PCS JÁ



    Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    jotajota
    jotajota
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 351
    Reputação : 68
    Data de inscrição : 17/03/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por jotajota em Ter 25 Abr 2017, 11:54 pm

    O STF não reconhece a expressão "direito adquirido"...
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6687
    Reputação : 291
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Galizezin em Qua 26 Abr 2017, 10:52 am

    darkshi escreveu:A reforma vai tirar a paridade dos que já estão aposentados, né?

    Nesse caso, a reforma prevê a devolução de dinheiro para aqueles que pagaram PSS sobre o teto salarial?


    _________________
    NO RACISM!
    jotajota
    jotajota
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 351
    Reputação : 68
    Data de inscrição : 17/03/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por jotajota em Qua 26 Abr 2017, 11:25 am

    ESTA reforma não vai mexer com quem já tá aposentado... Mas acabar com a paridade é fácil. É só criar alguma gratificação de "produtividade"... E tenho certeza de que o pessoal da ativa vai até aplaudir, porque a maioria não pensa muito no futuro, mesmo...
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Convidado em Qua 26 Abr 2017, 11:56 am

    jotajota escreveu:ESTA reforma não vai mexer com quem já tá aposentado... Mas acabar com a paridade é fácil. É só criar alguma gratificação de "produtividade"... E tenho certeza de que o pessoal da ativa vai até aplaudir, porque a maioria não pensa muito no futuro, mesmo...
    why
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Convidado em Qua 26 Abr 2017, 11:59 am

    Sigma escreveu:
    Jubilando escreveu:Vocês estão travando uma discussão inócua aqui.
    Nada do que estão sustentando será levado em conta, se não reagirem legitimamente e da forma adequada.
    Só o que tenho a dizer.
    PS: Também não sou sindicalista e nem massa de manobra.

    Eu concordo que a discussão é inóqua, principalmente no sentido de que a reforma vai vir e não há o que fazer.

    A discussão, a meu ver, é: o que fazer após a reforma?

    Eu, que entrei em 2005, teria 100% da média dos meus salários quando me aposentar aos 65 anos. E, se eu tivesse absoluta certeza que nada mudaria até 2045, manteria a forma de contribuição pra previdência.

    Mas não tenho essa certeza; ao contrário, duvido que isso se mantenha por mais 28 anos.

    Por isso cogito optar pela Funpresp, com contribuição de 8,5%. Mas aí eu uso o simulador dos caras (http://www.funprespjud.com.br/simuladorsimplificado/) e vejo que, em relação ao meu salário (líquido) atual, sem FC e descontando o auxílio refeição, perderia cerca de 10%.

    Óbvio que o desconto do "PSSS pelo teto + Funpresp" é um pouco menor que o desconto atual do PSSS, e a ideia seria investir essa diferença, mas ainda assim está muito, muito complicado de decidir.

    É Sigma, muitas dúvidas para todos, sejam antigões, novos, novíssimos...
    Precisamos ser muito criativos e inteligentes para tomarmos decisões das quais não nos arrependeremos mais adiante.
    Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, por aí.
    fairbanks
    fairbanks
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 169
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 24/11/2014

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por fairbanks em Qua 26 Abr 2017, 12:43 pm

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2366
    Reputação : 323
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por androsvilazza em Qua 26 Abr 2017, 1:11 pm

    jotajota escreveu:ESTA reforma não vai mexer com quem já tá aposentado... Mas acabar com a paridade é fácil. É só criar alguma gratificação de "produtividade"... E tenho certeza de que o pessoal da ativa vai até aplaudir, porque a maioria não pensa muito no futuro, mesmo...

    Há controvérsias. Vamos considerar uma gratificação de 1000 reais. Com reflexo previdenciário, ela custa ao órgão 1220 reais (22% de contribuição patronal), custo equivalente, portanto, a uma "gratificação de produtividade" de 1220. Para simplificar, comparemos  a GAJ (com reflexo previdenciário) e uma eventual GD (sem reflexo previdenciário), no meu caso, que tenho 32 anos e, conforme a reforma, teria de trabalhar mais 33 para aposentar:

    GAJ bruta = 1000; liquida de PSSS (11%) e IRPF = 645,25
    GD bruta = 1220; liquida de PSSS (0%) e IRPF = 884,50

    239,25 de diferença líquida mensal. Simulando um "investimento" simples, portanto, de 239,,25 a uma taxa conservadora de 0,5% real ao mês (SELIC ultimamente tem dado isso), ao fim de 396 meses (33 anos) eu teria 297 mil reais, que no mesmo investimento me renderiam cerca de 1500 reais mensais.

    Portanto, a depender do caso, mesmo quem "pensa no futuro" tenderia a preferir uma GD mais alta, que um aumento menor na GAJ, podendo levá-lo pra aposentadoria.

    No meu caso específico, então, não há nem dúvida: como estou limitado ao teto (por opção), sempre será preferível a gratificação de maior valor, independente de seu reflexo previdenciário...
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2950
    Reputação : 404
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por josebarbos em Qua 26 Abr 2017, 2:18 pm

    androsvilazza escreveu:
    jotajota escreveu:ESTA reforma não vai mexer com quem já tá aposentado... Mas acabar com a paridade é fácil. É só criar alguma gratificação de "produtividade"... E tenho certeza de que o pessoal da ativa vai até aplaudir, porque a maioria não pensa muito no futuro, mesmo...

