PCS JÁ



    Tópico Geral

    avatar
    KnightRider
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 195
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 16/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por KnightRider em Seg 17 Jun 2013, 6:00 pm

    "Leia abaixo a entrevista com o juiz Guilherme de Souza Nucci:
    ConJur — O Ministério Público pode investigar?
    Guilherme Nucci — Sozinho, não. O próprio promotor abre investigação no gabinete, colhe tudo, não dá satisfação para ninguém, e denuncia. Não. Não e não mesmo. As pessoas estão confundindo as coisas. Ninguém quer privar o Ministério Público de fazer seu papel constitucional. Estão divulgando essa questão de uma forma maniqueísta: pode ou não pode investigar? O MP é bom ou é mau? Isso não existe, é infantil. Ninguém é criança, para achar que é o legal ou o não-legal, o bacana ou o não-bacana. O que a gente tem de pensar é o seguinte: o Ministério Público é o controlador da Polícia Judiciária. Está na Constituição Federal. A Polícia Judiciária, também de acordo com a Constituição Federal, é quem tem a atribuição da investigação criminal.

    ConJur — Privativamente, não é? A função dela é só essa.
    Guilherme Nucci —
    A polícia existe para isso. Delegados, investigadores, detetives, agentes da Polícia Federal são pessoas pagas para investigar. E aí o que se diz? O MP não confia nesse povo, que é tudo corrupto, e nós vamos investigar sozinhos. Mas e as instituições são jogadas às traças assim? Eu não concordo. A atividade investigatória foi dada, no Brasil, ao delegado de polícia, concursado, bacharel em Direito. Não é um xerife, um sujeito da cidade que é bacana e que a gente elegeu xerife e que portanto não entende nada de Direito. Nossa estrutura é concursada, democrática, de igual para igual. Não existe isso de “ele é delegado, então ele é pior; eu sou promotor, sou melhor”. Tem corrupção? Então vamos em cima dela, vamos limpar, fazer o que for necessário. Agora, não podemos dizer que, porque a polícia tem uma banda corrupta, devemos tirar a atribuição dela de investigar e passar para outro órgão.

    ConJur — Como se no Ministério Público não tivesse corrupção.
    Guilherme Nucci —
    É o único imaculado do mundo? Não. Polícia investiga, MP acusa, juiz julga. MP investiga? Lógico. Junto com a polícia. A polícia faz o trabalho dela e o MP em cima, pede mais provas, requisita diligência, vai junto. Não tem problema o promotor fazer essas coisas. Ele deve fazer.

    ConJur — O que não pode é ele fazer, sozinho, a investigação, é isso?
    Guilherme Nucci —
    É. Dizer “eu quero fazer sozinho”. Por quê? Não registrar o que faz? Tenho ouvido dizer de muitas pessoas, tanto investigados quanto advogados, que contam: “Fiquei sabendo que eu estou sendo investigado”. Imagine você, ficar sabendo porque um vizinho seu foi ouvido. Aí ele chega pra você e fala: “Pedro, você está devendo alguma coisa? Aconteceu alguma coisa?”. “Não, por quê?”. “Porque um promotor me chamou ontem”. Aí você contata um advogado amigo seu e ele vai lá à Promotoria e vê se o promotor te mostra o que ele está fazendo. “Protocolado. Interno. É meu”. Veja, não é inquérito, portanto não está previsto em lei. Não tem órgão fiscalizador, não tem juiz, não tem procurador, ninguém acima dele.

    ConJur — Só ele, de ofício, sem dar satisfações
    Guilherme Nucci —
    Ele faz o que ele quiser. Ele requisita informações a seu respeito, ou testemunhas. Depois joga uma denúncia. Do nada. Mas cadê a legalidade?! O Supremo já decidiu: tem procuração, pode acompanhar qualquer inquérito, quanto mais protocolado na Promotoria. Então vamos jogar o jogo: quer investigar? Quero. Sozinho? É. Então passa uma lei no Congresso. No mínimo. O ponto é: se o MP quer investigar, tem de editar uma lei federal dizendo como é que vai ser essa investigação. Quem fiscaliza, quem investiga, de que forma, qual procedimento etc. para eu poder entrar com Habeas Corpus, se necessário. O que está errado, hoje, é o MP fazer tudo sozinho. Eu deixo isso bem claro porque cada vez que a gente vai para uma discussão vem o lado emocional. Não estamos vendo o mérito e o demérito da instituição. Estamos falando de um ponto só: o MP não pode investigar sozinho. Ponto final."





    Site Conjur
    Ti@go
    Ti@go
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 781
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 02/10/2011
    Idade : 36

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Ti@go em Seg 17 Jun 2013, 8:43 pm

     Grande josebarbos, muito esclarecedor, ao que parece vou ter mesmo que me abraçar com um PGBL, vou pesquisar mais um pouco, mas ao que parece, a Caixa Econômica tem umas taxas de administração bem boas e é zerada na taxa de carregamento no caso dos funcionários públicos. Só preciso verificar se isso se aplica aos servidores do Judiciários também ou apenas para o Executivo. Os teus cálculos me ajudaram muito, obrigado mesmo. Depois eu posto os resultados das minhas pesquisas de mercado, rsrsr.josebarbos escreveu:
    Ti@go escreveu:Olá pessoal.

     Sei que o assunto não é bem o foco do fórum, mas como diz respeito a renda (e impostos sobre ela) dos servidores acho pertinente a pergunta.

     Alguém aqui já fez o plano de previdência privada PGBL, visando o benefício tributário (12%)?

     Sei que isso não pode ser tratado como investimento (rendimento menor e taxas de administração maiores), mas agora que vou precisar fazer a declaração completa (gastos com dentista e médico) achei interessante algumas informações que obtive.

     Todavia estou bem em dúvida se o benefício do Imposto de Renda do PGBL não será corroido pelo menor retorno (rendimento) comparando com investimento (ações, tesouro direto e fundos de renda fixa) e, principalmente, se as taxas (de administração e carregamento) também não acabarão com todo o lucro.

