PCS JÁ



    Tópico Geral

    avatar
    TécnicoJud
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 36
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 26/07/2013

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TécnicoJud em Ter 19 Nov 2013, 7:22 am

    Sr. Omar escreveu:A Najla foi certeira...

    Pessoal só há um caminho para acabar com o arrocho de 8 anos: GREVE, mas greve da seguinte maneira:
    1 - Ampla participação da categoria (Trib Superiores, STF, CNJ, Eleitoral, Federal, Trabalhista e TJDFT).
    2 - Entrega de FCs e CJs com a presença da imprensa.
    3 - Fechamento geral de protocolos, varas, cartórios, suspensão de audiências, TI, Contabilidade, RH etc etc etc...
    4 - União de antigos e novatos em busca de um PCS baseado em Subsídio, GD ou mesmo na velha VB + GAJ

    Uma greve assim faria o governo tirar da cartola uma proposta... faria o STF e o judiciário inteiro ficarem de joelhos para nós... Daria 1 semana pro judiciário ser visto que nem gente grande (Ciclo, RF, Câmara, Senado, TCU, MDIC etc etc etc...)

    Omar, você tem toda razão. Isso sim seria uma greve de verdade.
    Mas a gente sabe que isso, aqui no Judiciário, infelizmente, é um sonho.Basta notar nossos ambientes (péssimos) de trabalho.Não há coleguismo nem união. Não somos uma categoria unida...infelizmente...
    Entrega de FCs e CJs, moeda de barganha dos juízes, é quase impossível...
    Fechamento geral... existem juízes capazes de tudo...
    Antigos com novatos? Conheço colegas em final de carreira, nem tão antigos assim, reclamando do reenquadramento e de olho no retroativo... indignados...sendo que, muitos deles, logo no início de suas carreias, tiveram o que eles chamavam de "arrastão" e foram para o fim da carreira com menos de um ano de serviço...e agora estão reclamando de nosso reenquadramento com 02 níveis....
    Sinceramente, não sei onde vamos parar...
    CRAZYKONG
    CRAZYKONG
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 998
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 20/06/2012

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por CRAZYKONG em Ter 19 Nov 2013, 7:30 am

    Servidores criticam postura do governo em negociações sobre reajuste Sindicalistas acusam Executivo de transformar as discussões sobre reajuste salarial e reestruturação de carreiras em moeda de troca para campanha eleitoral
    Governo e líderes sindicais não se acertam nas discussões sobre a modernização das relações de trabalho no âmbito do Estado. Os grupos de trabalho (GT) criados para analisar a reestruturação das carreiras servem, de acordo com líderes das diversas categorias, para manter negociações de fachada. Reuniões são sucessivamente adiadas. A ordem seria manter as decisões em banho-maria até as eleições de 2014.

    O Ministério do Planejamento (Mpog) concorda que existem reestruturações necessárias, mas afirmou que as mudanças só ocorrerão no próximo governo. Segundo nota da assessoria de imprensa da pasta, algumas reuniões são adiadas, “porque necessitam de detalhamento para uma resposta qualificada. Mas o que foi dito e escrito não será desfeito”.

    “Está tudo parado, o governo não desenvolve. Tudo leva a crer que os secretários de Relações do Trabalho do Mpog serão colocados nos GTs para travar as negociações”, acusou Josemilton Costa, secretário-geral da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), que representa 80% do pessoal do Executivo. Para ele, usar reajuste de salário e reestruturação de carreira como moedas de troca eleitoral é uma estratégia perigosa. “O efeito será contrário. Vai criar uma revolta ainda maior em um público formador de opinião”.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    _________________
    "O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz sobre si a ruína." Provérbios 13:3
    sonhador
    sonhador
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 495
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 21/08/2012

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por sonhador em Ter 19 Nov 2013, 8:33 am

    TécnicoJud escreveu:
    Sr. Omar escreveu:A Najla foi certeira...

    Pessoal só há um caminho para acabar com o arrocho de 8 anos: GREVE, mas greve da seguinte maneira:
    1 - Ampla participação da categoria (Trib Superiores, STF, CNJ, Eleitoral, Federal, Trabalhista e TJDFT).
    2 - Entrega de FCs e CJs com a presença da imprensa.
    3 - Fechamento geral de protocolos, varas, cartórios, suspensão de audiências, TI, Contabilidade, RH etc etc etc...
    4 - União de antigos e novatos em busca de um PCS baseado em Subsídio, GD ou mesmo na velha VB + GAJ

    Uma greve assim faria o governo tirar da cartola uma proposta... faria o STF e o judiciário inteiro ficarem de joelhos para nós... Daria 1 semana pro judiciário ser visto que nem gente grande (Ciclo, RF, Câmara, Senado, TCU, MDIC etc etc etc...)
    Omar, você tem toda razão. Isso sim seria uma greve de verdade.
    Mas a gente sabe que isso, aqui no Judiciário, infelizmente, é um sonho.Basta notar nossos ambientes (péssimos) de trabalho.Não há coleguismo nem união. Não somos uma categoria unida...infelizmente...
    Entrega de FCs e CJs, moeda de barganha dos juízes, é quase impossível...
    Fechamento geral... existem juízes capazes de tudo...
    Antigos com novatos? Conheço colegas em final de carreira, nem tão antigos assim, reclamando do reenquadramento e de olho no retroativo... indignados...sendo que, muitos deles, logo no início de suas carreias, tiveram o que eles chamavam de "arrastão" e foram para o fim da carreira com menos de um ano de serviço...e agora estão reclamando de nosso reenquadramento com 02 níveis....
    Sinceramente, não sei onde vamos parar...


    Mas aí que está a questão: o cenário cogitado acima é totalmente fora da realidade. Alguém com frieza de ânimo acha realmente possível que ele aconteça? Conheço colegas que se perderem a FC2 ou FC5 "dão até tiro na própria cabeça", de tão desesperados que ficariam. E se algum colega entregar a FC ou mais ainda a CJ que receba, simplesmente vem outro feliz da vida e fica com ela. Simples assim. Algum tipo de mudança tem de vir de fora para dentro para que tenhamos alguma possibilidade de melhora. De dentro para fora, só existe um ritmo acelerado de implosão. Falo isso tudo com tristeza no coração, mas me parece a pura realidade.
    Fora que se juntar aos incorporadões mantendo esse modelo remuneratório falido não tem cabimento: outro mamutão?
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado em Ter 19 Nov 2013, 9:46 am

    sonhador escreveu:
    TécnicoJud escreveu:
    Sr. Omar escreveu:A Najla foi certeira...

    Pessoal só há um caminho para acabar com o arrocho de 8 anos: GREVE, mas greve da seguinte maneira:
    1 - Ampla participação da categoria (Trib Superiores, STF, CNJ, Eleitoral, Federal, Trabalhista e TJDFT).
    2 - Entrega de FCs e CJs com a presença da imprensa.
    3 - Fechamento geral de protocolos, varas, cartórios, suspensão de audiências, TI, Contabilidade, RH etc etc etc...
    4 - União de antigos e novatos em busca de um PCS baseado em Subsídio, GD ou mesmo na velha VB + GAJ

    Uma greve assim faria o governo tirar da cartola uma proposta... faria o STF e o judiciário inteiro ficarem de joelhos para nós... Daria 1 semana pro judiciário ser visto que nem gente grande (Ciclo, RF, Câmara, Senado, TCU, MDIC etc etc etc...)
    Omar, você tem toda razão. Isso sim seria uma greve de verdade.
    Mas a gente sabe que isso, aqui no Judiciário, infelizmente, é um sonho.Basta notar nossos ambientes (péssimos) de trabalho.Não há coleguismo nem união. Não somos uma categoria unida...infelizmente...
    Entrega de FCs e CJs, moeda de barganha dos juízes, é quase impossível...
    Fechamento geral... existem juízes capazes de tudo...
    Antigos com novatos? Conheço colegas em final de carreira, nem tão antigos assim, reclamando do reenquadramento e de olho no retroativo... indignados...sendo que, muitos deles, logo no início de suas carreias, tiveram o que eles chamavam de "arrastão" e foram para o fim da carreira com menos de um ano de serviço...e agora estão reclamando de nosso reenquadramento com 02 níveis....
    Sinceramente, não sei onde vamos parar...

    Mas aí que está a questão: o cenário cogitado acima é totalmente fora da realidade. Alguém com frieza de ânimo acha realmente possível que ele aconteça? Conheço colegas que se perderem a FC2 ou FC5 "dão até tiro na própria cabeça", de tão desesperados que ficariam. E se algum colega entregar a FC ou mais ainda a CJ que receba, simplesmente vem outro feliz da vida e fica com ela. Simples assim. Algum tipo de mudança tem de vir de fora para dentro para que tenhamos alguma possibilidade de melhora. De dentro para fora, só existe um ritmo acelerado de implosão. Falo isso tudo com tristeza no coração, mas me parece a pura realidade.
    Fora que se juntar aos incorporadões mantendo esse modelo remuneratório falido não tem cabimento: outro mamutão?
    Nem precisa ir tão longe. Não sei se abrange outros regionais, mas aqui no TRT4 a retirada da FC1 gerou um estardalhaço só. Se o que a Najla disse se concretizasse seria ótimo. Mas é mil vezes mais fácil acreditar na inocência dos mensaleiros do que nessa greve de proporções apocalípticas.

    Uma coisa está clara: incorporados e novatos são como óleo e água - nunca vão se misturar. Eles nunca irão aceitar o subsídio e nós cansamos de dar murro em ponta de faca fazendo greve pra aumentar VB. Acabou, o jogo agora é outro.

