PCS JÁ



    REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI

    Caraca
    Caraca
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 111
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 11/07/2011

    REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI Empty REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI

    Mensagem por Caraca em Seg 27 Maio 2013, 12:27 pm

    EM 31 DE AGOSTO ENCERRA-SE O PRAZO PARA INCLUSÃO DE PROJETO DE LEI DE REAJUSTE NO ORÇAMENTO DE 2014.

    Não podemos deixar que isso ocorra sem incluir, pelo menos, um projeto de lei que recomponha a inflação dos anos de 2007 a 2012, senão, ficaremos amargando as perdas inflacionárias do período até 2015.
    Diante da exiguidade de prazo para debates acerca de matérias importantes, como plano de carreira, condições de trabalho, saúde do trabalhador, etc..., proponho trabalharmos, em regime de urgência, com o projeto abaixo, que prevê reajuste de 37,025%, relativo à inflação medida pelo IPCA.
    Essa seria uma medida paliativa, emergencial, enquanto se discutem temas mais abrangentes.
    Segue, abaixo, o projeto proposto. Este pode ser negociado pelos sindicados com o STF, já que a matéria é privativa deste, ou, ainda, ser apresentada como substitutivo ao PL 6613/2009, o que seria perfeitamente possível, já que não aumenta despesas; ao contrário, diminui.

    PROJETO DE LEI N° , DE 201

    Altera a Lei n° 11.416, de 15 de dezembro
    de 2006, que dispõe sobre as Carreiras dos
    Servidores do Poder Judiciário da União,
    fixa os valores de seus vencimentos e dá
    outras providências.

    A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
    Art. 1° A Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006, passa a vigorar com a seguinte alteração:
    Art. 2° O anexo II de que trata a Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006, passa a vigorar na forma do anexo I, desta Lei.
    Art. 3° Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

    ANEXO I
    (Anexo II da Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006)

    CARGO CLASSE PADRÃO VENCIMENTO
    ANALISTA JUDICIÁRIO
    C 13 9.533,39
    C 12 9.255,72
    C 11 8.986,14
    C 10 8.724,41
    C 9 8.470,30
    B 8 8.013,52
    B 7 7.780,11
    B 6 7.553,52
    B 5 7.333,51
    B 4 7.119,91
    A 3 6.735,96
    A 2 6.539,76
    A 1 6.349,28

    TÉCNICO JUDICIÁRIO
    13 5.810,50
    12 5.641,26
    11 5.476,96
    10 5.317,43
    9 5.162,55
    8 4.884,16
    7 4.741,90
    6 4.603,79
    5 4.469,70
    4 4.339,51
    3 4.105,50
    2 3.985,92
    1 3.869,82

    AUXILIAR JUDICIARIO

    13 3.441,20
    12 3.293,02
    11 3.151,22
    10 3.015,52
    9 2.885,66
    8 2.730,04
    7 2.612,49
    6 2.500,00
    5 2.392,33
    4 2.289,31
    3 2.165,86
    2 2.072,60
    1 1.983,34

    JUSTIFICAÇÃO

    O Projeto de Lei ora submetido à apreciação das Casas do Congresso Nacional visa a dar efetividade à previsão expressa no artigo 37, inciso X, da Constituição da República, mediante a reposição das perdas inflacionárias aos servidores do Poder Judiciário da União, decorrentes do não reajustamento de suas remunerações nos anos de 2007 a 2012, por meio da alteração da Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006.
    Cabe ressaltar que, a Lei n° 12.774, publicada em 28 de dezembro de 2012, promoveu um reajuste equivalente a 15,8% sobre as despesas com pessoal, a ser implementado de forma parcelada, nos três primeiros anos subseqüentes à sua publicação: 2013, 2014 e 2015, e que este índice foi oferecido a todas as categorias de servidores público federais, sem considerar, individualmente, as perdas inflacionárias de cada uma delas.
    Considerando-se a evolução dos índices de inflação no país, os efeitos da Lei 12.774, de 28 de dezembro de 2012, tendem apenas a recompor as perdas do período de sua implementação, desconsiderando, portanto, a corrosão inflacionária nos proventos dos servidores do Poder Judiciário da União, no período compreendido entre os anos de 2007 e 2012.
    Destaque-se também que, objetivando reduzir o impacto orçamentário, de forma a viabilizar a sua aprovação, a presente proposta prevê somente aumento nominal , por meio da atualização monetária dos vencimentos básicos pelos índices do IPCA, e não contempla reajustamento das funções e cargos comissionados ou ganho real.
    avatar
    VN
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 780
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 07/07/2010

    REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI Empty Re: REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI

    Mensagem por VN em Seg 27 Maio 2013, 1:59 pm

    Caraca escreveu:EM 31 DE AGOSTO ENCERRA-SE O PRAZO PARA INCLUSÃO DE PROJETO DE LEI DE REAJUSTE NO ORÇAMENTO DE 2014.

