PCS JÁ



    Assuntos gerais: economia & política

    avatar
    jornalista
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1399
    Reputação : 41
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por jornalista em Seg 28 Jan 2019, 8:59 am

    ale1969 escreveu:A pergunta da semana.

    A Vale foi vendida/doada ao capital privado. Há alguma relação entre o lucro especulativo, pouco investimento na proteção ambiental e os acidentes de Mariana e Brumadinho?
    Não há como saber, assim como não há como saber se os rompimentos ocorreriam se continuasse estatal. Mas uma coisa é certa. Lá não existe corrupção estatal (no sentido de o governo tirar dinheiro da empresa para corruptos).
    Sigma
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5149
    Reputação : 136
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Sigma em Seg 28 Jan 2019, 9:08 am

    jornalista escreveu:
    ale1969 escreveu:A pergunta da semana.

    A Vale foi vendida/doada ao capital privado. Há alguma relação entre o lucro especulativo, pouco investimento na proteção ambiental e os acidentes de Mariana e Brumadinho?

    Não há como saber, assim como não há como saber se os rompimentos ocorreriam se continuasse estatal. Mas uma coisa é certa. Lá não existe corrupção estatal (no sentido de o governo tirar dinheiro da empresa para corruptos).

    Realmente, não há como afirmar que isso não ocorreria caso fosse uma estatal "pura". Salvo engano, a União ainda possui uma quantidade significativa das ações da Vale.

    Como a barragem foi desativada em 2014, eu diria que é provável que, caso a União ainda fosse dona da Vale, a barragem ainda estivesse sendo utilizada e nem estivesse cheia, até por conta da produtividade ridícula da Vale, comparando os tempos "pré" e "pós" privatização.

    Outro ponto importante é que agora o Estado é responsável por FISCALIZAR esse tipo de situação, enquanto anteriormente acumulava essa função com a responsabilidade de PRODUZIR.

    Ou seja: não consegue nem fazer uma das coisas, e agora querem que ela faça as duas. Tá serto.
    Korgano Masaka
    Korgano Masaka
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 1266
    Reputação : 66
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Korgano Masaka em Seg 28 Jan 2019, 9:11 am

    Galizezin escreveu:
    Korgano Masaka escreveu:
    Galizezin escreveu:achava ridículo religiosos petistas defenderem o indefensável. parece que os religiosos da direita não são diferentes.

    Nem um mês de governo "de direita" e "isentão" já o compara com 16 anos de luloesquerdismo...Essa tática não cola, colega.
    mmundo

    ah se cola...

    menos de 1 mês e a prole já dando escândalo
    menos de 1 mês e retirando a monitoração da parentaiada
    menos de 1 mês e autorizando cabeça de bagre a implementar sigilo

    Só cola para os do contra/ele não/esquerdistas e afins. Aqui tá parecendo Fórum do Conlutas/Fenajufe.... :guy:
    ale1969
    ale1969
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 794
    Reputação : 77
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 em Seg 28 Jan 2019, 9:51 am

    Sigma escreveu:
    jornalista escreveu:
    ale1969 escreveu:A pergunta da semana.

    A Vale foi vendida/doada ao capital privado. Há alguma relação entre o lucro especulativo, pouco investimento na proteção ambiental e os acidentes de Mariana e Brumadinho?

    Não há como saber, assim como não há como saber se os rompimentos ocorreriam se continuasse estatal. Mas uma coisa é certa. Lá não existe corrupção estatal (no sentido de o governo tirar dinheiro da empresa para corruptos).

    Realmente, não há como afirmar que isso não ocorreria caso fosse uma estatal "pura". Salvo engano, a União ainda possui uma quantidade significativa das ações da Vale.

    Como a barragem foi desativada em 2014, eu diria que é provável que, caso a União ainda fosse dona da Vale, a barragem ainda estivesse sendo utilizada e nem estivesse cheia, até por conta da produtividade ridícula da Vale, comparando os tempos "pré" e "pós" privatização.

    Outro ponto importante é que agora o Estado é responsável por FISCALIZAR esse tipo de situação, enquanto anteriormente acumulava essa função com a responsabilidade de PRODUZIR.

    Ou seja: não consegue nem fazer uma das coisas, e agora querem que ela faça as duas. Tá serto.

    Tudo bem. Quanto à corrupção estatal tem que ser combatida com todo rigor, agora a busca desesperada pelo lucro em uma atividade de elevado risco socioambiental colabora para ocorrências como essas. Concorda?

    Quanto à obrigação de fiscalizar, esta independe do controle societário da empresa. O fato é que antes da venda criminosa da Vale os acidentes não ocorriam com esta elevada intensidade. Concorda?
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2253
    Reputação : 295
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por androsvilazza em Seg 28 Jan 2019, 10:53 am

    ale1969 escreveu:
    Sigma escreveu:
    jornalista escreveu:
    ale1969 escreveu:A pergunta da semana.

    A Vale foi vendida/doada ao capital privado. Há alguma relação entre o lucro especulativo, pouco investimento na proteção ambiental e os acidentes de Mariana e Brumadinho?

    Não há como saber, assim como não há como saber se os rompimentos ocorreriam se continuasse estatal. Mas uma coisa é certa. Lá não existe corrupção estatal (no sentido de o governo tirar dinheiro da empresa para corruptos).

