PCS JÁ

PCS JÁ



    Novo PCS

    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2634
    Reputação : 492
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por androsvilazza Ter 08 Jun 2021, 2:05 pm

    Galizezin escreveu:não consigo entender a dificuldade caso o pcs da fábula vá adiante. quem se aposentou no final da carreira será posicionado no final da nova carreira, simples assim.

    Qualquer lei que mexa com a quantidade de níveis deverá estipular a política de reenquadramento (que deve ser uniforme para ativos e inativos). Duvido muito que posicionem os inativos C13 no último nível da nova tabela, porque para isso também teriam de reenquadrar todos os ativos C13 no mesmo nível (último nível da nova tabela).

    Uma solução intermediária seria estender a carreira mais para baixo que para cima, o que abriria uma margem maior nos orçamentos futuros, que poderia ser utilizada para cobrir, em parte, a ascensão funcional dos ativos. É bom lembrar que essa margem adicional (criada pela implementação de níveis inferiores na tabela) só teria efeito após a substituição (por exoneração ou aposentadoria) de servidores "velhos" por "novos" (o que não ocorre da noite para o dia).
    De outro lado, eventual margem orçamentária de curto prazo (se é que vão conseguir levantar alguma) seria utilizada para reajustar também os níveis atualmente existentes, o que impactaria também os aposentados. Ou seja, reajustar a tabela atual (contemplando ativos e aposentados) E criar novos níveis na tabela (atendendo apenas os ativos).

    Sendo pragmático: Nesse cenário de aperto fiscal, qualquer reajuste minimamente decente para os ativos envolveria, em algum grau, o ônus de "rifar" os aposentados (parcial ou completamente). Esse é um fato, a meu ver, indiscutível. Com relação a esse fato, cada um pode ter sua própria opinião (sobre ser ou não justo). Considero que há argumentos fortes para se defender qualquer posição.

    tre-rj
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1490
    Reputação : 108
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj Ter 08 Jun 2021, 2:07 pm

    É só comparar o salário do aposentado com a do ativo: na maioria das vezes é maior o salário do inativo e, como bem falou um colega em post acima, com contribuições menores.
    Qual o sentido de um Analista/Técnico aposentado ganhar mais do que um analista/Técnico na Ativa?

    Então eu defendo aumento maior para o servidor ativo que ganhe menos do que um servidor inativo.

    Imagine esta situação hipotética: O Analista ativo ganha de salário, sem função R$ 19.000 e com o reajuste passe a ganhar R$23.000.

    Aquele Analista aposentado que ganhe acima disso permanece com o salário congelado. Já outro analista aposentado que ganhe R$21.000, não vai ter o salário congelado, passará a ganhar os mesmos R$23.000 do servidor da ativa.

    Esta é a verdadeira paridade. De outro modo, como justificar um Analista ganhar mais do que outro.

    E aqui não cabe em se falar em farinha pouca meu pirão primeiro e sim: farinha pouco, todo mundo com a mesma quantidade.

    anuvenzinha escreveu:Interessante o pensamento de colegas q nem o governo anterior alimentava ditaduras de esquerda e o atual pró nicho da milicada em detrimento dos servidores públicos em geral. Aqueles afundando os fundos de pensão q já neste governo, diga-se a verdade, não é alvo da bandidagem: alguém pensou nos aposentados q ficariam com remuneração congelada aeternum?!  Farinha pouca meu pirão primeiro...
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7677
    Reputação : 564
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin Ter 08 Jun 2021, 2:31 pm

    androsvilazza escreveu:
    Galizezin escreveu:não consigo entender a dificuldade caso o pcs da fábula vá adiante. quem se aposentou no final da carreira será posicionado no final da nova carreira, simples assim.

    Qualquer lei que mexa com a quantidade de níveis deverá estipular a política de reenquadramento (que deve ser uniforme para ativos e inativos). Duvido muito que posicionem os inativos C13 no último nível da nova tabela, porque para isso também teriam de reenquadrar todos os ativos C13 no mesmo nível (último nível da nova tabela).

    Uma solução intermediária seria estender a carreira mais para baixo que para cima, o que abriria uma margem maior nos orçamentos futuros, que poderia ser utilizada para cobrir, em parte, a ascensão funcional dos ativos. É bom lembrar que essa margem adicional (criada pela implementação de níveis inferiores na tabela) só teria efeito após a substituição (por exoneração ou aposentadoria) de servidores "velhos" por "novos" (o que não ocorre da noite para o dia).
    De outro lado, eventual margem orçamentária de curto prazo (se é que vão conseguir levantar alguma) seria utilizada para reajustar também os níveis atualmente existentes, o que impactaria também os aposentados. Ou seja, reajustar a tabela atual (contemplando ativos e aposentados) E criar novos níveis na tabela (atendendo apenas os ativos).

    Sendo pragmático: Nesse cenário de aperto fiscal, qualquer reajuste minimamente decente para os ativos envolveria, em algum grau, o ônus de "rifar" os aposentados (parcial ou completamente). Esse é um fato, a meu ver, indiscutível. Com relação a esse fato, cada um pode ter sua própria opinião (sobre ser ou não justo). Considero que há argumentos fortes para se defender qualquer posição.


    continuo não vendo dificuldade alguma. basta verificar se a nova lei prevê 25 níveis, caso o servidor tenha 24 anos de serviço estará no final da carreira.


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2634
    Reputação : 492
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por androsvilazza Ter 08 Jun 2021, 2:33 pm

    tre-rj escreveu:É só comparar o salário do aposentado com a do ativo: na maioria das vezes é maior o salário do inativo e, como bem falou um colega em post acima, com contribuições menores.
    Qual o sentido de um Analista/Técnico aposentado ganhar mais do que um analista/Técnico na Ativa?

    Então eu defendo aumento maior para o servidor ativo que ganhe menos do que um servidor inativo.

    Imagine esta situação hipotética: O Analista ativo ganha de salário, sem função R$ 19.000 e com o reajuste passe a ganhar R$23.000.

    Aquele Analista aposentado que ganhe acima disso permanece com o salário congelado. Já outro analista aposentado que ganhe R$21.000, não vai ter o salário congelado, passará a ganhar os mesmos R$23.000 do servidor da ativa.

    Esta é a verdadeira paridade. De outro modo, como justificar um Analista ganhar mais do que outro.

    E aqui não cabe em se falar em farinha pouca meu pirão primeiro e sim: farinha pouco, todo mundo com a mesma quantidade.

    anuvenzinha escreveu:Interessante o pensamento de colegas q nem o governo anterior alimentava ditaduras de esquerda e o atual pró nicho da milicada em detrimento dos servidores públicos em geral. Aqueles afundando os fundos de pensão q já neste governo, diga-se a verdade, não é alvo da bandidagem: alguém pensou nos aposentados q ficariam com remuneração congelada aeternum?!  Farinha pouca meu pirão primeiro...

    Seria uma solução "justa" (com aspas, porque o senso de justiça depende muito do viés adotado). Juridicamente, é muito complexo, porque envolveria congelar (e extinguir) determinadas verbas a que alguns servidores (especialmente os inativos, mas também alguns ativos mais antigos) têm direito, enquanto outros, não.

    Já levantei uma solução pra essa hipótese aqui, há bastante tempo: em vez de se reformar/alterar a lei atualmente vigente (lei 11416), extingue-se esta lei, criando-se uma lei completamente nova, em que o direito a tais verbas inexista/seja vedado (pode ser subsídio, ou uma estrutura parecida com a atual, de VB + gratificações, mas vedando explicitamente o recebimento de quaisquer verbas que não estejam previstas na referida lei). Na própria lei viria a previsão de que, em respeito à irredutibilidade de vencimentos, quaisquer parcelas remuneratórias atualmente percebidas serão transformadas em VPNI, cujo valor será gradualmente absorvido por reajustes futuros.

    No entanto, não sei se há interesse político na implementação desta medida. A verdade é que (corretamente, diga-se de passagem) cada pessoa tende a defender algo que lhe favoreça (ou, no mínimo, não prejudique):

    - servidores que não têm direito à paridade tendem a defender reajustes superiores para os ativos. É "justo" porque dependem de remunerações maiores na ativa para alcançar benefícios equivalentes às pensões dos atuais aposentados (seja pela média de remunerações - integralidade, seja pela necessidade de acúmulo de saldo em previdência complementar);

    - servidores que têm direito à paridade tendem a ser contrários à ideia de se "rifar" os aposentados. Isto porque têm receio (justificável) de que sejam também rifados quando forem os inativos da vez.

