PCS JÁ



    Dicas Financeiras

    Compartilhe
    avatar
    o Iluminado
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 218
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 27/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por o Iluminado em Qua 13 Jul 2016, 5:32 pm

    acabei de me cadastrar na easynvest......ela é uma corretora segura?
    nunca operei no mercado financeiro...alguém indica algum livro para aprender....
    obrigado

    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1024
    Reputação : 368
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Qua 13 Jul 2016, 6:27 pm

    o Iluminado escreveu:acabei de me cadastrar na easynvest......ela é uma corretora segura?
    nunca operei no mercado financeiro...alguém indica algum livro para aprender....
    obrigado

    Colega, é uma ótima corretora, com custo x benefício muito bom. Opero com ela há algum tempo e nunca tive problema. Claro que há outras excelentes opções no mercado, como os colegas já disseram, e nada impede que vc tenha conta em duas ou mais corretoras. Com o tempo, verá qual é a que mais se adéqua ao seu perfil. No mais, a própria Easynvest oferece cursos online gratuitos para iniciantes, assim como as demais corretoras. É quase que uma obrigação assisti-los para se ter uma base de como funciona o mercado, a plataforma etc. Vale a pena conferir as dicas postadas pelos colegas na página 1 deste tópico tb.
    avatar
    o Iluminado
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 218
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 27/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por o Iluminado em Qua 13 Jul 2016, 6:35 pm

    rogcampinas escreveu:
    o Iluminado escreveu:acabei de me cadastrar na easynvest......ela é uma corretora segura?
    nunca operei no mercado financeiro...alguém indica algum livro para aprender....
    obrigado

    Colega, é uma ótima corretora, com custo x benefício muito bom. Opero com ela há algum tempo e nunca tive problema. Claro que há outras excelentes opções no mercado, como os colegas já disseram, e nada impede que vc tenha conta em duas ou mais corretoras. Com o tempo, verá qual é a que mais se adéqua ao seu perfil. No mais, a própria Easynvest oferece cursos online gratuitos para iniciantes, assim como  as demais corretoras. É quase que uma obrigação assisti-los para se ter uma base de como funciona o mercado, a plataforma etc. Vale a pena conferir as dicas postadas pelos colegas na página 1 deste tópico tb.    

    obrigado pela dica....


    like like like like
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2764
    Reputação : 390
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Qua 13 Jul 2016, 6:47 pm

    rogcampinas escreveu:
    o Iluminado escreveu:acabei de me cadastrar na easynvest......ela é uma corretora segura?
    nunca operei no mercado financeiro...alguém indica algum livro para aprender....
    obrigado

    Colega, é uma ótima corretora, com custo x benefício muito bom. Opero com ela há algum tempo e nunca tive problema. Claro que há outras excelentes opções no mercado, como os colegas já disseram, e nada impede que vc tenha conta em duas ou mais corretoras. Com o tempo, verá qual é a que mais se adéqua ao seu perfil. No mais, a própria Easynvest oferece cursos online gratuitos para iniciantes, assim como  as demais corretoras. É quase que uma obrigação assisti-los para se ter uma base de como funciona o mercado, a plataforma etc. Vale a pena conferir as dicas postadas pelos colegas na página 1 deste tópico tb.    

    Na página atrás, o primeiro post (atualmente) do meu site tem coisas muito boas. O Playlist que coloco do youtbe é produzido em parceria com a Easynvest.
    avatar
    Htomaz
    Novo Usuário

    Mensagens : 12
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 02/06/2015

    Funpresp jud

    Mensagem por Htomaz em Qua 13 Jul 2016, 9:55 pm

    Gostaria da opinião do pessoal que tem mais conhecimento de causa.

    No início desse tópico um dos assuntos tratados foi a funpresp-jud, fiquei interessado pois disseram que não há taxa de administração nem de carregamento para contribuições sem patrocinador, entrei no regime pós 2003, é isso mesmo? Andei pensando em aderir contribuindo com o mínimo possível como uma das formas de diversificar os meus rendimentos na aposentadoria. Outra dúvida, alguém sabe qual o valor mínimo para contribuição?

    P.S. sobre o colega que perguntou sobre a easynvest, eu utilizo ela para aplicações em renda fixa e não tive problemas (também não resgatei nada ainda). Tenho conta em outras duas corretoras: XP e Rico, escolhi a easy pelas baixas taxas. No momento estou fazendo um curso de investimento em renda variável da XP, até agora muito bom por sinal.

    Obrigado.


    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1024
    Reputação : 368
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Qui 14 Jul 2016, 9:00 am

    Colega Htomaz, ainda não conheci a fundo o funpresp-jd, mas é interessante o q colocou. Darei uma estudada nisso tb
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2764
    Reputação : 390
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Qui 14 Jul 2016, 10:38 am

    Htomaz escreveu:Gostaria da opinião do pessoal que tem mais conhecimento de causa.

    No início desse tópico um dos assuntos tratados foi a funpresp-jud, fiquei interessado pois disseram que não há taxa de administração nem de carregamento para contribuições sem patrocinador, entrei no regime pós 2003, é isso mesmo? Andei pensando em aderir contribuindo com o mínimo possível como uma das formas de diversificar os meus rendimentos na aposentadoria. Outra dúvida, alguém sabe qual o valor mínimo para contribuição?

    P.S. sobre o colega que perguntou sobre a easynvest, eu utilizo ela para aplicações em renda fixa e não tive problemas (também não resgatei nada ainda). Tenho conta em outras duas corretoras: XP e Rico, escolhi a easy pelas baixas taxas. No momento estou fazendo um curso de investimento em renda variável da XP, até agora muito bom por sinal.  

    Obrigado.


    Salvo engano, na condição de voluntário é de 2,5% da remuneração.
    avatar
    o Iluminado
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 218
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 27/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por o Iluminado em Qui 14 Jul 2016, 1:23 pm

    josebarbos escreveu:
    rogcampinas escreveu:
    o Iluminado escreveu:acabei de me cadastrar na easynvest......ela é uma corretora segura?
    nunca operei no mercado financeiro...alguém indica algum livro para aprender....
    obrigado

    Colega, é uma ótima corretora, com custo x benefício muito bom. Opero com ela há algum tempo e nunca tive problema. Claro que há outras excelentes opções no mercado, como os colegas já disseram, e nada impede que vc tenha conta em duas ou mais corretoras. Com o tempo, verá qual é a que mais se adéqua ao seu perfil. No mais, a própria Easynvest oferece cursos online gratuitos para iniciantes, assim como  as demais corretoras. É quase que uma obrigação assisti-los para se ter uma base de como funciona o mercado, a plataforma etc. Vale a pena conferir as dicas postadas pelos colegas na página 1 deste tópico tb.    

