PCS JÁ



    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Exterminador
    Exterminador
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : OJAF
    Mensagens : 744
    Reputação : 13
    Data de inscrição : 14/07/2010
    Localização : TRT 14ª Reg.

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Exterminador em Qui 21 Jul 2016, 11:02 pm

    NOTÍCIAS
     
    10/06/2016 - Eduardo Barbosa apresenta projeto que possibilita servidores do Judiciário advogarem
    Eduardo Barbosa e membros do SITRAEMG no dia da apresentação do projeto.
    O deputado federal Eduardo Barbosa apresentou o Projeto de Lei nº 5526/2016 para modificar de incompatibilidade para impedimento o exercício da advocacia por servidores do Poder Judiciário contra a Fazenda Pública que os remunere.

    De acordo com o deputado, a incompatibilidade determinada pelo Estatuto da OAB imposta aos servidores do Judiciário restringe o exercício total da advocacia, o que vai contra os princípios da razoabilidade, da proporcionalidade e da isonomia.

    “O servidor do Judiciário Federal deve, sim, ser tratado de forma diferenciada, diante do óbvio acesso que tem ao conteúdo de processos, decisões judiciais e no próprio trato diário com os Juízes. Mas, não é razoável que se aplique restrição total a situações que podem ser separadas”, afirmou o deputado.

    Eduardo Barbosa explicou que um servidor da Justiça Federal não tem algum tipo de ligação, contato, vantagem, ou acesso diferenciado em processos que tramitam na Justiça do Trabalho; da mesma forma, um servidor da Justiça Estadual em relação a processos que tramitam na Justiça Federal; ainda, um servidor da Justiça do Trabalho quanto a processos que tramitam na Justiça Estadual; e mais, não há como um servidor da Justiça Eleitoral ter algum tipo ligação, contato, vantagem, ou acesso diferenciado em processos que tramitam na Justiça Estadual, Federal ou do Trabalho. “Essas observações nos levam a defender que a vedação seja parcial e não total”, afirmou.

    Esse projeto de lei é fruto de pleito do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal no Estado de Minas Gerais – SITRAEMG. Como foi apresentado essa semana, a Mesa Diretora da Câmara ainda não definiu quais as comissões irão analisar o PL.
    ego_jr
    ego_jr
    Novo Usuário

    Mensagens : 9
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 12/07/2016

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por ego_jr em Sex 22 Jul 2016, 5:39 pm

    Prospera???
    Estrategista
    Estrategista
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 88
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 29/07/2015

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Estrategista em Sex 22 Jul 2016, 6:30 pm

    Propor, qualquer parlamentar propõe; quero ver é sair do papel.
    Analista JE
    Analista JE
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 78
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 10/06/2015

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Analista JE em Dom 24 Jul 2016, 8:00 am

    Estrategista escreveu:Propor, qualquer parlamentar propõe; quero ver é sair do papel.

    Se a categoria for atrás temos chance sim.

    Agora, se ficarmos sentados, esperando, aí com certeza não virá.

    Quem não quiser ou não puder não advoga, mas quem puder, poderá ter uma mínima chance de ganhar um pouco mais, como já fazem os médicos, engenheiros, contadores, psicólogos, etc, TODOS TAMBÉM SERVIDORES QUE TRABALHAM AO NOSSO LADO NO DIA A DIA.
    Xiola
    Xiola
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 514
    Reputação : 69
    Data de inscrição : 18/12/2014

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Xiola em Seg 25 Jul 2016, 12:25 am

    Raciocínio lógico: se há médicos, dentistas e psicólogos analistas judiciários   - que saem do órgão direto pros consultórios  - nada mais justo que os juristas também reivindiquem ter um "segundo ganha pão".

    Mas, sinceramente, vocês acham que a OAB irá deixar esse projeto ser aprovado ?     Nunquinha mesmo ! Ha, ha, ha...
    Analista JE
    Analista JE
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 78
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 10/06/2015

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Analista JE em Seg 25 Jul 2016, 9:36 am

    Xiola escreveu:Raciocínio lógico: se há médicos, dentistas e psicólogos analistas judiciários   - que saem do órgão direto pros consultórios  - nada mais justo que os juristas também reivindiquem ter um "segundo ganha pão".

    Mas, sinceramente, vocês acham que a OAB irá deixar esse projeto ser aprovado ?     Nunquinha mesmo ! Ha, ha, ha...

    Raciocínio lógico: se os órgãos de classe desses profissionais os deixaram (gostando ou não) exercer a profissão fora do órgão, por que não a OAB?
    Exterminador
    Exterminador
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : OJAF
    Mensagens : 744
    Reputação : 13
    Data de inscrição : 14/07/2010
    Localização : TRT 14ª Reg.