    É um paradoxo interessante: a criação de uma carreira sem direitos (ou "privilégios") que diferenciem ativos e inativos teria o potencial de eliminar o risco de reajustes diferenciados para os ativos, em detrimento dos inativos. Ao mesmo tempo, quem mais oferece resistência a essa ideia (de uma carreira "única") é justamente quem mais corre o risco de ser rifado em reajustes futuros.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7677
    Reputação : 564
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin Ter 08 Jun 2021, 2:39 pm

    farinha pouca meu pirão primeiro vale até mesmo entre servidores, quem diria...


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    tre-rj
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1490
    Reputação : 108
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj Ter 08 Jun 2021, 2:44 pm

    Eu acho que é um critério bem objetivo já que se fala tanto em paridade. O que não pode é alguém usar falsamente o argumento da paridade sendo que ganha mais dos que os outros.


    androsvilazza escreveu:
    tre-rj escreveu:É só comparar o salário do aposentado com a do ativo: na maioria das vezes é maior o salário do inativo e, como bem falou um colega em post acima, com contribuições menores.
    Qual o sentido de um Analista/Técnico aposentado ganhar mais do que um analista/Técnico na Ativa?

    Então eu defendo aumento maior para o servidor ativo que ganhe menos do que um servidor inativo.

    Imagine esta situação hipotética: O Analista ativo ganha de salário, sem função R$ 19.000 e com o reajuste passe a ganhar R$23.000.

    Aquele Analista aposentado que ganhe acima disso permanece com o salário congelado. Já outro analista aposentado que ganhe R$21.000, não vai ter o salário congelado, passará a ganhar os mesmos R$23.000 do servidor da ativa.

    Esta é a verdadeira paridade. De outro modo, como justificar um Analista ganhar mais do que outro.

    E aqui não cabe em se falar em farinha pouca meu pirão primeiro e sim: farinha pouco, todo mundo com a mesma quantidade.

    anuvenzinha escreveu:Interessante o pensamento de colegas q nem o governo anterior alimentava ditaduras de esquerda e o atual pró nicho da milicada em detrimento dos servidores públicos em geral. Aqueles afundando os fundos de pensão q já neste governo, diga-se a verdade, não é alvo da bandidagem: alguém pensou nos aposentados q ficariam com remuneração congelada aeternum?!  Farinha pouca meu pirão primeiro...

    Seria uma solução "justa" (com aspas, porque o senso de justiça depende muito do viés adotado). Juridicamente, é muito complexo, porque envolveria congelar (e extinguir) determinadas verbas a que alguns servidores (especialmente os inativos, mas também alguns ativos mais antigos) têm direito, enquanto outros, não.

    Já levantei uma solução pra essa hipótese aqui, há bastante tempo: em vez de se reformar/alterar a lei atualmente vigente (lei 11416), extingue-se esta lei, criando-se uma lei completamente nova, em que o direito a tais verbas inexista/seja vedado (pode ser subsídio, ou uma estrutura parecida com a atual, de VB + gratificações, mas vedando explicitamente o recebimento de quaisquer verbas que não estejam previstas na referida lei). Na própria lei viria a previsão de que, em respeito à irredutibilidade de vencimentos, quaisquer parcelas remuneratórias atualmente percebidas serão transformadas em VPNI, cujo valor será gradualmente absorvido por reajustes futuros.

    No entanto, não sei se há interesse político na implementação desta medida. A verdade é que (corretamente, diga-se de passagem) cada pessoa tende a defender algo que lhe favoreça (ou, no mínimo, não prejudique):

    - servidores que não têm direito à paridade tendem a defender reajustes superiores para os ativos. É "justo" porque dependem de remunerações maiores na ativa para alcançar benefícios equivalentes às pensões dos atuais aposentados (seja pela média de remunerações - integralidade, seja pela necessidade de acúmulo de saldo em previdência complementar);

    - servidores que têm direito à paridade tendem a ser contrários à ideia de se "rifar" os aposentados. Isto porque têm receio (justificável) de que sejam também rifados quando forem os inativos da vez.

    É um paradoxo interessante: a criação de uma carreira sem direitos (ou "privilégios") que diferenciem ativos e inativos teria o potencial de eliminar o risco de reajustes diferenciados para os ativos, em detrimento dos inativos. Ao mesmo tempo, quem mais oferece resistência a essa ideia (de uma carreira "única") é justamente quem mais corre o risco de ser rifado em reajustes futuros.
    tre-rj
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1490
    Reputação : 108
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj Ter 08 Jun 2021, 2:46 pm

    É justo um técnico C13 ganhar R$20.000 e outro R$12.000? Se vc achar justo me explique aqui e não acharei falso o argumento de farinha pouca meu pirão primeiro.
    E antes que esqueça, isto não é hipótese, conheço caso real. Gente que entrou pela janela e não tem nem primeiro grau, no tempo em que se amarrava cachorro com linguiça. Gente que quando se aposentou queria receber o FGTS, pra ver o nível...


    Galizezin escreveu:farinha pouca meu pirão primeiro vale até mesmo entre servidores, quem diria...
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2634
    Reputação : 492
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por androsvilazza Ter 08 Jun 2021, 2:51 pm

    Galizezin escreveu:
    androsvilazza escreveu:
    Galizezin escreveu:não consigo entender a dificuldade caso o pcs da fábula vá adiante. quem se aposentou no final da carreira será posicionado no final da nova carreira, simples assim.

    Qualquer lei que mexa com a quantidade de níveis deverá estipular a política de reenquadramento (que deve ser uniforme para ativos e inativos). Duvido muito que posicionem os inativos C13 no último nível da nova tabela, porque para isso também teriam de reenquadrar todos os ativos C13 no mesmo nível (último nível da nova tabela).

    Uma solução intermediária seria estender a carreira mais para baixo que para cima, o que abriria uma margem maior nos orçamentos futuros, que poderia ser utilizada para cobrir, em parte, a ascensão funcional dos ativos. É bom lembrar que essa margem adicional (criada pela implementação de níveis inferiores na tabela) só teria efeito após a substituição (por exoneração ou aposentadoria) de servidores "velhos" por "novos" (o que não ocorre da noite para o dia).
    De outro lado, eventual margem orçamentária de curto prazo (se é que vão conseguir levantar alguma) seria utilizada para reajustar também os níveis atualmente existentes, o que impactaria também os aposentados. Ou seja, reajustar a tabela atual (contemplando ativos e aposentados) E criar novos níveis na tabela (atendendo apenas os ativos).

    Sendo pragmático: Nesse cenário de aperto fiscal, qualquer reajuste minimamente decente para os ativos envolveria, em algum grau, o ônus de "rifar" os aposentados (parcial ou completamente). Esse é um fato, a meu ver, indiscutível. Com relação a esse fato, cada um pode ter sua própria opinião (sobre ser ou não justo). Considero que há argumentos fortes para se defender qualquer posição.


    continuo não vendo dificuldade alguma. basta verificar se a nova lei prevê 25 níveis, caso o servidor tenha 24 anos de serviço estará no final da carreira.

    Sim, dificuldade "técnica", por assim dizer, não existe. Bastaria haver a previsão em lei.

    A dificuldade é de natureza orçamentária e política. Se criassem uma carreira com 25 níveis e permitissem o reenquadramento mais favorável, boa parte do orçamento destinado ao reajuste iria para os servidores em final de carreira e inativos (que ficariam super satisfeitos, obviamente). Por lógica, essa medida sacrificaria bastante o "potencial" de reajuste para os demais servidores, que ainda não chegaram ao final da carreira.

    Em outras palavras, uma tabela com reenquadramento "bondoso" tende a ser muito pior que uma tabela com reenquadramento mais rígido. Sem contar que se desperdiça uma das vantagens da criação de níveis no topo da carreira, que é a de manter a possibilidade de progressão para servidores antigos, o que os manteria estimulados. É parte da psicologia de carreiras: é melhor dar reajustes mínimos a cada ano, que um único reajuste gigantesco em parcela única.

    É interessante estudar as reformulações efetuadas em carreiras estaduais e municipais, porque dão um insight do que pode eventualmente ser implementado nas nossas próprias carreiras. Já vi muitas reestruturações em que foram criadas novas tabelas, com mais níveis que as anteriores, e consequente reenquadramento de ativos e inativos. Nunca vi um caso de reenquadramento "bondoso" (pelo menos, não nos planos mais recentes, após a Lei de Responsabilidade Fiscal, que impôs limites para o gasto com pessoal). Na prática, em todos os casos, o reenquadramento é desfavorável: um servidor de nível 13 vai para o nível 13 da nova carreira (independentemente de ser ativo ou aposentado), e a partir daí progride na tabela nova, caso seja ativo. Os inativos permanecem naquele nível, sem possibilidade de progressão.

