PCS JÁ



    Muitos servidores no Judiciário

    pimabr
    pimabr
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 39
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 15/01/2014

    Muitos servidores no Judiciário Empty Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por pimabr em Qua 15 Jan 2014, 8:18 pm

    Pessoal, o que vocês acham da quantidade de servidores nos locais de trabalho?
    Sinceramente, pelo menos onde trabalho, não vejo essa carência toda que dizem não...
    Eu vi que a LDO agora permite aos tribunais enviarem anteprojetos de lei pedindo vagas sem o parecer do CNJ.
    Quanto mais servidores entrarem, mais difíceis serão os reajustes.

    Nos seus locais de trabalho, vocês percebem essa necessidade toda de novos servidores, ou a carga de trabalho está aceitável?
    avatar
    FCLOSE
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 172
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 06/08/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por FCLOSE em Qui 16 Jan 2014, 7:50 am

    pimabr escreveu:Pessoal, o que vocês acham da quantidade de servidores nos locais de trabalho?
    Sinceramente, pelo menos onde trabalho, não vejo essa carência toda que dizem não...
    Eu vi que a LDO agora permite aos tribunais enviarem anteprojetos de lei pedindo vagas sem o parecer do CNJ.
    Quanto mais servidores entrarem, mais difíceis serão os reajustes.

    Nos seus locais de trabalho, vocês percebem essa necessidade toda de novos servidores, ou a carga de trabalho está aceitável?

    Bom dia, pimabr!
    Você deve trabalhar na área-meio, né?!?!
    Porque aqui em Brasília conheço TJDFT, TRT10 e TRF1 - onde estou - e, mesmo que tivessem o dobro de servidores na área-fim, continuaria sufocante!
    avatar
    GDJ
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 521
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 18/11/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por GDJ em Qui 16 Jan 2014, 8:02 am

    pimabr escreveu:Pessoal, o que vocês acham da quantidade de servidores nos locais de trabalho?
    Sinceramente, pelo menos onde trabalho, não vejo essa carência toda que dizem não...
    Eu vi que a LDO agora permite aos tribunais enviarem anteprojetos de lei pedindo vagas sem o parecer do CNJ.
    Quanto mais servidores entrarem, mais difíceis serão os reajustes.

    Nos seus locais de trabalho, vocês percebem essa necessidade toda de novos servidores, ou a carga de trabalho está aceitável?
    Concordo plenamente. Não sei quanto aos Tribunais Superiores, nem em relação às Justiças Trabalhista e Federal, mas sou da Justiça Eleitoral, e sinceramente não vejo necessidade de criar mais cargos. Não entendi o porquê de enviar esse projeto recente pedindo mais cargos. O certo seria remanejar servidores de zonas vizinhas ou da Sede dos tribunais para preencher essas zonas eleitorais novas. Também acho contraditório os TREs instituirem a jornada de seis horas (o meu TRE já o fez) e ao mesmo tempo continuar com o lengalenga de carência de servidores! Se há carência, que se volte a cumprir as sete ou oito horas!
    Infelizmente, os sindicatos e ANATA parecem apoiar a criação do maior número possível de cargos.
    Peço que eles não se preocupem, pois logo chegaremos aos 200 mil servidores!
    avatar
    GDJ
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 521
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 18/11/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por GDJ em Qui 16 Jan 2014, 8:14 am

    FCLOSE escreveu:

    Bom dia, pimabr!
    Você deve trabalhar na área-meio, né?!?!
    Porque aqui em Brasília conheço TJDFT, TRT10 e TRF1 - onde estou - e, mesmo que tivessem o dobro de servidores na área-fim, continuaria sufocante!
    Não entendo, foram criadas nos últimos dez anos trocentas novas varas federais e do trabalho. Mesmo assim, há sempre conversa de carência de servidores! Acelerar a digitalização, por meio do PJe não seria melhor? Não seria melhor reformar os Códigos de Processo Civil e do Trabalho a fim de diminuir o excesso de recursos meramente protelatórios, o que levaria ao trâmite mais curto dos processos? A ex-Ministra Ellen Gracie dizia que nenhum país tem a quantidade de recursos do Brasil. Não seria melhor extinguir o segundo mês de férias dos Juízes?
    pimabr
    pimabr
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 39
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 15/01/2014

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por pimabr em Qui 16 Jan 2014, 10:12 am

    Realmente, sou da área meio, mas existe alguma coisa estranha nessa necessidade enorme de servidores.

    Nos últimos anos foram criados milhares de cargos (inclusive foi quando eu entrei), e parece um poço sem fim. Quanto mais se cria, mais se precisa, ou seja, isso não resolve o problema.
    Acho que o CNJ está tentando pensar diferente, investindo em outras alternativas, e criou a resolução para regulamentar a criação de novos cargos... Só que com essa autorização para os tribunais enviarem os anteprojetos diretamente ao congresso, o aumento desenfreado do número de cargos pode continuar.
    E quando vem anteprojeto de TRT, é coisa de 500 cargos, 1000 cargos, alguns tribunais quase dobrando de tamanho.

    Nossa categoria defende ser muito especializada, e por isso deve ganhar mais... mas com 150 mil servidores, acredito que o governo nos vê como um carreirão...
    avatar
    FCLOSE
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 172
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 06/08/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por FCLOSE em Qui 16 Jan 2014, 12:20 pm

    GDJ escreveu:
    FCLOSE escreveu:

    Bom dia, pimabr!
    Você deve trabalhar na área-meio, né?!?!
    Porque aqui em Brasília conheço TJDFT, TRT10 e TRF1 - onde estou - e, mesmo que tivessem o dobro de servidores na área-fim, continuaria sufocante!
    Não entendo, foram criadas nos últimos dez anos trocentas novas varas federais e do trabalho. Mesmo assim, há sempre conversa de  carência de servidores! Acelerar a digitalização, por meio do PJe não seria melhor? Não seria melhor reformar os Códigos de Processo Civil e do Trabalho a fim de diminuir o excesso de recursos meramente protelatórios, o que levaria ao trâmite mais curto dos processos? A ex-Ministra Ellen Gracie dizia que nenhum país tem a quantidade de recursos do Brasil. Não seria melhor extinguir o segundo mês de férias dos Juízes?

    Seria sim, mas você acha que a OAB deixa passar essas reformas?
    Venham trabalhar um mês na JF ou JT para dizer que está sobrando servidores... affff!
    Já trabalhei no Banco do Brasil e o assédio moral por aqui no TRF1 está a mesma coisa, cumprimento de metas do CNJ dia e noite!
    Antes de sair bradando alto por ae, vejam a realidade de todos os ramos, não generalizem a partir da percepção de área-meio ou JE.
    Grande abraço


    Última edição por FCLOSE em Qui 16 Jan 2014, 12:24 pm, editado 1 vez(es) (Razão : .)
    lroger8
    lroger8
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3211
    Reputação : -45
    Data de inscrição : 15/07/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por lroger8 em Qui 16 Jan 2014, 12:26 pm

    Sou contra criar novos cargos. Tem que se pensar em métodos eficientes, remanejamento de servidores, terceirização de atividades-meio, transformando os cargos vagos em técnico da área administrativa. isso se queremos um dia ter uma carreira decente! Além disso, muito melhor os tribunais terem racionalidade, usarem estatísticos etc vendo quais são as causas que estão trazendo demandas. Com isso, propõe afetação como repetitivos pelo STJ ou repercussão geral pro STF. Enfim, demandas manifestamente improcedentes iriam ser julgadas mais rápido, com menos custos e em curto prazo os advogados deixariam de mover. No Âmbito da Justiça do Trabalho tem algo parecido, mas que até hoje o TST não cuidou de regulamentar! è uma lástima o Judiciário, não pensa, não interage! Aumentou o número de processo, cria-se mais cargos. E assim temos o monstrengo atual. No âmbito da eleitoral, com a impressão digital vai acabar fraude, Correios já emitem CPF, tem natureza de autarquia que realiza serviço público reconhecida pelo STF, por que não poderia emitir título de eleitor e cadastrar eleitores em cidadezinhas pequenas?! Esse convênio geraria economia pro Judiciário e renda pros Correios, que poderiam pagar melhor seus funcionários. Como diria a propaganda do Banco do Brasil: bom pra todos!


