PCS JÁ



    Novo PCS

    Compartilhe
    avatar
    euvoltei
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1109
    Reputação : 122
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por euvoltei em Seg 30 Jul 2018 - 17:37

    No TRT que trabalho 17 magistrados e 30 servidores migraram..
    Ou seja, proporcionalmente,os magistrados migraram muito mais que servidores....

    Então, menos paixão e mais razão

    Ilhense
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 872
    Reputação : 22
    Data de inscrição : 18/12/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Ilhense em Seg 30 Jul 2018 - 18:27

    Infelizmente a adesão ou não adesão exige mais do que velhos chavões para ser resolvida.

    Idéias saídas do "curandeirismo" não resolverão problemas de ordem financeira, política e econômica.

    Mesmo garantias jurídicas acabam se dissolvendo diante de um déficit fiscal que promete se agigantar.

    Tratem de estudar e baixem um pouco a guarda.

    O futuro está logo ali e não adianta espernear.
    avatar
    concurseiro_mor
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1262
    Reputação : 29
    Data de inscrição : 06/08/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por concurseiro_mor em Seg 30 Jul 2018 - 18:29

    Ilhense escreveu:Infelizmente a adesão ou não adesão exige mais do que velhos chavões para ser resolvida.

    Idéias saídas do "curandeirismo" não resolverão problemas de ordem financeira, política e econômica.

    Mesmo garantias jurídicas acabam se dissolvendo diante de um déficit fiscal que promete se agigantar.

    Tratem de estudar e baixem um pouco a guarda.

    O futuro está logo ali e não adianta espernear.

    A Ideia é realmente estudar...
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6131
    Reputação : 228
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Seg 30 Jul 2018 - 21:02

    euvoltei escreveu: No TRT que trabalho 17 magistrados e 30 servidores migraram..
    Ou seja, proporcionalmente,os magistrados migraram muito mais que servidores....

    Então, menos paixão e mais razão

    sim, sei que muitos migraram, mas não aderiram ao funpresp. Rodrigo Tenório é um.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    Jubilando
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 584
    Reputação : 39
    Data de inscrição : 01/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Jubilando em Seg 30 Jul 2018 - 23:14

    euvoltei escreveu: No TRT que trabalho 17 magistrados e 30 servidores migraram..
    Ou seja, proporcionalmente,os magistrados migraram muito mais que servidores....

    Então, menos paixão e mais razão

    Mera quantidade de migrantes para justificar que é bom negócio migrar é propaganda enganosa.
    Tem que ver quando ingressaram no mercado e no serviço público.
    É bem provável que esse juízes ingressaram mais recentemente do que os que não migraram. Da mesma forma os servidores.
    Essa é a tendência (migram mais os com menos tempo no serviço público), pelo que tenho visto.
    avatar
    Henrique
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 223
    Reputação : 19
    Data de inscrição : 01/04/2014

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Henrique em Ter 31 Jul 2018 - 5:24

    Mais um exemplo claro do que percebi quando estava estudando sobre migrar e aderir ao Funpresp ou não.

    De um lado argumentos técnicos baseados na lei e em cálculos e cenários políticos/econômicos.

    Do outro chavões e bravatas como essas abaixo. Só faltou dizer que se foi o governo que está propondo então não presta.


    Korgano Masaka escreveu:Com certeza. Vai aí algumas verdades:
    Verdade: Funpresp tem liquidez zero;
    Verdade: Nem os ministros do STF aderiram ao Funpresp;
    Verdade: Nem 10% dos Procuradores aderiram ao Funpresp;
    Verdade: Se nem os cabeças do MPU e Judiciário aderiram, por que os servidores são obrigados a aderirem?


    Khal Drogo escreveu:Não é considerado ivnestimento pq nem pela CVM é fiscalizada.

    Quer falar mais sobre o tema de forma sensata e honesta ou vai ficar se pegando a detalhes insignificantes pra grande parte do fórum?
    Vamos conversar seriamente sobre a FUNPRESP. Tem tópico pra isso. Josebarbosa já falou milhões de coisas ótimas por lá.
    Agora ficar falando de liquidez nula/negativa.

    Tem que parar com essas coisas e deixar o servidor fazer a sua escolha com verdades.


    Korgano Masaka escreveu:Fato, principalmente servidor que acha que o Fupresp é um tipo de investimento....
    Khal Drogo escreveu:Depois de tanta informação boa postada aqui ainda tem esse pensamento?

    De fato não tem liquidez. Sabe pq? Pq é um produto para longo prazo. Geralmente produtos de longo prazo não possuem liquidez interessante.

    O investimento perfeito deveria ter o máximo de liquidez (possibilidade de reverter o ativo em dinheiro), maior rentabilidade e menor risco, contudo, em regra, isso não é possível, pois devemos abrir mão de uma dessas variáveis a depender primordialmente do perfil do investidor e da característica de cada caixa.

    O problema não é FUNPRESP. O problema maior é que grande parte do servidor público não sabe nada sobre investimento.




    [/quote]
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6131
    Reputação : 228
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Ter 31 Jul 2018 - 8:27

    peço que não postem mais mensagens a respeito de funpresp neste tópico, pois foi criado um específico para o assunto. a partir de agora, todas as mensagens desfocadas serão deletadas.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1168
    Reputação : 178
    Data de inscrição : 11/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por VadeMekum em Qua 1 Ago 2018 - 14:25

    Galizezin escreveu:peço que não postem mais mensagens a respeito de funpresp neste tópico, pois foi criado um específico para o assunto. a partir de agora, todas as mensagens desfocadas serão deletadas.

    Concordo, afinal aqui é para se discutir sobre um novo PCS.

    Numa linha de postura bem realista e conservadora, ou seja, sem entrar na macróbia questão de equiparação de TJ com AJ, em melhorando o cenário econômico do pais em 2019 (espera-se), e considerando as restrições orçamentárias decorrentes da EC do teto de gastos, o que vcs apontariam que se poderia negociar, em termos financeiros, em 2020?
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Qua 1 Ago 2018 - 16:48

    VadeMekum escreveu:
    Galizezin escreveu:peço que não postem mais mensagens a respeito de funpresp neste tópico, pois foi criado um específico para o assunto. a partir de agora, todas as mensagens desfocadas serão deletadas.

    Concordo, afinal aqui é para se discutir sobre um novo PCS.

    Numa linha de postura bem realista e conservadora, ou seja, sem entrar na macróbia questão de equiparação de TJ com AJ, em melhorando o cenário econômico do pais em 2019 (espera-se), e considerando as restrições orçamentárias decorrentes da EC do teto de gastos, o que vcs apontariam que se poderia negociar, em termos financeiros, em 2020?

