PCS JÁ

PCS JÁ



    Assuntos gerais: economia & política

    anuvenzinha
    anuvenzinha
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1444
    Reputação : 214
    Data de inscrição : 19/12/2014

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por anuvenzinha Qua 11 Nov 2020, 9:34 am

    ale1969 escreveu:
    anuvenzinha escreveu:
    Galizezin escreveu:
    ale1969 escreveu:


    Sempre voto na minha classe social(proletária), sou comunista de carteirinha como dizem por aí.
    Respeito muito a opinião de todos, mesmo discordando do posicionamento político. Pelo jeito seremos obrigados a votar, no 2º turno, em um candidato que defenda a democracia mesmo sendo um liberal clássico, tipo Biden(USA).
    Nas eleições anteriores anulei o voto no 2º turno(2006, 2010 e 2014),  exceto 2018 que votei no Haddad para evitar a atual catástrofe.

    rapaz, votei no parmito pq achei mesmo que a corrupção seria exterminada em seu mandato, ledo engano. fosse hoje, teria votado no haddad também, mesmo sendo direita moderada.

    Votaria no Álvaro e 2º turno anularia/branco! Mais do q claro impossível qto a precariedade da saúde, educação, cumprimento constitucional qto a data base, moradia, etc.,  q não há representação de classes e, sim, de ideologia nefasta e corrupção inclusive de representantes de sindicatos q se refestelavam em hotéis, cargos familiares em detrimento da categoria!  No mais, até comunista raiz reconhece o vlr. do Trump qto a classe operária.... cheers E só p/ registro: O primeiro presidente americano desde Eisenhower/1960 a não iniciar uma guerra que envolvesse os EUA além de não ter ocorrido nenhum atentado terrorista de cunho islâmico em solo americano.    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Legenda da foto retro: Candidato de Wall Street pressiona para seu candidato, Biden, sair vitorioso.
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]


    Não sei se fui claro. Não comemoro eleição de Democrata nos EUA, pontuo a infeliz necessidade de fazer "voto útil" para eliminar a chaga militarizada atual no Brasil.
    Nem todos sindicalistas são iguais, asim como há bons e maus servidores, existem sindicalistas, políticos, jornalistas, médicos, engenheiros ruins e excelentes. Quando se generaliza perde-se a possibilidade de transformação social pela Política. Acredite, não há forma civilizada de mudança fora da democracia.    

    Vc falou q seria obrigado a votar no Biden o q certamente os representantes da classe operária supra não fariam se fossem eleitores nos EUA  e, certamente, a unanimidade é burra mas no caso específico eu enquadraria 90% dos atores em questões já q foram totalmente omissos na reforma de 2003 e na questão da data base.  Qto ao Biden deveria estar respondendo perante a justiça como todos q são ativistas dessas idéias ideologizantes, milicianos, embusteiros, etc., apesar de ser impraticável, é claro!
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Qua 11 Nov 2020, 10:22 am

    anuvenzinha escreveu:
    ale1969 escreveu:
    anuvenzinha escreveu:
    Galizezin escreveu:

    rapaz, votei no parmito pq achei mesmo que a corrupção seria exterminada em seu mandato, ledo engano. fosse hoje, teria votado no haddad também, mesmo sendo direita moderada.

    Votaria no Álvaro e 2º turno anularia/branco! Mais do q claro impossível qto a precariedade da saúde, educação, cumprimento constitucional qto a data base, moradia, etc.,  q não há representação de classes e, sim, de ideologia nefasta e corrupção inclusive de representantes de sindicatos q se refestelavam em hotéis, cargos familiares em detrimento da categoria!  No mais, até comunista raiz reconhece o vlr. do Trump qto a classe operária.... cheers E só p/ registro: O primeiro presidente americano desde Eisenhower/1960 a não iniciar uma guerra que envolvesse os EUA além de não ter ocorrido nenhum atentado terrorista de cunho islâmico em solo americano.    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Legenda da foto retro: Candidato de Wall Street pressiona para seu candidato, Biden, sair vitorioso.
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]


    Não sei se fui claro. Não comemoro eleição de Democrata nos EUA, pontuo a infeliz necessidade de fazer "voto útil" para eliminar a chaga militarizada atual no Brasil.
    Nem todos sindicalistas são iguais, asim como há bons e maus servidores, existem sindicalistas, políticos, jornalistas, médicos, engenheiros ruins e excelentes. Quando se generaliza perde-se a possibilidade de transformação social pela Política. Acredite, não há forma civilizada de mudança fora da democracia.    

    Vc falou q seria obrigado a votar no Biden o q certamente os representantes da classe operária supra não fariam se fossem eleitores nos EUA  e, certamente, a unanimidade é burra mas no caso específico eu enquadraria 90% dos atores em questões já q foram totalmente omissos na reforma de 2003 e na questão da data base.  Qto ao Biden deveria estar respondendo perante a justiça como todos q são ativistas dessas idéias ideologizantes, milicianos, embusteiros, etc.,  apesar de ser impraticável, é claro!
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Sim, votaria contra o Trump lá e contra Bolsonaro aqui, mesmo fora da minha posição política ideal. Como disse, é o "voto útil" possível no 2º turno para evitar a permanência e destruição dos valores democráticos.
    avatar
    jornalista
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1572
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por jornalista Qua 11 Nov 2020, 10:45 am

    anuvenzinha escreveu:
    ale1969 escreveu:
    anuvenzinha escreveu:
    Galizezin escreveu:

    rapaz, votei no parmito pq achei mesmo que a corrupção seria exterminada em seu mandato, ledo engano. fosse hoje, teria votado no haddad também, mesmo sendo direita moderada.

    Votaria no Álvaro e 2º turno anularia/branco! Mais do q claro impossível qto a precariedade da saúde, educação, cumprimento constitucional qto a data base, moradia, etc.,  q não há representação de classes e, sim, de ideologia nefasta e corrupção inclusive de representantes de sindicatos q se refestelavam em hotéis, cargos familiares em detrimento da categoria!  No mais, até comunista raiz reconhece o vlr. do Trump qto a classe operária.... cheers E só p/ registro: O primeiro presidente americano desde Eisenhower/1960 a não iniciar uma guerra que envolvesse os EUA além de não ter ocorrido nenhum atentado terrorista de cunho islâmico em solo americano.    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Legenda da foto retro: Candidato de Wall Street pressiona para seu candidato, Biden, sair vitorioso.
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]


    Não sei se fui claro. Não comemoro eleição de Democrata nos EUA, pontuo a infeliz necessidade de fazer "voto útil" para eliminar a chaga militarizada atual no Brasil.
    Nem todos sindicalistas são iguais, asim como há bons e maus servidores, existem sindicalistas, políticos, jornalistas, médicos, engenheiros ruins e excelentes. Quando se generaliza perde-se a possibilidade de transformação social pela Política. Acredite, não há forma civilizada de mudança fora da democracia.    

    Vc falou q seria obrigado a votar no Biden o q certamente os representantes da classe operária supra não fariam se fossem eleitores nos EUA  e, certamente, a unanimidade é burra mas no caso específico eu enquadraria 90% dos atores em questões já q foram totalmente omissos na reforma de 2003 e na questão da data base.  Qto ao Biden deveria estar respondendo perante a justiça como todos q são ativistas dessas idéias ideologizantes, milicianos, embusteiros, etc.,  apesar de ser impraticável, é claro!
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    Estão reivindicando o uso do Logan Act...
    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Qui 12 Nov 2020, 9:19 am

    jornalista escreveu:
    anuvenzinha escreveu:
    ale1969 escreveu:
    anuvenzinha escreveu:

    Votaria no Álvaro e 2º turno anularia/branco! Mais do q claro impossível qto a precariedade da saúde, educação, cumprimento constitucional qto a data base, moradia, etc.,  q não há representação de classes e, sim, de ideologia nefasta e corrupção inclusive de representantes de sindicatos q se refestelavam em hotéis, cargos familiares em detrimento da categoria!  No mais, até comunista raiz reconhece o vlr. do Trump qto a classe operária.... cheers E só p/ registro: O primeiro presidente americano desde Eisenhower/1960 a não iniciar uma guerra que envolvesse os EUA além de não ter ocorrido nenhum atentado terrorista de cunho islâmico em solo americano.    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Legenda da foto retro: Candidato de Wall Street pressiona para seu candidato, Biden, sair vitorioso.
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]


    Não sei se fui claro. Não comemoro eleição de Democrata nos EUA, pontuo a infeliz necessidade de fazer "voto útil" para eliminar a chaga militarizada atual no Brasil.
    Nem todos sindicalistas são iguais, asim como há bons e maus servidores, existem sindicalistas, políticos, jornalistas, médicos, engenheiros ruins e excelentes. Quando se generaliza perde-se a possibilidade de transformação social pela Política. Acredite, não há forma civilizada de mudança fora da democracia.    

    Vc falou q seria obrigado a votar no Biden o q certamente os representantes da classe operária supra não fariam se fossem eleitores nos EUA  e, certamente, a unanimidade é burra mas no caso específico eu enquadraria 90% dos atores em questões já q foram totalmente omissos na reforma de 2003 e na questão da data base.  Qto ao Biden deveria estar respondendo perante a justiça como todos q são ativistas dessas idéias ideologizantes, milicianos, embusteiros, etc.,  apesar de ser impraticável, é claro!
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    Estão reivindicando o uso do Logan Act...


    A derrota de Trump só tem uma grande vantagem na minha opinião, Bolsonaro perde uma de suas pernas políticas. O resto dá no mesmo para o Brasil.
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2012
    Reputação : 204
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por euvoltei Qui 12 Nov 2020, 9:40 am

    ale1969 escreveu:
    jornalista escreveu:
    anuvenzinha escreveu:
    ale1969 escreveu:


    Não sei se fui claro. Não comemoro eleição de Democrata nos EUA, pontuo a infeliz necessidade de fazer "voto útil" para eliminar a chaga militarizada atual no Brasil.
    Nem todos sindicalistas são iguais, asim como há bons e maus servidores, existem sindicalistas, políticos, jornalistas, médicos, engenheiros ruins e excelentes. Quando se generaliza perde-se a possibilidade de transformação social pela Política. Acredite, não há forma civilizada de mudança fora da democracia.    

