PCS JÁ



    Novo PCS

    Compartilhe
    avatar
    servidor.tre
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1069
    Reputação : 29
    Data de inscrição : 30/10/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por servidor.tre em Qui 20 Dez 2018, 2:22 pm

    josebarbos escreveu:
    servidor.tre escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Parcela de janeiro garantida????

    Sempre esteve. Não dá para entender quem pensou diferente disto. Os servidores deveriam estar mais preocupados com o futuro, tanto no que se refere à remuneração, como em outros aspectos de vida e do país.

    Aguardemos...
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6160
    Reputação : 231
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Qui 20 Dez 2018, 11:33 pm

    servidor.tre escreveu:
    josebarbos escreveu:
    servidor.tre escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Parcela de janeiro garantida????

    Sempre esteve. Não dá para entender quem pensou diferente disto. Os servidores deveriam estar mais preocupados com o futuro, tanto no que se refere à remuneração, como em outros aspectos de vida e do país.

    Aguardemos...

    Colega, acho que vc pegou trauma do PT, especificamente da Dilma que queria meter a mão em dinheiro dos outros poderes. Temer quis postergar o aumento dos seus servidores e não dos alheios.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    servidor.tre
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1069
    Reputação : 29
    Data de inscrição : 30/10/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por servidor.tre em Sex 21 Dez 2018, 4:37 pm

    Galizezin escreveu:
    servidor.tre escreveu:
    josebarbos escreveu:
    servidor.tre escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Parcela de janeiro garantida????

    Sempre esteve. Não dá para entender quem pensou diferente disto. Os servidores deveriam estar mais preocupados com o futuro, tanto no que se refere à remuneração, como em outros aspectos de vida e do país.

    Aguardemos...

    Colega, acho que vc pegou trauma do PT, especificamente da Dilma que queria meter a mão em dinheiro dos outros poderes. Temer quis postergar o aumento dos seus servidores e não dos alheios.

    Acho que você tem razão, mas creio que eu não seja o único que sofra desse mal.
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2041
    Reputação : 269
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por androsvilazza em Sex 21 Dez 2018, 5:25 pm

    RicardoMII escreveu:
    Galizezin escreveu:Em plena era da informática e vcs ficam dizendo que os critérios serão subjetivos? Hoje é possível a chefia saber quem de fato trabalha e quem só enrola. Então, se o camarada produziu mais e não obteve progressão na carreira, poderá questionar porque o colega ao lado fez menos que ele e progrediu.

    A questão não é a ausência de ferramentas para verificação da produtividade e sim a "boa vontade" da "chefia" com os bajuladores, companheiros de copo, entre outros. No final, o servidor pode até questionar por quê o colega que não tá fazendo nada progrediu, mas não vai passar disso, um mero questionamento, até mesmo porquê quem está acima do chefe dele são seus amigos (amigos do chefe) e qualquer protesto vai ser tratado como jus esperneandi.

    Até concordo com os céticos quanto à implementação da meritocracia no serviço público, mas por outros motivos. A solução para os problemas apontados ("promoção" por motivos escusos, perseguição/parcialidade de parte das chefias) é deveras simples: implemente-se a meritocracia de fato também para as chefias. Isto envolveria cobrança de resultados e, provavelmente, remuneração diferenciada pelos resultados obtidos. Envolveria, também, uma mudança drástica na forma como a administração e os servidores enxergam utilizam as FCs e CJs. Qualquer chefe minimamente inteligente sabe que o caminho mais curto para o fracasso é a promoção dos piores em detrimento dos melhores por critérios puramente pessoais, já que esse procedimento não estimula os privilegiados e, de quebra, leva os preteridos (teoricamente mais eficientes) ao ócio, a "empurrar com a barriga". Meu argumento é, vendo "o seu também na reta", a tendência é que os chefes levem a meritocracia a sério.

    O grande problema, a meu ver, é que as reformas no Brasil tendem a ser promovidas pela metade. Assim, é bastante provável que a meritocracia fosse implementada apenas para a ralé, e não para as chefias. Aí voltaríamos à estaca zero, em que o "merecimento" passa a ser apenas um nome bonitinho para "promoção dos mais chegados" e "punição dos desafetos".

    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6160
    Reputação : 231
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Sab 22 Dez 2018, 8:05 am

    androsvilazza escreveu:
    RicardoMII escreveu:
    Galizezin escreveu:Em plena era da informática e vcs ficam dizendo que os critérios serão subjetivos? Hoje é possível a chefia saber quem de fato trabalha e quem só enrola. Então, se o camarada produziu mais e não obteve progressão na carreira, poderá questionar porque o colega ao lado fez menos que ele e progrediu.

    A questão não é a ausência de ferramentas para verificação da produtividade e sim a "boa vontade" da "chefia" com os bajuladores, companheiros de copo, entre outros. No final, o servidor pode até questionar por quê o colega que não tá fazendo nada progrediu, mas não vai passar disso, um mero questionamento, até mesmo porquê quem está acima do chefe dele são seus amigos (amigos do chefe) e qualquer protesto vai ser tratado como jus esperneandi.

