PCS JÁ



    Eleições presidenciais 2018

    Compartilhe

    Ilhense
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 862
    Reputação : 22
    Data de inscrição : 18/12/2010

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Ilhense em Sab 04 Ago 2018, 7:18 pm

    euvoltei escreveu:
    tec.tre escreveu:
    ale1969 escreveu:Não há dúvidas que apoiar é diferente de votar. Não estou falando diretamente de ninguém aqui, até porque não os conheço pessoalmente.
    Agora, ser liberal na economia e ser conservador nos costumes é incongruente, diria até impossível. Ou se defende um Estado regulador ou liberal. Liberdade individual é sempre pressuposto democrático. Liberalismo econômico pressupõe a não intervenção estatal na economia, ou seja liberdade individual. Desculpem, nada pessoal, apenas uma pequena contribuição de um velho professor.

    Perfeito! Não se encontra em absolutamente NENHUMA obra iluminista-liberal esse termo "conservador nos costumes". Isso é um pragmatismo à brasileira com o objetivo de fortalecer a ordem moral religiosa no Brasil - já absolutamente restritiva e invasiva na nossa vida cotidiana. É um liberalismo pela metade, uma meia interveção estatal. Você é livre até não atingir a vestal moral religiosa dos grupos de poder. Ou seja, somos meio livres, o mercado é meio livre e o liberalismo é meio liberalismo.

    É a coisa mais anacrônica, incongruente e paradoxal que já ouvi falar.

    Seria o Trump liberal na economia??? Sim, baixou impostos

    Seria o Trump conservador nos costumes?? Sim, fala de Jesus(quando Obama se limitava a desejar 'boas festas no Natal') , prega respeito às famílias, etc...

    Só não enxerga quem não quer tirar o filtro da ideologia, pois esse debate já é comum no. Mundo todo... Aqui que se resume e simplifica tudo em simplesmente direita e esquerda, lógico porque interessa a eles mesmo...


    É tão conservador nos costumes e apegado à familia que corriqueiramente galinhava nos anos 80, traindo a esposa e trocando - mais tarde por, adivinhe: uma mulher mais jovem e bonita.

    Enfim, esse lance do conservador nos costumes é simplesmente a forma de explorar seu público alvo: rancoroso, ignorante, xenofóbico e racista.

    É o mesmo grupo que ainda caminha com a bandeira da confederação.
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 5912
    Reputação : 224
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Galizezin em Sab 04 Ago 2018, 8:33 pm

    colegas, bolsonaro é mais obtuso que dilma?


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 5912
    Reputação : 224
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Galizezin em Dom 05 Ago 2018, 12:27 pm

    o problema do bolsonaro é aquele papo de liberar a polícia pra matar.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1975
    Reputação : 267
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por androsvilazza em Seg 06 Ago 2018, 11:31 am

    Vejo que há muita confusão e desconhecimento quanto ao liberalismo. E isso é até aceitável, posto que também ha confusão no "polo" contrário (socialismo x comunismo x anarcocomunismo).

    Liberalismo é diferente de libertarismo (ou anarcocapitalismo). O libertarismo é uma corrente dentro do liberalismo, e por sinal também existe libertarismo na esquerda.

    O libertarismo (tanto de esquerda quanto de direita) defende a supressão do Estado. O de direita (anarcocapitalismo), por acreditar que qualquer interferência do Estado seja prejudicial à esfera privada. O de esquerda, por acreditar que o Estado defenda a propriedade privada, que ele entende ser prejudicial.

    Há outra corrente dentro do liberalismo (a maior parte dos liberais, inclusive) que defende uma existência mínima do Estado. Daí o nome da corrente: minarquismo. Estes apregoam que exista um Estado, enxuto, e voltado à defesa dos direitos fundamentais mais importantes dos cidadãos. Pra quem é da área do Direito, fica mais fácil entender: os liberais minarquistas (ou, simplificando, liberais, posto que são a maioria dentro dessa ideologia) acreditam que o Estado deva existir para a defesa dos direitos fundamentais de primeira dimensão, ou seja, aqueles direitos ligados ao valor liberdade: direitos civis e políticos, direito à vida, à propriedade individual, etc., os quais exigem uma ação negativa Estado (o Estado não fere tais direitos, e atua para que outros indivíduos também não os prejudiquem). Em suma, defendem como áreas essenciais de atuação do Estado: defesa nacional, segurança pública, Justiça, regulação, sempre no mínimo necessário para não interferir demais nas liberdades individuais.

    Já os direitos fundamentais de segunda (ligados ao valor igualdade), terceira (ligados à fraternidade/solidariedade) e quarta (ligados ao "pluralismo/globalização) gerações teriam o mínimo possível de intervenção estatal.

    Enfim, acho útil apontar que nem todo liberal prega a extinção do Estado, sendo esta uma corrente minoritária (o libertarismo/libertarianismo) que, inclusive, existe dentro da própria esquerda (os anarcocomunistas).

    Da mesma forma, não dá pra confundir pautas "econômicas", ligadas ao tamanho do Estado, às pautas "de costumes". É plenamente possível existir liberalismo conservador, e esquerda conservadora (no que se refere aos costumes). A CNBB, por exemplo, tem uma relação antiga com a esquerda no Brasil, e nem por isso defende o progressismo nos costumes.

    Mesmo os liberais "integrais" (tanto na economia, quanto nos costumes) guardam críticas à atuação estatal em favor de certas pautas. Especificamente em relação à identidade de gênero, por exemplo, defende-se que o Estado não se utilize de seu poder de coerção para obrigar a inclusão de determinados temas nas grades curriculares das escolas, assim como não deveria se utilizar do mesmo poder para proibir tal discussão, caso a comunidade (escola, pais) assim desejasse.