    A tese forte é a esticar a carreira em mais padrões. É o que se consegue melhores valores absolutos com menor impacto financeiro.
    avatar
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1168
    Reputação : 178
    Data de inscrição : 11/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por VadeMekum em Qua 1 Ago 2018 - 17:48

    darkshi escreveu:
    VadeMekum escreveu:
    Galizezin escreveu:peço que não postem mais mensagens a respeito de funpresp neste tópico, pois foi criado um específico para o assunto. a partir de agora, todas as mensagens desfocadas serão deletadas.

    Concordo, afinal aqui é para se discutir sobre um novo PCS.

    Numa linha de postura bem realista e conservadora, ou seja, sem entrar na macróbia questão de equiparação de TJ com AJ, em melhorando o cenário econômico do pais em 2019 (espera-se), e considerando as restrições orçamentárias decorrentes da EC do teto de gastos, o que vcs apontariam que se poderia negociar, em termos financeiros, em 2020?

    A tese forte é a esticar a carreira em mais padrões. É o que se consegue melhores valores absolutos com menor impacto financeiro.

    Seria algo como alongar o último nível C13 para C15 de novo, tanto para TJ qto para AJ? (exemplo)

    É um pouco colidente com o procedimento adotado não só no PJU, mas em outras carreiras (RFB, por exemplo), em que, recentemente, houve reduções de níveis (talvez pelo cenário econômico vigente ao tempo de tal mudança, que propiciou essa redução).
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Qui 2 Ago 2018 - 14:52

    VadeMekum escreveu:
    darkshi escreveu:
    VadeMekum escreveu:
    Galizezin escreveu:peço que não postem mais mensagens a respeito de funpresp neste tópico, pois foi criado um específico para o assunto. a partir de agora, todas as mensagens desfocadas serão deletadas.

    Concordo, afinal aqui é para se discutir sobre um novo PCS.

    Numa linha de postura bem realista e conservadora, ou seja, sem entrar na macróbia questão de equiparação de TJ com AJ, em melhorando o cenário econômico do pais em 2019 (espera-se), e considerando as restrições orçamentárias decorrentes da EC do teto de gastos, o que vcs apontariam que se poderia negociar, em termos financeiros, em 2020?

    A tese forte é a esticar a carreira em mais padrões. É o que se consegue melhores valores absolutos com menor impacto financeiro.

    Seria algo como alongar o último nível C13 para C15 de novo, tanto para TJ qto para AJ? (exemplo)

    É um pouco colidente com o procedimento adotado não só no PJU, mas em outras carreiras (RFB, por exemplo), em que, recentemente, houve reduções de níveis (talvez pelo cenário econômico vigente ao tempo de tal mudança, que propiciou essa redução).

    A ideia é esticar bem a carreira sem dar progressão extraordinária pela criação desses novos níveis.
    avatar
    pernalonga
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1888
    Reputação : 777
    Data de inscrição : 25/04/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por pernalonga em Ter 7 Ago 2018 - 14:25

    Coincidência, na Plenária da Fenajufe, que rolou de 02 a 05 de agosto, apareceu proposta igualzinha a do Amarildo:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Pela aprovação de que seja elaborado estudo pela Fenajufe, em 2018,visando o aumento d o número de padrões em ambas carreiras de Técnico Judiciário e Analista Judiciário. O número
    atual de 13 padrões deverá ser aumentado para 20 a 25 padrões, sem redução salarial, visando aumento gradativo de salário dos servidores. Com o aumento do número de padrões deverá haver equivalência salarial entre os 13 padrões existentes e os novos padrões que comporão a nova tabela salarial.
    Justificativa: a tabela com poucos padrões de progressão na carreira desestimula os servidores. Com13 anos de efetivo trabalho o servidor chega no final de carreira, o salário fica estagnado durante muito tempo e o servidor não tem perspectiva de crescimento dentro 20 da carreira.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    PROPOSTA: SOBREPOSIÇÃO REMUNERATÓRIA ENTRE AS CARREIRAS DE TÉCNICO E ANALISTA JUDICIÁRIO
    Pela aprovação da sobreposição remuneratória entre as carreiras de Técnico Judiciário (TJ) e de Analista Judiciário(AJ), sendo que a tabela salarial do cargo de Técnico deverá avançar até a metade do número de padrões da carreira do cargo de Analista. Que a Fenajufe elabore estudos, em 2018, para que esta aprovação tenha reflexo imediato na próxima tabela salarial da Lei 11.406/2006, incluindo em legislação substituta caso esta ocorra, ou no próximo Plano de Cargos e Salários da nossa categoria, o que for encaminhado primeiro para o STF relativo ao novo reajuste dos servidores públicos do PJU/MPU.
    Justificativa: O fim da sobreposição remuneratória entre as carreiras de TJ e AJ no PCS 2, Lei 10.475/2002, teve como conseqüência um grande e injusto distanciamento salarial entre ambos cargos, sendo que dentro dos Tribunais e MPU os Analistas Judiciários (nível superior) e os Técnicos Judiciários (nível médio) efetuam praticamente as mesmas tarefas de alta complexidade, portanto é justa a sobreposição remuneratória visando a redução da diferença salarial entre ambos cargos. Salientamos que a sobreposição remuneratória foi extinta no PCS 2 sem debate e sem a devida aprovação da própria base nas instâncias deliberativas na nossa categoria

    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Ter 7 Ago 2018 - 16:13

    pernalonga escreveu:Coincidência, na Plenária da Fenajufe, que rolou de 02 a 05 de agosto, apareceu proposta igualzinha a do Amarildo:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Pela  aprovação  de  que  seja  elaborado  estudo  pela  Fenajufe, em 2018,visando  o  aumento  d o número  de  padrões em  ambas  carreiras  de Técnico Judiciário e  Analista Judiciário.  O  número
    atual de  13  padrões deverá  ser  aumentado para 20  a 25  padrões, sem  redução  salarial, visando  aumento  gradativo  de  salário  dos  servidores. Com  o  aumento do número  de  padrões deverá  haver equivalência salarial entre  os  13 padrões  existentes e  os  novos padrões que comporão  a nova tabela salarial.
    Justificativa: a tabela com poucos padrões de progressão na carreira desestimula  os  servidores.  Com13 anos  de efetivo trabalho  o servidor  chega  no  final  de  carreira, o  salário  fica  estagnado  durante muito tempo e o servidor não tem perspectiva de crescimento dentro 20 da carreira.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    PROPOSTA: SOBREPOSIÇÃO REMUNERATÓRIA ENTRE  AS  CARREIRAS DE TÉCNICO E ANALISTA JUDICIÁRIO
    Pela  aprovação da  sobreposição  remuneratória  entre  as  carreiras  de Técnico Judiciário (TJ) e de Analista Judiciário(AJ), sendo que a tabela salarial do cargo de Técnico deverá avançar até a metade do número de padrões  da carreira  do  cargo  de  Analista.  Que  a  Fenajufe  elabore estudos,  em  2018, para  que  esta  aprovação  tenha  reflexo  imediato  na próxima  tabela  salarial da  Lei  11.406/2006,  incluindo em legislação substituta caso  esta  ocorra, ou  no  próximo  Plano  de  Cargos e  Salários da nossa categoria, o que for encaminhado primeiro para o STF relativo ao novo reajuste dos servidores públicos do PJU/MPU.
    Justificativa: O fim da sobreposição remuneratória entre as carreiras de TJ e AJ no PCS 2, Lei 10.475/2002, teve como conseqüência um grande  e  injusto  distanciamento  salarial  entre  ambos  cargos,  sendo que  dentro  dos  Tribunais e  MPU os  Analistas  Judiciários  (nível superior)    e    os    Técnicos    Judiciários    (nível    médio)    efetuam praticamente as  mesmas  tarefas  de  alta  complexidade,  portanto é justa a  sobreposição  remuneratória visando  a  redução  da  diferença salarial entre ambos cargos. Salientamos  que a  sobreposição  remuneratória foi extinta no  PCS 2 sem   debate   e   sem   a   devida   aprovação   da   própria   base   nas  instâncias deliberativas na nossa categoria


    É a bola que to cantando tem tempos.