    Até concordo com os céticos quanto à implementação da meritocracia no serviço público, mas por outros motivos. A solução para os problemas apontados ("promoção" por motivos escusos, perseguição/parcialidade de parte das chefias) é deveras simples: implemente-se a meritocracia de fato também para as chefias. Isto envolveria cobrança de resultados e, provavelmente, remuneração diferenciada pelos resultados obtidos. Envolveria, também, uma mudança drástica na forma como a administração e os servidores enxergam utilizam as FCs e CJs. Qualquer chefe minimamente inteligente sabe que o caminho mais curto para o fracasso é a promoção dos piores em detrimento dos melhores por critérios puramente pessoais, já que esse procedimento não estimula os privilegiados e, de quebra, leva os preteridos (teoricamente mais eficientes) ao ócio, a "empurrar com a barriga". Meu argumento é, vendo "o seu também na reta", a tendência é que os chefes levem a meritocracia a sério.

    O grande problema, a meu ver, é que as reformas no Brasil tendem a ser promovidas pela metade. Assim, é bastante provável que a meritocracia fosse implementada apenas para a ralé, e não para as chefias. Aí voltaríamos à estaca zero, em que o "merecimento" passa a ser apenas um nome bonitinho para "promoção dos mais chegados" e "punição dos desafetos".


    Sinceramente, conheço muita gente e acho difícil servidor que é do quadro exercer FC ou CC sem ônus. Acho que isso é bastante provável com esse pessoal comissionado, sem vínculo.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6160
    Reputação : 231
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Sab 22 Dez 2018, 8:08 am

    servidor.tre escreveu:
    Galizezin escreveu:
    servidor.tre escreveu:
    josebarbos escreveu:

    Sempre esteve. Não dá para entender quem pensou diferente disto. Os servidores deveriam estar mais preocupados com o futuro, tanto no que se refere à remuneração, como em outros aspectos de vida e do país.

    Aguardemos...

    Colega, acho que vc pegou trauma do PT, especificamente da Dilma que queria meter a mão em dinheiro dos outros poderes. Temer quis postergar o aumento dos seus servidores e não dos alheios.

    Acho que você tem razão, mas creio que eu não seja o único que sofra desse mal.

    Entendo. Agora, com o Paulo Guedes a gente precisa ficar bem esperto. Ele discursa sobre orçamento base zero. Isso, se implementado, não sei como, poderá arrancar muito dinheiro dos outros poderes. Agora que a tapera está caindo, essa carta branca do governo Bolsonaro está ficando encardida, e talvez não queiram comprar briga com o judiciário ou MP.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2834
    Reputação : 395
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por josebarbos em Sab 22 Dez 2018, 8:37 am

    Galizezin escreveu:
    Entendo. Agora, com o Paulo Guedes a gente precisa ficar bem esperto. Ele discursa sobre orçamento base zero. Isso, se implementado, não sei como, poderá arrancar muito dinheiro dos outros poderes. Agora que a tapera está caindo, essa carta branca do governo Bolsonaro está ficando encardida, e talvez não queiram comprar briga com o judiciário ou MP.  

    Orçamento base zero é mais simples do que parece: visa justificar tudo o que se inclui, e neste sentido, permite uma melhor revisão das necessidades que o tradicional método de pegar o que já tem e aplicar um índice.
    avatar
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1179
    Reputação : 179
    Data de inscrição : 11/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por VadeMekum em Sab 22 Dez 2018, 9:06 am

    Bom, apos tanto bla bla, chegamos à obvia conclusão que que o criterio meritório tal progressao nao-temporal realmente seja imparcial eh necessário que o andar "de cima" tb seja provido de forma imparcial.

    Se para ocupar cargo de Ministro de um certo tribunal ae gente que, sem ter sequer passadoem concurso, foi indicado com base de QI, eu leio q tem gente q acredita q a Adm vai prover cargos comissionados e chefias em geral meritoriamente para assim avaliar os seus subordinados ķkk.

    Reitero o q escreveram acima - no sentido de a tal meritocracia servir soh pra escória e os cargos "grandes" serem providos pelos "amigos do rei" - persistindo assim avaliações parciais.

    Portanto, ja que no Bostil a banda toca desse jeito, que continuem as progressões automáticas.

    OJ_Leoqr
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 377
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 19/08/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por OJ_Leoqr em Sab 22 Dez 2018, 11:30 am

    Ingenuidade pensar que seria diferente
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8626
    Reputação : 235
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Sab 22 Dez 2018, 8:19 pm

    Vademekum , fale por vc.
    Para mim medição objetiva é perfeitamente possível, de qualquer coisa.

    avatar
    RicardoMII
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1955
    Reputação : 5
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Localização : João Pessoa

    Re: Novo PCS

    Mensagem por RicardoMII em Sab 22 Dez 2018, 8:59 pm

    darkshi escreveu:Vademekum , fale por vc.
    Para mim medição objetiva é perfeitamente possível, de qualquer coisa.


