PCS JÁ

PCS JÁ



    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    adelapa2010
    adelapa2010
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 175
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 16/12/2014

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por adelapa2010 Sex 06 Mar 2020, 7:19 am

    Bom dia colegas.
    Gostaria de saber quais são as atitudes que estão sendo tomadas com relação às novas alíquotas previdenciárias que, ao meu ver, tratam-se de um confisco salarial.
    IR 27,5%
    PSSS de 11 a 22%
    Não vai sobrar muita coisa, visto que boa parte esta indo para o governo!
    Não estou vendo nada de efetivo sendo feito pelos sindicatos ou associações.
    Alguém sabe de algo?
    Sabem porque pouca coisa, ou nada, está sendo feita?
    Os sindicatos não se mexeram. As associações, inclusive a Anajustra, estão mudas e inertes.
    Muita atitude já poderia ter sido tomada, mas até agora, ao que parece, nada foi feito e nesse mês morreremos com as novas alíquotas.
    Vamos trocar idéias, bem como tentar influenciar algumas atitudes sindicais / associativas.
    Abraços
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7556
    Reputação : 514
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Galizezin Sex 06 Mar 2020, 9:03 am

    olá, colega. acho que já existe ação na justiça questionando essa sandice do bolsonaro e do posto ipiranga, porque em tese, se para o camarada que ganha 2 mil reais se aposentar bastam 11% de seu salário, da mesma forma, quem ganha 30 mil, o mesmo percentual seria suficiente.


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    Sniper
    Sniper
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 756
    Reputação : 50
    Data de inscrição : 06/05/2011

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Sniper Sex 06 Mar 2020, 9:23 am

    A curto prazo, a solução é migrar para o RGPS.
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2573
    Reputação : 464
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por androsvilazza Sex 06 Mar 2020, 11:03 am

    Galizezin escreveu:olá, colega. acho que já existe ação na justiça questionando essa sandice do bolsonaro e do posto ipiranga, porque em tese, se para o camarada que ganha 2 mil reais se aposentar bastam 11% de seu salário, da mesma forma, quem ganha 30 mil, o mesmo percentual seria suficiente.

    Espero que o argumento da ação não seja esse.

    Pra explicar sem gerar polêmica: segundo a narrativa do governo (que prevaleceu na aprovação da reforma, sem entrar no mérito sobre corresponder à realidade ou não), quem ganha 2 mil e contribui com 11% gera um rombo "X". Quem ganha 30 mil, portanto, vai gerar um rombo "15x".
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1822
    Reputação : 183
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por euvoltei Sex 06 Mar 2020, 12:43 pm

    Galizezin escreveu:olá, colega. acho que já existe ação na justiça questionando essa sandice do bolsonaro e do posto ipiranga, porque em tese, se para o camarada que ganha 2 mil reais se aposentar bastam 11% de seu salário, da mesma forma, quem ganha 30 mil, o mesmo percentual seria suficiente.

    Tem horas que o modelo econômico de mercado não vale, ai escutamos:
    "privatizar para que?! , cadê as cotas disso e daquilo? cadê o imposto ali para inibir o consumo daquilo?!"

    Tem horas que o modelo econômico de mercado vale, ai escutamos essa "de alíquota igual para todos, pq contribuiu levou."


    Ouras a previdência é SOCIAL, é PREVIDÊNCIA SOCIAL!
    Atende aos princípios da Solidariedade e Distributividade!

    Pode mais? Então paga mais para sustentar os sistema que é SOCIAL!
    Agente_Crazy_System
    Agente_Crazy_System
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 90
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 02/06/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Agente_Crazy_System Sex 06 Mar 2020, 1:08 pm

    euvoltei escreveu:
    Galizezin escreveu:olá, colega. acho que já existe ação na justiça questionando essa sandice do bolsonaro e do posto ipiranga, porque em tese, se para o camarada que ganha 2 mil reais se aposentar bastam 11% de seu salário, da mesma forma, quem ganha 30 mil, o mesmo percentual seria suficiente.

    Tem horas que o modelo econômico de mercado não vale, ai escutamos:
    "privatizar para que?! , cadê as cotas disso e daquilo? cadê o imposto ali para inibir o consumo daquilo?!"

    Tem horas que o modelo econômico de mercado vale, ai escutamos essa "de alíquota igual para todos, pq contribuiu levou."


    Ouras a previdência é SOCIAL, é PREVIDÊNCIA SOCIAL!
    Atende aos princípios da  Solidariedade e  Distributividade!

    Pode mais? Então paga mais para sustentar os sistema que é SOCIAL!

    Que isso meu amigo, vc é um fascista kkkkk. Quero ver os esquerdões agora reclamando do socialismo rsrsr.
    cavalo
    cavalo
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 227
    Reputação : 34
    Data de inscrição : 07/06/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por cavalo Sex 06 Mar 2020, 1:25 pm

    Agente_Crazy_System escreveu:
    euvoltei escreveu:
    Galizezin escreveu:olá, colega. acho que já existe ação na justiça questionando essa sandice do bolsonaro e do posto ipiranga, porque em tese, se para o camarada que ganha 2 mil reais se aposentar bastam 11% de seu salário, da mesma forma, quem ganha 30 mil, o mesmo percentual seria suficiente.

    Tem horas que o modelo econômico de mercado não vale, ai escutamos:
    "privatizar para que?! , cadê as cotas disso e daquilo? cadê o imposto ali para inibir o consumo daquilo?!"

    Tem horas que o modelo econômico de mercado vale, ai escutamos essa "de alíquota igual para todos, pq contribuiu levou."


    Ouras a previdência é SOCIAL, é PREVIDÊNCIA SOCIAL!
    Atende aos princípios da  Solidariedade e  Distributividade!

    Pode mais? Então paga mais para sustentar os sistema que é SOCIAL!

    Que isso meu amigo, vc é um fascista kkkkk. Quero ver os esquerdões agora reclamando do socialismo rsrsr.

