PCS JÁ



    Reforma da Previdência (versão 2019)

    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2495
    Reputação : 437
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por androsvilazza em Ter 13 Ago 2019, 5:07 pm

    ale1969 escreveu:
    Galizezin escreveu:
    ale1969 escreveu:Tem muito sonegador com medo da volta da CPMF. Hummm desconfio das boas intenções da Globo, Band etc...

    acho um imposto absurdo e inconstitucional, pois gera bitributação dos que pagam IR e tributação daqueles que não deveriam pagar. onde já se viu, o camarada pagar uma despesa, como água luz e telefone e isso sofrer tributação? a respeito da sonegação, o estado tem seus mecanismos e estrutura para combater, basta colocar aquele monte de gente que fica na receita para trabalhar.


    Por que não compensar o tributo no IRPF? Resolveria o problema da bitributação?

    Apenas levantei a bola, ainda não tenho opinião formada, só desconfio da gritaria do "sistema global".

    Tecnicamente não é bitributação, porque os impostos incidiriam sobre bases diferentes (renda x movimentação financeira). Mas suponhamos que decidam criar essa forma de compensação, a título de "justiça com o trabalhador". Abre a brecha para discussão de várias outras "justiças": por exemplo, não é "justo" que o trabalhador de classe média tenha direito à compensação do imposto, e o mais pobre, não. Então criar-se-ia uma forma de compensação, digamos, sobre a contribuição do trabalhador isento de IRPF à previdência social. Resolve parte da distorção de excesso de tributação, mas à custa de um aumento do rombo previdenciário. Ao mesmo tempo, não soluciona as demais distorções do regime de tributação sobre movimentações financeiras, e aí a conta acaba voltando para o consumidor final (de novo, sobre a pessoa física).

    Dia desses li um artigo legal sobre o assunto, mostrando alguns dos "defeitos" do imposto sobre movimentações financeiras. Tinha me esquecido de onde li, por isso não o citei antes. Acabei de achá-lo: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    É do Roberto Ellery, e é legal porque indica vários outros textos e vídeos em que se discute o tema. Há uma frase de efeito, não lembro onde vi, que afirma que "O imposto sobre movimentação financeira consegue a rara proeza de gerar unanimidade - na crítica - entre economistas liberais e desenvolvimentistas, de tão ruim que é". É uma frase meio exagerada, mas não deixa de ter um fundo de verdade. Em suma, distorce o sistema de preços relativos da economia, atrapalha a produtividade, estimula a desbancarização, afetando o mercado de crédito (que é essencial para o crescimento de determinados setores), penaliza as atividades em que há maior agregação de valor (que costumam ter longas cadeias de produção) e, pior, corrói a própria base de tributação, levando à necessidade de alíquotas cada vez maiores para, pelo menos, se manter o nível de receitas.

    Acho difícil que essa proposta vingue no atual momento. Provavelmente seja aprovado algo no sentido do IVA (Imposto Sobre Valor Agregado), e a discussão maior fique sobre incluir - ou não - os tributos de competência estadual e municipal. Outra discussão interessante - e muito complicada - seria a revisão do imposto de renda pessoa física, que é progressivo só no nome. Por exemplo, vale a pena ressuscitar a discussão sobre a tributação na distribuição de lucros e dividendos. Sobre este tema indico dois artigos interessantes: este do Bernard Appy, e este que resume um estudo do IPEA.

    No fim, a maior parte dos economistas (tanto desenvolvimentistas/progressistas quanto liberais) defendem que a forma mais justa de tributação é a que incide sobre a riqueza, seja diretamente (na forma de imposto sobre grandes fortunas ou sobre a renda), seja indiretamente (sobre a manifestação da riqueza, ou seja, na forma de impostos sobre consumo ou sobre a propriedade). Imposto sobre movimentação financeira tende a criar distorções graves na economia e, principalmente, tende a ser muito injusto quando aplicado.
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3107
    Reputação : 414
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por josebarbos em Ter 13 Ago 2019, 7:38 pm

    Tributo sobre pagamentos é uma das coisas mais idiotas e ineficientes na economia, e já se mostrou que é um tipo de tributo cuja arrecadação cai ao longo do tempo, pelas ineficiências que o próprio sistema cria.

    Tanto o teto de deduções em troca de uma ínfima redução de alíquota como, em especial, a tal tributação sobre pagamentos, são dois absurdos que vão custar muito caro no longo prazo.

    A economia brasileira é complexa, e mesmo as distorções que existem são, em geral, o mal menor. O problema é o Estado pobre e paquidérmico do qual se exigem benefícios de mundo desenvolvido.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7168
    Reputação : 400
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por Galizezin em Qua 14 Ago 2019, 1:55 am

    eu entendo que é bitributação usando com parâmetro um assalariado. primeiro, ele sofre a tributação do imposto de renda, que é retido na fonte. o que sobra vai para sua conta-corrente, e lá é surrupiado novamente, inclusive podendo ser achacado várias vezes considerado: fiz uma retirada da conta-corrente para comprar um carro pgto. em cash. o camarada desistiu de vender a fubica. vou ficar com o dinheiro guardado no colchão, ou vou depositar novamente na conta?


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    ale1969
    ale1969
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1080
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por ale1969 em Qua 14 Ago 2019, 9:54 am

    androsvilazza escreveu:
    ale1969 escreveu:
    Galizezin escreveu:
    ale1969 escreveu:Tem muito sonegador com medo da volta da CPMF. Hummm desconfio das boas intenções da Globo, Band etc...

    acho um imposto absurdo e inconstitucional, pois gera bitributação dos que pagam IR e tributação daqueles que não deveriam pagar. onde já se viu, o camarada pagar uma despesa, como água luz e telefone e isso sofrer tributação? a respeito da sonegação, o estado tem seus mecanismos e estrutura para combater, basta colocar aquele monte de gente que fica na receita para trabalhar.


    Por que não compensar o tributo no IRPF? Resolveria o problema da bitributação?

    Apenas levantei a bola, ainda não tenho opinião formada, só desconfio da gritaria do "sistema global".

    Tecnicamente não é bitributação, porque os impostos incidiriam sobre bases diferentes (renda x movimentação financeira). Mas suponhamos que decidam criar essa forma de compensação, a título de "justiça com o trabalhador". Abre a brecha para discussão de várias outras "justiças": por exemplo, não é "justo" que o trabalhador de classe média tenha direito à compensação do imposto, e o mais pobre, não. Então criar-se-ia uma forma de compensação, digamos, sobre a contribuição do trabalhador isento de IRPF à previdência social. Resolve parte da distorção de excesso de tributação, mas à custa de um aumento do rombo previdenciário. Ao mesmo tempo, não soluciona as demais distorções do regime de tributação sobre movimentações financeiras, e aí a conta acaba voltando para o consumidor final (de novo, sobre a pessoa física).

    Dia desses li um artigo legal sobre o assunto, mostrando alguns dos "defeitos" do imposto sobre movimentações financeiras. Tinha me esquecido de onde li, por isso não o citei antes. Acabei de achá-lo: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    É do Roberto Ellery, e é legal porque indica vários outros textos e vídeos em que se discute o tema. Há uma frase de efeito, não lembro onde vi, que afirma que "O imposto sobre movimentação financeira consegue a rara proeza de gerar unanimidade - na crítica - entre economistas liberais e desenvolvimentistas, de tão ruim que é". É uma frase meio exagerada, mas não deixa de ter um fundo de verdade. Em suma, distorce o sistema de preços relativos da economia, atrapalha a produtividade, estimula a desbancarização, afetando o mercado de crédito (que é essencial para o crescimento de determinados setores), penaliza as atividades em que há maior agregação de valor (que costumam ter longas cadeias de produção) e, pior, corrói a própria base de tributação, levando à necessidade de alíquotas cada vez maiores para, pelo menos, se manter o nível de receitas.