    Vc falou q seria obrigado a votar no Biden o q certamente os representantes da classe operária supra não fariam se fossem eleitores nos EUA  e, certamente, a unanimidade é burra mas no caso específico eu enquadraria 90% dos atores em questões já q foram totalmente omissos na reforma de 2003 e na questão da data base.  Qto ao Biden deveria estar respondendo perante a justiça como todos q são ativistas dessas idéias ideologizantes, milicianos, embusteiros, etc.,  apesar de ser impraticável, é claro!
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    Estão reivindicando o uso do Logan Act...


    A derrota de Trump só tem uma grande vantagem na minha opinião, Bolsonaro perde uma de suas pernas políticas. O resto dá no mesmo para o Brasil.

    O Bolsonaro mudou o eleitorado...
    Corona voucher fez o povão que antes era fechado com lula/pt ter uma boa impressão dele,.. ele desmistificou a direita,.....tanto que o PT vai tendo despempenho sofrível nessas eleições, com vários partidos ocupando espaços que antes eram quase "reservados" ao pt... De uma forma não planejada esse voucher arrembentou muitos currais eleitorais do pt...

    Se os EUA despejarem liquidez financeira no mundo, e a atividade econômica se mantiver aquecida, pouco muda ser biden ou trump pro bolsonaro....

    Agora, se o mundo entrar em uma nova onda de lockdown, e a situação daqui continuar se depreciando.... por culpa ou não do bolsonaro, ele vai pagar esse pato...

    Quem vai afundando mesmo é a europa... muitos países com o turismo respondendo por 10, 20% ou até mais do PIB... Esses vão ter uma longa caminhada na escuridão, pois tudo anda derrubando o turismo:
    1)o Euro se valorizou muito,
    2) o povo no mundo todo embopreceu, inclusive o europeu que viaja muito dentro da europa;
    3) as atrações turísticas fechadas; restrições generalizadas a restaurantes, deslocamentos, etc;
    4) o medo generalizado do turista adoecer numa viajem e ficar passando perregue em outro país.

    Acho que daqui 5 anos a europa ainda não vai estar recuperada 100% do revés dessa quarentena...
    avatar
    jornalista
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1572
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por jornalista Seg 16 Nov 2020, 10:09 am

    euvoltei escreveu:
    ale1969 escreveu:
    jornalista escreveu:
    anuvenzinha escreveu:

    Vc falou q seria obrigado a votar no Biden o q certamente os representantes da classe operária supra não fariam se fossem eleitores nos EUA  e, certamente, a unanimidade é burra mas no caso específico eu enquadraria 90% dos atores em questões já q foram totalmente omissos na reforma de 2003 e na questão da data base.  Qto ao Biden deveria estar respondendo perante a justiça como todos q são ativistas dessas idéias ideologizantes, milicianos, embusteiros, etc.,  apesar de ser impraticável, é claro!
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    Estão reivindicando o uso do Logan Act...


    A derrota de Trump só tem uma grande vantagem na minha opinião, Bolsonaro perde uma de suas pernas políticas. O resto dá no mesmo para o Brasil.

    O Bolsonaro mudou o eleitorado...
    Corona voucher fez o povão que antes era fechado com lula/pt ter uma boa impressão dele,.. ele desmistificou  a direita,.....tanto que o PT vai tendo despempenho sofrível nessas eleições, com vários partidos ocupando espaços que antes eram quase "reservados" ao pt... De uma forma não planejada esse voucher arrembentou muitos currais eleitorais do pt...

    Se os EUA despejarem liquidez financeira no mundo, e a atividade econômica se mantiver aquecida, pouco muda ser biden ou trump pro bolsonaro....

    Agora, se o mundo entrar em uma nova onda de lockdown, e a situação daqui continuar se depreciando.... por culpa ou não do bolsonaro, ele vai pagar esse pato...

    Quem vai afundando mesmo é a europa... muitos países com o turismo respondendo por 10, 20% ou até mais do PIB... Esses vão ter uma longa caminhada na escuridão, pois tudo anda derrubando o turismo:
    1)o Euro se valorizou muito,
    2) o povo no mundo todo embopreceu, inclusive o europeu que viaja muito dentro da europa;
    3) as atrações turísticas fechadas; restrições generalizadas a restaurantes, deslocamentos, etc;
    4) o medo generalizado do turista adoecer numa viajem e ficar passando perregue em outro país.

    Acho que daqui 5 anos a europa ainda não vai estar recuperada 100% do revés dessa quarentena...

    Biden planeja quebrar os EUA (imigrantes e Obamacare), o que pode ser uma boa pro Brasil, se ele resolver nos escantear. Guedes já deu uma dica de iniciar negociações com o oriente(ele falou na Índia e há negociações concretas com o Japão).
    grazi
    grazi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 511
    Reputação : 135
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Localização : PGR

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por grazi Seg 16 Nov 2020, 10:16 am

    gente, eu leio este monte de baboseira que bolsonarista escreve e me dá uma vergonha alheia tão grande. Ô povo ridículo.

    jornalista escreveu:
    euvoltei escreveu:
    ale1969 escreveu:
    jornalista escreveu:
    Estão reivindicando o uso do Logan Act...


    A derrota de Trump só tem uma grande vantagem na minha opinião, Bolsonaro perde uma de suas pernas políticas. O resto dá no mesmo para o Brasil.

    O Bolsonaro mudou o eleitorado...
    Corona voucher fez o povão que antes era fechado com lula/pt ter uma boa impressão dele,.. ele desmistificou  a direita,.....tanto que o PT vai tendo despempenho sofrível nessas eleições, com vários partidos ocupando espaços que antes eram quase "reservados" ao pt... De uma forma não planejada esse voucher arrembentou muitos currais eleitorais do pt...

    Se os EUA despejarem liquidez financeira no mundo, e a atividade econômica se mantiver aquecida, pouco muda ser biden ou trump pro bolsonaro....

    Agora, se o mundo entrar em uma nova onda de lockdown, e a situação daqui continuar se depreciando.... por culpa ou não do bolsonaro, ele vai pagar esse pato...

    Quem vai afundando mesmo é a europa... muitos países com o turismo respondendo por 10, 20% ou até mais do PIB... Esses vão ter uma longa caminhada na escuridão, pois tudo anda derrubando o turismo:
    1)o Euro se valorizou muito,
    2) o povo no mundo todo embopreceu, inclusive o europeu que viaja muito dentro da europa;
    3) as atrações turísticas fechadas; restrições generalizadas a restaurantes, deslocamentos, etc;
    4) o medo generalizado do turista adoecer numa viajem e ficar passando perregue em outro país.

    Acho que daqui 5 anos a europa ainda não vai estar recuperada 100% do revés dessa quarentena...

    Biden planeja quebrar os EUA (imigrantes e Obamacare), o que pode ser uma boa pro Brasil, se ele resolver nos escantear. Guedes já deu uma dica de iniciar negociações com o oriente(ele falou na Índia e há negociações concretas com o Japão).
    Morena
    Morena
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2812
    Reputação : 653
    Data de inscrição : 01/06/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Morena Seg 16 Nov 2020, 10:58 am

    só para fins de esclarecimento, das promessas de campanha, quais Bolsonaro cumpriu?
    avatar
    jornalista
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1572
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por jornalista Seg 16 Nov 2020, 11:23 am

    Morena escreveu:só para fins de esclarecimento, das promessas de campanha, quais Bolsonaro cumpriu?

    Não dar dinheiro para países socialistas via bndes; não roubar; concluir obras públicas; diminuir o Estado empresa; não aumentar a carga tributária; reforma da previdência; desburocratização; privatização de estatais (em andamento - o processo é extremamente lento); asfixiar o crime organizado com apreensões etc. Na mídia tradicional você não verá nada disso. Terá que recorrer ao YouTube, Twitter, blogs e sites alternativos. Foi dessa forma que ele fez a campanha e é assim que essas informações estão sendo divulgadas (exemplo é o Twitter do ministro Tarcísio, tem muita coisa lá).
    anuvenzinha
    anuvenzinha
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1444
    Reputação : 214
    Data de inscrição : 19/12/2014

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por anuvenzinha Seg 16 Nov 2020, 1:43 pm

    Morena escreveu:só para fins de esclarecimento, das promessas de campanha, quais Bolsonaro cumpriu?

    Certamente, vc se lembra como fui eleitora ferrenha dessa turma de embusteiros  basta olhar outro tópico em q a Grazi corretamente pontua q há frequentadores deste fórum q não são servidores e acrescento q outros podem até ostentar como servidores mas q na verdade fazem parte da equipe do governo ou tem parentes próximos indicados ocupando cargos no mesmo!  Qto a tua pergunta absolutamente nada vide comparação com o Trump q prometeu e foi cumprindo: mudança da embaixada, saída do Acordo de Paris, muro, repactuação de acordos de modo mais favorável para América First versus China!  Já o daqui AUMENTOU  A ALÍQUOTA DO INSS - só um sujeito q não é servidor não sabe disso, falou q diminuiria as alíquotas do IR, não mudou a embaixada, não saiu do Acordo Climático,  falou q nunca venderia estatais p/ a China e, anteriormente, era totalmente contra venda de estatais estratégicas do governo(há farto material na Internet inclusive trazendo constrangimento diplomático como foi o caso da Petrobrás/China, etc.), ao contrário, aumentou os negócios com a China comunista inclusive com a familícia indo pra China e publicando decreto no mesmo mês qto a facilitação da entrada no país do 5G ao qual se não fosse interferência do Trump/Huawei estaria já presente, qto a Reforma da Previdência achava inadmissível a do Temer e fez uma pior ao ponto do congresso ter q atenuar o saco de maldades, etc.  Existe, sim: o antes e depois das eleições haja vista defesa de miliciano morto, o esquecimento da escola sem partido, qto a um exemplo pugente desse farsante no aspecto burocrático foi a continuidade da EBC.    Qto ao crime organizado foi combatido no período em q Moro era Ministro e ele está mais forte do q nunca na própria composição do governo e na política adotada de vazajatismo e o dinheiro vivo q corre nas veias desta família! Inclusive regada a encontros do Tarcísio com a equipe de Soros q na época teve q apagar até a matéria com fotos no sítio do Ministério dos Transportes, etc., além de inaugurações de obras praticamente finalizadas inclusive por governadores![Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2756
    Reputação : 522
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por androsvilazza Ter 17 Nov 2020, 11:37 am

    Engraçado como esse fórum (refletindo a realidade brasileira) anda em círculos...

    Quando comecei a frequentar esse espaço a situação era bem parecida, alguns criticando a Dilma enquanto outros a defendiam com unhas e dentes (e um punhado de perfis falsos, o que inclusive levou à necessidade de se informar e-mail institucional para manter o acesso ao fórum).