    E a tal publicação que levantou a situação dos "bilionários" brasileiros? Primeiro da lista: Safra. A maioria é mesmo banqueiro. Pudera, cobram juros estratosféricos e quase não contribuem com impostos.
    Em 2012 eram 40, e tinham uns R$ 240 bilhões. Em 2019 eram 240, e tinham R$ 1,2 trilhão.
    E porque os juros não abaixam? (só a TR abaixa). Porque se abrirem prá concorrência e vierem outros bancos estrangeiros, adivinhem quem quebra? BB e CEF. São extremamente mal geridos, e ainda aguentam os empréstimos subsidiados da politicagem brasileira. Produtividade? Zero.
    Agora, não me venham os petistas falarem sobre impostos pros mais ricos, porque foram governo com amplo apoio por muitos anos, e nada fizeram nesse sentido!
    Agente_Crazy_System
    Agente_Crazy_System
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 90
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 02/06/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Agente_Crazy_System Sex 06 Mar 2020, 2:09 pm

    cavalo escreveu:
    Agente_Crazy_System escreveu:
    euvoltei escreveu:
    Galizezin escreveu:olá, colega. acho que já existe ação na justiça questionando essa sandice do bolsonaro e do posto ipiranga, porque em tese, se para o camarada que ganha 2 mil reais se aposentar bastam 11% de seu salário, da mesma forma, quem ganha 30 mil, o mesmo percentual seria suficiente.

    Tem horas que o modelo econômico de mercado não vale, ai escutamos:
    "privatizar para que?! , cadê as cotas disso e daquilo? cadê o imposto ali para inibir o consumo daquilo?!"

    Tem horas que o modelo econômico de mercado vale, ai escutamos essa "de alíquota igual para todos, pq contribuiu levou."


    Ouras a previdência é SOCIAL, é PREVIDÊNCIA SOCIAL!
    Atende aos princípios da  Solidariedade e  Distributividade!

    Pode mais? Então paga mais para sustentar os sistema que é SOCIAL!

    Que isso meu amigo, vc é um fascista kkkkk. Quero ver os esquerdões agora reclamando do socialismo rsrsr.

    E a tal publicação que levantou a situação dos "bilionários" brasileiros? Primeiro da lista: Safra. A maioria é  mesmo banqueiro. Pudera, cobram juros estratosféricos e quase não contribuem com impostos.
    Em 2012 eram 40, e tinham uns R$ 240 bilhões. Em 2019 eram 240, e tinham R$ 1,2 trilhão.
    E porque os juros não abaixam? (só a TR abaixa). Porque se abrirem prá concorrência e vierem outros bancos estrangeiros, adivinhem quem quebra? BB e CEF. São extremamente mal geridos, e ainda aguentam os empréstimos subsidiados da politicagem brasileira. Produtividade? Zero.
    Agora, não me venham os petistas falarem sobre impostos pros mais ricos, porque foram governo com amplo apoio por muitos anos, e nada fizeram nesse sentido!

    Tens razão colega, porém não dar pra pegar esses bilionários, quando se tenta taxar essas pessoas para socializar, simplesmente pegam seu dinheiro e vão para outro pais, sobrando apenas a classe média e um resto de miseráveis desempregados, é o que acontece nas "grandes democracias socialistas". A corda arrebenta sempre do lado mais fraco, e estamos neste.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7556
    Reputação : 514
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Galizezin Sex 06 Mar 2020, 7:29 pm

    androsvilazza escreveu:
    Galizezin escreveu:olá, colega. acho que já existe ação na justiça questionando essa sandice do bolsonaro e do posto ipiranga, porque em tese, se para o camarada que ganha 2 mil reais se aposentar bastam 11% de seu salário, da mesma forma, quem ganha 30 mil, o mesmo percentual seria suficiente.

    Espero que o argumento da ação não seja esse.

    Pra explicar sem gerar polêmica: segundo a narrativa do governo (que prevaleceu na aprovação da reforma, sem entrar no mérito sobre corresponder à realidade ou não), quem ganha 2 mil e contribui com 11% gera um rombo "X". Quem ganha 30 mil, portanto, vai gerar um rombo "15x".

    basta o governo me devolver todo o valor que paguei, acrescido da parte patronal, devidamente corrigido, que eu pulo fora da barca.


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3254
    Reputação : 423
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por josebarbos Sab 07 Mar 2020, 5:03 pm

    Consta que o PGR e o Presidente do STF solicitaram a reabertura do prazo de migração de regime ao Ministro da Economia para membros do MP e magistratura.
    A despeito de todas as discussões, é uma barbada. Quem não se aposenta nos próximos 15 a 20 anos pode ter uma certeza nesta vida, além da morte: as regras ainda mudarão.
    Ao invés de reclamar da vida, do sindicato, do vizinho, do governo, comece a agir e ter um plano B. Confiar o seu futuro a uma única alternativa é uma aposta muito arriscada no mundo moderno. Não é porque houve uma década extremamente generosa aos aposentados do serviço público que isto virou direito adquirido (termo, aliás, que precisa ser melhor compreendido, especialmente por aqueles cujo vinculo com quem paga o salário é estatutário).
    A progressividade é mais do que justa, até porque a alíquota efetiva de qualquer tributo, especialmente via consumo e patrimônio, sempre será mais onerosa aos mais pobres, e a tendência é desta discrepância sempre aumentar, independente de leis ou discursos em sentido contrário.
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3254
    Reputação : 423
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por josebarbos Sab 07 Mar 2020, 5:08 pm

    Galizezin escreveu:
    basta o governo me devolver todo o valor que paguei, acrescido da parte patronal, devidamente corrigido, que eu pulo fora da barca.  