    Realmente, não há como afirmar que isso não ocorreria caso fosse uma estatal "pura". Salvo engano, a União ainda possui uma quantidade significativa das ações da Vale.

    Como a barragem foi desativada em 2014, eu diria que é provável que, caso a União ainda fosse dona da Vale, a barragem ainda estivesse sendo utilizada e nem estivesse cheia, até por conta da produtividade ridícula da Vale, comparando os tempos "pré" e "pós" privatização.

    Outro ponto importante é que agora o Estado é responsável por FISCALIZAR esse tipo de situação, enquanto anteriormente acumulava essa função com a responsabilidade de PRODUZIR.

    Ou seja: não consegue nem fazer uma das coisas, e agora querem que ela faça as duas. Tá serto.

    Tudo bem. Quanto à corrupção estatal tem que ser combatida com todo rigor, agora a busca desesperada pelo lucro em uma atividade de elevado risco socioambiental colabora para  ocorrências como essas. Concorda?

    Quanto à obrigação de fiscalizar,  esta independe do controle societário da empresa. O fato é que antes da venda criminosa da Vale os acidentes não ocorriam com esta elevada intensidade. Concorda?

    Aí você está observando um problema super complexo por apenas um fator. Há inúmeras empresas mineradoras privadas no mundo, com ótimo histórico de segurança. O próprio setor privado tem interesse (e capacidade) em desenvolver meios de produção que sejam mais seguros, e até por isso as maiores inovações (inclusive na área de segurança) se dão no setor privado, e não em empresas estatais. O volume de produção da Vale se multiplicou muitas vezes após a privatização, é óbvio que os riscos aumentam junto (e também é óbvio que deveria ter sido aumentado o cuidado para evitá-los). Seu argumento é mais ou menos equivalente a dizer que, em determinada rodovia privatizada na década de 1990, havia X acidentes por ano, e hoje, 20-30 anos após a privatização, esse número é muitas vezes maior, sem considerar o aumento do volume de tráfego na citada rodovia.

    Quanto a essa barragem em específico, foi criada, e começou a receber rejeitos, na década de 1970, quando a empresa era estatal. Foi nessa época que escolheram utilizar o sistema de barragem "à montante", conhecidamente mais barato e inseguro. Aliás, a maior parte das barragens "à montante" foram feitas na época em que a Vale era estatal, o que certamente não tira a responsabilidade dos gestores mais recentes (após a privatização) que não souberam prevenir a escalada do problema, ou não se importaram em substituir por barragens mais seguras.

    Uma outra comparação que acho seguro fazer é que a maior parte das estatais se encontra, hoje, sucateada. Se a Vale ainda fosse estatal, seu corpo diretor provavelmente seria formado por indicações políticas sem qualquer conhecimento da área, e todo o superávit da empresa estaria sendo direcionado à cobertura do déficit da União. Não vejo como isso contribuiria para a redução do risco de acidentes. O máximo que se pode afirmar é que, provavelmente, o nível de produção seria inúmeras vezes menor, e talvez essas barragens levassem mais tempo para encher, o que apenas posterga o problema, mas não resolve.

    O que quero dizer é que não dá pra botar somente "na conta" da privatização um problema que já é antigo no sistema de mineração no Brasil.
    Sigma
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5149
    Reputação : 136
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Sigma em Seg 28 Jan 2019, 11:17 am

    ale1969 escreveu:Quanto à obrigação (do Estado) de fiscalizar,  esta independe do controle societário da empresa.

    Realmente independe. O problema é quando nem mesmo isso o Estado faz. Além de não fazer o mínimo, ainda quer controlar a produção. Não faz sentido.

    ale1969 escreveu:O fato é que antes da venda criminosa da Vale os acidentes não ocorriam com esta elevada intensidade. Concorda?

    Este é um fato.

    Convém lembrar, porém, que antes da privatização a Vale não produzia o que produz hoje. Não chegava nem perto. Houve aumento da demanda, e por óbvio houve aumento dos riscos. Após "livrar-se" da Vale, cabia ao Estado fazer as fiscalizações. Não fez. Aécio não fez, Anastasia não fez, Pimentel não fez, Lula não fez e Dilma não fez.

    E não somente o Executivo, mas o Legislativo mineiro também, por conta da rejeição de PL que endurecia as fiscalizações e que foi rejeitado pela Assembleia Estadual de MG. Por quê? Por conta de doações de mineradoras a deputados estaduais.

    Ou seja: a responsabilidade da tragédia (e do crime) não é somente da Vale, mas também do Estado, que não cumpriu sua parte, não obstante ainda possuir boa parte das ações da Vale.

    Portanto, se temos um Estado que sequer tem condições de fazer a devida fiscalização, como podemos acreditar que este mesmo Estado teria condições de manter a segurança das barragens e produzir o suficiente para atender a demanda interna e externa?
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2933
    Reputação : 399
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por josebarbos em Seg 28 Jan 2019, 11:22 am

    ale1969 escreveu:A pergunta da semana.

    A Vale foi vendida/doada ao capital privado. Há alguma relação entre o lucro especulativo, pouco investimento na proteção ambiental e os acidentes de Mariana e Brumadinho?

    -----, esta aí é barbada: Estado que não fiscaliza, não multa e não prende.

    A Samarco teve a pachorra de questionar várias das suas principais multas, por coisas que efetivamente ocorreram.