    Como só temos contra quem lutar (sindicatos, STF e governo), e nenhum aliado - a não ser Deus é claro - só nos resta rezar. E estudar....
    servidorTRE
    servidorTRE
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 194
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 11/06/2012

    Tópico Geral - Página 3 Empty CNJ

    Mensagem por servidorTRE em Ter 19 Nov 2013, 10:24 am

    Najla ou algum colega sabe dizer quando será a próxima reunião do CNJ (sobre o julgamento do projeto de criação de cargos na JE) ?
    camirecas
    camirecas
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAAECJE
    Mensagens : 1546
    Reputação : 76
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por camirecas em Ter 19 Nov 2013, 11:10 am

    PaladinoRS escreveu:
    sonhador escreveu:
    TécnicoJud escreveu:
    Sr. Omar escreveu:A Najla foi certeira...

    Pessoal só há um caminho para acabar com o arrocho de 8 anos: GREVE, mas greve da seguinte maneira:
    1 - Ampla participação da categoria (Trib Superiores, STF, CNJ, Eleitoral, Federal, Trabalhista e TJDFT).
    2 - Entrega de FCs e CJs com a presença da imprensa.
    3 - Fechamento geral de protocolos, varas, cartórios, suspensão de audiências, TI, Contabilidade, RH etc etc etc...
    4 - União de antigos e novatos em busca de um PCS baseado em Subsídio, GD ou mesmo na velha VB + GAJ

    Uma greve assim faria o governo tirar da cartola uma proposta... faria o STF e o judiciário inteiro ficarem de joelhos para nós... Daria 1 semana pro judiciário ser visto que nem gente grande (Ciclo, RF, Câmara, Senado, TCU, MDIC etc etc etc...)
    Omar, você tem toda razão. Isso sim seria uma greve de verdade.
    Mas a gente sabe que isso, aqui no Judiciário, infelizmente, é um sonho.Basta notar nossos ambientes (péssimos) de trabalho.Não há coleguismo nem união. Não somos uma categoria unida...infelizmente...
    Entrega de FCs e CJs, moeda de barganha dos juízes, é quase impossível...
    Fechamento geral... existem juízes capazes de tudo...
    Antigos com novatos? Conheço colegas em final de carreira, nem tão antigos assim, reclamando do reenquadramento e de olho no retroativo... indignados...sendo que, muitos deles, logo no início de suas carreias, tiveram o que eles chamavam de "arrastão" e foram para o fim da carreira com menos de um ano de serviço...e agora estão reclamando de nosso reenquadramento com 02 níveis....
    Sinceramente, não sei onde vamos parar...
    Mas aí que está a questão: o cenário cogitado acima é totalmente fora da realidade. Alguém com frieza de ânimo acha realmente possível que ele aconteça? Conheço colegas que se perderem a FC2 ou FC5 "dão até tiro na própria cabeça", de tão desesperados que ficariam. E se algum colega entregar a FC ou mais ainda a CJ que receba, simplesmente vem outro feliz da vida e fica com ela. Simples assim. Algum tipo de mudança tem de vir de fora para dentro para que tenhamos alguma possibilidade de melhora. De dentro para fora, só existe um ritmo acelerado de implosão. Falo isso tudo com tristeza no coração, mas me parece a pura realidade.
    Fora que se juntar aos incorporadões mantendo esse modelo remuneratório falido não tem cabimento: outro mamutão?
    Nem precisa ir tão longe. Não sei se abrange outros regionais, mas aqui no TRT4 a retirada da FC1 gerou um estardalhaço só. Se o que a Najla disse se concretizasse seria ótimo. Mas é mil vezes mais fácil acreditar na inocência dos mensaleiros do que nessa greve de proporções apocalípticas.

    Uma coisa está clara: incorporados e novatos são como óleo e água - nunca vão se misturar. Eles nunca irão aceitar o subsídio e nós cansamos de dar murro em ponta de faca fazendo greve pra aumentar VB. Acabou, o jogo agora é outro.

    Como só temos contra quem lutar (sindicatos, STF e governo), e nenhum aliado - a não ser Deus é claro - só nos resta rezar. E estudar....
    Temos que concentrar neurônios na elaboração de um plano que cause o mínimo de prejuízo aos técnicos. Sem isso, acho difícil um consenso na classe! Analista é quase certo que com subsídio, GD ou outro modelo haverá uma valorização para a grande maioria (um outro poderá sofrer linha de corte). Agora, técnicos já pega um pouco porque muitos com a tabela antiga do subsídio já estavam passando do último nível, e aí? Não gosto muito do antes eles do que eu! Prefiro debatermos e encontrarmos uma alternativa. As cartas estão lançadas, vamos ficar só aqui no fórum?
    Exterminador
    Exterminador
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : OJAF
    Mensagens : 744
    Reputação : 13
    Data de inscrição : 14/07/2010
    Localização : TRT 14ª Reg.

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Exterminador em Ter 19 Nov 2013, 11:18 am

    VANDER DE PAULA escreveu:
    PaladinoRS escreveu:
    andre3107 escreveu:Fenajufe vai ao Senado buscar apoio contra a PEC 59/2013, que cria o Estatuto dos Servidores do Judiciário

    Em continuidade à luta contra a aprovação da PEC 59/2013, que dispõe sobre o estatuto dos servidores do Poder Judiciário, os coordenadores da Fenajufe, João Batista e Eugênia Lacerda, estiveram reunidos nesta segunda-feira (18/11) com o líder do PT no Congresso, senador José Pimentel (PT/CE). Na ocasião eles apresentaram a posição contrária da Federação a esta proposta que está em tramitação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado.

    Na audiência, João Batista e Eugênia Lacerda deixaram claro que a Fenajufe é contra a PEC 59/2013, conforme deliberação da sua reunião ampliada, realizada no dia 10 de novembro. Eles argumentaram que hão houve um debate aprofundado e aberto com todos os envolvidos até o momento, o que acabou provocando um desconhecimento por parte dos parlamentares com relação às posições e preocupações de grande parte dos servidores do Judiciário, tanto da União como dos estados. O próprio senador Pimentel levantou um dos possíveis problemas, que seria a questão do reajuste salarial nos mesmos parâmetros para todos. Segundo ele, “qualquer aumento de salário nesse sentido precisaria da anuência de todos os governadores”. Isso, sem dúvida, engessaria demais as negociações.  

    Outra preocupação apontada pelos representantes da Fenajufe é a perda de direitos. Eles destacaram que os servidores do Poder Judiciário da União não têm interesse em deixar o Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Civis da União (Lei nº 8.112, de 1990), mantendo-se assim em unidade com os servidores públicos dos demais Poderes da República. O mesmo ocorre em vários Estados, onde os servidores dos Tribunais de Justiça também não abrem mão dos direitos positivados em lei, nem da unidade com os servidores dos outros Poderes, em seus estatutos estaduais.

    No mesmo dia os dirigentes da Fenajufe foram recebidos por Maria Cléia Santos de Oliveira e Karina Bernardino Lesch, assessoras do senador Valdir Raupp (PMDB/RO), que é relator da matéria na CCJ e em breve receberá a Fenajufe para tratar do assunto. Eles colocaram as mesmas questões da audiência com José Pimentel e ouviram de Karina Lesch a afirmação de que o Senado não mostra nenhuma tendência de aprovar a isonomia salarial, que é um argumentos utilizados por defensores da PEC 59/2013 junto a algumas bases de servidores do Judiciário Estadual.

    "Nas audiências, alertamos sobre a perda de direitos para os dois segmentos em caso de aprovação do Estatuto Único, tanto os servidores do Judiciário Estadual com a perda de um processo célere de aprovação de cargos e salários, além de outros benefícios que os federais não têm (anuênios, licença-prêmio e outros), como os servidores do Judiciário Federal com a saída das leis 8.112/90 e 11.416/2006”, afirmou João Batista.  Ele disse ainda que, com essa PEC, sem fazer o debate necessário na base dos sindicatos, há mais perdedores do que ganhadores. Reforçando a preocupação com essas questões, Maria Eugênia enfatizou que é fundamental que, além da Fenajufe, seus sindicatos de base e todos os servidores do Judiciário Federal devem se esforçar para que a PEC 59/2013 seja rejeitada no Senado.

    Os trabalhos da Fenajufe no Senado continuam nesta terça-feira (19/11), quando deve acontecer audiência com o senador Antonio Carlos Valadares (PSB/SE). Além disso, há contatos da Federação em busca de audiências com outras lideranças do Senado, sobretudo os membros da CCJ.

    Campanha pela rejeição da PEC 59/2013

    A Fenajufe orienta os sindicatos filiados e toda a categoria a também pressionarem imediatamente os senadores para que votem contra a aprovação desta PEC. Será fundamental que todos façam uma campanha com os senadores nos estados para explicar os motivos para não aprovação da PEC 59/2013 e abra um diálogo maior com as entidades dos servidores estaduais explicando os prejuízos que podem ocorrer para os trabalhadores do Judiciário Federal e Estadual com a criação do estatuto, principalmente dos direitos que podem ser retirados tanto no Judiciário Federal quanto no Estadual, inclusive redução das remunerações.

    Além disso, a Federação organizou uma campanha pela Internet e orienta os sindicatos e toda a categoria a pressionar previamente os senadores também por meio de mensagem eletrônica. Para participar basta clicar aqui, preencher nome e email, e enviar uma carta simultaneamente a todos os senadores solicitando a rejeição da PEC 59/2013.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Ao que tudo indica a Fenajufe já sabe que vai perder, só não sabe quando. Enquanto detinha o poder de fulminar a carreira querendo empurrar o mamutão tava morrendo de rir. Agora, vem pedindo arrego com medo da PEC ser aprovada. Até o Poli que era braço forte mudou de lado.

    A morte se aproxima que o desespero faz os "representantes" buscarem outras mentiras para enganar o pessoal. Daqui há pouco, de tanto enviar delegados pra isso ou aquilo, vai acabar saindo dos quadros do judiciário e indo para a polícia federal.

    A lenga lenga é sempre a mesma. Vamos perder direitos! E quem não tem direitos, vai perder o quê? Como eu e muitos outros já disseram aqui: chegamos ao fundo do poço, não temos mais o que perder. Diferentemente dos incorporados, o que vier pra nós vai ser lucro.