    Houve abertura para isto no momento adequado, via migração de regime de previdência, através do benefício especial.
    O que ainda assim foi um enorme privilégio, posto que não se resgata prêmio de seguro não utilizado. Ainda assim, ainda é um instrumento que ponderou a proporcionalidade entre o que se contribuiu e a contraprestação previdenciária.
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3254
    Reputação : 423
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por josebarbos Sab 07 Mar 2020, 5:14 pm

    cavalo escreveu:
    E a tal publicação que levantou a situação dos "bilionários" brasileiros? Primeiro da lista: Safra. A maioria é  mesmo banqueiro. Pudera, cobram juros estratosféricos e quase não contribuem com impostos.
    Em 2012 eram 40, e tinham uns R$ 240 bilhões. Em 2019 eram 240, e tinham R$ 1,2 trilhão.
    E porque os juros não abaixam? (só a TR abaixa). Porque se abrirem prá concorrência e vierem outros bancos estrangeiros, adivinhem quem quebra? BB e CEF. São extremamente mal geridos, e ainda aguentam os empréstimos subsidiados da politicagem brasileira. Produtividade? Zero.
    Agora, não me venham os petistas falarem sobre impostos pros mais ricos, porque foram governo com amplo apoio por muitos anos, e nada fizeram nesse sentido!

    Ao invés de reclamar de banqueiro, uma ação prática que você pode tomar é abrir para você e recomendar a todos os seus amigos e conhecidos que tenham contas em bancos alternativos. Se quiser ser radical mesmo, vá para um banco cooperativo e ao invés de pagar juros, lucre com eles.
    Da última vez que dei uma olhada, e já faz bastante tempo (pode ter mudado), os juros eram tremendamente vantajosos mesmo para servidores, que já tem uma taxa bem longe do que o mercado cobra da classe média/baixa deste país, que gira em torno de 4% ao mês no crédito pessoal e de 2 a 3% no consignado.
    Quanto aos "juros mágicos" do financiamento habitacional da Caixa, segundo recentemente passado por uma colega, está muito bem amarrada a você ter um pacote gigante de produtos, que no final sai mais caro que a taxa sem estas facilidades. E não tem PROCON que vá resolver uma escancarada venda casada destas.
    ladraoalmas
    ladraoalmas
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 31
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por ladraoalmas Sab 07 Mar 2020, 10:52 pm

    O mais preocupante é essa Pec emergencial. Parece q irá mesmo ser aprovada. Isso sim seria um confisco dos mais absurdos. Vcs acham q poderia ser implementada no pju/mpu? O caras ganham mais de 40mil por mes, vivem tendo aumentos, penduricalhos, falam publicamente q estão passando por uma situação aflitiva por ganharem pouco, e vão ter a ousadia de ferrar com servidor q já está lascado? Sei q dessa gente espera-se tudo, mas isso aí já é sacanagem demais para ficarmos quietos sem fazermos nada.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7556
    Reputação : 514
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Galizezin Dom 08 Mar 2020, 1:05 pm

    josebarbos escreveu:
    Galizezin escreveu:
    basta o governo me devolver todo o valor que paguei, acrescido da parte patronal, devidamente corrigido, que eu pulo fora da barca.  

    Houve abertura para isto no momento adequado, via migração de regime de previdência, através do benefício especial.
    O que ainda assim foi um enorme privilégio, posto que não se resgata prêmio de seguro não utilizado. Ainda assim, ainda é um instrumento que ponderou a proporcionalidade entre o que se contribuiu e a contraprestação previdenciária.

    vc ao menos sabe a distinção entre seguro e sua premiação e sistema previdenciário? mas fiquei curioso se vcs fizeram os cálculos. seguindo o plano do governo, o funpresp está com os dias contados. diminuição do estado = redução drástica do número de servidores = escassez de participantes. quem não tem estabilidade não optará pela funpresp.

    errar é humano, admitir o erro é mais humano ainda. afundando de gravatinha, pra não perder a pose... Very Happy

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7556
    Reputação : 514
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Galizezin Dom 08 Mar 2020, 1:15 pm

    ladraoalmas escreveu:O mais preocupante é essa Pec emergencial. Parece q irá mesmo ser aprovada. Isso sim seria um confisco dos mais absurdos. Vcs acham q poderia ser implementada no pju/mpu? O caras ganham mais de 40mil por mes, vivem tendo aumentos, penduricalhos, falam publicamente q estão passando por uma situação aflitiva por ganharem pouco, e vão ter a ousadia de ferrar com servidor q já está lascado? Sei q dessa gente espera-se tudo, mas isso aí já é sacanagem demais para ficarmos quietos sem fazermos nada.

    vez ou outra troco ideias com colegas e, para minha surpresa, a maioria não se atualiza das ações maquiavélicas que bolsonaro e seu posto ipiranga estão armando contra o serviço público em geral.

    Na política existem apenas duas coisas imutáveis:a ingenuidade dos eleitores e a desonestidade dos políticos.


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2573
    Reputação : 464
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por androsvilazza Dom 08 Mar 2020, 6:52 pm

    Galizezin escreveu:
    josebarbos escreveu:
    Galizezin escreveu:
    basta o governo me devolver todo o valor que paguei, acrescido da parte patronal, devidamente corrigido, que eu pulo fora da barca.  

    Houve abertura para isto no momento adequado, via migração de regime de previdência, através do benefício especial.
    O que ainda assim foi um enorme privilégio, posto que não se resgata prêmio de seguro não utilizado. Ainda assim, ainda é um instrumento que ponderou a proporcionalidade entre o que se contribuiu e a contraprestação previdenciária.

    vc ao menos sabe a distinção entre seguro e sua premiação e sistema previdenciário? mas fiquei curioso se vcs fizeram os cálculos. seguindo o plano do governo, o funpresp está com os dias contados. diminuição do estado = redução drástica do número de servidores = escassez de participantes. quem não tem estabilidade não optará pela funpresp.

    errar é humano, admitir o erro é mais humano ainda. afundando de gravatinha, pra não perder a pose... Very Happy

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    "Viajou" legal, aí.

    Antes de comentar o post, um longo parêntese: é curioso como a maioria dos migrantes "não está nem aí" pra quem não migrou, tendo convicção ou não na decisão que tomou. Enquanto isso, no "lado de lá" parece que virou obsessão querer menosprezar a decisão dos outros (que, querendo ou não, é individual e só diz respeito a eles). Digo que é curioso, mas não surpreendente, em se tratando do "país do ódio" em que vivemos, e especialmente dessa carreira em que se tornou corriqueiro o "fratricídio". E é ainda mais curioso quando se lembra que a decisão tomada é definitiva e irreversível.

