PCS JÁ

PCS JÁ



    Tópico Geral

    avatar
    PJHUUUUuuuuu
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Trampolim
    Mensagens : 3874
    Reputação : 14
    Data de inscrição : 20/05/2011

    Tópico Geral Empty Tópico Geral

    Mensagem por PJHUUUUuuuuu Ter 11 Nov 2014, 19:19

    Quanto aos sindicatos, é melhor não esperar nada:

    Ex-presidente [Lula] participou da reunião da Executiva Ampliada da CUT

    “Sinto que está faltando política em nossa ação sindical. O economicismo só não é suficiente”, disse Lula na manhã desta terça (11), durante reunião da Executiva Nacional da CUT, realizada no auditório do Sindicato dos Químicos de São Paulo. Em sua opinião, o sindicalismo não pode ficar restrito à conquista de cláusulas econômicas durante as campanhas salariais. “O movimento sindical tem de sair do chão de fábrica, do chão das lojas, do chão dos locais de trabalho, pois o limite de representatividade passa do chão”, desafiou.

    Frente ao processo deliberado e contínuo de negação da política que vem sendo comandado por setores oposicionistas e da mídia, “temos de colocar um pouco de política na cabeça deles”, segundo o ex-presidente. “Hoje me espanto quando vou na porta de fábrica e vejo muito jovem que quer fazer faculdade, não quer ser mais apenas um peão. Esse jovem sabe qual foi o papel do pai e da mãe dele? Ele sabe qual foi e qual é o papel da CUT?”, questionou, ao lembrar que a construção das condições políticas e econômicas de vida custou muito sacrifício.

    Fundador da CUT e ex-presidente do Brasil, Lula lembrou que parcelas da população não têm associado as conquistas sociais recentes ao processo políticos e por isso, muitos não fazem a diferenciação entre partidos e movimentos que organizam ou dão respaldo às mudanças. “Outro dia ouvi um amigo me dizer que o filho dele se formou em Jornalismo com a ajuda do Pro Uni, mas que não vota no PT e é contra o Bolsa Família”, disse.

    “Qual a mensagem?”

    Com o uso de uma metáfora, Lula lembrou que a conjuntura é mais complexa do que um canteiro de obras onde uma placa se dirige às pessoas com os dizeres “Desculpe, governo trabalhando”. Para ele, promover a conscientização e a conquista da opinião pública exige um questionamento: “Qual a mensagem? Qual a ideia-força para motivar e entusiasmar as pessoas?”.

    Sugeriu que a CUT e seus sindicatos deem destaque a pautas e ações no âmbito municipal, estadual e federal, valorizando a construção de políticas públicas que toquem a vida dos trabalhadores e trabalhadoras fora do horário de serviço. Desafiou o movimento sindical a também representar as parcelas que realizam novas formas de trabalho, como os autônomos. “Eu não acho que a gente tem de já ter todas as respostas. Eu só estou dizendo que a gente tem de estudar”, disse.

    Antes de fazer essa análise, Lula destacou o que considera papel decisivo desempenhado pelo movimento sindical e os movimentos sociais na eleição de Dilma. Citou alguns momentos dessa atuação que, em sua opinião, representaram marcos da campanha: o ato político em defesa da Petrobrás realizado no Rio de Janeiro (15 de setembro), a manifestação em Petrolina (22 de outubro) e ações sindicais como a empreendida pelo SindUte (Sindicato Único dos Trabalhadores em Minas Gerais), na denúncia das más condições de trabalho, remuneração e ensino na rede pública do estado. “O trabalho que a Bia (Beatriz Cerqueira, coordenadora do sindicato) fez para desmistificar o que o Aécio fez em Minas foi extraordinário”, afirmou.

    Mais diálogo e negociação

    Ele também disse que as últimas eleições representaram para o governo e os partidos da coalizão “uma lição de humildade, conversação e negociação”. Defendeu que os novos mandatos que se iniciam devem ouvir mais os movimentos sindical e sociais para estabelecer suas ações. E pontuou: “Toda a política de desoneração tem de passar por negociação com os sindicatos, para saber se vai haver ganhos para os trabalhadores do setor beneficiado”.

    Vagner Freitas, presidente da CUT, já havia cobrado ampliação de diálogo com o governo reeleito. “O terceiro turno está em curso. A oposição, a direita, perdeu no voto e agora tenta ganhar a agenda política. A Dilma não foi eleita para acalmar os bancos ou promover ajuste fiscal que retire direitos. Ajustes são necessários, mas com prioridade ao olhar da classe trabalhadora”, disse.Vagner Freitas cobrou mais negociação e diálogo com governo reeleitoVagner Freitas cobrou mais negociação e diálogo com governo reeleito

    Em seguida, elencou algumas propostas de ajustes redistributivos. “Ajuste significa taxar grandes fortunas para obter recursos para financiar investimentos. Ajuste é promover uma política nacional de negociação permanente e de valorização dos funcionários públicos para dinamizar o Estado, é implementar uma reforma tributária que desonere o trabalhador”, citou Vagner.

    Vagner deu especial destaque à reforma política. “Ajuste que queremos é convocar um plebiscito nacional para pedir uma assembleia constituinte exclusiva que vai elaborar uma reforma política”. Lula concorda. “Constituinte exclusiva é a única forma de fazer uma reforma democrática. Não dá mais para fazer política com essa estrutura podre. A reforma política é fundamental para realizarmos as outras mudanças que queremos”.

    Defender a Dilma

    Lula exortou os dirigentes das CUTs estaduais, das confederações, federações e sindicatos a estarem prontos para enfrentar dura resistência da oposição e ajudar Dilma a fazer um bom governo. “Esses que nos atacam são os mesmos que nunca aceitaram política social neste País. Mas o que os incomoda é o que me dá mais prazer”.

    Para exemplificar o comportamento da oposição, Lula criticou o candidato derrotado Aécio Neves. “O Aécio está se achando. Teve 48% dos votos, com toda a mídia ajudando ele. Eu, em 1989, contra toda a imprensa e contra a maioria dos partidos, tive 47% e nem por isso me achei. E esse cidadão está lá, numa trincheira, não quer diálogo, não quer conversa. Deixa pra depois o que vai acontecer com ele”.
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    BNEN
    BNEN
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 357
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 11/11/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por BNEN Ter 11 Nov 2014, 19:20

    Enquanto isso


    "http://g1.globo.com/pi/piaui/noticia/2014/11/assembleia-aprova-pec-que-permite-salario-de-ate-r-30-para-auditor-fiscal.html"


    Coringa
    Coringa
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 410
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 24/11/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Coringa Ter 11 Nov 2014, 19:23

    PAS_Jud.2011 escreveu:
    Najla escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    Najla escreveu:

    TRF1, vc tem certeza que havia essa justificativa na carta? sua fonte é confiável?

    Pergunto pq se foi isso mesmo é gravíssimo e não podemos deixar para lá.
    O colega não pode morrer de graça assim e nós continuarmos tocando nossas vidas como se não fosse com a gente.
    No mínimo uma grande campanha de sensibilização deveria ocorrer.
    Mas para isso temos que ter certeza que o motivo apresentado para o suicídio foi esse mesmo, por isso eu te fiz as perguntas.

    Sim, fonte de lá de Blumenau, que trabalhava com a pessoa. Tem muito mais, mas não dá para postar, infelizmente.
    Acho que com o passar dos dias, a dor dos colegas for se acalmando, isso será exposto. Vamos esperar.
    Postei isso porque acho que uma pessoa que faz isso dentro da Justiça, deixando uma carta clara, está querendo berrar ao mundo os problemas desse órgão.


    TRF1, obrigada.
    Temos um fato gravíssimo registrado. Espero que tenhamos condições de fazer algo a partir da morte do colega.

    Aqle CNJ faz estudos e tudo de qualidade de vida de servidores e juízes, blá blá blá danado, mas nda faz de concreto! No meu tribunal mesmo todo ano fazem pesquisas, isso pq lá o ambiente ainda é de pouca pressão, daí muitos projetos nem sequer saem do papel! Judiciário, CNJ, nesse caso, só apresenta metas e mais metas, com as quais está realmente preocupada, e as quais realmente cobra pra valer dos seus estivadores servidores / juízes!

    Triste realidade do judiciário! Pena isso q ocorre! Outro dia foi uma colega do TRT ao se jogar do prédio judicial onde trabalhava! Esta recorrente! Preocupante mesmo!

    Disse tudo... Essas pesquisas não estão valendo de nada. Muita gente descontente, chefes sem competência...
    O judiciário só é bom para os juízes e desembargadores que vivem a pão de ló e cheio de regalias.
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Denovo?? Ter 11 Nov 2014, 19:25

    É sério?
    Ele está cantando as vantagens de ser um "peão"?
    Como é bonito e belo ser "chão de fábrica"?
    Minha nossa, o deboche não tem limite!!!

    PJHUUUUuuuuu escreveu:Quanto aos sindicatos, é melhor não esperar nada:

    Ex-presidente [Lula] participou da reunião da Executiva Ampliada da CUT

    “Sinto que está faltando política em nossa ação sindical. O economicismo só não é suficiente”, disse Lula na manhã desta terça (11), durante reunião da Executiva Nacional da CUT, realizada no auditório do Sindicato dos Químicos de São Paulo. Em sua opinião, o sindicalismo não pode ficar restrito à conquista de cláusulas econômicas durante as campanhas salariais. “O movimento sindical tem de sair do chão de fábrica, do chão das lojas, do chão dos locais de trabalho, pois o limite de representatividade passa do chão”, desafiou.

