PCS JÁ

PCS JÁ



    Tópico Geral

    RICARDO.PONTES
    RICARDO.PONTES
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Oréia Seca
    Mensagens : 3440
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 25/08/2010
    Localização : Brasília - DF

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RICARDO.PONTES Qui 28 Fev 2013, 3:42 pm

    Para os moldes do judiciario, também acredito mais na GD!!
    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 Qui 28 Fev 2013, 3:42 pm

    epitaciosouza escreveu:
    andre3107 escreveu:
    RICARDO.PONTES escreveu:
    andre3107 escreveu:

    Será um bom sinal que disso tudo sairá alguma coisa boa ?

    Desde que se criou esse CNJ, só veio fuma para nós seervidores

    Concordo. Mas pelo menos vamos ter números exatos da discrepância na folha do PJU.
    Quem sabe no bastidores preparam um subsídio goela abaixo dos incorporados.


    Eu não creio nem em subsídio. Esse tipo de atitude por parte do CNJ pode ser para servir de embasamento numa eventual implementação de GD - Gratificação de Desempenho.

    study

    De qualquer maneira, venha GD - Gratificação de Desempenho que eu quero lhe usar!!!


    Última edição por andre3107 em Qui 28 Fev 2013, 3:44 pm, editado 1 vez(es)
    CRAZYKONG
    CRAZYKONG
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1000
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 20/06/2012

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por CRAZYKONG Qui 28 Fev 2013, 3:42 pm

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]


    _________________
    "O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz sobre si a ruína." Provérbios 13:3
    avatar
    Convidad
    Convidado

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidad Qui 28 Fev 2013, 3:51 pm

    moablopes escreveu:Conselho prepara pesquisa socioeconômica dos servidores do judiciário

    Agência CNJ de Notícias - 28/02/2013




    O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, instituiu um grupo de trabalho para “realizar pesquisas socioeconômicas e homogeneizar as informações dos registros funcionais no âmbito do Poder Judiciário”. A pesquisa vai traçar um perfil dos servidores do Judiciário, com informações sobre formação profissional, qualidade dos serviços prestados, desvio de função e outras de interesse dos tribunais.

    Segundo o conselheiro Jefferson Kravchychyn, que integra o grupo de trabalho, as informações são importantes para a política de gestão de recursos humanos. Além de Kravchychyn integram o grupo o conselheiro Jorge Hélio, juízes auxiliares da Presidência do CNJ e representantes dos departamentos de Pesquisas Judiciárias e de Tecnologia da Informação do Conselho.

    O grupo foi instituído pela Portaria n. 24, assinada pelo ministro Joaquim Barbosa na semana passada, em decorrência de decisão do CNJ, que, na sessão de 2 de outubro do ano passado, aprovou “a realização de estudos para subsidiar a deliberação do Plenário sobre adoção de ações afirmativas no Poder Judiciário”.


    Desvio de função existe até nos gabinetes com técnicos e analistas desempenhando papeis trocados... e vem com esse de fazer pesquisa para saber onde isso existe....
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Qui 28 Fev 2013, 3:52 pm

    charob escreveu:alguém do MPU, ou PJ, ou seja lá donde for sabe se o PL.2199 ainda tem chances de ser aprovado? e quando?


    thanks!

    Lembra quando o Lóide pergunta para a Mary, em Deby & Lóide, se ele tem uma chance em um milhão de ficar com ela?
    Tópico Geral - Página 14 Lloyd-300x300

    GCC
    GCC
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário - TJDFT
    Mensagens : 360
    Reputação : 74
    Data de inscrição : 06/02/2013

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por GCC Qui 28 Fev 2013, 4:00 pm

    Para mim é mal sinal! Primeiro que dados são manipuláveis, de acordo com os interesses da comissão. Pode-se apontar que a imensa maioria ganha pouco, mas pode-se fazer uma média e dizer que todos ganham muito. Vejam o Executivo, os resultados do governo são, em sua maioria, fundados em manipulação de dados.

    E há um indicativo forte de que essa possa ser a intensão do CNJ. Havia um compromisso de instituição de um grupo de trabalho que garantisse a participação dos servidores. Onde está? Vão fazer o que quiserem, definir nosso futuro como acharem melhor, e à nossa revelia. Suspect

    andre3107 escreveu:
    moablopes escreveu:Conselho prepara pesquisa socioeconômica dos servidores do judiciário

    Agência CNJ de Notícias - 28/02/2013




    O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, instituiu um grupo de trabalho para “realizar pesquisas socioeconômicas e homogeneizar as informações dos registros funcionais no âmbito do Poder Judiciário”. A pesquisa vai traçar um perfil dos servidores do Judiciário, com informações sobre formação profissional, qualidade dos serviços prestados, desvio de função e outras de interesse dos tribunais.

    Segundo o conselheiro Jefferson Kravchychyn, que integra o grupo de trabalho, as informações são importantes para a política de gestão de recursos humanos. Além de Kravchychyn integram o grupo o conselheiro Jorge Hélio, juízes auxiliares da Presidência do CNJ e representantes dos departamentos de Pesquisas Judiciárias e de Tecnologia da Informação do Conselho.

    O grupo foi instituído pela Portaria n. 24, assinada pelo ministro Joaquim Barbosa na semana passada, em decorrência de decisão do CNJ, que, na sessão de 2 de outubro do ano passado, aprovou “a realização de estudos para subsidiar a deliberação do Plenário sobre adoção de ações afirmativas no Poder Judiciário”.

    Será um bom sinal que disso tudo sairá alguma coisa boa ?
    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 Sex 01 Mar 2013, 5:15 am

    SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PORTARIAS DE 28 DE FEVEREIRO DE 2013

    O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL,
    no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto no inciso II do
    artigo 35 da Lei nº 8.112/90, resolve:

    Nº 59 - Exonerar, a pedido, FERNANDO SILVEIRA CAMARGO do
    cargo em comissão de Diretor-Geral, nível CJ-4
    , da Secretaria do
    Tribunal.

    Diário Oficial da União, 01-03-2013, Seção 2, Pag 100.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 01 Mar 2013, 7:08 am

    andre3107 escreveu:SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PORTARIAS DE 28 DE FEVEREIRO DE 2013

    O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL,
    no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto no inciso II do
    artigo 35 da Lei nº 8.112/90, resolve:

    Nº 59 - Exonerar, a pedido, FERNANDO SILVEIRA CAMARGO do
    cargo em comissão de Diretor-Geral, nível CJ-4
    , da Secretaria do
    Tribunal.

