PCS JÁ



    Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Compartilhe
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Dom 18 Jun 2017, 3:38 pm

    Jubilando escreveu:

    Pois é, mas o Alfa diz que está em 1,74 a longo prazo e menos que isso em prazo mais curto, mas na ponta do lápis chega a 2,02...
    CEF não está muito diferente.
    Deve ser o momento da economia que leva a essas taxas absurdas.

    Os juros bancários, de maneira generalizada, tal como a energia elétrica, são muito mais caros hoje do que antes de se entrar na briga pela respectiva redução.
    As instituições financeiras estão trabalhando com margens absurdas. Não acho que tão cedo veremos consignados na casa de 1,5%a.a., bem como cheque especial de "apenas um dígito" ou cartão abaixo de 13% tão cedo.
    avatar
    rosa2002
    Novo Usuário

    Mensagens : 2
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por rosa2002 em Seg 26 Jun 2017, 2:32 pm

    josebarbos escreveu:Prezados, notícia potencialmente bombástica para alguns sortudos. A princípio, informação válida só para o MPF, mas podem haver outros casos!

    Ontem recebi o contracheque e não houve o desconto do Cacique. Hoje fiz algumas diligências e descobri que, no caso do MPF, o próprio banco pediu a exclusão por um documento de 30/05/2017.

    Liguei no atendimento, e me falaram que estão analisando o perdão desta dívida. Que haverá um posicionamento no final do mês.
    O Cacique quebrou em 2014, e provavelmente não conseguiram repassar a carteira destes servidores, portanto, há alguma possibilidade de terem uma das melhores notícias do ano.


    Olá colega, você sabe algo sobre o INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO Nº 1.34.003.000092/2013-97 o qual terá por objeto apurar lesões que vêm
    sendo causadas nas relação de consumo/prestação de serviço, por parte do Banco Cruzeiro do Sul, a servidores do Ministério Público Federal – e demais
    consumidores – que com ele contrataram empréstimos consignados?

    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Seg 26 Jun 2017, 3:56 pm

    rosa2002 escreveu:
    josebarbos escreveu:Prezados, notícia potencialmente bombástica para alguns sortudos. A princípio, informação válida só para o MPF, mas podem haver outros casos!

    Ontem recebi o contracheque e não houve o desconto do Cacique. Hoje fiz algumas diligências e descobri que, no caso do MPF, o próprio banco pediu a exclusão por um documento de 30/05/2017.

    Liguei no atendimento, e me falaram que estão analisando o perdão desta dívida. Que haverá um posicionamento no final do mês.
    O Cacique quebrou em 2014, e provavelmente não conseguiram repassar a carteira destes servidores, portanto, há alguma possibilidade de terem uma das melhores notícias do ano.


    Olá colega, você sabe algo sobre o INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO Nº 1.34.003.000092/2013-97 o qual terá por objeto apurar lesões que vêm
    sendo causadas nas relação de consumo/prestação de serviço, por parte do Banco Cruzeiro do Sul, a servidores do Ministério Público Federal – e demais
    consumidores – que com ele contrataram empréstimos consignados?


    Houve o pedido de arquivamento. Parece que as irregularidades foram resolvidas e colocaram os seguintes canais para atendimento: é-mail [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] ou telefone(SAC)0800-7047405

    Se você tiver qualquer problema, seria bacana fazer esta referência aos autos, o MPF tem até aplicativo para atendimento ao cidadão.
    avatar
    rosa2002
    Novo Usuário

    Mensagens : 2
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por rosa2002 em Seg 26 Jun 2017, 4:12 pm

    josebarbos escreveu:
    rosa2002 escreveu:
    josebarbos escreveu:Prezados, notícia potencialmente bombástica para alguns sortudos. A princípio, informação válida só para o MPF, mas podem haver outros casos!

    Ontem recebi o contracheque e não houve o desconto do Cacique. Hoje fiz algumas diligências e descobri que, no caso do MPF, o próprio banco pediu a exclusão por um documento de 30/05/2017.

    Liguei no atendimento, e me falaram que estão analisando o perdão desta dívida. Que haverá um posicionamento no final do mês.
    O Cacique quebrou em 2014, e provavelmente não conseguiram repassar a carteira destes servidores, portanto, há alguma possibilidade de terem uma das melhores notícias do ano.


    Olá colega, você sabe algo sobre o INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO Nº 1.34.003.000092/2013-97 o qual terá por objeto apurar lesões que vêm
    sendo causadas nas relação de consumo/prestação de serviço, por parte do Banco Cruzeiro do Sul, a servidores do Ministério Público Federal – e demais
    consumidores – que com ele contrataram empréstimos consignados?


    Houve o pedido de arquivamento. Parece que as irregularidades foram resolvidas e colocaram os seguintes canais para atendimento: é-mail [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] ou telefone(SAC)0800-7047405

    Se você tiver qualquer problema, seria bacana fazer esta referência aos autos, o MPF tem até aplicativo para atendimento ao cidadão.

    Obrigada!
    Olhando o site do Banco vi que eles fizeram uma campanha de descontos para quem tinha consignado com eles, alguém tentou fazer uma simulação?
    Na sua experiência existe alguma possibilidade de eles pararem de cobrar as parcelas vincendas dos consignados como aconteceu com o Banco Cacique?
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Seg 26 Jun 2017, 11:06 pm

    rosa2002 escreveu:
    Obrigada!
    Olhando o site do Banco vi que eles fizeram uma campanha de descontos para quem tinha consignado com eles, alguém tentou fazer uma simulação?
    Na sua experiência existe alguma possibilidade de eles pararem de cobrar as parcelas vincendas dos consignados como aconteceu com o Banco Cacique?