    Pessoalmente, acredito que o Estado sequer deveria impor qualquer grade curricular. Deveria se restringir a divulgar, com transparência, quais áreas e temas seriam cobrados em seus vestibulares oficiais, e deixar que as próprias escolas (principalmente as particulares) definissem suas grades. Por exemplo, se determinada escola particular quisesse oferecer exclusivamente Português, Inglês, Matemática e Informática, deveria ser livre para fazê-lo (no mínimo após o ensino fundamental), sem qualquer tipo de coerção estatal em sentido contrário.
    avatar
    ale1969
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 483
    Reputação : 39
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por ale1969 em Seg 06 Ago 2018, 12:13 pm

    Numa democracia, em tese, pode-se pensar e votar de todas as formas. Como não há veto legal ao pensamento liberal econômico e conservador nos costumes, podem existir pessoas dispostas a defendê-los simultaneamente.
    O que digo, em tese, é que o pensamento liberal iluminista, surgiu do rompimento entre o Estado e a Igreja, reforçando o perfil livre do indivíduo. Logo trata-se de uma incongruência filosófica básica, mas afinal de contas, não tive oportunidade de estudar filosofia e sociologia na escola. Isso propiciou a geração de eleitores do Bolsonaro, liberais e conservadores ao mesmo tempo...
    avatar
    Protocol
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 402
    Reputação : 41
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Protocol em Seg 06 Ago 2018, 1:22 pm

    ale1969 escreveu:Numa democracia, em tese, pode-se pensar e votar de todas as formas. Como não há veto legal ao pensamento liberal econômico e conservador nos costumes, podem existir pessoas dispostas a defendê-los simultaneamente.
    O que digo, em tese, é que o pensamento liberal iluminista, surgiu do rompimento entre o Estado e a Igreja, reforçando o perfil livre do indivíduo. Logo trata-se de uma incongruência filosófica básica, mas afinal de contas, não tive oportunidade de estudar filosofia e sociologia na escola. Isso propiciou a geração de eleitores do Bolsonaro, liberais e conservadores ao mesmo tempo...  

    Existe uma diferença bem expressiva entre discurso e exemplo. Discurso reflete aquilo que o indivíduo alega que acredita, enquanto a postura e o exemplo representam verdadeiramente o valor que a pessoa ostenta.

    Em se tratando de valores tradicionais, considerando a estrutura familiar e a forma de ser do indivíduo, é mais provável que um eleitor do ex-governador Alckmin se veja mais representado nele neste aspecto considerando a "família tradicional" do que no ex-deputado Bolsonaro.

    O mesmo vale para o pensamento liberal. O ex-ministro Meirelles, embora não exclusivamente, é a pessoa que vive e respira liberalismo econômico, ao passo que o Bolsonaro apenas prega medidas que adotará, que representam na verdade o pensamento do economista Paulo Guedes.

    O mesmo vale para o Guilherme Boulos e a Manuela D'Ávila, que pregam um estado voltado às políticas públicas, e a vivência demonstra que são pessoas que realmente acreditam no valor disso.

    Honestamente acho, e posso estar bastante enganado, que apenas quem tem determinado valor intrinsecamente como postura e exemplo na vida vai verdadeiramente se empenhar para introduzir mudanças na sociedade conforme seu pensamento.

    Para não ser injusto com o Bolsonaro, não me parece que alguém a tanto tempo na política, com inúmeras oportunidades de se corromper, mude se eleito presidente, da mesma forma que é pouco provável que a postura e exemplo na defesa das causas envolvendo segurança pública não se traduza em ações tendentes a que se concretize uma melhoria neste setor.

    A vontade vem da crença, e da vontade a transformação.
    avatar
    ale1969
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 483
    Reputação : 39
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por ale1969 em Seg 06 Ago 2018, 2:48 pm

    Dia 9(quinta-feira) tem o debate da BAND, como ainda não defini meu voto para Presidente, pretendo assisti-lo até o fim. Espero que haja tempo para o confronto de ideias e que a figura do Lula seja esquecida, uma vez que não poderá participar por motivos alheios à sua vontade.
    O momento é de consolidação das eleições parlamentares, que diga-se de passagem é a mais importante, haja visto que o Congresso Nacional certamente terá papel decisivo nas reformas do Estado brasileiro. Todavia o debate midiático é totalmente voltado para as eleições executivas, deixando a população indecisa e desinformada sobre os Deputados e Senadores. Será mera coincidência?
    avatar
    Bastião
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 284
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 10/11/2017

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Bastião em Seg 06 Ago 2018, 3:28 pm

    Pra quem tem voto definido, não faz diferença esses debates de tv.

    O Bolsonaro pode demonstrar toda sua ignorância, seja pela falta de conhecimento, seja por sua grosseria, que isso é sinônimo de mitagem. Quanto mais escroto, melhor.

    O Ciro pode manter sua posição ríspida acerca do judiciário e mp (da qual concordo, parece que somos bobinhos que não sabem que os juízes se acham e agem como deuses, em uma boa parte). Ele só poderia ter o bom senso passar a ideia de que não generaliza essa posição, afinal, ele se diz defensor do estado de direito e um "velho professor de direito constitucional".

    Alckmin e Lula, a mesma coisa de sempre. No fundo, são semelhantes em vários aspectos.

    Haddad, muito bom. Mas, não tem voto.

    Amôedo, de fato, é o "Novo". Mas, no fundo quer o Estado mínimo para o povo e Máximo para sua turma.

    Boulos seria excelente na Câmara dos Deputados. Poderia gastar sua energia lá.

    Álvaro Dias igual Alckmin.