    E digo mais, o passo depois disto é a implantação do cargo único e amplo. Ou é isto ou é a PEC da ascensão funcional.
    Já que não fará muito sentido continuar tratando os cargos como sendo algo diferente no momento em que um TJ em fim de carreira ganha o equivalente a um AJ com 13 anos de casa.
    avatar
    JUDiado
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 202
    Reputação : 9
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por JUDiado em Ter 7 Ago 2018 - 16:14

    pernalonga escreveu:Coincidência, na Plenária da Fenajufe, que rolou de 02 a 05 de agosto, apareceu proposta igualzinha a do Amarildo:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Pela  aprovação  de  que  seja  elaborado  estudo  pela  Fenajufe, em 2018,visando  o  aumento  d o número  de  padrões em  ambas  carreiras  de Técnico Judiciário e  Analista Judiciário.  O  número
    atual de  13  padrões deverá  ser  aumentado para 20  a 25  padrões, sem  redução  salarial, visando  aumento  gradativo  de  salário  dos  servidores. Com  o  aumento do número  de  padrões deverá  haver equivalência salarial entre  os  13 padrões  existentes e  os  novos padrões que comporão  a nova tabela salarial.
    Justificativa: a tabela com poucos padrões de progressão na carreira desestimula  os  servidores.  Com13 anos  de efetivo trabalho  o servidor  chega  no  final  de  carreira, o  salário  fica  estagnado  durante muito tempo e o servidor não tem perspectiva de crescimento dentro 20 da carreira.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    PROPOSTA: SOBREPOSIÇÃO REMUNERATÓRIA ENTRE  AS  CARREIRAS DE TÉCNICO E ANALISTA JUDICIÁRIO
    Pela  aprovação da  sobreposição  remuneratória  entre  as  carreiras  de Técnico Judiciário (TJ) e de Analista Judiciário(AJ), sendo que a tabela salarial do cargo de Técnico deverá avançar até a metade do número de padrões  da carreira  do  cargo  de  Analista.  Que  a  Fenajufe  elabore estudos,  em  2018, para  que  esta  aprovação  tenha  reflexo  imediato  na próxima  tabela  salarial da  Lei  11.406/2006,  incluindo em legislação substituta caso  esta  ocorra, ou  no  próximo  Plano  de  Cargos e  Salários da nossa categoria, o que for encaminhado primeiro para o STF relativo ao novo reajuste dos servidores públicos do PJU/MPU.
    Justificativa: O fim da sobreposição remuneratória entre as carreiras de TJ e AJ no PCS 2, Lei 10.475/2002, teve como conseqüência um grande  e  injusto  distanciamento  salarial  entre  ambos  cargos,  sendo que  dentro  dos  Tribunais e  MPU os  Analistas  Judiciários  (nível superior)    e    os    Técnicos    Judiciários    (nível    médio)    efetuam praticamente as  mesmas  tarefas  de  alta  complexidade,  portanto é justa a  sobreposição  remuneratória visando  a  redução  da  diferença salarial entre ambos cargos. Salientamos  que a  sobreposição  remuneratória foi extinta no  PCS 2 sem   debate   e   sem   a   devida   aprovação   da   própria   base   nas  instâncias deliberativas na nossa categoria


    Se levarmos em conta aquela tabela que foi divulgada aqui, o analista teria 7 padrões acima do c13 atual, já o técnico, 10 a mais?
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6131
    Reputação : 228
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Ter 7 Ago 2018 - 19:43

    pernalonga escreveu:Coincidência, na Plenária da Fenajufe, que rolou de 02 a 05 de agosto, apareceu proposta igualzinha a do Amarildo:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Pela  aprovação  de  que  seja  elaborado  estudo  pela  Fenajufe, em 2018,visando  o  aumento  d o número  de  padrões em  ambas  carreiras  de Técnico Judiciário e  Analista Judiciário.  O  número
    atual de  13  padrões deverá  ser  aumentado para 20  a 25  padrões, sem  redução  salarial, visando  aumento  gradativo  de  salário  dos  servidores. Com  o  aumento do número  de  padrões deverá  haver equivalência salarial entre  os  13 padrões  existentes e  os  novos padrões que comporão  a nova tabela salarial.
    Justificativa: a tabela com poucos padrões de progressão na carreira desestimula  os  servidores.  Com13 anos  de efetivo trabalho  o servidor  chega  no  final  de  carreira, o  salário  fica  estagnado  durante muito tempo e o servidor não tem perspectiva de crescimento dentro 20 da carreira.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    PROPOSTA: SOBREPOSIÇÃO REMUNERATÓRIA ENTRE  AS  CARREIRAS DE TÉCNICO E ANALISTA JUDICIÁRIO
    Pela  aprovação da  sobreposição  remuneratória  entre  as  carreiras  de Técnico Judiciário (TJ) e de Analista Judiciário(AJ), sendo que a tabela salarial do cargo de Técnico deverá avançar até a metade do número de padrões  da carreira  do  cargo  de  Analista.  Que  a  Fenajufe  elabore estudos,  em  2018, para  que  esta  aprovação  tenha  reflexo  imediato  na próxima  tabela  salarial da  Lei  11.406/2006,  incluindo em legislação substituta caso  esta  ocorra, ou  no  próximo  Plano  de  Cargos e  Salários da nossa categoria, o que for encaminhado primeiro para o STF relativo ao novo reajuste dos servidores públicos do PJU/MPU.
    Justificativa: O fim da sobreposição remuneratória entre as carreiras de TJ e AJ no PCS 2, Lei 10.475/2002, teve como conseqüência um grande  e  injusto  distanciamento  salarial  entre  ambos  cargos,  sendo que  dentro  dos  Tribunais e  MPU os  Analistas  Judiciários  (nível superior)    e    os    Técnicos    Judiciários    (nível    médio)    efetuam praticamente as  mesmas  tarefas  de  alta  complexidade,  portanto é justa a  sobreposição  remuneratória visando  a  redução  da  diferença salarial entre ambos cargos. Salientamos  que a  sobreposição  remuneratória foi extinta no  PCS 2 sem   debate   e   sem   a   devida   aprovação   da   própria   base   nas  instâncias deliberativas na nossa categoria


    no atual formato, não se chega ao final da carreira em 13, mas em 12 anos. esses estudos serão concluídos para tentar uma aprovação ainda este ano? ou será que o pessoal acha que vai conseguir alguma coisa no primeiro ano de mandato do próximo presidente?