    Na verdade, pensando bem, acho que a impressão de quem está "dentro" é de que estamos andando em círculos, mas a verdade é que entramos em uma espiral descendente. A cada volta que damos no mesmo ponto, nos encontramos em uma posição pior (e abaixo) da que estávamos anteriormente. Por exemplo, a discussão da última vez era entre receber um reajuste "reduzido" (o "leitinho") ou maior (o "mamutão" ou subsídio). Agora, a discussão é entre ser "bom" ou "ruim" ficar sem reajuste, ter possível redução na carga horária e salários, passar por uma reforma administrativa etc. Coisa de louco!

    Quanto a defender ou não o governo, até acho válido fazê-lo, quando se acredita nas propostas e intenções de quem está no poder. Eu mesmo costumo dar um voto de confiança a qualquer proposta que me pareça razoável, e mesmo as que me parecem ruins, espero até surgirem de forma mais concreta para que possa analisá-las antes de me posicionar em termos mais contundentes. Antes disso, me limito a debater "em tese" o que teriam de positivo e o que poderiam ter de negativo (pontos que mereceriam uma atenção mais crítica). Reconheço que muitas vezes, depois da "boiada" passar, me sinto ingênuo por ter acreditado haver mérito e boas intenções onde não poderiam ser encontrados.

    Por isso, de experiência própria, fica o alerta: mais ceticismo quanto às "boas intenções" do governo (qualquer governo!). Principalmente se as "informações" que baseiam seu julgamento tiverem origem em fontes governamentais (oficiais ou extraoficiais). Se voltarmos um pouco no tempo e sondarmos os blogs e sites petistas, a crise do governo Dilma era fruto de golpe, circunstâncias externas ou - pasmem! - inexistente.

    Quanto ao governo atual, as minhas impressões (óbvio, posso estar errado mas prefiro errar pelo ceticismo) são:

    - Política externa -
    Prometeu: independência e pragmatismo, visando aos interesses do Brasil.
    O que vejo: se meteu em uma questão complicadíssima no Oriente Médio, sobre a qual o Brasil, historicamente, se mantém neutro (corretamente, a meu ver). Se indispôs com países árabes sem, com isso, obter qualquer vantagem em contrapartida do "outro lado". Pior, se indispôs com base em uma promessa abstrata de mudar a embaixada (promessa que sequer cumpriu), ou seja, falou muito, fez pouco, e colheu apenas os ônus. Faz questão de se indispor com a China, maior parceiro comercial do Brasil, tentando mimetizar os EUA (que têm lá outros interesses na disputa com a China, principalmente por receio de perder sua hegemonia). Não obteve qualquer vantagem desta estratégia: nossa relação com a China, se não piorou (por pragmatismo deles), deixou de melhorar; e a relação com os EUA tampouco melhorou ("afagos pessoais" não movem a balança comercial; sobretaxas sobre produtos brasileiros, sim). Declara, abertamente, apoio a determinados candidatos em outros países, esquecendo-se de que eventual vitória pode render, no máximo, um "obrigado", e uma derrota pode render dificuldades adicionais nas já complicadas relações entre países (especialmente com interesses comerciais em jogo). Enfim, se envolveu em "brigas" desnecessárias com quase "meio mundo", e os apoios que obteve não trouxeram - até o momento - frutos positivos.

    - Combate à corrupção e crime organizado -
    Prometeu: combate incessável à corrupção e ao crime organizado.
    O que vejo: Nas esferas menores, tem tido relativo sucesso. As estatísticas de crimes têm reduzido (é bom lembrar que já vinham em trajetória descendente desde o governo Temer). Pode ter sido fruto do aumento no número de contratações de policiais e recursos revertidos a essa área (o que já era esperado, conhecida a sua base de apoio). No entanto, qualquer leigo em segurança pública sabe que o mero aumento de efetivo é trabalho de "enxugar gelo". As mudanças estruturais, em especial na legislação, foram deixadas de lado (e a culpa não é apenas do Congresso, pois o próprio presidente sancionou - e sua base no congresso apoiou - um pacote anticrime frouxo, inclusive contendo alguns retrocessos no combate ao crime organizado). Enquanto isso, na seara da corrupção, faz o possível e o impossível para esconder as suspeitas gravíssimas existentes contra seu núcleo familiar mais próximo. Quanto à corrupção alegadamente inexistente em seu governo, é bom lembrar que alguns esquemas criminosos são descobertos anos após terem sido cometidos. É óbvio que não digo que haja corrupção, mas me sentiria extremamente desconfortável em afirmar que ela inexiste, vendo que os "companheiros" do atual governo são exatamente os mesmos que permearam os inúmeros escândalos de corrupção da era petista. Sei que "todo mundo precisa do Centrão pra governar" etc. etc. mas vale a pena manter a atenção redobrada e um olhar crítico "em cima" de qualquer governo.

    - Serviço público -
    Prometeu: "acabar com a mamata", meritocracia, uma reforma da previdência justa etc.
    O que vejo: só cumpriu o que prometeu se "acabar com a mamata" for tirar do servidor público civil pra dar pros militares. Reforma da previdência: dura (a meu ver, correta) com o servidor civil, generosíssima com os militares; reforma administrativa: prevê deixar os cargos superiores de fora, nem faz menção aos militares; cargos comissionados: não extinguiu, mas nomeou militares. Meritocracia: faz o que todo mundo sempre fez, inclusive negociando pra nomear sobrinho (o tal Léo Índio) na assessoria de líder do governo no Senado (agora, em outro gabinete depois que o chefe anterior foi descoberto com dinheiro você-sabe-onde).

    - Privatizações: -
    Prometeu: mais de R$1 trilhão em privatizações, redução do número de estatais etc.
    O que vejo: não dá pra dizer que "nem saíram do papel", porque nem entraram no papel, ficaram só "no gogó" do Paulo Guedes. Nem mandaram proposta de privatização pro Congresso, e em muitos casos o próprio presidente faz lobby contra a privatização, ou fica colocando empecilhos imaginários (estratégia velha de quem não quer fazer nada: "faço isso, mas só se"...) A própria EBC, caso clássico - e quase unânime - de privatização, não apenas não foi privatizada, como foi aparelhada pra apoiar o atual Presidente (transformando a "TV Lula" em "TV Bolsonaro", mas mantendo o traço de audiência). A esse propósito (em conclusão), nenhuma estatal até o momento foi extinta, e uma nova estatal (NAV) foi criada. Saldo de privatizações: -1.

    - Relação com o Congresso -
    Prometeu: governar sem o Centrão, sem o “toma-lá-dá-cá” na política.
    O que vejo: fora o começo “turbulento”, das bravatas e ofensas ao Congresso (o que nem é novidade, a Dilma e o Collor já tinham feito isso antes), na prática não vem fazendo nada de muito diferente. Seus líderes no Congresso são, em boa parte, os mesmos líderes dos governos anteriores, os partidos que indicam apadrinhados para cargos são os mesmos, a única diferença é a maior dificuldade em aprovar projetos (o que não é uma vantagem, diga-se de passagem).
    - Economia –
    Prometeu: crescimento inédito do PIB, redução drástica da dívida pública, dólar em patamares historicamente baixos, inflação sob controle, atração de investimentos estrangeiros etc.
    O que vejo: tudo ao contrário. OK, temos uma pandemia em curso, mas antes dela o quadro já não era favorável. Nesse ponto, o governo teve até “sorte” de ter aparecido um agente externo para poder culpar. Sem a pandemia, o desempenho seria melhor (óbvio, difícil ser pior que isso), mas ainda pífio. O Paulo Guedes, vulgo “Paulo Palestrinha”, ainda não conseguiu entregar nada do que prometeu, mas continua prometendo.

    - Impostos -
    Prometeu: redução (ou, pelo menos, evitar o aumento) de impostos. Citou, nominalmente, o Imposto de Renda. Prometeu não recriar a CPMF.
    O que vejo: reduções pontuais em alguns impostos (ok, não tinha muito como reduzir, mas não custava não ter prometido, então, né?); ressurge o assunto zumbi do “Imposto sobre transações financeiras”; redução no imposto de renda virou uma miragem (aliás, o balão de ensaio agora é eliminar as deduções – aumento indireto – pra financiar eventual redução em outros impostos)

    Enfim, daria para fazer um balanço aqui das várias áreas do governo, mas o post já ficou gigantesco. Para mim, até o momento, esse governo não passa de (mais) um embuste.


    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Ter 17 Nov 2020, 11:54 am

    jornalista escreveu:
    Morena escreveu:só para fins de esclarecimento, das promessas de campanha, quais Bolsonaro cumpriu?

    Não dar dinheiro para países socialistas via bndes; não roubar; concluir obras públicas; diminuir o Estado empresa; não aumentar a carga tributária; reforma da previdência; desburocratização; privatização de estatais (em andamento - o processo é extremamente lento); asfixiar o crime organizado com apreensões etc. Na mídia tradicional você não verá nada disso. Terá que recorrer ao YouTube, Twitter, blogs e sites alternativos. Foi dessa forma que ele fez a campanha e é assim que essas informações estão sendo divulgadas (exemplo é o Twitter do ministro Tarcísio, tem muita coisa lá).


    Parei no "não roubar". O que é "rachadinha"?
    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Ter 17 Nov 2020, 11:59 am

    androsvilazza escreveu:Engraçado como esse fórum (refletindo a realidade brasileira) anda em círculos...

    Quando comecei a frequentar esse espaço a situação era bem parecida, alguns criticando a Dilma enquanto outros a defendiam com unhas e dentes (e um punhado de perfis falsos, o que inclusive levou à necessidade de se informar e-mail institucional para manter o acesso ao fórum).

    Na verdade, pensando bem, acho que a impressão de quem está "dentro" é de que estamos andando em círculos, mas a verdade é que entramos em uma espiral descendente. A cada volta que damos no mesmo ponto, nos encontramos em uma posição pior (e abaixo) da que estávamos anteriormente. Por exemplo, a discussão da última vez era entre receber um reajuste "reduzido" (o "leitinho") ou maior (o "mamutão" ou subsídio). Agora, a discussão é entre ser "bom" ou "ruim" ficar sem reajuste, ter possível redução na carga horária e salários, passar por uma reforma administrativa etc. Coisa de louco!

