PCS JÁ



    PCS - PL 2648/2015

    VadeMekum
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1282
    Reputação : 187
    Data de inscrição : 11/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por VadeMekum em Seg 30 Nov - 12:22


    De minha parte não acredito mais  numa categoria como a nossa, mas diferente da maioria acredito sim que tenho que ser valorizado. Logo minha luta será setorial, lutarei pelo grupo a que pertenço para tirar o que for possível do orçamento para a minha valorização.[/b]





    [/quote]

    Resta saber como isso será feito.

    Acho que este ano de 2015 ensinou uma lição: para reajuste razoável, que atenda à categoria como um todo, não pode ocorrer sacanagem da parte das Entidades que representam a categoria, e as condições econômicas do país tem que estarem favoráveis, conjugada com a boa vontade do STF em pactuar um acordo com o Executivo - com o qual este aquiesça - para que o Projeto de Lei tramite normalmente no Congresso.

    Sem lisura das tratativas dos Sindicatos/Federações...

    Sem o apoio efetivo do STF...

    Sem a aquiescência do Executivo quanto ao reajuste proposto...

    Sem a garantia de trâmite nas Casas Legislativas...

    ...pode espernear, bater panela, dizer EU SOU isso, eu me valorizo, eu aquilo, babar congressista, vir no fórum do PCS desabafar...o resultado é o 17/11.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 30 Nov - 12:26

    DJANGO escreveu:Se as informações já mencionadas por integrantes da Fenajufe - ratificadas no Congresso do Sintrajufe deste sábado passado - de que há espaço, SIM, para alguma melhora no leitinho, não consigo compreender tamanha insistência por parte de alguns de que o 2648 tem que ser aprovado do jeito que se encontra!

    Claro que há espaço. Só não há espaço para sectarismo, como da diretoria do Sintrajufe-RS.

    A oposição do RJ, um lixo por sinal, sofreu derrota acachapante de 90%.

    A proposta dos lixosos foi: se o PL ti-ti-ca não sofresse emenda, deveria ser arquivado.

    A categoria derrotou o sectarismo. Com ou sem emendas, o PL tem que ser aprovado.

    A Fenajufe aprovou a urgência urgentíssima. Agora é levar ao plenário da CD o mais rápido possível. Enquanto isso, deixa o pessoal ir para BSB negociar as melhorias, para deixar o PL ti-ti-ca menos piorado.

    Caso a categoria não consiga o acordo pelas emendas, vai o PL ti-ti-ca original, sem emendas, pois a categoria não quer ZERO em 2016.

    O PL ti-ti-ca repõem as perdas inflacionárias até dezembro de 2015. O que temos que debater são as perdas que ocorrerão a partir de 2016.
    Blumenau
    Blumenau
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1003
    Reputação : 138
    Data de inscrição : 20/05/2015
    Idade : 52
    Localização : Blumenau/SC

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Blumenau em Seg 30 Nov - 12:30

    Lula Molusco escreveu:
    DJANGO escreveu:Se as informações já mencionadas por integrantes da Fenajufe - ratificadas no Congresso do Sintrajufe deste sábado passado - de que há espaço, SIM, para alguma melhora no leitinho, não consigo compreender tamanha insistência por parte de alguns de que o 2648 tem que ser aprovado do jeito que se encontra!

    Claro que há espaço. Só não há espaço para sectarismo, como da diretoria do Sintrajufe-RS.

    A oposição do RJ, um lixo por sinal, sofreu derrota acachapante de 90%.

    A proposta dos lixosos foi: se o PL ti-ti-ca não sofresse emenda, deveria ser arquivado.

    A categoria derrotou o sectarismo. Com ou sem emendas, o PL tem que ser aprovado.

    A Fenajufe aprovou a urgência urgentíssima. Agora é levar ao plenário da CD o mais rápido possível. Enquanto isso, deixa o pessoal ir para BSB negociar as melhorias, para deixar o PL ti-ti-ca menos piorado.

    Caso a categoria não consiga o acordo pelas emendas, vai o PL ti-ti-ca original, sem emendas, pois a categoria não quer ZERO em 2016.

    O PL ti-ti-ca repõem as perdas inflacionárias até dezembro de 2015. O que temos que debater são as perdas que ocorrerão a partir de 2016.

    não acho que exista espaço para negociar, esse PL só vai passar porque interessa a administração e seus comissionados... só vamos perder tempo e aumentar as chances de ficar zerados..

    extremamente cético com o governo e nossas "chefias" ....
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 30 Nov - 12:31

    Floripajf escreveu:Vamos aprovar do jeito que está esse PL do lewando .não temos mais tempo para negociar.

