PCS JÁ

PCS JÁ



    Tópico Geral

    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Sem Frescura Qui 20 Nov 2014, 4:08 pm

    Tão demorando pra noticiar o conteúdo da reunião.
    PAS_Jud.2011
    PAS_Jud.2011
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1197
    Reputação : 20
    Data de inscrição : 01/08/2011

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por PAS_Jud.2011 Qui 20 Nov 2014, 4:10 pm

    rogerio-sp escreveu:kkkkkkk Essa foi do caceta. Literalmente.

    TRF1/MG escreveu:
    Galizezin escreveu:Técnicos e analistas do MPU podem se filiar à Anajustra?

    Se pudesse o pessoal do MPU e outros ramos do JUD se filiarem a Anajustra com certeza seria a maior associação deste país, quem sabe até a maior da América ou do mundo, até  mesmo da Bahia!!!

    kkkkkkkkkkkkkkkkk #morri

    "Eu tbm quero me associar à Anajustra", disse um Consultor Legislativo do Senado. Ouvir dizer!! cheers memelol :trollface:

    The Punisher
    The Punisher
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 613
    Reputação : 87
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por The Punisher Qui 20 Nov 2014, 4:10 pm

    eurobras escreveu:
    usuario6 escreveu:
    papai pig escreveu:
    macfly escreveu:


    QUAL FOI O PASSO?

    PASSOU DE 13,22% PARA 13,23%?

    Galerinha ... agora é só o transito... vejam:

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Pelo que li nesse link, parece que não cabe mais nenhum recurso mesmo, né?
    Talvez só um ED que tb não daria em nada...

    Eu vou receber essa porra.....Isso servirá para calar a boca dos infelizes, otários e dos que são radicalmente contra ao PL 7920  radicais fundamendalistas

    do azar....reajuste zero é a kcta  bando de moleques palhaços


    velho caquético incorporadão detected  farao


    Última edição por The Punisher em Qui 20 Nov 2014, 4:12 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Qui 20 Nov 2014, 4:11 pm

    Edyrio2010 escreveu:Claro que tudo isso está baseado no entendimento que essa lei de 2003 teve caráter de revisão geral...que é exatamente o que, atualmente, o STJ não está considerando, por isso as ações estão perdendo. Nessa ação, especificamente, a decisão de primeiro e segundo grau consideraram a lei como revisão geral, que somado aos erros processuais da UNIÃO, abriu brecha para essa vitória.

    Vc acha que assim que transitar irão adicionar esse percentual no contracheque???
    PAS_Jud.2011
    PAS_Jud.2011
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1197
    Reputação : 20
    Data de inscrição : 01/08/2011

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por PAS_Jud.2011 Qui 20 Nov 2014, 4:15 pm

    Sem Frescura escreveu:Tão demorando pra noticiar o conteúdo da reunião.

    Conteúdo: Estamos negociando com o Governo. Os dois aumentos caminham juntos. Amarido achou isso. O ministro acha aquilo. Fulano do Sindjus achou positivo o encontro. Temos que continuar pressionando o Governo, STF e Legislativo. À espera de um acordo.

    Pronto. Precisa nem fazer Pronatec, curso de previsões e ciências ocultas de adivinhações, com a Profª. Ms. Mãe Diná, pra saber esse teor da reunião.

    geek lol! :guy:
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Sem Frescura Qui 20 Nov 2014, 4:16 pm

    PAS_Jud.2011 escreveu:
    Sem Frescura escreveu:Tão demorando pra noticiar o conteúdo da reunião.

    Conteúdo: Estamos negociando com o Governo. Os dois aumentos caminham juntos. Amarido achou isso. O ministro acha aquilo. Fulano do Sindjus achou positivo o encontro. Temos que continuar pressionando o Governo, STF e Legislativo. À espera de um acordo.

    Pronto. Precisa nem fazer Pronatec, curso de previsões e ciências ocultas de adivinhações, com a Profª. Ms. Mãe Diná, pra saber esse teor da reunião.

    geek lol! :guy:  
    like
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Qui 20 Nov 2014, 4:21 pm

    PAS_Jud.2011 escreveu:
    Sem Frescura escreveu:Tão demorando pra noticiar o conteúdo da reunião.

    Conteúdo: Estamos negociando com o Governo. Os dois aumentos caminham juntos. Amarido achou isso. O ministro acha aquilo. Fulano do Sindjus achou positivo o encontro. Temos que continuar pressionando o Governo, STF e Legislativo. À espera de um acordo.

    Pronto. Precisa nem fazer Pronatec, curso de previsões e ciências ocultas de adivinhações, com a Profª. Ms. Mãe Diná, pra saber esse teor da reunião.

    geek lol! :guy:  

    "Temos que continuar pressionando..." é de lascar! Sleep
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Sem Frescura Qui 20 Nov 2014, 4:25 pm

    "ANAJUS E SINAJUS SE REúNEM COM O RELATOR DO PL7920/2014 JUNTO A CFT PARA PEDIR CELERIDADE NA TRAMITAÇÃO DO PROJETO DO JUDICIÁRIO

    ANAJUS E SINAJUS SE REúNEM COM O RELATOR DO PL7920/2014 JUNTO A CFT PARA PEDIR CELERIDADE NA TRAMITAÇÃO DO PROJETO DO JUDICIÁRIO
    20 de novembro de 2014

    NA DATA DE ONTEM (QUARTA-FEIRA – 19.11.2014) OS PRESIDENTES DA ANAJUS E DO SINAJUS COMPARECERAM À CÂMARA DOS DEPUTADOS E, EM REUNIÃO COM O DEPUTADO FEDERAL MANOEL JÚNIOR, RELATOR DO PL 7920/2014 JUNTO À COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO, SOLICITARAM DELE O ESPECIAL EMPENHO PARA A RÁPIDA TRAMITAÇÃO DO REFERIDO PROJETO DE LEI, QUE TRATA DO AUMENTO DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO, COM VISTAS À SUA APROVAÇÃO NOS TERMOS PROPOSTOS PELO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, SEM CORTES.

    O DEPUTADO FEDERAL MANOEL JÚNIOR RECONHECEU A SITUAÇÃO DE PENÚRIA POR QUE PASSAM OS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO, AFIRMANDO SER JUSTA A RECOMPOSIÇÃO REMUNERATÓRIA DOS SERVIDORES DESSE PODER DA UNIÃO, EM RAZÃO DOS RELEVANTES SERVIÇOS QUE PRESTAM À SOCIEDADE BRASILEIRA. ELE SE MOSTROU BASTANTE SENSÍVEL À SOLICITAÇÃO FEITA PELA ANAJUS E PELO SINAJUS, INFORMANDO QUE APRESENTARÁ O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL O RELATÓRIO PARA VIABILIZAR O CÉLERE JULGAMENTO DO PL 7920/2014 JUNTO À CFT, ACASO NÃO HAJA ÊXITO EM EVENTUAL REQUERIMENTO DE TRAMITAÇÃO EM REGIME DE URGÊNCIA.

    ESSA É MAIS UMA INICIATIVA DA ANAJUS E DO SINAJUS EM PROL DOS ANALISTAS E DE TODOS OS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO!

    DIRETORIA NACIONAL DA ANAJUS"
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    Última edição por Sem Frescura em Qui 20 Nov 2014, 4:26 pm, editado 1 vez(es)
    Edyrio2010
    Edyrio2010
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 738
    Reputação : 14
    Data de inscrição : 01/09/2010

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Edyrio2010 Qui 20 Nov 2014, 4:25 pm

    IPCA é o índice e juros de 0,5% a.m.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    5HTP
    5HTP
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 113
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 19/09/2014

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por 5HTP Qui 20 Nov 2014, 4:28 pm

    Edyrio2010 escreveu:Claro que tudo isso está baseado no entendimento que essa lei de 2003 teve caráter de revisão geral...que é exatamente o que, atualmente, o STJ não está considerando, por isso as ações estão perdendo. Nessa ação, especificamente, a decisão de primeiro e segundo grau consideraram a lei como revisão geral, que somado aos erros processuais da UNIÃO, abriu brecha para essa vitória.