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    euvoltei
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1109
    Reputação : 122
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por euvoltei em Ter 7 Ago 2018 - 20:07

    Plano típico para dar errado.. Impacto enorme,sobreposição, quebra de paridade enviesada e altamente questionável..

    Questionável pq não se justifica uma servidor ter trabalhado 30, 35 anos, tempo suficiente para chegar no fim da carreira e depois não ser mais do fim da carreira...vão chover ações, pra festa dos sindicatos e associações...
    Por mim, é lata do lixo,
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5131
    Reputação : 135
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Sigma em Ter 7 Ago 2018 - 20:30

    euvoltei escreveu:Plano típico para dar errado.. Impacto enorme,sobreposição, quebra de paridade enviesada e altamente questionável..

    Questionável pq não se justifica uma servidor ter trabalhado 30, 35 anos, tempo suficiente para chegar no fim da carreira e depois não ser mais do fim da carreira...vão chover ações, pra festa dos sindicatos e associações...

    Por mim, é lata do lixo,

    Isso, a meu ver, é um bônus para os sindicatos, e não um impeditivo.
    avatar
    euvoltei
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1109
    Reputação : 122
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por euvoltei em Ter 7 Ago 2018 - 21:13

    Sigma escreveu:
    euvoltei escreveu:Plano típico para dar errado.. Impacto enorme,sobreposição, quebra de paridade enviesada e altamente questionável..

    Questionável pq não se justifica uma servidor ter trabalhado 30, 35 anos, tempo suficiente para chegar no fim da carreira e depois não ser mais do fim da carreira...vão chover ações, pra festa dos sindicatos e associações...

    Por mim, é lata do lixo,

    Isso, a meu ver, é um bônus para os sindicatos, e não um impeditivo.

    Pois é, a carreira virou bônus, para associações e sindicatos...

    Tem que ser feita uma trapalhada, para render algumas teses de ações, para a galera se filiar e permanecer filiada, para não perder a ação...

    Sei que isso surgiu do Temer, de adicionar patamares iniciais bem modestos, para atrair as pessoas pela motivação e afinidade e não somente pelo lado financeiro.... Mas dái você querer criar níveis finais, sobreposição, etc... aí é palhaçada....

    Quero subsídio, ou GAJ, ou algo bem tradicional....sem teses mirabolantes..
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Qua 8 Ago 2018 - 8:46

    euvoltei escreveu:
    Sigma escreveu:
    euvoltei escreveu:Plano típico para dar errado.. Impacto enorme,sobreposição, quebra de paridade enviesada e altamente questionável..

    Questionável pq não se justifica uma servidor ter trabalhado 30, 35 anos, tempo suficiente para chegar no fim da carreira e depois não ser mais do fim da carreira...vão chover ações, pra festa dos sindicatos e associações...

    Por mim, é lata do lixo,

    Isso, a meu ver, é um bônus para os sindicatos, e não um impeditivo.

    Pois é, a carreira virou bônus, para associações e sindicatos...

    Tem que ser feita uma trapalhada, para render algumas teses de ações, para a galera se filiar e permanecer filiada, para não perder a ação...

    Sei que isso surgiu do Temer, de adicionar patamares iniciais bem modestos, para atrair as pessoas pela motivação e afinidade e não somente pelo lado financeiro.... Mas dái você querer criar níveis finais, sobreposição, etc... aí é palhaçada....

    Quero subsídio, ou GAJ, ou algo bem tradicional....sem teses mirabolantes..

    Então pode se preparar para sofrer. Pq o plano apresentado na Fenajufe já é a apresentação do acordado com o STF.

    SENATUS
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 467
    Reputação : 32
    Data de inscrição : 23/11/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por SENATUS em Qua 8 Ago 2018 - 9:35

    darkshi escreveu:
    euvoltei escreveu:
    Sigma escreveu:
    euvoltei escreveu:Plano típico para dar errado.. Impacto enorme,sobreposição, quebra de paridade enviesada e altamente questionável..

    Questionável pq não se justifica uma servidor ter trabalhado 30, 35 anos, tempo suficiente para chegar no fim da carreira e depois não ser mais do fim da carreira...vão chover ações, pra festa dos sindicatos e associações...

    Por mim, é lata do lixo,

    Isso, a meu ver, é um bônus para os sindicatos, e não um impeditivo.

    Pois é, a carreira virou bônus, para associações e sindicatos...

    Tem que ser feita uma trapalhada, para render algumas teses de ações, para a galera se filiar e permanecer filiada, para não perder a ação...

    Sei que isso surgiu do Temer, de adicionar patamares iniciais bem modestos, para atrair as pessoas pela motivação e afinidade e não somente pelo lado financeiro.... Mas dái você querer criar níveis finais, sobreposição, etc... aí é palhaçada....

    Quero subsídio, ou GAJ, ou algo bem tradicional....sem teses mirabolantes..

    Então pode se preparar para sofrer. Pq o plano apresentado na Fenajufe já é a apresentação do acordado com o STF.
    Shocked
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6131
    Reputação : 228
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Qua 8 Ago 2018 - 10:07

    euvoltei escreveu:
    Sigma escreveu:
    euvoltei escreveu:Plano típico para dar errado.. Impacto enorme,sobreposição, quebra de paridade enviesada e altamente questionável..

    Questionável pq não se justifica uma servidor ter trabalhado 30, 35 anos, tempo suficiente para chegar no fim da carreira e depois não ser mais do fim da carreira...vão chover ações, pra festa dos sindicatos e associações...

    Por mim, é lata do lixo,

    Isso, a meu ver, é um bônus para os sindicatos, e não um impeditivo.

    Pois é, a carreira virou bônus, para associações e sindicatos...

    Tem que ser feita uma trapalhada, para render algumas teses de ações, para a galera se filiar e permanecer filiada, para não perder a ação...

    Sei que isso surgiu do Temer, de adicionar patamares iniciais bem modestos, para atrair as pessoas pela motivação e afinidade e não somente pelo lado financeiro.... Mas dái você querer criar níveis finais, sobreposição, etc... aí é palhaçada....