    Acho difícil que essa proposta vingue no atual momento. Provavelmente seja aprovado algo no sentido do IVA (Imposto Sobre Valor Agregado), e a discussão maior fique sobre incluir - ou não - os tributos de competência estadual e municipal. Outra discussão interessante - e muito complicada - seria a revisão do imposto de renda pessoa física, que é progressivo só no nome. Por exemplo, vale a pena ressuscitar a discussão sobre a tributação na distribuição de lucros e dividendos. Sobre este tema indico dois artigos interessantes: este do Bernard Appy, e este que resume um estudo do IPEA.

    No fim, a maior parte dos economistas (tanto desenvolvimentistas/progressistas quanto liberais) defendem que a forma mais justa de tributação é a que incide sobre a riqueza, seja diretamente (na forma de imposto sobre grandes fortunas ou sobre a renda), seja indiretamente (sobre a manifestação da riqueza, ou seja, na forma de impostos sobre consumo ou sobre a propriedade). Imposto sobre movimentação financeira tende a criar distorções graves na economia e, principalmente, tende a ser muito injusto quando aplicado.


    Realmente os economistas têm muitas críticas ao imposto tipo CPMF, dos dois lados. Como no Brasil a sonegação é 5(cinco) vezes maior que a corrupção, seria necessário um modelo de tributação simples e direto. Principalmente que atinja os especuladores e rentistas, bem como os latifundiários e grandes empresários, banqueiros e profissionais liberais.

    Obrigado pelos esclarecimentos e os artigos indicados. O Appy apresentou ontem seu projeto na Câmara e parece que há um certo consenso entre os Deputados, só questiono a necessária tributação sobre as grandes fortunas e patrimônio, aliviando o bolso da classe trabalhadora.
    ale1969
    ale1969
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1080
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por ale1969 em Qua 14 Ago 2019, 10:34 am

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Ainda tenho esperança(muito pequena) que o Senado faça os ajustes necessários ao texto da reforma da previdência.

    Pontos como as pensões, regras de transição e cálculo do benefício, são exageradamente danosos aos trabalhadores, principalmente os mais pobres que iniciam sua vida laboral muito cedo e têm dificuldade de comprovar trabalho formal.

    Quem ganha R$2.000,00 e pretendia se aposentar em quatro ou cinco anos, poderá ter que trabalhar mais que o dobro do tempo e receber a metade desse valor. Quem é mesmo o privilegiado?

    Os rentistas, especuladores, jornalistas pejotizados, latifundiários etc, riem da classe média com a camisa da CBF...
    Vovô recente
    Vovô recente
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Técnico Administrativo
    Mensagens : 129
    Reputação : -17
    Data de inscrição : 30/03/2011
    Idade : 55

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por Vovô recente em Qua 14 Ago 2019, 1:20 pm

    Ôpa colegas,
    sou vovô recente, não tão recente, minha neta, já com 8 anos.
    Vivi intensamente, como outros tantos, nossos pcs...
    Queria ajuda dos cátedros no meu caso que pode ser de tantos.
    Tenho dois anos de tempo na última transição. 37 e sete de trabalho e um mês, e 55 anos. Total 92. Não dá, tem que ser 95.
    Ocorre que na nova transição falam em 100% de pedágio. E também idade de 62 para integralidade.
    Ocorre que trabalhar isso tudo e não ter integralidade, é com todo respeito ao palavrão, foda!!!
    É isso mesmo, ou alguém a me ajudar...
    Friso, deve ter gente na mesma situação, daí, não ser só uma pergunta individual.
    Grande abraço a todos que construíram essa fórum de servidores que lidam a lide...
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2495
    Reputação : 437
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por androsvilazza em Qua 14 Ago 2019, 2:30 pm

    Um resumo rápido sobre as regras de aposentadoria dos servidores públicos federais (exceto aposentadorias especiais), considerando o texto aprovado na Câmara:

    Regra geral (art. 10 §1º):
    - idade mínima de 62 (mulher) e 65 (homem);
    - tempo mínimo de contribuição de 25 anos;
    - tempo mínimo de serviço público de 10 anos, sendo 05 no cargo em que se der a aposentadoria.

    Transição 1 - "regra dos pontos" (art. 4º):

    - idade mínima de 56 (mulher) e 61 (homem) - até dezembro de 2021; a partir de janeiro de 2022 passa a ser 57 (mulher) e 62 (homem);
    - tempo mínimo de contribuição de 30 (mulher) e 35 (homem);
    - tempo mínimo de serviço público de 20 anos, sendo 5 no cargo em que se der a aposentadoria;
    - somatório de idade e tempo de contribuição de 86 (mulher) e 96 (homem) - apenas este ano; a partir de 2020 a pontuação necessária sobe 1 ponto a cada ano, até atingir 100 (mulher) e 105 (homem).

    Transição 2 - "pedágio" (art. 20):


    - idade mínima de 57 (mulher) e 60 (homem);
    - tempo mínimo de contribuição de 30 (mulher) e 35 (homem);
    - tempo mínimo de serviço público de 20 anos, sendo 5 no cargo em que se der a aposentadoria;
    - tempo adicional de contribuição (pedágio) de 100%, considerado o tempo que faltar para alcançar o requisito de 30/35 na data da promulgação da emenda.

    Valor de benefício (art. 26, §2º):

    (É facultado ao servidor solicitar a desconsideração/"desaverbação" das contribuições que resultem em benefício desfavorável).

    - integralidade/paridade para quem entrou até 31/12/2003, não optou pela migração ao RPC e cumprir a transição 2 ou a transição 1 (no caso da transição 1, respeitadas as idades mínimas de 62/65)

    - 100% da média dos salários de contribuição para quem se aposentar em decorrência de acidente de trabalho / doença profissional, ou para os servidores que entraram após 31/12/2003 e cumprirem a regra de transição 2 (pedágio).

    - o produto da média dos salários vezes 60% (mais 2% a cada ano de contribuição acima dos 20): 70% para 25 anos, 80% para 30 anos, ... 100% para 40 anos, 110% para 45 anos...

    - para quem se aposentar compulsoriamente, vale o cálculo acima, multiplicado pelo tempo de contribuição e dividido por 20 (limitado a 1).

    Pensão por morte:

    50% do valor calculado de incapacidade permanente, mais 10% a cada dependente, tendo o mínimo de 60% para 1 dependente, até o máximo de 100% para 5 dependentes. As regras são diferentes caso existam dependentes inválidos ou com deficiência intelectual ou mental grave.

    Acúmulo de pensão e aposentadoria:

    permite-se o recebimento integral de um dos benefícios (obviamente o maior) e a seguinte parcela do outro (acumulando/somando-se as faixas):
    - 80% até 1 SM;
    - 60% até 2 SM;
    - 40% até 3 SM;
    - 20% até 4 SM;
    - 10% do que exceder 4 SM.

    Alíquota de contribuição (progressiva):

    - até 1 SM, 7,5%;
    - de 1 SM a 2000, 9%;
    - de 2000,01 a 3000, 12%;
    - de 3000,01 a 5839,45, 14%;
    - de 5839,46 a 10000, 14,5%;
    - de 10000,01 a 20000, 16,5;
    - de 20000,01 a 39000, 19%;
    - acima de 39000,01, 22%
    ale1969
    ale1969
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1080
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por ale1969 em Qua 14 Ago 2019, 3:05 pm

    Vovô recente escreveu:Ôpa colegas,
    sou vovô recente, não tão recente, minha neta, já com 8 anos.
    Vivi intensamente, como outros tantos, nossos pcs...
    Queria ajuda dos cátedros no meu caso que pode ser de tantos.
    Tenho dois anos de tempo na última transição. 37 e sete de trabalho e um mês, e 55 anos. Total 92. Não dá, tem que ser 95.
    Ocorre que na nova transição falam em 100% de pedágio. E também idade de 62 para integralidade.
    Ocorre que trabalhar isso tudo e não ter integralidade, é com todo respeito ao palavrão, foda!!!
    É isso mesmo, ou alguém a me ajudar...
    Friso, deve ter gente na mesma situação, daí, não ser só uma pergunta individual.
    Grande abraço a todos que construíram essa fórum de servidores que lidam a lide...