    A ANATA também entrou com esta ação?
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Denovo?? Qui 20 Nov 2014, 4:28 pm

    Em encontro nesta tarde, o Ministro Ricaro Levando no lerovsky confirmou ao Sindjusdf que trabalha pelo reajuste conjunto.
    Indagado se o governo apresentou contraproposta, respondeu que não.
    Questionado se havia alguma reunião agendada com a cúpula econômica, disse que nem em sonho.
    Acossado pela diretoria se havia sido concluída a contraproposta chamada de "A saída Amarildo", respondeu que sem perspectivas.
    Informado de que poderia ficar com fama de "chatinho" no fórum "PCSJA", o presidente do Supremo respondeu que vê certos obstáculos à aprovação, mas que mantém uma postura FIRME e INTRANSIGENTE na defesa do aumento, e já deixou pré-agendada uma nova reunião para o dia 5 de dezembro, ou para o dia seguinte ao qual fizermos algum barulho na sessão que possa incomodar os ministros da excelsa corte.
    Satisfeitos, nos despedimos e pedimos a gentileza do ministro transmitir nosso abraço à companheira Dilma, quando nos foi dito que ele não a vê desde o mês de setembro.
    Espantados pela sinceridade que põe por terra todo o nosso plano de enganar os coitados dos servidores sobre reuniões, negociações e conchavos, nosso presidente com cara de vampiro de filme da sessão da tarde se tocou e disse que não a via pessoalmente, mas que sempre conversavam pelo zap zap, ocasião em que transmitira nosso fraterno abraço.
    Por falar nisso, um abraço!
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Qui 20 Nov 2014, 4:30 pm

    Sem Frescura escreveu:"ANAJUS E SINAJUS SE REúNEM COM O RELATOR DO PL7920/2014 JUNTO A CFT PARA PEDIR CELERIDADE NA TRAMITAÇÃO DO PROJETO DO JUDICIÁRIO

    ANAJUS E SINAJUS SE REúNEM COM O RELATOR DO PL7920/2014 JUNTO A CFT PARA PEDIR CELERIDADE NA TRAMITAÇÃO DO PROJETO DO JUDICIÁRIO
    20 de novembro de 2014

    NA DATA DE ONTEM (QUARTA-FEIRA – 19.11.2014) OS PRESIDENTES DA ANAJUS E DO SINAJUS COMPARECERAM À CÂMARA DOS DEPUTADOS E, EM REUNIÃO COM O DEPUTADO FEDERAL MANOEL JÚNIOR, RELATOR DO PL 7920/2014 JUNTO À COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO, SOLICITARAM DELE O ESPECIAL EMPENHO PARA A RÁPIDA TRAMITAÇÃO DO REFERIDO PROJETO DE LEI, QUE TRATA DO AUMENTO DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO, COM VISTAS À SUA APROVAÇÃO NOS TERMOS PROPOSTOS PELO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, SEM CORTES.

    O DEPUTADO FEDERAL MANOEL JÚNIOR RECONHECEU A SITUAÇÃO DE PENÚRIA POR QUE PASSAM OS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO, AFIRMANDO SER JUSTA A RECOMPOSIÇÃO REMUNERATÓRIA DOS SERVIDORES DESSE PODER DA UNIÃO, EM RAZÃO DOS RELEVANTES SERVIÇOS QUE PRESTAM À SOCIEDADE BRASILEIRA. ELE SE MOSTROU BASTANTE SENSÍVEL À SOLICITAÇÃO FEITA PELA ANAJUS E PELO SINAJUS, INFORMANDO QUE APRESENTARÁ O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL O RELATÓRIO PARA VIABILIZAR O CÉLERE JULGAMENTO DO PL 7920/2014 JUNTO À CFT, ACASO NÃO HAJA ÊXITO EM EVENTUAL REQUERIMENTO DE TRAMITAÇÃO EM REGIME DE URGÊNCIA.

    ESSA É MAIS UMA INICIATIVA DA ANAJUS E DO SINAJUS EM PROL DOS ANALISTAS E DE TODOS OS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO!

    DIRETORIA NACIONAL DA ANAJUS"
    http://www.anajus.org.br/anajus-e-sinajus-se-reunem-com-o-relator-do-pl79202014-junto-a-cft-para-pedir-celeridade-na-tramitacao-do-projeto-do-judiciario/

    like like like
    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3137
    Reputação : 209
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por corujito Qui 20 Nov 2014, 4:32 pm

    Avante, Anajus!
    Avante, Dr. Cledo!
    Avante, Policarpo!
    Avante, Dr. Amarildo!
    alecspe
    alecspe
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1532
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 07/11/2014

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por alecspe Qui 20 Nov 2014, 4:34 pm

    Entrei ainda "ontem" no PJU/MPU e tenho uma dúvida. Alguém sabe responder quantas associações existem? Todo dia aprece uma sigla nova: sinajus, sindjus, sinasempu, anata, movatec, fenajufe...

    Se quantidade de associações significasse aumento, nós seríamos milionários!
    paulosl
    paulosl
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1317
    Reputação : 84
    Data de inscrição : 11/05/2011

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por paulosl Qui 20 Nov 2014, 4:34 pm

    ´´ ELE SE MOSTROU BASTANTE SENSÍVEL´´. RSSS



    Sem Frescura escreveu:"ANAJUS E SINAJUS SE REúNEM COM O RELATOR DO PL7920/2014 JUNTO A CFT PARA PEDIR CELERIDADE NA TRAMITAÇÃO DO PROJETO DO JUDICIÁRIO

    ANAJUS E SINAJUS SE REúNEM COM O RELATOR DO PL7920/2014 JUNTO A CFT PARA PEDIR CELERIDADE NA TRAMITAÇÃO DO PROJETO DO JUDICIÁRIO
    20 de novembro de 2014

    NA DATA DE ONTEM (QUARTA-FEIRA – 19.11.2014) OS PRESIDENTES DA ANAJUS E DO SINAJUS COMPARECERAM À CÂMARA DOS DEPUTADOS E, EM REUNIÃO COM O DEPUTADO FEDERAL MANOEL JÚNIOR, RELATOR DO PL 7920/2014 JUNTO À COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO, SOLICITARAM DELE O ESPECIAL EMPENHO PARA A RÁPIDA TRAMITAÇÃO DO REFERIDO PROJETO DE LEI, QUE TRATA DO AUMENTO DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO, COM VISTAS À SUA APROVAÇÃO NOS TERMOS PROPOSTOS PELO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, SEM CORTES.

    O DEPUTADO FEDERAL MANOEL JÚNIOR RECONHECEU A SITUAÇÃO DE PENÚRIA POR QUE PASSAM OS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO, AFIRMANDO SER JUSTA A RECOMPOSIÇÃO REMUNERATÓRIA DOS SERVIDORES DESSE PODER DA UNIÃO, EM RAZÃO DOS RELEVANTES SERVIÇOS QUE PRESTAM À SOCIEDADE BRASILEIRA. ELE SE MOSTROU BASTANTE SENSÍVEL À SOLICITAÇÃO FEITA PELA ANAJUS E PELO SINAJUS, INFORMANDO QUE APRESENTARÁ O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL O RELATÓRIO PARA VIABILIZAR O CÉLERE JULGAMENTO DO PL 7920/2014 JUNTO À CFT, ACASO NÃO HAJA ÊXITO EM EVENTUAL REQUERIMENTO DE TRAMITAÇÃO EM REGIME DE URGÊNCIA.

    ESSA É MAIS UMA INICIATIVA DA ANAJUS E DO SINAJUS EM PROL DOS ANALISTAS E DE TODOS OS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO!