    Diário Oficial da União, 01-03-2013, Seção 2, Pag 100.

    http://www.in.gov.br/visualiza/index.jsp?data=01/03/2013&jornal=2&pagina=100&totalArquivos=112

    Será que ele mexeu em algum vespeiro e puseram sua cabeça a prêmio?
    CRAZYKONG
    CRAZYKONG
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1000
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 20/06/2012

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por CRAZYKONG Sex 01 Mar 2013, 7:09 am

    FCCOSTA escreveu:
    andre3107 escreveu:SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PORTARIAS DE 28 DE FEVEREIRO DE 2013

    O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL,
    no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto no inciso II do
    artigo 35 da Lei nº 8.112/90, resolve:

    Nº 59 - Exonerar, a pedido, FERNANDO SILVEIRA CAMARGO do
    cargo em comissão de Diretor-Geral, nível CJ-4
    , da Secretaria do
    Tribunal.

    Diário Oficial da União, 01-03-2013, Seção 2, Pag 100.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Será que ele mexeu em algum vespeiro e puseram sua cabeça a prêmio?

    Pediu pra sair! Não deve suportado a baderna!


    _________________
    "O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz sobre si a ruína." Provérbios 13:3
    gugalc
    gugalc
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 372
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 27/07/2010
    Idade : 40
    Localização : João Pessoa/PB

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por gugalc Sex 01 Mar 2013, 7:19 am

    Vai ter muita briga por essa CJ-4...
    CRAZYKONG
    CRAZYKONG
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1000
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 20/06/2012

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por CRAZYKONG Sex 01 Mar 2013, 7:22 am

    O Papa-Mike já tinha cantado essa pedra que o cara tinha pedido pra sair mês passado...


    _________________
    "O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz sobre si a ruína." Provérbios 13:3
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 01 Mar 2013, 7:26 am

    CRAZYKONG escreveu:
    FCCOSTA escreveu:
    andre3107 escreveu:SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PORTARIAS DE 28 DE FEVEREIRO DE 2013

    O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL,
    no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto no inciso II do
    artigo 35 da Lei nº 8.112/90, resolve:

    Nº 59 - Exonerar, a pedido, FERNANDO SILVEIRA CAMARGO do
    cargo em comissão de Diretor-Geral, nível CJ-4
    , da Secretaria do
    Tribunal.

    Diário Oficial da União, 01-03-2013, Seção 2, Pag 100.

    http://www.in.gov.br/visualiza/index.jsp?data=01/03/2013&jornal=2&pagina=100&totalArquivos=112

    Será que ele mexeu em algum vespeiro e puseram sua cabeça a prêmio?

    Pediu pra sair! Não deve suportado a baderna!

    Também sou pela tese. Sair daquele que talvez seja a elite, em termos de organização e gestão de pessoas do serviço público no país, para encarar um judiciário...
    Até creio que no começo deve ter parecido "divertido" e desafiador. Entretanto, depois deve ter visto que não dava para mudar o mundo, e aí voltou para onde é bem quisto.
    CRAZYKONG
    CRAZYKONG
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1000
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 20/06/2012

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por CRAZYKONG Sex 01 Mar 2013, 8:37 am

    Para desviar o foco do PIB, governo autoriza mais álcool na gasolina A partir da 0h desta sexta-feira as bombas de combustíveis serão abastecidas com 25% de álcool anidro, por cada litro de gasolina

    Deco Bancillon

    Publicação: 01/03/2013 09:01 Atualização: 01/03/2013 09:21
    O governo publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (1º/3), uma medida que tenta tirar o foco do baixo resultado que o Produto Interno Bruto (PIB) terá no noticiário econômico do dia. De acordo com portaria publicada, o governo autorizou a ampliação do percentual de álcool anidro na mistura da gasolina. A partir da 0h de hoje, as bombas de combustíveis serão abastecidas com 25% de álcool anidro, por cada litro de gasolina.

    Leia mais notícias em Economia

    A medida foi assinada pelo ministro da Agricultura e Pecuária, Mendes Ribeiro. Especulava-se no mercado e no próprio governo que a elevação de 20% para 25% de álcool no derivado do petróleo somente seria aprovada pelo governo em abril, uma vez que ainda há pouco etanol disponível no mercado para dar conta desta maior demanda pelo álcool nas bombas. Entretanto, após publicar a medida nesta sexta-feira, o governo avalia que conseguirá desviar o foco das possíveis críticas que receberá caso o resultado do PIB venha de fato abaixo de 1%, como preveem os analistas no mercado financeiro e até mesmo técnicos da equipe econômica.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    _________________
    "O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz sobre si a ruína." Provérbios 13:3
    Flurj
    Flurj
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 498
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Flurj Sex 01 Mar 2013, 11:49 am

    Audiência da federação com Joaquim Barbosa é remarcada para segunda-feira (4)

    Servidores vão defender pagamento imediato do reajuste e levar outras demandas

    Por Hélcio Duarte Filho

    Não será ainda nesta sexta-feira (1º) que o atual presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, receberá pela primeira vez os representantes sindicais dos servidores do Judiciário Federal. A audiência foi remarcada para segunda-feira (4), às 14 horas, pelo chefe de gabinete do ministro, Sílvio José Albuquerque e Silva.

    Os coordenadores da federação nacional (Fenajufe) pretendem cobrar de Joaquim Barbosa a revisão da decisão de não pagar a primeira parcela do reajuste salarial enquanto o Orçamento da União para 2013 não for aprovado pelo Congresso Nacional. “Vamos defender o pagamento imediato e retroativo do reajuste”, disse Antonio Melquíades, o Melqui, dirigente da federação e do sindicato de São Paulo (Sintrajud-SP), que estará na reunião. Embora a suspensão pelo STF da liminar relativa à apreciação dos vetos presidenciais no Congresso Nacional possa facilitar a votação da proposta orçamentária, não há certeza sobre quando isso ocorrerá.

    Os servidores também devem aproveitar o encontro co Joaquim Barbosa, que assumiu a presidência em novembro, para levar outras demandas da categoria, como a necessidade de restabelecer as discussões em torno de um plano de carreira. O ministro chegou a indicar, por meio do chefe de gabinete, que em decorrência de alegados problemas de agenda suspenderia a audiência, mas atendeu à solicitação do dirigente sindical para que fosse remarcada para segunda-feira.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 01 Mar 2013, 12:50 pm

    CRAZYKONG escreveu:Para desviar o foco do PIB, governo autoriza mais álcool na gasolina A partir da 0h desta sexta-feira as bombas de combustíveis serão abastecidas com 25% de álcool anidro, por cada litro de gasolina

    Deco Bancillon

    Publicação: 01/03/2013 09:01 Atualização: 01/03/2013 09:21
    O governo publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (1º/3), uma medida que tenta tirar o foco do baixo resultado que o Produto Interno Bruto (PIB) terá no noticiário econômico do dia. De acordo com portaria publicada, o governo autorizou a ampliação do percentual de álcool anidro na mistura da gasolina. A partir da 0h de hoje, as bombas de combustíveis serão abastecidas com 25% de álcool anidro, por cada litro de gasolina.