    A questão não é sobre se é ou não possível, e sim sobre a probabilidade real disso acontecer no país das bananas.
    Os próprios desembargadores admitem que sem "apoio" político ninguém chega a ministro de tribunal superior, da mesma forma ninguém recebe uma CJ unicamente por mérito e assim por diante. Achar que a banda vai tocar diferente para os capachos (nós) é muita ingenuidade.
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6160
    Reputação : 231
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Dom 23 Dez 2018, 9:24 am

    josebarbos escreveu:
    Galizezin escreveu:
    Entendo. Agora, com o Paulo Guedes a gente precisa ficar bem esperto. Ele discursa sobre orçamento base zero. Isso, se implementado, não sei como, poderá arrancar muito dinheiro dos outros poderes. Agora que a tapera está caindo, essa carta branca do governo Bolsonaro está ficando encardida, e talvez não queiram comprar briga com o judiciário ou MP.  

    Orçamento base zero é mais simples do que parece: visa justificar tudo o que se inclui, e neste sentido, permite uma melhor revisão das necessidades que o tradicional método de pegar o que já tem e aplicar um índice.

    É simples assim, mas todos sabemos que o aumento do auxílio-alimentação está ocorrendo via reengenharia do orçamento interno. Com o OBZ, isso não mais ocorrerá. Apenas uma demonstração do que ele faz.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6160
    Reputação : 231
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Dom 23 Dez 2018, 9:25 am

    RicardoMII escreveu:
    darkshi escreveu:Vademekum , fale por vc.
    Para mim medição objetiva é perfeitamente possível, de qualquer coisa.


    A questão não é sobre se é ou não possível, e sim sobre a probabilidade real disso acontecer no país das bananas.
    Os próprios desembargadores admitem que sem "apoio" político ninguém chega a ministro de tribunal superior, da mesma forma ninguém recebe uma CJ unicamente por mérito e assim por diante. Achar que a banda vai tocar diferente para os capachos (nós) é muita ingenuidade.

    Hoje, os critérios subjetivos conseguem ser aplicados. Com o novo modelo, busca-se uma forma de evitá-los.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    concurseiro_mor
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1264
    Reputação : 29
    Data de inscrição : 06/08/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por concurseiro_mor em Dom 23 Dez 2018, 12:21 pm

    RicardoMII escreveu:
    darkshi escreveu:Vademekum , fale por vc.
    Para mim medição objetiva é perfeitamente possível, de qualquer coisa.


    A questão não é sobre se é ou não possível, e sim sobre a probabilidade real disso acontecer no país das bananas.
    Os próprios desembargadores admitem que sem "apoio" político ninguém chega a ministro de tribunal superior, da mesma forma ninguém recebe uma CJ unicamente por mérito e assim por diante. Achar que a banda vai tocar diferente para os capachos (nós) é muita ingenuidade.
    Verdade. Tem gente que "baba" pra conseguir manter uma FC03 ou FC04 e até traem suas próprias convicções. kkkkk
    avatar
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1179
    Reputação : 179
    Data de inscrição : 11/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por VadeMekum em Dom 23 Dez 2018, 9:35 pm

    darkshi escreveu:Vademekum , fale por vc.
    Para mim medição objetiva é perfeitamente possível, de qualquer coisa.


    Bla bla bla...

    Onde escrevi que não é possível?

    Escrevi que ñ eh viável.

    Desenhando de novo:

    Pro andar de baixo ser avaliado imparcialmente eh necessario que o "de cima", que vai avaliar, tb seja provido imparcialnente.

    Não adianta lavar o porco pra solta-lo no chiqueiro cheio de lama.
    avatar
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1179
    Reputação : 179
    Data de inscrição : 11/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por VadeMekum em Dom 23 Dez 2018, 9:38 pm

    concurseiro_mor escreveu:
    RicardoMII escreveu:
    darkshi escreveu:Vademekum , fale por vc.
    Para mim medição objetiva é perfeitamente possível, de qualquer coisa.


    A questão não é sobre se é ou não possível, e sim sobre a probabilidade real disso acontecer no país das bananas.
    Os próprios desembargadores admitem que sem "apoio" político ninguém chega a ministro de tribunal superior, da mesma forma ninguém recebe uma CJ unicamente por mérito e assim por diante. Achar que a banda vai tocar diferente para os capachos (nós) é muita ingenuidade.
    Verdade. Tem gente que "baba" pra conseguir manter uma FC03 ou FC04 e até traem suas próprias convicções. kkkkk

    FC3?

    Ja vi gente puxar tapete pra catar FC1.
    avatar
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1179
    Reputação : 179
    Data de inscrição : 11/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por VadeMekum em Dom 23 Dez 2018, 9:43 pm

    E reitero uma assertiva.

    Por mim, podem criar 500 novos niveis na carreira, desde que nos seja garantida a progressão automática.