    O Leôncio (Fidelix), piada.

    vinasbauer
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 373
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 05/11/2010

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por vinasbauer em Seg 06 Ago 2018, 3:42 pm

    Bastião escreveu:Pra quem tem voto definido, não faz diferença esses debates de tv.

    O Bolsonaro pode demonstrar toda sua ignorância, seja pela falta de conhecimento, seja por sua grosseria, que isso é sinônimo de mitagem. Quanto mais escroto, melhor.

    O Ciro pode manter sua posição ríspida acerca do judiciário e mp (da qual concordo, parece que somos bobinhos que não sabem que os juízes se acham e agem como deuses, em uma boa parte). Ele só poderia ter o bom senso passar a ideia de que não generaliza essa posição, afinal, ele se diz defensor do estado de direito e um "velho professor de direito constitucional".

    Alckmin e Lula, a mesma coisa de sempre. No fundo, são semelhantes em vários aspectos.

    Haddad, muito bom. Mas, não tem voto.

    Amôedo, de fato, é o "Novo". Mas, no fundo quer o Estado mínimo para o povo e Máximo para sua turma.

    Boulos seria excelente na Câmara dos Deputados. Poderia gastar sua energia lá.

    Álvaro Dias igual Alckmin.

    O Leôncio (Fidelix), piada.

    Haddad é o candidato do Lula. Claro que tem voto.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5068
    Reputação : 132
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Sigma em Seg 06 Ago 2018, 3:50 pm

    Acho que o perigo do Ciro ir para o segundo turno já passou.

    Lula, esse animal político, abriu mão da possibilidade de um governo "progressista" ao costurar o acordo com o PSB e aleijar a candidatura do Ciro.

    Ficará, a meu ver, entre Bolsonaro e Alckmin.

    O que definitivamente não significa que teremos um céu de brigadeiro nos próximos 4 anos: a menos que o próximo presidente faça um governo irretocável, com atenção especial voltada ao controle da inflação e no aumento de empregos, Lula volta em 2022. E não sai antes de 2030 (quando, de fato, deveria sair da prisão).
    avatar
    Bastião
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 284
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 10/11/2017

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Bastião em Seg 06 Ago 2018, 3:52 pm

    Sigma escreveu:Acho que o perigo do Ciro ir para o segundo turno já passou.

    Lula, esse animal político, abriu mão da possibilidade de um governo "progressista" ao costurar o acordo com o PSB e aleijar a candidatura do Ciro.

    Ficará, a meu ver, entre Bolsonaro e Alckmin.

    O que definitivamente não significa que teremos um céu de brigadeiro nos próximos 4 anos: a menos que o próximo presidente faça um governo irretocável, com atenção especial voltada ao controle da inflação e no aumento de empregos, Lula volta em 2022. E não sai antes de 2030 (quando, de fato,  deveria sair da prisão).

    Concordo.
    avatar
    ale1969
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 483
    Reputação : 39
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por ale1969 em Seg 06 Ago 2018, 4:30 pm

    Um segundo turno com Bolsonaro X Alckmin é o fim do mundo para os trabalhadores.
    Quanto aos servidores públicos, em particular do judiciário federal, nada de muito relevante para melhor ou para pior. Em virtude disso há colegas que podem pensar exclusivamente em suas vidas e não no conjunto mais pobre da sociedade. Nada contra, todavia voto nulo novamente no segundo turno.

    vinasbauer
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 373
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 05/11/2010

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por vinasbauer em Seg 06 Ago 2018, 4:30 pm

    Bolsonaro, além de não ter estrutura partidária, será intensamente atacado por Alckimin. Não vai resistir por muito tempo.

    Haddad vai se valer dos votos do Lula e do voto útil da esquerda numa eventual possibilidade de haver 2º turno entre BolsoxAlckimin.

    Ciro já era.

    2º turno AlckiminXHaddad
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5068
    Reputação : 132
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Sigma em Seg 06 Ago 2018, 5:06 pm

    vinasbauer escreveu:Bolsonaro, além de não ter estrutura partidária, será intensamente atacado por Alckimin. Não vai resistir por muito tempo.

    Haddad vai se valer dos votos do Lula e do voto útil da esquerda numa eventual possibilidade de haver 2º turno entre BolsoxAlckimin.

    Ciro já era.

    2º turno AlckiminXHaddad

    Olha... Teve uma pesquisa, cerca de 1 semana atrás, que dava 30% pro Lula, e 2% pro Haddad.

    A partir da situação "Haddad sendo apoiado por Lula", Haddad subia para 12%.

    Ou seja: a transferência de votos do Lula ficou em 33%. E acho difícil que chegue aos 50%, visto que tem MUITA gente que se nega a votar em qualquer candidato que não seja o Lula.

    Eu considero que Marina, Haddad e Alckmin vão se bater pelo 2º lugar. Acho que, entre esses 3, Alckmin ganha a disputa. Mas vamos esperar.
    avatar
    Bastião
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 284
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 10/11/2017

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Bastião em Seg 06 Ago 2018, 5:23 pm

    Sigma escreveu:
    vinasbauer escreveu:Bolsonaro, além de não ter estrutura partidária, será intensamente atacado por Alckimin. Não vai resistir por muito tempo.

    Haddad vai se valer dos votos do Lula e do voto útil da esquerda numa eventual possibilidade de haver 2º turno entre BolsoxAlckimin.

    Ciro já era.

    2º turno AlckiminXHaddad

    Olha... Teve uma pesquisa, cerca de 1 semana atrás, que dava 30% pro Lula, e 2% pro Haddad.

    A partir da situação "Haddad sendo apoiado por Lula", Haddad subia para 12%.

    Ou seja: a transferência de votos do Lula ficou em 33%. E acho difícil que chegue aos 50%, visto que tem MUITA gente que se nega a votar em qualquer candidato que não seja o Lula.

