PCS JÁ

PCS JÁ



    PCS - PL 2648/2015

    mridazi
    mridazi
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 83
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 05/06/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por mridazi Qui 09 Jun 2016, 11:43 am

    O mais engraçado é que dizem que a proposta partiu do STF. OU seja, o próprio STF propondo uma gratificação é patentemente inconstitucional (CF, 39, § 4º).

    Depois que liberaram o recebimento das verbas indenizatórias, agora estão aniquilando de vez de o tal instituto do subsídio.


    Felizarda
    Felizarda
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 165
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 27/12/2014

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Felizarda Qui 09 Jun 2016, 11:47 am

    victorugu escreveu:
    rijomo2015 escreveu:Pagamento de extra a ministros do STF começa após Senado aprovar reajuste

    A gratificação será paga nos contracheques dos ministros do STF assim que o Senado aprovar todos os projetos que corrigem os vencimentos dos servidores e que custarão, até 2019, quase R$ 100 bilhões. Os reajustes foram aprovados na Câmara Federal na madrugada da última quinta-feira.

    Agora promete?


    Quase $100 bilhões?????????
    NANTUNES80
    NANTUNES80
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 404
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 09/09/2013

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por NANTUNES80 Qui 09 Jun 2016, 11:49 am

    mridazi escreveu:O mais engraçado é que dizem que a proposta partiu do STF. OU seja, o próprio STF propondo uma gratificação é patentemente inconstitucional (CF, 39, § 4º).

    Depois que liberaram o recebimento das verbas indenizatórias, agora estão aniquilando de vez de o tal instituto do subsídio.



    O pior é que quem decide se é inconstitucional ou não são eles. FUDEU...
    cangaceiro
    cangaceiro
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 213
    Reputação : 17
    Data de inscrição : 02/06/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por cangaceiro Qui 09 Jun 2016, 11:51 am

    mridazi escreveu:O mais engraçado é que dizem que a proposta partiu do STF. OU seja, o próprio STF propondo uma gratificação é patentemente inconstitucional (CF, 39, § 4º).

    Depois que liberaram o recebimento das verbas indenizatórias, agora estão aniquilando de vez de o tal instituto do subsídio.



    E agora, Vander?
    Lord Sith
    Lord Sith
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2138
    Reputação : 91
    Data de inscrição : 25/05/2012

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lord Sith Qui 09 Jun 2016, 11:52 am

    rijomo2015 escreveu:Pagamento de extra a ministros do STF começa após Senado aprovar reajuste

    A gratificação será paga nos contracheques dos ministros do STF assim que o Senado aprovar todos os projetos que corrigem os vencimentos dos servidores e que custarão, até 2019, quase R$ 100 bilhões. Os reajustes foram aprovados na Câmara Federal na madrugada da última quinta-feira.

    De alguma forma essa medida terá impacto: vai elevar o teto constitucional, ou estou enganado?
    Khal Drogo
    Khal Drogo
    Administrador
    Administrador

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 857
    Reputação : 62
    Data de inscrição : 22/01/2014
    Localização : Curitiba

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Khal Drogo Qui 09 Jun 2016, 11:53 am

    hahahaha

    Achei engraçado.

    Cade o sindicato pra falar que gratificação é ruim para os capa pretas?

    hahahahahaahaha
    Jaspion
    Jaspion
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico
    Mensagens : 1031
    Reputação : 54
    Data de inscrição : 06/08/2012

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Jaspion Qui 09 Jun 2016, 11:54 am

    Lord Sith escreveu:
    rijomo2015 escreveu:Pagamento de extra a ministros do STF começa após Senado aprovar reajuste

    A gratificação será paga nos contracheques dos ministros do STF assim que o Senado aprovar todos os projetos que corrigem os vencimentos dos servidores e que custarão, até 2019, quase R$ 100 bilhões. Os reajustes foram aprovados na Câmara Federal na madrugada da última quinta-feira.

    De alguma forma essa medida terá impacto: vai elevar o teto constitucional, ou estou enganado?

    Provavelmente darão um status de verba indenizatória, como o auxílio moradia, para justamente não elevar o teto. E assim também não precisarão pagar IR sobre estas verbas.
    FALCON.X
    FALCON.X
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2463
    Reputação : 433
    Data de inscrição : 22/03/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por FALCON.X Qui 09 Jun 2016, 12:04 pm


    RESPOSTA DO SENADOR JOSÉ MEDEIROS NO FACEBOOK, quando solicitado apoio ao PL 29:

    Senador o nosso PL DOS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO É O 29. 2016 no Senado Federal. Precisamos muito de seu apoio.
    Curtir · Responder · 1 · 5 h
    Senador José Medeiros
    Senador José Medeiros Terão...
    rijomo2015
    rijomo2015
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 337
    Reputação : 19
    Data de inscrição : 07/07/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por rijomo2015 Qui 09 Jun 2016, 12:05 pm

    FALCON.X escreveu:
    RESPOSTA DO SENADOR JOSÉ MEDEIROS NO FACEBOOK, quando solicitado apoio ao PL 29:

    Senador o nosso PL DOS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO É O 29. 2016 no Senado Federal. Precisamos muito de seu apoio.
    Curtir · Responder · 1 · 5 h
    Senador José Medeiros
    Senador José Medeiros Terão...
    like
    jgpg
    jgpg
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1571
    Reputação : 57
    Data de inscrição : 29/12/2014

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por jgpg Qui 09 Jun 2016, 12:06 pm

    Supremo garante gratificação


    Correio Braziliense - 09/06/2016




    Governo arma estratégia para evitar aumento do teto do funcionalismo e efeito cascata nas contas públicas, e negocia extra de R$ 5.530 no contracheque dos ministros do STF. Pagamento começa quando Senado aprovar os projetos de reajuste de servidores

    Em vez de aumento formal dos salários, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) vão receber gratificações no contracheque de R$ 5.530 por mês. Esse foi o acerto fechado, com o aval do Palácio do Planalto, entre os ministros do Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo de Oliveira, e o presidente da maior Corte do país, Ricardo Lewandowski. Com isso, o governo evitará o aumento do teto do funcionalismo de R$ 33.763 para R$ 39.293, brecando um efeito cascata que teria forte impacto nas contas públicas, sobretudo dos estados, que estão quebrados.

    A gratificação será paga nos contracheques dos ministros do STF assim que o Senado aprovar todos os projetos que corrigem os vencimentos dos servidores e que custarão, até 2019, quase R$ 100 bilhões. Os reajustes foram aprovados na Câmara Federal na madrugada da última quinta-feira. O aumento para os integrantes do Supremo seria de 16,38%. O aval gerou uma repercussão extremamente negativa entre os investidores, que passaram a questionar o real compromisso do Planalto com o ajuste fiscal. Tão logo tomou posse, o presidente interino, Michel Temer, propôs e o Congresso aprovou a possibilidade de a União encerrar este ano com rombo de até R$ 170,5 bilhões.

    Na opinião de José Matias-Pereira, professor de administração pública da Universidade de Brasília (UnB), o veto ao aumento dos salários dos ministros do Supremo seria muito bem-visto pelos agentes econômicos, por dar um sinal de compromisso com a austeridade fiscal. Mas, ao recorrer a artifícios como as gratificações, todo o gesto de bom senso se perde, além de provocar descontentamentos. "Do ponto de vista da racionalidade, o ideal era não fazer esses atos. O importante neste momento é priorizar a saúde das contas públicas", disse.

    A correção dos salários dos ministros do STF foi aprovada na Câmara com mais 13 projetos que fazem parte do pacote de reajustes salariais negociados ainda no governo de Dilma Rousseff. Apesar de a Assessoria da Corte ter negado a negociação, o Planalto confirma o acordo.

    Pressão

    Não será fácil para o governo e o STF acalmarem os ânimos. Procuradores e juízes federais estão se movimentando para garantirem os aumentos de salários, mesmo que o teto do funcionalismo fique congelado. Eles devem fazer uma manifestação conjunta ainda hoje para cobrar a correção nos contracheques. As duas carreiras dizem entender o momento complicado pelo qual o Brasil está passando, mas a correção dos vencimentos é um direito conquistado.

    Além da manifestação conjunta, procuradores e juízes vão se encontrar com vários senadores para exporem seus pleitos. Dizem que não será nenhum movimento de pressão num momento em que o Senado está fragilizado, como dois parlamentares - Renan e Romero Jucá (PMDB-RR) - podendo ser presos acusados de tentar obstruir a Operação Lava-Jato, que desvendou um bilionário esquema de corrupção na Petrobras. "O aumento de salários é um pleito legítimo", afirmou um dos procuradores que encabeçam o movimento.

    Aumento terá de ser explicado

    Um dia depois de o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmar que o reajuste dos servidores públicos federais aprovado na Câmara dos Deputados estava garantido, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou que se reunirá com o titular da pasta para se informar sobre as condições econômicas do país, antes de colocar em votação a matéria na Casa.

    Na opinião de Renan, com a revisão da meta fiscal - que elevou a possibilidade de rombo nas contas públicas para R$ 170,5 bilhões neste ano -, fica difícil "dar aumentos e criar cargos". De acordo com as propostas aprovadas pela Câmara, o impacto dos aumentos salariais será de mais de R$ 50 bilhões aos cofres públicos em quatro anos. "Das duas, uma: ou nós votamos equivocadamente o deficit de 170 bilhões e a União não pode dar empréstimo, nem criar cargos, nem atualizar tetos; ou nós temos que aprovar esses aumentos todos. Nós temos que esclarecer isso definitivamente", afirmou Renan.

    No encontro do presidente interino Michel Temer com empresários, ontem, os integrantes do governo não tocaram nesse assunto. Estimativas preliminares com base em dados do Ministério do Planejamento, indicam que a fatura poderá chegar a R$ 97 bilhões até 2019.

