PCS JÁ



    Dicas Financeiras

    Compartilhe
    avatar
    JusticeiroSP
    Novo Usuário

    Mensagens : 7
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 28/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por JusticeiroSP em Seg 05 Mar 2018, 2:38 pm

    (respondida)


    Última edição por JusticeiroSP em Sex 27 Abr 2018, 9:46 am, editado 1 vez(es) (Razão : .)

    Ilhense
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 835
    Reputação : 20
    Data de inscrição : 18/12/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Ilhense em Ter 06 Mar 2018, 6:09 am

    josebarbos escreveu:
    Ilhense escreveu:

    Discordo do colega josebarbosa. Entendo que as condições estruturais da economia hoje são diferentes, a ponto de já haver um ruído sobre nova redução da taxa de juros, já que até o momento a inflação medida não atende às expectativas do mercado, e por consequência, está abaixo do centro da meta.  

    Há também um bom indício de que tenhamos um crescimento acima de 3% nesse ano, ou seja, isso já auxiliaria na própria arrecadação governamental.

    Creio que o mercado já tenha precificado a não aprovação da reforma da previdência nesse ano e a caso sigamos nessa toada de reaquecimento da economia, deva aceitar para 2019 uma alteração não necessariamente substancial na previdência.

    Caso a inflação venha a se elevar, o seu capital estará protegido.

    O prêmio que estão dando é bem interessante.

    Em que pese o FGC, é bom dar uma olhada nas contas do banco.

    Muito do desempenho dos investimentos passará pela eleição deste ano. Me parece que estamos num cenário meio estagnado e que a depender da qualidade do candidato e das perspectivas pró-mercado, teremos u m grande salto otimista ou pessimista.

    E aí entramos no que investimentos são, apostas.

    Para mim, o que o mercado precificou, e é até óbvio, é que a reforma não sairia neste ano, mas não que ela deixasse de ser pauta. Caso tenhamos um presidente com a perspectiva de afrouxar o controle das contas públicas, isto vai ter seu preço cobrado mais tarde. Aliás, SELIC baixa em ano eleitoral é quase uma barbada, caso de estudo.

    Acredito que podemos até sofrer mais intensamente com a perspectiva das eleições, mas, provavelmente, a partir do momento em que haja uma liderança consolidada nas pesquisas de um candidato fora do "eixo".

    No momento me parece difícil isso ocorrer e, a depender da situação econômica, um discurso que não envolva a necessidade de reformas ficará deslocado.

    O que me pergunto é: um candidato liberal, reformista, seria bom para os servidores públicos? A visão do mercado é positiva quando se aplica a nós?
    avatar
    euvoltei
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 972
    Reputação : 115
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por euvoltei em Ter 06 Mar 2018, 7:15 am

    Ilhense escreveu:
    josebarbos escreveu:
    Ilhense escreveu:

    Discordo do colega josebarbosa. Entendo que as condições estruturais da economia hoje são diferentes, a ponto de já haver um ruído sobre nova redução da taxa de juros, já que até o momento a inflação medida não atende às expectativas do mercado, e por consequência, está abaixo do centro da meta.  

    Há também um bom indício de que tenhamos um crescimento acima de 3% nesse ano, ou seja, isso já auxiliaria na própria arrecadação governamental.

    Creio que o mercado já tenha precificado a não aprovação da reforma da previdência nesse ano e a caso sigamos nessa toada de reaquecimento da economia, deva aceitar para 2019 uma alteração não necessariamente substancial na previdência.

    Caso a inflação venha a se elevar, o seu capital estará protegido.

    O prêmio que estão dando é bem interessante.

    Em que pese o FGC, é bom dar uma olhada nas contas do banco.

    Muito do desempenho dos investimentos passará pela eleição deste ano. Me parece que estamos num cenário meio estagnado e que a depender da qualidade do candidato e das perspectivas pró-mercado, teremos u m grande salto otimista ou pessimista.

    E aí entramos no que investimentos são, apostas.

    Para mim, o que o mercado precificou, e é até óbvio, é que a reforma não sairia neste ano, mas não que ela deixasse de ser pauta. Caso tenhamos um presidente com a perspectiva de afrouxar o controle das contas públicas, isto vai ter seu preço cobrado mais tarde. Aliás, SELIC baixa em ano eleitoral é quase uma barbada, caso de estudo.

    Acredito que podemos até sofrer mais intensamente com a perspectiva das eleições, mas, provavelmente, a partir do momento em que haja uma liderança consolidada nas pesquisas de um candidato fora do "eixo".

    No momento me parece difícil isso ocorrer e, a depender da situação econômica, um discurso que não envolva a necessidade de reformas ficará deslocado.

    O que me pergunto é: um candidato liberal, reformista, seria bom para os servidores públicos? A visão do mercado é positiva quando se aplica a nós?

    É um boa pergunta.
    Ainda mais no meio de tanta ideologias, (que não pagam salários de ninguém).
    A meu ver, temos dentro do serviço público, uma administração direta, de um tamanho bom, mas mal distribuído.

    Quanto a administração indireta (estatais, agências reguladoras, etc) acho que um candidato liberal tem sim, mais poder de "desmonte"... não que isso seja ruim...por exemplo, privatizar a petrobras, e abrir o mercado, pode trazer outras empresas externas, e o governo poderá jogar mais duro, exigindo um produto melhor, coisa que não faz porque se exigir isso, vai derrubar o lucro da petrobras e prejudicar as contas públicas,.. E isso vale pra qualquer área que o governo tenha presença maciça....

    Vejo, que o ideal é alguém que tenha foco no acerto de contas públicas e crescimento,... as duas coisas juntas... Sem isso, vai faltar dinheiro, e no futuro viraremos um grande RJ ou RS...
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1820
    Reputação : 243
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por androsvilazza em Ter 06 Mar 2018, 10:40 am

    Exato.