    Há controvérsias. Vamos considerar uma gratificação de 1000 reais. Com reflexo previdenciário, ela custa ao órgão 1220 reais (22% de contribuição patronal), custo equivalente, portanto, a uma "gratificação de produtividade" de 1220. Para simplificar, comparemos  a GAJ (com reflexo previdenciário) e uma eventual GD (sem reflexo previdenciário), no meu caso, que tenho 32 anos e, conforme a reforma, teria de trabalhar mais 33 para aposentar:

    GAJ bruta = 1000; liquida de PSSS (11%) e IRPF = 645,25
    GD bruta = 1220; liquida de PSSS (0%) e IRPF = 884,50

    239,25 de diferença líquida mensal. Simulando um "investimento" simples, portanto, de 239,,25 a uma taxa conservadora de 0,5% real ao mês (SELIC ultimamente tem dado isso), ao fim de 396 meses (33 anos) eu teria 297 mil reais, que no mesmo investimento me renderiam cerca de 1500 reais mensais.

    Portanto, a depender do caso, mesmo quem "pensa no futuro" tenderia a preferir uma GD mais alta, que um aumento menor na GAJ, podendo levá-lo pra aposentadoria.

    No meu caso específico, então, não há nem dúvida: como estou limitado ao teto (por opção), sempre será preferível a gratificação de maior valor, independente de seu reflexo previdenciário...

    Só uma questão. 0,5% a.m. de ganho real não é nada conservador. Trabalhe com a metade disto.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8695
    Reputação : 245
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por darkshi em Qua 26 Abr 2017, 4:52 pm

    Com a reforma da previdencia GD é quase certeza.
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2950
    Reputação : 404
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por josebarbos em Qua 26 Abr 2017, 5:36 pm

    darkshi escreveu:Com a reforma da previdencia GD é quase certeza.

    Não apenas GD, como uma GD que absorva incorporações. Caso o próximo governo mantenha o teto constitucional, a partir de 2020 não vai ter grana nem para custeio, que o diga para dar aumento...
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8695
    Reputação : 245
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por darkshi em Qua 26 Abr 2017, 6:09 pm

    josebarbos escreveu:
    darkshi escreveu:Com a reforma da previdencia GD é quase certeza.

    Não apenas GD, como uma GD que absorva incorporações. Caso o próximo governo mantenha o teto constitucional, a partir de 2020 não vai ter grana nem para custeio, que o diga para dar aumento...

    Por isto que eu digo quem não revolucionar a carreira será arrochado eternamente.

    ps: Para meu amigos AJ do coração. NÃO TO FALANDO DE NS E NEM DE TRANSPOSIÇÃO DE TABELA.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6687
    Reputação : 291
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Galizezin em Qua 26 Abr 2017, 6:35 pm

    darkshi escreveu:Com a reforma da previdencia GD é quase certeza.

    Traduzindo: a maioria vai morrer trabalhando até os 75 anos. E chegará o tempo em que o pessoal da ativa vai implorar para que o governo aumente a idade da aposentadoria compulsória - pra não ter que se submeter a 1 salário mínimo.


    _________________
    NO RACISM!
    Chuck Coleman
    Chuck Coleman
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1159
    Reputação : 103
    Data de inscrição : 16/04/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Chuck Coleman em Qua 26 Abr 2017, 7:02 pm

    É só investir e pedir exoneração antes. Pronto!
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8695
    Reputação : 245
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por darkshi em Qua 26 Abr 2017, 7:14 pm

    Galizezin escreveu:
    darkshi escreveu:Com a reforma da previdencia GD é quase certeza.

    Traduzindo: a maioria vai morrer trabalhando até os 75 anos. E chegará o tempo em que o pessoal da ativa vai implorar para que o governo aumente a idade da aposentadoria compulsória - pra não ter que se submeter a 1 salário mínimo.

    Não.
    O que vai acontecer é que teremos que imitar os estadunidences.
    Aposentadoria é responsabilidade pessoal e deve ser planejada desde o primeiro dia de trabalho. O governo irá garantir um minimo para sobrevivencia das pessoas. Mas o grosso virá dos investimentos realizados durante a vida.



    ps: o lado bom é que com o devido planejamento vc pode aposentar com 40 anos de idade.
    subsidioja_
    subsidioja_
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2490
    Reputação : 329
    Data de inscrição : 05/04/2011

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por subsidioja_ em Qua 26 Abr 2017, 7:23 pm

    androsvilazza escreveu:
    jotajota escreveu:ESTA reforma não vai mexer com quem já tá aposentado... Mas acabar com a paridade é fácil. É só criar alguma gratificação de "produtividade"... E tenho certeza de que o pessoal da ativa vai até aplaudir, porque a maioria não pensa muito no futuro, mesmo...