    Frente ao processo deliberado e contínuo de negação da política que vem sendo comandado por setores oposicionistas e da mídia, “temos de colocar um pouco de política na cabeça deles”, segundo o ex-presidente. “Hoje me espanto quando vou na porta de fábrica e vejo muito jovem que quer fazer faculdade, não quer ser mais apenas um peão. Esse jovem sabe qual foi o papel do pai e da mãe dele? Ele sabe qual foi e qual é o papel da CUT?”, questionou, ao lembrar que a construção das condições políticas e econômicas de vida custou muito sacrifício.

    Fundador da CUT e ex-presidente do Brasil, Lula lembrou que parcelas da população não têm associado as conquistas sociais recentes ao processo políticos e por isso, muitos não fazem a diferenciação entre partidos e movimentos que organizam ou dão respaldo às mudanças. “Outro dia ouvi um amigo me dizer que o filho dele se formou em Jornalismo com a ajuda do Pro Uni, mas que não vota no PT e é contra o Bolsa Família”, disse.

    “Qual a mensagem?”

    Com o uso de uma metáfora, Lula lembrou que a conjuntura é mais complexa do que um canteiro de obras onde uma placa se dirige às pessoas com os dizeres “Desculpe, governo trabalhando”. Para ele, promover a conscientização e a conquista da opinião pública exige um questionamento: “Qual a mensagem? Qual a ideia-força para motivar e entusiasmar as pessoas?”.

    Sugeriu que a CUT e seus sindicatos deem destaque a pautas e ações no âmbito municipal, estadual e federal, valorizando a construção de políticas públicas que toquem a vida dos trabalhadores e trabalhadoras fora do horário de serviço. Desafiou o movimento sindical a também representar as parcelas que realizam novas formas de trabalho, como os autônomos. “Eu não acho que a gente tem de já ter todas as respostas. Eu só estou dizendo que a gente tem de estudar”, disse.

    Antes de fazer essa análise, Lula destacou o que considera papel decisivo desempenhado pelo movimento sindical e os movimentos sociais na eleição de Dilma. Citou alguns momentos dessa atuação que, em sua opinião, representaram marcos da campanha: o ato político em defesa da Petrobrás realizado no Rio de Janeiro (15 de setembro), a manifestação em Petrolina (22 de outubro) e ações sindicais como a empreendida pelo SindUte (Sindicato Único dos Trabalhadores em Minas Gerais), na denúncia das más condições de trabalho, remuneração e ensino na rede pública do estado. “O trabalho que a Bia (Beatriz Cerqueira, coordenadora do sindicato) fez para desmistificar o que o Aécio fez em Minas foi extraordinário”, afirmou.

    Mais diálogo e negociação

    Ele também disse que as últimas eleições representaram para o governo e os partidos da coalizão “uma lição de humildade, conversação e negociação”. Defendeu que os novos mandatos que se iniciam devem ouvir mais os movimentos sindical e sociais para estabelecer suas ações. E pontuou: “Toda a política de desoneração tem de passar por negociação com os sindicatos, para saber se vai haver ganhos para os trabalhadores do setor beneficiado”.

    Vagner Freitas, presidente da CUT, já havia cobrado ampliação de diálogo com o governo reeleito. “O terceiro turno está em curso. A oposição, a direita, perdeu no voto e agora tenta ganhar a agenda política. A Dilma não foi eleita para acalmar os bancos ou promover ajuste fiscal que retire direitos. Ajustes são necessários, mas com prioridade ao olhar da classe trabalhadora”, disse.Vagner Freitas cobrou mais negociação e diálogo com governo reeleitoVagner Freitas cobrou mais negociação e diálogo com governo reeleito

    Em seguida, elencou algumas propostas de ajustes redistributivos. “Ajuste significa taxar grandes fortunas para obter recursos para financiar investimentos. Ajuste é promover uma política nacional de negociação permanente e de valorização dos funcionários públicos para dinamizar o Estado, é implementar uma reforma tributária que desonere o trabalhador”, citou Vagner.

    Vagner deu especial destaque à reforma política. “Ajuste que queremos é convocar um plebiscito nacional para pedir uma assembleia constituinte exclusiva que vai elaborar uma reforma política”. Lula concorda. “Constituinte exclusiva é a única forma de fazer uma reforma democrática. Não dá mais para fazer política com essa estrutura podre. A reforma política é fundamental para realizarmos as outras mudanças que queremos”.

    Defender a Dilma

    Lula exortou os dirigentes das CUTs estaduais, das confederações, federações e sindicatos a estarem prontos para enfrentar dura resistência da oposição e ajudar Dilma a fazer um bom governo. “Esses que nos atacam são os mesmos que nunca aceitaram política social neste País. Mas o que os incomoda é o que me dá mais prazer”.

    Para exemplificar o comportamento da oposição, Lula criticou o candidato derrotado Aécio Neves. “O Aécio está se achando. Teve 48% dos votos, com toda a mídia ajudando ele. Eu, em 1989, contra toda a imprensa e contra a maioria dos partidos, tive 47% e nem por isso me achei. E esse cidadão está lá, numa trincheira, não quer diálogo, não quer conversa. Deixa pra depois o que vai acontecer com ele”.
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    avatar
    wlalve
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 192
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 29/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por wlalve Ter 11 Nov 2014, 19:31

    Najla escreveu:
    wlalve escreveu:
    Najla escreveu:Desde dezembro de 2012 quando eu entendi qual era a política do governo para os servidores públicos comuns, e nós fazemos parte desse grupo, que sou sincera e realista no fórum.

    Já me chamaram de pessimista, de esconder as negociações da categoria (não havia negociações), de ficar pregando no fórum. Enfim, minha consciência está tranquila de que não alimentei boatos, trolls ou esperanças falsas.

    Quando havia gente aqui fazendo crer que as negociações estavam em ponto de bala, quando o Sisejufe divulgava quase um "acordo fechado", eu informei que não havia nada disso, que estivéssemos atentos e que não alimentássemos falsas esperanças. Logo se seguiam mensagens nada agradáveis sobre o que eu dizia.  

    Enfim.

    Desculpa ,

    mas vamos parar de culpar o governo .... entre eu e o governo existem : O sindicato e o STF e sinceramente não vi em nenhum momento essas partes irem realmente para briga pela categoria .. é um bando de jornalzinho com informações irrelevantes para a categoria, festinhas, movimentos mal organizados, falta de criatividade, disputas internas ... O sindicato só aparece na última hora convocando para greve sobre propostas que nem a categoria discutiu. Passado o momento some... o STF que tem o dever moral e institucional de zelar pelos seus servidores, acha que vc tem mais que agradecer o que ganha que no Brasil a maioria não ganha o que vc ganha e no caso deles é diferente porque se não são deuses pelo menos estão  no olimpo...

    E repito o melhor movimento já criado nisso que chamamos de judiciário foi o SUbsidio Já ... e deixamos morrer ..

    Tudo o que poderia ser feito nesse movimento foi feito, aliás, foi feito até além das nossas forças. Acredite.
    O desafio era e é muito maior do que modelo remuneratório ou sindicato.

    Najla,

    Mais o movimento incomodou tanto que é citado ate hoje, ele nos ensinou como organizar e mobilizar pessoas diferentes, que estão distantes, mas que tem o mesmo objetivo. E sinceramente acho que isso não deveria ser perdido. E esse é o momento para restaurarmos aquele processo nem que seja para incomodar, para mostrar a nossa indignação. Acho que Anata como uma associação que nasceu daquele movimento é o meio mais confiável para galvanizar e liderar a todos nesse momento. Não sei. talvez todos devêssemos ir trabalhar com uma faixa preta no braço em protesto com a condução desse processo. Precisamos voltar a mostrar que se os sindicatos não estão afim de iniciar um movimento, nós não dependemos deles para isso.

    valeu..
    camirecas
    camirecas
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAAECJE
    Mensagens : 1546
    Reputação : 76
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por camirecas Ter 11 Nov 2014, 19:33

    TRF1/MG escreveu:
    camirecas escreveu:
    RICARDO.PONTES escreveu:Eu não acredito que o Lewando seja tem sem palavra assim. E outra, não dar para acreditar nada que esse sindilixo disse! No final das contas vai pintar um reajuste qualquer e esse sindilixo ainda vai querer saber como o grande vitorioso!



    Não acredito em trollagem, mas também não acredito nas mensagens desses sindicatos, os caras estão por fora. E a sensação que fica é que por estarem sendo alijados de notícias reais, jogam para torcida.
    Procuro ler o que a Anata publica, fora isso...
    Aos profetas do zero, aí fica fácil, partimos do zero!!!
    No mais, haja esquizofrenia neste fórum!!!


    Esquizofrenia é ser servidor currado pelo PT e ainda fazer campanha para eleger a CUmpanheira!!!

    Sou currado por ninguém não!!!
    Agora, entre a CUmpanheira e o comPOnheiro, prefiro a CU!!!
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 11 Nov 2014, 19:36

    Bom, pelo menos já deu para perceberem que não existe nenhuma negociação. Ao que parece estão tentando arrumar um jeito de jogar o reajuste para a GAJ e com uma parcela mínima em julho/15. Sinceramente isso tá com cheiro de mostrar que existe algo em andamento, coisa que não há, isso é a mais pura verdade......
    DeltaPF
    DeltaPF
    Novo Usuário

    Mensagens : 13
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 29/10/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por DeltaPF Ter 11 Nov 2014, 19:37

    Como medida paliativa - e emergencial - poderia ser feita a movimentação extraordinária. Deveríamos aproveitar que o STF anda tão benevolente concedendo auxílio-moradia e levar essa proposta que alivia as perdas para um bom número de servidores, principalmente aqueles que não possuem incorporações. Não entendo porque os sindicatos não encampam esta idéia.