    O economista-chefe da Lopes Filho & Associados, Julio Hegedus, criticou o aumento salarial do funcionalismo. "O governo Temer, por mais que seja pragmático, tem movimentos contraditórios. O aumento dos servidores foi uma medida desastrada porque se ele anuncia um programa de austeridade fiscal, não pode elevar a despesa em mais de R$ 50 bilhões", afirmou. "Há coisas positivas, como a aprovação da nova meta fiscal e a da proposta da Desvinculação das Receitas da União (DRU). Mas as denúncias na Lava-Jato e o reajuste do funcionalismo dão a impressão que o governo dá um passo para frente e dois para trás e não anda", completou.
    Czar
    Czar
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 2041
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 06/08/2010

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Czar Qui 09 Jun 2016, 12:06 pm

    mridazi escreveu:O mais engraçado é que dizem que a proposta partiu do STF. OU seja, o próprio STF propondo uma gratificação é patentemente inconstitucional (CF, 39, § 4º).

    Depois que liberaram o recebimento das verbas indenizatórias, agora estão aniquilando de vez de o tal instituto do subsídio.



    Cara, vc ainda acredita nessa história de constitucional e inconstitucional? bounce
    lidoval
    lidoval
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 664
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 06/08/2010
    Localização : PRPB

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por lidoval Qui 09 Jun 2016, 12:09 pm

    Czar escreveu:
    mridazi escreveu:O mais engraçado é que dizem que a proposta partiu do STF. OU seja, o próprio STF propondo uma gratificação é patentemente inconstitucional (CF, 39, § 4º).

    Depois que liberaram o recebimento das verbas indenizatórias, agora estão aniquilando de vez de o tal instituto do subsídio.



    Cara, vc ainda acredita nessa história de constitucional e inconstitucional? bounce

    É a mesma estratégia de sempre... Os superiores recebem a gratificação e quando a situação melhorar, os Juízes receberão tudo isso, inclusive o retroativo.
    pretorius
    pretorius
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Mão de obra barata Incorporações = 0 ............ CCs/FCs = 0 .................... GAS/GAE = 0 .....................
    Mensagens : 111
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 02/09/2011
    Localização : Roma

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por pretorius Qui 09 Jun 2016, 12:09 pm

    victorugu escreveu:
    desavisado escreveu:A notícia do STF é ótima. E vamos combinar: é um absurdo o ministro do STF receber 6 mil a mais que um juiz federal.

    Voltamos ao páreo.

    Eles que briguem e se explodam pra lá. Absurdo é os servidores com 10 anos de salários corroídos isso sim!


    like like like
    Ned Stark
    Ned Stark
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 30
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 01/06/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Ned Stark Qui 09 Jun 2016, 12:14 pm

    Czar escreveu:
    mridazi escreveu:O mais engraçado é que dizem que a proposta partiu do STF. OU seja, o próprio STF propondo uma gratificação é patentemente inconstitucional (CF, 39, § 4º).

    Depois que liberaram o recebimento das verbas indenizatórias, agora estão aniquilando de vez de o tal instituto do subsídio.



    Cara, vc ainda acredita nessa história de constitucional e inconstitucional? bounce

    Só quando se trata de direitos de simples mortais. Quando o direito é de altas autoridades ou da Fazenda Pública, tudo é relativo (vide o julgamento dos 13%)
    servidor.tre
    servidor.tre
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1286
    Reputação : 36
    Data de inscrição : 30/10/2012

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por servidor.tre Qui 09 Jun 2016, 12:21 pm

    Alguma notícia se hoje poderão votar o nosso PL?
    Chuck Coleman
    Chuck Coleman
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1232
    Reputação : 110
    Data de inscrição : 16/04/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Chuck Coleman Qui 09 Jun 2016, 12:22 pm

    Czar escreveu:
    mridazi escreveu:O mais engraçado é que dizem que a proposta partiu do STF. OU seja, o próprio STF propondo uma gratificação é patentemente inconstitucional (CF, 39, § 4º).

    Depois que liberaram o recebimento das verbas indenizatórias, agora estão aniquilando de vez de o tal instituto do subsídio.



    Cara, vc ainda acredita nessa história de constitucional e inconstitucional? bounce

    Isso só vale pra estudar pra concurso! :guy: troll2
    bethoven
    bethoven
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 561
    Reputação : 43
    Data de inscrição : 17/07/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por bethoven Qui 09 Jun 2016, 12:26 pm

    UM COLEGA DISSE : "Absurdo é os servidores com 10 anos de salários corroídos isso sim"  CERTO .  

      ENQUANTO ISSO O FEIJÃO ESTÁ A 15,00 O QUILO E A MANTEIGA A 16,00 MEIO QUILO .


    APROVAÇÃO DO PL JÁ . NÃO AGUENTAMOS MAIS .
    TécnicoJM
    TécnicoJM
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 748
    Reputação : 84
    Data de inscrição : 26/03/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por TécnicoJM Qui 09 Jun 2016, 12:33 pm

    bethoven escreveu:UM COLEGA DISSE : "Absurdo é os servidores com 10 anos de salários corroídos isso sim"  CERTO .  

      ENQUANTO ISSO O FEIJÃO ESTÁ A 15,00 O QUILO E A MANTEIGA A 16,00 MEIO QUILO .


      APROVAÇÃO DO PL JÁ . NÃO AGUENTAMOS MAIS .