    Tempo há. Pouco, mas há. Enquanto o requerimento estiver sendo feito, é só dar um pulinho no STF e negociar. Tem até quarta, pois é necessário votar este PL na quinta. Deixar para semana que vem corre sérios riscos de não entrar na conta em janeiro.

    E as emendas que o STF aceitar, basta fazer um substitutivo, de próprio punho.

    Aprova a bagaça já!

    servidor.tre
    servidor.tre
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1149
    Reputação : 32
    Data de inscrição : 30/10/2012

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por servidor.tre em Seg 30 Nov - 12:34

    Estão falando no Face até em corte de salário dos servidores e tem gente que não quer aceitar esse PL ???

    Vamos pegar isso e pronto !!!!
    DefensorDPU
    DefensorDPU
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 239
    Reputação : -10
    Data de inscrição : 16/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por DefensorDPU em Seg 30 Nov - 12:34

    anuvenzinha escreveu:O parâmetro inegociável para categoria é:

    "melhoria do PL 2648/2015 e não ao reajuste zero"


    Entretanto para Sisejufe....

    Rodssss escreveu:
    Rengaw escreveu:


    VERGONHOSO GOLPE CONTRA A CATEGORIA DO RIO DE JANEIRO

    As assembléias sindicais são dentre as manifestações do sindicato, a que maior importância têm, como fonte maior do poder de decisão do sindicato na representação da categoria.
    Hoje, dia 26 de novembro de 2015, o que vivenciamos foi um amontoado de pessoas em frente ao prédio da Justiça Federal, local insalubre e sem a menor condição de se realizar sequer uma coversa particular de pé de ouvido, foi realizado um arremedo de assemléia, que, na visão da categoria, mais parecia uma armadilha para fazer valer o que o Sindicato pretendia aprovar.
    Questiono o porque da escolha deste locar para a realização da assembleia, tendo em vista que temos uma grande praça próxima, na Cinelândia, onde foi a última.
    Chegando à frente da Justiça Federal, local em que se realizam as obras para o VLT, já diminuto para a passagem dos transeuntes, imaginem para reunir uma categoria.
    Pudemos observar várias irregularidades no encaminhamento dos trabalhos:
    - Não haviam cartões suficientes para que o servidor identificasse seu voto.
    - Os tempos de fala não tiveram equidade, deixando fluir mais o tempo de quem era do interesse do sindicato
    - O Presidente do Sindicato, a quem cabia o papel de mediador, fez a defesa da proposta do sindicato, quando a ele cabia tão somente o encaminhamento dos trabalho.
    - Duas propostas foram encaminhadas e, tão logo anunciado o teor de cada uma, sem que TODOS OS SERVIDORES PRESENTES PUDESSEM OUVIR E VOTAR, já que não havia cartões de identificação para todos e o barulho intenso do trânsito da Avenida Rio Branco impedia que o som de um aparelho inadequado chegasse a eles.
    - Não houve a defesa formal de cada uma das propostas por seus propositores, tendo o Presidente do Sindicato colocado imediatamente à votação.
    - Quando da votação, embora não houvesse uma maioria absoluta, o presidente se absteve de proceder à contagem dos votos e quando indaguei acerca das irregularidades da assembléia, dois leões de chácara se encarregaram de me afastar de forma grosseira e agressiva, gritando palavras de ordem e berrando: PERDEU, PERDEU.
    Lucienne Nader – TRT/RJ

    Na hora das deliberações, Valter, o Presidente do Sisejufe, distorceu o encaminhamento sustentando haver duas propostas:
    1- O Sisejufe apresentou a proposta de negociar emendas e aprovar o projeto com estas aceitas ou não
    2- A outra prosposta foi apresentar emendas e caso não fossem aceitas não aprovar o projeto.

    Venceu a proposta do Sisejufe.

    Considerando que esta Assembleia realizada na data de 26/11/15, não garantiu o amplo debate pela base acerca do PL2648, como coloca o texto acima;
    Considerando que os Servidores da Justiça Federal do Rio de Janeiro que estão lotados no interior do Estado não tem sua participação asegurada pelo Sindicato pois não foram realizadas assembleias setoriais. Alguns precisariam viajar mais de sete horas para estarem presentes às assembleias realizadas no Centro do Rio de Janeiro;

    Considerando que não há tempo hábil para questionarmos a validade desta assembleia, que objetiva levar o posicionamento da categoria para a “Ampliadinha” da FENAJUFE que se realizará no dia 27/11/15;

    Nós, servidores da Justiça Federal do Rio de Janeiro, abaixo assinados, DECLARAMOS que:

    O RESULTADO DESTA ASSEMBLEIA NÃO REPRESENTA O POSICIONAMENTO DA CATEGORIA DO RIO DE JANEIRO, POIS A ASSEMBLEIA REALIZADA NO DIA 26/11/15 NÃO GARANTIU UM AMPLO DEBATE DEMOCRÁTICO A RESPEITO DO PL2648

                 
    Andréa Rocha
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Os pupilos do ponci anus mostrando que ainda são um lixo. RJ pelamordeDeus tirem essa corja do poder sindical de vocês.