    Leia mais notícias em Economia

    A medida foi assinada pelo ministro da Agricultura e Pecuária, Mendes Ribeiro. Especulava-se no mercado e no próprio governo que a elevação de 20% para 25% de álcool no derivado do petróleo somente seria aprovada pelo governo em abril, uma vez que ainda há pouco etanol disponível no mercado para dar conta desta maior demanda pelo álcool nas bombas. Entretanto, após publicar a medida nesta sexta-feira, o governo avalia que conseguirá desviar o foco das possíveis críticas que receberá caso o resultado do PIB venha de fato abaixo de 1%, como preveem os analistas no mercado financeiro e até mesmo técnicos da equipe econômica.

    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2013/03/01/internas_economia,352219/para-desviar-o-foco-do-pib-governo-autoriza-mais-alcool-na-gasolina.shtml

    Pois é, mas pelo menos o Mantega, que nem brasileiro é, já disse que também não sou, já que a crise não bateu na porta dos brasileiros.
    magmontal
    magmontal
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 525
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 31/08/2011
    Localização : PJU

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por magmontal Sex 01 Mar 2013, 1:59 pm

    josebarbos escreveu:
    CRAZYKONG escreveu:
    FCCOSTA escreveu:
    andre3107 escreveu:SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PORTARIAS DE 28 DE FEVEREIRO DE 2013

    O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL,
    no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto no inciso II do
    artigo 35 da Lei nº 8.112/90, resolve:

    Nº 59 - Exonerar, a pedido, FERNANDO SILVEIRA CAMARGO do
    cargo em comissão de Diretor-Geral, nível CJ-4
    , da Secretaria do
    Tribunal.

    Diário Oficial da União, 01-03-2013, Seção 2, Pag 100.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Será que ele mexeu em algum vespeiro e puseram sua cabeça a prêmio?

    Pediu pra sair! Não deve suportado a baderna!

    Também sou pela tese. Sair daquele que talvez seja a elite, em termos de organização e gestão de pessoas do serviço público no país, para encarar um judiciário...
    Até creio que no começo deve ter parecido "divertido" e desafiador. Entretanto, depois deve ter visto que não dava para mudar o mundo, e aí voltou para onde é bem quisto.

    Bom, o Alcides tá meio "queimado".... O tal do Amarildo deve estar chegando por aí de novo.... rs
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 01 Mar 2013, 2:39 pm

    magmontal escreveu:
    josebarbos escreveu:
    CRAZYKONG escreveu:
    FCCOSTA escreveu:



    Será que ele mexeu em algum vespeiro e puseram sua cabeça a prêmio?

    Pediu pra sair! Não deve suportado a baderna!

    Também sou pela tese. Sair daquele que talvez seja a elite, em termos de organização e gestão de pessoas do serviço público no país, para encarar um judiciário...
    Até creio que no começo deve ter parecido "divertido" e desafiador. Entretanto, depois deve ter visto que não dava para mudar o mundo, e aí voltou para onde é bem quisto.

    Bom, o Alcides tá meio "queimado".... O tal do Amarildo deve estar chegando por aí de novo.... rs

    Que tal o Policarpo?
    magmontal
    magmontal
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 525
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 31/08/2011
    Localização : PJU

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por magmontal Sex 01 Mar 2013, 2:46 pm

    FCCOSTA escreveu:
    magmontal escreveu:
    josebarbos escreveu:
    CRAZYKONG escreveu:

    Pediu pra sair! Não deve suportado a baderna!

    Também sou pela tese. Sair daquele que talvez seja a elite, em termos de organização e gestão de pessoas do serviço público no país, para encarar um judiciário...
    Até creio que no começo deve ter parecido "divertido" e desafiador. Entretanto, depois deve ter visto que não dava para mudar o mundo, e aí voltou para onde é bem quisto.

    Bom, o Alcides tá meio "queimado".... O tal do Amarildo deve estar chegando por aí de novo.... rs

    Que tal o Policarpo?

    Não dá, o Policarpo já está empenhado em sua campanha para se tornar Papa... (ou suplente de Papa...) rs

    O Conclave para elegê-lo Sumo-Pontífice se fará com urnas itinerantes.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 01 Mar 2013, 2:54 pm

    magmontal escreveu:
    FCCOSTA escreveu:
    magmontal escreveu:
    josebarbos escreveu:

    Também sou pela tese. Sair daquele que talvez seja a elite, em termos de organização e gestão de pessoas do serviço público no país, para encarar um judiciário...
    Até creio que no começo deve ter parecido "divertido" e desafiador. Entretanto, depois deve ter visto que não dava para mudar o mundo, e aí voltou para onde é bem quisto.

    Bom, o Alcides tá meio "queimado".... O tal do Amarildo deve estar chegando por aí de novo.... rs

    Que tal o Policarpo?

    Não dá, o Policarpo já está empenhado em sua campanha para se tornar Papa... (ou suplente de Papa...) rs

    O Conclave para elegê-lo Sumo-Pontífice se fará com urnas itinerantes.

    Na certa não usaram urnas itinerantes na Italia.
    A ANATA de lá venceu a eleição parlamentar.
    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 Sex 01 Mar 2013, 3:40 pm

    Direção da Fenajufe se reunirá com o presidente do STF na próxima segunda-feira
    Publicado em Sexta, 01 Março 2013 16:27

    Está agendada para a próxima segunda-feira (4), audiência com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa com coordenadores da Fenajufe. Desde sua posse em 22/11, a direção da Fenajufe manteve contatos informais com o ministro presidente, contudo, este será o primeiro encontro formal da direção da Federação com a presidência do STF.

    Na pauta, dentre outros temas, o que emerge é a decisão do STF em aguardar a aprovação do Orçamento Geral da União, para só então pagar o reajuste aprovado aos servidores no fim de 2012.

    A posição do STF de não pagar o aumento da GAJ, surpreendeu a categoria, até porque, o Executivo, o MPU e alguns Tribunais Regionais Eleitorais efetuaram o pagamento de seus respectivos reajustes antes mesmo do orçamento de 2013. Não bastasse isso, baseado no que tem sido veiculado pela imprensa, uma série de questões políticas envolvendo o Legislativo Federal e o Executivo aponta que o orçamento ainda não tem data definitiva para votação, o que amplia a preocupação da categoria com relação ao reajuste.

    Fonte: [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    Adilson
    Adilson
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Profeta do Apocalipse
    Mensagens : 1581
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 19/07/2010
    Idade : 45

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Adilson Sex 01 Mar 2013, 3:57 pm

    magmontal escreveu:
    FCCOSTA escreveu:
    magmontal escreveu:
    josebarbos escreveu:

    Também sou pela tese. Sair daquele que talvez seja a elite, em termos de organização e gestão de pessoas do serviço público no país, para encarar um judiciário...
    Até creio que no começo deve ter parecido "divertido" e desafiador. Entretanto, depois deve ter visto que não dava para mudar o mundo, e aí voltou para onde é bem quisto.