    Isto acontece porque, via de regra, uma reestruturação de carreira visa corrigir distorções e, eventualmente, abrir espaço orçamentário para reajustes e/ou contratações. Não faz sentido (exceto em cenários improváveis de "festa orçamentária") uma reestruturação que tenha por objetivo aumentar o "fosso" salarial entre inativos e ativos, e entre servidores antigos e novos.

    Em todos os casos de reestruturação com alongamento de carreiras, há judicialização pedindo reenquadramento, e todas as decisões são no mesmo sentido: "não existe ofensa ao direito adquirido ou ao princípio da isonomia entre ativos e inativos no enquadramento de servidor em posição não compatível com o regime anterior, desde que mantida a irredutibilidade de vencimentos". É o velho "não existe direito adquirido a situação jurídica".
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1909
    Reputação : 188
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por euvoltei Ter 08 Jun 2021, 5:21 pm

    tre-rj escreveu:É justo um técnico C13 ganhar R$20.000 e outro R$12.000? Se vc achar justo me explique aqui e não acharei falso o argumento de farinha pouca meu pirão primeiro.
    E antes que esqueça, isto não é hipótese, conheço caso real. Gente que entrou pela janela e não tem nem primeiro grau, no tempo em que se amarrava cachorro com linguiça. Gente que quando se aposentou queria receber o FGTS, pra ver o  nível...


    Galizezin escreveu:farinha pouca meu pirão primeiro vale até mesmo entre servidores, quem diria...

    É justo o servidor ter a regra previamente pactuada sendo respeitada.... o resto é tudo mutável.....

    Isso é até biblico...Parábola dos Trabalhadores na Vinha, Mateus 20.....






    tre-rj
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1490
    Reputação : 108
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj Ter 08 Jun 2021, 6:15 pm

    Qual é a regra previamente pactuada? sou mais analista ou mais técnico que este novato? tenho direito adquirido a ganhar mais que os que entraram depois?

    euvoltei escreveu:
    tre-rj escreveu:É justo um técnico C13 ganhar R$20.000 e outro R$12.000? Se vc achar justo me explique aqui e não acharei falso o argumento de farinha pouca meu pirão primeiro.
    E antes que esqueça, isto não é hipótese, conheço caso real. Gente que entrou pela janela e não tem nem primeiro grau, no tempo em que se amarrava cachorro com linguiça. Gente que quando se aposentou queria receber o FGTS, pra ver o  nível...


    Galizezin escreveu:farinha pouca meu pirão primeiro vale até mesmo entre servidores, quem diria...

    É justo o servidor ter a regra previamente pactuada sendo respeitada.... o resto é tudo mutável.....

    Isso é até biblico...Parábola dos Trabalhadores na Vinha,  Mateus 20.....






    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3303
    Reputação : 428
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por josebarbos Ter 08 Jun 2021, 7:44 pm

    Uma das poucas coisas justificáveis para o adicional de qualificação - treinamento, é sua "volatilidade", na medida em que não se incorpora à remuneração, e aí seria em boa medida pensar nesta rubrica, acompanhada de alguma exigência mais paupável que a simples conclusão.
    Exemplo: você faz um curso de fiscalização de contratos: se você tem apenas benefício "potencial", menor retribuição de gratificação, se é fiscal de um contrato, um percentual maior, de vários contratos, um teto. De certa forma, seria a mesma forma que uma FC, com outra denominação.
    Eu vejo que as regras do funcionalismo público inexoravelmente passarão por uma grande reformulação, pela simples impossibilidade financeira de manutenção do cenário atual.

    E é preciso deixar bem claro como as regras do jogo funcionam. Se o inativo ganha mais porque tem anuênio/quinquênio/quintos, uma verdadeira paridade passa por que aqueles que não os tenham sejam contemplados com algum outro mecanismo financeiro que compense isto.
    desavisado
    desavisado
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 109
    Reputação : 22
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por desavisado Ter 08 Jun 2021, 9:37 pm

    O "farinha pouca, meu pirão primeiro" já está clichê. Precisamos de argumentos para o debate.

    Agora, sobre a questão da distinção entre reajustes para ativos e inativos, gostaria de lembrar que foram os inativos que boicotaram o subsídio/GD oferecido tempo atrás. Se haverá consequência para os aposentados, com reajustes inferiores, foi essa a opção da "categoria", não foi? Ou só vale o posicionamento quando é benéfico?

    Eu não teria problema em defender reajustes iguais. Só gostaria de receber quintos (100 mil está bom - pouco perto do que muitos já receberam) e me aposentar com o salário do último nível. Mas pelas minhas contas será 80% da média, ou seja, uns 60% da última remuneração.

    O coitadismo não combina com aposentadorias mínimas de 11,5 mil e que facilmente passam dos 20 mil. Como disse, a recomposição é justa e devida a todos. Mas não pode impedir mudanças na carreira que valorizem os ativos.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7677
    Reputação : 564
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin Ter 08 Jun 2021, 10:09 pm

    tre-rj escreveu:É justo um técnico C13 ganhar R$20.000 e outro R$12.000? Se vc achar justo me explique aqui e não acharei falso o argumento de farinha pouca meu pirão primeiro.
    E antes que esqueça, isto não é hipótese, conheço caso real. Gente que entrou pela janela e não tem nem primeiro grau, no tempo em que se amarrava cachorro com linguiça. Gente que quando se aposentou queria receber o FGTS, pra ver o  nível...


    Galizezin escreveu:farinha pouca meu pirão primeiro vale até mesmo entre servidores, quem diria...

    essa é a tua ótica, de olhar sempre para frente, desrespeitando o passado, como se quem se aposentou não tivesse dado o sangue pelas instituições. eu não possuo nenhuma incorporação, mas sou do tempo que concurso convocava a conta gotas, e o trabalho era dobrado, pouco informatizado, além do salário, de coitado. sim, farinha pouca meu pirão primeiro continua ressoando.


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7677
    Reputação : 564
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin Ter 08 Jun 2021, 10:27 pm

    androsvilazza escreveu:
    Galizezin escreveu:
    androsvilazza escreveu:
    Galizezin escreveu:não consigo entender a dificuldade caso o pcs da fábula vá adiante. quem se aposentou no final da carreira será posicionado no final da nova carreira, simples assim.

    Qualquer lei que mexa com a quantidade de níveis deverá estipular a política de reenquadramento (que deve ser uniforme para ativos e inativos). Duvido muito que posicionem os inativos C13 no último nível da nova tabela, porque para isso também teriam de reenquadrar todos os ativos C13 no mesmo nível (último nível da nova tabela).

    Uma solução intermediária seria estender a carreira mais para baixo que para cima, o que abriria uma margem maior nos orçamentos futuros, que poderia ser utilizada para cobrir, em parte, a ascensão funcional dos ativos. É bom lembrar que essa margem adicional (criada pela implementação de níveis inferiores na tabela) só teria efeito após a substituição (por exoneração ou aposentadoria) de servidores "velhos" por "novos" (o que não ocorre da noite para o dia).
    De outro lado, eventual margem orçamentária de curto prazo (se é que vão conseguir levantar alguma) seria utilizada para reajustar também os níveis atualmente existentes, o que impactaria também os aposentados. Ou seja, reajustar a tabela atual (contemplando ativos e aposentados) E criar novos níveis na tabela (atendendo apenas os ativos).

    Sendo pragmático: Nesse cenário de aperto fiscal, qualquer reajuste minimamente decente para os ativos envolveria, em algum grau, o ônus de "rifar" os aposentados (parcial ou completamente). Esse é um fato, a meu ver, indiscutível. Com relação a esse fato, cada um pode ter sua própria opinião (sobre ser ou não justo). Considero que há argumentos fortes para se defender qualquer posição.


    continuo não vendo dificuldade alguma. basta verificar se a nova lei prevê 25 níveis, caso o servidor tenha 24 anos de serviço estará no final da carreira.

    Sim, dificuldade "técnica", por assim dizer, não existe. Bastaria haver a previsão em lei.

    A dificuldade é de natureza orçamentária e política. Se criassem uma carreira com 25 níveis e permitissem o reenquadramento mais favorável, boa parte do orçamento destinado ao reajuste iria para os servidores em final de carreira e inativos (que ficariam super satisfeitos, obviamente). Por lógica, essa medida sacrificaria bastante o "potencial" de reajuste para os demais servidores, que ainda não chegaram ao final da carreira.