    Última edição por DeltaPF em Ter 11 Nov 2014, 19:47, editado 2 vez(es)
    Valorização
    Valorização
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2411
    Reputação : 27
    Data de inscrição : 07/04/2011
    Localização : Grande São Paulo

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Valorização Ter 11 Nov 2014, 19:43

    SG se mostra otimista com as tratativas sobre o PL 7919

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Em reunião realizada nesta segunda-feira (10), na Administração, com o Secretário-Geral, Lauro Cardoso e o Secretário de Relações Institucionais, Peterson de Paula Pereira, o SINASEMPU solicitou que a PGR mantenha os sindicatos informados para que os diretores possam repassar aos filiados a real situação dos projetos no Congresso e a respeito das tratativas no Executivo.

    Dr. Lauro destacou novamente a importância da terceirização, porém sem comum acordo entre as entidades representativas presentes, contrárias a esta ação no MPU. O SG afirmou que a terceirização seria somente para funções administrativas auxiliares, não afetando os servidores da casa.

    O Secretário-Geral enfatizou o empenho do Procurador-Geral, Rodrigo Janot, em conjunto com o Ministro Ricardo Lewandowski pela aprovação do PL 7919/2014. Ao ser questionado sobre a aprovação do projeto e a dificuldade de se pautar o PL no Congresso, Dr. Lauro garantiu que as reuniões continuarão com objetivo de tratar sobre a aprovação do PL.


    fonte: [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    Última edição por Valorização em Ter 11 Nov 2014, 19:46, editado 1 vez(es)
    ptralhasnopoder
    ptralhasnopoder
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 659
    Reputação : 55
    Data de inscrição : 18/09/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ptralhasnopoder Ter 11 Nov 2014, 19:44

    Feliz Natal. 2015 estarei de volta.
    Phoenix
    Phoenix
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 334
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 22/12/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Phoenix Ter 11 Nov 2014, 19:46

    Além de tudo isso... humilhações, colegas se suicidando, meu calouro de faculdade praticamente recém formado, de 26 anos, recém ingresso no cargo de OJAF, acaba de ser assassinado em serviço há algumas horas.

    Coisa tá preta.
    cicero_pb
    cicero_pb
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1962
    Reputação : 163
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por cicero_pb Ter 11 Nov 2014, 19:47

    Cada um faz (ou deveria fazer) o que pensa ser melhor.
    Alguns colegas compraram a briga e lutaram e lutam. Parabéns!
    Outros, foram aos livros. E conseguiram!
    Alguns buscaram outras fontes de renda. E melhoraram.
    A questão do colega de SC é gravíssima. E essa questão me fez postar aqui, novamente (apesar de ter certeza que sou só mais um “guerreiro dos teclados”).
    E a atual mensagem é exatamente para aqueles que, como se disse aqui, “buscam um alento”.
    Pois bem, só posso oferecer a ideia que eu mesmo segui.
    A conta é bem simples, mas exige preparação e determinação.
    Coluna A: receitas.
    Coluna B: despesas.
    Se soma de A é menor do que soma de B, aumente A ou diminua B.
    Quando percebi que não somos uma categoria, ou duas, ou três.... mas, pelo menos, 100 mil categorias e que nossos chefes (latu sensu) querem mais é que a gente se lasque, mudei de atitude.
    Repensei minha vida. Fiquei sabendo, desde 2010, que a economia iria complicar totalmente (ainda não tá ruim. Vai piorar muito ainda), então busquei algo mais espartano, com maior qualidade.
    Depois de 4 anos, os primeiros frutos começam a aparecer. Já estou até com planos de realizar minha primeira viagem internacional (sem dívidas, claro) para daqui a 2 anos.
    Tenho dois filhos que possuem real oportunidade de conseguirem suas cartas de alforria. E posso ajudá-los nesse processo. Quem sabe não tenha uma enorme alegria de ver, antes de morrer, alguns netos nascendo num país sério e sendo, realmente, cidadãos?
    Sair de Brasília foi o primeiro passo.
    Não esquentar muito com o dia-a-dia no trabalho, foi o segundo.
    Livrar-se se eventuais aproveitadores, o terceiro.
    Procurar ser justo comigo mesmo, o quarto.
    Traçar objetivos de médio e longo prazo, o atual.
    Quando a razão do suicídio é depressão, fica difícil qualquer comentário. Uma colega daqui da Paraíba cometeu esse ato.
    Mas ficar sem dormir por causa de contas, é de mais fácil solução.
    Mude dentro de você mesmo e, depois, se preciso, mude de setor, procure um lugar mais barato de viver, procurando maximizar a qualidade de vida.
    E acredite.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 11 Nov 2014, 20:05

    Phoenix escreveu:Além de tudo isso... humilhações, colegas se suicidando, meu calouro de faculdade praticamente recém formado, de 26 anos, recém ingresso no cargo de OJAF, acaba de ser assassinado em serviço há algumas horas.

    Coisa tá preta.

    Que isso, cara? Qual Tribunal?

    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3137
    Reputação : 209
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por corujito Ter 11 Nov 2014, 20:08

    Del Piero escreveu:
    Phoenix escreveu:Além de tudo isso... humilhações, colegas se suicidando, meu calouro de faculdade praticamente recém formado, de 26 anos, recém ingresso no cargo de OJAF, acaba de ser assassinado em serviço há algumas horas.

    Coisa tá preta.

    Que isso, cara? Qual Tribunal?


    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 11 Nov 2014, 20:15

    corujito escreveu:
    Del Piero escreveu:
    Phoenix escreveu:Além de tudo isso... humilhações, colegas se suicidando, meu calouro de faculdade praticamente recém formado, de 26 anos, recém ingresso no cargo de OJAF, acaba de ser assassinado em serviço há algumas horas.

    Coisa tá preta.

    Que isso, cara? Qual Tribunal?


    http://g1.globo.com/rj/sul-do-rio-costa-verde/noticia/2014/11/oficial-de-justica-e-assassinado-na-br-393-em-barra-do-pirai-rj.html

    PQP !!!
    Phoenix
    Phoenix
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 334
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 22/12/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Phoenix Ter 11 Nov 2014, 20:16

    Del Piero escreveu:
    corujito escreveu:
    Del Piero escreveu:
    Phoenix escreveu:Além de tudo isso... humilhações, colegas se suicidando, meu calouro de faculdade praticamente recém formado, de 26 anos, recém ingresso no cargo de OJAF, acaba de ser assassinado em serviço há algumas horas.

    Coisa tá preta.

    Que isso, cara? Qual Tribunal?


    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    PQP !!!

    O cara tinha entrado em exercício agora em Setembro. Enfim, vá em paz.

    E o engraçado, pra não dizer deprimente, é que se você entrar no site do TRT1 irá encontrar nota com o título "EXPEDIENTE É SUSPENSO NA VARA DO TRABALHO DE BARRA DO PIRAÍ - Suspensão abrange expedientes interno e externo nos dias 11 e 12/11/14, em virtude de evento de força maior envolvendo servidor do TRT/RJ."  em vez de "NOTA: O TRT LAMENTA A MORTE DO SERVIDOR XXXX MORTO EM SERVIÇO... etc etc"


    Última edição por Phoenix em Ter 11 Nov 2014, 20:37, editado 1 vez(es)
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Denovo?? Ter 11 Nov 2014, 20:22

    lembro do meu tio, Gerente do BB, morando numa mansão com piscina, um opala, uma caravan e um del rey na garagem.
    Emprego dos sonhos...
    Foi bom enquanto durou.. e olhe que já estão nos passando até em cargos mais baixos na hierarquia.
    naranjito
    naranjito
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Eleitor do PT
    Mensagens : 754
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 17/08/2011
    Idade : 92
    Localização : Fila do Bolsa-Família

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por naranjito Ter 11 Nov 2014, 20:45

    camirecas escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    camirecas escreveu:
    RICARDO.PONTES escreveu:Eu não acredito que o Lewando seja tem sem palavra assim. E outra, não dar para acreditar nada que esse sindilixo disse! No final das contas vai pintar um reajuste qualquer e esse sindilixo ainda vai querer saber como o grande vitorioso!



    Não acredito em trollagem, mas também não acredito nas mensagens desses sindicatos, os caras estão por fora. E a sensação que fica é que por estarem sendo alijados de notícias reais, jogam para torcida.
    Procuro ler o que a Anata publica, fora isso...
    Aos profetas do zero, aí fica fácil, partimos do zero!!!
    No mais, haja esquizofrenia neste fórum!!!


    Esquizofrenia é ser servidor currado pelo PT e ainda fazer campanha para eleger a CUmpanheira!!!

    Sou currado por ninguém não!!!
    Agora, entre a CUmpanheira e o comPOnheiro, prefiro a CU!!!

    A obstetra que fez o parto da minha esposa conta que entre suas colegas de profissão uma delas era apaixonadíssima pelo marido, um promíscuo compulsivo, mas discreto. Como naquela época não havia coquetel anti-AIDS e essa doença causava paranoia, as amigas viviam aconselhando a chifruda a largar do galinha antes que acabasse sendo infectada, mas a infeliz as acusava de terem inveja dela, que tinha um marido jovem, bonitão, bem sucedido profissionalmente e, acima de tudo, 100% fiel.

    Até que um dia, depois de monitorarem a rotina do "fiel", as amigas descobriram que o sujeito costumava levar uma das enfermeiras a certo motel em data e hora fixa na semana - quando a folga da escala de plantões da dupla coincidia. E armaram o flagra. Sob pretexto inocente, levaram a esposa traída para um passeio e, pertinho da saída do tal motel, pararam o carro sob alegação de uma pane. Não precisaram esperar nem 10 minutos, e eis que saem o elemento e a amásia trocando bitocas.

