PCS JÁ

PCS JÁ



    Tópico Geral

    avatar
    jornalista
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1572
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por jornalista Sex 12 Dez 2014, 7:53 am

    Alguma novidade do Zé Comeia?
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 7:55 am

    O foda é que qualquer negociação que esteja acontecendo, nao está sendo às claras. Tirando os pelegos do RJ e DF, parece que nenhum outro sindicato sabe o que Lewando está negociando com os russos, a nao ser a historia da 1@ parcela ser em novembro de 2015. STF está arrochando ainda mais nosso PL, e o dos juízes vai ser pago em 1vez, na bucha! Isso seria um bom motivo pra chiar e cobrar mais empenho desse ilustre enrolador, dr. Lewandolero
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Sex 12 Dez 2014, 7:56 am

    Del Piero escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    jornalista escreveu:
    alecspe escreveu:

    Tbm dou o carimbo de "APROVADO" a essa ideia!
    Como ele falou em ascenção na carreira, só valeria para auxiliar e técnico, pois a magistratura é outra carreira.

    Ah entendi... só um grupo tem ascensão e o outro não. Legal, para quem faz parte do grupo que leva vantagem. To decepcionado, já estava me imaginando Juiz... putz. kkk

    hahaha

    Às vezes fico chateado por ser analista. Nunca vi uma proposta que nos beneficiasse.
    Vou fazer concurso para virar auxiliar.

    Acho que não vale a pena, pois com a proposta do colega logo você ascende para técnico e depois para analista, ai dá na mesma kkk.
    ultraman
    ultraman
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 287
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 28/04/2011

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ultraman Sex 12 Dez 2014, 7:57 am

    "2. Se a rubrica da ação da anajustra (13%) for estendida a todos os servidores..."..Alguém acha que isso seja possível ?
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Sex 12 Dez 2014, 7:58 am

    ultraman escreveu:"2. Se a rubrica da ação da anajustra (13%) for estendida a todos os servidores..."..Alguém acha que isso seja possível ?

    O MPT disse que vai acontecer ai uma galera já tá até calculando. Igual ao aumento...
    Jaspion
    Jaspion
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico
    Mensagens : 1031
    Reputação : 54
    Data de inscrição : 06/08/2012

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Jaspion Sex 12 Dez 2014, 7:59 am

    jornalista escreveu:Alguma novidade do Zé Comeia?

    Novidades do Mamute

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 7:59 am

    ultraman escreveu:"2. Se a rubrica da ação da anajustra (13%) for estendida a todos os servidores..."..Alguém acha que isso seja possível ?

    Eu acho. Vai ser difícil manter a ordem com colegas ganhando mais do que os outros no mesmo ambiente de trabalho. No mínimo os tribunais e conselhos serão e muito pressionados a fazer isso. Pode dar certo
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 8:01 am

    avatar
    jornalista
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1572
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por jornalista Sex 12 Dez 2014, 8:02 am

    pernalonga escreveu:O foda é que qualquer negociação que esteja acontecendo, nao está sendo às claras. Tirando os pelegos do RJ e DF, parece que nenhum outro sindicato sabe o que Lewando está negociando com os russos, a nao ser a historia da 1@ parcela ser em novembro de 2015. STF está arrochando ainda mais nosso PL, e o dos juízes vai ser pago em 1vez, na bucha! Isso seria um bom motivo pra chiar e cobrar mais empenho desse ilustre enrolador, dr. Lewandolero
    Na teoria concordo plenamente. Na prática, problema é que não somos nada para os nossos chefes, então se ele realmente estiver impondo o nosso reajuste, ainda que com esse rebaixamento, já será uma vitória, porque nossa categoria é inerte e, a se confirmar, ele e Ellen Gracie terão sido os únicos a peitar o poder moderador.
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Sex 12 Dez 2014, 8:02 am

    pernalonga escreveu:
    ultraman escreveu:"2. Se a rubrica da ação da anajustra (13%) for estendida a todos os servidores..."..Alguém acha que isso seja possível ?