    O Cruzeiro do Sul é uma liquidação que já está se arrastando há bastante tempo e teve muitos percalços. Não é impossível, mas acho muito difícil. Especialmente porque neste caso houve compra das carteiras, o que não ocorreu no Cacique.

    O Cacique, e o Pecúnia, eram subsidiárias de um banco francês que decidiu se retirar do Brasil. É bem possível que o perdão da dívida tenha sido uma forma de agilizar/baratear ou resolver algum outro problema que tinham, numa carteira que já era por demais onerosa. O banco tinha 13 milhões em ativos de consignado, com provisão de 1 milhão e pouco. Como são contratos velhos, se tirasse líquido 50 ou 100 mil mensais era bem possível que mal cobrisse a inadimplência (por diversos motivos, como morte, transferência do servidor para outro cargo, ações etc), que o diga os custos administrativos.

    Nisto, ao cacique parece que foi bom nunca ter importunado ou dificultado o cálculo dos saldos: o Cruzeiro do Sul assumidamente, na onda da falência, geriu muito mal sua carteira, enquanto o outro se desfez rapidamente dos seus ativos à medida que os servidores pagaram/liquidaram.
    avatar
    Decano
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1415
    Reputação : 97
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por Decano em Qua 23 Ago 2017, 3:14 pm

    Pra me livrar dos consignados foi simples:
    Entrei em um concurso de remoção para mudar de ramo (MPF/MPT)
    No mês da remoção, recorri à portabilidade, e contratei um consignado.
    A financeira pagou o empréstimo e ainda recebi troco.
    No outro contracheque, já no outro órgão, não constava mais nenhum consignado.
    A financeira protestou o título, mas já vão fazer 5 anos desde o ocorrido.

    Só isso.
    avatar
    eder.lima
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 257
    Reputação : 22
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por eder.lima em Qua 23 Ago 2017, 5:49 pm

    Decano escreveu:Pra me livrar dos consignados foi simples:
    Entrei em um concurso de remoção para mudar de ramo (MPF/MPT)
    No mês da remoção, recorri à portabilidade, e contratei um consignado.
    A financeira pagou o empréstimo e ainda recebi troco.
    No outro contracheque, já no outro órgão, não constava mais nenhum consignado.
    A financeira protestou o título, mas já vão fazer 5 anos desde o ocorrido.

    Só isso.

    Decano, poderias me repassar mais detalhes dessa situação por MP?
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Qui 31 Ago 2017, 10:13 am

    Divulgando a quem possa interessar:

    Hoje um funcionário do BB me ligou para oferecer crédito consignado, à taxa de 1,57% a.m.
    Não sei se vale apenas para o MPU ou Judiciário, mas já é um patamar mais baixo do que vi nos últimos dois anos, e pode valer a pena para quem interessar em portabilidade.
    avatar
    mauriciokpv
    Novo Usuário

    Mensagens : 29
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 31/03/2011

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por mauriciokpv em Ter 07 Nov 2017, 5:13 pm

    Meu consignado estava sendo debitado da conta corrente, como troquei de banco não houve mais o pagamento. A CEF entro com uma Ação de Execução de Título Extrajudicial. Minha pergunta: é possível apresentar defesa alegando que o desconto deveria ser no contracheque (que por erro do TRT não há mais margem para tal)?
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Ter 07 Nov 2017, 9:29 pm

    mauriciokpv escreveu:Meu consignado estava sendo debitado da conta corrente, como troquei de banco não houve mais o pagamento. A CEF entro com uma Ação de Execução de Título Extrajudicial. Minha pergunta: é possível apresentar defesa alegando que o desconto deveria ser no contracheque (que por erro do TRT não há mais margem para tal)?

    Tal argumentação não é cabível. Tenho um modelo de contrato velho aqui, que tem as seguintes cláusulas (provavelmente idênticas ou semelhantes no seu contrato):

    Parágrafo Quarto - No caso de o CONVENENTE/EMPREGADOR não descontar em folha de pagamento o valor de qualquer prestação devida, prevista nesta CCB, o EMITENTE compromete-se a efetuar o pagamento da parcela não descontada, no vencimento da prestação.
    (...)
    Caso o repasse do CONVENENTE/EMPREGADOR não ocorra, em decorrência de suspensão temporária dos pagamentos de salário ou de benefício previdenciário, o EMITENTE efetuará os pagamentos das prestações decorrentes desta operação de crédito diretamente à CAIXA, nas respectivas datas de vencimento estabelecidas nesta CCB.
    (...)
    Parágrafo Oitavo - Se por qualquer motivo for omitido ou suspenso o desconto das prestações em folha de pagamento, excluídas as hipóteses de vencimento antecipado, o EMITENTE ficará obrigado a pagar a prestação diretamente à CAIXA, ou a quem esta indicar, na data de seu vencimento, sob pena de incidir encargos por atraso nos termos definidos nesta CCB.

    PS: na minuta que tenho também já há a nefasta previsão expressa sobre responsabilidade de despesas com cobrança e execução judicial. Então, não pagar a prestação pode sair bem caro.
    E embora não tenha ficado claro qual o valor do débito, em algum lugar por aqui devo ter comentado sobre como Caixa e BB, por serem bancos públicos, são obrigados a serem bem menos tolerantes com inadimplência.