    Bom, o Alcides tá meio "queimado".... O tal do Amarildo deve estar chegando por aí de novo.... rs

    Que tal o Policarpo?

    Não dá, o Policarpo já está empenhado em sua campanha para se tornar Papa... (ou suplente de Papa...) rs

    O Conclave para elegê-lo Sumo-Pontífice se fará com urnas itinerantes.
    E SMS da CUT atacando os cardeais concorrentes lol! lol! lol! lol!
    Peres
    Peres
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 222
    Reputação : 5
    Data de inscrição : 24/07/2012

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Peres Sex 01 Mar 2013, 4:27 pm

    Essa vida de servidor do MPu está cada vez mais difícil
    1º aumento de 5%
    2º rebaixamento
    3º Agora, extinção de cargos(extinção e terceirização da informática e do transporte)

    Ainda dizem que pode voltar as 40 hs.....pq que o mundo não acabou logo em 2012? Estou muito puto...
    GANDALF
    GANDALF
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 388
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 13/06/2011

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por GANDALF Sex 01 Mar 2013, 4:44 pm

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Eles devem estar arrependidos de não terem dado aumento para os servidores em 2011. Ou não!
    GANDALF
    GANDALF
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 388
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 13/06/2011

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por GANDALF Sex 01 Mar 2013, 4:48 pm

    Minha previsão da evolução do PIB para 2013... vai ser mais de 1,8%.
    molotov
    molotov
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 778
    Reputação : 47
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por molotov Sex 01 Mar 2013, 4:51 pm

    Estudo da FGV sobre concursos não foi o começo e nem será o final dos ataques aos servidores.

    15,8%, previdência, nada de aumento no vencimento básico.

    Agora na globonews no "entre aspas" estão detonando servidores públicos.

    "SALÁRIOS E BENEFÍCIOS ACUMULADOS SÃO JUSTOS ???"


    "GASTOS DO JUD SÃO 14 bi. Não é o executivo o problema, é no legislativo e judiciário."

    "JUD é poderoso pq julga coisas para eles. E faz isso pelo executivo também para conseguir mais facilmente seus penduricalhos."

    "Aux alimentação é absurdo. Como a Eliana Calmon recebe tudo aquilo de uma vez (os atrasados, que nunca receberam) ???"

    "Em Brasília tem a máfia dos servidores. Os que tem mais burocracia tem mais poder. Polícia, Receita, Bacen ..."

    "Pesquisas mostram que o serviço público é um dos piores do mundo e paga mto acima da iniciativa privada"

    "Procurador já sai da faculdade ganhando 19k. Um absurdo."

    "Esse negócio do direito adquirido que vem e paga aux. alimentação retroativo aos juízes ..."

    "Sempre tentam defender o teto, mas esbarram no tal do direito adquirido".

    Para o tiozinho ("especialista") "o voto distrital e a câmara e senado no RJ o povo faria pressão. Lá em Brasília eles ficam mto longe do cidadão." kkkkkkkkkkkkkkkk

    Detalhe ... tem um servidor do executivo defendendo o dele vergonhosamente. Como se não fosse servidor público

    "Nós somos a base da pirâmide".

    "O problema está no judiciário".

    "A isonomia para nós (executivo) é inimaginável".



    Última edição por molotov em Sex 01 Mar 2013, 5:02 pm, editado 2 vez(es)
    molotov
    molotov
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 778
    Reputação : 47
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por molotov Sex 01 Mar 2013, 4:58 pm

    "O servidor público tem a consciência de que quem paga esse salários altos e etc a ele é a população ???".

    Essa Mônica Waldvogel me deu nojo com essa pauta dela hoje.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 01 Mar 2013, 5:48 pm

    molotov escreveu:"O servidor público tem a consciência de que quem paga esse salários altos e etc a ele é a população ???".

    Essa Mônica Waldvogel me deu nojo com essa pauta dela hoje.

    Ver matéria econômica da Globo, especialmente quando tratam de servidor público, é masoquismo. Nem perco meu tempo!
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 01 Mar 2013, 5:57 pm

    V G B N D, sem mais.

    molotov escreveu:"O servidor público tem a consciência de que quem paga esse salários altos e etc a ele é a população ???".

    Essa Mônica Waldvogel me deu nojo com essa pauta dela hoje.
    CRAZYKONG
    CRAZYKONG
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1000
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 20/06/2012

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por CRAZYKONG Sex 01 Mar 2013, 6:42 pm

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    kibe loco


    _________________
    "O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz sobre si a ruína." Provérbios 13:3
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8806
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por darkshi Sab 02 Mar 2013, 2:16 pm

    molotov escreveu:Estudo da FGV sobre concursos não foi o começo e nem será o final dos ataques aos servidores.

    15,8%, previdência, nada de aumento no vencimento básico.

    Agora na globonews no "entre aspas" estão detonando servidores públicos.

    "SALÁRIOS E BENEFÍCIOS ACUMULADOS SÃO JUSTOS ???"


    "GASTOS DO JUD SÃO 14 bi. Não é o executivo o problema, é no legislativo e judiciário."

    "JUD é poderoso pq julga coisas para eles. E faz isso pelo executivo também para conseguir mais facilmente seus penduricalhos."

    "Aux alimentação é absurdo. Como a Eliana Calmon recebe tudo aquilo de uma vez (os atrasados, que nunca receberam) ???"

    "Em Brasília tem a máfia dos servidores. Os que tem mais burocracia tem mais poder. Polícia, Receita, Bacen ..."

    "Pesquisas mostram que o serviço público é um dos piores do mundo e paga mto acima da iniciativa privada"

    "Procurador já sai da faculdade ganhando 19k. Um absurdo."

    "Esse negócio do direito adquirido que vem e paga aux. alimentação retroativo aos juízes ..."

    "Sempre tentam defender o teto, mas esbarram no tal do direito adquirido".

    Para o tiozinho ("especialista") "o voto distrital e a câmara e senado no RJ o povo faria pressão. Lá em Brasília eles ficam mto longe do cidadão." kkkkkkkkkkkkkkkk

    Detalhe ... tem um servidor do executivo defendendo o dele vergonhosamente. Como se não fosse servidor público

    "Nós somos a base da pirâmide".

    "O problema está no judiciário".

    "A isonomia para nós (executivo) é inimaginável".


