PCS JÁ



    Dicas Financeiras

    Compartilhe

    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1020
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Sab 9 Jul - 6:08

    Ao colegas que têm alguma curiosidade ou duvida acerca de investimentos, a corretora Easynvest disponibiliza vários simuladores. Muito interessante.  Pra fazer uma simulação de acordo com seu interesse/possibilidade financeira, só clicar nas bolinhas azuis e mover até o valor ou tempo desejados.

    LCI/LCA
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    TESOURO DIRETO
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    CDB/LC
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    OUTROS
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    Sniper
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 519
    Reputação : 38
    Data de inscrição : 06/05/2011

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Sniper em Sab 9 Jul - 11:29

    Alguém poderia indicar investimentos onde se possa fazer aportes mensais, nos moldes da poupança, mas com boa rentabilidade? Obrigado.

    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1020
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Sab 9 Jul - 11:45

    Sniper escreveu:Alguém poderia indicar investimentos onde se possa fazer aportes mensais, nos moldes da poupança, mas com boa rentabilidade? Obrigado.

    Colega, uma boa opção são corretoras de valores, como a acima. As taxas são mais atraentes e tão seguras quanto. Nos simuladores disponiveis é possível usar aportes mensais ou fixos pra se ter uma ideia da rentabilidade. Caso opte por instituições tradicionais, os fundos de investimentos são bem interessantes. Neste caso, sempre é bom diversificar a carteira conforme o risco. Estudar nunca é demais. Os colegas postaram dicas valiosas no tópico.
    avatar
    Sniper
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 519
    Reputação : 38
    Data de inscrição : 06/05/2011

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Sniper em Sab 9 Jul - 14:51

    rogcampinas escreveu:
    Sniper escreveu:Alguém poderia indicar investimentos onde se possa fazer aportes mensais, nos moldes da poupança, mas com boa rentabilidade? Obrigado.

    Colega, uma boa opção são corretoras de valores, como a acima. As taxas são mais atraentes e tão seguras quanto. Nos simuladores disponiveis é possível usar aportes mensais ou fixos pra se ter uma ideia da rentabilidade. Caso opte por instituições tradicionais, os fundos de investimentos são bem interessantes. Neste caso, sempre é bom diversificar a carteira conforme o risco. Estudar nunca é demais. Os colegas postaram dicas valiosas no tópico.

    Obrigado.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2401
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Sab 9 Jul - 15:54

    Para quem interessar vou por algum material que recomendo aqui neste post do meu site:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Devo colocar diferentes mídias e pegar desde o nível mais iniciante ao mais avançado, para quebrar o que uma colega chama de "investfobia". Muita gente tem medo de mexer em corretora só porque nunca ouviu falar.
    avatar
    araponga
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 84
    Reputação : 9
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por araponga em Sab 9 Jul - 16:38

    Colegas, pergunta de um analfabeto em investimentos que só a partir deste tópico passou a considerar esta opção: a rentabilidade dos investimentos - principalmente para quem está no começo - não superam os juros do consignado, correto?

    Pergunto porque tenho um consignado de 120 prestações e eventualmente sobra algum no fim do mês. No meu caso é mais vantajoso ir quitando pouco a pouco o consignado né?

    Valeu e obrigado a todos pelas dicas!

    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1020
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Sab 9 Jul - 17:40

    araponga escreveu:Colegas, pergunta de um analfabeto em investimentos que só a partir deste tópico passou a considerar esta opção: a rentabilidade dos investimentos - principalmente para quem está no começo - não superam os juros do consignado, correto?

    Pergunto porque tenho um consignado de 120 prestações e eventualmente sobra algum no fim do mês. No meu caso é mais vantajoso ir quitando pouco a pouco o consignado né?

    Valeu e obrigado a todos pelas dicas!

    Colega, veja bem, visão particular minha ok? Na hipótese, se eu fosse dispor de uma quantia bem expressiva de uma única vez (não digo chegar à quitação total), o suficiente para diminuir drasticamente o valor da prestação mensal ou a duração do parcelamento, não teria dúvida em amortizar a dívida primeiro. Porém, se pretendesse quitar aos poucos, de modo que não houvesse uma diminuição relevante da parcela/tempo, então me organizaria para fazer duas reservas no orçamento e direcionar uma parte para investimentos e outra para a amortização. Isso seria mais por educação financeira e cautela, no sentido  de ter uma reserva caso necessite em alguma emergência (e assim, não ter de me endividar de novo); e mesmo que não precise, daqui a algum tempo teria um bom capital pra barganhar desconto maior na quitação, quem sabe total, do débito.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2401
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Sab 9 Jul - 18:20

    araponga escreveu:Colegas, pergunta de um analfabeto em investimentos que só a partir deste tópico passou a considerar esta opção: a rentabilidade dos investimentos - principalmente para quem está no começo - não superam os juros do consignado, correto?

    Pergunto porque tenho um consignado de 120 prestações e eventualmente sobra algum no fim do mês. No meu caso é mais vantajoso ir quitando pouco a pouco o consignado né?

    Valeu e obrigado a todos pelas dicas!

    Cara, esta é uma pergunta muito interessante.

    Consignado tem uns problemas de antecipar, e um deles é exatamente poder antecipar parcelas: dependendo do tipo de convênio envolve comunicar nova margem mudar prazo etc. Muitos bancos sequer permitem em seus sistemas que você emita de maneira fácil os boletos de pagamento antecipado.

    E, por fim, existe uma questão mais importante.

    Você tem uma reserva de emergência? Algo para poder sacar para não precisar recorrer a um consignado da próxima vez?

    Houve uma vez em que eu limpei minha conta para quitar um consignado antecipadamente, coincidentemente no mês em que a PGR tinha mudado a forma de calcular a margem consignável.

    Era uma dívida de curto prazo, na qual tive 8,2% de desconto por antecipar as 11 parcelas restantes. Só que se eu deixasse em SELIC, que era o mais conservador de todos, teria tido um rendimento bruto de pouco mais de 7%, e líquido de uns 5,5%.

    No final das contas, não ganhei nem 3% do meu saldo devedor mas não apenas fiquei arriscado, caso surgisse outra emergência, como já não teria acesso ao mesmo valor via crédito consignado. O risco era muito grande para um ganho muito pequeno.

    Então, recomendo que tenha uma grana substancial de reserva e, quando chegar num patamar bom,v endo que a coisa está estável, procure o banco para uma grande amortização. Se possível,v endo que sua situação está estável, tente reduzir o prazo para ter um ganho mais efetivo.

    avatar
    Jaspion
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico
    Mensagens : 1031
    Reputação : 54
    Data de inscrição : 06/08/2012

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Jaspion em Sab 9 Jul - 18:33

    Sniper escreveu:Alguém poderia indicar investimentos onde se possa fazer aportes mensais, nos moldes da poupança, mas com boa rentabilidade? Obrigado.

    Se vc não tiver pressa de resgatar logo, pode fazer investimentos no Tesouro Direto, pois com 30, 50, 100 reais dá pra investir mensalmente tranquilamente. Mas veja quanto seu banco cobra de taxa de admin., pois isso pode comprometer sua rentabilidade.
    avatar
    Morena
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2748
    Reputação : 637
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Morena em Sab 9 Jul - 20:05

    obrigada a todos que estão dando dicas de investimento, sobre amortização de dívidas. muito bom.
    avatar
    JusticeiroSP
    Novo Usuário

    Mensagens : 5
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 28/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por JusticeiroSP em Dom 10 Jul - 6:25

    Amigos, gostei muito das dicas.
    E realmente a Easyinvest me parece uma corretora bastante organizada e clara na prestação de informações aos clientes. Estava "ficando pra trás" com a corretora atual, que não se modernizou. Grande abraço e bom domingo a todos.

    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1020
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Dom 10 Jul - 8:41

    Pra quem tá animando com a ideia de atuar no mercado de ações como atividade alternativa/paralela, segue um video que acho bem bacana...

    avatar
    Admin
    Super Administrador
    Super Administrador

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 1231
    Reputação : 147
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Admin em Dom 10 Jul - 10:15

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Esta página tem diversas ferramentas interessantes: simuladores, calculadoras, conversores de taxas e etc.