    PS2: a Caixa, ainda, não começou a usar a cláusula de vencimento antecipado, que pode te obrigar ao pagamento de TODA a dívida em quarenta e oito horas. Comercialmente, o uso desta cláusula é quase um suicídio comercial, mas é importante lembrar que o banco público está numa situação complicada para o ano que vem, em razão dos novos parâmetros de basileia. Na verdade, mais uma vez, a Caixa praticamente quebrou, não fosse banco público e toda a sua injeção de recursos e monopólios a que faz jus.
    avatar
    mauriciokpv
    Novo Usuário

    Mensagens : 29
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 31/03/2011

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por mauriciokpv em Ter 07 Nov 2017, 9:43 pm

    josebarbos escreveu:
    mauriciokpv escreveu:Meu consignado estava sendo debitado da conta corrente, como troquei de banco não houve mais o pagamento. A CEF entro com uma Ação de Execução de Título Extrajudicial. Minha pergunta: é possível apresentar defesa alegando que o desconto deveria ser no contracheque (que por erro do TRT não há mais margem para tal)?

    Tal argumentação não é cabível. Tenho um modelo de contrato velho aqui, que tem as seguintes cláusulas (provavelmente idênticas ou semelhantes no seu contrato):

    Parágrafo Quarto - No caso de o CONVENENTE/EMPREGADOR não descontar em folha de pagamento o valor de qualquer prestação devida, prevista nesta CCB, o EMITENTE compromete-se a efetuar o pagamento da parcela não descontada, no vencimento da prestação.
    (...)
    Caso o repasse do CONVENENTE/EMPREGADOR não ocorra, em decorrência de suspensão temporária dos pagamentos de salário ou de benefício previdenciário, o EMITENTE efetuará os pagamentos das prestações decorrentes desta operação de crédito diretamente à CAIXA, nas respectivas datas de vencimento estabelecidas nesta CCB.
    (...)
    Parágrafo Oitavo - Se por qualquer motivo for omitido ou suspenso o desconto das prestações em folha de pagamento, excluídas as hipóteses de vencimento antecipado, o EMITENTE ficará obrigado a pagar a prestação diretamente à CAIXA, ou a quem esta indicar, na data de seu vencimento, sob pena de incidir encargos por atraso nos termos definidos nesta CCB.

    PS: na minuta que tenho também já há a nefasta previsão expressa sobre responsabilidade de despesas com cobrança e execução judicial. Então, não pagar a prestação pode sair bem caro.
    E embora não tenha ficado claro qual o valor do débito, em algum lugar por aqui devo ter comentado sobre como Caixa e BB, por serem bancos públicos, são obrigados a serem bem menos tolerantes com inadimplência.

    PS2: a Caixa, ainda, não começou a usar a cláusula de vencimento antecipado, que pode te obrigar ao pagamento de TODA a dívida em quarenta e oito horas. Comercialmente, o uso desta cláusula é quase um suicídio comercial, mas é importante lembrar que o banco público está numa situação complicada para o ano que vem, em razão dos novos parâmetros de basileia. Na verdade, mais uma vez, a Caixa praticamente quebrou, não fosse banco público e toda a sua injeção de recursos e monopólios a que faz jus.

    Então não me resta outra alternativa que não seja um acordo de reparcelamento da dívida com a CEF, pois discutir o processo não há argumento factível, certo?
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Qua 08 Nov 2017, 6:29 pm

    mauriciokpv escreveu:

    Então não me resta outra alternativa que não seja um acordo de reparcelamento da dívida com a CEF, pois discutir o processo não há argumento factível, certo?

    tendo chegado à via judicial, talvez seja melhor firmar um acordo no âmbito da ação do que renegociar com a Caixa administrativamente, em que ela tende a colocar todos os custos e pode até mesmo cobrar uma taxa pouco interessante. E você pode tentar algum acordo em termos de atualização monetária mais um juro um pouco abaixo do que a Caixa cobraria.
    avatar
    mauriciokpv
    Novo Usuário

    Mensagens : 29
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 31/03/2011

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por mauriciokpv em Qua 08 Nov 2017, 8:42 pm

    josebarbos escreveu:
    mauriciokpv escreveu:

    Então não me resta outra alternativa que não seja um acordo de reparcelamento da dívida com a CEF, pois discutir o processo não há argumento factível, certo?

    tendo chegado à via judicial, talvez seja melhor firmar um acordo no âmbito da ação do que renegociar com a Caixa administrativamente, em que ela tende a colocar todos os custos e pode até mesmo cobrar uma taxa pouco interessante. E você pode tentar algum acordo em termos de atualização monetária mais um juro um pouco abaixo do que a Caixa cobraria.

    Sim, eu estive na CEF e me propuseram pagar a dívida de R$ 34.000,00 em 96 prestações de 800,00, fiquei muito assustado, pois vou pagar quase 80.000,00. Essa negociação é possível na execução, e sem garantir o valor? solicito uma audiência conciliatória?
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Qua 08 Nov 2017, 8:54 pm

    mauriciokpv escreveu:
    josebarbos escreveu:
    mauriciokpv escreveu:

    Então não me resta outra alternativa que não seja um acordo de reparcelamento da dívida com a CEF, pois discutir o processo não há argumento factível, certo?

    tendo chegado à via judicial, talvez seja melhor firmar um acordo no âmbito da ação do que renegociar com a Caixa administrativamente, em que ela tende a colocar todos os custos e pode até mesmo cobrar uma taxa pouco interessante. E você pode tentar algum acordo em termos de atualização monetária mais um juro um pouco abaixo do que a Caixa cobraria.