    Última edição por lroger8 em Qui 16 Jan 2014, 12:33 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    FCLOSE
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 172
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 06/08/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por FCLOSE em Qui 16 Jan 2014, 12:27 pm

    Veio uma servidora pro Gabinete há meses atrás para exercer uma FC-03, depois de trabalhar 2 anos - desde a posse dela - no RH. Ela disse que nunca trabalhou tanto na vida dela, que no RH ela trabalhava no máximo umas 4hs na semana, o resto do tempo ficava na internet ou estudando. Achava que ir continuar na moleza e ainda embolsar uma FC-03 tranquila... se estrepou!
    lroger8
    lroger8
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3211
    Reputação : -45
    Data de inscrição : 15/07/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por lroger8 em Qui 16 Jan 2014, 12:28 pm

    SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

    PORTARIA Nº 9, DE 14 DE JANEIRO DE 2014

    Declara cargo efetivo em processo de extinção e dá outras providências.

    O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA, usando da atribuição que lhe é
    conferida pelo art. 21, XXXI do Regimento Interno, resolve:

    Art. 1º Declarar em processo de extinção o cargo efetivo de Técnico Judiciário, Área Ad-
    ministrativa, Especialidade Segurança;

    Parágrafo único. Os cargos de que trata o caput, à medida que se tornarem vagos, ficam
    automaticamente alterados para o cargo de Técnico Judiciário, Área Administrativa.

    Art. 2º Delegar ao Diretor-Geral a criação de grupo de trabalho para, no prazo de sessenta dias
    a contar da nomeação dos membros, proceder a estudos relativos ao dimensionamento e à adequação das
    atribuições do cargo de analista judiciário, área de atividade administrativa, especialidade segurança.

    Art. 3º Fica revogada a Portaria STJ n. 204 de 4 de abril de 2013.

    Art. 4º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.

    MINISTRO FELIX FISCHER

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    FCLOSE
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 172
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 06/08/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por FCLOSE em Qui 16 Jan 2014, 12:34 pm

    lroger8 escreveu:Sou contra criar novos cargos. Tem que se pensar em métodos eficientes, remanejamento de servidores, terceirização de atividades-meio, transformando os cargos vagos em técnico da área administrativa. isso se queremos um dia ter uma carreira decente!  

    Muito provavelmente quando você passou no concurso você torceu para criar bastantes vagas, assim como eu e uns 80% dos novos servidores. Agora que estão dentro torcem contra a criação de mais vagas. Reconheçam que a carreira cresceu, precisa crescer mais e que não tem salvação, pq as cúpulas do STF e da FENAJUFE não querem e não vão mudar isso!
    Quiserem aumento, voltemos aos estudos para carreiras melhores!
    lroger8
    lroger8
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3211
    Reputação : -45
    Data de inscrição : 15/07/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por lroger8 em Qui 16 Jan 2014, 12:38 pm

    Sou contra criar novos cargos. Tem que se pensar em métodos eficientes, remanejamento de servidores, terceirização de atividades-meio, transformando os cargos vagos em técnico da área administrativa. Isso se queremos um dia ter uma carreira decente! Além disso, muito melhor os tribunais terem racionalidade, usarem estatísticos etc vendo quais são as teses que estão trazendo mais demandas. Com isso, propõe afetação como repetitivos pelo STJ ou repercussão geral pro STF. Enfim, demandas manifestamente improcedentes iriam ser julgadas mais rápido, com menos custos e em curto prazo os advogados deixariam de mover. No Âmbito da Justiça do Trabalho tem algo parecido, mas que até hoje o TST não cuidou de regulamentar! E isso vi em entrevista recente do próprio presidente do TST! Uma vergonha e escândalo de ineficiência! É uma lástima o Judiciário, não pensa, não interage entre os seus órgãos! Aumentou o número de processo, cria-se mais cargos. E assim temos o monstrengo atual. No âmbito da eleitoral, com a impressão digital vai acabar fraude, Correios já emitem CPF, tem natureza de autarquia que realiza serviço público reconhecida pelo STF, por que não poderia emitir título de eleitor e cadastrar eleitores em cidadezinhas pequenas?! Esse convênio geraria economia pro Judiciário, inclusive no tocante a gastos com pessoal, e renda pros Correios, que poderiam pagar melhor seus funcionários. Como diria a propaganda do Banco do Brasil: bom pra todos!


    Última edição por lroger8 em Qui 16 Jan 2014, 12:41 pm, editado 1 vez(es)
    pimabr
    pimabr
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 39
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 15/01/2014

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por pimabr em Qui 16 Jan 2014, 12:39 pm

    Muito provavelmente quando você passou no concurso você torceu para criar bastantes vagas, assim como eu e uns 80% dos novos servidores. Agora que estão dentro torcem contra a criação de mais vagas. Reconheçam que a carreira cresceu, precisa crescer mais e que não tem salvação, pq as cúpulas do STF e da FENAJUFE não querem e não vão mudar isso!
    Quiserem aumento, voltemos aos estudos para carreiras melhores!
    [/quote]


    É sério isso?? rsrs
    lroger8
    lroger8
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3211
    Reputação : -45
    Data de inscrição : 15/07/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por lroger8 em Qui 16 Jan 2014, 12:39 pm

    FCLOSE escreveu:
    lroger8 escreveu:Sou contra criar novos cargos. Tem que se pensar em métodos eficientes, remanejamento de servidores, terceirização de atividades-meio, transformando os cargos vagos em técnico da área administrativa. isso se queremos um dia ter uma carreira decente!  

    Muito provavelmente quando você passou no concurso você torceu para criar bastantes vagas, assim como eu e uns 80% dos novos servidores. Agora que estão dentro torcem contra a criação de mais vagas. Reconheçam que a carreira cresceu, precisa crescer mais e que não tem salvação, pq as cúpulas do STF e da FENAJUFE não querem e não vão mudar isso!
    Quiserem aumento, voltemos aos estudos para carreiras melhores!
    Com essa sua mentalidade, certamente sempre teremos uma carreira medíocre. Os inconformados e bons, que têm capacidade de sair, devem simplesmente abandonar o barco?! É isso???
    avatar
    FCLOSE
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 172
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 06/08/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por FCLOSE em Qui 16 Jan 2014, 12:45 pm

    lroger8 escreveu:
    FCLOSE escreveu:
    lroger8 escreveu:Sou contra criar novos cargos. Tem que se pensar em métodos eficientes, remanejamento de servidores, terceirização de atividades-meio, transformando os cargos vagos em técnico da área administrativa. isso se queremos um dia ter uma carreira decente!  

    Muito provavelmente quando você passou no concurso você torceu para criar bastantes vagas, assim como eu e uns 80% dos novos servidores. Agora que estão dentro torcem contra a criação de mais vagas. Reconheçam que a carreira cresceu, precisa crescer mais e que não tem salvação, pq as cúpulas do STF e da FENAJUFE não querem e não vão mudar isso!
    Quiserem aumento, voltemos aos estudos para carreiras melhores!
    Com essa sua mentalidade, certamente sempre teremos uma carreira medíocre. Os inconformados e bons, que têm capacidade de sair, devem simplesmente abandonar o barco?! É isso???

    Exatamente!
    Fiquem os novos e satisfeitos com o pouco $$$ e as condições degradantes de trabalho, e os incorporados que só contam os dias para as suas aposentadorias ou para as férias internacionais.


    Última edição por FCLOSE em Qui 16 Jan 2014, 12:46 pm, editado 1 vez(es) (Razão : .)
    pimabr
    pimabr
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 39
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 15/01/2014

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por pimabr em Qui 16 Jan 2014, 12:57 pm

    [/quote]
    Exatamente!
    Fiquem os novos e satisfeitos com o pouco $$$ e as condições degradantes de trabalho, e os incorporados que só contam os dias para as suas aposentadorias ou para as férias internacionais.
    [/quote]

    Muita gente mudou de estado para entrar no judiciário, pensando que a carreira continuaria valorizada. Se mais colegas tiverem esse seu pensamento, o nosso futuro é péssimo.
    Eu prefiro lutar pela melhoria da carreira, buscar alternativas inteligentes (como a informatização) e não apenas concordar com a solução atual, que é: Quanto mais processos = Criar mais cargos.
    avatar
    GDJ
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 521
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 18/11/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por GDJ em Qui 16 Jan 2014, 12:59 pm

    [quote="FCLOSE"]
    GDJ escreveu:

    Seria sim, mas você acha que a OAB deixa passar essas reformas?
    Venham trabalhar um mês na JF ou JT para dizer que está sobrando servidores... affff!
    Já trabalhei no Banco do Brasil e o assédio moral por aqui no TRF1 está a mesma coisa, cumprimento de metas do CNJ dia e noite!
    Antes de sair bradando alto por ae, vejam a realidade de todos os ramos, não generalizem a partir da percepção de área-meio ou JE.
    Grande abraço
    O engraçado é que eu ia acrescentar ao meu comentário anterior: "O Congresso deveria enfrentar o lobby da OAB e tentar reformar os Códigos de Processo...etc". A verdade é que a chance de enxugarem os Códigos é próxima de zero.
    Desculpe, mas estava apenas desabafando. Não tive a intenção de ofender os colegas da JF/JT.
    Estou estudando (como 90% dos servidores do Jud), mas o pior é que tenho 38 anos, e nessa idade a chance de ser aprovado num outro concurso é quase nula.
    Fazer o quê, não é? O jeito é se aposentar nessa bodega.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Convidado em Qui 16 Jan 2014, 2:24 pm

    Vem trabalhar aqui onde eu tô, meu amigo. Estou no MPT.