    Que venha a PEC, que seja logo aprovada e que possamos enfim começar a discutir uma carreira de verdade.
    Muito bom!

    Tudo o que vier é lucro, principalmente a derrocada da Fenajufe, defensora de incorporados..

    "Quem não tem nada, não tem nada a perder"
    O único cenário em que a PEC 59/2013 poderia implicar uma "derrocada da Fenajufe" seria se o projeto de lei de inciativa do STF fosse modificado no congresso impondo uma politica salarial única para a justiça estadual e federal. Neste cenário (assustador, já que os estaduais, com poucas exceções, recebem bem menos que nós), haveria a integração à Fenajufe dos sindicatos da judiciário estadual, dando origem a uma nova entidade. A questão é: seria esta entidade necessariamente melhor do que a Fenajufe? Se for pelo peso da representação dos "incorporados" nos sindicatos, certamente não, já que nos judiciários estaduais os privilégios decorrentes de "direitos históricos" são ainda maiores que no PJU. Além do mais, a lógica nos diz que quanto menor uma carreira, maior a possibilidade de que consiga emplacar um plano, já que o peso no orçamento será muito menor. Se a Fenajufe já não consegue mobilizar sequer os servidores do PJU, imagine de todo o judiciário...  Nem o Freddy Krueger seria capaz de imaginar semelhante pesadelo. Afinal, sou oposição a direção do sindicato, que privilegia uma pequena minoria, em detrimento dos servidores mais recentes. Mas jamais me alegraria com o enfraquecimento dos sindicatos, enquanto instituição, já que isto tampouco agregaria nada a melhoria da situação em que estamos.
    Najla
    Najla
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4436
    Reputação : 50
    Data de inscrição : 07/08/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Najla em Ter 19 Nov 2013, 11:29 am

    Exterminador escreveu:
    "Quem não tem nada, não tem nada a perder" O único cenário em que a PEC 59/2013 poderia implicar uma "derrocada da Fenajufe" seria se o projeto de lei de inciativa do STF fosse modificado no congresso impondo uma politica salarial única para a justiça estadual e federal. Neste cenário (assustador, já que os estaduais, com poucas exceções, recebem bem menos que nós), haveria a integração à Fenajufe dos sindicatos da judiciário estadual, dando origem a uma nova entidade. A questão é: seria esta entidade necessariamente melhor do que a Fenajufe? Se for pelo peso da representação dos "incorporados" nos sindicatos, certamente não, já que nos judiciários estaduais os privilégios decorrentes de "direitos históricos" são ainda maiores que no PJU. Além do mais, a lógica nos diz que quanto menor uma carreira, maior a possibilidade de que consiga emplacar um plano, já que o peso no orçamento será muito menor. Se a Fenajufe já não consegue mobilizar sequer os servidores do PJU, imagine de todo o judiciário...  Nem o Freddy Krueger seria capaz de imaginar semelhante pesadelo. Afinal, sou oposição a direção do sindicato, que privilegia uma pequena minoria, em detrimento dos servidores mais recentes. Mas jamais me alegraria com o enfraquecimento dos sindicatos, enquanto instituição, já que isto tampouco agregaria nada a melhoria da situação em que estamos.
    Exterminador,

    Vc foi no ponto essencial. Parabéns. like like like 


    _________________
    Não espere por ninguém. Faça a sua parte.
    Exterminador
    Exterminador
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : OJAF
    Mensagens : 744
    Reputação : 13
    Data de inscrição : 14/07/2010
    Localização : TRT 14ª Reg.

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Exterminador em Ter 19 Nov 2013, 11:32 am

    camirecas escreveu:
    PaladinoRS escreveu:
    sonhador escreveu:
    TécnicoJud escreveu:Omar, você tem toda razão. Isso sim seria uma greve de verdade.
    Mas a gente sabe que isso, aqui no Judiciário, infelizmente, é um sonho.Basta notar nossos ambientes (péssimos) de trabalho.Não há coleguismo nem união. Não somos uma categoria unida...infelizmente...
    Entrega de FCs e CJs, moeda de barganha dos juízes, é quase impossível...
    Fechamento geral... existem juízes capazes de tudo...
    Antigos com novatos? Conheço colegas em final de carreira, nem tão antigos assim, reclamando do reenquadramento e de olho no retroativo... indignados...sendo que, muitos deles, logo no início de suas carreias, tiveram o que eles chamavam de "arrastão" e foram para o fim da carreira com menos de um ano de serviço...e agora estão reclamando de nosso reenquadramento com 02 níveis....
    Sinceramente, não sei onde vamos parar...
    Mas aí que está a questão: o cenário cogitado acima é totalmente fora da realidade. Alguém com frieza de ânimo acha realmente possível que ele aconteça? Conheço colegas que se perderem a FC2 ou FC5 "dão até tiro na própria cabeça", de tão desesperados que ficariam. E se algum colega entregar a FC ou mais ainda a CJ que receba, simplesmente vem outro feliz da vida e fica com ela. Simples assim. Algum tipo de mudança tem de vir de fora para dentro para que tenhamos alguma possibilidade de melhora. De dentro para fora, só existe um ritmo acelerado de implosão. Falo isso tudo com tristeza no coração, mas me parece a pura realidade.
    Fora que se juntar aos incorporadões mantendo esse modelo remuneratório falido não tem cabimento: outro mamutão?
    Nem precisa ir tão longe. Não sei se abrange outros regionais, mas aqui no TRT4 a retirada da FC1 gerou um estardalhaço só. Se o que a Najla disse se concretizasse seria ótimo. Mas é mil vezes mais fácil acreditar na inocência dos mensaleiros do que nessa greve de proporções apocalípticas.

    Uma coisa está clara: incorporados e novatos são como óleo e água - nunca vão se misturar. Eles nunca irão aceitar o subsídio e nós cansamos de dar murro em ponta de faca fazendo greve pra aumentar VB. Acabou, o jogo agora é outro.

    Como só temos contra quem lutar (sindicatos, STF e governo), e nenhum aliado - a não ser Deus é claro - só nos resta rezar. E estudar....
    Temos que concentrar neurônios na elaboração de um plano que cause o mínimo de prejuízo aos técnicos. Sem isso, acho difícil um consenso na classe! Analista é quase certo que com subsídio, GD ou outro modelo haverá uma valorização para a grande maioria (um outro poderá sofrer linha de corte). Agora, técnicos já pega um pouco porque muitos com a tabela antiga do subsídio já estavam passando do último nível, e aí? Não gosto muito do antes eles do que eu! Prefiro debatermos e encontrarmos uma alternativa. As cartas estão lançadas, vamos ficar só aqui no fórum?
    Tabela antiga do subsídio? Maninho, não esquente com isso não, a antiga proposta foi (infelizmente) derrotada e serve, no máximo, como um parâmetro. Quando o subsídio voltar a ser proposto novamente, em projeto de lei ou emenda a projeto, certamente haverá uma tabela atualizada, ok?
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8695
    Reputação : 245
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por darkshi em Ter 19 Nov 2013, 12:34 pm

    É tamanha a obviedade que boa parte (inclusive eu) deixou passar.

    Não. Não é pelo medo do subsidio que a Fenajufe é contra a PEC 59.

    Muitos estão vendo nas entrelinhas das motivações da oposição a PEC pela Fenajufe como sendo um indicador de uma ampla reforma na tabela salarial. Errado!
    Também não é por medo de perder direitos históricos. Dificilmente o STF vá criar um estatuo sensivelmente inferior a 8112.
    O problema é politico. Com um estatuto unificado, a Fenajufe e a Fenajud terão que ser fundidas. Afinal de contas, não fará mais sentido ter duas federações representando servidores de modo separado sendo que eles foram unificados.
    E o problema, para a Fenajufe, é matemático. Nós somos 120 mil servidores. Eles são mais de 250 mil. A representação sindical dentro desta nova federação irá pender para os servidores dos estados e irá diminuir o poder da atual situação da fenajufe.

    Bem, pessoalmente não vejo problemas nisto. A fenajufe tem uns 8 anos que não serve para nada.


    Mestre dos Magos!
    Mestre dos Magos!
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4045
    Reputação : 396
    Data de inscrição : 08/07/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Mestre dos Magos! em Ter 19 Nov 2013, 1:36 pm

    darkshi escreveu: A fenajufe tem uns 8 anos que não serve para nada.

    Serve sim.


    Serve para a manutenção do status quo, onde o de cima sobe e o debaixo desce.


    Segue o cortejo!
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8695
    Reputação : 245
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por darkshi em Ter 19 Nov 2013, 2:03 pm

    ZE COMEIA escreveu:
    darkshi escreveu: A fenajufe tem uns 8 anos que não serve para nada.
    Serve sim.


    Serve para a manutenção do status quo, onde o de cima sobe e o debaixo desce.


    Segue o cortejo!
    E este é o medo deles.
    Com a Fenajud sendo maioria, iriam brigar pela equiparação dos estados com o PJU. Iria ser uma briga eterna e arrocho pelo resto da vida!
    fabiomodel
    fabiomodel
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1059
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 14/08/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por fabiomodel em Ter 19 Nov 2013, 2:38 pm

    Por outro lado não faria sentido reajustes diferenciados. Assim como seria mais difícil um reajuste diferenciado para o PJU em uma futura reestruturação de carreira, não acredito ser viável um reajuste somente para os estados. A tendência será reajustes uniformes, e aí que entra a incógnita: de quanto será esse reajuste? Com a força dos estados provavelmente teremos ao menos a inflação, através de uma data-base. O problema é que o salário atual está defasado, e o emplacar um novo plano antes desse estatuto é quase impossível.

    darkshi escreveu:
    ZE COMEIA escreveu:
    darkshi escreveu: A fenajufe tem uns 8 anos que não serve para nada.
    Serve sim.


    Serve para a manutenção do status quo, onde o de cima sobe e o debaixo desce.


