PCS JÁ



    Novo PCS

    Compartilhe
    avatar
    Sniper
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 605
    Reputação : 41
    Data de inscrição : 06/05/2011

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Sniper em Sex 23 Nov 2018, 12:51 am

    Galizezin escreveu:Parece que PG é mais dos mesmos, querendo ganhar uns trocos por fora. Quer privatizar até os cartões de crédito da CEF e BB.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Uma coisa é o que ele quer, outra coisa é o que passará no Congresso, principalmente com a política de ser contra ao toma lá, dá cá.
    De qualquer forma, deram uma carta em branco à dupla Bolsonaro e Paulo Guedes (Pink e Cérebro) Agora, é só tiro, ----- e bomba.
    avatar
    Demileto
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 231
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 15/07/2011

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Demileto em Sex 23 Nov 2018, 2:30 pm

    Sniper escreveu:Data base + inflação do período: fecha a conta e passa a régua.

    Não apostaria em inflação do período como percentual de reajuste, seria visto pelo mercado como indexação salarial. Acho mais provável a meta de inflação do ano (passado?) em 9 entre 10 casos, a exceção sendo quando a inflação anual ficar abaixo da meta.

    rogerio-sp escreveu:Pra fazer oposição eles são bons.

    Depende do que você entende ser o papel da oposição. Na minha opinião, o papel da oposição é conter os excessos da situação, moderando as propostas governamentais, mas não ativamente sabotando-as o tempo todo; por esse ângulo o PT é, e sempre foi, terrível no papel de oposição.
    avatar
    Korgano Masaka
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 973
    Reputação : 55
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Korgano Masaka em Sex 23 Nov 2018, 2:36 pm

    Saindo o reajuste dos juízes/procuradores, ficaremos sem reposição pelos próximos anos.....
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Sex 23 Nov 2018, 2:57 pm

    Korgano Masaka escreveu:Saindo o reajuste dos juízes/procuradores, ficaremos sem reposição pelos próximos anos.....

    Existe saídas.
    Só não sei se nossa catiguria vai estar disposta ir por essas possíveis saídas. Já que ela ainda está nos anos 80 (acredita que dinheiro é papel que o governo imprime)

    VN
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 776
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por VN em Sex 23 Nov 2018, 3:05 pm

    darkshi escreveu:
    Korgano Masaka escreveu:Saindo o reajuste dos juízes/procuradores, ficaremos sem reposição pelos próximos anos.....

    Existe saídas.
    Só não sei se nossa catiguria vai estar disposta ir por essas possíveis saídas. Já que ela ainda está nos anos 80 (acredita que dinheiro é papel que o governo imprime)
    like
    avatar
    Sniper
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 605
    Reputação : 41
    Data de inscrição : 06/05/2011

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Sniper em Sex 23 Nov 2018, 4:02 pm

    darkshi escreveu:
    Korgano Masaka escreveu:Saindo o reajuste dos juízes/procuradores, ficaremos sem reposição pelos próximos anos.....

    Existe saídas.
    Só não sei se nossa catiguria vai estar disposta ir por essas possíveis saídas. Já que ela ainda está nos anos 80 (acredita que dinheiro é papel que o governo imprime)

    Acho que a categoria não terá discricionariedade alguma.
    Vai ser ato vinculado de cima pra baixo.
    avatar
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1329
    Reputação : 92
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj em Sex 23 Nov 2018, 4:14 pm

    Lembra da turma de sindicalistas que rechaçou a gd com 14o.salário em 2009. Naquela época analista ganharia 18.000. Perdemos o bonde. Perdemos 10 anos!

    Sniper escreveu:
    darkshi escreveu:
    Korgano Masaka escreveu:Saindo o reajuste dos juízes/procuradores, ficaremos sem reposição pelos próximos anos.....

    Existe saídas.
    Só não sei se nossa catiguria vai estar disposta ir por essas possíveis saídas. Já que ela ainda está nos anos 80 (acredita que dinheiro é papel que o governo imprime)

    Acho que a categoria não terá discricionariedade alguma.
    Vai ser ato vinculado de cima pra baixo.
    avatar
    Korgano Masaka
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 973
    Reputação : 55
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Korgano Masaka em Sex 23 Nov 2018, 4:21 pm

    tre-rj escreveu:Lembra da turma de sindicalistas que rechaçou a gd com 14o.salário em 2009. Naquela época analista ganharia 18.000. Perdemos o bonde. Perdemos 10 anos!

    Sniper escreveu:
    darkshi escreveu:
    Korgano Masaka escreveu:Saindo o reajuste dos juízes/procuradores, ficaremos sem reposição pelos próximos anos.....

    Existe saídas.
    Só não sei se nossa catiguria vai estar disposta ir por essas possíveis saídas. Já que ela ainda está nos anos 80 (acredita que dinheiro é papel que o governo imprime)

    Acho que a categoria não terá discricionariedade alguma.
    Vai ser ato vinculado de cima pra baixo.

    Com certeza. Deixamos sindicalistas pelegos esquerdistas decidirem pela categoria e viramos carreirão do Executivo. Agora é tarde...
    avatar
    PCS-TRE
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1771
    Reputação : 154
    Data de inscrição : 27/02/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por PCS-TRE em Sex 23 Nov 2018, 4:31 pm

    Essa imagem diz tudo sobre aquele momento:


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    tre-rj escreveu:Lembra da turma de sindicalistas que rechaçou a gd com 14o.salário em 2009. Naquela época analista ganharia 18.000. Perdemos o bonde. Perdemos 10 anos!

    Sniper escreveu:
    darkshi escreveu:
    Korgano Masaka escreveu:Saindo o reajuste dos juízes/procuradores, ficaremos sem reposição pelos próximos anos.....

    Existe saídas.
    Só não sei se nossa catiguria vai estar disposta ir por essas possíveis saídas. Já que ela ainda está nos anos 80 (acredita que dinheiro é papel que o governo imprime)

    Acho que a categoria não terá discricionariedade alguma.
    Vai ser ato vinculado de cima pra baixo.
    avatar
    servidor.tre
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1053
    Reputação : 29
    Data de inscrição : 30/10/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por servidor.tre em Sex 23 Nov 2018, 4:36 pm

    PCS-TRE escreveu:Essa imagem diz tudo sobre aquele momento:


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    tre-rj escreveu:Lembra da turma de sindicalistas que rechaçou a gd com 14o.salário em 2009. Naquela época analista ganharia 18.000. Perdemos o bonde. Perdemos 10 anos!