    Bom dia colega, estamos no mesmo barco e temos que pagar o pedágio da idade(60 anos), pois já possuímos tempo de contribuição(35 anos), conforme o Art. 5º do relatório aprovado.

    Ainda mantenho pequena esperança nos senadores do Norte e Nordeste. Quem aprovar a deforma da previdência não vai se reeleger.
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2495
    Reputação : 437
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por androsvilazza em Ter 27 Ago 2019, 4:28 pm

    As 9 alterações da PEC paralela da Previdência

    "Em seu relatório da reforma da Previdência na CCJ do Senado, Tasso Jereissati anexou uma minuta de PEC paralela com nove propostas de mudança ao texto aprovado pela Câmara.

    São elas:

    - Inclusão de estados e municípios;

    - Garantia de um salário mínimo de renda formal para todos os pensionistas;

    - Dobrar a cota, de 20% na pensão por morte para os dependentes de até 18 anos;


    - Manutenção do tempo mínimo de contribuição em 15 anos para homens que ainda não entraram no mercado de trabalho;

    - Cálculo mais vantajoso na aposentadoria por incapacidade em caso de acidente;

    - Reabertura do prazo para opção pelo regime de previdência complementar dos servidores federais;

    - Cobrança gradual de contribuições previdenciárias das entidades educacionais ou de saúde com capacidade financeira enquadradas como filantrópicas, sem afetar as Santas Casas e as entidades de assistência;

    - Cobrança gradual de contribuições previdenciários do agronegócio exportador;

    - Cobrança no Simples destinada a incentivar as micro e pequenas empresas a investirem em prevenção de acidentes de trabalho e proteção do trabalhador contra exposições a agentes nocivos à sua saúde."


    (Coloquei em negrito as alterações mais relevantes para nós).
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por Convidado em Ter 27 Ago 2019, 5:02 pm

    androsvilazza escreveu:As 9  alterações da PEC paralela da Previdência

    "Em seu relatório da reforma da Previdência na CCJ do Senado, Tasso Jereissati anexou uma minuta de PEC paralela com nove propostas de mudança ao texto aprovado pela Câmara.

    São elas:

    - Inclusão de estados e municípios;

    - Garantia de um salário mínimo de renda formal para todos os pensionistas;

    - Dobrar a cota, de 20% na pensão por morte para os dependentes de até 18 anos;


    - Manutenção do tempo mínimo de contribuição em 15 anos para homens que ainda não entraram no mercado de trabalho;

    - Cálculo mais vantajoso na aposentadoria por incapacidade em caso de acidente;

    - Reabertura do prazo para opção pelo regime de previdência complementar dos servidores federais;


    - Cobrança gradual de contribuições previdenciárias das entidades educacionais ou de saúde com capacidade financeira enquadradas como filantrópicas, sem afetar as Santas Casas e as entidades de assistência;

    - Cobrança gradual de contribuições previdenciários do agronegócio exportador;

    - Cobrança no Simples destinada a incentivar as micro e pequenas empresas a investirem em prevenção de acidentes de trabalho e proteção do trabalhador contra exposições a agentes nocivos à sua saúde."


    (Coloquei em negrito as alterações mais relevantes para nós).

    Mas essas são em boa parte emendas modificativas e/ou aditivas, certo? Por consequência, caso aprovadas o texto da PEC volta pra Câmara, é isso? Ou estamos falando da tal PEC paralela de inciativa do senado? Não entendi
    sprg4
    sprg4
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 434
    Reputação : 34
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por sprg4 em Ter 27 Ago 2019, 6:45 pm

    pernalonga escreveu:
    androsvilazza escreveu:As 9  alterações da PEC paralela da Previdência

    "Em seu relatório da reforma da Previdência na CCJ do Senado, Tasso Jereissati anexou uma minuta de PEC paralela com nove propostas de mudança ao texto aprovado pela Câmara.

    São elas:

    - Inclusão de estados e municípios;

    - Garantia de um salário mínimo de renda formal para todos os pensionistas;

    - Dobrar a cota, de 20% na pensão por morte para os dependentes de até 18 anos;


    - Manutenção do tempo mínimo de contribuição em 15 anos para homens que ainda não entraram no mercado de trabalho;

    - Cálculo mais vantajoso na aposentadoria por incapacidade em caso de acidente;

    - Reabertura do prazo para opção pelo regime de previdência complementar dos servidores federais;


    - Cobrança gradual de contribuições previdenciárias das entidades educacionais ou de saúde com capacidade financeira enquadradas como filantrópicas, sem afetar as Santas Casas e as entidades de assistência;

    - Cobrança gradual de contribuições previdenciários do agronegócio exportador;

    - Cobrança no Simples destinada a incentivar as micro e pequenas empresas a investirem em prevenção de acidentes de trabalho e proteção do trabalhador contra exposições a agentes nocivos à sua saúde."


    (Coloquei em negrito as alterações mais relevantes para nós).

    Mas essas são em boa parte emendas modificativas e/ou aditivas, certo? Por consequência, caso aprovadas o texto da PEC volta pra Câmara, é isso? Ou estamos falando da tal PEC paralela de inciativa do senado? Não entendi

    Parece que n precisará voltar à Câmara.
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2495
    Reputação : 437
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por androsvilazza em Ter 27 Ago 2019, 8:28 pm

    pernalonga escreveu:
    androsvilazza escreveu:As 9  alterações da PEC paralela da Previdência

    "Em seu relatório da reforma da Previdência na CCJ do Senado, Tasso Jereissati anexou uma minuta de PEC paralela com nove propostas de mudança ao texto aprovado pela Câmara.

    São elas:

    - Inclusão de estados e municípios;

    - Garantia de um salário mínimo de renda formal para todos os pensionistas;

    - Dobrar a cota, de 20% na pensão por morte para os dependentes de até 18 anos;


    - Manutenção do tempo mínimo de contribuição em 15 anos para homens que ainda não entraram no mercado de trabalho;

    - Cálculo mais vantajoso na aposentadoria por incapacidade em caso de acidente;

    - Reabertura do prazo para opção pelo regime de previdência complementar dos servidores federais;


    - Cobrança gradual de contribuições previdenciárias das entidades educacionais ou de saúde com capacidade financeira enquadradas como filantrópicas, sem afetar as Santas Casas e as entidades de assistência;

    - Cobrança gradual de contribuições previdenciários do agronegócio exportador;

    - Cobrança no Simples destinada a incentivar as micro e pequenas empresas a investirem em prevenção de acidentes de trabalho e proteção do trabalhador contra exposições a agentes nocivos à sua saúde."


    (Coloquei em negrito as alterações mais relevantes para nós).