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Exterminador em Seg 25 Jul 2016, 10:33 am

    Analista JE escreveu:
    Xiola escreveu:Raciocínio lógico: se há médicos, dentistas e psicólogos analistas judiciários   - que saem do órgão direto pros consultórios  - nada mais justo que os juristas também reivindiquem ter um "segundo ganha pão".

    Mas, sinceramente, vocês acham que a OAB irá deixar esse projeto ser aprovado ?     Nunquinha mesmo ! Ha, ha, ha...

    Raciocínio lógico: se os órgãos de classe desses profissionais os deixaram (gostando ou não) exercer a profissão fora do órgão, por que não a OAB?

    Temos um evidente excedente na advocacia, assim como um quase todas as carreiras de nível superior, decorrente da criação de cursos sem qualidade de fins de semana. São 2.000.000 de advogados. Os 100.000 ingressantes como o novo projeto não são 5% dos que já estão, e entrarão a maioria entre a elite desses 2.000.000. A arrecadação da OAB certamente aumentaria. E como entidade de classe, não é tão simples posicionar-se abertamente contra o ingresso de bacharéis em direito em seus quadros sem uma justificativa bem convincente. A capacidade de articulação nossa é muito maior do que a deles. Basta querer, e o PL é aprovar sem maiores resistências.
    Analista JE
    Analista JE
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 78
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 10/06/2015

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Analista JE em Seg 25 Jul 2016, 10:43 am

    Exterminador escreveu:
    Analista JE escreveu:
    Xiola escreveu:Raciocínio lógico: se há médicos, dentistas e psicólogos analistas judiciários   - que saem do órgão direto pros consultórios  - nada mais justo que os juristas também reivindiquem ter um "segundo ganha pão".

    Mas, sinceramente, vocês acham que a OAB irá deixar esse projeto ser aprovado ?     Nunquinha mesmo ! Ha, ha, ha...

    Raciocínio lógico: se os órgãos de classe desses profissionais os deixaram (gostando ou não) exercer a profissão fora do órgão, por que não a OAB?

    Temos um evidente excedente na advocacia, assim como um quase todas as carreiras de nível superior, decorrente da criação de cursos sem qualidade de fins de semana. São 2.000.000 de advogados. Os 100.000 ingressantes como o novo projeto não são 5% dos que já estão, e entrarão a maioria entre a elite desses 2.000.000. A arrecadação da OAB certamente aumentaria. E como entidade de classe, não é tão simples posicionar-se abertamente contra o ingresso de bacharéis em direito em seus quadros sem uma justificativa bem convincente. A capacidade de articulação nossa é muito maior do que a deles. Basta querer, e o PL é aprovar sem maiores resistências.

    Além disso, pelo que andei pesquisando, serão poucos os bacharéis do pju/mpu que tentarão advogar (acho que menos de 20 %). Ou seja, não afetará em nada o mercado


    Última edição por Analista JE em Seg 25 Jul 2016, 10:52 am, editado 1 vez(es)
    Analista JE
    Analista JE
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 78
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 10/06/2015

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Analista JE em Seg 25 Jul 2016, 10:44 am

    Exterminador escreveu:
    Analista JE escreveu:
    Xiola escreveu:Raciocínio lógico: se há médicos, dentistas e psicólogos analistas judiciários   - que saem do órgão direto pros consultórios  - nada mais justo que os juristas também reivindiquem ter um "segundo ganha pão".

    Mas, sinceramente, vocês acham que a OAB irá deixar esse projeto ser aprovado ?     Nunquinha mesmo ! Ha, ha, ha...

    Raciocínio lógico: se os órgãos de classe desses profissionais os deixaram (gostando ou não) exercer a profissão fora do órgão, por que não a OAB?

    Temos um evidente excedente na advocacia, assim como um quase todas as carreiras de nível superior, decorrente da criação de cursos sem qualidade de fins de semana. São 2.000.000 de advogados. Os 100.000 ingressantes como o novo projeto não são 5% dos que já estão, e entrarão a maioria entre a elite desses 2.000.000. A arrecadação da OAB certamente aumentaria. E como entidade de classe, não é tão simples posicionar-se abertamente contra o ingresso de bacharéis em direito em seus quadros sem uma justificativa bem convincente. A capacidade de articulação nossa é muito maior do que a deles. Basta querer, e o PL é aprovar sem maiores resistências.

    Xiola
    Xiola
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 514
    Reputação : 69
    Data de inscrição : 18/12/2014

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Xiola em Seg 25 Jul 2016, 2:29 pm

    Exterminador escreveu:
    Analista JE escreveu:
    Xiola escreveu:Raciocínio lógico: se há médicos, dentistas e psicólogos analistas judiciários   - que saem do órgão direto pros consultórios  - nada mais justo que os juristas também reivindiquem ter um "segundo ganha pão".