    Aliás, a correlação mais óbvia é: Estado falido, não faz o mínimo, empresas se aproveitam.
    A relação custo x benefício da mineração beira o ridículo. A respectiva contribuição é irrisória perto o gigantesco dando ambiental que a atividade em si causa.

    Outra coisa: apesar de privada, o Tesouro Nacional possui goldens shares da Vale. Ou seja, o Estado também deu o aval para que os investimentos fossem feitos como foram.

    E, daqueles eventos trágicos que lembrei recentemente, numa lista não taxativa, qual solução foi dada?
    - Boate Kiss (graças ao aniversário do caso, é verdade);
    - Queda do prédio do INSS (que fim houve das famílias desabrigadas, o suposto aluguel etc);
    - Incêndio no museu nacional (que ações foram adotadas nos demais museus para anular ou atenuar os riscos);
    - Caso João de Deus (este deve estar rindo de orelha a orelha de sair do noticiário).
    ale1969
    ale1969
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 794
    Reputação : 77
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 em Seg 28 Jan 2019, 11:36 am

    Toda atividade de engenharia envolve risco, o que procuro salientar é que a obtenção de resultados financeiros(lucro) compromete o investimento em segurança, que é considerado gasto(prejuízo).

    Sem considerar o preço irrisório de venda, pois o valor pago foi menor que o lucro operacional do primeiro semestre posterior, ou seja o valor investido pelo capital privado foi resgatado em seis meses. "Crime" contra o patrimônio público.
    ale1969
    ale1969
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 794
    Reputação : 77
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 em Seg 28 Jan 2019, 12:09 pm

    Uma pequena reflexão sobre a tragédia.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Korgano Masaka
    Korgano Masaka
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 1266
    Reputação : 66
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Korgano Masaka em Seg 28 Jan 2019, 12:25 pm

    Secretário de Pimentel elaborou regra que rebaixou risco da barragem em Brumadinho
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Sigma
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5149
    Reputação : 136
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Sigma em Seg 28 Jan 2019, 12:52 pm

    ale1969 escreveu:Toda atividade de engenharia envolve risco, o que procuro salientar é que a obtenção de resultados financeiros(lucro) compromete o investimento em segurança, que é considerado gasto(prejuízo).

    E, por isso, existe ainda esse mal necessário, que é o Estado: para fiscalizar.

    E que não fez.

    ale1969 escreveu:Sem considerar o preço irrisório de venda, pois o valor pago foi menor que o lucro operacional do primeiro semestre posterior, ou seja o valor investido pelo capital privado foi resgatado em seis meses. "Crime" contra o patrimônio público.

    Aqui você muda de assunto, e tira o foco daquilo que está sendo discutido. Mas tudo bem, segue o baile.

    É possível que você tenha razão: a Vale foi mal privatizada, subvalorizada. Não vou entrar nesta questão. Ainda assim, esse é (mais) um argumento favorável a quem sustenta a opinião que o Estado é incompetente em gerir empresas. Por outro lado, busque saber quantos empregos foram criados desde a privatização. Isso sem comparar o montante arrecadado em impostos, "pré" e "pós" privatização...

    Outra consideração importante, para quem é contrário às privatizações: quanto do lucro da Petrobrás em 2018 retornou aos cofres públicos?
    avatar
    jornalista
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1399
    Reputação : 41
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por jornalista em Seg 28 Jan 2019, 1:04 pm

    Korgano Masaka escreveu:Secretário de Pimentel elaborou regra que rebaixou risco da barragem em Brumadinho
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Ainda há este detalhe: a fiscalização estatal estadual.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6455
    Reputação : 267
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Galizezin em Seg 28 Jan 2019, 6:07 pm

    Korgano Masaka escreveu:Secretário de Pimentel elaborou regra que rebaixou risco da barragem em Brumadinho
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    vi a reportagem de uma mulher que participou dessa reunião. ela disse que foi bastante tensa, que o pessoal do meio ambiente estava insistindo em "ajudar" a vale, que o representante do ibama alertou para os riscos da decisão de mascarar os riscos de rompimento da barragem, e que se algo ocorresse, seriam 10 milhões de metros cúbicos de rejeito ladeira abaixo. o pior de tudo é o governo anunciar que vai destinar dinheiro público para o pessoal atingido, quando na verdade quem deveria pagar a conta de tudo é a vale. ou o bolsonaro é um tapado, ou está vendido.


    _________________
    NO RACISM!
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2253
    Reputação : 295
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por androsvilazza em Seg 28 Jan 2019, 8:36 pm

    Galizezin escreveu:
    Korgano Masaka escreveu:Secretário de Pimentel elaborou regra que rebaixou risco da barragem em Brumadinho
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    vi a reportagem de uma mulher que participou dessa reunião. ela disse que foi bastante tensa, que o pessoal do meio ambiente estava insistindo em "ajudar" a vale, que o representante do ibama alertou para os riscos da decisão de mascarar os riscos de rompimento da barragem, e que se algo ocorresse, seriam 10 milhões de metros cúbicos de rejeito ladeira abaixo. o pior de tudo é o governo anunciar que vai destinar dinheiro público para o pessoal atingido, quando na verdade quem deveria pagar a conta de tudo é a vale. ou o bolsonaro é um tapado, ou está vendido.

    Até agora não vi notícia de destinação de dinheiro público às famílias, exceto uma promessa de antecipação do pagamento do bolsa família àqueles que têm o direito. Ademais, creio que não fariam qualquer tipo de subvenção sem cobrar dos responsáveis (no caso, a Vale), ainda que em ação regressiva.