    Sniper escreveu:
    darkshi escreveu:

    Existe saídas.
    Só não sei se nossa catiguria vai estar disposta ir por essas possíveis saídas. Já que ela ainda está nos anos 80 (acredita que dinheiro é papel que o governo imprime)

    Acho que a categoria não terá discricionariedade alguma.
    Vai ser ato vinculado de cima pra baixo.


    Lembro dessa angústia...

    Mad Mad Mad
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2802
    Reputação : 395
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por josebarbos em Sab 24 Nov 2018, 12:02 am

    Korgano Masaka escreveu:
    tre-rj escreveu:Lembra da turma de sindicalistas que rechaçou a gd com 14o.salário em 2009. Naquela época analista ganharia 18.000. Perdemos o bonde. Perdemos 10 anos!

    Sniper escreveu:
    darkshi escreveu:

    Existe saídas.
    Só não sei se nossa catiguria vai estar disposta ir por essas possíveis saídas. Já que ela ainda está nos anos 80 (acredita que dinheiro é papel que o governo imprime)

    Acho que a categoria não terá discricionariedade alguma.
    Vai ser ato vinculado de cima pra baixo.

    Com certeza. Deixamos sindicalistas pelegos esquerdistas decidirem pela categoria e viramos carreirão do Executivo. Agora é tarde...

    Ainda que não fosse os 18.000, 14o e GD: os 15% "emergenciais" já estariam de bom tamanho.

    jornalista
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1239
    Reputação : 34
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por jornalista em Sab 24 Nov 2018, 9:40 am

    josebarbos escreveu:
    Korgano Masaka escreveu:
    tre-rj escreveu:Lembra da turma de sindicalistas que rechaçou a gd com 14o.salário em 2009. Naquela época analista ganharia 18.000. Perdemos o bonde. Perdemos 10 anos!

    Sniper escreveu:

    Acho que a categoria não terá discricionariedade alguma.
    Vai ser ato vinculado de cima pra baixo.

    Com certeza. Deixamos sindicalistas pelegos esquerdistas decidirem pela categoria e viramos carreirão do Executivo. Agora é tarde...

    Ainda que não fosse os 18.000, 14o e GD: os 15% "emergenciais" já estariam de bom tamanho.
    “Vocês estão muito ansiosos”... Realmente esse período é irrecuperável. Todos os servidores de carreira similar à nossa receberam reajuste nesse período e ficamos para trás, graças aos sindicatos. E agora teremos que procurar o inimigo (os sindicatos) para conseguirmos algo quase impossível. Aliás:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1329
    Reputação : 92
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj em Sab 24 Nov 2018, 6:57 pm

    Juízes pedem que STF não revogue auxílio-moradia se houver reajuste

    Brasília - A Associação de Magistrados Brasileiros (AMB) pediu ao ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), que não revogue as liminares de sua autoria que garantem o pagamento de auxílio-moradia a juízes e procuradores de todo o País. E que, se cassar o benefício de R$ 4,3 mil, seja impondo um "regime de transição" para não haver uma perda brusca nas remunerações.

    O fim ou a limitação do polêmico benefício, concedido até para quem já tem imóvel próprio na cidade onde reside, são uma possibilidade colocada como contrapartida em meio à negociação pelo reajuste do salário dos ministros do Supremo que tem sido conduzida por Fux e pelo presidente do Supremo, Dias Toffoli, com autoridades do Executivo e do Legislativo.

    Breno Pires, O Estado de S.Paulo

    24 Novembro 2018 | 17h24

    Brasília - A Associação de Magistrados Brasileiros (AMB) pediu ao ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), que não revogue as liminares de sua autoria que garantem o pagamento de auxílio-moradia a juízes e procuradores de todo o País. E que, se cassar o benefício de R$ 4,3 mil, seja impondo um "regime de transição" para não haver uma perda brusca nas remunerações.

    O fim ou a limitação do polêmico benefício, concedido até para quem já tem imóvel próprio na cidade onde reside, são uma possibilidade colocada como contrapartida em meio à negociação pelo reajuste do salário dos ministros do Supremo que tem sido conduzida por Fux e pelo presidente do Supremo, Dias Toffoli, com autoridades do Executivo e do Legislativo.

    Aprovado no início do mês pelo Senado, o reajuste salarial de 16,38% tem como prazo final para sanção ou veto presidencial a próxima quarta-feira, 28. Nas articulações em andamento em Brasília, Fux já sinalizou que, se o reajuste for aprovado, as liminares que garantem o auxílio-moradia podem ser revogadas. Essa possibilidade motivou a Associação dos Magistrados Brasileiros a apresentar esta nova petição ao Supremo nesta sexta-feira, 23.

    O advogado do órgão sustenta que é possível haver tanto o reajuste quanto a manutenção do pagamento do auxílio-moradia. Ao argumentar que uma coisa não deveria anular a outra, afirma também que deve ser evitada qualquer redução nominal ou real da remuneração atual. Uma preocupação adicional é quanto à possibilidade de os magistrados sejam obrigados a pagar impostos ou mesmo devolver os vencimentos recebidos a título de auxílio-moradia, que não é tributado atualmente.

    "Eventual decisão de revogação da liminar deverá observar, por exemplo, a norma contida no parágrafo único do art. 21 da LINDB (Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro) no sentido de que não se pode 'impor aos sujeitos atingidos ônus ou perdas que, em função das peculiaridades do caso, sejam anormais ou excessivos'", afirma a AMB.

    Esta é a segunda vez que a Associação de Magistrados do Brasil apresenta petições que, de alguma maneira, vão no sentido de impedir um novo pronunciamento do Supremo Tribunal Federal diferente daquele que o ministro Luiz Fux deu em 2014, quando concedeu as liminares ainda vigentes, que dão, junto com resoluções do Conselho Nacional de Justiça e do Conselho Nacional do Ministério Público, dão sustentação para o pagamento, que formalmente precisaria da aprovação de uma lei no Congresso Federal regulamentando-o.