    Em outras palavras, uma tabela com reenquadramento "bondoso" tende a ser muito pior que uma tabela com reenquadramento mais rígido. Sem contar que se desperdiça uma das vantagens da criação de níveis no topo da carreira, que é a de manter a possibilidade de progressão para servidores antigos, o que os manteria estimulados. É parte da psicologia de carreiras: é melhor dar reajustes mínimos a cada ano, que um único reajuste gigantesco em parcela única.

    É interessante estudar as reformulações efetuadas em carreiras estaduais e municipais, porque dão um insight do que pode eventualmente ser implementado nas nossas próprias carreiras. Já vi muitas reestruturações em que foram criadas novas tabelas, com mais níveis que as anteriores, e consequente reenquadramento de ativos e inativos. Nunca vi um caso de reenquadramento "bondoso" (pelo menos, não nos planos mais recentes, após a Lei de Responsabilidade Fiscal, que impôs limites para o gasto com pessoal). Na prática, em todos os casos, o reenquadramento é desfavorável: um servidor de nível 13 vai para o nível 13 da nova carreira (independentemente de ser ativo ou aposentado), e a partir daí progride na tabela nova, caso seja ativo. Os inativos permanecem naquele nível, sem possibilidade de progressão.

    Isto acontece porque, via de regra, uma reestruturação de carreira visa corrigir distorções e, eventualmente, abrir espaço orçamentário para reajustes e/ou contratações. Não faz sentido (exceto em cenários improváveis de "festa orçamentária") uma reestruturação que tenha por objetivo aumentar o "fosso" salarial entre inativos e ativos, e entre servidores antigos e novos.

    Em todos os casos de reestruturação com alongamento de carreiras, há judicialização pedindo reenquadramento, e todas as decisões são no mesmo sentido: "não existe ofensa ao direito adquirido ou ao princípio da isonomia entre ativos e inativos no enquadramento de servidor em posição não compatível com o regime anterior, desde que mantida a irredutibilidade de vencimentos". É o velho "não existe direito adquirido a situação jurídica".

    é questão de ótica esse "prejuízo" ao pessoal que ainda não chegou ao final de carreira. isso porque já tivemos um pcs que achatou as carreiras, e o pessoal pé duro teve uma boa guinada salarial.


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    anuvenzinha
    anuvenzinha
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1405
    Reputação : 208
    Data de inscrição : 19/12/2014

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por anuvenzinha Qua 09 Jun 2021, 3:44 am

    Galizezin escreveu:farinha pouca meu pirão primeiro vale até mesmo entre servidores, quem diria...

    Pois é...! E é pífio, pra não falar outra palavrinha, o argumento de q é justo ou não um servidor ganhar mais do q outro. Se prevalecesse  tal "lógica", não bastassem querer igualar financeiramente o Analista ao Técnico, vejo q melhor seria acabar com os níveis, etc.  Coleguinhas novatos querendo empurrar os mais antigos p/ pior e acabar com o direito adquirido ao invés de melhorar todos...  Verdadeiramente, gostariam q os mais antigos perdessem a paridade diferentemente de lutarem p/ adquirí-la como conseguiram os policiais a partir desse embusteiro....  O clichê não é o mesmo e, sim, pra essa "catiguria" de servidores: farinha pouca pra todos até ganhar o q eu ganho em home office e dependendo...trabalhando mesmo só em período eleitoral - junta!
    desavisado
    desavisado
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 109
    Reputação : 22
    Data de inscrição : 29/07/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por desavisado Qua 09 Jun 2021, 8:20 am

    Os coleguinhas mais velhos boicotaram o reajuste e agora se acham injustiçados se o reajuste não for linear. Ora, se optaram por esse modelo remuneratório, que aguentem as consequências. Se alguém não tinha entendido pq uma meia dúzia de peixes grandes havia migrado para o funpresp, está aí a resposta.

    Para quem achar injusto, a solução é bem simples: fiquem na ativa até alcançarem os últimos níveis. Se vale para os novos, vale para os antigos. Mas os antigos querem paridade com aposentadoria de 55 anos e remuneração de ministro do STF. Afinal, é direito adquirido, e ai de quem disser o contrário.

    Ou quem sabe vamos todos lutar pela volta da paridade, dos anuênios, dos quintos e da licença prêmio. Parece que é só haver mobilização que todas as vantagens são destituídas. Parece que muitos ainda estão nos anos 80.

    anuvenzinha escreveu:
    Galizezin escreveu:farinha pouca meu pirão primeiro vale até mesmo entre servidores, quem diria...

    Pois é...! E é pífio, pra não falar outra palavrinha, o argumento de q é justo ou não um servidor ganhar mais do q outro. Se prevalecesse  tal "lógica", não bastassem querer igualar financeiramente o Analista ao Técnico, vejo q melhor seria acabar com os níveis, etc.  Coleguinhas novatos querendo empurrar os mais antigos p/ pior e acabar com o direito adquirido ao invés de melhorar todos...  Verdadeiramente, gostariam q os mais antigos perdessem a paridade diferentemente de lutarem p/ adquirí-la como conseguiram os policiais a partir desse embusteiro....  O clichê não é o mesmo e, sim, pra essa "catiguria" de servidores: farinha pouca pra todos até ganhar o q eu ganho em home office e dependendo...trabalhando mesmo só em período eleitoral - junta!
    tre-rj
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1490
    Reputação : 108
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj Qua 09 Jun 2021, 8:38 am

    Não estou desrespeitando ninguém que se aposentou, não estou querendo ganhar mais do que o aposentado, só igual, continuo com o desafio: me diga aqui qual o motivo de um aposentado ganhar mais?

    Outra: ele deu o sangue por quantos anos? 30/35 , eu já tenho encomendado pelo menos 42 anos de doação de sangue ao serviço público, se houver nova reforma, 47 anos.

    Galizezin escreveu:
    tre-rj escreveu:É justo um técnico C13 ganhar R$20.000 e outro R$12.000? Se vc achar justo me explique aqui e não acharei falso o argumento de farinha pouca meu pirão primeiro.
    E antes que esqueça, isto não é hipótese, conheço caso real. Gente que entrou pela janela e não tem nem primeiro grau, no tempo em que se amarrava cachorro com linguiça. Gente que quando se aposentou queria receber o FGTS, pra ver o  nível...


    Galizezin escreveu:farinha pouca meu pirão primeiro vale até mesmo entre servidores, quem diria...

    essa é a tua ótica, de olhar sempre para frente, desrespeitando o passado, como se quem se aposentou não tivesse dado o sangue pelas instituições. eu não possuo nenhuma incorporação, mas sou do tempo que concurso convocava a conta gotas, e o trabalho era dobrado, pouco informatizado, além do salário, de coitado. sim, farinha pouca meu pirão primeiro continua ressoando.
    tre-rj
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1490
    Reputação : 108
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj Qua 09 Jun 2021, 8:46 am

    Não estou falando que é justo um técnico ganhar igual um analista.
    Estou falando que é justo um analista aposentado não ganhar mais nem menos que um da ativa no mesmo nível.

    Vc falou que os novatos qurem empurrar os antigões para pior. Não querem os antigos na pior, querem a verdadeira PARIDADE que é medida com um critério objetivo de contracheque.
    Esta história de melhorar todos é lorota, sempre quando se fala em igualdade entre antigo e novatos os antigões esperneiam com o falso discurso da PARIDADE.

    ps: tenho já 32 anos de serviço público e não sou novato, só para situar.


    anuvenzinha escreveu:
    Galizezin escreveu:farinha pouca meu pirão primeiro vale até mesmo entre servidores, quem diria...

    Pois é...! E é pífio, pra não falar outra palavrinha, o argumento de q é justo ou não um servidor ganhar mais do q outro. Se prevalecesse  tal "lógica", não bastassem querer igualar financeiramente o Analista ao Técnico, vejo q melhor seria acabar com os níveis, etc.  Coleguinhas novatos querendo empurrar os mais antigos p/ pior e acabar com o direito adquirido ao invés de melhorar todos...  Verdadeiramente, gostariam q os mais antigos perdessem a paridade diferentemente de lutarem p/ adquirí-la como conseguiram os policiais a partir desse embusteiro....  O clichê não é o mesmo e, sim, pra essa "catiguria" de servidores: farinha pouca pra todos até ganhar o q eu ganho em home office e dependendo...trabalhando mesmo só em período eleitoral - junta!
    tre-rj
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1490
    Reputação : 108
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj Qua 09 Jun 2021, 8:51 am

    Pois é, o cinismo do direito adquirido fala alto.
    Ninguém aqui fala em cortar o direito adquirido: a pessoa tem a sua incorporação? continue com ela mas não faz sentido ela receber o mesmo aumento se do bolo repartido ela já está comendo mais, às vezes bem mais, como é o caso de técnico que ganha 20/30k e outro 12k.


    desavisado escreveu:Os coleguinhas mais velhos boicotaram o reajuste e agora se acham injustiçados se o reajuste não for linear. Ora, se optaram por esse modelo remuneratório, que aguentem as consequências. Se alguém não tinha entendido pq uma meia dúzia de peixes grandes havia migrado para o funpresp, está aí a resposta.