    DIRETORIA NACIONAL DA ANAJUS"
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    PAS_Jud.2011
    PAS_Jud.2011
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1197
    Reputação : 20
    Data de inscrição : 01/08/2011

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por PAS_Jud.2011 Qui 20 Nov 2014, 4:38 pm

    Denovo?? escreveu:Em encontro nesta tarde, o Ministro Ricaro Levando no lerovsky confirmou ao Sindjusdf que trabalha pelo reajuste conjunto.
    Indagado se o governo apresentou contraproposta, respondeu que não.
    Questionado se havia alguma reunião agendada com a cúpula econômica, disse que nem em sonho.
    Acossado pela diretoria se havia sido concluída a contraproposta chamada de "A saída Amarildo", respondeu que sem perspectivas.
    Informado de que poderia ficar com fama de "chatinho" no fórum "PCSJA", o presidente do Supremo respondeu que vê certos obstáculos à aprovação, mas que mantém uma postura FIRME e INTRANSIGENTE na defesa do aumento, e já deixou pré-agendada uma nova reunião para o dia 5 de dezembro, ou para o dia seguinte ao qual fizermos algum barulho na sessão que possa incomodar os ministros da excelsa corte.
    Satisfeitos, nos despedimos e pedimos a gentileza do ministro transmitir nosso abraço à companheira Dilma, quando nos foi dito que ele não a vê desde o mês de setembro.
    Espantados pela sinceridade que põe por terra todo o nosso plano de enganar os coitados dos servidores sobre reuniões, negociações e conchavos, nosso presidente com cara de vampiro de filme da sessão da tarde se tocou e disse que não a via pessoalmente, mas que sempre conversavam pelo zap zap, ocasião em que transmitira nosso fraterno abraço.
    Por falar nisso, um abraço!

    kkkkkkkkkkkkk

    O ministro vestia terno risca de giz da E. Zegna, com gravata vermelha Armani italiana de seda, camisa Broksfield linha italiana mesmo - pq não tá fácil pra ninguém, companheiros, kkkkk -, fechando com relógio Tag H. que trouxe da última viagem institucional para o exterior. Já doutro lado, Jailton vestia terno, camisa e gravata Cia do Terno ou, na melhor das hipóteses, tirou do closet os vila romana, que usara no casamento importante.


    Esses caras tão cagando pra farrapada que somos nós.

    convencido memelol :trollface:
    alecspe
    alecspe
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1532
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 07/11/2014

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por alecspe Qui 20 Nov 2014, 4:38 pm

    AGORA VAI!!!!!!!!!!

    FUNCIONÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO QUEREM CARREIRA VALORIZADA
    Novembro 20, 2014Escrito por ASCOMPublicado em Capa0 comentários
    Funcionários do Ministério Público querem carreira valorizada
    O senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) recebeu, em seu gabinete, dia 19, os diretores do Sindicato Nacional dos Servidores do Ministério Público da União (SINASEMPU), Marcos Aurélio Moreira da Silva e Darcir de Almeida, para tratar sobre a recomposição salarial dos servidores do MPU (Projeto de Lei 7919/2014).

    De autoria do Ministério Público da União, o projeto dispõe sobre as Carreiras dos Servidores do Ministério Público da União e das Carreiras dos Servidores do Conselho Nacional do Ministério Público, fixa os valores de sua remuneração, revoga a Lei nº 11.415, de 15 de dezembro de 2006, e dá outras providências. Ele está iniciando tramitação na Câmara dos Deputados, passando pelas comissões: de Trabalho, de Administração e Serviço Público; Finanças e Tributação e Constituição e Justiça e de Cidadania.

    O senador Inácio se comprometeu com a valorização e fortalecimento do Ministério Público.

    Fonte: Site Senador Inácio Arruda
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Qui 20 Nov 2014, 4:38 pm

    alecspe escreveu:Entrei ainda "ontem" no PJU/MPU e tenho uma dúvida. Alguém sabe responder quantas associações existem? Todo dia aprece uma sigla nova: sinajus, sindjus, sinasempu, anata, movatec, fenajufe...

    Se quantidade de associações significasse aumento, nós seríamos milionários!


    Não sei vocês., mas eu quando vejo esse nome só penso em uma loja de móveis ou em uma marcenaria de uma cidade qualquer do interior do Brasil.
    usuario6
    usuario6
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 38
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 29/06/2011

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por usuario6 Qui 20 Nov 2014, 4:39 pm

    20/11/2014 18:33:00
    Lewandowski garante que vai trabalhar também no Congresso Nacional

    Na tarde desta quinta-feira (19), conforme conquistado pela pressão dos servidores durante o ato em frente ao STF ontem e da articulação do sindicato, o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, recebeu representantes do Sindjus e da Fenajufe, para tratar do PL 7920.
    Os coordenadores da Federação começaram perguntando sobre o cenário da negociação. O ministro informou inicialmente que conversou com primeiro escalão do governo e que as conversas foram bastante duras a ponto de ter que rever o impacto financeiro para 2015.
    Explicou que o Executivo já sinalizou não haver possibilidade de aprovação da PEC 63/2013 e que era necessário priorizar quais os projetos de interesse do Poder Judiciário. Neste contexto informou que os recursos que estavam sendo negociado para a PEC poderão suprir os recursos para o pagamento da primeira parcela do reajuste dos servidores. O ministro informou que continua buscando a aprovação do reajuste de magistrados e servidores.
    Defesa ferrenha do reajuste
    Lewandowski tem defendido de forma ferrenha o reajuste dos servidores a ponto de ministros do primeiro escalão estarem dizendo que ele tem feito de forma obsessiva a defesa dos servidores. O presidente do STF tem afirmado nessas interlocuções que não aceita o discurso de que o reajuste dos servidores do Judiciário tem de ficar atrelado ao dos servidores do Executivo, pois nos últimos anos o Judiciário ficou pra trás. O presidente tem demonstrado essas diferenças salariais e tem ressaltado sempre a qualificação e o empenho dos servidores do Judiciário no cumprimento de suas atribuições. Frisou que sem os servidores não há a menor possibilidade de manter a Justiça em funcionamento.
    Conversa com Dilma
    O coordenador-geral do Sindjus Jailton Assis informou que já há na categoria um reconhecimento pelas movimentações feitas pelo presidente e também uma grande ansiedade para que essa negociação seja concluída rapidamente, de modo que é necessário que ele converse logo com a presidenta Dilma Rousseff.
    Nesse momento, Lewandowski afirmou que já esteve com Dilma e que, do ponto de vista político, as conversas necessárias para viabilização do reajuste já foram estabelecidas e estão sendo realizadas. Afirmou também que o DG do STF fez o estudo de adiamento de implementação do plano para novembro de 2015 como forma de se buscar a consolidação de um acordo orçamentário. Jailton perguntou se esse é o limite máximo da negociação e o presidente do STF disse que esse é o limite e não haverá mais proposta de adiamento do parcelamento ou aumento do número de parcelas.
    Negociação com Legislativo
    O ministro afirmou que, recentemente, conversou com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, no sentido de que se o Ministério do Planejamento não fechar um entendimento com o DG do STF nos próximos dias o trabalho no Congresso Nacional será intensificado. A conversa com o deputado Eduardo Alves foi justamente para que ele compreendesse a necessidade da aprovação do reajuste dos servidores.
    No final da reunião, Jailton solicitou ao ministro que fizesse contato também com o presidente da CFT, deputado Mario Feitoza, para garantir a aprovação do PL 7920 na reunião do dia 26. O coordenador do Sindjus frisou que a possibilidade de votação na CFT, no dia 26, servirá como instrumento de pressão para a consolidação da negociação com o Executivo.
    Participaram pela Fenajufe os coordenadores Tarcisio Ferreira, Luis Corrêa e Maria Eugênia.
    PAS_Jud.2011
    PAS_Jud.2011
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1197
    Reputação : 20
    Data de inscrição : 01/08/2011

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por PAS_Jud.2011 Qui 20 Nov 2014, 4:41 pm

    Não entendo uma coisa. Chororô é imenso aqui no tribunal. Daí vejo o pessoal antigão planejando férias: Paris, Havaí, Caribe, a p.o.rr.a toda. E eu mal consigo ir aqui dentro do Brasil, quando mal 5 dias em Maceió, João Pessoa, e ainda achando tudo muito caro, pegando grana aqui, juntando outros ali.
    Disparidade é mato, nesse PJU. Por isso, nunca tem aumento. Uns ganham tanto que nem se esforçam por algo que não seja continuar ganhando tão grande sempre.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Qui 20 Nov 2014, 4:41 pm

    FCCOSTA escreveu:
    alecspe escreveu:Entrei ainda "ontem" no PJU/MPU e tenho uma dúvida. Alguém sabe responder quantas associações existem? Todo dia aprece uma sigla nova: sinajus, sindjus, sinasempu, anata, movatec, fenajufe...

    Se quantidade de associações significasse aumento, nós seríamos milionários!