    Eu acho. Vai ser difícil manter a ordem com colegas ganhando mais do que os outros no mesmo ambiente de trabalho. No mínimo os tribunais e conselhos serão e muito pressionados a fazer isso. Pode dar certo

    ??? Mas já é assim hoje, trabalhamos com colegas ganhando salários totalmente diferentes, com incorporações, FCs, gratificações... Nada vai mudar, só vai aumentar o grupo dos que ganham mais.
    Jaspion
    Jaspion
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico
    Mensagens : 1031
    Reputação : 54
    Data de inscrição : 06/08/2012

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Jaspion Sex 12 Dez 2014, 8:03 am

    Wayne Arnold escreveu:[Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Lá vem o "mãos de tesoura"! affraid

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    ultraman
    ultraman
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 287
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 28/04/2011

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ultraman Sex 12 Dez 2014, 8:04 am

    pernalonga escreveu:
    ultraman escreveu:"2. Se a rubrica da ação da anajustra (13%) for estendida a todos os servidores..."..Alguém acha que isso seja possível ?

    Eu acho. Vai ser difícil manter a ordem com colegas ganhando mais do que os outros no mesmo ambiente de trabalho. No mínimo os tribunais e conselhos serão e muito pressionados a fazer isso. Pode dar certo

    Você se refere a JT ? Em relação ao resto do PJU?
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 8:04 am

    kkkkkkkkkkkkkkk

    TRF1/MG escreveu:
    Del Piero escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    jornalista escreveu:
    Como ele falou em ascenção na carreira, só valeria para auxiliar e técnico, pois a magistratura é outra carreira.

    Ah entendi... só um grupo tem ascensão e o outro não. Legal, para quem faz parte do grupo que leva vantagem. To decepcionado, já estava me imaginando Juiz... putz. kkk

    hahaha

    Às vezes fico chateado por ser analista. Nunca vi uma proposta que nos beneficiasse.
    Vou fazer concurso para virar auxiliar.

    Acho que não vale a pena, pois com a proposta do colega logo você ascende para técnico e depois para analista, ai dá na mesma kkk.
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Sex 12 Dez 2014, 8:04 am

    Wayne Arnold escreveu:[Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Lá vem o "mãos de tesoura"! affraid

    Juro que não consigo imaginar os petralhas dizendo sim para nosso aumento... espero estar errado, mas não consigo.
    Decano
    Decano
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1415
    Reputação : 97
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Decano Sex 12 Dez 2014, 8:05 am

    alecspe escreveu:
    josebarbos escreveu:
    Decano escreveu:
    Picoense escreveu:Acompanho este fórum desde 2010, em suas altas e em suas baixas.

    Uma dúvida!

    No início eram quase todos adeptos do Subsídio e todos viviam em perfeita harmonia em torno deste tema. Hoje o Vander defende o subsídio e o taxam de louco, esquizofrênico, dorgado, entre outros. O que aconteceu???

    O problema não está no subsídio. Muitos aqui ainda preferem o subsídio. A maioria.

    Porém, vamos ter o pé no chão. Já se insistiu com audiências públicas, abaixo-assinados, emendas do subsídio e já tivemos até um PL elaborado pelo MPU instituindo o subsídio.

    Se um dia o governo quis dar o subsídio para nós (acho que nunca quis), hoje isso é mito.

    O governo não quer tanto o subsídio para nós como se imagina, pois remunerar nossa categoria com subsídio seria nos transformar em carreira típica de estado, e isso abriria caminho para outras carreiras terem o mesmo privilégio. Nas linhas da reforma administrativa do Estado, o subsídio instituído por lei é previsto apenas para poucas categorias. A maioria já tem subsídio previsto constitucionalmente. A longo prazo, o subsídio também não seria uma boa para o Governo, pois seria bastante oneroso para a já deficitária previdência dos servidores públicos.