    Há controvérsias. Vamos considerar uma gratificação de 1000 reais. Com reflexo previdenciário, ela custa ao órgão 1220 reais (22% de contribuição patronal), custo equivalente, portanto, a uma "gratificação de produtividade" de 1220. Para simplificar, comparemos  a GAJ (com reflexo previdenciário) e uma eventual GD (sem reflexo previdenciário), no meu caso, que tenho 32 anos e, conforme a reforma, teria de trabalhar mais 33 para aposentar:

    GAJ bruta = 1000; liquida de PSSS (11%) e IRPF = 645,25
    GD bruta = 1220; liquida de PSSS (0%) e IRPF = 884,50

    239,25 de diferença líquida mensal. Simulando um "investimento" simples, portanto, de 239,,25 a uma taxa conservadora de 0,5% real ao mês (SELIC ultimamente tem dado isso), ao fim de 396 meses (33 anos) eu teria 297 mil reais, que no mesmo investimento me renderiam cerca de 1500 reais mensais.

    Portanto, a depender do caso, mesmo quem "pensa no futuro" tenderia a preferir uma GD mais alta, que um aumento menor na GAJ, podendo levá-lo pra aposentadoria.

    No meu caso específico, então, não há nem dúvida: como estou limitado ao teto (por opção), sempre será preferível a gratificação de maior valor, independente de seu reflexo previdenciário...

    Show de bola!
    Exatamente isso.

    Pena que poucos têm essa visão mais ampliada.
    avatar
    Leovini
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 395
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 21/03/2014

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Leovini em Qua 26 Abr 2017, 8:23 pm

    Quando faço calculos de investimento, visando complementar a aposentadoria, considero uma taxa real e liquida de 0,3% ao mes.
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2366
    Reputação : 323
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por androsvilazza em Qua 26 Abr 2017, 8:38 pm

    Leovini escreveu:Quando faço calculos de investimento, visando complementar a aposentadoria, considero uma taxa real e liquida de 0,3% ao mes.

    Ótimo! Observações válidas, tanto do José Barbosa, quanto a sua... Realmente as taxas de retorno tendem a ser menores do que os 0,5% reais, caso o foco seja em segurança (que é o caso de investimentos para aposentadoria). Eu teria que refazer os cálculos que coloquei ali em cima, talvez em um nível de complexidade maior (considerando, por exemplo, dedução caso o direcionamento seja para previdência complementar, etc).

    Mas o ponto central era: para muitos servidores, mesmo os que se planejam, e em especial para os que estão limitados ao teto, é muito mais vantajoso o percebimento de valores maiores, no presente, do que a mera expectativa de uma aposentadoria oficial um pouco maior. E isto, ainda, presumindo, e esperando, que não sobrevenham novas reformas, que endureçam, ou reduzam, tais expectativas de direitos.
    avatar
    jornalista
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1467
    Reputação : 41
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por jornalista em Qui 27 Abr 2017, 7:26 am

    Há o caso de uma advogada americana que se aposentou com cerca de 30 anos e viaja pelo mundo de férias. Agora faz sentido.
    herval
    herval
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : técnico
    Mensagens : 458
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 09/07/2010

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por herval em Qui 27 Abr 2017, 9:48 am

    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:
    darkshi escreveu:Com a reforma da previdencia GD é quase certeza.

    Traduzindo: a maioria vai morrer trabalhando até os 75 anos. E chegará o tempo em que o pessoal da ativa vai implorar para que o governo aumente a idade da aposentadoria compulsória - pra não ter que se submeter a 1 salário mínimo.

    Não.
    O que vai acontecer é que teremos que imitar os estadunidences.
    Aposentadoria é responsabilidade pessoal e deve ser planejada desde o primeiro dia de trabalho. O governo irá garantir um minimo para sobrevivencia das pessoas. Mas o grosso virá dos investimentos realizados durante a vida.



    ps: o lado bom é que com o devido planejamento vc pode aposentar com 40 anos de idade.


    KKKKK ISSO É UTOPIA..... investimentos no Brasil só remunera BEM quem já é rico e não tem o contracheque como fonte principal de renda e não mexe no rendimento e olhe lá. pois as taxas administrativas e tributos comem bem o rendimento.
    não é por isso que quem se corrompe coloca dinheiro na cueca e meias e envia pra suiça??? esses sabem investir bem a grana
    cola neles.... todo seus rendimento envia para suiça ... risos. lá rende.

    essa utopia toda desmonta com qualquer crise financeira, aumentos dos planos de saude, gastos com locomoção, aumento de tributos e taxas....
    isso somente seria razoavel se com arrecadação tributaria que temos o estado oferecesse saude , educação, segurança e locomolação de qualidade para diminuir o gasto privado do cidadão
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2366
    Reputação : 323
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por androsvilazza em Qui 27 Abr 2017, 9:58 am

    Assisti à votação da reforma trabalhista, ontem. Pelo que vi (aliás, estava bem claro), o governo não tem, ainda, os votos suficientes para aprovação da reforma da previdência. Podemos esperar por mais concessões sobre o projeto original, para que consigam os votos que faltam. O governo diz que o texto atual, já negociado, respeita o original em 75%; devem reduzir a uns 50% para agradar aos dissidentes. Portanto, a reforma será bem mais "suave" do que esperavam, e a tal "greve geral"deve ajudar a ditar o tom da negociação.
    Chuck Coleman
    Chuck Coleman
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1159
    Reputação : 103
    Data de inscrição : 16/04/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Chuck Coleman em Qui 27 Abr 2017, 10:18 am