    Tb não me oponho a que os peixinhos, ops, servidores mais "esforçados" tenham acesso a alguma progressão "diferenciada", DESDE QUE seja mantida a progressão automática para a escória em geral.
    avatar
    concurseiro_mor
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1264
    Reputação : 29
    Data de inscrição : 06/08/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por concurseiro_mor em Dom 23 Dez 2018, 10:41 pm

    VadeMekum escreveu:
    concurseiro_mor escreveu:
    RicardoMII escreveu:
    darkshi escreveu:Vademekum , fale por vc.
    Para mim medição objetiva é perfeitamente possível, de qualquer coisa.


    A questão não é sobre se é ou não possível, e sim sobre a probabilidade real disso acontecer no país das bananas.
    Os próprios desembargadores admitem que sem "apoio" político ninguém chega a ministro de tribunal superior, da mesma forma ninguém recebe uma CJ unicamente por mérito e assim por diante. Achar que a banda vai tocar diferente para os capachos (nós) é muita ingenuidade.
    Verdade. Tem gente que "baba" pra conseguir manter uma FC03 ou FC04 e até traem suas próprias convicções. kkkkk

    FC3?

    Ja vi gente puxar tapete pra catar FC1.
    Pior que já vi também.
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6160
    Reputação : 231
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Seg 24 Dez 2018, 10:29 am

    Primeiro reclamam que os togados só se utilizam de critérios subjetivos para a escolha das chefias, depois dizem que os próprios colegas puxam o tapete uns dos outros. Se o "FC, CC ou CJ" é protegido do chefe, porque adiantaria puxar seu tapete?


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8626
    Reputação : 235
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por darkshi em Seg 24 Dez 2018, 11:12 am

    Galizezin escreveu:Primeiro reclamam que os togados só se utilizam de critérios subjetivos para a escolha das chefias, depois dizem que os próprios colegas puxam o tapete uns dos outros. Se o "FC, CC ou CJ" é protegido do chefe, porque adiantaria puxar seu tapete?

    Foi oque eu disse. O povo aqui gosta de reclamar, de por defeito. Nenhuma solução para a nossa carreira é boa o suficiente.

    avatar
    maligna
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 277
    Reputação : 32
    Data de inscrição : 20/12/2014

    Re: Novo PCS

    Mensagem por maligna em Seg 24 Dez 2018, 12:39 pm

    o problema é que vivemos sob uma ditadura sim, não do Poder Executivo, que, bem ou mal, pode ser trocado de tempos em tempos, mas do próprio Poder Judiciário (vide STF e o caso da prisão do advogado que criticou nosso paizinho).
    Deputados, senadores, presidentes, governadores, todos dependem do nosso voto. Votamos e escolhemos mal? Sem sombra de dúvida. Mas votamos e escolhemos.
    Mas, e os membros do Judiciário? Quem escolhe? Há possibilidade de serem trocados, se não estiverem atingindo seus objetivos? Quem os julga? São os que menos aceitam críticas, se é que aceitam,.
    essa situação gera distorções,inclusive nos seus relacionamentos com os seus subordinados. Daí as arbitrariedades cometidas contra os funcionários - afetados diretamente por esse poder irrestrito.
    Para os servidores se manterem em situação um pouco mais confortável e tornarem-se os queridinhos das chefias (magistrados, o mais comum)sujeitam-se a tudo, inclusive a puxarem o tapete dos colegas, se necessário for.
    Avaliação por desempenho seria interessante sim, principalmente se houvesse a participação dos demais funcionários nessa avaliação (com critérios objetivos, claro). Aí, quem sabe, não teria mais chances de dar certo?
    Há possibilidade disso acontecer? Nenhuma, justamente porque os aplicadores da lei e da justiça não aceitaria dividir seus poderes com a ralé.
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6160
    Reputação : 231
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Seg 24 Dez 2018, 7:44 pm

    maligna escreveu:o problema é que vivemos sob uma ditadura sim, não do Poder Executivo, que, bem ou mal, pode ser trocado de tempos em tempos, mas do próprio Poder Judiciário (vide STF e o caso da prisão do advogado que criticou nosso paizinho).
    Deputados, senadores, presidentes, governadores, todos dependem do nosso voto. Votamos e escolhemos mal? Sem sombra de dúvida. Mas votamos e escolhemos.
    Mas, e os membros do Judiciário? Quem escolhe? Há possibilidade de serem trocados, se não estiverem atingindo seus objetivos? Quem os julga? São os que menos aceitam críticas, se é que aceitam,.
    essa situação gera distorções,inclusive nos seus relacionamentos com os seus subordinados. Daí as arbitrariedades cometidas contra os funcionários - afetados diretamente por esse poder irrestrito.
    Para os servidores se manterem em situação um pouco mais confortável e tornarem-se os queridinhos das chefias (magistrados, o mais comum)sujeitam-se a tudo, inclusive a puxarem o tapete dos colegas, se necessário for.
    Avaliação por desempenho seria interessante sim, principalmente se houvesse a participação dos demais funcionários nessa avaliação (com critérios objetivos, claro). Aí, quem sabe, não teria mais chances de dar certo?
    Há possibilidade disso acontecer? Nenhuma, justamente porque os aplicadores da lei e da justiça não aceitaria dividir seus poderes com a ralé.

