
    11 R$ 5.325,49
    10 R$ 5.246,79
    9 R$ 5.169,25
    8 R$ 5.092,85
    7 R$ 5.017,59
    6 R$ 4.943,44
    5 R$ 4.870,38
    4 R$ 4.798,41
    3 R$ 4.727,49
    2 R$ 4.657,63
    1 R$ 4.588,80
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2969
    Reputação : 404
    Data de inscrição : 20/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por josebarbos em Seg 30 Nov 2015, 8:07 am

    bethoven escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    APROVAÇÃO DO PL JÁ ( EH SÓ O QUE TEMOS AGORA )

    Previsão ainda de déficit primário de apenas 38 bilhões, quando a realidade aponta para 120...
    avatar
    Mosca
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1239
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 16/07/2010

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Mosca em Seg 30 Nov 2015, 8:53 am

    Combatem o PLeite como se estivesse para ser aprovado.
    Quanta ingenuidade.
    Floripajf
    Floripajf
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 357
    Reputação : -194
    Data de inscrição : 25/06/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Floripajf em Seg 30 Nov 2015, 9:30 am

    Vamos aprovar do jeito que está esse PL do lewando .não temos mais tempo para negociar.
    sebastiao.lucio
    sebastiao.lucio
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Cargo : Analista Judiciário - Área Administrativa
    Mensagens : 43
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 11/06/2015
    Idade : 39
    Localização : Parelhas/RN

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por sebastiao.lucio em Seg 30 Nov 2015, 9:37 am

    Pois é pessoal.

    O governo, jogando baixo, conseguiu, a duras penas, sepultar o PL 028.

    Agora, o que nos resta é pegar o PL Titica, ou então largar, sem ter, neste último caso, certeza de que vamos pegar outra coisa melhor.

    Não estou dizendo que PL Titica é bom. Ele é o que é: uma titica mesmo.

    Mas em um país de tantas relatividades e dificuldades, a questão é: dá pra rejeitar essa esmola?

    Entendo os colegas que querem pagar pra ver. Respeito o posicionamento forte e decidido.

    Por outro lado, bem sei das dificuldades de muitos que estão "pela hora da morte", como diz aqui no interior potiguar, onde moro e trabalho.

    Andava num carrinho de 22 contos. Minha segunda filha vai nascer em janeiro. Como o PL 028 naufragou e o Titica não tá garantido, tive que vender o carrinho por 20, para fazer caixa. Comprei outro por 12 contos, mas o "miserávi" só valia 11. Paciência. Tá todo mundo "comendo o figo" de todo mundo.

    E o mais duro: meu único aumento, para o ano que vem, vai ser o auxílio-creche da menina. E só. Estamos conversados para 2016. A não ser que o titica seja aprovado...

    Quantas histórias assim não temos por trás dos teclados desse Fórum? Eu vou com a categoria para onde ela decidir. Se é pra ser um dos 300 de Esparta, e ficar no desfiladeiro com os bravos Leônidas que encabeçaram a linda luta em 2015, fico.

    Mas, sinceramente, acho melhor recuar agora, beber esse "leite azedo", aguentar a diarreia, recarregar as baterias, e procurar lutar por data-base no futuro.

    É o que penso, com a devida venia de todos os guerreiros.
    zero dois
    zero dois
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 459
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 01/04/2011

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por zero dois em Seg 30 Nov 2015, 9:46 am

    SAPÃO escreveu:
    PCSJA PRA ONTEM escreveu:Pessoal, a crise é séria, é só ver o que está acontecendo com o pessoal do executivo. 5% ao ano, sendo que a primeira parcela do ano que vem passou de janeiro pra agosto, vejam a seriedade disso. e nós corremos o risco de ficar sem nada por recusar o aumento, que é o melhor que todos os servidores de todo os poderes.


