PCS JÁ



    Inquietude
    Inquietude
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 117
    Reputação : 13
    Data de inscrição : 16/09/2011

    GREVE Empty GREVE

    Mensagem por Inquietude em Qua 24 Jun 2015, 10:59 am

    Vara e JEF Botucatu paralisados hoje, em apoio à greve da Justiça Federal.
    sergio caldas
    sergio caldas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : analista judiciário
    Mensagens : 1238
    Reputação : 29
    Data de inscrição : 29/11/2010
    Localização : são paulo

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por sergio caldas em Qua 24 Jun 2015, 11:54 am

    Aqui em SP 150 oficiais da justiça do trabalho paralisados.
    fredbilly
    fredbilly
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : ANALISTA JUDICIÁRIO
    Mensagens : 195
    Reputação : -135
    Data de inscrição : 11/06/2012
    Localização : BRASÍLIA

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por fredbilly em Qua 24 Jun 2015, 4:24 pm

    sergio caldas escreveu:Aqui em SP 150 oficiais da justiça do trabalho paralisados.
    like
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 06 Jul 2015, 11:13 pm

    Das 249 zonas eleitorais, 229 estão paradas. Na maior parte, a greve é feita por todos os servidores.
    avatar
    PJHUUUUuuuuu
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Trampolim
    Mensagens : 3874
    Reputação : 14
    Data de inscrição : 20/05/2011

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por PJHUUUUuuuuu em Ter 07 Jul 2015, 1:07 am

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    avatar
    PJHUUUUuuuuu
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Trampolim
    Mensagens : 3874
    Reputação : 14
    Data de inscrição : 20/05/2011

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por PJHUUUUuuuuu em Ter 07 Jul 2015, 2:08 am

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Ter 07 Jul 2015, 5:36 pm

    Pessoal de Macaé está tentando organizar outra passeata.
    sergio caldas
    sergio caldas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : analista judiciário
    Mensagens : 1238
    Reputação : 29
    Data de inscrição : 29/11/2010
    Localização : são paulo

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por sergio caldas em Ter 07 Jul 2015, 6:06 pm


    PARALISAÇÃO TOTAL NA CENTRAL DE MANDADOS TRT/SP INCLUSIVE SERVIÇOS INTERNOS




    Sr(a) Diretor(a)


    ATENÇÃO:

    CONSIDERANDO QUE, NESTA DATA, A GREVE DOS SERVIDORES SE ESTENDEU PARA A EQUIPE INTERNA
    DESTA CENTRAL DE MANDADOS DE SÃO PAULO, SOLICITAMOS A TODAS AS VARAS EMISSORAS DE
    MANDADOS NO SISTEMA PJE, QUE NOS INFORMEM VIA EMAIL (cmsp@trtsp.jus.br) EVENTUAL ENVIO DE
    MANDADO QUE TRATE DE LIMINAR, TUTELA OU QUE DIGA RESPEITO À REINTEGRAÇÃO, INCLUSÃO OU
    MANUTENÇÃO DE PLANO DE SAÚDE DO RECLAMANTE OU QUALQUER OUTRO DE CARÁTER URGENTÍSSIMO.

    A PRESENTE SOLICITAÇÃO PRENDE-SE AO FATO DE NÃO TERMOS MAIS CONDIÇÕES DE VERIFICAR UM A
    UM OS MANDADOS RECEBIDOS PELO PJE.

    ATENCIOSAMENTE

    Central de Mandados de São Paulo
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Ter 07 Jul 2015, 8:52 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Servidores decidem manter a greve em assembleia-geral nesta terça-feira (7/7)
    No início da tarde, ato reuniu mais de 100 pessoas na JF Venezuela

    Os servidores do Judiciário Federal do estado do Rio de Janeiro vão manter a greve por tempo indeterminado, salvo se surgir algo novo no cenário. A decisão foi aprovada no final da tarde desta terça-feira (7/7), na assembleia-geral da categoria, na Cinelândia. O presidente do Sisejufe, Valter Nogueira Alves ressaltou que a mobilização está no momento mais difícil, que é o limbo, a espera até a sanção do PLC 28/15. “Não trabalhamos com a possibilidade do veto, até porque a responsável pela sanção ou veto ainda não se manifestou sobre o assunto. Não temos outra coisa a fazer senão continuar a greve para alcançar nosso objetivo. Não podemos retroceder até garantir a sanção presidencial”, afirmou Valter, acrescentando que, em todo o país, apenas o sindicato da Paraíba saiu da greve.

    O dirigente sindical cobrou que o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, se posicione publicamente a favor do PLC 28 e criticou os ataques da mídia contra o projeto de recomposição salarial dos servidores. Valter destacou ainda a força da paralisação no interior do estado. “Em Resende, Campos, Volta Redonda e em outras muitas cidades a greve está forte e está sendo noticiada na imprensa local de maneira positiva. Isso é importante para furar o cerco”, disse.

    O presidente do sindicato convocou os servidores a participarem do abraço ao TRT Antonio Carlos, nesta quarta-feira (8/7), às 14 horas. E informou que na próxima semana haverá uma atividade em Brasília que terá a participação de uma comitiva do Sisejufe.

    O servidor Rinaldo Martins de Oliveira, do TRE-RJ, criticou a política do governo de ataques aos direitos dos trabalhadores. Alexandre Magno, da JF Venezuela, disse que a luta pela reposição salarial deve se intensificar e saiu em defesa da data-base para a categoria. O diretor Edson Mouta ressaltou que neste momento não há como retroceder. “Não aceitamos mais um ano sem reajuste. O governo faz esse ato covarde de colocar a sociedade contra nós. Ou nos levantamos e lutamos ou seremos atropelados”, afirmou.

    Ricardo Quiroga, diretor do sindicato, conclamou a categoria a lutar contra as mentiras que têm sido destaque na mídia. “Temos de enfrentar essa imprensa corrupta, mentirosa, com vícios da época da ditadura, que quer destruir o serviço público e criar um clima pelo veto. Vamos manter a greve, cada um fazendo suas ações nas redes sociais e ocupações nos locais de trabalho até o dia 21 de julho”, concluiu.

    JF Venezuela tem dia de mobilização

    Servidores na atividade da JF Venezuela

    Antes da assembleia-geral, mais de cem servidores das justiças Federal, Eleitoral e do Trabalho participaram de um ato conjunto em frente ao foro Venezuela para incentivar colegas que ainda não aderiram à greve a participar do movimento. Foi feito um arrastão em todos os andares dos dois prédios e depois, o grupo assistiu a esquete “Nós semo Caipira, mas num semo bobo não!”, uma sátira ao descaso do governo Dilma com os servidores do Judiciário Federal.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Ter 07 Jul 2015, 8:53 pm

    #SancionaDilma

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Amanhã, 8 de julho, tem abraço ao prédio do TRT Antonio Carlos – 14 horas
    chairfan
    chairfan
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 120
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 13/12/2014

    GREVE Empty VAI CONTINUAR! VEJA O RESUMO ATÉ AGORA!

    Mensagem por chairfan em Qua 08 Jul 2015, 8:12 am

    chairfan
    chairfan
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 120
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 13/12/2014

    GREVE Empty Vejam aqui a entrevista concedida pelos colegas da Justiça Federal esclarecendo o PLC 28 para a sociedade.

    Mensagem por chairfan em Qui 09 Jul 2015, 11:20 am

    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 13 Jul 2015, 8:37 pm

    Intensificar a greve urge!

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    ‘Arrastão’ mobiliza servidores da Justiça Federal Rio Branco
    13/07/2015

    A partir de agora, haverá atividades todos os dias, de 13h30 às 15h30

    Os servidores da Justiça Federal Rio Branco intensificam a mobilização para aumentar a participação da categoria na greve. Na tarde desta segunda-feira (13/7), eles fizeram um ‘arrastão’ no prédio onde trabalham. A cada andar, em cada vara visitada, o grupo ia ganhando novas adesões. Paulo Esteves, servidor da 3ª VF, pediu aos colegas que deem sua cota de sacrifício neste momento crucial da paralisação. “Os juízes fizeram pressão e conseguiram aumento de salário e auxílio moradia. Nós, servidores, temos que fazer nossa pressão para conseguir o reajuste. Vamos mostrar que esperamos da presidenta Dilma a sanção do PLC 28/15”, afirmou.
    Valter Nogueira Alves, presidente do Sisejufe, participa do arrastão no prédio da JF Rio Branco

    Valter Nogueira Alves, presidente do Sisejufe, participa do arrastão no prédio da JF Rio Branco

    Valter Nogueira Alves, presidente do Sisejufe, ressaltou que todos devem estar juntos nessa luta. “É importante a participação de cada um de vocês. É desgastante ficar lá em baixo, com poluição, barulho. É mais confortável ficar no ar condicionado. Mas a gente tem que sair da zona de conforto. Não dá para fazer omelete sem quebrar ovos”, disse Valter em uma das varas visitadas.

