PCS JÁ

PCS JÁ



    Tópico Geral

    cesarblf
    cesarblf
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 195
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 28/01/2014

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por cesarblf Qui 10 Abr 2014, 2:23 pm

    euvoltei escreveu:É a inundação no forum... vários tópicos com a mesma mensagem....


    tá virando bagunça... já liberaram palavrão, agora, pode também avacalhar.....

    e o pior... com uma proposta sem pé nem cabeça como essa que só privilegia uma parte da "categoria"....

    Cadê o TRF1, o camirecas, e o maisquevencedor para atacarem essa proposta do Cesarblf que só privilegia alguns???????


    Vão ser contra e manter coerência ou só são contra mesmo quando a divisão não lhe convém???

    Prezado Colega,

    Essa foi a decisão de um sindicato, e não uma proposta de "cesarblf". Somente fiz menção a ela. E então, por favor, respeite. Você tem todo direito de questionar, mas utilize-se de argumentos inteligentes.

    Explique-me primeiro por que essa proposta é "sem pé nem cabeça"? Seja sincero!

    Quem sai perdendo? E por que?

    E outra, esse fórum também diz respeito à situação dos técnicos judiciários. É um ambiente público e esse assunto está correlacionado. Não é?

    E que divisão é essa apregoada por você?

    Assim, nobre colega, "essa nova onda" cresce queira você ou não. E vamos lutar sim pela valorização de todos! E não apenas de analistas, oficiais de justiça e segurança de trabalho. De todos! Nessa reunião do SINDJUF/PB foi mencionado isso: NECESSIDADE DE REPRESENTATIVIDADE DEMOCRÁTICA. E não foi discutido apenas elevação de nível de escolaridade. Foram abordados outros assuntos não menos importantes para todos. Veja depois no site desse sindicato, se você tiver curiosidade, é claro.

    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7713
    Reputação : 573
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Galizezin Qui 10 Abr 2014, 2:39 pm

    Tenho que a exigência de nível superior para cargos técnicos é simplesmente uma adequação à atual realidade educacional do país. Hoje, só não faz curso superior quem não quer. E, como já dito, as provas para cargos técnicos são exigentes, com disciplinas que são cadeiras universitárias. Particularmente não vejo porque tanta preocupação da parte dos analistas, já que muitos técnicos estão desviados para a área fim e lhes aliviando a carga. Será que eles, analistas, querem apenas a ajuda, sem permitir compensação, no mínimo com a valorização do cargo?


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Qui 10 Abr 2014, 2:46 pm

    cesarblf escreveu:
    euvoltei escreveu:É a inundação no forum... vários tópicos com a mesma mensagem....


    tá virando bagunça... já liberaram palavrão, agora, pode também avacalhar.....

    e o pior... com uma proposta sem pé nem cabeça como essa que só privilegia uma parte da "categoria"....

    Cadê o TRF1, o camirecas, e o maisquevencedor para atacarem essa proposta do Cesarblf que só privilegia alguns???????


    Vão ser contra e manter coerência ou só são contra mesmo quando a divisão não lhe convém???

    Prezado Colega,

    Essa foi a decisão de um sindicato, e não uma proposta de "cesarblf". Somente fiz menção a ela. E então, por favor, respeite. Você tem todo direito de questionar, mas utilize-se de argumentos inteligentes.

    Explique-me primeiro por que essa proposta é "sem pé nem cabeça"? Seja sincero!

    Quem sai perdendo? E por que?

    E outra, esse fórum também diz respeito à situação dos técnicos judiciários. É um ambiente público e esse assunto está correlacionado. Não é?

    E que divisão é essa apregoada por você?

    Assim, nobre colega, "essa nova onda" cresce queira você ou não. E vamos lutar sim pela valorização de todos! E não apenas de analistas, oficiais de justiça e segurança de trabalho. De todos! Nessa reunião do SINDJUF/PB foi mencionado isso: NECESSIDADE DE REPRESENTATIVIDADE DEMOCRÁTICA. E não foi discutido apenas elevação de nível de escolaridade. Foram abordados outros assuntos não menos importantes para todos. Veja depois no site desse sindicato, se você tiver curiosidade, é claro.



    Inundação é postar várias mensagens no mesmo tópico,

    É bom para técnicos e ruim para analista... pois propõe aumentar em proporção maiores o salário de técnico em detrimento dos analitas....

    A divisão é patente, SALTA AOS OLHOS... cada um corre atrás do seu, Externos, superiores, analistas, servidores superiores, pessoal do eleitoral, do trabalhista, etc, etc, etc... Cada um sua respectiva associação, fomentado inclusive por você.... se os interesses fossem coincidentes, não haveria de tantas associações representando frações dessa dita categoria.


    Técnico são maioria, e como tal usam essa maioria para agir em interesse próprio e de tabela levantando a bandeira da DEMOCRACIA, perfeito, o melhor dos mundos....

    Cada um usa os fatos e molda de acordo com seus interesses....

    Agora, pegar o errado - técnico sendo superior hierárquico de analista - e falar que é certo, é demais, a lei não quis assim, e definiu bem as funções de cada um.....e em cima disso inverter toda a lógica, para o encaixar a lei no que é errado , paciência....

    Se o PJU é carreirão, os técnicos são o carreirão dentro do carreirão do PJU....

    Ao contrário de vc sugerir a transposição de tabela... a lei da GAJ de 90%, AUMENTOU a distância entre técnico e analista...

    Isso mesmo... com apoio dos sindicatos, a ideia de cortar os primeiros níveis ao invés do últimos, a distância percentual e absoluta do Salário final de técnico e inicial do analista AUMENTOU!! Ou seja, uma tabela que antes era transposta, depois virou próxima uma na outra sem transposição alguma, agora descolou de vez....

    e a proposta do sindicato é voltar tudo como era antes????? Isso é conversa para boi dormir, jogar para plateia, ou pode ser também oportunismo.....
    fabiomodel
    fabiomodel
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1059
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 15/08/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por fabiomodel Qui 10 Abr 2014, 2:54 pm

    O problema é que muitos não entendem que valorizar o técnico também valorizará o analista. Se o requisito para o ingresso no cargo de analista for o diploma em direito e para o técnico for o diploma em qualquer curso, com atribuições distintas, não haveria qualquer sobreposição de função. O técnico seria uma espécie de analista - área administrativa, e o que haveria é o reconhecimento de que as atribuições do técnico são, de fato, de nível superior. Seria muito mais fácil pleitear-se a valorização de todo o quadro sob a justificativa de que todo o judiciário é de nível superior e especializado, e não aconteceria de um segurar o aumento do outro, como ocorre hoje. Mais absurdo ainda é dizer que haveria reajuste de um em detrimento de outro. Veja: se técnico recebesse 8k-12k e analista 14k-19k, qual o prejuízo dos analistas? NENHUM, E TODOS SAIRIAM GANHANDO. PARA O ANALISTA GANHAR BEM, O TÉCNICO NÃO PRECISA PASSAR FOME. Um depende do outro. Ficaria assim:

    Analista Judiciário - Área Jurídica: diploma em direito
    Analista Judiciário - Área Administrativa: diploma em administração de empresas (com a opção de pedir especialização, pois seria especializado)
    Técnico Judiciário - diploma superior em qualquer area

    Sou técnico e em breve começarei a fazer concursos para analista. Sou totalmente favorável à mudança.
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Qui 10 Abr 2014, 3:07 pm

    euvoltei escreveu:É a inundação no forum... vários tópicos com a mesma mensagem....


    tá virando bagunça... já liberaram palavrão, agora, pode também avacalhar.....

    e o pior... com uma proposta sem pé nem cabeça como essa que só privilegia uma parte da "categoria"....

    Cadê o TRF1, o camirecas, e o maisquevencedor para atacarem essa proposta do Cesarblf que só privilegia alguns???????


    Vão ser contra e manter coerência ou só são contra mesmo quando a divisão não lhe convém???

    Sobre a proposta que privilegia alguns, estava esperando para emitir minha opinião após ler a dos senhores. Fiquei imaginando que vocês iam bater palmas e até mesmo apoiar, pois segundo postam aqui agora está valendo tudo para se salvar desta barca chamada Judiciário. Ou vão ser contra, já que eles estão agindo da mesma forma dos senhores, pensando somente neles??? Será??? Depois do seu longo texto de apoio ai eu vou analisar e emito minha opinião...
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8804
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por darkshi Qui 10 Abr 2014, 3:35 pm

    camirecas escreveu:
    Lunático escreveu:
    camirecas escreveu:
    Lunático escreveu:
    Ele está certo.
    Não faz sentido algum você defender, ao mesmo tempo, uma remuneração similar ao ciclo de gestão e manter como atribuição dos servidores da JE mexer naquela mer... do Elo.


    Até agora não falaram qual a gestão que faz um auditor do MTB.
    E o auditor da RFB?
    E do TCU?
    As tomadas de contas nossas já vão para o TCU mastigadinhas!!!!!! Eles montam no nosso trabalho (CI).
    Eu não tenho ideia do que fazem, mas o que está no papel justifica muito bem um salário alto.
    Sobre as tomadas de contas, achar que o TCU só faz aquilo é sacanagem. Ouvi da boca de um auditor aqui no meu estado que cagam pra estes relatórios. Se você pensar, as prestações de contas de candidatos e comitês à JE também vem mastigadinhas. Agora quero ver você convencer alguém de que aquilo tem valor.


    "O que está no papel justifica muito bem um salário alto".
    Que porra de gestão os caras fazem?
     confused 
    Salário alto tem a ver o que com gestão?
    Valorizar o trabalho alheio é fácil!

    O que o servidor do TCU faz?

    Toda parte de gestão e normatização de contratos e prestação de serviço. IN04 é cria deles.
    Também são eles que estão fazendo gestão e normatização de carreira pública.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8804
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por darkshi Qui 10 Abr 2014, 3:43 pm

    euvoltei escreveu:
    Inundação é postar várias mensagens no mesmo tópico,

    É bom para técnicos e ruim para analista... pois propõe aumentar em proporção maiores o salário de técnico em detrimento dos analitas....

    A divisão é patente, SALTA AOS OLHOS... cada um corre atrás do seu, Externos, superiores, analistas, servidores superiores, pessoal do eleitoral, do trabalhista, etc, etc, etc... Cada um sua respectiva associação, fomentado inclusive por você.... se os interesses fossem coincidentes, não haveria de tantas associações representando frações dessa dita categoria.


    Técnico são maioria, e como tal usam essa maioria para agir em interesse próprio e de tabela levantando a bandeira da DEMOCRACIA, perfeito, o melhor dos mundos....

    Cada um usa os fatos e molda de acordo com seus interesses....

    Agora, pegar o errado - técnico sendo superior hierárquico de analista - e falar que é certo, é demais, a lei não quis assim, e definiu bem as funções de cada um.....e em cima disso inverter toda a lógica, para o encaixar a lei no que é errado , paciência....

    Se o PJU é carreirão, os técnicos são o carreirão dentro do carreirão do PJU....

    Ao contrário de vc sugerir a transposição de tabela... a lei da GAJ de 90%, AUMENTOU a distância entre técnico e analista...

    Isso mesmo... com apoio dos sindicatos, a ideia de cortar os primeiros níveis ao invés do últimos, a distância percentual e absoluta do Salário final de técnico e inicial do analista AUMENTOU!! Ou seja, uma tabela que antes era transposta, depois virou próxima uma na outra sem transposição alguma, agora descolou de vez....

    e a proposta do sindicato é voltar tudo como era antes????? Isso é conversa para boi dormir, jogar para plateia, ou pode ser também oportunismo.....


    Qual é o problema dos técnicos quererem valorizar o cargo deles?

    Melhor que o senhor, que acha que achatar técnico irá trazer valorização aos analistas.
    titanium
    titanium
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : TJTI
    Mensagens : 114
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 18/10/2012

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por titanium Qui 10 Abr 2014, 3:50 pm

    Aos que são contra, gostaria que respondessem de forma Objetiva e com argumentos Sólidos a seguinte pergunta:

    - Por quê não valorizar um técnico que faz exatamente a mesma coisa (atividades iguais e de mesma complexidade) que o analista?

    O principal argumento Não é por que temos uma prova de concurso complexa E com conteúdo lecionado em faculdades / universidades.
    Mas temos que encarar a Realidade de que hoje os Tec.Jud. Trabalham com atividades de "analista".

    A área de TI é assim. 90% dos técnicos judiciários que EU conheço, fazem isso.

    E isso É Desvio de Função.

    A solução Legal para este problema é dar Função Comissionada para todos os Técnicos que assumem estas tarefas.
    Mas ainda assim fica desproporcional.

    O ideal é, portanto, Encarar a REALIDADE e solucionar o problema tratando o técnico como o que ele realmente é: um profissional qualificado a exercer funções ditas de "analistas".

    Na área de TI isso é Predominante!! E na prática não existe a distinção entre analista e técnico na distribução de tarefas.

    Na "área fim" eu não tenho conhecimento, mas suspeito que seja basicamente a mesma coisa: técnico fazendo trabalho de analista e analista fazendo trabalho de técnico.