    Na página atrás, o primeiro post (atualmente) do meu site tem coisas muito boas. O Playlist que coloco do youtbe é produzido em parceria com a Easynvest.


    obrigado pelas dicas.....

    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1024
    Reputação : 368
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Qui 14 Jul 2016, 1:34 pm

    Alguém já fez consórcio de imóvel? Parece ser uma boa opção pra quem não tem muita pressa em comprar, considerando possibilidade de dar lances (que pode até ser incluído no valor do contrato) e, ainda, reaver grande parte do investimento (descontadas as taxas administrativas acho) no caso de optar pelo cancelamento do consórcio. Será que é uma boa ou uma furada? Com a palavra, os colegas...
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2764
    Reputação : 390
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Qui 14 Jul 2016, 2:25 pm

    rogcampinas escreveu:Alguém já fez consórcio de imóvel? Parece ser uma boa opção pra quem não tem muita pressa em comprar, considerando possibilidade de dar lances (que pode até ser incluído no valor do contrato) e, ainda, reaver grande parte do investimento (descontadas as taxas administrativas acho) no caso de optar pelo cancelamento do consórcio. Será que é uma boa ou uma furada? Com a palavra, os colegas...

    SÓ PARA ADIANTAR, FURADAÇAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

    À noite explico o porquê.
    avatar
    Inocente
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 486
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 24/06/2011

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Inocente em Qui 14 Jul 2016, 2:44 pm

    rogcampinas escreveu:Alguém já fez consórcio de imóvel? Parece ser uma boa opção pra quem não tem muita pressa em comprar, considerando possibilidade de dar lances (que pode até ser incluído no valor do contrato) e, ainda, reaver grande parte do investimento (descontadas as taxas administrativas acho) no caso de optar pelo cancelamento do consórcio. Será que é uma boa ou uma furada? Com a palavra, os colegas...

    Há uns cinco anos pensei nisso, analisei bem e cheguei a conclusão que é um tiro no pé. Admito que não consigo ser tão preciso, lembrar mesmo, hoje, nos motivos que me fizeram chegar a tal conclusão, mas talvez o josebarbos traga-os.
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2020
    Reputação : 269
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por androsvilazza em Qui 14 Jul 2016, 2:53 pm

    josebarbos escreveu:
    rogcampinas escreveu:Alguém já fez consórcio de imóvel? Parece ser uma boa opção pra quem não tem muita pressa em comprar, considerando possibilidade de dar lances (que pode até ser incluído no valor do contrato) e, ainda, reaver grande parte do investimento (descontadas as taxas administrativas acho) no caso de optar pelo cancelamento do consórcio. Será que é uma boa ou uma furada? Com a palavra, os colegas...

    SÓ PARA ADIANTAR, FURADAÇAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

    À noite explico o porquê.

    Parte das críticas eu posso antecipar:

    1 - Juros (?) - sim!, no consórcio não se paga juros diretamente, mas se deixa de colher juros sobre o dinheiro que está sendo, religiosamente, investido todo mês. Na prática, funciona assim: Você paga à Administradora uma taxa, pra te "obrigarem" a poupar, sendo que não te restituem juro algum em troca.

    2 - Parcelas crescentes - qualquer consórcio/capitalização tem as parcelas reajustadas anualmente pelo INCC (7% em 2015)/INPC (9,9% !!! em 2015), diferentemente dos financiamentos que, em tese, teriam parcelas decrescentes, com a dívida reajustada pela TR (2,03% nos últimos 12 meses). Sem contar que será preciso incluir no cálculo as taxas de administração, seguros obrigatórios e fundos de reserva.

    3 - Efeito "pirâmide": conhece aqueles esquemas de pirâmide, em que os poucos no "topo" auferem grandes lucros, baseados no prejuízo de muitos na "base"? Pois é, consórcio funciona mais ou menos assim. Quem tem dinheiro para dar um lance alto no começo, ou tem sorte para ser sorteado, acha que o consórcio compensa muito. Os outros (maioria), que não têm sorte nem a grana pro lance, estão apenas pagando para que os demais tenham seu sonho da casa própria realizado.

    4 - Risco: administradora de consórcio nunca sai perdendo. Assim, em casos de altas taxas de inadimplência, a dor de cabeça é enorme. Sim, você terá direito a reaver seu dinheiro investido (ou parte dele), nesse caso, mas - repito - a dor de cabeça é enorme.

    5 - Resgate em caso de desistência - via de regra, se você desiste de um consórcio, a única consequência imediata é você parar de pagar. A menos que você encontre alguém para "comprar" sua cota (sempre com deságio) e assumir os pagamentos restantes, você não terá seu dinheiro de volta imediatamente. Você para de pagar, mas continua participando dos sorteios. Só quando for sorteado, terá seu dinheiro de volta, com as devidas correções e eventuais descontos. Se for o último "sorteado", bem, só terá seu dinheiro ao término do prazo*.

    * Há jurisprudência diversa, determinando o ressarcimento imediato, mas isso ainda não é pacificado. A regra é pagar apenas ao ser sorteado. Qualquer coisa diferente disso, só na via judicial.

    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1024
    Reputação : 368
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Qui 14 Jul 2016, 2:53 pm

    like like

    Aguardemos o colega José Barbosa. Se disse que é furada, então é pq é furada na certa. Fiquei curioso pra saber pq

    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1024
    Reputação : 368
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Qui 14 Jul 2016, 2:58 pm

    Valeu pelos esclarecimentos Andros. Faz sentido. Confesso que o fato de o consórcio aparentar não ter juros exorbitantes e, em tese, parcelas menores, é um um belo canto da sereia.
    avatar
    Oziris
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 600
    Reputação : 96
    Data de inscrição : 24/12/2014

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Oziris em Qui 14 Jul 2016, 3:53 pm

    josebarbos escreveu:
    rogcampinas escreveu:Alguém já fez consórcio de imóvel? Parece ser uma boa opção pra quem não tem muita pressa em comprar, considerando possibilidade de dar lances (que pode até ser incluído no valor do contrato) e, ainda, reaver grande parte do investimento (descontadas as taxas administrativas acho) no caso de optar pelo cancelamento do consórcio. Será que é uma boa ou uma furada? Com a palavra, os colegas...

    SÓ PARA ADIANTAR, FURADAÇAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

    À noite explico o porquê.