    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1020
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Dom 10 Jul - 10:37

    Algo que pretendo estudar são as operações com mini-contratos ibovespa. Um amigo meu literalmente ficou rico com isso em 2 anos, mas não abre o pulo do gato nem a pau (tb só faz isso da vida). Por outro lado, escutei de gente que se arruinou em semanas mexendo com isso. Se alguém dominar o tema, poderia postar por onde começar?
    avatar
    Alpha X
    Novo Usuário

    Mensagens : 4
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 14/07/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Alpha X em Dom 10 Jul - 13:12

    Vídeos no Youtube:

    1 – Eu quero ser rico:


    2 – A filosofia bastter de acumular patrimônio:


    3 - Taxa não ganha de tempo

    4 - O que realmente te enriquece não é nada do que vendem por aí...


    5 - Vocês são Burros assim mesmo ou estão de Sacanagem?

    6 – Você não quer ser rico!

    7 - Não dê nome ao dinheiro

    8 - Realizar lucros te deixa pobre:

    9 – Bate papo sobre aposentadoria:

    10 - Migrar é para os Pássaros! Pare de girar seus investimentos!

    11 - Girando patrimônio:

    12 - A pergunta mais idiota dos investimentos:

    13 - – Deixe de ser sardinha nos investimentos

    14 – Crise? Que crise?

    15 - Nada vai melhorar, a não ser vc mesmo:

    16 – Bastter system:
    Bastter System, administre seus investimentos com tranquilidade! - YouTube

    Após entender de forma solidificada a diferença entre preço e valor:
    1 - Como Entrar na Bolsa de Valores:

    2 - Como ganhar dinheiro com ações:

    3 - Besteiras que Falam sobre o Buy & Hold

    4 - Buy & Hold se Beneficia das Quedas!

    5 - Estudo sobre o preço da ação no Buy and Hold

    6 - Uma Forma Fácil de Analisar Balanços para Comprar Ações:

    7 - Entre na bolsa com inteligência

    8 - Carteira de Dividendos - Um Total Besteirol

    9 - A pergunta mais idiota da bolsa:

    10 - Como se afastar da manada perdedora:

    11 - Se você seguir analistas, tá morto!

    Obs: quanto a esse vídeo pausa para ler esse link, o qual denota o tipo de analista citado: Analistas preveem dólar a R$ 4,70 e sugerem até consignado para comprar já - Economia - UOL Economia

    12 - Seguindo "As Noticia" na Bolsa!

    13 - O que Realmente te Protege da Queda das Ações

    14 - Esqueça o Preço de Compra de Uma vez por Todas!

    15 - Palavras que se você falar, não tem chance na Bolsa!

    16 - Quer Ficar Rico? Dedique-se ao seu Trabalho!

    17 - Será mesmo que a Bolsa perde para a RF no Brasil?

    18 - Você é Viciado em Perder!
    avatar
    Morena
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2748
    Reputação : 637
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Morena em Seg 11 Jul - 19:53

    Alpha X escreveu:Vídeos no Youtube:

    1 – Eu quero ser rico:


    (....)

    adorando os vídeos.

    ---
    avatar
    araponga
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 84
    Reputação : 9
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por araponga em Seg 11 Jul - 21:14

    Obrigado a todos pelas respostas e dicas!
    avatar
    macfly
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1190
    Reputação : 45
    Data de inscrição : 17/10/2014
    Localização : HILL VALLEY - CALIFÓRNIA

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por macfly em Seg 11 Jul - 22:11

    Colegas,  gostaria de ajuda de vocês.

    Seguinte. Financiei, por 25 anos,  um imóvel no sistema SAC (prestações  vao diminuindo com o tempo ) pela CEF em Julho do ano passado. 

    Comecei pagando 3470 no primeiro mes e, depois, a todo mês,  diminuía em média 5  a 7 reais. Achei muito pouco, mas pelo menos estava diminuindo. 

    Acontece que agora o contrato fez 1 ano e o valor voltou a ser muito próximo ao que começou. 

    Questionei no Banco e me disseram que com 1 ano tem o tal do reajuste da TR. 

    Argumentei que se a TR continuar nessa mesma toada JAMAIS minha prestação  vai diminuir. Meu gerente argumentou que nas primeiros anos as parcelas têm muito juros e só com o tempo (uns 4, 5 anos) irá diminuir mais. 

    Mesmo assim saí de lá achando que estava sendo enrolado. 

    Pergunto aos colegas. É assim mesmo ou melhor pedir uma perícia contábil (ao próprio banco ou mesmo independente, sei lá ) ou tomar alguma outra atitude q vcs recomendem?  

    Tudo bem que é só um ano, mas, putz, o valor voltou a ser praticamente o mesmo de quando comecei a pagar.Fiquei indignado, mas, ao mesmo tempo, imponente já que questionei, mas disseram que "era assim mesmo"

    Agradeço de coração aos colegas que possam me orientar.
    avatar
    Htomaz
    Novo Usuário

    Mensagens : 12
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Htomaz em Seg 11 Jul - 22:37

    macfly escreveu:Colegas,  gostaria de ajuda de vocês.

    Seguinte. Financiei, por 25 anos,  um imóvel no sistema SAC (prestações  vao diminuindo com o tempo ) pela CEF em Julho do ano passado. 

    Comecei pagando 3470 no primeiro mes e, depois, a todo mês,  diminuía em média 5  a 7 reais. Achei muito pouco, mas pelo menos estava diminuindo. 

    Acontece que agora o contrato fez 1 ano e o valor voltou a ser muito próximo ao que começou. 

    Questionei no Banco e me disseram que com 1 ano tem o tal do reajuste da TR. 

    Argumentei que se a TR continuar nessa mesma toada JAMAIS minha prestação  vai diminuir. Meu gerente argumentou que nas primeiros anos as parcelas têm muito juros e só com o tempo (uns 4, 5 anos) irá diminuir mais. 

    Mesmo assim saí de lá achando que estava sendo enrolado. 

    Pergunto aos colegas. É assim mesmo ou melhor pedir uma perícia contábil (ao próprio banco ou mesmo independente, sei lá ) ou tomar alguma outra atitude q vcs recomendem?  

    Tudo bem que é só um ano, mas, putz, o valor voltou a ser praticamente o mesmo de quando comecei a pagar.Fiquei indignado, mas, ao mesmo tempo, imponente já que questionei, mas disseram que "era assim mesmo"

    Agradeço de coração aos colegas que possam me orientar.

    O meu é no mesmo esquema, no mês do aniversário reajustam a TR.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2401
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Ter 12 Jul - 8:02

    macfly escreveu:Colegas,  gostaria de ajuda de vocês.

    Seguinte. Financiei, por 25 anos,  um imóvel no sistema SAC (prestações  vao diminuindo com o tempo ) pela CEF em Julho do ano passado. 

    Comecei pagando 3470 no primeiro mes e, depois, a todo mês,  diminuía em média 5  a 7 reais. Achei muito pouco, mas pelo menos estava diminuindo. 

    Acontece que agora o contrato fez 1 ano e o valor voltou a ser muito próximo ao que começou. 

    Questionei no Banco e me disseram que com 1 ano tem o tal do reajuste da TR. 

    Argumentei que se a TR continuar nessa mesma toada JAMAIS minha prestação  vai diminuir. Meu gerente argumentou que nas primeiros anos as parcelas têm muito juros e só com o tempo (uns 4, 5 anos) irá diminuir mais. 

    Mesmo assim saí de lá achando que estava sendo enrolado. 

    Pergunto aos colegas. É assim mesmo ou melhor pedir uma perícia contábil (ao próprio banco ou mesmo independente, sei lá ) ou tomar alguma outra atitude q vcs recomendem?  

    Tudo bem que é só um ano, mas, putz, o valor voltou a ser praticamente o mesmo de quando comecei a pagar.Fiquei indignado, mas, ao mesmo tempo, imponente já que questionei, mas disseram que "era assim mesmo"

    Agradeço de coração aos colegas que possam me orientar.