     Lembro de alguém por aqui ter destacado o fato de ser essencial sacar todo o depósito antes de iniciar o recebimento.

     Desde já peço desculpa pelo desvio no assunto e agradeço pela atenção.

      Abraços.

    Fui até eu, e vamos lá.

    Bem, vamos por partes.
    O PGBL é bom, normalmente, apenas no caso de que você vai utilizar para abater a renda para fins de IRRF.
    neste caso, você pode abater até 12% de sua base de cálculo para o referido fundo.

    Exemplo: servidor que tenha ganho R$ 112.359,55; não possui dependentes, pagou apenas PSS, no valor de R$ 12.359,55, com base de cálculo no valor de R$ 100.000,00

    Pode aplicar até R$ 12.000,00 em fundos PGBL. neste caso, não houvesse nenhuma outra dedução, baixaria sua base de cálculo de R$ 100.000,00 para R$ 88.000,00. O imposto devido, respectivamente, seria de R$ 18.421,62 e R$ 15.121,62.

    Um ponto muito importante, e a legislação de imposto de renda mudou quando saí, é sobre o imposto de renda quando do saque. Salvo engano, tem o objetivo de poupar para a aposentadoria deve optar pela alíquota regressiva, na qual depois de 10 anos, é cobrado IR de 10% sobre o total do saque. A outra opção é com ajuste na Declaração, onde o banco retém sempre 15% do valor sacado,mas depois deve declarar e ajustar na receita federal (provavelmente haverá imposto a pagar).

    Quanto à taxa de carregamento, ela varia de 3 a 5%. Especialmente se você tem um bom valor inicial para investir, é sempre uma boa estratégia negociar com o gerente do banco. Creio que 10 a 20 mil de início mais uns R$ 1.000,00 por mês permitem uma ótima negociação nestas taxas. R$ 500,00 mensais já é o suficiente para uma choradinha.

    Logo, dentro dos limites legais, neste exemplo, alguém investiria R$ 12.000,00 com "reembolso" de pouco mais de R$ 3.000,00 por parte do governo. Fundos de previdência via de regra tem um péssimo rendimento (o pior entre fundos de renda fixa), e ainda vem com o carregamento de, supomos, 3%. Neste caso, dos 12 mil, R$ 11.640,00 iriam de fato para aplicação, e renderiam menos que outros fundos, mas ainda assim, nesta regra, é vantajoso. Obviamente, quando o governo devolver os R$ 3.000,00 estes devem ir para outros tipos de aplicação.

    Quanto à regra de ouro, sim, saque tudo antes de aposentar, e coloque num fundo para que você gerencie. A partir do momento que você passa a ter renda mensal, é o banco que vira dono do dinheiro, e obviamente ele vai tentar lucrar, com tabelas de expectativa de vida bastante generosas à instituição. Outro cuidado básico, óbvio, é de ser conservador: investir em bancos de credibilidade, preferencialmente, estatais. Até porque é a outra regra de ouro: quanto maior o patrimônio de um fundo, menor os custos de mantê-lo.  

    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado em Seg 17 Jun 2013, 9:18 pm

    É de lascar quando a gente vê essas manifestações todas iniciadas através das redes sociais, e quando a gente se esforçava, fazendo propaganda pelo nosso reajuste, cooptando servidores através da rede, e até conseguindo resultados, a exemplo da própria onda subsidiana que cresceu graças à colaboração da Internet, das redes sociais e deste Fórum, e antes chegavam pessoas de alma sebosa, sem um mínimo de escrúpulos como o celsoanta e outros que só sabia ridicularizar e caçoar dos colegas que tanto se esforçaram para que pudéssemos ter um aumento digno.
    Taí, as redes sociais servem para indignar, para conscientizar, para comunicar. Esse PCS foi um dos mais participativos e mais tensos que tivemos.
    A gente foi longe, mesmo com o contrapeso de alguns infelizes sem compromisso com a categoria. Com a ajuda da informação, principalmente dos guerreiros dos teclados que informaram os colegas por e-mail, pela internet, pela panfletagem, por acreditar na luta.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6696
    Reputação : 294
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Galizezin em Seg 17 Jun 2013, 9:53 pm

    PARABÉNS BRASIL!!!!


    _________________
    NO RACISM!
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6696
    Reputação : 294
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Galizezin em Seg 17 Jun 2013, 9:53 pm

    KnightRider, melhor parar por aqui a discussão.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    KnightRider
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 195
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 16/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por KnightRider em Seg 17 Jun 2013, 10:03 pm

    Concordo plenamente com vc colega.

    Respeitemos - como faremos - a opinião um do outro e demos espaço àquilo para o qual este fórum realmente foi criado.

    Abraço
    meio_fio
    meio_fio
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Análista Judiciário
    Mensagens : 225
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 13/05/2011
    Idade : 41
    Localização : TRESC

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por meio_fio em Seg 17 Jun 2013, 10:40 pm