    É bom lembrar que o Brasil é um país bastante sui generis em relação à política e economia.
    Isso significa que não devemos esperar qualquer tipo de "liberalização" (de fato) da economia no curto e médio prazos, independente do candidato eleito este ano.

    Em primeiro lugar, mudanças drásticas e rápidas, nos campos político e econômico, só acontecem em ambientes ditatoriais, o que não é o nosso caso. Em democracias as mudanças sempre tendem a levar bastante tempo, e serem graduais (às vezes até enfadonhas), devido à necessidade de acomodação de interesses divergentes. Não custa lembrar que o Brasil é um dos países menos liberais do planeta, o que demandaria décadas para nos levar ao "meio da tabela" dos índices de liberalismo.

    Em segundo lugar, as corporações têm muita força no país. E não digo apenas as corporações de servidores. Grandes empresas, que são as maiores beneficiadas pela política de subsídios e empréstimos do BNDES, têm muito pouco, ou nenhum, interesse em mudanças no status quo. Dentro dos próprios partidos políticos há grande resistência às mudanças liberalizantes. Basta observar os caso da Eletrobras e Infraero. É consenso geral de que ambas são empresas pouco eficientes, e que seria altamente vantajoso para seus respectivos setores (energia e infraestrutura de aeroportos) caso fossem privatizadas, ainda que parcialmente (algumas geradoras e distribuidoras de energia aqui, alguns aeroportos acolá). No entanto, a ameaça de "perder algumas boquinhas" põe vários políticos e partidos na defensiva, inclusive aqueles que defendem medidas liberais no discurso.

    Em resumo, mesmo que um político seja eleito com a "melhor das intenções" no sentido liberal, querendo privatizar "tudo", reduzir o inchaço da máquina, diminuir impostos etc., o máximo que veremos nos próximos anos serão medidas pontuais, e de pequenos efeitos no curto prazo. De resto, o "sistema" deve puxá-lo ao centro, assim como o fez, de sinal trocado, com o Lula.

    Não esperem grandes mudanças vindo da "política". Quem já está lá quer manter a situação atual, que é bastante cômoda, e quem entra acaba se "convertendo" ou pregando no deserto. Grandes reformas liberais só viriam caso a população abraçasse a causa, com enorme mudança de mentalidade em relação ao "senso comum" de hoje. Aí talvez os políticos aderissem aos ideais liberais, por uma questão básica de sobrevivência. Infelizmente, nada disso parece ocorrer no curto prazo (talvez nunca).

    Reconheço que este é o melhor momento histórico para as ideias economicamente liberais no Brasil. Prova disso é que políticos historicamente defensores do Estado paquidérmico (entre eles o Bolsonaro) recentemente "viraram a casaca" e começaram a defender pautas liberais. Mas daí a, uma vez eleitos, querer - ou conseguir - implementar tais pautas, vai uma distância enorme. Acredito que, mesmo que alguém seja eleito com discurso liberalizante, eventuais reformas adotadas incluam, no máximo:

    1) reforma da Previdência: esta é uma pauta que qualquer eleito, de esquerda ou direita, irá abraçar. que vai mudar é apenas o "foco" da reforma, quais mudanças serão propostas, e a forma de discurso. Quanto ao discurso, podem anotar: qualquer que seja o governo, os argumentos serão "o fim de privilégios", saneamento das contas, adequação aos padrões mundiais e garantia de sustentabilidade para as gerações futuras. Todos estes pontos, a depender da visão adotada, têm os servidores públicos como principais alvos. O único argumento de reforma que nos deixaria "de fora" seria o "combate à sonegação" que, no entanto, é um argumento por si só vazio e sem efeitos práticos sobre as contas da Previdência, que hoje sufocam o orçamento. (combater a sonegação todo mundo pretende combater, e focar só nesse ponto seria "colocar todos os ovos numa cesta duvidosa".)

    2) alguma pequena reforma tributária: talvez a simplificação de impostos (possível, com unificação de dois ou mais impostos em um); tentativa de implementar maior progressividade no imposto de renda (pouco provável, pauta antiga mas que ninguém buscou de fato aprovar); criação ou majoração de impostos, a depender da corrente vencedora nas eleições {provável, caso não se queira atacar o déficit pelo lado das despesas - por exemplo, proporiam algum tributo parecido com a CPMF, majoração de IOF, ou tributação de investimentos hoje isentos (LCA/LCI)};

    3) alguma pequena reforma administrativa: unificação de ministérios (até que os aliados pressionem pela criação de novos postos para apadrinhados), extinção de cargos e funções (todo governante adora tomar essas medidas: sempre extinguem cargos vagos, sem efeito prático nas contas, mas fica a propaganda de "redução da máquina". Depois criam novos cargos para serem mais tarde extintos); talvez alguma medida de desburocratização (por exemplo, redução do tempo levado para se abrir ou encerrar uma empresa, crítica recorrente ao ambiente de negócios no Brasil; ou medidas para acelerar a liberação de produtos de importação e exportação nas alfândegas etc.);

    4) uma ou outra privatizações e concessões: provavelmente de rodovias, que o governo não consegue mais manter satisfatoriamente; talvez alguns presídios, já que o tema do momento é a segurança; e uma ou outra estatal pequena (ainda assim pouco provável).