    Sim, eu estive na CEF e me propuseram pagar a dívida de R$ 34.000,00 em 96 prestações de 800,00, fiquei muito assustado, pois vou pagar quase 80.000,00. Essa negociação é possível na execução, e sem garantir o valor? solicito uma audiência conciliatória?

    Esta parte operacional eu desconheço, pela não formação jurídica. Os juros são de 2% a.m., não são altos, mas já causam todo este estrago.

    Creio que o ideal é tentar uma negociação em juízo, mas com uma correção baseada em atualização monetária + SELIC. Não é ruim para a CEF e é menos pior para você. Ou então, seguir as dicas dadas para trás e limpar tudo o que você tem em seu nome e aguentar a bronca.
    avatar
    mauriciokpv
    Novo Usuário

    Mensagens : 29
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 31/03/2011

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por mauriciokpv em Qua 08 Nov 2017, 8:57 pm

    josebarbos escreveu:
    mauriciokpv escreveu:
    josebarbos escreveu:
    mauriciokpv escreveu:

    Então não me resta outra alternativa que não seja um acordo de reparcelamento da dívida com a CEF, pois discutir o processo não há argumento factível, certo?

    tendo chegado à via judicial, talvez seja melhor firmar um acordo no âmbito da ação do que renegociar com a Caixa administrativamente, em que ela tende a colocar todos os custos e pode até mesmo cobrar uma taxa pouco interessante. E você pode tentar algum acordo em termos de atualização monetária mais um juro um pouco abaixo do que a Caixa cobraria.

    Sim, eu estive na CEF e me propuseram pagar a dívida de R$ 34.000,00 em 96 prestações de 800,00, fiquei muito assustado, pois vou pagar quase 80.000,00. Essa negociação é possível na execução, e sem garantir o valor? solicito uma audiência conciliatória?

    Esta parte operacional eu desconheço, pela não formação jurídica. Os juros são de 2% a.m., não são altos, mas já causam todo este estrago.

    Creio que o ideal é tentar uma negociação em juízo, mas com uma correção baseada em atualização monetária + SELIC. Não é ruim para a CEF e é menos pior para você. Ou então, seguir as dicas dadas para trás e limpar tudo o que você tem em seu nome e aguentar a bronca.

    Minha casa está alienada por financiamento imobiliário (motivo da minha desordem financeira), meu carro também é financiado, minha preocupação é o salário e o bacenjud.
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Qua 08 Nov 2017, 9:12 pm

    A Caixa até outro dia estava com campanha de renegociação. Acho que não custa ver se existe alguma alternativa que ofereça desconto ou uma forma de pagar que não cause tanto impacto.
    avatar
    marco trt8
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 38
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 23/12/2014

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por marco trt8 em Qua 08 Nov 2017, 9:27 pm

    amigos, eu tenho dois consignados e um cdc no BB, cujo saldo devedor está em R$ 27.000,00. Eu estou disposto a fazer uma portabilidade destes empréstimos do BB para a cooperativa
    Credijustra, pois esta oferece juros mais baixos. Porém, eu estou na dúvida entre fazer a portabilidade do BB para essa cooperativa ou somar todas essas dívidas e pegar um novo consignado na cooperativa para quitar os empréstivos do BB. Diante desta situação, o que os amigos acham mais vantajoso entre as opções postas por mim nessa situação?
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Qua 08 Nov 2017, 9:29 pm

    marco trt8 escreveu:amigos, eu tenho dois consignados e um cdc no BB, cujo saldo devedor está em R$ 27.000,00. Eu estou disposto a fazer uma portabilidade destes empréstimos do BB para a cooperativa
    Credijustra, pois esta oferece juros mais baixos. Porém, eu estou na dúvida entre fazer a portabilidade do BB para essa cooperativa ou somar todas essas dívidas e pegar um novo consignado na cooperativa para quitar os empréstivos do BB. Diante desta situação, o que os amigos acham mais vantajoso entre as opções postas por mim nessa situação?

    sem dúvidas fazer portabilidade, uma vez que esta operação é isenta de IOF e baixa muito o custo efetivo total do contrato.
    avatar
    marco trt8
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 38
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 23/12/2014

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por marco trt8 em Qua 08 Nov 2017, 9:32 pm

    ok amigo, muito grato pela sua dica.
    avatar
    Fireball
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 718
    Reputação : 28
    Data de inscrição : 10/06/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por Fireball em Qui 09 Nov 2017, 7:29 am

    marco trt8 escreveu:amigos, eu tenho dois consignados e um cdc no BB, cujo saldo devedor está em R$ 27.000,00. Eu estou disposto a fazer uma portabilidade destes empréstimos do BB para a cooperativa
    Credijustra, pois esta oferece juros mais baixos. Porém, eu estou na dúvida entre fazer a portabilidade do BB para essa cooperativa ou somar todas essas dívidas e pegar um novo consignado na cooperativa para quitar os empréstivos do BB. Diante desta situação, o que os amigos acham mais vantajoso entre as opções postas por mim nessa situação?