    Voltando à discussão mais/menos Estado, acho que foge ao fato de a empresa ser estatal ou privada. O mais importante a se discutir é sobre como provar ao Estado o mínimo de capacidade para cumprir aquelas que são suas atribuições mais básicas, e nas quais temos falhado miseravelmente.

    Se perguntarmos a qualquer cidadão quais são as atribuições mais essenciais ao Estado, tenho certeza que os primeiros colocados serão (só alterando a ordem de preferência): Saúde, segurança, educação, previdência/assistência social/distribuição de renda, infraestrutura, fiscalização e justiça. Em TODAS essas áreas o Estado brasileiro é deficitário, não consegue prover sequer o mínimo, salvo raríssimas - e honrosas - exceções, as quais apenas ajudam a confirmar a regra da ineficiência estatal, por meio do contraste, e da clara dificuldade em replicar experiências de sucesso.

    Sinceramente, não consigo entender como se pode defender MAIS Estado, inclusive na gestão empresarial, quando ele é claramente - de novo, salvo raras exceções - incapaz de entregar eficiência na parte que já lhe é confiada. Comparando à gestão de um tribunal, seria o mesmo que querer delegar mais responsabilidade ao servidor mais incompetente do setor, transferindo para sua alçada as poucas áreas em que o tribunal ainda funciona.
    Bastião
    Bastião
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 512
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/11/2017

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Bastião em Ter 29 Jan 2019, 8:20 am

    josebarbos escreveu:
    ale1969 escreveu:A pergunta da semana.

    A Vale foi vendida/doada ao capital privado. Há alguma relação entre o lucro especulativo, pouco investimento na proteção ambiental e os acidentes de Mariana e Brumadinho?

    -----, esta aí é barbada: Estado que não fiscaliza, não multa e não prende.

    A Samarco teve a pachorra de questionar várias das suas principais multas, por coisas que efetivamente ocorreram.

    Aliás, a correlação mais óbvia é: Estado falido, não faz o mínimo, empresas se aproveitam.
    A relação custo x benefício da mineração beira o ridículo. A respectiva contribuição é irrisória perto o gigantesco dando ambiental que a atividade em si causa.

    Outra coisa: apesar de privada, o Tesouro Nacional possui goldens shares da Vale. Ou seja, o Estado também deu o aval para que os investimentos fossem feitos como foram.

    E, daqueles eventos trágicos que lembrei recentemente, numa lista não taxativa, qual solução foi dada?
    - Boate Kiss (graças ao aniversário do caso, é verdade);
    - Queda do prédio do INSS (que fim houve das famílias desabrigadas, o suposto aluguel etc);
    - Incêndio no museu nacional (que ações foram adotadas nos demais museus para anular ou atenuar os riscos);
    - Caso João de Deus (este deve estar rindo de orelha a orelha de sair do noticiário).

    Outros que podem estar rindo de orelha a orelha são a família Bolsonaro, o Queiroz e milicianos.
    ale1969
    ale1969
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 794
    Reputação : 77
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 em Ter 29 Jan 2019, 8:24 am

    androsvilazza escreveu:
    Galizezin escreveu:
    Korgano Masaka escreveu:Secretário de Pimentel elaborou regra que rebaixou risco da barragem em Brumadinho
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    vi a reportagem de uma mulher que participou dessa reunião. ela disse que foi bastante tensa, que o pessoal do meio ambiente estava insistindo em "ajudar" a vale, que o representante do ibama alertou para os riscos da decisão de mascarar os riscos de rompimento da barragem, e que se algo ocorresse, seriam 10 milhões de metros cúbicos de rejeito ladeira abaixo. o pior de tudo é o governo anunciar que vai destinar dinheiro público para o pessoal atingido, quando na verdade quem deveria pagar a conta de tudo é a vale. ou o bolsonaro é um tapado, ou está vendido.

    Até agora não vi notícia de destinação de dinheiro público às famílias, exceto uma promessa de antecipação do pagamento do bolsa família àqueles que têm o direito. Ademais, creio que não fariam qualquer tipo de subvenção sem cobrar dos responsáveis (no caso, a Vale), ainda que em ação regressiva.

    Voltando à discussão mais/menos Estado, acho que foge ao fato de a empresa ser estatal ou privada. O mais importante a se discutir é sobre como provar ao Estado o mínimo de capacidade para cumprir aquelas que são suas atribuições mais básicas, e nas quais temos falhado miseravelmente.

    Se perguntarmos a qualquer cidadão quais são as atribuições mais essenciais ao Estado, tenho certeza que os primeiros colocados serão (só alterando a ordem de preferência): Saúde, segurança, educação, previdência/assistência social/distribuição de renda, infraestrutura, fiscalização e justiça. Em TODAS essas áreas o Estado brasileiro é deficitário, não consegue prover sequer o mínimo, salvo raríssimas - e honrosas - exceções, as quais apenas ajudam a confirmar a regra da ineficiência estatal, por meio do contraste, e da clara dificuldade em replicar experiências de sucesso.

    Sinceramente, não consigo entender como se pode defender MAIS Estado, inclusive na gestão empresarial, quando ele é claramente - de novo, salvo raras exceções - incapaz de entregar eficiência na parte que já lhe é confiada. Comparando à gestão de um tribunal, seria o mesmo que querer delegar mais responsabilidade ao servidor mais incompetente do setor, transferindo para sua alçada as poucas áreas em que o tribunal ainda funciona.