    Suave hoje. Brutal amanhã. Aguardem!
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1271
    Reputação : 137
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por euvoltei em Qui 27 Abr 2017, 10:22 am

    androsvilazza escreveu:Assisti à votação da reforma trabalhista, ontem. Pelo que vi (aliás, estava bem claro), o governo não tem, ainda, os votos suficientes para aprovação da reforma da previdência. Podemos esperar por mais concessões sobre o projeto original, para que consigam os votos que faltam. O governo diz que o texto atual, já negociado, respeita o original em 75%; devem reduzir a uns 50% para agradar aos dissidentes. Portanto, a reforma será bem mais "suave" do que esperavam, e a tal "greve geral"deve ajudar a ditar o tom da negociação.


    A conta vai chegar.. concessões maiores, conta maior.....
    Quem vai pagar??

    Sinceramente, não sei...
    Pitacos?

    - Arrocho maior nas próximas reformas,
    - Inflação,
    - Derrubara de direitos, tidos como certos (como o reajuste das aposentadorias, por determinado índice, podendo o governo vincular a outro menor),
    - Imposição/majoração de alíquota previdenciária para aposentados/pensionistas
    - salário dos servidores públicos

    Mais pitacos???

    Veja os casos do lugares que já faliram, (RJ, RS)....lá o "futuro caótico" já chegou


    Minha opinião:
    Problema real é que só são eleitos os políticos que mais prometem benefícios, e não os que prometem o racional/possível e explicam as limitações... então, ele se preocupa só em cumprir suas promessas, se sentir o salvador da pátria, sem se preocupar sobre quem vai pagar a conta no futuro.....
    E a conta futura?? Ele deixa para o político do futuro se desgastar, reformar, avaliar, cortar direitos.....etc.. por hoje, ele só quer garantir sua reeleição..
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2366
    Reputação : 323
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por androsvilazza em Qui 27 Abr 2017, 12:50 pm

    Brasil, um país de todos - menos a classe média.

    Pras "zelites", tanto faz, lucram enormidades com as distorções do nosso país, com os juros altíssimos, os preços absurdos, com a especulação, etc.

    Pros "pobres", é uma maravilha: os políticos sempre prometem o paraíso, tudo é direito adquirido, tudo "o Estado proverá". Basta não fazer nada, alegar hipossuficiência, e voilá! O "governo" lhe garante tudo e mais um pouco, de péssima qualidade, mas enfim, é "de graça", tá ótimo!

    Já a classe média, bem, a classe média sofre com as condições nefastas que beneficiam as "elites", e sofrem na mão do governo que, afinal, tem de tirar de algum lugar pra prover a "quem precisa". Talvez isso explique por que só a classe média sonha em sair do país...
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Convidado em Qui 27 Abr 2017, 1:50 pm

    Aqui no fórum também é assim, pelo que percebo.
    Maioria tem grana sobrando para investir, aplicar, planejar futuro, todos são lindos e jovens.
    Ou seja, perfeição, se preocupar com a reforma pra que, afinal, não é mesmo?
    Mas um dia o diabo manda a conta para todos. Ah, manda.
    Brandfield
    Brandfield
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 213
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 24/11/2016

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Brandfield em Qui 27 Abr 2017, 2:11 pm

    androsvilazza escreveu:Brasil, um país de todos - menos a classe média.

    Pras "zelites", tanto faz, lucram enormidades com as distorções do nosso país, com os juros altíssimos, os preços absurdos, com a especulação, etc.

    Pros "pobres", é uma maravilha: os políticos sempre prometem o paraíso, tudo é direito adquirido, tudo "o Estado proverá". Basta não fazer nada, alegar hipossuficiência, e voilá! O "governo" lhe garante tudo e mais um pouco, de péssima qualidade, mas enfim, é "de graça", tá ótimo!

    Já a classe média, bem, a classe média sofre com as condições nefastas que beneficiam as "elites", e sofrem na mão do governo que, afinal, tem de tirar de algum lugar pra prover a "quem precisa". Talvez isso explique por que só a classe média sonha em sair do país...

    Com certeza o beneficiamento das "elites" é mais nefasto do que as políticas sociais. A diferença é que estas beneficiam uma parcela muito mais significativa e que, proporcionalmente, ganham o mínimo do que idealmente deveria ser.

    Já as "elites", abocanham a maior parte proporcional, para um número bem menor de beneficiados e eles creem que é por mérito (KKKKKKKKKK).

    E a classe média falida acredita que de fato as coisas assim devem ser: política social inclusiva para se ter o mínimo (coisa de malandro). Especulador ganhando horrores com juros (mérito e honradez).

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2366
    Reputação : 323
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por androsvilazza em Qui 27 Abr 2017, 4:58 pm

    Jubilando escreveu:Aqui no fórum também é assim, pelo que percebo.
    Maioria tem grana sobrando para investir, aplicar, planejar futuro, todos são lindos e jovens.
    Ou seja, perfeição, se preocupar com a reforma pra que, afinal, não é mesmo?
    Mas um dia o diabo manda a conta para todos. Ah, manda.