    Pode compartilhar as taxas?
    avatar
    araponga
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 101
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por araponga em Qui 09 Nov 2017, 10:20 am

    Fireball escreveu:
    marco trt8 escreveu:amigos, eu tenho dois consignados e um cdc no BB, cujo saldo devedor está em R$ 27.000,00. Eu estou disposto a fazer uma portabilidade destes empréstimos do BB para a cooperativa
    Credijustra, pois esta oferece juros mais baixos. Porém, eu estou na dúvida entre fazer a portabilidade do BB para essa cooperativa ou somar todas essas dívidas e pegar um novo consignado na cooperativa para quitar os empréstivos do BB. Diante desta situação, o que os amigos acham mais vantajoso entre as opções postas por mim nessa situação?

    Pode compartilhar as taxas?

    Colega, meu caso: para a portabilidade de um consignado, negociei com uma gerente da CEF juros de 1,52 a.m (empréstimo original de R$ 42.000,00 em 120 meses, com apenas 12 parcelas pagas). Não concretizei ainda, mas me parece que não vinha com nenhum outro produto casado (seguro etc).

    A parcela diminuiria de R$ 869,00 para R$ 723,00. Pela UNICRED (também cooperativa, mas não a mesma que o colega marco trt 8 consultou), a parcela iria a R$ 690,00, aproximadamente.

    Só tirei o pé porque tenho receio da UNICRED ser tipo um banco alfa e encrencar com a antecipação das parcelas.
    avatar
    euvoltei
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1045
    Reputação : 119
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por euvoltei em Qui 09 Nov 2017, 10:56 am

    araponga escreveu:
    Fireball escreveu:
    marco trt8 escreveu:amigos, eu tenho dois consignados e um cdc no BB, cujo saldo devedor está em R$ 27.000,00. Eu estou disposto a fazer uma portabilidade destes empréstimos do BB para a cooperativa
    Credijustra, pois esta oferece juros mais baixos. Porém, eu estou na dúvida entre fazer a portabilidade do BB para essa cooperativa ou somar todas essas dívidas e pegar um novo consignado na cooperativa para quitar os empréstivos do BB. Diante desta situação, o que os amigos acham mais vantajoso entre as opções postas por mim nessa situação?

    Pode compartilhar as taxas?

    Colega, meu caso: para a portabilidade de um consignado, negociei com uma gerente da CEF juros de 1,52 a.m (empréstimo original de R$ 42.000,00 em 120 meses, com apenas 12 parcelas pagas). Não concretizei ainda, mas me parece que não vinha com nenhum outro produto casado (seguro etc).

    A parcela diminuiria de R$ 869,00 para R$ 723,00. Pela UNICRED (também cooperativa, mas não a mesma que o colega marco trt 8 consultou), a parcela iria a R$ 690,00, aproximadamente.

    Só tirei o pé porque tenho receio da UNICRED ser tipo um banco alfa e encrencar com a antecipação das parcelas.

    por +ou- R$ 200 / mês, que dá uns R$ 2.400 / ano.... vale a eventual "dor de cabeça",......... BACEN ta aí pra isso mesmo, resolver pepino.....
    avatar
    Fireball
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 718
    Reputação : 28
    Data de inscrição : 10/06/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por Fireball em Qui 09 Nov 2017, 11:04 am

    euvoltei escreveu:
    araponga escreveu:
    Fireball escreveu:
    marco trt8 escreveu:amigos, eu tenho dois consignados e um cdc no BB, cujo saldo devedor está em R$ 27.000,00. Eu estou disposto a fazer uma portabilidade destes empréstimos do BB para a cooperativa
    Credijustra, pois esta oferece juros mais baixos. Porém, eu estou na dúvida entre fazer a portabilidade do BB para essa cooperativa ou somar todas essas dívidas e pegar um novo consignado na cooperativa para quitar os empréstivos do BB. Diante desta situação, o que os amigos acham mais vantajoso entre as opções postas por mim nessa situação?

    Pode compartilhar as taxas?

    Colega, meu caso: para a portabilidade de um consignado, negociei com uma gerente da CEF juros de 1,52 a.m (empréstimo original de R$ 42.000,00 em 120 meses, com apenas 12 parcelas pagas). Não concretizei ainda, mas me parece que não vinha com nenhum outro produto casado (seguro etc).

    A parcela diminuiria de R$ 869,00 para R$ 723,00. Pela UNICRED (também cooperativa, mas não a mesma que o colega marco trt 8 consultou), a parcela iria a R$ 690,00, aproximadamente.

    Só tirei o pé porque tenho receio da UNICRED ser tipo um banco alfa e encrencar com a antecipação das parcelas.

    por +ou- R$ 200 / mês, que dá uns R$ 2.400 / ano.... vale a eventual "dor de cabeça",.........  BACEN ta aí pra isso mesmo, resolver pepino.....

    Essa UNICRED está com a melhor taxa.
    Não esquenta contra antecipação, pois está pagando adiantado e que eles podem fazer, se tiver no contrato, é manter o valor fixo e descontar das parcelas finais, mas considerando a redução do juros pois o capital tomado foi diminuído.
    Qualquer problema o judiciário está aí pra isso Very Happy
    avatar
    cicero_pb
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1962
    Reputação : 163
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por cicero_pb em Qui 09 Nov 2017, 12:49 pm

    Conheço a unicred. Não há problema na antecipação. Pelo menos a agência aqui na Paraíba.
    avatar
    fairbanks
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 162
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 24/11/2014

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por fairbanks em Qui 09 Nov 2017, 2:23 pm

    araponga escreveu:
    Fireball escreveu:
    marco trt8 escreveu:amigos, eu tenho dois consignados e um cdc no BB, cujo saldo devedor está em R$ 27.000,00. Eu estou disposto a fazer uma portabilidade destes empréstimos do BB para a cooperativa
    Credijustra, pois esta oferece juros mais baixos. Porém, eu estou na dúvida entre fazer a portabilidade do BB para essa cooperativa ou somar todas essas dívidas e pegar um novo consignado na cooperativa para quitar os empréstivos do BB. Diante desta situação, o que os amigos acham mais vantajoso entre as opções postas por mim nessa situação?