    Feijão a R$ 15,00? Onde tu mora cara?
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3322
    Reputação : 433
    Data de inscrição : 20/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por josebarbos Qui 09 Jun 2016, 12:34 pm

    jgpg escreveu:Supremo garante gratificação


    Correio Braziliense     -     09/06/2016




    Governo arma estratégia para evitar aumento do teto do funcionalismo e efeito cascata nas contas públicas, e negocia extra de R$ 5.530 no contracheque dos ministros do STF. Pagamento começa quando Senado aprovar os projetos de reajuste de servidores

    Em vez de aumento formal dos salários, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) vão receber gratificações no contracheque de R$ 5.530 por mês. Esse foi o acerto fechado, com o aval do Palácio do Planalto, entre os ministros do Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo de Oliveira, e o presidente da maior Corte do país, Ricardo Lewandowski. Com isso, o governo evitará o aumento do teto do funcionalismo de R$ 33.763 para R$ 39.293, brecando um efeito cascata que teria forte impacto nas contas públicas, sobretudo dos estados, que estão quebrados.

    A gratificação será paga nos contracheques dos ministros do STF assim que o Senado aprovar todos os projetos que corrigem os vencimentos dos servidores e que custarão, até 2019, quase R$ 100 bilhões. Os reajustes foram aprovados na Câmara Federal na madrugada da última quinta-feira. O aumento para os integrantes do Supremo seria de 16,38%. O aval gerou uma repercussão extremamente negativa entre os investidores, que passaram a questionar o real compromisso do Planalto com o ajuste fiscal. Tão logo tomou posse, o presidente interino, Michel Temer, propôs e o Congresso aprovou a possibilidade de a União encerrar este ano com rombo de até R$ 170,5 bilhões.

    Na opinião de José Matias-Pereira, professor de administração pública da Universidade de Brasília (UnB), o veto ao aumento dos salários dos ministros do Supremo seria muito bem-visto pelos agentes econômicos, por dar um sinal de compromisso com a austeridade fiscal. Mas, ao recorrer a artifícios como as gratificações, todo o gesto de bom senso se perde, além de provocar descontentamentos. "Do ponto de vista da racionalidade, o ideal era não fazer esses atos. O importante neste momento é priorizar a saúde das contas públicas", disse.

    A correção dos salários dos ministros do STF foi aprovada na Câmara com mais 13 projetos que fazem parte do pacote de reajustes salariais negociados ainda no governo de Dilma Rousseff. Apesar de a Assessoria da Corte ter negado a negociação, o Planalto confirma o acordo.

    Pressão

    Não será fácil para o governo e o STF acalmarem os ânimos. Procuradores e juízes federais estão se movimentando para garantirem os aumentos de salários, mesmo que o teto do funcionalismo fique congelado. Eles devem fazer uma manifestação conjunta ainda hoje para cobrar a correção nos contracheques. As duas carreiras dizem entender o momento complicado pelo qual o Brasil está passando, mas a correção dos vencimentos é um direito conquistado.

    Além da manifestação conjunta, procuradores e juízes vão se encontrar com vários senadores para exporem seus pleitos. Dizem que não será nenhum movimento de pressão num momento em que o Senado está fragilizado, como dois parlamentares - Renan e Romero Jucá (PMDB-RR) - podendo ser presos acusados de tentar obstruir a Operação Lava-Jato, que desvendou um bilionário esquema de corrupção na Petrobras. "O aumento de salários é um pleito legítimo", afirmou um dos procuradores que encabeçam o movimento.

    Aumento terá de ser explicado

    Um dia depois de o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmar que o reajuste dos servidores públicos federais aprovado na Câmara dos Deputados estava garantido, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou que se reunirá com o titular da pasta para se informar sobre as condições econômicas do país, antes de colocar em votação a matéria na Casa.

    Na opinião de Renan, com a revisão da meta fiscal - que elevou a possibilidade de rombo nas contas públicas para R$ 170,5 bilhões neste ano -, fica difícil "dar aumentos e criar cargos". De acordo com as propostas aprovadas pela Câmara, o impacto dos aumentos salariais será de mais de R$ 50 bilhões aos cofres públicos em quatro anos. "Das duas, uma: ou nós votamos equivocadamente o deficit de 170 bilhões e a União não pode dar empréstimo, nem criar cargos, nem atualizar tetos; ou nós temos que aprovar esses aumentos todos. Nós temos que esclarecer isso definitivamente", afirmou Renan.

    No encontro do presidente interino Michel Temer com empresários, ontem, os integrantes do governo não tocaram nesse assunto. Estimativas preliminares com base em dados do Ministério do Planejamento, indicam que a fatura poderá chegar a R$ 97 bilhões até 2019.

    O economista-chefe da Lopes Filho & Associados, Julio Hegedus, criticou o aumento salarial do funcionalismo. "O governo Temer, por mais que seja pragmático, tem movimentos contraditórios. O aumento dos servidores foi uma medida desastrada porque se ele anuncia um programa de austeridade fiscal, não pode elevar a despesa em mais de R$ 50 bilhões", afirmou. "Há coisas positivas, como a aprovação da nova meta fiscal e a da proposta da Desvinculação das Receitas da União (DRU). Mas as denúncias na Lava-Jato e o reajuste do funcionalismo dão a impressão que o governo dá um passo para frente e dois para trás e não anda", completou.