    Muito pelo contrário, a maioria tem pouco, e o pouco que "sobra", poupa. Ou talvez nem isso.

    Falando por mim, especificamente, o que vc chama de "falta d preocupação", eu qualifico como resignação diante do inevitável. A meu ver, a manutenção do status quo, com todos os atuais "direitos adquiridos", seria até possível, mas viria às custas de 1. Antecipação da próxima "reforma"; 2. Aumento de carga tributária; 3. Precarização dos poucos serviços públicos efetivamente oferecidos; 4. Penalização dos próximos a comporem a base da pirâmide.
    Lógico que temos os adeptos do "importa o meu, o resto que se vire", é uma visão válida, e muito comum no nosso país.

    Mas não é a minha visão. Por isso, estou desde há muito tempo trabalhando na "contenção d danos", quer pela composição d uma poupança pessoal, por menor que seja, quer pela mudança de mentalidade quanto às minhas expectativas em relação ao governo, e o que ele pode/deve me prover.
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2366
    Reputação : 323
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por androsvilazza em Qui 27 Abr 2017, 5:05 pm

    Brandfield escreveu:
    androsvilazza escreveu:Brasil, um país de todos - menos a classe média.

    Pras "zelites", tanto faz, lucram enormidades com as distorções do nosso país, com os juros altíssimos, os preços absurdos, com a especulação, etc.

    Pros "pobres", é uma maravilha: os políticos sempre prometem o paraíso, tudo é direito adquirido, tudo "o Estado proverá". Basta não fazer nada, alegar hipossuficiência, e voilá! O "governo" lhe garante tudo e mais um pouco, de péssima qualidade, mas enfim, é "de graça", tá ótimo!

    Já a classe média, bem, a classe média sofre com as condições nefastas que beneficiam as "elites", e sofrem na mão do governo que, afinal, tem de tirar de algum lugar pra prover a "quem precisa". Talvez isso explique por que só a classe média sonha em sair do país...

    Com certeza o beneficiamento das "elites" é mais nefasto do que as políticas sociais. A diferença é que estas beneficiam uma parcela muito mais significativa e que, proporcionalmente, ganham o mínimo do que idealmente deveria ser.

    Já as "elites", abocanham a maior parte proporcional, para um número bem menor de beneficiados e eles creem que é por mérito (KKKKKKKKKK).

    E a classe média falida acredita que de fato as coisas assim devem ser: política social inclusiva para se ter o mínimo (coisa de malandro). Especulador ganhando horrores com juros (mérito e honradez).

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Obviamente, concordo com a premissa d que o privilégio às elites é mais nefasto do que o privilégio aos pobres. E se as elites são tão privilegiadas no Brasil, também o são por sucessivas ações/omissões do governo, o mesmo governo que promete tudo aos pobres.

    Mas isso não muda, nem se contrapõe, à constatação de que somos nós, classe média (você incluso), a pagar ambas as contas.
    Brandfield
    Brandfield
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 213
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 24/11/2016

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Brandfield em Qui 27 Abr 2017, 5:37 pm

    androsvilazza escreveu:
    Brandfield escreveu:
    androsvilazza escreveu:Brasil, um país de todos - menos a classe média.

    Pras "zelites", tanto faz, lucram enormidades com as distorções do nosso país, com os juros altíssimos, os preços absurdos, com a especulação, etc.

    Pros "pobres", é uma maravilha: os políticos sempre prometem o paraíso, tudo é direito adquirido, tudo "o Estado proverá". Basta não fazer nada, alegar hipossuficiência, e voilá! O "governo" lhe garante tudo e mais um pouco, de péssima qualidade, mas enfim, é "de graça", tá ótimo!

    Já a classe média, bem, a classe média sofre com as condições nefastas que beneficiam as "elites", e sofrem na mão do governo que, afinal, tem de tirar de algum lugar pra prover a "quem precisa". Talvez isso explique por que só a classe média sonha em sair do país...

    Com certeza o beneficiamento das "elites" é mais nefasto do que as políticas sociais. A diferença é que estas beneficiam uma parcela muito mais significativa e que, proporcionalmente, ganham o mínimo do que idealmente deveria ser.

    Já as "elites", abocanham a maior parte proporcional, para um número bem menor de beneficiados e eles creem que é por mérito (KKKKKKKKKK).

    E a classe média falida acredita que de fato as coisas assim devem ser: política social inclusiva para se ter o mínimo (coisa de malandro). Especulador ganhando horrores com juros (mérito e honradez).

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Obviamente, concordo com a premissa d que o privilégio às elites é mais nefasto do que o privilégio aos pobres. E se as elites são tão privilegiadas no Brasil, também o são por sucessivas ações/omissões do governo, o mesmo governo que promete tudo aos pobres.

    Mas isso não muda, nem se contrapõe, à constatação de que somos nós, classe média (você incluso), a pagar ambas as contas.

    Sim, pagamos com gosto: IR, + Previdência, +juros do consignado + juros ------ hehe
    brunomartins
    brunomartins
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 42
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 16/06/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por brunomartins em Qui 27 Abr 2017, 7:05 pm


    Sim, mas a classe média merece!