    Quero subsídio, ou GAJ, ou algo bem tradicional....sem teses mirabolantes..

    o sigma tem razão. praticamente todos os pcSs deixaram questões nas entrelinhas, com esse não será diferente. o correto é a equivalência com o tempo de serviço na casa, e não com o tempo de serviço público. então, o camarada pode ter 35 anos de serviço, mas apenas 15 de casa, logo, será posicionado na respectiva classe e padrão [15]. subsídio é formato em extinção, vide manobra de várias carreiras. sobreposição não é inovação. trata-se de mecanismo que já existiu. na atual gestão, plenamente possível, considerando a gestão por competências, que avalia o servidor não pelo cargo, mas por suas habilidades. a verdade é que temos influência de várias questões que afetam e afetarão a carreira de servidores: o e-proc e o novo rumo dado à justiça trabalhista são exemplos. para servidores seria deveras interessante a incorporação da justiça do trabalho pela justiça federal, pois os juízes federais teriam que aprender na marra questões trabalhistas, e todos sabem que servidor não pode fazer uso da justiça do trabalho.


    Última edição por Galizezin em Qua 8 Ago 2018 - 10:15, editado 1 vez(es)


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6131
    Reputação : 228
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Qua 8 Ago 2018 - 10:10

    darkshi escreveu:
    euvoltei escreveu:
    Sigma escreveu:
    euvoltei escreveu:Plano típico para dar errado.. Impacto enorme,sobreposição, quebra de paridade enviesada e altamente questionável..

    Questionável pq não se justifica uma servidor ter trabalhado 30, 35 anos, tempo suficiente para chegar no fim da carreira e depois não ser mais do fim da carreira...vão chover ações, pra festa dos sindicatos e associações...

    Por mim, é lata do lixo,

    Isso, a meu ver, é um bônus para os sindicatos, e não um impeditivo.

    Pois é, a carreira virou bônus, para associações e sindicatos...

    Tem que ser feita uma trapalhada, para render algumas teses de ações, para a galera se filiar e permanecer filiada, para não perder a ação...

    Sei que isso surgiu do Temer, de adicionar patamares iniciais bem modestos, para atrair as pessoas pela motivação e afinidade e não somente pelo lado financeiro.... Mas dái você querer criar níveis finais, sobreposição, etc... aí é palhaçada....

    Quero subsídio, ou GAJ, ou algo bem tradicional....sem teses mirabolantes..

    Então pode se preparar para sofrer. Pq o plano apresentado na Fenajufe já é a apresentação do acordado com o STF.

    darkshi, qual é a [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    pergunto pq sei que tanto no pju quanto no mpu haviam grupos de trabalho para novo pcs. eles chegaram na fase de conclusão? pretendem fazer o encaminhamento ainda este ano?


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Qua 8 Ago 2018 - 10:15

    Galizezin escreveu:
    o sigma tem razão. praticamente todos os pcSs deixaram questões nas entrelinhas, com esse não será diferente. o correto é a equivalência com o tempo de serviço na casa, e não com o tempo de serviço público. então, o camarada pode ter 35 anos de serviço, mas apenas 15 de casa, logo, será posicionado na respectiva classe e padrão [15]. subsídio é formato em extinção, vide manobra de várias carreiras. a verdade é que temos influência de várias questões que afetam e afetarão a carreira de servidores: o e-proc e o novo rumo dado à justiça trabalhista são exemplos. para servidores seria deveras interessante a incorporação da justiça do trabalho pela justiça federal, pois os juízes federais teriam que aprender na marra questões trabalhistas, e todos sabem que servidor não pode fazer uso da justiça do trabalho.

    Isto pode ser evitado, pelo menos no primeiro momento, com a criação de uma nova carreira e o aproveitamento dos servidores da carreira antiga nesta nova. A principio como vc não tem tempo de serviço nesta nova carreira, logo vc não teria direito de ser realocado em níveis superiores ao atual.

    Claro que isto é perfeitamente discutível em juízo. Mas ai teremos outro "13%". Debate de anos e se acordado entre o STF e o Planalto, não terá ganho de causa.
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Qua 8 Ago 2018 - 10:17

    Galizezin escreveu:
    darkshi, qual é a [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    pergunto pq sei que tanto no pju quanto no mpu haviam grupos de trabalho para novo pcs. eles chegaram na fase de conclusão? pretendem fazer o encaminhamento ainda este ano?

    Já chegaram a conclusão e já encaminharam. Mas nada disso será levado ao público. É assunto de interesse interno do STF.
    avatar
    JUDiado
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 202
    Reputação : 9
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por JUDiado em Qua 8 Ago 2018 - 10:18

    euvoltei escreveu:
    Sigma escreveu:
    euvoltei escreveu:Plano típico para dar errado.. Impacto enorme,sobreposição, quebra de paridade enviesada e altamente questionável..

    Questionável pq não se justifica uma servidor ter trabalhado 30, 35 anos, tempo suficiente para chegar no fim da carreira e depois não ser mais do fim da carreira...vão chover ações, pra festa dos sindicatos e associações...

    Por mim, é lata do lixo,

    Isso, a meu ver, é um bônus para os sindicatos, e não um impeditivo.

    Pois é, a carreira virou bônus, para associações e sindicatos...

    Tem que ser feita uma trapalhada, para render algumas teses de ações, para a galera se filiar e permanecer filiada, para não perder a ação...

    Sei que isso surgiu do Temer, de adicionar patamares iniciais bem modestos, para atrair as pessoas pela motivação e afinidade e não somente pelo lado financeiro.... Mas dái você querer criar níveis finais, sobreposição, etc... aí é palhaçada....

    Quero subsídio, ou GAJ, ou algo bem tradicional....sem teses mirabolantes..

    Na minha opinião, se os sindicatos pudessem escolher, com certeza gostariam de reajuste sobre o vencimento básico e/ou GAJ, como já vimos anteriormente.
    Quero acreditar que essa proposta é o que tem pra agora diante da situação econômica e financeira do país.
    Agora, pensar que essa proposta visa o que você disse seria o fim.
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6131
    Reputação : 228
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Qua 8 Ago 2018 - 10:20

    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:
    o sigma tem razão. praticamente todos os pcSs deixaram questões nas entrelinhas, com esse não será diferente. o correto é a equivalência com o tempo de serviço na casa, e não com o tempo de serviço público. então, o camarada pode ter 35 anos de serviço, mas apenas 15 de casa, logo, será posicionado na respectiva classe e padrão [15]. subsídio é formato em extinção, vide manobra de várias carreiras. a verdade é que temos influência de várias questões que afetam e afetarão a carreira de servidores: o e-proc e o novo rumo dado à justiça trabalhista são exemplos. para servidores seria deveras interessante a incorporação da justiça do trabalho pela justiça federal, pois os juízes federais teriam que aprender na marra questões trabalhistas, e todos sabem que servidor não pode fazer uso da justiça do trabalho.

    Isto pode ser evitado, pelo menos no primeiro momento, com a criação de uma nova carreira e o aproveitamento dos servidores da carreira antiga nesta nova. A principio como vc não tem tempo de serviço nesta nova carreira, logo vc não teria direito de ser realocado em níveis superiores ao atual.