    Quanto MI MI MI........
    JONGA
    JONGA
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 220
    Reputação : 20
    Data de inscrição : 20/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por JONGA em Seg 30 Nov - 12:35

    SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PORTARIA CONJUNTA Nº 3, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2015
    O Presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho
    Nacional de Justiça, O Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, A
    Vice-Presidente do Superior Tribunal de Justiça e do Conselho da
    Justiça Federal, No Exercício da Presidência, O Presidente do Tri-
    bunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior da Justiça do
    Trabalho, O Presidente do Superior Tribunal Militar e O Presidente
    do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, no uso de
    suas atribuições e tendo em vista o disposto no artigo 9º da Lei
    Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000, e no artigo 52, caput e
    parágrafos 1º e 3º da Lei nº 13.080, de 2 de janeiro de 2015 e Ofício
    Interministerial nº 387/SE/MP/MF, de 20 de novembro de 2015, re-
    solvem:
    Art. 1º Ficam indisponíveis para empenho e movimentação
    financeira os valores constantes do Anexo a esta Portaria, consig-
    nados aos Órgãos do Poder Judiciário da União na Lei n° 13.115, de
    20 de abril de 2015.
    Art. 2º O contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral in-
    viabilizará as eleições de 2016 por meio eletrônico.
    Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua pu-
    blicação.
    Min. RICARDO LEWANDOWSKI
    Presidente do Supremo Tribunal Federal
    e do Conselho Nacional de Justiça
    Min. DIAS TOFFOLI
    Presidente do Tribunal Superior Eleitoral
    Min. LAURITA VAZ
    Vice-Presidente do Superior Tribunal de Justiça
    e do Conselho da Justiça Federal
    no exercício da Presidência
    Min. ANTONIO JOSÉ DE BARROS LEVENHAGEN
    Presidente do Tribunal Superior do Trabalho
    e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho
    Min. WILLIAM DE OLIVEIRA BARROS
    Presidente do Superior Tribunal Militar
    Des. GETÚLIO DE MORAES OLIVEIRA


    Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked
    Justiceirotrf4
    Justiceirotrf4
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 919
    Reputação : 85
    Data de inscrição : 19/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Justiceirotrf4 em Seg 30 Nov - 12:45

    Se há espaço para melhorar o PL do lewando eu totalmente favorável. Como também fui defensor e favorãvel ao pl28. Como também serei ao PL original do lewando caso não haja espaço para melhorias.

    Enfim, eu penso em prol do grupo, não em benefício próprio.

    Eu sempre penso na categoria como um todo. E esse todo, essa MAIORIA quer aumento já em 2016, em janeiro de preferência.

    Deu ,basta e chega. O foco é aprovacao desse PL, com ou sem emendas.

    VadeMekum
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1282
    Reputação : 187
    Data de inscrição : 11/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por VadeMekum em Seg 30 Nov - 12:47

    servidor.tre escreveu:Estão falando no Face até em corte de salário dos servidores e tem gente que não quer aceitar esse PL ???

    Vamos pegar isso e pronto !!!!


    Servidores de que esfera/poder?


    why
    Justiceirotrf4
    Justiceirotrf4
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 919
    Reputação : 85
    Data de inscrição : 19/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Justiceirotrf4 em Seg 30 Nov - 12:47

    Temos chances de receber esse aumento já no contracheque de janeiro?


    Alguma reunião prevista para essa semana com a turma do STF para aprovarmos logo esse pl?

    Atração e juntos somos mais fortes ,e ficamos mais unidos.

    Deu de insanidade, egoísmo,IMATURIDADE, desunião e divergências.
    mauregas
    mauregas
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 494
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 14/03/2011

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por mauregas em Seg 30 Nov - 12:48

    Caros Colegas,

    Nossas estratégias desde 2009 tem sido cada vez mais equivocadas.

    Em 2009, perdemos o bonde dos aumentos extraordinários, em razão de divisões, picuinhas e interesses diversos dos da categoria.

    Em 2010, enganados como fomos, perdemos outro bonde, saindo de uma greve antes da hora.

    Em 2011, afobados pelo subsídio, abandonamos a greve com um PL meramente protocolado.

    Em 2012, não sentamos seriamente à mesa para pegar os 15,8% e aplicar da melhor forma possível de forma a iniciar um processo de reestruturação da carreira, rejeitamos os valores (e, por sorte nossa, nos foi imposto sem considerar nossa opinião).