    O Gigante acordou?
    O Brasil vive um momento interessante em sua história contemporânea. A população sem bandeiras, sem cores e sem “mentores”, levanta-se, insurge-se, desacomoda-se, sai de sua habitual situação passiva, calada, inerte, e decide protestar, por a boca no mundo, gritar, mostrar suas insatisfações. A luta não é apenas pelo aumento das passagens de ônibus. Ela tomou contornos inimagináveis. Protesta-se por excesso de gastos em obras públicas, falta de estrutura mínima, corrupção, superfaturamento nas obras da Copa da Fifa, em fim, levanta-se a bandeira do descontentamento generalizado.
    Não acredito que o gigante tenha acordado, as vozes ainda são poucas, as bandeiras são dignas, mas ainda tímidas. Por sorte do Estado, o gigante ainda hiberna. Há poucas vozes na multidão. Mas para um país desacostumado com o protesto “aberto”, os gritos desses heróis ecoam como gritos de um Gigante, que para o bem dos governantes ainda hiberna. O povo tem força, tem consciência coletiva, é consciente e sente suas necessidades.
    Aproveitem a lição. Aprendam com o momento. O povo está carente. Falta educação, saneamento, saúde, segurança, oportunidade, desBURROcratização, em fim falta quase tudo. Só faltava despertar.
    É preciso que a política mude, que o pensamento dos governantes evolua. Não basta dar “esmola”. É preciso realizar política com seriedade. Dar educação, saúde e segurança de qualidade. E isso é o mínimo que se espera. Na verdade, quero ver é dar oportunidade, trabalho e esperança. Essa sim seria uma tarefa hércula.
    O Gigante ainda dorme, repousa e descansa. O Gigante quando levantar vai fazer tremer esse país. Vai bater de porta em porta para cobrar o que lhe foi tirado há mais de 500 anos. O Gigante, repiso, para o bem de quem governa, ainda não cobrou a divida da corrupção, os anos de enganação nem a conta das obras mal construídas e inacabas. O Gigante, senhores, somos nós!
    Permitam-me um conselho aos governantes: NÃO ACORDEM O GIGANTE!
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado em Seg 17 Jun 2013, 10:55 pm

    Catatau escreveu:É de lascar quando a gente vê essas manifestações todas iniciadas através das redes sociais, e quando a gente se esforçava, fazendo propaganda pelo nosso reajuste, cooptando servidores através da rede, e até conseguindo resultados, a exemplo da própria onda subsidiana que cresceu graças à colaboração da Internet, das redes sociais e deste Fórum, e antes chegavam pessoas de alma sebosa, sem um mínimo de escrúpulos como o celsoanta e outros que só sabia ridicularizar e caçoar dos colegas que tanto se esforçaram para que pudéssemos ter um aumento digno.
    Taí, as redes sociais servem para indignar, para conscientizar, para comunicar. Esse PCS foi um dos mais participativos e mais tensos que tivemos.
    A gente foi longe, mesmo com o contrapeso de alguns infelizes sem compromisso com a categoria. Com a ajuda da informação, principalmente dos guerreiros dos teclados que informaram os colegas por e-mail, pela internet, pela panfletagem, por acreditar na luta.

    Hoje fui ao supermercado louco para comprar batatas, só que quando vi o preço (R$ 4,98 o kg), só reparei para ver se pelo menos a batata estava "espetacular". Não, não estava.
    A não ser que aqui em Foz seja uma exceção, o fenômeno do tomate agora é ataca a batatinha de todo o dia. Aqui, como zona agrícola, talvez reflita primeiro que todo o mundo.

    Eu deixei de comprar por ser um absurdo. Outros deixarão de comprar porque simplesmente tem o dinheiro contado. Sei que tem muita gente inconsciente que paga o preço que for.
    Coincidência ou não, faz um mês que vivemos o boato do bolsa família. Creio que muita gente ao ver da senhora da calça de R$ 300,00 começou a se emputecer. As redes sociais tem um enorme potencial. Qualquer coisa que você coloque na internet consegue angariar rapidamente algumas centenas de pessoas. Se a coisa alavancar, então, toma uma proporção gigantesca.

    Não vamos derrubar a Dilma, eu acho. Entretanto, a época de calmaria do PT, que durou até demais, acabou. Lula não vai eleger poste, e a Dilma não vai ser aplaudida a cada três inaugurações da mesma obra (como aconteceu com a estação do metrô em Belo Horizonte), só para dar um exemplo, mas acho que também foi assim com o aeroporto do Recife.

    Se os protestos não vão mudar o Brasil, a princípio, mudarão a imagem dele. Acha que quantos turistas vão se arriscar vir para cá depois de saberem o que aconteceu? De verem, como hoje em BH, que a Polícia declara não lhes garantir segurança, por falta de estrutura? A máscara finalmente está caindo. Para os investidores, isto era sabido há tempos. Ainda vivemos de um salto inexplicável em 2013.

    Agora, ou a Dilma põe as mangas de fora e começa a mostrar a que veio e dar resultado, ou a queda é inevitável. Marina Silva e Eduardo Campos tem a mesma identificação com a pobreza e um currículo muito maior para comandar o país. Aliás, para quem não deu conta nem de uma loja de 1,99 seria lindo ficar na história como a primeira presidente a não conseguir se reeleger.

    Acho que o Brasil vai ser empurrado a trancos e barrancos até a final da copa. Vamos só ver quem tem mais "capilé", porque a Espanha, em tese, tem um futebol mais rico e ainda está precisando mais de ganhar uma outra copa do mundo que o Brasil, e não pode esperar até 2018, como fizemos em 1998.
    avatar
    PCSubsidio
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 351
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 11/11/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por PCSubsidio em Seg 17 Jun 2013, 10:58 pm

    Enfim é chegada a hora de dissolução do Congresso Nacional. Poder corrupto e vendido ao executivo já há vários governos, mas o povo começa a ver a realidade de nosso país e não mais a dar ouvidos as falácias que nos é mostrada pelas mídias fantasiosas e elitistas que vendem ilusão, trata a população como idiotas e se valem de influências para ganhar seus milhões. Obras e obras com desperdícios, desvios e todo tipo de corrupção com dinheiro público, insegurança nas ruas e outras atroz mais, enquanto se queima dentistas nada acontece, precisamos começar a queimar congressistas para ver no que dá. Vamos ver agora como estes ex vitimados da ditadura e hoje estão no poder vão agir diante de reivindicação da população ou vão agir como seus algozes ou continuar com discursos frágeis de que tudo isto é um complô da oposição, de partidos inimigos.
    Mestre dos Magos!
    Mestre dos Magos!
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4045
    Reputação : 396
    Data de inscrição : 08/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Mestre dos Magos! em Ter 18 Jun 2013, 8:39 am

    O gigante acordou!