    Não se trata de "trem da alegria" como muitos querem pregar.
    Mas de moralização.

    ..

    À título de curiosidade, na Caixa Econômica existem Cargos e Funções.
    Você passa no concurso para um Cargo, mas participa internamente de Processos Seletivos para assumir e exercer Funções (e recebe por isso).

    Ex: a pessoa passa como Técnico Bancário. Esse é o Cargo dela. Mas pode fazer um PSI (processo seletivo interno) para concorrer a uma Função de, por exemplo, Analista Pleno; e vai receber X reais a mais por esta função.

    Isso funciona na CEF há muitos anos e foi o que ajudou a moralizar a instituição.
    E quando uma instituição tem um processo seletivo sério, que visa valorizar os seus profissionais, todos trabalham mais satisfeitos e motivados; os resultados são melhores e há diminuição da rotatividade.

    Qualquer Gestor sério e com experiência sabe disso.


    Última edição por titanium em Qui 10 Abr 2014, 3:55 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Qui 10 Abr 2014, 3:52 pm

    Eu sou a favor da exigência de nível superior para o cargo de técnico judiciário, só estará se fazendo um ajuste para o que já temos no Judiciário atual, quase a totalidade dos técnicos com curso superior. Acho que esta valorização é boa para a carreira. Não estou falando em transformar o cargo de técnico em analista com uma canetada, antes que alguns entendam assim, já aviso.
    E mais um detalhe, sou analista, não tenho vantagem direta nenhuma com isso, indiretamente acho que valoriza a carreira como um todo.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8804
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por darkshi Qui 10 Abr 2014, 4:19 pm

    titanium escreveu:Aos que são contra, gostaria que respondessem de forma Objetiva e com argumentos Sólidos a seguinte pergunta:

    - Por quê não valorizar um técnico que faz exatamente a mesma coisa (atividades iguais e de mesma complexidade) que o analista?

    A resposta deles será a de sempre. Acaba-se com o desvio, devolve o técnico para o trabalho dele e o serviço de analista volta para a mão do analista.

    Mas qual é o contato que isto tem com a realidade? Zero.


    Quem defende isto não se tocou que se fosse fácil assim, já teriam feito.
    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3137
    Reputação : 209
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por corujito Qui 10 Abr 2014, 4:26 pm

    VANDER DE PAULA escreveu:
    corujito escreveu:A PERGUNTA QUE TIRA O SONO DO VANDER

    Vander, seus posts se resumem às seguintes premissas.

    1) o governo sabe todos os detalhes da folha do PJU
    2) não há saída senão a absorção das VPNIs
    3) qualquer proposta que não absorva VPNI será negada pelo governo ou inviabilizada por conta de distorções na carreira
    4) falar em aumento no VB é algo esdrúxulo

    Sendo assim:

    SE O OBJETIVO DO GOVERNO ERA DAR 5% DE REAJUSTE POR 3 ANOS, TANTO QUE REAJUSTOU OS SUBSÍDIOS DO CICLO EM EXATOS 5%, POR QUE LIBEROU O ORÇAMENTO PARA QUE O PJU REAJUSTASSE TODA A FOLHA EM 5%, INDEPENDENTEMENTE DE O AUMENTO SER DADO NO VB OU NÃO, PERMITINDO ASSIM, UM REAJUSTE REAL MAIOR?

    Se verdadeiras suas premissas, o Governo deveria calcular a forma mais barata possível de um reajuste linear de 5% na tabela e, nesse sentido, até mesmo liberar orçamento de forma a não reajustar os salários de quem recebe VPNI.

    Aparentemente, Vander, no mundo real o Governo não está tão interessado no modelo remuneratório e nas VPNIs como você diz.



    Vamos lá.

    1) Acho que o Min.Planejamento se inteirou sobre os detalhes dos vencimentos do PJU, e mostrou ao Governo a 'caixa-preta'
    de surpresas que é, devido às distorções causadas pelas incorporações. Há comentários do MPOG que levam a concluir isso.

    2) Apesar de ter poucos servidores, a Carreira do STF terá dificuldade de emplacar a GD mantendo as VPNI´s.
    Motivo: o conhecimento da Carreira gerou um 'preconceito' no Governo de manter as VPNI´s, ao contrário, é preciso extirpá-las.
    Um reajuste razoável pode produzir super-marajás no PJU, mais do que já tem.

    3) Acho que sim. Devido a esse 'preconceito' de conviver com as VPNI´s. Um único marajá é suficiente para queimar o filme de um tribunal.

    4) VB é super-esdrúxulo, por causa que provoca reflexos em verbas incorporadas.

    5) Foi 5% em montante de capital, rigorosamente calculado para gerar um reajuste linear de 5%.

    Se os dirigentes do PJU pegasse esse montante de capital e aplicasse no VB, eu teria 1% de reajuste, e o marajá do meu chefe
    teria uns 8%. Não teve jeito, só na GAJ produziria o efeito dos 5% lineares.

    6) Qual reajuste seria MAIS BARATO.

    Considere que o salário de um indivíduo reduza-se a uma única parcela X. Então é o reajuste multiplicado nessa parcela: Y . X.
    Então fica : X + YX . Esse YX é a GAJ. Esse é o mais barato. Não aumenta o X, apenas soma algo, sem incorporar a esse X, para não gerar reflexos em outras verbas.[ Acho que complicou!]

    Não enrola, Vander. O papo comigo é reto.

    O reajuste na GAJ permitiu um aumento de praticamente o dobro disso na remuneração.

    A realidade mostra que o Governo só se importa com o montante bruto de recursos, e não com modelo remuneratório ou VPNIs. Em minha simulação, poder-se-ia reajustar os salários (considerando 70% dos servidores no c15 e 30% no b7, sendo 60% técnicos) em 5% economizando-se pelo menos 600 milhões de reais.

    Suas afirmações não batem, Vander, seu pensamento simplesmente não fecha.
    Maisquevencedor
    Maisquevencedor
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3003
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Maisquevencedor Qui 10 Abr 2014, 4:26 pm

    Estou sem tempo de acompanhar o fórum.

    Estava tentando terminar o simulado das eleições, mas os problemas causados pelos sistemas desenvolvidos pelos servidores "superiores" da JE estava deixando todo mundo maluco.

    em princípio, sou a favor da mudança de escolaridade dos técnicos, mas não com a equipação salarial com analistas. Sei que eles vão lutar por isso (já tem gente defendendo isso hoje), mas sou contra. Se é para existir dois cargos com mesma remuneração e exercendo as mesmas funções, melhor que se extinga um deles.