    Quando não defende a bandeira dos pobres (mais saúde e educação por exemplo)...

    Defende a dos ricos, pessoal contra a reforma agrária (sem ter nem uma horta e duas galinhas) como estado mínimo (o que é muito interessante de ouvir quando vem de pessoa que tem no serviço público o seu ganha pão), ou então defende que o governo precisa reduzir gastos, reduzir impostos para ter condições de investir (emprestando a taxas subsidiadas a grandes empresas ou através de grandes obras com estas empreiteiras que estão todos os dias no jornal nacional), reduzir impostos (para que pagar bem o funcionalismo? vamos trazer crescimento = lucro para as empresas).

    Enfim, merece pagar a conta, porque não defende os seus interesse, parte defende os dos ricos e parte os dos pobres.

    Nem contra a não correção da tabela do imposto de renda a classe média reage...
    avatar
    jornalista
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1467
    Reputação : 41
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por jornalista em Qui 27 Abr 2017, 8:31 pm

    brunomartins escreveu:
    Sim, mas a classe média merece!

    Quando não defende a bandeira dos pobres (mais saúde e educação por exemplo)...

    Defende a dos ricos, pessoal contra a reforma agrária (sem ter nem uma horta e duas galinhas) como estado mínimo (o que é muito interessante de ouvir quando vem de pessoa que tem no serviço público o seu ganha pão), ou então defende que o governo precisa reduzir gastos, reduzir impostos para ter condições de investir (emprestando a taxas subsidiadas a grandes empresas ou através de grandes obras com estas empreiteiras que estão todos os dias no jornal nacional), reduzir impostos (para que pagar bem o funcionalismo? vamos trazer crescimento = lucro para as empresas).

    Enfim, merece pagar a conta, porque não defende os seus interesse, parte defende os dos ricos e parte os dos pobres.

    Nem contra a não correção da tabela do imposto de renda a classe média reage...
    Só temos que separar as coisas. Nem todo servidor público é classe média, vide professores estaduais e municipais. E também não é por ser servidor, que eu tenho que olhar para o meu próprio umbigo. Há um país lá fora da repartição. Eu defendo o Estado mínimo, mas eu falo de bancos, petrolífera, correios e outras estatais. Na administração direta, o número excessivo de ministérios; no PJu, o número excessivo de varas (há varas com poucos processos e outras criadas politicamente). Então o Estado mínimo tem um limite. Sobre o imposto de renda, não somos nós quem vamos resolver. Existe algum político interessado na correção? Qual o nome para que possamos votar nele? A classe média "chauí" não vai resolver os problemas do país, até pq quem decide as eleições são os menos favorecidos, que são a maioria, e não os "falidos".
    brunomartins
    brunomartins
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 42
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 16/06/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por brunomartins em Qui 27 Abr 2017, 9:03 pm

    Esse é o problema a classe média ou é chaui ou é Itau.
    A bancada ruralista é a maior que existe e o povão não tem fazenda.
    A bancada das construtoras é também gigantesca, a evangélica é importante também, agora do funcionalismo coitada é menor do que a do futebol e somos em muitos, se juntar às famílias então nem se fala.
    Quem decide as eleições é a elite e não o povão (como está ficando bem claro com a lava jato).
    Agora a classe média não elege ninguém.
    Funcionalismo não elege nem deputado, porque vota no candidato da elite ou se compadece com as causas do povão e enquanto isso vamos sendo dizimados...
    Mas não é só aqui isso é fenômeno mundial
    Xiola
    Xiola
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 514
    Reputação : 69
    Data de inscrição : 18/12/2014

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Xiola em Sex 28 Abr 2017, 9:35 am

    Hoje, paralisação geral contra essa terrível Reforma da Previdência - sexta-feira, 28 de abril, TST  bastante vazio (apesar do "expediente normal").

      Ao ser indagado sobre o assunto: "Ministro Ives, não temos carro: se não funciona ônibus nem metrô, como nós viremos trabalhar ?"

      Ao responder, o Presidente do TST deve ter se inspirado em Maria Antonieta : "S’ils n’ont plus de pain, qu’ils mangent de la brioche" ("Se não têm pão, que comam brioches”).  

      Se não tem como vir trabalhar, então que venham de helicóptero...
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1271
    Reputação : 137
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por euvoltei em Sex 28 Abr 2017, 11:41 am

    Não há essa dicotomia, candidato de rico vs candidato de pobre... Não acho a riqueza honesta um crime...

    Na verdade.. os discursos dos políticos não se confirmam na realidade.... As pessoas não acompanham, ou não entendem muito bem o que acompanham... analisam tudo de uma forma rasteira e assim votam... Então, vota no cara rico, mas que tá usando um chinelo e visitando um mercado público e dizendo que é povo...(apesar de ser milionário, ter motorista, etc, etc,)

    Mas o pior não é isso... O pior é a debilidade moral do povo... Há casos de roubo, claros, evidentes, que passam em todos canais, filmados, provados, etc... e o povo vai lá e vota no ladrão!