    Mas, sinceramente, vocês acham que a OAB irá deixar esse projeto ser aprovado ?     Nunquinha mesmo ! Ha, ha, ha...

    Raciocínio lógico: se os órgãos de classe desses profissionais os deixaram (gostando ou não) exercer a profissão fora do órgão, por que não a OAB?

    Temos um evidente excedente na advocacia, assim como um quase todas as carreiras de nível superior, decorrente da criação de cursos sem qualidade de fins de semana. São 2.000.000 de advogados. Os 100.000 ingressantes como o novo projeto não são 5% dos que já estão, e entrarão a maioria entre a elite desses 2.000.000. A arrecadação da OAB certamente aumentaria. E como entidade de classe, não é tão simples posicionar-se abertamente contra o ingresso de bacharéis em direito em seus quadros sem uma justificativa bem convincente. A capacidade de articulação nossa é muito maior do que a deles. Basta querer, e o PL é aprovar sem maiores resistências.


    Sou inscrito na OAB, desde o início da década de 90 (inscrição obviamente suspensa, desde que virei servidor).   Reserva de mercado : a OAB jamais, nunquinha, vai deixar que essa lei seja aprovada.     É a minha opinião pessoal.     Aguardemos, pois.    
           É igual ao pleito da redução da maioridade penal: 86% da população brasileira favorável(pesquisa da Folha de SP), mas a minoria que é contra - muitos dos quais vivem às custas do menor - sempre conseguem barrar a aprovação.
    leviramoscampos
    leviramoscampos
    Novo Usuário

    Mensagens : 15
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 12/09/2014

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por leviramoscampos em Sab 30 Jul 2016, 10:29 am

    Olá, colegas. Gostaria de saber sobre a possibilidade de nós, servidores da justiça, prestarmos consultoria jurídicapara empresas ou pessoas físicas? É prerrogativa exclusiva de advogado? Não vi nada no estatuto da OAB. Grato desde já
    Xiola
    Xiola
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 514
    Reputação : 69
    Data de inscrição : 18/12/2014

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Xiola em Sab 30 Jul 2016, 10:56 am

    leviramoscampos escreveu:Olá, colegas. Gostaria de saber sobre a possibilidade de nós, servidores da justiça, prestarmos consultoria jurídicapara empresas ou pessoas físicas? É prerrogativa exclusiva de advogado? Não vi nada no estatuto da OAB. Grato desde já

     Ora, mesmo sendo analista judiciário do PJU,  isso eu já faço há trinta anos !  Ontem mesmo, bati informalmente "as contas" (cálculos rescisórios trabalhistas) da empregada doméstica de um vizinho de prédio...  

    Mas, convenhamos: se pra quem assina petição e vai nas audiências já tá difícil de descolar uma grana, imagina pra quem apenas "presta consultoria"...
    JOVEM
    JOVEM
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Analista
    Mensagens : 147
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 09/07/2010

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por JOVEM em Sab 30 Jul 2016, 12:59 pm

    mais uma:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Analista JE
    Analista JE
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 78
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 10/06/2015

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Analista JE em Sab 30 Jul 2016, 1:09 pm

    Xiola escreveu:
    Exterminador escreveu:
    Analista JE escreveu:
    Xiola escreveu:Raciocínio lógico: se há médicos, dentistas e psicólogos analistas judiciários   - que saem do órgão direto pros consultórios  - nada mais justo que os juristas também reivindiquem ter um "segundo ganha pão".

    Mas, sinceramente, vocês acham que a OAB irá deixar esse projeto ser aprovado ?     Nunquinha mesmo ! Ha, ha, ha...

    Raciocínio lógico: se os órgãos de classe desses profissionais os deixaram (gostando ou não) exercer a profissão fora do órgão, por que não a OAB?

    Temos um evidente excedente na advocacia, assim como um quase todas as carreiras de nível superior, decorrente da criação de cursos sem qualidade de fins de semana. São 2.000.000 de advogados. Os 100.000 ingressantes como o novo projeto não são 5% dos que já estão, e entrarão a maioria entre a elite desses 2.000.000. A arrecadação da OAB certamente aumentaria. E como entidade de classe, não é tão simples posicionar-se abertamente contra o ingresso de bacharéis em direito em seus quadros sem uma justificativa bem convincente. A capacidade de articulação nossa é muito maior do que a deles. Basta querer, e o PL é aprovar sem maiores resistências.