    Para quem achar injusto, a solução é bem simples: fiquem na ativa até alcançarem os últimos níveis. Se vale para os novos, vale para os antigos. Mas os antigos querem paridade com aposentadoria de 55 anos e remuneração de ministro do STF. Afinal, é direito adquirido, e ai de quem disser o contrário.

    Ou quem sabe vamos todos lutar pela volta da paridade, dos anuênios, dos quintos e da licença prêmio. Parece que é só haver mobilização que todas as vantagens são destituídas. Parece que muitos ainda estão nos anos 80.

    anuvenzinha escreveu:
    Galizezin escreveu:farinha pouca meu pirão primeiro vale até mesmo entre servidores, quem diria...

    Pois é...! E é pífio, pra não falar outra palavrinha, o argumento de q é justo ou não um servidor ganhar mais do q outro. Se prevalecesse  tal "lógica", não bastassem querer igualar financeiramente o Analista ao Técnico, vejo q melhor seria acabar com os níveis, etc.  Coleguinhas novatos querendo empurrar os mais antigos p/ pior e acabar com o direito adquirido ao invés de melhorar todos...  Verdadeiramente, gostariam q os mais antigos perdessem a paridade diferentemente de lutarem p/ adquirí-la como conseguiram os policiais a partir desse embusteiro....  O clichê não é o mesmo e, sim, pra essa "catiguria" de servidores: farinha pouca pra todos até ganhar o q eu ganho em home office e dependendo...trabalhando mesmo só em período eleitoral - junta!
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7677
    Reputação : 564
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin Qua 09 Jun 2021, 9:10 am

    desavisado escreveu:Os coleguinhas mais velhos boicotaram o reajuste e agora se acham injustiçados se o reajuste não for linear. Ora, se optaram por esse modelo remuneratório, que aguentem as consequências. Se alguém não tinha entendido pq uma meia dúzia de peixes grandes havia migrado para o funpresp, está aí a resposta.

    Para quem achar injusto, a solução é bem simples: fiquem na ativa até alcançarem os últimos níveis. Se vale para os novos, vale para os antigos. Mas os antigos querem paridade com aposentadoria de 55 anos e remuneração de ministro do STF. Afinal, é direito adquirido, e ai de quem disser o contrário.

    Ou quem sabe vamos todos lutar pela volta da paridade, dos anuênios, dos quintos e da licença prêmio. Parece que é só haver mobilização que todas as vantagens são destituídas. Parece que muitos ainda estão nos anos 80.

    anuvenzinha escreveu:
    Galizezin escreveu:farinha pouca meu pirão primeiro vale até mesmo entre servidores, quem diria...

    Pois é...! E é pífio, pra não falar outra palavrinha, o argumento de q é justo ou não um servidor ganhar mais do q outro. Se prevalecesse  tal "lógica", não bastassem querer igualar financeiramente o Analista ao Técnico, vejo q melhor seria acabar com os níveis, etc.  Coleguinhas novatos querendo empurrar os mais antigos p/ pior e acabar com o direito adquirido ao invés de melhorar todos...  Verdadeiramente, gostariam q os mais antigos perdessem a paridade diferentemente de lutarem p/ adquirí-la como conseguiram os policiais a partir desse embusteiro....  O clichê não é o mesmo e, sim, pra essa "catiguria" de servidores: farinha pouca pra todos até ganhar o q eu ganho em home office e dependendo...trabalhando mesmo só em período eleitoral - junta!

    rapaz, se só uma meia dúzia migrou, e ainda pq alguns ocupando cargos estratégicos, não entendo como decisão acertada. não seria nem uma minoria, mas uma minguaria. anuênio e quintos são rubricas justas de remuneração do pessoal da área pública, foi uma forma de compensar os baixos salários da época e, hoje, poderia compensar a participação nos lucros que existe na iniciativa privada. já disse e vou repetir: não ataco benesse de ninguém pq sei da lei do retorno. um dia poderei pagar na mesma moeda. e o tempo passa, o tempo voa...


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7677
    Reputação : 564
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin Qua 09 Jun 2021, 9:14 am

    tre-rj escreveu:Pois é, o cinismo do direito adquirido fala alto.
    Ninguém aqui fala em cortar o direito adquirido: a pessoa tem a sua incorporação? continue com ela mas não faz sentido ela receber o mesmo aumento se do bolo repartido ela já está comendo mais, às vezes bem mais, como é o caso de técnico que ganha 20/30k e outro 12k.


    desavisado escreveu:Os coleguinhas mais velhos boicotaram o reajuste e agora se acham injustiçados se o reajuste não for linear. Ora, se optaram por esse modelo remuneratório, que aguentem as consequências. Se alguém não tinha entendido pq uma meia dúzia de peixes grandes havia migrado para o funpresp, está aí a resposta.

    Para quem achar injusto, a solução é bem simples: fiquem na ativa até alcançarem os últimos níveis. Se vale para os novos, vale para os antigos. Mas os antigos querem paridade com aposentadoria de 55 anos e remuneração de ministro do STF. Afinal, é direito adquirido, e ai de quem disser o contrário.

    Ou quem sabe vamos todos lutar pela volta da paridade, dos anuênios, dos quintos e da licença prêmio. Parece que é só haver mobilização que todas as vantagens são destituídas. Parece que muitos ainda estão nos anos 80.

    anuvenzinha escreveu:
    Galizezin escreveu:farinha pouca meu pirão primeiro vale até mesmo entre servidores, quem diria...

    Pois é...! E é pífio, pra não falar outra palavrinha, o argumento de q é justo ou não um servidor ganhar mais do q outro. Se prevalecesse  tal "lógica", não bastassem querer igualar financeiramente o Analista ao Técnico, vejo q melhor seria acabar com os níveis, etc.  Coleguinhas novatos querendo empurrar os mais antigos p/ pior e acabar com o direito adquirido ao invés de melhorar todos...  Verdadeiramente, gostariam q os mais antigos perdessem a paridade diferentemente de lutarem p/ adquirí-la como conseguiram os policiais a partir desse embusteiro....  O clichê não é o mesmo e, sim, pra essa "catiguria" de servidores: farinha pouca pra todos até ganhar o q eu ganho em home office e dependendo...trabalhando mesmo só em período eleitoral - junta!

    os colegas preocupados com os salários dos servidores com incorporações enquanto a lei do teto do funcionalismo não funciona. já postei aqui que são mais de 2 bilhões gastos com o pessoal fura teto, que a gente sabe quem são (deuses).


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    tre-rj
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1490
    Reputação : 108
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj Qua 09 Jun 2021, 9:26 am

    Enquanto o incorporado que já ganha bem mais que os lisos receber o mesmo percentual a disparidade vai existir e nosso aumento vai ser pífio pela limitação orçamentária. Se vc acha que isso é a verdadeira justiça, tudo bem.

    Se vc acha que ele deu o sangue, nós mais ainda pelo tempo que vamos contribuir, pela aliquota que pagamos - lembro quando era servidor na época do FHC se pagava 6%.

    Galizezin escreveu:
    tre-rj escreveu:Pois é, o cinismo do direito adquirido fala alto.
    Ninguém aqui fala em cortar o direito adquirido: a pessoa tem a sua incorporação? continue com ela mas não faz sentido ela receber o mesmo aumento se do bolo repartido ela já está comendo mais, às vezes bem mais, como é o caso de técnico que ganha 20/30k e outro 12k.


    desavisado escreveu:Os coleguinhas mais velhos boicotaram o reajuste e agora se acham injustiçados se o reajuste não for linear. Ora, se optaram por esse modelo remuneratório, que aguentem as consequências. Se alguém não tinha entendido pq uma meia dúzia de peixes grandes havia migrado para o funpresp, está aí a resposta.

    Para quem achar injusto, a solução é bem simples: fiquem na ativa até alcançarem os últimos níveis. Se vale para os novos, vale para os antigos. Mas os antigos querem paridade com aposentadoria de 55 anos e remuneração de ministro do STF. Afinal, é direito adquirido, e ai de quem disser o contrário.