    Ainda nas linhas da reforma administrativa do Estado, o governo queria mesmo era dar GD para nós, com valores diferentes para aposentados e ativos. A GD é boa para o Governo pois remunera o servidor nas mesmas condições de muitas instituições privadas, privilegiando o aumento da eficiência administrativa, sem mexer na estabilidade do servidor. Mas os sindicatos são extremamente resistentes à proposta por causa do fim da paridade com aposentados, irredutibilidade de remuneração, e da possível e diminuição gradativa do quadro de servidores e aumento de doenças ligadas ao assédio organizacional, considerando o estabelecimento de metas cada vez maiores e as cobranças no aumento da produtividade.

    Então, o que ocorreu é que todo mundo cansou. A maioria sabe que o subsídio está sendo usado como engodo para atrasar o nosso aumento. Tanto é, que já tem sindicalista ligado ao PT propondo tabelas mirabolantes de subsídio para oferecer aos 45 do segundo tempo. Só o Vander confia nas "boas intenções" desse povo.

    Ora, se o governo quisesse dar o subsídio ele teria dado um jeito de aprovar a emenda do subsídio. Se ele quisesse, teria dado aval para aprovação do PCS do MPU (subsídio), de impacto mínimo. Ou ainda, se fosse tão desejo do governo o próprio STF, na pessoa do "fiel escudeiro da Dilma" Lewandowsky já teria proposto um PL nesse sentido.

    Não tem como ficar dando murro em ponta de faca. Se os nossos chefes já mostraram que efetivamente não querem implantar o subsídio para nós, então não adianta insistir.

    Além disso, todo mundo sabe que se não sair o PL que está lá agora, vamos ficar pra trás novamente. Talvez o Vander não saiba, mas o Legislativo não pode alterar PL de iniciativa do STF, nem para aumentar o impacto, e nem para aumentar a remuneração proposta no plano original, e nem modificar as bases do plano, como, por exemplo, o modelo remuneratório.

    A gente ia tomar pau na CCJ se a CFT ou a CTASP fizesse uma modificação dessas.

    Discordo, em parte.

    O subsídio é bastante vantajoso financeiramente para o governo, seja pela previsibilidade, como pelo "congelamento" de uma nata de servidores, notadamente inativos, que são verdadeiras bolas de neve.

    Já fiz a conta aqui alguma vez, é até relativamente fácil: pegue os valores do portal da transparência, e faça o salário bruto médio dos servidores ativos e dos inativos do MPF: dá algo mais ou menos, salvo engano, na faixa de 8.500 reais para os ativos, e 10.500 para os inativos. Detalhe: esta média dos ativos é prejudicada para cima, porque considera remunerações esporádicas como 13o, auxílios, adicional de férias, substituições, funções etc.

    Não questiono a legalidade, mas há um erro de princípio: você paga mais para quem não poupou e não produziu do que para quem está na ativa? Os inativos têm ainda toda aquela gama de direitos incorporados, não apenas as VPNIs, como aquênios ou quinquênios que garantiriam um reajuste, para eles, de quatro dígitos a mais que os servidores da ativa ganhariam. Isto se chama distorção.

    Agora, de fato, o modelo de subsídio não coaduna muito com as atividades produtivas. Se, de fato, um dia nos foi oferecido, é porque o custo dos servidores, notadamente inativos e incorporados, é absurdamente distorcido. Hoje, acho que já se caminha para um modelo mais gerencial, no qual inevitavelmente, em algum momento da vida, o judiciário vai recorrer ao perverso modelo de gratificação de desempenho, que na verdade, já existe hoje sob a tácita forma das funções e cargos em comissão.

    Como sempre defendi, um dia, se o 6613, ou qualquer parecido com ele fosse aprovado, é porque nossa perda já seria tamanha que o custo dele ficaria palatável. Parece que este momento está chegando. Num cenário de escolha entre GD ou subsídio, para de fato voltar às remunerações de carreira atrativa, subsídio é incrivelmente melhor. Tanto que quem ganha (bem) por GD luta por subsídio, vide agências.

    Concordei em quase tudo, menos na parte negritada?  Talvez eu tenha entendido tudo errado mas me parece que na sua opinião o servidor que já laborou os trinta anos e juntou seus penduricalhos de forma totalmente legal não merecem receber? E outra eles já não contribuíram com trabalho e descontos em folha para receberem suas aposentadorias? Como te disse, se entendi errado tua explanação sobre o assunto, de antemão me desculpo. Porém se o que entendi é realmente seu pensamento discordo diametralmente.  