    Provavelmente você usou uma metodologia chamada SACRE, que é um misto da Tabela Price e o Sistema de Amortização Constante (SAC), que prevê recálculos da dívida a casa período de tempo, no caso, 12 meses.
    O que fazem é pegar o seu saldo devedor e atualizá-lo por um índice, que é a TR. Veja que seu contrato fala lá na taxa que você financiou a TR + alguma taxa de juros, algo provavelmente entre 7 a 12%. Como a TR é pós-fixada, o que acontece. Pegam o saldo devedor após um tempo e aplicam este fator de correção a cada 12 meses, e recalculam o financiamento para este novo prazo. Se você devia 100.000; você hoje deve dever um pouquinho a mais, algo como 101700, sobre o qual será recalculado. A TR raramente passa de 2% a.a.
    Lembre-se que a cada dois a cinco anos o contrato também pode subir por causa do aumento do prêmio do seguro.
    Sim, infelizmente é assim que funciona. Se o gerente te prometeu que as prestações cairiam sempre ao longo do tempo, e você tiver como provar isto, até ----- alguma ação por indenização de um eventual dano moral, muito improvável que topem o material.
    Provavelmente, nem foi o gerente que te falou isto, mas sim o corretor. E este faz de tudo para vender o imóvel.

    Este é apenas um dos inúmeros exemplos de porque comprar imóvel financiado pode ser um péssimo negócio, frente ao desafio de ter a disciplina e dentro de uma previsão orçamentária, destinar parte para locação, outra para formar a poupança que permitirá a compra do bem à vista.
    avatar
    euvoltei
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 867
    Reputação : 106
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por euvoltei em Ter 12 Jul - 8:24

    josebarbos escreveu:
    macfly escreveu:Colegas,  gostaria de ajuda de vocês.

    Seguinte. Financiei, por 25 anos,  um imóvel no sistema SAC (prestações  vao diminuindo com o tempo ) pela CEF em Julho do ano passado. 

    Comecei pagando 3470 no primeiro mes e, depois, a todo mês,  diminuía em média 5  a 7 reais. Achei muito pouco, mas pelo menos estava diminuindo. 

    Acontece que agora o contrato fez 1 ano e o valor voltou a ser muito próximo ao que começou. 

    Questionei no Banco e me disseram que com 1 ano tem o tal do reajuste da TR. 

    Argumentei que se a TR continuar nessa mesma toada JAMAIS minha prestação  vai diminuir. Meu gerente argumentou que nas primeiros anos as parcelas têm muito juros e só com o tempo (uns 4, 5 anos) irá diminuir mais. 

    Mesmo assim saí de lá achando que estava sendo enrolado. 

    Pergunto aos colegas. É assim mesmo ou melhor pedir uma perícia contábil (ao próprio banco ou mesmo independente, sei lá ) ou tomar alguma outra atitude q vcs recomendem?  

    Tudo bem que é só um ano, mas, putz, o valor voltou a ser praticamente o mesmo de quando comecei a pagar.Fiquei indignado, mas, ao mesmo tempo, imponente já que questionei, mas disseram que "era assim mesmo"

    Agradeço de coração aos colegas que possam me orientar.

    Provavelmente você usou uma metodologia chamada SACRE, que é um misto da Tabela Price e o Sistema de Amortização Constante (SAC), que prevê recálculos da dívida a casa período de tempo, no caso, 12 meses.
    O que fazem é pegar o seu saldo devedor e atualizá-lo por um índice, que é a TR. Veja que seu contrato fala lá na taxa que você financiou a TR + alguma taxa de juros, algo provavelmente entre 7 a 12%. Como a TR é pós-fixada, o que acontece. Pegam o saldo devedor após um tempo e aplicam este fator de correção a cada 12 meses, e recalculam o financiamento para este novo prazo. Se você devia 100.000; você hoje deve dever um pouquinho a mais, algo como 101700, sobre o qual será recalculado. A TR raramente passa de 2% a.a.
    Lembre-se que a cada dois a cinco anos o contrato também pode subir por causa do aumento do prêmio do seguro.
    Sim, infelizmente é assim que funciona. Se o gerente te prometeu que as prestações cairiam sempre ao longo do tempo, e você tiver como provar isto, até ----- alguma ação por indenização de um eventual dano moral, muito improvável que topem o material.
    Provavelmente, nem foi o gerente que te falou isto, mas sim o corretor. E este faz de tudo para vender o imóvel.

    Este é apenas um dos inúmeros exemplos de porque comprar imóvel financiado pode ser um péssimo negócio, frente ao desafio de ter a disciplina e dentro de uma previsão orçamentária, destinar parte para locação, outra para formar a poupança que permitirá a compra do bem à vista.

    Excelente explicação, eu mesmo nem sabia... só estranhei que comigo houve aumento da prestação 2 vezes no ano, então... ainda tem mais coisa nesse contrato que eu não sei...

    De qualquer forma.. hoje, mesmo que eu tenha o dinheiro pra quitar, é melhor aplicá-lo(num banco médio, com rendimento melhor), pois o juros da aplicação da aplicação vai superar o valor da parcela em torno de 12 meses.. Ou seja, com o passar o tempo, o imóvel vai ser quitado, e eu ainda terei o montante do dinheiro...
    Isso porque meu contrato com a CEF foi num tempo de juros baixos, e hoje o juros estão altos... então, mesmo recolhendo IR na aplicação tal situação é possível... Não sei se é aplicável para todos...
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2401
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Ter 12 Jul - 9:27

    euvoltei escreveu:
    josebarbos escreveu:
    macfly escreveu:Colegas,  gostaria de ajuda de vocês.

    Seguinte. Financiei, por 25 anos,  um imóvel no sistema SAC (prestações  vao diminuindo com o tempo ) pela CEF em Julho do ano passado. 

    Comecei pagando 3470 no primeiro mes e, depois, a todo mês,  diminuía em média 5  a 7 reais. Achei muito pouco, mas pelo menos estava diminuindo. 

    Acontece que agora o contrato fez 1 ano e o valor voltou a ser muito próximo ao que começou. 

    Questionei no Banco e me disseram que com 1 ano tem o tal do reajuste da TR. 

    Argumentei que se a TR continuar nessa mesma toada JAMAIS minha prestação  vai diminuir. Meu gerente argumentou que nas primeiros anos as parcelas têm muito juros e só com o tempo (uns 4, 5 anos) irá diminuir mais. 

    Mesmo assim saí de lá achando que estava sendo enrolado. 

    Pergunto aos colegas. É assim mesmo ou melhor pedir uma perícia contábil (ao próprio banco ou mesmo independente, sei lá ) ou tomar alguma outra atitude q vcs recomendem?  

    Tudo bem que é só um ano, mas, putz, o valor voltou a ser praticamente o mesmo de quando comecei a pagar.Fiquei indignado, mas, ao mesmo tempo, imponente já que questionei, mas disseram que "era assim mesmo"

    Agradeço de coração aos colegas que possam me orientar.

    Provavelmente você usou uma metodologia chamada SACRE, que é um misto da Tabela Price e o Sistema de Amortização Constante (SAC), que prevê recálculos da dívida a casa período de tempo, no caso, 12 meses.
    O que fazem é pegar o seu saldo devedor e atualizá-lo por um índice, que é a TR. Veja que seu contrato fala lá na taxa que você financiou a TR + alguma taxa de juros, algo provavelmente entre 7 a 12%. Como a TR é pós-fixada, o que acontece. Pegam o saldo devedor após um tempo e aplicam este fator de correção a cada 12 meses, e recalculam o financiamento para este novo prazo. Se você devia 100.000; você hoje deve dever um pouquinho a mais, algo como 101700, sobre o qual será recalculado. A TR raramente passa de 2% a.a.
    Lembre-se que a cada dois a cinco anos o contrato também pode subir por causa do aumento do prêmio do seguro.
    Sim, infelizmente é assim que funciona. Se o gerente te prometeu que as prestações cairiam sempre ao longo do tempo, e você tiver como provar isto, até ----- alguma ação por indenização de um eventual dano moral, muito improvável que topem o material.
    Provavelmente, nem foi o gerente que te falou isto, mas sim o corretor. E este faz de tudo para vender o imóvel.

    Este é apenas um dos inúmeros exemplos de porque comprar imóvel financiado pode ser um péssimo negócio, frente ao desafio de ter a disciplina e dentro de uma previsão orçamentária, destinar parte para locação, outra para formar a poupança que permitirá a compra do bem à vista.