    Gratificações com subsídio?

    Prevejo que em breve voltará a haver dezenas de linhas no contracheque dos magistrados.
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3322
    Reputação : 433
    Data de inscrição : 20/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por josebarbos Qui 09 Jun 2016, 12:35 pm

    TécnicoJM escreveu:
    bethoven escreveu:UM COLEGA DISSE : "Absurdo é os servidores com 10 anos de salários corroídos isso sim"  CERTO .  

      ENQUANTO ISSO O FEIJÃO ESTÁ A 15,00 O QUILO E A MANTEIGA A 16,00 MEIO QUILO .


      APROVAÇÃO DO PL JÁ . NÃO AGUENTAMOS MAIS .

    Feijão a R$ 15,00? Onde tu mora cara?

    Aqui em Goiânia está nesta faixa, 13 a 15 reais.
    Se achar por menos, faça estoque.

    Quando teve reportagem aqui de que chegou a 8, comprei pacotes para o resto do ano a 5,73.
    Minha esposa achou que eu era doido... se sobrar algum, posso revender e tirar um lucro. Laughing Laughing
    sprg4
    sprg4
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 434
    Reputação : 34
    Data de inscrição : 01/06/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por sprg4 Qui 09 Jun 2016, 12:38 pm

    josebarbos escreveu:
    TécnicoJM escreveu:
    bethoven escreveu:UM COLEGA DISSE : "Absurdo é os servidores com 10 anos de salários corroídos isso sim"  CERTO .  

      ENQUANTO ISSO O FEIJÃO ESTÁ A 15,00 O QUILO E A MANTEIGA A 16,00 MEIO QUILO .


      APROVAÇÃO DO PL JÁ . NÃO AGUENTAMOS MAIS .

    Feijão a R$ 15,00? Onde tu mora cara?

    Aqui em Goiânia está nesta faixa, 13 a 15 reais.
    Se achar por menos, faça estoque.

    Quando teve reportagem aqui de que chegou a 8, comprei pacotes para o resto do ano a 5,73.
    Minha esposa achou que eu era doido... se sobrar algum, posso revender e tirar um lucro. Laughing Laughing

    kkkkkkk Melhor investimento do ano!! Já pode trocar por um carro.
    gurjaoam
    gurjaoam
    Novo Usuário

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 10
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 18/06/2015
    Localização : Macapá

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por gurjaoam Qui 09 Jun 2016, 12:39 pm

    TécnicoJM escreveu:
    bethoven escreveu:UM COLEGA DISSE : "Absurdo é os servidores com 10 anos de salários corroídos isso sim"  CERTO .  

      ENQUANTO ISSO O FEIJÃO ESTÁ A 15,00 O QUILO E A MANTEIGA A 16,00 MEIO QUILO .


      APROVAÇÃO DO PL JÁ . NÃO AGUENTAMOS MAIS .

    Feijão a R$ 15,00? Onde tu mora cara?

    Em Macapá/AP o quilo do feijão tá 14,00 conto. Feijão já foi cortado da minha dieta.
    Blumenau
    Blumenau
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1003
    Reputação : 138
    Data de inscrição : 20/05/2015
    Idade : 54
    Localização : Blumenau/SC

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Blumenau Qui 09 Jun 2016, 12:42 pm

    josebarbos escreveu:
    TécnicoJM escreveu:
    bethoven escreveu:UM COLEGA DISSE : "Absurdo é os servidores com 10 anos de salários corroídos isso sim"  CERTO .  

      ENQUANTO ISSO O FEIJÃO ESTÁ A 15,00 O QUILO E A MANTEIGA A 16,00 MEIO QUILO .


      APROVAÇÃO DO PL JÁ . NÃO AGUENTAMOS MAIS .

    Feijão a R$ 15,00? Onde tu mora cara?

    Aqui em Goiânia está nesta faixa, 13 a 15 reais.
    Se achar por menos, faça estoque.

    Quando teve reportagem aqui de que chegou a 8, comprei pacotes para o resto do ano a 5,73.
    Minha esposa achou que eu era doido... se sobrar algum, posso revender e tirar um lucro. Laughing Laughing

    Paguei ontem 3,99 no feijão "Caldão" preto tipo 1 ontem no "----- Galegão" em Blumenau... 15,00 já é zueira demais kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    TécnicoJM
    TécnicoJM
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 748
    Reputação : 84
    Data de inscrição : 26/03/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por TécnicoJM Qui 09 Jun 2016, 12:45 pm

    Sobre a notícia acima: "...A gratificação será paga nos contracheques dos ministros do STF assim que o Senado aprovar todos os projetos que corrigem os vencimentos dos servidores e que custarão, até 2019, quase R$ 100 bilhões..."

    Viés de alta?
    NANTUNES80
    NANTUNES80
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 404
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 09/09/2013

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por NANTUNES80 Qui 09 Jun 2016, 12:46 pm

    Blumenau escreveu:
    josebarbos escreveu:
    TécnicoJM escreveu:
    bethoven escreveu:UM COLEGA DISSE : "Absurdo é os servidores com 10 anos de salários corroídos isso sim"  CERTO .  