    A questão não é mais ou menos Estado. A privatização da Vale do Rio Doce foi um crime contra o povo brasileiro. Os bens minerais não pertencem aos que lucram com sua venda, mas às gerações presentes e futuras. A empresa sempre deu lucro e não era obsoleta nem matava as pessoas e causava acidentes por usura.
    Bastião
    Bastião
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 512
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/11/2017

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Bastião em Ter 29 Jan 2019, 8:31 am

    Se o desastre se resumir a apontar culpados de uma vertente ideológica ou outra, e não em cobrar medidas efetivas de prevenção por parte do Poder Público e das empresas, em alguns poucos meses ou anos uma nova tragédia acontecerá.

    Dilma, foi ministra de minas e energia. Era ciente. Foi conivente.

    Fernando Pimentel pôs em primeiro plano a necessidade de desenvolvimento e lucro, não observando a segurança populacional e o meio ambiente.

    Bolsonaro é o porta da voz de que o Brasil é o país da indústria de multas ambientais, dos empresários coitados, de trabalhadores com muitos direitos, e assim vai. Se perguntasse pra ele dias atrás se ele queria extinguir o IBAMA, ele assinaria com sua caneta bic rindo.

    Ou seja, é o sistema capitalista. Muitos vão achar piegas, mas é um bom resumo.
    Korgano Masaka
    Korgano Masaka
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 1266
    Reputação : 66
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Korgano Masaka em Ter 29 Jan 2019, 9:19 am

    Lamentável ver o esquerdismo chulo, que governou o Brasil por 13 anos e o Estado de MG nos últimos 4 anos querer imputar a culpa de suas mazelas no "capetalismo", "privatização", etc.
    Pior é tentar imputar culpa para quem assumiu agora. A patifaria esquerdista não tem fim....é muita cara de pau!
    ale1969
    ale1969
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 794
    Reputação : 77
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 em Ter 29 Jan 2019, 9:21 am

    Leu mas não entendeu... normal.
    Korgano Masaka
    Korgano Masaka
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 1266
    Reputação : 66
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Korgano Masaka em Ter 29 Jan 2019, 9:24 am

    A privatização da Vale promovida por Fernando Henrique Cardoso em 1997 foi parcial. O governo vendeu pouco mais de 41% das ações da empresa para a Valepar, holding que na época era liderada pelo empresário Benjamin Steinbruck. Porém, o governo manteve o controle das golden shares, ações que lhe dava poder de decisão em vários assuntos, por exemplo, sobre os objetivos da empresa.

    No ano de 2001, o conselho de administração da Vale aprovou a nomeação de Roger Agnelli como CEO da empresa. Um ano depois, a privatização foi concretizada com o BNDES vendendo 31,5% de sua participação. No entanto, no ano seguinte, 2003, início do governo Lula, o mesmo BNDES recomprou 1,5 bilhão em ações da empresa. Nesse mesmo ano, Lula apadrinhou a nomeação do ex-sindicalista e ex-vereador petista Sergio Rosa (hoje investigado pela Operação Lava Jato) como CEO do Previ, o fundo de pensão do Banco do Brasil.

    PUBLICIDADE

    Sob a liderança de Agnelli, a Vale deu um salto de produtividade, de rentabilidade, de admissão de funcionários e de pagamento de impostos e de royalties.

    A partir de 2009, o grupo que reúne fundos de pensão de empresas estatais controlados pelo PT (Previ, Petros e Funcef) se utilizou da Litel, holding criada por eles mesmos, para assumir o controle da Valepar e por meio dela obter 49% das ações da Vale, o que somados aos 11,5% que já estavam nas mãos do BNDESPAR, braço de investimentos do BNDES, deu ao PT o controle sobre mais de 60% das ações da empresa.

    Começou, então, a pressão de Lula sobre Agnelli para que a Vale fizesse mais investimentos no Brasil, principalmente na aquisição de siderúrgicas e na encomenda de navios, mesmo que os similares estrangeiros custassem a metade do preço.

    Lula também tentou fazer um certo Eike Batista chegar à presidência da Vale. Não conseguindo, tentou substituir Agnelli por Sergio Rosa. Também não conseguiu.

    A despeito das pressões, Agnelli continuou seus projetos na Vale, incluindo a encomenda de navios na China e na Coreia do Sul, o que enfureceu Lula. Em 2011, logo após a Vale registrar um lucro trimestral quase 300% acima do trimestre anterior, Agnelli foi demitido. Seu sucessor e atual presidente, Murillo Ferreira, foi indicado por Lula – e até dois meses atrás, Ferreira também ocupava uma cadeira no conselho de administração da Petrobrás. Desde então, os rumos da Vale são ditados pelos interesses PT.

    Ignorando normas de licitação e do TCU, a mineradora firmou diversos contratos com empresas beneficiadas pelo programa de proteção e de incentivo à indústria nacional iniciado por Lula e que, obviamente, formava o grupo de financiadores (Odebrecht, por exemplo) de seu partido e de todos os movimentos que o apoiavam.

    Não por acaso, desde então a Vale vem registrando perdas. Hoje, a Litel tem, sozinha, 52,5% das ações da Vale.

    Em tempo: Todos os setores que foram beneficiados pelo protecionismo do PT estão hoje em colapso e todos os fundos de pensão de empresas estatais controlados por petistas estão deficitários.