    Consórcio seja qualquer um: É UMA CILADA BINO!
    avatar
    fuchs
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 141
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 26/10/2012

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por fuchs em Qui 14 Jul 2016, 6:25 pm

    Oziris escreveu:
    josebarbos escreveu:
    rogcampinas escreveu:Alguém já fez consórcio de imóvel? Parece ser uma boa opção pra quem não tem muita pressa em comprar, considerando possibilidade de dar lances (que pode até ser incluído no valor do contrato) e, ainda, reaver grande parte do investimento (descontadas as taxas administrativas acho) no caso de optar pelo cancelamento do consórcio. Será que é uma boa ou uma furada? Com a palavra, os colegas...

    SÓ PARA ADIANTAR, FURADAÇAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

    À noite explico o porquê.

    Consórcio seja qualquer um: É UMA CILADA BINO!

    Consórcio é para quem quer boleto para pagar e não sabe guardar dinheiro.

    Só é bom se for sorteado de primeira e puder trabalhar com o dinheiro recebido de outra forma.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2764
    Reputação : 390
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Qui 14 Jul 2016, 8:34 pm

    androsvilazza escreveu:
    josebarbos escreveu:
    rogcampinas escreveu:Alguém já fez consórcio de imóvel? Parece ser uma boa opção pra quem não tem muita pressa em comprar, considerando possibilidade de dar lances (que pode até ser incluído no valor do contrato) e, ainda, reaver grande parte do investimento (descontadas as taxas administrativas acho) no caso de optar pelo cancelamento do consórcio. Será que é uma boa ou uma furada? Com a palavra, os colegas...

    SÓ PARA ADIANTAR, FURADAÇAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

    À noite explico o porquê.

    Parte das críticas eu posso antecipar:

    1 - Juros (?) - sim!, no consórcio não se paga juros diretamente, mas se deixa de colher juros sobre o dinheiro que está sendo, religiosamente, investido todo mês. Na prática, funciona assim: Você paga à Administradora uma taxa, pra te "obrigarem" a poupar, sendo que não te restituem juro algum em troca.

    2 - Parcelas crescentes - qualquer consórcio/capitalização tem as parcelas reajustadas anualmente pelo INCC (7% em 2015)/INPC (9,9% !!! em 2015), diferentemente dos financiamentos que, em tese, teriam parcelas decrescentes, com a dívida reajustada pela TR (2,03% nos últimos 12 meses). Sem contar que será preciso incluir no cálculo as taxas de administração, seguros obrigatórios e fundos de reserva.

    3 - Efeito "pirâmide": conhece aqueles esquemas de pirâmide, em que os poucos no "topo" auferem grandes lucros, baseados no prejuízo de muitos na "base"? Pois é, consórcio funciona mais ou menos assim. Quem tem dinheiro para dar um lance alto no começo, ou tem sorte para ser sorteado, acha que o consórcio compensa muito. Os outros (maioria), que não têm sorte nem a grana pro lance, estão apenas pagando para que os demais tenham seu sonho da casa própria realizado.

    4 - Risco: administradora de consórcio nunca sai perdendo. Assim, em casos de altas taxas de inadimplência, a dor de cabeça é enorme. Sim, você terá direito a reaver seu dinheiro investido (ou parte dele), nesse caso, mas - repito - a dor de cabeça é enorme.

    5 - Resgate em caso de desistência - via de regra, se você desiste de um consórcio, a única consequência imediata é você parar de pagar. A menos que você encontre alguém para "comprar" sua cota (sempre com deságio) e assumir os pagamentos restantes, você não terá seu dinheiro de volta imediatamente. Você para de pagar, mas continua participando dos sorteios. Só quando for sorteado, terá seu dinheiro de volta, com as devidas correções e eventuais descontos. Se for o último "sorteado", bem, só terá seu dinheiro ao término do prazo*.

    * Há jurisprudência diversa, determinando o ressarcimento imediato, mas isso ainda não é pacificado. A regra é pagar apenas ao ser sorteado. Qualquer coisa diferente disso, só na via judicial.

    Consórcio é o segundo pior produto bancário. Perde apenas para os títulos de capitalização. Mas olha que dependendo do cenário, ambos podem trocar de lugar e são baseados em algumas premissas semelhantes, sendo as duas principais sorteio e poupança forçada.

    Então, vale sempre aquela regra fundamental: se o banco divulga, se o vendedor te empurra, pense bem em quem está ganhando dinheiro.

    O colega já mencionou bem algumas das regras, mas vamos desmitificar. Além do que o colega já colocou de maneira brilhante, da qual concordo em quase 100%, vou citar este artigo, com as "vantagens e desvantagens" do produto consórcio, apenas para citar um guia e demonstrar a realidade do produto: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Menos burocracia: sim, na hora de comprar, serão extremamente receptivos e não importa de onde venha a renda. Entretanto, se for contemplado, terá o mesmo rigor de um financiamento normal, e aí, não existe pagamento em dia que garanta aprovação do crédito.

    Menor custo: pelo menos a reportagem é sincera, ao dizer que tende, apenas, ser menor que o dos financiamentos. Sim, porque é aquela velha história de que você paga um financiamento, mas não tem a disponibilidade do bem, e enquanto isto, no mínimo, precisa arcar com um aluguel enquanto paga as prestações, sonhando ser contemplado. É importante lembrar que as taxas embutidas, entre elas a de administração, são sobre o todo, enquanto o financiamento é apenas sobre o que financia. Logo, se você já tem de 1/3 a 1/2 para comprar um imóvel, provavelmente o consórcio sairá "imediatamente" (explico o termo depois) mais caro que o financiamento convencional, e ainda, sem ter a disponibilidade imediata do bem.

    Obrigação de economizar: se você quer obrigação de economizar porque não consegue sozinho, tão grandinho, você precisa conversar sério com você no espelho. O segundo ponto: "obrigação" vira falta de flexibilidade para que você mesmo faça a poupança de acordo com a sua necessidade. Existem meses mais ou menos folgados, e o consórcio não quer saber se eu filho ficou doente, seu carro quebrou uma peça, ou vai precisar de uma grana para outra questão urgente.

    Prazo de recebimento pode ser(e será) maior: os consórcios vendem o sorteio como um diferencial, como um prêmio por você saber fazer "poupança obrigada". Entretanto, na prática, você é feito de trouxa com esta hipótese (e é importante saber disto para a outra questão, do eventual resgate). Pense bem: num grupo de 144 meses (um prazo típico para consórcio imobiliário), qual a sua chance de ter a quota sorteada numa combinação de três dígitos?
    Resposta: 14,4%, ou menos de uma chance em seis. Isto quer dizer que, se todos pagarem em dia, e ninguém der lances, haverá apenas uma pessoa contemplada para cada 5 não contempladas. E as "sortudas" contempladas terão esperado, em média, 6 anos para conseguirem o prêmio.