    Quanto a defender ou não o governo, até acho válido fazê-lo, quando se acredita nas propostas e intenções de quem está no poder. Eu mesmo costumo dar um voto de confiança a qualquer proposta que me pareça razoável, e mesmo as que me parecem ruins, espero até surgirem de forma mais concreta para que possa analisá-las antes de me posicionar em termos mais contundentes. Antes disso, me limito a debater "em tese" o que teriam de positivo e o que poderiam ter de negativo (pontos que mereceriam uma atenção mais crítica). Reconheço que muitas vezes, depois da "boiada" passar, me sinto ingênuo por ter acreditado haver mérito e boas intenções onde não poderiam ser encontrados.

    Por isso, de experiência própria, fica o alerta: mais ceticismo quanto às "boas intenções" do governo (qualquer governo!). Principalmente se as "informações"  que baseiam seu julgamento tiverem origem em fontes governamentais (oficiais ou extraoficiais). Se voltarmos um pouco no tempo e sondarmos os blogs e sites petistas, a crise do governo Dilma era fruto de golpe, circunstâncias externas ou - pasmem! - inexistente.

    Quanto ao governo atual, as minhas impressões (óbvio, posso estar errado mas prefiro errar pelo ceticismo) são:

    - Política externa -
    Prometeu: independência e pragmatismo, visando aos interesses do Brasil.
    O que vejo: se meteu em uma questão complicadíssima no Oriente Médio, sobre a qual o Brasil, historicamente, se mantém neutro (corretamente, a meu ver). Se indispôs com países árabes sem, com isso, obter qualquer vantagem em contrapartida do "outro lado". Pior, se indispôs com base em uma promessa abstrata de mudar a embaixada (promessa que sequer cumpriu), ou seja, falou muito, fez pouco, e colheu apenas os ônus. Faz questão de se indispor com a China, maior parceiro comercial do Brasil, tentando mimetizar os EUA (que têm lá outros interesses na disputa com a China, principalmente por receio de perder sua hegemonia). Não obteve qualquer vantagem desta estratégia: nossa relação com a China, se não piorou (por pragmatismo deles), deixou de melhorar; e a relação com os EUA tampouco melhorou ("afagos pessoais" não movem a balança comercial; sobretaxas sobre produtos brasileiros, sim). Declara, abertamente, apoio a determinados candidatos em outros países, esquecendo-se de que eventual vitória pode render, no máximo, um "obrigado", e uma derrota pode render dificuldades adicionais nas já complicadas relações entre países (especialmente com interesses comerciais em jogo). Enfim, se envolveu em "brigas" desnecessárias com quase "meio mundo", e os apoios que obteve não trouxeram - até o momento - frutos positivos.

    - Combate à corrupção e crime organizado -
    Prometeu: combate incessável à corrupção e ao crime organizado.
    O que vejo: Nas esferas menores, tem tido relativo sucesso. As estatísticas de crimes têm reduzido (é bom lembrar que já vinham em trajetória descendente desde o governo Temer). Pode ter sido fruto do aumento no número de contratações de policiais e recursos revertidos a essa área (o que já era esperado, conhecida a sua base de apoio). No entanto, qualquer leigo em segurança pública sabe que o mero aumento de efetivo é trabalho de "enxugar gelo". As mudanças estruturais, em especial na legislação, foram deixadas de lado (e a culpa não é apenas do Congresso, pois o próprio presidente sancionou - e sua base no congresso apoiou - um pacote anticrime frouxo, inclusive contendo alguns retrocessos no combate ao crime organizado). Enquanto isso, na seara da corrupção, faz o possível e o impossível para esconder as suspeitas gravíssimas existentes contra seu núcleo familiar mais próximo. Quanto à corrupção alegadamente inexistente em seu governo, é bom lembrar que alguns esquemas criminosos são descobertos anos após terem sido cometidos. É óbvio que não digo que haja corrupção, mas me sentiria extremamente desconfortável em afirmar que ela inexiste, vendo que os "companheiros" do atual governo são exatamente os mesmos que permearam os inúmeros escândalos de corrupção da era petista. Sei que "todo mundo precisa do Centrão pra governar" etc. etc. mas vale a pena manter a atenção redobrada e um olhar crítico "em cima" de qualquer governo.

    - Serviço público -
    Prometeu: "acabar com a mamata", meritocracia, uma reforma da previdência justa etc.
    O que vejo: só cumpriu o que prometeu se "acabar com a mamata" for tirar do servidor público civil pra dar pros militares. Reforma da previdência: dura (a meu ver, correta) com o servidor civil, generosíssima com os militares; reforma administrativa: prevê deixar os cargos superiores de fora, nem faz menção aos militares; cargos comissionados: não extinguiu, mas nomeou militares. Meritocracia: faz o que todo mundo sempre fez, inclusive negociando pra nomear sobrinho (o tal Léo Índio) na assessoria de líder do governo no Senado (agora, em outro gabinete depois que o chefe anterior foi descoberto com dinheiro você-sabe-onde).

    - Privatizações: -
    Prometeu: mais de R$1 trilhão em privatizações, redução do número de estatais etc.
    O que vejo: não dá pra dizer que "nem saíram do papel", porque nem entraram no papel, ficaram só "no gogó" do Paulo Guedes. Nem mandaram proposta de privatização pro Congresso, e em muitos casos o próprio presidente faz lobby contra a privatização, ou fica colocando empecilhos imaginários (estratégia velha de quem não quer fazer nada: "faço isso, mas só se"...) A própria EBC, caso clássico - e quase unânime - de privatização, não apenas não foi privatizada, como foi aparelhada pra apoiar o atual Presidente (transformando a "TV Lula" em "TV Bolsonaro", mas mantendo o traço de audiência). A esse propósito (em conclusão), nenhuma estatal até o momento foi extinta, e uma nova estatal (NAV) foi criada. Saldo de privatizações: -1.

    - Relação com o Congresso -
    Prometeu: governar sem o Centrão, sem o “toma-lá-dá-cá” na política.
    O que vejo: fora o começo “turbulento”, das bravatas e ofensas ao Congresso (o que nem é novidade, a Dilma e o Collor já tinham feito isso antes), na prática não vem fazendo nada de muito diferente. Seus líderes no Congresso são, em boa parte, os mesmos líderes dos governos anteriores, os partidos que indicam apadrinhados para cargos são os mesmos, a única diferença é a maior dificuldade em aprovar projetos (o que não é uma vantagem, diga-se de passagem).
    - Economia –
    Prometeu: crescimento inédito do PIB, redução drástica da dívida pública, dólar em patamares historicamente baixos, inflação sob controle, atração de investimentos estrangeiros etc.
    O que vejo: tudo ao contrário. OK, temos uma pandemia em curso, mas antes dela o quadro já não era favorável. Nesse ponto, o governo teve até “sorte” de ter aparecido um agente externo para poder culpar. Sem a pandemia, o desempenho seria melhor (óbvio, difícil ser pior que isso), mas ainda pífio. O Paulo Guedes, vulgo “Paulo Palestrinha”, ainda não conseguiu entregar nada do que prometeu, mas continua prometendo.

    - Impostos -  
    Prometeu: redução (ou, pelo menos, evitar o aumento) de impostos. Citou, nominalmente, o Imposto de Renda. Prometeu não recriar a CPMF.
    O que vejo: reduções pontuais em alguns impostos (ok, não tinha muito como reduzir, mas não custava não ter prometido, então, né?); ressurge o assunto zumbi do “Imposto sobre transações financeiras”; redução no imposto de renda virou uma miragem (aliás, o balão de ensaio agora é eliminar as deduções – aumento indireto – pra financiar eventual redução em outros impostos)

    Enfim, daria para fazer um balanço aqui das várias áreas do governo, mas o post já ficou gigantesco. Para mim, até o momento, esse governo não passa de (mais) um embuste.



    Exato, não foi por falte de aviso. Quem votou no Bolsonaro aqui no forumeiros não pode alegar desconhecimento, foram várias as ações como "ELE NÃO", "MULHERES CONTRA BOLSONARO" etc.
    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Ter 17 Nov 2020, 12:05 pm

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Orgulho do PSOL, vitória das mulheres negras conscientes e engajadas. Marielle vive!
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2756
    Reputação : 522
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por androsvilazza Ter 17 Nov 2020, 12:45 pm

    ale1969 escreveu:

    Exato, não foi por falta de aviso. Quem votou no Bolsonaro aqui no forumeiros não pode alegar desconhecimento, foram várias as ações como "ELE NÃO", "MULHERES CONTRA BOLSONARO" etc.

    Cara, embora eu tenha feito questão de votar em branco no segundo turno, não culpo quem tenha votado no candidato A ou B. Faz parte da democracia, inclusive, ser enganado pelos políticos. Acho que era razoável ter a crença de que, uma vez no governo, o Bolsonaro seria "moderado", até pelo exemplo anterior do Lula - que, apesar da casca de "esquerda radical", fez um governo razoavelmente democrático. Não dá pra negar que corroeu a democracia "por dentro", a começar com a compra de apoio parlamentar via mensalão, mas seu governo foi, de certo modo, "centrista" (ou de centro-esquerda). Isto, inclusive, lhe rendeu críticas dentro da própria esquerda, dos militantes mais "extremistas". Muitos ainda lhe poupam pela corrupção, mas não por não ter sido "radical o suficiente".

    Quanto aos movimentos contra o Bolsonaro terem tido resultado inverso ao esperado, é ainda mais compreensível. Os mesmos (com poucas adições e subtrações) que promoveram esses movimentos são os que taxavam qualquer um mais "à direita" de fascista, nazista etc. São os mesmos que veem suposto racismo em algo como (pra ficar num termo atual) "Black Friday", ignorando a clara mensagem positiva do termo (que, inclusive, remete à época do ano em que os comerciantes entram "no preto", em contraposição ao "vermelho" dos meses anteriores). Esse tipo de coisa, em vez de agregar, afasta. Sei que é burrice julgar determinada opinião (positiva ou negativamente) apenas por quem a expede, mas a fábula do "Pedro e o lobo" está aí para nos lembrar de que, se tudo merece que acontece merece um grito de "Lobo!", quando o lobo de fato vem, ninguém presta atenção aos apelos.

    Quanto ao Bolsonaro em si, reitero, embora não o tenha apoiado, entendo claramente quem o fez à época da eleição (até pela "estratégia" de votar no que consideravam "menos pior", que pessoalmente não adoto). Depois de consolidado o governo, respeito (embora não mais compreenda) quem ainda o apoia. Acho que a postura de qualquer eleitor deveria ser a de apoiar até estar eleito; depois da eleição, se afastar pra manter um olhar cético ou, no mínimo, um apoio crítico, fazendo questão de apontar os erros mais graves e deixando claro que o caminho escolhido não é o certo.

