PCS JÁ

PCS JÁ



    Tópico Geral

    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Ter 02 Set 2014, 7:49 pm

    MPUísta escreveu:
    corujito escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    corujito escreveu:ae.

    a coisa não tá boa mesmo não.


    anotem ai

    o PL 7920, original, NÃO PASSA.



    Será??? kkk.

    pode escrever ae!

    Arrow Alguma informação privilegiada sobre o quê então poderia passar coruja? Basketball

    E precisa de informação privilegiada para saber que tudo isso é mais uma tradicional enrolação???
    embuscadeaumento
    embuscadeaumento
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2790
    Reputação : 54
    Data de inscrição : 05/07/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por embuscadeaumento Ter 02 Set 2014, 7:50 pm

    Acho que não precisa de informações privilegiada pra saber que o Mamute não passa né rsrs GD se sair. . Ou então aumento de 15% em 3 anos
    ricnatal
    ricnatal
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 283
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 26/07/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ricnatal Ter 02 Set 2014, 7:52 pm

    Opinião pessoal,

    #se for pra ter pcs parcelado e ainda reduzido, prefiro o zero!!!!!

    #Próximo ano, com a Marina no poder, talvez e digo muito talvez tenhamos de volta um SINDICATO, não que vá representar a "catiguria" isso nunca acontecerá nesta terra, más pelo menos será oposição e poderá puxar uma greve forte.

    #Greve forte- significa greve em BSB, SP e mais uma ou duas UF, as outras capitais servem apenas de fantoche, não resolvem e nem  decidem PN.

    #ÚNICA GREVE MEIA BOCA NA PGR, promoveu o envio de 2199!!!!

    # pro pessoal que fica mandando a galera grevar, se a greve não partir de BSB, não funciona e este ano não partirá pq o sindicato é dos cumpanheiros e os cumpanheiros não vão queimar a presidenta deles, logo tudo transcorrerá de forma natural "PCS DEFINIDO"

    # Quanto a palhaçada do PGR e do Dr. Lexando, se não podiam peitar o capeta e provar que possuem autonomia, podiam ter feito como o Peluso e o jô e teriam feito papel menos ridículo.

    # O antigões vão comer um dobrado até desistirem de implantar o aumento no VB, as contas já começam a apertar pra eles também, quanto mais se ganha, mais se gasta, por fim, para os pés duro com eu, que bom que alguns deles morrem ou se aposentam em no máximo 15 anos.

    valeus;
    ricnatal
    ricnatal
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 283
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 26/07/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ricnatal Ter 02 Set 2014, 7:57 pm

    cadê o pessoal da "anata"??? (digo notícias) vcs são verdadeiros hérois!!!

    e as crônicas diarias do zé colmeia????

    peixepf
    peixepf
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 805
    Reputação : 17
    Data de inscrição : 27/10/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por peixepf Ter 02 Set 2014, 7:57 pm

    Obaaaa, vou ficar no zero, mas vou juntar uns trocados pra comprar uma cidra cereser e comemorar a derrota da Dilmá daqui uns dias.

    Marina está à frente de Dilma em SP e no RJ, aponta Ibope

    [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 02 Set 2014, 8:04 pm

    Alvinegro de Coração escreveu:Como já era de se esperar: o PGR disse que está negociando com o Executivo, juntamente com o Lewando, pela aprovação dos PLs do MPU e do PJU e que os PLs "estão bem encaminhados". Disse para o sindicato atuar junto às comissões e parlamentares, pois em relação ao governo propriamente dito a negociação está em andamento.

    Pfff, faz-me rir.

    Abraços a todos.

    É demais, quer dizer que os servidores tem de buscar a aprovação do projeto? como se fosse os servidores que mandassem no órgão, fizesse o orçamento, poder de decisão, etc. e talz.

    Só enrolation.

    Quando será votado o PL dos membros?
    RVMS
    RVMS
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1355
    Reputação : 47
    Data de inscrição : 29/07/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RVMS Ter 02 Set 2014, 8:07 pm

    Parece que a Câmara não vai votar nada no esforço concentrado heheheheh

    [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    02/09/2014 - 19h58
    Líderes não chegam a acordo para votar pauta do esforço concentrado
    Segundo o líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR), não houve acordo na reunião de líderes partidários que está sendo realizada neste momento. Bueno assinalou que o PT não aceitou nem mesmo a possibilidade de se votar o prêmio de direitos humanos e o projeto que cria cargos para a Defensoria Pública antes do polêmico projeto que pretende sustar o decreto presidencial que criou a Política Nacional de Participação Social (PDC 1491/14).

    Segundo ele, diante da recusa do PT e do processo de obstrução, a tendência é que não seja votado nada durante o esforço concentrado. Ele foi o primeiro a deixar a reunião.

    O líder do Solidariedade, deputado Fernando Franceschini (SD), confirmou que não houve acordo para as votações de hoje e que há pouca esperança para as votações de amanhã. Ele acusa o PT e o governo de inviabilizar as votações no Plenário com receio de perder na votação do projeto sobre participação social.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 02 Set 2014, 8:12 pm

    Aluguei um trailer, comprei mercadorias no cartão e vamos batalhar forte eu e minha esposa vendendo lanches e caldos. Não dá para esperar nada desse "poder".
    Concursos ainda não da pois estou na faculdade....

    RVMS
    RVMS
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1355
    Reputação : 47
    Data de inscrição : 29/07/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RVMS Ter 02 Set 2014, 8:16 pm

    [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    Janot confirma trabalho em conjunto com Lewandowski pela aprovação dos reajustes