    Compartilha o risco de inadimplência: sim, no consórcio, o risco de inadimplência é do grupo. Lembra aquela história de que tem "menos burocracia"? A parte verdadeira desta história é a chata: o grupo é formado por pessoas que não precisam apresentar qualquer comprovação para entrar. Na verdade, por óbvio o produto é vendido sem mostrar todos os riscos e pegadinhas, pela óbvia questão que quem sabe os riscos não compraria, por lógica: risco maior só vale a pena com custo ou lucro significativamente recompensados, o que não é o caso.

    Esta é a parte da análise da reportagem que fala prós e contras.

    Vamos aos outros inúmeros contras não listados, já mencionados pelo colega androsvilazza.

    Parcelas podem crescer significativamente.
    Pense quem comprou cota do HR-V, lançado a 70~85 mil reais no ano passado. Pois é, passados 12 meses, o bichinho já está entre 78 a 99 mil, mais de 10% de reajuste.
    Lembrando que você paga pelo preço de tabela, mesmo que muitas vezes este descole da realidade das concessionárias.
    É bem verdade que os imóveis não sobem tanto, mas estão presos a índices que podem não representar o comportamento do imóvel na sua região. Em todo o caso, você perde.

    Não se retira o dinheiro antes do encerramento do grupo: lembra a conta que fiz de 1 para cinco? Pois é, na lei nova dos consórcios, você PODE ser contemplado para retirar o dinheiro antecipadamente, mas só pode fazê-lo por sorteio, que é improvável, e ainda assim pagará taxas caras, pelos prejuízos causados ao grupo, de 10 a 13%, fora seguros e outras pequenas despesas que compõe a parcela, que você não recuperará nunca. Se contemplado e, pensando bem, não quer mais comprar o bem, tem que esperar seis meses para converter sua carta de crédito em dinheiro.

    A questão da jurisprudência está longe de pacificada. Na verdade, conseguir retirar antecipadamente depende de dar muita sorte com o juiz que vai julgar o caso. Muitos entendem que só pode, de fato, em caso de contemplação ou após o fim do grupo.

    Enfim, você entra num produto financeiro que enquanto você não tem o bem você não recebe juros pelo que paga; que depois de receber vai arcar com o preço de mercado do bem, mesmo que deixe de ser interessante, não tem liquidez do seu dinheiro, não tem garantia de rentabilidade, e tem um risco altíssimo, que não é apenas o seu, mas da administradora, que pode flexibilizar regras para aumentar as receitas de administração e repassar o custo do risco para os consorciados.

    Entendeu porque o banco te oferece o produto e porque você deve dizer não?

    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2764
    Reputação : 390
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Qui 14 Jul 2016, 8:35 pm

    rogcampinas escreveu:Valeu pelos esclarecimentos Andros. Faz sentido. Confesso que o fato de o consórcio aparentar não ter juros exorbitantes e, em tese, parcelas menores, é um um belo canto da sereia.

    Parcelas iniciais menores, frise-se.

    Veja quem comprou carro ano passado por consórcio com referência em modelo e veja o quanto paga hoje.

    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1024
    Reputação : 368
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Qui 14 Jul 2016, 10:11 pm

    Excelentes esclarecimentos. Pensei em consórcio como um alternativa à diversificação patrimonial, mas confesso que desconhecia todas essas armadilhas. Típico produto de prateleira de bancos, ou seja, arapuca braba. Valeu colegas cyclops cyclops
    avatar
    Oziris
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 600
    Reputação : 96
    Data de inscrição : 24/12/2014

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Oziris em Qui 14 Jul 2016, 10:51 pm

    Zé, como fica no caso do camarada que por exemplo compra o consórcio e consegue ser sorteado no primeiro mês. Ele é obrigado a comprar o bem ou pode pegar a grana e torrar com cachaça, mulher e drogas? Ou investir em outra coisa...Hehe

    Tipo: o cara compra o consórcio de um imóvel de 100k e é sorteado. Ele pode pegar essa grana e fazer o que quiser ou tem que comprar uma casa?


    josebarbos escreveu:
    rogcampinas escreveu:Valeu pelos esclarecimentos Andros. Faz sentido. Confesso que o fato de o consórcio aparentar não ter juros exorbitantes e, em tese, parcelas menores, é um um belo canto da sereia.

    Parcelas iniciais menores, frise-se.

    Veja quem comprou carro ano passado por consórcio com referência em modelo e veja o quanto paga hoje.
    avatar
    Fireball
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 718
    Reputação : 28
    Data de inscrição : 10/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Fireball em Qui 14 Jul 2016, 10:59 pm

    Oziris escreveu:Zé, como fica no caso do camarada que por exemplo compra o consórcio e consegue ser sorteado no primeiro mês. Ele é obrigado a comprar o bem ou pode pegar a grana e torrar com cachaça, mulher e drogas? Ou investir em outra coisa...Hehe

    Tipo: o cara compra o consórcio de um imóvel de 100k e é sorteado. Ele pode pegar essa grana e fazer o que quiser ou tem que comprar uma casa?


    josebarbos escreveu:
    rogcampinas escreveu:Valeu pelos esclarecimentos Andros. Faz sentido. Confesso que o fato de o consórcio aparentar não ter juros exorbitantes e, em tese, parcelas menores, é um um belo canto da sereia.

    Parcelas iniciais menores, frise-se.

    Veja quem comprou carro ano passado por consórcio com referência em modelo e veja o quanto paga hoje.
    Não. É a garantia.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2764
    Reputação : 390
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Sex 15 Jul 2016, 7:39 am

    Depois de 6 meses você pode tirar o dinheiro. Minha dúvida é se é apenas o que você já pagou ou se tudo.

    Na prática, não conheço ninguém que tenha feito esta opção para te dizer com certeza. Mas ser sorteado logo de cara é uma chance remotíssima.
    avatar
    Lord Sith
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2124
    Reputação : 88
    Data de inscrição : 25/05/2012

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Lord Sith em Sex 15 Jul 2016, 9:50 am

    josebarbos escreveu:
    androsvilazza escreveu:
    josebarbos escreveu:
    rogcampinas escreveu:Alguém já fez consórcio de imóvel? Parece ser uma boa opção pra quem não tem muita pressa em comprar, considerando possibilidade de dar lances (que pode até ser incluído no valor do contrato) e, ainda, reaver grande parte do investimento (descontadas as taxas administrativas acho) no caso de optar pelo cancelamento do consórcio. Será que é uma boa ou uma furada? Com a palavra, os colegas...

    SÓ PARA ADIANTAR, FURADAÇAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

    À noite explico o porquê.

    Parte das críticas eu posso antecipar:

    1 - Juros (?) - sim!, no consórcio não se paga juros diretamente, mas se deixa de colher juros sobre o dinheiro que está sendo, religiosamente, investido todo mês. Na prática, funciona assim: Você paga à Administradora uma taxa, pra te "obrigarem" a poupar, sendo que não te restituem juro algum em troca.