    Voltando ao post, alguns comentários: primeiro, não se sabe se a premissa (redução drástica no serviço público) é totalmente verdadeira. Governos vêm e vão, e o que hoje se julga permanente pode ser totalmente revertido após alguns mandatos. Basta lembrar que há menos de 10 anos estávamos na "era dos concurseiros" com alguns concursos no MPU e PJU nomeando centenas de candidatos. E, em se tratando de previdência, o longo (longuíssimo) prazo é o que realmente importa, e nesses termos a incerteza é a única certeza. Ou seja, cada um toma a decisão que lhe apetece, sem garantia de sucesso.

    Ainda que tomemos a premissa como incontestável, falta evoluir o raciocínio para explicar como esse cenário (poucos servidores, servidores sem estabilidade) seria mais favorável à previdência "tradicional" (solidária) do que à complementar (contas individuais). A esse propósito, o próprio Funpresp-Jud, embora "pequeno", já está em um nível de sustentabilidade há algum tempo, tanto o é que a taxa de carregamento (que sustenta os gastos administrativos) vem reduzindo à medida que entram novos participantes.

    Outra questão que não faz sentido é quanto a "servidores sem estabilidade" não quererem aderir ao Funpresp. Basta lembrar que, já há alguns anos, todos os novos servidores entram limitados ao teto do RGPS, o que demanda um plano alternativo para a aposentadoria, que pode (ou não) ser o Funpresp. Ou não haveria motivos para 13 milhões de trabalhadores no Brasil aderirem a algum tipo de previdência complementar. Por exemplo, enquanto trabalhei na CEF, aderi ao Funcef e, quando saí, levei os meus aportes, bem como uma parte dos aportes do patrocinador. É um "seguro" razoável para quem não tem estabilidade, e não quer sair de mãos abanando.

    De mais a mais, acho que seria bom aproveitarmos que a decisão é irretratável (e o prazo para novas migrações não foi mais reaberto) para deixarmos cada um em paz com sua decisão. Há mais desafios à vista, que podem demandar união. E - novidade - nem todos vêm do Executivo ou do Congresso, mas alguns de dentro da nossa própria "casa". Basta ver os sinais emitidos pelo recém-empossado PGR: a nova portaria de teletrabalho, por exemplo, bem como o pedido de reabertura do prazo para migração a procuradores e juízes (convenientemente "esquecendo-se" dos servidores) demonstram claramente que, além de ser pouca a "farinha pro pirão", toda ela já tem destino certo, e não será nos pratos dos servidores.


    Última edição por androsvilazza em Dom 08 Mar 2020, 10:37 pm, editado 1 vez(es)
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1822
    Reputação : 183
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por euvoltei Dom 08 Mar 2020, 10:00 pm

    androsvilazza escreveu:

    Antes de comentar o post, um longo parêntese: é curioso como a maioria dos migrantes "não está nem aí" pra quem não migrou, tendo convicção ou não na decisão que tomou. Enquanto isso, no "lado de lá" parece que virou obsessão querer menosprezar a decisão dos outros (que, querendo ou não, é individual e só diz respeito a eles). Digo que é curioso, mas não surpreendente, em se tratando do "país do ódio" em que vivemos, e especialmente dessa carreira em que se tornou corriqueiro o "fratricídio". E é ainda mais curioso quando se lembra que a decisão tomada é definitiva e irreversível.

    Pois é, quem é esquerdista, pede mais estado, ficou no regime antigo que é 100% estatal, agora fica nessa confusão mental...

    Coisa de psiquiatra mesmo, até parece que não é esquerdista, ou não gosta do estado, ou não encontrou seus pensamentos no mundo real e fica só na ilusão imaginária esquerdista...

    Mas ódio e a inveja esquerdistas são sempre monótonas presenças....
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3254
    Reputação : 423
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por josebarbos Dom 08 Mar 2020, 11:11 pm

    androsvilazza escreveu:
    Galizezin escreveu:
    josebarbos escreveu:
    Galizezin escreveu:
    basta o governo me devolver todo o valor que paguei, acrescido da parte patronal, devidamente corrigido, que eu pulo fora da barca.  

    Houve abertura para isto no momento adequado, via migração de regime de previdência, através do benefício especial.
    O que ainda assim foi um enorme privilégio, posto que não se resgata prêmio de seguro não utilizado. Ainda assim, ainda é um instrumento que ponderou a proporcionalidade entre o que se contribuiu e a contraprestação previdenciária.

    vc ao menos sabe a distinção entre seguro e sua premiação e sistema previdenciário? mas fiquei curioso se vcs fizeram os cálculos. seguindo o plano do governo, o funpresp está com os dias contados. diminuição do estado = redução drástica do número de servidores = escassez de participantes. quem não tem estabilidade não optará pela funpresp.

    errar é humano, admitir o erro é mais humano ainda. afundando de gravatinha, pra não perder a pose... Very Happy

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    "Viajou" legal, aí.

    Antes de comentar o post, um longo parêntese: é curioso como a maioria dos migrantes "não está nem aí" pra quem não migrou, tendo convicção ou não na decisão que tomou. Enquanto isso, no "lado de lá" parece que virou obsessão querer menosprezar a decisão dos outros (que, querendo ou não, é individual e só diz respeito a eles). Digo que é curioso, mas não surpreendente, em se tratando do "país do ódio" em que vivemos, e especialmente dessa carreira em que se tornou corriqueiro o "fratricídio". E é ainda mais curioso quando se lembra que a decisão tomada é definitiva e irreversível.

    Voltando ao post, alguns comentários: primeiro, não se sabe se a premissa (redução drástica no serviço público) é totalmente verdadeira. Governos vêm e vão, e o que hoje se julga permanente pode ser totalmente revertido após alguns mandatos. Basta lembrar que há menos de 10 anos estávamos na "era dos concurseiros" com alguns concursos no MPU e PJU nomeando centenas de candidatos. E, em se tratando de previdência, o longo (longuíssimo) prazo é o que realmente importa, e nesses termos a incerteza é a única certeza. Ou seja, cada um toma a decisão que lhe apetece, sem garantia de sucesso.