    Eu considero que Marina, Haddad e Alckmin vão se bater pelo 2º lugar. Acho que, entre esses 3, Alckmin ganha a disputa. Mas vamos esperar.

    Por incrível que pareça tem cabra que vota Lula ou Bolsonaro.
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 5912
    Reputação : 224
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Galizezin em Seg 06 Ago 2018, 5:51 pm

    Sigma escreveu:Acho que o perigo do Ciro ir para o segundo turno já passou.

    Lula, esse animal político, abriu mão da possibilidade de um governo "progressista" ao costurar o acordo com o PSB e aleijar a candidatura do Ciro.

    Ficará, a meu ver, entre Bolsonaro e Alckmin.

    O que definitivamente não significa que teremos um céu de brigadeiro nos próximos 4 anos: a menos que o próximo presidente faça um governo irretocável, com atenção especial voltada ao controle da inflação e no aumento de empregos, Lula volta em 2022. E não sai antes de 2030 (quando, de fato,  deveria sair da prisão).

    eu discordo. alckmin tem ZERO chances de ir para o segundo turno.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    cavalo
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 85
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 07/06/2015

    Nada incrível

    Mensagem por cavalo em Seg 06 Ago 2018, 6:07 pm

    Bastião escreveu:
    Sigma escreveu:
    vinasbauer escreveu:Bolsonaro, além de não ter estrutura partidária, será intensamente atacado por Alckimin. Não vai resistir por muito tempo.

    Haddad vai se valer dos votos do Lula e do voto útil da esquerda numa eventual possibilidade de haver 2º turno entre BolsoxAlckimin.

    Ciro já era.

    2º turno AlckiminXHaddad

    Olha... Teve uma pesquisa, cerca de 1 semana atrás, que dava 30% pro Lula, e 2% pro Haddad.

    A partir da situação "Haddad sendo apoiado por Lula", Haddad subia para 12%.

    Ou seja: a transferência de votos do Lula ficou em 33%. E acho difícil que chegue aos 50%, visto que tem MUITA gente que se nega a votar em qualquer candidato que não seja o Lula.

    Eu considero que Marina, Haddad e Alckmin vão se bater pelo 2º lugar. Acho que, entre esses 3, Alckmin ganha a disputa. Mas vamos esperar.

    Não acho assim tão incrível. Já que não há partidos ideológicos, quaisquer explicações sobre posições, seja econômicas, financeiras, políticas, etc., não está ao alcance da maioria dos eleitores, principalmente os do Lula. Muitos acham mesmo que o ideal seria uma ditadura, coisa que latino sempre adorou.

    Por incrível que pareça tem cabra que vota Lula ou Bolsonaro.
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 5912
    Reputação : 224
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Galizezin em Ter 07 Ago 2018, 8:06 am

    não sabia disso. lula é alckmin. ladrão com ladrão se entende. hehehe

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    ale1969
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 483
    Reputação : 39
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por ale1969 em Ter 07 Ago 2018, 8:22 am

    O voto mais importante é o do primeiro turno. Nesse momento escolhe-se o parlamento e o melhor presidente e governador da lista. Voto útil, se for optar por isso, somente no segundo turno. Agora, com Alckmin X Bolsonaro para presidente e Romário X Garotinho para governador, voto nulo conscientemente, pois não achei meu Título de Eleitor no lixo.
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5068
    Reputação : 132
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Sigma em Ter 07 Ago 2018, 4:05 pm

    ale1969 escreveu:O voto mais importante é o do primeiro turno. Nesse momento escolhe-se o parlamento e o melhor presidente e governador da lista. Voto útil, se for optar por isso, somente no segundo turno. Agora, com Alckmin X Bolsonaro para presidente e Romário X Garotinho para governador, voto nulo conscientemente, pois não achei meu Título de Eleitor no lixo.

    Se for pra optar por voto útil no 1º turno, jamais sairemos desse loop infinito "PT X PSDB".

    Vote numa plataforma em que acredita. Ou, na falta dela, no mais aproximado.
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1975
    Reputação : 267
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por androsvilazza em Ter 07 Ago 2018, 5:04 pm

    Sigma escreveu:
    ale1969 escreveu:O voto mais importante é o do primeiro turno. Nesse momento escolhe-se o parlamento e o melhor presidente e governador da lista. Voto útil, se for optar por isso, somente no segundo turno. Agora, com Alckmin X Bolsonaro para presidente e Romário X Garotinho para governador, voto nulo conscientemente, pois não achei meu Título de Eleitor no lixo.

    Se for pra optar por voto útil no 1º turno, jamais sairemos desse loop infinito "PT X PSDB".

    Vote numa plataforma em que acredita. Ou, na falta dela, no mais aproximado.

    Concordo totalmente. É, inclusive, um voto de "sinalização" para o futuro presidente eleito, de um caminho que esteja ganhando representação na sociedade, e que deva ser incluído entre as prioridades do próximo governo. Por isso, mesmo não sendo eleitor do Bolsonaro (mesmo em eventual segundo turno, só votaria nele contra o PT ou Boulos), acho importantíssimo que sua candidatura tenha alcançado o tamanho que alcançou. Sinaliza para o próximo presidente um anseio da sociedade em torno de algumas das suas plataformas (segurança, valores etc.) O mesmo valeria para a Marina Silva, que veio em 2014 fazendo uma campanha pela ética na política, governo suprapartidário e moral, saúde fiscal e independência do Banco Central, e amealhou grande parte dos votos. Essas pautas serviriam de ótimos sinalizadores para a gestão Dilma, que infelizmente ignorou completamente os sinais da sociedade.
    avatar
    ale1969
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 483
    Reputação : 39
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por ale1969 em Qua 08 Ago 2018, 8:42 am