    Em 2015, apostamos tudo na derrubada do veto, sem perceber que, com a força que o Congresso nos dava, era hora de sentar e aprimorar o PL que tínhamos em mãos. Afinal, além da possibilidade de derrubar o veto, havia uma greve que incomodava um pouco.

    E agora, o que temos para dar em troca para termos algo melhor? Uma greve (não mais temos e construir outra com servidores pagando horas e às vésperas do recesso, quase impossível). Um veto (não temos, a estratégia para a derrubada não funcionou).

    Pessoalmente, torço para uma aprovação célere do PL/Substitutivo, porque não vejo nada que possamos fazer para melhorar nossa situação.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 30 Nov - 12:51

    Blumenau escreveu:não acho que exista espaço para negociar, esse PL só vai passar porque interessa a administração e seus comissionados... só vamos perder tempo e aumentar as chances de ficar zerados..

    extremamente cético com o governo e nossas "chefias" ....

    Não precisa de urna eletrônica para negociar.

    Pode ser da seguinte forma:

    "Senhor STF, o senhor é a favor das emendas abaixo ao PL ti-ti-ca?"

    Emenda 1? ( ) sim ( ) não
    Emenda 2? ( ) sim ( ) não
    Emenda 3? ( ) sim ( ) não

    Emenda N? ( ) sim ( ) não

    Entrega lá na caixa de entrada do levandolero e pega na quarta-feira as respostas.


    Del Piero
    Del Piero
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 432
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 17/12/2014
    Localização : Rio de Janeiro

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Del Piero em Seg 30 Nov - 12:54

    Justiceirotrf4 escreveu:Se há espaço para melhorar o PL do lewando eu totalmente favorável. Como também fui defensor e favorãvel ao pl28. Como também serei ao PL original do lewando caso não haja espaço para melhorias.

    Enfim, eu penso em prol do grupo, não em benefício próprio.

    Eu sempre penso na categoria como um todo. E esse todo, essa MAIORIA quer aumento já em 2016, em janeiro de preferência.

    Deu ,basta e chega. O foco é aprovacao desse PL, com ou sem emendas.


    Assino embaixo.
    Blumenau
    Blumenau
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1003
    Reputação : 138
    Data de inscrição : 20/05/2015
    Idade : 52
    Localização : Blumenau/SC

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Blumenau em Seg 30 Nov - 12:54

    Lula Molusco escreveu:
    Blumenau escreveu:não acho que exista espaço para negociar, esse PL só vai passar porque interessa a administração e seus comissionados... só vamos perder tempo e aumentar as chances de ficar zerados..

    extremamente cético com o governo e nossas "chefias" ....

    Não precisa de urna eletrônica para negociar.

    Pode ser da seguinte forma:

    "Senhor STF, o senhor é a favor das emendas abaixo ao PL ti-ti-ca?"

    Emenda 1?    (   )  sim              (   )  não
    Emenda 2?    (   )  sim              (   )  não
    Emenda 3?    (   )  sim              (   )  não

    Emenda N?    (   )  sim              (   )  não

    Entrega lá na caixa de entrada do levandolero e pega na quarta-feira as respostas.




    gostaria que fosse assim, vamos ver, mas acho que o levando não levando da cadeira se não for para melhorar ainda mais a situação dos comissionados ...
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2969
    Reputação : 404
    Data de inscrição : 20/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por josebarbos em Seg 30 Nov - 13:13

    Emendas orçamentariamente possíveis:

    Aumento da reserva de CC's a servidores do quadro, de 50 para 80%;
    Possibilidade de advocacia e consultoria técnica;
    Extinção ou flexibilização dos AQs, respectivamente, com incorporação à GAJ/GAMPU ou possibilidade de acumulação até o teto já estabelecido.
    Savissimo
    Savissimo
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 526
    Reputação : 552
    Data de inscrição : 18/11/2013

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Savissimo em Seg 30 Nov - 13:24

    josebarbos escreveu:Emendas orçamentariamente possíveis:

    Aumento da reserva de CC's a servidores do quadro, de 50 para 80%;
    Possibilidade de advocacia e consultoria técnica;
    Extinção ou flexibilização dos AQs, respectivamente, com incorporação à GAJ/GAMPU ou possibilidade de acumulação até o teto já estabelecido.

    Sério que vocês estão discutindo alterações no leitinho?

    Quero ter esperanças que ele vem do jeito que está, o STF publicou hoje (pág. 145, DOU) uma Portaria (bem com cara de chantagem, é verdade) informando que mantido o contingenciamento as eleições de 2016 será manual.
    FALCON.X
    FALCON.X
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2463
    Reputação : 433
    Data de inscrição : 22/03/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por FALCON.X em Seg 30 Nov - 13:26


    CONTINGENCIAMENTO GERAL...