    - Pronto! - disse uma das amigas - Está convencida agora?
    - Convencida de quê? - perguntou a outra, sinceramente surpresa.
    - Ora! Do safado do seu marido ali, agarrado com aquela piranhuda do <o nome do hospital eu não lembro>! Não tá vendo? Os dois estão até de cabelinho molhado!
    - Que marido meu? No carro só tem uma mulher que eu nunca vi na vida. A única coisa estranha é ela sair de um motel desacompanhada.

    Pra encurtar a história: a enganada estava sendo honesta. Seu cérebro é que bloqueara a informação visual. Ela teve que fazer mais de três anos de terapia até conseguir admitir o que sua mente se recusava a aceitar. Depois, largou o marido. Por sorte, não pegou nenhuma DST (parece que o marido, por também ser médico, era esperto o bastante pra só transar de camisinha).  

    Se algum dia eu tornar a encontrar a obstetra, nem vou perguntar a ela se essa sua amiga é (ou era) petista. O mais importante é descolar o nome do terapeuta que consertou a cabeça da doida e indicá-lo ao Camirecas.


    :guy:


    Última edição por naranjito em Ter 11 Nov 2014, 20:51, editado 1 vez(es)
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 11 Nov 2014, 20:48

    Phoenix escreveu:
    Del Piero escreveu:

    PQP !!!

    O cara tinha entrado em exercício agora em Setembro. Enfim, vá em paz.

    E o engraçado, pra não dizer deprimente, é que se você entrar no site do TRT1 irá encontrar nota com o título "EXPEDIENTE É SUSPENSO NA VARA DO TRABALHO DE BARRA DO PIRAÍ - Suspensão abrange expedientes interno e externo nos dias 11 e 12/11/14, em virtude de evento de força maior envolvendo servidor do TRT/RJ."  em vez de "NOTA: O TRT LAMENTA A MORTE DO SERVIDOR XXXX MORTO EM SERVIÇO... etc etc"

    É foda, eles não estão nem aí. Devem pensar: "ah, chama o próximo da lista de aprovados."

    Em um daqueles casos de suicídio, no TRT2, uma juíza reclamou qnd fecharam o fórum. Disse que ia atrasar a pauta de audiências da VT dela.
    servidorTRE
    servidorTRE
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 194
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 11/06/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por servidorTRE Ter 11 Nov 2014, 21:01

    NÓS MERECEMOS PORQUE NÃO FAZEMOS ABSOLUTAMENTE NADA PARA AS COISAS MUDAREM...OS PRINCIPAIS ATORES (PALHAÇOS) DESTE PROCESSO SOMOS NÓS E SEMPRE ESPERAMOS PELOS OUTROS QUE NÃO TÊM INTERESSE NO NOSSO AUMENTO...É TRISTE !
    avatar
    PJHUUUUuuuuu
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Trampolim
    Mensagens : 3874
    Reputação : 14
    Data de inscrição : 20/05/2011

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por PJHUUUUuuuuu Ter 11 Nov 2014, 21:24

    EPISÓDIOS DE SUICÍDIO SÃO REFLEXOS DAS PRESSÕES NO TRABALHO, AVALIA O SINDIJUFE-MT


    O judiciário federal brasileiro está de luto outra vez. Com o novo caso de possível suicídio entre servidores, registrado nesta semana em Blumenau-SC, subiu para sete o número de vítimas no quadro do judiciário federal, de que se tem conhecimento, nos últimos meses. Para o SINDIJUFE-MT, isso já é mais do que suficiente para que os tribunais revejam seus métodos de trabalho e passem a tratar os servidores de uma outra forma.

    Há pelo menos dois fatores preocupantes a serem considerados nesta questão. Em primeiro lugar, todos eles ocorreram recente e relativamente próximos um do outro. Foram registrados dois casos em Mato Grosso num período aproximadamente de seis meses. Em São Paulo houve três ocorrências em três meses. Depois disso teve um suicídio no Rio Grande do Sul, e agora este em Santa Catarina.

    Além disso, sabe-se que alguns desses casos ocorreram nos locais de trabalho, fato este que também é preocupante. No Ministério Público da União (MPU) também houve dois casos de suicídio, e todos eles ocorreram nas dependências do órgão.




    O ambiente de trabalho está ajudando a destruir gente no judiciário. Os salários defasados, as pressões no serviço, a cobrança contínua e crescente das metas a serem alcançadas, a criminalização das greves, a aposentadoria sob ameaça e o ataque a outros direitos, tudo isso está presente, hoje, na vida dos Servidores Públicos deste setor.

    Analisando esta sucessão alarmante de episódios, diretores do SINDIJUFE-MT observam que as pressões no trabalho alcançaram um nível que, para muitos trabalhadores, já não é mais possível de suportar. Os casos de neurose em decorrência de assédio moral e de cobranças de multas absurdas são casa vez mais frequentes no judiciário federal.

    De acordo com o SINDIJUFE-MT, as pressões no trabalho estão entre os principais elementos que têm levado servidores ao desespero e ao extremo gesto do suicídio.




    "É preciso acabar com a cobrança de metas impossíveis e humanizar, urgentemente, os serviços", alerta a Diretoria do SINDIJUFE-MT.

    A situação atual não pode continuar. A exploração dos servidores públicos não deve mais acontecer, porque entre a vida e a morte muitos deles já não estão mais tão certos de que a segunda opção não deva ser a mais cogitada.

    Luiz Perlato / SINDIJUFE-MT
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    sonhador
    sonhador
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 495
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 21/08/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por sonhador Ter 11 Nov 2014, 21:30

    Nós entramos em decadência acelerada, e a não ser que, em algum lugar do futuro, sejam transformadas radicalmente coisas muito mal feitas que começaram em algum lugar do passado e continuam no presente, não temos volta. É a realidade.
    Quanto a reclamar dos "profetas do zero", não é bem assim: em janeiro tem 5%, e uma migalha de quando em quando, senhores, isso existe para qualquer categoria, mesmo para as mais simplórias.
    Eu sei que é duro aceitar que você estudou, enfrentou várias dificuldades, concorrência, etc., e ter de aceitar que fez um má escolha. Eu já aceito isso, encaro de frente, mas realmente incomoda.
    Galizezin
    Galizezin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 7833
    Reputação : 593
    Data de inscrição : 13/01/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Galizezin Ter 11 Nov 2014, 21:34

    Alguém aí lembra da lei que também pagou 15,8% aos membros e juízes? É que não estou entendendo essa 'fala' do Lewando e a aceitação silente dos sindicalistas.

    Saúde dos servidores e reajuste da categoria foram temas tratados no Encontro Nacional do Poder Judiciário

    Coordenadores da Fenajufe estão participando do VIII Encontro Nacional do Poder Judiciário. O evento é realização do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e está sendo realizado desde ontem (10), em Florianópolis. Nesta terça, a coordenadora geral da Fenajufe, Mara Weber, participou da mesa formada pelas entidades representativas de servidores e magistrados do Poder Judiciário. Ela enfatizou em sua fala a necessidade das instituições adotarem medidas para garantir a saúde dos servidores, relatou o preocupante índice de adoecimento dos trabalhadores e as metas de produtividade que estão sendo introduzidas focadas somente no resultado.

    A dirigente abordou a necessidade da democratização das relações de trabalho no Judiciário e da participação das entidades representativas dos servidores e magistrados, tanto nos conselhos nacionais como nas comissões que tratam da gestão e condições de trabalho e implementação do processo judicial eletrônico (TJe). Outro ponto abordado foi a democratização do PJ no atendimento à sociedade, focando na abertura das relações, especialmente com os movimentos sociais.

    Mara Weber destacou ainda o tema valorização do servidor em dois aspectos. Um deles é a valorização salarial, com garantia de data-base e política salarial permanente. Também enfatizou a necessidade da autonomia orçamentária do judiciário. O segundo aspecto é a necessidade de garantir um ambiente de trabalho saudável. “Houve agravamento das doenças físicas (osteomusculares e oculares) e dos indicadores de saúde mental, a partir principalmente da introdução massiva de meios eletrônicos sem as devidas medidas preventivas. Pedimos a reformulação da política de composição das metas. A demanda deve dialogar com a capacidade e limites humanos”.

    Lembram os coordenadores que inicialmente não estava prevista a participação da Fenajufe à mesa das entidades, mas o espaço foi garantido após a fala com o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski.


    Reajuste

    O coordenador, Cledo Vieira, relatou sobre a conversa que os coordenadores da Fenajufe mantiveram em Florianópolis com o presidente do STF, Ricardo Lewandowski. O ministro informou que está sendo difícil a negociação do reajuste com o Executivo, no entanto analisa que a questão da magistratura esteja mais avançada. “Cobramos do ministro que ele mantenha o compromisso de negociar o reajuste conjuntamente. É importante não fragmentar as negociações, pois sabemos que os parlamentares têm interesse no reajuste salarial dos juízes, medida que vai beneficiá-los diretamente”, informou o coordenador Tarcísio Ferreira.

    O ministro deve retomar a interlocução com o Ministério do Planejamento. Avaliou que para garantir algum reajuste, talvez, seja necessário alongar o parcelamento ou reduzir o índice previsto para 2015. Sugeriu que os dirigentes da Fenajufe agendem nova reunião com o diretor geral do STF, Amarildo Vieira, para discutir uma contra proposta que deverá ser apresentada ao governo.

    Disse Lewandowski que o Executivo entende que os servidores do PJ tiveram reajuste de 15,8% e, por isso, não existe a defasagem salarial de seis anos, conforme alega a Fenajufe e seus sindicatos. A entidade argumentou que os 15,8% não foram suficientes para recompor as perdas salariais desde 2008, que acumulam mais de 50%.

    Até a próxima semana deve ocorrer a reunião dos dirigentes da Federação com o diretor geral do STF para, posteriormente, haver o encontro com Lewandowski.