    Segue o cortejo!
    E este é o medo deles.
    Com a Fenajud sendo maioria, iriam brigar pela equiparação dos estados com o PJU. Iria ser uma briga eterna e arrocho pelo resto da vida!
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8695
    Reputação : 245
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por darkshi em Ter 19 Nov 2013, 2:45 pm

    fabiomodel escreveu:Por outro lado não faria sentido reajustes diferenciados. Assim como seria mais difícil um reajuste diferenciado para o PJU em uma futura reestruturação de carreira, não acredito ser viável um reajuste somente para os estados. A tendência será reajustes uniformes, e aí que entra a incógnita: de quanto será esse reajuste? Com a força dos estados provavelmente teremos ao menos a inflação através de uma data-base. O problema é que o salário atual está defasado, e o ideal seria emplacar um novo plano antes desse estatuto.
    Pq não seria? Não existe razão para um aumento seja necessariamente linear.

    Pior. Um aumento linear em uma carreira única é uma das maiores injustiças que existe, pq concentra os maiores aumentos nos que já recebem mais. Aumentando o fosso das diferenças entre as diferentes carreiras.

    É claro que a Fenajud dentro da Fenajufe iria brigar por um ultra mamute, equiparando todo mundo. E é claro, dando um reajuste ridículo para quem está no topo e um grande aumento para quem está na base.

    Contudo isto não é um problema per si. O problema todo mundo já sabe. Não adianta dar uma conta cara para o governo, ele não irá pagar.


    Mas isto não é o problema. Não para a Fenajufe.

    Se o salário fosse o problema pra eles, teriam aceito a GD ou o subsidio no ultimo PCS. O problema para eles com esta PEC é que ela é, na pratica, a derrota politica da atual situação. Pq de uma hora para outra a maioria (que já é uma maioria frágil depois das ultimas eleições sindicais) passaria para ser uma minoria inexpressiva.


    Para nós o que isto significa? Acho que nada.
    Não acho que uma carreira unificada iria para frente. E esta nova fenajufe será menos atuante que a atual.
    Anaju99
    Anaju99
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 560
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 25/08/2011
    Idade : 50
    Localização : Porto Alegre

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Anaju99 em Ter 19 Nov 2013, 2:58 pm

    Não estamos, atualmente, sobre a égide da 8.112? E estamos recebendo igual entre União e Estados? É os servidores do executivo da União e dos Estados recebem igual? Recebem reajuste linear entre União e Estados? Logo, novo estatuto específico para servidores do Judiciário não resultará em reajuste linear, até porque seria inconstitucional, pois afetaria a autonomia dos Estados.

    fabiomodel escreveu:Por outro lado não faria sentido reajustes diferenciados. Assim como seria mais difícil um reajuste diferenciado para o PJU em uma futura reestruturação de carreira, não acredito ser viável um reajuste somente para os estados. A tendência será reajustes uniformes, e aí que entra a incógnita: de quanto será esse reajuste? Com a força dos estados provavelmente teremos ao menos a inflação, através de uma data-base. O problema é que o salário atual está defasado, e o emplacar um novo plano antes desse estatuto é quase impossível.

    darkshi escreveu:
    ZE COMEIA escreveu:
    darkshi escreveu: A fenajufe tem uns 8 anos que não serve para nada.
    Serve sim.


    Serve para a manutenção do status quo, onde o de cima sobe e o debaixo desce.


    Segue o cortejo!
    E este é o medo deles.
    Com a Fenajud sendo maioria, iriam brigar pela equiparação dos estados com o PJU. Iria ser uma briga eterna e arrocho pelo resto da vida!
    camirecas
    camirecas
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAAECJE
    Mensagens : 1546
    Reputação : 76
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por camirecas em Ter 19 Nov 2013, 3:05 pm

    darkshi escreveu:É tamanha a obviedade que boa parte (inclusive eu) deixou passar.

    Não. Não é pelo medo do subsidio que a Fenajufe é contra a PEC 59.

    Muitos estão vendo nas entrelinhas das motivações da oposição a PEC pela Fenajufe como sendo um indicador de uma ampla reforma na tabela salarial. Errado!
    Também não é por medo de perder direitos históricos. Dificilmente o STF vá criar um estatuo sensivelmente inferior a 8112.
    O problema é politico. Com um estatuto unificado, a Fenajufe e a Fenajud terão que ser fundidas. Afinal de contas, não fará mais sentido ter duas federações representando servidores de modo separado sendo que eles foram unificados.
    E o problema, para a Fenajufe, é matemático. Nós somos 120 mil servidores. Eles são mais de 250 mil. A representação sindical dentro desta nova federação irá pender para os servidores dos estados e irá diminuir o poder da atual situação da fenajufe.

    Bem, pessoalmente não vejo problemas nisto. A fenajufe tem uns 8 anos que não serve para nada.



    Possa ser que eu esteja equivocado, mas o estatuto tende a unificar o Poder e não fundir as carreiras. Continuará existindo a Justiça Federal e a Estadual, cada uma com seus servidores. Até por que as carreiras possuem chefes diferentes. Assim como não será um cargo único, cada ente terá suas especificidades e remuneração. Será delimitado os cargos que fazem parte do Poder Judiciário do Brasil. Poderemos ter modelo remuneratório idêntico, mas remuneração acredito que não por que fere a autonomia dos entes, principalmente dos estados. Acredito até que possam estabelecer teto, agora a remuneração em si, acho difícil. Sendo assim, cada federação continuará com seu bolo de servidores.
    Najla
    Najla
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4436
    Reputação : 50
    Data de inscrição : 07/08/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Najla em Ter 19 Nov 2013, 4:20 pm

    servidorTRE escreveu:Najla ou algum colega sabe dizer quando será a próxima reunião do CNJ (sobre o julgamento do projeto de criação de cargos na JE) ?
    A reunião será no dia 02/12.

    Esse projeto tá parado no CNJ e a relatora não deixa andar.

    A CL conversou com a relatora e o entendimento de alguns é que esse projeto só vai andar quando a resolução sobre a uniformização de cargos no PJU for publicada.


    _________________
    Não espere por ninguém. Faça a sua parte.
    viniloi
    viniloi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 712
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por viniloi em Ter 19 Nov 2013, 6:50 pm

    Fenajufe pede rejeição da PEC 59/2013. Estatuto do Judiciário é um retrocesso.
    Publicado em Terça, 19 Novembro 2013 19:35 | Imprimir | E-mail | Acessos: 70
    Submit to Facebook Submit to Google Bookmarks Submit to Twitter Submit to LinkedIn
    Nesta terça-feira (19/11), o coordenador da Fenajufe, Roberto Ponciano, reuniu-se com o senador Antônio Carlos Valadares (PSB/SE) para expor a posição contrária da Federação à PEC 59/2013, que dispõe sobre o estatuto dos servidores do Poder Judiciário e pedir seu voto contrário. Esta proposta foi aprovada na Câmara e está em tramitação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, sob a relatoria do senador Valdir Raupp (PMDB/RO).

    Na audiência, que também contou com a presença da assessora jurídica do senador, Alba Valéria Fontes Leite, o coordenador da Fenajufe argumentou que esta PEC simplesmente dá um cheque em branco para que o STF (Supremo Tribunal Federal) elabore, no prazo de 360 dias, um estatuto para os servidores do Poder Judiciário nos âmbitos federal e estaduais, como em todas as propostas que saem do STF há uma comissão "paritária" em que não há paridade nenhuma, 90% da representação é do Supremo, tal estatuto só serviria para retirar direitos dos trabalhadores.

    Na avaliação de Ponciano, a PEC, da maneira como está, inclusive não serve aos trabalhadores do Judiciário Estadual, já que para ser aprovada ela já abriu mão da isonomia. Ela só seria uma barreira para qualquer projeto de mudança da carreira, haja vista que, se aprovada, além da anuência dos Presidentes de todos os Tribunais superiores, nossos projetos, o de todos os servidores, teriam que passar por todos os Governadores de Estado e todos os Presidentes de TJs, levando a uma morosidade que só serviria para evitar nossas conquistas. Nem os servidores estaduais ganhariam, pois retirada a isonomia, considerada já "inconstitucional pelo pacto federativo", todos os direitos que vários estados ainda mantém seriam perdidos, como Licença-prêmio, anuênio, quinquênios, quintos.

    Para o dirigente da Fenajufe, o projeto é uma verdadeira Caixa de Pandora e os servidores do Judiciário Estadual não atentaram ainda para isto. "Todos os 26 sindicatos e os 26 estados que compõem a Fenajufe são unânimes na condenação da PEC 59, aqui falo em nome de 150 mil trabalhadores", ponderou Ponciano. Ele lembrou ainda que esta proposição, na verdade, coloca a política salarial regulamentada por proposta de emenda à Constituição, no que teve a concordância do senador. “Estão usando e abusando das PECs, inclusive para aumentar despesas no setor público”, comentou Valadares e o Governo já se manifestou contra este tipo de artifício.

    Ponciano frisou outro aspecto importante. Segundo ele, “agora que foi retirada a possibilidade de isonomia salarial, esta PEC não faz mais sentido, pois era esse o principal argumento utilizado pelos seus defensores, agora, a PEC só serve para nos tirar da Lei 8112, nos tirar da luta conjunta dos servidores e retirar direitos dos trabalhadores”.

    Texto de Eduardo Wendhausen Ramos



    SE JÁ DISSERAM QUE NÃO TEM COMO O ESTATUTO TRATAR DE SALÁRIO, POR QUE A FENAJUFE ESTÁ TÃO DESESPERADA TENTANDO DERRUBAR O PL NO SENADO?


    ESTÃO FALANDO O TEMPO TODO: ESSE ESTATUTO PODE NOS TIRAR DIREITOS. MAS QUE DIREITOS SÃO ESSES? SÓ SE FOR A LICENÇA CAPACITAÇÃO? É Q ÚNICA COISA QUE TEMOS DE INTERESSANTE NA 8112.