    Existe o CNJ, as correições. Se funciona, não sei. Corporativismo é comum em qualquer lugar. Enfim, puxar o tapete do outro não é exclusividade do serviço público, aliás, no serviço privado isso é mais acentuado ainda. Isso só irá mudar quando a humanidade mudar. Acho que nunca.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1179
    Reputação : 179
    Data de inscrição : 11/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por VadeMekum em Dom 30 Dez 2018, 11:31 pm

    Galizezin escreveu:Primeiro reclamam que os togados só se utilizam de critérios subjetivos para a escolha das chefias, depois dizem que os próprios colegas puxam o tapete uns dos outros. Se o "FC, CC ou CJ" é protegido do chefe, porque adiantaria puxar seu tapete?

    Você eh servidor do PJU e sabe muito bem o de que estou falando.

    O criterio de indicação de CJ ou sei lá o que eh EM REGRA subjetivo, sim, e todo o mundo tá calvo de saber que tem gente de índole duvidosa que faz de td pra queimar o filme do detentor da FC CJ etc para se tornar o apaniguado da vez. O status quo dos peixinhos nao eh ad eternum. Me economize.


    Última edição por VadeMekum em Dom 30 Dez 2018, 11:42 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1179
    Reputação : 179
    Data de inscrição : 11/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por VadeMekum em Dom 30 Dez 2018, 11:36 pm

    darkshi escreveu:
    Galizezin escreveu:Primeiro reclamam que os togados só se utilizam de critérios subjetivos para a escolha das chefias, depois dizem que os próprios colegas puxam o tapete uns dos outros. Se o "FC, CC ou CJ" é protegido do chefe, porque adiantaria puxar seu tapete?

    Foi oque eu disse. O povo aqui gosta de reclamar, de por defeito. Nenhuma solução para a nossa carreira é boa o suficiente.


    E desde quando instituir critérios subjetivos para progressão funcional - uma das poucas "vantagens" da carreira q temos sem precisar ser lambe-botas - eh solução?

    Deve ser solução com ctz pra quem eh peixinho.

    E não adianta vir com a ladainha de avaliações imparciais, pis ja foi apontado supra que para tanto o "andar de cima" teria que ser tb reformulado.

    Repito: por mim podem inventar 874 novos niveis na carreira. Desde q eu avance por critério temporal, assine e passe a régua.
    avatar
    lobodosmares
    Novo Usuário

    Mensagens : 28
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 30/08/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por lobodosmares em Ter 01 Jan 2019, 7:24 pm

    Feliz demais pelo novo presidente. Sei que é fora de tópico, mas o Brasil precisava dessa remexida. Obrigado a todos do Grupo pelas cooperações e tenham um ótimo ano.
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6160
    Reputação : 231
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Qua 02 Jan 2019, 1:33 pm

    lobodosmares escreveu:Feliz demais pelo novo presidente. Sei que é fora de tópico, mas o Brasil precisava dessa remexida. Obrigado a todos do Grupo pelas cooperações e tenham um ótimo ano.

    Remexida, será?

    de 29 para 22 ministérios
    apoiar maia para presidente da câmara?


    kkkk



    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2834
    Reputação : 395
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por josebarbos em Qua 02 Jan 2019, 1:48 pm

    Galizezin escreveu:
    lobodosmares escreveu:Feliz demais pelo novo presidente. Sei que é fora de tópico, mas o Brasil precisava dessa remexida. Obrigado a todos do Grupo pelas cooperações e tenham um ótimo ano.

    Remexida, será?

    de 29 para 22 ministérios
    apoiar maia para presidente da câmara?


    kkkk


    16, e seis pessoas com status de ministério, apenas para prerrogativa de foro.
    avatar
    Bastião
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 371
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 10/11/2017

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Bastião em Qua 02 Jan 2019, 7:55 pm

    ...e nunca vi tanto "viés ideológico". Direita cristã conservadora. Blz, todo o direito de ter sua ideologia, agora não me venham com o papinho pra boi de dormir que não governarão com ideologia.

    Talvez seja a carta na manga para as coisas que derem errado: "não avançamos nas reformas necessárias, mas lacramos contra o marxismo cultural"

    Minions: "Eeeee mitoooo"
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6160
    Reputação : 231
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Qua 02 Jan 2019, 8:20 pm

    josebarbos escreveu:
    Galizezin escreveu:
    lobodosmares escreveu:Feliz demais pelo novo presidente. Sei que é fora de tópico, mas o Brasil precisava dessa remexida. Obrigado a todos do Grupo pelas cooperações e tenham um ótimo ano.

