PCS JÁ

PCS JÁ



    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    NANTUNES80
    NANTUNES80
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 404
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 09/09/2013

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por NANTUNES80 Qui 17 Out 2013, 11:46 pm

    SINASEMPU reuniu-se com o novo PGR

    O SINASEMPU foi recebido na manhã de hoje (17) pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot. Participaram da reunião, os Diretores do SINASEMPU, Darci Rodrigues, Eduardo Marques, Gleidson Moreira e Bruno Marota, o Secretário-Geral do Ministério Público da União (MPU), Lauro Cardoso, o Secretário-Geral adjunto do MPF, Danilo Dias, o Chefe de Gabinete do PGR, Eduardo Pelella e também a servidora Edilene Vasconcelos que foi convidada, pois já havia trabalhado com o Dr. Janot em outro momento. A servidora foi citada pelo Procurador diversas vezes, em referência ao trabalho desenvolvido na época em que ele foi Secretário-Geral.
    O objetivo da reunião foi esclarecer algumas medidas que devem ser tomadas imediatamente para a valorização da categoria. Na ocasião, foram citados alguns pontos como a questão do reenquadramento, da criação de um novo Plano de Cargos e Salários e também da importância de ser reaberto um canal de comunicação permanente entre a Administração e o Sindicato para que as demandas dos servidores sejam atendidas.

    O Procurador-Geral informou que assinaria ainda hoje a portaria do reenquadramento dos servidores do Ministério Público da União e que uma dotação orçamentária de 60 milhões de reais foi repassada pelo Ministério do Planejamento para que esse pagamento seja feito. Janot afirmou: “Pode avisar aos servidores que eles terão um final de ano mais agradável”.

    O diretor do SINASEMPU, Darci Rodrigues de Almeida informou que no final do mês acontecerá a XVII Assembleia-Geral Ordinária, a qual foi marcada nesta data por existir o feriado do dia 28 de outubro que caracteriza o “Dia do Funcionário Público”, mas como a Procuradoria transferiu o feriado para o dia 31 de outubro (Clique aqui para ler a Portaria), o que traria prejuízo para os servidores, que teriam de compensar as horas desse dia. O Dr. Janot assegurou a liberação de todos os Delegados de Base e dos Diretores Seccionais que virão a XVII AGO mediante um encaminhamento de um ofício com a lista de todos os nomes que estarão presentes na Assembleia.

    O Procurador determinou que o Secretário-Geral, Lauro Cardoso crie uma Comissão permanente de negociação entre o SINASEMPU e a Administração para buscar o encaminhamento das demandas dos servidores. O Sindicato propôs que sejam feitas reuniões mensais, desde que não comprometa a agenda das organizações para que as propostas sejam debatidas.

    Em relação ao Plano de Cargos e Salários (PCS), o Procurador-Geral assegurou que o MPU terá autonomia para elaborar um novo Plano, diferente do Poder Judiciário, e que ele lutará politicamente para que seja aprovado. Ainda enfatizou: “Nós temos carreira independente, o impacto de um reajuste salarial para o MPU é pequeno, se comparado ao impacto do Judiciário”.

    O Dr. Janot solicitou inclusive o apoio do Sindicato para viabilizar esse projeto. Os Diretores do SINASEMPU entendem que a partir da filiação do Sindicato à FENAFIRC teremos mais força política dentro do Congresso, o que poderá contribuir para a aprovação de um novo PCS.


    O PGR informou que até o final desta semana deverá ser assinada a Portaria que implementa o recesso coletivo de 20 de dezembro de 2013 a 6 de janeiro de 2014. Além disso, regulamentou o auxílio moradia para os servidores, aumentou o valor das diárias, informou que vai unificar a carreira dos técnicos de segurança e de transporte e melhorou o plano de bolsa de pós-graduação para os servidores, para incentivar a sua qualificação.