    Não sei vocês., mas eu quando vejo esse nome só penso em uma loja de móveis ou em uma marcenaria de uma cidade qualquer do interior do Brasil.

    Movatec, tbm conhecida como empata foda.
    PAS_Jud.2011
    PAS_Jud.2011
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1197
    Reputação : 20
    Data de inscrição : 01/08/2011

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por PAS_Jud.2011 Qui 20 Nov 2014, 4:42 pm

    usuario6 escreveu:20/11/2014 18:33:00
    Lewandowski garante que vai trabalhar também no Congresso Nacional

    Na tarde desta quinta-feira (19), conforme conquistado pela pressão dos servidores durante o ato em frente ao STF ontem e da articulação do sindicato, o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, recebeu representantes do Sindjus e da Fenajufe, para tratar do PL 7920.
    Os coordenadores da Federação começaram perguntando sobre o cenário da negociação. O ministro informou inicialmente que conversou com primeiro escalão do governo e que as conversas foram bastante duras a ponto de ter que rever o impacto financeiro para 2015.
    Explicou que o Executivo já sinalizou não haver possibilidade de aprovação da PEC 63/2013 e que era necessário priorizar quais os projetos de interesse do Poder Judiciário. Neste contexto informou que os recursos que estavam sendo negociado para a PEC poderão suprir os recursos para o pagamento da primeira parcela do reajuste dos servidores. O ministro informou que continua buscando a aprovação do reajuste de magistrados e servidores.
    Defesa ferrenha do reajuste
    Lewandowski tem defendido de forma ferrenha o reajuste dos servidores a ponto de ministros do primeiro escalão estarem dizendo que ele tem feito de forma obsessiva a defesa dos servidores. O presidente do STF tem afirmado nessas interlocuções que não aceita o discurso de que o reajuste dos servidores do Judiciário tem de ficar atrelado ao dos servidores do Executivo, pois nos últimos anos o Judiciário ficou pra trás. O presidente tem demonstrado essas diferenças salariais e tem ressaltado sempre a qualificação e o empenho dos servidores do Judiciário no cumprimento de suas atribuições. Frisou que sem os servidores não há a menor possibilidade de manter a Justiça em funcionamento.
    Conversa com Dilma
    O coordenador-geral do Sindjus Jailton Assis informou que já há na categoria um reconhecimento pelas movimentações feitas pelo presidente e também uma grande ansiedade para que essa negociação seja concluída rapidamente, de modo que é necessário que ele converse logo com a presidenta Dilma Rousseff.
    Nesse momento, Lewandowski afirmou que já esteve com Dilma e que, do ponto de vista político, as conversas necessárias para viabilização do reajuste já foram estabelecidas e estão sendo realizadas. Afirmou também que o DG do STF fez o estudo de adiamento de implementação do plano para novembro de 2015 como forma de se buscar a consolidação de um acordo orçamentário. Jailton perguntou se esse é o limite máximo da negociação e o presidente do STF disse que esse é o limite e não haverá mais proposta de adiamento do parcelamento ou aumento do número de parcelas.
    Negociação com Legislativo
    O ministro afirmou que, recentemente, conversou com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, no sentido de que se o Ministério do Planejamento não fechar um entendimento com o DG do STF nos próximos dias o trabalho no Congresso Nacional será intensificado. A conversa com o deputado Eduardo Alves foi justamente para que ele compreendesse a necessidade da aprovação do reajuste dos servidores.
    No final da reunião, Jailton solicitou ao ministro que fizesse contato também com o presidente da CFT, deputado Mario Feitoza, para garantir a aprovação do PL 7920 na reunião do dia 26. O coordenador do Sindjus frisou que a possibilidade de votação na CFT, no dia 26, servirá como instrumento de pressão para a consolidação da negociação com o Executivo.
    Participaram pela Fenajufe os coordenadores Tarcisio Ferreira, Luis Corrêa e Maria Eugênia.

    Aí. Agora ele vai ser Deputado ou Senador tbm, a julgar pelo título da matéria.

    Pronto. Rachou! cheers ok
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Denovo?? Qui 20 Nov 2014, 4:42 pm

    Pronto.. está aí o zero desenhado pra vocês.
    Segundo o próprio Drácula, esse é o máximo que eles cedem, novembro de 2015. Ou seja, zero. Pois o governo deixou claro que em 2015 nada feito.
    subsidioja_
    subsidioja_
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2536
    Reputação : 336
    Data de inscrição : 05/04/2011

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por subsidioja_ Qui 20 Nov 2014, 4:44 pm

    Denovo?? escreveu:Pronto.. está aí o zero desenhado pra vocês.
    Segundo o próprio Drácula, esse é o máximo que eles cedem, novembro de 2015. Ou seja, zero. Pois o governo deixou claro que em 2015 nada feito.

    vc quer dizer que por causa de 2 míseros meses, tudo pode se perder?
    Leugim
    Leugim
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 124
    Reputação : 6
    Data de inscrição : 24/07/2012

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Leugim Qui 20 Nov 2014, 4:45 pm

    alecspe escreveu:
    Leugim escreveu:[Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    A nova frente de batalha, agora, é o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e a maior ameaça é o presidente Ministro Antonio Dias Toffoli. Ele está no centro da operação para derrubar Dilma.

    Nos últimos tempos, vários sinais indicaram que  se alinhou a Gilmar Mendes.

    O gatilho teria sido a animosidade dele com Dilma. Nas reuniões palacianas, Dilma ainda na Casa Civil levantou a voz com ele e a reunião terminou em bate-boca dos bravos.

    A má vontade de Toffoli aumentou com a não atenção do Palácio às suas demandas.

    Mas foi apenas um álibi para Toffoli desembarcar da canoa petista e aderir aos seus novos aliados. Hoje em dia, come na mão de Gilmar.

    Recentemente surpreendeu o TSE com uma defesa do regime militar e um lobby escancarado em favor de Paulo Maluf, com a alegação de que Maluf foi importante para a abertura política. Passou a defender a PEC da bengala - pela qual os Ministros do Supremo só poderão se aposentar aos 75 anos. A PEC foi imaginada unicamente para tirar de Dilma o poder de indicar a maioria do STF nos próximos anos.

    A TV Globo já lhe abriu as portas, garantindo a blindagem.

    ***

    Na semana passada, aproveitou o fim de mandato de um MInistro do TSE - que estava analisando as contas de campanha do PT - para redistribuir os processos para Gilmar Mendes, manipulando o sistema de sorteios do Tribunal. A probabilidade dos dois processos caírem simultaneamente com Gilmar era de 2%.

    A alegação foi a demora de Dilma em definir o substituto. Só que a redistribuição dos processos ocorreu apenas 8 horas úteis depois. E foi condenada pelo próprio Procurador Regional por não obedecer aos trâmites do tribunal, que ordenava que fossem transferidos para o Ministro substituto da mesma classe.

    Daqui para frente, a crise política se desdobrará da seguinte maneira:

    1, Gilmar tratará de buscar todos os elementos para rejeitar as contas de Dilma. Provavelmente tentará encontrar alguma ligação entre o Caixa 1 da campanha e a Operação Lava Jatos.

    2. Nesse período, inundará os grupos de mídia com boatos, notas, escândalos ou factoides, visando criar o clima político adequado para a cassação.

    3. Rejeitada a conta, DIlma será empossada. Mas o mandato poderá ser suspenso, dependendo da votação do pleno do TSE. Dos 7 conselheiros, 3 são voto certo contra Dilma - Gilmar, João Otávio Noronha (ligado a Aécio) e Luiz Fux. Outros três votos dependerão da consistência ou não do relatório de GIlmar e da pressão da mídia: Maria Tereza Assis Moura, Luciana Lóssio e Henrique Neves ou Admar Gonzaga, seu substituto.

    O desempate ficará com Toffoli.

    Amigos antigos  julgam que suas investidas são para espicaçar o governo, não para feri-lo de morte. Mas não colocam a mão no fogo. Haverá apelações ao STF.

    De qualquer modo, não se espere um início tranquilo de governo, que permita a volta à normalidade econômica.

    O terceiro turno ainda demorará para terminar.

    Peraí, essa mensagem é para me deixar comovido e com peninha da Dilma é? Quero mais que a Dilma...isso é pouco para ela!