    É curioso que justamente eu, um "liberal convicto", venha a ser mais cético com relação aos governantes que os supostos "conservadores" (lembrando que o ceticismo direcionado aos governantes e ao próprio caráter humano é característica inerente à ideologia conservadora).

    Na minha opinião, a imprensa e o cidadão devem ser sempre críticos ao governo (qualquer que seja). Óbvio, mantendo a verdade, sem parcialidade etc. Pra fazer propaganda positiva o governo já tem os órgãos oficiais, os caciques políticos que têm intere$$e$ no governo e mesmo a militância (paga ou orgânica). Governo que merece elogio é só aquele que já terminou, e mesmo assim algum tempo após seu término, pra garantir que os motivos de elogio não tenham trazido consequências perversas.
    Pipoca
    Pipoca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 553
    Reputação : 100
    Data de inscrição : 12/12/2014

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Pipoca Ter 17 Nov 2020, 3:47 pm


    Androsvilazza sempre fazendo excelentes análises. Parabéns!!!

    tre-rj
    tre-rj
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1534
    Reputação : 118
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por tre-rj Ter 17 Nov 2020, 4:02 pm

    E quem votou no Lula, na Dilma? faltou aviso? faça-me o favor!!!
    petrolão não existiu? é coisa da imprensa burguesa né?
    Ah e para lembrar: o primeiro prefeito do PSOL teve o mandato cassado , advinha por quê? CORRUPÇÃO



    ale1969 escreveu:
    androsvilazza escreveu:Engraçado como esse fórum (refletindo a realidade brasileira) anda em círculos...

    Quando comecei a frequentar esse espaço a situação era bem parecida, alguns criticando a Dilma enquanto outros a defendiam com unhas e dentes (e um punhado de perfis falsos, o que inclusive levou à necessidade de se informar e-mail institucional para manter o acesso ao fórum).

    Na verdade, pensando bem, acho que a impressão de quem está "dentro" é de que estamos andando em círculos, mas a verdade é que entramos em uma espiral descendente. A cada volta que damos no mesmo ponto, nos encontramos em uma posição pior (e abaixo) da que estávamos anteriormente. Por exemplo, a discussão da última vez era entre receber um reajuste "reduzido" (o "leitinho") ou maior (o "mamutão" ou subsídio). Agora, a discussão é entre ser "bom" ou "ruim" ficar sem reajuste, ter possível redução na carga horária e salários, passar por uma reforma administrativa etc. Coisa de louco!

    Quanto a defender ou não o governo, até acho válido fazê-lo, quando se acredita nas propostas e intenções de quem está no poder. Eu mesmo costumo dar um voto de confiança a qualquer proposta que me pareça razoável, e mesmo as que me parecem ruins, espero até surgirem de forma mais concreta para que possa analisá-las antes de me posicionar em termos mais contundentes. Antes disso, me limito a debater "em tese" o que teriam de positivo e o que poderiam ter de negativo (pontos que mereceriam uma atenção mais crítica). Reconheço que muitas vezes, depois da "boiada" passar, me sinto ingênuo por ter acreditado haver mérito e boas intenções onde não poderiam ser encontrados.

    Por isso, de experiência própria, fica o alerta: mais ceticismo quanto às "boas intenções" do governo (qualquer governo!). Principalmente se as "informações"  que baseiam seu julgamento tiverem origem em fontes governamentais (oficiais ou extraoficiais). Se voltarmos um pouco no tempo e sondarmos os blogs e sites petistas, a crise do governo Dilma era fruto de golpe, circunstâncias externas ou - pasmem! - inexistente.

    Quanto ao governo atual, as minhas impressões (óbvio, posso estar errado mas prefiro errar pelo ceticismo) são:

    - Política externa -
    Prometeu: independência e pragmatismo, visando aos interesses do Brasil.
    O que vejo: se meteu em uma questão complicadíssima no Oriente Médio, sobre a qual o Brasil, historicamente, se mantém neutro (corretamente, a meu ver). Se indispôs com países árabes sem, com isso, obter qualquer vantagem em contrapartida do "outro lado". Pior, se indispôs com base em uma promessa abstrata de mudar a embaixada (promessa que sequer cumpriu), ou seja, falou muito, fez pouco, e colheu apenas os ônus. Faz questão de se indispor com a China, maior parceiro comercial do Brasil, tentando mimetizar os EUA (que têm lá outros interesses na disputa com a China, principalmente por receio de perder sua hegemonia). Não obteve qualquer vantagem desta estratégia: nossa relação com a China, se não piorou (por pragmatismo deles), deixou de melhorar; e a relação com os EUA tampouco melhorou ("afagos pessoais" não movem a balança comercial; sobretaxas sobre produtos brasileiros, sim). Declara, abertamente, apoio a determinados candidatos em outros países, esquecendo-se de que eventual vitória pode render, no máximo, um "obrigado", e uma derrota pode render dificuldades adicionais nas já complicadas relações entre países (especialmente com interesses comerciais em jogo). Enfim, se envolveu em "brigas" desnecessárias com quase "meio mundo", e os apoios que obteve não trouxeram - até o momento - frutos positivos.

    - Combate à corrupção e crime organizado -
    Prometeu: combate incessável à corrupção e ao crime organizado.
    O que vejo: Nas esferas menores, tem tido relativo sucesso. As estatísticas de crimes têm reduzido (é bom lembrar que já vinham em trajetória descendente desde o governo Temer). Pode ter sido fruto do aumento no número de contratações de policiais e recursos revertidos a essa área (o que já era esperado, conhecida a sua base de apoio). No entanto, qualquer leigo em segurança pública sabe que o mero aumento de efetivo é trabalho de "enxugar gelo". As mudanças estruturais, em especial na legislação, foram deixadas de lado (e a culpa não é apenas do Congresso, pois o próprio presidente sancionou - e sua base no congresso apoiou - um pacote anticrime frouxo, inclusive contendo alguns retrocessos no combate ao crime organizado). Enquanto isso, na seara da corrupção, faz o possível e o impossível para esconder as suspeitas gravíssimas existentes contra seu núcleo familiar mais próximo. Quanto à corrupção alegadamente inexistente em seu governo, é bom lembrar que alguns esquemas criminosos são descobertos anos após terem sido cometidos. É óbvio que não digo que haja corrupção, mas me sentiria extremamente desconfortável em afirmar que ela inexiste, vendo que os "companheiros" do atual governo são exatamente os mesmos que permearam os inúmeros escândalos de corrupção da era petista. Sei que "todo mundo precisa do Centrão pra governar" etc. etc. mas vale a pena manter a atenção redobrada e um olhar crítico "em cima" de qualquer governo.

    - Serviço público -
    Prometeu: "acabar com a mamata", meritocracia, uma reforma da previdência justa etc.
    O que vejo: só cumpriu o que prometeu se "acabar com a mamata" for tirar do servidor público civil pra dar pros militares. Reforma da previdência: dura (a meu ver, correta) com o servidor civil, generosíssima com os militares; reforma administrativa: prevê deixar os cargos superiores de fora, nem faz menção aos militares; cargos comissionados: não extinguiu, mas nomeou militares. Meritocracia: faz o que todo mundo sempre fez, inclusive negociando pra nomear sobrinho (o tal Léo Índio) na assessoria de líder do governo no Senado (agora, em outro gabinete depois que o chefe anterior foi descoberto com dinheiro você-sabe-onde).

    - Privatizações: -
    Prometeu: mais de R$1 trilhão em privatizações, redução do número de estatais etc.
    O que vejo: não dá pra dizer que "nem saíram do papel", porque nem entraram no papel, ficaram só "no gogó" do Paulo Guedes. Nem mandaram proposta de privatização pro Congresso, e em muitos casos o próprio presidente faz lobby contra a privatização, ou fica colocando empecilhos imaginários (estratégia velha de quem não quer fazer nada: "faço isso, mas só se"...) A própria EBC, caso clássico - e quase unânime - de privatização, não apenas não foi privatizada, como foi aparelhada pra apoiar o atual Presidente (transformando a "TV Lula" em "TV Bolsonaro", mas mantendo o traço de audiência). A esse propósito (em conclusão), nenhuma estatal até o momento foi extinta, e uma nova estatal (NAV) foi criada. Saldo de privatizações: -1.

    - Relação com o Congresso -
    Prometeu: governar sem o Centrão, sem o “toma-lá-dá-cá” na política.
    O que vejo: fora o começo “turbulento”, das bravatas e ofensas ao Congresso (o que nem é novidade, a Dilma e o Collor já tinham feito isso antes), na prática não vem fazendo nada de muito diferente. Seus líderes no Congresso são, em boa parte, os mesmos líderes dos governos anteriores, os partidos que indicam apadrinhados para cargos são os mesmos, a única diferença é a maior dificuldade em aprovar projetos (o que não é uma vantagem, diga-se de passagem).
    - Economia –
    Prometeu: crescimento inédito do PIB, redução drástica da dívida pública, dólar em patamares historicamente baixos, inflação sob controle, atração de investimentos estrangeiros etc.
    O que vejo: tudo ao contrário. OK, temos uma pandemia em curso, mas antes dela o quadro já não era favorável. Nesse ponto, o governo teve até “sorte” de ter aparecido um agente externo para poder culpar. Sem a pandemia, o desempenho seria melhor (óbvio, difícil ser pior que isso), mas ainda pífio. O Paulo Guedes, vulgo “Paulo Palestrinha”, ainda não conseguiu entregar nada do que prometeu, mas continua prometendo.

    - Impostos -  
    Prometeu: redução (ou, pelo menos, evitar o aumento) de impostos. Citou, nominalmente, o Imposto de Renda. Prometeu não recriar a CPMF.
    O que vejo: reduções pontuais em alguns impostos (ok, não tinha muito como reduzir, mas não custava não ter prometido, então, né?); ressurge o assunto zumbi do “Imposto sobre transações financeiras”; redução no imposto de renda virou uma miragem (aliás, o balão de ensaio agora é eliminar as deduções – aumento indireto – pra financiar eventual redução em outros impostos)

    Enfim, daria para fazer um balanço aqui das várias áreas do governo, mas o post já ficou gigantesco. Para mim, até o momento, esse governo não passa de (mais) um embuste.