    2 - Parcelas crescentes - qualquer consórcio/capitalização tem as parcelas reajustadas anualmente pelo INCC (7% em 2015)/INPC (9,9% !!! em 2015), diferentemente dos financiamentos que, em tese, teriam parcelas decrescentes, com a dívida reajustada pela TR (2,03% nos últimos 12 meses). Sem contar que será preciso incluir no cálculo as taxas de administração, seguros obrigatórios e fundos de reserva.

    3 - Efeito "pirâmide": conhece aqueles esquemas de pirâmide, em que os poucos no "topo" auferem grandes lucros, baseados no prejuízo de muitos na "base"? Pois é, consórcio funciona mais ou menos assim. Quem tem dinheiro para dar um lance alto no começo, ou tem sorte para ser sorteado, acha que o consórcio compensa muito. Os outros (maioria), que não têm sorte nem a grana pro lance, estão apenas pagando para que os demais tenham seu sonho da casa própria realizado.

    4 - Risco: administradora de consórcio nunca sai perdendo. Assim, em casos de altas taxas de inadimplência, a dor de cabeça é enorme. Sim, você terá direito a reaver seu dinheiro investido (ou parte dele), nesse caso, mas - repito - a dor de cabeça é enorme.

    5 - Resgate em caso de desistência - via de regra, se você desiste de um consórcio, a única consequência imediata é você parar de pagar. A menos que você encontre alguém para "comprar" sua cota (sempre com deságio) e assumir os pagamentos restantes, você não terá seu dinheiro de volta imediatamente. Você para de pagar, mas continua participando dos sorteios. Só quando for sorteado, terá seu dinheiro de volta, com as devidas correções e eventuais descontos. Se for o último "sorteado", bem, só terá seu dinheiro ao término do prazo*.

    * Há jurisprudência diversa, determinando o ressarcimento imediato, mas isso ainda não é pacificado. A regra é pagar apenas ao ser sorteado. Qualquer coisa diferente disso, só na via judicial.

    Consórcio é o segundo pior produto bancário. Perde apenas para os títulos de capitalização. Mas olha que dependendo do cenário, ambos podem trocar de lugar e são baseados em algumas premissas semelhantes, sendo as duas principais sorteio e poupança forçada.

    Então, vale sempre aquela regra fundamental: se o banco divulga, se o vendedor te empurra, pense bem em quem está ganhando dinheiro.

    O colega já mencionou bem algumas das regras, mas vamos desmitificar. Além do que o colega já colocou de maneira brilhante, da qual concordo em quase 100%, vou citar este artigo, com as "vantagens e desvantagens" do produto consórcio, apenas para citar um guia e demonstrar a realidade do produto: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Menos burocracia: sim, na hora de comprar, serão extremamente receptivos e não importa de onde venha a renda. Entretanto, se for contemplado, terá o mesmo rigor de um financiamento normal, e aí, não existe pagamento em dia que garanta aprovação do crédito.

    Menor custo: pelo menos a reportagem é sincera, ao dizer que tende, apenas, ser menor que o dos financiamentos. Sim, porque é aquela velha história de que você paga um financiamento, mas não tem a disponibilidade do bem, e enquanto isto, no mínimo, precisa arcar com um aluguel enquanto paga as prestações, sonhando ser contemplado. É importante lembrar que as taxas embutidas, entre elas a de administração, são sobre o todo, enquanto o financiamento é apenas sobre o que financia. Logo, se você já tem de 1/3 a 1/2 para comprar um imóvel, provavelmente o consórcio sairá "imediatamente" (explico o termo depois) mais caro que o financiamento convencional, e ainda, sem ter a disponibilidade imediata do bem.

    Obrigação de economizar: se você quer obrigação de economizar porque não consegue sozinho, tão grandinho, você precisa conversar sério com você no espelho. O segundo ponto: "obrigação" vira falta de flexibilidade para que você mesmo faça a poupança de acordo com a sua necessidade. Existem meses mais ou menos folgados, e o consórcio não quer saber se eu filho ficou doente, seu carro quebrou uma peça, ou vai precisar de uma grana para outra questão urgente.

    Prazo de recebimento pode ser(e será) maior: os consórcios vendem o sorteio como um diferencial, como um prêmio por você saber fazer "poupança obrigada". Entretanto, na prática, você é feito de trouxa com esta hipótese (e é importante saber disto para a outra questão, do eventual resgate). Pense bem: num grupo de 144 meses (um prazo típico para consórcio imobiliário), qual a sua chance de ter a quota sorteada numa combinação de três dígitos?
    Resposta: 14,4%, ou menos de uma chance em seis. Isto quer dizer que,  se todos pagarem em dia, e ninguém der lances, haverá apenas uma pessoa contemplada para cada 5 não contempladas. E as "sortudas" contempladas terão esperado, em média, 6 anos para conseguirem o prêmio.

    Compartilha o risco de inadimplência: sim, no consórcio, o risco de inadimplência é do grupo. Lembra aquela história de que tem "menos burocracia"? A parte verdadeira desta história é a chata: o grupo é formado por pessoas que não precisam apresentar qualquer comprovação para entrar. Na verdade, por óbvio o produto é vendido sem mostrar todos os riscos e pegadinhas, pela óbvia questão que quem sabe os riscos não compraria, por lógica: risco maior só vale a pena com custo ou lucro significativamente recompensados, o que não é o caso.

    Esta é a parte da análise da reportagem que fala prós e contras.

    Vamos aos outros inúmeros contras não listados, já mencionados pelo colega androsvilazza.

    Parcelas podem crescer significativamente.
    Pense quem comprou cota do HR-V, lançado a 70~85 mil reais no ano passado. Pois é, passados 12 meses, o bichinho já está entre 78 a 99 mil, mais de 10% de reajuste.
    Lembrando que você paga pelo preço de tabela, mesmo que muitas vezes este descole da realidade das concessionárias.
    É bem verdade que os imóveis não sobem tanto, mas estão presos a índices que podem não representar o comportamento do imóvel na sua região. Em todo o caso, você perde.

    Não se retira o dinheiro antes do encerramento do grupo: lembra a conta que fiz de 1 para cinco? Pois é, na lei nova dos consórcios, você PODE ser contemplado para retirar o dinheiro antecipadamente, mas só pode fazê-lo por sorteio, que é improvável, e ainda assim pagará taxas caras, pelos prejuízos causados ao grupo, de 10 a 13%, fora seguros e outras pequenas despesas que compõe a parcela, que você não recuperará nunca. Se contemplado e, pensando bem, não quer mais comprar o bem, tem que esperar seis meses para converter sua carta de crédito em dinheiro.