    Três perguntas:

    O grupo que detém o controle acionário da Vale não seria o maior responsável pelos projetos de suas empresas?

    O governo não foi negligente na concessão de alvarás e na fiscalização?

    O PT, que controla a Vale, que governa Minas Gerais e o Brasil não tem nada, absolutamente nada a ver com isso?

    E assim, mais uma vez nos deparamos com a razão do estado não poder participar do mercado. Quando participa, o próprio estado se torna o mais interessado em abafar as responsabilidades em caso de incompetência e de negligencia, deixando a sociedade completamente desamparada institucionalmente. As pessoas que perderam suas casas, suas fontes de renda e familiares na tragédia com toda certeza ouvirão muitas promessas do governo e talvez recebam algum dinheiro, mas a probabilidade é de que não verão ninguém sendo punido.

    A realidade que deveria ser vista pela sociedade é que a maioria das grandes empresas brasileiras estão sob influência direta ou indireta do governo, estão sujeitas aos interesses de militantes do PT e de políticos de sua base aliada que geram lucros para si mesmos e prejuízos para a sociedade. Os bancos, os fundos de pensão e as agências regulatórias do estado não passam de instrumentos políticos. Para saber quais são as empresas que estão sob o controle do PT, basta checar seus quadros acionários, os benefícios fiscais, a quantidade de dinheiro que receberam do BNDES e os valores que doaram aos partidos nos últimos anos.
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Bastião
    Bastião
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 512
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/11/2017

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Bastião em Ter 29 Jan 2019, 10:09 am

    Korgano Masaka escreveu:Lamentável ver o esquerdismo chulo, que governou o Brasil por 13 anos e o Estado de MG nos últimos 4 anos querer imputar a culpa de suas mazelas no "capetalismo", "privatização", etc.
    Pior é tentar imputar culpa para quem assumiu agora. A patifaria esquerdista não tem fim....é muita cara de pau!

    Crlh..é surreal a sua bestialidade.
    Korgano Masaka
    Korgano Masaka
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 1266
    Reputação : 66
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Korgano Masaka em Ter 29 Jan 2019, 11:15 am

    Korgano Masaka escreveu:A privatização da Vale promovida por Fernando Henrique Cardoso em 1997 foi parcial. O governo vendeu pouco mais de 41% das ações da empresa para a Valepar, holding que na época era liderada pelo empresário Benjamin Steinbruck. Porém, o governo manteve o controle das golden shares, ações que lhe dava poder de decisão em vários assuntos, por exemplo, sobre os objetivos da empresa.

    No ano de 2001, o conselho de administração da Vale aprovou a nomeação de Roger Agnelli como CEO da empresa. Um ano depois, a privatização foi concretizada com o BNDES vendendo 31,5% de sua participação. No entanto, no ano seguinte, 2003, início do governo Lula, o mesmo BNDES recomprou 1,5 bilhão em ações da empresa. Nesse mesmo ano, Lula apadrinhou a nomeação do ex-sindicalista e ex-vereador petista Sergio Rosa (hoje investigado pela Operação Lava Jato) como CEO do Previ, o fundo de pensão do Banco do Brasil.

    PUBLICIDADE

    Sob a liderança de Agnelli, a Vale deu um salto de produtividade, de rentabilidade, de admissão de funcionários e de pagamento de impostos e de royalties.

    A partir de 2009, o grupo que reúne fundos de pensão de empresas estatais controlados pelo PT (Previ, Petros e Funcef) se utilizou da Litel, holding criada por eles mesmos, para assumir o controle da Valepar e por meio dela obter 49% das ações da Vale, o que somados aos 11,5% que já estavam nas mãos do BNDESPAR, braço de investimentos do BNDES, deu ao PT o controle sobre mais de 60% das ações da empresa.

    Começou, então, a pressão de Lula sobre Agnelli para que a Vale fizesse mais investimentos no Brasil, principalmente na aquisição de siderúrgicas e na encomenda de navios, mesmo que os similares estrangeiros custassem a metade do preço.

    Lula também tentou fazer um certo Eike Batista chegar à presidência da Vale. Não conseguindo, tentou substituir Agnelli por Sergio Rosa. Também não conseguiu.

    A despeito das pressões, Agnelli continuou seus projetos na Vale, incluindo a encomenda de navios na China e na Coreia do Sul, o que enfureceu Lula. Em 2011, logo após a Vale registrar um lucro trimestral quase 300% acima do trimestre anterior, Agnelli foi demitido.  Seu sucessor e atual presidente, Murillo Ferreira, foi indicado por Lula – e até dois meses atrás, Ferreira também ocupava uma cadeira no conselho de administração da Petrobrás. Desde então, os rumos da Vale são ditados pelos interesses PT.

    Ignorando normas de licitação e do TCU, a mineradora firmou diversos contratos com empresas beneficiadas pelo programa de proteção e de incentivo à indústria nacional iniciado por Lula e que, obviamente, formava o grupo de financiadores (Odebrecht, por exemplo) de seu partido e de todos os movimentos que o apoiavam.

    Não por acaso, desde então a Vale vem registrando perdas. Hoje, a Litel tem, sozinha, 52,5% das ações da Vale.

    Em tempo: Todos os setores que foram beneficiados pelo protecionismo do PT estão hoje em colapso e todos os fundos de pensão de empresas estatais controlados por petistas estão deficitários.