    Mas já não está tudo definido na criação da carreira exclusiva? O JB não mandou o pl?



    euvoltei escreveu:
    cesarblf escreveu:
    euvoltei escreveu:É a inundação no forum... vários tópicos com a mesma mensagem....


    tá virando bagunça... já liberaram palavrão, agora, pode também avacalhar.....

    e o pior... com uma proposta sem pé nem cabeça como essa que só privilegia uma parte da "categoria"....

    Cadê o TRF1, o camirecas, e o maisquevencedor para atacarem essa proposta do Cesarblf que só privilegia alguns???????


    Vão ser contra e manter coerência ou só são contra mesmo quando a divisão não lhe convém???

    Prezado Colega,

    Essa foi a decisão de um sindicato, e não uma proposta de "cesarblf". Somente fiz menção a ela. E então, por favor, respeite. Você tem todo direito de questionar, mas utilize-se de argumentos inteligentes.

    Explique-me primeiro por que essa proposta é "sem pé nem cabeça"? Seja sincero!

    Quem sai perdendo? E por que?

    E outra, esse fórum também diz respeito à situação dos técnicos judiciários. É um ambiente público e esse assunto está correlacionado. Não é?

    E que divisão é essa apregoada por você?

    Assim, nobre colega, "essa nova onda" cresce queira você ou não. E vamos lutar sim pela valorização de todos! E não apenas de analistas, oficiais de justiça e segurança de trabalho. De todos! Nessa reunião do SINDJUF/PB foi mencionado isso: NECESSIDADE DE REPRESENTATIVIDADE DEMOCRÁTICA. E não foi discutido apenas elevação de nível de escolaridade. Foram abordados outros assuntos não menos importantes para todos. Veja depois no site desse sindicato, se você tiver curiosidade, é claro.



    Inundação é postar várias mensagens no mesmo tópico,

    É bom para técnicos e ruim para analista... pois propõe aumentar em proporção maiores o salário de técnico em detrimento dos analitas....

    A divisão é patente, SALTA AOS OLHOS... cada um corre atrás do seu, Externos, superiores, analistas, servidores superiores, pessoal do eleitoral, do trabalhista, etc, etc, etc... Cada um sua respectiva associação, fomentado inclusive por você.... se os interesses fossem coincidentes, não haveria de tantas associações representando frações dessa dita categoria.


    Técnico são maioria, e como tal usam essa maioria para agir em interesse próprio e de tabela levantando a bandeira da DEMOCRACIA, perfeito, o melhor dos mundos....

    Cada um usa os fatos e molda de acordo com seus interesses....

    Agora, pegar o errado - técnico sendo superior hierárquico de analista - e falar que é certo, é demais, a lei não quis assim, e definiu bem as funções de cada um.....e em cima disso inverter toda a lógica, para o encaixar a lei no que é errado , paciência....

    Se o PJU é carreirão, os técnicos são o carreirão dentro do carreirão do PJU....

    Ao contrário de vc sugerir a transposição de tabela... a lei da GAJ de 90%, AUMENTOU a distância entre técnico e analista...

    Isso mesmo... com apoio dos sindicatos, a ideia de cortar os primeiros níveis ao invés do últimos, a distância percentual e absoluta do Salário final de técnico e inicial do analista AUMENTOU!! Ou seja, uma tabela que antes era transposta, depois virou próxima uma na outra sem transposição alguma, agora descolou de vez....

    e a proposta do sindicato é voltar tudo como era antes????? Isso é conversa para boi dormir, jogar para plateia, ou pode ser também oportunismo.....
    Maisquevencedor
    Maisquevencedor
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3003
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Maisquevencedor Qui 10 Abr 2014, 4:30 pm

    O problema é que querem valorizar o técnico desvalorizando o analista.

    Com sobreposições de tabelas e outras aberrações.


    Se eu fiz concurso para analista, não posso almejar a remuneração de juiz ou promotor. Com o técnico deve ser da mesma forma.


    darkshi escreveu:
    titanium escreveu:Aos que são contra, gostaria que respondessem de forma Objetiva e com argumentos Sólidos a seguinte pergunta:

    - Por quê não valorizar um técnico que faz exatamente a mesma coisa (atividades iguais e de mesma complexidade) que o analista?

    A resposta deles será a de sempre. Acaba-se com o desvio, devolve o técnico para o trabalho dele e o serviço de analista volta para a mão do analista.

    Mas qual é o contato que isto tem com a realidade? Zero.


    Quem defende isto não se tocou que se fosse fácil assim, já teriam feito.
    fabiomodel
    fabiomodel
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1059
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 15/08/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por fabiomodel Qui 10 Abr 2014, 4:37 pm

    A sobreposição é outra história, e não tem nada a ver com a exigência de curso superior. Assim como pode haver mudança para nível superior e permanecer sem sobreposição, também pode-se manter o nível médio e implantar a sobreposição em um futuro PCS. Somente isso não é justificativa. Se for o caso, então que se admita a mudança sem sobreposição, já será um grande avanço.



    Maisquevencedor escreveu:O problema é que querem valorizar o técnico desvalorizando o analista.

    Com sobreposições de tabelas e outras aberrações.


    Se eu fiz concurso para analista, não posso almejar a remuneração de juiz ou promotor. Com o técnico deve ser da mesma forma.


    darkshi escreveu:
    titanium escreveu:Aos que são contra, gostaria que respondessem de forma Objetiva e com argumentos Sólidos a seguinte pergunta:

    - Por quê não valorizar um técnico que faz exatamente a mesma coisa (atividades iguais e de mesma complexidade) que o analista?

    A resposta deles será a de sempre. Acaba-se com o desvio, devolve o técnico para o trabalho dele e o serviço de analista volta para a mão do analista.

    Mas qual é o contato que isto tem com a realidade? Zero.


    Quem defende isto não se tocou que se fosse fácil assim, já teriam feito.
    Maisquevencedor
    Maisquevencedor
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3003
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Maisquevencedor Qui 10 Abr 2014, 4:45 pm

    Sou a favor da mudança na escolaridade e valorização sem sobreposição. A escolaridade é, inclusive, uma das desculpas utilizadas pelo executivo para não darem aumento.

    fabiomodel escreveu:A sobreposição é outra história, e não tem nada a ver com a exigência de curso superior. Assim como pode haver mudança para nível superior e permanecer sem sobreposição, também pode-se manter o nível médio e implantar a sobreposição em um futuro PCS. Somente isso não é justificativa. Se for o caso, então que se admita a mudança sem sobreposição, já será um grande avanço.



    Maisquevencedor escreveu:O problema é que querem valorizar o técnico desvalorizando o analista.

    Com sobreposições de tabelas e outras aberrações.