    Excelente explicação, eu mesmo nem sabia... só estranhei que comigo houve aumento da prestação 2 vezes no ano, então... ainda tem mais coisa nesse contrato que eu não sei...

    De qualquer forma.. hoje, mesmo que eu tenha o dinheiro pra quitar, é melhor aplicá-lo(num banco médio, com rendimento melhor), pois o juros da aplicação da aplicação vai superar o valor da parcela em torno de 12 meses.. Ou seja, com o passar o tempo, o imóvel vai ser quitado, e eu ainda terei o montante do dinheiro...
    Isso porque meu contrato com a CEF foi num tempo de juros baixos, e hoje o juros estão altos... então, mesmo recolhendo IR na aplicação tal situação é possível... Não sei  se é aplicável para todos...

    Outro cuidado importante.

    Existe uma pegadinha "gigantesca" no financiamento imobiliário que é um grande descolamento entre a taxa de juros e o Custo Efetivo Total (CET).

    Isto se deve, exatamente, ao fato de além do empréstimo de recursos financeiros, sobre o qual você paga uma taxa de juros, a cada mês paga R$ 25,00 a título de administração + o seguro de vida e do imóvel.

    Portanto, o ideal é verificar se compensa ou não fazer amortização. E quando fizer, SEMPRE, aí inequivocamente, salvo por problemas no seu orçamento pessoal, opte por diminuir o prazo, e não o valor da prestação. Quanto menor o prazo em que pagar, menor o descolamento de juro e CET.
    avatar
    euvoltei
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 867
    Reputação : 106
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por euvoltei em Ter 12 Jul - 10:12

    Exato José Barbosa, no meu caso, se aplicar o valor equivalente da dívida, o juros superam a prestação inteira(principal+juros+seguros+taxa de administração), inclusive a taxa de manutenção da conta de +ou- $20,00 ( obrigatória para ter o juros reduzido)...

    Ou seja, seria até uma atitude anti-economica quitar o Empréstimo..
    avatar
    Htomaz
    Novo Usuário

    Mensagens : 12
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Htomaz em Ter 12 Jul - 10:39

    euvoltei escreveu:Exato José Barbosa, no meu caso, se aplicar o valor equivalente da dívida, o juros superam  a prestação inteira(principal+juros+seguros+taxa de administração), inclusive a taxa de manutenção da conta de +ou- $20,00 ( obrigatória para ter o juros reduzido)...

    Ou seja, seria até uma atitude anti-economica quitar o Empréstimo..

    Minha situação é bastante parecida com a sua, peguei meu financiamento no início de 2014 (os juros ainda estavam razoavelmente baratos, o efetivo salvo engano a 8,8% a.a, barato sendo que o valor do meu imóvel saiu da linha do SFH). Pesquisei bastante sobre adiantar o financiamento, mas na atual conjuntura com os juros nos padrões atuais não achei que fosse muita vantagem, iria me descapitalizar completamente. Talvez quando os juros começarem a cair eu mude de idéia, confesso que por mais que o orçamento familiar esteja tranquilo, não me sinto confortável com aquela mordida mensal da cef no meu pagamento.
    avatar
    juliorjr
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 176
    Reputação : 27
    Data de inscrição : 20/06/2012

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por juliorjr em Ter 12 Jul - 12:51

    Htomaz escreveu:
    euvoltei escreveu:Exato José Barbosa, no meu caso, se aplicar o valor equivalente da dívida, o juros superam  a prestação inteira(principal+juros+seguros+taxa de administração), inclusive a taxa de manutenção da conta de +ou- $20,00 ( obrigatória para ter o juros reduzido)...

    Ou seja, seria até uma atitude anti-economica quitar o Empréstimo..

    Minha situação é bastante parecida com a sua, peguei meu financiamento no início de 2014 (os juros ainda estavam razoavelmente baratos, o efetivo salvo engano a 8,8% a.a, barato sendo que o valor do meu imóvel saiu da linha do SFH). Pesquisei bastante sobre adiantar o financiamento, mas na atual conjuntura com os juros nos padrões atuais não achei que fosse muita vantagem, iria me descapitalizar completamente. Talvez quando os juros começarem a cair eu mude de idéia, confesso que por mais que o orçamento familiar esteja tranquilo, não me sinto confortável com aquela mordida mensal da cef no meu pagamento.

    Essa historia ALUGUEL X COMPRA de ImÓVEL dá para ficar discutindo horas e horas.

    Fiz uma planilha para avaliação, se vale a pena ou não comprar imóvel ou alugar. Tudo depende de algumas variáveis.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Nessa tabela eu considerei o sistema SAC - Amortização Constante.

    Nela tu coloca de um lado:

    -Valor do Imóvel
    -Entrada
    -Prazo em Anos
    -Juros


    Do outro lado tu coloca:

    -Rendimento - seria o rendimento médio que tu consegue com seus investimentos por ano, líquido.
    -Aluguel - aluguel que tu pagaria se tu não tivesse comprado e morando no imóvel (ideal é colocar o aluguel do mesmo imóvel, como se tu morasse nele). - lembrando que não é para acrescentar condomínio, este tu vai ter que pagar comprando ou alugando, então não coloque.
    -Valorização anual do seu imóvel (chute, atualmente, ao menos em bsb, está perto de zero, mas tu pode chutar qlqr valor aqui para fazer análise).
    -Aumento do aluguel (aumento anual do aluguel - será calculado a cada ano o ajuste)



    A planilha, com base em todas essas informações que você PROJETA, te diz se é melhor ou pior, financeiramente falando, alugar o comprar esse imóvel em questão.

    -> Se a diferença estiver positiva, é quanto tu ganha em alugar esse imóvel invés de comprar, se tiver negativa, o quanto tu ganha em comprar o imóvel em vez de alugar.
    -> até hoje não havia achado uma planilha que levasse em consideração todos os fatores financeiros (inclusive o custo de oportunidade) para elaboração da planilha, por isso fiz essa.
    -> José, vê se curte ai a planilha, vc que é expert



    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    ps - vcs conseguem fazer o download desse link? vlw!

    abs

    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1020
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Ter 12 Jul - 13:38

    Colega Juliorjr, parabéns pela planilha. Show de bola. Dá pra fazer o download direto do arquivo sem ter de se cadastrar. Só clicar na setinha ao lado de "baixar" e selecionar "download direto"
    avatar
    Jaspion
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico
    Mensagens : 1031
    Reputação : 54
    Data de inscrição : 06/08/2012

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Jaspion em Ter 12 Jul - 13:46

    juliorjr escreveu:
    Htomaz escreveu:
    euvoltei escreveu:Exato José Barbosa, no meu caso, se aplicar o valor equivalente da dívida, o juros superam  a prestação inteira(principal+juros+seguros+taxa de administração), inclusive a taxa de manutenção da conta de +ou- $20,00 ( obrigatória para ter o juros reduzido)...

    Ou seja, seria até uma atitude anti-economica quitar o Empréstimo..

    Minha situação é bastante parecida com a sua, peguei meu financiamento no início de 2014 (os juros ainda estavam razoavelmente baratos, o efetivo salvo engano a 8,8% a.a, barato sendo que o valor do meu imóvel saiu da linha do SFH). Pesquisei bastante sobre adiantar o financiamento, mas na atual conjuntura com os juros nos padrões atuais não achei que fosse muita vantagem, iria me descapitalizar completamente. Talvez quando os juros começarem a cair eu mude de idéia, confesso que por mais que o orçamento familiar esteja tranquilo, não me sinto confortável com aquela mordida mensal da cef no meu pagamento.

    Essa historia ALUGUEL X COMPRA de ImÓVEL dá para ficar discutindo horas e horas.

    Fiz uma planilha para avaliação, se vale a pena ou não comprar imóvel ou alugar. Tudo depende de algumas variáveis.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Nessa tabela eu considerei o sistema SAC - Amortização Constante.