    O SINASEMPU entende que foi uma reunião que marcou a reabertura do diálogo entre a Administração e a entidade, onde ficou clara a importância de uma contribuição franca e aberta entre as partes, em prol de melhorias nas condições de trabalho e na valorização dos servidores do MPU.

    Fonte:http://www.sinasempu.org.br/index.php/noticias/sinasempu_pgr-destaques.html
    p48l0
    p48l0
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 212
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 08/04/2011

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por p48l0 Qui 17 Out 2013, 11:50 pm

    Como seria esse auxílio moradia?
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7713
    Reputação : 573
    Data de inscrição : 13/01/2012

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por Galizezin Qui 17 Out 2013, 11:56 pm

    Rodrigo Janot, esse é 'o cara'!!!


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    PedroHeenk
    PedroHeenk
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Técnico do MPU
    Mensagens : 118
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 06/07/2010

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por PedroHeenk Sex 18 Out 2013, 12:08 am

    só espero que o Rodrigo Janot não seja mais um vaga-lume que nem o Lauro........

    não tenha medo de desatrelar, Janot! determ 
    RamiroJohn
    RamiroJohn
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 463
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 27/08/2010

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por RamiroJohn Sex 18 Out 2013, 12:22 am

    PedroHeenk escreveu:só espero que o Rodrigo Janot não seja mais um vaga-lume que nem o Lauro........

    não tenha medo de desatrelar, Janot! determ 
    Vocês hão de convir comigo: nunca um PGR foi tão receptivo e promissor quanto a boas mudanças!!!

    Depois do sisudo Antonio Fernando e do indiferente Gurgel, parece que temos um PGR com brilho nos olhos! Que assim seja!!!

    PS: Essa Edilene que estava na reunião era contra o subsídio... fazia parte da anterior Diretoria do Sinasempu... foi o único detalhe que me deixou encucado...
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por Convidado Sex 18 Out 2013, 1:18 pm

    Desde quando o Janot era Secretário-Geral do MPU, sempre gostei desse cara.

    No tempo dele a relotação era livre. Só acabou depois que ele saiu.
    aracajuano
    aracajuano
    Novo Usuário

    Mensagens : 16
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 03/09/2011

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por aracajuano Sex 18 Out 2013, 1:47 pm

    Ao meu ver não teria necessidade de "elaborar um novo plano", é só dar andamento ao PL 2199/2011
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por Convidado Sex 18 Out 2013, 5:32 pm

    p48l0 escreveu:Como seria esse auxílio moradia?


    Tem que ser colocado no contexto. Aí, servidor está entendido como aquele cara que já tem todo o trâmite político e consegue uma CC-4 bem gordinha. Mas fica a portaria só para fins de curiosidade.

    PORTARIA PGR/MPU Nº 653 DE 18 DE SETEMBRO DE 2013

    Dispõe sobre a concessão do auxílio-moradia aos servidores do Ministério Público da União.

    O PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA, no uso da atribuição legal conferida pelo art. 26, inciso VIII, da Lei Complementar nº 75, de 20/5/1993, e tendo em vista o inciso IV do art. 51 e as disposições dos arts. 60-A a 60-E da Lei nº 8.112, de 11/12/1990, e o que consta do Processo Administrativo PGR/MPF nº 1.00.000.012283/2013-18, resolve:

    Art. 1º Regulamentar a concessão do auxílio-moradia aos servidores do Ministério Público da União - MPU, que consiste no ressarcimento das despesas comprovadamente realizadas pelo beneficiário com aluguel de moradia ou com meio de hospedagem administrado por empresa hoteleira.