    aceitemos logo, e do jeito que está, pois tem acordo, pois quanto mais demorar, mais aumentam as chances de ficarmos com zero. isso porque  a crise se acentua. por isso mesmo devemos aceitar até 2019, e isso de forma alguma inviabiliza a busca por melhorias nesse período.   mas vamos garantir o mínimo. tem que ser rápido, votação logo enquanto a crise não piore.  e quem acha q com impeachment ou o que quer que seja vamos ter aumentos justos, prestem atenção, vejam quem são as pessoas com chances de suceder dilma, será mais arrocho ainda..

    concluindo, vamos votar esse plano logo, semana q vem, do jeito que tá, não da tempo de mexer em nada, o que pretende inviabiliza o projeto e vai ser desculpa pra dilma vetar.. aí e zero,

    X1000

    Essa turma do Zero é muito sem noção, PQP.

    Só podem ser Petistas, ajudando esse desgoverno no corte de gastos.

    Hora de repensar quem são os MAVs
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Convidado em Seg 30 Nov 2015, 9:56 am

    Se as informações já mencionadas por integrantes da Fenajufe - ratificadas no Congresso do Sintrajufe deste sábado passado - de que há espaço, SIM, para alguma melhora no leitinho, não consigo compreender tamanha insistência por parte de alguns de que o 2648 tem que ser aprovado do jeito que se encontra!
    Ricardo_TRE_RJ
    Ricardo_TRE_RJ
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 124
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 01/06/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Ricardo_TRE_RJ em Seg 30 Nov 2015, 10:20 am

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Sai no DOU. Voto será em papel 100%




    Esse texto não substitui o publicado no DOU
    Fonte: Diário Oficial da União, 30 nov. 2015. Seção 1, p. 145.
    SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PORTARIA CONJUNTA N. 3 DE 27 DE NOVEMBRO DE 2015
    O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL E DO CONSELHO
    NACIONAL DE JUSTIÇA, O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL, A
    VICE-PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA E DO CONSELHO DA
    JUSTIÇA FEDERAL, NO EXERCÍCIO DA PRESIDÊNCIA, O PRESIDENTE DO
    TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO E DO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA
    DO TRABALHO, O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR E O
    PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS
    TERRITÓRIOS
    , no uso de suas atribuições e tendo em
    vista o disposto no artigo 9° da
    Lei Complementar n° 101, de 4 de maio de 2
    000, e no artigo 52, caput e parágrafos 1° e
    3° da Lei n° 13.080, de 2 de janeiro de 2015
    e Ofício Interministe
    rial n° 387/SE/MP/MF,
    de 20 de novembro de 2015,
    RESOLVEM:
    Art. 1° Ficam indisponíveis para em
    penho e movimentação financeira os
    valores constantes do Anexo a esta Portaria,
    consignados aos Órgãos do Poder Judiciário
    da União na Lei n° 13.115, de 20 de abril de 2015.
    Art. 2° O contingenciamento imposto
    à Justiça Eleitoral inviabilizará as
    eleições de 2016 por
    meio eletrônico.
    Art. 3° Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
    Min. RICARDO LEWANDOWSKI
    Presidente do Supremo Tribunal Federal
    e do Conselho Nacional de Justiça
    Min. DIAS TOFFOLI
    Presidente do Tribunal Superior Eleitoral
    Min. LAURITA VAZ
    Vice-Presidente do Superi
    or Tribunal de Justiça
    e do Conselho da Justiça Federal
    no exercício da Presidência
    Min. ANTONIO JOSÉ DE BARROS LEVENHAGEN
    Presidente do Tribunal Superior do Trabalho
    e do Conselho Superior
    da Justiça do Trabalho
    Min. WILLIAM DE OLIVEIRA BARROS
    Presidente do Superior Tribunal Militar
    Des. GETÚLIO DE MORAES OLIVEIRA
    Presidente do Tribunal de Justiça
    do Distrito Federal e dos Territórios
    Esse texto não substitui o publicado no DOU
    Fonte: Diário Oficial da União, 30 nov. 2015. Seção 1, p. 145.
    ANEXO
    Fireball
    Fireball
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 750
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 10/06/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Fireball em Seg 30 Nov 2015, 10:24 am