    Ou quem sabe vamos todos lutar pela volta da paridade, dos anuênios, dos quintos e da licença prêmio. Parece que é só haver mobilização que todas as vantagens são destituídas. Parece que muitos ainda estão nos anos 80.

    anuvenzinha escreveu:

    Pois é...! E é pífio, pra não falar outra palavrinha, o argumento de q é justo ou não um servidor ganhar mais do q outro. Se prevalecesse  tal "lógica", não bastassem querer igualar financeiramente o Analista ao Técnico, vejo q melhor seria acabar com os níveis, etc.  Coleguinhas novatos querendo empurrar os mais antigos p/ pior e acabar com o direito adquirido ao invés de melhorar todos...  Verdadeiramente, gostariam q os mais antigos perdessem a paridade diferentemente de lutarem p/ adquirí-la como conseguiram os policiais a partir desse embusteiro....  O clichê não é o mesmo e, sim, pra essa "catiguria" de servidores: farinha pouca pra todos até ganhar o q eu ganho em home office e dependendo...trabalhando mesmo só em período eleitoral - junta!

    os colegas preocupados com os salários dos servidores com incorporações enquanto a lei do teto do funcionalismo não funciona. já postei aqui que são mais de 2 bilhões gastos com o pessoal fura teto, que a gente sabe quem são (deuses).
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7677
    Reputação : 564
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin Qua 09 Jun 2021, 9:30 am

    apresente o cálculo que demonstra que são as incorporações dos mais antigos que não permitem melhorar o salário em geral.


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    tre-rj
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1490
    Reputação : 108
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj Qua 09 Jun 2021, 9:41 am


    5 servidores receberam um bolo dividido em 10 partes.
    O primeiro recebeu 6 pedaços e os outros 4 apenas 1.
    Logo depois o patrão deu mais um bolo com 10 pedaços .
    O servidor que recebeu os 6 pedaços desta vez propõe que todos recebam de forma igual: cada um 2 pedaços. Ele está sendo justo?

    Se vc não entende que o orçamento disponibilizado pelo governo se assemelha a um bolo fatiado e que os incorporados comem mais do que os lisos eu não posso fazer nada...


    Galizezin escreveu:apresente o cálculo que demonstra que são as incorporações dos mais antigos que não permitem melhorar o salário em geral.
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1909
    Reputação : 188
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por euvoltei Qua 09 Jun 2021, 9:45 am

    Incorporadão já não é mais um "problema" para os reajustes.... ACORDEM

    Boa parte das incorporações são Nutellas, (serão absorvidas)....

    Outro contigente grande de incorporadão já aposentou......

    Além dos muitos incorporadões que migraram pro TETO+BE com funpresp; que na prática mantém os reajustes das VPNIs na aposentadorias... portanto eles tem interesse em qualquer coisa que aumente o salário, pois isso aumentará a contribuição na ativa e para o Funpresp...



    As VPNI só terão reajuste de fato se vier a revisão geral do serviço público inteiro por índice.... fato muito improvável.....

    tre-rj
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1490
    Reputação : 108
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj Qua 09 Jun 2021, 9:51 am

    É só lembrar do PL do Gilmar com GD. A recusa da proposta se deu, em grande parte, pelos incorporados.
    Com isso aqueles valores da tabela, quase 19.000 para analista em 2009 só foram alcançados em 2019. 10 anos de prejuízo!

    Galizezin escreveu:apresente o cálculo que demonstra que são as incorporações dos mais antigos que não permitem melhorar o salário em geral.
    tre-rj
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1490
    Reputação : 108
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj Qua 09 Jun 2021, 9:59 am

    euvoltei escreveu:Incorporadão já não é mais um "problema" para os reajustes.... ACORDEM

    Boa parte das incorporações são Nutellas, (serão absorvidas)....

    Outro contigente grande de incorporadão já aposentou......

    Além dos muitos incorporadões que migraram pro TETO+BE com funpresp; que na prática mantém os reajustes das VPNIs na aposentadorias... portanto eles tem interesse em qualquer coisa que aumente o salário, pois isso aumentará a contribuição na ativa e para o Funpresp...



    As VPNI só terão reajuste de fato se vier a revisão geral do serviço público inteiro por índice.... fato muito improvável.....

    A questão colega é que eles se recusam a receber um aumento menor alegando a tal paridade sendo que ganham mais e usam este argumento falacioso.
    ale1969
    ale1969
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1439
    Reputação : 149
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por ale1969 Qua 09 Jun 2021, 10:55 am

    desavisado escreveu:O "farinha pouca, meu pirão primeiro" já está clichê. Precisamos de argumentos para o debate.

    Agora, sobre a questão da distinção entre reajustes para ativos e inativos, gostaria de lembrar que foram os inativos que boicotaram o subsídio/GD oferecido tempo atrás. Se haverá consequência para os aposentados, com reajustes inferiores, foi essa a opção da "categoria", não foi? Ou só vale o posicionamento quando é benéfico?

    Eu não teria problema em defender reajustes iguais. Só gostaria de receber quintos (100 mil está bom - pouco perto do que muitos já receberam) e me aposentar com o salário do último nível. Mas pelas minhas contas será 80% da média, ou seja, uns 60% da última remuneração.

    O coitadismo não combina com aposentadorias mínimas de 11,5 mil e que facilmente passam dos 20 mil. Como disse, a recomposição é justa e devida a todos. Mas não pode impedir mudanças na carreira que valorizem os ativos.


    Companheiro, com todo respeito, sua situação será muito mais favorável do que a do "incorporadão". Milagre do FUNPRESP-JUD, durante 35 anos de contribuição dobrada. Fique tranquilo, pois o teto do INSS é garantido, coisa que nas décadas 80 e 90 não eram(ganhávamos menos).
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7677
    Reputação : 564
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin Qua 09 Jun 2021, 10:55 am

    tre-rj escreveu:
    5 servidores receberam um bolo dividido em 10 partes.
    O primeiro recebeu 6 pedaços e os outros 4 apenas 1.
    Logo depois o patrão deu mais um bolo com 10 pedaços .
    O servidor que recebeu os 6 pedaços desta vez propõe que todos recebam de forma igual: cada um 2 pedaços. Ele está  sendo justo?

    Se vc não entende que o orçamento disponibilizado pelo governo se assemelha a um bolo fatiado e que os incorporados comem mais do que os lisos eu não posso fazer nada...


    Galizezin escreveu:apresente o cálculo que demonstra que são as incorporações dos mais antigos que não permitem melhorar o salário em geral.

    eu pedi os números e não mais argumentos retóricos. como já disse o colega, as vpnis estão congeladas há tempos e sofrendo a degeneração inflacionária. logo, não deveria ser objeto de preocupação alheia.


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7677
    Reputação : 564
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin Qua 09 Jun 2021, 11:01 am

    ale1969 escreveu:
    desavisado escreveu:O "farinha pouca, meu pirão primeiro" já está clichê. Precisamos de argumentos para o debate.

    Agora, sobre a questão da distinção entre reajustes para ativos e inativos, gostaria de lembrar que foram os inativos que boicotaram o subsídio/GD oferecido tempo atrás. Se haverá consequência para os aposentados, com reajustes inferiores, foi essa a opção da "categoria", não foi? Ou só vale o posicionamento quando é benéfico?

    Eu não teria problema em defender reajustes iguais. Só gostaria de receber quintos (100 mil está bom - pouco perto do que muitos já receberam) e me aposentar com o salário do último nível. Mas pelas minhas contas será 80% da média, ou seja, uns 60% da última remuneração.

    O coitadismo não combina com aposentadorias mínimas de 11,5 mil e que facilmente passam dos 20 mil. Como disse, a recomposição é justa e devida a todos. Mas não pode impedir mudanças na carreira que valorizem os ativos.


    Companheiro, com todo respeito, sua situação será muito mais favorável do que a do "incorporadão". Milagre do FUNPRESP-JUD, durante 35 anos de contribuição dobrada. Fique tranquilo, pois o teto do INSS é garantido, coisa que nas décadas 80 e 90 não eram(ganhávamos menos).

    esse é o engano que o governo tenta fazer todos acreditarem. funpresp é a felicidade, o teto da previdência sempre existirá, quando na verdade sabemos que o teto não funciona como parâmetro de percepção de benefício, mas de contribuição máxima. pergunta pra quem pagou pelo teto e já está aposentado há 10 anos se está recebendo pelo teto. quero ver a resposta. como já divulgado, o posto ipiranga quer todos os fundos centralizados nas mãos dos amiguinhos dele, os banqueiros...