    Pode compartilhar as taxas?

    Colega, meu caso: para a portabilidade de um consignado, negociei com uma gerente da CEF juros de 1,52 a.m (empréstimo original de R$ 42.000,00 em 120 meses, com apenas 12 parcelas pagas). Não concretizei ainda, mas me parece que não vinha com nenhum outro produto casado (seguro etc).

    A parcela diminuiria de R$ 869,00 para R$ 723,00. Pela UNICRED (também cooperativa, mas não a mesma que o colega marco trt 8 consultou), a parcela iria a R$ 690,00, aproximadamente.

    Só tirei o pé porque tenho receio da UNICRED ser tipo um banco alfa e encrencar com a antecipação das parcelas.

    Dúvida: Pode-se solicitar portabilidade, estando com a margem negativa?
    avatar
    marco trt8
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 38
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 23/12/2014

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por marco trt8 em Qui 09 Nov 2017, 5:27 pm

    a taxa cobradas pela cooperativa é de 1,65% e do bb, quase 2%
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Qui 09 Nov 2017, 6:56 pm

    marco trt8 escreveu:a taxa cobradas pela cooperativa é de 1,65% e do bb, quase 2%

    Outro dia o BB me ligou oferecendo a 1,56 ou 1,59%. Agradeci, mas recusei. Não sei se havia algum desconto por receber o salário por lá.
    avatar
    cangaceiro
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 175
    Reputação : 14
    Data de inscrição : 02/06/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por cangaceiro em Sex 10 Nov 2017, 10:53 am

    Quero antecipar parcelas do consignado. Pagar uma por mês. A última, penúltima, antepenúltima e assim sucessivamente, mas o gerente da caixa disse que no meu contrato não é possível. Sei do art. 52 do cdc que resguarda esse direito. Estou pensando em judicializar. Alguém já passou por essa situação? Tenho chances em uma eventual ação judicial?
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1947
    Reputação : 264
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por androsvilazza em Sex 10 Nov 2017, 1:20 pm

    cangaceiro escreveu:Quero antecipar parcelas do consignado. Pagar uma por mês.  A última, penúltima, antepenúltima e assim sucessivamente, mas o gerente da caixa disse que no meu contrato não é possível.  Sei do art. 52 do cdc que resguarda esse direito. Estou pensando em judicializar. Alguém já passou por essa situação? Tenho chances em uma eventual ação judicial?

    Realmente não faz muito sentido imporem empecilho, é direito seu e ponto. Acho até que não seria necessário judicializar, provavelmente uma reclamação à Ouvidoria já resolveria. Único "senão" que visualizo é em relação a dificuldades de ordem técnica, o que não é problema seu, e sim do banco e do órgão em que você trabalha.

    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Sab 11 Nov 2017, 1:43 pm

    androsvilazza escreveu:
    cangaceiro escreveu:Quero antecipar parcelas do consignado. Pagar uma por mês.  A última, penúltima, antepenúltima e assim sucessivamente, mas o gerente da caixa disse que no meu contrato não é possível.  Sei do art. 52 do cdc que resguarda esse direito. Estou pensando em judicializar. Alguém já passou por essa situação? Tenho chances em uma eventual ação judicial?
    Realmente não faz muito sentido imporem empecilho, é direito seu e ponto. Acho até que não seria necessário judicializar, provavelmente uma reclamação à Ouvidoria já resolveria. Único "senão" que visualizo é em relação a dificuldades de ordem técnica, o que não é problema seu, e sim do banco e do órgão em que você trabalha.
    Prezado, neste ponto de vista posso me classificar como expert, por conhecer os dois lados da coisa, os sistemas envolvidos e já ter ganho na justiça.

    A Caixa foi o último consignado da minha vida, e no cenário de redução de SELIC preferi liquidar o crédito que tinha, fazendo várias amortizações extraordinárias, e aconteceu todo o tipo de rolo. Inclusive, este contrato nasceu todo errado, e os débitos não eram no contracheque, mas na conta.

    Então, uma das coisas que aconteceu foi eu amortizar pouco antes do vencimento (o salário cai pouco antes do dia 25, em que vence a parcela), e aí o sistema recalculou todas as prestações. Debitaram o valor novo e o antigo, e estornaram alguma coisa com crédito em data diferente do débito, gerando juros de cheque especial. O gerente, que inclusive ganhou um elogio meu ao final do contrato (porque a culpa realmente não era dele), chegou a fazer depósito na conta, nem sei se tirou do próprio bolso.

    No caso do MPF, COM CERTEZA, um dos problemas é o fato de que o contrato ainda não é automatizado. Qualquer informação sobre a averbação tem que ser feita mediante ofício para a agência centralizadora. Então pensa o ânimo do funcionário de você aparecer lá todo o mês para fazer uma amortização (que deve ser no valor mínimo de uma parcela, salvo engano, isto está previsto em contrato), e aí vai ter que receber seu pagamento e, se for um contrato "manual", esperar um ou dois dias para o recálculo das prestações, mandar um ofício para a agência centralizadora, para esta encaminhar ao MPx/Judiciário os novos valores de prestações.