    Se eu fiz concurso para analista, não posso almejar a remuneração de juiz ou promotor. Com o técnico deve ser da mesma forma.


    darkshi escreveu:
    titanium escreveu:Aos que são contra, gostaria que respondessem de forma Objetiva e com argumentos Sólidos a seguinte pergunta:

    - Por quê não valorizar um técnico que faz exatamente a mesma coisa (atividades iguais e de mesma complexidade) que o analista?

    A resposta deles será a de sempre. Acaba-se com o desvio, devolve o técnico para o trabalho dele e o serviço de analista volta para a mão do analista.

    Mas qual é o contato que isto tem com a realidade? Zero.


    Quem defende isto não se tocou que se fosse fácil assim, já teriam feito.
    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3137
    Reputação : 209
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por corujito Qui 10 Abr 2014, 4:46 pm

    BLACK SOUL escreveu:
    Lunático escreveu:
    BLACK SOUL escreveu:
    Lunático escreveu:
    Não é falta de conhecimento. É que você deve ser adepto do movimento RH miguxo, do QVT baitola, pra proferir este tipo de besteira. Você conseguiu a proeza de citar a única frase do Ford que vai ao encontro do que pensa, ao contrário de tudo que ele fez na vida dele. E como administrador, deveria saber que fazer é mais importante que falar. Hipócrita na área, e na área de RH em especial, é o que mais tem.

    Já que você começou com a comparação, eu também sou administrador, faço duas pós-graduações, uma na FIA-USP e na FGV, tenho empresa, sou gerente do PMO do meu Tribunal e fiz um estudo com alguns Chefes de Cartório (mais gente que trabalha em contato direto com eles 24/7) para desenvolver um índice quantitativo para estimar carga de trabalho. Sabe do que eles reclamam? De gerir contrato de limpeza, de gerir eleições.
    RAE só gera trabalho e qualquer estagiário de nível médio faz. Os nossos estagiários só não fazem tudo por conta dos anacronismos das Corregedorias Geral e Regionais. E o que fazem é bem feito, porque tem supervisão sabe de quem? Do servidor que ganha quase 10 contos.
    Agora você quer me convencer que é racional que alocar um cara que custa 10 contos para atendimento? E que este cara precisa de aumento pra continuar fazendo RAE?
    Não é à toa que a categoria é uma mer.... Só pensamento de jacu.

    Estou embasbacado!!! UI!!!

    FORD era um patrão feladaputa? Sim. O citei apenas para demonstrar que até um FDP explorador (apesar das 8h e salário mínimo), sabe reconhecer que precisa de PESSOAS para alcançar seus objetivos.

    Acho que vc não leu a parte da administração científica, homem máquina, meio de produção apenas etc.

    Empresário!!!!? Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!
    Você é meio burro, né?
    Mas, beleza, estou convencido pela quantidade de "k" que você é a autoridade no assunto. Volte a fazer RAE, a recarregar bateria de urna e a ver se a tomada do local de votação funciona. Não esqueça de digitar o despacho de duas linhas do magistrado e de carimbar as folhas na ordem correta.
    Você merece e vai ter aumento.
    Fique tranquilo que o Joaquim Barbosa, o Toffoli e a Fenajufe estão fazendo tudo por você.
    Felicidades.

    Mas já, Peter Drucker!?

    Desculpa, Peter Drucker não concorda e não é páreo para vossa excelência.

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkhuehuehuehue.

    Caramba.

    BLACK SOUL levou um verdadeiro baile aqui. Realmente os "kkkk" denunciaram isso de forma inequívoca.

    Me surpreendi porque, por mais que ele tenha dito absurdos teórico sobre engenharia de software, sempre tive a impressão de que manjava dos paranauê.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Qui 10 Abr 2014, 4:48 pm

    TRF1/MG escreveu:Eu sou a favor da exigência de nível superior para o cargo de técnico judiciário, só estará se fazendo um ajuste para o que já temos no Judiciário atual, quase a totalidade dos técnicos com curso superior. Acho que esta valorização é boa para a carreira. Não estou falando em transformar o cargo de técnico em analista com uma canetada, antes que alguns entendam assim, já aviso.
    E mais um detalhe, sou analista, não tenho vantagem direta nenhuma com isso, indiretamente acho que valoriza a carreira como um todo.

    blz.. achei sensata também sua opinião...


    mas, aviso aos técnicos, as vezes o tiro sai pela culatra, e ainda que não saia, o tiro dificilmente acerta o alvo....


    Exemplos?
    1 - DG queriam aumento numa Gratificação para internos, Sindicatos e TRIBUNAIS no VB, o PL foi assim e o aumento saiu na GAJ.
    2 - MPU subsídio, aumento saiu na GAJ.
    3 - O corte dos níveis era para ser no final, foi na inicio da tabela, deu um rebuliço, danado, alguns foram contra, mas quem não estava no fim de carreira teve os níveis de volta, (contra vontade do executivo)


    Então... os mesmos argumentos podem ser usado para atingir o mesmo objetivo de outra maneira.


    Senão, vamos imaginar, todos(STF, EXECUTIVOS,ETC) concordam que os argumentos e objetivos são válidos, na hora de decidir, se opta por outro caminho já trilhado com os técnicos de segurança do STJ e alguns outros tribunais que é : COLOCAR O CARGO EM EXTINÇÃO. Daí.. quem tá dentro, tá dentro, não entra mais ninguém, a medida que os cargos foram ficando vagos são transformados em cargos de analista....... retarda o efeito do eventual impacto orçamentário(de aumento súbito de remunerações) em algumas décadas, os técnicos podem ser tirado das mesas de negociações nos futuros PCS, uma vez que já estão em extinção, e se chega no objetivo desejado por todos, um PJU só com nível superior, como deve ser....


    Fica o alerta......


    Última edição por euvoltei em Qui 10 Abr 2014, 4:56 pm, editado 1 vez(es)
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8804
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por darkshi Qui 10 Abr 2014, 4:54 pm

    Maisquevencedor escreveu:O problema é que querem valorizar o técnico desvalorizando o analista.

    Com sobreposições de tabelas e outras aberrações.


    Se eu fiz concurso para analista, não posso almejar a remuneração de juiz ou promotor. Com o técnico deve ser da mesma forma.


    Seu argumento tem algumas falhas.

    A primeira é que Juiz e Promotor não fazem parte da carreira do PJU. Eles são agentes políticos. Carreira verdadeiramente de estado. Outras lei, outra lógica.

    Ou seja, a relação técnico-analista é diferente do analista-juiz. Que na verdade não existe relação analista-juiz e sim servidor-juiz.