    Até um analfabeto sabe o que é roubar... Mas ele mesmo sabendo disso, vai lá e vota, pq acha que é melhor para ele, mesmo roubando, ele acha que aquele político vai ajudá-lo.
    E contornar isso, sinceramente, não vejo saída fácil...

    Como melhor a política, se o povo aceitar e vota em ladrões/homicidas/pedófilos???
    cicero_pb
    cicero_pb
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1962
    Reputação : 163
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por cicero_pb em Sex 28 Abr 2017, 11:56 am

    É um bom questionamento, euvoltei.

    Tenho cá minhas teorias. Mas, no caso, não li em nenhum lugar. São só conjecturas. Então declinarei.

    Mas alguma coisa é possível fazer para tentar melhorar a nitidez dessas incoerências.

    Por exemplo, sendo a sociedade medíocre, na média - e isso ocorre em praticamente todas as nações, a democracia IMPLICA, no longo prazo, em sociedades cada vez piores, fisiológicas, decadentes. Simplesmente pela razão que cada pessoa, um voto, dá força à mediocridade.

    Outro forma de pensar é que NÃO é incoerência.

    Sempre recordo dum debate com meus vizinhos. Éramos representantes de seis famílias. E eu falando do absurdo do presidente ter nomeado sua filha para ser sua assessora (CJ-4). A opinião dos outros 5 foram a mesma: "Se fosse eu, faria a mesma coisa".

    Tem também a teoria das janelas quebradas. Muito interessante. Por isso fico tão puto com quem joga lixo fora do carro. É sua consequência.

    Mas o mais importante é, em nossa realidade, separar "direitos" de "obrigações". Deveria todo direito vir "casado" com uma obrigação. Isso já é opinião personalíssima. Ou seja, nada de livro "di grátis" para o colégio público. Que se cobrasse 10,00, por exemplo. Exemplificadamente.

    Ou, de outra forma - e agora tentando melhorar a nitidez: o sujeito vota no ladrão porque no fundo, se estivesse na mesma situação, também roubaria...


    Última edição por cicero_pb em Sex 28 Abr 2017, 11:57 am, editado 1 vez(es)
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6687
    Reputação : 291
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Galizezin em Sex 28 Abr 2017, 11:57 am

    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:
    darkshi escreveu:Com a reforma da previdencia GD é quase certeza.

    Traduzindo: a maioria vai morrer trabalhando até os 75 anos. E chegará o tempo em que o pessoal da ativa vai implorar para que o governo aumente a idade da aposentadoria compulsória - pra não ter que se submeter a 1 salário mínimo.

    Não.
    O que vai acontecer é que teremos que imitar os estadunidences.
    Aposentadoria é responsabilidade pessoal e deve ser planejada desde o primeiro dia de trabalho. O governo irá garantir um minimo para sobrevivencia das pessoas. Mas o grosso virá dos investimentos realizados durante a vida.



    ps: o lado bom é que com o devido planejamento vc pode aposentar com 40 anos de idade.

    Imitar os americanos? Cara, conheço gente que mora lá e diz que americano em geral não economiza nada, não pensa no futuro. É só o hoje.


    _________________
    NO RACISM!
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6687
    Reputação : 291
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Galizezin em Sex 28 Abr 2017, 11:59 am

    Temer se aposentou aos 55 anos e Meireles aos 57.


    _________________
    NO RACISM!
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2950
    Reputação : 404
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por josebarbos em Sex 28 Abr 2017, 1:32 pm

    cicero_pb escreveu:É um bom questionamento, euvoltei.

    Tenho cá minhas teorias. Mas, no caso, não li em nenhum lugar. São só conjecturas. Então declinarei.

    Mas alguma coisa é possível fazer para tentar melhorar a nitidez dessas incoerências.

    Por exemplo, sendo a sociedade medíocre, na média - e isso ocorre em praticamente todas as nações, a democracia IMPLICA, no longo prazo, em sociedades cada vez piores, fisiológicas, decadentes. Simplesmente pela razão que cada pessoa, um voto, dá força à mediocridade.

    Outro forma de pensar é que NÃO é incoerência.

    Sempre recordo dum debate com meus vizinhos. Éramos representantes de seis famílias. E eu falando do absurdo do presidente ter nomeado sua filha para ser sua assessora (CJ-4). A opinião dos outros 5 foram a mesma: "Se fosse eu, faria a mesma coisa".

    Tem também a teoria das janelas quebradas. Muito interessante. Por isso fico tão puto com quem joga lixo fora do carro. É sua consequência.

    Mas o mais importante é, em nossa realidade, separar "direitos" de "obrigações". Deveria todo direito vir "casado" com uma obrigação. Isso já é opinião personalíssima. Ou seja, nada de livro "di grátis" para o colégio público. Que se cobrasse 10,00, por exemplo. Exemplificadamente.

    Ou, de outra forma - e agora tentando melhorar a nitidez: o sujeito vota no ladrão porque no fundo, se estivesse na mesma situação, também roubaria...

    Acho este ponto muito importante, fundamental: a participação, entender que nada é de graça. Tem um efeito pedagógico incrível.

    No caso dos livros escolares, cada um custa, em média, pouco mais de R$ 5,00 ao governo. Se ao final do ano, o livro foi devolvido em condições adequadas de desgaste, restitui-se o valor, ou debita-se proporcionalmente ao custo que o governo terá para repor aquele mesmo livro para outro aluno estudar.