    No final da tarde desta terça-feira (2), o Sindjus, juntamente com outras entidades, foi recebido pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para tratar do reajuste da categoria.
    Os representantes do sindicato, Ana Paula Cusinato e Jailton Assis, sintetizando os anseios da categoria, perguntaram ao procurador-geral qual a conjuntura em torno da negociação do PL 7919/14, o que há de concreto em relação à estratégia para aprovar esse plano, e qual sua posição sobre o corte feito pelo Executivo no orçamento do Ministério Público.
    Janot esclareceu que todas as negociações envolvendo reajuste salarial estão sendo feitas em conjunto com o presidente Lewandowski, e que está definido que os dois vão se empenhar da mesma forma tanto para aprovar o reajuste dos servidores quanto dos magistrados/membros do MPU.
    Mas atenção: Janot frisou que as negociações com o Executivo vão se iniciar só a partir da posse de Lewandowski como presidente do STF, um pedido do próprio ministro. Portanto, como a posse acontecerá no dia 10, tal movimentação só se dará do dia 11 em diante.
    Também afirmou que foi montada uma agenda para ser trabalhada com Executivo e Legislativo visando à aprovação desses projetos. Para o bem das negociações tal estratégia institucional não pode ser revelada. Mas revelou que o encaminhamento dos projetos com parcelamento integra essa estratégia.
    No que diz respeito ao fato de o PL 7919/14 tratar de situações não remuneratórias, indo muito além do teor do substitutivo PL 6697/09, Janot defendeu os pontos colocados, mas afirmou que abre mão se algum deles atrapalhar a aprovação do projeto. Garantiu que o acordo com Lewandowski é de trabalhar em conjunto as questões salariais, já as que não dizem respeito a impacto orçamentário podem ser trabalhadas em separado. E garantiu que quando o PL 7919 chegar à CFT ele se sobrepõe aos Pls 6697 e 2199 tornando-se o projeto oficial do MPU.
    Uma medida jurídica quanto ao corte orçamentário feito pela presidenta Dilma às propostas das instituições está em estudo pelo MPU, de modo que haverá uma resposta nesse sentido. Assim como o conjunto de estratégias, não há como revelar nada de forma mais aprofundada sobre isso.
    Jailton cobrou empenho para que não haja cortes nas tabelas que foram, inclusive, aprovadas em assembleia. Janot ressaltou que vai se empenhar, ao lado de Lewandowski, para concretizar o reajuste da forma como ele foi encaminhado e que qualquer fato novo será levado por eles às entidades sindicais para que a categoria possa ser ouvida antes das cúpulas baterem o martelo.
    Ana Paula afirmou que todos os meios para se viabilizar esse reajuste são importantes, inclusive o caminho jurídico, mas que só a negociação dele, Janot, e de Lewandowski com a presidenta Dilma é capaz de concretizar de uma vez por todas esse reajuste.
    PAS_Jud.2011
    PAS_Jud.2011
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1197
    Reputação : 20
    Data de inscrição : 01/08/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por PAS_Jud.2011 Ter 02 Set 2014, 8:17 pm

    ricnatal escreveu:Opinião pessoal,

    #se for pra ter pcs parcelado e ainda reduzido, prefiro o zero!!!!!

    #Próximo ano, com a Marina no poder, talvez e digo muito talvez tenhamos de volta um SINDICATO, não que vá representar a "catiguria" isso nunca acontecerá nesta terra, más pelo menos será oposição e poderá puxar uma greve forte.

    #Greve forte- significa greve em BSB, SP e mais uma ou duas UF, as outras capitais servem apenas de fantoche, não resolvem e nem  decidem PN.

    #ÚNICA GREVE MEIA BOCA NA PGR, promoveu o envio de 2199!!!!

    # pro pessoal que fica mandando a galera grevar, se a greve não partir de BSB, não funciona e este ano não partirá pq o sindicato é dos cumpanheiros e os cumpanheiros não vão queimar a presidenta deles, logo tudo transcorrerá de forma natural "PCS DEFINIDO"

    # Quanto a palhaçada do PGR e do Dr. Lexando, se não podiam peitar o capeta e provar que possuem autonomia, podiam ter feito como o Peluso e o jô e teriam feito papel menos ridículo.

    # O antigões vão comer um dobrado até desistirem de implantar o aumento no VB, as contas já começam a apertar pra eles também, quanto mais se ganha, mais se gasta, por fim, para os pés duro com eu, que bom que alguns deles morrem ou se aposentam em no máximo 15 anos.

    valeus;

    Calma! O esforço concentrado tá aí pra nos salvar! Sqn! Que País de fantasia esse nosso! Até qdo resolvem fazem o q deveriam fazer tda semana, q eh votar as proposições, eles vêm com um fantasioso nome "esforço concentrado" para deixar o povo maravilhado!!! Isso só pode ser invenção de assessor lambe bolas q fica lá ganhando 15 mil, ou mais, sem ter feito sequer concurso, nqle legislativo vagubundo! Ôh País vagabundo!
    scratch
    ladraoalmas
    ladraoalmas
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 31
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ladraoalmas Ter 02 Set 2014, 8:19 pm

    Publicação: 02/09/2014 18:27 Atualização: 02/09/2014 18:40

    A presidente Dilma Rousseff (PT) cortou 96% do orçamento adicional pedido pelo Supremo Tribunal Federal para viabilizar aumentos para servidores e magistrados, entre eles, o reajuste do subsídio dos ministros para R$ 35,9 mil por mês. De acordo com levantamento do tribunal, só R$ 5,5 milhões dos R$ 154 milhões solicitados entraram na proposta orçamentária que chegou na segunda-feira (1º) ao Congresso. Como mostrou o Correio nesta terça-feira (2), a proposta de orçamento para 2015 chegou sem os pleitos de reajustes salariais do Judiciário e também do Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas da União. Hoje, um ministro do STF recebe R$ 29,4 mil por mês.

    O cálculo do corte é da Diretoria Geral do STF, que enviou os números ao secretário-geral da Procuradoria Geral da República, Lauro Pinto Cardoso Neto. Nos corredores do tribunal e do Ministério Público, a expectativa é de que o procurador-geral, Rodrigo Janot, tome alguma medida judicial contra o corte orçamentário feito por Dilma no envio da proposta ao Congresso.


    Hoje, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e o ministro mais antigo da Corte, Celso de Mello, criticaram o corte das propostas orçamentárias. Lewandowski afirmou que não há medida a fazer, a não ser tentar mudar a proposta no Congresso Nacional. “O único árbitro constitucionalmente qualificado é o Congresso Nacional”, disse ele, antes de entrar na sessão das turmas hoje à tarde. Na opinião do ministro, é possível restabelecer o reajuste salarial com uma negociação com os deputados e senadores.

    Apesar de reconhecer que o STF não pode interferir na proposta orçamentária enviada pela presidente da República, Lewandowski destacou que a espécie de “pré-proposta” do Judiciário “é insuscetível de corte unilateral por parte do Poder Executivo”.