    Não podemos deixar que isso ocorra sem incluir, pelo menos, um projeto de lei que recomponha a inflação dos anos de 2007 a 2012, senão, ficaremos amargando as perdas inflacionárias do período até 2015.
    Diante da exiguidade de prazo para debates acerca de matérias importantes, como plano de carreira, condições de trabalho, saúde do trabalhador, etc..., proponho trabalharmos, em regime de urgência, com o projeto abaixo, que prevê reajuste de 37,025%, relativo à inflação medida pelo IPCA.
    Essa seria uma medida paliativa, emergencial, enquanto se discutem temas mais abrangentes.
    Segue, abaixo, o projeto proposto. Este pode ser negociado pelos sindicados com o STF, já que a matéria é privativa deste, ou, ainda, ser apresentada como substitutivo ao PL 6613/2009, o que seria perfeitamente possível, já que não aumenta despesas; ao contrário, diminui.

    PROJETO DE LEI N° , DE 201

    Altera a Lei n° 11.416, de 15 de dezembro

    de 2006, que dispõe sobre as Carreiras dos
    Servidores do Poder Judiciário da União,
    fixa os valores de seus vencimentos e dá
    outras providências.

    A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
    Art. 1° A Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006, passa a vigorar com a seguinte alteração:
    Art. 2° O anexo II de que trata a Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006, passa a vigorar na forma do anexo I, desta Lei.
    Art. 3° Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

    ANEXO I
    (Anexo II da Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006)

    CARGO CLASSE PADRÃO VENCIMENTO
    ANALISTA JUDICIÁRIO
    C 13 9.533,39
    C 12 9.255,72
    C 11 8.986,14
    C 10 8.724,41
    C 9 8.470,30
    B 8 8.013,52
    B 7 7.780,11
    B 6 7.553,52
    B 5 7.333,51
    B 4 7.119,91
    A 3 6.735,96
    A 2 6.539,76
    A 1 6.349,28

    TÉCNICO JUDICIÁRIO
    13 5.810,50
    12 5.641,26
    11 5.476,96
    10 5.317,43
    9 5.162,55
    8 4.884,16
    7 4.741,90
    6 4.603,79
    5 4.469,70
    4 4.339,51
    3 4.105,50
    2 3.985,92
    1 3.869,82

    AUXILIAR JUDICIARIO

    13 3.441,20
    12 3.293,02
    11 3.151,22
    10 3.015,52
    9 2.885,66
    8 2.730,04
    7 2.612,49
    6 2.500,00
    5 2.392,33
    4 2.289,31
    3 2.165,86
    2 2.072,60
    1 1.983,34

    JUSTIFICAÇÃO

    O Projeto de Lei ora submetido à apreciação das Casas do Congresso Nacional visa a dar efetividade à previsão expressa no artigo 37, inciso X, da Constituição da República, mediante a reposição das perdas inflacionárias aos servidores do Poder Judiciário da União, decorrentes do não reajustamento de suas remunerações nos anos de 2007 a 2012, por meio da alteração da Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006.
    Cabe ressaltar que, a Lei n° 12.774, publicada em 28 de dezembro de 2012, promoveu um reajuste equivalente a 15,8% sobre as despesas com pessoal, a ser implementado de forma parcelada, nos três primeiros anos subseqüentes à sua publicação: 2013, 2014 e 2015, e que este índice foi oferecido a todas as categorias de servidores público federais, sem considerar, individualmente, as perdas inflacionárias de cada uma delas.
    Considerando-se a evolução dos índices de inflação no país, os efeitos da Lei 12.774, de 28 de dezembro de 2012, tendem apenas a recompor as perdas do período de sua implementação, desconsiderando, portanto, a corrosão inflacionária nos proventos dos servidores do Poder Judiciário da União, no período compreendido entre os anos de 2007 e 2012.
    Destaque-se também que, objetivando reduzir o impacto orçamentário, de forma a viabilizar a sua aprovação, a presente proposta prevê somente aumento nominal , por meio da atualização monetária dos vencimentos básicos pelos índices do IPCA, e não contempla reajustamento das funções e cargos comissionados ou ganho real.