    Estou até entrando menos na internet, pois não tenho mais tempo pra isso. Sete horas de trabalho são insuficientes para terminar tudo. No fim do ano passado eu substituí até o motorista que estava de férias.
    Agora, que tudo tá mais ou menos, um servidor passou em um concurso e foi embora. A gente vive no fio da navalha aqui, quase pra arrancar os cabelos. Que sorte que onde você trabalha tem pouco serviço.
    lroger8
    lroger8
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3211
    Reputação : -45
    Data de inscrição : 15/07/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por lroger8 em Qui 16 Jan 2014, 2:28 pm

    Catatau escreveu:Vem trabalhar aqui onde eu tô, meu amigo. Estou no MPT.

    Estou até entrando menos na internet, pois não tenho mais tempo pra isso. Sete horas de trabalho são insuficientes para terminar tudo. No fim do ano passado eu substituí até o motorista que estava de férias.
    Agora, que tudo tá mais ou menos, um servidor passou em um concurso e foi embora. A gente vive no fio da navalha aqui, quase pra arrancar os cabelos. Que sorte que onde você trabalha tem pouco serviço.
    Pois é, a solução é buscar eficiência! Se o TST tivesse regulamentado algo que existe semelhante aos repetitivos, teses batidas deixariam de ser suscitadas, muitos pareceres do MPT seriam facilitados. Enfim, aplica-se a mesma solução para os mesmos problemas e nós servidores pagamos o pato. MAis processos não tem que sempre significar mais cargos e varas. A Justiça do Trabalho é tão pessimamente gerida que havia até uma resolução estabelecendo que  quando o número de processos chegassem a um nível x, automaticamente deveria ser criada novas varas. Vi isso em entrevista do Gilmar Mendes relatando o absurdo quando ele era o presidente do STF. Enfim, não levou em consideração demandas de massa, informatização, nada. Uma vergonha!!! E o MPT acaba, de modo reflexo, sofrendo com isso também!
    pimabr
    pimabr
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 39
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 15/01/2014

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por pimabr em Qui 16 Jan 2014, 2:40 pm

    lroger8 escreveu:
    Catatau escreveu:Vem trabalhar aqui onde eu tô, meu amigo. Estou no MPT.

    Estou até entrando menos na internet, pois não tenho mais tempo pra isso. Sete horas de trabalho são insuficientes para terminar tudo. No fim do ano passado eu substituí até o motorista que estava de férias.
    Agora, que tudo tá mais ou menos, um servidor passou em um concurso e foi embora. A gente vive no fio da navalha aqui, quase pra arrancar os cabelos. Que sorte que onde você trabalha tem pouco serviço.
    Pois é, a solução é buscar eficiência! Se o TST tivesse regulamentado algo que existe semelhante aos repetitivos, teses batidas deixariam de ser suscitadas, muitos pareceres do MPT seriam facilitados. Enfim, aplica-se a mesma solução para os mesmos problemas e nós servidores pagamos o pato. MAis processos não tem que sempre significar mais cargos e varas. A Justiça do Trabalho é tão pessimamente gerida que havia até uma resolução estabelecendo que  quando o número de processos chegassem a um nível x, automaticamente deveria ser criada novas varas. Vi isso em entrevista do Gilmar Mendes relatando o absurdo quando ele era o presidente do STF. Enfim, não levou em consideração demandas de massa, informatização, nada. Uma vergonha!!! E o MPT acaba, de modo reflexo, sofrendo com isso também!

    Ninguém falou que tem pouco serviço. Eu falei que, pelo menos no meu caso, está em um nível aceitável.
    E se saiu um servidor, outro vai entrar na vaga dele... A rotatividade é justamente devido ao baixo salário.
    lroger8
    lroger8
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3211
    Reputação : -45
    Data de inscrição : 15/07/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por lroger8 em Qui 16 Jan 2014, 2:42 pm

    pimabr escreveu:
    lroger8 escreveu:
    Catatau escreveu:Vem trabalhar aqui onde eu tô, meu amigo. Estou no MPT.

    Estou até entrando menos na internet, pois não tenho mais tempo pra isso. Sete horas de trabalho são insuficientes para terminar tudo. No fim do ano passado eu substituí até o motorista que estava de férias.
    Agora, que tudo tá mais ou menos, um servidor passou em um concurso e foi embora. A gente vive no fio da navalha aqui, quase pra arrancar os cabelos. Que sorte que onde você trabalha tem pouco serviço.
    Pois é, a solução é buscar eficiência! Se o TST tivesse regulamentado algo que existe semelhante aos repetitivos, teses batidas deixariam de ser suscitadas, muitos pareceres do MPT seriam facilitados. Enfim, aplica-se a mesma solução para os mesmos problemas e nós servidores pagamos o pato. MAis processos não tem que sempre significar mais cargos e varas. A Justiça do Trabalho é tão pessimamente gerida que havia até uma resolução estabelecendo que  quando o número de processos chegassem a um nível x, automaticamente deveria ser criada novas varas. Vi isso em entrevista do Gilmar Mendes relatando o absurdo quando ele era o presidente do STF. Enfim, não levou em consideração demandas de massa, informatização, nada. Uma vergonha!!! E o MPT acaba, de modo reflexo, sofrendo com isso também!

    Ninguém falou que tem pouco serviço. Eu falei que, pelo menos no meu caso, está em um nível aceitável.
    E se saiu um servidor, outro vai entrar na vaga dele... A rotatividade é justamente devido ao baixo salário.
    Concordo plenamente!!!
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Convidado em Qui 16 Jan 2014, 3:05 pm

    lroger8 escreveu:
    pimabr escreveu:
    lroger8 escreveu:
    Catatau escreveu:Vem trabalhar aqui onde eu tô, meu amigo. Estou no MPT.

    Estou até entrando menos na internet, pois não tenho mais tempo pra isso. Sete horas de trabalho são insuficientes para terminar tudo. No fim do ano passado eu substituí até o motorista que estava de férias.
    Agora, que tudo tá mais ou menos, um servidor passou em um concurso e foi embora. A gente vive no fio da navalha aqui, quase pra arrancar os cabelos. Que sorte que onde você trabalha tem pouco serviço.
    Pois é, a solução é buscar eficiência! Se o TST tivesse regulamentado algo que existe semelhante aos repetitivos, teses batidas deixariam de ser suscitadas, muitos pareceres do MPT seriam facilitados. Enfim, aplica-se a mesma solução para os mesmos problemas e nós servidores pagamos o pato. MAis processos não tem que sempre significar mais cargos e varas. A Justiça do Trabalho é tão pessimamente gerida que havia até uma resolução estabelecendo que  quando o número de processos chegassem a um nível x, automaticamente deveria ser criada novas varas. Vi isso em entrevista do Gilmar Mendes relatando o absurdo quando ele era o presidente do STF. Enfim, não levou em consideração demandas de massa, informatização, nada. Uma vergonha!!! E o MPT acaba, de modo reflexo, sofrendo com isso também!

    Ninguém falou que tem pouco serviço. Eu falei que, pelo menos no meu caso, está em um nível aceitável.
    E se saiu um servidor, outro vai entrar na vaga dele... A rotatividade é justamente devido ao baixo salário.
    Concordo plenamente!!!