    Claro que não, está maluco????
    ...era para festejar a possibilidade de chute no traseiro da Dilma...mas os colegas acima já disseram que o autor do texto é petista, logo, está mais é fazendo drama na matéria...
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Qui 20 Nov 2014, 4:47 pm

    usuario6 escreveu:20/11/2014 18:33:00
    Lewandowski garante que vai trabalhar também no Congresso Nacional

    Na tarde desta quinta-feira (19), conforme conquistado pela pressão dos servidores durante o ato em frente ao STF ontem e da articulação do sindicato, o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, recebeu representantes do Sindjus e da Fenajufe, para tratar do PL 7920.
    Os coordenadores da Federação começaram perguntando sobre o cenário da negociação. O ministro informou inicialmente que conversou com primeiro escalão do governo e que as conversas foram bastante duras a ponto de ter que rever o impacto financeiro para 2015.
    Explicou que o Executivo já sinalizou não haver possibilidade de aprovação da PEC 63/2013 e que era necessário priorizar quais os projetos de interesse do Poder Judiciário. Neste contexto informou que os recursos que estavam sendo negociado para a PEC poderão suprir os recursos para o pagamento da primeira parcela do reajuste dos servidores. O ministro informou que continua buscando a aprovação do reajuste de magistrados e servidores.
    Defesa ferrenha do reajuste
    Lewandowski tem defendido de forma ferrenha o reajuste dos servidores a ponto de ministros do primeiro escalão estarem dizendo que ele tem feito de forma obsessiva a defesa dos servidores. O presidente do STF tem afirmado nessas interlocuções que não aceita o discurso de que o reajuste dos servidores do Judiciário tem de ficar atrelado ao dos servidores do Executivo, pois nos últimos anos o Judiciário ficou pra trás. O presidente tem demonstrado essas diferenças salariais e tem ressaltado sempre a qualificação e o empenho dos servidores do Judiciário no cumprimento de suas atribuições. Frisou que sem os servidores não há a menor possibilidade de manter a Justiça em funcionamento.
    Conversa com Dilma
    O coordenador-geral do Sindjus Jailton Assis informou que já há na categoria um reconhecimento pelas movimentações feitas pelo presidente e também uma grande ansiedade para que essa negociação seja concluída rapidamente, de modo que é necessário que ele converse logo com a presidenta Dilma Rousseff.
    Nesse momento, Lewandowski afirmou que já esteve com Dilma e que, do ponto de vista político, as conversas necessárias para viabilização do reajuste já foram estabelecidas e estão sendo realizadas. Afirmou também que o DG do STF fez o estudo de adiamento de implementação do plano para novembro de 2015 como forma de se buscar a consolidação de um acordo orçamentário. Jailton perguntou se esse é o limite máximo da negociação e o presidente do STF disse que esse é o limite e não haverá mais proposta de adiamento do parcelamento ou aumento do número de parcelas.
    Negociação com Legislativo
    O ministro afirmou que, recentemente, conversou com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, no sentido de que se o Ministério do Planejamento não fechar um entendimento com o DG do STF nos próximos dias o trabalho no Congresso Nacional será intensificado. A conversa com o deputado Eduardo Alves foi justamente para que ele compreendesse a necessidade da aprovação do reajuste dos servidores.
    No final da reunião, Jailton solicitou ao ministro que fizesse contato também com o presidente da CFT, deputado Mario Feitoza, para garantir a aprovação do PL 7920 na reunião do dia 26. O coordenador do Sindjus frisou que a possibilidade de votação na CFT, no dia 26, servirá como instrumento de pressão para a consolidação da negociação com o Executivo.
    Participaram pela Fenajufe os coordenadores Tarcisio Ferreira, Luis Corrêa e Maria Eugênia.

    Conforme eu havia postado anteriormente, dizendo que fui informado que Lewa faria a última tentativa e caso não ocorresse o acordo, jogaria nas costas dos servidores para pressionar o Legislativo.
    Pronto, o que adiantei foi confirmado pelo próprio Lewa na reunião de hoje, mais claro impossível. Já correu para o Legislativo... Alguma dúvida???
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Qui 20 Nov 2014, 4:47 pm

    Denovo?? escreveu:Pronto.. está aí o zero desenhado pra vocês.
    Segundo o próprio Drácula, esse é o máximo que eles cedem, novembro de 2015. Ou seja, zero. Pois o governo deixou claro que em 2015 nada feito.

    Tu é chato, hein? What a Face
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Qui 20 Nov 2014, 4:49 pm

    subsidioja_ escreveu:
    Denovo?? escreveu:Pronto.. está aí o zero desenhado pra vocês.
    Segundo o próprio Drácula, esse é o máximo que eles cedem, novembro de 2015. Ou seja, zero. Pois o governo deixou claro que em 2015 nada feito.

    vc quer dizer que por causa de 2 míseros meses, tudo pode se perder?


    Não tem nada de só 2 meses, isso é desculpa de agora do Executivo. Se o Lewa disser ok, passa a primeira para janeiro 2016 ele arranjam outra desculpa. Tá na hora de acordar, eles não querem dar aumento de jeito nenhum.
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Sem Frescura Qui 20 Nov 2014, 4:49 pm

    TRF1/MG escreveu:
    usuario6 escreveu:20/11/2014 18:33:00
    Lewandowski garante que vai trabalhar também no Congresso Nacional

    Na tarde desta quinta-feira (19), conforme conquistado pela pressão dos servidores durante o ato em frente ao STF ontem e da articulação do sindicato, o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, recebeu representantes do Sindjus e da Fenajufe, para tratar do PL 7920.
    Os coordenadores da Federação começaram perguntando sobre o cenário da negociação. O ministro informou inicialmente que conversou com primeiro escalão do governo e que as conversas foram bastante duras a ponto de ter que rever o impacto financeiro para 2015.
    Explicou que o Executivo já sinalizou não haver possibilidade de aprovação da PEC 63/2013 e que era necessário priorizar quais os projetos de interesse do Poder Judiciário. Neste contexto informou que os recursos que estavam sendo negociado para a PEC poderão suprir os recursos para o pagamento da primeira parcela do reajuste dos servidores. O ministro informou que continua buscando a aprovação do reajuste de magistrados e servidores.
    Defesa ferrenha do reajuste
    Lewandowski tem defendido de forma ferrenha o reajuste dos servidores a ponto de ministros do primeiro escalão estarem dizendo que ele tem feito de forma obsessiva a defesa dos servidores. O presidente do STF tem afirmado nessas interlocuções que não aceita o discurso de que o reajuste dos servidores do Judiciário tem de ficar atrelado ao dos servidores do Executivo, pois nos últimos anos o Judiciário ficou pra trás. O presidente tem demonstrado essas diferenças salariais e tem ressaltado sempre a qualificação e o empenho dos servidores do Judiciário no cumprimento de suas atribuições. Frisou que sem os servidores não há a menor possibilidade de manter a Justiça em funcionamento.
    Conversa com Dilma
    O coordenador-geral do Sindjus Jailton Assis informou que já há na categoria um reconhecimento pelas movimentações feitas pelo presidente e também uma grande ansiedade para que essa negociação seja concluída rapidamente, de modo que é necessário que ele converse logo com a presidenta Dilma Rousseff.
    Nesse momento, Lewandowski afirmou que já esteve com Dilma e que, do ponto de vista político, as conversas necessárias para viabilização do reajuste já foram estabelecidas e estão sendo realizadas. Afirmou também que o DG do STF fez o estudo de adiamento de implementação do plano para novembro de 2015 como forma de se buscar a consolidação de um acordo orçamentário. Jailton perguntou se esse é o limite máximo da negociação e o presidente do STF disse que esse é o limite e não haverá mais proposta de adiamento do parcelamento ou aumento do número de parcelas.
    Negociação com Legislativo
    O ministro afirmou que, recentemente, conversou com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, no sentido de que se o Ministério do Planejamento não fechar um entendimento com o DG do STF nos próximos dias o trabalho no Congresso Nacional será intensificado. A conversa com o deputado Eduardo Alves foi justamente para que ele compreendesse a necessidade da aprovação do reajuste dos servidores.
    No final da reunião, Jailton solicitou ao ministro que fizesse contato também com o presidente da CFT, deputado Mario Feitoza, para garantir a aprovação do PL 7920 na reunião do dia 26. O coordenador do Sindjus frisou que a possibilidade de votação na CFT, no dia 26, servirá como instrumento de pressão para a consolidação da negociação com o Executivo.
    Participaram pela Fenajufe os coordenadores Tarcisio Ferreira, Luis Corrêa e Maria Eugênia.