    (fora Dilma, fora Renan, fora PT/PSDB/PMDB/DEM e cia em qualquer esfera de poder) - A população brasileira aos poucos está acordando para o que podemos denominar como uma "ditadura velada" (vide aí PEC 37). Não, não são apenas os 20 centavos que sacudiram o país e demandaram o início de fortes manifestações em várias capitais brasileiras. Há muito além disso. O buraco é mais embaixo. São anos de repressão. Anos vendo políticas públicas voltadas para os grandes empresários e migalhas jogadas à sociedade. 20 centavos fizeram/fazem tanta revolta? Não. A revolta está em ver pessoas morrendo nas portas dos hospitais públicos aguardando atendimento. A revolta está em não ter segurança pública e ser assaltado a 100 metros de uma delegacia de polícia. A revolta está em pagar a carga tributária mais cara do mundo. A revolta está em saber que a educação no Brasil é tão boa que os atuais alunos formandos de ensino médio (e até mesmo de universidades) são analfabetos funcionais. A revolta está em ver que o governo gasta + de 1 bi em elefantes brancos quando na verdade deveria cuidar dos interesses da grande massa. Dinheiro há, o que falta é interesse político.

    Se cuida, PT/PSDB/PMDB/DEM e cia. Esse é apenas o começo. Ano que vem tem Copa do Mundo. Logo depois tem Olimpíadas. Nessa década o Brasil será o centro das atenções do mundo e o jogo tá apenas começando.

    #Vem pra rua! http://wismamusic.com/detail/1/UF94SGI2TVA/falco-o-rappa-vem-pra-rua.html


    Segue o cortejo, pois!
    meio_fio
    meio_fio
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Análista Judiciário
    Mensagens : 225
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 13/05/2011
    Idade : 41
    Localização : TRESC

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por meio_fio em Ter 18 Jun 2013, 10:10 am

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    meio_fio
    meio_fio
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Análista Judiciário
    Mensagens : 225
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 13/05/2011
    Idade : 41
    Localização : TRESC

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por meio_fio em Ter 18 Jun 2013, 10:11 am

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    PCSubsidio
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 351
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 11/11/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por PCSubsidio em Ter 18 Jun 2013, 12:04 pm

    Dissolução do Congresso Nacional do Brasil Já

    Precisamos de representantes que contenham governantes dos poderes executivos corruptos e não de pseudos representantes que se aliem a eles.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado em Ter 18 Jun 2013, 12:43 pm

    PCSubsidio escreveu:Dissolução do Congresso Nacional do Brasil Já

    Precisamos de representantes que contenham governantes dos poderes executivos corruptos e não de pseudos representantes que se aliem a eles.
     

    Esses protestos são positivos e devem continuar para que os governantes entendam que a população já deixou de ter a ilusão de que está tudo bem.
    Mas dissolver o Congresso para colocar quem?
    Calma, pessoal, que faltam menos de 2 anos.
     
    Na eleição do ano que vem, o povo tem que aderir à Lei Tiririca: Pior do que está, não fica. 
    Lançar uma campanha para que ninguem vote nos atuais mandatários ou em parentes seus.
    Entram outros que poderão até agir da mesma maneira, mas nossa parte(a dos eleitores) estará feita.
    sergio caldas
    sergio caldas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : analista judiciário
    Mensagens : 1237
    Reputação : 29
    Data de inscrição : 29/11/2010
    Localização : são paulo

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por sergio caldas em Ter 18 Jun 2013, 1:26 pm

    para mim, o que importa disso tudo é evitar a reencarnação do demônio (reeleição). parece que a casa caiu para a coisa ruim.
    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 em Ter 18 Jun 2013, 1:38 pm

    Presidente rompe silêncio e fala sobre manifestações no Brasil


    Em seu discurso, Dilma destacou que as vozes das ruas precisam ser ouvidas e que elas ultrapassam os mecanismos das instituições, das entidades de classe, dos partidos políticos e da mídia

    A presidente Dilma Rousseff rompeu o silêncio e falou nesta terça-feira (18/6) sobre a movimentação ocorrida nos últimos dias nas principais capitais brasileiras. “O Brasil hoje acordou mais forte”, disse a presidente ao comentar que é bom ver tantos jovens e adultos, o neto, o pai, o avô juntos com a bandeira do Brasil cantando o hino nacional e defendendo um país melhor.
     
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    Presidente Dilma Rousseff durante cerimônia de lançamento do Marco Regulatório da Mineração

    “Devemos louvar o caráter pacífico dos atos públicos de ontem. Evidenciou o correto comportamento da polícia”, afirmou. “Infelizmente, porém, aconteceram atos minoritários e devemos condenar e coibir com rigor. Sabemos que toda violência é lamentável, destrutiva e só gera mais violência. Não podemos aceitar jamais conviver com ela”, completou.

    No discurso, Dilma destacou que as vozes das ruas “precisam ser ouvidas” e que elas “ultrapassam os mecanismos das instituições, das entidades de classe, dos partidos políticos, da mídia”. “Foi um recado aos governantes de todas as instâncias. Essa mensagem é por mais cidadania, mais escolas, mais hospitais. Essa mensagem mostra a exigência de transporte público de qualidade e a preço justo. É o repúdio à corrupção e ao uso indevido do dinheiro público. Essa mensagem comprova o valor intrínseco da democracia”, afirmou a chefe do Executivo. “E queria dizer aos senhores. A minha geração sabe o quanto isso nos custou”, resumiu a presidente ao afirmar ao ver o cartaz que dizia “desculpe o transtorno, estamos mudando o país”. “Eu quero dizer que o meu governo está ouvindo essa voz pela mudança e empenhado para trazer essas mudanças. Sim todos nós estamos diante de novos desafios. Quem foi às ruas quer mais. Mais educação, mais transporte, mais saúde. Meu governo também quer mais e vamos conseguir mais”, finalizou.
     