    Vocês não entenderam. A situação não tem nada a ver com eficiência. O MPT é um dos melhores órgãos no aspecto de informatização. O problema é falta de pessoal mesmo. Eram 3 servidores no MPT até pouco tempo. Melhorou um pouco ultimamente com a expansão e contratação de mais servidores (hoje somos Cool, mas isso não resolveu o problema ainda.
    Quanto aos pareceres repetitivos, já fazemos isso desde sempre e a justiça trabalhista é uma das justiças mais informatizadas que existem.
    lroger8
    lroger8
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3211
    Reputação : -45
    Data de inscrição : 15/07/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por lroger8 em Qui 16 Jan 2014, 3:45 pm

    Catatau escreveu:
    lroger8 escreveu:
    pimabr escreveu:
    lroger8 escreveu:
    Pois é, a solução é buscar eficiência! Se o TST tivesse regulamentado algo que existe semelhante aos repetitivos, teses batidas deixariam de ser suscitadas, muitos pareceres do MPT seriam facilitados. Enfim, aplica-se a mesma solução para os mesmos problemas e nós servidores pagamos o pato. MAis processos não tem que sempre significar mais cargos e varas. A Justiça do Trabalho é tão pessimamente gerida que havia até uma resolução estabelecendo que  quando o número de processos chegassem a um nível x, automaticamente deveria ser criada novas varas. Vi isso em entrevista do Gilmar Mendes relatando o absurdo quando ele era o presidente do STF. Enfim, não levou em consideração demandas de massa, informatização, nada. Uma vergonha!!! E o MPT acaba, de modo reflexo, sofrendo com isso também!

    Ninguém falou que tem pouco serviço. Eu falei que, pelo menos no meu caso, está em um nível aceitável.
    E se saiu um servidor, outro vai entrar na vaga dele... A rotatividade é justamente devido ao baixo salário.
    Concordo plenamente!!!

    Vocês não entenderam. A situação não tem nada a ver com eficiência. O MPT é um dos melhores órgãos no aspecto de informatização. O problema é falta de pessoal mesmo. Eram 3 servidores no MPT até pouco tempo. Melhorou um pouco ultimamente com a expansão e contratação de mais servidores (hoje somos Cool, mas isso não resolveu o problema ainda.
    Quanto aos pareceres repetitivos, já fazemos isso desde sempre e a justiça trabalhista é uma das justiças mais informatizadas que existem.
    Prezado colega,
    Não é parecer sobre temas repetidos, é julgamento no rito dos repetitivos ou da repercussão geral. Li entrevista recente em que o próprio presidente do TST reconheceu que existe algo assemelhado, mas que o TST até hoje não regulamentou. Teses fixadas como no rito do repetitivo, são seguidas, não se discute mais. Dá celeridade e facilidade e também faz com que advogados deixem de mover ações manifestamente improcedentes.   E aqui estamos falando da Justiça, não do MPU - mas reconheço que o MPU sofre o impacto reflexo disso tudo. Não adianta informatizar sem racionalidade. E tem que ver também se no MPU não precisaria de remanejamento de pessoal. E já vi colegas dizendo que sim, que é injusto, pois lugares com menos processos têm muito mais servidores. Sei que no MPU ainda existem servidores motoristas, deveria terceirizar   tal qual o STJ, transformando os cargos vagos em técnico administrativo, aumentando o número de trabalhadores em atividade fim. E por aí, vai. E é nisso que o colega que criou esse tópico está batendo!
    Analista Desafortunado
    Analista Desafortunado
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 297
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 07/11/2011

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Analista Desafortunado em Sex 17 Jan 2014, 11:40 pm

    GDJ escreveu:
    pimabr escreveu:Pessoal, o que vocês acham da quantidade de servidores nos locais de trabalho?
    Sinceramente, pelo menos onde trabalho, não vejo essa carência toda que dizem não...
    Eu vi que a LDO agora permite aos tribunais enviarem anteprojetos de lei pedindo vagas sem o parecer do CNJ.
    Quanto mais servidores entrarem, mais difíceis serão os reajustes.

    Nos seus locais de trabalho, vocês percebem essa necessidade toda de novos servidores, ou a carga de trabalho está aceitável?
    Concordo plenamente. Não sei quanto aos Tribunais Superiores, nem em relação às Justiças Trabalhista e Federal, mas sou da Justiça Eleitoral, e sinceramente não vejo necessidade de criar mais cargos. Não entendi o porquê de enviar esse projeto recente pedindo mais cargos. O certo seria remanejar servidores de zonas vizinhas ou da Sede dos tribunais para preencher essas zonas eleitorais novas. Também acho contraditório os TREs instituirem a jornada de seis horas (o meu TRE já o fez) e ao mesmo tempo continuar com o lengalenga de carência de servidores! Se há carência, que se volte a cumprir as sete ou oito horas!
    Infelizmente, os sindicatos e ANATA parecem apoiar a criação do maior número possível de cargos.
    Peço que eles não se preocupem, pois logo chegaremos aos 200 mil servidores!

    Colega, onde você está lotado? Na capital ( área meio ou fim ) ou zona do interior?

    Estou numa zona eleitoral com 4 municípios e cem mil eleitores.

    Temos cerca de dois mil protocolos em tramitação, dentre eles centenas de processos ( representações, prestações de contas de campanha e anuais, acões criminais, etc).

    Para realizar toda essa imensa gama de atividades, temos apenas dois servidores do tre ( 1 técnico e 1 analista ) e DEZ requisitados, que ganham apenas 1 salário mínimo.

    Quando eles ( requisitados ) arranjam qualquer emprego que pague mais ( público ou privado ) pedem para sair. Sem falar que oito são auxiliar de serviços gerais ( dá para analisar então o nível de conhecimento dessa turma? )

    Depreende-se então que estamos ASSOBERBADOS até o pescoço de serviço!!!

    Ademais, A JUSTIÇA ELEITORAL TEM QUE PARAR DE FICAR MENDIGANDO TUDO ÀS PREFEITURAS.

    No TRE em que trabalho, os servidores das zonas são favoráveis à criação de cargos e também boa parte dos servidores da sede.

    Os que são contra em sua maioria são os antigões.

    NÓS TEMOS QUE LUTAR É PELA NOSSA AUTONOMIA ORÇAMENTÁRIA, POIS COMO O JUDICÁRIO NÃO ESTÁ ALHEIO À ECONOMIA, ELE ACOMPANHA O CRESCIMENTO ECONÔMICO E POPULACIONAL ( que gera mais demandas ) da nossa NAÇÃO.

    ALÉM DISSO, A GRANDE MÃE ( UNIÃO ) está batendo recorde de arrecadação, DIA APÓS DIA, ou seja, temos que direcionar para o PJU PARTE DESSE VALOR, ou seja, SIMPLESMENTE CUMPRIR A CONSTITUIÇÃO.
    Áureo
    Áureo
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 45
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 27/07/2011

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Áureo em Sab 18 Jan 2014, 3:03 am

    Analista Desafortunado escreveu:
    GDJ escreveu:
    pimabr escreveu:Pessoal, o que vocês acham da quantidade de servidores nos locais de trabalho?
    Sinceramente, pelo menos onde trabalho, não vejo essa carência toda que dizem não...
    Eu vi que a LDO agora permite aos tribunais enviarem anteprojetos de lei pedindo vagas sem o parecer do CNJ.
    Quanto mais servidores entrarem, mais difíceis serão os reajustes.

    Nos seus locais de trabalho, vocês percebem essa necessidade toda de novos servidores, ou a carga de trabalho está aceitável?
    Concordo plenamente. Não sei quanto aos Tribunais Superiores, nem em relação às Justiças Trabalhista e Federal, mas sou da Justiça Eleitoral, e sinceramente não vejo necessidade de criar mais cargos. Não entendi o porquê de enviar esse projeto recente pedindo mais cargos. O certo seria remanejar servidores de zonas vizinhas ou da Sede dos tribunais para preencher essas zonas eleitorais novas. Também acho contraditório os TREs instituirem a jornada de seis horas (o meu TRE já o fez) e ao mesmo tempo continuar com o lengalenga de carência de servidores! Se há carência, que se volte a cumprir as sete ou oito horas!
    Infelizmente, os sindicatos e ANATA parecem apoiar a criação do maior número possível de cargos.
    Peço que eles não se preocupem, pois logo chegaremos aos 200 mil servidores!

    Colega, onde você está lotado? Na capital ( área meio ou fim ) ou zona do interior?

    Estou numa zona eleitoral com 4 municípios e cem mil eleitores.