    O erro da Dilma foi o chamado "estelionato eleitoral", uma vez que não há como sustentar um discurso para se eleger e aplicar o inverso. Deveria ter mantido uma "mão forte na economia", controlando o "mercado", mantendo o pleno emprego. Fez exatamente o contrário, imobilizou o Estado com um corte drástico(contingenciamento) do Min. Levi, liberou os preços administrados abruptamente, desequilibrando a economia, achando que os queridinhos do "Mercado" iriam sustentá-la. Levou um golpe na "boca do estômago", tudo porque não fez o que se comprometeu. Típico governo do PT, acha que é possível agradar a todos ao mesmo tempo. Escolheu o lado errado e se deu mal.
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1975
    Reputação : 267
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por androsvilazza em Qua 08 Ago 2018, 10:08 am

    Então tá bom. Nada a ver com as políticas propostas por ela estarem completamente erradas, dos pés à cabeça. Nada a ver com ter "sido obrigada a pedalar" por estar gastando mais do que arrecadava. Nada a ver, também, com ter loteado estatais e permitido (se não participado de) um esquema de corrupção gigantesco. Tá "serto".
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 5912
    Reputação : 224
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Galizezin em Qua 08 Ago 2018, 10:36 am

    dilma foi o macaco treinado do lula. e ele acha que vai repetir a dose com o macaco hadad.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    ale1969
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 483
    Reputação : 39
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por ale1969 em Qua 08 Ago 2018, 11:02 am

    Exatamente. Por isso não votei nela.
    Repito o erro da Dilma foi não ter tido a "coragem" de ser ela mesma. Agiu como "poste" do PT e do Lula. Pagou um preço caro pelas alianças impostas pelo partido e não teve pulso para romper com as máquinas corruptas do governo central.
    A pergunta que vale agora é: Quem vai quebrar o "sistema"?
    Acreditar que um "Milico", um não dois, vão transformar o Brasil numa democracia social parece-me piada. O Lula(PT) e o Alckmin(PSDB)também, assim como os oligarcas direitistas.
    Restam Ciro, Marina e Boulos à esquerda e centro-esquerda para equacionar os sérios problemas econômicos do capitalismo patrimonialista brasileiro, colocando o "Deus Mercado" a serviço dos mais pobres, promovendo a distribuição das riquezas geradas pelo trabalhador.
    Tudo mais é discurso de quem senta no trono e espera a morte chegar, para lembrar o grande Raul Seixas. Fazer a revolução social democrática do Brasil é o destino de um povo honesto e trabalhador, que possui uma elite econômica predadora e uma classe média egoísta e alienada.
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5068
    Reputação : 132
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Sigma em Qua 08 Ago 2018, 11:55 am

    ale1969 escreveu:O erro da Dilma foi o chamado "estelionato eleitoral", uma vez que não há como sustentar um discurso para se eleger e aplicar o inverso. Deveria ter mantido uma "mão forte na economia", controlando o "mercado", mantendo o pleno emprego. Fez exatamente o contrário, imobilizou o Estado com um corte drástico(contingenciamento) do Min. Levi, liberou os preços administrados abruptamente, desequilibrando a economia, achando que os queridinhos do "Mercado" iriam sustentá-la. Levou um golpe na "boca do estômago", tudo porque não fez o que se comprometeu. Típico governo do PT, acha que é possível agradar a todos ao mesmo tempo. Escolheu o lado errado e se deu mal.

    Inversão clara de causa e efeito.

    Precisou fazer o que não queria porque já tinha feito o que queria e teve que maquiar os resultados já desastrosos antes da eleição.
    avatar
    euvoltei
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1060
    Reputação : 119
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por euvoltei em Qua 08 Ago 2018, 12:32 pm

    Tentou implantar o socialismo. Como? Gastando mais do que podia, para aumentar impostos e o controle estatal sobre a sociedade. Manobrando orçamento ilegalmente pra desmoralizar as leis e implantar leis "novas" com viés mais socialista. Manobrou pra se perpetuar no poder.

    impechment justo, claro. Voto não é autorização pra descumprir lei..
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1975
    Reputação : 267
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por androsvilazza em Qua 08 Ago 2018, 12:35 pm

    Sigma escreveu:
    ale1969 escreveu:O erro da Dilma foi o chamado "estelionato eleitoral", uma vez que não há como sustentar um discurso para se eleger e aplicar o inverso. Deveria ter mantido uma "mão forte na economia", controlando o "mercado", mantendo o pleno emprego. Fez exatamente o contrário, imobilizou o Estado com um corte drástico(contingenciamento) do Min. Levi, liberou os preços administrados abruptamente, desequilibrando a economia, achando que os queridinhos do "Mercado" iriam sustentá-la. Levou um golpe na "boca do estômago", tudo porque não fez o que se comprometeu. Típico governo do PT, acha que é possível agradar a todos ao mesmo tempo. Escolheu o lado errado e se deu mal.

    Inversão clara de causa e efeito.

    Precisou fazer o que não queria porque já tinha feito o que queria e teve que maquiar os resultados já desastrosos antes da eleição.