    Antes do arrastão, o presidente do sindicato participou de uma reunião com diretores de varas cíveis e foi deliberado que será distribuída uma ata para uniformizar os procedimentos da greve. Os diretores disseram apoiar a proposta do sindicato para motivar a categoria, que é interromper as atividades todos os dias, de 13h30 às 15h30, para ocupar a frente do prédio da JF Rio Branco. Hoje, no primeiro dia da ação, a adesão já foi grande.

    “É importante que cada um tenha consciência do seu papel nesta luta para que o nosso PCS seja sancionado”, disse a diretora do Sisejufe Maristela de Souza Vicente. “Vamos aprovar o PLC 28/15. O próximo passo será garantir a data-base, que não pode ser aprovada sem primeiro recuperar as perdas inflacionárias do nosso salário”, concluiu Valter Nogueira.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 13 Jul 2015, 8:38 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    TRE Sede terá apagão nesta terça-feira
    13/07/2015

    Os servidores do Judiciário Federal em greve realizam um Apagão nesta terça-feira (14/7) na Sede do Tribunal Regional Eleitoral (av. Presidente Wilson, 194). A concentração será a partir das 11h. Às 13h, haverá um sarau com apresentação de teatro de bonecos. A categoria está paralisada pela reposição salarial, por meio do PLC 28/2015.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 13 Jul 2015, 8:40 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Servidores do Judiciário Federal fazem ato em Volta Redonda, nesta quarta (15/07), às 14h30
    13/07/2015

    Nesta quarta-feira (15/7), servidores do Judiciário Federal organizam um ato em Volta Redonda para conscientizar a população e convocar os colegas que ainda não aderiram à greve.

    “Faremos um verdadeiro arrastão nas dependências da JT e da JF (a JE já conta com 100% de adesão), para estabelecer uma orientação padronizada de atuação dos cartórios durante a greve e para conclamar os colegas que seguem realizando seus trabalhos normalmente a aderirem ao movimento”, diz Lucas Ferreira Costa, da 90ª Zona Eleitoral de Volta Redonda.

    A manifestação começa em frente à Justiça do Trabalho, às 14:30h. Depois será feito arrastão em todo o edifício. Em seguida, o grupo passará pela JE, prosseguindo, na sequência, para a JF, onde haverá novo arrastão.

    O ato terminará na praça em frente à Prefeitura Municipal de Volta Redonda, onde haverá uma caixa de som com microfone para uso da palavra pelos inscritos e distribuição de panfletos para a população.

    Ato em Volta Redonda

    Dia 15/7, às 14h30

    Concentração: Justiça do Trabalho

    Endereço: Rua General Newton Fontoura – 891 (Antiga Rua 535) – .Nossa Srª das Graças – Volta Redonda

    Todos devem vestir preto. Haverá arrecadação de alimentos como leite em pó, biscoitos, macarrão, arroz, feijão etc para a instituição SOS – VOLTA REDONDA, que realiza trabalho com crianças carentes, gestantes e pessoas em estado de necessidade do município.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 13 Jul 2015, 8:44 pm

    Sisejufe-RJ

    Varas de Execuções Fiscais do Fórum da Venezuela definem parâmetros para participação na greve
    13/07/2015

    Os servidores das Varas de Execuções Fiscais do Fórum da Venezuela pretendem priorizar, dentro do limite de 30% de atividade essencial, tramitações que não gerem renda ao Fisco, inclusive não se opondo a que Juizados Especiais e Varas Cíveis priorizem a expedição de mandados para pagamento ao contribuinte, que culpa alguma tem em relação ao prejuízo à remuneração dos servidores. A decisão foi tomada em reunião no dia 10 de junho por onze diretores das Varas de Execuções Fiscais e que contou com a participação do representante dos oficiais de justiça e do diretor do Sisejufe Mário César Pacheco. O encontro ocorreu na sala de audiências do 6º andar do Bloco B da Venezuela.

    A iniciativa segue a mesma linha da decisão das Varas Criminais também do Fórum da Venezuela que fixaram parâmetros unificados de procedimento de participação na greve. Assim ficou definindo quais serviços devem parar e os que permanecem funcionando dentre outras disposições.

    A decisão das Varas de Execuções foram relatadas em ata de reunião com os procedimentos de participação na greve em especial na hipótese de veto ao PLC 28/15 pela presidenta Dilma em 21 de julho. Segundo Mário César Pacheco, o objetivo maior foi promover “um refinamento da greve, intitulada pelos mesmo de greve inteligente, visando diminuir impactos negativos de atendimento ao público ao mesmo passo em que deixa de beneficiar o algoz da movimentação, o governo”.

    “As Varas de Execução pretendem priorizar, dentro do limite de 30% de atividade essencial, tramitações que não gerem renda ao Fisco, inclusive não se opondo a que Juizados Especiais e Varas Cíveis priorizem a expedição de mandados para pagamento ao contribuinte, que culpa alguma tem em relação ao prejuízo à remuneração dos servidores”, esclareceu o diretor do Sisejufe.

    O dirigente informou ainda que a decisão será levada à Diretoria do Foro, à AGU, à PFN, ao MPF, ao Sisejufe e à Fenajufe, requerendo que seus procedimentos sejam cientificados e replicados por todas as Varas de Execuções Fiscais do Brasil.

    Confira a ata da reunião:

    10 07 15 Ata Reunião dos servidores das Varas Federais de Execução Fiscal
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 13 Jul 2015, 8:49 pm

    Fenajufe

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Ato Nacional Unificado
    Publicado em Segunda, 13 Julho 2015 14:48 | Imprimir | E-mail | Acessos: 1501

    A Fenajufe convoca a todos para o Apagão com Ato Nacional Unificado, no dia 16/7, às 14 horas, no STF e Palácio do Planalto pelo “Sanciona Dilma”.

    Está próximo o fim do prazo para que presidente Dilma Rousseff sancione o PLC 28/2015. É hora de ampliar a mobilização com a máxima participação dos servidores do Judiciário federal.

    Nesta quinta-feira, 16, vamos todos juntos gritar a uma só voz: #SancionaDilma!

    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Qua 15 Jul 2015, 5:51 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Servidores do TRT “enterram” Judiciário Federal na porta do Ministério da Fazenda do Centro do Rio
    15/07/2015

    Os servidores do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Rio fizeram nesta quarta-feira (15/07) mais um enterro simbólico do Poder Judiciário Federal, em protesto pela sanção do PL 28/2015 pela presidenta Dilma Rousseff. A manifestação ocorreu nas escadarias do prédio do Ministério da Fazenda, na Avenida Antônio Carlos, no Centro do Rio. Mais de cem servidores do tribunal participaram da manifestação no começo da tarde.

    “Como não estamos em Brasília para falar com o ministro (da Fazenda), Joaquim Levy, viemos aqui na representado do ministério no Rio para cobrar que o governo sancione o nosso aumento. Estamos em greve há 36 dias e não podemos esmorecer”, afirmou Luiz Amauri, diretor do Sisejufe.

    O cortejo fúnebre partiu do prédio do TRT da Antônio Carlos, vizinho à sede do Ministério da Fazenda no Rio. Os servidores saíram em marcha tendo um caixão à frente para o enterro simbólico do Poder Judiciário Federal.

    Apesar do teor fúnebre da manifestação, no trajeto os servidores cantaram paródia de música de Carnaval. O cortejo percorreu as calçadas do prédio do ministério e retornou para o local de partida no TRT na Rua da Imprensa.

    Hei, ô seu Levy
    Me dá um dinheiro ai,
    Me dá um dinheiro ai,

    “Hei, ô seu Levy
    Me dá um dinheiro ai,
    Me dá um dinheiro ai,

    Não vai dar, não vai dar não
    Assim você vai quebrar esse país
    Eu vou parar
    E o PIB vai cair

    Me dá me dá me dá
    Me dá um dinheiro aí…
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Qua 15 Jul 2015, 5:52 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Decisão do CNJ não afeta quem está em greve no TRT
    15/07/2015

    O Sisejufe está alerta para a liminar do Conselho Nacional de Justiça que determina o atendimento aos advogados no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Rio de Janeiro. A assessora jurídica do sindicato, Araceli Rodrigues, esclarece que essa não é uma ordem para os servidores, mas para o Tribunal.