    Celso de Melo concordou. Ele disse que a atitude do governo Dilma é inconstitucional e acontece apesar de o STF ter advertido o Executivo. “Os tribunais e o Ministério Público dispõem de autonomia em matéria orçamentária”, reclamou Melo. “Normalmente, os órgãos de planejamento do Poder Executivo tomam a iniciativa absolutamente inconstitucional de promover um corte unilateral.”
    ladraoalmas
    ladraoalmas
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 31
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ladraoalmas Ter 02 Set 2014, 8:21 pm

    Ou seja: a sargentona manda e desmada no lexandovski
    PAS_Jud.2011
    PAS_Jud.2011
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1197
    Reputação : 20
    Data de inscrição : 01/08/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por PAS_Jud.2011 Ter 02 Set 2014, 8:28 pm

    ladraoalmas escreveu:Publicação: 02/09/2014 18:27 Atualização: 02/09/2014 18:40

    A presidente Dilma Rousseff (PT) cortou 96% do orçamento adicional pedido pelo Supremo Tribunal Federal para viabilizar aumentos para servidores e magistrados, entre eles, o reajuste do subsídio dos ministros para R$ 35,9 mil por mês. De acordo com levantamento do tribunal, só R$ 5,5 milhões dos R$ 154 milhões solicitados entraram na proposta orçamentária que chegou na segunda-feira (1º) ao Congresso. Como mostrou o Correio nesta terça-feira (2), a proposta de orçamento para 2015 chegou sem os pleitos de reajustes salariais do Judiciário e também do Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas da União. Hoje, um ministro do STF recebe R$ 29,4 mil por mês.

    O cálculo do corte é da Diretoria Geral do STF, que enviou os números ao secretário-geral da Procuradoria Geral da República, Lauro Pinto Cardoso Neto. Nos corredores do tribunal e do Ministério Público, a expectativa é de que o procurador-geral, Rodrigo Janot, tome alguma medida judicial contra o corte orçamentário feito por Dilma no envio da proposta ao Congresso.


    Hoje, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e o ministro mais antigo da Corte, Celso de Mello, criticaram o corte das propostas orçamentárias. Lewandowski afirmou que não há medida a fazer, a não ser tentar mudar a proposta no Congresso Nacional. “O único árbitro constitucionalmente qualificado é o Congresso Nacional”, disse ele, antes de entrar na sessão das turmas hoje à tarde. Na opinião do ministro, é possível restabelecer o reajuste salarial com uma negociação com os deputados e senadores.

    Apesar de reconhecer que o STF não pode interferir na proposta orçamentária enviada pela presidente da República, Lewandowski destacou que a espécie de “pré-proposta” do Judiciário “é insuscetível de corte unilateral por parte do Poder Executivo”.

    Celso de Melo concordou. Ele disse que a atitude do governo Dilma é inconstitucional e acontece apesar de o STF ter advertido o Executivo. “Os tribunais e o Ministério Público dispõem de autonomia em matéria orçamentária”, reclamou Melo. “Normalmente, os órgãos de planejamento do Poder Executivo tomam a iniciativa absolutamente inconstitucional de promover um corte unilateral.”

    Tá na hora de um desses "veim" do supremo ir lá e passar a "piroca" na cara do "rapazinho" folgado e topetudo do Executivo q fez o corte, e mostrar quem manda nessa caceta! Mas tdo bundinha mole! Só ladram!!!
    tongue :trollface:
    Phoenix
    Phoenix
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 334
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 22/12/2010

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Phoenix Ter 02 Set 2014, 8:31 pm

    Deixa estar... o que é desses filhos de umas putas políticos petistas tá chegando:



    Rumor leva Ibovespa à disparada de 1,2%; Ibope deve trazer Marina à frente de Dilma - InfoMoney

    Segundo especulação do mercado, a próxima pesquisa Ibope, que será divulgada às 18h (horário de Brasília) de quarta-feira, vai trazer Marina à frente de Dilma já no primeiro turno, o que deve abrir ainda mais vantagem também no 2° turno. Além do Ibope, há no holofote do mercado também uma pesquisa Datafolha, que deve ser divulgada amanhã.
    ASSIS
    ASSIS
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 811
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ASSIS Ter 02 Set 2014, 8:36 pm

    MARINA NA FRENTE EM SP E RJ:

    [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]
    limmud
    limmud
    Novo Usuário

    Mensagens : 27
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 02/09/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por limmud Ter 02 Set 2014, 8:39 pm

    RVMS escreveu:[É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    02/09/2014 - 17h55 Plenário - Atualizado em 02/09/2014 - 17h55
    Senado aprova criação de cargos comissionados no STF
    Enviar notícia por e-mail  Imprimir
     
    Guilherme Oliveira
    O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (2) a criação de 180 funções e cargos comissionados no Supremo Tribunal Federal (STF).
    Os dois projetos de lei da Câmara dos Deputados (PLC) haviam sido aprovados pela manhã na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), e foram ratificados pelo Plenário à tarde. O relator foi o senador Valdir Raupp (PMDB-RO). A matéria segue para sanção presidencial.
    Os PLCs 62/2014 e 63/2014 propõem a criação de 36 cargos em comissão e 144 funções comissionadas no STF. Parte das funções será alocada nos gabinetes dos ministros do STF e outra parte deverá, conforme justificativa daquela Corte, uniformizar o tratamento dispensado aos substitutos eventuais dos chefes de seção.


    Boa Noite pessoal,

    Alguém sabe informar como ficou a proporção  servidor/função no STF?
    ricnatal
    ricnatal
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 283
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 26/07/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ricnatal Ter 02 Set 2014, 8:40 pm

    PAS_Jud.2011 escreveu:
    ricnatal escreveu:Opinião pessoal,

    #se for pra ter pcs parcelado e ainda reduzido, prefiro o zero!!!!!

    #Próximo ano, com a Marina no poder, talvez e digo muito talvez tenhamos de volta um SINDICATO, não que vá representar a "catiguria" isso nunca acontecerá nesta terra, más pelo menos será oposição e poderá puxar uma greve forte.

    #Greve forte- significa greve em BSB, SP e mais uma ou duas UF, as outras capitais servem apenas de fantoche, não resolvem e nem  decidem PN.

    #ÚNICA GREVE MEIA BOCA NA PGR, promoveu o envio de 2199!!!!

    # pro pessoal que fica mandando a galera grevar, se a greve não partir de BSB, não funciona e este ano não partirá pq o sindicato é dos cumpanheiros e os cumpanheiros não vão queimar a presidenta deles, logo tudo transcorrerá de forma natural "PCS DEFINIDO"

    # Quanto a palhaçada do PGR e do Dr. Lexando, se não podiam peitar o capeta e provar que possuem autonomia, podiam ter feito como o Peluso e o jô e teriam feito papel menos ridículo.