    TEM CAROÇO NESSE ANGU. ESSA HISTORINHA DE RETIRAR DIREITOS, MAS NÃO EXPLICITÁ-LOS QUAIS SÃO ESTÁ MAIS ME PARECENDO QUE ESTÃO TRATANDO DA INCORPORAÇÃO, BEM COMO DA GAE E GAS.

    QUE TAL A FENAJUFE ENUMERAR QUAIS SÃO ESSES DIREITOS?


    EUGÊNIA OU NAJLA? PODERIAM DAR UMA LUZ?


    MUITO ESTRANHO.
    magmontal
    magmontal
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 514
    Reputação : 6
    Data de inscrição : 31/08/2011
    Localização : PJU

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por magmontal em Ter 19 Nov 2013, 7:10 pm

    19/11/2013 - 20h40
    Dilma fecha acordo para não votar pauta-bomba no Congresso até 2014

    TAI NALON
    JULIA BORBA
    DE BRASÍLIA


    A presidente Dilma Rousseff fechou nesta terça-feira (19) acordo para não votar até o segundo semestre de 2014 nenhum projeto na Câmara e no Senado que representem impacto nas contas públicas.

    Dilma convocou reunião do conselho político, que reúne líderes e presidentes de partidos, além de sua equipe de ministros responsáveis pela articulação do governo, para tentar barrar "bombas fiscais" como propostas de emendas à Constituição que cria o piso salarial para servidores policiais, a que prorroga os benefícios para a Zona Franca de Manaus, além de um projeto com reajuste para o Judiciário.

    Os congressistas presentes assinaram documento com o compromisso de "respaldo à manutenção dos sólidos fundamentos fiscais e monetários do país".

    "Estes fundamentos são imprescindíveis para dar continuidade aos programas governamentais de desenvolvimento sustentável, com distribuição de renda, geração de empregos e inclusão social", diz a nota.

    "É preciso zelar pelo cumprimento das metas fiscais acordadas no Orçamento e na LDO. Por isso, tomamos a decisão de não apoiar matérias que impliquem, neste momento, aumento de gastos ou redução da receita orçamentária", diz ainda o documento.

    Dilma tem sido ainda aconselhada a vocalizar empenho na área fiscal, numa tentativa de recuperar a credibilidade do governo no setor.

    Alguns de seus conselheiros, como o ex-ministro Delfim Netto, defendem que ela vá além do discurso e assuma publicamente compromisso de que seu governo atingirá uma meta de superavit primário de 2% do PIB --neste ano, a meta oficial é de 2,3% do PIB.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Najla
    Najla
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4436
    Reputação : 50
    Data de inscrição : 07/08/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Najla em Ter 19 Nov 2013, 7:21 pm

    viniloi escreveu:

    SE JÁ DISSERAM QUE NÃO TEM COMO O ESTATUTO TRATAR DE SALÁRIO, POR QUE A FENAJUFE ESTÁ TÃO DESESPERADA TENTANDO DERRUBAR O PL NO SENADO?


    ESTÃO FALANDO O TEMPO TODO: ESSE ESTATUTO PODE NOS TIRAR DIREITOS. MAS QUE DIREITOS SÃO ESSES? SÓ SE FOR A LICENÇA CAPACITAÇÃO? É Q ÚNICA COISA QUE TEMOS DE INTERESSANTE NA 8112.


    TEM CAROÇO NESSE ANGU. ESSA HISTORINHA DE RETIRAR DIREITOS, MAS NÃO EXPLICITÁ-LOS QUAIS SÃO ESTÁ MAIS ME PARECENDO QUE ESTÃO TRATANDO DA INCORPORAÇÃO, BEM COMO DA GAE E GAS.

    QUE TAL A FENAJUFE ENUMERAR QUAIS SÃO ESSES DIREITOS?


    EUGÊNIA OU NAJLA? PODERIAM DAR UMA LUZ?


    MUITO ESTRANHO.
    Oi, Vini.

    Retirar quaisquer direitos que ainda nos restaram: jornada de trabalho de seis ou sete hs, licença capacitação, recesso no final de ano, entre outros.
    Pode impor metas de produtividade sem contrapartida de salários, pode dificultar ainda mais a remoção e a redistribuição e por aí vai.

    Podemos ser pegos como exemplos para todo o funcionalismo, exemplo de como fazer uma categoria render o máximo, recebendo o mínimo de remuneração.

    Temos problemas com essa palavra "Direitos", mas devemos superar isso, nem tudo tem a ver com incorporações. Aliás, estas estão bem garantidas pela constituição.
    Nós, como diz o colega, os chineludos, tb temos alguns direitos e esses podem se perder com o novo estatudo. O pessoal dos estados que ainda têm licença prêmio, anuênios entre outros direitos, correm o risco de perdê-los todos. Ou vc acha que nós seremos agraciados com algum desses direitos?

    Eu sou pessimista em relação a essa pec. Não espero nada de bom.


    _________________
    Não espere por ninguém. Faça a sua parte.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado em Ter 19 Nov 2013, 7:34 pm

    viniloi escreveu:Fenajufe pede rejeição da PEC 59/2013. Estatuto do Judiciário é um retrocesso.
    Publicado em Terça, 19 Novembro 2013 19:35 | Imprimir | E-mail | Acessos: 70
    Submit to Facebook  Submit to Google Bookmarks  Submit to Twitter  Submit to LinkedIn
    Nesta terça-feira (19/11), o coordenador da Fenajufe, Roberto Ponciano, reuniu-se com o senador Antônio Carlos Valadares (PSB/SE) para expor a posição contrária da Federação à PEC 59/2013, que dispõe sobre o estatuto dos servidores do Poder Judiciário e pedir seu voto contrário. Esta proposta foi aprovada na Câmara e está em tramitação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, sob a relatoria do senador Valdir Raupp (PMDB/RO).

    Na audiência, que também contou com a presença da assessora jurídica do senador, Alba Valéria Fontes Leite, o coordenador da Fenajufe argumentou que esta PEC simplesmente dá um cheque em branco para que o STF (Supremo Tribunal Federal) elabore, no prazo de 360 dias, um estatuto para os servidores do Poder Judiciário nos âmbitos federal e estaduais, como em todas as propostas que saem do STF há uma comissão "paritária" em que não há paridade nenhuma, 90% da representação é do Supremo, tal estatuto só serviria para retirar direitos dos trabalhadores.

    Na avaliação de Ponciano, a PEC, da maneira como está, inclusive não serve aos trabalhadores do Judiciário Estadual, já que para ser aprovada ela já abriu mão da isonomia. Ela só seria uma barreira para qualquer projeto de mudança da carreira, haja vista que, se aprovada, além da anuência dos Presidentes de todos os Tribunais superiores, nossos projetos, o de todos os servidores, teriam que passar por todos os Governadores de Estado e todos os Presidentes de TJs, levando a uma morosidade que só serviria para evitar nossas conquistas. Nem os servidores estaduais ganhariam, pois retirada a isonomia, considerada já "inconstitucional pelo pacto federativo", todos os direitos que vários estados ainda mantém seriam perdidos, como Licença-prêmio, anuênio, quinquênios, quintos.

    Para o dirigente da Fenajufe, o projeto é uma verdadeira Caixa de Pandora e os servidores do Judiciário Estadual não atentaram ainda para isto. "Todos os 26 sindicatos e os 26 estados que compõem a Fenajufe são unânimes na condenação da PEC 59, aqui falo em nome de 150 mil trabalhadores", ponderou Ponciano. Ele lembrou ainda que esta proposição, na verdade, coloca a política salarial regulamentada por proposta de emenda à Constituição, no que teve a concordância do senador. “Estão usando e abusando das PECs, inclusive para aumentar despesas no setor público”, comentou Valadares e o Governo já se manifestou contra este tipo de artifício.

    Ponciano frisou outro aspecto importante. Segundo ele, “agora que foi retirada a possibilidade de isonomia salarial, esta PEC não faz mais sentido, pois era esse o principal argumento utilizado pelos seus defensores, agora, a PEC só serve para nos tirar da Lei 8112, nos tirar da luta conjunta dos servidores e retirar direitos dos trabalhadores”.

    Texto de Eduardo Wendhausen Ramos



    SE JÁ DISSERAM QUE NÃO TEM COMO O ESTATUTO TRATAR DE SALÁRIO, POR QUE A FENAJUFE ESTÁ TÃO DESESPERADA TENTANDO DERRUBAR O PL NO SENADO?


    ESTÃO FALANDO O TEMPO TODO: ESSE ESTATUTO PODE NOS TIRAR DIREITOS. MAS QUE DIREITOS SÃO ESSES? SÓ SE FOR A LICENÇA CAPACITAÇÃO? É Q ÚNICA COISA QUE TEMOS DE INTERESSANTE NA 8112.


    TEM CAROÇO NESSE ANGU. ESSA HISTORINHA DE RETIRAR DIREITOS, MAS NÃO EXPLICITÁ-LOS QUAIS SÃO ESTÁ MAIS ME PARECENDO QUE ESTÃO TRATANDO DA INCORPORAÇÃO, BEM COMO DA GAE E GAS.

    QUE TAL A FENAJUFE ENUMERAR QUAIS SÃO ESSES DIREITOS?


    EUGÊNIA OU NAJLA? PODERIAM DAR UMA LUZ?


    MUITO ESTRANHO.
    Em primeiro lugar não dei procuração para este tal de Ponciano falar por mim. Trata-se de um oportunista que, juntamente com a direção da Fenajufe se vale da ignorância de muitos servidores para continuar pedindo apoio e afundar a categoria.

    Quanto aos direitos que a Najla comentou que poderíamos perder, acho muito difícil disso acontecer sem que haja um contrapartida, leia-se, plano de cargos justos com salário compatível ao do ciclo de gestão.

    Ora, se a mocréia que continuar nos tratando como autarquia do executivo, que pelo menos nos dê a mesma remuneração que dá aos auditores. Quer colocar jornada de 8 horas, ótimo, mas dê o subsídio deles.