    A Fenajufe está sendo representada no Encontro do Poder Judiciário pelos coordenadores: Cledo Vieira, Eugênia Lacerda, João Batista, Mara Weber, Tarcísio Ferreira e José Oliveira (Sindjus/DF).


    _________________
    Neoliberalismo não entrega o que promete, diz FMI!
    rodfat
    rodfat
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1968
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 06/08/2010
    Localização : Acari/RN

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por rodfat Ter 11 Nov 2014, 21:35

    sonhador escreveu:Nós entramos em decadência acelerada, e a não ser que, em algum lugar do futuro, sejam transformadas radicalmente  coisas muito mal feitas que começaram em algum lugar do passado e continuam no presente, não temos volta. É a realidade.
    Quanto a reclamar dos "profetas do zero", não é bem assim: em janeiro tem 5%, e uma migalha de quando em quando, senhores, isso existe para qualquer categoria, mesmo para as mais simplórias.
    Eu sei que é duro aceitar que você estudou, enfrentou várias dificuldades, concorrência, etc., e ter de aceitar que fez um má escolha. Eu já aceito isso, encaro de frente, mas realmente incomoda.

    The show must go on...
    avatar
    PJHUUUUuuuuu
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Trampolim
    Mensagens : 3874
    Reputação : 14
    Data de inscrição : 20/05/2011

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por PJHUUUUuuuuu Ter 11 Nov 2014, 21:35

    Bem lembrado, mas sindicalistas...

    Galizezin escreveu:Alguém aí lembra da lei que também pagou 15,8% aos membros e juízes? É que não estou entendendo essa 'fala' do Lewando e a aceitação silente dos sindicalistas.

    Saúde dos servidores e reajuste da categoria foram temas tratados no Encontro Nacional do Poder Judiciário

    Coordenadores da Fenajufe  estão participando do VIII Encontro Nacional  do Poder Judiciário. O evento é  realização do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e está sendo realizado desde ontem (10), em Florianópolis. Nesta terça, a coordenadora geral da Fenajufe, Mara Weber, participou da mesa formada pelas entidades representativas de servidores e magistrados do Poder Judiciário. Ela enfatizou em sua fala a necessidade das instituições adotarem medidas para garantir a saúde dos servidores, relatou o preocupante índice de adoecimento dos trabalhadores e as metas de produtividade que estão sendo introduzidas focadas somente no resultado.

    A dirigente abordou a necessidade da democratização das relações de trabalho no Judiciário e da participação das entidades representativas dos servidores e magistrados, tanto nos conselhos nacionais como nas comissões que tratam  da gestão e condições de trabalho e implementação do processo judicial eletrônico (TJe). Outro ponto abordado  foi a democratização do PJ  no atendimento à  sociedade, focando na abertura das relações, especialmente  com os movimentos  sociais.

    Mara Weber destacou ainda o tema valorização do servidor em dois aspectos. Um deles é a valorização salarial, com  garantia de data-base e política salarial permanente. Também enfatizou a necessidade da  autonomia orçamentária do judiciário. O segundo aspecto é a necessidade de  garantir um ambiente de trabalho saudável. “Houve agravamento das doenças físicas (osteomusculares e oculares)  e dos indicadores de saúde mental, a partir principalmente  da introdução massiva de meios eletrônicos sem as devidas medidas preventivas. Pedimos a reformulação da política de composição das metas. A demanda deve dialogar com a capacidade e limites humanos”.

    Lembram os coordenadores que inicialmente não estava prevista a participação da Fenajufe à mesa das entidades, mas  o espaço foi garantido após a fala com o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski.


    Reajuste

    O coordenador, Cledo Vieira, relatou sobre a conversa que os coordenadores da Fenajufe  mantiveram em Florianópolis  com o presidente do STF, Ricardo Lewandowski. O ministro informou que está sendo difícil a negociação do reajuste com o Executivo, no entanto  analisa que a questão da magistratura esteja mais avançada. “Cobramos do ministro que ele mantenha o compromisso de negociar o reajuste conjuntamente. É importante não fragmentar as negociações, pois sabemos que os parlamentares têm interesse no reajuste salarial dos juízes, medida que vai beneficiá-los diretamente”, informou o coordenador Tarcísio Ferreira.

    O ministro  deve retomar a interlocução com o Ministério do Planejamento. Avaliou que para garantir algum reajuste, talvez, seja necessário alongar o parcelamento ou reduzir o  índice previsto para 2015. Sugeriu que os dirigentes da Fenajufe agendem nova reunião com o diretor geral do STF, Amarildo Vieira, para discutir uma contra proposta que deverá ser apresentada ao governo.

    Disse Lewandowski que o Executivo entende que os servidores do PJ tiveram reajuste de 15,8% e, por isso, não existe a defasagem salarial de seis anos, conforme alega a Fenajufe e seus sindicatos. A entidade argumentou  que os 15,8% não foram suficientes para recompor as perdas salariais desde 2008, que acumulam mais de 50%.

    Até a próxima semana deve ocorrer a reunião dos dirigentes da Federação com o diretor geral do STF para, posteriormente, haver o encontro com Lewandowski.

    A Fenajufe está sendo representada no  Encontro do Poder Judiciário pelos coordenadores: Cledo Vieira, Eugênia Lacerda,  João Batista, Mara Weber,   Tarcísio Ferreira e José Oliveira (Sindjus/DF).
    avatar
    PJHUUUUuuuuu
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Trampolim
    Mensagens : 3874
    Reputação : 14
    Data de inscrição : 20/05/2011

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por PJHUUUUuuuuu Ter 11 Nov 2014, 21:37

    rodfat escreveu:
    sonhador escreveu:Nós entramos em decadência acelerada, e a não ser que, em algum lugar do futuro, sejam transformadas radicalmente  coisas muito mal feitas que começaram em algum lugar do passado e continuam no presente, não temos volta. É a realidade.
    Quanto a reclamar dos "profetas do zero", não é bem assim: em janeiro tem 5%, e uma migalha de quando em quando, senhores, isso existe para qualquer categoria, mesmo para as mais simplórias.
    Eu sei que é duro aceitar que você estudou, enfrentou várias dificuldades, concorrência, etc., e ter de aceitar que fez um má escolha. Eu já aceito isso, encaro de frente, mas realmente incomoda.

    The show must go on...

    mercury
    avatar
    Marajá
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1797
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 03/09/2011

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Marajá Ter 11 Nov 2014, 21:43

    Galizezin escreveu:Alguém aí lembra da lei que também pagou 15,8% aos membros e juízes? É que não estou entendendo essa 'fala' do Lewando e a aceitação silente dos sindicalistas.

    Saúde dos servidores e reajuste da categoria foram temas tratados no Encontro Nacional do Poder Judiciário

    Coordenadores da Fenajufe  estão participando do VIII Encontro Nacional  do Poder Judiciário. O evento é  realização do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e está sendo realizado desde ontem (10), em Florianópolis. Nesta terça, a coordenadora geral da Fenajufe, Mara Weber, participou da mesa formada pelas entidades representativas de servidores e magistrados do Poder Judiciário. Ela enfatizou em sua fala a necessidade das instituições adotarem medidas para garantir a saúde dos servidores, relatou o preocupante índice de adoecimento dos trabalhadores e as metas de produtividade que estão sendo introduzidas focadas somente no resultado.

    A dirigente abordou a necessidade da democratização das relações de trabalho no Judiciário e da participação das entidades representativas dos servidores e magistrados, tanto nos conselhos nacionais como nas comissões que tratam  da gestão e condições de trabalho e implementação do processo judicial eletrônico (TJe). Outro ponto abordado  foi a democratização do PJ  no atendimento à  sociedade, focando na abertura das relações, especialmente  com os movimentos  sociais.

    Mara Weber destacou ainda o tema valorização do servidor em dois aspectos. Um deles é a valorização salarial, com  garantia de data-base e política salarial permanente. Também enfatizou a necessidade da  autonomia orçamentária do judiciário. O segundo aspecto é a necessidade de  garantir um ambiente de trabalho saudável. “Houve agravamento das doenças físicas (osteomusculares e oculares)  e dos indicadores de saúde mental, a partir principalmente  da introdução massiva de meios eletrônicos sem as devidas medidas preventivas. Pedimos a reformulação da política de composição das metas. A demanda deve dialogar com a capacidade e limites humanos”.

    Lembram os coordenadores que inicialmente não estava prevista a participação da Fenajufe à mesa das entidades, mas  o espaço foi garantido após a fala com o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski.


    Reajuste

    O coordenador, Cledo Vieira, relatou sobre a conversa que os coordenadores da Fenajufe  mantiveram em Florianópolis  com o presidente do STF, Ricardo Lewandowski. O ministro informou que está sendo difícil a negociação do reajuste com o Executivo, no entanto  analisa que a questão da magistratura esteja mais avançada. “Cobramos do ministro que ele mantenha o compromisso de negociar o reajuste conjuntamente. É importante não fragmentar as negociações, pois sabemos que os parlamentares têm interesse no reajuste salarial dos juízes, medida que vai beneficiá-los diretamente”, informou o coordenador Tarcísio Ferreira.

    O ministro  deve retomar a interlocução com o Ministério do Planejamento. Avaliou que para garantir algum reajuste, talvez, seja necessário alongar o parcelamento ou reduzir o  índice previsto para 2015. Sugeriu que os dirigentes da Fenajufe agendem nova reunião com o diretor geral do STF, Amarildo Vieira, para discutir uma contra proposta que deverá ser apresentada ao governo.

    Disse Lewandowski que o Executivo entende que os servidores do PJ tiveram reajuste de 15,8% e, por isso, não existe a defasagem salarial de seis anos, conforme alega a Fenajufe e seus sindicatos. A entidade argumentou  que os 15,8% não foram suficientes para recompor as perdas salariais desde 2008, que acumulam mais de 50%.