    Vai soar clichê, mas não deixa de ser verdade: De tanto inverter causa e efeito, e resistir a assumir os erros e buscar soluções, Venezuela e Brasil chegaram onde estão hoje. À parte o claro alinhamento ideológico, é isso que nos aproxima dos irmãos venezuelanos. E o que nos diferencia é a existência, no Brasil, de pessoas e instituições que bem ou mal continuam tentando imprimir o caminho correto.
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 5912
    Reputação : 224
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Galizezin em Qua 08 Ago 2018, 12:42 pm

    ale1969 escreveu:Exatamente. Por isso não votei nela.
    Repito o erro da Dilma foi não ter tido a "coragem" de ser ela mesma. Agiu como "poste" do PT e do Lula. Pagou um preço caro pelas alianças impostas pelo partido e não teve pulso para romper com as máquinas corruptas do governo central.
    A pergunta que vale agora é: Quem vai quebrar o "sistema"?
    Acreditar que um "Milico", um não dois, vão transformar o Brasil numa democracia social parece-me piada. O Lula(PT) e o Alckmin(PSDB)também, assim como os oligarcas direitistas.
    Restam Ciro, Marina e Boulos à esquerda e centro-esquerda para equacionar os sérios problemas econômicos do capitalismo patrimonialista brasileiro, colocando o "Deus Mercado" a serviço dos mais pobres, promovendo a distribuição das riquezas geradas pelo trabalhador.
    Tudo mais é discurso de quem senta no trono e espera a morte chegar, para lembrar o grande Raul Seixas. Fazer a revolução social democrática do Brasil é o destino de um povo honesto e trabalhador, que possui uma elite econômica predadora e uma classe média egoísta e alienada.

    ciro gomes e álvaro dias me parecem os melhores preparados, mas a esquerda me dá medo.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    pernalonga
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1839
    Reputação : 768
    Data de inscrição : 25/04/2012

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por pernalonga em Qua 08 Ago 2018, 1:00 pm

    euvoltei escreveu:Tentou implantar o socialismo. Como? Gastando mais do que podia, para aumentar impostos e o controle estatal sobre a sociedade. Manobrando orçamento ilegalmente pra desmoralizar as leis e implantar leis "novas" com viés mais socialista. Manobrou pra se perpetuar no poder.

    impechment justo, claro. Voto não é autorização pra descumprir lei..

    Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing
    avatar
    Bastião
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 284
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 10/11/2017

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Bastião em Qua 08 Ago 2018, 1:04 pm

    Sobre a esquerda dar medo, é colocar na balança os governos Lula e Dilma. Verificar índices oficiais nos períodos. Comparar com governos anteriores e  Michel Temer.

    Qual foi a melhor época na média ? Virou Venezuela? Conseguimos analisar as informações de modo objetivo sem se ater a paixões ou ódios ideológicos ?

    Há 10, 15 anos atrás, o país estava na situação de hoje ?

    Sexta, no Globo Repórter.

    (ah, a globo é esquerdista, segundo a visão dos neo macarthistas brasileiros ui ui ui)
    avatar
    pernalonga
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1839
    Reputação : 768
    Data de inscrição : 25/04/2012

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por pernalonga em Qua 08 Ago 2018, 1:07 pm

    To apostando que o candidato mais votado nas eleições será o NINGUÉm: abstenções, brancos e nulos. Nos 2 turnos
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1975
    Reputação : 267
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por androsvilazza em Qua 08 Ago 2018, 1:33 pm

    Bastião escreveu:Sobre a esquerda dar medo, é colocar na balança os governos Lula e Dilma. Verificar índices oficiais nos períodos. Comparar com governos anteriores e  Michel Temer.

    Qual foi a melhor época na média ? Virou Venezuela? Conseguimos analisar as informações de modo objetivo sem se ater a paixões ou ódios ideológicos ?

    Há 10, 15 anos atrás, o país estava na situação de hoje ?

    Sexta, no Globo Repórter.

    (ah, a globo é esquerdista, segundo a visão dos neo macarthistas brasileiros ui ui ui)

    De modo objetivo, sem paixões ou ódios ideológicos, a discussão tem de partir de um ponto básico: tanto os sucessos, quanto os fracassos, de políticas públicas são construídos ao longo do tempo, e não da noite para o dia.
    Assim, parte (não todo, claro) do sucesso das políticas do Lula foi construído sobre decisões e políticas de governos anteriores; parte do sucesso (e fracasso) do governo Dilma começou a ser delineado pelo governo Lula, e parte do fracasso atual advém de decisões tomadas pelos governos FHC, Lula e Dilma (pra não precisar voltar até 1500).
    A maior parte da crise atual vem sendo construída desde a saída da crise de 2008.

    Se for pra tirar só uma "foto do momento" (por exemplo, dívida pública atual em quase 80% do PIB), e esquecer toda a trajetória até então, não dá pra ter uma análise "de modo objetivo sem se ater a paixões ou ódios ideológicos".

    O mérito do governo Lula, em especial, principalmente na parte relativa às políticas sociais (e a própria gestão fiscal, no primeiro mandato), é indiscutível. Mas o "medo da esquerda", de muitos, vem também dos discursos adotados: "Assembleia Constituinte (obviamente, escolhidos a dedo)", "função social da propriedade (definida pelos burocratas escolhidos pelo governo)", "controle social da mídia (censura mal disfarçada)", "democratização das discussões políticas (atropelar o Legislativo eleito, substituindo suas deliberações pelas de um "Conselho Social" escolhido pelo governo)", dentre vários outros.

    Não sou eu quem defino a pauta da esquerda. Eles é que escolhem esse caminho. Adotam exatamente o mesmo discurso escolhido pelo Chávez, pelo Maduro (o PT voltou a radicalizar nesse sentido), e esperam que o povo acredite que, na prática, farão diferente?

    Lógico que há exceções dentro da própria esquerda, de candidatos que adotam discursos claramente compromissados com a democracia real (por exemplo, o Ciro Gomes, o próprio Lula quando foi eleito, entre outros). Mas essas exceções, quando agem dessa forma, são tratados por outros setores da esquerda como "traidores que abrem concessões à elite blábláblá".
    avatar
    Bastião
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 284
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 10/11/2017

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Bastião em Qua 08 Ago 2018, 1:45 pm

    androsvilazza escreveu:
    Bastião escreveu:Sobre a esquerda dar medo, é colocar na balança os governos Lula e Dilma. Verificar índices oficiais nos períodos. Comparar com governos anteriores e  Michel Temer.