    Complementando as palavras do viniloi, o pessoal da Fenajufe são não explicita os direitos pois NÃO QUEREM DECLARAR SUA PRÓPRIA TORPEZA, DE DEIXAR OS QUE GANHAM MENOS COM MENOS E BRIGAR PELOS QUE ESTÃO GANHANDO O TETO. Simples assim. São covardes, hipócritas e sem caráter. Não é a toa que apoiam o PT.
    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 em Ter 19 Nov 2013, 7:40 pm

    Nota aos Associados: Liminar Deferida na Ação Questionando a Incidência do Imposto de Renda e das Contribuições Previdenciárias Sobre o 1/3 Constitucional de Férias.

    A ANATA vem informar aos seus associados que a ação questionando a incidência do imposto de renda e das contribuições previdenciárias sobre o terço constitucional de férias que tramita na 22ª vara federal da Seção Judiciária do Distrito Federal sob o nº 0059851-33.2013.4.01.3400 teve o pedido liminar deferido.

    A juíza Roberta Gonçalves da Silva Dias do Nascimento deferiu o pedido liminar para suspender da exigibilidade do imposto de renda e da contribuição previdenciária sobre o terço constitucional de férias sob os seguintes argumentos:

    “... Nessa conformidade, considerando que o adicional de férias teve sua natureza indenizatória reconhecida pela jurisprudência dos tribunais superiores no que diz respeito à incidência das contribuições previdenciárias, entendo que o citado entendimento deve ser estendido ao Imposto de Renda, uma vez que não se pode admitir que a natureza jurídica de uma verba se modifique de acordo com o tributo em questão.

    Assim, presente a verossimilhança das alegações da inicial.

    O perigo da demora, por sua vez, consiste no fato de que o valor recebido a título de terço constitucional de férias tem caráter alimentar, a recomendar a imediata cessação dos descontos para pagamento de contribuição previdenciária e de imposto de renda que, conforme argumentação acima, aparentam ser indevidos.

    Por essas razões, DEFIRO a antecipação dos efeitos da tutela pleiteada, para suspender a exigibilidade da contribuição previdenciária e do imposto de renda incidente na fonte sobre o terço constitucional de férias, pago aos servidores substituídos pela autora...”.



    A Justiça Federal já oficiou a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional do teor da referida decisão liminar, de forma que, a ANATA, ainda esta semana, juntará no processo a lista com os dados de todos os associados para que a decisão seja efetivamente cumprida, ou seja, a efetiva cessação dos descontos nos contracheques dos associados dos valores referentes ao imposto de renda e contribuições previdenciárias sobre o terço constitucional de férias.

    Os associados podem acompanhar o andamento das ações ajuizadas pela ANATA tanto nesta página, uma vez que os mesmos são divulgados quinzenalmente, quanto no próprio sitio eletrônico da Justiça Federal do Distrito Federal: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Informações, dúvidas e esclarecimentos adicionais, que se fizerem necessários, podem ser solicitados tanto ao departamento jurídico da ANATA, pelo e-mail: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] , quanto ao escritório de advocacia, Magalhães e Ribeiro Sociedade de Advogados, pelo e-mail: consultoria@magalhãeseribeiro.com.br .

    Os servidores que quiserem se filiar à Anata até a próxima sexta-feira, dia 22/11/2013, também terão os seus nomes incluídos no rol de beneficiados pela liminar.

    Filie-se conosco [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Mengão 2007
    Mengão 2007
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 458
    Reputação : 9
    Data de inscrição : 19/07/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Mengão 2007 em Ter 19 Nov 2013, 8:56 pm

    André,

    Como faço para calcular o montante que é descontado a título de contribuição e IR nas férias?
    É aplicar 11% mais 27,5% sobre o terço?
    Att.


    Última edição por Mengão 2007 em Ter 19 Nov 2013, 8:58 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Acréscimo)
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado em Ter 19 Nov 2013, 9:08 pm

    Engraçado que quem fica perto dos torpes de Fenajufe sai papagaiando defesa de 'direitos'.

    Direitos dos incorporados, leia-se nas entrelinhas!

    Os fenajufeiros criam um terror injustificável de perda de direitos, como se já não tivéssemos

    perdidos todos os direitos fundamentais da carreira: nem data base temos!

    O direito mais fundamental e urgente, que é a valorização dos salários, nenhum sindicalista fala!

    Pelo menos com honestidade.

    Ficar perto da Fenajufe faz mal!



    O maior critério para ser a FAVOR da PEC 190 é que a Fenajufe é contra, e pela lógica, se a

    Fenajufe é contra e é constituída por sindicalistas torpes, sindicalistas que sacrificam 120 mil

    famílias para defender 'até a morte' os privilégios dos Incorporados, então devemos ferrenhamente

    sermos a FAVOR DA PEC 190!


    Outra consideração é que a PEC 190 é que criará um ESTATUTO tipo lei 8112 para englobar todo

    mundo! A Fenajufe vai para o Espaço! E de quebra, o Governo vai escrever esse Estatuto para

    colocar as coisas como ele quer
    : se quiser todo mundo ganhando por subsídio, será subsídio,

    criando teto salarial para moralizar o judiciário; se o Governo quiser GD, será GD para fazer a

    máquina emperrada do judiciário começar a funcionar. Os servidores só tem a ganhar com tudo isso!




    .
    Desperado
    Desperado
    Novo Usuário

    Mensagens : 5
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 19/09/2013

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Desperado em Ter 19 Nov 2013, 9:39 pm



    PaladinoRS escreveu:

    Quanto aos direitos que a Najla comentou que poderíamos perder, acho muito difícil disso acontecer sem que haja um contrapartida, leia-se, plano de cargos justos com salário compatível ao do ciclo de gestão.

    Ora, se a mocréia que continuar nos tratando como autarquia do executivo, que pelo menos nos dê a mesma remuneração que dá aos auditores. Quer colocar jornada de 8 horas, ótimo, mas dê o subsídio deles.



    Vander escreveu:

    Outra consideração é que a PEC 190 é que criará um ESTATUTO tipo lei 8112 para englobar todo

    mundo! A Fenajufe vai para o Espaço! E de quebra, o Governo vai escrever esse Estatuto para

    colocar as coisas como ele quer: se quiser todo mundo ganhando por subsídio, será subsídio,

    criando teto salarial para moralizar o judiciário; se o Governo quiser GD, será GD para fazer a

    máquina emperrada do judiciário começar a funcionar. Os servidores só tem a ganhar com tudo isso!


    Sério gente! Eu queria um desses aí que vocês fumam...
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado em Ter 19 Nov 2013, 9:47 pm

    O Governo está quebrando a estrutura funcional do judiciário.

    Uma coisa é quase certa: ficar como está não vai.

    E para nós, é bom a mudança ou estamos em céu de brigadeiro?
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG em Qua 20 Nov 2013, 4:44 am

    VANDER DE PAULA escreveu:O Governo está quebrando a estrutura funcional do judiciário.

    Uma coisa é quase certa: ficar como está não vai.

    E para nós, é bom a mudança ou estamos em céu de brigadeiro?

    Já passou de todos os limites essas postagens desse ai sobre o governo quer isso, o governo vai fazer aquilo, ele pode colocar GD, quer implantar subsídio...
    O governo quer nos ferrar o máximo que puder, somente isso.
    Quando essas postagens estavam no começo alguns poderiam achar que era otimismo, mas agora está claro, tem sérios problemas.
    Ficar repetindo num fórum dias a após dias essas mesmas bobagens é dose.
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG em Qua 20 Nov 2013, 4:46 am

    Desperado escreveu:


    PaladinoRS escreveu:

    Quanto aos direitos que a Najla comentou que poderíamos perder, acho muito difícil disso acontecer sem que haja um contrapartida, leia-se, plano de cargos justos com salário compatível ao do ciclo de gestão.

    Ora, se a mocréia que continuar nos tratando como autarquia do executivo, que pelo menos nos dê a mesma remuneração que dá aos auditores. Quer colocar jornada de 8 horas, ótimo, mas dê o subsídio deles.



    Vander escreveu:

    Outra consideração é que a PEC 190 é que criará um ESTATUTO tipo lei 8112 para englobar todo

    mundo! A Fenajufe vai para o Espaço! E de quebra, o Governo vai escrever esse Estatuto para

    colocar as coisas como ele quer: se quiser todo mundo ganhando por subsídio, será subsídio,

    criando teto salarial para moralizar o judiciário; se o Governo quiser GD, será GD para fazer a

    máquina emperrada do judiciário começar a funcionar. Os servidores só tem a ganhar com tudo isso!

    Sério gente! Eu queria um desses aí que vocês fumam...
    Nem fumando um você vai conseguir atingir esse nível de delírio. Ou tem problema sério ou é mais um daqueles a serviço do governo petralha, só assim para escrever tanta... bem, deixa para lá!!!
    Najla
    Najla
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4436
    Reputação : 50
    Data de inscrição : 07/08/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Najla em Qua 20 Nov 2013, 5:11 am

    TRF1/MG escreveu:
    Desperado escreveu:


    PaladinoRS escreveu:

    Quanto aos direitos que a Najla comentou que poderíamos perder, acho muito difícil disso acontecer sem que haja um contrapartida, leia-se, plano de cargos justos com salário compatível ao do ciclo de gestão.

    Ora, se a mocréia que continuar nos tratando como autarquia do executivo, que pelo menos nos dê a mesma remuneração que dá aos auditores. Quer colocar jornada de 8 horas, ótimo, mas dê o subsídio deles.



    Vander escreveu:

    Outra consideração é que a PEC 190 é que criará um ESTATUTO tipo lei 8112 para englobar todo

    mundo! A Fenajufe vai para o Espaço! E de quebra, o Governo vai escrever esse Estatuto para

    colocar as coisas como ele quer: se quiser todo mundo ganhando por subsídio, será subsídio,

    criando teto salarial para moralizar o judiciário; se o Governo quiser GD, será GD para fazer a

    máquina emperrada do judiciário começar a funcionar. Os servidores só tem a ganhar com tudo isso!

