PCS JÁ



    Extremamente importante para mudança de estratégia!!!!

    lroger8
    lroger8
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3211
    Reputação : -45
    Data de inscrição : 15/07/2010

    Extremamente importante para mudança de estratégia!!!! Empty Extremamente importante para mudança de estratégia!!!!

    Mensagem por lroger8 em Sex 10 Jan 2014, 11:20 am

    Prezados,
    Isso é muito importante!!!!
    Ontem tive uma conversa bastante produtiva com uma amiga minha, que é gestora lotada no Ministério do Planejamento, justamente tratando dessas questões de remuneração. O momento não é de bater de frente, até porque sei que essa amiga não quer meu mal. Mas, ela forneceu informações preciosas acerca da equivocada visão que o Executivo tem da gente! E dá pra ver que pela absoluta falta de articulação e comprometimento por parte de Ministros do STF e dos nossos amadores sindicatos nossos anseios estão nas mãos do terceiro e quarto escalões do Ministério do Planejamento, pois, como é notório, o Executivo sempre se mete nos nossos projetos de reajuste. Ela falou coisas que demonstram o mais completo equívoco sobre nossas atribuições! Quero crer que essa visão remonta ao período em que havia muitos servidores em balcões, o que realmente estigmatizou a nossa categoria! Disse que somos mero auxiliares, que ganhamos muito bem, trabalhamos apenas 6 horas, temos duas férias e alto auxílio-alimentação. Ora, os gestores também não o são?! Agentes políticos são Ministros, Secretários executivos dos ministérios, que ocupam cargo comissionado. No Judiciário, os servidores fazem tudo. Nos ministérios, a assessoria jurídica tem advogados da União, no nosso Poder servidores. No Judiciário, os que fazem as atividades do gestores do Executivo são servidores. Engenheiros, idem. Peritos, que na Polícia Federal ganham tal qual delegados, no Judiciário são os servidores, pois é corrente o uso de serviço médico para perícia quando as partes não têm condições econômicas e da contadoria, para ficar em apenas dois exemplos correntes nas instâncias ordinárias. Ela disse também que no Senado e Câmara os servidores são amigos dos parlamentares, auxiliam na elaboração de leis e que por isso sempre vão ganhar bem. Ora, nós somos por acaso inimigos dos membros da cúpula de nosso poder?! A regra é os ministros não gostarem de nós?! Os servidores do Legislativo auxiliam na elaboração das leis, mas nós auxiliamos na interpretação, ou seja, fazemos pesquisas, auxiliamos os ministros a desvendarem o que a lei diz. Como diria Moncada: a Lei reina, mas a jurisprudência governa! Isso só mostra a absoluta ignorância dos gestores, aos quais nossos anseios estão entregues no Ministério do Planejamento, em vista da falta de empenho pessoal dos ministros do STF na nossa defesa. Por fim, ela disse que o pessoal do Ministério do Planejamento está bem consciente da relevância e da importância dos servidores do TCU ganharem bem, pois o TCu é importante. Ora, no TCU eles tal qual a gente são mero servidores e de um órgão auxiliar. Sem desfazer da relevância do cargo dos colegas, eles também não decidem, os feitos passam por diversos setores, tal qual no STF e STJ, e são decididos pelos ministros. E pior: sempre que a decisão é desfavorável a alguém acaba no Judiciário, seja por mandado de segurança ou ação de rito ordinário movida na primeira instância da Justiça Federal. Em outras palavras: todas as medidas de força do TCU acabam sendo mesmo definidas pelo Judiciário! Por que, então, nossa atividade de auxílio é menos relevante?! Espero que o processo eletrônico demova a visão de que somos mero balconistas, como muitos equivocadamente pensam e lembram quando se fala em servidores do Judiciário - até mesmo colegas externos, como vimos aqui.
    Isso também demonstra o amadorismos de nossos sindicatos e federação, sempre batendo de frente com os magistrados, fazendo denúncias de conquistas deles que serviriam de bandeiras para nossos pleitos. A isso atribuo a criação recente do Frentas, em que entidades da magistratura foram contra nosso aumento. Devemos nos unir e buscar apoio é na magistratura! Vejam se o Sindlegis, que é o sindicato dos servidores do Legislativo, ao contrário do nosso sindicato e federação, já foi visto na imprensa denunciando algum benefício recebido pelos parlamentares!!!! Já deu para ver que se dependermos dos gestores do Executivo, estamos fritos e mal pagos! Portanto, acho de uma burrice tã grande não buscar interagir com os magistrados, quebrar esse clima de desconfiança gerado pelo próprio sindicato que é useiro e veseiro em denunciar para imprensa vantagens recebidas administrativamente pelos magistrados, ao invés de habilmente buscar a extensão dos benefícios aos servidores.Sei de um fato verídico em que um(a) então presidente do STF teve que recuar numa vantagem denunciada pelos sindicatos à imprensa que já estava prevista para em seguida ser estendida aos servidores. O burburinho e sensacionalismo típico da imprensa obrigou o recuo. Isso é verídico! E também é verídica a indignação da autoridade confidenciada a outro magistrado de que não entendeu a razão disso, pois seria estendida aos servidores, estava tudo certo para isso! Em outras palavras: passamos o atestado de burros e amadores quanto à postura sindical! Estou gostando muito da postura da Anata, que tem buscado interagir com os magistrados, inclusive  soltando notas conjuntas pleiteando aumento para servidores e magistrados. Não podemos esperar apoio de fora, dos gestores que se acham super relevantes para o Executivo, mas não reconhecem a nossa extrema relevância para o Judiciário! Nós aqui somos tudo! Auditores de controle interno, gestores, peritos, etc! Nós, liderados pelos membros do Poder, fazemos as engrenagens do Judiciário girar, tal qual os servidores do TCU!

      Data/hora atual: Sex 23 Ago 2019, 9:14 pm