      ENQUANTO ISSO O FEIJÃO ESTÁ A 15,00 O QUILO E A MANTEIGA A 16,00 MEIO QUILO .


      APROVAÇÃO DO PL JÁ . NÃO AGUENTAMOS MAIS .

    Feijão a R$ 15,00? Onde tu mora cara?

    Aqui em Goiânia está nesta faixa, 13 a 15 reais.
    Se achar por menos, faça estoque.

    Quando teve reportagem aqui de que chegou a 8, comprei pacotes para o resto do ano a 5,73.
    Minha esposa achou que eu era doido... se sobrar algum, posso revender e tirar um lucro. Laughing Laughing

    Paguei ontem 3,99 no feijão "Caldão" preto tipo 1 ontem no "----- Galegão" em Blumenau... 15,00 já é zueira demais kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


    Aqui em Brasília tá R$ 14,00 sim
    TécnicoJM
    TécnicoJM
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 748
    Reputação : 84
    Data de inscrição : 26/03/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por TécnicoJM Qui 09 Jun 2016, 12:47 pm

    gurjaoam escreveu:
    TécnicoJM escreveu:
    bethoven escreveu:UM COLEGA DISSE : "Absurdo é os servidores com 10 anos de salários corroídos isso sim"  CERTO .  

      ENQUANTO ISSO O FEIJÃO ESTÁ A 15,00 O QUILO E A MANTEIGA A 16,00 MEIO QUILO .


      APROVAÇÃO DO PL JÁ . NÃO AGUENTAMOS MAIS .

    Feijão a R$ 15,00? Onde tu mora cara?

    Em Macapá/AP o quilo do feijão tá 14,00 conto. Feijão já foi cortado da minha dieta.

    Pois é, aqui no RS está na faixa de R$ 4,98. Na promoção sai por R$ 3,98, o feijão preto (não sei qual vocês consomem aí).

    Se quiser posso comprar e mandar entregar por sedex ou transporte, garanto que sai mais barato que R$ 14,00 o quilo.

    Que absurdo esse país.
    jcslneto
    jcslneto
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Cargo : TÉCNICO JUDICIÁRIO
    Mensagens : 85
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 10/02/2015
    Idade : 56
    Localização : FORTALEZA - CEARÁ

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por jcslneto Qui 09 Jun 2016, 12:50 pm

    Dez entre dez brasileiros preferem feijão
    Esse sabor bem Brasil
    Verdadeiro fator de união da família
    Esse sabor de aventura
    Famoso Pretão Maravilha
    Faz mais feliz a mamãe, o papai
    O filhinho e a filha
    rijomo2015
    rijomo2015
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 337
    Reputação : 19
    Data de inscrição : 07/07/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por rijomo2015 Qui 09 Jun 2016, 12:50 pm

    TécnicoJM escreveu:Sobre a notícia acima: "...A gratificação será paga nos contracheques dos ministros do STF assim que o Senado aprovar todos os projetos que corrigem os vencimentos dos servidores e que custarão, até 2019, quase R$ 100 bilhões..."

    Viés de alta?
    APARENTEMENTE SIM!
    VadeMekum
    VadeMekum
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1307
    Reputação : 192
    Data de inscrição : 11/05/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por VadeMekum Qui 09 Jun 2016, 12:51 pm

    Não tow vendo ninguém aqui fazendo moção de repúdio à distinção de tratamento remuneratório estabelecida entre os Membros do Supremo e os demais integrantes da Majuratura.
    avatar
    Lady Mumu
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 453
    Reputação : 58
    Data de inscrição : 14/07/2010

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Lady Mumu Qui 09 Jun 2016, 12:53 pm

    Blumenau escreveu:
    josebarbos escreveu:
    TécnicoJM escreveu:
    bethoven escreveu:UM COLEGA DISSE : "Absurdo é os servidores com 10 anos de salários corroídos isso sim"  CERTO .  

      ENQUANTO ISSO O FEIJÃO ESTÁ A 15,00 O QUILO E A MANTEIGA A 16,00 MEIO QUILO .


      APROVAÇÃO DO PL JÁ . NÃO AGUENTAMOS MAIS .

    Feijão a R$ 15,00? Onde tu mora cara?

    Aqui em Goiânia está nesta faixa, 13 a 15 reais.
    Se achar por menos, faça estoque.

    Quando teve reportagem aqui de que chegou a 8, comprei pacotes para o resto do ano a 5,73.
    Minha esposa achou que eu era doido... se sobrar algum, posso revender e tirar um lucro. Laughing Laughing

    Paguei ontem 3,99 no feijão "Caldão" preto tipo 1 ontem no "----- Galegão" em Blumenau... 15,00 já é zueira demais kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Então corre e compra de monte... O que tá quinze é o carioquinha, mas a demanda por preto vai fazer o preço dele subir também.
    Blumenau
    Blumenau
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1003
    Reputação : 138
    Data de inscrição : 20/05/2015
    Idade : 54
    Localização : Blumenau/SC

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Blumenau Qui 09 Jun 2016, 12:57 pm

    NANTUNES80 escreveu:
    Blumenau escreveu:
    josebarbos escreveu:
    TécnicoJM escreveu:

    Feijão a R$ 15,00? Onde tu mora cara?