    Conforme eu havia postado anteriormente, dizendo que fui informado que Lewa faria a última tentativa e caso não ocorresse o acordo, jogaria nas costas dos servidores para pressionar o Legislativo.
    Pronto, o que adiantei foi confirmado pelo próprio Lewa na reunião de hoje, mais claro impossível. Já correu para o Legislativo... Alguma dúvida???
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    alecspe
    alecspe
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1532
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 07/11/2014

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por alecspe Qui 20 Nov 2014, 4:49 pm

    Lewandowski tem defendido de forma ferrenha o reajuste dos servidores a ponto de ministros do primeiro escalão estarem dizendo que ele tem feito de forma obsessiva a defesa dos servidores.

    Será que eu sou um ser muito cético? Não consigo acreditar nessas coisas. Tomara que eu seja um imbecil fundamentalista mesmo e os otimistas é que estão certos mesmo.

    É que não consigo imaginar a cena: Ministro: Lewa, que isso deixa o aumento dos servidores para depois; aí vem a resposta: nunca, o aumento dos servidores tem que sair, não admito a negativa do governo!

    Juro que eu tento acreditar, mas a realidade sempre me chama à razão, rsrsss
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Sem Frescura Qui 20 Nov 2014, 4:51 pm

    Del Piero escreveu:
    Denovo?? escreveu:Pronto.. está aí o zero desenhado pra vocês.
    Segundo o próprio Drácula, esse é o máximo que eles cedem, novembro de 2015. Ou seja, zero. Pois o governo deixou claro que em 2015 nada feito.

    Tu é chato, hein? What a Face

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Qui 20 Nov 2014, 4:52 pm

    Sem Frescura escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    usuario6 escreveu:20/11/2014 18:33:00
    Lewandowski garante que vai trabalhar também no Congresso Nacional

    Na tarde desta quinta-feira (19), conforme conquistado pela pressão dos servidores durante o ato em frente ao STF ontem e da articulação do sindicato, o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, recebeu representantes do Sindjus e da Fenajufe, para tratar do PL 7920.
    Os coordenadores da Federação começaram perguntando sobre o cenário da negociação. O ministro informou inicialmente que conversou com primeiro escalão do governo e que as conversas foram bastante duras a ponto de ter que rever o impacto financeiro para 2015.
    Explicou que o Executivo já sinalizou não haver possibilidade de aprovação da PEC 63/2013 e que era necessário priorizar quais os projetos de interesse do Poder Judiciário. Neste contexto informou que os recursos que estavam sendo negociado para a PEC poderão suprir os recursos para o pagamento da primeira parcela do reajuste dos servidores. O ministro informou que continua buscando a aprovação do reajuste de magistrados e servidores.
    Defesa ferrenha do reajuste
    Lewandowski tem defendido de forma ferrenha o reajuste dos servidores a ponto de ministros do primeiro escalão estarem dizendo que ele tem feito de forma obsessiva a defesa dos servidores. O presidente do STF tem afirmado nessas interlocuções que não aceita o discurso de que o reajuste dos servidores do Judiciário tem de ficar atrelado ao dos servidores do Executivo, pois nos últimos anos o Judiciário ficou pra trás. O presidente tem demonstrado essas diferenças salariais e tem ressaltado sempre a qualificação e o empenho dos servidores do Judiciário no cumprimento de suas atribuições. Frisou que sem os servidores não há a menor possibilidade de manter a Justiça em funcionamento.
    Conversa com Dilma
    O coordenador-geral do Sindjus Jailton Assis informou que já há na categoria um reconhecimento pelas movimentações feitas pelo presidente e também uma grande ansiedade para que essa negociação seja concluída rapidamente, de modo que é necessário que ele converse logo com a presidenta Dilma Rousseff.
    Nesse momento, Lewandowski afirmou que já esteve com Dilma e que, do ponto de vista político, as conversas necessárias para viabilização do reajuste já foram estabelecidas e estão sendo realizadas. Afirmou também que o DG do STF fez o estudo de adiamento de implementação do plano para novembro de 2015 como forma de se buscar a consolidação de um acordo orçamentário. Jailton perguntou se esse é o limite máximo da negociação e o presidente do STF disse que esse é o limite e não haverá mais proposta de adiamento do parcelamento ou aumento do número de parcelas.
    Negociação com Legislativo
    O ministro afirmou que, recentemente, conversou com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, no sentido de que se o Ministério do Planejamento não fechar um entendimento com o DG do STF nos próximos dias o trabalho no Congresso Nacional será intensificado. A conversa com o deputado Eduardo Alves foi justamente para que ele compreendesse a necessidade da aprovação do reajuste dos servidores.
    No final da reunião, Jailton solicitou ao ministro que fizesse contato também com o presidente da CFT, deputado Mario Feitoza, para garantir a aprovação do PL 7920 na reunião do dia 26. O coordenador do Sindjus frisou que a possibilidade de votação na CFT, no dia 26, servirá como instrumento de pressão para a consolidação da negociação com o Executivo.
    Participaram pela Fenajufe os coordenadores Tarcisio Ferreira, Luis Corrêa e Maria Eugênia.

    Conforme eu havia postado anteriormente, dizendo que fui informado que Lewa faria a última tentativa e caso não ocorresse o acordo, jogaria nas costas dos servidores para pressionar o Legislativo.
    Pronto, o que adiantei foi confirmado pelo próprio Lewa na reunião de hoje, mais claro impossível. Já correu para o Legislativo... Alguma dúvida???
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Nada disso. Tem gente perto das negociações, principalmente da negociação dos juízes. Só um detalhe, a informação que recebi é que o STF já trabalha na última proposta com a primeira parcela para janeiro 2016, essa é a unica divergência.
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Sem Frescura Qui 20 Nov 2014, 4:54 pm

    TRF1/MG escreveu:
    Sem Frescura escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    usuario6 escreveu:20/11/2014 18:33:00
    Lewandowski garante que vai trabalhar também no Congresso Nacional

    Na tarde desta quinta-feira (19), conforme conquistado pela pressão dos servidores durante o ato em frente ao STF ontem e da articulação do sindicato, o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, recebeu representantes do Sindjus e da Fenajufe, para tratar do PL 7920.
    Os coordenadores da Federação começaram perguntando sobre o cenário da negociação. O ministro informou inicialmente que conversou com primeiro escalão do governo e que as conversas foram bastante duras a ponto de ter que rever o impacto financeiro para 2015.
    Explicou que o Executivo já sinalizou não haver possibilidade de aprovação da PEC 63/2013 e que era necessário priorizar quais os projetos de interesse do Poder Judiciário. Neste contexto informou que os recursos que estavam sendo negociado para a PEC poderão suprir os recursos para o pagamento da primeira parcela do reajuste dos servidores. O ministro informou que continua buscando a aprovação do reajuste de magistrados e servidores.
    Defesa ferrenha do reajuste
    Lewandowski tem defendido de forma ferrenha o reajuste dos servidores a ponto de ministros do primeiro escalão estarem dizendo que ele tem feito de forma obsessiva a defesa dos servidores. O presidente do STF tem afirmado nessas interlocuções que não aceita o discurso de que o reajuste dos servidores do Judiciário tem de ficar atrelado ao dos servidores do Executivo, pois nos últimos anos o Judiciário ficou pra trás. O presidente tem demonstrado essas diferenças salariais e tem ressaltado sempre a qualificação e o empenho dos servidores do Judiciário no cumprimento de suas atribuições. Frisou que sem os servidores não há a menor possibilidade de manter a Justiça em funcionamento.
    Conversa com Dilma
    O coordenador-geral do Sindjus Jailton Assis informou que já há na categoria um reconhecimento pelas movimentações feitas pelo presidente e também uma grande ansiedade para que essa negociação seja concluída rapidamente, de modo que é necessário que ele converse logo com a presidenta Dilma Rousseff.
    Nesse momento, Lewandowski afirmou que já esteve com Dilma e que, do ponto de vista político, as conversas necessárias para viabilização do reajuste já foram estabelecidas e estão sendo realizadas. Afirmou também que o DG do STF fez o estudo de adiamento de implementação do plano para novembro de 2015 como forma de se buscar a consolidação de um acordo orçamentário. Jailton perguntou se esse é o limite máximo da negociação e o presidente do STF disse que esse é o limite e não haverá mais proposta de adiamento do parcelamento ou aumento do número de parcelas.
    Negociação com Legislativo
    O ministro afirmou que, recentemente, conversou com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, no sentido de que se o Ministério do Planejamento não fechar um entendimento com o DG do STF nos próximos dias o trabalho no Congresso Nacional será intensificado. A conversa com o deputado Eduardo Alves foi justamente para que ele compreendesse a necessidade da aprovação do reajuste dos servidores.
    No final da reunião, Jailton solicitou ao ministro que fizesse contato também com o presidente da CFT, deputado Mario Feitoza, para garantir a aprovação do PL 7920 na reunião do dia 26. O coordenador do Sindjus frisou que a possibilidade de votação na CFT, no dia 26, servirá como instrumento de pressão para a consolidação da negociação com o Executivo.
    Participaram pela Fenajufe os coordenadores Tarcisio Ferreira, Luis Corrêa e Maria Eugênia.