    Nossa carreira (sabe, aquela que vcs estão defendendo com unhas e dentes. Que a união é o futuro. Que não deve haver descriminação entre os níveis do judiciário) não prevê hierarquização entre técnico e analista. Na verdade, prevê hierarquização entre servidor comum e gestor (e gestor leia-se servidor que detêm uma função de chefia). E este servidor pode ser tanto técnico como analista.

    A nossa carreira prevê serviços diferenciados entre técnico e analistas. Mas em nenhum momento diz que um tem que receber necessariamente mais que o outro.

    Concordo que por conta da diferença de serviço o vencimento do analista deve ser maior que do técnico (ou seja, sou contra a equiparação). Mas não vejo sentido em impor como teto do técnico o inicial do analista. E o argumento de que o mesmo vale para o analista em relação com os juizes é furada, não só pelo o que eu já disse, mas também pela estrutura da carreira. Já que juiz não é escalonado em níveis. Demora anos para evoluir de um nível para o outro.

    E só para explicar, transposição de tabela é colocar o final do técnico no mesmo patamar que alguns niveis do inicio de carreira do analista. Ao meu ver, um bom patamar é o 4 ou 5 do analista. Então o analista, com o mesmo tempo de casa que o técnico ganharia sempre mais. Mas não teria este subteto desnecessário que temos hj.
    Anaju99
    Anaju99
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 560
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 25/08/2011
    Idade : 52
    Localização : Porto Alegre

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Anaju99 Qui 10 Abr 2014, 4:57 pm

    Isso apenas reflete o que já havia postado: pode um advogado representar os interesses de partes conflitantes em um processo? Não somos uma categoria, somos uma junção de categorias representada por único sindicato.
    O sindicato, em nome de todos, está representando interesse de parte da categoria, ou melhor, de uma categoria de representa. Isso já aconteceu. Nem entro no mérito do merecimento, mas não é correto falar em nome de todos para buscar algo bom para uma parte. Isso já aconteceu e, quem não foi beneficiado, discorda.


    Maisquevencedor escreveu:O problema é que querem valorizar o técnico desvalorizando o analista.

    Com sobreposições de tabelas e outras aberrações.


    Se eu fiz concurso para analista, não posso almejar a remuneração de juiz ou promotor. Com o técnico deve ser da mesma forma.


    darkshi escreveu:
    titanium escreveu:Aos que são contra, gostaria que respondessem de forma Objetiva e com argumentos Sólidos a seguinte pergunta:

    - Por quê não valorizar um técnico que faz exatamente a mesma coisa (atividades iguais e de mesma complexidade) que o analista?

    A resposta deles será a de sempre. Acaba-se com o desvio, devolve o técnico para o trabalho dele e o serviço de analista volta para a mão do analista.

    Mas qual é o contato que isto tem com a realidade? Zero.


    Quem defende isto não se tocou que se fosse fácil assim, já teriam feito.
    Maisquevencedor
    Maisquevencedor
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3003
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Maisquevencedor Qui 10 Abr 2014, 5:14 pm

    Você anda lendo livros técnicos demais.

    Uma revista de sacanagem e um bom filme pornô às vezes faz bem.



    darkshi escreveu:
    Maisquevencedor escreveu:O problema é que querem valorizar o técnico desvalorizando o analista.

    Com sobreposições de tabelas e outras aberrações.


    Se eu fiz concurso para analista, não posso almejar a remuneração de juiz ou promotor. Com o técnico deve ser da mesma forma.


    Seu argumento tem algumas falhas.

    A primeira é que Juiz e Promotor não fazem parte da carreira do PJU. Eles são agentes políticos. Carreira verdadeiramente de estado. Outras lei, outra lógica.

    Ou seja, a relação técnico-analista é diferente do analista-juiz. Que na verdade não existe relação analista-juiz e sim servidor-juiz.

    Nossa carreira (sabe, aquela que vcs estão defendendo com unhas e dentes. Que a união é o futuro. Que não deve haver descriminação entre os níveis do judiciário) não prevê hierarquização entre técnico e analista. Na verdade, prevê hierarquização entre servidor comum e gestor (e gestor leia-se servidor que detêm uma função de chefia). E este servidor pode ser tanto técnico como analista.

    A nossa carreira prevê serviços diferenciados entre técnico e analistas. Mas em nenhum momento diz que um tem que receber necessariamente mais que o outro.

    Concordo que por conta da diferença de serviço o vencimento do analista deve ser maior que do técnico (ou seja, sou contra a equiparação). Mas não vejo sentido em impor como teto do técnico o inicial do analista. E o argumento de que o mesmo vale para o analista em relação com os juizes é furada, não só pelo o que eu já disse, mas também pela estrutura da carreira. Já que juiz não é escalonado em níveis. Demora anos para evoluir de um nível para o outro.

    E só para explicar, transposição de tabela é colocar o final do técnico no mesmo patamar que alguns niveis do inicio de carreira do analista. Ao meu ver, um bom patamar é o 4 ou 5 do analista. Então o analista, com o mesmo tempo de casa que o técnico ganharia sempre mais. Mas não teria este subteto desnecessário que temos hj.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8804
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por darkshi Qui 10 Abr 2014, 5:19 pm

    Nossa. Que argumento.
    Vou até ficar quieto depois desta.

    Maisquevencedor escreveu:Você anda lendo livros técnicos demais.

    Uma revista de sacanagem e um bom filme pornô às vezes faz bem.



    darkshi escreveu:
    Maisquevencedor escreveu:O problema é que querem valorizar o técnico desvalorizando o analista.

    Com sobreposições de tabelas e outras aberrações.


    Se eu fiz concurso para analista, não posso almejar a remuneração de juiz ou promotor. Com o técnico deve ser da mesma forma.


    Seu argumento tem algumas falhas.

    A primeira é que Juiz e Promotor não fazem parte da carreira do PJU. Eles são agentes políticos. Carreira verdadeiramente de estado. Outras lei, outra lógica.

    Ou seja, a relação técnico-analista é diferente do analista-juiz. Que na verdade não existe relação analista-juiz e sim servidor-juiz.

    Nossa carreira (sabe, aquela que vcs estão defendendo com unhas e dentes. Que a união é o futuro. Que não deve haver descriminação entre os níveis do judiciário) não prevê hierarquização entre técnico e analista. Na verdade, prevê hierarquização entre servidor comum e gestor (e gestor leia-se servidor que detêm uma função de chefia). E este servidor pode ser tanto técnico como analista.

    A nossa carreira prevê serviços diferenciados entre técnico e analistas. Mas em nenhum momento diz que um tem que receber necessariamente mais que o outro.