    Sério gente! Eu queria um desses aí que vocês fumam...
    Nem fumando um você vai conseguir atingir esse nível de delírio. Ou tem problema sério ou é mais um daqueles a serviço do governo petralha, só assim para escrever tanta... bem, deixa para lá!!!
    O mito do governo bonzinho que gosta de nós.
    Quem daqui ainda acredita nisso????

    Já tivemos centenas de provas de que o governo não quer absolutamente nada de bom para nós, que nos rebaixou, que não está nem aí para moralização.

    Essa pec pode sim congelar os salários do PJU Federal de forma que não consigamos nem os 5% anuais, até que todos os estados nos alcance em termos de remuneração. Será como o auxílio alimentação, congela até que todos estejam ganhando o mesmo valor. E lá vem congelamento por muito tempo.

    A quem serve esse discurso de governo bonzinho? ao próprio governo que NÃO é bonzinho.


    _________________
    Não espere por ninguém. Faça a sua parte.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado em Qua 20 Nov 2013, 5:23 am

    TRF1/MG escreveu:
    Desperado escreveu:


    PaladinoRS escreveu:

    Quanto aos direitos que a Najla comentou que poderíamos perder, acho muito difícil disso acontecer sem que haja um contrapartida, leia-se, plano de cargos justos com salário compatível ao do ciclo de gestão.

    Ora, se a mocréia que continuar nos tratando como autarquia do executivo, que pelo menos nos dê a mesma remuneração que dá aos auditores. Quer colocar jornada de 8 horas, ótimo, mas dê o subsídio deles.



    Vander escreveu:

    Outra consideração é que a PEC 190 é que criará um ESTATUTO tipo lei 8112 para englobar todo

    mundo! A Fenajufe vai para o Espaço! E de quebra, o Governo vai escrever esse Estatuto para

    colocar as coisas como ele quer: se quiser todo mundo ganhando por subsídio, será subsídio,

    criando teto salarial para moralizar o judiciário; se o Governo quiser GD, será GD para fazer a

    máquina emperrada do judiciário começar a funcionar. Os servidores só tem a ganhar com tudo isso!

    Sério gente! Eu queria um desses aí que vocês fumam...
    Nem fumando um você vai conseguir atingir esse nível de delírio. Ou tem problema sério ou é mais um daqueles a serviço do governo petralha, só assim para escrever tanta... bem, deixa para lá!!!
    Vc tem alguma certeza? Encontrou a bola de cristal? Não sei se alguém te informou - acredito que não - mas este fórum é o ambiente para trazer essas discussões que para uns pode ser um delírio e para outros pode significar a esperança de uma carreira justa.

    Ninguém aqui tem certeza de nada, é verdade. A PEC é vaga e a essência irá depender do STF. Contudo, é importante termos fé, pois esse é o único direito que até agora não nos foi tirado.

    Agora, independentemente da posição do governo com relação a nós, que realmente deve ser desprezível, um ponto comum que acredito que ninguém discorda é o fato de que a Fenajufe está destruindo a carreira. Da mesma forma que o PT está destruindo o país em prol do seu próprio bem estar e de seus companheiros, a Fenajufe está destruindo a carreira em prol do seu bem estar e de seus sindicalistas incorporados. Não sou eu que digo isso. Basta pegar a folha de pagamento de qualquer tribunal e ver quantos recebem incorporações absurdas. E destes, a maioria está nos sindicatos e na fenajufe. Vc continua achando que a gente fuma alguma coisa? Embora eu acho que esteja muito claro, caso vc necessite, eu posso desenhar se vc precisar.

    Quem está certo, só o futuro dirá, e espero que seja sem a interferência da Fenajufe.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado em Qua 20 Nov 2013, 6:28 am

    Acho que tem mais gente fumando... E o pessoal é de MG, certo TRF1? Vai faltar erva pelo jeito......

    Retirado do site da Fenajufe:

    http://www.fenajufe.org.br/index.php/imprensa/artigos/1524-triste-ano-novo

    Se aproxima o fim de mais um ano, e as perspectivas da carreira dos servidores do judiciário se tornam cada vez mais sombrias. Nota-se um total descaso do Governo Federal e do próprio Poder Judiciário com o futuro dos seus quadros funcionais. Aliado a isso, temos sindicatos e a Fenajufe com planos mirabolantes, fazendo seminários e mais seminários, com infinitas eleições de delegados e mais delegados, congressos, reuniões ampliadas que não resolvem absolutamente nada. Perguntamos: qual a ação concreta de luta para no mínimo repor as perdas salariais com a inflação para o ano que vem? A verdade é uma só, iremos mais uma vez perder a oportunidade de lutar por um aumento na remuneração em um ano eleitoral e de Copa do Mundo, tudo por causa de uma burocracia irracional. A solução é simples: que a Fenajufe e os sindicatos esqueçam essas brigas de tendências internas que não levam a nada e se unam em um plano simples e enxuto que possa ser submetido rapidamente a categoria através de uma consulta online. Não adianta ficar fazendo visitas sociais a diretor de supremo e outros cargos de menor expressão, já que eles não possuem nenhum poder de decisão. Além disso, as autoridades do judiciário não estão interessadas em questionar junto ao governo melhorias para os servidores, vide projeto enviado ao congresso com reajuste somente para os magistrados.

    Que se faça uma consulta nacional online a todos os servidores de todo o Judiciário da União sobre qual o plano de carreira realmente desejado pela categoria: Vencimento + GAJ, Gratificação de Desempenho, subsídio ou data base e que, após o resultado, se enterre de uma vez esse conflito que tantas forças tira da categoria. Que se mostre o ganho em cada um desses modelos e o custo de implantação de cada um.

    Outro absurdo recente é a postergação infinita do pagamento da URV, além de descumprir o acordo firmado diminuindo erroneamente o valor, são feitas exigências absurdas de que os servidores desistam de ações judiciais, muitas já arquivadas, sendo que já foram assinados termos de desistência no pagamento das duas primeiras parcelas. Além disso, é importante fazer uma pergunta: é justo que um trabalhador tenha que renunciar a um direito antes de receber? Fora isso, o STF nas ADIN 4357 e 4425 já decidiu que a forma de aplicação dos juros da lei 9497/1977 que usa índice oficial + juros de poupança é inconstitucional, ou seja, a exigência do TCU que obrigou a redução dos valores que deveriam ser pagos aos servidores na última parcela, bem como que servidores tenham até mesmo que devolver valores, está totalmente equivocada. Inclusive, a Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais já até cancelou sua súmula 61 que determinava a correção pelo índice oficial + juros de poupança, ou seja, a correção deve ser feita pela sistemática anterior, juros de 1% (um por cento) ao mês mais atualização monetária pelo INPC. Diante disso perguntamos: o que os sindicatos e a Fenajufe estão fazendo para reverter a injustiça dessa diminuição de valores?

    Também é necessário relatar que, a demanda de trabalho que já era grande, está se tornando muito maior com a implantação do processo judicial eletrônico. Muitos servidores, em função do acúmulo de trabalho, em grande parte devido à inoperatividade do sistema, estão tendo que levar trabalho para casa e estender sua jornada para cumprir prazos. Servidores estão inclusive realizando operações de madrugada. De que adianta o poder judiciário fazer inúmeras pesquisas, promover uma série de cursos e seminários sobre a qualidade de vida, se o servidor está tendo que renunciar à sua qualidade de vida dentro do seu local de trabalho e do seu próprio lar.

    Nestes termos os servidores da Justiça do Trabalho de Contagem/MG vêm demonstrar sua indignação com o descaso geral com a categoria e alertar que, caso os servidores fiquem parados esperando bondades do governo e de autoridades do judiciário, teremos um triste ano novo.



    Assinantes



    Adsley Macedo de Oliveira

    Adriana Aparecida Badaró

    André luiz A santos

    Andréia Dias Castelano Matos

    Ângela Maria Pedrosa

    Antonio Bessa de Almeida

    Carlos Nazareno da Silva Coutinho

    Caroline Batista Martins

    Christian Cavallere de Oliveira

    Cláudia Renata

    Dabiana Pedrosa França

    Danielle Rezende

    Edna Maria de Alcântara

    Eduardo Franklin Gondim Arruda

    Eliana Olinda de Melo

    Eliane Lúcia Coelho Reis

    Fabiane Martins Huara

    Fernanda Sousa

    Frederich Silva Magalhães

    Gabriela Alencar Besiano

    Geovanny de Sousa Liduário

    Gezane Azevedo

    Giovanna de Abreu Campos

    Isabela Maria Mageste Martins Messias

    Jacqueline Palhares de Araújo

    Janaína Gandra Lages

    João Batista Ramos

    João Henrique L. de Almeida

    João Roberto Pereira

    Leonidas Sales do Carmo

    Luiz Carlos Navarro

    Luciana coelho de Freitas

    Luciene Aparecida da Silva

    Marcone da Silva Ferreira

    Maria Almeida Benine

    Maria Antônia Claret Arantes Silva

    Maria de Fátima Coelho

    Maria de Lourdes Santos Aguiar

    Maria Lídia Ferreira

    Mauro Américo Verona

    Michelle Tabata Ferreira

    Milton Joaquim Simão

    Odete A Oliveira

    Paulo José da Silva

    Peterson Santa Rosa Sarmento

    Rafael Rocha dos Santos

    Raquel Paulino

    Renato da Silva Mitsuichi

    Richard Rodrigues Santiago

    Roberta Mendonça

    Rosângela Rodrigues

    Sayonara vasconcelos Rocha

    Vânia Aparecida Santos e Silva

    Wagner Alves Léo
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado em Qua 20 Nov 2013, 6:35 am

    Tá lá no Diário Oficial:

    Prazo para adesão à FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO EXECUTIVO.