    Nela tu coloca de um lado:

    -Valor do Imóvel
    -Entrada
    -Prazo em Anos
    -Juros


    Do outro lado tu coloca:

    -Rendimento - seria o rendimento médio que tu consegue com seus investimentos por ano, líquido.
    -Aluguel - aluguel que tu pagaria se tu não tivesse comprado e morando no imóvel (ideal é colocar o aluguel do mesmo imóvel, como se tu morasse nele). - lembrando que não é para acrescentar condomínio, este tu vai ter que pagar comprando ou alugando, então não coloque.
    -Valorização anual do seu imóvel (chute, atualmente, ao menos em bsb, está perto de zero, mas tu pode chutar qlqr valor aqui para fazer análise).
    -Aumento do aluguel (aumento anual do aluguel - será calculado a cada ano o ajuste)



    A planilha, com base em todas essas informações que você PROJETA, te diz se é melhor ou pior, financeiramente falando, alugar o comprar esse imóvel em questão.

    -> Se a diferença estiver positiva, é quanto tu ganha em alugar esse imóvel invés de comprar, se tiver negativa, o quanto tu ganha em comprar o imóvel em vez de alugar.
    -> até hoje não havia achado uma planilha que levasse em consideração todos os fatores financeiros (inclusive o custo de oportunidade) para elaboração da planilha, por isso fiz essa.
    -> José, vê se curte ai a planilha, vc que é expert



    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    ps - vcs conseguem fazer o download desse link? vlw!

    abs

    Muito boa a planilha, parabéns! Pra quem quer dar um chute mais qualificado, esse site mostra a variação de preços de imóveis em algumas cidades, pode ser que ajude:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    Oziris
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 578
    Reputação : 93
    Data de inscrição : 24/12/2014

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Oziris em Ter 12 Jul - 13:55

    Um dos maiores problemas do financiamento imobiliário hoje é que a T.R está "destruindo" os contratos. Muita gente comprou e não se atentou ou não deu muito valor pra T.R até mesmo porque até uns 2, 3 anos atrás ela realmente não valia nada.

    Mas o que ocorre hoje são as parcelas aumentando ao invés de caírem por causa da T.R. Por outro lado, aluguéis e preço de imóveis novos caindo. Já vi casos de construtora que vendeu apto por 460k em 2014 e hoje queimando a 375k. Ai o proprietário que pagou 460k vai e entra na justiça.

    O mercado imobiliário está uma verdadeira bola de neve e só quero ver quais bancos irão segurar esse pepino ou se o governo vai novamente abrir as pernas do tesouro pra socorrer a caixa, afinal ela não é passível de falência.


    josebarbos escreveu:
    euvoltei escreveu:
    josebarbos escreveu:
    macfly escreveu:Colegas,  gostaria de ajuda de vocês.

    Seguinte. Financiei, por 25 anos,  um imóvel no sistema SAC (prestações  vao diminuindo com o tempo ) pela CEF em Julho do ano passado. 

    Comecei pagando 3470 no primeiro mes e, depois, a todo mês,  diminuía em média 5  a 7 reais. Achei muito pouco, mas pelo menos estava diminuindo. 

    Acontece que agora o contrato fez 1 ano e o valor voltou a ser muito próximo ao que começou. 

    Questionei no Banco e me disseram que com 1 ano tem o tal do reajuste da TR. 

    Argumentei que se a TR continuar nessa mesma toada JAMAIS minha prestação  vai diminuir. Meu gerente argumentou que nas primeiros anos as parcelas têm muito juros e só com o tempo (uns 4, 5 anos) irá diminuir mais. 

    Mesmo assim saí de lá achando que estava sendo enrolado. 

    Pergunto aos colegas. É assim mesmo ou melhor pedir uma perícia contábil (ao próprio banco ou mesmo independente, sei lá ) ou tomar alguma outra atitude q vcs recomendem?  

    Tudo bem que é só um ano, mas, putz, o valor voltou a ser praticamente o mesmo de quando comecei a pagar.Fiquei indignado, mas, ao mesmo tempo, imponente já que questionei, mas disseram que "era assim mesmo"

    Agradeço de coração aos colegas que possam me orientar.

    Provavelmente você usou uma metodologia chamada SACRE, que é um misto da Tabela Price e o Sistema de Amortização Constante (SAC), que prevê recálculos da dívida a casa período de tempo, no caso, 12 meses.
    O que fazem é pegar o seu saldo devedor e atualizá-lo por um índice, que é a TR. Veja que seu contrato fala lá na taxa que você financiou a TR + alguma taxa de juros, algo provavelmente entre 7 a 12%. Como a TR é pós-fixada, o que acontece. Pegam o saldo devedor após um tempo e aplicam este fator de correção a cada 12 meses, e recalculam o financiamento para este novo prazo. Se você devia 100.000; você hoje deve dever um pouquinho a mais, algo como 101700, sobre o qual será recalculado. A TR raramente passa de 2% a.a.
    Lembre-se que a cada dois a cinco anos o contrato também pode subir por causa do aumento do prêmio do seguro.
    Sim, infelizmente é assim que funciona. Se o gerente te prometeu que as prestações cairiam sempre ao longo do tempo, e você tiver como provar isto, até ----- alguma ação por indenização de um eventual dano moral, muito improvável que topem o material.
    Provavelmente, nem foi o gerente que te falou isto, mas sim o corretor. E este faz de tudo para vender o imóvel.

    Este é apenas um dos inúmeros exemplos de porque comprar imóvel financiado pode ser um péssimo negócio, frente ao desafio de ter a disciplina e dentro de uma previsão orçamentária, destinar parte para locação, outra para formar a poupança que permitirá a compra do bem à vista.

    Excelente explicação, eu mesmo nem sabia... só estranhei que comigo houve aumento da prestação 2 vezes no ano, então... ainda tem mais coisa nesse contrato que eu não sei...

    De qualquer forma.. hoje, mesmo que eu tenha o dinheiro pra quitar, é melhor aplicá-lo(num banco médio, com rendimento melhor), pois o juros da aplicação da aplicação vai superar o valor da parcela em torno de 12 meses.. Ou seja, com o passar o tempo, o imóvel vai ser quitado, e eu ainda terei o montante do dinheiro...
    Isso porque meu contrato com a CEF foi num tempo de juros baixos, e hoje o juros estão altos... então, mesmo recolhendo IR na aplicação tal situação é possível... Não sei  se é aplicável para todos...

    Outro cuidado importante.

    Existe uma pegadinha "gigantesca" no financiamento imobiliário que é um grande descolamento entre a taxa de juros e o Custo Efetivo Total (CET).

    Isto se deve, exatamente, ao fato de além do empréstimo de recursos financeiros, sobre o qual você paga uma taxa de juros, a cada mês paga R$ 25,00 a título de administração + o seguro de vida e do imóvel.

    Portanto, o ideal é verificar se compensa ou não fazer amortização. E quando fizer, SEMPRE, aí inequivocamente, salvo por problemas no seu orçamento pessoal, opte por diminuir o prazo, e não o valor da prestação. Quanto menor o prazo em que pagar, menor o descolamento de juro e CET.
    avatar
    Korgano Masaka
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 582
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Korgano Masaka em Ter 12 Jul - 14:04

    Oziris escreveu:Um dos maiores problemas do financiamento imobiliário hoje é que a T.R está "destruindo" os contratos. Muita gente comprou e não se atentou ou não deu muito valor pra T.R até mesmo porque até uns 2, 3 anos atrás ela realmente não valia nada.

    Mas o que ocorre hoje são as parcelas aumentando ao invés de caírem por causa da T.R. Por outro lado, aluguéis e preço de imóveis novos caindo. Já vi casos de construtora que vendeu apto por 460k em 2014 e hoje queimando a 375k. Ai o proprietário que pagou 460k vai e entra na justiça.

    O mercado imobiliário está uma verdadeira bola de neve e só quero ver quais bancos irão segurar esse pepino ou se o governo vai novamente abrir as pernas do tesouro pra socorrer a caixa, afinal ela não é passível de falência.


    josebarbos escreveu:
    euvoltei escreveu:
    josebarbos escreveu:

    Provavelmente você usou uma metodologia chamada SACRE, que é um misto da Tabela Price e o Sistema de Amortização Constante (SAC), que prevê recálculos da dívida a casa período de tempo, no caso, 12 meses.
    O que fazem é pegar o seu saldo devedor e atualizá-lo por um índice, que é a TR. Veja que seu contrato fala lá na taxa que você financiou a TR + alguma taxa de juros, algo provavelmente entre 7 a 12%. Como a TR é pós-fixada, o que acontece. Pegam o saldo devedor após um tempo e aplicam este fator de correção a cada 12 meses, e recalculam o financiamento para este novo prazo. Se você devia 100.000; você hoje deve dever um pouquinho a mais, algo como 101700, sobre o qual será recalculado. A TR raramente passa de 2% a.a.
    Lembre-se que a cada dois a cinco anos o contrato também pode subir por causa do aumento do prêmio do seguro.
    Sim, infelizmente é assim que funciona. Se o gerente te prometeu que as prestações cairiam sempre ao longo do tempo, e você tiver como provar isto, até ----- alguma ação por indenização de um eventual dano moral, muito improvável que topem o material.
    Provavelmente, nem foi o gerente que te falou isto, mas sim o corretor. E este faz de tudo para vender o imóvel.