    Nesse sentido, o movimento da greve deve continuar normalmente. “A administração do TRT é que deve definir como fará o atendimento.” A advogada vê a liminar positivamente, pois mostra que a paralisação do trabalho está surtindo o efeito desejado, pois a administração vai ter que negociar com os servidores.

    A direção do Sisejufe vai marcar uma reunião para debater o assunto com a presidência do tribunal. Caso o TRT tome alguma medida que venha ferir o direito de greve dos servidores, Araceli adianta que o sindicato tomará as medidas cabíveis.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Qui 16 Jul 2015, 7:43 am

    Fenajufe

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Fenajufe vai ao STF cobrar defesa da sanção do PLC 28/2015
    Publicado em Quinta, 16 Julho 2015 00:12 | Imprimir | E-mail | Acessos: 1134

    Segundo diretor-geral, Lewandowski não fez mais nada desde a aprovação do projeto e apenas aguarda decisão do governo

    A Fenajufe foi recebida na tarde desta quarta-feira, 15, pelo diretor-geral do Supremo Tribunal Federal, Amarildo Vieira. Representaram a federação os coordenadores Adilson Rodrigues, Cledo Vieira, Eugênia Lacerda e Roberto Ponciano. Participaram da reunião também os representantes do Sintrajusc/SC e do Sinjuspar/PR pelo comando nacional de greve, Devair Esmeraldino e Paulo Cezar Silva dos Santos, e os dirigentes do Sisejufe/RJ e Sindjus/DF, Valter Nogueira Alves e Roberto Jovane.

    Em meio à onda de ataques do governo à reposição salarial da categoria, a Fenajufe levou ao STF a cobrança para que o ministro Ricardo Lewandowski adote medidas concretas e atue perante o Palácio do Planalto pela sanção do PLC 28/2015. O projeto aguarda sanção da presidente Dilma Rousseff desde sua aprovação no plenário do Senado, em 30 de junho.

    Amarildo Vieira confirmou informação que vinha sendo veiculada pela imprensa, de que a posição de Lewandowski é por aguardar que o governo se manifeste no prazo de que dispõe para a sanção. Ele disse que o ministro não está disposto a receber a Fenajufe e teria ficado contrariado com aprovação do projeto no Senado. Amarildo disse que a categoria teria “atropelado” uma negociação em curso. Por essa razão, neste momento, Lewandowski não estaria buscando o governo para negociar e não teria feito mais nada. Ele também estaria irritado com supostos ataques que vem sofrendo de parte dos servidores.

    O diretor-geral disse ainda que teria sido levada ao governo, em um primeiro momento, a possibilidade de um veto parcial, que levaria para 2016 o início da implementação, mas que não teria havido retorno.

    Os dirigentes responderam que quem representa a categoria é a Fenajufe, que não pode responder por atitudes individuais e isoladas, e que não há qualquer orientação de ataques pessoais ou desrespeitosos ao ministro. Reafirmaram também a necessidade e a cobrança de uma resposta do STF aos ataques públicos que o Judiciário vem sofrendo por parte do governo, inclusive com informações distorcidas e inverídicas quanto à realidade salarial dos servidores. Os coordenadores expuseram que é fundamental a atuação do STF em defesa da autonomia do Poder, face às sucessivas declarações do governo de que pretende vetar o reajuste.

    Por fim, a federação apontou que vem aumentando a impaciência da categoria com o prolongamento do congelamento salarial, e a insatisfação com a falta de uma atuação mais efetiva do Judiciário para pôr fim ao impasse. Os dirigentes insistiram ainda na realização de audiência com o próprio Lewandowski, que vem sendo buscada sem êxito desde o início do ano, e reivindicou também que o STF atue de forma articulada com os tribunais superiores em defesa da sanção.

    Responsabilidade

    A Fenajufe tem buscado permanentemente espaços de negociação com Judiciário e governo em torno do reajuste da categoria, e até o último momento investiu na busca de um acordo para a aprovação no Senado. Mas apesar do compromisso assumido publicamente pelos senadores de que o projeto seria votado com ou sem acordo no dia 30 de junho, o governo não apresentou proposta e pediu o adiamento da votação por mais 30 dias.

    Vinte dias antes, para justificar o adiamento ocorrido, o próprio líder do governo, senador Delcídio do Amaral (PT/MS), afirmara que o governo trabalhava em uma proposta que levasse em conta a situação específica dos servidores do Judiciário, até o dia 30, o que não ocorreu.

    Como justificativa para uma nova retirada de pauta, chegou a ser lido em plenário um ofício de Lewandowski, no qual afirmava que STF e governo negociavam. Em outro ofício recebido às pressas no Senado, o ministro interino do Planejamento afirmava que havia negociação em curso e pedia o adiamento da votação. Entretanto, como não havia um pedido expresso de retirada de pauta do próprio Lewandowski, responsável pelo projeto, o presidente do Senado, Renan Calheiros, declarou que não decidiria por novo adiamento, e os senadores por unanimidade votaram pela aprovação do projeto.

    Apesar de afirmar no ofício enviado a Calheiros que “técnicos do Supremo Tribunal Federal estão ultimando tratativas com setores competentes do Ministério do Planejamento acerca do reajuste de vencimentos dos servidores do Poder Judiciário”, Lewandowski não trouxe ao conhecimento da categoria o conteúdo das mencionadas negociações que, segundo ele próprio e o representante do governo, estariam em estágio avançado.

    Ao mesmo tempo, o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, tem declarado à imprensa que trabalha em uma proposta alternativa ao PLC 28, tendo como referencial a proposta rebaixada já apresentada ao conjunto do funcionalismo, o que deve ser motivo para que a categoria permaneça alerta e mobilizada.

    Por esse motivo, a Fenajufe avalia que Lewandowski não pode pretender transferir aos servidores uma responsabilidade que continua sendo sua, na condição de chefe do Poder Judiciário e autor do projeto, inclusive porque não assumiu uma posição clara perante a categoria até o momento da votação.

    Com a greve já atingindo um mês, a categoria continuará exigindo do STF e da cúpula do Judiciário a defesa da autonomia do Poder e do projeto de sua iniciativa e interesse, assim como do governo o devido respeito e a efetivação da reposição salarial da categoria.

    #SancionaDilma

    A federação reafirma o calendário de atividades definido na última reunião do comando nacional de greve, a seguir:

    - manutenção e fortalecimento da greve;

    - 16/7 – ato às 15h no STF, e após reunião do CNG na Fenajufe;

    - 20 e 21/7 - apagão nos estados, com vigília na noite do dia 21/7;

    - 20 a 22/7 - caravanas a Brasília com ato e realização de vigília na noite do dia 21/7;

    - 22/7 – às 9h participação da marcha dos servidores públicos federais, e às 14h reunião do Comando Nacional de Greve para avaliar os desdobramentos e os rumos do movimento;

    - 23 e 24/7 - rodada de assembleias nos estados para avaliar a greve a partir da indicação do Comando Nacional de Greve.

    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Qui 16 Jul 2015, 7:46 am

    Sisejufe-Rj

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Servidores do RJ partem em caravana para o Ato #Sanciona Dilma que acontece nesta quinta em Brasília

    A caravana dos servidores do Judiciário Federal do Rio de Janeiro partiu no final da tarde dessa quarta-feira (15/7) para acompanhar o Ato Nacional Unificado em Brasília #SancionaDilma. A viagem de ônibus foi uma iniciativa da categoria, com apoio do Sisejufe.

    Os servidores vão participar do ato da Fenajufe que inicia às 14h, na Praça dos Três Poderes, em frente ao Superior Tribunal Federal e Palácio do Planalto. A presidenta Dilma tem até terça-feira (21/7) para sancionar o PLC 28/15 que determina a reposição salarial da categoria.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Qui 16 Jul 2015, 6:11 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Sisejufe convoca nova caravana para Brasília. Agora, com saída dia 20
    16/07/2015

    Em virtude do Ato Público a ser realizado em Brasília, dia 21 de julho, pelo #PLC28SANCIONADILMA, o Sisejufe está convidando a categoria a participar da caravana rumo à Brasília, que sairá daqui do Rio, da Candelária, no dia 20 de julho, na parte da tarde.