    Enfim, quem quer que seja eleito, podemos esperar mais do mesmo. As únicas mudanças em relação ao paradigma atual é que pode ser eleito um governante honesto (chego a ter pena dele(a), de ter que negociar apoio com as velhas raposas da política), e talvez uma ou outra medida pequena de caráter liberal. Lógico que mesmo os menores passos são grandes avanços, se dados na direção certa, mas não acredito em grandes mudanças no cenário atual (principalmente se levados em consideração os atuais presidenciáveis, e as pesquisas de opinião). É bom para quem está receoso, que pode ter certeza de que nada ocorrerá, de grande significância, nos próximos dois ou três mandatos presidenciais.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2505
    Reputação : 374
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Ter 06 Mar 2018, 11:02 pm

    Um perfil de candidato liberal poderá ser bom ou ruim, conforme o foco. Vejo que aqueles que estão acostumados com estatais paquidérmicas estariam temerosos, mas não é o nosso caso, cuja atividade é essencialmente estatal. Acredito que até tenhamos muito a ganhar, com foco naquilo que é necessário.

    Quanto a se realmente vai mudar, acho muito difícil. Não há oposição, ou críticas e ideias construtivas. Creio que pontos importantes são os que foram levantados pelo andros, com os seguintes adendos:

    Reforma previdenciária: é urgente uma reforma séria e profunda no sistema. Quem tem qualquer dúvida a este respeito, pode começar a repensar por um quadro bastante simples: pegue a arrecadação e, principalmente, as despesas com previdência ocorridas nos últimos anos. Aliás, o que não vai faltar são "Maitês" dizendo que "o pai pagou pelo direito". O que acho ruim é que muito provavelmente o assunto não será tão discutido na campanha, mas tem grande chance de ser a primeira pauta em 1/1/2019.

    Reforma tributária: é um tema que precisa ser discutido. Não dá para pensar em queda de arrecadação, agora, até por motivos óbvios. Mas dá para se fazer muito em termos de simplificação e unificação. A Índia aprovou uma reforma absurda ano passado, que pode servir de exemplo para nós.

    Não acredito em reforma administrativa. O próprio Temer começou enxugando ministérios, mas não demorou uma semana para mudar de ideia e hoje foi criado um inútil ministério de segurança pública que, não obstante, esvaziou a pasta da Justiça.

    Eu sonharia com um programa agressivo de concessões, permitiria a participação popular por meio de um percentual dos depósitos do FGTS e reduziria o Estado ao mínimo necessário. Infelizmente, à medida que as contas chegarem, uma ou outra concessão ou venda será feita para cobrir o "juro do cheque especial" do ano, e só.

    A mudança mais importante seria no congresso. Entretanto, nossa "reforma política" foi ótima: manteve o status quo e aumentou enormemente as despesas com o terrível fundo partidário.
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 5590
    Reputação : 206
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Galizezin em Qui 15 Mar 2018, 1:20 pm

    Não é por nada não, mas...
    Hoje está 27 mil

    ???? EVOLUÇÃO BITCOIN

    2009 1 BTC = 0.0001 USD (R$ 0.001)

    2010 1 BTC = 0.07 USD (R$ 0.21)

    2011 1 BTC = 15 USD (R$ 40)

    2012 1 BTC = 7 USD (R$ 21)

    2013 1 BTC = 100 USD (R$ 300)

    2014 1 BTC = 600 USD (R$ 1.800)

    2015 1 BTC = 220 USD (R$ 700)

    2016 (Janeiro) 1 BTC = 600 USD (R$ 1.800)

    2016 (Dezembro) 1 BTC = 860 USD (R$ 2.600)

    2017 (Janeiro) 1 BTC = 1.000 USD (R$ 3.200)

    2017 (Novembro) 1 BTC = 8.100 USD (R$ 35.000)

    2018 (Previsão) 1 BTC = 10.500* USD (R$ 45.000)

    2019 (Previsão) 1 BTC = 40.000* USD (R$ 125.000)

    2020 (Previsão) 1 BTC = 60.000* USD (R$ 185.000)



    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1820
    Reputação : 243
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por androsvilazza em Ter 27 Mar 2018, 4:13 pm

    Recomendo esse blog: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Já indicamos algumas vezes, alguns artigos dele. Essa semana lançou uma série de palestras, explicando um pouco o funcionamento do mercado de capitais, e abordando algumas das razões do fracasso brasileiro, nesse aspecto.

    jornalista
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1084
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por jornalista em Ter 27 Mar 2018, 7:10 pm

    Galizezin escreveu:Não é por nada não, mas...
    Hoje está 27 mil

    ???? EVOLUÇÃO BITCOIN

    2009 1 BTC = 0.0001 USD (R$ 0.001)

    2010 1 BTC = 0.07 USD (R$ 0.21)

    2011 1 BTC = 15 USD (R$ 40)

    2012 1 BTC = 7 USD (R$ 21)

    2013 1 BTC = 100 USD (R$ 300)

    2014 1 BTC = 600 USD (R$ 1.800)

    2015 1 BTC = 220 USD (R$ 700)

    2016 (Janeiro) 1 BTC = 600 USD (R$ 1.800)

    2016 (Dezembro) 1 BTC = 860 USD (R$ 2.600)

    2017 (Janeiro) 1 BTC = 1.000 USD (R$ 3.200)

    2017 (Novembro) 1 BTC = 8.100 USD (R$ 35.000)

    2018 (Previsão) 1 BTC = 10.500* USD (R$ 45.000)

    2019 (Previsão) 1 BTC = 40.000* USD (R$ 125.000)

    2020 (Previsão) 1 BTC = 60.000* USD (R$ 185.000)

    Vai afundar?
    avatar
    eder.lima
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 257
    Reputação : 22
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por eder.lima em Qua 28 Mar 2018, 9:47 am

    Colegas, esses dias um amigo pediu-me uma opinião acerca da seguinte situação:

    Ele possui um carro financiado com parcelas de 1.499,00 faltando 32 parcelas para quitar o veículo. O seu gerente de banco lhe ofereceu um consignado no valor de 31.500,00 com 96 parcelas de 771,00 com a sugestão de que ele quite o carro (o valor da quitação é 33.500,00) o que lhe daria uma folga de cerca de 700,00 por mês que ele poderia usar para fazer algum investimento ou quitar o consignado de trás pra frente adiantando umas parcelas.