    Foi a AMB que, em março, na semana do julgamento das ações que discutem o auxílio-moradia, pediu a retirada da pauta de última hora e o encaminhamento à Advocacia-Geral da União para a abertura de uma Câmara de Conciliação e Arbitragem. A justificativa era a tentativa de se alcançar um acordo, o que no meio jurídico era reconhecido como improvável uma vez que o pagamento só pode ser regularizado mediante a edição de lei. Três meses depois, na véspera do receso do Judiciário, a AGU devolveu as ações ao Supremo informando que não houve acordo.

    Logo que o Judiciário voltou às atividades, em agosto, começaram as articulações para a concessão do reajuste salarial por parte do Legislativo e do governo federal tendo o auxílio-moradia como moeda de troca.

    O cenário atual é de expectativa, no Judiciário, que o reajuste salarial seja sancionado por Temer. Mas, apesar de o presidente ter sinalizado isso, ainda não tomou a posição. Um elemento de preocupação entre as associações de magistrados e entre os ministros do Supremo que estão tratando do tema foram as declarações do presidente eleito, Jair Bolsonaro, de que é contra a concessão do reajuste para não comprometer o orçamento em 2019. Bolsonaro disse que Temer é "responsável e sabe o que fazer".

    Nesse cenário de impasse, o vice-presidente da Corte, Luiz Fux, apareceu de surpresa na quarta-feira no comitê de transição de governo para conversar com Bolsonaro. A visita foi feita fora da agenda de Fux e de Bolsonaro. O Supremo não informou o motivo da visita. Questionado pela reportagem, por meio da assessoria de imprensa, o gabinete de Fux disse que não faria comentário.

    O fato de o plenário de o Supremo Tribunal Federal não ter julgado ainda se o pagamento é constitucional ou não gera um desgaste para todo o judiciário, na avaliação do ministro Marco Aurélio Mello.

    A cada mês que passa, os cofres públicos continuam despendendo pelo menos R$ 139 milhões por mês só de auxílio-moradia, de acordo com um estudo da Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira da Câmara dos Deputados. Desde março, quando o julgamento das ações sobre o tema foi abortado na véspera do julgamento, o valor somado é de R$ 1,1 bilhão.

    Por outro lado, o aumento no salário dos ministros do Supremo aprovado pelo Senado, de 16,38%, se sancionado por Temer, elevará dos atuais R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil o salário de magistrados e procuradores e poderá custar R$ 4,1 bilhão às contas da União, em razão do efeito cascata em Estados.

    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6131
    Reputação : 228
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Sab 24 Nov 2018, 10:03 pm

    Aprovaram as contas dele com "ressalvas", tipo, se bater de frente a gente tira as ressalvas e toca o processo.


    _________________
    NO RACISM!

    jornalista
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1239
    Reputação : 34
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por jornalista em Sab 24 Nov 2018, 10:10 pm

    Galizezin escreveu:Aprovaram as contas dele com "ressalvas", tipo, se bater de frente a gente tira as ressalvas e toca o processo.
    Não necessariamente:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2802
    Reputação : 395
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por josebarbos em Sab 24 Nov 2018, 11:04 pm

    jornalista escreveu:
    “Vocês estão muito ansiosos”... Realmente esse período é irrecuperável. Todos os servidores de carreira similar à nossa receberam reajuste nesse período e ficamos para trás, graças aos sindicatos. E agora teremos que procurar o inimigo (os sindicatos) para conseguirmos algo quase impossível. Aliás:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Só para relembrar, é fácil de fazer a verificação ou checagem.

    Pegue os PL's protocolizados entre 29 e 31 de agosto de 2009.

    Todos que eram de reajuste tiveram um resultado positivo. Aliás, se houve modificação em algum, foram poucos, mas ganhou alguma coisa.
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6131
    Reputação : 228
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Dom 25 Nov 2018, 12:26 am

    jornalista escreveu:
    Galizezin escreveu:Aprovaram as contas dele com "ressalvas", tipo, se bater de frente a gente tira as ressalvas e toca o processo.
    Não necessariamente:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Isso mesmo. Todos com ressalvas, para ficarem sempre devendo.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    PCS-TRE
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1771
    Reputação : 154
    Data de inscrição : 27/02/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por PCS-TRE em Dom 25 Nov 2018, 2:56 pm

    josebarbos escreveu:
    jornalista escreveu:
    “Vocês estão muito ansiosos”... Realmente esse período é irrecuperável. Todos os servidores de carreira similar à nossa receberam reajuste nesse período e ficamos para trás, graças aos sindicatos. E agora teremos que procurar o inimigo (os sindicatos) para conseguirmos algo quase impossível. Aliás:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Só para relembrar, é fácil de fazer a verificação ou checagem.

    Pegue os PL's protocolizados entre 29 e 31 de agosto de 2009.

    Todos que eram de reajuste tiveram um resultado positivo. Aliás, se houve modificação em algum, foram poucos, mas ganhou alguma coisa.


    Que fosse parcelado como os anteriores. 4 semestrais 2010/2011, digamos. Teria sido excelente.
    Os beneficiados desses PLs de 2009 não ficaram sem os 15,8, nem sem os 21,6.
    Então nós teríamos tido o PL Gilmar+15,8+21,6.

    Os servidores do TCU ganhavam uns trocados a mais do que a gente, mas remunerações equivalentes.
    Nesse reajuste de 2009 foi que eles se descolaram de vez, pois receberam e nós ficamos na mão. Foi assim que um técnico do TCU passou a ganhar igual a um analista do Judiciário.

    jornalista
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1239
    Reputação : 34
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por jornalista em Dom 25 Nov 2018, 11:08 pm

    PCS-TRE escreveu:
    josebarbos escreveu:
    jornalista escreveu:
    “Vocês estão muito ansiosos”... Realmente esse período é irrecuperável. Todos os servidores de carreira similar à nossa receberam reajuste nesse período e ficamos para trás, graças aos sindicatos. E agora teremos que procurar o inimigo (os sindicatos) para conseguirmos algo quase impossível. Aliás:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Só para relembrar, é fácil de fazer a verificação ou checagem.

    Pegue os PL's protocolizados entre 29 e 31 de agosto de 2009.

    Todos que eram de reajuste tiveram um resultado positivo. Aliás, se houve modificação em algum, foram poucos, mas ganhou alguma coisa.