    Concordo que por conta da diferença de serviço o vencimento do analista deve ser maior que do técnico (ou seja, sou contra a equiparação). Mas não vejo sentido em impor como teto do técnico o inicial do analista. E o argumento de que o mesmo vale para o analista em relação com os juizes é furada, não só pelo o que eu já disse, mas também pela estrutura da carreira. Já que juiz não é escalonado em níveis. Demora anos para evoluir de um nível para o outro.

    E só para explicar, transposição de tabela é colocar o final do técnico no mesmo patamar que alguns niveis do inicio de carreira do analista. Ao meu ver, um bom patamar é o 4 ou 5 do analista. Então o analista, com o mesmo tempo de casa que o técnico ganharia sempre mais. Mas não teria este subteto desnecessário que temos hj.
    Maisquevencedor
    Maisquevencedor
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3003
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Maisquevencedor Qui 10 Abr 2014, 5:29 pm

    Relaxa, cara.  lol! Foi só pra descontrair um pouco. Esses dias temos divergido muito.


    darkshi escreveu:Nossa. Que argumento.
    Vou até ficar quieto depois desta.

    Maisquevencedor escreveu:Você anda lendo livros técnicos demais.

    Uma revista de sacanagem e um bom filme pornô às vezes faz bem.



    darkshi escreveu:
    Maisquevencedor escreveu:O problema é que querem valorizar o técnico desvalorizando o analista.

    Com sobreposições de tabelas e outras aberrações.


    Se eu fiz concurso para analista, não posso almejar a remuneração de juiz ou promotor. Com o técnico deve ser da mesma forma.


    Seu argumento tem algumas falhas.

    A primeira é que Juiz e Promotor não fazem parte da carreira do PJU. Eles são agentes políticos. Carreira verdadeiramente de estado. Outras lei, outra lógica.

    Ou seja, a relação técnico-analista é diferente do analista-juiz. Que na verdade não existe relação analista-juiz e sim servidor-juiz.

    Nossa carreira (sabe, aquela que vcs estão defendendo com unhas e dentes. Que a união é o futuro. Que não deve haver descriminação entre os níveis do judiciário) não prevê hierarquização entre técnico e analista. Na verdade, prevê hierarquização entre servidor comum e gestor (e gestor leia-se servidor que detêm uma função de chefia). E este servidor pode ser tanto técnico como analista.

    A nossa carreira prevê serviços diferenciados entre técnico e analistas. Mas em nenhum momento diz que um tem que receber necessariamente mais que o outro.

    Concordo que por conta da diferença de serviço o vencimento do analista deve ser maior que do técnico (ou seja, sou contra a equiparação). Mas não vejo sentido em impor como teto do técnico o inicial do analista. E o argumento de que o mesmo vale para o analista em relação com os juizes é furada, não só pelo o que eu já disse, mas também pela estrutura da carreira. Já que juiz não é escalonado em níveis. Demora anos para evoluir de um nível para o outro.

    E só para explicar, transposição de tabela é colocar o final do técnico no mesmo patamar que alguns niveis do inicio de carreira do analista. Ao meu ver, um bom patamar é o 4 ou 5 do analista. Então o analista, com o mesmo tempo de casa que o técnico ganharia sempre mais. Mas não teria este subteto desnecessário que temos hj.
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Qui 10 Abr 2014, 5:32 pm

    Sempre disse para colegas técnicos, amigos que tenho, acho que o primeiro passo para a valorização é a exigência do nível superior. E depois novas tabelas, até com possíveis transposições, com o final do técnico passando uns 3 níveis do analistas inicial. Mas deve ser um passo de cada vez, nestes tempos de guerra por vantagens no Judiciário, com todos os picaretas atentos, os antigos e novos, acho que chegar pedindo tudo junto é pedir para levar ferro.
    E tem algum ai doidinho com tanta vantagem sendo comentada, imagina vai virar servidor supremo e quer ver técnico ganhando mais que analista, tudo isso de uma vez só. A arrogância vai lá para o céu... kkkk. Vai virar um espécie de semi Deus do Judiciário, kkkk.
    servidor.tre
    servidor.tre
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1282
    Reputação : 36
    Data de inscrição : 30/10/2012

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por servidor.tre Qui 10 Abr 2014, 5:33 pm

    Esse fórum está perdendo a razão de existir... um atacando o outro,... e notícias sobre a luta da categoria mesmo, somente quando alguns se manifestam...triste verdade.
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Qui 10 Abr 2014, 5:35 pm

    servidor.tre escreveu:Esse fórum está perdendo a razão de existir... um atacando o outro,... e notícias sobre a luta da categoria mesmo, somente quando alguns se manifestam...triste verdade.

    Esse fórum é reflexo da categoria, somente isso. Aqui pode se usar algumas palavras mais fortes, mas a realidade, triste realidade, é essa.
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Qui 10 Abr 2014, 5:37 pm

    Vou usar a minha postagem de nº 2000 para pedir aos servidores supremos que quando receberem a primeira parcela, agora este ano, do novo plano nos comuniquem. Será importante para começarmos nossa luta por receber uns trocos a mais.
    2000 postagens, e eu que achava que ia receber um bom aumento antes da postagem nº 1000...
    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3137
    Reputação : 209
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por corujito Qui 10 Abr 2014, 5:43 pm

    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Qui 10 Abr 2014, 5:45 pm

    corujito escreveu:
    VANDER DE PAULA escreveu:
    corujito escreveu:A PERGUNTA QUE TIRA O SONO DO VANDER

    Vander, seus posts se resumem às seguintes premissas.

    1) o governo sabe todos os detalhes da folha do PJU
    2) não há saída senão a absorção das VPNIs
    3) qualquer proposta que não absorva VPNI será negada pelo governo ou inviabilizada por conta de distorções na carreira
    4) falar em aumento no VB é algo esdrúxulo

    Sendo assim:

    SE O OBJETIVO DO GOVERNO ERA DAR 5% DE REAJUSTE POR 3 ANOS, TANTO QUE REAJUSTOU OS SUBSÍDIOS DO CICLO EM EXATOS 5%, POR QUE LIBEROU O ORÇAMENTO PARA QUE O PJU REAJUSTASSE TODA A FOLHA EM 5%, INDEPENDENTEMENTE DE O AUMENTO SER DADO NO VB OU NÃO, PERMITINDO ASSIM, UM REAJUSTE REAL MAIOR?

    Se verdadeiras suas premissas, o Governo deveria calcular a forma mais barata possível de um reajuste linear de 5% na tabela e, nesse sentido, até mesmo liberar orçamento de forma a não reajustar os salários de quem recebe VPNI.

    Aparentemente, Vander, no mundo real o Governo não está tão interessado no modelo remuneratório e nas VPNIs como você diz.