    Na opinião de vocês, valeria a pena ele fazer essa troca de financiamento? Particularmente acho o prazo do consignado muito longo mesmo a parcela sendo a metade do financiamento do carro.

    O que vocês me dizem?
    avatar
    cicero_pb
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1962
    Reputação : 161
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por cicero_pb em Qua 28 Mar 2018, 10:20 am

    Essa é fácil.

    Considerando que a primeira parcela, em todas as contas, seja daqui a 30 dias:

    - Os juros pagos para o financiamento do carro é de 2,34% ao mês.

    - Os juros do consignado é de 2,12%.

    - O gerente, bonzinho, ofertou dois mil a menos.

    - Se, na mesma taxa que ofertada (2,12%), for feito um empréstimo no MESMO numero de prestações do carro (32), a parcela fica em 1.452,47.

    Ou seja, somente TROCANDO do carro para o banco, há um economia de 46,53 por mês.

    Mas os juros geralmente são menores para prazo menor. Isso pode melhorar.

    Não sei onde a pessoa mora, mas na minha cidade há bancos com taxa efetiva de 1,40% ao mês (na verdade, há até taxas menores, mas vamos focar em uma que deve existir em todo o país).

    Ou seja, com 1,4% ao mês, ele pode pegar 33.500 para quitar o carro e ficar com 32 parcelas de 1.306,02. Ou uma baita economia de 192,98 mensais. Ou 6.175,46 ao final do contrato.
    avatar
    cicero_pb
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1962
    Reputação : 161
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por cicero_pb em Qua 28 Mar 2018, 10:27 am

    Claro, o nosso amigo pode ser um Bananense típicus. Ou B. típicus, para os íntimos. Nesse caso, ele vai na concessionária e troca o possante por um melhor, com uma nova dívida.

    Se for esse o caso, o melhor é deixar como está...

    jornalista
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1084
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por jornalista em Qua 28 Mar 2018, 11:28 am

    cicero_pb escreveu:Claro, o nosso amigo pode ser um Bananense típicus. Ou B. típicus, para os íntimos. Nesse caso, ele vai na concessionária e troca o possante por um melhor, com uma nova dívida.

    Se for esse o caso, o melhor é deixar como está...
    O comércio de usados (prefiro chamar assim) está bombando faz um tempo.
    avatar
    eder.lima
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 257
    Reputação : 22
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por eder.lima em Qua 28 Mar 2018, 12:23 pm

    cicero_pb escreveu:Essa é fácil.

    Considerando que a primeira parcela, em todas as contas, seja daqui a 30 dias:

    - Os juros pagos para o financiamento do carro é de 2,34% ao mês.

    - Os juros do consignado é de 2,12%.

    - O gerente, bonzinho, ofertou dois mil a menos.

    - Se, na mesma taxa que ofertada (2,12%), for feito um empréstimo no MESMO numero de prestações do carro (32), a parcela fica em 1.452,47.

    Ou seja, somente TROCANDO do carro para o banco, há um economia de 46,53 por mês.

    Mas os juros geralmente são menores para prazo menor. Isso pode melhorar.

    Não sei onde a pessoa mora, mas na minha cidade há bancos com taxa efetiva de 1,40% ao mês (na verdade, há até taxas menores, mas vamos focar em uma que deve existir em todo o país).

    Ou seja, com 1,4% ao mês, ele pode pegar 33.500 para quitar o carro e ficar com 32 parcelas de 1.306,02.  Ou uma baita economia de 192,98 mensais. Ou 6.175,46 ao final do contrato.

    Obrigado pela explicação didática, colega.

    Pelo que entendi, a intenção dele é quitar o carro pra liberar uma folga no orçamento pra investir/poupar.

    Em todo o caso, as condições propostas são boas pra ele, certo? Se bem que eu sugeri que ele procurasse um banco que lhe oferecesse uma taxa de pelo menos 1,6 no consignado já que ele é servidor público também...
    avatar
    cicero_pb
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1962
    Reputação : 161
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por cicero_pb em Qua 28 Mar 2018, 6:07 pm

    Ele consegue 1,4. Na pior das hipóteses. É só procurar.

    Se é uma questão de margem (ele só possuir 770), ele deve pegar o que precisar para quitar o veículo, aumentando o número de prestações até conseguir.

    Se for só esse o problema dele, deve se limitar a isso.

    O número de parcelas deve ficar em 68, para o valor completo do veículo (33500).
    avatar
    cicero_pb
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1962
    Reputação : 161
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por cicero_pb em Qua 28 Mar 2018, 6:13 pm

    "servidor público também"...

    As condições de 1,4 que conheço são para algumas categorias. Judiciário incluso.

    Tem que ver as opções que a folha de pagamento do órgão dele oferece.
    avatar
    eder.lima
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 257
    Reputação : 22
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por eder.lima em Qua 28 Mar 2018, 6:46 pm

    cicero_pb escreveu:Ele consegue 1,4. Na pior das hipóteses. É só procurar.

    Se é uma questão de margem (ele só possuir 770), ele deve pegar o que precisar para quitar o veículo, aumentando o número de prestações até conseguir.

    Se for só esse o problema dele, deve se limitar a isso.

    O número de parcelas deve ficar em 68, para o valor completo do veículo (33500).

    Valeu mais uma vez colega. Vou repassar essas informações pra ele. Obrigado! like
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2505
    Reputação : 374
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Qui 29 Mar 2018, 8:29 pm

    Em geral, trocar dívidas de modalidades diferentes não costuma ser bom negócio, porque você precisa recomeçar do zero.