    Claro que isto é perfeitamente discutível em juízo. Mas ai teremos outro "13%". Debate de anos e se acordado entre o STF e o Planalto, não terá ganho de causa.

    acho essa tese impossível de ser aplicada na prática, caso contrário seria um artifício amplamente utilizado pelos governantes, para rebaixar ou estagnar salários, ou seja, a cada 5 anos criar-se-ia um novo cargo e lançaria todos nele, o chamado start de manobra.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6131
    Reputação : 228
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Qua 8 Ago 2018 - 10:22

    JUDiado escreveu:
    euvoltei escreveu:
    Sigma escreveu:
    euvoltei escreveu:Plano típico para dar errado.. Impacto enorme,sobreposição, quebra de paridade enviesada e altamente questionável..

    Questionável pq não se justifica uma servidor ter trabalhado 30, 35 anos, tempo suficiente para chegar no fim da carreira e depois não ser mais do fim da carreira...vão chover ações, pra festa dos sindicatos e associações...

    Por mim, é lata do lixo,

    Isso, a meu ver, é um bônus para os sindicatos, e não um impeditivo.

    Pois é, a carreira virou bônus, para associações e sindicatos...

    Tem que ser feita uma trapalhada, para render algumas teses de ações, para a galera se filiar e permanecer filiada, para não perder a ação...

    Sei que isso surgiu do Temer, de adicionar patamares iniciais bem modestos, para atrair as pessoas pela motivação e afinidade e não somente pelo lado financeiro.... Mas dái você querer criar níveis finais, sobreposição, etc... aí é palhaçada....

    Quero subsídio, ou GAJ, ou algo bem tradicional....sem teses mirabolantes..

    Na minha opinião, se os sindicatos pudessem escolher, com certeza gostariam de reajuste sobre o vencimento básico e/ou GAJ, como já vimos anteriormente.
    Quero acreditar que essa proposta é o que tem pra agora diante da situação econômica e financeira do país.
    Agora, pensar que essa proposta visa o que você disse seria o fim.

    essa é a verdade: sempre jogarão pcSs com situações escondidas, como cartas na manga, pois no regime presidencialista existe uma grande possibilidade de se passar anos ou até décadas sem reajuste, cabendo ao judiciário o uso das cartas para amenizar as "dores".


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6131
    Reputação : 228
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Qua 8 Ago 2018 - 10:25

    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:
    darkshi, qual é a [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    pergunto pq sei que tanto no pju quanto no mpu haviam grupos de trabalho para novo pcs. eles chegaram na fase de conclusão? pretendem fazer o encaminhamento ainda este ano?

    Já chegaram a conclusão e já encaminharam. Mas nada disso será levado ao público. É assunto de interesse interno do STF.

    like


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Qua 8 Ago 2018 - 10:25

    Galizezin escreveu:
    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:
    o sigma tem razão. praticamente todos os pcSs deixaram questões nas entrelinhas, com esse não será diferente. o correto é a equivalência com o tempo de serviço na casa, e não com o tempo de serviço público. então, o camarada pode ter 35 anos de serviço, mas apenas 15 de casa, logo, será posicionado na respectiva classe e padrão [15]. subsídio é formato em extinção, vide manobra de várias carreiras. a verdade é que temos influência de várias questões que afetam e afetarão a carreira de servidores: o e-proc e o novo rumo dado à justiça trabalhista são exemplos. para servidores seria deveras interessante a incorporação da justiça do trabalho pela justiça federal, pois os juízes federais teriam que aprender na marra questões trabalhistas, e todos sabem que servidor não pode fazer uso da justiça do trabalho.

    Isto pode ser evitado, pelo menos no primeiro momento, com a criação de uma nova carreira e o aproveitamento dos servidores da carreira antiga nesta nova. A principio como vc não tem tempo de serviço nesta nova carreira, logo vc não teria direito de ser realocado em níveis superiores ao atual.

    Claro que isto é perfeitamente discutível em juízo. Mas ai teremos outro "13%". Debate de anos e se acordado entre o STF e o Planalto, não terá ganho de causa.

    acho essa tese impossível de ser aplicada na prática, caso contrário seria um artifício amplamente utilizado pelos governantes, para rebaixar ou estagnar salários, ou seja, a cada 5 anos criar-se-ia um novo cargo e lançaria todos nele, o chamado start de manobra.

    Mas pq vc considera impossível?
    Legalmente é. O STF considera perfeitamente constitucional aproveitar servidores de uma carreira antiga em uma nova.
    Qual é exatamente o problema legal desta manobra?
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6131
    Reputação : 228
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Qua 8 Ago 2018 - 10:28

    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:
    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:
    o sigma tem razão. praticamente todos os pcSs deixaram questões nas entrelinhas, com esse não será diferente. o correto é a equivalência com o tempo de serviço na casa, e não com o tempo de serviço público. então, o camarada pode ter 35 anos de serviço, mas apenas 15 de casa, logo, será posicionado na respectiva classe e padrão [15]. subsídio é formato em extinção, vide manobra de várias carreiras. a verdade é que temos influência de várias questões que afetam e afetarão a carreira de servidores: o e-proc e o novo rumo dado à justiça trabalhista são exemplos. para servidores seria deveras interessante a incorporação da justiça do trabalho pela justiça federal, pois os juízes federais teriam que aprender na marra questões trabalhistas, e todos sabem que servidor não pode fazer uso da justiça do trabalho.

    Isto pode ser evitado, pelo menos no primeiro momento, com a criação de uma nova carreira e o aproveitamento dos servidores da carreira antiga nesta nova. A principio como vc não tem tempo de serviço nesta nova carreira, logo vc não teria direito de ser realocado em níveis superiores ao atual.

    Claro que isto é perfeitamente discutível em juízo. Mas ai teremos outro "13%". Debate de anos e se acordado entre o STF e o Planalto, não terá ganho de causa.

    acho essa tese impossível de ser aplicada na prática, caso contrário seria um artifício amplamente utilizado pelos governantes, para rebaixar ou estagnar salários, ou seja, a cada 5 anos criar-se-ia um novo cargo e lançaria todos nele, o chamado start de manobra.

    Mas pq vc considera impossível?
    Legalmente é. O STF considera perfeitamente constitucional aproveitar servidores de uma carreira antiga em uma nova.
    Qual é exatamente o problema legal desta manobra?

    darkshi, pegar a carreira A e a carreira B e lançá-las na carreira C é juridicamente possível. o que não é possível é ZERAR as progressões do pessoal na nova carreira, a C. vamos supor que isso fosse possível: então, com uma nova carreira e todo o pessoal antigo posicionado no A1, com a abertura de concurso, os novos ingressos estariam também no A1?


    Última edição por Galizezin em Qua 8 Ago 2018 - 10:30, editado 1 vez(es)


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Qua 8 Ago 2018 - 10:29

    Galizezin escreveu:
    darkshi, pegar a carreira A e a carreira B e lançá-las na carreira C é juridicamente possível. o que não é possível é ZERAR as progressões do pessoal na nova carreira, a C.