    Mas essas são em boa parte emendas modificativas e/ou aditivas, certo? Por consequência, caso aprovadas o texto da PEC volta pra Câmara, é isso? Ou estamos falando da tal PEC paralela de inciativa do senado? Não entendi

    Esses são os pontos da PEC paralela. No texto que vem da Câmara devem haver apenas algumas emendas supressivas, sem grandes repercussões.
    cangaceiro
    cangaceiro
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 213
    Reputação : 17
    Data de inscrição : 02/06/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por cangaceiro em Qua 28 Ago 2019, 5:56 am

    Prazo para servidor federal aderir à previdência complementar O relator propõe reabrir o prazo para que servidores federais possam optar pelo regime de previdência complementar. Nesse regime, o teto da aposentadoria do servidor é igual ao do INSS (atualmente R$ 5.839,45). Para ganhar mais, o trabalhador paga um adicional, poupando para a própria aposentadoria. O prazo valerá por seis meses a partir da publicação da PEC... - Veja mais em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por Convidado em Qua 28 Ago 2019, 7:55 am

    cangaceiro escreveu:Prazo para servidor federal aderir à previdência complementar O relator propõe reabrir o prazo para que servidores federais possam optar pelo regime de previdência complementar. Nesse regime, o teto da aposentadoria do servidor é igual ao do INSS (atualmente R$ 5.839,45). Para ganhar mais, o trabalhador paga um adicional, poupando para a própria aposentadoria. O prazo valerá por seis meses a partir da publicação da PEC... - Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/08/27/mudancas-parecer-ccj-senado-reforma-previdencia.htm?cmpid=copiaecola

    Pra quem disse que nunca mais iria reabrir a porteira...Acho que agora não tem mais opção.
    avatar
    OJ_Leoqr
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 443
    Reputação : 6
    Data de inscrição : 19/08/2010

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por OJ_Leoqr em Qua 28 Ago 2019, 11:40 am

    Bastião escreveu:
    cangaceiro escreveu:Prazo para servidor federal aderir à previdência complementar O relator propõe reabrir o prazo para que servidores federais possam optar pelo regime de previdência complementar. Nesse regime, o teto da aposentadoria do servidor é igual ao do INSS (atualmente R$ 5.839,45). Para ganhar mais, o trabalhador paga um adicional, poupando para a própria aposentadoria. O prazo valerá por seis meses a partir da publicação da PEC... - Veja mais em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Pra quem disse que nunca mais iria reabrir a porteira...Acho que agora não tem mais opção.

    Tomara que reabra mesmo... Estou muito tendencioso a migar... Chega dessa agonia!
    ale1969
    ale1969
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1080
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por ale1969 em Qua 28 Ago 2019, 3:53 pm

    OJ_Leoqr escreveu:
    Bastião escreveu:
    cangaceiro escreveu:Prazo para servidor federal aderir à previdência complementar O relator propõe reabrir o prazo para que servidores federais possam optar pelo regime de previdência complementar. Nesse regime, o teto da aposentadoria do servidor é igual ao do INSS (atualmente R$ 5.839,45). Para ganhar mais, o trabalhador paga um adicional, poupando para a própria aposentadoria. O prazo valerá por seis meses a partir da publicação da PEC... - Veja mais em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Pra quem disse que nunca mais iria reabrir a porteira...Acho que agora não tem mais opção.

    Tomara que reabra mesmo... Estou muito tendencioso a migar... Chega dessa agonia!


    Não seria necessário PEC, basta uma MP ou Lei Ordinária. Essa tal "PEC PARALELA" já vai nascer morta, pois os Deputados não vão votá-la.
    Protocol
    Protocol
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 493
    Reputação : 50
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por Protocol em Qua 28 Ago 2019, 6:30 pm

    ale1969 escreveu:
    OJ_Leoqr escreveu:
    Bastião escreveu:
    cangaceiro escreveu:Prazo para servidor federal aderir à previdência complementar O relator propõe reabrir o prazo para que servidores federais possam optar pelo regime de previdência complementar. Nesse regime, o teto da aposentadoria do servidor é igual ao do INSS (atualmente R$ 5.839,45). Para ganhar mais, o trabalhador paga um adicional, poupando para a própria aposentadoria. O prazo valerá por seis meses a partir da publicação da PEC... - Veja mais em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Pra quem disse que nunca mais iria reabrir a porteira...Acho que agora não tem mais opção.

    Tomara que reabra mesmo... Estou muito tendencioso a migar... Chega dessa agonia!


    Não seria necessário PEC, basta uma MP ou Lei Ordinária. Essa tal "PEC PARALELA" já vai nascer morta, pois os Deputados não vão votá-la.

    Não passa nem no senado.
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2495
    Reputação : 437
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por androsvilazza em Qui 29 Ago 2019, 12:36 pm

    Protocol escreveu:
    ale1969 escreveu:
    OJ_Leoqr escreveu:
    Bastião escreveu:

    Pra quem disse que nunca mais iria reabrir a porteira...Acho que agora não tem mais opção.

    Tomara que reabra mesmo... Estou muito tendencioso a migar... Chega dessa agonia!


    Não seria necessário PEC, basta uma MP ou Lei Ordinária. Essa tal "PEC PARALELA" já vai nascer morta, pois os Deputados não vão votá-la.

    Não passa nem no senado.

    Eu não teria tanta certeza. Primeiro, porque há o interesse de incluir Estados e municípios na reforma. Segundo, já existe um precedente. A reforma do Lula também foi alterada por uma PEC paralela - que, no caso, levou cerca de 2 anos para ser aprovada, mas foi.
    ale1969
    ale1969
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1080
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por ale1969 em Qui 29 Ago 2019, 3:45 pm

    androsvilazza escreveu:
    Protocol escreveu:
    ale1969 escreveu:
    OJ_Leoqr escreveu:

    Tomara que reabra mesmo... Estou muito tendencioso a migar... Chega dessa agonia!


    Não seria necessário PEC, basta uma MP ou Lei Ordinária. Essa tal "PEC PARALELA" já vai nascer morta, pois os Deputados não vão votá-la.

    Não passa nem no senado.

    Eu não teria tanta certeza. Primeiro, porque há o interesse de incluir Estados e municípios na reforma. Segundo, já existe um precedente. A reforma do Lula também foi alterada por uma PEC paralela - que, no caso, levou cerca de 2 anos para ser aprovada, mas foi.


    Vivi muito intensamente esse processo da reforma do Lula. A situação é completamente diferente da PEC 06/19, pois o PT no Congresso foi rachado pelo apoiamento contrário aos interesses dos trabalhadores do serviço público, resultando inclusive na criação do PSOL.

    A líder do PT no Senado, Heloísa Helena foi expulsa do partido por votar contra, mesmo com questão fechada.

    A atual PEC do Bolsonaro não apresenta uma divisão ideológica no grupo de partidos que apoiam a medida, logo não haveria necessidade de uma PEC paralela para reincluir assuntos formalmente debatido e excluído da PEC principal.

    Quanto ao novo prazo para migração para o teto do INSS e possível adesão ao FUNPRESP-JUD será reaberta mesmo que por Medida Provisória.
    ale1969
    ale1969
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1080
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por ale1969 em Sex 20 Set 2019, 3:04 pm

    Dados errados do Governo escancaram a maldade da reforma da previdência.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Palestra Pedro P. Barros, Economista da UNICAMP no Senado hoje.
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3107
    Reputação : 414
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por josebarbos em Sex 20 Set 2019, 6:31 pm

    ale1969 escreveu:Dados errados do Governo escancaram a maldade da reforma da previdência.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Palestra Pedro P. Barros, Economista da UNICAMP no Senado hoje.

    Nunca uma faculdade foi tão precisa: em se tratando de economia, tudo que a Unicamp diz, basta fazer o contrário, que é batata.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7168
    Reputação : 400
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por Galizezin em Sex 20 Set 2019, 10:31 pm

    paulo guedes quer entregar o ensino superior federal nas mãos da sua "maninha", dirigente das universidades particulares. e quer também entregar a previdência do povo nas mãos dos amiguinhos banqueiros.


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    RicardoMII
    RicardoMII
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2041
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Localização : João Pessoa

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por RicardoMII em Seg 23 Set 2019, 8:00 am

    Galizezin escreveu:paulo guedes quer entregar o ensino superior federal nas mãos da sua "maninha", dirigente das universidades particulares. e quer também entregar a previdência do povo nas mãos dos amiguinhos banqueiros.

    Só uma correção, ele não quer, ele já está entregando. Tudo já está encaminhado, até ir pra rua a favor da reforma da previdência o pessoal foi. krespin
    ale1969
    ale1969
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1080
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por ale1969 em Ter 24 Set 2019, 4:54 pm

    RicardoMII escreveu:
    Galizezin escreveu:paulo guedes quer entregar o ensino superior federal nas mãos da sua "maninha", dirigente das universidades particulares. e quer também entregar a previdência do povo nas mãos dos amiguinhos banqueiros.