    Qual foi a melhor época na média ? Virou Venezuela? Conseguimos analisar as informações de modo objetivo sem se ater a paixões ou ódios ideológicos ?

    Há 10, 15 anos atrás, o país estava na situação de hoje ?

    Sexta, no Globo Repórter.

    (ah, a globo é esquerdista, segundo a visão dos neo macarthistas brasileiros ui ui ui)

    De modo objetivo, sem paixões ou ódios ideológicos, a discussão tem de partir de um ponto básico: tanto os sucessos, quanto os fracassos, de políticas públicas são construídos ao longo do tempo, e não da noite para o dia.
    Assim, parte (não todo, claro) do sucesso das políticas do Lula foi construído sobre decisões e políticas de governos anteriores; parte do sucesso (e fracasso) do governo Dilma começou a ser delineado pelo governo Lula, e parte do fracasso atual advém de decisões tomadas pelos governos FHC, Lula e Dilma (pra não precisar voltar até 1500).
    A maior parte da crise atual vem sendo construída desde a saída da crise de 2008.

    Se for pra tirar só uma "foto do momento" (por exemplo, dívida pública atual em quase 80% do PIB), e esquecer toda a trajetória até então, não dá pra ter uma análise "de modo objetivo sem se ater a paixões ou ódios ideológicos".

    O mérito do governo Lula, em especial, principalmente na parte relativa às políticas sociais (e a própria gestão fiscal, no primeiro mandato), é indiscutível. Mas o "medo da esquerda", de muitos, vem também dos discursos adotados: "Assembleia Constituinte (obviamente, escolhidos a dedo)", "função social da propriedade (definida pelos burocratas escolhidos pelo governo)", "controle social da mídia (censura mal disfarçada)", "democratização das discussões políticas (atropelar o Legislativo eleito, substituindo suas deliberações pelas de um "Conselho Social" escolhido pelo governo)", dentre vários outros.

    Não sou eu quem defino a pauta da esquerda. Eles é que escolhem esse caminho. Adotam exatamente o mesmo discurso escolhido pelo Chávez, pelo Maduro (o PT voltou a radicalizar nesse sentido), e esperam que o povo acredite que, na prática, farão diferente?

    Lógico que há exceções dentro da própria esquerda, de candidatos que adotam discursos claramente compromissados com a democracia real (por exemplo, o Ciro Gomes, o próprio Lula quando foi eleito, entre outros). Mas essas exceções, quando agem dessa forma, são tratados por outros setores da esquerda como "traidores que abrem concessões à elite blábláblá".

    e modo objetivo, sem paixões ou ódios ideológicos, a discussão tem de partir de um ponto básico: tanto os sucessos, quanto os fracassos, de políticas públicas são construídos ao longo do tempo, e não da noite para o dia.
    Assim, parte (não todo, claro) do sucesso das políticas do Lula foi construído sobre decisões e políticas de governos anteriores; parte do sucesso (e fracasso) do governo Dilma começou a ser delineado pelo governo Lula, e parte do fracasso atual advém de decisões tomadas pelos governos FHC, Lula e Dilma (pra não precisar voltar até 1500).
    A maior parte da crise atual vem sendo construída desde a saída da crise de 2008.


    Exatamente.

    O mérito do governo Lula, em especial, principalmente na parte relativa às políticas sociais (e a própria gestão fiscal, no primeiro mandato), é indiscutível. Mas o "medo da esquerda", de muitos, vem também dos discursos adotados: "Assembleia Constituinte (obviamente, escolhidos a dedo)", "função social da propriedade (definida pelos burocratas escolhidos pelo governo)", "controle social da mídia (censura mal disfarçada)", "democratização das discussões políticas (atropelar o Legislativo eleito, substituindo suas deliberações pelas de um "Conselho Social" escolhido pelo governo)", dentre vários outros.

    Todas essas questões são práticas de países evoluídos. Alguém tem que fazer isso, botar o povo para exercer o seu direito constitucional de participação direta. Só que somos imbuídos em um auto preconceito de que não somos capazes disso. E quem põe esses assuntos na roda, é a esquerda. Sei que parece que vou voltar àquela polarização chata, mas nesse caso, a direita insiste em manter o patrimonialismo seja na mídia, seja na economia, seja nas escolhas de tudo.

    Temos mania de só se lembrar da Venezuela. Mas diversos outros países (completamente diferentes da Venezuela) já avançaram nesse sentido. Só que só ficamos alertas à Venezuela, praticamente uma bitolagem.


    avatar
    euvoltei
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1060
    Reputação : 119
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por euvoltei em Qua 08 Ago 2018, 1:47 pm

    pernalonga escreveu:
    euvoltei escreveu:Tentou implantar o socialismo. Como? Gastando mais do que podia, para aumentar impostos e o controle estatal sobre a sociedade. Manobrando orçamento ilegalmente pra desmoralizar as leis e implantar leis "novas" com viés mais socialista. Manobrou pra se perpetuar no poder.

    impechment justo, claro. Voto não é autorização pra descumprir lei..

    Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing
    Pareceu irônico, então vou responder:

    Pode estudar e verá...
    Atualmente só há duas maneiras de implantar o socialismo:
    1) À força, com armas, revolução
    2) Sufocar o capitalismo, aumentando ação do estado (bolsa isso, aquilo, cota aquilo, ação impositiva/afirmativa em face do grupo/minoria), tais ações demandam mais dinheiro, que demandam mais impostos, que demandam mais ação e mais controle; Impor descrédito ao modelo atual, (dilma chegou a afirmar que pedalou em apenas 0,3% do orçamento), ora, sem credibilidade, o modelo pode ser substituído, pelo socialismo; mais estatais (vejam quantas o PT criou);concentrando mais poder concentrado ( imposto sindical indo para federações, confederações); destruição da igreja/religião; destruição da família ......