    Ainda que tomemos a premissa como incontestável, falta evoluir o raciocínio para explicar como esse cenário (poucos servidores, servidores sem estabilidade) seria mais favorável à previdência "tradicional" (solidária) do que à complementar (contas individuais). A esse propósito, o próprio Funpresp-Jud, embora "pequeno", já está em um nível de sustentabilidade há algum tempo, tanto o é que a taxa de carregamento (que sustenta os gastos administrativos) vem reduzindo à medida que entram novos participantes.

    Outra questão que não faz sentido é quanto a "servidores sem estabilidade" não quererem aderir ao Funpresp. Basta lembrar que, já há alguns anos, todos os novos servidores entram limitados ao teto do RGPS, o que demanda um plano alternativo para a aposentadoria, que pode (ou não) ser o Funpresp. Ou não haveria motivos para 13 milhões de trabalhadores no Brasil aderirem a algum tipo de previdência complementar. Por exemplo, enquanto trabalhei na CEF, aderi ao Funcef e, quando saí, levei os meus aportes, bem como uma parte dos aportes do patrocinador. É um "seguro" razoável para quem não tem estabilidade, e não quer sair de mãos abanando.

    De mais a mais, acho que seria bom aproveitarmos que a decisão é irretratável (e o prazo para novas migrações não foi mais reaberto) para deixarmos cada um em paz com sua decisão. Há mais desafios à vista, que podem demandar união. E - novidade - nem todos vêm do Executivo ou do Congresso, mas alguns de dentro da nossa própria "casa". Basta ver os sinais emitidos pelo recém-empossado PGR: a nova portaria de teletrabalho, por exemplo, bem como o pedido de reabertura do prazo para migração a procuradores e juízes (convenientemente "esquecendo-se" dos servidores) demonstram claramente que, além de ser pouca a "farinha pro pirão", toda ela já tem destino certo, e não será nos pratos dos servidores.

    Não só sei como explico para as pessoas que a "única" razão para existir o plano de previdência VGBL, com sua rentabilidade tipicamente mais baixa que quase qualquer outro investimento, é a questão de sua natureza securitária, e poder indicar quem vai receber quanto da sua herança (tema espinhoso, vide o caso do famoso apresentador e suas complicadas relações).
    Em previdência, houve uma época de tamanha prevalência do princípio da solidariedade que você não receberia de volta nem mesmo o que havia pagado de maneira claramente equivocada (em duplicidade, valor maior que o devido etc). Ao ser revisitado na questão do aposentado contribuinte, melhorou um pouco a situação sob uma ótica, mas piorou sob outra, ao consolidar que há obrigação de pagar mesmo quando não há contrapartida, ou seja, ocorreu o fato gerador, pague, ainda que não tenha retorno, ou ele seja claramente desproporcional ao salário de contribuição.
    Quanto aos meus posicionamentos sobre previdência, o único erro que cometi, até por não estar no controle foi QUANDO as coisas estão ocorrendo, mais rapidamente do que imaginava, embora considero que ponderei que cada dia que a reforma demorava para vir, mais gravosas deveriam ser suas consequências, o que não me surpreendeu.
    No mais, só lamento aos colegas que torcem pelo prejuízo dos demais, lembra minha algum dia lendária frase de que ignorância é uma benção, exceto no direito previdenciário.
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1822
    Reputação : 183
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por euvoltei Seg 09 Mar 2020, 9:12 am

    josebarbos escreveu:
    (...)
    Quanto aos meus posicionamentos sobre previdência, o único erro que cometi, até por não estar no controle foi QUANDO as coisas estão ocorrendo, mais rapidamente do que imaginava, embora considero que ponderei que cada dia que a reforma demorava para vir, mais gravosas deveriam ser suas consequências, o que não me surpreendeu.
    No mais, só lamento aos colegas que torcem pelo prejuízo dos demais, lembra minha algum dia lendária frase de que ignorância é uma benção, exceto no direito previdenciário.

    Dentre tudo que estudei para migrar (e migrei meses antes do prazo final), o erro de avaliação que cometi, foi em relação aos juros... Nunca imaginei que os juros brasileiro fosse cair tão vertiginosamente como caíram, de 14% para algo em torno de 4%....

    Ainda bem que o conceito de rentabilidade na Funpresp sempre foi encarado na ótica da rentabilidade real (descontada inflação), e com metas bem comedidas...
    flávio mansur de oliveira
    flávio mansur de oliveira
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 67
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por flávio mansur de oliveira Seg 09 Mar 2020, 9:33 am

    euvoltei escreveu:
    josebarbos escreveu:
    (...)
    Quanto aos meus posicionamentos sobre previdência, o único erro que cometi, até por não estar no controle foi QUANDO as coisas estão ocorrendo, mais rapidamente do que imaginava, embora considero que ponderei que cada dia que a reforma demorava para vir, mais gravosas deveriam ser suas consequências, o que não me surpreendeu.
    No mais, só lamento aos colegas que torcem pelo prejuízo dos demais, lembra minha algum dia lendária frase de que ignorância é uma benção, exceto no direito previdenciário.

    Dentre tudo que estudei para migrar (e migrei meses antes do prazo final), o erro de avaliação que cometi, foi em relação aos juros... Nunca imaginei que os juros brasileiro fosse cair tão vertiginosamente como caíram, de 14% para algo em torno de 4%....

    Ainda bem que o conceito de rentabilidade na Funpresp sempre foi encarado na ótica da rentabilidade real (descontada inflação), e com metas bem comedidas...