    Remexida, será?

    de 29 para 22 ministérios
    apoiar maia para presidente da câmara?


    kkkk


    16, e seis pessoas com status de ministério, apenas para prerrogativa de foro.

    Engraçado, porque um ministro honesto precisaria dessa tal prerrogativa de foro? Vai aprontar?
    Da minha parte, podem triplicar a pena para roubo. Quem se preocupa com isso é porque está roubando ou quer roubar.
    A gente tem que ter o pé no chão. A alternância do poder é algo indiscutível. Todos estavam cheios das asneiras que o PT aprontou no país. Agora, achar que daqui para frente será tudo maravilha, não mesmo. Antes, falavam de alíquota única do IR, agora já estão falando em deixar como está e criar uma nova alíquota para pegar mais dinheiro. Se Bolsonaro acha que vai ter meu apoio cego, vai não. Democracia é isso: apronta pra ver, sai em 4 anos.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    MConcursos
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 247
    Reputação : 32
    Data de inscrição : 04/01/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por MConcursos em Qua 02 Jan 2019, 9:01 pm

    Guedes falou hoje em alíquota unica do IRPF em 20%, quer dizer, manteve o que tinha dito.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2834
    Reputação : 395
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por josebarbos em Qua 02 Jan 2019, 9:39 pm

    Galizezin escreveu:

    Engraçado, porque um ministro honesto precisaria dessa tal prerrogativa de foro? Vai aprontar?
    Da minha parte, podem triplicar a pena para roubo. Quem se preocupa com isso é porque está roubando ou quer roubar.
    A gente tem que ter o pé no chão. A alternância do poder é algo indiscutível. Todos estavam cheios das asneiras que o PT aprontou no país. Agora, achar que daqui para frente será tudo maravilha, não mesmo. Antes, falavam de alíquota única do IR, agora já estão falando em deixar como está e criar uma nova alíquota para pegar mais dinheiro. Se Bolsonaro acha que vai ter meu apoio cego, vai não. Democracia é isso: apronta pra ver, sai em 4 anos.

    Algo bastante simples: ministros tomam decisões políticas. Com a prerrogativa de foro, protegem-se de decisões de caráter político de oposição, que qualquer ato administrativo que adote esteja sob o crivo de milhares de magistrados país afora e daqueles que querem apenas avacalhar.

    A prerrogativa de foro é necessária, mas precisa de ajustes. A uma, que deve ser restrita a atos e fatos de gestão. A duas, que os eventuais questionamentos/problemas devem ser processados E julgados. A meu ver, são correlacionados. Resolvendo o primeiro, ajuda a resolver o segundo.

    jornalista
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1253
    Reputação : 35
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Re: Novo PCS

    Mensagem por jornalista em Qui 03 Jan 2019, 9:14 am

    Se o mito pisar na bola, impeachment nele.
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6160
    Reputação : 231
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin em Sex 04 Jan 2019, 12:11 pm

    josebarbos escreveu:
    Galizezin escreveu:

    Engraçado, porque um ministro honesto precisaria dessa tal prerrogativa de foro? Vai aprontar?
    Da minha parte, podem triplicar a pena para roubo. Quem se preocupa com isso é porque está roubando ou quer roubar.
    A gente tem que ter o pé no chão. A alternância do poder é algo indiscutível. Todos estavam cheios das asneiras que o PT aprontou no país. Agora, achar que daqui para frente será tudo maravilha, não mesmo. Antes, falavam de alíquota única do IR, agora já estão falando em deixar como está e criar uma nova alíquota para pegar mais dinheiro. Se Bolsonaro acha que vai ter meu apoio cego, vai não. Democracia é isso: apronta pra ver, sai em 4 anos.

    Algo bastante simples: ministros tomam decisões políticas. Com a prerrogativa de foro, protegem-se de decisões de caráter político de oposição, que qualquer ato administrativo que adote esteja sob o crivo de milhares de magistrados país afora e daqueles que querem apenas avacalhar.

    A prerrogativa de foro é necessária, mas precisa de ajustes. A uma, que deve ser restrita a atos e fatos de gestão. A duas, que os eventuais questionamentos/problemas devem ser processados E julgados. A meu ver, são correlacionados. Resolvendo o primeiro, ajuda a resolver o segundo.

    A teoria sempre foi e será linda, mas a prática...

    Na prática, o que vemos são os graúdos enfrentando processo criminal perante o foro privilegiado.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    facao
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 93
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 18/09/2014
    Localização : TRE-MA

    Re: Novo PCS

    Mensagem por facao em Ter 08 Jan 2019, 7:19 pm

    Impressão minha ou o artigo 110 da LDO vedou reajuste nos nossos auxílios para 2019?
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2834
    Reputação : 395
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por josebarbos em Ter 08 Jan 2019, 8:40 pm

    facao escreveu:Impressão minha ou o artigo 110 da LDO  vedou reajuste nos nossos auxílios para 2019?