    Aprovado!
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8695
    Reputação : 245
    Data de inscrição : 14/07/2010

    REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI Empty Re: REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI

    Mensagem por darkshi em Seg 27 Maio 2013, 3:00 pm

    A questão é convencer o JB para enviar isto. E antes, os sindicatos.
    E acho que o Sindjus/DF com a campanha de equiparação com a câmara não irá ver com bons olhos outro plano paralelo. (que diga de passagem, foi o grande motivo para eles serem contra o subsidio)
    subsidionow
    subsidionow
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 446
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 01/08/2011

    REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI Empty Re: REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI

    Mensagem por subsidionow em Seg 27 Maio 2013, 3:07 pm

    Mestre, sem querer ser advogado do diabo, mas já sendo, pegando o valor do PCS de 2002 (LEI No 10.475, DE 27 DE JUNHO DE 2002) o final do analista era R$ 4.959,69 com 12% de GAJ = R$ 5.554,85

    agora pega o final do analista do PCS de 2012 (LEI No 12.774, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2012) o final do analista é de R$ 6.957,41 com 90% de GAJ = 13.219,07

    Isso corresponde a 13.219,07 / 5.554,85 = (2,3797 - 1) * 100 = 137,97% de aumento em 2012 - 2002 = 10 anos.

    O ipca desses 10 anos foi de 97% segundo o IBGE (12,53; 8,34; 7,60; 5,69; 3,14; 4,46; 5,90; 4,31; 5,91; 6,50; 5,84)

    Será que esse papo de reposição da inflação não está furado?

    Eu acho que nós precisamos é de uma gratificação de representação de 85% com aumento da GAJ para 100% e uns 15% de aumento no VB tudo junto misturado, ou uma GDI de 150%....



    Caraca escreveu:EM 31 DE AGOSTO ENCERRA-SE O PRAZO PARA INCLUSÃO DE PROJETO DE LEI DE REAJUSTE NO ORÇAMENTO DE 2014.

    Não podemos deixar que isso ocorra sem incluir, pelo menos, um projeto de lei que recomponha a inflação dos anos de 2007 a 2012, senão, ficaremos amargando as perdas inflacionárias do período até 2015.
    Diante da exiguidade de prazo para debates acerca de matérias importantes, como plano de carreira, condições de trabalho, saúde do trabalhador, etc..., proponho trabalharmos, em regime de urgência, com o projeto abaixo, que prevê reajuste de 37,025%, relativo à inflação medida pelo IPCA.
    Essa seria uma medida paliativa, emergencial, enquanto se discutem temas mais abrangentes.
    Segue, abaixo, o projeto proposto. Este pode ser negociado pelos sindicados com o STF, já que a matéria é privativa deste, ou, ainda, ser apresentada como substitutivo ao PL 6613/2009, o que seria perfeitamente possível, já que não aumenta despesas; ao contrário, diminui.

    PROJETO DE LEI N° , DE 201

    Altera a Lei n° 11.416, de 15 de dezembro
    de 2006, que dispõe sobre as Carreiras dos
    Servidores do Poder Judiciário da União,
    fixa os valores de seus vencimentos e dá
    outras providências.

    A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
    Art. 1° A Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006, passa a vigorar com a seguinte alteração:
    Art. 2° O anexo II de que trata a Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006, passa a vigorar na forma do anexo I, desta Lei.
    Art. 3° Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

    ANEXO I
    (Anexo II da Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006)

    CARGO CLASSE PADRÃO VENCIMENTO
    ANALISTA JUDICIÁRIO
    C 13 9.533,39
    C 12 9.255,72
    C 11 8.986,14
    C 10 8.724,41
    C 9 8.470,30
    B 8 8.013,52
    B 7 7.780,11
    B 6 7.553,52
    B 5 7.333,51
    B 4 7.119,91
    A 3 6.735,96
    A 2 6.539,76
    A 1 6.349,28

    TÉCNICO JUDICIÁRIO
    13 5.810,50
    12 5.641,26
    11 5.476,96
    10 5.317,43
    9 5.162,55
    8 4.884,16
    7 4.741,90
    6 4.603,79
    5 4.469,70
    4 4.339,51
    3 4.105,50
    2 3.985,92
    1 3.869,82