    PL LEITINHO...mas "painho", "ponciaNUS", petralhas, MAVs, babões & Cia não disseram que tava tudo acertado com "monca sapiens" ??? Tem até "DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA"....KKKK......acordo já com EXECUTIVO tudo acertado...BANDO DE MENTIROSOS.

    Muita piada...DESgoverno safado, corrupto, roubaram até última gota...PORÉM, no mundo da fantasia, vamos acreditar no LEITINHO e na palavra de "painho" "monca" e principalmente dos petralhas dos MAVs de plantão.
    pernalonga
    pernalonga
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2060
    Reputação : 828
    Data de inscrição : 25/04/2012

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por pernalonga em Seg 30 Nov - 13:26

    Pessoal, essa portaria conjunta publicada hoje contigencia nada mais nada menos do que 1 bilhão e 740 milhões de reais do orçamento de todos os ramos do PJU
    avatar
    wlalve
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 192
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 29/07/2010

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por wlalve em Seg 30 Nov - 13:32


    Pessoal da área de TI do Judiciário Federal, temos que nos articular para conseguirmos nos próximos anos nos diferenciar do resto da categoria. Esta claro para mim que com uma categoria como essa nós nunca teremos nosso valor reconhecido. Não diria que fazemos parte do setor mais importante do judiciário, pois não somos da área fim. Mas sem dúvida fazemos parte do setor mais estratégico para o futuro do judiciário. Por isso temos que nos articular em busca de nossa valorização.

    Temos a nosso favor a opinião de muitos magistrados, temos a nosso favor resoluções do TCU sobre a nossa carreira, Temos a nosso favor a realidade que se impões que demonstra que o futuro da sociedade e da economia passa diretamente pela tecnologia.

    Vamos nos unir em busca de nossa valorização.
    Ricardo_TRE_RJ
    Ricardo_TRE_RJ
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 124
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 01/06/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Ricardo_TRE_RJ em Seg 30 Nov - 13:37

    A solução é terceirizar a área de TI do Judiciário Federal. Assim poupamos grana. Nos da Justiça Eleitoral somos o único ramo que interessa aos políticos. Separação já. GRAEL já!

    wlalve escreveu:
    Pessoal da área de TI do Judiciário Federal, temos que nos articular para conseguirmos nos próximos anos nos diferenciar do resto da categoria. Esta claro para mim que com uma categoria como essa nós nunca teremos nosso valor reconhecido. Não diria que fazemos parte do setor mais importante do judiciário, pois não somos da área fim. Mas sem dúvida fazemos parte do setor mais estratégico para o futuro do judiciário. Por isso temos que nos articular em busca de nossa valorização.

    Temos a nosso favor a opinião de muitos magistrados, temos a nosso favor resoluções do TCU sobre a nossa carreira, Temos a nosso favor a realidade que se impões que demonstra que o futuro da sociedade e da economia passa diretamente pela tecnologia.

    Vamos nos unir em busca de nossa valorização.


    Última edição por Ricardo_TRE_RJ em Seg 30 Nov - 13:38, editado 1 vez(es)
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Convidado em Seg 30 Nov - 13:38

    rir escreveu:
    DJANGO escreveu:Se as informações já mencionadas por integrantes da Fenajufe - ratificadas no Congresso do Sintrajufe deste sábado passado - de que há espaço, SIM, para alguma melhora no leitinho, não consigo compreender tamanha insistência por parte de alguns de que o 2648 tem que ser aprovado do jeito que se encontra!

    Simples:

    O que os sindicatos querem (melhorar o leitinho), não é o que foi negociado pelo STF e executivo.

    Também concordo que tem que aprovar como está, pois não temos tempo para negociações.
    Agora é tarde, deveriam ter negociado enquanto buscavam a derrubada do veto.


    Acho que você não entendeu.
    O espaço seria para melhorar o leitinho ainda antes da aprovação, nestes poucos dias que restam.
    Estou aqui há 30 anos e já vi esse filme de fim de ano, num dia passar em tudo que é comissão o que está acordado.
    Então não duvido que possa realmente acontecer.
    E, se pode, por que não tentar???
    VadeMekum
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1282
    Reputação : 187
    Data de inscrição : 11/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por VadeMekum em Seg 30 Nov - 13:44

    pernalonga escreveu:Pessoal, essa portaria conjunta publicada hoje contigencia nada mais nada menos do que 1 bilhão e 740 milhões de reais do orçamento de todos os ramos do PJU


    Por acaso, esse não é aproximadamente o custo do PL-Lixoso para o exercício de 2016?
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Convidado em Seg 30 Nov - 13:45

    Lula Molusco escreveu:
    DJANGO escreveu:Se as informações já mencionadas por integrantes da Fenajufe - ratificadas no Congresso do Sintrajufe deste sábado passado - de que há espaço, SIM, para alguma melhora no leitinho, não consigo compreender tamanha insistência por parte de alguns de que o 2648 tem que ser aprovado do jeito que se encontra!