    Informações e inscrições com Patrícia Klein no Sisejufe, telefone (21) 2215-2443 Ramal 224.

    As inscrições se encerram nesta sexta-feira, dia 17 de julho, às 17 horas e serão na ordem de telefonemas.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Qui 16 Jul 2015, 6:14 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Servidores de Volta Redonda, Resende e Barra Mansa fazem ato unificado pela sanção do PLC 28/15
    16/07/2015

    Servidores fazem ‘arrastão’ no prédio da Justiça do Trabalho de Volta Redonda

    Servidores do Judiciário Federal do Sul Fluminense se uniram nesta quarta-feira (15/7) em um ato em Volta Redonda. Foi mais uma demonstração de força da categoria, que intensifica a pressão para que a presidenta Dilma sancione o PLC 28/15. O grupo fez um ‘arrastão’ no prédio da Justiça do Trabalho e depois seguiu em passeata pelas ruas da cidade. No caminho, os manifestantes entregaram cartas à população para explicar que o funcionalismo não luta por aumento e sim pela reposição das perdas inflacionárias dos últimos nove anos.

    “Lutamos por respeito e dignidade. Nós não temos uma data-base. Então a cada ano nosso salário vai perdendo valor. Nosso último Plano de Cargos e Salários foi aprovado em 2006. E desde 2009 tentamos aprovar um novo PCS. O momento é esse porque temos o apoio da OAB, de associações de Magistrados, vários deputados e senadores também já se declararam favoráveis à nossa proposta e o governo federal se encontra em um momento fragilizado”, afirmou o diretor do Sisejufe Edson Mouta.

    A passeata seguiu para a Justiça Federal, onde foi feito um novo ‘arrastão’ para sensibilizar quem ainda não aderiu à greve.

    “Estamos aqui para manifestar nossa indignação porque o governo vem dificultando nossa reposição salarial. A recomposição salarial é direito de todo cidadão. Está na Carta Magna mas nós não recebemos”, disse o funcionário da 90ª ZE, Lucas Ferreira Costa, responsável pela organização do ato.

    Lucas fez ainda um emocionante desabafo: “Eu era um advogado tributarista bem sucedido, morava na cidade do Rio de Janeiro e decidi ir atrás da estabilidade do serviço público. E não foi nada fácil. Passei três anos da minha vida estudando oito horas por dia para passar no concurso do Judiciário. Sei que todos aqui também se sacrificaram para chegar até aqui. E a cada ano temos que abrir mão de pequenos direitos porque estamos há nove anos sem qualquer reajuste. Nosso movimento é sério. Ninguém gosta de ficar parado, sem trabalhar. Está na nossa veia, no nosso sangue bem servir à população. Mas a greve é nosso último recurso. E já demos nossa contribuição ao ajuste fiscal ao aceitar a recomposição, que é nosso direito, postergando em parcelas. A gente aceita parcelar e o nosso devedor ainda quer pagar um terço do que nos deve. Não aceitamos o veto. Se ele vier, vamos lutar para derrubá-lo.”

    Ao final da manifestação, os servidores cantaram o Hino Nacional.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Qui 16 Jul 2015, 6:15 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Servidores públicos têm direito à greve
    16/07/2015

    As atividades de paralisação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da Lavradio iniciaram nesta quinta-feira (16/7) pela manhã com a palestra Direito de Greve, com a assessora jurídica do Sisejufe, Araceli Rodrigues. Ela esclareceu que no Brasil a regulamentação do exercício de direito à greve para os servidores públicos foi regulamentado de forma precária pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Os 30% para atendimento dos serviços essenciais, na verdade, são uma praxe e cada Justiça tem as suas especificidades.

    “Não deixem de assinar o ponto paralelo”, alertou a advogada. Isso assegura a defesa do servidor. Qualquer coação por parte da administração deve ser comunicada imediatamente ao sindicato. No caso de ameaça de descontos, como a greve suspende o contrato de trabalho, a compensação dos dias parados deve ser negociada após o fim do movimento, num acordo entre a administração e o sindicato. “Até o momento, nenhuma ação discutiu a legalidade da greve.”

    “Quem está em estágio probatório, não tem nenhuma restrição.” Quem for prejudicado em sua avaliação por conta de movimentos grevistas deve procurar seus direitos, pois essa é considerada uma prática anti-sindical, ferindo o direito do trabalhador.

    Na plataforma InfoGreve ([Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] os servidores podem tirar outras dúvidas sobre seus direitos. Ela lembrou também que no site do Sisejufe há um formulário para esclarecimento de dúvidas individuais ([Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] – Pergunte ao Jurídico)

    Decisão do CNJ não prejudica grevistas

    Sobre a decisão do Conselho Nacional de Justiça de determinar que os advogados têm garantido o direito de acesso aos autos, Araceli explica não interferir no movimento da greve. O Tribunal é que deve orientar o procedimento, desde que não contrarie o direito dos trabalhadores. “Se houver alguma restrição, o sindicato vai combater.” A advogada vê a liminar positivamente, pois mostra que a paralisação do trabalho está surtindo o efeito desejado, pois a administração vai ter que negociar com os servidores.

    Hora de aumentar o poder de pressão num momento histórico para o TRT

    O diretor do Sisejufe, Amauri de Souza, salientou que a greve está num momento fundamental, pois a presidenta Dilma tem até a próxima terça-feira (21/7) para sancionar o PLC 28/2015 que garante a reposição salarial da categoria. “Ela não afirmou que vai vetar. Precisamos ampliar nosso poder de pressão. Não vamos acreditar em nenhum boato.” O presidente do STF, Ricardo Lewandowiski, pleiteia que não haja veto da matéria do Judiciário, já aprovada pelo Legislativo. “Dilma pode vetar os outros poderes? Estamos voltando à monarquia?”, questionou.

    O servidor Fabiano de Andrade acredita que o TRT está vivendo um momento histórico, pois nunca houve uma participação tão ativa em uma greve. Ele chamou a atenção para os colegas novos, que estão participando pela primeira vez da mobilização.

    As atividades continuaram no início da tarde com uma caminhada.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Qui 16 Jul 2015, 6:16 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    “São nove anos sem? Reposição da inflação!”
    16/07/2015

    Ao som dessas palavras de ordem, servidores do Tribunal Regional do Trabalho do Rio (TRT1) fizeram uma caminhada de protesto pelo entorno do prédio do Tribunal, na rua do Lavradio, no começo da tarde de quinta-feira, 16 de julho. Dessa forma, o grupo procurava explicar o motivo da greve nacional dos servidores do Judiciário Federal. Iniciada em 10 de junho: o movimento da categoria é para pressionar o governo federal a sancionar o PLC 28/2105. “Este tipo de atividade (a caminhada) serve para esclarecer a população sobre o motivo da nossa greve. Temos perdas salariais da ordem de 49% nesses últimos nove anos. Ou seja, nossos salários perderam praticamente metade do poder de compra”, explicava ao microfone Luiz Amauri, diretor do Sisejufe.

    Caminhada TRT

    A caminhada partiu da porta do prédio da Lavradio e percorreu a calçada até o passadiço, que dá acesso ao prédio da rua Gomes Freire. A todo tempo, os manifestantes respondiam à pergunta: “São nove anos sem? Reposição da inflação!”

    Saindo do prédio da Gomes Freire, a caminhada continuou pela calçada e seguiu para a rua do Resende até voltar à rua do Lavradio e encerrar a atividade onde começou, na porta do Tribunal.

    Atividades desta sexta-feira

    As atividades da greve continuam no TRT nesta sexta-feira. Às 10h, haverá Seresta  na Lavradio. Às 13h, os Servidores em Cena se apresentam na Antônio Carlos. E às 14h, a Seresta será na Augusto Severo.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Sex 17 Jul 2015, 5:03 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Supremo Tribunal Federal convida entidades para reunião
    16/07/2015

    Na tarde desta quinta-feira (16/7), o diretor-geral do STF, Amarildo Vieira, convidou os presidentes do Sisejufe, Valter Nogueira; do Sindiquinze, José Aristéia e da Agelpojus, Edmilton Gomes; o secretário geral da Anajustra, Alexandre Seixas Saes; o diretor de base do Sisejufe, Roberto Ponciano; e o servidor do TJDF, Jailton Assis para esclarecer a interlocução do presidente do STF, Ricardo Lewandowski, em relação as negociações do PLC28/2015, por entender que a categoria não está sendo adequadamente informada dos fatos. Participaram do encontro pelo STF, além de Amarildo, o secretário de gestão de pessoas, Cícero Rodrigues de Oliveira Gomes e o presidente do Supremo, ministro Lewandowski .