    Que fosse parcelado como os anteriores. 4 semestrais 2010/2011, digamos. Teria sido excelente.
    Os beneficiados desses PLs de 2009 não ficaram sem os 15,8, nem sem os 21,6.
    Então nós teríamos tido o PL Gilmar+15,8+21,6.

    Os servidores do TCU ganhavam uns trocados a mais do que a gente, mas remunerações equivalentes.
    Nesse reajuste de 2009 foi que eles se descolaram de vez, pois receberam e nós ficamos na mão. Foi assim que um técnico do TCU passou a ganhar igual a um analista do Judiciário.
    José Barbosa, houve o PL 6613, o mamute, que não foi aprovado pelo governo (sequer votado) e aí houve a recusa da GD e do subsídio, em momentos e circunstâncias distintos. A propósito:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2802
    Reputação : 395
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por josebarbos em Seg 26 Nov 2018, 12:18 am

    jornalista escreveu:
    PCS-TRE escreveu:
    josebarbos escreveu:
    jornalista escreveu:
    “Vocês estão muito ansiosos”... Realmente esse período é irrecuperável. Todos os servidores de carreira similar à nossa receberam reajuste nesse período e ficamos para trás, graças aos sindicatos. E agora teremos que procurar o inimigo (os sindicatos) para conseguirmos algo quase impossível. Aliás:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Só para relembrar, é fácil de fazer a verificação ou checagem.

    Pegue os PL's protocolizados entre 29 e 31 de agosto de 2009.

    Todos que eram de reajuste tiveram um resultado positivo. Aliás, se houve modificação em algum, foram poucos, mas ganhou alguma coisa.


    Que fosse parcelado como os anteriores. 4 semestrais 2010/2011, digamos. Teria sido excelente.
    Os beneficiados desses PLs de 2009 não ficaram sem os 15,8, nem sem os 21,6.
    Então nós teríamos tido o PL Gilmar+15,8+21,6.

    Os servidores do TCU ganhavam uns trocados a mais do que a gente, mas remunerações equivalentes.
    Nesse reajuste de 2009 foi que eles se descolaram de vez, pois receberam e nós ficamos na mão. Foi assim que um técnico do TCU passou a ganhar igual a um analista do Judiciário.
    José Barbosa, houve o PL 6613, o mamute, que não foi aprovado pelo governo (sequer votado) e aí houve a recusa da GD e do subsídio, em momentos e circunstâncias distintos. A propósito:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    O PL 6613 foi apresentado fora do prazo, apostando que a LDO seria letra morta, e a história depois mostrou o lado que estava certo.
    avatar
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1329
    Reputação : 92
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj em Seg 26 Nov 2018, 8:29 am

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Temer sanciona reajuste do STF até quarta-feira, garantem assessores
    Percentual de 16,38% foi aprovado no início do mês pelo Senado

    RASÍLIA – O presidente Michel Temer disse a interlocutores que vai sancionar até quarta-feira o reajuste salarial para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O percentual é de 16,38%, como foi aprovado no início do mês pelo Senado, e deve incidir nos contracheques de todos os juízes do país a partir de 2019. Em troca, como ficou acertado entre a cúpula do Judiciário e o Palácio do Planalto, a Corte deve restringir o pagamento do auxílio-moradia dos magistrados, para compensar o impacto nos cofres públicos. Essa decisão deve ser tomada nos próximos dias e deverá entrar em vigor junto com o reajuste.

    Já para evitar que o reajuste não azede a relação do Judiciário com o governo de Jair Bolsonaro, que vai pagar a conta da medida, o presidente do tribunal, ministro Dias Toffoli, conversou sobre o assunto na última terça-feira com o futuro ministro da Fazenda, Paulo Guedes. Toffoli apresentou argumentos para reforçar a necessidade do reajuste. O principal foi o de que diversas categorias do poder público receberam reposição salarial em 2016, mas o Judiciário ficou de fora. Por isso, teria salários defasados.

    O presidente do STF garantiu a Guedes que o fim do auxílio-moradia vai compensar os gastos com a folha de pagamentos do Judiciário. A conversa ocorreu em um almoço oferecido pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha. Também na semana passada, governadores foram ao tribunal falar com Toffoli sobre o reajuste. Eles estão preocupados porque o pagamento dos juízes estaduais sai dos cofres dos estados, que já estão em situação de penúria mesmo antes do reajuste.

    Com o reajuste, o salário dos ministros do STF passará de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil. O impacto dos gastos não é só no Judiciário, mas também em todo o poder público, já que o reajuste do STF também aumenta o valor do teto do funcionalismo. O fim do auxílio-moradia é uma das alternativas negociadas entre o Palácio do Planalto e o STF para reduzir o impacto do reajuste. O benefício, atualmente de cerca de R$ 4 mil mensais, foi garantido a todos os juízes do Brasil por meio de liminares concedidas por Fux em 2014.

    Depois da decisão de Fux, o auxílio-moradia passou a ser concedido a todos os magistrados, mesmo que já tenham imóvel na cidade onde trabalham e não precisem pagar o aluguel. A tendência agora é a Corte reduzir o pagamento apenas a casos específicos – como, por exemplo, no caso de transferência de um juiz para uma cidade onde não exista imóvel funcional disponível, mediante a apresentação de recibo do pagamento do aluguel. O acerto com o governo foi conduzido por Toffoli e Fux – que, além de ser relator dos processos, é vice-presidente do tribunal.
    avatar
    PCS-TRE
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1771
    Reputação : 154
    Data de inscrição : 27/02/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por PCS-TRE em Seg 26 Nov 2018, 8:36 am

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5131
    Reputação : 135
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Sigma em Seg 26 Nov 2018, 9:08 am

    josebarbos escreveu:
    jornalista escreveu:José Barbosa, houve o PL 6613, o mamute, que não foi aprovado pelo governo (sequer votado) e aí houve a recusa da GD e do subsídio, em momentos e circunstâncias distintos. A propósito:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    O PL 6613 foi apresentado fora do prazo, apostando que a LDO seria letra morta, e a história depois mostrou o lado que estava certo.

    Só pra acertar a timeline:

    Primeiro, houve a proposta de Gratificação de Desempenho por parte dos DG's e Gilmar Mendes.

    Aí houve a recusa por parte dos sindicatos, e o GM praticamente lavou as mãos. E apresentou o "queridinho" dos sindicalistas, o PL 6613, fora do prazo.