    O ideal seria tentar a portabilidade, entretanto, ela é limitada no tempo ao mesmo que falta no outro contrato. Entretanto, como não tem IOF, basicamente a redução de juros iria integralmente no ganho na prestação.
    avatar
    marco trt8
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 37
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 23/12/2014

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por marco trt8 em Seg 16 Abr 2018, 11:28 am

    olá josé barbosa, teria como vc atualizar a sua planilha do pcs, pois a medida próvisória da contribuição previdenciária perdeu a validade.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2505
    Reputação : 374
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Seg 16 Abr 2018, 8:56 pm

    eder.lima escreveu:
    cicero_pb escreveu:Ele consegue 1,4. Na pior das hipóteses. É só procurar.

    Se é uma questão de margem (ele só possuir 770), ele deve pegar o que precisar para quitar o veículo, aumentando o número de prestações até conseguir.

    Se for só esse o problema dele, deve se limitar a isso.

    O número de parcelas deve ficar em 68, para o valor completo do veículo (33500).

    Valeu mais uma vez colega. Vou repassar essas informações pra ele. Obrigado! like

    Semana passada recebi a visita de uma consultora da Alfa, oferecendo até 1,3% a.m. Estamos em negociação de uma visita para simular para os servidores.

    A questão, me parece, é saber chorar, e quem pegar a primeira proposta vai pagar caro.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2505
    Reputação : 374
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por josebarbos em Seg 16 Abr 2018, 8:57 pm

    marco trt8 escreveu:olá josé barbosa, teria como vc atualizar a sua planilha do pcs, pois a medida próvisória da contribuição previdenciária perdeu a validade.

    Assim que tiver um tempinho vou fazer as devidas atualizações.
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 4852
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Sigma em Dom 03 Jun 2018, 6:29 pm

    Ainda resisto a criar um tópico exclusivo sobre criptomoedas, especialmente neste fórum. Mas segue um bom texto sobre o motivo pelo qual o Bitcoin é bem interessante para QUALQUER pessoa.

    Carta pública de um early adopter para a comunidade brasileira de Bitcoin – ter Bitcoin é uma urgência!

    Nota do redator: o texto a seguir foi enviado através de uma fonte que pediu sigilo sobre a sua identidade. Trata-se de um usuário que deseja alertar para o maior benefício que alguém pode ter ao comprar Bitcoin: a proteção de seu patrimônio contra a ação de governos que imprimem cada vez mais dinheiro para quitar suas dívidas (muitas delas que já são virtualmente impagáveis), e com isso destroem o poder de compra da população – especialmente da parcela mais pobre. As opiniões do texto não devem ser encaradas como uma recomendação de investimento; procure sempre estudar o assunto antes de investir.

    Durante muitos anos, tudo com que nós, entusiastas do Bitcoin, sonhávamos era exposição. Uma matéria no jornal, um logotipo numa transmissão esportiva, uma piada nos Simpsons poderia ser o portal dourado, a fresta através da qual o Bitcoin invadiria o mainstream.

    A realidade se mostrou muito mais grandiosa do que imaginávamos: hoje o Bitcoin já dispõe de discussão diária na CNBC, analistas dedicados em veículos de mídia internacionais, documentário no Netflix, citações sérias em Davos, relatórios pormenorizados dos maiores bancos do mundo, ticker nos principais sites de finanças, capa de revistas voltadas para leigos, matérias otimistas em telejornais, e, logicamente, mais piadas nos Simpsons.

    Ainda assim, os bitcoiners mais antigos não se consideram satisfeitos (talvez porque, no fundo, quase ninguém se sinta “satisfeito” por muito tempo na vida): por mais realizador que seja observar todo esse “buzz” ao redor do criptoativo, causa-lhes extremo desconforto a trivialidade com a qual se fala do assunto. Não raro o bitcoin é equiparado ao investimento em um CRI (certificado de recebíveis imobiliários) mais sofisticado, ou em um aplicativo (perdão, “startup”) descolado.

    O investidor mediano absorve esse sentimento e se farta com “incríveis” 30% de rentabilidade. Outros mais corajosos se regozijam em 50% de ganhos e trombeteiam o incomparável resultado. Compram para pouco depois vender, com aquele pensamento meio “blasé” de que “o Bitcoin sempre estará ali caso eu queira voltar.”

    O que lhes falta é o senso de urgência.

    A melhor metáfora para o bitcoin com a qual já me deparei foi a metáfora do “bote salva-vidas”. Pode não parecer, mas estamos navegando sobre um mar com placas tectônicas poderosíssimas prestes a provocar um verdadeiro tsunami econômico.

    Bolha, bolha, bolha… mil vezes bolha!. São dez trilhões de dólares em juros negativos, US$21 trilhões em dívida federal norte-americana, quase quatro trilhões de reais em dívida da União no Brasil (que não consegue poupar para pagar sequer os juros), aposentadorias de servidores brasileiros, europeus e norte-americanos sem a menor condição de serem pagas, um trilhão de dólares em dívida estudantil norte-americana, bancos centrais imprimindo dinheiro para comprar ações, socialismo em alta na juventude norte-americana, crédito automotivo subprime abrindo o bico nos EUA, Quantitative Easing (política de expansão de crédito muito utilizada pós-crise de 2008), aumento de impostos, “guerra” ao dinheiro físico, misandria, fanatismo religioso, fim do dividendo demográfico, PIIGS insolventes. Vende os olhos, dê uma volta, aponte o dedo: há uma bolha ali.

    Bolha pontocom? Greenspan empurrou sob o tapete. Bolha imobiliária norte-americana? Sob o tapete.

    O Bitcoin é uma ilha de sanidade em meio à loucura econômica

    Seu governo ou aquela empresa cujas ações você guarda emitem muita dívida? O Bitcoin é rigidamente escasso. Jamais haverá mais do que 21 milhões de bitcoins. Corre um frio na espinha vendo as imagens de carrinhos de mão cheios de cédulas na Venezuela (elogiada por políticos que terão milhões de votos nas próximas eleições)? O Bitcoin é rigidamente escasso.