    Temos cerca de dois mil protocolos em tramitação, dentre eles centenas de processos ( representações, prestações de contas de campanha e anuais, acões criminais, etc).

    Para realizar toda essa imensa gama de atividades, temos apenas dois servidores do tre ( 1 técnico e 1 analista ) e DEZ requisitados, que ganham apenas 1 salário mínimo.

    Quando eles ( requisitados ) arranjam qualquer emprego que pague mais ( público ou privado ) pedem para sair. Sem falar que oito são auxiliar de serviços gerais ( dá para analisar então o nível de conhecimento dessa turma? )

    Depreende-se então que estamos ASSOBERBADOS até o pescoço de serviço!!!

    Ademais, A JUSTIÇA ELEITORAL TEM QUE PARAR DE FICAR MENDIGANDO TUDO ÀS PREFEITURAS.

    No TRE em que trabalho, os servidores das zonas são favoráveis à criação de cargos e também boa parte dos servidores da sede.

    Os que são contra em sua maioria são os antigões.

    NÓS TEMOS QUE LUTAR É PELA NOSSA AUTONOMIA ORÇAMENTÁRIA, POIS COMO O JUDICÁRIO NÃO ESTÁ ALHEIO À ECONOMIA, ELE ACOMPANHA O CRESCIMENTO ECONÔMICO E POPULACIONAL ( que gera mais demandas ) da nossa NAÇÃO.

    ALÉM DISSO, A GRANDE MÃE ( UNIÃO ) está batendo recorde de arrecadação, DIA APÓS DIA, ou seja, temos que direcionar para o PJU PARTE DESSE VALOR, ou seja, SIMPLESMENTE CUMPRIR A CONSTITUIÇÃO.

    Realmente deve haver ILHAS DA FANTASIA na justiça eleitoral, pois na minha zona já estou enfrentando o fenômeno de servidores de outros órgãos que, para não serem requisitados, estão se filiando em massa em partidos SÓ PRA NÃO AGUENTAR A BRONCA QUE É O SERVIÇO ELEITORAL, fora o TCU, que exige, pasmem, mais de 30 certidões/declarações para se requisitar alguém e ainda há a homologação ad eternum que o TSE tem que dar para oficializar a requisição.

    Enfim, graças a Deus, fiquei bem colocado no último concurso do IBAMA, assim que chamarem VAZO dessa autarquia que nem o filho de chocadeira foge da cruz. DEUS ME LIVRE, VÃO EXPLORAR O C/A/P/E/TA.

    - Salário defasado desde 2006;

    - Orçamento previsto para gasto na eleição de 2014 igual ao da eleição de 2008;

    - Maior (e bota maior parte) desse orçamento deflacionado é dividido entre os "reis" antigões, geralmente em cargos de maior relevância dentro da instituição (chegam a receber mais de 100k por pleito, enquanto que na zona, um ANALISTA CHEFE DE CARTÓRIO - FC1 - não chega a 20k, durante os 4/5 meses de eleição, mesmo trabalhando 18/19 horas/dia);

    - Responsabilidade pela Comissão de Transporte de Eleitor, Mesários, Urnas, juízes, promotores, policiais e técnicos de urna  (mais de 5 mil rotas, + de 600 veículos e inúmeros barcos  ficam sob responsabilidade do cartório onde atuo);

    - Lidar com político (fiscalizar propaganda - coisa de MPE e PF; proceder representações; cancelamentos de filiações, fiscalizar boca de urna) é simplesmente tratar COM O PRÓPRIO LUCIFER em toda sua plenitude, sendo que o requisitado, que também lida com essa gente, geralmente é servidor municipal ou estadual, podendo, portanto, sofrer represálias em caso de contrariar interesses de quem está no poder;

    - A pedido, realizar estudos para abertura de LDA's aonde o Judas perdeu as botas, cujas homologações são quase certas de serem negadas pelo TSE (em razão da falta de verba);

    - Entender, e muito, de Gestão de Pessoas dado que uma hora ou outra acaba sendo o Chefe da unidade (substituto ou titular);

    - Auxiliar em Audiências, processos, prestações de conta (coisa de contador), diplomação (coisa de cicerone);

    - Registrar um quintilhão de candidaturas, fora todo o procedimento que as antecede: de orientação a partidos e candidatos;

    - Vistoriar locais de votação(outra pancada);

    - Auxiliar em processos de multas eleitorais, penhoras e execuções (físicas e on-line);

    * Lembrando que para todas as supracitadas ações terem êxito, há muuuiiittooo trabalho no planejamento das mesmas nos anos não eleitorais.


    Última edição por Áureo em Sab 18 Jan 2014, 3:09 am, editado 1 vez(es) (Razão : reparo)
    avatar
    Letrado
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 410
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Letrado em Sab 18 Jan 2014, 5:05 am

    Áureo escreveu:

    Enfim, graças a Deus, fiquei bem colocado no último concurso do IBAMA,
    O salário do IBAMA está melhor que o do Jud? Não sabia.
    avatar
    GDJ
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 521
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 18/11/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por GDJ em Sab 18 Jan 2014, 5:26 am

    Analista Desafortunado escreveu:

    Colega, onde você está lotado? Na capital ( área meio ou fim ) ou zona do interior?

    .
    Estou lotado numa zona da capital. No meu TRE as zonas do interior também trabalham mais que as da capital e que a Sede.
    O que eu acho que acontece na maioria dos Tribunais é a má distribuição de servidores.
    Gente demais nos Tribunais e em alguns setores, e poucos em outros.
    E isso não ocorre só na JE. Lembro que há cerca de três anos numa sessao do CNJ a Ministra ELiana Cardoso se opôs à criação de novas varas do trabalho, e mostrou que não havia necessidade de criação de novos cargos, e deveria haver remanejamento (havia varas do trabalho com poucos processos e muitos servidores e outras com muitos processos e quantidade insuficiente de servidores). Lamentavelmente, ela foi voto vencido.
    Por isso, concordo quando o governo diz que o Judiciario tem um problema de gestão de recursos. É óbvio que tal problema de gestão engloba também as famigeradas incorporações, que criam disparidades e incham a folha de pagamento. O ideal é que se aplicasse o subsídio, mas infelizmente não há perspectiva disso acontecer. Aliás, isso já foi discutivo ad nauseam aqui no fórum.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Convidado em Sab 18 Jan 2014, 7:03 am

    Letrado escreveu:
    Áureo escreveu:

    Enfim, graças a Deus, fiquei bem colocado no último concurso do IBAMA,
    O salário do IBAMA está melhor que o do Jud? Não sabia.

    Historicamente, analista lá ganhava igual técnico aqui, com menores valores de funções e oportunidades.

    Hoje, ainda falta função, mas o salário de analista lá já é quase igual ao de analista daqui.
    Se não fosse por ter que morar em Brasília, mesmo adorando minha nova cidade, não pensaria duas vezes em ir para o Ibama.

    PS: o problema é que lá o requisito para remoção é ficar cinco anos, e segundo ouvi falar, é praticamente impossível ser removido.
    Áureo
    Áureo
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 45
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 27/07/2011

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Áureo em Sab 18 Jan 2014, 1:35 pm

    josebarbos escreveu:
    Letrado escreveu:
    Áureo escreveu:

    Enfim, graças a Deus, fiquei bem colocado no último concurso do IBAMA,
    O salário do IBAMA está melhor que o do Jud? Não sabia.

    Historicamente, analista lá ganhava igual técnico aqui, com menores valores de funções e oportunidades.

    Hoje, ainda falta função, mas o salário de analista lá já é quase igual ao de analista daqui.
    Se não fosse por ter que morar em Brasília, mesmo adorando minha nova cidade, não pensaria duas vezes em ir para o Ibama.

    PS: o problema é que lá o requisito para remoção é ficar cinco anos, e segundo ouvi falar, é praticamente impossível ser removido.

    Só o fato de NÃO TER QUE LIDAR COM ELEIÇÃO (muitos colegas se tornaram diabéticos, hipertensos, esquizofrênicos, etc., depois de passar por alguns pleitos) já me bastaria, mas, há outros adendos:

    - Final de Analista lá: 11/12k ( e olha que o vale-coxinha de lá é metade do PJU, ou seja, com possibilidades reais de ser elevado, ao contrário do nosso);
    - Não ter que parar os estudos durante o ano eleitoral;
    - Ficar numa capital e não ir, como na JE, para os confins do Estado;
    - Curva de valorização ascendente, ao contrário da JE;
    - E, PRINCIPALMENTE, não ter que parar os estudos durante anos eleitorais.