    Vamos lá.

    1) Acho que o Min.Planejamento se inteirou sobre os detalhes dos vencimentos do PJU, e mostrou ao Governo a 'caixa-preta'
    de surpresas que é, devido às distorções causadas pelas incorporações. Há comentários do MPOG que levam a concluir isso.

    2) Apesar de ter poucos servidores, a Carreira do STF terá dificuldade de emplacar a GD mantendo as VPNI´s.
    Motivo: o conhecimento da Carreira gerou um 'preconceito' no Governo de manter as VPNI´s, ao contrário, é preciso extirpá-las.
    Um reajuste razoável pode produzir super-marajás no PJU, mais do que já tem.

    3) Acho que sim. Devido a esse 'preconceito' de conviver com as VPNI´s. Um único marajá é suficiente para queimar o filme de um tribunal.

    4) VB é super-esdrúxulo, por causa que provoca reflexos em verbas incorporadas.

    5) Foi 5% em montante de capital, rigorosamente calculado para gerar um reajuste linear de 5%.

    Se os dirigentes do PJU pegasse esse montante de capital e aplicasse no VB, eu teria 1% de reajuste, e o marajá do meu chefe
    teria uns 8%. Não teve jeito, só na GAJ produziria o efeito dos 5% lineares.

    6) Qual reajuste seria MAIS BARATO.

    Considere que o salário de um indivíduo reduza-se a uma única parcela X. Então é o reajuste multiplicado nessa parcela: Y . X.
    Então fica : X + YX . Esse YX é a GAJ. Esse é o mais barato. Não aumenta o X, apenas soma algo, sem incorporar a esse X, para não gerar reflexos em outras verbas.[ Acho que complicou!]

    Não enrola, Vander. O papo comigo é reto.

    O reajuste na GAJ permitiu um aumento de praticamente o dobro disso na remuneração.

    A realidade mostra que o Governo só se importa com o montante bruto de recursos, e não com modelo remuneratório ou VPNIs. Em minha simulação, poder-se-ia reajustar os salários (considerando 70% dos servidores no c15 e 30% no b7, sendo 60% técnicos) em 5% economizando-se pelo menos 600 milhões de reais.

    Suas afirmações não batem, Vander, seu pensamento simplesmente não fecha.

    Dobro?

    Nem no melhor caso... Na prática, tivemos algo em torno de 20%, isto para quem não tem função elevada nem incorporações, que reduzem o índice prático.
    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3137
    Reputação : 209
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por corujito Qui 10 Abr 2014, 5:49 pm

    Zé,

    Refiro-me apenas à tabela da remuneração. Não considerei AQs, Alimentação, GAE/GAS ou mesmo FCs.
    BLACK SOUL
    BLACK SOUL
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2047
    Reputação : 119
    Data de inscrição : 04/01/2011

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por BLACK SOUL Qui 10 Abr 2014, 6:00 pm

    corujito escreveu:
    BLACK SOUL escreveu:
    Lunático escreveu:
    BLACK SOUL escreveu:

    Estou embasbacado!!! UI!!!

    FORD era um patrão feladaputa? Sim. O citei apenas para demonstrar que até um FDP explorador (apesar das 8h e salário mínimo), sabe reconhecer que precisa de PESSOAS para alcançar seus objetivos.

    Acho que vc não leu a parte da administração científica, homem máquina, meio de produção apenas etc.

    Empresário!!!!? Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!
    Você é meio burro, né?
    Mas, beleza, estou convencido pela quantidade de "k" que você é a autoridade no assunto. Volte a fazer RAE, a recarregar bateria de urna e a ver se a tomada do local de votação funciona. Não esqueça de digitar o despacho de duas linhas do magistrado e de carimbar as folhas na ordem correta.
    Você merece e vai ter aumento.
    Fique tranquilo que o Joaquim Barbosa, o Toffoli e a Fenajufe estão fazendo tudo por você.
    Felicidades.

    Mas já, Peter Drucker!?

    Desculpa, Peter Drucker não concorda e não é páreo para vossa excelência.

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkhuehuehuehue.

    Caramba.

    BLACK SOUL levou um verdadeiro baile aqui. Realmente os "kkkk" denunciaram isso de forma inequívoca.

    Me surpreendi porque, por mais que ele tenha dito absurdos teórico sobre engenharia de software, sempre tive a impressão de que manjava dos paranauê.

    Levei baile foi!? Estou equivocado é?

    Pois fala aí os pontos nos quais estou errado!!!

    Ê, corujão, estás perdendo seus poderes de trollador e flamer!!!

    Kkkkkkkkkkkkk!!!!
    Pantaleão
    Pantaleão
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Ajudante de Pedreiro
    Mensagens : 590
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 06/05/2011
    Localização : Sol Nascente

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Pantaleão Qui 10 Abr 2014, 6:20 pm

    Cara, sou totalmente favorável elevação de nível superior e totalmente contra a sobreposição. Tem que se ver a galera que era técnico e, em vez de ficar esperando sindicato, foi estudar, tendo filho pra criar, conta pra pagar e, com tudo isso, passou.

    Vou dar um exemplo: tenho um colega com mais de 15 anos de MPU, ele é técnico e se matou de estudar para passar. Conseguiu. Quando ele for chamado, o salário dele vai diminuir, caso venha a sobreposição.

    Essa sobreposição é sonho de incorporado, pançudo, morto de preguiça e sem coragem pra lutar por causas justas, pq quem é técnico e ganha pouco está estudando loucamente.

    Tem mais, murchou a conversinha besta da separação e já me aparecem com outra. Este fórum está um bagaço.

    -------

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7713
    Reputação : 573
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Galizezin Dom 13 Abr 2014, 2:42 pm

    Pantaleão escreveu:Cara, sou totalmente favorável elevação de nível superior e totalmente contra a sobreposição.  Tem que se ver a galera que era técnico e, em vez de ficar esperando sindicato, foi estudar, tendo filho pra criar, conta pra pagar e, com tudo isso, passou.

    Vou dar um exemplo: tenho um colega com mais de 15 anos de MPU, ele é técnico e se matou de estudar para passar. Conseguiu. Quando ele for chamado, o salário dele vai diminuir, caso venha a sobreposição.  

    Essa sobreposição é sonho de incorporado, pançudo, morto de preguiça e sem coragem pra lutar por causas justas, pq quem é técnico e ganha pouco está estudando loucamente.

    Tem mais, murchou a conversinha besta da separação e já me aparecem com outra. Este fórum está um bagaço.

    -------

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

     Rolling Eyes 

    Conteúdo patrocinado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 21 Out 2021, 7:49 pm