    Sente queimação quando assiste à matéria sobre a inflação repetindo patuscadas como “é preciso pechinchar”, “tem que comparar bem”, ou colocando a culpa do aumento dos preços no “empresário”? O Bitcoin é rigidamente escasso.

    Tem dor de cabeça se cogita investir em imóvel cujo IPTU anual é de cinco dígitos? O Bitcoin é inconfiscável.

    Arregala os olhos quando sua sogra ou cunhada debocha da amiga que saiu “com uma mão na frente e outra atrás ao final do relacionamento”? O Bitcoin é inconfiscável.

    Toma antidepressivo até hoje desde que aquele primo, vizinho ou amigo de infância te deu o golpe e deixou a dívida da empresa no seu colo? O Bitcoin é inconfiscável. Dobra a dose de omeprazol quando se discute a volta da CPMF? O Bitcoin é inconfiscável.

    Sim, dá um certo trabalho entender o básico do Bitcoin. Provavelmente vai te exigir um lugar seguro para guardar pelo menos uma folha de papel. Você provavelmente irá pagar um pouco mais caro por ele aqui do que se morasse no exterior (nada que você não tenha passado para equipar você próprio ou seus filhos com meia dúzia de gadgets). Esse esforço, entretanto, vai te preparar para um cenário que podemos comparar a uma geleira gigantesca com uma enorme rachadura, mas que ninguém sabe quando vai desabar.

    O Bitcoin, junto com o – muito mais complicado, trabalhoso e exposto – ouro físico, é o bote que te permitirá sobreviver a um enredo extremamente previsível e repetitivo ao longo da história, enredo esse que tentarei descrever abaixo.

    Os governos não vão falir. Eles já estão falidos.

    Nenhum grupo político será capaz de resolver esta situação: qualquer mudança com a constituição atual é um band-aid numa fratura exposta. Os gastos obrigatórios do governo já são maiores do que a arrecadação.

    O problema não é apenas corrupção. O buraco é mais fundo, e ao lado dele há outros enormes – incentivos deturpados, sistemas insustentáveis, doutrinação anticapitalista ao longo de gerações, cultura. Não se iluda pensando que o seu juiz, ministério ou sua “instituição” de estimação vai resolver.

    Quando a matemática e os juros compostos tornarem a situação desesperadora (tudo pode começar com uma greve, manifestação ou com um resultado “surpreendente” de uma eleição), os governos tomarão medidas desesperadas. Taxação sumária de aposentados, novos impostos na casa dos dois dígitos para aplicações financeiras já realizadas, regras absurdas de trânsito, taxação de grandes fortunas (em 10 anos a inflação dará conta de transformar qualquer pequena poupança de família de classe média em uma “fortuna”), confisco de herança, aumentos de 50% em IPTU e IPVA, parcelamento de salários; tudo aquilo que ainda não é realidade inevitavelmente o será, talvez em poucos anos.

    Essas conclusões não são fruto de algoritmos complexos, nem de modelos matemáticos exclusivos, mas sim mera constatação aritmética. Mas por que são assimilados em sua real seriedade por tão poucas pessoas?

    Viés de normalidade

    Existe uma tendência humana chamada de “viés de normalidade”. Funciona da seguinte maneira: sua rua nunca alagou durante uma grande chuva? Você nem cogita que ela possa alagar algum dia. Você nunca bateu o carro? Então dirige sempre a 140km/h na estrada achando que nada vai acontecer contigo. Nunca teve doença grave? Acaba vivendo como se nunca fosse morrer.

    Esse comportamento também é observado nas esferas econômica e financeira da nossa vida. No fundo, nenhum juiz americano acredita que um dia pode ter uma aposentadoria inferior à renda de um pedreiro. No seu âmago, nenhum funcionário público acredita que possa vir a ficar sem receber o seu salário (situações como as do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro já derrubaram parcialmente essa crença).

    Por pior que seja a segurança pública, ninguém consegue imaginar um cenário com apenas 20% do efetivo atual policiando as ruas, com algum local dominado por milícias. Mas para efeito de comparação, ninguém, absolutamente ninguém na Venezuela imaginou que a vida chegaria sequer perto das condições atuais.

    Sugiro apenas meia hora de uma pesquisa no Google sobre alguns dos temas que citei. Calculadora aberta, operações matemáticas simples, coisa de ensino primário mesmo. E aí? Vai precisar de Bitcoin?
    avatar
    alface
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 178
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 13/03/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por alface em Qua 06 Jun 2018, 5:41 pm

    Ze Barbosa ou alguém que entenda do assunto, vc acha um bom investimento o bitcoin?
    avatar
    Henrique
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 221
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 01/04/2014

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Henrique em Qui 07 Jun 2018, 4:43 pm

    alface escreveu:Ze Barbosa ou alguém que entenda do assunto, vc acha um bom investimento o bitcoin?

    2
    avatar
    Fireball
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 706
    Reputação : 27
    Data de inscrição : 10/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Fireball em Sex 08 Jun 2018, 12:54 pm


    (ATE ÀS 15H) CDB 15,07% PREFIXADO

    INVISTA HOJE (08.06) ATÉ ÀS 15 HORAS!


    Investimento com rentabilidade líquida de 1% ao mês e 15,07% ao ano.

    Invista R$5.000,00 hoje e resgate no vencimento o valor de R$10.501,72.

    Aproveite essa super taxa.
    INVISTA HOJE.