    Última edição por Áureo em Sab 18 Jan 2014, 1:36 pm, editado 1 vez(es) (Razão : retificação)
    Sr. Omar
    Sr. Omar
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 115
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 21/02/2013

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Sr. Omar em Sab 18 Jan 2014, 2:17 pm

    Grande José Barbosa e Colega Áureo,

    Eu fui analista ambiental e fui para o judiciário como analista (sem ser OJAF). Eu tinha uma Função no Ministério e quando troquei o executivo no cargo de analista ambiental eu iria ganhar 1.2 mil a menos, mas iria trabalhar 7 horas corridas ao contrário de entrar 09:00 e sair 18:00 com 2 horas de intervalo. Ocorre que em 2012 quando foi dado os 15,8% para todos os servidores (incluindo nós do PJU) eles tiveram um aumento diferenciado (a Carreira de Especialista em Meio Ambiente - Analista Ambiental é reconhecida como típica de estado e está em fase de reestruturação - Existe até uma ADIN no STF onde inicialmente o cerne e a passagem do analista ambiental para o ciclo de gestão). Com os 15,8% a diferença entre o que eu ganho no PJU como analista e o que eu ganharia lá no MMA ultrapassou 3 mil reais! Isso mesmo! Eu fui zoado pelos ex-colegas do MMA e se querem saber até tentei voltar via recondução mas eu não era estável!! Se eu tivesse a chance hoje eu voltaria ao MMA pois eu iria estar embolsando 3 mil a mais (a minha Função também foi reajustada e por issoa diferença aumentou!!). Mas a análise que quero que vocês e os demais colegas reflitam é a seguinte:

    1 - Em 2006 um analista judiciário ganhava 6.5 mil... hoje ganha 7.5 mil iniciais (1 mil de aumento)
    2 - Em 2009 um analista ambiental ganhava 3.5 mil e hoje ganha 6.8 mil ((3.3 mil de aumento)
    3 - Em 2009 um analista do seguro social do INSS ganhava 3 mil... hoje ganha quase 7 mil

    Esses são alguns exemplos aleatórios do quanto ficamos para trás em termos de aumento salarial. Enquanto outras carreiras do executivo quase dobrou o salário nós andamos a passos de tartaruga. Isso tudo sem falar no auxílio alimentação que em 2009 era menos de 200 reais e hoje está quase 400 reais.
    Creio que o governo dilma está certo quando nega aumento para nós pois eles comparam médias salariais amigos (e a média do PJU é altíssima... quase 15 mil reais). Não temos como argumentar em contrário pois nossa categoria é dividida entre antigões privilegiados com suas incorporações e os novatos que saem a rodo do PJU/MP para outras carreiras. Amigos a equipe econômica do governo só enxerga isso. Salário baseado em VB + GAJ gera um efeito cascata onde antigões também ganham, mesmo que batam no teto! Vejam carreiras como o DETRAN e várias do GDF que até 2006 estavam a anos luz de nós e hoje pagam o dobro! Aliás detran mudou a nomenclaruta para auditor de trânsito. Seja por sindicatos comprados, seja pela cúpula do judiciário ser fraca e estar nas mãos do executivo e, na minha opinião, por sermos uma categoria desunida e fragmentada entre abtigões, novatos, internos, externos etc. nosso futuro é incerto. Só digo que entrei no judiciário pensando em me aposentar por aqui, mas hoje vejo que tenho que trilhar o caminho de volta ao executivo ou quem sabe ao sonho de ser do legislativo ou TCU onde quem está dentro só sai em caso de morte... Quando vejo o sindjus, fenajufe, joquim barbosa e os capachos do STF e demais tribunais vi que entrei numa barca furada... pra falar a verdade eu penso que se um dia a Dilma acordar irritada ela pode ligar no STF, mandar a PF enfileirar seus 11 ministros e fuzilar com suas fezes cada um deles... desculpem a analogia esdrúxula mas no fundo isso é a mais pura verdade. Abraços
    Jrconcursos
    Jrconcursos
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Cargo : AJAA
    Mensagens : 54
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 27/07/2011

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Jrconcursos em Dom 19 Jan 2014, 4:59 pm

    Eu também sou contra a criação de mais cargos, principalmente na JE. Já trabalhei em 03 zonas eleitorais diferentes e conheço a realidade de outras. Em todas eu trabalhei uma média de duas a três horas por dia (no máááááaximo). O pessoal até brinca dizendo que só precisaria de metade de um servidor, mas temos dois efetivos e um requisitado.

    Na época de eleição (não o ano todo) realmente tem muito trabalho.

    Algumas zonas maiores tbm têm muito trabalho, mas acredito que são poucas nessa situação. Nesses casos, bastaria um "remanejamento".

    O ideal seria uma otimização dos recursos existentes. Criar mais cargos só vai desvalorizar os que já existem.
    pimabr
    pimabr
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 39
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 15/01/2014

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por pimabr em Dom 19 Jan 2014, 8:22 pm

    Áureo escreveu:
    Analista Desafortunado escreveu:
    GDJ escreveu:
    pimabr escreveu:Pessoal, o que vocês acham da quantidade de servidores nos locais de trabalho?
    Sinceramente, pelo menos onde trabalho, não vejo essa carência toda que dizem não...
    Eu vi que a LDO agora permite aos tribunais enviarem anteprojetos de lei pedindo vagas sem o parecer do CNJ.
    Quanto mais servidores entrarem, mais difíceis serão os reajustes.

    Nos seus locais de trabalho, vocês percebem essa necessidade toda de novos servidores, ou a carga de trabalho está aceitável?
    Concordo plenamente. Não sei quanto aos Tribunais Superiores, nem em relação às Justiças Trabalhista e Federal, mas sou da Justiça Eleitoral, e sinceramente não vejo necessidade de criar mais cargos. Não entendi o porquê de enviar esse projeto recente pedindo mais cargos. O certo seria remanejar servidores de zonas vizinhas ou da Sede dos tribunais para preencher essas zonas eleitorais novas. Também acho contraditório os TREs instituirem a jornada de seis horas (o meu TRE já o fez) e ao mesmo tempo continuar com o lengalenga de carência de servidores! Se há carência, que se volte a cumprir as sete ou oito horas!
    Infelizmente, os sindicatos e ANATA parecem apoiar a criação do maior número possível de cargos.
    Peço que eles não se preocupem, pois logo chegaremos aos 200 mil servidores!

    Colega, onde você está lotado? Na capital ( área meio ou fim ) ou zona do interior?

    Estou numa zona eleitoral com 4 municípios e cem mil eleitores.

    Temos cerca de dois mil protocolos em tramitação, dentre eles centenas de processos ( representações, prestações de contas de campanha e anuais, acões criminais, etc).

    Para realizar toda essa imensa gama de atividades, temos apenas dois servidores do tre ( 1 técnico e 1 analista ) e DEZ requisitados, que ganham apenas 1 salário mínimo.

    Quando eles ( requisitados ) arranjam qualquer emprego que pague mais ( público ou privado ) pedem para sair. Sem falar que oito são auxiliar de serviços gerais ( dá para analisar então o nível de conhecimento dessa turma? )

    Depreende-se então que estamos ASSOBERBADOS até o pescoço de serviço!!!

    Ademais, A JUSTIÇA ELEITORAL TEM QUE PARAR DE FICAR MENDIGANDO TUDO ÀS PREFEITURAS.

    No TRE em que trabalho, os servidores das zonas são favoráveis à criação de cargos e também boa parte dos servidores da sede.

    Os que são contra em sua maioria são os antigões.

    NÓS TEMOS QUE LUTAR É PELA NOSSA AUTONOMIA ORÇAMENTÁRIA, POIS COMO O JUDICÁRIO NÃO ESTÁ ALHEIO À ECONOMIA, ELE ACOMPANHA O CRESCIMENTO ECONÔMICO E POPULACIONAL ( que gera mais demandas ) da nossa NAÇÃO.

    ALÉM DISSO, A GRANDE MÃE ( UNIÃO ) está batendo recorde de arrecadação, DIA APÓS DIA, ou seja, temos que direcionar para o PJU PARTE DESSE VALOR, ou seja, SIMPLESMENTE CUMPRIR A CONSTITUIÇÃO.