    Três perguntas:

    O grupo que detém o controle acionário da Vale não seria o maior responsável pelos projetos de suas empresas?

    O governo não foi negligente na concessão de alvarás e na fiscalização?

    O PT, que controla a Vale, que governa Minas Gerais e o Brasil não tem nada, absolutamente nada a ver com isso?

    E assim, mais uma vez nos deparamos com a razão do estado não poder participar do mercado. Quando participa, o próprio estado se torna o mais interessado em abafar as responsabilidades em caso de incompetência e de negligencia, deixando a sociedade completamente desamparada institucionalmente. As pessoas que perderam suas casas, suas fontes de renda e familiares na tragédia com toda certeza ouvirão muitas promessas do governo e talvez recebam algum dinheiro, mas a probabilidade é de que não verão ninguém sendo punido.

    A realidade que deveria ser vista pela sociedade é que a maioria das grandes empresas brasileiras estão sob influência direta ou indireta do governo, estão sujeitas aos interesses de militantes do PT e de políticos de sua base aliada que geram lucros para si mesmos e prejuízos para a sociedade. Os bancos, os fundos de pensão e as agências regulatórias do estado não passam de instrumentos políticos. Para saber quais são as empresas que estão sob o controle do PT, basta checar seus quadros acionários, os benefícios fiscais, a quantidade de dinheiro que receberam do BNDES e os valores que doaram aos partidos nos últimos anos.
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    " Em 2011, logo após a Vale registrar um lucro trimestral quase 300% acima do trimestre anterior, Agnelli foi demitido. Seu sucessor e atual presidente, Murillo Ferreira, foi indicado por Lula – e até dois meses atrás, Ferreira também ocupava uma cadeira no conselho de administração da Petrobrás. Desde então, os rumos da Vale são ditados pelos interesses PT."

    .....mas a culpa é dos outros para os esquerdistas. Até o petismo virou "capetalista"...surreal a bestialidade dessa gente!

    ale1969
    ale1969
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 794
    Reputação : 77
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 em Ter 29 Jan 2019, 12:36 pm

    Um breve relato sobre a venda criminosa da Vale do Rio Doce.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    As ruas do Rio de Janeiros foram fechadas por militares armados. Ainda tem quem defenda isso?
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2253
    Reputação : 295
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por androsvilazza em Ter 29 Jan 2019, 12:39 pm

    Modelo de barragem de Brumadinho já foi barrado no Chile

    A barragem da Vale em Brumadinho usava uma tecnologia de construção comum em projetos de mineração pelo mundo, mas, por ser uma opção menos segura, já foi banida por países como o Chile, registra O Globo.

    “O método, chamado de alteamento a montante, é o mesmo da barragem da Samarco em Mariana, que rompeu em 2015. Ele permite que o dique inicial seja ampliado para cima quando a barragem fica cheia de rejeitos de minério, usando o próprio material descartado – uma lama formada por ferro, sílica e água – como fundação. Segundo especialistas, ele é comumente usado por ser mais barato e ocupar menos espaço, mas tem mais riscos de romper devido a inexistência de uma base sólida. Eles defendem que esse modelo não seja mais usado em futuros projetos, no Brasil.”

    Willy Lacerda, professor de engenharia geotécnica da Coppe/UFRJ, disse ao jornal que, “em 1974, um terremoto destruiu todas as barragens de rejeitos das minas de cobre, no Chile. Desde então eles [os chilenos] substituíram esse modelo pelo convencional, mais seguro.”


    Como eu disse, essa é uma questão muito maior do que esquerda/direita, socialismo/capitalismo, PT/PSDB/PSL. O país mais "capitalista" da América do Sul, no que tange à segurança das barragens, tem muito a ensinar ao Brasil. O que é uma vergonha, dada a relevância do nosso país no comércio dessa commodity.
    ale1969
    ale1969
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 794
    Reputação : 77
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 em Ter 29 Jan 2019, 12:49 pm

    Ainda bem que a cirurgia foi bem sucedida, "VIDA LONGA AO REI"...
    Korgano Masaka
    Korgano Masaka
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 1266
    Reputação : 66
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Korgano Masaka em Ter 29 Jan 2019, 1:01 pm

    " Em 2011, logo após a Vale registrar um lucro trimestral quase 300% acima do trimestre anterior, Agnelli foi demitido. Seu sucessor e atual presidente, Murillo Ferreira, foi indicado por Lula – e até dois meses atrás, Ferreira também ocupava uma cadeira no conselho de administração da Petrobrás. Desde então, os rumos da Vale são ditados pelos interesses PT."

    A Vale foi loteada por petistas, assim como as Agência Reguladoras (os Bebês de Rosymere do Lula). Deu no que deu. E ainda tem esquerdista que defende estatização....
    avatar
    jornalista
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1399
    Reputação : 41
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por jornalista em Ter 29 Jan 2019, 3:15 pm

    Aliás a culpa não é do capitalismo. Claro que vão dizer que o socialismo nunca existiu. E nem existirá. O egoísmo do ser humano e o desejo de querer mais nunca permitirá a sua implementação. Até porque é utópico, já que a nomenklatura jamais poderá ser abolida:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    ale1969
    ale1969
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 794
    Reputação : 77
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 em Qua 30 Jan 2019, 8:02 am

    A morte de Mariele não pode ficar impune, o Estado do Rio é refém da milícia, com ligações tenebrosas na Assembleia Legislativa.