    Acho que ele quis dizer o seguinte. A maioria dos servidores aposentados contribuiu sobre uma remuneração pífia e hoje recebem horrores. Todo esse dinheiro que banca os aposentados está saindo sabe de onde? Das suas contribuições, e das contribuições dos demais servidores ativos, descontadas do seu contracheque todo mês. O rombo do caixa na previdência pública hoje é impagável.

    Agora, quando você for se aposentar, o governo já terá feito inúmeros pacotes para fechar o rombo e você vai receber uma pequena merreca.

    O problema não é ser contra nem a favor de quem juntou penduricalhos. Se o cara juntou no tempo, bom pra ele. Tem gente que trabalha 30 anos para ganhar uma aposentadoria de um salário mínimo. Tem outros que recebem quintos incorporados por terem trabalhado por 5 anos. A rigor é uma aposentadoria indireta.

    Sou contra? Sou sim, apesar de achar que se trata de penduricalhos adquiridos conforme a lei. E por que sou contra? Porque não existe almoço grátis. Lá na frente alguém vai pagar por isso. E quem tá pagando somos nós, pois um dos motivos de barrar nosso aumento, tirando o impacto, é a alta média salarial do judiciário.

    Beleza. O governo dá um bolo pra dividir pra duas pessoas. Um fica com o bolo inteiro, e o outro fica sem nada. Para o governo, a média foi de meio bolo pra cada. Quem não recebe nada, fica morrendo de fome.

    PS.: Aliás, os incorporados estão lixando para o aumento de salário dos servidores. Se demorar, até melhor. O que eles querem é que aumente o salário dos magistrados, e assim aumente o teto salarial. Vai ter antigão rindo a toa com 35 mil na conta. Sorte a dele que trabalhou tanto pra isso. Azar o meu que fico no trabalho sem fazer nada.

    PS2: Também acho que o subsídio é vantajoso pela nivelação salarial. O problema maior é na aposentadoria lá na frente. O sistema previdenciário é uma pirâmide. Se essa pirâmide se inverte, com mais valores saindo do caixa para pagar aposentadorias do que entrando com contribuições, o sistema previdenciário quebra. O subsídio não resolve esse problema pois não quebra a paridade.
    Não estou defendendo o governo, mas só existem duas soluções para esse problema, ou aumenta-se as contribuições com aumento de alíquota ou do próprio quadro de servidores, ou institui-se a GD, com valores menores para aposentados quebrando-se a paridade. Essa última parte é péssima pra nós.





    Última edição por Decano em Sex 12 Dez 2014, 8:15 am, editado 3 vez(es)
    avatar
    jornalista
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1572
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por jornalista Sex 12 Dez 2014, 8:06 am

    Wayne Arnold escreveu:[Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Lá vem o "mãos de tesoura"! affraid
    Este é o papel deles. Aliás teve um candidato que disse que tomaria medidas amargas e foi banido do fórum "Eleições 2014" pela Admin do poder moderador.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 8:06 am

    TRF1/MG escreveu:

    Juro que não consigo imaginar os petralhas dizendo sim para nosso aumento... espero estar errado, mas não consigo.


    politica é politica.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 8:07 am

    Jaspion escreveu:
    jornalista escreveu:Alguma novidade do Zé Comeia?

    Novidades do Mamute

    Tópico Geral - Página 24 0042-esbocais-novidade

    lidoval
    lidoval
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 664
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 06/08/2010
    Localização : PRPB

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por lidoval Sex 12 Dez 2014, 8:08 am

    TRF1/MG escreveu:
    Wayne Arnold escreveu:[Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Lá vem o "mãos de tesoura"! affraid

    Juro que não consigo imaginar os petralhas dizendo sim para nosso aumento... espero estar errado, mas não consigo.