    Este é apenas um dos inúmeros exemplos de porque comprar imóvel financiado pode ser um péssimo negócio, frente ao desafio de ter a disciplina e dentro de uma previsão orçamentária, destinar parte para locação, outra para formar a poupança que permitirá a compra do bem à vista.

    Excelente explicação, eu mesmo nem sabia... só estranhei que comigo houve aumento da prestação 2 vezes no ano, então... ainda tem mais coisa nesse contrato que eu não sei...

    De qualquer forma.. hoje, mesmo que eu tenha o dinheiro pra quitar, é melhor aplicá-lo(num banco médio, com rendimento melhor), pois o juros da aplicação da aplicação vai superar o valor da parcela em torno de 12 meses.. Ou seja, com o passar o tempo, o imóvel vai ser quitado, e eu ainda terei o montante do dinheiro...
    Isso porque meu contrato com a CEF foi num tempo de juros baixos, e hoje o juros estão altos... então, mesmo recolhendo IR na aplicação tal situação é possível... Não sei  se é aplicável para todos...

    Outro cuidado importante.

    Existe uma pegadinha "gigantesca" no financiamento imobiliário que é um grande descolamento entre a taxa de juros e o Custo Efetivo Total (CET).

    Isto se deve, exatamente, ao fato de além do empréstimo de recursos financeiros, sobre o qual você paga uma taxa de juros, a cada mês paga R$ 25,00 a título de administração + o seguro de vida e do imóvel.

    Portanto, o ideal é verificar se compensa ou não fazer amortização. E quando fizer, SEMPRE, aí inequivocamente, salvo por problemas no seu orçamento pessoal, opte por diminuir o prazo, e não o valor da prestação. Quanto menor o prazo em que pagar, menor o descolamento de juro e CET.

    O Governo Federal está com um déficit de mais de R$ 170 bilhões...então...

    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1020
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Ter 12 Jul - 14:39

    Aqui em Campinas, apê da PDG (ex-goldfarb), novo e pronto pra morar (3 dorm, 2vagas, varanda gourmet etc), que antes custava 550 mil, a construtora vendendo por 400 mil os que sobraram ou foram devolvidos.
    avatar
    juliorjr
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 176
    Reputação : 27
    Data de inscrição : 20/06/2012

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por juliorjr em Ter 12 Jul - 15:22

    Jaspion escreveu:
    juliorjr escreveu:
    Htomaz escreveu:
    euvoltei escreveu:Exato José Barbosa, no meu caso, se aplicar o valor equivalente da dívida, o juros superam  a prestação inteira(principal+juros+seguros+taxa de administração), inclusive a taxa de manutenção da conta de +ou- $20,00 ( obrigatória para ter o juros reduzido)...

    Ou seja, seria até uma atitude anti-economica quitar o Empréstimo..

    Minha situação é bastante parecida com a sua, peguei meu financiamento no início de 2014 (os juros ainda estavam razoavelmente baratos, o efetivo salvo engano a 8,8% a.a, barato sendo que o valor do meu imóvel saiu da linha do SFH). Pesquisei bastante sobre adiantar o financiamento, mas na atual conjuntura com os juros nos padrões atuais não achei que fosse muita vantagem, iria me descapitalizar completamente. Talvez quando os juros começarem a cair eu mude de idéia, confesso que por mais que o orçamento familiar esteja tranquilo, não me sinto confortável com aquela mordida mensal da cef no meu pagamento.

    Essa historia ALUGUEL X COMPRA de ImÓVEL dá para ficar discutindo horas e horas.

    Fiz uma planilha para avaliação, se vale a pena ou não comprar imóvel ou alugar. Tudo depende de algumas variáveis.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Nessa tabela eu considerei o sistema SAC - Amortização Constante.

    Nela tu coloca de um lado:

    -Valor do Imóvel
    -Entrada
    -Prazo em Anos
    -Juros


    Do outro lado tu coloca:

    -Rendimento - seria o rendimento médio que tu consegue com seus investimentos por ano, líquido.
    -Aluguel - aluguel que tu pagaria se tu não tivesse comprado e morando no imóvel (ideal é colocar o aluguel do mesmo imóvel, como se tu morasse nele). - lembrando que não é para acrescentar condomínio, este tu vai ter que pagar comprando ou alugando, então não coloque.
    -Valorização anual do seu imóvel (chute, atualmente, ao menos em bsb, está perto de zero, mas tu pode chutar qlqr valor aqui para fazer análise).
    -Aumento do aluguel (aumento anual do aluguel - será calculado a cada ano o ajuste)



    A planilha, com base em todas essas informações que você PROJETA, te diz se é melhor ou pior, financeiramente falando, alugar o comprar esse imóvel em questão.

    -> Se a diferença estiver positiva, é quanto tu ganha em alugar esse imóvel invés de comprar, se tiver negativa, o quanto tu ganha em comprar o imóvel em vez de alugar.
    -> até hoje não havia achado uma planilha que levasse em consideração todos os fatores financeiros (inclusive o custo de oportunidade) para elaboração da planilha, por isso fiz essa.
    -> José, vê se curte ai a planilha, vc que é expert



    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    ps - vcs conseguem fazer o download desse link? vlw!

    abs

    Muito boa a planilha, parabéns! Pra quem quer dar um chute mais qualificado, esse site mostra a variação de preços de imóveis em algumas cidades, pode ser que ajude:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Opa, Valeu!!

    Só vale a ressalva que esses indices de zap etc são sobre preços ANUNCIADOS, bem diferente dos realmente vendidos.

    Estranho vê você escrevendo invés de postando imagens hahahaha

    bounce

    Vi aqui o link, que lindo!! Ultimos 3 anos, em Brasilia, Valorização de 1,4% vs uma Inflação dos ultimos 3 anos de 26,6%.
    PS - eu vendi minha kit que eu tinha faz 2 anos e 8 meses. Hoje eu vejo ela anunciada pelo valor que eu vendi hahaha. Acertei o timinggggg


    Última edição por juliorjr em Ter 12 Jul - 15:49, editado 2 vez(es)
    avatar
    k.oliva
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 43
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por k.oliva em Ter 12 Jul - 15:26

    Pessoal, gostaria de uma opinião: O tesouro direto é um bom investimento?
    avatar
    Jaspion
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico
    Mensagens : 1031
    Reputação : 54
    Data de inscrição : 06/08/2012

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Jaspion em Ter 12 Jul - 15:51

    juliorjr escreveu:
    Jaspion escreveu:
    juliorjr escreveu:
    Htomaz escreveu:

    Minha situação é bastante parecida com a sua, peguei meu financiamento no início de 2014 (os juros ainda estavam razoavelmente baratos, o efetivo salvo engano a 8,8% a.a, barato sendo que o valor do meu imóvel saiu da linha do SFH). Pesquisei bastante sobre adiantar o financiamento, mas na atual conjuntura com os juros nos padrões atuais não achei que fosse muita vantagem, iria me descapitalizar completamente. Talvez quando os juros começarem a cair eu mude de idéia, confesso que por mais que o orçamento familiar esteja tranquilo, não me sinto confortável com aquela mordida mensal da cef no meu pagamento.

    Essa historia ALUGUEL X COMPRA de ImÓVEL dá para ficar discutindo horas e horas.

    Fiz uma planilha para avaliação, se vale a pena ou não comprar imóvel ou alugar. Tudo depende de algumas variáveis.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Nessa tabela eu considerei o sistema SAC - Amortização Constante.