    Realmente deve haver ILHAS DA FANTASIA na justiça eleitoral, pois na minha zona já estou enfrentando o fenômeno de servidores de outros órgãos que, para não serem requisitados, estão se filiando em massa em partidos SÓ PRA NÃO AGUENTAR A BRONCA QUE É O SERVIÇO ELEITORAL, fora o TCU, que exige, pasmem, mais de 30 certidões/declarações para se requisitar alguém e ainda há a homologação ad eternum que o TSE tem que dar para oficializar a requisição.

    Enfim, graças a Deus, fiquei bem colocado no último concurso do IBAMA, assim que chamarem VAZO dessa autarquia que nem o filho de chocadeira foge da cruz. DEUS ME LIVRE, VÃO EXPLORAR O C/A/P/E/TA.

    - Salário defasado desde 2006;

    - Orçamento previsto para gasto na eleição de 2014 igual ao da eleição de 2008;

    - Maior (e bota maior parte) desse orçamento deflacionado é dividido entre os "reis" antigões, geralmente em cargos de maior relevância dentro da instituição (chegam a receber mais de 100k por pleito, enquanto que na zona, um ANALISTA CHEFE DE CARTÓRIO - FC1 - não chega a 20k, durante os 4/5 meses de eleição, mesmo trabalhando 18/19 horas/dia);

    - Responsabilidade pela Comissão de Transporte de Eleitor, Mesários, Urnas, juízes, promotores, policiais e técnicos de urna  (mais de 5 mil rotas, + de 600 veículos e inúmeros barcos  ficam sob responsabilidade do cartório onde atuo);

    - Lidar com político (fiscalizar propaganda - coisa de MPE e PF; proceder representações; cancelamentos de filiações, fiscalizar boca de urna) é simplesmente tratar COM O PRÓPRIO LUCIFER em toda sua plenitude, sendo que o requisitado, que também lida com essa gente, geralmente é servidor municipal ou estadual, podendo, portanto, sofrer represálias em caso de contrariar interesses de quem está no poder;

    - A pedido, realizar estudos para abertura de LDA's aonde o Judas perdeu as botas, cujas homologações são quase certas de serem negadas pelo TSE (em razão da falta de verba);

    - Entender, e muito, de Gestão de Pessoas dado que uma hora ou outra acaba sendo o Chefe da unidade (substituto ou titular);

    - Auxiliar em Audiências, processos, prestações de conta (coisa de contador), diplomação (coisa de cicerone);

    - Registrar um quintilhão de candidaturas, fora todo o procedimento que as antecede: de orientação a partidos e candidatos;

    - Vistoriar locais de votação(outra pancada);

    - Auxiliar em processos de multas eleitorais, penhoras e execuções (físicas e on-line);

    * Lembrando que para todas as supracitadas ações terem êxito, há muuuiiittooo trabalho no planejamento das mesmas nos anos não eleitorais.

    Sim colega, se eu for citar tudo que eu faço também, vou escrever muitas linhas.
    Mas a pergunta é: Você faz tudo isso tudo que você descreveu todo dia, todo mês, todo ano?
    Como eu disse, não sou da área fim, mas vejo o pessoal (principalmente JE) pedindo jornada de 6 horas, e não entendo como dizem que não dá pra terminar o serviço nas 7h.

    O que estamos colocando em pauta aqui é:
    Já se criaram milhares de cargos, e parece que pouco coisa melhorou.
    Há outra solução para o Judiciário, além da simples criação de cargos mais e mais cargos?
    Como vamos conseguir mudar a nomenclatura da nossa categoria para "Consultor Judiciário", ou até conseguir alguma valorização, se somos dezenas de milhares?
    Com a rotatividade atual da nossa carreira, a impressão que tenho é que não somos servidores qualificados como defendemos ser (e com isso, não merecemos ganhar mais). Afinal, tá cheio de gente aí fazendo concurso pro JUD... Se eu não quero, tem alguém que vai querer, e fazer o trabalho do mesmo jeito. Ou seja, somos facilmente substituíveis.. dispensáveis...

    O Governo não vai liberar mais dinheiro para o JUD, então existem 2 alternativas:
    - Conseguir aumento, procurar outras soluções e diminuir a criação de cargos
    - Congelar os salários e contratar muito mais servidores

    Áureo
    Áureo
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 45
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 27/07/2011

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Áureo em Seg 20 Jan 2014, 1:52 am

    Sim colega, se eu for citar tudo que eu faço também, vou escrever muitas linhas.
    Mas a pergunta é: Você faz tudo isso tudo que você descreveu todo dia, todo mês, todo ano?
    Como eu disse, não sou da área fim, mas vejo o pessoal (principalmente JE) pedindo jornada de 6 horas, e não entendo como dizem que não dá pra terminar o serviço nas 7h.

    O que estamos colocando em pauta aqui é:
    Já se criaram milhares de cargos, e parece que pouco coisa melhorou.
    Há outra solução para o Judiciário, além da simples criação de cargos mais e mais cargos?
    Como vamos conseguir mudar a nomenclatura da nossa categoria para "Consultor Judiciário", ou até conseguir alguma valorização, se somos dezenas de milhares?
    Com a rotatividade atual da nossa carreira, a impressão que tenho é que não somos servidores qualificados como defendemos ser (e com isso, não merecemos ganhar mais). Afinal, tá cheio de gente aí fazendo concurso pro JUD... Se eu não quero, tem alguém que vai querer, e fazer o trabalho do mesmo jeito. Ou seja, somos facilmente substituíveis.. dispensáveis...

    O Governo não vai liberar mais dinheiro para o JUD, então existem 2 alternativas:
    - Conseguir aumento, procurar outras soluções e diminuir a criação de cargos
    - Congelar os salários e contratar muito mais servidores

    [/quote]


    Entendo seu desespero colega. E o quadro é desesperador mesmo.

    Trabalhei como temporário no BB em 1993 e percebo o mesmo cenário se repetindo. Explico: Naquela época, um colega (escriturário) comprou casa e carro no 1º ano de trabalho, tal qual um servidor do PJU pré-2006.
    Daí, veio o PROER, a informatização das agências, a ASBACE, a concorrência privada, etc. Hoje, um técnico do PJU "ainda"ganha igual ou mais que gerente administrativo do BB (a diferença já foi bem maior e vai diminuir "por baixo").

    Tal percepção me fez ver que, embora ainda possamos obter algum ganho aqui e acolá, a verdade é que a época áurea do PJU, para os servidores qualificados, chegou ao temível ponto de inflexão em 2006, quem aproveitou aproveitou, de lá pra cá é só paulada no lombo, primo rico (antigão, juízes, Ministros do STF, Executivo) contra o primo pobre  (Fraldinhas, internos e não incorporados) que vive das migalhas que caem, cada vez mais raramente, da mesa do parente abastado.

    Assim sendo, comungo que se o PJU virou o novo BB,  em termos de exigências de cumprimento de metas (CNJ - Chicote em Nosso Juízo) e sub-remunerações, então, que se contratem mais servidores tal qual aquela SEM (aonde os concursos também são tão ou mais concorridos que os nossos, ainda, é claro, em termos QUANTITATIVOS).

    Agindo assim, o PJU evitaria a sobrecarga do serviço, que sempre recai no lombo dos novatos, desincorpodados e servidores não lotados em locais cuja demanda judicante ainda não é expressiva, mas, que, infelizmente, tal qual os recursos desviados da Copa do Mundo, vai aumentar, ah, se vai!

    Enfim, agora me pego, durante a labuta, cantarolando Lobão:

    "Chove lá fora
    E aqui (PJU) tá tanto frio
    Me dá vontade de saber...

    Aonde está você?
    Me telefona
    IBAMA! Me Chama!
    Me Chamaaaaaa!...
    "


    Última edição por Áureo em Seg 20 Jan 2014, 2:34 am, editado 3 vez(es) (Razão : atualização)
    lroger8
    lroger8
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3211
    Reputação : -45
    Data de inscrição : 15/07/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por lroger8 em Ter 21 Jan 2014, 11:10 am

    SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

    PORTARIA Nº 9, DE 14 DE JANEIRO DE 2014

    Declara cargo efetivo em processo de extinção e dá outras providências.

    O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA, usando da atribuição que lhe é
    conferida pelo art. 21, XXXI do Regimento Interno, resolve:

    Art. 1º Declarar em processo de extinção o cargo efetivo de Técnico Judiciário, Área Ad-
    ministrativa, Especialidade Segurança;

    Parágrafo único. Os cargos de que trata o caput, à medida que se tornarem vagos, ficam
    automaticamente alterados para o cargo de Técnico Judiciário, Área Administrativa.