    SIGLA: FUNPRESP.EXE


    Pensei que Funpresp.exe fosse um vírus ou um trojan... se bem que, no fim das contas, é sim.
    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 em Qua 20 Nov 2013, 6:41 am

    Catatau escreveu:Tá lá no Diário Oficial:

    Prazo  para adesão à FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO EXECUTIVO.

    SIGLA: FUNPRESP.EXE


    Pensei que Funpresp.exe fosse um vírus ou um trojan... se bem que, no fim das contas, é sim.
    PARECER-Nº 009-2013-JCBM-CGU-AGU. FUNPRESP-EXE.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    CRAZYKONG
    CRAZYKONG
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 998
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 20/06/2012

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por CRAZYKONG em Qua 20 Nov 2013, 6:53 am

    kkkkkkkkkkkkkkk

    Vamos nos chatear menos com bobagens, meus trutas!!!! Pouco dinheiro, testosterona sobrando, mas vamos com calma, ok?
    Se resolverem trocar o desafio por um torneio de FIFA na net, eu topo!! hehehehehe
    Abraço, e take it easy!!!


    _________________
    "O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz sobre si a ruína." Provérbios 13:3
    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 em Qua 20 Nov 2013, 7:02 am

    Ministro Marco Aurélio toma posse na presidência do TSE

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio foi empossado nesta terça-feira (19/11), pela terceira vez, presidente do Tribunal Superior Eleitoral. Ele substitui no cargo a ministra Cármen Lúcia e permanecerá no cargo até maio de 2014. Ao longo dos próximos seis meses, Marco Aurélio terá como vice-presidente o ministro Dias Toffoli.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    OJ_Leoqr
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 417
    Reputação : 6
    Data de inscrição : 19/08/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por OJ_Leoqr em Qua 20 Nov 2013, 7:22 am

    PaladinoRS escreveu:
    CRAZYKONG escreveu:
    PaladinoRS escreveu:
    OJ_Leoqr escreveu:Ui... Nossa!!! Como ele é mau!! Pelos teclados ou por telefone é mole!

    Av. Rio Branco, 243, Rio de Janeiro, SEMCI. Vem que vem, cumpádi!!

    Amigo, ficou mais fácil ainda. Tenho casa no Recreio e quando for ao Rio irei aí sim, sem dúvida. Depois vou colocar aqui o resiltado do encontro. Até lá.
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Mais um casal se formando no fórum, não vão fazer como o Bingulinus e Andreia e sumirem depois, viu?! Felicidades!!!!
    Gosto do seu censo de humor. Mas vc não deveria colocar foto mostrando sua intimidade...rsrsrs. Poderia preservar seu namorado. Abs.
    Pra quem se diz psicólogo; recomendando maracujina, mas fazendo questão de me achar (!?); não deixando nenhuma provocação sem resposta (até uma brincadeira besta do CRAZYKONG mereceu comentário); esse cara tá é muito alterado. Acho que é você quem precisa de ajuda...

    E outra, pra quem tá enxergando $ub$ídio até em mancha de toalha, uma casa no Recreio de bom tamanho, né?

    CRAZYKONG
    CRAZYKONG
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 998
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 20/06/2012

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por CRAZYKONG em Qua 20 Nov 2013, 7:52 am

    Então, já que as meninas se acalmaram eu vou apagar essas msgs que não interessam aqui do tópico, ok? Se quiserem continuar com a troca de elogios o façam por MP! Abraço!


    _________________
    "O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz sobre si a ruína." Provérbios 13:3
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG em Qua 20 Nov 2013, 7:55 am

    PaladinoRS escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    Desperado escreveu:


    PaladinoRS escreveu:

    Quanto aos direitos que a Najla comentou que poderíamos perder, acho muito difícil disso acontecer sem que haja um contrapartida, leia-se, plano de cargos justos com salário compatível ao do ciclo de gestão.

    Ora, se a mocréia que continuar nos tratando como autarquia do executivo, que pelo menos nos dê a mesma remuneração que dá aos auditores. Quer colocar jornada de 8 horas, ótimo, mas dê o subsídio deles.



    Vander escreveu:

    Outra consideração é que a PEC 190 é que criará um ESTATUTO tipo lei 8112 para englobar todo

    mundo! A Fenajufe vai para o Espaço! E de quebra, o Governo vai escrever esse Estatuto para

    colocar as coisas como ele quer: se quiser todo mundo ganhando por subsídio, será subsídio,

    criando teto salarial para moralizar o judiciário; se o Governo quiser GD, será GD para fazer a

    máquina emperrada do judiciário começar a funcionar. Os servidores só tem a ganhar com tudo isso!

    Sério gente! Eu queria um desses aí que vocês fumam...
    Nem fumando um você vai conseguir atingir esse nível de delírio. Ou tem problema sério ou é mais um daqueles a serviço do governo petralha, só assim para escrever tanta... bem, deixa para lá!!!
    Vc tem alguma certeza? Encontrou a bola de cristal? Não sei se alguém te informou - acredito que não - mas este fórum é o ambiente para trazer essas discussões que para uns pode ser um delírio e para outros pode significar a esperança de uma carreira justa.

    Ninguém aqui tem certeza de nada, é verdade. A PEC é vaga e a essência irá depender do STF. Contudo, é importante termos fé, pois esse é o único direito que até agora não nos foi tirado.

    Agora, independentemente da posição do governo com relação a nós, que realmente deve ser desprezível, um ponto comum que acredito que ninguém discorda é o fato de que a Fenajufe está destruindo a carreira. Da mesma forma que o PT está destruindo o país em prol do seu próprio bem estar e de seus companheiros, a Fenajufe está destruindo a carreira em prol do seu bem estar e de seus sindicalistas incorporados. Não sou eu que digo isso. Basta pegar a folha de pagamento de qualquer tribunal e ver quantos recebem incorporações absurdas. E destes, a maioria está nos sindicatos e na fenajufe. Vc continua achando que a gente fuma alguma coisa? Embora eu acho que esteja muito claro, caso vc necessite, eu posso desenhar se vc precisar.

    Quem está certo, só o futuro dirá, e espero que seja sem a interferência da Fenajufe.
    Não estou comentando da PEC. Comentei sobre os delírios contínuos do Sr. Vander de toda hora postar aqui alguma frase com o Governo vai poder implantar subsídio, o Governo vai poder implantar GD, etc. Delírio ou está a serviço da turma petralha. Todos sabem quais as intenções do governo para a nossa categoria. Está tudo muito claro, mas caso necessite eu posso desenhar para você!!!
    Eu errei no início avaliando o movimento do subsídio, detonei eles, falei mal, não conhecia e me equivoquei. O tempo serve para que possamos aprender com os nossos erros. Alguns, na verdade muitos, erraram também acreditando nas boas intenções do governo petralha, viram que estavam errados e aprenderam também. Só que tem um ou dois que ainda insistem nessas boas intenções, como disse anteriormente, ou vivem num mundo paralelo ou estão a serviço da petralhada, isso é fato. Começo achar que a segunda hipótese está para se confirmar!!! Abraço a todos, vou curtir minhas férias (enquanto alguém do governo não tiver a idéia de acabar com esse regalia ainda, HAHAHA). Abraço a todos. Por favor, ninguém responda essa mensagem, não quer ter que voltar aqui, estou em ritmo de férias!!!
    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 em Qua 20 Nov 2013, 8:45 am

    PL 6764/2013
    Projeto de Lei

    Situação: Aguardando Despacho do Presidente da Câmara dos Deputados na Seção de Registro e Controle de Análise da Proposição/SGM (SECAP(SGM))

    Identificação da Proposição

    Autor
    Comissão de Direitos Humanos e Minorias


    Apresentação
    14/11/2013

    Ementa
    Dispõe sobre as práticas de assédio moral e abuso de autoridade no âmbito da Administração Pública Federal direta e indireta.


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8695
    Reputação : 245
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por darkshi em Qua 20 Nov 2013, 9:58 am

    TRF1/MG escreveu:Não estou comentando da PEC. Comentei sobre os delírios contínuos do Sr. Vander de toda hora postar aqui alguma frase com o Governo vai poder implantar subsídio, o Governo vai poder implantar GD, etc. Delírio ou está a serviço da turma petralha. Todos sabem quais as intenções do governo para a nossa categoria. Está tudo muito claro, mas caso necessite eu posso desenhar para você!!!
    Eu errei no início avaliando o movimento do subsídio, detonei eles, falei mal, não conhecia e me equivoquei. O tempo serve para que possamos aprender com os nossos erros. Alguns, na verdade muitos, erraram também acreditando nas boas intenções do governo petralha, viram que estavam errados e aprenderam também. Só que tem um ou dois que ainda insistem nessas boas intenções, como disse anteriormente, ou vivem num mundo paralelo ou estão a serviço da petralhada, isso é fato. Começo achar que a segunda hipótese está para se confirmar!!! Abraço a todos, vou curtir minhas férias (enquanto alguém do governo não tiver a idéia de acabar com esse regalia ainda, HAHAHA). Abraço a todos. Por favor, ninguém responda essa mensagem, não quer ter que voltar aqui, estou em ritmo de férias!!!
    Me coloco na lista dos que acreditava nas boas intenções do governo.
    Não que algum dia eu achei que o governo fosse bonzinho. Mas achava que o governo olhava o nosso PCS como um problema que deveria ser solucionado e via o subsidio como o melhor custo beneficio para eles. Jamais imaginaria que o governo iria arrochar o salário de um poder inteiro.

    E por isto vejo que as falas do Vander são delirio. Exatamente como eram as nossas anos atrás. Acreditando que existe um plano mestre de fundo feito pelo governo secreto para acabar com os direitos históricos dos servidores e dar gordos salários para o PJU.


    Sinceramente hj concordo com o corujuto. O governo vê os servidores do PJU como burocratas, equiparados não com o cilo, mas equivalentes com o carreirão do PEX. E para eles nosso salário não esta apenas em dia, está é bem valorizado.

    Conteúdo patrocinado

    Tópico Geral - Página 3 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 19 Set 2019, 8:44 pm