    Por que?
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6131
    Reputação : 228
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Qua 8 Ago 2018 - 10:31

    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:
    darkshi, pegar a carreira A e a carreira B e lançá-las na carreira C é juridicamente possível. o que não é possível é ZERAR as progressões do pessoal na nova carreira, a C.

    Por que?

    editei a postagem, releia.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Qua 8 Ago 2018 - 10:52

    Galizezin escreveu:
    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:
    darkshi, pegar a carreira A e a carreira B e lançá-las na carreira C é juridicamente possível. o que não é possível é ZERAR as progressões do pessoal na nova carreira, a C.

    Por que?

    editei a postagem, releia.

    Quando analisamos essas questões, temos que diferenciar entre o justo e o legal. E a justeza não é um fator determinante para criação e modificação de cargos públicos.

    A situação que vc mostrou é justa? Não. Mas é ilegal? Também não. Logo é perfeitamente possível.

    Mas vamos pensar em uma situação real. Vamos pensar que o que seja implantado seja o pedido da fenajufe de esticar nossa carreira para 25 níveis e quem está no c13 irá ser "progredido" para o equivalente salarial (que pelos os meus cálculos é o nível 19).
    Neste nível 19 estarão servidores com 13 anos de casa, servidores no meio da carreira com 20 anos de casa e servidores em fim de carreira com 30 anos de casa, todos ganhando mesmo salário. Contudo tal situação já existia na tabela antiga e por isto não vejo sentido achar que apenas por conta de criação de novos níveis acima dos atuais geraria direito a progressão extraordinária. Caso fosse tão certo assim este direito, teríamos que ter o retorno da gratificação por tempo de serviço.

    Por isto não vejo nenhuma ilegalidade patente ao ponto de que tal plano seja impossível de ser implantado. Existe furos. Esses furos podem até ser discutidos em juízo. Mas como disse antes, isto será outro "13%".
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6131
    Reputação : 228
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Qua 8 Ago 2018 - 12:43

    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:
    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:
    darkshi, pegar a carreira A e a carreira B e lançá-las na carreira C é juridicamente possível. o que não é possível é ZERAR as progressões do pessoal na nova carreira, a C.

    Por que?

    editei a postagem, releia.

    Quando analisamos essas questões, temos que diferenciar entre o justo e o legal. E a justeza não é um fator determinante para criação e modificação de cargos públicos.

    A situação que vc mostrou é justa? Não. Mas é ilegal? Também não. Logo é perfeitamente possível.

    Mas vamos pensar em uma situação real. Vamos pensar que o que seja implantado seja o pedido da fenajufe de esticar nossa carreira para 25 níveis e quem está no c13 irá ser "progredido" para o equivalente salarial (que pelos os meus cálculos é o nível 19).
    Neste nível 19 estarão servidores com 13 anos de casa, servidores no meio da carreira com 20 anos de casa e servidores em fim de carreira com 30 anos de casa, todos ganhando mesmo salário. Contudo tal situação já existia na tabela antiga e por isto não vejo sentido achar que apenas por conta de criação de novos níveis acima dos atuais geraria direito a progressão extraordinária. Caso fosse tão certo assim este direito, teríamos que ter o retorno da gratificação por tempo de serviço.

    Por isto não vejo nenhuma ilegalidade patente ao ponto de que tal plano seja impossível de ser implantado. Existe furos. Esses furos podem até ser discutidos em juízo. Mas como disse antes, isto será outro "13%".

    darkshi, justeza, pra mim, seria posicionar o servidor no padrão correspondente ao seu tempo de casa. quem tiver 15 anos de casa, será padrão 15. quem tiver 20 anos de casa, será padrão 20. quem tiver 30 anos de casa, será padrão 25, ou seja, o último da carreira. mas é possível também criterizar a carreira com posições horizontais, de acordo com o nível de estudo do servidor, ou seja, três colunas distintas, uma para pós-graduação, outra para mestrado e a última para doutorado.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1168
    Reputação : 178
    Data de inscrição : 11/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por VadeMekum em Qua 8 Ago 2018 - 12:47

    Sinceramente, no cenário econômico em que a gente se encontra, gostei da proposta. Não sou contra a sobreposição, acho inclusive justo, independente de ser analista.
    .
    Pelo que entendi iriam ser acrescentados 05 níveis no começo e mais 07 no final (12 + 13 = 25).
    .
    E também assimilei que a nova progressão só iria proporcionar reflexo financeiro a quem está no C13, pois seria posicionado para o C18 (os novos 05 níveis iniciais + os 13 em que já se encontra) e teria mais 07 anos (ou seja, os tais novos níveis finais) para progredir.
    .
    Qq outro servidor, do atual nível A1 ao C12, não teria nenhum impacto financeiro no contracheque, pois seria apenas reposicionado para o novo nível equivalente implantado. Seria isso?
    avatar
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1168
    Reputação : 178
    Data de inscrição : 11/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por VadeMekum em Qua 8 Ago 2018 - 12:53

    Galizezin escreveu:

    darkshi, justeza, pra mim, seria posicionar o servidor no padrão correspondente ao seu tempo de casa. quem tiver 15 anos de casa, será padrão 15. quem tiver 20 anos de casa, será padrão 20. quem tiver 30 anos de casa, será padrão 25, ou seja, o último da carreira. mas é possível também criterizar a carreira com posições horizontais, de acordo com o nível de estudo do servidor, ou seja, três colunas distintas, uma para pós-graduação, outra para mestrado e a última para doutorado.

    O problema é que se for seguir o critério de tempo de casa para enquadrar em nível, haverá distorções.
    .
    Por exemplo, o cara tem 15 anos de PJU, ser enquadrado no novo nível C15 não haverá vantagem, pois como haverá 05 níveis no começo (em tese), o correto seria ser enquadrado no C20. E assim por diante.
    .
    Me parece que acrescentar os 05 novos níveis iniciais ao atual nível do servidor - que progredirá daí em diante (exemplo, cara é atual B10, vai se tornar C15, mas só vai ter vantagem financeira qdo chegar no C18, que seria o antigo C13...) seja o melhor enquadramento.

    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Qua 8 Ago 2018 - 12:59

    Galizezin escreveu:
    darkshi, justeza, pra mim, seria posicionar o servidor no padrão correspondente ao seu tempo de casa. quem tiver 15 anos de casa, será padrão 15. quem tiver 20 anos de casa, será padrão 20. quem tiver 30 anos de casa, será padrão 25, ou seja, o último da carreira. mas é possível também criterizar a carreira com posições horizontais, de acordo com o nível de estudo do servidor, ou seja, três colunas distintas, uma para pós-graduação, outra para mestrado e a última para doutorado.

    Ok. Seria o justo.

    Mas justeza não é critério de legalidade.
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2039
    Reputação : 269
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por androsvilazza em Qua 8 Ago 2018 - 13:02

    Galizezin escreveu:
    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:
    darkshi escreveu:

    Por que?

    editei a postagem, releia.