    Art. 2º O auxílio-moradia será concedido ao servidor que tenha se deslocado do local de residência ou de seu domicílio para ocupar cargo em comissão de nível CC-04 a CC-07 em unidade do MPU, desde que atendidos, cumulativamente, os seguintes requisitos:

    I - não exista imóvel funcional disponível para uso do servidor;
    II - o cônjuge ou companheiro do servidor não ocupe imóvel funcional;
    III - o servidor ou seu cônjuge ou companheiro não seja ou tenha sido, nos 12 (doze) meses que antecederam a sua nomeação, proprietário, promitente comprador, cessionário, ou promitente cessionário de imóvel na localidade em que se dará o exercício do cargo em comissão, incluída a hipótese de lote edificado;
    IV - nenhuma outra pessoa que resida com o servidor receba auxílio-moradia, ou qualquer outra verba de idêntica natureza;
    V - o local de residência ou domicílio do servidor, quando de sua nomeação, não se situe dentro da mesma região metropolitana, aglomeração urbana ou microrregião, constituídas por municípios limítrofes e regularmente instituídas, ou em áreas de controle integrado mantidas com países limítrofes;
    VI - o servidor não tenha sido domiciliado ou tenha residido na localidade onde for exercer o cargo em comissão, nos últimos 12 (doze) meses, desconsiderando-se prazo inferior a 60 (sessenta) dias dentro desse período; e
    VII - o deslocamento não tenha sido por força de lotação ou nomeação para cargo efetivo.

    § 1º Para fins do inciso III, o servidor deverá apresentar certidão negativa emitida pelo Cartório de Registro de Títulos e Cartório do Registro de Imóveis do local onde for exercer o cargo em comissão ou cópia da última declaração anual de imposto de renda.

    § 2º Para fins do inciso VI, não será considerado o prazo no qual o servidor estava ocupando outro cargo em comissão de níveis CC-04 a CC-07.

    Art. 3º Caberá ao servidor, interessado na percepção do auxílio-moradia, requerê-lo, comprovando as condições que permitam o deferimento do respectivo pedido, conforme descritas nesta Portaria, e, se for o caso, a apresentação de contrato de locação firmado na localidade, e sucessivas renovações, ou declaração de que reside em estabelecimento hoteleiro ou similar com a apresentação de recibo mensal que comprove gasto com hospedagem.

    Art. 4º O servidor prestará declaração, sob as penas da lei, quanto ao cumprimento dos requisitos enumerados no art. 2º.

    § 1º O servidor que prestar declarações falsas terá cancelado o auxílio-moradia, será exonerado ou destituído do cargo em comissão e devolverá os valores indevidamente recebidos.

    § 2º Na hipótese do § 1º, o servidor sujeitar-se-á, ainda, às sanções civis, penais e administrativas, nos termos do art. 121 da Lei nº 8.112/1990.

    Art. 5º O auxílio-moradia não será concedido por prazo superior a oito anos dentro de cada período de doze anos, ainda que o servidor mude de cargo ou de Município de exercício do cargo.

    Parágrafo único. Transcorrido o prazo previsto no caput, o pagamento somente será retomado se observados os requisitos constantes do art. 2º para nova concessão, exceto o disposto no § 2º do referido artigo.

    Art. 6º O valor mensal do auxílio-moradia corresponde a 25% (vinte e cinco por cento) do valor do cargo em comissão.

    Parágrafo único. O valor percebido a título de auxílio-moradia não sofre incidência de imposto de renda, consoante disposto no art. 25 da Medida Provisória nº 2.158-35, de 24/8/2001.

    Art. 7º O direito à percepção do auxílio-moradia cessará quando o servidor:

    I - assinar termo de permissão de uso de imóvel funcional;
    II - recusar o uso do imóvel funcional colocado à sua disposição;
    III - desligar-se do órgão ou entidade por motivo de exoneração, destituição ou abandono do cargo em comissão que o habilitou à percepção do auxílio-moradia;
    IV - não atender algum dos requisitos previstos nos incisos do art. 2º;
    V - falecer ou for declarado ausente;
    VI - tornar-se proprietário, promitente comprador, cessionário ou promitente cessionário de imóvel na localidade onde exerce o cargo, incluída a hipótese de lote edificado sem averbação de construção; e
    VII - passar a residir com outra pessoa que ocupe imóvel funcional ou receba auxílio-moradia.