    # O antigões vão comer um dobrado até desistirem de implantar o aumento no VB, as contas já começam a apertar pra eles também, quanto mais se ganha, mais se gasta, por fim, para os pés duro com eu, que bom que alguns deles morrem ou se aposentam em no máximo 15 anos.

    valeus;

    Calma! O esforço concentrado tá aí pra nos salvar! Sqn! Que País de fantasia esse nosso! Até qdo resolvem fazem o q deveriam fazer tda semana, q eh votar as proposições, eles vêm com um fantasioso nome "esforço concentrado" para deixar o povo maravilhado!!! Isso só pode ser invenção de assessor lambe bolas q fica lá ganhando 15 mil, ou mais, sem ter feito sequer concurso, nqle legislativo vagubundo! Ôh País vagabundo!
    scratch

    Nós é que deveriamos estar fazendo "esforço concentrado" para sair desta barca furada!!!!!,

    Palavras de um Procurador da República diante de vários servidores: " Se vcs estão insatisfeitos com seus vencimentos, a porta da rua é serventia da casa, para cada um que quer sair tem quatro mil querendo entrar".
    ricnatal
    ricnatal
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 283
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 26/07/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ricnatal Ter 02 Set 2014, 8:50 pm

    Alguns anos atrás quando um colega falou que era melhor focar nas agências reguladoras, eu disse a seguinte frase para ele: - Cê tá é doido o Judiciário é um "poder" e sempre manterá esse status - ledo engano como me arrependo de não ter aproveitado a onda.
    Potter
    Potter
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 351
    Reputação : 44
    Data de inscrição : 05/12/2013

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Potter Ter 02 Set 2014, 8:51 pm

    Só sei de uma coisa: passando desse ano, só lá pra 2017 ou 2018.

    Ainda bem que a inflação só vai incomodar ďe modo pesado em 2016.
    limmud
    limmud
    Novo Usuário

    Mensagens : 27
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 02/09/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por limmud Ter 02 Set 2014, 8:55 pm

    ricnatal escreveu:Alguns anos atrás quando um colega falou que era melhor focar nas agências reguladoras, eu disse a seguinte frase para ele: - Cê tá é doido o Judiciário é um "poder" e sempre manterá esse status - ledo engano como me arrependo de não ter aproveitado a onda.




    Antes de entrar no Judiciário eu estava na Caixa, então passei em uma agencia mas o salário era baixo e não quis ir, depois me arrependi de não ter ido, agora me arrependo até de ter deixado a Caixa. pale
    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1798
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por diegowfcp Ter 02 Set 2014, 8:56 pm

    Rapaz, eu posso até não levar esse aumento, mas a merreca que me resta vou usar pra encher a cara de cachaça e comemorar o pé na bunda que a sujeita vai tomar.


    What a Face
    tre-rj
    tre-rj
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1507
    Reputação : 114
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por tre-rj Ter 02 Set 2014, 9:00 pm

    A merreca que me sobrar vai ser pra pagar uma passagem para Brasilia e fazer um panelaço na despedida da Dilma.
    Vamos iniciar um movimento de despedida assim: Adeus PT! Nunca mais!

    Vai ser bonito ver ela e o pt descendo a rampa com faixas e gritos nestes dizeres: nunca mais! nunca mais!


    diegowfcp escreveu:Rapaz, eu posso até não levar esse aumento, mas a merreca que me resta vou usar pra encher a cara de cachaça e comemorar o pé na bunda que a sujeita vai tomar.


    What a Face
    ricnatal
    ricnatal
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 283
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 26/07/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ricnatal Ter 02 Set 2014, 9:00 pm

    limmud escreveu:
    ricnatal escreveu:Alguns anos atrás quando um colega falou que era melhor focar nas agências reguladoras, eu disse a seguinte frase para ele: - Cê tá é doido o Judiciário é um "poder" e sempre manterá esse status - ledo engano como me arrependo de não ter aproveitado a onda.




    Antes de entrar no Judiciário eu estava na Caixa, então passei em uma agencia mas o salário era baixo e não quis ir, depois me arrependi de não ter ido, agora me arrependo até de ter deixado a Caixa. pale

    Sei como é, trabalhei no bb durante 07 anos, e em todos os anos tinha ACT, na pior da hipóteses reajustavam os auxílios, aqui no MPF não tem verba para aumentar o vale coxinha em R$ 50 conto, nesse ritmo daqui alguns anos eles equiparam, tirando o stresse, são 6h e ainda têm PLR, ainda não tenho saudades de lá, más não posso afirmar que será sempre assim, PJU/MPU rumo a bancarização.
    limmud
    limmud
    Novo Usuário

    Mensagens : 27
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 02/09/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por limmud Ter 02 Set 2014, 9:03 pm

    ricnatal escreveu:
    limmud escreveu:
    ricnatal escreveu:Alguns anos atrás quando um colega falou que era melhor focar nas agências reguladoras, eu disse a seguinte frase para ele: - Cê tá é doido o Judiciário é um "poder" e sempre manterá esse status - ledo engano como me arrependo de não ter aproveitado a onda.




    Antes de entrar no Judiciário eu estava na Caixa, então passei em uma agencia mas o salário era baixo e não quis ir, depois me arrependi de não ter ido, agora me arrependo até de ter deixado a Caixa. pale

    Sei como é, trabalhei no bb durante 07 anos, e em todos os anos tinha ACT, na pior da hipóteses reajustavam os auxílios, aqui no MPF não tem verba para aumentar o vale coxinha em R$ 50 conto, nesse ritmo daqui alguns anos eles equiparam, tirando o stresse, são 6h e ainda têm PLR, ainda não tenho saudades de lá, más não posso afirmar que será sempre assim, PJU/MPU rumo a bancarização.


    A galera que entrou comigo é tudo gerente do empresarial, pegaram agencias pequenas e estão de boa.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8804
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por darkshi Ter 02 Set 2014, 9:10 pm

    ladraoalmas escreveu:Publicação: 02/09/2014 18:27 Atualização: 02/09/2014 18:40

    A presidente Dilma Rousseff (PT) cortou 96% do orçamento adicional pedido pelo Supremo Tribunal Federal para viabilizar aumentos para servidores e magistrados, entre eles, o reajuste do subsídio dos ministros para R$ 35,9 mil por mês. De acordo com levantamento do tribunal, só R$ 5,5 milhões dos R$ 154 milhões solicitados entraram na proposta orçamentária que chegou na segunda-feira (1º) ao Congresso. Como mostrou o Correio nesta terça-feira (2), a proposta de orçamento para 2015 chegou sem os pleitos de reajustes salariais do Judiciário e também do Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas da União. Hoje, um ministro do STF recebe R$ 29,4 mil por mês.

    O cálculo do corte é da Diretoria Geral do STF, que enviou os números ao secretário-geral da Procuradoria Geral da República, Lauro Pinto Cardoso Neto. Nos corredores do tribunal e do Ministério Público, a expectativa é de que o procurador-geral, Rodrigo Janot, tome alguma medida judicial contra o corte orçamentário feito por Dilma no envio da proposta ao Congresso.