    Aqui em Goiânia está nesta faixa, 13 a 15 reais.
    Se achar por menos, faça estoque.

    Quando teve reportagem aqui de que chegou a 8, comprei pacotes para o resto do ano a 5,73.
    Minha esposa achou que eu era doido... se sobrar algum, posso revender e tirar um lucro. Laughing Laughing

    Paguei ontem 3,99 no feijão "Caldão" preto tipo 1 ontem no "----- Galegão" em Blumenau... 15,00 já é zueira demais kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


    Aqui em Brasília tá R$ 14,00 sim


    SAÍ FORA DE BSB !!!

    foi a melhor coisa que fiz na minha vida, qualidade em primeiro lugar !!

    e Lady Mumu, compra um monte com que grana ??
    GCC
    GCC
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário - TJDFT
    Mensagens : 360
    Reputação : 74
    Data de inscrição : 06/02/2013

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por GCC Qui 09 Jun 2016, 12:59 pm

    VadeMekum escreveu:Não tow vendo ninguém aqui fazendo moção de repúdio à distinção de tratamento remuneratório estabelecida entre os Membros do Supremo e os demais integrantes da Majuratura.

    Nem precisa.

    Acho que quando sair uma portaria dando para os ministros do STF, atestando que pode cumular com subsídio e que não precisa nem de lei para instituir, os outros tribunais também vão editar portaria para pagar todos os capas pretas.
    avatar
    Aureliomjr
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 102
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 22/12/2010

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Aureliomjr Qui 09 Jun 2016, 1:01 pm

    [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    Aqui no PR está na faixa dos R$ 4,00.

    Lady Mumu escreveu:
    Blumenau escreveu:
    josebarbos escreveu:
    TécnicoJM escreveu:

    Feijão a R$ 15,00? Onde tu mora cara?

    Aqui em Goiânia está nesta faixa, 13 a 15 reais.
    Se achar por menos, faça estoque.

    Quando teve reportagem aqui de que chegou a 8, comprei pacotes para o resto do ano a 5,73.
    Minha esposa achou que eu era doido... se sobrar algum, posso revender e tirar um lucro. Laughing Laughing

    Paguei ontem 3,99 no feijão "Caldão" preto tipo 1 ontem no "----- Galegão" em Blumenau... 15,00 já é zueira demais kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Então corre e compra de monte... O que tá quinze é o carioquinha, mas a demanda por preto vai fazer o preço dele subir também.
    Ativista_RJ
    Ativista_RJ
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 36
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 10/06/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Ativista_RJ Qui 09 Jun 2016, 1:04 pm

    "Senadores querem sessão temática para ouvir Meirelles sobre reajuste do funcionalismo
     

    09/06/2016, 12h29 - ATUALIZADO EM 09/06/2016, 12h32

    O Senado pode promover uma sessão temática no Plenário para ouvir o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, sobre os projetos que reajustam salários de categorias do Executivo, do Legislativo e do Judiciário. A ideia de ouvir o ministro é do presidente da Casa, Renan Calheiros, e recebeu apoio dos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e José Pimentel (PT-CE), que sugeriram a sessão em Plenário. Reportagem de Maurício de Santi, da Rádio Senado.
    [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    PQP! Acho q tem q haver um alinhamento planetário intergalático pra sair essa p....! É de cair o c... da b....!!!! Evil or Very Mad Evil or Very Mad Evil or Very Mad
    Junior-RIO
    Junior-RIO
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 825
    Reputação : 70
    Data de inscrição : 12/12/2014
    Localização : Rio de Janeiro

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Junior-RIO Qui 09 Jun 2016, 1:06 pm

    Acho que a galera que diz que está a 4,00 deve estar considerando o saco de 200 gramas. Na verdade, se fizerem a conta direito o kilo estaria a R$ 20,00.


    Aureliomjr escreveu:[É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    Aqui no PR está na faixa dos R$ 4,00.

    Lady Mumu escreveu:
    Blumenau escreveu:
    josebarbos escreveu:

    Aqui em Goiânia está nesta faixa, 13 a 15 reais.
    Se achar por menos, faça estoque.

    Quando teve reportagem aqui de que chegou a 8, comprei pacotes para o resto do ano a 5,73.
    Minha esposa achou que eu era doido... se sobrar algum, posso revender e tirar um lucro. Laughing Laughing

    Paguei ontem 3,99 no feijão "Caldão" preto tipo 1 ontem no "----- Galegão" em Blumenau... 15,00 já é zueira demais kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Então corre e compra de monte... O que tá quinze é o carioquinha, mas a demanda por preto vai fazer o preço dele subir também.
    avatar
    RELATOR
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1845
    Reputação : 77
    Data de inscrição : 07/07/2010

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por RELATOR Qui 09 Jun 2016, 1:07 pm

    Acho que vai ter que chamar GREVE!