    Há uma esperança, Talíria Petrone, amiga de Marielle e Deputada Federal eleita pelo PSOL.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Toda ação fora da Lei deve ser combatida. A aliança dos Bolsonaros com policiais milicianos deve ser investigada e caso sejam culpados punidos e afastados das funções públicas.
    Korgano Masaka
    Korgano Masaka
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 1266
    Reputação : 66
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Korgano Masaka em Qua 30 Jan 2019, 9:08 am

    Executivo morto no acidente de avião denunciou corrupção e foi demitido da Vale por Dilma

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Korgano Masaka
    Korgano Masaka
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 1266
    Reputação : 66
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Korgano Masaka em Qua 30 Jan 2019, 9:11 am

    QUEM PAGA OS ADVOGADOS DO PSOLISTA/ESQUERDISTA ADÉLIO:

    OAB entra na justiça para impedir que advogado de Adélio revele quem o contratou


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    O envolvimento de esquerdistas com quadrilhas criminosas como o PCC deve ser investigado.


    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2253
    Reputação : 295
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por androsvilazza em Qua 30 Jan 2019, 9:30 am

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    Korgano Masaka
    Korgano Masaka
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 1266
    Reputação : 66
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Korgano Masaka em Qua 30 Jan 2019, 9:53 am

    Vídeo: Os cabos eleitorais de André Ceciliano, petista do Coafgate

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    ale1969
    ale1969
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 794
    Reputação : 77
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 em Sex 01 Fev 2019, 9:16 am

    Pelo nível dos Presidentes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário do Brasil, entendemos bem o atraso educacional e civilizatório do país.
    ale1969
    ale1969
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 794
    Reputação : 77
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 em Sex 01 Fev 2019, 9:48 am

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    A "chapa tá quente" para o lado do "flavuxo". Será que vai rolar uma condução coercitiva para o "motorista". A casa caiu, digo, foi vendida....
    Korgano Masaka
    Korgano Masaka
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 1266
    Reputação : 66
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Korgano Masaka em Sex 01 Fev 2019, 9:49 am

    Esquerdista cara de pau "esqueceu" do nível do Lula/Dilma=Ladrão corrupto/Terrorista corrupta, fora os presidentes das Casas nesses perídodos...isso sim foi um atraso educacional e civilizatório para o Brasil!
    ale1969
    ale1969
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 794
    Reputação : 77
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 em Sex 01 Fev 2019, 10:45 am

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Será que ainda acham que não houve corrupção no período da ditadura militar?
    Korgano Masaka
    Korgano Masaka
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 1266
    Reputação : 66
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Korgano Masaka em Sex 01 Fev 2019, 11:23 am

    Palocci detalha ligação de Lula e Dilma com corrupção em Belo Monte e revela ‘atritos’

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    jornalista
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1399
    Reputação : 41
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por jornalista em Sex 01 Fev 2019, 12:02 pm

    ale1969 escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Será que ainda acham que não houve corrupção no período da ditadura militar?
    Houve mas o saudoso Figueiredo morreu pobre. Aliás nenhum dos saudosos presidentes militares morreu rico. Já quanto aos ex presidentes esquerdistas, Lula, Dilma e fhc, não se pode dizer o mesmo.
    Korgano Masaka
    Korgano Masaka
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 1266
    Reputação : 66
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Korgano Masaka em Sex 01 Fev 2019, 12:14 pm

    jornalista escreveu:
    ale1969 escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Será que ainda acham que não houve corrupção no período da ditadura militar?
    Houve mas o saudoso Figueiredo morreu pobre. Aliás nenhum dos saudosos presidentes militares morreu rico. Já quanto aos ex presidentes esquerdistas, Lula, Dilma e fhc, não se pode dizer o mesmo.

    O problema dos esquerdistas/comunistas/petistas é que eles tentam imputar a ladroagem em todos para tentar justificar a corrupção inerente de seus pares.....
    cavalo
    cavalo
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 141
    Reputação : 19
    Data de inscrição : 07/06/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Matou!

    Mensagem por cavalo em Sex 01 Fev 2019, 3:26 pm

    Korgano Masaka escreveu:
    jornalista escreveu:
    ale1969 escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Será que ainda acham que não houve corrupção no período da ditadura militar?
    Houve mas o saudoso Figueiredo morreu pobre. Aliás nenhum dos saudosos presidentes militares morreu rico. Já quanto aos ex presidentes esquerdistas, Lula, Dilma e fhc, não se pode dizer o mesmo.

    O problema dos esquerdistas/comunistas/petistas é que eles tentam imputar a ladroagem em todos para tentar justificar a corrupção inerente de seus pares.....

    Você matou a charada! Antes de irem ao poder, todos eram corruptos, menos a esquerda que se propunha a governar com integridade. Lembram-se do bordão da Martha Suplicy, "Aqui não tem corrupção"? E o pior é que não dão o braço a torcer, nem fazem "mea culpa", achando que com isso irão enganar o eleitorado. A médio e longo prazo, no entanto, e com a evolução da lava a jato, isso é suicídio político. Pois mesmo a idolatria e o fanatismo vão se esvaindo, e a realidade vai se impondo aos poucos. Devagar e sempre.

    Conteúdo patrocinado

    Assuntos gerais: economia & política - Página 13 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua 24 Abr 2019, 5:00 am