    Não é impressão, foi mesmo vedado qualquer reajuste.
    avatar
    Demileto
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 232
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 15/07/2011

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Demileto em Dom 13 Jan 2019, 9:53 am

    O Globo escreveu:

    Pacote em estudo por Guedes mira economia de R$ 266 bi até 2022



    Um dos desafios mais urgentes do governo será fixar nova regra para o reajuste do salário mínimo

    BRASÍLIA - A equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, estuda adotar ao menos três medidas da lista de sugestões deixadas pelos técnicos do governo de Michel Temer para compor o ajuste das contas públicas. As ações, somadas à reforma da Previdência, prometida para este ano, podem resultar numa economia de R$ 266 bilhões para os cofres públicos até 2022.

    Desde 2014, o governo gasta mais do que arrecada. Foi quando começou um período de sucessivos rombos nas contas e uma disparada da dívida pública. Entre dezembro de 2013 e de 2018, a dívida bruta como proporção do Produto Interno Bruno (PIB) saiu de 51,7% para 77%. Ou seja, um aumento de 25,3 pontos percentuais em apenas cinco anos. Reverter esse quadro é um dos principais desafios de Guedes.

    Durante a campanha, a promessa era zerar o déficit público no primeiro ano do mandato do presidente Jair Bolsonaro. Instituições financeiras consultadas pelo Ministério da Economia projetam que as contas tenham fechado 2018 no vermelho, em R$ 126 bilhões. Para este ano, o Congresso Nacional autorizou o governo a registrar rombo de R$ 139 bilhões nas contas.

    Na lista de sugestões deixadas para o novo governo pelo ex-ministro da Fazenda Eduardo Guardia no fim do ano passado, três propostas agradam mais à equipe de Guedes. A primeira, e a que pode ter maior efeito para o caixa do governo, é segurar os reajustes reais dos salários do funcionalismo público. Nesse caso, o impacto seria de R$ 96,5 bilhões em três anos. Também estão na mira do governo a restrição do pagamento do abono salarial, com impacto de R$ 43 bilhões no período, e a fixação de uma nova regra para reajuste do salário mínimo, que contemple apenas a correção pela inflação. A economia prevista com a medida é de R$ 68,7 bilhões.

    Segundo interlocutores da área econômica, embora a decisão ainda não tenha sido tomada, o novo governo “não tem muito como fugir dessas medidas” para reequilibrar as contas públicas. Para especialistas, as propostas são bem-vindas porque é preciso conter o crescimento das despesas do governo federal e estabilizar a dívida pública. As propostas precisam passar pelo Congresso.

    Efeito cascata de reajuste



    Um dos desafios mais urgentes do governo será fixar nova regra para o reajuste do salário mínimo a partir de 2020. A fórmula atual só vale até este ano. Ela leva em conta a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior e a variação do PIB de dois anos antes.

    A norma foi criada para assegurar ganhos reais aos trabalhadores, mas gerou um peso significativo nas contas públicas, pois aposentadorias e benefícios assistenciais, como os concedidos pela Lei Orgânica da Assistência Social (Loas), estão vinculados ao salário mínimo. Pelas contas do governo, um aumento de 1% no salário mínimo eleva em mais de R$ 2 bilhões as despesas previdenciárias.

    A nova regra precisa ser encaminhada ao Congresso até abril. A forma de correção do mínimo deve constar na proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2020 que será apresentada ao Legislativo. A equipe de Guardia sugeriu manter a atualização do mínimo apenas pelo INPC.

    Abono teria novo critério



    No caso do abono salarial, a avaliação dos técnicos do governo Temer e da equipe de Bolsonaro é que o benefício tem pouco impacto na distribuição de renda e na criação de empregos com carteira assinada. O abono equivale a um salário mínimo e é pago a trabalhadores que recebem até dois mínimos com empregos formais. Há casos de sobreposição do benefício com programas sociais como Bolsa Família e salário-família.

    A proposta é alterar o critério de elegibilidade ao benefício de dois salários mínimos para um. Segundo o estudo da equipe de Temer, a mudança resultaria em economia de R$ 7,8 bilhões em 2020 e R$ 17,1 bilhões em 2021.

    Para os servidores públicos, a ideia é segurar os reajustes salariais. Os aumentos para as categorias têm efeito cascata devido à paridade remuneratória com os inativos. Mesmo em tempos de crise, os servidores têm conseguido reajustes salariais acima da inflação.

    Essa medida, no entanto, deve enfrentar resistência. O governo Temer editou duas medidas provisórias (MPs) para adiar o reajuste salarial dos servidores do Executivo federal de 2017 para 2018 e de 2018 para 2019. A pressão das categorias barrou as propostas.

    As MPs foram suspensas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, sob o argumento de que o adiamento causaria quebra do princípio da legítima confiança e da segurança jurídica, assim como desrespeito de direitos incorporados ao patrimônio de servidores. As MPs sequer foram votadas pelo Congresso.