    Exato, não foi por falte de aviso. Quem votou no Bolsonaro aqui no forumeiros não pode alegar desconhecimento, foram várias as ações como "ELE NÃO", "MULHERES CONTRA BOLSONARO" etc.
    anuvenzinha
    anuvenzinha
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1444
    Reputação : 214
    Data de inscrição : 19/12/2014

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por anuvenzinha Ter 17 Nov 2020, 4:52 pm

    Simples, nem mensalão existiu p/ certo nicho q se refestelou no período.  Além do q, como se uma parcela representante das mulheres ativistas de esquerda, e q às vezes nem são,  a favor do aborto, da maconha, etc., refletissem a índole e o comportamental das mulheres brasileiras e, consequentemente, servissem p/ dar algum tipo de conselho!
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2012
    Reputação : 204
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por euvoltei Ter 17 Nov 2020, 4:58 pm

    Argentina caminha com velocidade pro buraco,.. Graças a Deus o Brasil desprezou esse caminho nebuloso e está em outra direção
    grazi
    grazi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 511
    Reputação : 135
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Localização : PGR

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por grazi Qua 18 Nov 2020, 9:12 am

    o Brasil vai para 100 por cento de dívida pública, este ano o IGP-M vai subir 20 por cento, segundo o Ministério da Economia, pro mercado é mais, o dólar está batendo os seis reais, mas o importante mesmo é que ninguém fume maconha. Desculpe-me, mas só de ver seus posts ridículos aqui já me dá raiva.Vai estudar faça o favor.

    euvoltei escreveu:Argentina caminha com velocidade pro buraco,.. Graçass a Deus o Brasil desprezou esse caminho nebuloso e está em outra direção
    Sergio Rick
    Sergio Rick
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 43
    Reputação : 5
    Data de inscrição : 15/06/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Sergio Rick Qua 18 Nov 2020, 10:04 am

    grazi escreveu:o Brasil vai para 100 por cento de dívida pública, este ano o IGP-M vai subir 20 por cento, segundo o Ministério da Economia, pro mercado é mais, o dólar está batendo os seis reais, mas o importante mesmo é que ninguém fume maconha. Desculpe-me, mas só de ver seus posts ridículos aqui já me dá raiva.Vai estudar faça o favor.

    euvoltei escreveu:Argentina caminha com velocidade pro buraco,.. Graçass a Deus o Brasil desprezou esse caminho nebuloso e está em outra direção

    "Vai estudar faça o favor" bem por aí! Laughing Laughing Laughing Laughing
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2012
    Reputação : 204
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por euvoltei Qua 18 Nov 2020, 10:08 am

    Sergio Rick escreveu:
    grazi escreveu:o Brasil vai para 100 por cento de dívida pública, este ano o IGP-M vai subir 20 por cento, segundo o Ministério da Economia, pro mercado é mais, o dólar está batendo os seis reais, mas o importante mesmo é que ninguém fume maconha. Desculpe-me, mas só de ver seus posts ridículos aqui já me dá raiva.Vai estudar faça o favor.

    euvoltei escreveu:Argentina caminha com velocidade pro buraco,.. Graçass a Deus o Brasil desprezou esse caminho nebuloso e está em outra direção

    "Vai estudar faça o favor" bem por aí! Laughing Laughing Laughing Laughing


    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Nem vou responder.... não adianta mesmo....aí é 100% pissol
    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Qua 18 Nov 2020, 10:10 am

    androsvilazza escreveu:
    ale1969 escreveu:

    Exato, não foi por falta de aviso. Quem votou no Bolsonaro aqui no forumeiros não pode alegar desconhecimento, foram várias as ações como "ELE NÃO", "MULHERES CONTRA BOLSONARO" etc.

    Cara, embora eu tenha feito questão de votar em branco no segundo turno, não culpo quem tenha votado no candidato A ou B. Faz parte da democracia, inclusive, ser enganado pelos políticos. Acho que era razoável ter a crença de que, uma vez no governo, o Bolsonaro seria "moderado", até pelo exemplo anterior do Lula - que, apesar da casca de "esquerda radical", fez um governo razoavelmente democrático. Não dá pra negar que corroeu a democracia "por dentro", a começar com a compra de apoio parlamentar via mensalão, mas seu governo foi, de certo modo, "centrista" (ou de centro-esquerda). Isto, inclusive, lhe rendeu críticas dentro da própria esquerda, dos militantes mais "extremistas". Muitos ainda lhe poupam pela corrupção, mas não por não ter sido "radical o suficiente".

    Quanto aos movimentos contra o Bolsonaro terem tido resultado inverso ao esperado, é ainda mais compreensível. Os mesmos (com poucas adições e subtrações) que promoveram esses movimentos são os que taxavam qualquer um mais "à direita" de fascista, nazista etc. São os mesmos que veem suposto racismo em algo como (pra ficar num termo atual) "Black Friday", ignorando a clara mensagem positiva do termo (que, inclusive, remete à época do ano em que os comerciantes entram "no preto", em contraposição ao "vermelho" dos meses anteriores). Esse tipo de coisa, em vez de agregar, afasta. Sei que é burrice julgar determinada opinião (positiva ou negativamente) apenas por quem a expede, mas a fábula do "Pedro e o lobo" está aí para nos lembrar de que, se tudo merece que acontece merece um grito de "Lobo!", quando o lobo de fato vem, ninguém presta atenção aos apelos.

    Quanto ao Bolsonaro em si, reitero, embora não o tenha apoiado, entendo claramente quem o fez à época da eleição (até pela "estratégia" de votar no que consideravam "menos pior", que pessoalmente não adoto).  Depois de consolidado o governo, respeito (embora não mais compreenda) quem ainda o apoia. Acho que a postura de qualquer eleitor deveria ser a de apoiar até estar eleito; depois da eleição, se afastar pra manter um olhar cético ou, no mínimo, um apoio crítico, fazendo questão de apontar os erros mais graves e deixando claro que o caminho escolhido não é o certo.

    É curioso que justamente eu, um "liberal convicto", venha a ser mais cético com relação aos governantes que os supostos "conservadores" (lembrando que o ceticismo direcionado aos governantes e ao próprio caráter humano é característica inerente à ideologia conservadora).

    Na minha opinião, a imprensa e o cidadão devem ser sempre críticos ao governo (qualquer que seja). Óbvio, mantendo a verdade, sem parcialidade etc. Pra fazer propaganda positiva o governo já tem os órgãos oficiais, os caciques políticos que têm intere$$e$ no governo e mesmo a militância (paga ou orgânica). Governo que merece elogio é só aquele que já terminou, e mesmo assim algum tempo após seu término, pra garantir que os motivos de elogio não tenham trazido consequências perversas.

    Colega, gosto de suas análises mesmo discordando pontualmente. O Lula quando se elegeu em 2002 firmou compromisso internacional com o Mercado, não foi com a dita "casca de esquerda radical". Deve-se lembrar que o Lula nunca foi socialista e sempre defendeu um modelo capitalista Keynesiano típico.

    Também anulei o voto em 2006, 2010 e 2014. Em 2018 não era uma questão de "menos ruim", que geralmente balizam o chamado voto útil, mas a defesa da tênue democracia brasileira contra um inepto militar da reserva, saudoso da ditadura de 64.

    De resto concordo com a postura crítica e analítica do cidadão. Perfeito!
    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Qua 18 Nov 2020, 10:12 am

    androsvilazza escreveu:
    ale1969 escreveu:

    Exato, não foi por falta de aviso. Quem votou no Bolsonaro aqui no forumeiros não pode alegar desconhecimento, foram várias as ações como "ELE NÃO", "MULHERES CONTRA BOLSONARO" etc.

    Cara, embora eu tenha feito questão de votar em branco no segundo turno, não culpo quem tenha votado no candidato A ou B. Faz parte da democracia, inclusive, ser enganado pelos políticos. Acho que era razoável ter a crença de que, uma vez no governo, o Bolsonaro seria "moderado", até pelo exemplo anterior do Lula - que, apesar da casca de "esquerda radical", fez um governo razoavelmente democrático. Não dá pra negar que corroeu a democracia "por dentro", a começar com a compra de apoio parlamentar via mensalão, mas seu governo foi, de certo modo, "centrista" (ou de centro-esquerda). Isto, inclusive, lhe rendeu críticas dentro da própria esquerda, dos militantes mais "extremistas". Muitos ainda lhe poupam pela corrupção, mas não por não ter sido "radical o suficiente".

    Quanto aos movimentos contra o Bolsonaro terem tido resultado inverso ao esperado, é ainda mais compreensível. Os mesmos (com poucas adições e subtrações) que promoveram esses movimentos são os que taxavam qualquer um mais "à direita" de fascista, nazista etc. São os mesmos que veem suposto racismo em algo como (pra ficar num termo atual) "Black Friday", ignorando a clara mensagem positiva do termo (que, inclusive, remete à época do ano em que os comerciantes entram "no preto", em contraposição ao "vermelho" dos meses anteriores). Esse tipo de coisa, em vez de agregar, afasta. Sei que é burrice julgar determinada opinião (positiva ou negativamente) apenas por quem a expede, mas a fábula do "Pedro e o lobo" está aí para nos lembrar de que, se tudo merece que acontece merece um grito de "Lobo!", quando o lobo de fato vem, ninguém presta atenção aos apelos.

    Quanto ao Bolsonaro em si, reitero, embora não o tenha apoiado, entendo claramente quem o fez à época da eleição (até pela "estratégia" de votar no que consideravam "menos pior", que pessoalmente não adoto).  Depois de consolidado o governo, respeito (embora não mais compreenda) quem ainda o apoia. Acho que a postura de qualquer eleitor deveria ser a de apoiar até estar eleito; depois da eleição, se afastar pra manter um olhar cético ou, no mínimo, um apoio crítico, fazendo questão de apontar os erros mais graves e deixando claro que o caminho escolhido não é o certo.

    É curioso que justamente eu, um "liberal convicto", venha a ser mais cético com relação aos governantes que os supostos "conservadores" (lembrando que o ceticismo direcionado aos governantes e ao próprio caráter humano é característica inerente à ideologia conservadora).

    Na minha opinião, a imprensa e o cidadão devem ser sempre críticos ao governo (qualquer que seja). Óbvio, mantendo a verdade, sem parcialidade etc. Pra fazer propaganda positiva o governo já tem os órgãos oficiais, os caciques políticos que têm intere$$e$ no governo e mesmo a militância (paga ou orgânica). Governo que merece elogio é só aquele que já terminou, e mesmo assim algum tempo após seu término, pra garantir que os motivos de elogio não tenham trazido consequências perversas.