    A questão da jurisprudência está longe de pacificada. Na verdade, conseguir retirar antecipadamente depende de dar muita sorte com o juiz que vai julgar o caso. Muitos entendem que só pode, de fato, em caso de contemplação ou após o fim do grupo.

    Enfim, você entra num produto financeiro que enquanto você não tem o bem você não recebe juros pelo que paga; que depois de receber vai arcar com o preço de mercado do bem, mesmo que deixe de ser interessante, não tem liquidez do seu dinheiro, não tem garantia de rentabilidade, e tem um risco altíssimo, que não é apenas o seu, mas da administradora, que pode flexibilizar regras para aumentar as receitas de administração e repassar o custo do risco para os consorciados.

    Entendeu porque o banco te oferece o produto e porque você deve dizer não?


    Único consórcio que vale a pena é o de carro. Fora esse, nenhum outro vale a pena. O de carro tem de ter dinheiro para dar lance antes mesmo de pegar o consórcio. Em Brasília tem o consórcio da Bancorbrás, esse é um dos mais conhecidos e um dos mais furados que tem. Acho que tem esquemas e muitas regras nada transparentes. Vendedores mentirosos que ficam garantindo contemplação rápida e que ficam inventando histórias de clientes que contemplaram no comecinho através de sorteio. O de imóveis é furada, o de veículos eu tenho opinião diferente dos anteriores. Não gasto mais com financiamento de veículos, se financiar 50% ou mais vai pagar 1 carro de juros.
    avatar
    ego_jr
    Novo Usuário

    Mensagens : 9
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 12/07/2016

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por ego_jr em Sex 15 Jul 2016, 6:24 pm

    josebarbos escreveu:
    androsvilazza escreveu:
    josebarbos escreveu:
    rogcampinas escreveu:Alguém já fez consórcio de imóvel? Parece ser uma boa opção pra quem não tem muita pressa em comprar, considerando possibilidade de dar lances (que pode até ser incluído no valor do contrato) e, ainda, reaver grande parte do investimento (descontadas as taxas administrativas acho) no caso de optar pelo cancelamento do consórcio. Será que é uma boa ou uma furada? Com a palavra, os colegas...

    SÓ PARA ADIANTAR, FURADAÇAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

    À noite explico o porquê.

    Parte das críticas eu posso antecipar:

    1 - Juros (?) - sim!, no consórcio não se paga juros diretamente, mas se deixa de colher juros sobre o dinheiro que está sendo, religiosamente, investido todo mês. Na prática, funciona assim: Você paga à Administradora uma taxa, pra te "obrigarem" a poupar, sendo que não te restituem juro algum em troca.

    2 - Parcelas crescentes - qualquer consórcio/capitalização tem as parcelas reajustadas anualmente pelo INCC (7% em 2015)/INPC (9,9% !!! em 2015), diferentemente dos financiamentos que, em tese, teriam parcelas decrescentes, com a dívida reajustada pela TR (2,03% nos últimos 12 meses). Sem contar que será preciso incluir no cálculo as taxas de administração, seguros obrigatórios e fundos de reserva.

    3 - Efeito "pirâmide": conhece aqueles esquemas de pirâmide, em que os poucos no "topo" auferem grandes lucros, baseados no prejuízo de muitos na "base"? Pois é, consórcio funciona mais ou menos assim. Quem tem dinheiro para dar um lance alto no começo, ou tem sorte para ser sorteado, acha que o consórcio compensa muito. Os outros (maioria), que não têm sorte nem a grana pro lance, estão apenas pagando para que os demais tenham seu sonho da casa própria realizado.

    4 - Risco: administradora de consórcio nunca sai perdendo. Assim, em casos de altas taxas de inadimplência, a dor de cabeça é enorme. Sim, você terá direito a reaver seu dinheiro investido (ou parte dele), nesse caso, mas - repito - a dor de cabeça é enorme.

    5 - Resgate em caso de desistência - via de regra, se você desiste de um consórcio, a única consequência imediata é você parar de pagar. A menos que você encontre alguém para "comprar" sua cota (sempre com deságio) e assumir os pagamentos restantes, você não terá seu dinheiro de volta imediatamente. Você para de pagar, mas continua participando dos sorteios. Só quando for sorteado, terá seu dinheiro de volta, com as devidas correções e eventuais descontos. Se for o último "sorteado", bem, só terá seu dinheiro ao término do prazo*.

    * Há jurisprudência diversa, determinando o ressarcimento imediato, mas isso ainda não é pacificado. A regra é pagar apenas ao ser sorteado. Qualquer coisa diferente disso, só na via judicial.

    Consórcio é o segundo pior produto bancário. Perde apenas para os títulos de capitalização. Mas olha que dependendo do cenário, ambos podem trocar de lugar e são baseados em algumas premissas semelhantes, sendo as duas principais sorteio e poupança forçada.

    Então, vale sempre aquela regra fundamental: se o banco divulga, se o vendedor te empurra, pense bem em quem está ganhando dinheiro.

    O colega já mencionou bem algumas das regras, mas vamos desmitificar. Além do que o colega já colocou de maneira brilhante, da qual concordo em quase 100%, vou citar este artigo, com as "vantagens e desvantagens" do produto consórcio, apenas para citar um guia e demonstrar a realidade do produto: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Menos burocracia: sim, na hora de comprar, serão extremamente receptivos e não importa de onde venha a renda. Entretanto, se for contemplado, terá o mesmo rigor de um financiamento normal, e aí, não existe pagamento em dia que garanta aprovação do crédito.

    Menor custo: pelo menos a reportagem é sincera, ao dizer que tende, apenas, ser menor que o dos financiamentos. Sim, porque é aquela velha história de que você paga um financiamento, mas não tem a disponibilidade do bem, e enquanto isto, no mínimo, precisa arcar com um aluguel enquanto paga as prestações, sonhando ser contemplado. É importante lembrar que as taxas embutidas, entre elas a de administração, são sobre o todo, enquanto o financiamento é apenas sobre o que financia. Logo, se você já tem de 1/3 a 1/2 para comprar um imóvel, provavelmente o consórcio sairá "imediatamente" (explico o termo depois) mais caro que o financiamento convencional, e ainda, sem ter a disponibilidade imediata do bem.

    Obrigação de economizar: se você quer obrigação de economizar porque não consegue sozinho, tão grandinho, você precisa conversar sério com você no espelho. O segundo ponto: "obrigação" vira falta de flexibilidade para que você mesmo faça a poupança de acordo com a sua necessidade. Existem meses mais ou menos folgados, e o consórcio não quer saber se eu filho ficou doente, seu carro quebrou uma peça, ou vai precisar de uma grana para outra questão urgente.