    Até a próxima semana deve ocorrer a reunião dos dirigentes da Federação com o diretor geral do STF para, posteriormente, haver o encontro com Lewandowski.

    A Fenajufe está sendo representada no  Encontro do Poder Judiciário pelos coordenadores: Cledo Vieira, Eugênia Lacerda,  João Batista, Mara Weber,   Tarcísio Ferreira e José Oliveira (Sindjus/DF).



    Um cunhado com cargo no Executivo me disse há uns 5 anos atrás: "Vocês funcionários do Judiciário Federal pensam que vão ganhar o que ganham assim o resto da vida? Esse patamar que vocês estão é irreal... Não vai durar para sempre'....

    E ele tinha razão....
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 11 Nov 2014, 22:01

    Sei que todos nós compartilhamos da mesma angústia por ver muito discusso e pouca ação. Promessas que não se cumprem, reuniões que não existem ou, se existem, não resolvem nada. Tabelas, boatos e mentiras. Podia ser título de livro inclusive.

    Sem deixar a fé de lado é importante que tenhamos um plano B pois a categoria chegou a um ponto de falência total. Mudando um pouco um velho ditado poderiamos falar assim "dize-me quem te representas e te direi quem és". Assim, olhando que somos representados por essa de gente miserável como Ponciano, Cledo, Policarpo, e demais comparsas desses sindicatos imundos, é vergonhoso dizer que faço parte dessa categoria.

    Afundam o salário de uma maioria sobre o pretexto de aumento para todos. Por que não lutam pela igualdade para todos. Os técnicos queriam que seu cargo fosse de nível superior para serem reconhecidos, mas perguntem aos técnicos incorporados se eles querem o subsídio e vejam o que eles vão dizer.

    O STF e o Governo, sabedores dessa rixa interna, agem como agentes penitenciários que veem duas facções se matando dentro do presídio e aguardam a poeira baixar para contar as baixas. É assim que somos tratados. E isso acontece porque essa categoria é a mais desunida que já vi. Enquanto o servidor baba-ovo ganha uma FC-5 que não chega a liquido 2 mil reais pra fazer as sentenças e votos, que são atribuições exclusivas dos magistrados, estes vão receber, limpinho e sem desconto, mais de R$ 4 mil de Minha Casa Minha Vida. Só no Brasil mesmo.

    Bastava que todos os servidores se negassem a fazer votos ou sentenças. Não precisaria de greve. Bastava cumprir a lei. Até mesmo o cargo de analista não prevê fazer sentença, mas apenas assessorar o juiz. Ou seja, operação padrão, como no passado a PF já fez. E no caso deles adiantou.

    Mas no PJU isso não vai ocorrer nunca. Essa é nossa triste realidade.
    shinobi
    shinobi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 536
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 24/05/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por shinobi Ter 11 Nov 2014, 22:09

    Concordo plenamente. Pior é nos TREs que o cabra tem que ser OJA, contínuo, Secretário, Técnico, Analista Auxiliar, tudo junto e misturado e não ganha um centavo a mais por isso.E ainda tem que fazer eleições.VTNC


    PaladinoRS escreveu:Sei que todos nós compartilhamos da mesma angústia por ver muito discusso e pouca ação. Promessas que não se cumprem, reuniões que não existem ou, se existem, não resolvem nada. Tabelas, boatos e mentiras. Podia ser título de livro inclusive.

    Sem deixar a fé de lado é importante que tenhamos um plano B pois a categoria chegou a um ponto de falência total. Mudando um pouco um velho ditado poderiamos falar assim "dize-me quem te representas e te direi quem és". Assim, olhando que somos representados por essa de gente miserável como Ponciano, Cledo, Policarpo, e demais comparsas desses sindicatos imundos, é vergonhoso dizer que faço parte dessa categoria.

    Afundam o salário de uma maioria sobre o pretexto de aumento para todos. Por que não lutam pela igualdade para todos. Os técnicos queriam que seu cargo fosse de nível superior para serem reconhecidos, mas perguntem aos técnicos incorporados se eles querem o subsídio e vejam o que eles vão dizer.

    O STF e o Governo, sabedores dessa rixa interna, agem como agentes penitenciários que veem duas facções se matando dentro do presídio e aguardam a poeira baixar para contar as baixas. É assim que somos tratados. E isso acontece porque essa categoria é a mais desunida que já vi. Enquanto o servidor baba-ovo ganha uma FC-5 que não chega a liquido 2 mil reais pra fazer as sentenças e votos, que são atribuições exclusivas dos magistrados, estes vão receber, limpinho e sem desconto, mais de R$ 4 mil de Minha Casa Minha Vida. Só no Brasil mesmo.

    Bastava que todos os servidores se negassem a fazer votos ou sentenças. Não precisaria de greve. Bastava cumprir a lei. Até mesmo o cargo de analista não prevê fazer sentença, mas apenas assessorar o juiz. Ou seja, operação padrão, como no passado a PF já fez. E no caso deles adiantou.

    Mas no PJU isso não vai ocorrer nunca. Essa é nossa triste realidade.
    Maisquevencedor
    Maisquevencedor
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3003
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Maisquevencedor Ter 11 Nov 2014, 22:11

    Situação fiscal do Brasil é confortável e haverá superavit em 2014, diz ministra

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    Eita "gunverno" miserável! Quando lhe interessa, diz que o país está na pindaíba, mas quando sua competência é questionada, somos um paraíso econômico.
    viniloi
    viniloi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 712
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por viniloi Ter 11 Nov 2014, 22:26

    Relator do PL 7920 na CFT promete apresentação célere do relatório

    Os coordenadores do Sindjus Jailton Assis, Ana Paula Cusinato e Sheila Tinoco reuniram-se, na noite desta terça-feira (11), com o relator do PL 7920/14 na Comissão de Finanças e Tributação, deputado Manoel Junior (PMDB-PB), para explicar ao parlamentar a importância desse projeto para a categoria e pedir seu apoio nessa empreitada.
    O deputado iniciou a reunião informando que após contato com servidores da Paraíba decidiu pedir a relatoria da matéria. Informado pelos coordenadores que o sindicato também pediu para que a relatoria fosse designada a ele, agradeceu e prometeu apoio.
    O Sindjus explicou a situação orçamentária do projeto, inclusive a determinação da ministra do STF Rosa Weber, por meio de liminar em mandado de segurança, de que o Congresso Nacional examine a proposta orçamentária aprovada pelo Poder Judiciário. Tal liminar foi utilizada pelo deputado Mario Feitosa na elaboração dos pareceres dos PLs 7917 e 7918, ambos de 2014, que tratam do reajuste do subsídio dos magistrados e dos membros do MPU, respectivamente.
    Manoel Junior considerou essa decisão importante para a construção de seu relatório. Afirmou que assim que terminar o prazo para apresentação de emendas vai apresentar seu relatório e pedir pauta, inclusive se comprometeu a trabalhar com integrantes do governo e da oposição para garantir a votação e a aprovação da matéria.
    Observando o trânsito do parlamentar junto aos líderes, inclusive considerando o fato da reunião ter acontecido na Liderança do PMDB, o Sindjus pediu o apoio do relator para colher assinaturas para o requerimento de urgência urgentíssima para que o PL 7920 seja apreciado em Plenário, visto que os projetos da magistratura e dos membros do MPU podem ir para o Plenário a qualquer momento. O requerimento de urgência urgentíssima será trabalhado também para o PL 7919.
    O Sindjus explicou que vai trabalhar em duas frentes para garantir a aprovação do reajuste, tanto colhendo assinaturas dos líderes para o requerimento de urgência urgentíssima quanto esperando o prazo de cinco sessões para votação do parecer na CFT. O deputado Manoel Junior considerou acertada a estratégia do Sindjus e se comprometeu a ajudar nas duas frentes.
    A categoria precisa ficar atenta aos chamados do Sindjus e se manter mobilizada, pois o sindicato vai utilizar de todos os mecanismos de pressão dentro do Congresso Nacional para tentar destravar a negociação entre Judiciário e Executivo.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    QUERIA SÓ ENTENDER PORQUE O NOSSO PROJETO PRECISA ESPERAR O PRAZO PARA EMENDAS E O PL DOS JUÍZES NÃO PRECISA E INCLUSIVE JÁ TEM RELATÓRIO E ESTÁ NA PAUTA DE AMANHÃ.

    PODE PASSAR POR CIMA ASSIM?


    REALMENTE É REVOLTANTE O QUE ESTÁ ACONTECENDO.

    PRECISAMOS ENTRAR EM GREVE. PELA NOSSA DIGNIDADE. SE É QUE AINDA TEMOS
    16Toneladas
    16Toneladas
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2008
    Reputação : 39
    Data de inscrição : 08/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por 16Toneladas Ter 11 Nov 2014, 22:30

    shinobi escreveu:Concordo plenamente. Pior é nos TREs que o cabra tem que ser OJA, contínuo, Secretário, Técnico, Analista Auxiliar, tudo junto e misturado e não ganha um centavo a mais por isso.E ainda tem que fazer eleições.VTNC


    PaladinoRS escreveu:Sei que todos nós compartilhamos da mesma angústia por ver muito discusso e pouca ação. Promessas que não se cumprem, reuniões que não existem ou, se existem, não resolvem nada. Tabelas, boatos e mentiras. Podia ser título de livro inclusive.

    Sem deixar a fé de lado é importante que tenhamos um plano B pois a categoria chegou a um ponto de falência total. Mudando um pouco um velho ditado poderiamos falar assim "dize-me quem te representas e te direi quem és". Assim, olhando que somos representados por essa de gente miserável como Ponciano, Cledo, Policarpo, e demais comparsas desses sindicatos imundos, é vergonhoso dizer que faço parte dessa categoria.