    Só uma correção, ele não quer, ele já está entregando. Tudo já está encaminhado, até ir pra rua a favor da reforma da previdência o pessoal foi. krespin


    Exato, isso é o que mais me choca. Ter que trabalhar mais 6 ou 7 anos não é problema para o servidor público estável. Na iniciativa privada é quase impossível aos 60 anos.

    O pior é ouvir motorista de Uber defendendo a reforma, pois vai acabar com os privilégios. Só rindo para não chorar...
    ale1969
    ale1969
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1080
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por ale1969 em Seg 30 Set 2019, 4:25 pm

    Seria muito importante a participação popular contra a reforma.

    Infelizmente o trabalhador vai pagar a conta sem ter sido informado.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por Convidado em Ter 08 Out 2019, 5:16 pm

    http://www.fenajufe.org.br/index.php/imprensa/ultimas-noticias/reforma-da-previdencia-nao/6332-governo-bate-cabeca-e-votacao-em-2-turno-da-reforma-da-previdencia-fica-para-o-dia-22

    Governo bate cabeça e votação em 2º turno da reforma da Previdência fica para o dia 22

    Mesmo com o empenho do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), de iniciar as discussões esta semana, a votação da reforma da Previdência em 2º turno deve ficar para o dia 22. O governo continua batendo cabeça e não acerta o tom do diálogo com os senadores - apesar da celeridade recorde que a Casa deu à tramitação da PEC 6/2019. Enquanto a proposta ficou na Câmara dos Deputados por seis meses, o Senado aprovou a proposta em primeiro turno com menos de 60 dias.

    Alcolumbre tentou articular com a oposição a quebra do interstício de cinco sessões entre a conclusão do primeiro turno da reforma e o início das discussões para o segundo turno, mas não teve sucesso. Na próxima semana, alguns senadores viajarão para o Vaticano para acompanhar a canonização de Irmã Dulce, o que prejudicando o quórum necessário para a sessão.

    Outro impasse do governo com deputados e senadores é a divisão entre estados e municípios dos recursos do megaleilão do pré-sal da cessão onerosa. O Senado já votou a PEC destinando 15% dos recursos para os estados e outros 15% para municípios; o texto está em análise na Câmara.

    Governadores do Norte e Nordeste, querem que prevaleçam os critérios do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e Fundo de Participação dos Municípios (FPM) - que prevê que os estados com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) tenham direito a uma maior parcela.

    A Fenajufe continua na luta contra o retrocesso que a reforma da Previdência representa e orienta aos sindicatos de base que utilize estas duas semanas para pressionar os senadores - e aliados políticos - em seus redutos eleitorais e também em Brasília.



    Raphael de Araújo, da Fenajufe
    ale1969
    ale1969
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1080
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por ale1969 em Qua 23 Out 2019, 1:04 pm

    Findo o processo de votação no Senado, a famigerada reforma da previdência foi aprovada. Longe de combater privilégios, quem tinha direito a integralidade e paridade permanece com eles, vai promover uma profunda crise social e agravar os problemas econômicos decorrentes queda absurda da demanda desde 2015.

    Metade da população brasileira vive com menos de R$413,00 por mês. Isso mesmo, aquilo que pagamos de num jantar em família num desses restaurantes japoneses da esquina sustentam um indivíduo por todo mês. Ocorre que a combinação de desemprego, subemprego, trabalho intermitente e redução das aposentadorias e pensões vai agravar o cenário da crise econômica brasileira.

    Os protestos do Chile não são pelos 30 Pesos(R$0,17), mas pela falta de perspectiva favorável da população. Ora, a prosperidade capitalista tem que vir para todos, senão os excluídos da fartura vão buscar seu quinhão de outra forma, até mesmo pela força. Espero que o Brasil tenha uma saída democrática da crise capitalista atual.
    sprg4
    sprg4
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 434
    Reputação : 34
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por sprg4 em Qua 23 Out 2019, 1:19 pm

    ale1969 escreveu:Findo o processo de votação no Senado, a famigerada reforma da previdência foi aprovada. Longe de combater privilégios, quem tinha direito a integralidade e paridade permanece com eles, vai promover uma profunda crise social e agravar os problemas econômicos decorrentes queda absurda da demanda desde 2015.

    Metade da população brasileira vive com menos de R$413,00 por mês. Isso mesmo, aquilo que pagamos de num jantar em família num desses restaurantes japoneses da esquina sustentam um indivíduo por todo mês. Ocorre que a combinação de desemprego, subemprego, trabalho intermitente e redução das aposentadorias e pensões vai agravar o cenário da crise econômica brasileira.

    Os protestos do Chile não são pelos 30 Pesos(R$0,17), mas pela falta de perspectiva favorável da população. Ora, a prosperidade capitalista tem que vir para todos, senão os excluídos da fartura vão buscar seu quinhão de outra forma, até mesmo pela força. Espero que o Brasil tenha uma saída democrática da crise capitalista atual.

    Qual a causa da crise atual? Pq metade da população brasileira vive com menos de r$ 413,00 por mês? Pq a previdência n foi reformada antes, para que se evitasse uma reforma tão dura cm a atual? Pq os privilégios n foram atacados nos governos anteriores que adoravam os pobres? Pq a culpa é do capitalismo? Qual outro sistema econômico mais eficaz que o capitalismo? Qual país onde a população vive dignamente que n o aplica, pelo menos parcialmente?

    Tudo isso é muito bonito na teoria, mas quando passamos p parte prática é que é difícil explicar.

    Queria saber pq o colega tb n cita os protestos na Venezuela?! Entre Chile, Bolívia, Equador, Argentina e Brasil, qual deles tem a maior renda per capita?

    Quem está patrocinando esses manifestos no Chile?! Será que há um apoio maciço da população, ou é igual os manifestos da educação aki do país?
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por Convidado em Qua 23 Out 2019, 1:34 pm

    sprg4 escreveu:
    ale1969 escreveu:Findo o processo de votação no Senado, a famigerada reforma da previdência foi aprovada. Longe de combater privilégios, quem tinha direito a integralidade e paridade permanece com eles, vai promover uma profunda crise social e agravar os problemas econômicos decorrentes queda absurda da demanda desde 2015.

    Metade da população brasileira vive com menos de R$413,00 por mês. Isso mesmo, aquilo que pagamos de num jantar em família num desses restaurantes japoneses da esquina sustentam um indivíduo por todo mês. Ocorre que a combinação de desemprego, subemprego, trabalho intermitente e redução das aposentadorias e pensões vai agravar o cenário da crise econômica brasileira.

    Os protestos do Chile não são pelos 30 Pesos(R$0,17), mas pela falta de perspectiva favorável da população. Ora, a prosperidade capitalista tem que vir para todos, senão os excluídos da fartura vão buscar seu quinhão de outra forma, até mesmo pela força. Espero que o Brasil tenha uma saída democrática da crise capitalista atual.

    Qual a causa da crise atual? Pq metade da população brasileira vive com menos de r$ 413,00 por mês? Pq a previdência n foi reformada antes, para que se evitasse uma reforma tão dura cm a atual? Pq os privilégios n foram atacados nos governos anteriores que adoravam os pobres? Pq a culpa é do capitalismo? Qual outro sistema econômico mais eficaz que o capitalismo? Qual país onde a população vive dignamente que n o aplica, pelo menos parcialmente?

    Tudo isso é muito bonito na teoria, mas quando passamos p parte prática é que é difícil explicar.




    Compreendo. Mas há de se estabelecer uma autocrítica do capitalismo neoliberal como a única solução dos nossos problemas. O que eu acho um mundo ideal hipotético? Capitalismo de bem estar social.

    Mas, o ser humano só aprender com o relho no lombo. Talvez os nossos vizinhos já estejam se conscientizando.

    Se aqui no Brasil não existisse SUS (bom ou ruim, tem), educação gratuita (boa ou ruim, tem), financiamentos com juros menores para a casa própria e educação ou bolsa família, muito provavelmente o bicho ia pegar.