    AUXILIAR JUDICIARIO

    13 3.441,20
    12 3.293,02
    11 3.151,22
    10 3.015,52
    9 2.885,66
    8 2.730,04
    7 2.612,49
    6 2.500,00
    5 2.392,33
    4 2.289,31
    3 2.165,86
    2 2.072,60
    1 1.983,34

    JUSTIFICAÇÃO

    O Projeto de Lei ora submetido à apreciação das Casas do Congresso Nacional visa a dar efetividade à previsão expressa no artigo 37, inciso X, da Constituição da República, mediante a reposição das perdas inflacionárias aos servidores do Poder Judiciário da União, decorrentes do não reajustamento de suas remunerações nos anos de 2007 a 2012, por meio da alteração da Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006.
    Cabe ressaltar que, a Lei n° 12.774, publicada em 28 de dezembro de 2012, promoveu um reajuste equivalente a 15,8% sobre as despesas com pessoal, a ser implementado de forma parcelada, nos três primeiros anos subseqüentes à sua publicação: 2013, 2014 e 2015, e que este índice foi oferecido a todas as categorias de servidores público federais, sem considerar, individualmente, as perdas inflacionárias de cada uma delas.
    Considerando-se a evolução dos índices de inflação no país, os efeitos da Lei 12.774, de 28 de dezembro de 2012, tendem apenas a recompor as perdas do período de sua implementação, desconsiderando, portanto, a corrosão inflacionária nos proventos dos servidores do Poder Judiciário da União, no período compreendido entre os anos de 2007 e 2012.
    Destaque-se também que, objetivando reduzir o impacto orçamentário, de forma a viabilizar a sua aprovação, a presente proposta prevê somente aumento nominal , por meio da atualização monetária dos vencimentos básicos pelos índices do IPCA, e não contempla reajustamento das funções e cargos comissionados ou ganho real.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8695
    Reputação : 245
    Data de inscrição : 14/07/2010

    REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI Empty Re: REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI

    Mensagem por darkshi em Seg 27 Maio 2013, 3:23 pm

    Bem lembrado subsidonow.
    O governo se quiser pode contra-argumentar de modo fácil um pedido de reposição de maneira fácil apenas escolhendo o período a ser analisado.
    Se pegar do PCS4 até hj, o governo está nos devendo. Mas se pegar do PCS3 até hj, a reposição está feita.
    Caraca
    Caraca
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 111
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 11/07/2011

    REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI Empty Re: REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI

    Mensagem por Caraca em Seg 27 Maio 2013, 6:54 pm

    darkshi escreveu:Bem lembrado subsidonow.
    O governo se quiser pode contra-argumentar de modo fácil um pedido de reposição de maneira fácil apenas escolhendo o período a ser analisado.
    Se pegar do PCS4 até hj, o governo está nos devendo. Mas se pegar do PCS3 até hj, a reposição está feita.

    O projeto proposto considera a variação do IPCA entre 2007 e 2012 pq o reajuste anterior foi aplicado a partir de janeiro de 2007. Agora, se em 2007 obtivemos ganho real, creio que não vem ao caso, já que não existe previsão legal de dedução de índices concedidos a tal título.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8695
    Reputação : 245
    Data de inscrição : 14/07/2010

    REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI Empty Re: REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI

    Mensagem por darkshi em Seg 27 Maio 2013, 7:52 pm

    Caraca escreveu:
    darkshi escreveu:Bem lembrado subsidonow.
    O governo se quiser pode contra-argumentar de modo fácil um pedido de reposição de maneira fácil apenas escolhendo o período a ser analisado.
    Se pegar do PCS4 até hj, o governo está nos devendo. Mas se pegar do PCS3 até hj, a reposição está feita.

    O projeto proposto considera a variação do IPCA entre 2007 e 2012 pq o reajuste anterior foi aplicado a partir de janeiro de 2007. Agora, se em 2007 obtivemos ganho real, creio que não vem ao caso, já que não existe previsão legal de dedução de índices concedidos a tal título.

    Me desculpe, mas não funciona assim para o governo. Ser lógico, racional, justo ou até mesmo legal é secundário. Antes de tudo precisa-se de um trabalho politico com o "patrão" para que este dê o aumento. O resto é mera desculpa. E como disse, se o patrão for convencido da necessidade do aumento, ele irá dizer que nosso salário está defasado, se não for, ele irá dizer que o nosso salário está em dia.