    Qual é o problema?
    Eles estão usando o mesmo argumento que nós tentamos usar para receber o mesmo que o ciclo de gestão.
    Mas acho que ao contrario do nosso caso, acredito que deva colar no caso deles. Principalmente pq não vejo ninguém vá lutar para defender algum diferencial no vale coxinha.

    fabiomodel
    fabiomodel
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1059
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 14/08/2010

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por fabiomodel Sab 02 Mar 2013, 9:43 pm

    SÁBADO, 2 DE MARÇO DE 2013
    Servidores Públicos exige reposição das perdas inflacionárias

    BSPF - 02/03/2013




    Pauta exige reposição das perdas inflacionárias. Se governo não ceder, poderá haver paralisação dos serviços. Rodada de negociação deve começar imediatamente, segundo Condsef

    Funcionalismo fez longa greve em 2012, quando conseguiu aumento de 15,8%, divididos em três anos. Lista de pedidos é grande


    A Confederação Nacional dos Servidores Públicos (Condsef), que representa mais de 80% das categorias do funcionalismo federal, está com a pauta pronta para a Campanha Salarial Unificada de 2013. Insiste nos mesmos termos que atormentaram o governo com uma longa greve em 2012, e não abre mão de negociação já. Isso porque os servidores foram obrigados a aceitar o tudo ou nada do governo no ano passado e abraçaram o reajuste salarial compulsório de 15,8% (5% em três anos). A partir de março, pretendem mostrar que não engoliram o cardápio linear do Ministério do Planejamento. Se a equipe econômica da presidente Dilma Rousseff achava ter encontrado a fórmula da paz até 2015, que arregace as mangas e prepare as armas. A briga vai ser tensa.

    “Não houve avanço no ano passado. O aumento foi insuficiente. Continuamos lutando por política salarial permanente com reposição inflacionária, correção das distorções, data-base em 1º de maio, paridade entre ativos e inativos e, principalmente, retirada, no Congresso, de todos os projetos e medidas contrários aos interesses dos servidores”, disse Josemilton Costa, secretário-geral da Condsef. O último item configura o tamanho da batalha. Existe, segundo o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), pelo menos 32 projetos concernentes aos servidores. Destes, 10 são motivos de combates constantes entre Executivo, Legislativo e trabalhadores.

    Eles tratam de restrições aos gastos do governo com pessoal: aposentadoria especial, fundações estatais de saúde — entendidas como privatizações de hospitais universitários —, demissões por insuficiência de desempenho, reforma da Previdência, direito de greve, negociação coletiva, cadastro nacional de servidores demitidos, contribuição de inativos, entre outros. A Condsef quer também a eliminação do Artigo 78, da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que define o prazo até 31 de agosto para encaminhamento de projetos de lei que reestrutura a carreira e concede reajuste aos trabalhadores. E reclama que a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, não os atende.

    No dia 20 de fevereiro, várias entidades dos servidores fizeram um ato em frente ao Planejamento para marcar o lançamento da Campanha Salarial Unificada 2013. Queriam audiência com a ministra, mas não foram atendidas. A categoria se organiza agora para uma grande marcha a Brasília em abril, provavelmente no dia 24, para buscar uma resposta adequada do governo. A Campanha foi protocolada em 22 de janeiro, em oito setores diferentes do governo. Além dos itens que uniram a categoria em 2012, foram incluídos equiparação dos valores do auxílio-alimentação nos Três Poderes (tema que aguarda análise no Supremo) e melhorias nos planos de saúde dos servidores públicos e suas famílias.

    Servidores de elite

    Os servidores de elite, os chamados “sangues-azuis” pela presidente Dilma Roussef, também preparam seu arsenal. Prometem defender no Congresso matérias de interesse da classe, como Previdência Social, justiça fiscal, tributação, aposentadoria e justiça no trabalho. Tese dos auditores-fiscais da Receita Luiz Carlos Amaral Veloso Filho e Cláudio Peres de Queiroz sugere, inclusive, que a categoria faça lobby junto aos parlamentares. Definem como lobby “a prática de buscar acesso aos agentes políticos e fazer com que eles saibam das demandas de determinados segmentos da sociedade, usando pessoas (lobistas) e seus canais de contato junto aos órgãos de governo”.

    Os auditores da Receita acompanham e apoiam processos que pedem que o Supremo anule a aprovação da reforma da Previdência, em 2003, sob a alegação de que houve compra de votos de parlamentares no período, pelo esquema do mensalão. O presidente do Sindifisco, sindicato da categoria, Pedro Delarue, foi enfático e citou, como exemplo, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 555/2006), que acaba com a contribuição dos servidores inativos. “Queríamos a extinção imediata da cobrança. Mas acabamos concordando com outra proposta que reduz o valor em 20% a cada ano, a partir dos 60 anos, e só para após os 65 anos”, destacou. No dia 20 de março, o Sindifisco participa, em conjunto com o Movimento dos Servidores Aposentados e Pensionistas (Mosap), na Câmara dos Deputados, do Encontro Nacional pela aprovação da matéria.

    Pleitos protocolados:

    - Definição da data-base em 1º de maio, para que as negociações não fiquem vinculadas à elaboração do Orçamento da União, considerado restritivo demais.

    - Uma política salarial permanente, com um gatilho para a reposição inflacionária e a incorporação de gratificações.

    - Cumprimento, por parte do governo, dos acordos de restruturação das carreiras que foram firmados nos últimos anos, mas ainda não saíram do papel.

    - Retirada do Congresso de textos que alteram a legislação para retirar direitos dos trabalhadores.

    - Supressão do artigo 78 da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que define o prazo de 31 de agosto para o envio de projetos de restruturação das carreiras e de concessão de reajustes

    - Paridade salarial entre ativos, aposentados e pensionistas.


    Fonte: Blog do Servidor e Condsef
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7828
    Reputação : 592
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Galizezin Dom 03 Mar 2013, 7:16 am

    fabiomodel escreveu:SÁBADO, 2 DE MARÇO DE 2013
    Servidores Públicos exige reposição das perdas inflacionárias

    BSPF - 02/03/2013




    Pauta exige reposição das perdas inflacionárias. Se governo não ceder, poderá haver paralisação dos serviços. Rodada de negociação deve começar imediatamente, segundo Condsef

    Funcionalismo fez longa greve em 2012, quando conseguiu aumento de 15,8%, divididos em três anos. Lista de pedidos é grande


    A Confederação Nacional dos Servidores Públicos (Condsef), que representa mais de 80% das categorias do funcionalismo federal, está com a pauta pronta para a Campanha Salarial Unificada de 2013. Insiste nos mesmos termos que atormentaram o governo com uma longa greve em 2012, e não abre mão de negociação já. Isso porque os servidores foram obrigados a aceitar o tudo ou nada do governo no ano passado e abraçaram o reajuste salarial compulsório de 15,8% (5% em três anos). A partir de março, pretendem mostrar que não engoliram o cardápio linear do Ministério do Planejamento. Se a equipe econômica da presidente Dilma Rousseff achava ter encontrado a fórmula da paz até 2015, que arregace as mangas e prepare as armas. A briga vai ser tensa.