    Lá no Chile, não tem nada disso acima. É provável que muitos benefícios sejam concedidos somente a empresários, principalmente do ramo cobre. Se um dia o cobre se desvalorizar como o petróleo na Venezuela, o país vai ladeira abaixo. Esse dinheiro que o estado chileno deixa de investir em serviços essenciais são investidos numa espécie de vitrine para tornar o país uma "europa" da américa do sul - mas, para poucos.

    Sobre a nossa previdência, a reforma é um mal necessário. O problema é que poucos continuarão na mamata e muitos se f...talvez essa reforma não melhore quase nada.

    https://portal.tcu.gov.br/imprensa/noticias/tribunal-conclui-levantamento-sobre-situacao-da-previdencia-no-pais.htm <--- interessante
    Após aprovação no Senado Federal, estima-se uma economia de cerca de R$ 810 bilhões no período de dez anos com a PEC 6/2019, projeção que melhora o cenário, mas trata menos de 20% do problema.
    ale1969
    ale1969
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1080
    Reputação : 99
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por ale1969 em Qua 23 Out 2019, 2:43 pm

    sprg4 escreveu:
    ale1969 escreveu:Findo o processo de votação no Senado, a famigerada reforma da previdência foi aprovada. Longe de combater privilégios, quem tinha direito a integralidade e paridade permanece com eles, vai promover uma profunda crise social e agravar os problemas econômicos decorrentes queda absurda da demanda desde 2015.

    Metade da população brasileira vive com menos de R$413,00 por mês. Isso mesmo, aquilo que pagamos de num jantar em família num desses restaurantes japoneses da esquina sustentam um indivíduo por todo mês. Ocorre que a combinação de desemprego, subemprego, trabalho intermitente e redução das aposentadorias e pensões vai agravar o cenário da crise econômica brasileira.

    Os protestos do Chile não são pelos 30 Pesos(R$0,17), mas pela falta de perspectiva favorável da população. Ora, a prosperidade capitalista tem que vir para todos, senão os excluídos da fartura vão buscar seu quinhão de outra forma, até mesmo pela força. Espero que o Brasil tenha uma saída democrática da crise capitalista atual.

    Qual a causa da crise atual? Pq metade da população brasileira vive com menos de r$ 413,00 por mês? Pq a previdência n foi reformada antes, para que se evitasse uma reforma tão dura cm a atual? Pq os privilégios n foram atacados nos governos anteriores que adoravam os pobres? Pq a culpa é do capitalismo? Qual outro sistema econômico mais eficaz que o capitalismo? Qual país onde a população vive dignamente que n o aplica, pelo menos parcialmente?

    Tudo isso é muito bonito na teoria, mas quando passamos p parte prática é que é difícil explicar.

    Queria saber pq o colega tb n cita os protestos na Venezuela?! Entre Chile, Bolívia, Equador, Argentina e Brasil, qual deles tem a maior renda per capita?

    Quem está patrocinando esses manifestos no Chile?! Será que há um apoio maciço da população, ou é igual os manifestos da educação aki do país?

    Entendo seu ponto de vista e concordo parcialmente com seus comentários.

    Todos os governos do Fernando Henrique para cá, fizeram reformas na previdência e como já havia falado anteriormente qualquer outro eleito, que não Bolsonaro, a faria. O que ocorre é qual reforma deve ser feita, já que esta que foi terminada hoje retira dos mais pobres e não ataca os verdadeiros privilegiados. Sim, porque tratar assalariado que ganha R$4.000,00 ou R$5.000,00 de privilegiado, no Brasil é uma visão míope da realidade concentradora de renda na mão de uma elite patrimonialista, escravocrata, donatária das capitanias e privilégios históricos. Em tempo, não falo de classe média como nós, mas sim das elites econômicas que sequer necessitam de aposentadoria pública. Como o relator escolhido propositalmente pelo Senado, o mais rico Senador da República Tasso Jereissati.
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    A questão do Chile é parte da crise do capitalismo que atingiu desigualmente todas as economias pelo mundo afora. Fica claro que o socialismo autoritário implementado parcialmente em países da Ásia e em Cuba não foi capaz de produzir as riquezas necessárias para garantir a prosperidade a todos os cidadãos, gerando apenas fartura a uma elite dirigente. Agora, o neoliberalismo implementado pelas nações americanas no século passado também não foi capaz de promover a distribuição igualitária dos recursos econômicos, ao contrário promoveu e acentuou a desigualdade entre os poucos ricos e os muito pobres, sempre analisando país a país.

    Só mais um detalhe técnico, a renda per capita não pode ser considerada isoladamente, como única medida de prosperidade socioeconômica. A não ser que a Arábia Saudita, o Bahrein, Omã e outras ditaduras extrativistas minerais sejam referências positivas para sua análise. Para mim a prosperidade econômica só serve quando a maioria da população se beneficia, não é o caso.

    subsidioja_
    subsidioja_
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2535
    Reputação : 336
    Data de inscrição : 05/04/2011

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por subsidioja_ em Qua 23 Out 2019, 6:50 pm

    Só mesmo sendo muito militante pra negar q o Chile é um país melhor do que o Brasil hoje.

    Os pobres chilenos são muito mais ricos do que os pobres brasileiros.

    Isso só é possível graças ao enriquecimento do país promovido por uma economia mais aberta.

    Você pode se contorcer a vontade, colega... A realidade é o que é e é inegável!


    O Chile tem sim muita coisa boa pra nos ensinar.
    Os socialistas brasileiros que não querem aprender.
    grazi
    grazi
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 417
    Reputação : 51
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Localização : PGR

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por grazi em Qua 23 Out 2019, 7:04 pm

    subsidioja_ escreveu:Só mesmo sendo muito militante pra negar q o Chile é um país melhor do que o Brasil hoje.

    Os pobres chilenos são muito mais ricos do que os pobres brasileiros.

    Isso só é possível graças ao enriquecimento do país promovido por uma economia mais aberta.

    Você pode se contorcer a vontade, colega... A realidade é o que é e é inegável!


    O Chile tem sim muita coisa boa pra nos ensinar.
    Os socialistas brasileiros que não querem aprender.

    Depende do que você chama de rico, uma mulher aposentada no Chile ganha em média 55% do salário mínimo de lá, que é de mais ou menos 1.600 reais, ou seja, ela ganha uns oitocentos reais, menos que um salário mínimo daqui, só que lá a saúde é toda privada, a educação é privada e não subsídio nenhum para comprar casa,, não tem remédio gratuito e nem posto de saúde com vacina não. Detalhe como a previdência é privada, eles ainda pagam 1,5% de taxa de administração para as operadoras, o que não acontece aqui. Um homem aposentado lá ganha em média uns 1.200 reais, um pouco mais do que um salário mínimo daqui, pergunta se lá idoso pode andar de graça em transporte público?
    Quem no final vive um pouco melhor? Me diga?
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7168
    Reputação : 400
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por Galizezin em Qua 23 Out 2019, 8:05 pm

    grazi escreveu:
    subsidioja_ escreveu:Só mesmo sendo muito militante pra negar q o Chile é um país melhor do que o Brasil hoje.

    Os pobres chilenos são muito mais ricos do que os pobres brasileiros.

    Isso só é possível graças ao enriquecimento do país promovido por uma economia mais aberta.

    Você pode se contorcer a vontade, colega... A realidade é o que é e é inegável!


    O Chile tem sim muita coisa boa pra nos ensinar.
    Os socialistas brasileiros que não querem aprender.