    Prazo de recebimento pode ser(e será) maior: os consórcios vendem o sorteio como um diferencial, como um prêmio por você saber fazer "poupança obrigada". Entretanto, na prática, você é feito de trouxa com esta hipótese (e é importante saber disto para a outra questão, do eventual resgate). Pense bem: num grupo de 144 meses (um prazo típico para consórcio imobiliário), qual a sua chance de ter a quota sorteada numa combinação de três dígitos?
    Resposta: 14,4%, ou menos de uma chance em seis. Isto quer dizer que,  se todos pagarem em dia, e ninguém der lances, haverá apenas uma pessoa contemplada para cada 5 não contempladas. E as "sortudas" contempladas terão esperado, em média, 6 anos para conseguirem o prêmio.

    Compartilha o risco de inadimplência: sim, no consórcio, o risco de inadimplência é do grupo. Lembra aquela história de que tem "menos burocracia"? A parte verdadeira desta história é a chata: o grupo é formado por pessoas que não precisam apresentar qualquer comprovação para entrar. Na verdade, por óbvio o produto é vendido sem mostrar todos os riscos e pegadinhas, pela óbvia questão que quem sabe os riscos não compraria, por lógica: risco maior só vale a pena com custo ou lucro significativamente recompensados, o que não é o caso.

    Esta é a parte da análise da reportagem que fala prós e contras.

    Vamos aos outros inúmeros contras não listados, já mencionados pelo colega androsvilazza.

    Parcelas podem crescer significativamente.
    Pense quem comprou cota do HR-V, lançado a 70~85 mil reais no ano passado. Pois é, passados 12 meses, o bichinho já está entre 78 a 99 mil, mais de 10% de reajuste.
    Lembrando que você paga pelo preço de tabela, mesmo que muitas vezes este descole da realidade das concessionárias.
    É bem verdade que os imóveis não sobem tanto, mas estão presos a índices que podem não representar o comportamento do imóvel na sua região. Em todo o caso, você perde.

    Não se retira o dinheiro antes do encerramento do grupo: lembra a conta que fiz de 1 para cinco? Pois é, na lei nova dos consórcios, você PODE ser contemplado para retirar o dinheiro antecipadamente, mas só pode fazê-lo por sorteio, que é improvável, e ainda assim pagará taxas caras, pelos prejuízos causados ao grupo, de 10 a 13%, fora seguros e outras pequenas despesas que compõe a parcela, que você não recuperará nunca. Se contemplado e, pensando bem, não quer mais comprar o bem, tem que esperar seis meses para converter sua carta de crédito em dinheiro.

    A questão da jurisprudência está longe de pacificada. Na verdade, conseguir retirar antecipadamente depende de dar muita sorte com o juiz que vai julgar o caso. Muitos entendem que só pode, de fato, em caso de contemplação ou após o fim do grupo.

    Enfim, você entra num produto financeiro que enquanto você não tem o bem você não recebe juros pelo que paga; que depois de receber vai arcar com o preço de mercado do bem, mesmo que deixe de ser interessante, não tem liquidez do seu dinheiro, não tem garantia de rentabilidade, e tem um risco altíssimo, que não é apenas o seu, mas da administradora, que pode flexibilizar regras para aumentar as receitas de administração e repassar o custo do risco para os consorciados.

    Entendeu porque o banco te oferece o produto e porque você deve dizer não?



    Muito boa sua explicação!!!
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2764
    Reputação : 390
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Sex 15 Jul 2016, 9:33 pm

    Lord Sith escreveu:

    Único consórcio que vale a pena é o de carro. Fora esse, nenhum outro vale a pena. O de carro tem de ter dinheiro para dar lance antes mesmo de pegar o consórcio. Em Brasília tem o consórcio da Bancorbrás, esse é um dos mais conhecidos e um dos mais furados que tem. Acho que tem esquemas e muitas regras nada transparentes. Vendedores mentirosos que ficam garantindo contemplação rápida e que ficam inventando histórias de clientes que contemplaram no comecinho através de sorteio. O de imóveis é furada, o de veículos eu tenho opinião diferente dos anteriores. Não gasto mais com financiamento de veículos, se financiar 50% ou mais vai pagar 1 carro de juros.

    Nenhum consórcio vale a pena.
    Financiamento ainda tem a desculpa da disponibilidade imediata do bem.

    Consórcio é apenas você ter um carro mais caro do que poderia ter imediatamente, sem a mesma "tranquilidade" de parcelas fixas de um financiamento, por, TALVEZ, pagar um pouco menos.
    É muito risco para pouco lucro, e risco tem que ser remunerado "exponencialmente".
    avatar
    JUDiado
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 199
    Reputação : 9
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por JUDiado em Sab 16 Jul 2016, 9:26 am

    Pessoal, não sei se conhecem, mas fiz o curso de Tesouro Direto no [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] .
    Ele montou um sistema para maximizar os ganhos, indicando qual título comprar de acordo com o objetivo, a época certa de comprar e outras dicas.
    Vale a pena.
    avatar
    MANDRACK
    Novo Usuário

    Mensagens : 6
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 16/09/2014

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por MANDRACK em Sab 16 Jul 2016, 7:22 pm

    Pessoal que já está veterano nos investimentos, poderiam me indicar uma corretora confiável e com taxas de administração aceitável, que tenha escritório em Brasília... Quero conversar pessoalmente com um corretor sobre opções de investimento. No meu caso, pretendo vender um imóvel quitado, aplicar o dinheiro e usar uma parte do rendimento para pagar o aluguel de um imóvel maior e reaplicar a outra parte.
    avatar
    juliorjr
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 183
    Reputação : 27
    Data de inscrição : 20/06/2012

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por juliorjr em Seg 18 Jul 2016, 5:28 pm

    MANDRACK escreveu:Pessoal que já está veterano nos investimentos, poderiam me indicar uma corretora confiável e com taxas de administração aceitável, que tenha escritório em Brasília... Quero conversar pessoalmente com um corretor sobre opções de investimento. No meu caso, pretendo vender um imóvel quitado, aplicar o dinheiro e usar uma parte do rendimento para pagar o aluguel de um imóvel maior e reaplicar a outra  parte.

    Parabéns por sair da inércia da classe média brasiliense. Em regra, mesmo sabendo a vantagem, o pessoal não vende nemmmmmmm lascando o imóvel hehehe

    então, para Renda Fixa, eu iria de easnvest

    Mas como tu vai investir uma quantia grande, acho válido tu ir para XP (lá te dão isenção a partir de 300k para renda fixa), mas ainda pagaria uma taxinha para Tesouro (que a easy não cobra). A XP tem muitos escritórios em brasilia. Joga no google que tu acha. A XP, por ter os consultores, acho que seria mais o seu perfil, que é iniciante e precisa ganhar CONFIANÇA no negócio. Ai ele poderia formatar uma proposta que tu pudesse ficar retirando os juros e pagando aluguel (se é que tu não consegue fazer isso com teu dinheiro de salário, ai seria como se tu tivesse investindo todo mês esse valor do aluguel, aumentaria os rendimentos).