    “Não houve avanço no ano passado. O aumento foi insuficiente. Continuamos lutando por política salarial permanente com reposição inflacionária, correção das distorções, data-base em 1º de maio, paridade entre ativos e inativos e, principalmente, retirada, no Congresso, de todos os projetos e medidas contrários aos interesses dos servidores”, disse Josemilton Costa, secretário-geral da Condsef. O último item configura o tamanho da batalha. Existe, segundo o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), pelo menos 32 projetos concernentes aos servidores. Destes, 10 são motivos de combates constantes entre Executivo, Legislativo e trabalhadores.

    Eles tratam de restrições aos gastos do governo com pessoal: aposentadoria especial, fundações estatais de saúde — entendidas como privatizações de hospitais universitários —, demissões por insuficiência de desempenho, reforma da Previdência, direito de greve, negociação coletiva, cadastro nacional de servidores demitidos, contribuição de inativos, entre outros. A Condsef quer também a eliminação do Artigo 78, da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que define o prazo até 31 de agosto para encaminhamento de projetos de lei que reestrutura a carreira e concede reajuste aos trabalhadores. E reclama que a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, não os atende.

    No dia 20 de fevereiro, várias entidades dos servidores fizeram um ato em frente ao Planejamento para marcar o lançamento da Campanha Salarial Unificada 2013. Queriam audiência com a ministra, mas não foram atendidas. A categoria se organiza agora para uma grande marcha a Brasília em abril, provavelmente no dia 24, para buscar uma resposta adequada do governo. A Campanha foi protocolada em 22 de janeiro, em oito setores diferentes do governo. Além dos itens que uniram a categoria em 2012, foram incluídos equiparação dos valores do auxílio-alimentação nos Três Poderes (tema que aguarda análise no Supremo) e melhorias nos planos de saúde dos servidores públicos e suas famílias.

    Servidores de elite

    Os servidores de elite, os chamados “sangues-azuis” pela presidente Dilma Roussef, também preparam seu arsenal. Prometem defender no Congresso matérias de interesse da classe, como Previdência Social, justiça fiscal, tributação, aposentadoria e justiça no trabalho. Tese dos auditores-fiscais da Receita Luiz Carlos Amaral Veloso Filho e Cláudio Peres de Queiroz sugere, inclusive, que a categoria faça lobby junto aos parlamentares. Definem como lobby “a prática de buscar acesso aos agentes políticos e fazer com que eles saibam das demandas de determinados segmentos da sociedade, usando pessoas (lobistas) e seus canais de contato junto aos órgãos de governo”.

    Os auditores da Receita acompanham e apoiam processos que pedem que o Supremo anule a aprovação da reforma da Previdência, em 2003, sob a alegação de que houve compra de votos de parlamentares no período, pelo esquema do mensalão. O presidente do Sindifisco, sindicato da categoria, Pedro Delarue, foi enfático e citou, como exemplo, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 555/2006), que acaba com a contribuição dos servidores inativos. “Queríamos a extinção imediata da cobrança. Mas acabamos concordando com outra proposta que reduz o valor em 20% a cada ano, a partir dos 60 anos, e só para após os 65 anos”, destacou. No dia 20 de março, o Sindifisco participa, em conjunto com o Movimento dos Servidores Aposentados e Pensionistas (Mosap), na Câmara dos Deputados, do Encontro Nacional pela aprovação da matéria.

    Pleitos protocolados:

    - Definição da data-base em 1º de maio, para que as negociações não fiquem vinculadas à elaboração do Orçamento da União, considerado restritivo demais.

    - Uma política salarial permanente, com um gatilho para a reposição inflacionária e a incorporação de gratificações.

    - Cumprimento, por parte do governo, dos acordos de restruturação das carreiras que foram firmados nos últimos anos, mas ainda não saíram do papel.

    - Retirada do Congresso de textos que alteram a legislação para retirar direitos dos trabalhadores.

    - Supressão do artigo 78 da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que define o prazo de 31 de agosto para o envio de projetos de restruturação das carreiras e de concessão de reajustes

    - Paridade salarial entre ativos, aposentados e pensionistas.


    Fonte: Blog do Servidor e Condsef

    Colegas, acho que só a pressão só vai funcionar para aquelas carreiras que NEGARAM a esmola. Sindicatos e servidores aprovam 15,8% e depois vão pedir mais? A desculpa da imposição não vale.
    Sr. Omar
    Sr. Omar
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 115
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 21/02/2013

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Sr. Omar Dom 03 Mar 2013, 7:26 am

    Ta certo que se ela entrar vai ganhar uma CJ, mas quem sabe o Ministro enfim perceba que no judiciário se paga metade do executivo e 1/3 do legislativo. Quem sabe sentindo o arrocho por quem está próximo ele resolva fazer alguma coisa pelos combalidos servidores NOVATOS do judiciário...

    Na noite de sexta-feira, durante a apresentação do Festival de Música em Trancoso, ainda se falava do sucesso que o ministro Joaquim Barbosa fez na sua aparição pela festa. Ele estava acompanhado de sua namorada, uma advogada de 24 anos, de Rondônia. Os dois andaram de mãos dadas pela cidade e foram vistos jantando no restaurante Maritaca.

    A namorada do presidente do Supremo fez faculdade de direito no Balneário Camboriú (SC) e hoje está prestando concurso para trabalhar justamente no STF. Seu nome é Handra.

    E onde Barbosa conheceu Handra? Em uma banca de revistas no Rio, no Leblon. Em frente à farmácia Piauí. A moça se apresentou e se disse sua fã. Quem a conheceu atesta ser ela inteligentíssima.

    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 Dom 03 Mar 2013, 8:18 am

    Barbosa diz que juízes têm mentalidade pró impunidade

    Por Rodrigo Haidar

    Para o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, os juízes brasileiros têm mentalidade “mais conservadora, pró status quo, pró impunidade”. Já os integrantes das carreiras do Ministério Público são “rebeldes, contra status quo, com pouquíssimas exceções”. As afirmações foram feitas pelo ministro em entrevista coletiva concedida a correspondentes estrangeiros na última quinta-feira (28/2).

    O ministro afirmou que as carreiras de juízes e de procuradores ou promotores de Justiça são muito próximas. “Os concursos são os mesmos, a remuneração é a mesma, o pessoal quase todo sai das mesmas escolas. Uma vez que se ingresse em uma dessas carreiras, as mentalidades são absolutamente díspares”, disse.

    O presidente do Supremo comparou as mentalidades das duas carreiras ao responder sobre quais reformas são necessárias para que o processo no Brasil tramite em tempo razoável e com resultados satisfatórios: “Uma reforma de mentalidades também eu acho que seria muito boa. Uma reforma de mentalidades da parte dos juristas. Há um problema, não apenas sistêmico, mas orgânico dentro da própria instituição judiciária. Nesse plano de mentalidades, eu estou dizendo”.