    Somente em 2010 é que surgiu a discussão do subsídio, levantado pelo MPS.

    Enfim, uma pena...

    Fico me perguntando se ainda há espaço para o subsídio, em conjunto com a tabela de 40 níveis...

    avatar
    euvoltei
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1109
    Reputação : 122
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por euvoltei em Seg 26 Nov 2018, 9:51 am

    Sigma escreveu:
    josebarbos escreveu:
    jornalista escreveu:José Barbosa, houve o PL 6613, o mamute, que não foi aprovado pelo governo (sequer votado) e aí houve a recusa da GD e do subsídio, em momentos e circunstâncias distintos. A propósito:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    O PL 6613 foi apresentado fora do prazo, apostando que a LDO seria letra morta, e a história depois mostrou o lado que estava certo.

    Só pra acertar a timeline:

    Primeiro, houve a proposta de Gratificação de Desempenho por parte dos DG's e Gilmar Mendes.

    Aí houve a recusa por parte dos sindicatos, e o GM praticamente lavou as mãos. E apresentou o "queridinho" dos sindicalistas, o PL 6613, fora do prazo.

    Somente em 2010 é que surgiu a discussão do subsídio, levantado pelo MPS.

    Enfim, uma pena...

    Fico me perguntando se ainda há espaço para o subsídio, em conjunto com a tabela de 40 níveis...


    Acredito que o subsídio virá de forma enviesada, proibindo recebendo de FC incorporada e designada.... (não tem fonte nenhuma, só chute mesmo).... e como base em entrevistas do PG
    avatar
    Korgano Masaka
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 973
    Reputação : 55
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Korgano Masaka em Seg 26 Nov 2018, 11:15 am

    COM O REAJUSTE DOS JUÍZES/PROCURADORES, ESQUEÇAM QUALQUER REAJUSTE PARA OS SERVIDORES PELOS PRÓXIMOS ANOS:

    A verdade e a mentira sobre o reajuste dos ministros do STF

    Brasil 26.11.18 07:45

    Na semana passada, O Antagonista publicou que a Associação de Magistrados Brasileiros divulgou entre juízes a notícia de que Michel Temer já havia sancionado o reajuste dos salários dos ministros do STF — com efeito cascata sobre todo o Judiciário. E que a decisão presidencial seria divulgada nesta semana.

    O Planalto negou. O site pediu, então, uma nota oficial. Não veio.

    O Globo publica agora que Temer disse “a interlocutores” que a aprovação presidencial do reajuste se dará nesta quarta-feira.

    O Antagonista sabe que “os interlocutores” é Dias Toffoli.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Seg 26 Nov 2018, 12:11 pm

    Sigma escreveu:
    josebarbos escreveu:
    jornalista escreveu:José Barbosa, houve o PL 6613, o mamute, que não foi aprovado pelo governo (sequer votado) e aí houve a recusa da GD e do subsídio, em momentos e circunstâncias distintos. A propósito:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    O PL 6613 foi apresentado fora do prazo, apostando que a LDO seria letra morta, e a história depois mostrou o lado que estava certo.

    Só pra acertar a timeline:

    Primeiro, houve a proposta de Gratificação de Desempenho por parte dos DG's e Gilmar Mendes.

    Aí houve a recusa por parte dos sindicatos, e o GM praticamente lavou as mãos. E apresentou o "queridinho" dos sindicalistas, o PL 6613, fora do prazo.

    Somente em 2010 é que surgiu a discussão do subsídio, levantado pelo MPS.

    Enfim, uma pena...

    Fico me perguntando se ainda há espaço para o subsídio, em conjunto com a tabela de 40 níveis...


    Para subsídio? Não. O tempo daquilo passou.
    Já uma tabela de 40 níveis. Acredito que este é uma das poucas opções que sobraram.

    Outra opção que restou foi a aprovação da PEC da ascensão funcional e transferência.

    Pq to dizendo isto? Pq por conta da EC do teto e a atual crise financeira não vejo espaço para nada além disto. Fora que com a gestão e economia nas mãos do Paulo Guedes qualquer proposta que não for modernizante nem sequer sera recebida.
    avatar
    Korgano Masaka
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 973
    Reputação : 55
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Korgano Masaka em Seg 26 Nov 2018, 1:19 pm

    darkshi escreveu:
    Sigma escreveu:
    josebarbos escreveu:
    jornalista escreveu:José Barbosa, houve o PL 6613, o mamute, que não foi aprovado pelo governo (sequer votado) e aí houve a recusa da GD e do subsídio, em momentos e circunstâncias distintos. A propósito:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    O PL 6613 foi apresentado fora do prazo, apostando que a LDO seria letra morta, e a história depois mostrou o lado que estava certo.

    Só pra acertar a timeline:

    Primeiro, houve a proposta de Gratificação de Desempenho por parte dos DG's e Gilmar Mendes.

    Aí houve a recusa por parte dos sindicatos, e o GM praticamente lavou as mãos. E apresentou o "queridinho" dos sindicalistas, o PL 6613, fora do prazo.

    Somente em 2010 é que surgiu a discussão do subsídio, levantado pelo MPS.

    Enfim, uma pena...

    Fico me perguntando se ainda há espaço para o subsídio, em conjunto com a tabela de 40 níveis...


    Para subsídio? Não. O tempo daquilo passou.
    Já uma tabela de 40 níveis. Acredito que este é uma das poucas opções que sobraram.

    Outra opção que restou foi a aprovação da PEC da ascensão funcional e transferência.

    Pq to dizendo isto? Pq por conta da EC do teto e a atual crise financeira não vejo espaço para nada além disto. Fora que com a gestão e economia nas mãos do Paulo Guedes qualquer proposta que não for modernizante nem sequer sera recebida.

    Proposta alguma, modernizante ou não, será recebida. Com o reajuste dos juízes/procuradores sancionado, enterra-se qualquer esperança de reajuste/PCS pelos próximos anos....
    avatar
    Sniper
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 605
    Reputação : 41
    Data de inscrição : 06/05/2011

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Sniper em Seg 26 Nov 2018, 1:27 pm



    [/quote] Para subsídio? Não. O tempo daquilo passou.
    Já uma tabela de 40 níveis. Acredito que este é uma das poucas opções que sobraram.