    Pelo comentário de parte dos colegas, concluo que o aumento da alíquota foi até baixo. Tinha que subir mais. Tomara que passe também o corte de 25% nos salários. Merecemos.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7556
    Reputação : 514
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Galizezin Seg 09 Mar 2020, 10:55 am

    flávio mansur de oliveira escreveu:
    euvoltei escreveu:
    josebarbos escreveu:
    (...)
    Quanto aos meus posicionamentos sobre previdência, o único erro que cometi, até por não estar no controle foi QUANDO as coisas estão ocorrendo, mais rapidamente do que imaginava, embora considero que ponderei que cada dia que a reforma demorava para vir, mais gravosas deveriam ser suas consequências, o que não me surpreendeu.
    No mais, só lamento aos colegas que torcem pelo prejuízo dos demais, lembra minha algum dia lendária frase de que ignorância é uma benção, exceto no direito previdenciário.

    Dentre tudo que estudei para migrar (e migrei meses antes do prazo final), o erro de avaliação que cometi, foi em relação aos juros... Nunca imaginei que os juros brasileiro fosse cair tão vertiginosamente como caíram, de 14% para algo em torno de 4%....

    Ainda bem que o conceito de rentabilidade na Funpresp sempre foi encarado na ótica da rentabilidade real (descontada inflação), e com metas bem comedidas...

    Pelo comentário de parte dos colegas, concluo que o aumento da alíquota foi até baixo. Tinha que subir mais. Tomara que passe também o corte de 25% nos salários. Merecemos.


    pois é, colega. é o bonde da hipocrisia. não vou perder meu tempo refutando as baboseiras ditas acima. e, além disso que vc já constatou, lascavam o porrete em quem não aceitava migrar, pregavam o caos, eramos tachados de pensar somente no próprio umbigo e não no país.
    a conta vem para os pseudosapientes, com juros e correção. a soberba precede a ruína, diz a bíblia.


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1822
    Reputação : 183
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por euvoltei Seg 09 Mar 2020, 11:40 am

    Galizezin escreveu:
    flávio mansur de oliveira escreveu:
    euvoltei escreveu:
    josebarbos escreveu:
    (...)
    Quanto aos meus posicionamentos sobre previdência, o único erro que cometi, até por não estar no controle foi QUANDO as coisas estão ocorrendo, mais rapidamente do que imaginava, embora considero que ponderei que cada dia que a reforma demorava para vir, mais gravosas deveriam ser suas consequências, o que não me surpreendeu.
    No mais, só lamento aos colegas que torcem pelo prejuízo dos demais, lembra minha algum dia lendária frase de que ignorância é uma benção, exceto no direito previdenciário.

    Dentre tudo que estudei para migrar (e migrei meses antes do prazo final), o erro de avaliação que cometi, foi em relação aos juros... Nunca imaginei que os juros brasileiro fosse cair tão vertiginosamente como caíram, de 14% para algo em torno de 4%....

    Ainda bem que o conceito de rentabilidade na Funpresp sempre foi encarado na ótica da rentabilidade real (descontada inflação), e com metas bem comedidas...

    Pelo comentário de parte dos colegas, concluo que o aumento da alíquota foi até baixo. Tinha que subir mais. Tomara que passe também o corte de 25% nos salários. Merecemos.


    pois é, colega. é o bonde da hipocrisia. não vou perder meu tempo refutando as baboseiras ditas acima. e, além disso que vc já constatou, lascavam o porrete em quem não aceitava migrar, pregavam o caos, eramos tachados de pensar somente no próprio umbigo e não no país.
    a conta vem para os pseudosapientes, com juros e correção. a soberba precede a ruína, diz a bíblia.

    Aumento da alíquota?! Quem tá no ódio constante aí é quem não migrou.... quem migrou tá tocando a sua vida, e vai também pagar mais PSS por conta do aumento..

    Corte salarial não saiu, impossível dizer que eu concordo ou não.... o que disse é que acho que não vai ser aplicado no PJU, e que tem muitas "barreiras" até lá....

    -----------------------

    Disse que eu não tinha previsto, não imaginei, não acreditei na queda do juros como aconteceu..... mas não estou chorando pitangas por isso..... pelo contrário, o mundo gira em torno de juros ZERO ou negativos..... o Brasil ser uma jabuticaba num assunto "pacificado" no mundo todo, geralmente indica tolice nossa... então, se estamos alinhados com mundo ocidental desenvolvido nisso, melhor para o Brasil..... os tempos mudam....


    Bíblia, porrete?? que confusão é essa??
    Esquerdista brasileiro quando fala de bíblia geralmente é na tentativa de macaquear pro seu lado, não de aprender de fato com ela na leitura completa.......
    No mais a bíblia condena a usura, logo juros baixo tende a estar mais pro lado o bem do que do pro lado pecado...... pra que eu vou me revoltar com isso? Além de não ser rentista (que vive de juros altos)....
    sprg4
    sprg4
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 434
    Reputação : 34
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por sprg4 Seg 09 Mar 2020, 12:04 pm

    Esse fórum está merecendo um circuit breaker, igual tá ocorrendo hoje na bolsa de valores. Estamos nos digladiando o tempo inteiro, fundo do poço é logo ali.
    Observador
    Observador
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Analista de Informática
    Mensagens : 107
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 26/08/2011
    Localização : MPT

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Observador Seg 09 Mar 2020, 1:03 pm

    Notícia no site do SindMPU:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Obs.: Não sei os riscos envolvidos na migração utilizando-se dessa liminar de 2018 ...
    flávio mansur de oliveira
    flávio mansur de oliveira
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 67
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por flávio mansur de oliveira Seg 09 Mar 2020, 2:42 pm

    sprg4 escreveu:Esse fórum está merecendo um circuit breaker, igual tá ocorrendo hoje na bolsa de valores. Estamos nos digladiando o tempo inteiro, fundo do poço é logo ali.


    Imagina como será após a implantação da reforma administrativa. Várias categorias dentro da mesma, cada uma com um interesse. Serviço público vai acabar. Aliás, esta é a ideia. Hj foi só a bolsa cair que os isentos "analistas" do mercado voltaram a cobrar a reforma administrativa e, sobretudo, a aprovação da PEC Emergencial. E tem gente achando que não haverá cortes, sendo que já falam em 6 bilhões de economia para custear emendas parlamentares. Vamos aguardar.
    Xiola
    Xiola
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 523
    Reputação : 69
    Data de inscrição : 18/12/2014

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Xiola Seg 09 Mar 2020, 6:16 pm

    Contracheque março/2020 já na tela  - doravante, com o confisco advindo do aumento da contribuição previdenciária.