    Ativista_RJ escreveu:"Senadores querem sessão temática para ouvir Meirelles sobre reajuste do funcionalismo
     

    09/06/2016, 12h29 - ATUALIZADO EM 09/06/2016, 12h32

    O Senado pode promover uma sessão temática no Plenário para ouvir o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, sobre os projetos que reajustam salários de categorias do Executivo, do Legislativo e do Judiciário. A ideia de ouvir o ministro é do presidente da Casa, Renan Calheiros, e recebeu apoio dos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e José Pimentel (PT-CE), que sugeriram a sessão em Plenário. Reportagem de Maurício de Santi, da Rádio Senado.
    [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    PQP! Acho q tem q haver um alinhamento planetário intergalático pra sair essa p....! É de cair o c... da b....!!!! Evil or Very Mad Evil or Very Mad Evil or Very Mad
    FALCON.X
    FALCON.X
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2463
    Reputação : 433
    Data de inscrição : 22/03/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por FALCON.X Qui 09 Jun 2016, 1:10 pm

    rijomo2015 escreveu:
    FALCON.X escreveu:
    RESPOSTA DO SENADOR JOSÉ MEDEIROS NO FACEBOOK, quando solicitado apoio ao PL 29:

    Senador o nosso PL DOS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO É O 29. 2016 no Senado Federal. Precisamos muito de seu apoio.
    Curtir · Responder · 1 · 5 h
    Senador José Medeiros
    Senador José Medeiros Terão...
    like

    like like like like
    Junior-RIO
    Junior-RIO
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 825
    Reputação : 70
    Data de inscrição : 12/12/2014
    Localização : Rio de Janeiro

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Junior-RIO Qui 09 Jun 2016, 1:14 pm

    RELATOR escreveu:Acho que vai ter que chamar GREVE!

    Ativista_RJ escreveu:"Senadores querem sessão temática para ouvir Meirelles sobre reajuste do funcionalismo
     

    09/06/2016, 12h29 - ATUALIZADO EM 09/06/2016, 12h32

    O Senado pode promover uma sessão temática no Plenário para ouvir o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, sobre os projetos que reajustam salários de categorias do Executivo, do Legislativo e do Judiciário. A ideia de ouvir o ministro é do presidente da Casa, Renan Calheiros, e recebeu apoio dos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e José Pimentel (PT-CE), que sugeriram a sessão em Plenário. Reportagem de Maurício de Santi, da Rádio Senado.
    [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    PQP! Acho q tem q haver um alinhamento planetário intergalático pra sair essa p....! É de cair o c... da b....!!!! Evil or Very Mad Evil or Very Mad Evil or Very Mad

    Agora vai !!!

    [É necessário estar registrado e conectado para poderes visualizar esta imagem]


    Última edição por Junior-RIO em Qui 09 Jun 2016, 1:15 pm, editado 1 vez(es)
    Blumenau
    Blumenau
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1003
    Reputação : 138
    Data de inscrição : 20/05/2015
    Idade : 54
    Localização : Blumenau/SC

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Blumenau Qui 09 Jun 2016, 1:14 pm

    Junior-RIO escreveu:Acho que a galera que diz que está a 4,00 deve estar considerando o saco de 200 gramas. Na verdade, se fizerem a conta direito o kilo estaria a R$ 20,00.


    Aureliomjr escreveu:[É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    Aqui no PR está na faixa dos R$ 4,00.

    Lady Mumu escreveu:
    Blumenau escreveu:

    Paguei ontem 3,99 no feijão "Caldão" preto tipo 1 ontem no "----- Galegão" em Blumenau... 15,00 já é zueira demais kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Então corre e compra de monte... O que tá quinze é o carioquinha, mas a demanda por preto vai fazer o preço dele subir também.

    sem virar propagandista de mercado ...

    Feijão 3,45 ...

    PCS-TRE
    PCS-TRE
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1771
    Reputação : 154
    Data de inscrição : 27/02/2015

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por PCS-TRE Qui 09 Jun 2016, 1:15 pm

    Lembrei agora das audiências públicas que eram convocadas pelo sub do MPOG, o falecido duvanier Paiva, e os sindicalistas boicotavam e a turma do subsídio levava toneladas de papel para provar que era a melhor opção....
    E reajuste, que é bom, até agora, nada.

    RELATOR escreveu:Acho que vai ter que chamar GREVE!

    Ativista_RJ escreveu:"Senadores querem sessão temática para ouvir Meirelles sobre reajuste do funcionalismo
     

    09/06/2016, 12h29 - ATUALIZADO EM 09/06/2016, 12h32

    O Senado pode promover uma sessão temática no Plenário para ouvir o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, sobre os projetos que reajustam salários de categorias do Executivo, do Legislativo e do Judiciário. A ideia de ouvir o ministro é do presidente da Casa, Renan Calheiros, e recebeu apoio dos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e José Pimentel (PT-CE), que sugeriram a sessão em Plenário. Reportagem de Maurício de Santi, da Rádio Senado.
    [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    PQP! Acho q tem q haver um alinhamento planetário intergalático pra sair essa p....! É de cair o c... da b....!!!! Evil or Very Mad Evil or Very Mad Evil or Very Mad


    Última edição por PCS-TRE em Qui 09 Jun 2016, 1:17 pm, editado 1 vez(es)

    Conteúdo patrocinado

    PCS - PL 2648/2015 Empty Re: PCS - PL 2648/2015

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 28 Out 2021, 5:28 am