    Hoje, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e o ministro mais antigo da Corte, Celso de Mello, criticaram o corte das propostas orçamentárias. Lewandowski afirmou que não há medida a fazer, a não ser tentar mudar a proposta no Congresso Nacional. “O único árbitro constitucionalmente qualificado é o Congresso Nacional”, disse ele, antes de entrar na sessão das turmas hoje à tarde. Na opinião do ministro, é possível restabelecer o reajuste salarial com uma negociação com os deputados e senadores.

    Apesar de reconhecer que o STF não pode interferir na proposta orçamentária enviada pela presidente da República, Lewandowski destacou que a espécie de “pré-proposta” do Judiciário “é insuscetível de corte unilateral por parte do Poder Executivo”.

    Celso de Melo concordou. Ele disse que a atitude do governo Dilma é inconstitucional e acontece apesar de o STF ter advertido o Executivo. “Os tribunais e o Ministério Público dispõem de autonomia em matéria orçamentária”, reclamou Melo. “Normalmente, os órgãos de planejamento do Poder Executivo tomam a iniciativa absolutamente inconstitucional de promover um corte unilateral.”

    STF está latindo. Mas não está mostrando intenção de morder.
    Judiciário não é o guardião das leis do país? Não faz parte do jogo dos "pesos e contra pesos" dos 3 podres um equilibrar o outro?
    Se o executivo está agindo de modo ilegal não cabe o Lewandowski escrever uma "cartinha" com um "cumpra-se" no final para o legislativo?
    Acho que o STF deveria ter mandado o orçamento direto para o legislativo, junto com a justificativa (O executivo não tem o poder de cortar o orçamento do judiciário. ) e junto com um "cumpra-se".
    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1798
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por diegowfcp Ter 02 Set 2014, 9:17 pm

    darkshi escreveu:
    ladraoalmas escreveu:Publicação: 02/09/2014 18:27 Atualização: 02/09/2014 18:40

    A presidente Dilma Rousseff (PT) cortou 96% do orçamento adicional pedido pelo Supremo Tribunal Federal para viabilizar aumentos para servidores e magistrados, entre eles, o reajuste do subsídio dos ministros para R$ 35,9 mil por mês. De acordo com levantamento do tribunal, só R$ 5,5 milhões dos R$ 154 milhões solicitados entraram na proposta orçamentária que chegou na segunda-feira (1º) ao Congresso. Como mostrou o Correio nesta terça-feira (2), a proposta de orçamento para 2015 chegou sem os pleitos de reajustes salariais do Judiciário e também do Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas da União. Hoje, um ministro do STF recebe R$ 29,4 mil por mês.

    O cálculo do corte é da Diretoria Geral do STF, que enviou os números ao secretário-geral da Procuradoria Geral da República, Lauro Pinto Cardoso Neto. Nos corredores do tribunal e do Ministério Público, a expectativa é de que o procurador-geral, Rodrigo Janot, tome alguma medida judicial contra o corte orçamentário feito por Dilma no envio da proposta ao Congresso.


    Hoje, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e o ministro mais antigo da Corte, Celso de Mello, criticaram o corte das propostas orçamentárias. Lewandowski afirmou que não há medida a fazer, a não ser tentar mudar a proposta no Congresso Nacional. “O único árbitro constitucionalmente qualificado é o Congresso Nacional”, disse ele, antes de entrar na sessão das turmas hoje à tarde. Na opinião do ministro, é possível restabelecer o reajuste salarial com uma negociação com os deputados e senadores.

    Apesar de reconhecer que o STF não pode interferir na proposta orçamentária enviada pela presidente da República, Lewandowski destacou que a espécie de “pré-proposta” do Judiciário “é insuscetível de corte unilateral por parte do Poder Executivo”.

    Celso de Melo concordou. Ele disse que a atitude do governo Dilma é inconstitucional e acontece apesar de o STF ter advertido o Executivo. “Os tribunais e o Ministério Público dispõem de autonomia em matéria orçamentária”, reclamou Melo. “Normalmente, os órgãos de planejamento do Poder Executivo tomam a iniciativa absolutamente inconstitucional de promover um corte unilateral.”

    STF está latindo. Mas não está mostrando intenção de morder.
    Judiciário não é o guardião das leis do país? Não faz parte do jogo dos "pesos e contra pesos" dos 3 podres um equilibrar o outro?
    Se o executivo está agindo de modo ilegal não cabe o Lewandowski escrever uma "cartinha" com um "cumpra-se" no final para o legislativo?
    Acho que o STF deveria ter mandado o orçamento direto para o legislativo, junto com a justificativa (O executivo não tem o poder de cortar o orçamento do judiciário. ) e junto com um "cumpra-se".

    Mas, para isso, precisa de duas coisas: provocação, por meio das medidas processuais adequadas e CUNHÃO (ou ovo, como dizem aqui no Ceará). Pelo visto, tá faltando as duas coisas aos 11 e ao PGR.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 02 Set 2014, 9:46 pm

    ladraoalmas escreveu:Publicação: 02/09/2014 18:27 Atualização: 02/09/2014 18:40

    A presidente Dilma Rousseff (PT) cortou 96% do orçamento adicional pedido pelo Supremo Tribunal Federal para viabilizar aumentos para servidores e magistrados, entre eles, o reajuste do subsídio dos ministros para R$ 35,9 mil por mês. De acordo com levantamento do tribunal, só R$ 5,5 milhões dos R$ 154 milhões solicitados entraram na proposta orçamentária que chegou na segunda-feira (1º) ao Congresso. Como mostrou o Correio nesta terça-feira (2), a proposta de orçamento para 2015 chegou sem os pleitos de reajustes salariais do Judiciário e também do Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas da União. Hoje, um ministro do STF recebe R$ 29,4 mil por mês.

    O cálculo do corte é da Diretoria Geral do STF, que enviou os números ao secretário-geral da Procuradoria Geral da República, Lauro Pinto Cardoso Neto. Nos corredores do tribunal e do Ministério Público, a expectativa é de que o procurador-geral, Rodrigo Janot, tome alguma medida judicial contra o corte orçamentário feito por Dilma no envio da proposta ao Congresso.


    Hoje, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e o ministro mais antigo da Corte, Celso de Mello, criticaram o corte das propostas orçamentárias. Lewandowski afirmou que não há medida a fazer, a não ser tentar mudar a proposta no Congresso Nacional. “O único árbitro constitucionalmente qualificado é o Congresso Nacional”, disse ele, antes de entrar na sessão das turmas hoje à tarde. Na opinião do ministro, é possível restabelecer o reajuste salarial com uma negociação com os deputados e senadores.