    O STF entendia que, além do saneamento técnico do PL 6613/2009, ocorrido em 2014 com envio do PL 7920, também havia necessidade de negociar por conta de o PLC 28/15 não ter verba prevista no orçamento de 2015.

    Amarildo esclareceu que, até o dia 30, havia negociação de uma proposta que estaria mais próxima do reajuste pretendido pela categoria do que os 21,3% oferecido aos SPFs. Naquele momento, Amarildo informou ao coordenador geral da Fenajufe, Adilson Rodrigues, que o acordo seria fechado no mais tardar na quinta-feira da mesma semana (dois dias após a votação do PL, que aconteceu no mesmo dia da informação prestada pelo diretor-geral), e esta informação foi repassada antes da reunião do colégio de líderes do Senado Federal, ocorrida na tarde do dia 30.

    No dia seguinte após a aprovação – conforme já divulgado – Amarildo, por orientação do presidente do STF, procurou o ministro interino do Planejamento, Diogo Henrique Oliveira, propondo como solução a sanção ou, na pior das hipóteses, o veto parcial das primeiras parcelas, para solucionar a inviabilidade orçamentária e viabilizar o projeto, mas que tal solução não foi encampada pelo Planejamento.

    Diante do impasse, o ministro presidente do STF, Ricardo Lewandowski, buscou a reunião diretamente com a presidenta Dilma Rousseff. O Ministro Eduardo Cardozo intermediou o encontro, que ocorreu em Portugal, no dia 7 de julho de 2015.

    Lewandowski na reunião

    Durante a reunião com as entidades, o ministro Ricardo Lewandwski passou pelo local e confirmou pessoalmente que o assunto tratado em Portugal foi a sanção do PLC 28. Nas palavras do ministro Lewandowski: “para este encontro, me desloquei 120 km de um evento jurídico, aproveitando uma escala técnica da delegação presidencial, para tratar especificamente do projeto 28/2015, apresentando dados e solicitando a sanção do projeto, ocasião em que a presidenta colocou as dificuldades do momento econômico”, e que depois que ficou sabendo, pela imprensa, que Dilma reafirmara a intenção pelo veto. Afirmou ainda “que a partir deste momento, a sanção, o veto parcial ou total é uma manifestação independente, que compete ao Poder Executivo”.

    O Presidente afirmou, por fim, que, até a data da sanção ou veto, o Supremo Tribunal Federal não irá mais se manifestar sobre o PLC28, mas que se ocorrer a sanção tratará da negociação orçamentária e se o resultado for o veto, continuará as negociações, para que os servidores tenham a reposição salarial. Afirmou ainda que “o Supremo Tribunal Federal não abandonará os servidores”.

    Na retomada da reunião, o diretor-geral Amarildo Viera afirmou que, mesmo havendo o veto, o STF trabalhará para consolidar uma reposição salarial, analisando o melhor caminho para que se consolide rapidamente uma solução.


    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Sex 17 Jul 2015, 5:08 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Diretores do Sisejufe articulam apoio de parlamentares ao PLC 28/15 e participam, com servidores, de ato nacional unificado em Brasília
    16/07/2015

    Servidores e diretores do Sisejufe participaram na tarde desta quinta-feira (16/7), em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF), de um ato nacional unificado pela sanção do PLC 28/15. Uma parte dos servidores saiu do Rio de Janeiro de ônibus, em caravana, na terça-feira e desembarcou em Brasília após 19 horas de viagem. O outro grupo chegou à capital federal no dia anterior, acompanhando o presidente do sindicato, Valter Nogueira Alves e as diretoras Fernanda Lauria, Celia Mara e Lucilene Lima. O ato no STF teve a participação de delegações de todo o país.

    Ofensiva em busca de apoio parlamentar

    Na quarta e na quinta-feira (15 e 16/7), a delegação do Sisejufe fez uma verdadeira peregrinação pelos gabinetes de deputados federais e senadores para consolidar o apoio ao projeto de reposição salarial da categoria. Na quarta, a diretoria do sindicato e os servidores do Rio conversaram com o Senador Lindberg Farias (PT-RJ), que informou ter enviado à presidenta Dilma uma carta  (veja aqui) pedindo a sanção do PLC 28. O documento destaca, entre outros pontos, que a defasagem salarial da categoria é incontestável e que o custo total do reajuste estaria bem abaixo dos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal. O deputado Jean Wyllys disse que todos os quatro integrantes da bancada do PSOL apoiam o projeto. E relatou que iriam fazer um ofício conjunto para enviar à presidenta Dilma pedindo a sanção do PLC 28. Caso não haja sanção, Wyllys informou que os parlamentares do partido vão votar pela derrubada do veto.

    Ainda no dia 15, o deputado Miro Teixeira (PROS-RJ) afirmou ao grupo que o servidor público precisa ser valorizado e que não existem marajás, que isso é invenção da mídia. Disse que os servidores trabalham muito por esse país e que vota pela derrubada do veto. O Senador Crivella (PRB-RJ) também se comprometeu, em caso de veto, a votar pela derrubada. O deputado Francisco Floriano (PR-RJ) redigiu na hora um ofício pedindo a sanção do PLC 28 e postou a foto com a delegaçao do Sisejufe no Facebook, manifestando publicamente o apoio. Assegurou seu voto pela derrubada do veto. Leonardo Picciani (PMDB-RJ) apoia a categoria. Mas ressaltou que não poderia falar em nome de toda a bancada, já que são 151 deputados no total. Sugeriu que cada Estado fizesse pressão nos deputados da bancada para que facilitasse o apoio dos liderados do PMDB. Já a deputada petista Benedita da Silva prometeu ler com calma o memorial e outros documentos que foram entregues a ela, mas não poderia opinar sem conhecer bem o PLC.

    Na quinta-feira (16/7), a delegação do Sisejufe conversou com o senador Magno Malta (PR-ES) e os deputados Chico Alencar (PSOL-RJ), Tiririca (PR-SP) e Jair Bolsonaro (PP-RJ), que declararam ser favoráveis ao pleito dos servidores, derrubando o veto, se necessário. No mesmo dia, Alessandro Molon (PT-RJ) destacou que compreende que não é aumento, mas sim reposição salarial, porém afirmou que a sanção do PLC nesse momento é complicada pelo contexto em que se encontra o país. Disse que pode ajudar no sentido encontrar uma solução boa para todos, que poderia ser o veto parcial. Jandira Feghali (PCdoB-RJ) disse que também trabalha para evitar o veto total.

    Sisejufe organiza nova caravana rumo a Brasília no dia 20

    Na próxima segunda-feira (20/7), o Sisejufe enviará outra caravana com servidores do Rio de Janeiro para participar de um apagão e uma vigília em Brasília. Terça-feira (21/7) termina o prazo para que presidenta Dilma sancione o PLC 28/2015.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Sex 17 Jul 2015, 6:21 pm

    Fenajufe

    Maioria do Congresso Nacional já assinou abaixo-assinado de apoio à sanção do PLC 28
    Publicado em Sexta, 17 Julho 2015 17:47 | Imprimir | E-mail | Acessos: 481

    Sindjus/DF

    Coordenadores do Sindjus, da Fenajufe, dos demais sindicatos do Brasil e servidores da comissão do Congresso Nacional montada no DF não têm poupado esforços para trabalhar pela sanção do PLC 28 com os parlamentares.

    Desde a aprovação do projeto no dia 30 de junho, os gabinetes e as demais dependências da Câmara e do Senado ficaram lotadas de servidores em busca do apoio dos parlamentares à sanção do PLC 28 e aprovação do PLC 41. O parlamentares também foram procurados pelos servidores de diversos estados pelo Brasil a fora.

    Já foram colhidas, até o dia de ontem pela Comissão do Congresso do Sindjus (15/7), mais de 300 assinaturas de deputados e mais de 50 assinaturas de senadores em apoio à sanção do PLC 28.

    Os trabalhos no Congresso Nacional, com o corpo a corpo junto aos parlamentares, vão continuar.