    Quando analisamos essas questões, temos que diferenciar entre o justo e o legal. E a justeza não é um fator determinante para criação e modificação de cargos públicos.

    A situação que vc mostrou é justa? Não. Mas é ilegal? Também não. Logo é perfeitamente possível.

    Mas vamos pensar em uma situação real. Vamos pensar que o que seja implantado seja o pedido da fenajufe de esticar nossa carreira para 25 níveis e quem está no c13 irá ser "progredido" para o equivalente salarial (que pelos os meus cálculos é o nível 19).
    Neste nível 19 estarão servidores com 13 anos de casa, servidores no meio da carreira com 20 anos de casa e servidores em fim de carreira com 30 anos de casa, todos ganhando mesmo salário. Contudo tal situação já existia na tabela antiga e por isto não vejo sentido achar que apenas por conta de criação de novos níveis acima dos atuais geraria direito a progressão extraordinária. Caso fosse tão certo assim este direito, teríamos que ter o retorno da gratificação por tempo de serviço.

    Por isto não vejo nenhuma ilegalidade patente ao ponto de que tal plano seja impossível de ser implantado. Existe furos. Esses furos podem até ser discutidos em juízo. Mas como disse antes, isto será outro "13%".

    darkshi, justeza, pra mim, seria posicionar o servidor no padrão correspondente ao seu tempo de casa. quem tiver 15 anos de casa, será padrão 15. quem tiver 20 anos de casa, será padrão 20. quem tiver 30 anos de casa, será padrão 25, ou seja, o último da carreira. mas é possível também criterizar a carreira com posições horizontais, de acordo com o nível de estudo do servidor, ou seja, três colunas distintas, uma para pós-graduação, outra para mestrado e a última para doutorado.

    O justo, em cenário de restrições orçamentárias, é impraticável.
    Acho que a única chance de vingar esse tal PCS é justamente a possibilidade de se rifarem determinados servidores (futuros ingressantes, e aposentados), em maior ou menor grau, abrindo espaço para atender, também, ao pleito salarial "de quem manda".

    Já vislumbro até os argumentos favoráveis ao não reenquadramento dos inativos, a serem utilizados caso necessário, na defesa do dito PCS:
    1. progressão na carreira depende de avaliação de desempenho, o que é impossível de verificar pra quem já está inativo.
    2. SV 37 ("Não cabe ao Poder Judiciário, que não tem função legislativa, aumentar vencimentos de servidores públicos sob o fundamento de isonomia".)
    3. Diferença da média remuneratória: para os novatos, a comparação seria com o setor privado; para os ativos/inativos, a comparação seria com aqueles inativos que levaram à conta de aposentadoria direitos adquiridos que não estão mais disponíveis aos ativos (incorporações, anuênios, etc). Sei que este é um argumento que, devidamente destrinchado, se mostra falacioso, mas vão utilizá-lo, pra argumentar que estão "diminuindo privilégios, corrigindo distorções" ou algo que o valha.
    4. seria um "abono permanência" disfarçado, ajudando a postergar algumas aposentadorias (e subsequentes nomeações para reposição). Afinal, alguém que tenha direito à paridade e esteja no último nível, "contando os dias para se aposentar", teria mais um estímulo e tanto para continuar na ativa, até a idade da expulsória, ou próximo dela. Ainda teria o bônus de diminuir parte da resistência a eventual aumento de idade mínima por meio de reforma previdenciária. Afinal, quem mais reclama de idade mínima é quem tem direito à paridade/integralidade, por motivos óbvios (continuar trabalhando não traz qualquer benefício para este grupo).
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2039
    Reputação : 269
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por androsvilazza em Qua 8 Ago 2018 - 13:05

    VadeMekum escreveu:Sinceramente, no cenário econômico em que a gente se encontra, gostei da proposta. Não sou contra a sobreposição, acho inclusive justo, independente de ser analista.
    .
    Pelo que entendi iriam ser acrescentados 05 níveis no começo e mais 07 no final (12 + 13 = 25).
    .
    E também assimilei que a nova progressão só iria proporcionar reflexo financeiro a quem está no C13, pois seria posicionado para o C18 (os novos 05 níveis iniciais + os 13 em que já se encontra) e teria mais 07 anos (ou seja, os tais novos níveis finais) para progredir.
    .
    Qq outro servidor, do atual nível A1 ao C12, não teria nenhum impacto financeiro no contracheque, pois seria apenas reposicionado para o novo nível equivalente implantado. Seria isso?

    Exato. Para os servidores do A1 ao C12, o PCS teria impacto "psicológico", e só. Financeiramente, só as progressões normais a que já teria direito, e psicologicamente, tira aquele desespero de ver chegando o final de carreira, sem ter boas perspectivas de "aumento", ainda que via progressão.

    (Pra alguns ainda haverá outro efeito psicológico, que é aquele de olhar para os "novatos", entrando com salário rebaixado, "ainda mais ferrados que eu" Laughing).
    avatar
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1168
    Reputação : 178
    Data de inscrição : 11/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por VadeMekum em Qua 8 Ago 2018 - 13:46

    androsvilazza escreveu:
    VadeMekum escreveu:Sinceramente, no cenário econômico em que a gente se encontra, gostei da proposta. Não sou contra a sobreposição, acho inclusive justo, independente de ser analista.
    .
    Pelo que entendi iriam ser acrescentados 05 níveis no começo e mais 07 no final (12 + 13 = 25).
    .
    E também assimilei que a nova progressão só iria proporcionar reflexo financeiro a quem está no C13, pois seria posicionado para o C18 (os novos 05 níveis iniciais + os 13 em que já se encontra) e teria mais 07 anos (ou seja, os tais novos níveis finais) para progredir.
    .
    Qq outro servidor, do atual nível A1 ao C12, não teria nenhum impacto financeiro no contracheque, pois seria apenas reposicionado para o novo nível equivalente implantado. Seria isso?

    Exato. Para os servidores do A1 ao C12, o PCS teria impacto "psicológico", e só. Financeiramente, só as progressões normais a que já teria direito, e psicologicamente, tira aquele desespero de ver chegando o final de carreira, sem ter boas perspectivas de "aumento", ainda que via progressão.

    (Pra alguns ainda haverá outro efeito psicológico, que é aquele de olhar para os "novatos", entrando com salário rebaixado, "ainda mais ferrados que eu" Laughing).

    Pensei agora: se a diferença entre os padrões for de mais ou menos R$ 800,00, considerando a última parcela do Leitinho em 01/2019 (em que o A1 iria para 12 k e o C13 para 18 k - vencimentos vindouros de analista), o tal novo A1 seriam uns R$ 8.000,00 e o novo E25 uns R$ 24.000,00 (também referentes a analista).

    Pondero que, considerando o cenário de crise em que nos encontramos, iniciar um emprego sedizente "estável" em torno de R$ 8.000,00 não é um mal salário.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 17 Dez 2018 - 10:56