    Art. 2º Delegar ao Diretor-Geral a criação de grupo de trabalho para, no prazo de sessenta dias
    a contar da nomeação dos membros, proceder a estudos relativos ao dimensionamento e à adequação das
    atribuições do cargo de analista judiciário, área de atividade administrativa, especialidade segurança.

    Art. 3º Fica revogada a Portaria STJ n. 204 de 4 de abril de 2013.

    Art. 4º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.

    MINISTRO FELIX FISCHER

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    É o que venho batendo na tecla! Enqaunto o STJ terceiriza atividades-meio, outros tribunais nada fazem. TJDFT, tribunal estadual nas costas da União, recentemente contratou por concurso vários seguranças, inclusive o filho do então presidente, não digitalizou processo e, por isso, ainda tem hordas de balconistas. Deprimente ir e ver aquilo lá! E o pior é que esses balconistas são nosso cartão de visita! Torço para que o STF se desatrele, pois acredito piamente que gerará um ciclo virtuoso, como era antes de o CNJ ter a maldita ideia de atrelar ou auxílio-alimentação e desde então estamos sem aumento sobre verba que aumentava anualmente. Ademais, o atrelamento não incentiva a responsabilidade por parte dos ramos do Justiça, a terceirização de atividades-meios, a utilização de métodos inovadores e eficientes que permitam melhor utilização dos recursos humanos existentes, resultando na atual desenfreada criação de novos cargos e contingente surreal de mais de 120 mil servidores!
    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3134
    Reputação : 208
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por corujito em Qua 22 Jan 2014, 4:32 pm

    Na Eleitoral é assim

    1) mimimi tem muito trabalho no Cartório. Falta gente!
    2) criam-se cargos / nomeiam-se requisitados para atender à demanda nas ZEs ao custo de milhões
    3) mimimizeiros do #1 debandam para as sedes dos TREs de diversas maneiras de modo a não cobrir a vaga na ZE (famosos "claros de lotação")
    4) mimimi tem muito trabalho no Cartório. Falta gente!
    5) criam-se cargos / nomeiam-se requisitados para atender à demanda nas ZEs ao custo de milhões
    ....
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Convidado em Qua 22 Jan 2014, 4:48 pm

    Sou da JE e digo, jah trabalhei em zona q trabalha mto e em zona q o trabalho não existe.

    Atualmente, estou numa zona cujo volume de trabalho beira o zero. E, mesmo assim, fugi da chefia de cartorio. N quero dor de cabeça nenhuma, mto menos por 700 reais. N compensa.

    O problema da JE eh distribuição de servidores. Jah trabalhei em 3 TREs diferentes e vi q, em determinadas sedes, havia setores q dispunham de servidores em excesso (praticamente um pra abrir a gaveta, outro para colocar o papel dentro e um terceiro para fechar a gaveta...), enqto outros setores dispunham de quase ninguém.

    Mesma coisa as zonas. Algumas proximas de capitais com um monte de analistas e tecnicos, enqto outras no interior desguarnecidas...

    A solução eh remanejar pessoal, obviamente. Isso vai acontecer? Claro q não.

    Hj, aproveito minhas mtas folgas obtidas na eleição de 2012, em q trabalhei feito louco, para estudar. Qdo acabarem as folgas, continuarei estudando no cartorio. Tem nada pra fazer mesmo.

    So saio da minha atual zona qdo passar em outra coisa. A divisão de carreiras começou. N sei como a coisa terminará, mas espero estar longe daqui qdo acontecer. Presumo q o primeiro grau não será o beneficiado com a mudança, como sempre acontece, aliás.

    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3134
    Reputação : 208
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por corujito em Qua 22 Jan 2014, 5:06 pm

    enquanto isso, tssa, a maioria dos servidores da JE fica cheia de receio e isso se tornou um tabu.

    o resultado prático disso é que TODOS os servidores levam a fama de ficarem, ou moscando no Cartório, ou batendo papo numa lotada sede de TRE.

    eu estou só esperando as crises. Porque é na crise que esses tabus aparecem. A primeira crise, a do carreirão do Judiciário, já está a ponto de estourar.

    não vai demorar para que estourem também as crises internas da JE.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Convidado em Qua 22 Jan 2014, 6:58 pm

    É cada discussão inútil..!
    Por isso que não avançamos.

    É lógico que se a demanda aumenta - e aumenta por causa do crescimento vegetativo da sociedade em geral - temos que aumentar o número de servidores!

    Houve tempo em que o INSS tinha pouquíssimos servidores e a carga de trabalho era escorchante. Além disso a prestação funcional era péssima, e alvo de críticas de todos.

    Vamos parar de elucubrar e concentrar no que interessa? Que tal?
    LAW-SC
    LAW-SC
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 348
    Reputação : 19
    Data de inscrição : 17/09/2013

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por LAW-SC em Qua 29 Jan 2014, 4:41 pm

    CadÊ o aumento do vale-coxinha...?? !!!
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Sem Frescura em Sex 31 Jan 2014, 3:43 pm

    O título deste tópico deveria ser substituído para "Muitos servidores na Justiça Eleitoral"
    Analista Desafortunado
    Analista Desafortunado
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 297
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 07/11/2011

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Analista Desafortunado em Dom 02 Fev 2014, 1:28 am

    A VERDADE É UMA SÓ:

    A JUSTIÇA ELEITORAL É A QUE POSSUI MENOS SERVIDORES DE TODOS OS RAMOS DO PJU, MENOS ATÉ DO QUE A JUSTIÇA MILITAR ( VEJAM OS DADOS DO CNJ ), SENDO POR CONSEGUINTE A PARTICIPAÇÃO DE SEUS CARGOS E FUNÇÕES NO ORÇAMENTO DO PJU DIMINUTA!

    CONTUDO, É A MAIS ESPALHADA PELO PAÍS, POIS ESTÁ PRESENTE EM TODOS OS RINCÕES, DO NORTE AO SUL, DAS MELHORES CAPITAIS AOS PIORES INTERIORES DO NORDESTE E NORTE.

    ORA, DO QUE ADIANTA " ECONOMIZARMOS " A CRIAÇÃO DE ALGUNS CARGOS NA JE SE ELES SÃO CRIADOS AOS MILHARES NA JF E NA JT?

    A VERDADE É UMA SÓ: QUEM ESTÁ NUMA SITUAÇÃO BOA, DIGA-SE GERALMENTE JÁ ESTÁ NA SEDE E TB COM UMA BOA FUNÇÃO OU CJ, ESTÁ SE LIXANDO PARA OS COLEGAS QUE ESTÃO RALANDO NAS ZONAS, PRINCIPALMENTE ÁQUELES DO INTERIOR, POIS TÊM MEDO DE QUE UM DIA ESSE COLEGA QUE AINDA ESTÁ NO INTERIOR AMEACE A SUA FC OU CJ.

    E O PRINCIPAL! O ORÇAMENTO A CADA ELEIÇÃO DIMINUI OU ESTÃO PERMANECE O MESMO. ASSIM, QUANTO MAIS SERVIDORES, MENOR A QUANTIDADE DE HORA-EXTRA RECEBIDA. SIMPLES ASSIM. POR ISSO TANTO MEDO DE QUE SE CRIEM NOVOS CARGOS E FUNÇÕES!

    DEVEMOS É LUTAR PELO AUMENTO TANTO DO ORÇAMENTO DAS ELEIÇÕES QUANTO DO NÚMERO DE CARGOS E FUNÇÕES-CJS.

    ORA, SE TODO DIA A QUANTIDADE DE ELEITORES AUMENTA, ASSIM COMO DE PARTIDOS, RESOLUÇÕES ( DIGA-SE MAIS TRABALHO ), ETC, A QUANTIDADE DE VERBA NO ORÇAMENTO E POR CONSEGUINTE CARGOS-FUNÇÕES TAMBÉM DEVE ACOMPANHAR, UMA VEZ QUE É A DECORRÊNCIA DE UM SIMPLES CÁLCULO MATÉMATICO-LÓGICO!


    Última edição por Analista Desafortunado em Dom 02 Fev 2014, 8:42 pm, editado 1 vez(es)

    Conteúdo patrocinado

    Muitos servidores no Judiciário Empty Re: Muitos servidores no Judiciário

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 19 Set 2019, 7:53 pm