    Ricardo_TRE_RJ escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Sai no DOU. Voto será em papel 100%




    Esse texto não substitui o publicado no DOU
    Fonte: Diário Oficial da União, 30 nov. 2015. Seção 1, p. 145.
    SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PORTARIA CONJUNTA N. 3 DE 27 DE NOVEMBRO DE 2015
    O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL E DO CONSELHO
    NACIONAL DE JUSTIÇA, O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL, A
    VICE-PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA E DO CONSELHO DA
    JUSTIÇA FEDERAL, NO EXERCÍCIO DA PRESIDÊNCIA, O PRESIDENTE DO
    TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO E DO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA
    DO TRABALHO, O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR E O
    PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS
    TERRITÓRIOS
    , no uso de suas atribuições e tendo em
    vista o disposto no artigo 9° da
    Lei Complementar n° 101, de 4 de maio de 2
    000, e no artigo 52, caput e parágrafos 1° e
    3° da Lei n° 13.080, de 2 de janeiro de 2015
    e Ofício Interministe
    rial n° 387/SE/MP/MF,
    de 20 de novembro de 2015,
    RESOLVEM:
    Art. 1° Ficam indisponíveis para em
    penho e movimentação financeira os
    valores constantes do Anexo a esta Portaria,
    consignados aos Órgãos do Poder Judiciário
    da União na Lei n° 13.115, de 20 de abril de 2015.
    Art. 2° O contingenciamento imposto
    à Justiça Eleitoral inviabilizará as
    eleições de 2016 por
    meio eletrônico.
    Art. 3° Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
    Min. RICARDO LEWANDOWSKI
    Presidente do Supremo Tribunal Federal
    e do Conselho Nacional de Justiça
    Min. DIAS TOFFOLI
    Presidente do Tribunal Superior Eleitoral
    Min. LAURITA VAZ
    Vice-Presidente do Superi
    or Tribunal de Justiça
    e do Conselho da Justiça Federal
    no exercício da Presidência
    Min. ANTONIO JOSÉ DE BARROS LEVENHAGEN
    Presidente do Tribunal Superior do Trabalho
    e do Conselho Superior
    da Justiça do Trabalho
    Min. WILLIAM DE OLIVEIRA BARROS
    Presidente do Superior Tribunal Militar
    Des. GETÚLIO DE MORAES OLIVEIRA
    Presidente do Tribunal de Justiça
    do Distrito Federal e dos Territórios
    Esse texto não substitui o publicado no DOU
    Fonte: Diário Oficial da União, 30 nov. 2015. Seção 1, p. 145.
    ANEXO

    Pegadinha do LULU?
    rir
    rir
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 101
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 20/03/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por rir em Seg 30 Nov 2015, 10:25 am

    DJANGO escreveu:Se as informações já mencionadas por integrantes da Fenajufe - ratificadas no Congresso do Sintrajufe deste sábado passado - de que há espaço, SIM, para alguma melhora no leitinho, não consigo compreender tamanha insistência por parte de alguns de que o 2648 tem que ser aprovado do jeito que se encontra!

    Simples:

    O que os sindicatos querem (melhorar o leitinho), não é o que foi negociado pelo STF e executivo.

    Também concordo que tem que aprovar como está, pois não temos tempo para negociações.
    Agora é tarde, deveriam ter negociado enquanto buscavam a derrubada do veto.

    Blumenau
    Blumenau
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1003
    Reputação : 138
    Data de inscrição : 20/05/2015
    Idade : 52
    Localização : Blumenau/SC

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Blumenau em Seg 30 Nov 2015, 10:27 am

    Não sei onde fica a relação em ter dignidade ou não com achar que PL 2648 é melhor do que o zero ...

    ow turminha que viaja nos posts !!!

    vc acha que o PL LEITINHO é melhor do que o ZERO ??? então vendeste tua dignidade, é um indígno !!!  