    O que eu quero dizer no fim das contas. Sem um ministro presidente disposto a ir no presidente do executivo nos defender, não teremos um tostão de aumento.
    me respeite
    me respeite
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 279
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/08/2012

    REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI Empty Re: REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI

    Mensagem por me respeite em Seg 27 Maio 2013, 10:37 pm

    darkshi escreveu:Bem lembrado subsidonow.
    O governo se quiser pode contra-argumentar de modo fácil um pedido de reposição de maneira fácil apenas escolhendo o período a ser analisado.
    Se pegar do PCS4 até hj, o governo está nos devendo. Mas se pegar do PCS3 até hj, a reposição está feita.

    Calma, calma, que não é tão simples assim.

    Em verdade, devemos diferenciar Aumento X Reposição Inflacionária.

    Em 2002 tivemos aumento, em 2006 também. Reposição inflacionária serve para, como o nome diz, repor perdas; e aumento, como o nome diz, pra adir algo, melhorar concretamente.

    concordo que devemos começar a nos mexer, caso contrario, seremos atropelados

    Analista Desafortunado
    Analista Desafortunado
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 281
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 07/11/2011

    REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI Empty Re: REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI

    Mensagem por Analista Desafortunado em Ter 28 Maio 2013, 1:34 am

    [quote="subsidionow"]Mestre, sem querer ser advogado do diabo, mas já sendo, pegando o valor do PCS de 2002 (LEI No 10.475, DE 27 DE JUNHO DE 2002) o final do analista era R$ 4.959,69 com 12% de GAJ = R$ 5.554,85

    agora pega o final do analista do PCS de 2012 (LEI No 12.774, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2012) o final do analista é de R$ 6.957,41 com 90% de GAJ = 13.219,07

    Isso corresponde a 13.219,07 / 5.554,85 = (2,3797 - 1) * 100 = 137,97% de aumento em 2012 - 2002 = 10 anos.

    O ipca desses 10 anos foi de 97% segundo o IBGE (12,53; 8,34; 7,60; 5,69; 3,14; 4,46; 5,90; 4,31; 5,91; 6,50; 5,84)

    Será que esse papo de reposição da inflação não está furado?

    Eu acho que nós precisamos é de uma gratificação de representação de 85% com aumento da GAJ para 100% e uns 15% de aumento no VB tudo junto misturado, ou uma GDI.
    .

    Lei posterior revoga lei anterior...

    Contudo, como a lei do nosso reajuste sequer conseguiu nos repor o indice da inflação, usaremos como paradigma a lei do pcs de 2006, que começou a ser implantado em junho de 2006, mas se refere a tabelas criadas em 2004.

    Assim sendo, não seria ABSURDO PEDIRMOS REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA DESDE 2004 OU PELO MENOS DESDE JUNHO DE 2006 ( e não 2007, como está sendo pleiteado ).


    Caraca escreveu:EM 31 DE AGOSTO ENCERRA-SE O PRAZO PARA INCLUSÃO DE PROJETO DE LEI DE REAJUSTE NO ORÇAMENTO DE 2014.

    Não podemos deixar que isso ocorra sem incluir, pelo menos, um projeto de lei que recomponha a inflação dos anos de 2007 a 2012, senão, ficaremos amargando as perdas inflacionárias do período até 2015.
    Diante da exiguidade de prazo para debates acerca de matérias importantes, como plano de carreira, condições de trabalho, saúde do trabalhador, etc..., proponho trabalharmos, em regime de urgência, com o projeto abaixo, que prevê reajuste de 37,025%, relativo à inflação medida pelo IPCA.
    Essa seria uma medida paliativa, emergencial, enquanto se discutem temas mais abrangentes.
    Segue, abaixo, o projeto proposto. Este pode ser negociado pelos sindicados com o STF, já que a matéria é privativa deste, ou, ainda, ser apresentada como substitutivo ao PL 6613/2009, o que seria perfeitamente possível, já que não aumenta despesas; ao contrário, diminui.

    PROJETO DE LEI N° , DE 201

    Altera a Lei n° 11.416, de 15 de dezembro
    de 2006, que dispõe sobre as Carreiras dos
    Servidores do Poder Judiciário da União,
    fixa os valores de seus vencimentos e dá
    outras providências.