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7677
    Reputação : 564
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por Galizezin Qua 09 Jun 2021, 11:09 am

    e pelo andar da carruagem, em breve teremos o fórum pcsjá invadido pelos não estáveis, escravos do serviço público, ganhando 5k e tomando os sindicatos para acabar com a mamata dos estáveis... Very Happy Very Happy


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    ale1969
    ale1969
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1439
    Reputação : 149
    Data de inscrição : 26/03/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por ale1969 Qua 09 Jun 2021, 11:22 am

    euvoltei escreveu:Incorporadão já não é mais um "problema" para os reajustes.... ACORDEM

    Boa parte das incorporações são Nutellas, (serão absorvidas)....

    Outro contigente grande de incorporadão já aposentou......

    Além dos muitos incorporadões que migraram pro TETO+BE com funpresp; que na prática mantém os reajustes das VPNIs na aposentadorias... portanto eles tem interesse em qualquer coisa que aumente o salário, pois isso aumentará a contribuição na ativa e para o Funpresp...



    As VPNI só terão reajuste de fato se vier a revisão geral do serviço público inteiro por índice.... fato muito improvável.....



    Perfeito!
    tre-rj
    tre-rj
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1490
    Reputação : 108
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por tre-rj Qua 09 Jun 2021, 11:35 am

    A preocupação alheia, para se falar a verdade, é dos incorporados que toda vez em que há uma movimentação em favor dos lisos pela verdadeira PARIDADE começam a se movimentar em sentido contrário.
    Foi o caso da GD há 11 anos atrás e agora no caso das progressões.



    Galizezin escreveu:
    tre-rj escreveu:






    5 servidores receberam um bolo dividido em 10 partes.
    O primeiro recebeu 6 pedaços e os outros 4 apenas 1.
    Logo depois o patrão deu mais um bolo com 10 pedaços .
    O servidor que recebeu os 6 pedaços desta vez propõe que todos recebam de forma igual: cada um 2 pedaços. Ele está  sendo justo?

    Se vc não entende que o orçamento disponibilizado pelo governo se assemelha a um bolo fatiado e que os incorporados comem mais do que os lisos eu não posso fazer nada...


    Galizezin escreveu:apresente o cálculo que demonstra que são as incorporações dos mais antigos que não permitem melhorar o salário em geral.

    eu pedi os números e não mais argumentos retóricos. como já disse o colega, as vpnis estão congeladas há tempos e sofrendo a degeneração inflacionária. logo, não deveria ser objeto de preocupação alheia.
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3303
    Reputação : 428
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por josebarbos Qua 09 Jun 2021, 12:03 pm

    Galizezin escreveu:
    tre-rj escreveu:
    5 servidores receberam um bolo dividido em 10 partes.
    O primeiro recebeu 6 pedaços e os outros 4 apenas 1.
    Logo depois o patrão deu mais um bolo com 10 pedaços .
    O servidor que recebeu os 6 pedaços desta vez propõe que todos recebam de forma igual: cada um 2 pedaços. Ele está  sendo justo?

    Se vc não entende que o orçamento disponibilizado pelo governo se assemelha a um bolo fatiado e que os incorporados comem mais do que os lisos eu não posso fazer nada...


    Galizezin escreveu:apresente o cálculo que demonstra que são as incorporações dos mais antigos que não permitem melhorar o salário em geral.

    eu pedi os números e não mais argumentos retóricos. como já disse o colega, as vpnis estão congeladas há tempos e sofrendo a degeneração inflacionária. logo, não deveria ser objeto de preocupação alheia.

    Esta aí é fácil, vou pegar uma amostra pequena/média que pode ser replicada em qualquer outro caso:
    MPT, [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] servidores ativos e servidores inativos.
    Média remuneração ativos: 15465
    Média remuneração inativos:  15767

    Lembrando que nos ativos tem: férias, função comissionada, adicionais de treinamento e outras relacionadas ao exercício. Observando que o MPT tem poucas funções em relação ao próprio MPU, que o diga se comparado ao judiciário.
    Chuck Coleman
    Chuck Coleman
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1227
    Reputação : 110
    Data de inscrição : 16/04/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por Chuck Coleman Qua 09 Jun 2021, 12:14 pm

    FIM DAS INCORPORAÇÕES JÁ!!!!

    PEC NESSES ANTIGÕES DA MAMATA!!!
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3303
    Reputação : 428
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por josebarbos Qua 09 Jun 2021, 12:18 pm

    ale1969 escreveu:
    euvoltei escreveu:Incorporadão já não é mais um "problema" para os reajustes.... ACORDEM

    Boa parte das incorporações são Nutellas, (serão absorvidas)....

    Outro contigente grande de incorporadão já aposentou......

    Além dos muitos incorporadões que migraram pro TETO+BE com funpresp; que na prática mantém os reajustes das VPNIs na aposentadorias... portanto eles tem interesse em qualquer coisa que aumente o salário, pois isso aumentará a contribuição na ativa e para o Funpresp...



    As VPNI só terão reajuste de fato se vier a revisão geral do serviço público inteiro por índice.... fato muito improvável.....



    Perfeito!

    Mesmo em se falando de VPNI decorrente de quintos, não é bem assim, e mesmo congelado ainda é um valor significativo, mas em se falando em incorporar, politicamente seria bom, porque o impacto seria baixo e todos se moveriam para pressionar por um reajuste maior para todos.
    Mas os inativos, principalmente, e parcela dos ativos ainda conta com anuênios e quinquênios, que causam uma grande discrepância, e foram beneficiados em PCS anteriores na medida em que o VB, que tradicionalmente era uma parcela menor, chegou a representar 2/3 da remuneração básica. Os últimos dois planos diminuíram isto, mas ainda longe do fator original de 2,85 implantado em 2000, no qual o VB representaria aproximadamente 1/4 da remuneração básica.

    Não dizendo que um ou outro modelo estão certos ou errados, são critérios e precisam ser devidamente analisados e compreendidos, visando enriquecer a discussão. Um argumento favorável no sentido contrário a uma maior parcela de VB, sem excluir outras possibilidades, seria o possível receio de sua extinção, num determinado cenário fiscal desfavorável (se achamos que hoje é ruim, não digo que o final do governo FHC pode ser considerado melhor).
    grazi
    grazi
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 489
    Reputação : 119
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Localização : PGR

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por grazi Qua 09 Jun 2021, 1:26 pm

    Tenho uma amida da civil aqui de Brasília, entrou em 2006, não foi pra rua nunca,. só faz serviço administrativo, trabalha a partir do meio-dia, e vai aposentar muito, mas muito, antes de mim.

    Galizezin escreveu:
    euvoltei escreveu:
    Pipoca escreveu:Uai? Policial não pode ir para as ruas com 60 anos, então vai para a área administrativa...
    Meu marido é do Exército, foi para a Reserva com 44 anos, voltou, a pedido (porque segundo ele é muito jovem para ficar em casa), ganhando 30% a mais na remuneração, para trabalhar na área de pagamento...



    Aí é outra situação, é uma proposta futura e incerta.......  

    Falei na situação de hj, que o PM ou o policial civil, não tem como escolher em ficar só no ar-condicionado, longe do público ou longe do operacional externo....


    rapaz, há muito que não vejo policiamento ostensivo nas ruas. polícia só sai do ar-condicionado quando é chamada, a maioria fica aquartelada ou, no máximo, dentro das viaturas com "ar-condicionado"...
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3303
    Reputação : 428
    Data de inscrição : 20/05/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por josebarbos Qua 09 Jun 2021, 1:54 pm

    grazi escreveu:Tenho uma amida da civil aqui de Brasília, entrou em 2006, não foi pra rua nunca,. só faz serviço administrativo, trabalha a partir do meio-dia, e vai aposentar muito, mas muito, antes de mim.

    Galizezin escreveu:
    euvoltei escreveu:
    Pipoca escreveu:Uai? Policial não pode ir para as ruas com 60 anos, então vai para a área administrativa...
    Meu marido é do Exército, foi para a Reserva com 44 anos, voltou, a pedido (porque segundo ele é muito jovem para ficar em casa), ganhando 30% a mais na remuneração, para trabalhar na área de pagamento...



    Aí é outra situação, é uma proposta futura e incerta.......  

    Falei na situação de hj, que o PM ou o policial civil, não tem como escolher em ficar só no ar-condicionado, longe do público ou longe do operacional externo....


    rapaz, há muito que não vejo policiamento ostensivo nas ruas. polícia só sai do ar-condicionado quando é chamada, a maioria fica aquartelada ou, no máximo, dentro das viaturas com "ar-condicionado"...