    Afundam o salário de uma maioria sobre o pretexto de aumento para todos. Por que não lutam pela igualdade para todos. Os técnicos queriam que seu cargo fosse de nível superior para serem reconhecidos, mas perguntem aos técnicos incorporados se eles querem o subsídio e vejam o que eles vão dizer.

    O STF e o Governo, sabedores dessa rixa interna, agem como agentes penitenciários que veem duas facções se matando dentro do presídio e aguardam a poeira baixar para contar as baixas. É assim que somos tratados. E isso acontece porque essa categoria é a mais desunida que já vi. Enquanto o servidor baba-ovo ganha uma FC-5 que não chega a liquido 2 mil reais pra fazer as sentenças e votos, que são atribuições exclusivas dos magistrados, estes vão receber, limpinho e sem desconto, mais de R$ 4 mil de Minha Casa Minha Vida. Só no Brasil mesmo.

    Bastava que todos os servidores se negassem a fazer votos ou sentenças. Não precisaria de greve. Bastava cumprir a lei. Até mesmo o cargo de analista não prevê fazer sentença, mas apenas assessorar o juiz. Ou seja, operação padrão, como no passado a PF já fez. E no caso deles adiantou.

    Mas no PJU isso não vai ocorrer nunca. Essa é nossa triste realidade.

    Isso ai. Faltaram apenas as funções de Juiz e faxineiro. Amanhã está pautada reunião sobre o PL que iguala a Chefia de Cartório do Interior com a capital. Mas, como da vez passada, o PT deverá boicotar a sessão. E minha colega técnica, chefe de cartório, votou feliz na Dilma. Vontade de chorar...
    16Toneladas
    16Toneladas
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2008
    Reputação : 39
    Data de inscrição : 08/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por 16Toneladas Ter 11 Nov 2014, 22:31

    viniloi escreveu:Relator do PL 7920 na CFT promete apresentação célere do relatório

    Os coordenadores do Sindjus Jailton Assis, Ana Paula Cusinato e Sheila Tinoco reuniram-se, na noite desta terça-feira (11), com o relator do PL 7920/14 na Comissão de Finanças e Tributação, deputado Manoel Junior (PMDB-PB), para explicar ao parlamentar a importância desse projeto para a categoria e pedir seu apoio nessa empreitada.
    O deputado iniciou a reunião informando que após contato com servidores da Paraíba decidiu pedir a relatoria da matéria. Informado pelos coordenadores que o sindicato também pediu para que a relatoria fosse designada a ele, agradeceu e prometeu apoio.
    O Sindjus explicou a situação orçamentária do projeto, inclusive a determinação da ministra do STF Rosa Weber, por meio de liminar em mandado de segurança, de que o Congresso Nacional examine a proposta orçamentária aprovada pelo Poder Judiciário. Tal liminar foi utilizada pelo deputado Mario Feitosa na elaboração dos pareceres dos PLs 7917 e 7918, ambos de 2014, que tratam do reajuste do subsídio dos magistrados e dos membros do MPU, respectivamente.
    Manoel Junior considerou essa decisão importante para a construção de seu relatório. Afirmou que assim que terminar o prazo para apresentação de emendas vai apresentar seu relatório e pedir pauta, inclusive se comprometeu a trabalhar com integrantes do governo e da oposição para garantir a votação e a aprovação da matéria.
    Observando o trânsito do parlamentar junto aos líderes, inclusive considerando o fato da reunião ter acontecido na Liderança do PMDB, o Sindjus pediu o apoio do relator para colher assinaturas para o requerimento de urgência urgentíssima para que o PL 7920 seja apreciado em Plenário, visto que os projetos da magistratura e dos membros do MPU podem ir para o Plenário a qualquer momento. O requerimento de urgência urgentíssima será trabalhado também para o PL 7919.
    O Sindjus explicou que vai trabalhar em duas frentes para garantir a aprovação do reajuste, tanto colhendo assinaturas dos líderes para o requerimento de urgência urgentíssima quanto esperando o prazo de cinco sessões para votação do parecer na CFT. O deputado Manoel Junior considerou acertada a estratégia do Sindjus e se comprometeu a ajudar nas duas frentes.
    A categoria precisa ficar atenta aos chamados do Sindjus e se manter mobilizada, pois o sindicato vai utilizar de todos os mecanismos de pressão dentro do Congresso Nacional para tentar destravar a negociação entre Judiciário e Executivo.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    QUERIA SÓ ENTENDER PORQUE O NOSSO PROJETO PRECISA ESPERAR O PRAZO PARA EMENDAS E O PL DOS JUÍZES NÃO PRECISA E INCLUSIVE JÁ TEM RELATÓRIO E ESTÁ NA PAUTA DE AMANHÃ.

    PODE PASSAR POR CIMA ASSIM?


    REALMENTE É REVOLTANTE O QUE ESTÁ ACONTECENDO.

    PRECISAMOS ENTRAR EM GREVE. PELA NOSSA DIGNIDADE. SE É QUE AINDA TEMOS

    Como fazer greve sem sindicato? Fenajufe e Sindjus tomados por petistas. O que fazer? algum oráculo nos responda....
    subsidioja_
    subsidioja_
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2536
    Reputação : 336
    Data de inscrição : 05/04/2011

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por subsidioja_ Ter 11 Nov 2014, 22:37

    Wehaveall escreveu:
    viniloi escreveu:Relator do PL 7920 na CFT promete apresentação célere do relatório

    Os coordenadores do Sindjus Jailton Assis, Ana Paula Cusinato e Sheila Tinoco reuniram-se, na noite desta terça-feira (11), com o relator do PL 7920/14 na Comissão de Finanças e Tributação, deputado Manoel Junior (PMDB-PB), para explicar ao parlamentar a importância desse projeto para a categoria e pedir seu apoio nessa empreitada.
    O deputado iniciou a reunião informando que após contato com servidores da Paraíba decidiu pedir a relatoria da matéria. Informado pelos coordenadores que o sindicato também pediu para que a relatoria fosse designada a ele, agradeceu e prometeu apoio.
    O Sindjus explicou a situação orçamentária do projeto, inclusive a determinação da ministra do STF Rosa Weber, por meio de liminar em mandado de segurança, de que o Congresso Nacional examine a proposta orçamentária aprovada pelo Poder Judiciário. Tal liminar foi utilizada pelo deputado Mario Feitosa na elaboração dos pareceres dos PLs 7917 e 7918, ambos de 2014, que tratam do reajuste do subsídio dos magistrados e dos membros do MPU, respectivamente.
    Manoel Junior considerou essa decisão importante para a construção de seu relatório. Afirmou que assim que terminar o prazo para apresentação de emendas vai apresentar seu relatório e pedir pauta, inclusive se comprometeu a trabalhar com integrantes do governo e da oposição para garantir a votação e a aprovação da matéria.
    Observando o trânsito do parlamentar junto aos líderes, inclusive considerando o fato da reunião ter acontecido na Liderança do PMDB, o Sindjus pediu o apoio do relator para colher assinaturas para o requerimento de urgência urgentíssima para que o PL 7920 seja apreciado em Plenário, visto que os projetos da magistratura e dos membros do MPU podem ir para o Plenário a qualquer momento. O requerimento de urgência urgentíssima será trabalhado também para o PL 7919.
    O Sindjus explicou que vai trabalhar em duas frentes para garantir a aprovação do reajuste, tanto colhendo assinaturas dos líderes para o requerimento de urgência urgentíssima quanto esperando o prazo de cinco sessões para votação do parecer na CFT. O deputado Manoel Junior considerou acertada a estratégia do Sindjus e se comprometeu a ajudar nas duas frentes.
    A categoria precisa ficar atenta aos chamados do Sindjus e se manter mobilizada, pois o sindicato vai utilizar de todos os mecanismos de pressão dentro do Congresso Nacional para tentar destravar a negociação entre Judiciário e Executivo.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    QUERIA SÓ ENTENDER PORQUE O NOSSO PROJETO PRECISA ESPERAR O PRAZO PARA EMENDAS E O PL DOS JUÍZES NÃO PRECISA E INCLUSIVE JÁ TEM RELATÓRIO E ESTÁ NA PAUTA DE AMANHÃ.

    PODE PASSAR POR CIMA ASSIM?


    REALMENTE É REVOLTANTE O QUE ESTÁ ACONTECENDO.

    PRECISAMOS ENTRAR EM GREVE. PELA NOSSA DIGNIDADE. SE É QUE AINDA TEMOS

    Como fazer greve sem sindicato? Fenajufe e Sindjus tomados por petistas. O que fazer? algum oráculo nos responda....