    Colega, gosto de suas análises mesmo discordando pontualmente. O Lula quando se elegeu em 2002 firmou compromisso internacional com o Mercado, não foi com a dita "casca de esquerda radical". Deve-se lembrar que o Lula nunca foi socialista e sempre defendeu um modelo capitalista Keynesiano típico.

    Também anulei o voto em 2006, 2010 e 2014. Em 2018 não era uma questão de "menos ruim", que geralmente balizam o chamado voto útil, mas a defesa da tênue democracia brasileira contra um inepto militar da reserva, saudoso da ditadura de 64.

    De resto concordo com a postura crítica e analítica do cidadão. Perfeito!
    grazi
    grazi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 511
    Reputação : 135
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Localização : PGR

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por grazi Qua 18 Nov 2020, 10:37 am

    Eu não gosto de partido nenhum, votei em Henrique Meirelles nas eleições passadas, só fico bestificada com servidor público fazer defesa de qualquer governo, seja qual for, ainda mais um que privilegia tanto militares em detrimento de civis, o senhor é militar? se não for ou for, saía deste ambiente de defesa da nossa categoria e vá fazer proselitismo pró governo em algum blog alinhado, tipo terça livre. Cansei e acho que a moderação deve agir. Ah, votei no atual presidente e meu voto ele não mais terá.

    euvoltei escreveu:
    Sergio Rick escreveu:
    grazi escreveu:o Brasil vai para 100 por cento de dívida pública, este ano o IGP-M vai subir 20 por cento, segundo o Ministério da Economia, pro mercado é mais, o dólar está batendo os seis reais, mas o importante mesmo é que ninguém fume maconha. Desculpe-me, mas só de ver seus posts ridículos aqui já me dá raiva.Vai estudar faça o favor.

    euvoltei escreveu:Argentina caminha com velocidade pro buraco,.. Graçass a Deus o Brasil desprezou esse caminho nebuloso e está em outra direção

    "Vai estudar faça o favor" bem por aí! Laughing Laughing Laughing Laughing


    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Nem vou responder.... não adianta mesmo....aí é 100% pissol
    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Qua 18 Nov 2020, 10:49 am

    Enquanto o Brasil escolhe os ricos para administrar os seus Municípios, a Argentina caminha para uma distribuição da riqueza por meio da taxação das grandes fortunas.
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    No Brasil a base tributária é focada no consumo, penalizando os mais pobres. Os ricos são isentos nos dividendos das suas empresas, isso quando não sonegam como Pessoa Física. Terrível!
    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Qua 18 Nov 2020, 10:52 am

    [quote="grazi"]Eu não gosto de partido nenhum, votei em Henrique Meirelles nas eleições passadas, só fico bestificada com servidor público fazer defesa de qualquer governo, seja qual for, ainda mais um que privilegia tanto militares em detrimento de civis, o senhor é militar? se não for ou for, saía deste ambiente de defesa da nossa categoria e vá fazer proselitismo pró governo em algum blog alinhado, tipo terça livre. Cansei e acho que a moderação deve agir. Ah, votei no atual presidente e meu voto ele não mais terá.


    Podia não ter votado em 2018, havia uma opção democrática no outro lado. Em 2022 será preciso votar no opositor ao Bolsonaro, mesmo que não seja o ideal.
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2012
    Reputação : 204
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por euvoltei Qua 18 Nov 2020, 11:03 am


    Estou dizendo que com a esquerda seria muito pior...sem sombra de dúvidas, só olhar pra Argentina...

    É uma afirmação simples...




    grazi escreveu:Eu não gosto de partido nenhum, votei em Henrique Meirelles nas eleições passadas, só fico bestificada com servidor público fazer defesa de qualquer governo, seja qual for, ainda mais um que privilegia tanto militares em detrimento de civis, o senhor é militar? se não for ou for, saía deste ambiente de defesa da nossa categoria e vá fazer proselitismo pró governo em algum blog alinhado, tipo terça livre. Cansei e acho que a moderação deve agir. Ah, votei no atual presidente e meu voto ele não mais terá.

    euvoltei escreveu:
    Sergio Rick escreveu:
    grazi escreveu:o Brasil vai para 100 por cento de dívida pública, este ano o IGP-M vai subir 20 por cento, segundo o Ministério da Economia, pro mercado é mais, o dólar está batendo os seis reais, mas o importante mesmo é que ninguém fume maconha. Desculpe-me, mas só de ver seus posts ridículos aqui já me dá raiva.Vai estudar faça o favor.



    "Vai estudar faça o favor" bem por aí! Laughing Laughing Laughing Laughing


    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Nem vou responder.... não adianta mesmo....aí é 100% pissol
    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Qua 18 Nov 2020, 1:11 pm

    euvoltei escreveu:
    Estou dizendo que com a esquerda seria muito pior...sem sombra de dúvidas, só olhar pra Argentina...

    É uma afirmação simples...




    grazi escreveu:Eu não gosto de partido nenhum, votei em Henrique Meirelles nas eleições passadas, só fico bestificada com servidor público fazer defesa de qualquer governo, seja qual for, ainda mais um que privilegia tanto militares em detrimento de civis, o senhor é militar? se não for ou for, saía deste ambiente de defesa da nossa categoria e vá fazer proselitismo pró governo em algum blog alinhado, tipo terça livre. Cansei e acho que a moderação deve agir. Ah, votei no atual presidente e meu voto ele não mais terá.

    euvoltei escreveu:
    Sergio Rick escreveu:

    "Vai estudar faça o favor" bem por aí! Laughing Laughing Laughing Laughing


    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Nem vou responder.... não adianta mesmo....aí é 100% pissol




    Cada país vive a sua realidade própria, O Brasil não pode ser comparado com nenhum outro da América do Sul. Discordo da ideia de que com a esquerda seria muito pior, principalmente no enfrentamento da COVID-19.
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2012
    Reputação : 204
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por euvoltei Qua 18 Nov 2020, 2:17 pm

    ale1969 escreveu:
    euvoltei escreveu:
    Estou dizendo que com a esquerda seria muito pior...sem sombra de dúvidas, só olhar pra Argentina...

    É uma afirmação simples...




    grazi escreveu:Eu não gosto de partido nenhum, votei em Henrique Meirelles nas eleições passadas, só fico bestificada com servidor público fazer defesa de qualquer governo, seja qual for, ainda mais um que privilegia tanto militares em detrimento de civis, o senhor é militar? se não for ou for, saía deste ambiente de defesa da nossa categoria e vá fazer proselitismo pró governo em algum blog alinhado, tipo terça livre. Cansei e acho que a moderação deve agir. Ah, votei no atual presidente e meu voto ele não mais terá.

    euvoltei escreveu:


    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Nem vou responder.... não adianta mesmo....aí é 100% pissol




    Cada país vive a sua realidade própria, O Brasil não pode ser comparado com nenhum outro da América do Sul. Discordo da ideia de que com a esquerda seria muito pior, principalmente no enfrentamento da COVID-19.


    Cada país influencia muito os outros, principalmente os mais próximos...
    Na política do méxico e canadá os EUA sempre são tema...
    O Evo Morales antes de voltar pra Bolívia, deu um passeio na Argentina e foi ciceroneado pelo presidente da república de lá com direito a rega-bofes, discursos de despedidas,...
    A Colômbia discute constatemente a situação da Venezuela, há sempre troca de farpas....
    Inglaterra constatemente se vê envolvida com temas da Irlanda, ora ajudando ora atrapalhando....



    E afirmo sem medo de errar que com esquerda no presidência, esse ano teria sido muito pior....
    Basta olhar pra onde a esquerda tava mandando e desmandado.. Bahia, Piauí, Maranhão, Pernambuco.... e nesses estados não teve nada de execpcional no controle ao corona, pelo contrário, teve muito foi politicagem, medidas sem sentido, lockdown de final de semana que lotavam supermercados na sexta.......Teve consórcio Nordeste nas páginas policiais, teve os escandâlos da prefeitura de recife...... Não vi o Lula, nem Haddad, nem Dirceu chegarem juntos dos locais dominandos por eles com solução alguma...Ficaram com cara de paisagem fingindo que não era com eles...
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7828
    Reputação : 592
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Galizezin Qui 19 Nov 2020, 8:42 am

    concordo com a análise do vilazza, agora o eu voltei dizer que todo mundo sabia o que seria bolsonaro quando eleito, isso discordo. a verdade é que a mídia sabia das falcatruas dele, apenas escondeu porque estava num pacto diabólico para derrubar o pt, enrolado em si mesmo.

    isso tudo me rendeu alguns aprendizados:
    para ocupar a vaga de presidente é preciso ser uma pessoa equilibrada.
    jamais votar em alguém com traços extremistas.
    não existe "corpo incorrupto" na política.


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    Rengaw
    Rengaw
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 715
    Reputação : 44
    Data de inscrição : 26/08/2014

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Rengaw Qui 19 Nov 2020, 9:15 am

    Galizezin escreveu:concordo com a análise do vilazza, agora o eu voltei dizer que todo mundo sabia o que seria bolsonaro quando eleito, isso discordo. a verdade é que a mídia sabia das falcatruas dele, apenas escondeu porque estava num pacto diabólico para derrubar o pt, enrolado em si mesmo.

    isso tudo me rendeu alguns aprendizados:
    para ocupar a vaga de presidente é preciso ser uma pessoa equilibrada.
    jamais votar em alguém com traços extremistas.
    não existe "corpo incorrupto" na política.



    DILMA




    Vocês são uma piada Laughing Laughing Laughing
    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Qui 19 Nov 2020, 10:58 am

    euvoltei escreveu:
    ale1969 escreveu:
    euvoltei escreveu:
    Estou dizendo que com a esquerda seria muito pior...sem sombra de dúvidas, só olhar pra Argentina...

    É uma afirmação simples...




    grazi escreveu:Eu não gosto de partido nenhum, votei em Henrique Meirelles nas eleições passadas, só fico bestificada com servidor público fazer defesa de qualquer governo, seja qual for, ainda mais um que privilegia tanto militares em detrimento de civis, o senhor é militar? se não for ou for, saía deste ambiente de defesa da nossa categoria e vá fazer proselitismo pró governo em algum blog alinhado, tipo terça livre. Cansei e acho que a moderação deve agir. Ah, votei no atual presidente e meu voto ele não mais terá.