    Apesar de reconhecer que o STF não pode interferir na proposta orçamentária enviada pela presidente da República, Lewandowski destacou que a espécie de “pré-proposta” do Judiciário “é insuscetível de corte unilateral por parte do Poder Executivo”.

    Celso de Melo concordou. Ele disse que a atitude do governo Dilma é inconstitucional e acontece apesar de o STF ter advertido o Executivo. “Os tribunais e o Ministério Público dispõem de autonomia em matéria orçamentária”, reclamou Melo. “Normalmente, os órgãos de planejamento do Poder Executivo tomam a iniciativa absolutamente inconstitucional de promover um corte unilateral.”


    Tópico Geral - Página 2 Xmproo


    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1798
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por diegowfcp Ter 02 Set 2014, 9:55 pm

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 02 Set 2014, 9:55 pm

    ladraoalmas escreveu:Publicação: 02/09/2014 18:27 Atualização: 02/09/2014 18:40

    A presidente Dilma Rousseff (PT) cortou 96% do orçamento adicional pedido pelo Supremo Tribunal Federal para viabilizar aumentos para servidores e magistrados, entre eles, o reajuste do subsídio dos ministros para R$ 35,9 mil por mês. De acordo com levantamento do tribunal, só R$ 5,5 milhões dos R$ 154 milhões solicitados entraram na proposta orçamentária que chegou na segunda-feira (1º) ao Congresso. Como mostrou o Correio nesta terça-feira (2), a proposta de orçamento para 2015 chegou sem os pleitos de reajustes salariais do Judiciário e também do Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas da União. Hoje, um ministro do STF recebe R$ 29,4 mil por mês.

    O cálculo do corte é da Diretoria Geral do STF, que enviou os números ao secretário-geral da Procuradoria Geral da República, Lauro Pinto Cardoso Neto. Nos corredores do tribunal e do Ministério Público, a expectativa é de que o procurador-geral, Rodrigo Janot, tome alguma medida judicial contra o corte orçamentário feito por Dilma no envio da proposta ao Congresso.


    Hoje, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e o ministro mais antigo da Corte, Celso de Mello, criticaram o corte das propostas orçamentárias. Lewandowski afirmou que não há medida a fazer, a não ser tentar mudar a proposta no Congresso Nacional. “O único árbitro constitucionalmente qualificado é o Congresso Nacional”, disse ele, antes de entrar na sessão das turmas hoje à tarde. Na opinião do ministro, é possível restabelecer o reajuste salarial com uma negociação com os deputados e senadores.

    Apesar de reconhecer que o STF não pode interferir na proposta orçamentária enviada pela presidente da República, Lewandowski destacou que a espécie de “pré-proposta” do Judiciário “é insuscetível de corte unilateral por parte do Poder Executivo”.

    Celso de Melo concordou. Ele disse que a atitude do governo Dilma é inconstitucional e acontece apesar de o STF ter advertido o Executivo. “Os tribunais e o Ministério Público dispõem de autonomia em matéria orçamentária”, reclamou Melo. “Normalmente, os órgãos de planejamento do Poder Executivo tomam a iniciativa absolutamente inconstitucional de promover um corte unilateral.”


    Esses recado pela mídia podem ser o sinal que agora o STF parece que não está disposto a engolir o corte.....

    Se quiserem é só o PGR impetrar algo no STF e colocar em pauta e votar....

    Já fizeram isso quando se trata de estados (executivo estadual cortando algum proposta de outro poder), tá faltando o que para a regra que vale com o pequeno(estados) valer com o grande(união)??
    Marcos de Sá
    Marcos de Sá
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 166
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/08/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Marcos de Sá Ter 02 Set 2014, 9:56 pm

    E aí, pessoal, alguma novidade aí? Não?
    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1798
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por diegowfcp Ter 02 Set 2014, 10:03 pm

    Marcos de Sá escreveu:E aí, pessoal, alguma novidade aí? Não?


    Mas não era tu que ia trazer, macho?
    Marcos de Sá
    Marcos de Sá
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 166
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/08/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Marcos de Sá Ter 02 Set 2014, 10:10 pm

    diegowfcp escreveu:
    Marcos de Sá escreveu:E aí, pessoal, alguma novidade aí? Não?


    Mas não era tu que ia trazer, macho?

    P#t$!!! É mesmo, véi! Prometi uma bomba e vou cumprir! E com tabela e tudo! Taí:



    Bomba! Corinthians pode perder 21 pontos no Brasileirão e ser eliminado da Copa do Brasil

    Meia Petros teria registro inválido junto à CBF e teria jogador sete partidas irregulares

    Publicado em 02/09/2014por Agência Futebol Interior



    Tweetar








    São Paulo, SP, 02 (AFI) – O Corinthians pode deixar o G4 do Campeonato Brasileiro e cair para a lanterna da competição. Devido a uma irregularidade no registro no BID (Boletim Informativo Diário) com respeito ao contrato do meia Petros, o clube corre o risco de perder 21 pontos no Brasileirão e de quebra ainda ser eliminado da Copa do Brasil. O problema é que o meia teria sido registrado como jogador do Corinthians antes de o vínculo entrar em vigência.

    Confira!Copa do Brasil: Com problemas, Corinthians deve ter Malcom no banco
    Segundo registra o BID da CBF, o nome de Petros deu entrada no dia 01 de agosto, data em que o jogador teria rescindido o sue contrato de empréstimo e acertado em definitivo, encerrando o vínculo com o SEV Hortolândia, clube com que tinha contrato até a data citada.



    Registro do BID na CBF mostra data diferente do registro na FPF
    O problema é que o contrato de Petros com o Corinthians passou a ser válido apenas no dia 02 de agosto, um dia após o que está registrado no BID. Ou seja, o registro do meia junto a CBF está irregular. A data correta do vínculo está registrada na Federação Paulista de Futebol (FPF).

    Com nenhum registro é realizado em finais de semana e dia 02 de agosto foi um sábado, o jogador teria de ser registrado apenas na segunda-feira (04 de agosto). Petros já esteve em campo no domingo (03 de agosto), no empate por 0 a 0 com o Coritiba.

    Pelos termos da justiça desportiva, o contrato registrado no BID da CBF é irregular e, portanto, todos os jogos disputados pelo jogador desde então foram irregulares. No total são sete jogos, cinco pelo Campeonato Brasileiro e mais dois pela Copa do Brasil.



    Se a CBF decidir encaminhar a denúncia para o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), o Corinthians será julgado e pode ser punido pelo artigo 214 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que prevê a perda de todos os pontos conquistados na partida em que Petros esteve registrado na súmula mais três pontos por cada partida. Assim, o Timão perderia 21 pontos e deixaria a quarta posição passando a lanterna, com onze pontos.