    Outra opção que restou foi a aprovação da PEC da ascensão funcional e transferência.

    Pq to dizendo isto? Pq por conta da EC do teto e a atual crise financeira não vejo espaço para nada além disto. Fora que com a gestão e economia nas mãos do Paulo Guedes qualquer proposta que não for modernizante nem sequer sera recebida.
    [/quote]

    Proposta alguma, modernizante ou não, será recebida. Com o reajuste dos juízes/procuradores sancionado, enterra-se qualquer esperança de reajuste/PCS pelos próximos anos....[/quote]

    Isso é verdade!
    Qualquer reajuste no mínimo em 2021!
    Até lá, dá para trabalhar o terreno e construir algo decente para a categoria!
    Espero que o Dr. Amarildo esteja à frente disso, porque, querendo ou não, é o único com trânsito na cúpula e capaz de conseguir algo.
    avatar
    Korgano Masaka
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 973
    Reputação : 55
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Korgano Masaka em Seg 26 Nov 2018, 1:59 pm

    Para subsídio? Não. O tempo daquilo passou.
    Já uma tabela de 40 níveis. Acredito que este é uma das poucas opções que sobraram.

    Outra opção que restou foi a aprovação da PEC da ascensão funcional e transferência.

    Pq to dizendo isto? Pq por conta da EC do teto e a atual crise financeira não vejo espaço para nada além disto. Fora que com a gestão e economia nas mãos do Paulo Guedes qualquer proposta que não for modernizante nem sequer sera recebida.
    [/quote]

    Proposta alguma, modernizante ou não, será recebida. Com o reajuste dos juízes/procuradores sancionado, enterra-se qualquer esperança de reajuste/PCS pelos próximos anos....[/quote]

    Isso é verdade!
    Qualquer reajuste no mínimo em 2021!
    Até lá, dá para trabalhar o terreno e construir algo decente para a categoria!
    Espero que o Dr. Amarildo esteja à frente disso, porque, querendo ou não, é o único com trânsito na cúpula e capaz de conseguir algo.[/quote]

    Quanto otimismo....os juízes/procuradores rifaram os servidores há tempos. Com certeza haverá corte no custeio, novamente, e no gasto com o pessoal (servidores, é claro). Acho que irão discutir reajuste lá por 2022 e olha lá...
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Seg 26 Nov 2018, 2:09 pm

    Vcs estão ansiosos demais.


    Deveriam ter um pouco mais de fé. Principalmente com propostas de impacto zero.
    avatar
    PCS-TRE
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1771
    Reputação : 154
    Data de inscrição : 27/02/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por PCS-TRE em Seg 26 Nov 2018, 2:13 pm

    Korgano Masaka escreveu:Para subsídio? Não. O tempo daquilo passou.
    Já uma tabela de 40 níveis. Acredito que este é uma das poucas opções que sobraram.

    Outra opção que restou foi a aprovação da PEC da ascensão funcional e transferência.

    Pq to dizendo isto? Pq por conta da EC do teto e a atual crise financeira não vejo espaço para nada além disto. Fora que com a gestão e economia nas mãos do Paulo Guedes qualquer proposta que não for modernizante nem sequer sera recebida.

    Proposta alguma, modernizante ou não, será recebida. Com o reajuste dos juízes/procuradores sancionado, enterra-se qualquer esperança de reajuste/PCS pelos próximos anos....[/quote]

    Isso é verdade!
    Qualquer reajuste no mínimo em 2021!
    Até lá, dá para trabalhar o terreno e construir algo decente para a categoria!
    Espero que o Dr. Amarildo esteja à frente disso, porque, querendo ou não, é o único com trânsito na cúpula e capaz de conseguir algo.[/quote]

    Quanto otimismo....os juízes/procuradores rifaram os servidores há tempos. Com certeza haverá corte no custeio, novamente, e no gasto com o pessoal (servidores, é claro). Acho que irão discutir reajuste lá por 2022 e olha lá...[/quote]


    PL em 2021, discussões em 2022/2023 e reajuste começando em 2024.
    avatar
    Korgano Masaka
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 973
    Reputação : 55
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Korgano Masaka em Seg 26 Nov 2018, 2:22 pm

    PCS-TRE escreveu:
    Korgano Masaka escreveu:Para subsídio? Não. O tempo daquilo passou.
    Já uma tabela de 40 níveis. Acredito que este é uma das poucas opções que sobraram.

    Outra opção que restou foi a aprovação da PEC da ascensão funcional e transferência.

    Pq to dizendo isto? Pq por conta da EC do teto e a atual crise financeira não vejo espaço para nada além disto. Fora que com a gestão e economia nas mãos do Paulo Guedes qualquer proposta que não for modernizante nem sequer sera recebida.

    Proposta alguma, modernizante ou não, será recebida. Com o reajuste dos juízes/procuradores sancionado, enterra-se qualquer esperança de reajuste/PCS pelos próximos anos....

    Isso é verdade!
    Qualquer reajuste no mínimo em 2021!
    Até lá, dá para trabalhar o terreno e construir algo decente para a categoria!
    Espero que o Dr. Amarildo esteja à frente disso, porque, querendo ou não, é o único com trânsito na cúpula e capaz de conseguir algo.[/quote]

    Quanto otimismo....os juízes/procuradores rifaram os servidores há tempos. Com certeza haverá corte no custeio, novamente, e no gasto com o pessoal (servidores, é claro). Acho que irão discutir reajuste lá por 2022 e olha lá...[/quote]


    PL em 2021, discussões em 2022/2023 e reajuste começando em 2024.[/quote]

    Mínimo de 4 anos sem reajuste. Isso na previsão mais otimista e fantasiosa....Enquanto isso, servidores irão servir de tapete para juízes/procuradores para manterem ou receberem funções comissionadas...
    avatar
    Protocol
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 438
    Reputação : 41
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Protocol em Seg 26 Nov 2018, 2:23 pm

    Korgano Masaka escreveu:
    darkshi escreveu:
    Sigma escreveu:
    josebarbos escreveu:

    O PL 6613 foi apresentado fora do prazo, apostando que a LDO seria letra morta, e a história depois mostrou o lado que estava certo.

    Só pra acertar a timeline:

    Primeiro, houve a proposta de Gratificação de Desempenho por parte dos DG's e Gilmar Mendes.