    Claro que é seu direito, mas você vai passar aborrecimento. Eu, por exemplo, preferi esperar dois dias para não fazer recálculo da prestação, e num dos meses, para o meu azar, ainda houve um assalto no autoatendimento em que detonaram a bomba e fecharam a agência mais próxima de casa por mais de mês. Este funcionário já estava sabendo de toda a história. Aí fui numa outra agência, daquelas imensas (por falta de opção mesmo), e aí precisei implorar, literalmente, para a funcionária tirar o bendito boleto.

    Acho que você primeiro deve reclamar na ouvidoria. Mas se sentir que qualquer problema está ocorrendo, já ajuíze alguma coisa no juizado, pedindo dano moral e multa se tiver qualquer empecilho nas suas amortizações. Aí, de um jeito ou de outro a coisa vai. Até porque um dos problemas da Caixa hoje ser como é, mesmo sendo "patrimônio do povo", é o fato de que pouquíssimas pessoas tem ânimo de ir ao judiciário em busca do seu direito.
    avatar
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 5792
    Reputação : 218
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por Galizezin em Dom 12 Nov 2017, 8:36 am

    Engraçado é ver a selic a 7,5% e os bancos resistindo a baixa das taxas de consignado. Nada justifica (inadimplência) tarifas tão altas. O BR não é um país sério, pois banqueiros fazem o que querem, e os públicos puxam a fila da sem vergonhice.


    _________________
    NO RACISM!
    avatar
    cicero_pb
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1962
    Reputação : 163
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por cicero_pb em Dom 12 Nov 2017, 9:15 am

    Nesse caso há explicação. Os bancos estão sabendo que o bacen não conseguirá manter esses números...
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Dom 12 Nov 2017, 9:42 am

    cicero_pb escreveu:Nesse caso há explicação. Os bancos estão sabendo que o bacen não conseguirá manter esses números...

    Exato. Não se deve observar um único indicador, e se você comparar a SELIC com a taxa pré-fixada observa-se claramente o desequilíbrio:

    Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2021 (NTNF) 01/01/2021 9,20
    Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2023 (NTNF) 01/01/2023 9,83
    Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2025 (NTNF) 01/01/2025 10,09
    Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2027 (NTNF) 01/01/2027 10,09
    avatar
    Fireball
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 718
    Reputação : 28
    Data de inscrição : 10/06/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por Fireball em Dom 12 Nov 2017, 10:37 am

    Um pós fixado seria interessante pra diversificar também. Ipca + juros a.s ou a.a.
    Fundos e até umas debêntures
    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Dom 12 Nov 2017, 7:25 pm

    Fireball escreveu:Um pós fixado seria interessante pra diversificar também.  Ipca + juros a.s ou a.a.
    Fundos e até umas debêntures

    Não num cenário em que o juro vai subir, porque derruba o que você ganharia em caso de retirada.

    Mas houve quem conseguiu ano passado CDB's que pagavam 20% a.a. em cinco anos.
    Pensa bem: quem tinha R$ 100.000,00 vai multiplicar o nominal em quase 2,5 vezes.
    avatar
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1947
    Reputação : 264
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por androsvilazza em Dom 12 Nov 2017, 10:13 pm

    cicero_pb escreveu:Nesse caso há explicação. Os bancos estão sabendo que o bacen não conseguirá manter esses números...

    Outra "explicação" (ou desculpa, como preferir) é a explosão dos níveis de inadimplência nos últimos dois anos... Enquanto não normalizar isto, os bancos vão usar a inadimplência de bengala pra manter o spread alto...
    avatar
    Fireball
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 718
    Reputação : 28
    Data de inscrição : 10/06/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por Fireball em Seg 13 Nov 2017, 7:42 am

    androsvilazza escreveu:
    cicero_pb escreveu:Nesse caso há explicação. Os bancos estão sabendo que o bacen não conseguirá manter esses números...

    Outra "explicação" (ou desculpa, como preferir) é a explosão dos níveis de inadimplência nos últimos dois anos... Enquanto não normalizar isto, os bancos vão usar a inadimplência de bengala pra manter o spread alto...

    Temos que analisar o cenário desse endividamento, até onde acompanhei, a maioria era causa por cheque especial, cartão de crédito e lojas, essas que cobram a maior taxa de juros do mercado. Não é inadimplência de empréstimos, salvo os do SFH que realmente aumentaram, principalmente nas faixas inciais, como o "Minha casa, minha vida" agravado pela crise e pelo corte do bolsa família. Nessa faixa é onde o sistema obtém mais lucro pela quantidade de usuários, vamos aos números:
    1) A parcela é menor que o aluguel, então pegam o tempo máximo;
    2) R$ 25 por contrato para "administração" (tudo informatizado hoje);
    3) Seguro pago por quem toma o empréstimo para mitigar o risco(em torno de R$100), pera aí, não era pra isso que o banco tem o lucro? Administrar e gerenciar o risco? Legal, repassam e ainda cobram;
    4) Venda casada de acessórios(conta/cartão/capitalizações e etc). Quanto custa a conquista de um novo cliente?

    avatar
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2629
    Reputação : 382
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por josebarbos em Seg 13 Nov 2017, 8:59 am