    Sou inscrito na OAB, desde o início da década de 90 (inscrição obviamente suspensa, desde que virei servidor).   Reserva de mercado : a OAB jamais, nunquinha, vai deixar que essa lei seja aprovada.     É a minha opinião pessoal.     Aguardemos, pois.    
           É igual ao pleito da redução da maioridade penal: 86% da população brasileira favorável(pesquisa da Folha de SP), mas a minoria que é contra - muitos dos quais vivem às custas do menor - sempre conseguem barrar a aprovação.

    Não é bem assim.

    Os médicos são infinitamente mais fortes do que nós como categoria, tanto que por lei trabalham teoricamente a metade  (20 horas) e ganham a mesma coisa.

    Mesmo com essa força toda eles não conseguiram segurar o programa mais médicos.

    Com efeito, pelo que andei pesquisando, menos de 10% dos servidores do PJU tentarão de fato advogar.

    Assim, acho viável sim esse pleito, se superarmos dois problemas

    1) inércia dos que querem advogar.

    2) barrar a turma do contra (pasmem, servidores do próprio PJU), que fica só querendo jogar "me_rda no ventilador".

    Ou seja, acho que os piores inimigos são os próprios servidores do PJU.

    SE NÃO QUER AJUDAR NÃO ATRAPALHE!
    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1789
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por diegowfcp em Ter 02 Ago 2016, 11:22 am

    Analista JE escreveu:
    Xiola escreveu:
    Exterminador escreveu:
    Analista JE escreveu:

    Raciocínio lógico: se os órgãos de classe desses profissionais os deixaram (gostando ou não) exercer a profissão fora do órgão, por que não a OAB?

    Temos um evidente excedente na advocacia, assim como um quase todas as carreiras de nível superior, decorrente da criação de cursos sem qualidade de fins de semana. São 2.000.000 de advogados. Os 100.000 ingressantes como o novo projeto não são 5% dos que já estão, e entrarão a maioria entre a elite desses 2.000.000. A arrecadação da OAB certamente aumentaria. E como entidade de classe, não é tão simples posicionar-se abertamente contra o ingresso de bacharéis em direito em seus quadros sem uma justificativa bem convincente. A capacidade de articulação nossa é muito maior do que a deles. Basta querer, e o PL é aprovar sem maiores resistências.


    Sou inscrito na OAB, desde o início da década de 90 (inscrição obviamente suspensa, desde que virei servidor).   Reserva de mercado : a OAB jamais, nunquinha, vai deixar que essa lei seja aprovada.     É a minha opinião pessoal.     Aguardemos, pois.    
           É igual ao pleito da redução da maioridade penal: 86% da população brasileira favorável(pesquisa da Folha de SP), mas a minoria que é contra - muitos dos quais vivem às custas do menor - sempre conseguem barrar a aprovação.

    Não é bem assim.

    Os médicos são infinitamente mais fortes do que nós como categoria, tanto que por lei trabalham teoricamente a metade  (20 horas) e ganham a mesma coisa.

    Mesmo com essa força toda eles não conseguiram segurar o programa mais médicos.

    Com efeito, pelo que andei pesquisando,  menos de 10% dos servidores do PJU tentarão de fato advogar.

    Assim, acho viável sim esse pleito, se superarmos dois problemas

    1) inércia dos que querem advogar.

    2) barrar a turma do contra (pasmem, servidores do próprio PJU), que fica só querendo jogar "me_rda no ventilador".

    Ou seja, acho que os piores inimigos são os próprios servidores do PJU.

    SE NÃO QUER AJUDAR NÃO ATRAPALHE!


    Exatamente. E o problema de sermos menos de 10% é a fraqueza de um eventual movimento
    Peres
    Peres
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 222
    Reputação : 5
    Data de inscrição : 24/07/2012

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Peres em Ter 02 Ago 2016, 11:31 am

    Em alguns Estados procuradores do estado podem advogar. No legislativo, não tenho certeza, mas acho que podem advogar tb. Enfim, vários segmentos já tem esta autorização.Qual o problema de nós servidores (Judiciario e MPu) fazermos o mesmo....? Pior, muitos que nem lidam com processo, como exemplo servidores da segurança informática, etc, tb tem esse impedimento... na hora de fazer um concurso, esse impedimento não vale como atividade jurídica.......ora, se vc não pode advogar, sua atribuição deveria , NO MÍNIMO, valer com tempo de atividade jurídica.........isso resolveria alguns problemas, e aumentaria as chances de acesso a cargos melhores....
    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1789
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por diegowfcp em Ter 02 Ago 2016, 1:34 pm

    Peres escreveu:Em alguns Estados procuradores do estado podem advogar. No legislativo, não tenho certeza, mas acho que podem advogar tb. Enfim, vários segmentos já tem esta autorização.Qual o problema de nós servidores (Judiciario e MPu) fazermos o mesmo....? Pior, muitos que nem lidam com processo, como exemplo servidores da segurança informática, etc, tb tem esse impedimento... na hora de fazer um concurso, esse impedimento não vale como atividade jurídica.......ora, se vc não pode advogar, sua atribuição deveria , NO MÍNIMO, valer com tempo de  atividade jurídica.........isso resolveria alguns problemas, e aumentaria as chances de acesso a cargos melhores....