    Claro, os socialistas ávidos por poder infinito, nunca vão admitir esse desejo profundo, mas todas as atitudes deles falam isso, bobo que não escuta o que é dito.
    avatar
    pernalonga
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1839
    Reputação : 768
    Data de inscrição : 25/04/2012

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por pernalonga em Qua 08 Ago 2018, 2:01 pm

    Esses governos de frente popular não são socialistas nem aqui nem na China (lá tb não é socialismo, no máximo um capitalismo de Estado). Que socialismo é esse com empreiteira, banqueiro, político corrupto e latifundiário mais faceiro que pinto no lixo?

    Vc term razão no item 1, socialismo quem faz é o povo e com revolução. Aqui na América Latina no máximo uns acordos pelegos com a burguesia da "esquerda" e da direita pra todo mundo levar algum e ninguém ser preso
    avatar
    ale1969
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 483
    Reputação : 39
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por ale1969 em Qua 08 Ago 2018, 2:52 pm

    As pessoas acreditam em tudo que leem na internet, basta que sirva para justificar seus pontos de vista. Por isso é tão difícil combater as "fake news", diria até impossível.
    Repetem-se absurdos como nazismo de esquerda, terra plana, escola sem partido etc. São tantos absurdos, que chamar os governos do PT de socialistas passa a ser normal e aceito pela maioria mal informada da sociedade.
    O Lula e o atual PT não têm nada de socialistas, são apenas oportunistas que jogam com a ignorância alheia. Acham que podem agradar a todos ao mesmo tempo e agora sofrem o revés de aliarem-se com a elite podre do Brasil. Bem feito, fico feliz de ter saído a muitos anos desse antro de entreguistas e falsos socialistas.
    avatar
    euvoltei
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1060
    Reputação : 119
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por euvoltei em Qua 08 Ago 2018, 3:06 pm

    ale1969 escreveu:As pessoas acreditam em tudo que leem na internet, basta que sirva para justificar seus pontos de vista. Por isso é tão difícil combater as "fake news", diria até impossível.
    Repetem-se absurdos como nazismo de esquerda, terra plana, escola sem partido etc. São tantos absurdos, que chamar os governos do PT de socialistas passa a ser normal e aceito pela maioria mal informada da sociedade.
    O Lula e o atual PT não têm nada de socialistas, são apenas oportunistas que jogam com a ignorância alheia. Acham que podem agradar a todos ao mesmo tempo e agora sofrem o revés de aliarem-se com a elite podre do Brasil. Bem feito, fico feliz de ter saído a muitos anos desse antro de entreguistas e falsos socialistas.

    Tente implantar o socialismo> Não deu certo > Diga, aquilo não era socialismo.

    Houve tentativa de perpetuação de poder pelo PT, dominação geral, imprensa, poderes da república, armas etc... Agora, vemos uma nova tentativa...

    Sim são oportunistas, mas não deixaram tentar impor sua visão de mundo a todos...

    O que acontece é que o socialismo moderno hoje, não deseja mais substituir as 100% empresas, e a iniciativa privada, mas tão somente subjuga-las, através de imposto, regulamentações, imposições etc....
    É só olhar a China, partido único, qualquer empresa só faz o que o governo quer, mídia controlada, e os membros do partido são como semi-deuses...

    Então, não são "notícias falsas", é a realidade sendo posta...

    Por isso desespero do PT quando se fala em reformas, desestatizações, etc... Eles no fundo não liga para o povo, mas sabem que se o país caminhar nesse sentido, o sonho socialista de dominação do país estará mais longe, ou talvez inviabilizado...


    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5068
    Reputação : 132
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Sigma em Qua 08 Ago 2018, 3:23 pm

    Bastião escreveu:Alguém tem que fazer isso, botar o povo para exercer o seu direito constitucional de participação direta. Só que somos imbuídos em um auto preconceito de que não somos capazes disso.

    Mas vamos combinar, né?

    - Temos um condenado por corrupção liderando a corrida presidencial,
    - Na falta dele, temos um mamador de teta com 28 anos de congresso com resultados pífios, e capacidade de discurso igualável ao da Dilma,
    - Ah, é, também tivemos a Dilma,
    - Um Congresso Nacional com a grande maioria sendo investigada por corrupção,
    - Reeleição após reeleição de Malufs, Barbalhos, Calheiros, e demais bandalheiros.

    Por óbvio, devo estar deixando vários casos absurdos de fora, em esfera estadual e municipal.

    E aí, pergunto: será realmente que isso é realmente auto preconceito? Ou realmente não somos capazes disso?
    avatar
    ale1969
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 483
    Reputação : 39
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por ale1969 em Qua 08 Ago 2018, 4:20 pm

    Não sei se é "fake news" ou a completa ignorância do "capitão", confundir INDOLÊNCIA com INDULGÊNCIA, tentando consertar a fala preconceituosa do seu "general".
    Rapaz... tem certeza que ele pode transformar o Brasil para melhor?
    Repete as barbaridades dos "haters" da internet o tempo todo e quer armar a população ignorante que o segue.
    Volto a repetir, o maior perigo não é o Bolsonaro, mas sim o "guardinha" da esquina, que terá um poder sobre a vida e a morte das pessoas. Fora do "estado de direito" e da "democracia" não há saída para o Brasil.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Eleições presidenciais 2018

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 15 Out 2018, 7:36 am