    O que fazer agora, hoje => CHORAR Sad Sad Sad
    O que fazer o mais rápido possível => Conscientizar os servidores da categoria da necessidade de participar da vida sindical, nem que seja a partir de uma filiação durante um momento pré-eleitoral, só pra tentar tirar aqueles que devem sair.
    epitaciosouza
    epitaciosouza
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 738
    Reputação : 6
    Data de inscrição : 31/08/2011

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por epitaciosouza Ter 11 Nov 2014, 22:42

    viniloi escreveu:Relator do PL 7920 na CFT promete apresentação célere do relatório

    Os coordenadores do Sindjus Jailton Assis, Ana Paula Cusinato e Sheila Tinoco reuniram-se, na noite desta terça-feira (11), com o relator do PL 7920/14 na Comissão de Finanças e Tributação, deputado Manoel Junior (PMDB-PB), para explicar ao parlamentar a importância desse projeto para a categoria e pedir seu apoio nessa empreitada.
    O deputado iniciou a reunião informando que após contato com servidores da Paraíba decidiu pedir a relatoria da matéria. Informado pelos coordenadores que o sindicato também pediu para que a relatoria fosse designada a ele, agradeceu e prometeu apoio.
    O Sindjus explicou a situação orçamentária do projeto, inclusive a determinação da ministra do STF Rosa Weber, por meio de liminar em mandado de segurança, de que o Congresso Nacional examine a proposta orçamentária aprovada pelo Poder Judiciário. Tal liminar foi utilizada pelo deputado Mario Feitosa na elaboração dos pareceres dos PLs 7917 e 7918, ambos de 2014, que tratam do reajuste do subsídio dos magistrados e dos membros do MPU, respectivamente.
    Manoel Junior considerou essa decisão importante para a construção de seu relatório. Afirmou que assim que terminar o prazo para apresentação de emendas vai apresentar seu relatório e pedir pauta, inclusive se comprometeu a trabalhar com integrantes do governo e da oposição para garantir a votação e a aprovação da matéria.
    Observando o trânsito do parlamentar junto aos líderes, inclusive considerando o fato da reunião ter acontecido na Liderança do PMDB, o Sindjus pediu o apoio do relator para colher assinaturas para o requerimento de urgência urgentíssima para que o PL 7920 seja apreciado em Plenário, visto que os projetos da magistratura e dos membros do MPU podem ir para o Plenário a qualquer momento. O requerimento de urgência urgentíssima será trabalhado também para o PL 7919.
    O Sindjus explicou que vai trabalhar em duas frentes para garantir a aprovação do reajuste, tanto colhendo assinaturas dos líderes para o requerimento de urgência urgentíssima quanto esperando o prazo de cinco sessões para votação do parecer na CFT. O deputado Manoel Junior considerou acertada a estratégia do Sindjus e se comprometeu a ajudar nas duas frentes.
    A categoria precisa ficar atenta aos chamados do Sindjus e se manter mobilizada, pois o sindicato vai utilizar de todos os mecanismos de pressão dentro do Congresso Nacional para tentar destravar a negociação entre Judiciário e Executivo.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    QUERIA SÓ ENTENDER PORQUE O NOSSO PROJETO PRECISA ESPERAR O PRAZO PARA EMENDAS E O PL DOS JUÍZES NÃO PRECISA E INCLUSIVE JÁ TEM RELATÓRIO E ESTÁ NA PAUTA DE AMANHÃ.

    PODE PASSAR POR CIMA ASSIM?


    REALMENTE É REVOLTANTE O QUE ESTÁ ACONTECENDO.

    PRECISAMOS ENTRAR EM GREVE. PELA NOSSA DIGNIDADE. SE É QUE AINDA TEMOS


    Isso é regimental!

    Todo PL de Membros é assim e acabou!


    _________________
    GDI de 100%.  Aí eu aposento no Judiciário.  [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    aumentosp
    aumentosp
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 211
    Reputação : 5
    Data de inscrição : 19/09/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por aumentosp Ter 11 Nov 2014, 22:43

    Queria saber se o MPT SP e o POLVO PAUL....sustentam que teremos reajuste.... depois do LEWAN.....ter deixado claro que o unico que passará será o dos juizes e membros.... cade vcs?
    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3137
    Reputação : 209
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por corujito Ter 11 Nov 2014, 22:44

    viniloi escreveu:

    QUERIA SÓ ENTENDER PORQUE O NOSSO PROJETO PRECISA ESPERAR O PRAZO PARA EMENDAS E O PL DOS JUÍZES NÃO PRECISA E INCLUSIVE JÁ TEM RELATÓRIO E ESTÁ NA PAUTA DE AMANHÃ.

    PODE PASSAR POR CIMA ASSIM?


    REALMENTE É REVOLTANTE O QUE ESTÁ ACONTECENDO.

    PRECISAMOS ENTRAR EM GREVE. PELA NOSSA DIGNIDADE. SE É QUE AINDA TEMOS

    Nosso PL está com parecer conclusivo pelas comissões. O deles vai pro Plenário. Por isso vai direto pro Relator quando chega na Comissão.

    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 11 Nov 2014, 22:53

    aumentosp escreveu:Queria saber se o MPT SP e o POLVO PAUL....sustentam que teremos reajuste.... depois do LEWAN.....ter deixado claro que o unico que passará será o dos juizes e membros.... cade vcs?

    O procurador geral da República, Rodrigo Janot, esteve nesta terça-feira (11) com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, para entregar o relatório executivo de resultados de seu primeiro ano de gestão na PGR. No relatório de 78 páginas, Janot explica que o primeiro ano de sua gestão foi pautado pela busca de transparência, diálogo e profissionalismo. Neste sentido, foram implantadas 131 salas de atendimento ao cidadão nas unidades do Ministério Público Federal (MPF).
    Outro ponto destacado no relatório foi a mudança estrutural realizada no gabinete do Procuradoria Geral da República, que possibilitou, durante o primeiro ano de gestão, maior celeridade na tramitação de processos. Duas áreas de atuação da PGR são destacadas no documento – a atuação do Ministério Público no sistema prisional brasileiro e no combate à corrupção.
    O procurador-geral da República é o chefe dos quatro ramos do Ministério Público da União (Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Militar e Ministério Público do Distrito Federal e Territórios) e do Conselho Nacional do Ministério Público. De acordo com a Lei Complementar 75/93, o mandato do PGR tem duração de dois anos, sendo possível a recondução. Ele é indicado pelo presidente da República e aprovado pelo plenário do Senado, após arguição pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado.
    Via Robson Pires


    Read more: http://www.chaguinha.com.br/noticias/procurador-geral-da-republica-entrega-relatorio-de-atividades-a-henrique#ixzz3Io7ejp7m


    Se o deles tá garantido, precisava fazer média com o Presidente da Câmara?
    viniloi
    viniloi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 712
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por viniloi Ter 11 Nov 2014, 22:53

    corujito escreveu:
    viniloi escreveu:

    QUERIA SÓ ENTENDER PORQUE O NOSSO PROJETO PRECISA ESPERAR O PRAZO PARA EMENDAS E O PL DOS JUÍZES NÃO PRECISA E INCLUSIVE JÁ TEM RELATÓRIO E ESTÁ NA PAUTA DE AMANHÃ.

    PODE PASSAR POR CIMA ASSIM?


    REALMENTE É REVOLTANTE O QUE ESTÁ ACONTECENDO.

    PRECISAMOS ENTRAR EM GREVE. PELA NOSSA DIGNIDADE. SE É QUE AINDA TEMOS

    Nosso PL está com parecer conclusivo pelas comissões. O deles vai pro Plenário. Por isso vai direto pro Relator quando chega na Comissão.



    JÁ QUE SEGUNDO O LEWANDO LERO OS PROJETOS DOS JUÍZES E DOS SERVIDORES SÃO IRMÃOS SIAMESES , DEVERIA IR TUDO JUNTO NA MESMA BOIADA. MAS, BOI MESMO, NO PIOR SENTIDO, SOMOS NÓS.

    TINHA ATÉ UMA NOTÍCIA NO SISEJUFE Q DIZIA Q O LEWANDO LERO TERIA DITO QUE A PRIORIDADE SERÍAMOS NÓS, MAS SABENDO QUE TAL SINDICATO É CHEFIADO PELO VAGABUNDO DO PONCIANO, CLARO QUE ERA MENTIRA,

    PIOR QUE A GENTE ACREDITOU NISSO.

    TEMOS QUE PROVOCAR A FENAJUFE (QUE AINDA TEM ALGUM RESQUÍCIO DE COORDENADORES SÉRIOS) PARA QUE ESSA COMANDE UMA GREVE. SÓ NÃO SEI COMO. MAS TEM QUE SER FEITO.
    aumentosp
    aumentosp
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 211
    Reputação : 5
    Data de inscrição : 19/09/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por aumentosp Ter 11 Nov 2014, 22:59

    Desculpa a ignorância.... mas não vi nada demais nessa noticia.... gostaria da sua explicacao sobre o que foi dito pelo Lewan... que deixou claro que o governo nao aceita aumento para os servidores..... ainda acha que é blefe? Inclusive falou em elaboracao de outra proposta pelo Amarildo... com tudo isso... ainda crava em reajusye?





    Polvo Paul escreveu:
    aumentosp escreveu:Queria saber se o MPT SP e o POLVO PAUL....sustentam que teremos reajuste.... depois do LEWAN.....ter deixado claro que o unico que passará será o dos juizes e membros.... cade vcs?

    O procurador geral da República, Rodrigo Janot, esteve nesta terça-feira (11) com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, para entregar o relatório executivo de resultados de seu primeiro ano de gestão na PGR. No relatório de 78 páginas, Janot explica que o primeiro ano de sua gestão foi pautado pela busca de transparência, diálogo e profissionalismo. Neste sentido, foram implantadas 131 salas de atendimento ao cidadão nas unidades do Ministério Público Federal (MPF).
    Outro ponto destacado no relatório foi a mudança estrutural realizada no gabinete do Procuradoria Geral da República, que possibilitou, durante o primeiro ano de gestão, maior celeridade na tramitação de processos. Duas áreas de atuação da PGR são destacadas no documento – a atuação do Ministério Público no sistema prisional brasileiro e no combate à corrupção.
    O procurador-geral da República é o chefe dos quatro ramos do Ministério Público da União (Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Militar e Ministério Público do Distrito Federal e Territórios) e do Conselho Nacional do Ministério Público. De acordo com a Lei Complementar 75/93, o mandato do PGR tem duração de dois anos, sendo possível a recondução. Ele é indicado pelo presidente da República e aprovado pelo plenário do Senado, após arguição pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado.
    Via Robson Pires


    Read more: [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    Se o deles tá garantido, precisava fazer média com o Presidente da Câmara?

    Conteúdo patrocinado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 06 Dez 2021, 23:22