    A presidente condenou ainda o uso da violência e elogiou a atuação da polícia ontem. "O caráter pacífico dos atos públicos de ontem evidenciou também o correto tratamento dado pela segurança pública à livre manifestação popular. Conviveram pacificamente", ponderou. Na opinião dela, inclusive, os atos isolados de violência não retiram a legitimidade dos movimentos. "Sabemos, governo e sociedade, que toda violência é destrutiva, lamentável e só gera mais violência. Não podemos aceitar jamais conviver com ela. Isso, no entanto, não ofusca o espírito pacífico das pessoas que ontem foram às ruas democraticamente pedir pelos seus direitos", sustentou, sob aplausos.
     
    Dilma participou da cerimônia de lançamento do novo marco regulatório da mineração, realizada na manhã desta terça-feira (18/6), no Palácio do Planalto. Ela assinou a mensagem encaminhando ao Congresso Nacional o projeto de lei que institui o novo marco e cria o Conselho Nacional de Política Mineral e a Agência Nacional de Mineração (ANM). “Esse ato tem uma importância histórica para a sociedade brasileira. Permitirá um avanço em um setor estratégico da nossa economia”, afirmou Dilma acrescentando que o projeto será encaminhado com pedido de urgência. “Estamos construindo um ambiente no Brasil para vultosos investimentos de longo prazo”, completou. O prazo para votação é de 90 dias.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    CAMARGO TCO
    CAMARGO TCO
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Oficial de Justiça
    Mensagens : 523
    Reputação : 5
    Data de inscrição : 06/08/2010
    Idade : 36
    Localização : Brasília

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por CAMARGO TCO em Ter 18 Jun 2013, 2:38 pm

    andre3107 escreveu:Presidente rompe silêncio e fala sobre manifestações no Brasil


    Em seu discurso, Dilma destacou que as vozes das ruas precisam ser ouvidas e que elas ultrapassam os mecanismos das instituições, das entidades de classe, dos partidos políticos e da mídia

    A presidente Dilma Rousseff rompeu o silêncio e falou nesta terça-feira (18/6) sobre a movimentação ocorrida nos últimos dias nas principais capitais brasileiras. “O Brasil hoje acordou mais forte”, disse a presidente ao comentar que é bom ver tantos jovens e adultos, o neto, o pai, o avô juntos com a bandeira do Brasil cantando o hino nacional e defendendo um país melhor.
     
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    Presidente Dilma Rousseff durante cerimônia de lançamento do Marco Regulatório da Mineração

    “Devemos louvar o caráter pacífico dos atos públicos de ontem. Evidenciou o correto comportamento da polícia”, afirmou. “Infelizmente, porém, aconteceram atos minoritários e devemos condenar e coibir com rigor. Sabemos que toda violência é lamentável, destrutiva e só gera mais violência. Não podemos aceitar jamais conviver com ela”, completou.

    No discurso, Dilma destacou que as vozes das ruas “precisam ser ouvidas” e que elas “ultrapassam os mecanismos das instituições, das entidades de classe, dos partidos políticos, da mídia”. “Foi um recado aos governantes de todas as instâncias. Essa mensagem é por mais cidadania, mais escolas, mais hospitais. Essa mensagem mostra a exigência de transporte público de qualidade e a preço justo. É o repúdio à corrupção e ao uso indevido do dinheiro público. Essa mensagem comprova o valor intrínseco da democracia”, afirmou a chefe do Executivo. “E queria dizer aos senhores. A minha geração sabe o quanto isso nos custou”, resumiu a presidente ao afirmar ao ver o cartaz que dizia “desculpe o transtorno, estamos mudando o país”. “Eu quero dizer que o meu governo está ouvindo essa voz pela mudança e empenhado para trazer essas mudanças. Sim todos nós estamos diante de novos desafios. Quem foi às ruas quer mais. Mais educação, mais transporte, mais saúde. Meu governo também quer mais e vamos conseguir mais”, finalizou.
     
    A presidente condenou ainda o uso da violência e elogiou a atuação da polícia ontem. "O caráter pacífico dos atos públicos de ontem evidenciou também o correto tratamento dado pela segurança pública à livre manifestação popular. Conviveram pacificamente", ponderou. Na opinião dela, inclusive, os atos isolados de violência não retiram a legitimidade dos movimentos. "Sabemos, governo e sociedade, que toda violência é destrutiva, lamentável e só gera mais violência. Não podemos aceitar jamais conviver com ela. Isso, no entanto, não ofusca o espírito pacífico das pessoas que ontem foram às ruas democraticamente pedir pelos seus direitos", sustentou, sob aplausos.
     
    Dilma participou da cerimônia de lançamento do novo marco regulatório da mineração, realizada na manhã desta terça-feira (18/6), no Palácio do Planalto. Ela assinou a mensagem encaminhando ao Congresso Nacional o projeto de lei que institui o novo marco e cria o Conselho Nacional de Política Mineral e a Agência Nacional de Mineração (ANM). “Esse ato tem uma importância histórica para a sociedade brasileira. Permitirá um avanço em um setor estratégico da nossa economia”, afirmou Dilma acrescentando que o projeto será encaminhado com pedido de urgência. “Estamos construindo um ambiente no Brasil para vultosos investimentos de longo prazo”, completou. O prazo para votação é de 90 dias.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]




    A resposta do povo brasileiro é o reflexo desse governo, inoperante, currupto. Ninguém aguenta mais a arrogância dessa ditadora... Basta!!! Fora mensaleiros, fora POLICARPO. Chega dessa corga de assassinos e ladrões....