    Claro que há espaço. Só não há espaço para sectarismo, como da diretoria do Sintrajufe-RS.

    A oposição do RJ, um lixo por sinal, sofreu derrota acachapante de 90%.

    A proposta dos lixosos foi: se o PL ti-ti-ca não sofresse emenda, deveria ser arquivado.

    A categoria derrotou o sectarismo. Com ou sem emendas, o PL tem que ser aprovado.

    A Fenajufe aprovou a urgência urgentíssima. Agora é levar ao plenário da CD o mais rápido possível. Enquanto isso, deixa o pessoal ir para BSB negociar as melhorias, para deixar o PL ti-ti-ca menos piorado.

    Caso a categoria não consiga o acordo pelas emendas, vai o PL ti-ti-ca original, sem emendas, pois a categoria não quer ZERO em 2016.

    O PL ti-ti-ca repõem as perdas inflacionárias até dezembro de 2015. O que temos que debater são as perdas que ocorrerão a partir de 2016.

    Mais uma vez estás equivocado, caro Molusco.
    Estive no Congresso do Sintrajufe, inclusive como Delegado, e posso te garantir que a Diretoria sempre esteve focadíssima no Veto 26.
    Após o fracasso da derrubada do veto, está focada em tentar negociar melhorias no PL leite.
    Apenas defende evitar tantas perdas como as representadas pela configuração atual do leitoso.
    Isso não é sectarismo, é posicionamento em prol da categoria, e não apenas de proteção desesperada ao PT, como se vê por aqui nos últimos dias.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 30 Nov - 13:49

    pernalonga escreveu:Pessoal, essa portaria conjunta publicada hoje contigencia nada mais nada menos do que 1 bilhão e 740 milhões de reais do orçamento de todos os ramos do PJU

    ANEXO
    LIMITE INDISPONÍVEL PARA EMPENHO E MOVIMENTAÇÃO
    FINANCEIRA
    OUTROS CUSTEIOS E CAPITAL
    R$ 1
    Órgão Valor
    10000 Supremo Tribunal Federal 53220494
    11000 Superior Tribunal de Justiça 73286271
    12000 Justiça Federal 555064139
    13000 Justiça Militar da União 14873546
    14000 Justiça Eleitoral 428739416
    15000 Justiça do Trabalho 423393109
    16000 Justiça do DF e Territórios 63020117
    17000 Conselho Nacional de Justiça 131165703
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Convidado em Seg 30 Nov - 13:49

    JONGA escreveu:SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PORTARIA CONJUNTA Nº 3, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2015
    O Presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho
    Nacional de Justiça, O Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, A
    Vice-Presidente do Superior Tribunal de Justiça e do Conselho da
    Justiça Federal, No Exercício da Presidência, O Presidente do Tri-
    bunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior da Justiça do
    Trabalho, O Presidente do Superior Tribunal Militar e O Presidente
    do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, no uso de
    suas atribuições e tendo em vista o disposto no artigo 9º da Lei
    Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000, e no artigo 52, caput e
    parágrafos 1º e 3º da Lei nº 13.080, de 2 de janeiro de 2015 e Ofício
    Interministerial nº 387/SE/MP/MF, de 20 de novembro de 2015, re-
    solvem:
    Art. 1º Ficam indisponíveis para empenho e movimentação
    financeira os valores constantes do Anexo a esta Portaria, consig-
    nados aos Órgãos do Poder Judiciário da União na Lei n° 13.115, de
    20 de abril de 2015.
    Art. 2º O contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral in-
    viabilizará as eleições de 2016 por meio eletrônico.
    Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua pu-
    blicação.
    Min. RICARDO LEWANDOWSKI
    Presidente do Supremo Tribunal Federal
    e do Conselho Nacional de Justiça
    Min. DIAS TOFFOLI
    Presidente do Tribunal Superior Eleitoral
    Min. LAURITA VAZ
    Vice-Presidente do Superior Tribunal de Justiça
    e do Conselho da Justiça Federal
    no exercício da Presidência
    Min. ANTONIO JOSÉ DE BARROS LEVENHAGEN
    Presidente do Tribunal Superior do Trabalho
    e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho
    Min. WILLIAM DE OLIVEIRA BARROS
    Presidente do Superior Tribunal Militar
    Des. GETÚLIO DE MORAES OLIVEIRA


    Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked

    Querem forçar o congresso a diminuir a meta fiscal. Vieram com os dois pés.

    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 30 Nov - 13:53

    Mais um kamikaze. lol!