    Depende do que você chama de rico, uma mulher aposentada no Chile ganha em média 55% do salário mínimo de lá, que é de mais ou menos 1.600 reais, ou seja, ela ganha uns oitocentos reais, menos que um salário mínimo daqui, só que lá a saúde é toda privada, a educação é privada e não subsídio nenhum para comprar casa,, não tem remédio gratuito e nem posto de saúde com vacina não. Detalhe como a previdência é privada, eles ainda pagam 1,5% de taxa de administração para as operadoras, o que não acontece aqui. Um homem aposentado lá ganha em média uns 1.200 reais, um pouco mais do que um salário mínimo daqui, pergunta se lá idoso pode andar de graça em transporte público?
    Quem no final vive um pouco melhor? Me diga?

    o liberalismo econômico é uma bomba relógio, vide chile.


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1558
    Reputação : 165
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por euvoltei em Qua 23 Out 2019, 8:14 pm

    grazi escreveu:
    subsidioja_ escreveu:Só mesmo sendo muito militante pra negar q o Chile é um país melhor do que o Brasil hoje.

    Os pobres chilenos são muito mais ricos do que os pobres brasileiros.

    Isso só é possível graças ao enriquecimento do país promovido por uma economia mais aberta.

    Você pode se contorcer a vontade, colega... A realidade é o que é e é inegável!


    O Chile tem sim muita coisa boa pra nos ensinar.
    Os socialistas brasileiros que não querem aprender.

    Depende do que você chama de rico, uma mulher aposentada no Chile ganha em média 55% do salário mínimo de lá, que é de mais ou menos 1.600 reais, ou seja, ela ganha uns oitocentos reais, menos que um salário mínimo daqui, só que lá a saúde é toda privada, a educação é privada e não subsídio nenhum para comprar casa,, não tem remédio gratuito e nem posto de saúde com vacina não. Detalhe como a previdência é privada, eles ainda pagam 1,5% de taxa de administração para as operadoras, o que não acontece aqui. Um homem aposentado lá ganha em média uns 1.200 reais, um pouco mais do que um salário mínimo daqui, pergunta se lá idoso pode andar de graça em transporte público?
    Quem no final vive um pouco melhor? Me diga?

    No Brasil:
    De que adiante ganhar o aposentado ganhar R$ 998,00, se:
    1) Não dá pra fazer quase nada com isso...só uma feira de para uma família de 2 pessoas dá quase metade disso por mês
    2) No SUS se o povão morre na fila, no corredor, sem atendimento... até vacina falta..tem lugar que a consulta com especialista é para daqui 4 meses...
    3) Educação? Idoso tem como prioridade estudar em ensino regular?
    4) subsídio para compar casa, sério mesmo que é certo um país se orgulhar por dar subsídio para compra de casa?? O certo era pessoa comprar com seu próprio salário, é mais uma prova que 1 salário no Brasil não dá pra nada
    5) Andar de graça em transporte público? Como assim, o que mais tem é cidade no brasil sem transporte público algum...só mesmo cidades médias e grandes possuem algum transporte público... que nem de longe satisfaz o pobre(o ponto é longe, poucos horários, etc)

    Mas, reconheça.. essa bagunça de país que vivemos é resultado da esquerda.... que passou 4 mandatos aí...


    Enfim, ou se discute com a realidade ou não se discute....... querer discutir,, oferecendo a realidade fantasiosa que o esquerdismo promete é puro charlatanismo
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por Convidado em Qui 24 Out 2019, 1:14 am

    euvoltei escreveu:
    grazi escreveu:
    subsidioja_ escreveu:Só mesmo sendo muito militante pra negar q o Chile é um país melhor do que o Brasil hoje.

    Os pobres chilenos são muito mais ricos do que os pobres brasileiros.

    Isso só é possível graças ao enriquecimento do país promovido por uma economia mais aberta.

    Você pode se contorcer a vontade, colega... A realidade é o que é e é inegável!


    O Chile tem sim muita coisa boa pra nos ensinar.
    Os socialistas brasileiros que não querem aprender.

    Depende do que você chama de rico, uma mulher aposentada no Chile ganha em média 55% do salário mínimo de lá, que é de mais ou menos 1.600 reais, ou seja, ela ganha uns oitocentos reais, menos que um salário mínimo daqui, só que lá a saúde é toda privada, a educação é privada e não subsídio nenhum para comprar casa,, não tem remédio gratuito e nem posto de saúde com vacina não. Detalhe como a previdência é privada, eles ainda pagam 1,5% de taxa de administração para as operadoras, o que não acontece aqui. Um homem aposentado lá ganha em média uns 1.200 reais, um pouco mais do que um salário mínimo daqui, pergunta se lá idoso pode andar de graça em transporte público?
    Quem no final vive um pouco melhor? Me diga?

    No Brasil:
    De que adiante ganhar o aposentado ganhar R$ 998,00, se:
    1) Não dá pra fazer quase nada com isso...só uma feira de  para uma família de 2 pessoas dá quase metade disso por mês
    2) No SUS se o povão morre  na fila, no corredor, sem atendimento... até vacina falta..tem lugar que a consulta com especialista é para daqui 4 meses...
    3) Educação? Idoso tem como prioridade estudar em ensino regular?
    4) subsídio para compar casa, sério mesmo que é certo um país se orgulhar por dar subsídio para compra de casa?? O certo era pessoa comprar com seu próprio salário, é mais uma prova que 1 salário no Brasil não dá pra nada
    5) Andar de graça em transporte público? Como assim, o que mais tem é cidade no brasil sem transporte público algum...só mesmo cidades médias e grandes possuem algum transporte público... que nem de longe satisfaz o pobre(o ponto é longe, poucos horários, etc)

    Mas, reconheça.. essa bagunça de país que vivemos é resultado da esquerda.... que passou 4 mandatos aí...


    Enfim, ou se discute com a realidade ou não se discute....... querer discutir,, oferecendo a realidade fantasiosa que o esquerdismo promete é puro charlatanismo

    1) meio salário mínimo no Chile vale mais? Olha, eu estive no verão passado lá, vi desde uma cidade linda (Santiago) a casas que pareciam de papelão em menos de 100km. Mas ok, aqui há tanta pobreza quanto.

    2) um pouco de boa vontade vc a poucos metros de seu nariz encontra fatos de pessoas de baixa renda que se trataram de câncer de maneira gratuita pelo SUS com qualidade. É só um exemplo, mesmo que mínimo. É que na sua torre de marfim, vc não enxerga. Há exemplos de precariedade na saúde pública, mas há exemplos de sucesso.

    3) se informe sobre os EJA em universidades federais.

    4) servidor federal que pegou financiamento na Caixa tem que se envergonhar no seu ponto de vista?

    5) ???? O que o * tem a ver com as calças?

    Seu conceito de esquerda e direita é limitado. Ainda tá na guerra fria.
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2495
    Reputação : 437
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por androsvilazza em Qui 24 Out 2019, 7:04 am


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    "Nesse post mostrei vários indicadores mostrando que o Chile é mais rico e menos desigual que o Brasil. Mostrei indicadores dando conta que o governo do Chile gasta mais em proporção ao PIB com saúde que o governo brasileiro e que o governo do Chile tem mais foco em educação primária e secundária que o brasileiro. Por fim mostrei que apesar de ter maior dependência de recursos naturais o Chile tem uma manufatura como proporção do PIB quase igual à do Brasil, um pouco maior em 2018."
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1558
    Reputação : 165
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por euvoltei em Qui 24 Out 2019, 8:22 am

    Bastião escreveu:
    euvoltei escreveu:
    grazi escreveu:
    subsidioja_ escreveu:Só mesmo sendo muito militante pra negar q o Chile é um país melhor do que o Brasil hoje.

    Os pobres chilenos são muito mais ricos do que os pobres brasileiros.

    Isso só é possível graças ao enriquecimento do país promovido por uma economia mais aberta.

    Você pode se contorcer a vontade, colega... A realidade é o que é e é inegável!


    O Chile tem sim muita coisa boa pra nos ensinar.
    Os socialistas brasileiros que não querem aprender.