    O problema é que trabalhamos na JUSTIÇA, o que poderia facilitar tráfico de influência.

    Por isso que temos que bater na tecla das nossas possíveis incompatibilizações, que seriam, exatamente, advogar contra a fazenda que nos remunera ou no Tribunal em que trabalhamos.

    Para mim, sendo assim, não restaria mais motivo algum.
    alface
    alface
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 185
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 13/03/2015

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por alface em Ter 02 Ago 2016, 11:03 pm

    Analista JE escreveu:
    Xiola escreveu:
    Exterminador escreveu:
    Analista JE escreveu:

    Raciocínio lógico: se os órgãos de classe desses profissionais os deixaram (gostando ou não) exercer a profissão fora do órgão, por que não a OAB?

    Temos um evidente excedente na advocacia, assim como um quase todas as carreiras de nível superior, decorrente da criação de cursos sem qualidade de fins de semana. São 2.000.000 de advogados. Os 100.000 ingressantes como o novo projeto não são 5% dos que já estão, e entrarão a maioria entre a elite desses 2.000.000. A arrecadação da OAB certamente aumentaria. E como entidade de classe, não é tão simples posicionar-se abertamente contra o ingresso de bacharéis em direito em seus quadros sem uma justificativa bem convincente. A capacidade de articulação nossa é muito maior do que a deles. Basta querer, e o PL é aprovar sem maiores resistências.


    Sou inscrito na OAB, desde o início da década de 90 (inscrição obviamente suspensa, desde que virei servidor).   Reserva de mercado : a OAB jamais, nunquinha, vai deixar que essa lei seja aprovada.     É a minha opinião pessoal.     Aguardemos, pois.    
           É igual ao pleito da redução da maioridade penal: 86% da população brasileira favorável(pesquisa da Folha de SP), mas a minoria que é contra - muitos dos quais vivem às custas do menor - sempre conseguem barrar a aprovação.

    Não é bem assim.

    Os médicos são infinitamente mais fortes do que nós como categoria, tanto que por lei trabalham teoricamente a metade  (20 horas) e ganham a mesma coisa.

    Mesmo com essa força toda eles não conseguiram segurar o programa mais médicos.

    Com efeito, pelo que andei pesquisando,  menos de 10% dos servidores do PJU tentarão de fato advogar.

    Assim, acho viável sim esse pleito, se superarmos dois problemas

    1) inércia dos que querem advogar.

    2) barrar a turma do contra (pasmem, servidores do próprio PJU), que fica só querendo jogar "me_rda no ventilador".

    Ou seja, acho que os piores inimigos são os próprios servidores do PJU.

    SE NÃO QUER AJUDAR NÃO ATRAPALHE!

    SE NÃO QUER AJUDAR NÃO ATRAPALHE! 2
    alface
    alface
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 185
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 13/03/2015

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por alface em Ter 02 Ago 2016, 11:30 pm

    Xiola escreveu:
    leviramoscampos escreveu:Olá, colegas. Gostaria de saber sobre a possibilidade de nós, servidores da justiça, prestarmos consultoria jurídicapara empresas ou pessoas físicas? É prerrogativa exclusiva de advogado? Não vi nada no estatuto da OAB. Grato desde já

     Ora, mesmo sendo analista judiciário do PJU,  isso eu já faço há trinta anos !  Ontem mesmo, bati informalmente "as contas" (cálculos rescisórios trabalhistas) da empregada doméstica de um vizinho de prédio...  

    Mas, convenhamos: se pra quem assina petição e vai nas audiências já tá difícil de descolar uma grana, imagina pra quem apenas "presta consultoria"...

    mp
    QUEM NAO CHORA NÃO MAMA
    QUEM NAO CHORA NÃO MAMA
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 376
    Reputação : 14
    Data de inscrição : 20/03/2013

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por QUEM NAO CHORA NÃO MAMA em Qua 03 Ago 2016, 7:23 am

    pessoal, o caminho e brigar ao menos pela advocacia em causa propria. Aumentaria receita da OAB e não mexeria na reserva de mercado, pois quem quer advogar em causa propria ou faz sua petição para ajuizar no juizado ou se serve de amizade com algum advogado, que somente terá honorários em caso de sucesso. Claro que a anuidade tem que ser uns 30% do valor normal.
    avatar
    OJ_Leoqr
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 414
    Reputação : 5
    Data de inscrição : 19/08/2010

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por OJ_Leoqr em Qua 03 Ago 2016, 8:48 am

    leviramoscampos escreveu:Olá, colegas. Gostaria de saber sobre a possibilidade de nós, servidores da justiça, prestarmos consultoria jurídicapara empresas ou pessoas físicas? É prerrogativa exclusiva de advogado? Não vi nada no estatuto da OAB. Grato desde já

    Não sei se já te responderam

    LEI Nº 8.906, DE 4 DE JULHO DE 1994.