    § 1º O disposto no caput não se aplica quando a recusa do uso do imóvel funcional se der em razão de o imóvel não estar em condições de uso ou não atender a demanda de espaço do núcleo familiar do servidor.

    § 2º No caso de falecimento, exoneração, colocação de imóvel à disposição do servidor, observado o § 1º, ou aquisição de imóvel, o auxílio-moradia cessará em 30 (trinta) dias, contados da data da ocorrência.

    Art. 8º No caso de falecimento, exoneração, colocação de imóvel funcional à disposição do servidor ou cônjuge, ou aquisição de imóvel, o auxílio-moradia continuará sendo pago por um mês.

    Art. 9º Será mantido o auxílio-moradia ao servidor que se afastar por motivo de licença para capacitação, constante do art. 87 da Lei nº 8.112/1990.

    Art. 10. Compete ao Secretário-Geral do MPU dirimir as dúvidas suscitadas na aplicação do disposto nesta Portaria, sendo os casos omissos decididos pelo Procurador-Geral da República.

    Art. 11. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, sendo vedado pagamento retroativo.




    RODRIGO JANOT MONTEIRO DE BARROS
    epitaciosouza
    epitaciosouza
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 738
    Reputação : 6
    Data de inscrição : 31/08/2011

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por epitaciosouza Sex 18 Out 2013, 8:53 pm

    Será se vai colar?
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por Convidado Sab 19 Out 2013, 3:19 am

    epitaciosouza escreveu:Será se vai colar?
    Gato escaldado tem medo de água fria, e hoje mesmo rolou uma lembrança na lista do MPU:

    notícia de 08/2009:
    PGR recebe a ASMPF, através de sua secretária-geral Edilene Vasconcelos, e PGR promete manter um canal permanente de diálogo....
    http://www.asmpf.org.br/ler_noticia.php?noticia=880

    Sabemos o que aconteceu!

    notícia de outubro/2013:
    PGR recebe SINASEMPU, com intermediação da servidora Edilene Vasconcelos, e PGR cria uma comissão permanente de diálogo...
    http://www.sinasempu.org.br/index.php/noticias/sinasempu_pgr-destaques.html


    Uma coisa que já houve de positiva é que este PGR no mínimo já aceitou pagar ajuda de custo a servidores em lotação provisória na primeira PRM inaugurada no seu mandato (Manhuaçu/MG). A questão é ver se vai estender isto aos outros servidores que já tiveram situação semelhante e pedidos indeferidos.

    Quanto ao que o sindicato disse, vou fazer como foi na questão do subsídio. Quero ouvir isto da boca do PGR, não de recados do sindicato. Porque entre o marketing que houve e a real vontade do Gurgel em algum dia termos subsídio, sem que o judiciário tivesse algo semelhante, nós já sabemos que há uma diferença abissal. Principalmente com esta história de que o PGR teria mencionado que deveríamos nos filiar à Fenafirc... Será que ele está realmente preocupado com isto?
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7713
    Reputação : 573
    Data de inscrição : 13/01/2012

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por Galizezin Dom 20 Out 2013, 11:06 am

    josebarbos escreveu:
    epitaciosouza escreveu:Será se vai colar?
    Gato escaldado tem medo de água fria, e hoje mesmo rolou uma lembrança na lista do MPU:

    notícia de 08/2009:
    PGR recebe a ASMPF, através de sua secretária-geral Edilene Vasconcelos, e PGR promete manter um canal permanente de diálogo....
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Sabemos o que aconteceu!

    notícia de outubro/2013:
    PGR recebe SINASEMPU, com intermediação da servidora Edilene Vasconcelos, e PGR cria uma comissão permanente de diálogo...
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Uma coisa que já houve de positiva é que este PGR no mínimo já aceitou pagar ajuda de custo a servidores em lotação provisória na primeira PRM inaugurada no seu mandato (Manhuaçu/MG). A questão é ver se vai estender isto aos outros servidores que já tiveram situação semelhante e pedidos indeferidos.