    Para especialistas, medidas cogitadas são adequadas



    Especialistas em contas públicas consideram as medidas fiscais cogitadas pelo governo adequadas para ajudar a segurar o crescimento das despesas públicas e rever o quadro de sucessivos rombos fiscais. Para a economista Margarida Gutierrez, professora da UFRJ, as ações estão no rumo certo porque o ritmo de crescimento das despesas é insustentável:

    — Temos um desequilíbrio fiscal colossal. O Brasil não tem como crescer se esse desequilíbrio perdurar. Aí o governo entra em um precipício, e a gente acaba com o país.

    Ressaltando que não conhece em detalhes as propostas, o pesquisador do Ibre/FGV e professor do IDP José Roberto Afonso também avalia que as três medidas podem ajudar a reduzir os gastos públicos somadas à reforma da Previdência.

    — Gosto muito mais desse tipo de medida, pontual, baseada em legislação infraconstitucional (que não exige mudança na Constituição), que pode ter um impacto fiscal maior que mudanças constitucionais.

    A economista-chefe da XP Investimentos, Zeina Latif, observa que o governo Bolsonaro não deve ter grandes dificuldades para aprovar as três medidas no Congresso.

    — Abono salarial e mínimo são importantes para cumprir a regra do teto de gastos nos próximos anos. Para Michel Temer, um presidente desgastado e em final de governo, poderia ser difícil. Com Bolsonaro, parece mais fácil — afirma.

    Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Pessoalmente, achei que o texto ficou meio ambíguo, talvez por falta de entendimento dos jornalistas. O artigo começa falando que o governo vai segurar reajustes reais de servidores durante todo o mandato, subentendo-se que daria pelo menos a inflação ou parte dela, mas lá no final omite o termo real, dando a entender que é 0% pelos próximos 4 anos. Alternativamente, pode ser que planejem seguir com uma variação do plano Temer de aumentar a quantidade de níveis da carreira para cima e - especialmente - para baixo, o que daria aumento mais seletivo, para quem já está no topo da carreira, mas não de forma automática. A conferir.
    avatar
    MConcursos
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 247
    Reputação : 32
    Data de inscrição : 04/01/2015

    Re: Novo PCS

    Mensagem por MConcursos em Dom 13 Jan 2019, 11:26 am

    O guedes ja disse que daria so o que a CF manda, ou seja, a inflacao. O certo seria instituir logo a data base e passar a respeita-la.
    avatar
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5133
    Reputação : 135
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 38
    Localização : Curitiba/PR

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Sigma em Seg 14 Jan 2019, 8:38 am

    MConcursos escreveu:O guedes ja disse que daria so o que a CF manda, ou seja, a inflacao. O certo seria instituir logo a data base e passar a respeita-la.

    Duvido até disso. A probabilidade maior é que ele se enganado. E é bom que se diga que a CF não manda reajustar pela inflação. A CF também não fala de data-base.

    Só fala do reajuste geral anual, o que é constantemente ignorado, e que continuará a ser ignorado nos próximos 4 anos.
    avatar
    servidor.tre
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1069
    Reputação : 29
    Data de inscrição : 30/10/2012

    Re: Novo PCS

    Mensagem por servidor.tre em Seg 14 Jan 2019, 9:48 am

    Sigma escreveu:
    MConcursos escreveu:O guedes ja disse que daria so o que a CF manda, ou seja, a inflacao. O certo seria instituir logo a data base e passar a respeita-la.

    Duvido até disso. A probabilidade maior é que ele se enganado. E é bom que se diga que a CF não manda reajustar pela inflação. A CF também não fala de data-base.

    Só fala do reajuste geral anual, o que é constantemente ignorado, e que continuará a ser ignorado nos próximos 4 anos.

    Caso isso aconteça, será lamentável.

    Teremos que contar com os sindicatos para começarem uma batalha pelos próximos reajustes. Já que o PT não está no governo, talvez os sindicatos lutem realmente por alguma coisa.
    avatar
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1781
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Re: Novo PCS

    Mensagem por diegowfcp em Seg 14 Jan 2019, 10:19 pm

    Sigma escreveu:
    MConcursos escreveu:O guedes ja disse que daria so o que a CF manda, ou seja, a inflacao. O certo seria instituir logo a data base e passar a respeita-la.

    Duvido até disso. A probabilidade maior é que ele se enganado. E é bom que se diga que a CF não manda reajustar pela inflação. A CF também não fala de data-base.

    Só fala do reajuste geral anual, o que é constantemente ignorado, e que continuará a ser ignorado nos próximos 4 anos.

    Não dar nada pode ser um tiro no pé, mas eles ja comocaram o bode na sala: estabilidade. Vão ameacar tirar a estabilidade pra ninguém querer reajuste. Quando nao colar, pode ser que instituam a data-base, mas, com certeza, instituirão um índice inferior à inflação. Algo como um índice próprio para os servidores.

    E, do jeito que as coisas vão, isso já é lucro

    Conteúdo patrocinado

    Re: Novo PCS

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 17 Jan 2019, 12:42 pm