    Easynvest
    CDB 15,07%
    PREFIXADO
    Emissor: Banco PINE
    Mínimo: R$5.000,00
    Rent Liq Período: 110,03%
    Prazo: 6 anos
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 4852
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Sigma em Sex 08 Jun 2018, 1:15 pm

    Para entender o universo do Bitcoin, sugiro:

    1) Entender o que é "dinheiro", através do documentário "Bitcoin - O Fim do Dinheiro Como Conhecemos";
    (Link: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    2) Conhecer a história do Bitcoin, através do documentário "Banking on Bitcoin" (Link: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] disponível na Netflix, também)

    3) Assistir a playlist "Introdução ao Bitcoin", do Fernando Ulrich (Link: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    4) Assistir o vídeo legendado do Andreas Antonopoulos, um dos maiores especialistas sobre Bitcoin (https://youtu.be/HoxeTjXCAoo)

    5) Para quem tem facilidade com o inglês, e pretende ir além da questão "financeira" do Bitcoin, assistir tantos vídeos quanto forem possíveis do canal do Andreas Antonopoulos (Link: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] bem como um resumo dos últimos 5 anos no universo do Bitcoin (Link: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    alface
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 178
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 13/03/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por alface em Sex 08 Jun 2018, 2:03 pm

    Sigma, agradeço os esclarecimentos. Mas, vc acredita que seja um bom investimento?
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 4852
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Sigma em Sex 08 Jun 2018, 2:41 pm

    alface escreveu:Sigma, agradeço os esclarecimentos. Mas, vc acredita que seja um bom investimento?

    No meu caso, eu me vi atraído pela valorização, isso é claro. Foi entre meados de julho e agosto de 2017.

    A primeira coisa que eu fiz foi comprar.

    Depois disso, eu procurei estudar sobre o assunto. Youtube, artigos, fóruns de discussão, etc.

    Então eu comprei mais.

    Comprei nas épocas em que o BTC estava valendo US$ 5 mil, 7 mil, 9 mil, 11 mil, 15 mil. Mas estou tranquilo em relação a isso. Não é algo que estou pensando resgatar a curto prazo. Estou pensando em 10, 15, 20 anos.

    Risco de desvalorização: há. No meu entendimento, devido às características do projeto, esse risco é um pouco menor que o "risco" de valorização.

    Então, resumindo: sim, creio que seja um bom investimento.

    Mas sugiro que pegue um café ou uma cerveja, e gaste umas 4 horas assistindo os vídeos. E que, depois disso, procure o máximo de informações possíveis sobre Bitcoin.

    E foque em Bitcoin. A partir dali, você vai entender que outras criptomoedas são meramente especulativas (com exceção, TALVEZ, de Ethereum, Litecoin e Monero). Fuja do BCash. E da Ripple. E da Iota.
    avatar
    alface
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 178
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 13/03/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por alface em Sex 08 Jun 2018, 4:32 pm

    Sigma, muitíssimo obrigado.... Very Happy cheers
    avatar
    prp
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Técnico Judiciário - pé duro
    Mensagens : 414
    Reputação : 5
    Data de inscrição : 21/01/2011
    Idade : 34
    Localização : MG

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por prp em Ter 19 Jun 2018, 5:24 pm

    Alguém opera daytrade?
    avatar
    Caçador_de_Troll
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 377
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 12/09/2014

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Caçador_de_Troll em Seg 02 Jul 2018, 7:24 am

    Bom dia pessoal, ontem criei um grupo para discussão do tema Funpresp - JUD/MPU no telegram, adicionei links, vídeos e artigos de textos relacionados ao tema.

    Nesses últimos dias muitos servidores se interessaram acerca do assunto e o Grupo já conta com 53 integrantes.

    O telegram é interessante, pois não tem limite de membros e os arquivos armazenados (mesmo antes do ingresso do membro) ficam organizados e disponíveis ao acesso por meio de simples busca.

    Quem puder e quiser ingressar no grupo será muito bem vindo, pois tem muita gente boa por aqui com grande conhecimento acerca do assunto.

    O link para ingresso é [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Abraço.
    avatar
    Korgano Masaka
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 637
    Reputação : 43
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Korgano Masaka em Seg 02 Jul 2018, 2:17 pm

    Alguém tem uma boa dica financeira de verdade, que não seja criptomoeda, pirâmide ou outro golpe?
    avatar
    Korgano Masaka
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 637
    Reputação : 43
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Korgano Masaka em Qua 04 Jul 2018, 11:06 am

    Falando em golpe de criptomoeda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 4852
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Sigma em Qua 04 Jul 2018, 11:48 am

    Korgano Masaka escreveu:Falando em golpe de criptomoeda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Tem gente que merece.
    avatar
    Protocol
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 332
    Reputação : 37
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Protocol em Ter 10 Jul 2018, 12:31 pm

    Colegas, desculpem se a pergunta é boba para o nível de discussão do tópico, mas queria saber aos que possuem algum relacionamento com cooperativa de crédito (Sicoob) se é razoável trocar o sistema bancário pelo cooperativo.
    Tenho um amigo que há um tempo vem me falando das vantagens, mas não estou convencido.
    Se alguém puder falar algo a respeito de sua experiência ou que tenha opinião formada sobre o assunto, fico muito grato, sobretudo porque o relacionamento com meu banco atual está me enchendo a pelota.
    avatar
    eder.lima
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 257
    Reputação : 22
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por eder.lima em Ter 10 Jul 2018, 1:14 pm

    Protocol escreveu:Colegas, desculpem se a pergunta é boba para o nível de discussão do tópico, mas queria saber aos que possuem algum relacionamento com cooperativa de crédito (Sicoob) se é razoável trocar o sistema bancário pelo cooperativo.
    Tenho um amigo que há um tempo vem me falando das vantagens, mas não estou convencido.
    Se alguém puder falar algo a respeito de sua experiência ou que tenha opinião formada sobre o assunto, fico muito grato, sobretudo porque o relacionamento com meu banco atual está me enchendo a pelota.