    Depende muito do local.
    Na minha cidade posso dizer que há policiamento ostensivo. Tem dia que ao pedalar pela cidade não fico dez minutos sem ver uma viatura.
    Há duas semanas, inclusive, teve uma situação destas. Um playboy numa ecosport tretou com um entregador do ifood. O problema foi que ai ficou fazendo gracinha de cantar pneu, ameaçar ir para cima e tudo mais. Cheguo a descer do carro num certo ponto (congestionado), falou que a mãe do cara não era homem, estas coisas. Aí rapidinho uma viatura do nada apareceu e saiu em perseguição aos dois.

    Mesmo que não dê em nada, só a encheção do saco de ter que prestar conta para a polícia (vai que tava um pouquinho alcoolizado) já é uma política de segurança pública, vai fazer pensar duas vezes.

    E vida de policial é muito difícil. Certamente a PCDF está longe de ser o caso médio das polícias em geral.
    avatar
    OJ_Leoqr
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 534
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 19/08/2010

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por OJ_Leoqr Qua 09 Jun 2021, 3:41 pm

    josebarbos escreveu:
    grazi escreveu:Tenho uma amida da civil aqui de Brasília, entrou em 2006, não foi pra rua nunca,. só faz serviço administrativo, trabalha a partir do meio-dia, e vai aposentar muito, mas muito, antes de mim.

    Galizezin escreveu:
    euvoltei escreveu:


    Aí é outra situação, é uma proposta futura e incerta.......  

    Falei na situação de hj, que o PM ou o policial civil, não tem como escolher em ficar só no ar-condicionado, longe do público ou longe do operacional externo....


    rapaz, há muito que não vejo policiamento ostensivo nas ruas. polícia só sai do ar-condicionado quando é chamada, a maioria fica aquartelada ou, no máximo, dentro das viaturas com "ar-condicionado"...

    Depende muito do local.
    Na minha cidade posso dizer que há policiamento ostensivo. Tem dia que ao pedalar pela cidade não fico dez minutos sem ver uma viatura.
    Há duas semanas, inclusive, teve uma situação destas. Um playboy numa ecosport tretou com um entregador do ifood. O problema foi que ai ficou fazendo gracinha de cantar pneu, ameaçar ir para cima e tudo mais. Cheguo a descer do carro num certo ponto (congestionado), falou que a mãe do cara não era homem, estas coisas. Aí rapidinho uma viatura do nada apareceu e saiu em perseguição aos dois.

    Mesmo que não dê em nada, só a encheção do saco de ter que prestar conta para a polícia (vai que tava um pouquinho alcoolizado) já é uma política de segurança pública, vai fazer pensar duas vezes.

    E vida de policial é muito difícil. Certamente a PCDF está longe de ser o caso médio das polícias em geral.

    Não pode confundir policiamento ostensivo¹ com polícia judiciária²:

    1) PM e PRF botam a cara, mas tem suas exceções e o grau de risco depende muito da lotação.
    2) Polícia Civil tem lugar pra quem gosta de chutar porta e para quem curte mais burocracia. Eventualmente, quando ocorre operação para cumprimento de trocentos mandados de prisão, é que saem de trás da mesa. Polícia Federal kkkkkk só tem risco na fronteira e cidades comandadas por coronés. Policial de DelePrev e DeleFaz ter aposentadoria especial é uma piada de mal gosto.

    Aposentadoria especial deveria ser concedida de acordo com o caso concreto. Deveria haver apenas uma contagem de tempo especial, tipo aquela do fator 1,4. A PMERJ é punk, mas conheço gente que pouco foi pra rua e logo foi puxado para serviço interno, mediante currículo. Sem esquecer dos policiais ocupantes de cargo comissionado (às vezes nem isso), que são regularmente promovidos e serão aposentados de acordo com a lei de suas carreiras, mesmo sem ter exercido sua atividade fim. E o que dizer dos policiais legislativos?!?! Kkk

    Enfim, basta ter a palavra "polícia" no cargo. Bom para os colegas ex-agentes de segurança.
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2634
    Reputação : 492
    Data de inscrição : 22/01/2015

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por androsvilazza Qua 09 Jun 2021, 4:25 pm

    OJ_Leoqr escreveu:
    josebarbos escreveu:
    grazi escreveu:Tenho uma amida da civil aqui de Brasília, entrou em 2006, não foi pra rua nunca,. só faz serviço administrativo, trabalha a partir do meio-dia, e vai aposentar muito, mas muito, antes de mim.

    Galizezin escreveu:

    rapaz, há muito que não vejo policiamento ostensivo nas ruas. polícia só sai do ar-condicionado quando é chamada, a maioria fica aquartelada ou, no máximo, dentro das viaturas com "ar-condicionado"...

    Depende muito do local.
    Na minha cidade posso dizer que há policiamento ostensivo. Tem dia que ao pedalar pela cidade não fico dez minutos sem ver uma viatura.
    Há duas semanas, inclusive, teve uma situação destas. Um playboy numa ecosport tretou com um entregador do ifood. O problema foi que ai ficou fazendo gracinha de cantar pneu, ameaçar ir para cima e tudo mais. Cheguo a descer do carro num certo ponto (congestionado), falou que a mãe do cara não era homem, estas coisas. Aí rapidinho uma viatura do nada apareceu e saiu em perseguição aos dois.

    Mesmo que não dê em nada, só a encheção do saco de ter que prestar conta para a polícia (vai que tava um pouquinho alcoolizado) já é uma política de segurança pública, vai fazer pensar duas vezes.

    E vida de policial é muito difícil. Certamente a PCDF está longe de ser o caso médio das polícias em geral.

    Não pode confundir policiamento ostensivo¹ com polícia judiciária²:

    1) PM e PRF botam a cara, mas tem suas exceções e o grau de risco depende muito da lotação.
    2) Polícia Civil tem lugar pra quem gosta de chutar porta e para quem curte mais burocracia. Eventualmente, quando ocorre operação para cumprimento de trocentos mandados de prisão, é que saem de trás da mesa. Polícia Federal kkkkkk só tem risco na fronteira e cidades comandadas por coronés. Policial de DelePrev e DeleFaz ter aposentadoria especial é uma piada de mal gosto.

    Aposentadoria especial deveria ser concedida de acordo com o caso concreto. Deveria haver apenas uma contagem de tempo especial, tipo aquela do fator 1,4. A PMERJ é punk, mas  conheço gente que pouco foi pra rua e logo foi puxado para serviço interno, mediante currículo. Sem esquecer dos policiais ocupantes de cargo comissionado (às vezes nem isso), que são regularmente promovidos e serão aposentados de acordo com a lei de suas carreiras, mesmo sem ter exercido sua atividade fim. E o que dizer dos policiais legislativos?!?! Kkk

    Enfim, basta ter a palavra  "polícia" no cargo. Bom para os colegas ex-agentes de segurança.

    Pois é, a contagem especial para o tempo em atividades de risco efetivo seria o mais óbvio. Se fizer parte da equipe de patrulhamento, operações de campo etc., conta tempo adicional para a aposentadoria; foi afastado das "ruas", passando a cumprir funções meramente administrativas, o tempo de serviço volta a ser contado em 1:1. Outras regras que poderiam ser razoáveis seriam a adoção de critérios diferenciados para as pensões decorrentes de morte em serviço e a desconsideração da idade mínima para a aposentadoria (entre outras, adaptadas à realidade do cargo). Mas o regime previdenciário, no geral, poderia ser o mesmo que é aplicado aos demais servidores públicos (que, por sua vez, assim como juízes e políticos, também deveriam ser regidos pelas mesmas regras previdenciárias que os trabalhadores da iniciativa privada).

    Não se justifica todo um regime diferenciado de aposentadoria baseado apenas na entidade em que a pessoa trabalha, desconsiderando-se os fatores de risco efetivo. Para efeito de comparação, é como se o INSS concedesse aposentadoria especial por insalubridade a todos os trabalhadores de determinada siderúrgica, incluindo o porteiro, a cozinheira do refeitório, todo o pessoal administrativo, e até mesmo os diretores da empresa!

    Essas regras gerais de aposentadoria especial, colocando todo mundo no mesmo balaio, não são justas sequer com o policial que efetivamente corre riscos, pois está sujeito a exatamente as mesmas regras de aposentadoria que seu colega que cuida do almoxarifado da repartição.

    Conteúdo patrocinado

    Novo PCS - Página 7 Empty Re: Novo PCS

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom 19 Set 2021, 11:10 am