    A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
    Art. 1° A Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006, passa a vigorar com a seguinte alteração:
    Art. 2° O anexo II de que trata a Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006, passa a vigorar na forma do anexo I, desta Lei.
    Art. 3° Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

    ANEXO I
    (Anexo II da Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006)

    CARGO CLASSE PADRÃO VENCIMENTO
    ANALISTA JUDICIÁRIO
    C 13 9.533,39
    C 12 9.255,72
    C 11 8.986,14
    C 10 8.722,41
    C 9 8.470,30
    B 8 8.013,52
    B 7 7.780,11
    B 6 7.553,52
    B 5 7.333,51
    B 4 7.119,91
    A 3 6.735,96
    A 2 6.539,76
    A 1 6.349,28

    TÉCNICO JUDICIÁRIO
    13 5.810,50
    12 5.641,26
    11 5.476,96
    10 5.317,43
    9 5.162,55
    8 4.884,16
    7 4.741,90
    6 4.603,79
    5 4.469,70
    4 4.339,51
    3 4.105,50
    2 3.985,92
    1 3.869,82

    AUXILIAR JUDICIARIO

    13 3.441,20
    12 3.293,02
    11 3.151,22
    10 3.015,52
    9 2.885,66
    8 2.730,04
    7 2.612,49
    6 2.500,00
    5 2.392,33
    4 2.289,31
    3 2.165,86
    2 2.072,60
    1 1.983,34

    JUSTIFICAÇÃO

    O Projeto de Lei ora submetido à apreciação das Casas do Congresso Nacional visa a dar efetividade à previsão expressa no artigo 37, inciso X, da Constituição da República, mediante a reposição das perdas inflacionárias aos servidores do Poder Judiciário da União, decorrentes do não reajustamento de suas remunerações nos anos de 2007 a 2012, por meio da alteração da Lei n° 11.416, de 15 de dezembro de 2006.
    Cabe ressaltar que, a Lei n° 12.774, publicada em 28 de dezembro de 2012, promoveu um reajuste equivalente a 15,8% sobre as despesas com pessoal, a ser implementado de forma parcelada, nos três primeiros anos subseqüentes à sua publicação: 2013, 2014 e 2015, e que este índice foi oferecido a todas as categorias de servidores público federais, sem considerar, individualmente, as perdas inflacionárias de cada uma delas.
    Considerando-se a evolução dos índices de inflação no país, os efeitos da Lei 12.774, de 28 de dezembro de 2012, tendem apenas a recompor as perdas do período de sua implementação, desconsiderando, portanto, a corrosão inflacionária nos proventos dos servidores do Poder Judiciário da União, no período compreendido entre os anos de 2007 e 2012.
    Destaque-se também que, objetivando reduzir o impacto orçamentário, de forma a viabilizar a sua aprovação, a presente proposta prevê somente aumento nominal , por meio da atualização monetária dos vencimentos básicos pelos índices do IPCA, e não contempla reajustamento das funções e cargos comissionados ou ganho real.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8695
    Reputação : 245
    Data de inscrição : 14/07/2010

    REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI Empty Re: REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI

    Mensagem por darkshi em Ter 28 Maio 2013, 12:39 pm

    me respeite escreveu:
    darkshi escreveu:Bem lembrado subsidonow.
    O governo se quiser pode contra-argumentar de modo fácil um pedido de reposição de maneira fácil apenas escolhendo o período a ser analisado.
    Se pegar do PCS4 até hj, o governo está nos devendo. Mas se pegar do PCS3 até hj, a reposição está feita.

    Calma, calma, que não é tão simples assim.

    Em verdade, devemos diferenciar Aumento X Reposição Inflacionária.

    Em 2002 tivemos aumento, em 2006 também. Reposição inflacionária serve para, como o nome diz, repor perdas; e aumento, como o nome diz, pra adir algo, melhorar concretamente.

    concordo que devemos começar a nos mexer, caso contrario, seremos atropelados


    Olha, o que eu disse é basicamente que argumentos perfeitamente corretos e justos no nosso caso não fazem tanta diferença no fim das contas. Aprendemos isso com a proposta de subsidio. Tentamos dar de bandeja para a administração federal uma chance de sanear boa parte dos problemas de um poder inteiro e o interesse deles foi quase zero. Dizer que eles não sabiam, ou que o sindicato bloqueou depois de tudo o que fizemos é meio que inocência.

    Considero o argumento apresentado para a reposição inflacionária correta, justa e legal. O problema é que isto não vale de muita coisa na hora de negociar.
    O que temos que fazer é convencer o nosso verdadeiro patrão (hj ministro presidente do STF) que precisamos da reposição. O resto é justificativa de ato.

    Conteúdo patrocinado

    REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI Empty Re: REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA URGENTE - PROJETO DE LEI

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex 23 Ago 2019, 9:17 pm