    Conforme eu havia postado anteriormente, dizendo que fui informado que Lewa faria a última tentativa e caso não ocorresse o acordo, jogaria nas costas dos servidores para pressionar o Legislativo.
    Pronto, o que adiantei foi confirmado pelo próprio Lewa na reunião de hoje, mais claro impossível. Já correu para o Legislativo... Alguma dúvida???
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Nada disso. Tem gente perto das negociações, principalmente da negociação dos juízes. Só um detalhe, a informação que recebi é que o STF já trabalha na última proposta com a primeira parcela para janeiro 2016, essa é a unica divergência.
    Certo, iniciando em janeiro de 2016, quantas parcelas seriam? Vc sabe dizer?
    Rengaw
    Rengaw
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 723
    Reputação : 45
    Data de inscrição : 26/08/2014

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Rengaw Qui 20 Nov 2014, 4:56 pm

    papai pig escreveu:
    Edyrio2010 escreveu:Claro que tudo isso está baseado no entendimento que essa lei de 2003 teve caráter de revisão geral...que é exatamente o que, atualmente, o STJ não está considerando, por isso as ações estão perdendo. Nessa ação, especificamente, a decisão de primeiro e segundo grau consideraram a lei como revisão geral, que somado aos erros processuais da UNIÃO, abriu brecha para essa vitória.

    Vc acha que assim que transitar irão adicionar esse percentual no contracheque???

    Se transitar em julgado este ano ainda já podemos receber retroativo à Janeiro/2014 e o restante através de precatório a partir de 2016. No tribunal em que eu trabalho o cálculo desta folha extra já foi feito e só está aguardando o MILAGRE ACONTECER! rsrs
    macfly
    macfly
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1190
    Reputação : 45
    Data de inscrição : 17/10/2014
    Localização : HILL VALLEY - CALIFÓRNIA

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por macfly Qui 20 Nov 2014, 4:57 pm

    [quote="usuario6"]20/11/2014 18:33:00
    Lewandowski garante que vai trabalhar também no Congresso Nacional

    Na tarde desta quinta-feira (19), conforme conquistado pela pressão dos servidores durante o ato em frente ao STF ontem e da articulação do sindicato, o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, recebeu representantes do Sindjus e da Fenajufe, para tratar do PL 7920.
    Os coordenadores da Federação começaram perguntando sobre o cenário da negociação. O ministro informou inicialmente que conversou com primeiro escalão do governo e que as conversas foram bastante duras a ponto de ter que rever o impacto financeiro para 2015.
    Explicou que o Executivo já sinalizou não haver possibilidade de aprovação da PEC 63/2013 e que era necessário priorizar quais os projetos de interesse do Poder Judiciário. Neste contexto informou que os recursos que estavam sendo negociado para a PEC poderão suprir os recursos para o pagamento da primeira parcela do reajuste dos servidores. O ministro informou que continua buscando a aprovação do reajuste de magistrados e servidores.
    Defesa ferrenha do reajuste
    Lewandowski tem defendido de forma ferrenha o reajuste dos servidores a ponto de ministros do primeiro escalão estarem dizendo que ele tem feito de forma obsessiva a defesa dos servidores. O presidente do STF tem afirmado nessas interlocuções que não aceita o discurso de que o reajuste dos servidores do Judiciário tem de ficar atrelado ao dos servidores do Executivo, pois nos últimos anos o Judiciário ficou pra trás. O presidente tem demonstrado essas diferenças salariais e tem ressaltado sempre a qualificação e o empenho dos servidores do Judiciário no cumprimento de suas atribuições. Frisou que sem os servidores não há a menor possibilidade de manter a Justiça em funcionamento.
    Conversa com Dilma
    O coordenador-geral do Sindjus Jailton Assis informou que já há na categoria um reconhecimento pelas movimentações feitas pelo presidente e também uma grande ansiedade para que essa negociação seja concluída rapidamente, de modo que é necessário que ele converse logo com a presidenta Dilma Rousseff.
    Nesse momento, Lewandowski afirmou que já esteve com Dilma e que, do ponto de vista político, as conversas necessárias para viabilização do reajuste já foram estabelecidas e estão sendo realizadas. Afirmou também que o DG do STF fez o estudo de adiamento de implementação do plano para novembro de 2015 como forma de se buscar a consolidação de um acordo orçamentário. Jailton perguntou se esse é o limite máximo da negociação e o presidente do STF disse que esse é o limite e não haverá mais proposta de adiamento do parcelamento ou aumento do número de parcelas.
    Negociação com Legislativo
    O ministro afirmou que, recentemente, conversou com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, no sentido de que se o Ministério do Planejamento não fechar um entendimento com o DG do STF nos próximos dias o trabalho no Congresso Nacional será intensificado. A conversa com o deputado Eduardo Alves foi justamente para que ele compreendesse a necessidade da aprovação do reajuste dos servidores.
    No final da reunião, Jailton solicitou ao ministro que fizesse contato também com o presidente da CFT, deputado Mario Feitoza, para garantir a aprovação do PL 7920 na reunião do dia 26. O coordenador do Sindjus frisou que a possibilidade de votação na CFT, no dia 26, servirá como instrumento de pressão para a consolidação da negociação com o Executivo.
    Participaram pela Fenajufe os coordenadores Tarcisio Ferreira, Luis Corrêa e Maria Eugênia.[/
    quote]




    Caro Lewandowski, se o Executivo não ceder pode colocar a primeira parcela para janeiro de 2016.



    Pelamordedeus, Lewa. Fecha a conta e passa a régua
    alecspe
    alecspe
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1532
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 07/11/2014

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por alecspe Qui 20 Nov 2014, 4:58 pm

    TRF1/MG escreveu:
    Sem Frescura escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    usuario6 escreveu:20/11/2014 18:33:00
    Lewandowski garante que vai trabalhar também no Congresso Nacional