    Aí houve a recusa por parte dos sindicatos, e o GM praticamente lavou as mãos. E apresentou o "queridinho" dos sindicalistas, o PL 6613, fora do prazo.

    Somente em 2010 é que surgiu a discussão do subsídio, levantado pelo MPS.

    Enfim, uma pena...

    Fico me perguntando se ainda há espaço para o subsídio, em conjunto com a tabela de 40 níveis...


    Para subsídio? Não. O tempo daquilo passou.
    Já uma tabela de 40 níveis. Acredito que este é uma das poucas opções que sobraram.

    Outra opção que restou foi a aprovação da PEC da ascensão funcional e transferência.

    Pq to dizendo isto? Pq por conta da EC do teto e a atual crise financeira não vejo espaço para nada além disto. Fora que com a gestão e economia nas mãos do Paulo Guedes qualquer proposta que não for modernizante nem sequer sera recebida.

    Proposta alguma, modernizante ou não, será recebida. Com o reajuste dos juízes/procuradores sancionado, enterra-se qualquer esperança de reajuste/PCS pelos próximos anos....

    A redução de gastos com pessoal, que certamente será uma meta do governo, no nosso caso passa por reestruturação das carreiras, corte de funções, redução de estrutura.

    Acho que só depois da alteração das carreiras é que teremos alguma chance de recomposição.

    A melhora da situação da economia, no que tenho fé com o novo governo, é algo que pode nos beneficiar também.
    avatar
    Korgano Masaka
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 973
    Reputação : 55
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Korgano Masaka em Seg 26 Nov 2018, 2:43 pm

    Protocol escreveu:
    Korgano Masaka escreveu:
    darkshi escreveu:
    Sigma escreveu:

    Só pra acertar a timeline:

    Primeiro, houve a proposta de Gratificação de Desempenho por parte dos DG's e Gilmar Mendes.

    Aí houve a recusa por parte dos sindicatos, e o GM praticamente lavou as mãos. E apresentou o "queridinho" dos sindicalistas, o PL 6613, fora do prazo.

    Somente em 2010 é que surgiu a discussão do subsídio, levantado pelo MPS.

    Enfim, uma pena...

    Fico me perguntando se ainda há espaço para o subsídio, em conjunto com a tabela de 40 níveis...


    Para subsídio? Não. O tempo daquilo passou.
    Já uma tabela de 40 níveis. Acredito que este é uma das poucas opções que sobraram.

    Outra opção que restou foi a aprovação da PEC da ascensão funcional e transferência.

    Pq to dizendo isto? Pq por conta da EC do teto e a atual crise financeira não vejo espaço para nada além disto. Fora que com a gestão e economia nas mãos do Paulo Guedes qualquer proposta que não for modernizante nem sequer sera recebida.

    Proposta alguma, modernizante ou não, será recebida. Com o reajuste dos juízes/procuradores sancionado, enterra-se qualquer esperança de reajuste/PCS pelos próximos anos....

    A redução de gastos com pessoal, que certamente será uma meta do governo, no nosso caso passa por reestruturação das carreiras, corte de funções, redução de estrutura.

    Acho que só depois da alteração das carreiras é que teremos alguma chance de recomposição.

    A melhora da situação da economia, no que tenho fé com o novo governo, é algo que pode nos beneficiar também.

    Com certeza. Se a economia vai bem, TODOS seremos beneficiados.
    Contudo, o Bolsonaro terá que fazer reformas impopulares que contará com enorme resistência da aristocracia do serviço público. Lembrando que quase derrubaram o Temer por causa da reforma da previdência porque ele se recusou a deixar de fora juízes e procuradores.
    Ademais, os esquerdistas fora e dentro do serviço público farão de tudo para sabotar o novo governo, como já estão fazendo...
    avatar
    Sniper
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 605
    Reputação : 41
    Data de inscrição : 06/05/2011

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Sniper em Seg 26 Nov 2018, 2:59 pm

    darkshi escreveu:Vcs estão ansiosos demais.


    Deveriam ter um pouco mais de fé. Principalmente com propostas de impacto zero.

    Solte algo para trazer esperança neste fim de ano!
    Very Happy Very Happy
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5131
    Reputação : 135
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Sigma em Seg 26 Nov 2018, 3:13 pm

    darkshi escreveu:Vcs estão ansiosos demais.

    Deveriam ter um pouco mais de fé. Principalmente com propostas de impacto zero.

    Impacto mínimo, eu posso acreditar em algo para os próximos anos, se a intenção for realmente uma reestruturação da carreira. Impacto ZERO com alguma espécie de aumento dos proventos, acho improvável. Não digo impossível, porque pode ter alguma outra solução que eu não esteja ciente.

    A tabela de 40 níveis, se mantida a estrutura VB+GAJ+AQ+VPNI, não é suficiente.

    Por isso falei na utilização da tabela, mas na forma do subsídio.

    Creio que, a muitíssimo contra gosto - para evitar a quebra de paridade - os sindicatos poderiam bancar a proposta (talvez buscando um percentual acima dos valores propostos).

    Porque, em se falando em reestruturação de carreira (E diminuição da folha de pagamento), é isso, ou a quebra de paridade.

    PS: comecei achando que vc estava falando sério, mas aí tem um "ansiosos" e "um pouco mais de fé", já acho que vc tá de sacanagem, mesmo. Laughing
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Seg 26 Nov 2018, 3:46 pm

    Sigma escreveu:
    darkshi escreveu:Vcs estão ansiosos demais.

    Deveriam ter um pouco mais de fé. Principalmente com propostas de impacto zero.

    Impacto mínimo, eu posso acreditar em algo para os próximos anos, se a intenção for realmente uma reestruturação da carreira. Impacto ZERO com alguma espécie de aumento dos proventos, acho improvável. Não digo impossível, porque pode ter alguma outra solução que eu não esteja ciente.

    A tabela de 40 níveis, se mantida a estrutura VB+GAJ+AQ+VPNI, não é suficiente.

    Por isso falei na utilização da tabela, mas na forma do subsídio.

    Creio que, a muitíssimo contra gosto - para evitar a quebra de paridade - os sindicatos poderiam bancar a proposta (talvez buscando um percentual acima dos valores propostos).

    Porque, em se falando em reestruturação de carreira (E diminuição da folha de pagamento), é isso, ou a quebra de paridade.