    Quem é Analista em final de carreira, perde - a partir desse mês  - mais de 600 reais líquidos...

    Se somarmos com os 27,5 % do imposto de renda (sem correção da tabela há anos...), é de lascar !!!
    anuvenzinha
    anuvenzinha
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1379
    Reputação : 198
    Data de inscrição : 19/12/2014

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por anuvenzinha Seg 09 Mar 2020, 6:55 pm

    flávio mansur de oliveira escreveu:
    sprg4 escreveu:Esse fórum está merecendo um circuit breaker, igual tá ocorrendo hoje na bolsa de valores. Estamos nos digladiando o tempo inteiro, fundo do poço é logo ali.


    Imagina como será após a implantação da reforma administrativa. Várias categorias dentro da mesma, cada uma com um interesse. Serviço público vai acabar. Aliás, esta é a ideia. Hj foi só a bolsa cair que os isentos "analistas" do mercado voltaram a cobrar a reforma administrativa e, sobretudo, a aprovação da PEC Emergencial. E tem gente achando que não haverá cortes, sendo que já falam em 6 bilhões de economia para custear emendas parlamentares. Vamos aguardar.

    E gado de direita ou esquerda pensa? Qdo chegar no abatedouro já é tarde demais.... cry2
    anuvenzinha
    anuvenzinha
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1379
    Reputação : 198
    Data de inscrição : 19/12/2014

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por anuvenzinha Seg 09 Mar 2020, 6:59 pm

    Xiola escreveu:Contracheque março/2020 já na tela  - doravante, com o confisco advindo do aumento da contribuição previdenciária.

    Quem é Analista em final de carreira, perde - a partir desse mês  - mais de 600 reais líquidos...

    Se somarmos com os 27,5 % do imposto de renda (sem correção da tabela há anos...), é de lascar !!!


    O meu q ainda não saiu chegará a casa dos 800 e pouco: um canalha q veemente afirmou q não existiria os tais dos 14% qdo se aumentou a alíquota no RJ.
    seu Mamute de Estimação
    seu Mamute de Estimação
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 412
    Reputação : 17
    Data de inscrição : 18/07/2014

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por seu Mamute de Estimação Seg 09 Mar 2020, 7:47 pm

    Não acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar nem perder, vai ganhar ou perder. Vai todo mundo perder.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7556
    Reputação : 514
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Galizezin Seg 09 Mar 2020, 8:21 pm

    anuvenzinha escreveu:
    flávio mansur de oliveira escreveu:
    sprg4 escreveu:Esse fórum está merecendo um circuit breaker, igual tá ocorrendo hoje na bolsa de valores. Estamos nos digladiando o tempo inteiro, fundo do poço é logo ali.


    Imagina como será após a implantação da reforma administrativa. Várias categorias dentro da mesma, cada uma com um interesse. Serviço público vai acabar. Aliás, esta é a ideia. Hj foi só a bolsa cair que os isentos "analistas" do mercado voltaram a cobrar a reforma administrativa e, sobretudo, a aprovação da PEC Emergencial. E tem gente achando que não haverá cortes, sendo que já falam em 6 bilhões de economia para custear emendas parlamentares. Vamos aguardar.

    E gado de direita ou esquerda pensa?  Qdo chegar no abatedouro já é tarde demais.... cry2


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7556
    Reputação : 514
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Galizezin Seg 09 Mar 2020, 8:26 pm

    seu Mamute de Estimação escreveu:Não acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar nem perder, vai ganhar ou perder. Vai todo mundo perder.


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1822
    Reputação : 183
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por euvoltei Seg 09 Mar 2020, 8:35 pm

    Aqui virou o tópico do chororô cry2 cry2 cry2 cry2 cry2 cry2 cry2
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7556
    Reputação : 514
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Galizezin Seg 09 Mar 2020, 8:40 pm

    euvoltei escreveu:Aqui virou o tópico do chororô cry2 cry2 cry2 cry2 cry2 cry2 cry2

    mas pq? vc não se importa com a "dor" dos colegas? ah, esqueci que vc faz parte do bonde dos fariseus!


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1822
    Reputação : 183
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por euvoltei Seg 09 Mar 2020, 9:16 pm

    Galizezin escreveu:
    euvoltei escreveu:Aqui virou o tópico do chororô cry2 cry2 cry2 cry2 cry2 cry2 cry2

    mas pq? vc não se importa com a "dor" dos colegas? ah, esqueci que vc faz parte do bonde dos fariseus!

    Eu convenci alguns a migrar... essa foi minha participação..... hoje eles estão sorrindo, já não vão pagar PSS e ao que tudo indica nem IR sobre o BE; e não terão uma alíquota tão alta...... A alíquota mais alta era certa, Temer por pouco não emplacou...questão de pouco tempo para sair, com uma análise mínima dos números previdenciários, percebia-se que não era loucura, mas necessidade para evitar uma quebradeira geral....Eu mostrei os números para quem quis me escutar.

    Não fiquei do lado que torceu para o funpresp afundar ou quebrar, ou que torceu contra A ou B.......

    O chororô é só uma constatação do que isso aqui virou....uma simples narrativa do que vejo.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7556
    Reputação : 514
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Galizezin Seg 09 Mar 2020, 9:28 pm

    euvoltei escreveu:
    Galizezin escreveu:
    euvoltei escreveu:Aqui virou o tópico do chororô cry2 cry2 cry2 cry2 cry2 cry2 cry2

    mas pq? vc não se importa com a "dor" dos colegas? ah, esqueci que vc faz parte do bonde dos fariseus!