    Art. 1º São atividades privativas de advocacia:

    (...)

    II - as atividades de consultoria, assessoria e direção jurídicas.
    avatar
    OJ_Leoqr
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 414
    Reputação : 5
    Data de inscrição : 19/08/2010

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por OJ_Leoqr em Qua 03 Ago 2016, 8:50 am

    Analista JE escreveu:
    Xiola escreveu:
    Exterminador escreveu:
    Analista JE escreveu:

    Raciocínio lógico: se os órgãos de classe desses profissionais os deixaram (gostando ou não) exercer a profissão fora do órgão, por que não a OAB?

    Temos um evidente excedente na advocacia, assim como um quase todas as carreiras de nível superior, decorrente da criação de cursos sem qualidade de fins de semana. São 2.000.000 de advogados. Os 100.000 ingressantes como o novo projeto não são 5% dos que já estão, e entrarão a maioria entre a elite desses 2.000.000. A arrecadação da OAB certamente aumentaria. E como entidade de classe, não é tão simples posicionar-se abertamente contra o ingresso de bacharéis em direito em seus quadros sem uma justificativa bem convincente. A capacidade de articulação nossa é muito maior do que a deles. Basta querer, e o PL é aprovar sem maiores resistências.


    Sou inscrito na OAB, desde o início da década de 90 (inscrição obviamente suspensa, desde que virei servidor).   Reserva de mercado : a OAB jamais, nunquinha, vai deixar que essa lei seja aprovada.     É a minha opinião pessoal.     Aguardemos, pois.    
           É igual ao pleito da redução da maioridade penal: 86% da população brasileira favorável(pesquisa da Folha de SP), mas a minoria que é contra - muitos dos quais vivem às custas do menor - sempre conseguem barrar a aprovação.

    Não é bem assim.

    Os médicos são infinitamente mais fortes do que nós como categoria, tanto que por lei trabalham teoricamente a metade  (20 horas) e ganham a mesma coisa.

    Mesmo com essa força toda eles não conseguiram segurar o programa mais médicos.

    Com efeito, pelo que andei pesquisando,  menos de 10% dos servidores do PJU tentarão de fato advogar.

    Assim, acho viável sim esse pleito, se superarmos dois problemas

    1) inércia dos que querem advogar.

    2) barrar a turma do contra (pasmem, servidores do próprio PJU), que fica só querendo jogar "me_rda no ventilador".

    Ou seja, acho que os piores inimigos são os próprios servidores do PJU.

    SE NÃO QUER AJUDAR NÃO ATRAPALHE!

    "A arma que mata o sargento tem divisa no cano." (provérbio de caserna)
    avatar
    OJ_Leoqr
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 414
    Reputação : 5
    Data de inscrição : 19/08/2010

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por OJ_Leoqr em Qua 03 Ago 2016, 8:52 am

    diegowfcp escreveu:
    Peres escreveu:Em alguns Estados procuradores do estado podem advogar. No legislativo, não tenho certeza, mas acho que podem advogar tb. Enfim, vários segmentos já tem esta autorização.Qual o problema de nós servidores (Judiciario e MPu) fazermos o mesmo....? Pior, muitos que nem lidam com processo, como exemplo servidores da segurança informática, etc, tb tem esse impedimento... na hora de fazer um concurso, esse impedimento não vale como atividade jurídica.......ora, se vc não pode advogar, sua atribuição deveria , NO MÍNIMO, valer com tempo de  atividade jurídica.........isso resolveria alguns problemas, e aumentaria as chances de acesso a cargos melhores....

    O problema é que trabalhamos na JUSTIÇA, o que poderia facilitar tráfico de influência.

    Por isso que temos que bater na tecla das nossas possíveis incompatibilizações, que seriam, exatamente, advogar contra a fazenda que nos remunera ou no Tribunal em que trabalhamos.

    Para mim, sendo assim, não restaria mais motivo algum.

    É muito mais provável um advogado ser amigo do juiz do que o próprio servidor.
    zero dois
    zero dois
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 459
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 01/04/2011

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por zero dois em Qua 03 Ago 2016, 11:23 am

    Além do principal que é a liberação da advocacia, também pode ser buscado, alternativamente, liberar pelo menos a possibilidade de atuar como conciliador/mediador nos "centros judiciários de solução consensual de conflitos" (NCPC, arts. 165 e ss).