    Nela tu coloca de um lado:

    -Valor do Imóvel
    -Entrada
    -Prazo em Anos
    -Juros


    Do outro lado tu coloca:

    -Rendimento - seria o rendimento médio que tu consegue com seus investimentos por ano, líquido.
    -Aluguel - aluguel que tu pagaria se tu não tivesse comprado e morando no imóvel (ideal é colocar o aluguel do mesmo imóvel, como se tu morasse nele). - lembrando que não é para acrescentar condomínio, este tu vai ter que pagar comprando ou alugando, então não coloque.
    -Valorização anual do seu imóvel (chute, atualmente, ao menos em bsb, está perto de zero, mas tu pode chutar qlqr valor aqui para fazer análise).
    -Aumento do aluguel (aumento anual do aluguel - será calculado a cada ano o ajuste)



    A planilha, com base em todas essas informações que você PROJETA, te diz se é melhor ou pior, financeiramente falando, alugar o comprar esse imóvel em questão.

    -> Se a diferença estiver positiva, é quanto tu ganha em alugar esse imóvel invés de comprar, se tiver negativa, o quanto tu ganha em comprar o imóvel em vez de alugar.
    -> até hoje não havia achado uma planilha que levasse em consideração todos os fatores financeiros (inclusive o custo de oportunidade) para elaboração da planilha, por isso fiz essa.
    -> José, vê se curte ai a planilha, vc que é expert



    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    ps - vcs conseguem fazer o download desse link? vlw!

    abs

    Muito boa a planilha, parabéns! Pra quem quer dar um chute mais qualificado, esse site mostra a variação de preços de imóveis em algumas cidades, pode ser que ajude:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Opa, Valeu!!

    Só vale a ressalva que esses indices de zap etc são sobre preços ANUNCIADOS, bem diferente dos realmente vendidos.

    Estranho vê você escrevendo invés de postando imagens hahahaha

    bounce

    Vi aqui o link, que lindo!! Brasili, últimos 3 anos, em Brasilia, Valorização de 1,4% vs uma Inflação dos ultimos 3 anos de 26,6%.
    PS - eu vendi minha kit que eu tinha faz 2 anos e 8 meses. Hoje eu vejo ela anunciada pelo valor que eu vendi hahaha. Acertei o timinggggg

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2401
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Ter 12 Jul - 19:38

    k.oliva escreveu:Pessoal, gostaria de uma opinião: O tesouro direto é um bom investimento?

    Sabendo usar, é excelente.

    alia segurança, muita liquidez e uma rentabilidade considerável sem precisar de grandes investimentos iniciais. É a forma mais social possível de se tornar um rentista e ser odiado pela esquerda.

    Quando digo "sabendo usar", refere-se a adequar na compra dos títulos e entender no que está apostando e, se não quer correr riscos, vai de Selic.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2401
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Ter 12 Jul - 20:10

    Jaspion escreveu:
    juliorjr escreveu:
    Htomaz escreveu:
    euvoltei escreveu:Exato José Barbosa, no meu caso, se aplicar o valor equivalente da dívida, o juros superam  a prestação inteira(principal+juros+seguros+taxa de administração), inclusive a taxa de manutenção da conta de +ou- $20,00 ( obrigatória para ter o juros reduzido)...

    Ou seja, seria até uma atitude anti-economica quitar o Empréstimo..

    Minha situação é bastante parecida com a sua, peguei meu financiamento no início de 2014 (os juros ainda estavam razoavelmente baratos, o efetivo salvo engano a 8,8% a.a, barato sendo que o valor do meu imóvel saiu da linha do SFH). Pesquisei bastante sobre adiantar o financiamento, mas na atual conjuntura com os juros nos padrões atuais não achei que fosse muita vantagem, iria me descapitalizar completamente. Talvez quando os juros começarem a cair eu mude de idéia, confesso que por mais que o orçamento familiar esteja tranquilo, não me sinto confortável com aquela mordida mensal da cef no meu pagamento.

    Essa historia ALUGUEL X COMPRA de ImÓVEL dá para ficar discutindo horas e horas.

    Fiz uma planilha para avaliação, se vale a pena ou não comprar imóvel ou alugar. Tudo depende de algumas variáveis.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Nessa tabela eu considerei o sistema SAC - Amortização Constante.

    Nela tu coloca de um lado:

    -Valor do Imóvel
    -Entrada
    -Prazo em Anos
    -Juros


    Do outro lado tu coloca:

    -Rendimento - seria o rendimento médio que tu consegue com seus investimentos por ano, líquido.
    -Aluguel - aluguel que tu pagaria se tu não tivesse comprado e morando no imóvel (ideal é colocar o aluguel do mesmo imóvel, como se tu morasse nele). - lembrando que não é para acrescentar condomínio, este tu vai ter que pagar comprando ou alugando, então não coloque.
    -Valorização anual do seu imóvel (chute, atualmente, ao menos em bsb, está perto de zero, mas tu pode chutar qlqr valor aqui para fazer análise).
    -Aumento do aluguel (aumento anual do aluguel - será calculado a cada ano o ajuste)



    A planilha, com base em todas essas informações que você PROJETA, te diz se é melhor ou pior, financeiramente falando, alugar o comprar esse imóvel em questão.

    -> Se a diferença estiver positiva, é quanto tu ganha em alugar esse imóvel invés de comprar, se tiver negativa, o quanto tu ganha em comprar o imóvel em vez de alugar.
    -> até hoje não havia achado uma planilha que levasse em consideração todos os fatores financeiros (inclusive o custo de oportunidade) para elaboração da planilha, por isso fiz essa.
    -> José, vê se curte ai a planilha, vc que é expert



    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    ps - vcs conseguem fazer o download desse link? vlw!

    abs

    Muito boa a planilha, parabéns! Pra quem quer dar um chute mais qualificado, esse site mostra a variação de preços de imóveis em algumas cidades, pode ser que ajude:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Vou dar meus dois palitos aqui no intervalo que estou fazendo. Sobre a planilha, excelente.

    Sobre a velha questão comprar x alugar, dá um debate monstro, e muito porque é razão x emoção.

    O deficit imobiliário tem uma tendência forte de queda. Em geral, você consegue achar dados bastante confiáveis até 2012, que devem ter mantido a tendência de queda pelo menos até o ano passado, fruto do boom imobiliário, de programas habitacionais e do excesso de otimismo.

    Estranhamente, nós esquecemos de uma regra básica de investimentos: "rentabilidade passada não significa rentabilidade futura". Neste sentido, esta regra vale, por óbvio, para os imóveis.
    Creio que o Brasil já começa a ter pequenas ilhas em que imóvel não é sempre bom negócio. Uma dada conjuntura (renda, oferta, qualidade de vida) passa a ser fundamental para definir o comportamento dos preços em uma determinada região e ele pode despencar.
    É aquela coisa: ainda devido à nossa cultura, muita gente não abre mão do preço de maneira direta. Se acha que seu lote vale R$ 100.000,00, espera o tempo que for necessário para fazer a este preço, ainda que seja três anos depois, quando ainda vai te dizer "Não disse que valia os R$ 100.000,00?".

    Ocorre que muito em breve o Brasil atingirá o pico populacional e depois caminhará para o envelhecimento. E aí, valorização ou desvalorização será circunstancial.

    A conta matemática é simples, mas aí bate a questão emocional. Ao adquirir seu imóvel, você imobiliza uma parcela gigantesca de seu patrimônio, a uma liquidez baixíssima. Mesmo com sorte e vendendo barato, um bom imóvel vai levar uns meses antes de virar dinheiro na sua conta.
    Logo, o ideal para quem comprar é quando realmente se trata "dO Imóvel": uma residência numa localização boa, que tenha atributos que contribuam para a sua qualidade de vida e cuja tranquilidade da propriedade recompense. Nada define melhor tal casa que, ao perguntarem o valor, você responda "não sei, não tenho interesse em vender.".

    A disciplina de formar poupança, embora mais lucrativa, também é difícil. Exige-nos uma disciplina sobrehumana, e até mesmo uma quebra cultural. Falar que imóvel é um mal negócio ainda soa muito estranho para os mais velhos, após tantos e tantos e tantos anos que foi um ótimo investimento.
    avatar
    SAPÃO
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 165
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 20/11/2014

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por SAPÃO em Ter 12 Jul - 21:08

    rogcampinas escreveu:Algo que pretendo estudar são as operações com mini-contratos ibovespa. Um amigo meu literalmente ficou rico com isso em 2 anos, mas não abre o pulo do gato nem a pau (tb só faz isso da vida). Por outro lado, escutei de gente que se arruinou em semanas mexendo com isso. Se alguém dominar o tema, poderia postar por onde começar?