    Como Petros também foi relacionado para as derrotas do Corinthians na Copa do Brasil para Bahia e Bragantino, o clube também seria eliminado da competição.

    Há ainda a possibilidade do STJD entender que a CBF é a culpada pelo erro. Neste caso, a entidade seria enquadrada no artigo 191 do CBJD e multada. A Federação Paulista de Futebol também pode ser responsável e multada pelo mesmo artigo.

    E pra firmar a veracidade, taí o site: [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    subsidioja_
    subsidioja_
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2536
    Reputação : 336
    Data de inscrição : 05/04/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por subsidioja_ Ter 02 Set 2014, 10:13 pm

    vai tomar na bunda, seu feioso da poha.
    Marcos de Sá
    Marcos de Sá
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 166
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/08/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Marcos de Sá Ter 02 Set 2014, 10:18 pm

    subsidioja_ escreveu:vai tomar na bunda, seu feioso da poha.

    A gente quer ajudar os colegas a se informar e ainda recebe ofensas. Cruzes! Ó! Feioso, não, hein! Chega de inverdades por aqui!
    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1798
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por diegowfcp Ter 02 Set 2014, 10:19 pm

    Marcos de Sá escreveu:
    diegowfcp escreveu:
    Marcos de Sá escreveu:E aí, pessoal, alguma novidade aí? Não?


    Mas não era tu que ia trazer, macho?

    P#t$!!! É mesmo, véi! Prometi uma bomba e vou cumprir! E com tabela e tudo! Taí:



    Bomba! Corinthians pode perder 21 pontos no Brasileirão e ser eliminado da Copa do Brasil

    Meia Petros teria registro inválido junto à CBF e teria jogador sete partidas irregulares

    Publicado em 02/09/2014por Agência Futebol Interior



    Tweetar








    São Paulo, SP, 02 (AFI) – O Corinthians pode deixar o G4 do Campeonato Brasileiro e cair para a lanterna da competição. Devido a uma irregularidade no registro no BID (Boletim Informativo Diário) com respeito ao contrato do meia Petros, o clube corre o risco de perder 21 pontos no Brasileirão e de quebra ainda ser eliminado da Copa do Brasil. O problema é que o meia teria sido registrado como jogador do Corinthians antes de o vínculo entrar em vigência.

    Confira!Copa do Brasil: Com problemas, Corinthians deve ter Malcom no banco
    Segundo registra o BID da CBF, o nome de Petros deu entrada no dia 01 de agosto, data em que o jogador teria rescindido o sue contrato de empréstimo e acertado em definitivo, encerrando o vínculo com o SEV Hortolândia, clube com que tinha contrato até a data citada.



    Registro do BID na CBF mostra data diferente do registro na FPF
    O problema é que o contrato de Petros com o Corinthians passou a ser válido apenas no dia 02 de agosto, um dia após o que está registrado no BID. Ou seja, o registro do meia junto a CBF está irregular. A data correta do vínculo está registrada na Federação Paulista de Futebol (FPF).

    Com nenhum registro é realizado em finais de semana e dia 02 de agosto foi um sábado, o jogador teria de ser registrado apenas na segunda-feira (04 de agosto). Petros já esteve em campo no domingo (03 de agosto), no empate por 0 a 0 com o Coritiba.

    Pelos termos da justiça desportiva, o contrato registrado no BID da CBF é irregular e, portanto, todos os jogos disputados pelo jogador desde então foram irregulares. No total são sete jogos, cinco pelo Campeonato Brasileiro e mais dois pela Copa do Brasil.



    Se a CBF decidir encaminhar a denúncia para o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), o Corinthians será julgado e pode ser punido pelo artigo 214 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que prevê a perda de todos os pontos conquistados na partida em que Petros esteve registrado na súmula mais três pontos por cada partida. Assim, o Timão perderia 21 pontos e deixaria a quarta posição passando a lanterna, com onze pontos.

    Como Petros também foi relacionado para as derrotas do Corinthians na Copa do Brasil para Bahia e Bragantino, o clube também seria eliminado da competição.

    Há ainda a possibilidade do STJD entender que a CBF é a culpada pelo erro. Neste caso, a entidade seria enquadrada no artigo 191 do CBJD e multada. A Federação Paulista de Futebol também pode ser responsável e multada pelo mesmo artigo.

    E pra firmar a veracidade, taí o site: [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]



    Eu acho que tu merecia uma surra com a pioroca da dilma
    mineiro
    mineiro
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 299
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 02/09/2011
    Localização : brasília

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por mineiro Ter 02 Set 2014, 10:24 pm

    diegowfcp escreveu:
    Marcos de Sá escreveu:
    diegowfcp escreveu:
    Marcos de Sá escreveu:E aí, pessoal, alguma novidade aí? Não?


    Mas não era tu que ia trazer, macho?

    P#t$!!! É mesmo, véi! Prometi uma bomba e vou cumprir! E com tabela e tudo! Taí:



    Bomba! Corinthians pode perder 21 pontos no Brasileirão e ser eliminado da Copa do Brasil

    Meia Petros teria registro inválido junto à CBF e teria jogador sete partidas irregulares

    Publicado em 02/09/2014por Agência Futebol Interior



    Tweetar








    São Paulo, SP, 02 (AFI) – O Corinthians pode deixar o G4 do Campeonato Brasileiro e cair para a lanterna da competição. Devido a uma irregularidade no registro no BID (Boletim Informativo Diário) com respeito ao contrato do meia Petros, o clube corre o risco de perder 21 pontos no Brasileirão e de quebra ainda ser eliminado da Copa do Brasil. O problema é que o meia teria sido registrado como jogador do Corinthians antes de o vínculo entrar em vigência.

    Confira!Copa do Brasil: Com problemas, Corinthians deve ter Malcom no banco
    Segundo registra o BID da CBF, o nome de Petros deu entrada no dia 01 de agosto, data em que o jogador teria rescindido o sue contrato de empréstimo e acertado em definitivo, encerrando o vínculo com o SEV Hortolândia, clube com que tinha contrato até a data citada.



    Registro do BID na CBF mostra data diferente do registro na FPF
    O problema é que o contrato de Petros com o Corinthians passou a ser válido apenas no dia 02 de agosto, um dia após o que está registrado no BID. Ou seja, o registro do meia junto a CBF está irregular. A data correta do vínculo está registrada na Federação Paulista de Futebol (FPF).