    Joaquim Barbosa não poupou críticas à magistratura e à imprensa brasileira. O ministro comparou o julgamento da Ação Penal 470, o processo do mensalão, ao trâmite do caso Gil Rugai. De acordo com ele, a imprensa xingou o Supremo e o esculhambou questionando o fato de o mensalão ter levado sete anos para ser julgado. Mas não falou “uma única palavra” sobre a demora de casos como o de Gil Rugai. “Aí é que está o absurdo: julgar um caso simples e levar 10 anos”.

    O ministro acredita que “a população é muito consciente sobre esses contrastes” e que houve demora no caso “porque alguém aí, provavelmente, não estava querendo julgar”. Segundo ele, “quando há vontade de se julgar”, se julga. “Vontade política?”, questionou um dos jornalistas. “Vontade mesmo de trabalhar e ignorar a qualidade das partes”, respondeu o presidente do Supremo.

    De acordo com Joaquim Barbosa, “há falta de vontade, há medo do juiz. Ele deixa aquilo ali, deixa correr em muitos casos”. O ministro criticou o sistema penal brasileiro, que diz ser muito frouxo. “É um sistema totalmente pró-réu, pró-criminalidade. Não há sistema penal em países com o mesmo nível de desenvolvimento do Brasil tão frouxo, que opere tanto pró-impunidade”.

    Ao comentar o caos no sistema penitenciário brasileiro, Barbosa afirmou que o responsável pela situação caótica é, principalmente, o Poder Executivo que, segundo ele, “não dá a mínima, não dá a menor atenção”. E atribuiu também ao Judiciário uma parcela da culpa. Novamente, a artilharia teve como destino os juízes: “O Poder Judiciário também tem uma parcela de culpa porque há muitos juízes de execução penal que são puramente burocráticos. Eles têm a responsabilidade para supervisionar a execução da pena, mas ficam em seus gabinetes. Eles não vão lá saber, ver a situação concreta das prisões. Apenas tomam decisões puramente formais ao passo que o mundo das prisões é aquele inferno que muitas vezes eles nem procuram saber de que se trata”.

    Barbosa também falou sobre a judicialização da política. Para ele, o fenômeno não prejudica o sistema de justiça. Pelo contrário, ajuda. “Imagine o que seria o sistema político brasileiro se não houvesse esse tribunal. Imaginem se todas as decisões cruciais de nosso país fossem tomadas mesmo pelo Congresso Nacional”, afirmou. Segundo ele, o julgamento que discutiu a ordem de votação de vetos presidenciais na Câmara é a expressão da fragilidade de um setor do sistema político brasileiro, do Poder Legislativo.

    “O que se vê no Congresso é a incapacidade de tomar decisões que são próprias de qualquer Legislativo. No Legislativo brasileiro, por uma tradição que se fortaleceu muito durante o regime militar, e também por força da fragilidade da oposição dentro do Parlamento, há essa dificuldade de se tomar decisões que exijam um quórum mais qualificado, como a derrubada de um veto. Acredito que não haja uma maioria no Congresso para derrubar um veto presidencial”, disse.

    O ministro atribuiu sua popularidade, com direito a máscaras de Carnaval, à ideia de que a sociedade está cansada de “políticos profissionais”. E os definiu: “Nós temos parlamentares aí que estão há 30, 40 anos no Congresso ininterruptamente. E aqui ninguém jamais pensou em estabelecer turn limits”. Reforçou também que não pensa em se candidatar à Presidência da República: “Eu não tenho interesse, eu não tenho phisique du rôle”.

    O presidente do Supremo ainda falou sobre a pauta extensa do tribunal, as brigas entre ministros e casos em julgamento na Corte. Sobre o mensalão, disse esperar que o processo esteja completamente concluído, com as penas dos condenados começando a ser executadas, até julho. Depois, em conversa com jornalistas da imprensa brasileira, disse que, por ele, o processo já estaria encerrado: “Por mim, eu encerraria ontem. Não é em julho, não. Mas infelizmente eu tenho que obedecer aos prazos”.

    Leia a entrevista concedida a correspondentes estrangeiros, divulgada pelo Supremo Tribunal Federal
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 Dom 03 Mar 2013, 8:20 am

    Juízes criticam declaração de presidente do Supremo

    A Associação dos Magistrados Brasileiros, a Associação dos Juízes Federais do Brasil e a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho emitiram neste sábado (2/3) nota pública em que classificam de “preconceituosa, generalista, superficial e, sobretudo, desrespeitosa” a declaração do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, a jornalistas estrangeiros.

    Em entrevista coletiva concedida na quinta-feira (28/2) a correspondentes internacionais, Barbosa afirmou que os juízes brasileiros têm mentalidade “mais conservadora, pró status quo, pró impunidade”. Já os integrantes das carreiras do Ministério Público seriam “rebeldes, contra status quo, com pouquíssimas exceções”.

    Para as entidades que representam os juízes, as conclusões de Joaquim Barbosa partem de “percepções preconcebidas”. Os juízes consideram “incabível” a comparação das carreiras da magistratura e a do Ministério Público, já que o MP é a parte responsável pela acusação no processo penal enquanto os juízes não têm obrigação nem com a defesa nem com a acusação, mas "a missão constitucional de ser imparcial" e garantir um processo justo.

    As entidades afirmam que não têm sido ouvidas pelo presidente do STF e disseram que o "isolacionismo" de Barbosa "parte do pressuposto de ser o único detentor da verdade".

    Assinam o documento o presidente da AMB, Nelson Calandra, o da Ajufe, Nino Toldo, e o da Anamatra, Renato Henry Sant’Anna.

    Leia abaixo a íntegra da nota:
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Dom 03 Mar 2013, 10:44 am

    Sr. Omar escreveu:Ta certo que se ela entrar vai ganhar uma CJ, mas quem sabe o Ministro enfim perceba que no judiciário se paga metade do executivo e 1/3 do legislativo. Quem sabe sentindo o arrocho por quem está próximo ele resolva fazer alguma coisa pelos combalidos servidores NOVATOS do judiciário...

    Na noite de sexta-feira, durante a apresentação do Festival de Música em Trancoso, ainda se falava do sucesso que o ministro Joaquim Barbosa fez na sua aparição pela festa. Ele estava acompanhado de sua namorada, uma advogada de 24 anos, de Rondônia. Os dois andaram de mãos dadas pela cidade e foram vistos jantando no restaurante Maritaca.

    A namorada do presidente do Supremo fez faculdade de direito no Balneário Camboriú (SC) e hoje está prestando concurso para trabalhar justamente no STF. Seu nome é Handra.