    Fireball escreveu:
    Temos que analisar o cenário desse endividamento, até onde acompanhei, a maioria era causa por cheque especial, cartão de crédito e lojas, essas que cobram a maior taxa de juros do mercado. Não é inadimplência de empréstimos, salvo os do SFH que realmente aumentaram, principalmente nas faixas inciais, como o "Minha casa, minha vida" agravado pela crise e pelo corte do bolsa família. Nessa faixa é onde o sistema obtém mais lucro pela quantidade de usuários, vamos aos números:
    1) A parcela é menor que o aluguel, então pegam o tempo máximo;
    2) R$ 25 por contrato para "administração" (tudo informatizado hoje);
    3) Seguro pago por quem toma o empréstimo para mitigar o risco(em torno de R$100), pera aí, não era pra isso que o banco tem o lucro? Administrar e gerenciar o risco? Legal, repassam e ainda cobram;
    4) Venda casada de acessórios(conta/cartão/capitalizações e etc). Quanto custa a conquista de um novo cliente?

    Prezado, na nossa faixa de renda a afirmativa 1 está incorreta. A prestação é o dobro do preço do aluguel de um imóvel, às vezes até mais do que isto. Há programas subsidiados em que a coisa pode ficar mais próxima, e aquela falsa sensação de que o imóvel "é seu".

    No caso do seguro, era um monopólio, hoje um oligopólio. Você vai ter uma ou duas opções, mas quase para inglês ver, a preços sempre maiores do que o mercado cobra por outros seguros muito mais completos, com garantia contra furto e serviços como chaveiro, para uma emergência.

    2 e 4 entram na mesma cesta: há inúmeros custos ocultos num financiamento. Ah, e estamos no Brasil: fale para um banco que você quer apenas o financiamento bancário, e não se importa em pagar a taxa balcão. Não conseguirá. Tem que fazer um verdadeiro pacotaço de produtos inúteis e caros. Mas o importante é o "sonho" da casa "própria".

    Depois dos seis meses da empolgação, aí se entra no colapso de custos em que está amarrado por longuíssimos anos.

    avatar
    Fireball
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 718
    Reputação : 28
    Data de inscrição : 10/06/2015

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por Fireball em Seg 13 Nov 2017, 2:27 pm

    josebarbos escreveu:
    Fireball escreveu:
    Temos que analisar o cenário desse endividamento, até onde acompanhei, a maioria era causa por cheque especial, cartão de crédito e lojas, essas que cobram a maior taxa de juros do mercado. Não é inadimplência de empréstimos, salvo os do SFH que realmente aumentaram, principalmente nas faixas inciais, como o "Minha casa, minha vida" agravado pela crise e pelo corte do bolsa família. Nessa faixa é onde o sistema obtém mais lucro pela quantidade de usuários, vamos aos números:
    1) A parcela é menor que o aluguel, então pegam o tempo máximo;
    2) R$ 25 por contrato para "administração" (tudo informatizado hoje);
    3) Seguro pago por quem toma o empréstimo para mitigar o risco(em torno de R$100), pera aí, não era pra isso que o banco tem o lucro? Administrar e gerenciar o risco? Legal, repassam e ainda cobram;
    4) Venda casada de acessórios(conta/cartão/capitalizações e etc). Quanto custa a conquista de um novo cliente?

    Prezado, na nossa faixa de renda a afirmativa 1 está incorreta. A prestação é o dobro do preço do aluguel de um imóvel, às vezes até mais do que isto. Há programas subsidiados em que a coisa pode ficar mais próxima, e aquela falsa sensação de que o imóvel "é seu".

    No caso do seguro, era um monopólio, hoje um oligopólio. Você vai ter uma ou duas opções, mas quase para inglês ver, a preços sempre maiores do que o mercado cobra por outros seguros muito mais completos, com garantia contra furto e serviços como chaveiro, para uma emergência.

    2 e 4 entram na mesma cesta: há inúmeros custos ocultos num financiamento. Ah, e estamos no Brasil: fale para um banco que você quer apenas o financiamento bancário, e não se importa em pagar a taxa balcão. Não conseguirá. Tem que fazer um verdadeiro pacotaço de produtos inúteis e caros. Mas o importante é o "sonho" da casa "própria".

    Depois dos seis meses da empolgação, aí se entra no colapso de custos em que está amarrado por longuíssimos anos.

    Isso José, é na primeira faixa, a base da pirâmide onde se concentram mais de 80% do crédito do SFH.
    Esses coitados são que "proporcionalmente" pagam mais, mesmo obtendo um taxa inferior, com a especulação imobiliária, estão endividados e muitos perdem o que pagaram, com frequência. Tal problema de hipervalorização também ocorre nos EUA, mas a diferença é o crédito com taxas beeeeeem inferiores.

    O custo efetivo total supera e muito 12%a.a.

    Quando comparo com colegas empregados públicos, vejo a diferença que faz o FGTS, somando aqueles que optaram por contribuir apenas com teto de 5k, possuem muito mais recursos líquidos.


    Será que com a reforma teremos FGTS também?
    avatar
    cicero_pb
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1962
    Reputação : 163
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por cicero_pb em Seg 13 Nov 2017, 3:13 pm

    O MCMV é uma das provas que a intromissão do governo só prejudica.

    Inclusive, no caso, prejudicou muito mais exatamente a quem buscava "ajudar".

    Agora, os tubarões....

    Conteúdo patrocinado

    Re: Empréstimo Consignado - formas de sustação

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter 25 Set 2018, 5:28 pm