    Na tarde desta quinta-feira (19), conforme conquistado pela pressão dos servidores durante o ato em frente ao STF ontem e da articulação do sindicato, o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, recebeu representantes do Sindjus e da Fenajufe, para tratar do PL 7920.
    Os coordenadores da Federação começaram perguntando sobre o cenário da negociação. O ministro informou inicialmente que conversou com primeiro escalão do governo e que as conversas foram bastante duras a ponto de ter que rever o impacto financeiro para 2015.
    Explicou que o Executivo já sinalizou não haver possibilidade de aprovação da PEC 63/2013 e que era necessário priorizar quais os projetos de interesse do Poder Judiciário. Neste contexto informou que os recursos que estavam sendo negociado para a PEC poderão suprir os recursos para o pagamento da primeira parcela do reajuste dos servidores. O ministro informou que continua buscando a aprovação do reajuste de magistrados e servidores.
    Defesa ferrenha do reajuste
    Lewandowski tem defendido de forma ferrenha o reajuste dos servidores a ponto de ministros do primeiro escalão estarem dizendo que ele tem feito de forma obsessiva a defesa dos servidores. O presidente do STF tem afirmado nessas interlocuções que não aceita o discurso de que o reajuste dos servidores do Judiciário tem de ficar atrelado ao dos servidores do Executivo, pois nos últimos anos o Judiciário ficou pra trás. O presidente tem demonstrado essas diferenças salariais e tem ressaltado sempre a qualificação e o empenho dos servidores do Judiciário no cumprimento de suas atribuições. Frisou que sem os servidores não há a menor possibilidade de manter a Justiça em funcionamento.
    Conversa com Dilma
    O coordenador-geral do Sindjus Jailton Assis informou que já há na categoria um reconhecimento pelas movimentações feitas pelo presidente e também uma grande ansiedade para que essa negociação seja concluída rapidamente, de modo que é necessário que ele converse logo com a presidenta Dilma Rousseff.
    Nesse momento, Lewandowski afirmou que já esteve com Dilma e que, do ponto de vista político, as conversas necessárias para viabilização do reajuste já foram estabelecidas e estão sendo realizadas. Afirmou também que o DG do STF fez o estudo de adiamento de implementação do plano para novembro de 2015 como forma de se buscar a consolidação de um acordo orçamentário. Jailton perguntou se esse é o limite máximo da negociação e o presidente do STF disse que esse é o limite e não haverá mais proposta de adiamento do parcelamento ou aumento do número de parcelas.
    Negociação com Legislativo
    O ministro afirmou que, recentemente, conversou com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, no sentido de que se o Ministério do Planejamento não fechar um entendimento com o DG do STF nos próximos dias o trabalho no Congresso Nacional será intensificado. A conversa com o deputado Eduardo Alves foi justamente para que ele compreendesse a necessidade da aprovação do reajuste dos servidores.
    No final da reunião, Jailton solicitou ao ministro que fizesse contato também com o presidente da CFT, deputado Mario Feitoza, para garantir a aprovação do PL 7920 na reunião do dia 26. O coordenador do Sindjus frisou que a possibilidade de votação na CFT, no dia 26, servirá como instrumento de pressão para a consolidação da negociação com o Executivo.
    Participaram pela Fenajufe os coordenadores Tarcisio Ferreira, Luis Corrêa e Maria Eugênia.

    Conforme eu havia postado anteriormente, dizendo que fui informado que Lewa faria a última tentativa e caso não ocorresse o acordo, jogaria nas costas dos servidores para pressionar o Legislativo.
    Pronto, o que adiantei foi confirmado pelo próprio Lewa na reunião de hoje, mais claro impossível. Já correu para o Legislativo... Alguma dúvida???
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Nada disso. Tem gente perto das negociações, principalmente da negociação dos juízes. Só um detalhe, a informação que recebi é que o STF já trabalha na última proposta com a primeira parcela para janeiro 2016, essa é a unica divergência.

    Putz, TRF1 mandando uma mensagem + ou - otimista. AGORA EU ACREDITO! cheers
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Sem Frescura Qui 20 Nov 2014, 4:59 pm

    macfly escreveu:
    usuario6 escreveu:20/11/2014 18:33:00
    Lewandowski garante que vai trabalhar também no Congresso Nacional

    Na tarde desta quinta-feira (19), conforme conquistado pela pressão dos servidores durante o ato em frente ao STF ontem e da articulação do sindicato, o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, recebeu representantes do Sindjus e da Fenajufe, para tratar do PL 7920.
    Os coordenadores da Federação começaram perguntando sobre o cenário da negociação. O ministro informou inicialmente que conversou com primeiro escalão do governo e que as conversas foram bastante duras a ponto de ter que rever o impacto financeiro para 2015.
    Explicou que o Executivo já sinalizou não haver possibilidade de aprovação da PEC 63/2013 e que era necessário priorizar quais os projetos de interesse do Poder Judiciário. Neste contexto informou que os recursos que estavam sendo negociado para a PEC poderão suprir os recursos para o pagamento da primeira parcela do reajuste dos servidores. O ministro informou que continua buscando a aprovação do reajuste de magistrados e servidores.
    Defesa ferrenha do reajuste
    Lewandowski tem defendido de forma ferrenha o reajuste dos servidores a ponto de ministros do primeiro escalão estarem dizendo que ele tem feito de forma obsessiva a defesa dos servidores. O presidente do STF tem afirmado nessas interlocuções que não aceita o discurso de que o reajuste dos servidores do Judiciário tem de ficar atrelado ao dos servidores do Executivo, pois nos últimos anos o Judiciário ficou pra trás. O presidente tem demonstrado essas diferenças salariais e tem ressaltado sempre a qualificação e o empenho dos servidores do Judiciário no cumprimento de suas atribuições. Frisou que sem os servidores não há a menor possibilidade de manter a Justiça em funcionamento.
    Conversa com Dilma
    O coordenador-geral do Sindjus Jailton Assis informou que já há na categoria um reconhecimento pelas movimentações feitas pelo presidente e também uma grande ansiedade para que essa negociação seja concluída rapidamente, de modo que é necessário que ele converse logo com a presidenta Dilma Rousseff.
    Nesse momento, Lewandowski afirmou que já esteve com Dilma e que, do ponto de vista político, as conversas necessárias para viabilização do reajuste já foram estabelecidas e estão sendo realizadas. Afirmou também que o DG do STF fez o estudo de adiamento de implementação do plano para novembro de 2015 como forma de se buscar a consolidação de um acordo orçamentário. Jailton perguntou se esse é o limite máximo da negociação e o presidente do STF disse que esse é o limite e não haverá mais proposta de adiamento do parcelamento ou aumento do número de parcelas.
    Negociação com Legislativo
    O ministro afirmou que, recentemente, conversou com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, no sentido de que se o Ministério do Planejamento não fechar um entendimento com o DG do STF nos próximos dias o trabalho no Congresso Nacional será intensificado. A conversa com o deputado Eduardo Alves foi justamente para que ele compreendesse a necessidade da aprovação do reajuste dos servidores.
    No final da reunião, Jailton solicitou ao ministro que fizesse contato também com o presidente da CFT, deputado Mario Feitoza, para garantir a aprovação do PL 7920 na reunião do dia 26. O coordenador do Sindjus frisou que a possibilidade de votação na CFT, no dia 26, servirá como instrumento de pressão para a consolidação da negociação com o Executivo.
    Participaram pela Fenajufe os coordenadores Tarcisio Ferreira, Luis Corrêa e Maria Eugênia.[/
    quote]




    Caro Lewandowski,  se o Executivo não ceder pode colocar a primeira parcela para janeiro de 2016.



    Pelamordedeus,  Lewa.  Fecha a conta e passa a régua
    like
    alecspe
    alecspe
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1532
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 07/11/2014

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por alecspe Qui 20 Nov 2014, 5:01 pm

    Tem que empurrar nem que seja 3% do valor do reajuste para julho/2014.
    BNEN
    BNEN
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 357
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 11/11/2014

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por BNEN Qui 20 Nov 2014, 5:01 pm

    troll2 troll2 troll2 ok
    Lisalesaelouca
    Lisalesaelouca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Analista Judiciário- Batedora de Meta conforme proposta lixo
    Mensagens : 691
    Reputação : 47
    Data de inscrição : 06/09/2011
    Localização : Brasília/DF

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lisalesaelouca Qui 20 Nov 2014, 5:08 pm

    Rengaw escreveu:
    papai pig escreveu:
    Edyrio2010 escreveu:Claro que tudo isso está baseado no entendimento que essa lei de 2003 teve caráter de revisão geral...que é exatamente o que, atualmente, o STJ não está considerando, por isso as ações estão perdendo. Nessa ação, especificamente, a decisão de primeiro e segundo grau consideraram a lei como revisão geral, que somado aos erros processuais da UNIÃO, abriu brecha para essa vitória.

    Vc acha que assim que transitar irão adicionar esse percentual no contracheque???

    Se transitar em julgado este ano ainda já podemos receber retroativo à Janeiro/2014 e o restante através de precatório a partir de 2016. No tribunal em que eu trabalho o cálculo desta folha extra já foi feito e só está aguardando o MILAGRE ACONTECER! rsrs

    É sério que vai sair esse negócio? Quem não está nessa associação, como faz para receber também?

    Conteúdo patrocinado

    Tópico Geral - Página 23 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 17 Jan 2022, 6:51 pm