    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1789
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por diegowfcp em Qua 03 Ago 2016, 4:28 pm

    OJ_Leoqr escreveu:
    diegowfcp escreveu:
    Peres escreveu:Em alguns Estados procuradores do estado podem advogar. No legislativo, não tenho certeza, mas acho que podem advogar tb. Enfim, vários segmentos já tem esta autorização.Qual o problema de nós servidores (Judiciario e MPu) fazermos o mesmo....? Pior, muitos que nem lidam com processo, como exemplo servidores da segurança informática, etc, tb tem esse impedimento... na hora de fazer um concurso, esse impedimento não vale como atividade jurídica.......ora, se vc não pode advogar, sua atribuição deveria , NO MÍNIMO, valer com tempo de  atividade jurídica.........isso resolveria alguns problemas, e aumentaria as chances de acesso a cargos melhores....

    O problema é que trabalhamos na JUSTIÇA, o que poderia facilitar tráfico de influência.

    Por isso que temos que bater na tecla das nossas possíveis incompatibilizações, que seriam, exatamente, advogar contra a fazenda que nos remunera ou no Tribunal em que trabalhamos.

    Para mim, sendo assim, não restaria mais motivo algum.

    É muito mais provável um advogado ser amigo do juiz do que o próprio servidor.


    A questão não é so a amizade com o juiz, mas sim, com os outros servidores, que fariam os processos um dos outros correrem a toque de caixa. Não sejamos inocentes.

    Por uma questão etica, eu mesmo sou contra a advocacia no Tribunal ao qual o servidor é vinculado, mas em relação a outros juizos/tribunais, concordoque a proibição não se justifica
    .
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2951
    Reputação : 404
    Data de inscrição : 20/05/2015

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por josebarbos em Qua 03 Ago 2016, 4:48 pm

    diegowfcp escreveu:
    OJ_Leoqr escreveu:
    diegowfcp escreveu:
    Peres escreveu:Em alguns Estados procuradores do estado podem advogar. No legislativo, não tenho certeza, mas acho que podem advogar tb. Enfim, vários segmentos já tem esta autorização.Qual o problema de nós servidores (Judiciario e MPu) fazermos o mesmo....? Pior, muitos que nem lidam com processo, como exemplo servidores da segurança informática, etc, tb tem esse impedimento... na hora de fazer um concurso, esse impedimento não vale como atividade jurídica.......ora, se vc não pode advogar, sua atribuição deveria , NO MÍNIMO, valer com tempo de  atividade jurídica.........isso resolveria alguns problemas, e aumentaria as chances de acesso a cargos melhores....

    O problema é que trabalhamos na JUSTIÇA, o que poderia facilitar tráfico de influência.

    Por isso que temos que bater na tecla das nossas possíveis incompatibilizações, que seriam, exatamente, advogar contra a fazenda que nos remunera ou no Tribunal em que trabalhamos.

    Para mim, sendo assim, não restaria mais motivo algum.

    É muito mais provável um advogado ser amigo do juiz do que o próprio servidor.


    A questão não é so a amizade com o juiz, mas sim, com os outros servidores, que fariam os processos um dos outros correrem a toque de caixa. Não sejamos inocentes.

    Por uma questão etica, eu mesmo sou contra a advocacia no Tribunal ao qual o servidor é vinculado, mas em relação a outros juizos/tribunais, concordoque a proibição não se justifica
    .

    Na verdade, isto só demonstra como alguns controles não seriam efetivos. Fica claro que se alguns processos andarem muito mais rápido, vinculado a servidores, vai dar "BO".
    Vejo que, no mínimo, todos os outros semelhantes, independente de quem seja o advogado, deveriam seguir no mesmo ritmo e, no final das contas, em benefício de todos por um julgamento mais rápido.
    Xiola
    Xiola
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 514
    Reputação : 69
    Data de inscrição : 18/12/2014

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Xiola em Dom 28 Ago 2016, 7:49 pm

    Analista JE escreveu:
    Xiola escreveu:
    Exterminador escreveu:
    Analista JE escreveu:

    Raciocínio lógico: se os órgãos de classe desses profissionais os deixaram (gostando ou não) exercer a profissão fora do órgão, por que não a OAB?

    Temos um evidente excedente na advocacia, assim como um quase todas as carreiras de nível superior, decorrente da criação de cursos sem qualidade de fins de semana. São 2.000.000 de advogados. Os 100.000 ingressantes como o novo projeto não são 5% dos que já estão, e entrarão a maioria entre a elite desses 2.000.000. A arrecadação da OAB certamente aumentaria. E como entidade de classe, não é tão simples posicionar-se abertamente contra o ingresso de bacharéis em direito em seus quadros sem uma justificativa bem convincente. A capacidade de articulação nossa é muito maior do que a deles. Basta querer, e o PL é aprovar sem maiores resistências.