    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Qua 22 Jul 2015, 11:28 pm

    Fenajufe

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Comando indica manter a greve por solução do impasse criado pelo veto
    Publicado em Quarta, 22 Julho 2015 21:31 | Imprimir | E-mail | Acessos: 1188

    Congelamento salarial é inaceitável. Categoria cobra posição do STF

    Terminou agora há pouco a reunião do Comando Nacional de Greve da Fenajufe, convocada para avaliar a decisão de veto ao PLC 28/2015, publicada no D.O.U desta quarta-feira, 22. Diante do que a categoria considera um ataque à autonomia do Judiciário e um desrespeito aos servidores, o Comando deliberou por indicar aos sindicatos filiados que mantenham a greve e fortaleçam o movimento em todo o território nacional.

    Participaram dirigentes do Sintrajuf/PE, Sisejufe/RJ, Sintrajufe/MA, Sindjufe/BA, Sindijuf/MT, Sintrajufe/CE, Sinjutra/PR, Sitraemg/MG, Sintrajud/SP, Sinjuspar/PA-AP, Sinjufego/GO, Sindjuf/PB, Sindjus/DF, Sintrajufe/RS, Sintrajurn/RN, Sintrajufe/PI e Sindjufe/TO. Pela Fenajufe, estiveram presentes os coordenadores Adilson Rodrigues, Cledo Vieira, Roberto Ponciano, Jaqueline Albuquerque, Tarcísio Ferreira, Iracema Pompermeyer Martins, Inês Castro, Eugênia Lacerda, Ramiro Lopez, Joaquim Castrillon, Madalena e Edmilton Gomes.

    Questão amplamente debatida pelo Comando na reunião desta quarta-feira, 22, é a necessidade de cobrar uma posição e iniciativas concretas do STF e tribunais superiores. Com o impasse gerado pela decisão da presidência da República, é preciso que o Judiciário deixe claro o que será feito e que isto seja transformado em ações concretas. A preocupação do CNG cobrar para que o Judiciário cumpra seu papel na defesa institucional do reajuste da categoria.

    Na reunião também foram avaliadas as informações vindas dos estados sobre os desdobramentos da mobilização após o veto. Diante da indignação da categoria, o Comando definiu por indicar aos sindicatos filiados que mantenham e fortaleçam a greve.

    Nova reunião do CNG foi convocada para terça-feira, 28, às 10 horas, em Brasília, quando serão avaliadas as decisões da base. O Comando aprovou ainda a realização de um apagão no dia 29 de julho, que marcará o Dia Nacional do Repúdio ao Veto.

    O Comando definiu ainda pela continuidade do trabalho de corpo-a-corpo com os deputados federais e senadores nos estados, buscando compromisso pela derrubada do veto ao PLC 28/2015.

    Convidados pelo Comando de Greve, os Assessores Parlamentares da Fenajufe, Antônio Augusto Queiroz (Toninho do Diap) e Thiago Rego Queiroz, apresentaram informações sobre a tramitação do veto, para orientar as ações dos dirigentes no Congresso nacional.

    Na avaliação do Comando, as ações desenvolvidas nos estados contaram com o apoio de servidores e conseguiram mobilizar a categorias contra a ameaça de veto. Agora, a mobilização continua com o objetivo de lutar pela solução do problema criado pelo veto, que mantém os salários da categoria congelados. Com isso, deve ser intensificada a articulação junto ao Congresso Nacional pela rejeição.

    Até o fechamento desta edição, assembleias gerais definiram pela continuidade da greve no Distrito Federal, Minas Gerais, Paraíba, Bahia, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Espírito Santo, Alagoas, Paraná, Goiás, Amapá, Acre, Santa Catarina e Campinas (TRT da 15ª Região).

    Outro ponto deliberado foi a resolução do CNG que além de orientar a base pela manutenção e o fortalecimento da greve, cobra do STF e dos tribunais superiores, uma posição em relação ao veto presidencial.

    O texto completo da resolução ficou assim definido:

    Resolução do Comando Nacional de Greve da Fenajufe

    Reunido na tarde desta quarta-feira, 22, o Comando Nacional de Greve da Fenajufe decidiu por orientar às assembleias a manutenção e fortalecimento da greve nacional, tendo em vista o impasse gerado pelo veto ao PLC 28 e a necessidade de uma solução para assegurar a justa reposição salarial reivindicada pela categoria há anos. Nova reunião ficou agendada para a próxima terça-feira, 28.

    A decisão do governo pelo veto, que já vinha sendo sinalizada desde a aprovação do projeto no Senado, foi recebida como um grave ataque ao direito a reposição salarial dos trabalhadores e à autonomia do Judiciário, prevista na Constituição. Trata-se de veto inédito que atenta contra os preceitos da independência e da harmonia entre os Poderes, uma vez que se trata de projeto de iniciativa do Supremo Tribunal Federal e de interesse de todo o Poder Judiciário.

    Os fundamentos adotados para a decisão de veto são injustificáveis. Desde o início e até final aprovação, o projeto não conteve qualquer vício ou mácula que pudesse amparar o veto. Além da iniciativa privativa do Judiciário, o projeto foi regularmente aprovado por ambas as Casas do Congresso Nacional. Além disso, o projeto observou todos os parâmetros e limites da Constituição, da Lei de Responsabilidade Fiscal e da Lei de Diretrizes Orçamentárias, e está dentro do espaço de autonomia do Poder.

    A categoria entende que a cúpula do Judiciário, especialmente o STF, não se posicionou como deveria na defesa institucional do projeto, principalmente depois de sua aprovação pelo Senado, tendo em vista os sucessivos ataques públicos desferidos pelo governo contra o seu mérito e as constantes sinalizações de veto.

    O comando definiu que a Fenajufe deve cobrar de imediato uma posição do STF e dos tribunais superiores acerca do veto, além de iniciativas concretas para a solução do impasse gerado. A cúpula do Judiciário não pode abrir mão de sua responsabilidade pela garantia da reposição salarial da categoria.

    Definiu também o comando por articular com a categoria o trabalho pela derrubada do veto no Congresso Nacional, com o enfrentamento das circunstâncias políticas e práticas inerentes ao processo.

    Tendo em vista que continuam as negociações do governo com as categorias do Executivo, e que várias delas estão construindo ou já deflagraram greves, as categorias de servidores do Judiciário e do MPU devem permanecer mobilizadas pressionando governo, Judiciário e MPU pela aprovação do reajuste salarial, que deve contemplar o índice específico reivindicado pela categoria, já que o governo pretende manter o arrocho impondo um percentual rebaixado para todas as categorias.

    Portanto, o comando reafirma à categoria a orientação pela manutenção e intensificação da greve nacional para cobrar uma solução ao impasse gerado pelo veto, e para que sejam superados o congelamento salarial e a ameaça de um índice rebaixado que já foi rechaçado pela base.

    Nova reunião ficou marcada para a próxima terça-feira, 28, às 10 horas, na sede da Fenajufe.

    Comando Nacional de Greve da Fenajufe

    da Fenajufe, Luciano Beregeno
    Fotos: Joana Darc Melo, da Fenajue
    servidor13
    servidor13
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 303
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 05/12/2014

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por servidor13 em Qui 23 Jul 2015, 10:23 am

    Parece-me que na Bahia a administração determinou o desconto nos salários a partir de hoje! affraid

    É imprescindível, portanto, que a Fenajufe entre (pra ontem) com uma ação, com pedido de liminar, para que todos os tribunais garantam o direito de greve e se abstenham de proceder aos descontos antes do desfecho do movimento paredista. Decisão recente do STF garantiu esse direito aos professores de São Paulo.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Sex 24 Jul 2015, 7:28 am

    Esses são os magistrados mui amigos...
    sergio caldas
    sergio caldas
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : analista judiciário
    Mensagens : 1238
    Reputação : 29
    Data de inscrição : 29/11/2010
    Localização : são paulo

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por sergio caldas em Sab 25 Jul 2015, 6:29 pm

    central de mandados de São Paulo voltando ao trabalho, são mais de 300 oficiais de justiça.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 27 Jul 2015, 3:31 pm

    Sisejufe-RJ

    Servidores criam blog com lista de parlamentares que apoiam o PLC 28/15
    22/07/2015

    Após o veto ao PLC 28/15, a luta será muito mais dura. A ordem, no momento, é intensificar a greve e trabalhar para garantir a derrubada do veto. Cada um precisa fazer a sua parte para conquistar a vitória. Um grupo de servidores criou o blog ‘Amigos do Judiciário’, que mostra a relação de todos os deputados e senadores que já firmaram apoio ao projeto de reposição salarial. A página já teve mais de 26 mil acessos e 3000 compartilhamentos.