    Depende do que você chama de rico, uma mulher aposentada no Chile ganha em média 55% do salário mínimo de lá, que é de mais ou menos 1.600 reais, ou seja, ela ganha uns oitocentos reais, menos que um salário mínimo daqui, só que lá a saúde é toda privada, a educação é privada e não subsídio nenhum para comprar casa,, não tem remédio gratuito e nem posto de saúde com vacina não. Detalhe como a previdência é privada, eles ainda pagam 1,5% de taxa de administração para as operadoras, o que não acontece aqui. Um homem aposentado lá ganha em média uns 1.200 reais, um pouco mais do que um salário mínimo daqui, pergunta se lá idoso pode andar de graça em transporte público?
    Quem no final vive um pouco melhor? Me diga?

    No Brasil:
    De que adiante ganhar o aposentado ganhar R$ 998,00, se:
    1) Não dá pra fazer quase nada com isso...só uma feira de  para uma família de 2 pessoas dá quase metade disso por mês
    2) No SUS se o povão morre  na fila, no corredor, sem atendimento... até vacina falta..tem lugar que a consulta com especialista é para daqui 4 meses...
    3) Educação? Idoso tem como prioridade estudar em ensino regular?
    4) subsídio para compar casa, sério mesmo que é certo um país se orgulhar por dar subsídio para compra de casa?? O certo era pessoa comprar com seu próprio salário, é mais uma prova que 1 salário no Brasil não dá pra nada
    5) Andar de graça em transporte público? Como assim, o que mais tem é cidade no brasil sem transporte público algum...só mesmo cidades médias e grandes possuem algum transporte público... que nem de longe satisfaz o pobre(o ponto é longe, poucos horários, etc)

    Mas, reconheça.. essa bagunça de país que vivemos é resultado da esquerda.... que passou 4 mandatos aí...


    Enfim, ou se discute com a realidade ou não se discute....... querer discutir,, oferecendo a realidade fantasiosa que o esquerdismo promete é puro charlatanismo

    1) meio salário mínimo no Chile vale mais? Olha, eu estive no verão passado lá, vi desde uma cidade linda (Santiago) a casas que pareciam de papelão em menos de 100km. Mas ok, aqui há tanta pobreza quanto.

    2) um pouco de boa vontade vc a poucos metros de seu nariz encontra fatos de pessoas de baixa renda que se trataram de câncer de maneira gratuita pelo SUS com qualidade. É só um exemplo, mesmo que mínimo. É que na sua torre de marfim, vc não enxerga. Há exemplos de precariedade na saúde pública, mas há exemplos de sucesso.

    3) se informe sobre os EJA em universidades federais.

    4) servidor federal que pegou financiamento na Caixa tem que se envergonhar no seu ponto de vista?

    5) ???? O que o * tem a ver com as calças?

    Seu conceito de esquerda e direita é limitado. Ainda tá na guerra fria.

    A numeração foi para elencar os argumentos da mensagem anterior....

    Mas, sinceramente, achar que o Brasil tá melhor que o Chile, e tá melhor por causa do SUS, e das precárias escolas pública daqui; é alienação demais...

    E o pior, por conta de uns protestinhos lá, achar que o caminho é o da Venezuela e do Foro de São Paulo; é mais grave que alienação....

    --------
    De mim, o meu protesto é no voto... foi 17, e não vejo nada que o Mito fez que o Ciro, lula/Haddad ou o alquimim fariam melhor...
    Governo tá de parabéns nas reformas... pena que o congresso/mídia estão atrapalhando, atrasando e desfigurando as reformas...
    adelapa2010
    adelapa2010
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 175
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 16/12/2014

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por adelapa2010 em Qui 24 Out 2019, 8:33 am

    Alguem sabe dizer se a reforma previdenciria mudou a base para o cálculo do imposto previdenciario?
    As FCs, CJs, AT continuam fora?
    sprg4
    sprg4
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 434
    Reputação : 34
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por sprg4 em Qui 24 Out 2019, 8:47 am

    androsvilazza escreveu:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    "Nesse post mostrei vários indicadores mostrando que o Chile é mais rico e menos desigual que o Brasil. Mostrei indicadores dando conta que o governo do Chile gasta mais em proporção ao PIB com saúde que o governo brasileiro e que o governo do Chile tem mais foco em educação primária e secundária que o brasileiro. Por fim mostrei que apesar de ter maior dependência de recursos naturais o Chile tem uma manufatura como proporção do PIB quase igual à do Brasil, um pouco maior em 2018."

    Para alguns colegas, a renda per capita n quer dizer nada. Para defender suas teses, negam o óbvio, agarram-se em alguns detalhes que n deram mt certo, desconsiderando a maioria.

    N existe país perfeito, dificilmente existirá, mas é fato que aqueles que adotam uma economia mais liberal estão bem melhores que os outros. Também é mt mais fácil corrigir disfunções nesses países do que naqueles que têm o Estado gigante e protetor.
    grazi
    grazi
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 417
    Reputação : 51
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Localização : PGR

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por grazi em Qui 24 Out 2019, 2:13 pm

    euvoltei escreveu:
    grazi escreveu:
    subsidioja_ escreveu:Só mesmo sendo muito militante pra negar q o Chile é um país melhor do que o Brasil hoje.

    Os pobres chilenos são muito mais ricos do que os pobres brasileiros.

    Isso só é possível graças ao enriquecimento do país promovido por uma economia mais aberta.

    Você pode se contorcer a vontade, colega... A realidade é o que é e é inegável!


    O Chile tem sim muita coisa boa pra nos ensinar.
    Os socialistas brasileiros que não querem aprender.

    Depende do que você chama de rico, uma mulher aposentada no Chile ganha em média 55% do salário mínimo de lá, que é de mais ou menos 1.600 reais, ou seja, ela ganha uns oitocentos reais, menos que um salário mínimo daqui, só que lá a saúde é toda privada, a educação é privada e não subsídio nenhum para comprar casa,, não tem remédio gratuito e nem posto de saúde com vacina não. Detalhe como a previdência é privada, eles ainda pagam 1,5% de taxa de administração para as operadoras, o que não acontece aqui. Um homem aposentado lá ganha em média uns 1.200 reais, um pouco mais do que um salário mínimo daqui, pergunta se lá idoso pode andar de graça em transporte público?
    Quem no final vive um pouco melhor? Me diga?

    No Brasil:
    De que adiante ganhar o aposentado ganhar R$ 998,00, se:
    1) Não dá pra fazer quase nada com isso...só uma feira de  para uma família de 2 pessoas dá quase metade disso por mês
    2) No SUS se o povão morre  na fila, no corredor, sem atendimento... até vacina falta..tem lugar que a consulta com especialista é para daqui 4 meses...
    3) Educação? Idoso tem como prioridade estudar em ensino regular?
    4) subsídio para compar casa, sério mesmo que é certo um país se orgulhar por dar subsídio para compra de casa?? O certo era pessoa comprar com seu próprio salário, é mais uma prova que 1 salário no Brasil não dá pra nada
    5) Andar de graça em transporte público? Como assim, o que mais tem é cidade no brasil sem transporte público algum...só mesmo cidades médias e grandes possuem algum transporte público... que nem de longe satisfaz o pobre(o ponto é longe, poucos horários, etc)

    Mas, reconheça.. essa bagunça de país que vivemos é resultado da esquerda.... que passou 4 mandatos aí...


    Enfim, ou se discute com a realidade ou não se discute....... querer discutir,, oferecendo a realidade fantasiosa que o esquerdismo promete é puro charlatanismo

    Não sou nem esquerdista meu caro, só não só completamente néscia em ver que um mínimo de bem estar social é importante sim, principalmente para os mais pobres, então se você trabalha uma vida inteira e acha justo não ter nem um salário mínimo em um país e ainda tripudiar de um mínimo de benefícios que temos, então você é só um mero egoísta que só vê o mundo pela sua vidinha. Um hipócrita sem qualquer humanidade.

    Conteúdo patrocinado

    Reforma da Previdência (versão 2019) - Página 12 Empty Re: Reforma da Previdência (versão 2019)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 28 Maio 2020, 7:48 pm