    Sou inscrito na OAB, desde o início da década de 90 (inscrição obviamente suspensa, desde que virei servidor).   Reserva de mercado : a OAB jamais, nunquinha, vai deixar que essa lei seja aprovada.     É a minha opinião pessoal.     Aguardemos, pois.    
           É igual ao pleito da redução da maioridade penal: 86% da população brasileira favorável(pesquisa da Folha de SP), mas a minoria que é contra - muitos dos quais vivem às custas do menor - sempre conseguem barrar a aprovação.

    Não é bem assim.

    Os médicos são infinitamente mais fortes do que nós como categoria, tanto que por lei trabalham teoricamente a metade  (20 horas) e ganham a mesma coisa.

    Mesmo com essa força toda eles não conseguiram segurar o programa mais médicos.

    Com efeito, pelo que andei pesquisando,  menos de 10% dos servidores do PJU tentarão de fato advogar.

    Assim, acho viável sim esse pleito, se superarmos dois problemas

    1) inércia dos que querem advogar.

    2) barrar a turma do contra (pasmem, servidores do próprio PJU), que fica só querendo jogar "me_rda no ventilador".

    Ou seja, acho que os piores inimigos são os próprios servidores do PJU.

    SE NÃO QUER AJUDAR NÃO ATRAPALHE!

    Eu não quero atrapalhar nada.     Só acho que servidores do PJU/MPU nunca vão poder advogar.   Gostaria de estar enganado colega, afinal, também tenho interesse em ganhar "um troquinho" a mais...
    Seria justa paridade com os analistas médicos do meu tribunal - os quais, diga-se de passagem, nos atendem indignamente, sem sequer nos olhar nos olhos, e já saem correndo pros seus consultórios particulares...
    AndreMPF
    AndreMPF
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 204
    Reputação : 36
    Data de inscrição : 11/03/2015

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por AndreMPF em Seg 29 Ago 2016, 5:16 pm

    josebarbos escreveu:
    diegowfcp escreveu:
    OJ_Leoqr escreveu:
    diegowfcp escreveu:

    O problema é que trabalhamos na JUSTIÇA, o que poderia facilitar tráfico de influência.

    Por isso que temos que bater na tecla das nossas possíveis incompatibilizações, que seriam, exatamente, advogar contra a fazenda que nos remunera ou no Tribunal em que trabalhamos.

    Para mim, sendo assim, não restaria mais motivo algum.

    É muito mais provável um advogado ser amigo do juiz do que o próprio servidor.


    A questão não é so a amizade com o juiz, mas sim, com os outros servidores, que fariam os processos um dos outros correrem a toque de caixa. Não sejamos inocentes.

    Por uma questão etica, eu mesmo sou contra a advocacia no Tribunal ao qual o servidor é vinculado, mas em relação a outros juizos/tribunais, concordoque a proibição não se justifica
    .

    Na verdade, isto só demonstra como alguns controles não seriam efetivos. Fica claro que se alguns processos andarem muito mais rápido, vinculado a servidores, vai dar "BO".
    Vejo que, no mínimo, todos os outros semelhantes, independente de quem seja o advogado, deveriam seguir no mesmo ritmo e, no final das contas, em benefício de todos por um julgamento mais rápido.

    E ai eu te pergunto: algum processo em que um servidor que seja parte andou mais rápido que outro? Pra mim essa conversa não passa de balela.
    avatar
    Lunático
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 549
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 13/08/2010

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Lunático em Seg 29 Ago 2016, 9:00 pm

    Isto implica enfrentar o lobby do Judiciário E o lobby da OAB.
    Taí uma boa forma de NUNCAconseguir fazer a sua pretensão virar lei.
    avatar
    HSO
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 110
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 06/07/2010

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por HSO em Ter 30 Ago 2016, 3:36 pm

    As pessoas desistem sem sequer tentar, por uma suposta força contrária insuperável.

    Quem, há um ano, diria que haveria impeachment?

    Obstáculos existem para serem superados.
    Hewlett
    Hewlett
    Novo Usuário

    Mensagens : 7
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 01/07/2015

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Hewlett em Seg 24 Out 2016, 3:41 pm

    O STJ mais uma vez julgou favorável aos servidores do MPU que já advogavam/estavam inscritos na OAB antes de 19.12.2006.

    Dessa vez, a decisão beneficiou os servidores do MPU no Espírito Santo.

    Segue link para consulta:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Conteúdo patrocinado

    PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU Empty Re: PL nº 5526/2016 - advocacia servidores PJU/MPU

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex 23 Ago 2019, 8:53 pm