    :guy:  :guy:  :guy:  :guy:
    Ricardo_TRE_RJ
    Ricardo_TRE_RJ
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 124
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 01/06/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Ricardo_TRE_RJ em Seg 30 Nov 2015, 10:31 am

    Fireball escreveu:
    Ricardo_TRE_RJ escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Sai no DOU. Voto será em papel 100%




    Esse texto não substitui o publicado no DOU
    Fonte: Diário Oficial da União, 30 nov. 2015. Seção 1, p. 145.
    SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PORTARIA CONJUNTA N. 3 DE 27 DE NOVEMBRO DE 2015
    O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL E DO CONSELHO
    NACIONAL DE JUSTIÇA, O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL, A
    VICE-PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA E DO CONSELHO DA
    JUSTIÇA FEDERAL, NO EXERCÍCIO DA PRESIDÊNCIA, O PRESIDENTE DO
    TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO E DO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA
    DO TRABALHO, O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR E O
    PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS
    TERRITÓRIOS
    , no uso de suas atribuições e tendo em
    vista o disposto no artigo 9° da
    Lei Complementar n° 101, de 4 de maio de 2
    000, e no artigo 52, caput e parágrafos 1° e
    3° da Lei n° 13.080, de 2 de janeiro de 2015
    e Ofício Interministe
    rial n° 387/SE/MP/MF,
    de 20 de novembro de 2015,
    RESOLVEM:
    Art. 1° Ficam indisponíveis para em
    penho e movimentação financeira os
    valores constantes do Anexo a esta Portaria,
    consignados aos Órgãos do Poder Judiciário
    da União na Lei n° 13.115, de 20 de abril de 2015.
    Art. 2° O contingenciamento imposto
    à Justiça Eleitoral inviabilizará as
    eleições de 2016 por
    meio eletrônico.
    Art. 3° Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
    Min. RICARDO LEWANDOWSKI
    Presidente do Supremo Tribunal Federal
    e do Conselho Nacional de Justiça
    Min. DIAS TOFFOLI
    Presidente do Tribunal Superior Eleitoral
    Min. LAURITA VAZ
    Vice-Presidente do Superi
    or Tribunal de Justiça
    e do Conselho da Justiça Federal
    no exercício da Presidência
    Min. ANTONIO JOSÉ DE BARROS LEVENHAGEN
    Presidente do Tribunal Superior do Trabalho
    e do Conselho Superior
    da Justiça do Trabalho
    Min. WILLIAM DE OLIVEIRA BARROS
    Presidente do Superior Tribunal Militar
    Des. GETÚLIO DE MORAES OLIVEIRA
    Presidente do Tribunal de Justiça
    do Distrito Federal e dos Territórios
    Esse texto não substitui o publicado no DOU
    Fonte: Diário Oficial da União, 30 nov. 2015. Seção 1, p. 145.
    ANEXO

    Pegadinha do LULU?

    Antes fosse. É verdade ta no DOU.
    Fireball
    Fireball
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 750
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 10/06/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Fireball em Seg 30 Nov 2015, 10:33 am

    Agora ferroooou tudo!
    Henrique
    Henrique
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 223
    Reputação : 19
    Data de inscrição : 01/04/2014

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Henrique em Seg 30 Nov 2015, 10:38 am

    Será que é blefe?

    Recadastramento biométrico para votar no papel?

    Putz... Se for verdade, quero só ver o desespero dos que criticam a urna eletrônico pedindo sua volta....



    Fireball escreveu:
    Ricardo_TRE_RJ escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Sai no DOU. Voto será em papel 100%