    Eu convenci alguns a migrar... essa foi minha participação..... hoje eles estão sorrindo, já não vão pagar PSS e ao que tudo indica nem IR sobre o BE; e não terão uma alíquota tão alta...... A alíquota mais alta era certa, Temer por pouco não emplacou...questão de pouco tempo para sair, com uma análise mínima dos números previdenciários, percebia-se que não era loucura, mas necessidade para evitar uma quebradeira geral....Eu mostrei os números para quem quis me escutar.

    Não fiquei do lado que torceu para o funpresp afundar ou quebrar, ou que torceu contra A ou B.......

    O chororô é só uma constatação do que isso aqui virou....uma simples narrativa do que vejo.

    quem tem paridade e migra está fora da casinha.
    chororô vai ter quem migrou, na aposentadoria...


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    Analista Desafortunado
    Analista Desafortunado
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 346
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 07/11/2011

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Analista Desafortunado Seg 16 Mar 2020, 11:04 am

    Galizezin escreveu:
    euvoltei escreveu:
    Galizezin escreveu:
    euvoltei escreveu:Aqui virou o tópico do chororô cry2 cry2 cry2 cry2 cry2 cry2 cry2

    mas pq? vc não se importa com a "dor" dos colegas? ah, esqueci que vc faz parte do bonde dos fariseus!

    Eu convenci alguns a migrar... essa foi minha participação..... hoje eles estão sorrindo, já não vão pagar PSS e ao que tudo indica nem IR sobre o BE; e não terão uma alíquota tão alta...... A alíquota mais alta era certa, Temer por pouco não emplacou...questão de pouco tempo para sair, com uma análise mínima dos números previdenciários, percebia-se que não era loucura, mas necessidade para evitar uma quebradeira geral....Eu mostrei os números para quem quis me escutar.

    Não fiquei do lado que torceu para o funpresp afundar ou quebrar, ou que torceu contra A ou B.......

    O chororô é só uma constatação do que isso aqui virou....uma simples narrativa do que vejo.

    quem tem paridade e migra está fora da casinha.
    chororô vai ter quem migrou, na aposentadoria...

    Conheço VÁRIOS que fizeram isso.
    Não tenho e se abrir vou migrar!
    subsidioja_
    subsidioja_
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2535
    Reputação : 336
    Data de inscrição : 05/04/2011

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por subsidioja_ Seg 16 Mar 2020, 2:02 pm

    euvoltei escreveu:
    josebarbos escreveu:
    (...)
    Quanto aos meus posicionamentos sobre previdência, o único erro que cometi, até por não estar no controle foi QUANDO as coisas estão ocorrendo, mais rapidamente do que imaginava, embora considero que ponderei que cada dia que a reforma demorava para vir, mais gravosas deveriam ser suas consequências, o que não me surpreendeu.
    No mais, só lamento aos colegas que torcem pelo prejuízo dos demais, lembra minha algum dia lendária frase de que ignorância é uma benção, exceto no direito previdenciário.

    Dentre tudo que estudei para migrar (e migrei meses antes do prazo final), o erro de avaliação que cometi, foi em relação aos juros... Nunca imaginei que os juros brasileiro fosse cair tão vertiginosamente como caíram, de 14% para algo em torno de 4%....

    Ainda bem que o conceito de rentabilidade na Funpresp sempre foi encarado na ótica da rentabilidade real (descontada inflação), e com metas bem comedidas...


    Pois é, meu caro.
    Por essa questão dos juros cairem de 14% pra 4% que me arrependi de ter tirado a Dilma.
    (.....)
    (.....)
    (.....)
    (.....)
    (.....)
    (.....)
    (.....)
    (.....)
    (.....)
    só que não.
    subsidioja_
    subsidioja_
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2535
    Reputação : 336
    Data de inscrição : 05/04/2011

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por subsidioja_ Seg 16 Mar 2020, 2:56 pm

    Galizezin escreveu:
    euvoltei escreveu:Aqui virou o tópico do chororô cry2 cry2 cry2 cry2 cry2 cry2 cry2

    mas pq? vc não se importa com a "dor" dos colegas? ah, esqueci que vc faz parte do bonde dos fariseus!

    Dor dos colegas.
    Estava escrito com todas as letras que ia ter reforma da previdência.
    Lula disse q era necessária; não fez abrangente como deveria por causa de curral
    Dilma disse q era necessária; não fez por causa de curral
    Temer tentou
    Bolso fez.

    Anos de discussão.
    Funpresp desde 2013 tá aí.
    Migração largamente propagandeada.
    Cursos
    Palestras
    Tira-dúvidas
    etc...

    Infelizmente muita gente pagou pra ver e se lascou.
    Preferiram reclamar, protestar, dizer que o país não precisava de reforma, que o deficit era de mentira, que o Congresso ia brecar por picuinha com Bolsonaro, etc.

    Fora os colegas que estão próximos da aposentadoria (10 ~15 anos) e para os quais a funpresp de fato poderia não ser uma opção viável, todos os outros fizeram sua escolha.
    Agora cada um que aguente as consequências e riscos escolhidos.
    chororô de quem escolheu e está chorando o leite derramado.

    Serão 400 a 600 pilas mensais pelas próximas décadas até o último dia de trabalho.
    Detalhe:
    - idade mínima vai aumentar em ~15/20 anos
    - alíquotas extras podem ser criadas pra cobrir futuros deficits
    Sejam resistência! Segurem o choro! Só restou isso.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7556
    Reputação : 514
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Galizezin Ter 17 Mar 2020, 10:21 am

    vale a pena migrar para o pré-falido funpresp?

    especialistas dizem que não. leia de graça


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    RicardoMII
    RicardoMII
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2059
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Localização : João Pessoa

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por RicardoMII Ter 17 Mar 2020, 10:43 am

    Galizezin escreveu:vale a pena migrar para o pré-falido funpresp?

    especialistas dizem que não. leia de graça


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Relaxa, deixa a galera que migrou se dar mal em paz.
    Não há mais opção de migração, porquê o debate ?

    Conteúdo patrocinado

    Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações  Empty Re: Novas alíquotas previdenciárias - confisco - atitude e ações

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 02 Ago 2021, 5:39 am