    Cada país vive a sua realidade própria, O Brasil não pode ser comparado com nenhum outro da América do Sul. Discordo da ideia de que com a esquerda seria muito pior, principalmente no enfrentamento da COVID-19.


    Cada país influencia muito os outros, principalmente os mais próximos...
    Na política do méxico e canadá os EUA sempre são tema...
    O Evo Morales antes de voltar pra Bolívia, deu um passeio na Argentina e foi ciceroneado pelo presidente da república de lá com direito a rega-bofes, discursos de despedidas,...
    A Colômbia discute constatemente a situação da Venezuela, há sempre troca de farpas....
    Inglaterra constatemente se vê envolvida com temas da Irlanda, ora ajudando ora atrapalhando....



    E afirmo sem medo de errar que com esquerda no presidência, esse ano teria sido muito pior....
    Basta olhar pra onde a esquerda tava mandando e desmandado.. Bahia, Piauí, Maranhão, Pernambuco.... e nesses estados não teve nada de execpcional no controle ao corona, pelo contrário, teve muito foi politicagem, medidas sem sentido, lockdown de final de semana que lotavam supermercados na sexta.......Teve consórcio Nordeste nas páginas policiais, teve os escandâlos da prefeitura de recife...... Não vi o Lula, nem Haddad, nem Dirceu chegarem juntos dos locais dominandos por eles com solução alguma...Ficaram com cara de paisagem fingindo que não era com eles...


    APONTE OS PAÍSES "DE ESQUERDA" QUE TENHA MAIS MORTOS POR COVID-19 PROPORCIONALMENTE QUE O BRASIL. Rio e SP foram mais afetados pela baixa adesão ao isolamento. Não lute contra a ciência, nem construa narrativas tortas para tentar defender suas teses. Os citados não governam, os responsáveis que têm obrigação de agir.
    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Qui 19 Nov 2020, 11:07 am

    Galizezin escreveu:concordo com a análise do vilazza, agora o eu voltei dizer que todo mundo sabia o que seria bolsonaro quando eleito, isso discordo. a verdade é que a mídia sabia das falcatruas dele, apenas escondeu porque estava num pacto diabólico para derrubar o pt, enrolado em si mesmo.

    isso tudo me rendeu alguns aprendizados:
    para ocupar a vaga de presidente é preciso ser uma pessoa equilibrada.
    jamais votar em alguém com traços extremistas.
    não existe "corpo incorrupto" na política.



    Não escondeu, houve grande debate sobre as atitudes antidemocráticas do Bolsonaro. Várias campanhas foram lançadas(ELE NÃO, Mulheres contra Bolsonaro etc). Pessoas "esclarecidas" que votaram no "coiso", fizeram por ódio e não por ignorância. Sei que é muito difícil aceitar o erro político, mas democracia e eleição são processos de construção e evolução permanentes. A corrupção se combate com o fortalecimento das instituições democráticas da sociedade civil e governamental, evoluímos muito, mesmo quando erramos na escolha. Lamento muito pelo Brasil.
    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Qui 19 Nov 2020, 11:10 am

    Rengaw escreveu:
    Galizezin escreveu:concordo com a análise do vilazza, agora o eu voltei dizer que todo mundo sabia o que seria bolsonaro quando eleito, isso discordo. a verdade é que a mídia sabia das falcatruas dele, apenas escondeu porque estava num pacto diabólico para derrubar o pt, enrolado em si mesmo.

    isso tudo me rendeu alguns aprendizados:
    para ocupar a vaga de presidente é preciso ser uma pessoa equilibrada.
    jamais votar em alguém com traços extremistas.
    não existe "corpo incorrupto" na política.



    DILMA




    Vocês são uma piada Laughing Laughing Laughing


    Dilma foi injustiçada. Ficará para a história como retirada do poder sem cometer crime de responsabilidade. Errou muito, mas não cometeu crime. Fato histórico verificável.
    Rengaw
    Rengaw
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 715
    Reputação : 44
    Data de inscrição : 26/08/2014

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Rengaw Qui 19 Nov 2020, 11:14 am

    ale1969 escreveu:
    Rengaw escreveu:
    Galizezin escreveu:concordo com a análise do vilazza, agora o eu voltei dizer que todo mundo sabia o que seria bolsonaro quando eleito, isso discordo. a verdade é que a mídia sabia das falcatruas dele, apenas escondeu porque estava num pacto diabólico para derrubar o pt, enrolado em si mesmo.

    isso tudo me rendeu alguns aprendizados:
    para ocupar a vaga de presidente é preciso ser uma pessoa equilibrada.
    jamais votar em alguém com traços extremistas.
    não existe "corpo incorrupto" na política.



    DILMA




    Vocês são uma piada Laughing Laughing Laughing




    Dilma foi injustiçada. Ficará para a história como retirada do poder sem cometer crime de responsabilidade. Errou muito, mas não cometeu crime. Fato histórico verificável.


    Saudemos a mandioca
    :trollface: :trollface: :trollface: :trollface:
    ale1969
    ale1969
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1555
    Reputação : 169
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por ale1969 Qui 19 Nov 2020, 11:29 am

    Rengaw escreveu:
    ale1969 escreveu:
    Rengaw escreveu:
    Galizezin escreveu:concordo com a análise do vilazza, agora o eu voltei dizer que todo mundo sabia o que seria bolsonaro quando eleito, isso discordo. a verdade é que a mídia sabia das falcatruas dele, apenas escondeu porque estava num pacto diabólico para derrubar o pt, enrolado em si mesmo.

    isso tudo me rendeu alguns aprendizados:
    para ocupar a vaga de presidente é preciso ser uma pessoa equilibrada.
    jamais votar em alguém com traços extremistas.
    não existe "corpo incorrupto" na política.



    DILMA




    Vocês são uma piada Laughing Laughing Laughing




    Dilma foi injustiçada. Ficará para a história como retirada do poder sem cometer crime de responsabilidade. Errou muito, mas não cometeu crime. Fato histórico verificável.


    Saudemos a mandioca
    :trollface: :trollface: :trollface: :trollface:


    Melhor saudarmos a cloroquina...
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2012
    Reputação : 204
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por euvoltei Qui 19 Nov 2020, 12:35 pm

    ale1969 escreveu:
    APONTE OS PAÍSES "DE ESQUERDA" QUE TENHA MAIS MORTOS POR COVID-19 PROPORCIONALMENTE  QUE O BRASIL. Rio e SP foram mais afetados pela baixa adesão ao isolamento. Não lute contra a ciência, nem construa narrativas tortas para tentar defender suas teses. Os citados não governam, os responsáveis que têm obrigação de agir.  


    Isolamento de meses(ou mesmo semanas) numa favela do RJ ou SP???? E o "di cumê" quem vai dar pra essa galera???

    precisa de "narrativa" pra entender a viabilidade disso??







    anuvenzinha
    anuvenzinha
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1444
    Reputação : 214
    Data de inscrição : 19/12/2014

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por anuvenzinha Qui 19 Nov 2020, 1:25 pm

    Fato: participar do governo atual ou passado não se faz necessária filiação partidária(Moro) inclusive militar.  Logo, pessoas "coladas" no governo tanto de "direita" recheado de pessoas nomeadas anteriormente pela esquerda de currículo "imexível" e tanto os atores da esquerda e suas ideologias abjetas tentarão defender o seu nicho a qualquer preço pra se manter no sistema ou retornar qdo não há princípio mesmo vendo os erros graves relacionados a corrupção de ambos.  Ali Babá rouba ou Ali Babá não rouba mas contrata 40 ladrões.  Crimes de responsabilidade da Dilma q qualquer servidor q têm um mínimo de distanciamento do sistema sabe q ambos cometeram ou estão prestes a cometer como é o caso do orçamento, teto de gastos, aos quais:
    II - O livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário e dos poderes constitucionais dos Estados;
    V - A probidade na administração;
    VI - A lei orçamentária;
    VII - A guarda e o legal emprego dos dinheiros públicos;
    VIII - O cumprimento das decisões judiciárias (Constituição, artigo 89).

    Além de promover uma verdadeira feira de cargos p/ não passar nosso PL a dilmanta na seara criminal foi pega obstruindo a ação da justiça flagrada em interceptação telefônica, autorizada pelo juiz Sérgio Moro, numa conversa com o ex-presidente Lula para combinar os detalhes de sua nomeação para a Casa Civil. E o embusteiro não está enquadrado ao fazer lobby  pra barrar a Lava Jato retirando a equipe, delegado, etc.,  também?

    Abuso de poder político e econômico, por se valer do cargo para influenciar o eleitor e utilizar de estruturas do governo, como recursos desviados da Petrobras,  para vencer a eleição e fora a compra da refinaria de Pasadena-improbidade . E o embusteiro não está enquadrado, também, por tentar desviar recursos da saúde(Covid) ao invés do Fundo Eleitoral q fez questão q o AGU se pronunciasse contrário neste p/ fazer um programa curral e ajudá-lo a ter candidatos vencedores nesta e na de 2022 e o estoque de cloroquina?

    Falsidade Ideológica: a dilmanta escondendo o rombo nas contas inclusive no q se refere a cta de luz no último programa  e o atual q execrou a reforma da previdência do Temer, q sairia do Acordo Climático, embaixada, desmonte da Força Tarefa, Moro ministro do STF, etc., tabela IR, nem pensar aumento p/ 14 % de alíquota INSS no caso a minha 19%?

    No mais, tais defesas não se restringe somente ao fato de terem políticos de estimação....
    avatar
    jornalista
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1572
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por jornalista Qui 19 Nov 2020, 1:36 pm

    euvoltei escreveu:
    ale1969 escreveu:
    APONTE OS PAÍSES "DE ESQUERDA" QUE TENHA MAIS MORTOS POR COVID-19 PROPORCIONALMENTE  QUE O BRASIL. Rio e SP foram mais afetados pela baixa adesão ao isolamento. Não lute contra a ciência, nem construa narrativas tortas para tentar defender suas teses. Os citados não governam, os responsáveis que têm obrigação de agir.  


    Isolamento de meses(ou mesmo semanas) numa favela do RJ ou SP???? E o "di cumê" quem vai dar pra essa galera???

    precisa de "narrativa" pra entender a viabilidade disso??








    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Conteúdo patrocinado

    Assuntos gerais: economia & política - Página 9 Empty Re: Assuntos gerais: economia & política

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom 28 Nov 2021, 12:57 am