    Esse texto não substitui o publicado no DOU
    Fonte: Diário Oficial da União, 30 nov. 2015. Seção 1, p. 145.
    SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PORTARIA CONJUNTA N. 3 DE 27 DE NOVEMBRO DE 2015
    O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL E DO CONSELHO
    NACIONAL DE JUSTIÇA, O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL, A
    VICE-PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA E DO CONSELHO DA
    JUSTIÇA FEDERAL, NO EXERCÍCIO DA PRESIDÊNCIA, O PRESIDENTE DO
    TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO E DO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA
    DO TRABALHO, O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR E O
    PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS
    TERRITÓRIOS
    , no uso de suas atribuições e tendo em
    vista o disposto no artigo 9° da
    Lei Complementar n° 101, de 4 de maio de 2
    000, e no artigo 52, caput e parágrafos 1° e
    3° da Lei n° 13.080, de 2 de janeiro de 2015
    e Ofício Interministe
    rial n° 387/SE/MP/MF,
    de 20 de novembro de 2015,
    RESOLVEM:
    Art. 1° Ficam indisponíveis para em
    penho e movimentação financeira os
    valores constantes do Anexo a esta Portaria,
    consignados aos Órgãos do Poder Judiciário
    da União na Lei n° 13.115, de 20 de abril de 2015.
    Art. 2° O contingenciamento imposto
    à Justiça Eleitoral inviabilizará as
    eleições de 2016 por
    meio eletrônico.
    Art. 3° Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
    Min. RICARDO LEWANDOWSKI
    Presidente do Supremo Tribunal Federal
    e do Conselho Nacional de Justiça
    Min. DIAS TOFFOLI
    Presidente do Tribunal Superior Eleitoral
    Min. LAURITA VAZ
    Vice-Presidente do Superi
    or Tribunal de Justiça
    e do Conselho da Justiça Federal
    no exercício da Presidência
    Min. ANTONIO JOSÉ DE BARROS LEVENHAGEN
    Presidente do Tribunal Superior do Trabalho
    e do Conselho Superior
    da Justiça do Trabalho
    Min. WILLIAM DE OLIVEIRA BARROS
    Presidente do Superior Tribunal Militar
    Des. GETÚLIO DE MORAES OLIVEIRA
    Presidente do Tribunal de Justiça
    do Distrito Federal e dos Territórios
    Esse texto não substitui o publicado no DOU
    Fonte: Diário Oficial da União, 30 nov. 2015. Seção 1, p. 145.
    ANEXO

    Pegadinha do LULU?
    avatar
    wlalve
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 192
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 29/07/2010

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por wlalve em Seg 30 Nov 2015, 10:49 am

    DJANGO escreveu:Se as informações já mencionadas por integrantes da Fenajufe - ratificadas no Congresso do Sintrajufe deste sábado passado - de que há espaço, SIM, para alguma melhora no leitinho, não consigo compreender tamanha insistência por parte de alguns de que o 2648 tem que ser aprovado do jeito que se encontra!

    Estive na assembleia no Rio de Janeiro e sou um daqueles que as pessoas chamam de Radical. Não porque sou a favor do Zero , o que acrerdito que ninguém é. Mas porque acredito que devemos lutar por algo melhor, para que uma categoria dividida em vários grupos de interesse possa andar unida em direção de algo melhor.

    Mas os chamados não radicais pensam diferente, e porque?

    1) Porque acreditam que a categoria é formada por pessoas como ela, sem disposição para lutar por algo melhor.
    2) Porque não tem crença na sua própria força.
    3) Acredita que para ter algo melhor na carreira não tem que ir a luta mas esperar que alguém lhe de (STF, Governo e congresso) porque merece.
    4) Esta para se aposentar em alguns anos então fod...-se o resto.
    5) tem CJ e vai ganhar 25% de cara e o resto tem mais que aceitar.
    6) Ta no sufoco e aceita qualquer coisa ate cinquentinha (como ouvi de vários) a carreira que se fod...
    7) Nem sabe porque votou na proposta do sindicato, eles pedem eu sigo pois confio nos caras.
    Cool Por não saber matemática financeira não sabe onde esterá daqui a 6 anos na carreira.
    9) É técnico e na comparação com as carreiras de técnicos de segundo grau não tá mal.
    10) Os analistas que se fod....
    11) Aceitaram que nossa carreira é de segundo nível, então esqueçam Banco central, susep , tcu, cgu, PF e qualquer outra carreira mais valorizada, não é para gente. Se quiser façam concurso.
    12) O momento não é oportuno para lutar por algo melhor então vamos aceitar o que o governo der.
    13) Algoritimo eterno de todos os anos:

    If TCU or. cgu .or. PF .or. Agencia reguladora .or. RF .or. INSS .or. ETC..
    Vamos a luta até onde der
    If Categoria judiciário Federal
    go to Item 12

    Concluindo em 9 anos no judiciário vi de tudo. Vi os sindicatos rejeitarem propostas de GD e Subsidio que me dariam uma renda muito maior do que tenho hoje, sem nem consultar a chamada categoria. Porque ninguém cobrou isso deles. Quem sabe disso como eu pegue um exemplo de analista em inicio de carreira em 2009 e calcule o prejuízo dessa pessoa para toda a sua vida.

    Vi manipulações a mil dos sindicatos para impedir que um novo grupo de servidores mais jovens e combativos tivessem voz, pois esses sabem que seu futuro esta em jogo, pois não tem mais direito a paridade/integralidade na aposentadoria, então tem que garantir a melhor renda agora seja para fazer uma média melhor seja para investir em uma previdência privada.

    O que os não radicais conseguiram?

    Fazer com que todos os servidores que entraram no judiciário nos últimos 8 anos venda no futuro, não muito distante, os aposentados. Porque um dia eu tenho a certeza quando lhe forem dada a possibilidade de ter algo melhor mais em troca dos aposentados não levarem. esses servidores não pensarão 2 vezes. E nem poderão ser criticados pois é o que a categoria esta fazendo com eles nesse momento.

    De minha parte não acredito mais numa categoria como a nossa, mas diferente da maioria acredito sim que tenho que ser valorizado. Logo minha luta será setorial, lutarei pelo grupo a que pertenço para tirar o que for possível do orçamento para a minha valorização.






    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 30 Nov 2015, 11:14 am

    DJANGO escreveu:
    Muito mais do que isso, caro Molusco, muito mais!
    Não omita a perda inflacionária de jan/2007 a dez/2012.
    Não esqueça, ainda, que os 13,23% são inflação passada, ANTERIOR  2003, GANHA NA JUSTIÇA!!!!!!
    Não omita que estão nos "surrupiando" esse índice - melhor, MAQUIANDO supostos 40% integrando um índice de 2003!
    Passada a votação do Veto 26, concentremo-nos primeiro nas garantias de melhorias no PL 2648!

    Você não acompanhou o debate. Eu não omiti a perda inflacionária de jan/2007 a dez/2012. Muito pelo contrário.

    Sendo didático:

    Salário do Técnico C-15, conforme PCS 2006:

    VB 4.240,47
    GAJ 50% 2.120,24
    VPI 59,87
    TOTAL1 = 4.240,47 + 2.120,24 + 59,87 = 6.420,58

    Salário do Técnico C-13, conforme PL ti-ti-ca (futuro PCS 2015?):

    VB 4.749,33
    GAJ 140% 6.649,06
    TOTAL2 = 4.749,33 + 6.649,06 = 11.398,39

    VARIAÇÃO = 1 - TOTAL2 / TOTAL1 = 1 - 11.398,39 / 6.420,58 = 77,53%

    Inflação do período (julho de 2006 a outubro de 2015), conforme calculadora do BCB, IPC-A IBGE:

    71,15%

    A categoria precisa virar essa página. O PL ti-ti-ca original (merrecão II) significa 40% de recomposição.

    O merrecão II com o merrecão I garantem a reposição da inflação entre julho de 2006 e dezembro de 2015. Por isso o PL ti-ti-ca precisa ser aprovado, com ou sem emendas, para não termos o ZERO em 2016 e afastar o risco das carreiras exclusivas.

    A questão a ser vista no futuro são as perdas decorrentes da inflação de 2016 a 2020, que prevejo ficarem na casa dos 33% (8/6/5/5/5).

    Chegaremos em 2021 com 25% de perdas no poder de compra.


    Conteúdo patrocinado

    PCS - PL 2648/2015 - Página 24 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua 18 Set 2019, 7:15 pm