    Quanto ao que o sindicato disse, vou fazer como foi na questão do subsídio. Quero ouvir isto da boca do PGR, não de recados do sindicato. Porque entre o marketing que houve e a real vontade do Gurgel em algum dia termos subsídio, sem que o judiciário tivesse algo semelhante, nós já sabemos que há uma diferença abissal. Principalmente com esta história de que o PGR teria mencionado que deveríamos nos filiar à Fenafirc... Será que ele está realmente preocupado com isto?
    Pois é Zé! A campanha do Sinasempu por filiação em massa está a pleno vapor. Essa notícia de que o PGR apoiaria uma carreira distinta da do judiciário cai como uma luva para tal pretensão. Agora, confrontando as notícias da mesma reunião, ou seja, o divulgado pela PGR e o divulgado pelo Sinasempu, percebe-se um fosso. O PGR informa não garante o pagamento dos atrasados (reenquadramento) para este ano. A notícia do Sina diz que o natal será mais 'tranquilo'.

    Espero que as velhas práticas dos sindicalistas não tenham retornado. O ponto positivo é que o judiciário está se fragmentando, no que diz respeito à unicidade salarial da carreira. Então, porque motivos o MPU o seguiria!? Mas se eu fosse lotado em Brasília iria imprimir a notícia do Sinasempu e perguntar pessoalmente ao PGR se ele realmente disse aquilo que está escrito.

    Enfim, o Sinasempu tem um representante, se não me engano o Marcos Ronaldo, participando do Plan-Assiste. Porque motivos nada foi divulgado até agora sobre aquela caixa preta!?


    Última edição por Galizezin em Dom 20 Out 2013, 11:07 am, editado 1 vez(es) (Motivo da edição : adição)
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7713
    Reputação : 573
    Data de inscrição : 13/01/2012

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por Galizezin Dom 20 Out 2013, 11:15 am

    Olha só isso...R$ 500 milhões pelo ralo, mas pra servidor nunca tem dinheiro...

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por Convidado Dom 20 Out 2013, 11:19 am

    Galizezin escreveu:
    josebarbos escreveu:
    epitaciosouza escreveu:Será se vai colar?
    Gato escaldado tem medo de água fria, e hoje mesmo rolou uma lembrança na lista do MPU:

    notícia de 08/2009:
    PGR recebe a ASMPF, através de sua secretária-geral Edilene Vasconcelos, e PGR promete manter um canal permanente de diálogo....
    http://www.asmpf.org.br/ler_noticia.php?noticia=880

    Sabemos o que aconteceu!

    notícia de outubro/2013:
    PGR recebe SINASEMPU, com intermediação da servidora Edilene Vasconcelos, e PGR cria uma comissão permanente de diálogo...
    http://www.sinasempu.org.br/index.php/noticias/sinasempu_pgr-destaques.html


    Uma coisa que já houve de positiva é que este PGR no mínimo já aceitou pagar ajuda de custo a servidores em lotação provisória na primeira PRM inaugurada no seu mandato (Manhuaçu/MG). A questão é ver se vai estender isto aos outros servidores que já tiveram situação semelhante e pedidos indeferidos.