    “Somos mais de 120.000 famílias – cerca de 1 milhão de eleitores diretos e indiretos – que não se esquecerão nas próximas eleições desses congressistas. Rumo a derrubada do veto!”, diz o texto.

    Para conhecer o blog e compartilhar o pedido de apoio ao PLC28, clique aqui
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 27 Jul 2015, 3:33 pm

    Sisejufe-RJ

    Comando Nacional decide intensificar greve para solucionar impasse criado pelo veto ao PLC28
    23/07/2015

    O Comando Nacional de Greve (CNG) da Fenajufe deliberou pela continuidade da paralisação após o veto da presidenta Dilma ao PLC 28/2015. A reunião que ocorreu na noite desta quarta-feira (22/07) foi convocada para avaliar a decisão publicada no DOU. Diante do que a categoria considera um ataque à autonomia do Judiciário e um desrespeito aos servidores, o comando decidiu por indicar aos sindicatos filiados que mantenham a greve e fortaleçam o movimento em todo o território nacional. Outro ponto deliberado na reunião foi a resolução que além de orientar a base pela manutenção e o fortalecimento da greve, cobra do STF e dos tribunais superiores, iniciativas e posição concretas em relação ao veto presidencial.

    Com o impasse gerado pela decisão da Presidência da República, é preciso que o Judiciário Federal deixe claro o que será feito e que isto seja transformado em ações concretas. A preocupação do CNG cobrar para que o Poder Judiciário cumpra seu papel na defesa institucional do reajuste da categoria.

    Na reunião também foram avaliadas as informações vindas dos estados sobre os desdobramentos da mobilização após o veto. Diante da indignação da categoria, o comando definiu por indicar aos sindicatos filiados que mantenham e fortaleçam a greve. Nova reunião do CNG foi convocada para terça-feira, 28, às 10 horas, em Brasília, quando serão avaliadas as decisões da base. O comando aprovou ainda a realização de um apagão no dia 29 de julho, que marcará o Dia Nacional do Repúdio ao Veto. Definiu ainda pela continuidade do trabalho de corpo-a-corpo com os deputados federais e senadores nos estados, buscando compromisso pela derrubada do veto ao PLC 28/2015.

    Convidados pelo Comando de Greve, os assessores parlamentares da Fenajufe, Antônio Augusto Queiroz (Toninho do Diap) e Thiago Rego Queiroz, deram informações sobre a tramitação do veto, para orientar as ações dos dirigentes no Congresso Nacional. Na avaliação do Comando, as ações desenvolvidas nos estados contaram com o apoio de servidores e conseguiram mobilizar a categorias contra a ameaça de veto.  Agora, a mobilização continua com o objetivo de lutar pela solução do problema criado pelo veto, que mantém os salários da categoria congelados.  Com isso, deve ser intensificada a articulação junto ao Congresso Nacional pela rejeição.

    Participaram da reunião dirigentes do Sintrajuf/PE, Sisejufe/RJ, Sintrajufe/MA, Sindjufe/BA, Sindijuf/MT, Sintrajufe/CE, Sinjutra/PR, Sitraemg/MG, Sintrajud/SP, Sinjuspar/PA-AP, Sinjufego/GO, Sindjuf/PB, Sindjus/DF, Sintrajufe/RS, Sintrajurn/RN, Sintrajufe/PI e Sindjufe/TO. Pela Fenajufe, estiveram presentes os coordenadores Adilson Rodrigues, Cledo Vieira, Roberto Ponciano, Jaqueline Albuquerque, Tarcísio Ferreira, Iracema Pompermeyer Martins, Inês Castro, Eugênia Lacerda, Ramiro Lopez, Joaquim Castrillon, Madalena e Edmilton Gomes.

    Até o fechamento à quarta-feira à noite, vários sindicatos definiram pela continuidade da greve, como Distrito Federal, Minas Gerais, Paraíba, Bahia, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Espírito Santo, Alagoas, Paraná, Goiás, Amapá, Acre, Santa Catarina e Campinas (TRT da 15ª Região). No Rio, a categoria faz assembleia-geral nesta quinta-feira (23/07), às 16h, na Cinelândia para ratificar a posição do comando nacional.

    Leia a resolução do Comando Nacional de Greve da Fenajufe

    Reunido na tarde desta quarta-feira, 22, o Comando Nacional de Greve da Fenajufe decidiu por orientar às assembleias a manutenção e fortalecimento da greve nacional, tendo em vista o impasse gerado pelo veto ao PLC 28 e a necessidade de uma solução para assegurar a justa reposição salarial reivindicada pela categoria há anos. Nova reunião ficou agendada para a próxima terça-feira, 28.

    A decisão do governo pelo veto, que já vinha sendo sinalizada desde a aprovação do projeto no Senado, foi recebida como um grave ataque ao direito a reposição salarial dos trabalhadores e à autonomia do Judiciário, prevista na Constituição. Trata-se de veto inédito que atenta contra os preceitos da independência e da harmonia entre os Poderes, uma vez que se trata de projeto de iniciativa do Supremo Tribunal Federal e de interesse de todo o Poder Judiciário.

    Os fundamentos adotados para a decisão de veto são injustificáveis. Desde o início e até final aprovação, o projeto não conteve qualquer vício ou mácula que pudesse amparar o veto. Além da iniciativa privativa do Judiciário, o projeto foi regularmente aprovado por ambas as Casas do Congresso Nacional. Além disso, o projeto observou todos os parâmetros e limites da Constituição, da Lei de Responsabilidade Fiscal e da Lei de Diretrizes Orçamentárias, e está dentro do espaço de autonomia do Poder.

    A categoria entende que a cúpula do Judiciário, especialmente o STF, não se posicionou como deveria na defesa institucional do projeto, principalmente depois de sua aprovação pelo Senado, tendo em vista os sucessivos ataques públicos desferidos pelo governo contra o seu mérito e as constantes sinalizações de veto.

    O comando definiu que a Fenajufe deve cobrar de imediato uma posição do STF e dos tribunais superiores acerca do veto, além de iniciativas concretas para a solução do impasse gerado. A cúpula do Judiciário não pode abrir mão de sua responsabilidade pela garantia da reposição salarial da categoria.

    Definiu também o comando por articular com a categoria o trabalho pela derrubada do veto no Congresso Nacional, com o enfrentamento das circunstâncias políticas e práticas inerentes ao processo.

    Tendo em vista que continuam as negociações do governo com as categorias do Executivo, e que várias delas estão construindo ou já deflagraram greves, as categorias de servidores do Judiciário e do MPU devem permanecer mobilizadas pressionando governo, Judiciário e MPU pela aprovação do reajuste salarial, que deve contemplar o índice específico reivindicado pela categoria, já que o governo pretende manter o arrocho impondo um percentual rebaixado para todas as categorias.

    Portanto, o comando reafirma à categoria a orientação pela manutenção e intensificação da greve nacional para cobrar uma solução ao impasse gerado pelo veto, e para que sejam superados o congelamento salarial e a ameaça de um índice rebaixado que já foi rechaçado pela base.

    Nova reunião ficou marcada para a próxima terça-feira, 28, às 10 horas, na sede da Fenajufe.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 27 Jul 2015, 3:35 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Comando de Greve propõe intensificação do movimento para garantir derrubada do veto
    23/07/2015

    Grupo define novas atividades e pede intervenção do sindicato para que STF receba Fenajufe como legítima negociadora da categoria

    O Comando de Greve quer ampliar a paralisação, iniciada no dia 10 de junho, como forma de garantir a derrubada do veto presidencial ao PLC 28/15. Para alcançar esse objetivo, os integrantes do comando planejam intensificar as articulações com senadores e deputados federais que ainda não se posicionaram a favor do projeto de recomposição salarial da categoria. Eles querem criar também uma ‘força tarefa’ para estimular os servidores a enviar mensagens de agradecimento nas mídias sociais dos parlamentares que já se comprometeram com a derrubada do veto. Serão escolhidos ‘tutores de Facebook’ nas varas e tribunais para orientar quem tiver dúvidas de como se comunicar com os políticos. Essa decisão foi aprovada em reunião na noite desta quarta-feira (22/7), no auditório do Sisejufe.

    Foi deliberado o envio para publicação no site da Fenajufe de reportagem da imprensa Sisejufe sobre blog que foi criado por servidores mostrando a lista dos deputados e senadores que apoiaram o PLC28/2015.