    Vai ao médico do SUS? Pague uma mixaria, R$ 2,00 a título de coparticipação. Teve que pegar algum remédio? Uma taxa simbólica, igualmente.

    Infelizmente, sei de casos de remédios caríssimos que a pessoa pega para jogar fora, mesmo tendo outros precisando, e que até falta. Se a pessoa pagasse um pedaço daquilo, certamente a conduta seria completamente diferente.
    cicero_pb
    cicero_pb
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1962
    Reputação : 163
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por cicero_pb em Sex 28 Abr 2017, 1:49 pm

    Josebarbos,

    Minha filha é diabética. Quando morava em jampa ela tinha acesso a fitas e insulina lantus.

    Mudou para o DF.

    Poderia continuar recebendo, numa boa. Bastava ficar calado que ela tinha se mudado.

    Valia a pena até pegar e enviar por sedex, dado o custo - cerca de 700,00/mês.

    No DF existe mais controle. E, se o paciente não faz sua parte (controle), perde o fornecimento. Foi o que ocorreu. Hoje o suprimento é comprado.

    Pois bem, no dia seguinte a sua mudança para o DF fui aos órgãos responsáveis e solicitei a exclusão dela no programa.

    Já tinha feito isso na universidade. Recebia uma bolsa (fui classificado como o mais pobre da UnB na minha época - que título! - e no dia em que comecei a trabalhar, dei baixa no setor sócio econômico. Teve gente que me chamou de otário, pois o sistema não tinha como pegar e deixei de receber, à época, 2 SM/Mês.

    Ou seja, é questão de convicção pessoal. É claro que não podemos esperar honestidade de todos, mas podemos prever sistemas "compensatórios", como o que vc colocou.

    Se bem que defendo que o aluno NÃO devolva o livro. Ele deve ficar para futuras consultas. Ou vender, ou fazer uma fogueira... É dele. Ponto. Pagou 10 reais e acabou. Ficava muito triste em ter que devolver o livro ao final do ano. Tinha aluno que faltava os dias em que teria que devolver (última semana do ano) para não ter que entregar. Eu entregava e tive má formação em português, também, devido a esse fator. Não tinha mais minha fonte de pesquisa.
    PCS-TRE
    PCS-TRE
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1771
    Reputação : 154
    Data de inscrição : 27/02/2015

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por PCS-TRE em Sex 28 Abr 2017, 1:53 pm

    Galizezin escreveu:Temer se aposentou aos 55 anos e Meireles aos 57.

    Ora, era o que a lei permitia.
    Não só para eles, mas para todos os que se aposentaram em sua época pelo mesmo critério que eles usaram

    Se eles estão trabalhando até hoje, é prova de que esta lei estava errada.

    Se muda, não pode retroagir, muda daqui pra frente.

    Para nós, servidores públicos, sobretudo os do Judiciário, isso não muda muito na situação fática.

    Muitos deixam para se aposentar aos 60, 65 ou até na compulsória, para manter o máximo de tempo possível a Fc e o auxilio alimentação.

    O que eu considero preocupante é a questão da integralidade proporcionalidade dos proventos( ter que trabalhar 49 anos para ter aposentadoria integral), mas eu acho que isso é um bode na sala. Vai ficar em 40 anos para receber 100%, o que ainda é muito, mas não é tão cruel..
    subsidioja_
    subsidioja_
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2490
    Reputação : 329
    Data de inscrição : 05/04/2011

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por subsidioja_ em Sex 28 Abr 2017, 2:36 pm

    Galizezin escreveu:
    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:
    darkshi escreveu:Com a reforma da previdencia GD é quase certeza.

    Traduzindo: a maioria vai morrer trabalhando até os 75 anos. E chegará o tempo em que o pessoal da ativa vai implorar para que o governo aumente a idade da aposentadoria compulsória - pra não ter que se submeter a 1 salário mínimo.

    Não.
    O que vai acontecer é que teremos que imitar os estadunidences.
    Aposentadoria é responsabilidade pessoal e deve ser planejada desde o primeiro dia de trabalho. O governo irá garantir um minimo para sobrevivencia das pessoas. Mas o grosso virá dos investimentos realizados durante a vida.



    ps: o lado bom é que com o devido planejamento vc pode aposentar com 40 anos de idade.

    Imitar os americanos? Cara, conheço gente que mora lá e diz que americano em geral não economiza nada, não pensa no futuro. É só o hoje.

    Ele se referiu ao fato de os americanos investirem em previdência privada, enquanto por aqui não podemos perder o "direito" de sermos aposentados públicos.
    Por aqui, tudo chega atrasado mesmo...
    Até mesmo as novas tendências......

    EUA elegeu Trump.
    Por aqui, já falam em Dória e até Justus.. pqp

    Tô falando....
    Brasil Bananil é um clone muito mal feito dos EUA.

    Lá se vive com mais qualidade...
    Aqui se padece.

    Conteúdo patrocinado

    Reforma da Previdência (versão 2016.2) Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2016.2)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua 21 Ago 2019, 12:55 pm