    Opa. Operei por 6 meses mini índice e mini dólar. Quando comecei não sabia nem o que era bolsa de valores, daí me dei mal no primeiro mês. Depois disso separei um dinheiro para aprendizagem (stop loss mensal no jargão). Já estava ficando bom, mas aí meu horário de trabalho mudou e parei de operar.

    Minha dica, não faça como eu. Não comece de cara. Comece palas contas "demo", pelo menos 2 meses, depois passe para a real com um limite de perda diária e mensal que não ultrapasse, respectivamente, 50 e 300 reais. Assista aos vídeos no youtube, descubra a melhor estratégia e forma de operar para você.
    avatar
    Admin
    Super Administrador
    Super Administrador

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 1231
    Reputação : 147
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Admin em Ter 12 Jul - 21:19

    SAPÃO escreveu:
    rogcampinas escreveu:Algo que pretendo estudar são as operações com mini-contratos ibovespa. Um amigo meu literalmente ficou rico com isso em 2 anos, mas não abre o pulo do gato nem a pau (tb só faz isso da vida). Por outro lado, escutei de gente que se arruinou em semanas mexendo com isso. Se alguém dominar o tema, poderia postar por onde começar?

    Opa. Operei por 6 meses mini índice e mini dólar. Quando comecei não sabia nem o que era bolsa de valores, daí me dei mal no primeiro mês. Depois disso separei um dinheiro para aprendizagem (stop loss mensal no jargão). Já estava ficando bom, mas aí meu horário de trabalho mudou e parei de operar.

    Minha dica, não faça como eu. Não comece de cara. Comece palas contas "demo", pelo menos 2 meses, depois passe para a real com um limite de perda diária e mensal que não ultrapasse, respectivamente, 50 e 300 reais. Assista aos vídeos no youtube, descubra a melhor estratégia e forma de operar para você.

    Colega, o que você quer dizer com "já estava ficando bom"? Very Happy

    rogcampinas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1020
    Reputação : 367
    Data de inscrição : 25/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por rogcampinas em Qua 13 Jul - 6:48

    SAPÃO escreveu:
    rogcampinas escreveu:Algo que pretendo estudar são as operações com mini-contratos ibovespa. Um amigo meu literalmente ficou rico com isso em 2 anos, mas não abre o pulo do gato nem a pau (tb só faz isso da vida). Por outro lado, escutei de gente que se arruinou em semanas mexendo com isso. Se alguém dominar o tema, poderia postar por onde começar?

    Opa. Operei por 6 meses mini índice e mini dólar. Quando comecei não sabia nem o que era bolsa de valores, daí me dei mal no primeiro mês. Depois disso separei um dinheiro para aprendizagem (stop loss mensal no jargão). Já estava ficando bom, mas aí meu horário de trabalho mudou e parei de operar.

    Minha dica, não faça como eu. Não comece de cara. Comece palas contas "demo", pelo menos 2 meses, depois passe para a real com um limite de perda diária e mensal que não ultrapasse, respectivamente, 50 e 300 reais. Assista aos vídeos no youtube, descubra a melhor estratégia e forma de operar para você.

    Colega, acho que tenho a mesma dúvida que o colega Admin, só que com outras palavras. Em termos práticos, qual foi sua experiência com os mini contratos? Tipo, apenas pra se ter uma referência, "ah, investi tantas dilmas e lucrei tantos temers em tantos dias..."
    avatar
    Oziris
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 578
    Reputação : 93
    Data de inscrição : 24/12/2014

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Oziris em Qua 13 Jul - 8:24

    Esse índice FINGE ZAP é o mais mentiroso que conheço.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    No link acima diz que em Curitiba houve uma valorização de 2,7% nas vendas e 5,8% no aluguel.

    Eu mesmo consegui reduzir meu aluguel em 15% final do ano passado. Para vendas então...se você bater na porta de qualquer construtora você consegue 20% de desconto sem muito esforço.

    Acho que a FIPE deve ter ganhado muita grana ao deixar uma administradora de imóveis tomar conta desse índice.


    juliorjr escreveu:
    Jaspion escreveu:
    juliorjr escreveu:
    Htomaz escreveu:

    Minha situação é bastante parecida com a sua, peguei meu financiamento no início de 2014 (os juros ainda estavam razoavelmente baratos, o efetivo salvo engano a 8,8% a.a, barato sendo que o valor do meu imóvel saiu da linha do SFH). Pesquisei bastante sobre adiantar o financiamento, mas na atual conjuntura com os juros nos padrões atuais não achei que fosse muita vantagem, iria me descapitalizar completamente. Talvez quando os juros começarem a cair eu mude de idéia, confesso que por mais que o orçamento familiar esteja tranquilo, não me sinto confortável com aquela mordida mensal da cef no meu pagamento.

    Essa historia ALUGUEL X COMPRA de ImÓVEL dá para ficar discutindo horas e horas.

    Fiz uma planilha para avaliação, se vale a pena ou não comprar imóvel ou alugar. Tudo depende de algumas variáveis.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Nessa tabela eu considerei o sistema SAC - Amortização Constante.

    Nela tu coloca de um lado:

    -Valor do Imóvel
    -Entrada
    -Prazo em Anos
    -Juros


    Do outro lado tu coloca:

    -Rendimento - seria o rendimento médio que tu consegue com seus investimentos por ano, líquido.
    -Aluguel - aluguel que tu pagaria se tu não tivesse comprado e morando no imóvel (ideal é colocar o aluguel do mesmo imóvel, como se tu morasse nele). - lembrando que não é para acrescentar condomínio, este tu vai ter que pagar comprando ou alugando, então não coloque.
    -Valorização anual do seu imóvel (chute, atualmente, ao menos em bsb, está perto de zero, mas tu pode chutar qlqr valor aqui para fazer análise).
    -Aumento do aluguel (aumento anual do aluguel - será calculado a cada ano o ajuste)



    A planilha, com base em todas essas informações que você PROJETA, te diz se é melhor ou pior, financeiramente falando, alugar o comprar esse imóvel em questão.

    -> Se a diferença estiver positiva, é quanto tu ganha em alugar esse imóvel invés de comprar, se tiver negativa, o quanto tu ganha em comprar o imóvel em vez de alugar.
    -> até hoje não havia achado uma planilha que levasse em consideração todos os fatores financeiros (inclusive o custo de oportunidade) para elaboração da planilha, por isso fiz essa.
    -> José, vê se curte ai a planilha, vc que é expert



    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    ps - vcs conseguem fazer o download desse link? vlw!

    abs

    Muito boa a planilha, parabéns! Pra quem quer dar um chute mais qualificado, esse site mostra a variação de preços de imóveis em algumas cidades, pode ser que ajude:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Opa, Valeu!!

    Só vale a ressalva que esses indices de zap etc são sobre preços ANUNCIADOS, bem diferente dos realmente vendidos.

    Estranho vê você escrevendo invés de postando imagens hahahaha

    bounce

    Vi aqui o link, que lindo!! Ultimos 3 anos, em Brasilia, Valorização de 1,4% vs uma Inflação dos ultimos 3 anos de 26,6%.
    PS - eu vendi minha kit que eu tinha faz 2 anos e 8 meses. Hoje eu vejo ela anunciada pelo valor que eu vendi hahaha. Acertei o timinggggg
    avatar
    k.oliva
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 43
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por k.oliva em Qua 13 Jul - 8:42

    josebarbos escreveu:
    k.oliva escreveu:Pessoal, gostaria de uma opinião: O tesouro direto é um bom investimento?

    Sabendo usar, é excelente.

    alia segurança, muita liquidez e uma rentabilidade considerável sem precisar de grandes investimentos iniciais. É a forma mais social possível de se tornar um rentista e ser odiado pela esquerda.

    Quando digo "sabendo usar", refere-se a adequar na compra dos títulos e entender no que está apostando e, se não quer correr riscos, vai de Selic.

    Obrigada José Barbosa!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 19 Fev - 14:48