    RICARDO.PONTES
    RICARDO.PONTES
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Oréia Seca
    Mensagens : 3440
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 25/08/2010
    Localização : Brasília - DF

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RICARDO.PONTES em Ter 18 Jun 2013, 2:43 pm

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    [td colspan="1" nowrap="" rowspan="1"][/td]



    [td class="zebra" colspan="1" nowrap="" rowspan="1"][/td]


    No ano passado, o Executivo enfrentou uma forte campanha salarial, com protestos e paralisações de meses

    Não bastasse o aumento do custo de vida ter arranhado a popularidade da presidente Dilma Rousseff, a chefe do Executivo deve começar a enfrentar pressões por causa da alta dos preços dentro da própria administração. Com a inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a 6,5% — o teto da meta estabelecida pelo governo — em maio, no acumulado de 12 meses, os servidores públicos federais começaram a se mobilizar pelas campanhas salariais. Alegando corrosão do poder de compra, as lideranças sindicais reivindicam que o Palácio do Planalto se sensibilize e antecipe os 5% de 2015 para 2014.

    “A gente se pauta na realidade. O poder aquisitivo caiu, isso é básico. Termos assinado um acordo (de reajuste de 15,8%, dividido em 5% ao ano, entre 2013 e 2015) empurrado goela abaixo não muda o fato de que campanha salarial se faz todo ano. Pagamento em parcelas é um disparate. Nossa intenção é, sim, antecipar a última parte para 2014 e entrar em nova negociação em 2015”, explicou Daro Piffer, presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal). No ano passado, o governo enfrentou uma forte onda de greves de diversas categorias em busca de correções salariais. Houve órgãos que tiveram as atividades reduzidas por mais de dois meses.


    Leia mais notícias em Economia

    Piffer argumentou também que, para os servidores, o governo tenta confundir a sociedade com o discurso do corte de gastos com pessoal atrelado à pequena expansão da economia. “Crescimento não tem a ver com reajuste salarial. Quando robusto, o lado bom é que ele possibilita distribuição de renda”, reforçou Piffer. No fim maio, conta, um grupo de servidores das carreiras típicas de Estado protocolou, no Ministério do Planejamento, um documento com um projeto de valorização do servidor. Mas não recebeu resposta.




    [td colspan="1" nowrap="" rowspan="1"][/td]


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Servidores querem antecipar para próximo ano o reajuste previsto para 2015 Com o aumento do custo de vida, os funcionários públicos pedem que a última parcela de correção, prevista para 2015, seja paga em 2014


    Vera Batista
    Publicação: 18/06/2013 06:06 Atualização: 18/06/2013 08:56
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado em Ter 18 Jun 2013, 3:18 pm

    RICARDO.PONTES escreveu:Tópico Geral - Página 25 20130618010724143745a







    No ano passado, o Executivo enfrentou uma forte campanha salarial, com protestos e paralisações de meses

    Não bastasse o aumento do custo de vida ter arranhado a popularidade da presidente Dilma Rousseff, a chefe do Executivo deve começar a enfrentar pressões por causa da alta dos preços dentro da própria administração. Com a inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a 6,5% — o teto da meta estabelecida pelo governo — em maio, no acumulado de 12 meses, os servidores públicos federais começaram a se mobilizar pelas campanhas salariais. Alegando corrosão do poder de compra, as lideranças sindicais reivindicam que o Palácio do Planalto se sensibilize e antecipe os 5% de 2015 para 2014.

    “A gente se pauta na realidade. O poder aquisitivo caiu, isso é básico. Termos assinado um acordo (de reajuste de 15,8%, dividido em 5% ao ano, entre 2013 e 2015) empurrado goela abaixo não muda o fato de que campanha salarial se faz todo ano. Pagamento em parcelas é um disparate. Nossa intenção é, sim, antecipar a última parte para 2014 e entrar em nova negociação em 2015”, explicou Daro Piffer, presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal). No ano passado, o governo enfrentou uma forte onda de greves de diversas categorias em busca de correções salariais. Houve órgãos que tiveram as atividades reduzidas por mais de dois meses.


    Leia mais notícias em Economia

    Piffer argumentou também que, para os servidores, o governo tenta confundir a sociedade com o discurso do corte de gastos com pessoal atrelado à pequena expansão da economia. “Crescimento não tem a ver com reajuste salarial. Quando robusto, o lado bom é que ele possibilita distribuição de renda”, reforçou Piffer. No fim maio, conta, um grupo de servidores das carreiras típicas de Estado protocolou, no Ministério do Planejamento, um documento com um projeto de valorização do servidor. Mas não recebeu resposta.







    Tópico Geral - Página 25 20130618010700986697aServidores querem antecipar para próximo ano o reajuste previsto para 2015 Com o aumento do custo de vida, os funcionários públicos pedem que a última parcela de correção, prevista para 2015, seja paga em 2014


    Vera Batista
    Publicação: 18/06/2013 06:06 Atualização: 18/06/2013 08:56

    Vamos ver se vinga, e se vai haver pressão. Afinal de contas, a inflação acima da meta gera a receita do "imposto inflacionário" para o governo, pela simples depreciação nominal da moeda.
    sergio caldas
    sergio caldas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : analista judiciário
    Mensagens : 1237
    Reputação : 29
    Data de inscrição : 29/11/2010
    Localização : são paulo

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por sergio caldas em Ter 18 Jun 2013, 3:20 pm

    é ridículo o demônio tentar capitalizar em cima da revolução das massas. vi na tv slogans do tipo: "Dilma, vá tomar no c.....". inclusive, o apresentador deu uma bronca na produção do programa, que tentou escamotear a fala do povo....depois dessa, os ratos vão abandonar o porão mais rápido, todo mundo sabe que um dos focos principais  das manifestações era contra a política, que só pode ser entendida como representada pelo demônio, timoneira-mor da roubalheira....
    GCC
    GCC
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário - TJDFT
    Mensagens : 360
    Reputação : 74
    Data de inscrição : 06/02/2013

    Tópico Geral - Página 25 Empty Impeachment

    Mensagem por GCC em Ter 18 Jun 2013, 3:55 pm

    O Impeachment da nossa maior carrasca parece um sonho distante, mas a Avaaz resolveu comprar a briga, e está tentando conseguir 5.000.000,00 de assinaturas digitais. Segue o Link:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    O cadastro é rápido e não te traz problemas como e-mails spam, além de permitir que você participe de outras mobilizações.