    Quanto ao que o sindicato disse, vou fazer como foi na questão do subsídio. Quero ouvir isto da boca do PGR, não de recados do sindicato. Porque entre o marketing que houve e a real vontade do Gurgel em algum dia termos subsídio, sem que o judiciário tivesse algo semelhante, nós já sabemos que há uma diferença abissal. Principalmente com esta história de que o PGR teria mencionado que deveríamos nos filiar à Fenafirc... Será que ele está realmente preocupado com isto?
    Pois é Zé! A campanha do Sinasempu por filiação em massa está a pleno vapor. Essa notícia de que o PGR apoiaria uma carreira distinta da do judiciário cai como uma luva para tal pretensão. Agora, confrontando as notícias da mesma reunião, ou seja, o divulgado pela PGR e o divulgado pelo Sinasempu, percebe-se um fosso. O PGR informa não garante o pagamento dos atrasados (reenquadramento) para este ano. A notícia do Sina diz que o natal será mais 'tranquilo'.

    Espero que as velhas práticas dos sindicalistas não tenham retornado. O ponto positivo é que o judiciário está se fragmentando, no que diz respeito à unicidade salarial da carreira. Então, porque motivos o MPU o seguiria!? Mas se eu fosse lotado em Brasília iria imprimir a notícia do Sinasempu e perguntar pessoalmente ao PGR se ele realmente disse aquilo que está escrito.

    Enfim, o Sinasempu tem um representante, se não me engano o Marcos Ronaldo, participando do Plan-Assiste. Porque motivos nada foi divulgado até agora sobre aquela caixa preta!?
    Acho que existe uma euforia demasiada e antes da hora. Tudo a seu tempo. Estamos partindo de uma base de comparação horrorosa, em que um simples retorno da bolsa de pós para os técnicos e menos frescura na hora de conceder os 3% de AQ já seriam uma tremenda evolução.

    Nesta relação, somos carreira de apoio. Vamos ver o que vai acontecer com os Procuradores e depois, TALVEZ, sobre uma "reba" para a gente. Além do auxílio moradia e de uma provável facilitação na concessão de ajuda de custo quando das remoções a pedido, vamos ver algo "grande": se emplacam o reajuste extra no teto para 2014, que este sim vai demonstrar capacidade de articulação política (que considero viável) e capacidade de fazer algo mesmo em "tempos difíceis". O JB já manifestou que quer o teto em 40 mil, e certamente tem muito cacique no legislativo que está com o ouvido quente em razão dos "supersalários", então subir o teto é uma maneira de aplacar isto e tem potencial para ser conquistado.

    Aí, depois, quem sabe, vamos à parte dos servidores. Melhor que o Gurgel é fácil, quero ver é valorizar a carreira mesmo. Lembrando que, na época dele como SG, se falou muito em equiparação com o TCU, mas depois não vimos nada. Do lado limão, podemos pensar que ele promete muito, e entrega pouco. Agora, sendo otimista, e quero acreditar nisto, ele não teve tempo, mas tem uma meta de valorização da instituição, que agora tem a grande oportunidade de concretizar.

    Um 2199, defasado como está, me faria amarrar fácil o burro na sombra. E não só isto, já que estaria com o burro amarrado, iria comprar algumas brigas de melhorias, em especial na minha área de formação. O GCONS, de algo lindo e interessante, hoje já me soa completamente obsoleto e precisa de reformulações. Como diria o Aécio, "vamos conversar"?
    khnofre
    khnofre
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 31
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 30/01/2013

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por khnofre Seg 21 Out 2013, 7:43 pm

    A TENDENCIA É QUE A PEC 190/07 passe no senado....
    VEM AI O "CARRERAÇO DO PJotão" (PJ).

    Consequências:
    Sindicato maior e mais bagunçado;
    maior massa de manobra para os Policarpos de plantão;
    MAIOR IMPACTO ORÇAMENTÁRIO no roçamento fiscal;
    Redução dos direitos e benefícios, pois é impossível igualar por cima.
    Fim dos feriados federais;
    O pior de tudo é que o STF quer que isso ocorra pq "eles" querem criar uma carreira sepada para os "cumprades" do STF
    cherry


    Quem é contra compartilhe, ou page pra ve.