    Com nenhum registro é realizado em finais de semana e dia 02 de agosto foi um sábado, o jogador teria de ser registrado apenas na segunda-feira (04 de agosto). Petros já esteve em campo no domingo (03 de agosto), no empate por 0 a 0 com o Coritiba.

    Pelos termos da justiça desportiva, o contrato registrado no BID da CBF é irregular e, portanto, todos os jogos disputados pelo jogador desde então foram irregulares. No total são sete jogos, cinco pelo Campeonato Brasileiro e mais dois pela Copa do Brasil.



    Se a CBF decidir encaminhar a denúncia para o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), o Corinthians será julgado e pode ser punido pelo artigo 214 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que prevê a perda de todos os pontos conquistados na partida em que Petros esteve registrado na súmula mais três pontos por cada partida. Assim, o Timão perderia 21 pontos e deixaria a quarta posição passando a lanterna, com onze pontos.

    Como Petros também foi relacionado para as derrotas do Corinthians na Copa do Brasil para Bahia e Bragantino, o clube também seria eliminado da competição.

    Há ainda a possibilidade do STJD entender que a CBF é a culpada pelo erro. Neste caso, a entidade seria enquadrada no artigo 191 do CBJD e multada. A Federação Paulista de Futebol também pode ser responsável e multada pelo mesmo artigo.

    E pra firmar a veracidade, taí o site: [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]



    Eu acho que tu merecia uma surra com a pioroca da dilma

    Banimento ou exclusão sumariamente, sem direito a contraditório e ampla defesa!
    Sr. Omar
    Sr. Omar
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 115
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 21/02/2013

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Sr. Omar Ter 02 Set 2014, 10:25 pm

    Considerando que os que mais sofrem com o arrocho salarial de quase 9 anos são os novatos, Se eu fosse o Lewandowski faria o seguinte:

    - Passaria todos os servidores para o final da carreira
    - Orientava os demais Tribunais a fazer o mesmo.
    - Aumentaria o auxilio alimentação para 1500 reais
    - Aumentaria o auxilio creche para 1000 reais

    Creio que isso não depende alteração da legislação e de votação no CN. Isso iria atenuar o arrocho para os novatos. Poderíamos sugerir isso ao Lewando como medida paliativa para tirar o paciente (servidores novatos) da UTI.
    gabg
    gabg
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 173
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 24/04/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por gabg Ter 02 Set 2014, 10:26 pm

    Aumento só em 2018. Até lá é zero.
    Marcos de Sá
    Marcos de Sá
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 166
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/08/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Marcos de Sá Ter 02 Set 2014, 10:28 pm

    mineiro escreveu:
    diegowfcp escreveu:
    Marcos de Sá escreveu:
    diegowfcp escreveu:


    Mas não era tu que ia trazer, macho?

    P#t$!!! É mesmo, véi! Prometi uma bomba e vou cumprir! E com tabela e tudo! Taí:



    Bomba! Corinthians pode perder 21 pontos no Brasileirão e ser eliminado da Copa do Brasil

    Meia Petros teria registro inválido junto à CBF e teria jogador sete partidas irregulares

    Publicado em 02/09/2014por Agência Futebol Interior



    Tweetar








    São Paulo, SP, 02 (AFI) – O Corinthians pode deixar o G4 do Campeonato Brasileiro e cair para a lanterna da competição. Devido a uma irregularidade no registro no BID (Boletim Informativo Diário) com respeito ao contrato do meia Petros, o clube corre o risco de perder 21 pontos no Brasileirão e de quebra ainda ser eliminado da Copa do Brasil. O problema é que o meia teria sido registrado como jogador do Corinthians antes de o vínculo entrar em vigência.

    Confira!Copa do Brasil: Com problemas, Corinthians deve ter Malcom no banco
    Segundo registra o BID da CBF, o nome de Petros deu entrada no dia 01 de agosto, data em que o jogador teria rescindido o sue contrato de empréstimo e acertado em definitivo, encerrando o vínculo com o SEV Hortolândia, clube com que tinha contrato até a data citada.



    Registro do BID na CBF mostra data diferente do registro na FPF
    O problema é que o contrato de Petros com o Corinthians passou a ser válido apenas no dia 02 de agosto, um dia após o que está registrado no BID. Ou seja, o registro do meia junto a CBF está irregular. A data correta do vínculo está registrada na Federação Paulista de Futebol (FPF).

    Com nenhum registro é realizado em finais de semana e dia 02 de agosto foi um sábado, o jogador teria de ser registrado apenas na segunda-feira (04 de agosto). Petros já esteve em campo no domingo (03 de agosto), no empate por 0 a 0 com o Coritiba.

    Pelos termos da justiça desportiva, o contrato registrado no BID da CBF é irregular e, portanto, todos os jogos disputados pelo jogador desde então foram irregulares. No total são sete jogos, cinco pelo Campeonato Brasileiro e mais dois pela Copa do Brasil.



    Se a CBF decidir encaminhar a denúncia para o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), o Corinthians será julgado e pode ser punido pelo artigo 214 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que prevê a perda de todos os pontos conquistados na partida em que Petros esteve registrado na súmula mais três pontos por cada partida. Assim, o Timão perderia 21 pontos e deixaria a quarta posição passando a lanterna, com onze pontos.

    Como Petros também foi relacionado para as derrotas do Corinthians na Copa do Brasil para Bahia e Bragantino, o clube também seria eliminado da competição.

    Há ainda a possibilidade do STJD entender que a CBF é a culpada pelo erro. Neste caso, a entidade seria enquadrada no artigo 191 do CBJD e multada. A Federação Paulista de Futebol também pode ser responsável e multada pelo mesmo artigo.

    E pra firmar a veracidade, taí o site: [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]



    Eu acho que tu merecia uma surra com a pioroca da dilma

    Banimento ou exclusão sumariamente, sem direito a contraditório e ampla defesa!

    Por que tudo nesse fórum é "banimento" e exclusão"?????? pale pale pale Puxa! Vocês são cruéis, amiguinhos! O Timão fora do campeonato????? É o fim do futebo brasileiro!!!! Sad Sad Sad Sad Sad
    Marcos de Sá
    Marcos de Sá
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 166
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/08/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Marcos de Sá Ter 02 Set 2014, 10:32 pm

    Amiguinhos, sensação de dever cumprido, vou mimir. Minha cabeça tá doendo pra carái! Acho que aquele uísque não era doze anos, não. Inté... Bora prá greve! Todos à luta! Najla, tô sentindo a tua falta, Mulher-Maravilha! Sem vc esse fórum não cheira à rosas. Esses macho-véi tão com nada, não.

    Conteúdo patrocinado

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 28 Out 2021, 5:19 am