    Mesmo que não resolva, vai dar o recado de que a mobilização não é um apoio ao seu governo, como ela quis deixar a entender na coletiva de hoje, dizendo que o executivo está atento às reivindicações e atua para mudar o país. É uma piada de mal gosto, mesmo depois das manifestações, ainda mente de forma descarada.

    Quanto à adiantar o aumento, cadê o Sindjus? Pela notícia o Bacen está se mobilizando, isso porque o salário de lá é mais do que o dobro do PJU. Mas no caso do PJU, o SindPT deve estar mais preocupado em apoiar a presidenta no momento de crise.
    subsidionow
    subsidionow
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 446
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 01/08/2011

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por subsidionow em Ter 18 Jun 2013, 4:07 pm

    Sacanagem hein! Para os juízes vem retroativo com base no valor atual e corrigido com juros!!!!!!!!meio_fio escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    União
    União
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 36
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 16/04/2011

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por União em Ter 18 Jun 2013, 5:46 pm

    subsidionow escreveu:
    Sacanagem hein! Para os juízes vem retroativo com base no valor atual e corrigido com juros!!!!!!!!meio_fio escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]






    Última edição por União em Ter 18 Jun 2013, 6:21 pm, editado 1 vez(es)
    fuchs
    fuchs
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 141
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 26/10/2012

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por fuchs em Ter 18 Jun 2013, 5:51 pm

    O sistema está falido mesmo.
    Se pra nós é conforme o valor recebido na época, também deveria ser para os magistrados.
    Com certeza o cálculo do atrasado deles é com base nos R$ 710, mesmo lá nos idos de 2008/2009  o valor ser abaixo disso.
    vai se f.... esse povo


    subsidionow escreveu:
    Sacanagem hein! Para os juízes vem retroativo com base no valor atual e corrigido com juros!!!!!!!!meio_fio escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado em Ter 18 Jun 2013, 6:08 pm

    fuchs escreveu:O sistema está falido mesmo.
    Se pra nós é conforme o valor recebido na época, também deveria ser para os magistrados.
    Com certeza o cálculo do atrasado deles é com base nos R$ 710, mesmo lá nos idos de 2008/2009  o valor ser abaixo disso.
    vai se f.... esse povo


    subsidionow escreveu:
    Sacanagem hein! Para os juízes vem retroativo com base no valor atual e corrigido com juros!!!!!!!!meio_fio escreveu:http://www.fenajufe.org.br/index.php/imprensa/ultimas-noticias/fenajufe/1171-tnu-nega-equiparacao-retroativa-do-auxilio-alimentacao-de-seus-servidores

    Em uma conta superficial, podemos dizer que 80.000 entre os 100.000 servidores receberiam 5.000 reais cada um. Isso daria 400 milhões.

    Os juizes, não sei quanto receberiam.

    Os juizes fizeram gracinha com o trocadinho do servidor para receber o deles logo.
    A União iria litigar até onde pudesse para pagar isso apenas quando não tivesse mais jeito.
    Agora eles pagam o dos juizes imediatamente e essa tal de TNU, que é composta por juízes,  barra definitivamente o pedido dos servidores. Camaradagem pra cá, camaradagem pra lá.

    Quem já entrou no JEF não poderá entrar mais na SJ, ou seja, numa canetada, caiu o direito de quase todos os servidores, pois imagino que não existam muitos servidores que não tenham ingressado com essa ação.

    A conversa aqui no meu órgão é de desanimo, tipo "dá até pra buscar algum recurso contra essa decisão, mas vamnos é gastar mais ainda e ainda temos o risco de sairmos derrotados.
    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 em Ter 18 Jun 2013, 7:45 pm

    Plenário pode votar PEC do Estatuto dos Servidores do Judiciário

    Os deputados podem analisar hoje, em sessão extraordinária marcada para as 13 horas, Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 190/07, cujo substituto da comissão especial, de autoria do deputado Manoel Júnior (PMDB-PB), concede o prazo de 360 dias para que o Supremo Tribunal Federal (STF) apresente ao Congresso Nacional projeto de lei complementar sobre o Estatuto do Servidor do Judiciário.

    A PEC é de autoria da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) e do ex-deputado Flávio Dino. O objetivo é estabelecer diretrizes gerais para as carreiras técnicas, inclusive com parâmetros comuns de remuneração.
    Segundo os autores da proposta, a atual pluralidade de regimes impostos aos servidores "ofende não apenas a estrutura una do Poder Judiciário, mas também o princípio constitucional da isonomia", viabilizando o surgimento de "graves" diferenças salariais, mesmo para aqueles que exercem atividades similares.
    Hoje, os magistrados são regidos pela Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Lei Complementar 35/79), enquanto os servidores da Justiça federal e da Justiça estadual são submetidos a regras distintas.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 6696
    Reputação : 294
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Galizezin em Ter 18 Jun 2013, 10:45 pm

    E o resultado do concurso MPU para o cargo de técnico? Saiu? Aonde?