    O comando pediu que o sindicato faça intermediação junto ao STF para que a Fenajufe seja recebida como legítima negociadora da categoria. A diretoria já encaminhou o documento por meio digital.

    Foi definido que os encontros do Comando de Greve acontecerão a cada duas semanas, na terça-feira. E se houver necessidade, será convocada reunião extraordinária.

    Quanto às reuniões com os parlamentares que estão sendo realizadas para solicitar a derrubada do veto, foi encaminhado que estas sempre contarão com a presença de um membro da direção do sindicato.

    Havendo demanda em locais com mais de 500 servidores, será possível eleger um segundo nome para integrar o Comando de Greve, através de eleições nos foros.

    Ficou acertado que o sindicato irá reenviar boletim online com as orientações de greve, com destaque para o procedimento de atendimento apenas de casos essenciais e de urgências, com suspensão dos demais serviços. Também foi reforçada a necessidade de se fazer um esforço nos cartórios para que os oficiais de justiça parem de expedir mandados não essenciais.

    Atividades para intensificar a greve

    O comando aprovou a realização de uma passeata no Centro do Rio em data próxima à análise do veto pelo Congresso. Também haverá envio de servidores e servidoras a Brasília em uma nova caravana para acompanhar a sessão do Congresso que vai analisar o assunto.

    Foi aprovada a realização e divulgação, nas zonas eleitorais da capital, da atividade “Saindo da Zona de Conforto”, na qual um grupo de servidores visita colegas de outro local de trabalho que está com dificuldade de mobilização. O evento já acontece com sucesso nas ZEs da Baixada Fluminense. E na próxima quarta-feira (29/7), às 11h, haverá arrastão na Justiça Federal Almirante Barroso, com a participação dos servidores do TRT da Lavradio. Essa atividade acontecerá uma vez por semana, sempre com a participação dos servidores do TRT, em locais a serem definidos.

    Também foi deliberada atividade de ocupação de pontos turísticos do Rio para tirar fotos da categoria com faixa pedindo a derrubada do veto ao PLC 28/15. O primeiro ato será nos Arcos da Lapa, em data a ser marcada.

    A categoria vai participar do Ato Unificado com os Servidores Públicos Federais em greve, no dia 30 de julho, evento organizado pelo Sintrasef, para o qual ainda será confirmado o local e o horário.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 27 Jul 2015, 3:36 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Servidores do Judiciário decidem manter e fortalecer a greve
    23/07/2015

    A maioria esmagadora dos servidores do Judiciário Federal do Rio de Janeiro votou pelo fortalecimento e continuidade da greve. A assembleia-geral da categoria foi realizada no final da tarde dessa quinta-feira (23/7) na Cinelândia. Antes da decisão, 14 pessoas fizeram suas avaliações sobre o movimento que já dura 44 dias.

    A votação foi realizada após a presidenta Dilma ter vetado o PLC 28/2015 que trata da reposição salarial da categoria na terça-feira. O presidente do Sisejufe, Valter Nogueira, classificou como absurda a justificativa de inconstitucionalidade da proposição, já que ela partiu do próprio Supremo Tribunal Federal.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Valter lembrou que a categoria já rejeitou o índice de 21,3% de reajuste. A estratégia agora é a derrubada do veto pelo Congresso. Nesse sentido, os servidores devem pressionar os parlamentares para que se manifestem a favor do PLC 28/2015.

    Por outro lado, se for apresentada outra proposta para a categoria, com índices próximos aos apresentados pelo PLC 28/2015, o dirigente do Sisejufe defende que esta seja analisada pelos servidores. “Não podemos levar a categoria para o precipício”, alertou o presidente, já que o o mês de agosto é o prazo fatal para projetos que precisem constar na proposta orçamentária 2016.

    O presidente do Sisejufe também informou que está participando de uma articulação para que o STF volte a negociar com a Fenajufe.

    Durante assembleia, também foram relatadas as próximas atividades decididas pelo Comando de Greve. Também ficou acertado um ato em frente à sede do Partido dos Trabalhadores do Rio de Janeiro.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 27 Jul 2015, 3:37 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Força tarefa articula apoio para derrubar veto ao PLC 28/15
    23/07/2015

    A ‘força tarefa’ dos servidores em busca de apoio político para garantir a derrubada do veto ao PLC 28-15 entrou em ação mais uma vez nesta quinta-feira (23/7). A conversa foi com o deputado federal Áureo (SD-RJ), que tem seu reduto eleitoral em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O parlamentar reforçou pessoalmente aos servidores Marcus, Jancir, Mauro, Thiago e Sueli, além do diretor do Sisejufe Edson Mouta, o apoio que já havia dado à categoria informalmente. E prometeu puxar a adesão do partido para votar pela derrubada do veto.

    O deputado afirmou que vai tentar articular na Câmara, na volta do recesso, um ato de apoio aos servidores do Judiciário Federal. E se ofereceu para percorrer com uma delegação do Rio de Janeiro gabinetes de parlamentares que ainda não se posicionaram a favor do projeto de recomposição salarial.

    De acordo com o blog amigosdojudiciario.wordpress.com , 57 senadores e 203 deputados federais já manifestaram a intenção de derrubar o veto ao PLC 28/15.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 27 Jul 2015, 3:38 pm

    Sisejufe-RJ

    Força tarefa dos servidores intensifica busca de apoio parlamentar para derrubada do veto
    24/07/2015

    A força tarefa criada por servidores que participam da greve e que tem a colaboração do Sisejufe vai intensificar o trabalho de busca de apoio parlamentar para derrubada do veto da presidenta Dilma Rousseff ao PLC 28/2015. Outros deputados e senadores do Rio serão procurados por membros da força tarefa, que entregarão um memorial feito pelo sindicato defendendo a derrubada do veto (leia a íntegra) . O documento também será enviado a parlamentares de outros estados, solicitando comprometimento com a derrubada do veto.

    O Sisejufe defende a construção de uma força tarefa nacional para que o trabalho de aproximação e convencimento seja estendido a outros estados. A força tarefa local foi implementada há cerca de 20 dias, por iniciativa de um grupo de servidores do Rio de Janeiro e conta com a ajuda das diretoras Fernanda Lauria, Adriana Tangerino e Celia Mara. O grupo foi criado justamente para intensificar as articulações com senadores e deputados federais que ainda não se posicionaram a favor do projeto de recomposição salarial e estimular a categoria a enviar mensagens de agradecimento nas mídias sociais dos parlamentares que já se comprometeram com a derrubada do veto.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 27 Jul 2015, 3:40 pm

    Sisejufe-RJ

    Sisejufe envia ofício para que STF retome diálogo com a Fenajufe
    24/07/2015

    Seguindo deliberação do Comando de Greve, a direção do Sisejufe encaminhou ofício ao Supremo Tribunal Federal (STF) solicitando ao presidente da Suprema Corte, ministro Ricardo Lewandowski, que retome o diálogo com a direção da Fenajufe sobre as negociações de aumento para a categoria. O sindicato também pediu que seja agendada uma reunião entre o presidente do STF e a direção da federação, legítima representante da categoria.

    Em 22 de julho, o comando deliberou que o Sisejufe fizesse a intermediação junto ao STF para que a Fenajufe seja recebida. A diretoria já encaminhou o documento (Leia a íntegra). No ofício, o presidente do sindicato, Valter Nogueira Alves, solicita que o ministro Lewandowski reconsidere a decisão de não mais receber a Fenajufe para tratar da negociação do PLC 28.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Lula Molusco em Seg 27 Jul 2015, 3:41 pm

    Sisejufe-RJ

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    NOJAF convoca oficiais de justiça para reunião nesta segunda-feira (27/07), às 15h
    24/07/2015

    O Núcleo dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais do Sisejufe (NOJAF) convoca reunião para o dia 27 de julho, segunda-feira, às 15h, no auditório do sindicato.

    Pauta:

    Avaliação do movimento do segmento dos oficiais

    Debater dificuldades que estão surgindo com o decorrer dos prazos, especialmente as trazidas pelos colegas das trabalhistas (prazo, eventuais punições, dificuldades de adesão).

    Reunião NOJAF

    27 de julho, às 15h

    Sisejufe – Av. presidente Vargas, 509, 11º andar

    Conteúdo patrocinado

    GREVE Empty Re: GREVE

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 19 Set 2019, 7:52 pm