    Rapaz, tava pensando em fazer a mesma pergunta!
    Aqui no TRE/CE, meses atrás teve uma palestra promovida pela SICREDI, porém não pude comparecer. Quem foi, teceu muitos elogios mas depois não vi mais ninguem falando a respeito nem ouvi se alguém tinha migrado.
    Também gostaria de saber a experiência de alguém que tenha saído de um banco para uma cooperativa de crédito para ver se vale a pena.
    Aqui onde moro tem uma agência da SICREDI e a única coisa que sei é que as taxas de financiamento são bem mais atrativas...
    avatar
    euvoltei
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 972
    Reputação : 115
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por euvoltei em Ter 10 Jul 2018, 1:30 pm

    eder.lima escreveu:
    Protocol escreveu:Colegas, desculpem se a pergunta é boba para o nível de discussão do tópico, mas queria saber aos que possuem algum relacionamento com cooperativa de crédito (Sicoob) se é razoável trocar o sistema bancário pelo cooperativo.
    Tenho um amigo que há um tempo vem me falando das vantagens, mas não estou convencido.
    Se alguém puder falar algo a respeito de sua experiência ou que tenha opinião formada sobre o assunto, fico muito grato, sobretudo porque o relacionamento com meu banco atual está me enchendo a pelota.

    Rapaz, tava pensando em fazer a mesma pergunta!
    Aqui no TRE/CE, meses atrás teve uma palestra promovida pela SICREDI, porém não pude comparecer. Quem foi, teceu muitos elogios mas depois não vi mais ninguem falando a respeito nem ouvi se alguém tinha migrado.
    Também gostaria de saber a experiência de alguém que tenha saído de um banco para uma cooperativa de crédito para ver se vale a pena.
    Aqui onde moro tem uma agência da SICREDI e a única coisa que sei é que as taxas de financiamento são bem mais atrativas...

    Geralmente compensa...
    Mas não hoje, não sei se dá pra descartar 100% um banco grande....

    Pró: taxas (aplicação e financiamento)
    Contra: Velocidade em geral, São muito conservadores para limites de cartão/conta, nem sempre você consegue quitar todas os boletos por lá por falta de convênio...

    Nunca pedi cartão na cooperativa pq o meu de banco é isento, e a pontuação é alta... e nunca me esclareceram o valor para eu ter isenção,... então deixou a desejar...





    avatar
    Caçador_de_Troll
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 377
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 12/09/2014

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Caçador_de_Troll em Ter 10 Jul 2018, 3:45 pm

    Pessoal, após pedidos, o grupo para discussão do tema Funpresp também agora é destinando a investimentos, portanto, caso algum colega tenha interesse em fazer parte das discussões, o link para ingresso é

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    O telegram é interessante, pois não tem limite de membros e os arquivos armazenados (mesmo antes do ingresso do membro) ficam organizados e disponíveis ao acesso por meio de simples busca.

    avatar
    Daenerys
    Novo Usuário

    Mensagens : 6
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 28/06/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Daenerys em Qui 12 Jul 2018, 12:27 pm

    Alguém já ouviu falar da seguradora Prudential do Brasil? Será que é confiável?
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1820
    Reputação : 243
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por androsvilazza em Qui 12 Jul 2018, 3:13 pm

    Daenerys escreveu:Alguém já ouviu falar da seguradora Prudential do Brasil? Será que é confiável?

    Já ouvi falar, e parece boa, ou seja, os produtos oferecidos são interessantes. Já com relação à confiabilidade, não posso atestar, pois não conheço, pessoalmente, alguém que tenha contratado seus produtos.
    Dá uma olhada nas reclamações no Reclame Aqui. Pelo que vi, a maior parte das reclamações são em decorrência do desconhecimento dos produtos; por exemplo, alguém que tenha contratado algum produto com carência e não sabia; outro que contratou um seguro resgatável sem entender que ele funciona como os títulos de capitalização (aumentando o percentual de resgate ao longo tempo, e tendo pouquíssimo resgate no curto prazo) etc. Não considero esse tipo de reclamação como desabonador em relação à seguradora (a menos que tenha decorrido de má-fé dos corretores, o que não me pareceu o caso).
    Na dúvida, dê uma estudada nos produtos de concorrentes mais tradicionais, para comparação. O próprio seguro resgatável, produto que a Prudential foi uma das pioneiras a oferecer no Brasil, já é oferecido por empresas mais tradicionais, como Mapfre, Bradesco e Porto Seguro.

    De toda forma, é bom ver que o mercado de seguros, assim como o bancário, está se abrindo aos poucos, aumentando as opções e, consequentemente, os benefícios de uma maior concorrência.

    Falar nisso, deixo aqui uma dúvida também:

    Venho recebendo ofertas de portabilidade do salário, tanto para minha conta do Banco Inter, quanto para a NuConta (do Nubank). Hoje recebo na CEF. Alguém já optou pela portabilidade para essas contas alternativas? A minha dúvida é se demora muito pra creditar o salário, ou algo assim... Porque a proposta é interessante: no Nubank, por exemplo, há rendimento diário na conta, sem necessidade de contratar um título de CDB, ou algo parecido, coisa que minha conta na Caixa obviamente não oferece. Daí já dá pra render uma mixaria entre o crédito do salário e o vencimento das contas Laughing

    avatar
    anuvenzinha
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1003
    Reputação : 141
    Data de inscrição : 19/12/2014

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por anuvenzinha em Qui 12 Jul 2018, 9:01 pm

    Quando se sentirem lesados por alguma instituição entrem na Justiça Comum: acabei de ganhar, já depositado na minha conta, um processo por dano moral q entrei em 2015 no vlr superior a 50 mil!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Dicas Financeiras

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 19 Jul 2018, 10:26 am