    Frases de políticos pilantras:
    "E ai vamos conversar?"
    "nunca na História desse Pais..."
    "Não a privatização..."
    "vamos reduzir a carga tributária desse pais..."
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7713
    Reputação : 573
    Data de inscrição : 13/01/2012

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por Galizezin Qua 23 Out 2013, 7:51 am

    khnofre escreveu:A TENDENCIA É QUE A PEC 190/07  passe no senado....
    VEM AI O "CARRERAÇO DO PJotão" (PJ).

    Consequências:
    Sindicato maior e mais bagunçado;
    maior massa de manobra para os Policarpos de plantão;
    MAIOR IMPACTO ORÇAMENTÁRIO no roçamento fiscal;
    Redução dos direitos e benefícios, pois é impossível igualar por cima.
    Fim dos feriados federais;
    O pior de tudo é que o STF quer que isso ocorra pq "eles" querem criar uma carreira sepada para os "cumprades" do STF
    cherry


    Quem é contra compartilhe, ou page pra ve.

    Frases de políticos pilantras:
    "E ai vamos conversar?"
    "nunca na História desse Pais..."
    "Não a privatização..."
    "vamos reduzir a carga tributária desse pais..."
    Creio que uma análise acurada quanto aos efeitos da PEC 190 seria tarefa dos sindicatos.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por Convidado Qua 23 Out 2013, 5:19 pm

    Pessoal, ontém é o "dia zero" em que o Janot fez alguma coisa pelo bem dos servidores.

    Sempre na linha de que o benefício tem que vir para os membros, e sobrar alguma coisa para nós, ele vai pagar até o final do ano a diferença das diárias entre 2005 e 2007. Mais tarde vou escrever melhor e por os valores...
    http://josebarbosa.com.br/?p=1356
    AndreMPF
    AndreMPF
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 206
    Reputação : 36
    Data de inscrição : 11/03/2015

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por AndreMPF Ter 21 Jun 2016, 1:23 pm

    não to entendendo a galera.. O Janot já está no segundo mandato e está todo mundo animado com ele...como assim? Ele fez alguma coisa no primeiro mandato em prol dos servidores que eu não percebi?
    AndreMPF
    AndreMPF
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 206
    Reputação : 36
    Data de inscrição : 11/03/2015

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por AndreMPF Ter 21 Jun 2016, 1:35 pm

    AndreMPF escreveu:não to entendendo a galera.. O Janot já está no segundo mandato e está todo mundo animado com ele...como assim? Ele fez alguma coisa no primeiro mandato em prol dos servidores que eu não percebi?
    quá quá quá quá.
    Agora que eu vi que essa notícia é do ano passado!
    androsvilazza
    androsvilazza
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2687
    Reputação : 508
    Data de inscrição : 22/01/2015

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por androsvilazza Ter 21 Jun 2016, 2:10 pm

    AndreMPF escreveu:
    AndreMPF escreveu:não to entendendo a galera.. O Janot já está no segundo mandato e está todo mundo animado com ele...como assim? Ele fez alguma coisa no primeiro mandato em prol dos servidores que eu não percebi?
    quá quá quá quá.
    Agora que eu vi que essa notícia é do ano passado!

    Não sei se há precedente para isso, mas sugiro à moderação o trancamento deste tópico.
    Remoer essa "notícia" velha, depois de verificado o tratamento que a Administração do MPU tem destinado aos servidores, é no mínimo um acinte.
    O PGR quer desatrelar o MPU, sim. Mas para pior. É inegável que já estamos abaixo do PJU (funções, carga horária em alguns tribunais, déficit de mão de obra em algumas unidades...), e estão fazendo de tudo para piorar ainda mais. Não precisamos entrar em muitos detalhes pra ver a "valorização" que a administração nos tem dado.

    Conteúdo patrocinado

    PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário Empty Re: PGR apoia Plano de Carreira do MPU separado do Judiciário

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 21 Out 2021, 2:46 pm