    Ricardo_TRE_RJ escreveu:A solução é terceirizar a área de TI do Judiciário Federal. Assim poupamos grana. Nos da Justiça Eleitoral somos o único ramo que interessa aos políticos. Separação já. GRAEL já!

    wlalve escreveu:
    Pessoal da área de TI do Judiciário Federal, temos que nos articular para conseguirmos nos próximos anos nos diferenciar do resto da categoria. Esta claro para mim que com uma categoria como essa nós nunca teremos nosso valor reconhecido. Não diria que fazemos parte do setor mais importante do judiciário, pois não somos da área fim. Mas sem dúvida fazemos parte do setor mais estratégico para o futuro do judiciário. Por isso temos que nos articular em busca de nossa valorização.

    Temos a nosso favor a opinião de muitos magistrados, temos a nosso favor resoluções do TCU sobre a nossa carreira, Temos a nosso favor a realidade que se impões que demonstra que o futuro da sociedade e da economia passa diretamente pela tecnologia.

    Vamos nos unir em busca de nossa valorização.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 30 Nov - 14:00

    DJANGO escreveu:
    Lula Molusco escreveu:
    DJANGO escreveu:Se as informações já mencionadas por integrantes da Fenajufe - ratificadas no Congresso do Sintrajufe deste sábado passado - de que há espaço, SIM, para alguma melhora no leitinho, não consigo compreender tamanha insistência por parte de alguns de que o 2648 tem que ser aprovado do jeito que se encontra!

    Claro que há espaço. Só não há espaço para sectarismo, como da diretoria do Sintrajufe-RS.

    A oposição do RJ, um lixo por sinal, sofreu derrota acachapante de 90%.

    A proposta dos lixosos foi: se o PL ti-ti-ca não sofresse emenda, deveria ser arquivado.

    A categoria derrotou o sectarismo. Com ou sem emendas, o PL tem que ser aprovado.

    A Fenajufe aprovou a urgência urgentíssima. Agora é levar ao plenário da CD o mais rápido possível. Enquanto isso, deixa o pessoal ir para BSB negociar as melhorias, para deixar o PL ti-ti-ca menos piorado.

    Caso a categoria não consiga o acordo pelas emendas, vai o PL ti-ti-ca original, sem emendas, pois a categoria não quer ZERO em 2016.

    O PL ti-ti-ca repõem as perdas inflacionárias até dezembro de 2015. O que temos que debater são as perdas que ocorrerão a partir de 2016.

    Mais uma vez estás equivocado, caro Molusco.
    Estive no Congresso do Sintrajufe, inclusive como Delegado, e posso te garantir que a Diretoria sempre esteve focadíssima no Veto 26.
    Após o fracasso da derrubada do veto, está focada em tentar negociar melhorias no PL leite.
    Apenas defende evitar tantas perdas como as representadas pela configuração atual do leitoso.
    Isso não é sectarismo, é posicionamento em prol da categoria, e não apenas de proteção desesperada ao PT, como se vê por aqui nos últimos dias.

    Não estou equivocado não. Eu falei da diretoria do Sintrajufe-RS dizer que as emendas são inegociáveis.

    O mamute turbinado elephant morreu. Eu não falei disto. Vira a página filho.

    Sou a favor de negociar. O sectarismo está em dizer que, se o STF não aceitar nenhuma das emendas, eu não quero o PL ti-ti-ca. Isto é sectarismo.

    No item "Após o fracasso da derrubada do veto" prefiro "Após a frustração na derrubada do veto". Não considero um fracasso, na acepção da palavra. Houve muito aprendizado.

    A categoria já decidiu: NÃO QUER O ZERO EM 2016. PL ti-ti-ca, com ou sem emendas, é o que interessa.
    evolucionista
    evolucionista
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 80
    Reputação : 5
    Data de inscrição : 06/10/2011

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por evolucionista em Seg 30 Nov - 14:00

    JONGA escreveu:SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PORTARIA CONJUNTA Nº 3, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2015
    O Presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho
    Nacional de Justiça, O Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, A
    Vice-Presidente do Superior Tribunal de Justiça e do Conselho da
    Justiça Federal, No Exercício da Presidência, O Presidente do Tri-
    bunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior da Justiça do
    Trabalho, O Presidente do Superior Tribunal Militar e O Presidente
    do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, no uso de
    suas atribuições e tendo em vista o disposto no artigo 9º da Lei
    Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000, e no artigo 52, caput e
    parágrafos 1º e 3º da Lei nº 13.080, de 2 de janeiro de 2015 e Ofício
    Interministerial nº 387/SE/MP/MF, de 20 de novembro de 2015, re-
    solvem:
    Art. 1º Ficam indisponíveis para empenho e movimentação
    financeira os valores constantes do Anexo a esta Portaria, consig-
    nados aos Órgãos do Poder Judiciário da União na Lei n° 13.115, de
    20 de abril de 2015.
    Art. 2º O contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral in-
    viabilizará as eleições de 2016 por meio eletrônico.
    Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua pu-
    blicação.
    Min. RICARDO LEWANDOWSKI
    Presidente do Supremo Tribunal Federal
    e do Conselho Nacional de Justiça
    Min. DIAS TOFFOLI
    Presidente do Tribunal Superior Eleitoral
    Min. LAURITA VAZ
    Vice-Presidente do Superior Tribunal de Justiça
    e do Conselho da Justiça Federal
    no exercício da Presidência
    Min. ANTONIO JOSÉ DE BARROS LEVENHAGEN
    Presidente do Tribunal Superior do Trabalho
    e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho
    Min. WILLIAM DE OLIVEIRA BARROS
    Presidente do Superior Tribunal Militar
    Des. GETÚLIO DE MORAES OLIVEIRA


    Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked


    Todo primeiro ano de governo fazem esse contigenciamento aí.
    VadeMekum
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1282
    Reputação : 187
    Data de inscrição : 11/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por VadeMekum em Seg 30 Nov - 14:00

    Atualizando o avatar, he he he...lixo...ou zero...kkk
    Solange4
    Solange4
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1129
    Reputação : 108
    Data de inscrição : 03/06/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Solange4 em Seg 30 Nov - 14:01

    Cortes na Justiça Eleitoral

    Contigenciamento inviabiliza eleições de 2016, afirmam tribunais

    Publicado: 30 de novembro de 2015 às 13:25


    Portaria Conjunta assinada pelos presidentes do Supremo Tribunal Federal, Tribunal Superior Eleitoral, Superior Tribunal de Justiça, Tribunal Superior do Trabalho e Superior Tribunal Militar informa que o contingenciamento ou bloqueio de recursos, determinados pela presidente Dilma Rousseff, inviabilizam a eleições municipais de 2016 pelo processo eletrônico.

    O documento tem apenas dois artigos e cita, dentre outros dispositivos legais, o que consta do Ofício Interministerial 381, datado de 20 de novembro último, do Ministério da Fazenda. Com base nesses dispositivos, o art. 1º, a portaria conjunta dos tribunais superiores torna indisponíveis para empenho e movimentação financeira de recursos destinados aos órgãos do Poder Judiciário.

    Em segu artigo, 2º, a portaria conjunta diz claramente: "O contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral inviabilizará as aleições de 2016 por meio eletrônico".

    A portaria dos tribunais superiores é assinada pelos ministros Ricardo Lewandowski, presidente do STF e do CNJ, Dias Tóffoli (TSE), Lauria Vaz (vice-presidente do STJ), Antonio José de Barros Levennhagen (TST), William de Oliveira Barros (STM) e pelo desembargador Getúlio de Moraes Oliveira, presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios.
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    O que eu entendi é que o Judiciário está dizendo ao Executivo: não mexe no meu orçamento! Estou enganada?
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 30 Nov - 14:04

    Solange4 escreveu:Cortes na Justiça Eleitoral

    Contigenciamento inviabiliza eleições de 2016, afirmam tribunais

    Publicado: 30 de novembro de 2015 às 13:25


    Portaria Conjunta assinada pelos presidentes do Supremo Tribunal Federal, Tribunal Superior Eleitoral, Superior Tribunal de Justiça, Tribunal Superior do Trabalho e Superior Tribunal Militar informa que o contingenciamento ou bloqueio de recursos, determinados pela presidente Dilma Rousseff, inviabilizam a eleições municipais de 2016 pelo processo eletrônico.

    O documento tem apenas dois artigos e cita, dentre outros dispositivos legais, o que consta do Ofício Interministerial 381, datado de 20 de novembro último, do Ministério da Fazenda. Com base nesses dispositivos, o art. 1º, a portaria conjunta dos tribunais superiores torna indisponíveis para empenho e movimentação financeira de recursos destinados aos órgãos do Poder Judiciário.

    Em segu artigo, 2º, a portaria conjunta diz claramente: "O contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral inviabilizará as aleições de 2016 por meio eletrônico".

    A portaria dos tribunais superiores é assinada pelos ministros Ricardo Lewandowski, presidente do STF e do CNJ, Dias Tóffoli (TSE), Lauria Vaz (vice-presidente do STJ), Antonio José de Barros Levennhagen (TST), William de Oliveira Barros (STM) e pelo desembargador Getúlio de Moraes Oliveira, presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios.
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    O que eu entendi é que o Judiciário está dizendo ao Executivo: não mexe no meu orçamento! Estou enganada?

    Acho que é "no meu orçamento da JE".

    -------

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Conteúdo patrocinado

    PCS - PL 2648/2015 - Página 25 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 19 Set - 20:15