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado em Qua 19 Jun 2013, 12:35 am

    Galizezin escreveu:E o resultado do concurso MPU para o cargo de técnico? Saiu? Aonde?
    talvez saia no DOU desta quarta-feira.
    pernalonga
    pernalonga
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2046
    Reputação : 827
    Data de inscrição : 25/04/2012

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por pernalonga em Qua 19 Jun 2013, 2:25 am

    Esse e' o maior ataque que o governo Dilma pretende lançar contra nossas pretensões salariais. Com a pec 190, querer por trás do discurso de proteção aos serVidores do Jud estadual, em verdade congelar nossos vencimentos por um bom tempo, mais especificamente até os servidores dos tribunais estaduais receberem o mesmo que no's, a \" elite do poder judiciário". Isso esta acontecendo com o aux alimentação, e agora poderá ocorrer de novo, só que direto no salário. Congelamento salarial determinado em lei, só que em vez de ser para todos, como no pl 549 (10 anos no zero), essa e' uma maldade especialmente maquinada para no's, os maiores inimigos do PT e seu governos: o judiciário. E' preciso lutar até o fim contra essa proposta, isso vai ser a transformação do PJU no carreirao mais judiado do serviço publico! Precisamos brigar por isso junto com a luta por salário ano que vem, nao podemos esperar até 2015 para grevar, ainda mais com essa bomba jogada sobre no's.andre3107 escreveu:
    Plenário pode votar PEC do Estatuto dos Servidores do Judiciário

    Os deputados podem analisar hoje, em sessão extraordinária marcada para as 13 horas, Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 190/07, cujo substituto da comissão especial, de autoria do deputado Manoel Júnior (PMDB-PB), concede o prazo de 360 dias para que o Supremo Tribunal Federal (STF) apresente ao Congresso Nacional projeto de lei complementar sobre o Estatuto do Servidor do Judiciário.

    A PEC é de autoria da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) e do ex-deputado Flávio Dino. O objetivo é estabelecer diretrizes gerais para as carreiras técnicas, inclusive com parâmetros comuns de remuneração.
    Segundo os autores da proposta, a atual pluralidade de regimes impostos aos servidores "ofende não apenas a estrutura una do Poder Judiciário, mas também o princípio constitucional da isonomia", viabilizando o surgimento de "graves" diferenças salariais, mesmo para aqueles que exercem atividades similares.
    Hoje, os magistrados são regidos pela Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Lei Complementar 35/79), enquanto os servidores da Justiça federal e da Justiça estadual são submetidos a regras distintas.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    CesarBsb2012
    CesarBsb2012
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 267
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 22/08/2012

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por CesarBsb2012 em Qua 19 Jun 2013, 3:13 am

    ESCUSAS PELO APARTE:


    Vídeo desmascara geral (+ entrevista para o Correio):

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Vem pra rua:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Cartazes criativos:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    As vaias (vídeo realista):

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Esse foi aparecer na hora mais imprópria (pra ele) e se deu mal:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Manda muito bem:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Jabor1:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Jabor2 (bem que ele já tinha avisado):

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Ria se puder:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Brasileiro bonzinho?

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Antes e depois:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Faroeste caboclo (outra versão):

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



    Mais algumas:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



    MANIFESTAÇÕES AVAAZ:

    Não à PEC 37:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Fora Feliciano:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Fora Renan:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Fora Dilma:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 em Qua 19 Jun 2013, 6:13 am

    11ª REGIÃO

    RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 111, DE 5 DE JUNHO DE 2013


    O Egrégio Tribunal Pleno do Tribunal Regional do Trabalho
    da 11a Região, em sessão administrativa hoje realizada, sob a Presidência
    do Excelentíssimo Senhor Desembargador do Trabalho David
    Alves de Mello Júnior, com a presença dos Excelentíssimos
    Senhores Desembargadores Antônio Carlos Marinho Bezerra, Solange
    Maria Santiago Morais, Eleonora Saunier Gonçalves, Maria das Graças
    Alecrim Marinho, Lairto José Veloso, Ormy da Conceição Dias
    Bentes, Jorge Álvaro Marques Guedes, Ruth Barbosa Sampaio, dos
    Juízes Convocados José Dantas de Góes, Titular da 11ª VT de Manaus,
    Adilson Maciel Dantas, Titular da 3ª VT de Manaus, e do
    Excelentíssimo Senhor Procurador-Chefe da PRT-11ª Região, Dr.
    Jeibson dos Santos Justiniano, no uso de suas atribuições legais e
    regimentais,

    CONSIDERANDO o disposto no artigo 5º, caput, da Constituição
    da República, que consagra o princípio da isonomia;

    CONSIDERANDO o artigo 99 da Constituição da República,
    que assegura ao Poder Judiciário autonomia administrativa e
    financeira;

    CONSIDERANDO o artigo 22 da Lei nº 8.460/92, com
    redação dada pela Lei nº 9.527/97, que dispõe sobre a concessão
    mensal de auxílio-alimentação a todos os servidores públicos federais
    civis ativos da Administração Pública Federal direta, autárquica e
    fundacional;

    CONSIDERANDO a Lei n° 8.112/90, que em seu artigo 41,
    § 4º, assegura isonomia de vencimentos para cargos de atribuições
    iguais ou assemelhados do mesmo Poder;

    CONSIDERANDO a Portaria Conjunta n° 5, de 5 de dezembro
    de 2011, dos Presidentes do CNJ, do CJF, do CSJT e do
    TJDF e dos Territórios, que unificou o valor do auxílio-alimentação
    em R$ 710,00 (setecentos e dez reais), a partir de 20/12/2011, reconhecendo
    que o valor deveria ser o mesmo recebido por todos os
    servidores;

    CONSIDERANDO, ainda, o parecer jurídico n° 138/2013
    constante do processo MA-1494/2012, resolve:

    Art. 1º Autorizar o pagamento da diferença do auxílio-alimentação
    existente entre os valores percebidos pelos servidores deste
    Tribunal e os valores percebidos pelos servidores dos Tribunais Superiores
    referente ao período de novembro de 2007 a dezembro de
    2011, observada a prescrição quinquenal, com incidência de correção
    monetária e juros de mora, de acordo com a legislação vigente.

    Art. 2.º A presente Resolução entra em vigor na data de sua
    publicação, condicionando-se o pagamento da diferença do auxílioalimentação
    à dotação orçamentária.

    Des.DAVID ALVES DE MELLO JÚNIOR

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    -------

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Conteúdo patrocinado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex 23 Ago 2019, 9:54 pm