    PS: comecei achando que vc estava falando sério, mas aí tem um "ansiosos" e "um pouco mais de fé", já acho que vc tá de sacanagem, mesmo. Laughing


    To falando sério (mas não posso perder a oportunidade de zoar).


    Acho que estamos lascados por conta disso. A única saída possível é um PCCR que tenha impacto mínimo e isto vai envolver várias quebras de paradigmas (ai vc pode pensar em tudo. Subsidio, fim de paridade com aposentados, unificação dos 3 cargos, diminuição massiva do inicial de carreira, adoção de 40 níveis para mais, exigência de produtividade para crescimento dentro da carreira ). E por conta disso eu acredito que este PCCR teria uma receptividade por parte da catiguria (sic) muito ruim, já que em outros momentos nossa categoria se mostrou extremamente conservadora em sua atual estrutura.
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5131
    Reputação : 135
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Sigma em Seg 26 Nov 2018, 4:13 pm

    darkshi escreveu:
    Sigma escreveu:
    darkshi escreveu:Vcs estão ansiosos demais.

    Deveriam ter um pouco mais de fé. Principalmente com propostas de impacto zero.

    Impacto mínimo, eu posso acreditar em algo para os próximos anos, se a intenção for realmente uma reestruturação da carreira. Impacto ZERO com alguma espécie de aumento dos proventos, acho improvável. Não digo impossível, porque pode ter alguma outra solução que eu não esteja ciente.

    A tabela de 40 níveis, se mantida a estrutura VB+GAJ+AQ+VPNI, não é suficiente.

    Por isso falei na utilização da tabela, mas na forma do subsídio.

    Creio que, a muitíssimo contra gosto - para evitar a quebra de paridade - os sindicatos poderiam bancar a proposta (talvez buscando um percentual acima dos valores propostos).

    Porque, em se falando em reestruturação de carreira (E diminuição da folha de pagamento), é isso, ou a quebra de paridade.

    PS: comecei achando que vc estava falando sério, mas aí tem um "ansiosos" e "um pouco mais de fé", já acho que vc tá de sacanagem, mesmo. Laughing

    To falando sério (mas não posso perder a oportunidade de zoar).

    Acho que estamos lascados por conta disso. A única saída possível é um PCCR que tenha impacto mínimo e isto vai envolver várias quebras de paradigmas (ai vc pode pensar em tudo. Subsidio, fim de paridade com aposentados, unificação dos 3 cargos, diminuição massiva do inicial de carreira, adoção de 40 níveis para mais, exigência de produtividade para crescimento dentro da carreira ). E por conta disso eu acredito que este PCCR teria uma receptividade por parte da catiguria (sic) muito ruim, já que em outros momentos nossa categoria se mostrou extremamente conservadora em sua atual estrutura.

    Então acho que estamos na mesma página.

    O cenário não é "bonito" para o funcionalismo público como um todo.

    Não sei se é possível a adequação de subsídio com fim da paridade. Creio que não. A menos que venha acompanhado de um desconto maior do PSSS.

    A unificação da carreira é importante.

    A tabelinha de 40 níveis parte de R$ 6.5 mil até R$ 23 mil. Em tese, o enquadramento seria Analista C13 no D33, e técnico C13 no B18. Dali, poderia a) seguir em diante independente do "legado de 400 anos de labuta pelo PJU/MPU", b) possibilitar o enquadramento com "interstício diferenciado e extraordinário" para este caso, na faixa de 2 anos por faixa, ou c) possibilitar o reenquadramento com um novo interstício de 1,5 anos pra quem já é C13.

    E tudo isso ainda seria menos custoso pra tigrada engolir. O complicado, mesmo, seria aplicar uma estrutura piramidal.
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8612
    Reputação : 233
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Seg 26 Nov 2018, 4:30 pm

    Sigma escreveu:
    Então acho que estamos na mesma página.


    O cenário não é "bonito" para o funcionalismo público como um todo.

    É na crise que são criados as boas soluções. Anos de governos "amigos" dos servidores não trouxe nada de muito bom para nós. Várias demandas simplesmente foram represadas.


    Não sei se é possível a adequação de subsídio com fim da paridade. Creio que não. A menos que venha acompanhado de um desconto maior do PSSS.

    A paridade poderia ser retirada substituindo ela pela mesma regra de reajuste que será dada para os servidores pós 2003 e que não adotaram a funpresp.


    A unificação da carreira é importante.

    Para mim com a adoração de mais níveis a unificação é uma consequência.


    A tabelinha de 40 níveis parte de R$ 6.5 mil até R$ 23 mil. Em tese, o enquadramento seria Analista C13 no D33, e técnico C13 no B18. Dali, poderia a) seguir em diante independente do "legado de 400 anos de labuta pelo PJU/MPU", b) possibilitar o enquadramento com "interstício diferenciado e extraordinário" para este caso, na faixa de 2 anos por faixa, ou c) possibilitar o reenquadramento com um novo interstício de 1,5 anos pra quem já é C13.

    Uma nova carreira deveria ter premiação aos produtivos. O "interstício diferenciado e extraordinário" é uma boa saída.

    Ai poderíamos ter um cenário em que um servidor produtivo sairia do primeiro e chegaria ao ultimo em 20 anos (o que não é tão absurdo já que nossa carreira já teve 15 níveis).
    Já o improdutivo iria demorar 40 anos (ou seja, fim de carreira só aposentando)


    E tudo isso ainda seria menos custoso pra tigrada engolir. O complicado, mesmo, seria aplicar uma estrutura piramidal.

    Eu acho que dá para adotar uma estrutura semi piramidal. Em que para o servidor ser promovido de classe seria exigido alguma coisa (curso de formação. pós graduação. por ex).
    avatar
    pernalonga
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1888
    Reputação : 777
    Data de inscrição : 25/04/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por pernalonga em Seg 26 Nov 2018, 4:31 pm

    Pois eu acho que a situação é tão periclitante que não haveria tanta resistência assim com qualquer proposta que venha recompor (ainda que parcialmente) perdas inflacionárias próximas. Provavelmente muita entidade vai dizer que é um absurdo e tal, mas vai deixar o barco andar se aparecer algum

    Conteúdo patrocinado

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 17 Dez 2018, 12:49 pm