    A easy vc faz tudo on line, com ajuda de chat ou telefone. Sei que para tu deve ser dificil fazer um TED de 100k (ou mais) para uma conta que tu abriu on line, com "confiança", mas te asseguro que é a coisa mais tranquila do mundo. Eu era que nem você, abri conta na ativacorretora (que tinha escritório em bsb), após vender uma kit, fui colocando de 10k em 10k lá, com medo, depois vi como tudo funciona, hoje em dia não tenho mais esse "medo", ao menos não com a ativa e com a Easynvest, mas em regra, todas grandes do mercado o risco é 0.

    abraços.
    avatar
    MANDRACK
    Novo Usuário

    Mensagens : 6
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 16/09/2014

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por MANDRACK em Seg 18 Jul 2016, 11:07 pm

    Obrigado pelas dicas! Grande abraço!
    avatar
    SAPÃO
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 165
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 20/11/2014

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por SAPÃO em Seg 18 Jul 2016, 11:24 pm

    Para os grafistas de plantão:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    OJAF RJ
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 241
    Reputação : 20
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por OJAF RJ em Ter 19 Jul 2016, 8:16 am

    Pessoal, alguém aqui investe em debêntures incentivadas? Estou pensando em começar a investir nessa modalidade, pois vi na plataforma da Rico e da XP que elas estão pagando ate 9% mais IPCA ao ano com pagamento de juros semestrais e até amortização. E o principal, sem imposto de renda. A desvantagem é a ausência de FGC e a pouca liquidez no mercado secundário, mas acho que a rentabilidade vale muito a pena.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2764
    Reputação : 390
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Ter 19 Jul 2016, 9:36 am

    SAPÃO escreveu:Para os grafistas de plantão:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Na verdade, como dizia Buffett:
    A maioria das pessoas se interessam por ações quando todo mundo também está interessado. A hora de se interessar é quando ninguém mais está. Você não pode comprar o que é popular e achar que estava fazendo o certo para seus investimentos.

    subsidiando
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1436
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por subsidiando em Ter 19 Jul 2016, 10:34 am

    Pessoal, é possível fazer transferências intra-corretoras, ou seja, de corretora para corretora?
    Pelo que pesquisei, isso não é possível.
    Parece que só permitem transferências (resgates) para contas bancárias.
    É isso?
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2764
    Reputação : 390
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Ter 19 Jul 2016, 10:56 am

    subsidiando escreveu:Pessoal, é possível fazer transferências intra-corretoras, ou seja, de corretora para corretora?
    Pelo que pesquisei, isso não é possível.
    Parece que só permitem transferências (resgates) para contas bancárias.
    É isso?

    Sim, conta de corretora é uma conta de investimetno, que fica vinculada a uma ou mais contas bancárias de sua titularidade.

    Há algumas exceções, apenas. Em investimentos do tesouro, é possível trocar o agente de custódia, em tese, sem custos.

    subsidiando
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1436
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por subsidiando em Ter 19 Jul 2016, 11:04 am

    josebarbos escreveu:
    subsidiando escreveu:Pessoal, é possível fazer transferências intra-corretoras, ou seja, de corretora para corretora?
    Pelo que pesquisei, isso não é possível.
    Parece que só permitem transferências (resgates) para contas bancárias.
    É isso?

    Sim, conta de corretora é uma conta de investimetno, que fica vinculada a uma ou mais contas bancárias de sua titularidade.

    Há algumas exceções, apenas. Em investimentos do tesouro, é possível trocar o agente de custódia, em tese, sem custos.

    OK, obrigado.
    avatar
    Chaves
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 241
    Reputação : 19
    Data de inscrição : 23/09/2011

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Chaves em Ter 19 Jul 2016, 11:18 am

    O que vale mais à pena visando a aposentadoria (renda complementar), pessoal: investir em aplicação financeira ou pagar por uma previdência privada?
    avatar
    juliorjr
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 183
    Reputação : 27
    Data de inscrição : 20/06/2012

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por juliorjr em Ter 19 Jul 2016, 12:07 pm

    Chaves escreveu:O que vale mais à pena visando a aposentadoria (renda complementar), pessoal: investir em aplicação financeira ou pagar por uma previdência privada?

    sem sombra de dúvidas, aplicando sozinho. Pegue um IPCA+35 e seja feliz! Não se iluda com a vantagem de abatimento do IR. Não conheço uma pessoa que fez previdência privada e está feliz.

    Única vantagem da previdência privada seria para pessoas extremamentes descontroladas e que precisam dessa "despesa" mensalmente, ai acaba não gastando, se não for teu caso, invista sozinho, é fácil, risco menor e rende mais.

    avatar
    o Iluminado
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 218
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 27/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por o Iluminado em Ter 19 Jul 2016, 4:20 pm

    existem alguns cursos de tesouro direto....tesouro direto ganhos turbinados entre outros....esses cursos tem um custo...alguém já fez? será que vale a pena?

    subsidiando
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1436
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por subsidiando em Qua 20 Jul 2016, 5:29 pm

    Pessoal, como vcs distribuem, em porcentagem, a alocação de investimentos mensais?
    Estou fazendo um cronograma em investimentos de curto, médio e longo prazo.
    Existe alguma orientação de quanto alocar em cada?
    Tipo 33,3% em cada e, dentro desses tipos, separar a maior parte para renda fixa e outra parte menos para renda variável?
    Valeu.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2764
    Reputação : 390
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Qua 20 Jul 2016, 5:33 pm

    subsidiando escreveu:Pessoal, como vcs distribuem, em porcentagem, a alocação de investimentos mensais?
    Estou fazendo um cronograma em investimentos de curto, médio e longo prazo.
    Existe alguma orientação de quanto alocar em cada?
    Tipo 33,3% em cada e, dentro desses tipos, separar a maior parte para renda fixa e outra parte menos para renda variável?
    Valeu.

    Priorize formar 3 a 6 salários para poupança de emergência. Isto tem que ficar em contas de altíssima liquidez.
    Depois de formada poupança de emergência, divida entre médio e longo prazo conforme sua necessidade.
    Renda variável já é um perfil mais agressivo de investidor. E mesmo assim, normalmente não é a maior parte. Vai de 1/4 à metade.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom 18 Nov 2018, 9:15 pm