    E onde Barbosa conheceu Handra? Em uma banca de revistas no Rio, no Leblon. Em frente à farmácia Piauí. A moça se apresentou e se disse sua fã. Quem a conheceu atesta ser ela inteligentíssima.


    Depois vou mostrar isto para minha esposa.
    Além da probabilidade dos aniversários, o exemplo estatístico que mais me chamou a atenção foi o dos casamentos, em que se uma mulher não arruma o cara da vida dela até os 25 anos, provavelmente ficará solteira.

    Minha esposa até entendeu a explicação, mas no fundo nunca acreditou muito no ditado "cavalo velho gosta é de capim novo".
    Reaper
    Reaper
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Pé-Duro
    Mensagens : 1772
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 12/07/2010
    Idade : 42
    Localização : Santos/SP

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Reaper Dom 03 Mar 2013, 3:22 pm

    Sr. Omar escreveu:Ta certo que se ela entrar vai ganhar uma CJ, mas quem sabe o Ministro enfim perceba que no judiciário se paga metade do executivo e 1/3 do legislativo. Quem sabe sentindo o arrocho por quem está próximo ele resolva fazer alguma coisa pelos combalidos servidores NOVATOS do judiciário...

    Quando ela reclamar do salário ele vai dizer: "Calma minha lindinha, é só o começo, depois vc passa num concurso melhor, quem sabe no Senado??" Very Happy

    Abraços,

    Reaper
    avatar
    Convidad
    Convidado

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidad Dom 03 Mar 2013, 8:04 pm

    andre3107 escreveu:Juízes criticam declaração de presidente do Supremo

    A Associação dos Magistrados Brasileiros, a Associação dos Juízes Federais do Brasil e a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho emitiram neste sábado (2/3) nota pública em que classificam de “preconceituosa, generalista, superficial e, sobretudo, desrespeitosa” a declaração do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, a jornalistas estrangeiros.

    Em entrevista coletiva concedida na quinta-feira (28/2) a correspondentes internacionais, Barbosa afirmou que os juízes brasileiros têm mentalidade “mais conservadora, pró status quo, pró impunidade”. Já os integrantes das carreiras do Ministério Público seriam “rebeldes, contra status quo, com pouquíssimas exceções”.

    Para as entidades que representam os juízes, as conclusões de Joaquim Barbosa partem de “percepções preconcebidas”. Os juízes consideram “incabível” a comparação das carreiras da magistratura e a do Ministério Público, já que o MP é a parte responsável pela acusação no processo penal enquanto os juízes não têm obrigação nem com a defesa nem com a acusação, mas "a missão constitucional de ser imparcial" e garantir um processo justo.

    As entidades afirmam que não têm sido ouvidas pelo presidente do STF e disseram que o "isolacionismo" de Barbosa "parte do pressuposto de ser o único detentor da verdade".

    Assinam o documento o presidente da AMB, Nelson Calandra, o da Ajufe, Nino Toldo, e o da Anamatra, Renato Henry Sant’Anna.

    Leia abaixo a íntegra da nota:
    http://www.conjur.com.br/2013-mar-02/magistrados-reagem-declaracao-joaquim-barbosa-jornalistas-estrangeiros

    AJUFE há muito se perdeu e é pouco ouvida, por ser unicamente corporativista e nada além disso...

    avatar
    Bagao
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 256
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Bagao Seg 04 Mar 2013, 7:27 am

    Tendo em vista a aparente disposição do novo presidente do TST, seria interessante a ANATA se reunir com o mesmo para pedir a volta do concurso nacional de remoção na Justiça do Trabalho.
    ___________________________________________________________________________

    Novo presidente do TST recebe Fenajufe e defende valorização e plano de carreira aos servidores
    Publicado em Sexta, 01 Março

    Os Coordenadores da Fenajufe, Cledo Vieira e Joaquim Castrillon estiveram reunidos nesta quinta-feira (28), com o atual vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Carlos Alberto Reis de Paula, que assumirá oficialmente a presidência do Tribunal, a partir do dia 05 de março.

    O futuro presidente do TST garantiu aos coordenadores da Fenajufe que será um líder dos servidores nas demandas institucionais. O ministro reconheceu que há defasagem em torno de 30% dos salários dos servidores e magistrados e defendeu a valorização dos servidores do Poder Judiciário com a definição de uma política de qualificação e de um Plano de Carreira. “Como líder serei um contínuo pregador desta posição”, afirmou Reis de Paula.

    Já ficou definido que após a posse, a direção da Fenajufe procurará o chefe de gabinete, o juiz auxiliar Orlando Tadeu Alcântara, para mais uma reunião , já em caráter negocial com a Federação para tratar das demandas da categoria e alternativas com vistas a recomposição salarial.

    Castrillon saiu otimista do encontro e valorizou a iniciativa do novo presidente em convidar a Fenajufe para dar início a um diálogo que poderá ajudar na concretização das reivindicações da categoria.

    Fonte: Fenajufe
    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 Seg 04 Mar 2013, 7:35 am

    Isso mesmo. Seria muito bom o retorno da remoção nacional.

    Bagao escreveu:Tendo em vista a aparente disposição do novo presidente do TST, seria interessante a ANATA se reunir com o mesmo para pedir a volta do concurso nacional de remoção na Justiça do Trabalho.
    ___________________________________________________________________________

    Novo presidente do TST recebe Fenajufe e defende valorização e plano de carreira aos servidores
    Publicado em Sexta, 01 Março

    Os Coordenadores da Fenajufe, Cledo Vieira e Joaquim Castrillon estiveram reunidos nesta quinta-feira (28), com o atual vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Carlos Alberto Reis de Paula, que assumirá oficialmente a presidência do Tribunal, a partir do dia 05 de março.

    O futuro presidente do TST garantiu aos coordenadores da Fenajufe que será um líder dos servidores nas demandas institucionais. O ministro reconheceu que há defasagem em torno de 30% dos salários dos servidores e magistrados e defendeu a valorização dos servidores do Poder Judiciário com a definição de uma política de qualificação e de um Plano de Carreira. “Como líder serei um contínuo pregador desta posição”, afirmou Reis de Paula.

    Já ficou definido que após a posse, a direção da Fenajufe procurará o chefe de gabinete, o juiz auxiliar Orlando Tadeu Alcântara, para mais uma reunião , já em caráter negocial com a Federação para tratar das demandas da categoria e alternativas com vistas a recomposição salarial.

    Castrillon saiu otimista do encontro e valorizou a iniciativa do novo presidente em convidar a Fenajufe para dar início a um diálogo que poderá ajudar na concretização das reivindicações da categoria.

    Fonte: Fenajufe

    Conteúdo patrocinado

    Tópico Geral - Página 14 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom 28 Nov 2021, 1:17 am