    Essa tesoura nas mãos da Dilma é que dá medo.
    sandman_br
    sandman_br
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Análise de sistemas
    Mensagens : 2505
    Reputação : 48
    Data de inscrição : 06/07/2010
    Localização : Brasília - DF

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por sandman_br Sex 12 Dez 2014, 8:12 am

    Fabiano Tronco Dalmolin escreveu:1. Não sou incorporado, não tenho merreca nenhuma, só o percentual de pós-graduação e cursos.

    2. Se a rubrica da ação da anajustra (13%) for estendida a todos os servidores, quero saber como vai ficar os defensores do subsídio?

    3. O nosso modelo de salário não é muito justo, mas isso não se resolve com subsídio. Temos que lutar por um plano de carreira que valorize o servidor (não por tempo de serviço), mas por merecimento e dedicação. Também acho que devemos ter a possibilidade de progredir sempre na carreira e, para isto ocorrer, deveria haver muitos mais níveis na carreira. Inclusive, sou a favor de ascensão funcional dentro da carreira.

    1: me too

    2: fodam-se a quantidade e nome das rúbricas, o que me interessa mesmo o valor líquido que vai ser depositado na minha conta.

    3 :
    Mais níveis? pra você demorar 30 anos pra chegar ao fim da carreira? já trabalhei em uma carreia que tinha mais níveis que se podia alcançar antes da aposentadoria. Era uma mer....

    Valorização por merecimento e dedicação? já inventaram as FCs. Progredir dentro da carreira com ascensão (por merecimento e dedicação) ? já inventaram o concurso público.

    As gratificações permanente por pós/mestrado/doutorado e as gratificações temporárias por participações em cursos (ambas muitas vezes bancadas pela administração) são exemplos de progressão na carreira.


    Sinceramente, o nosso problema é que ficamos sem reajuste desde o fim do último pcs.
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Sem Frescura Sex 12 Dez 2014, 8:12 am

    Contagem regressiva para o dia 16/12, dia da redenção. Evidente que o Lewando está nos bastidores lutando pra conseguir reduzir o parcelamento do PL original, quiçá aprovar o pagamento de uma só vez. Aquele parcelamento informado pelos sindicatos seria apenas o pior cenário, pois JÁ HÁ ACORDO. A vitória se aproxima.
    Frodo
    Frodo
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 217
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 08/07/2014

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Frodo Sex 12 Dez 2014, 8:15 am

    TRF1/MG escreveu:
    Del Piero escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    jornalista escreveu:
    Como ele falou em ascenção na carreira, só valeria para auxiliar e técnico, pois a magistratura é outra carreira.

    Ah entendi... só um grupo tem ascensão e o outro não. Legal, para quem faz parte do grupo que leva vantagem. To decepcionado, já estava me imaginando Juiz... putz. kkk

    hahaha

    Às vezes fico chateado por ser analista. Nunca vi uma proposta que nos beneficiasse.
    Vou fazer concurso para virar auxiliar.

    Acho que não vale a pena, pois com a proposta do colega logo você ascende para técnico e depois para analista, ai dá na mesma kkk.

    Rapaz, que viajem...

    Isto se chama carreira, algumas pessoas até podem ser admitidas diretamente (excepcionalmente) no maior nível, mas normalmente serão admitidas no menor nível e somente chegarão no maior nível conforme regras estabelecidas. Sou defensor deste modelo mas a carreira precisa ser bem definida assim como as regras devem ser definidas para priorizar potencial produtivo contrapondo ao processo seletivo inicial (concurso) que prioriza capacidade de armazenamento de informações imediatas.

    Este tipo de carreira não prejudica os analistas assim como não beneficia os técnicos, é uma mudança de paradigma para as admissões futuras.


    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 8:17 am

    Também acredito! TERÇA!!!!! 4 DIAS!

    Sem Frescura escreveu:Contagem regressiva para o dia 16/12, dia da redenção. Evidente que o Lewando está nos bastidores lutando pra conseguir reduzir o parcelamento do PL original, quiçá aprovar o pagamento de uma só vez. Aquele parcelamento informado pelos sindicatos seria apenas o pior cenário, pois JÁ HÁ ACORDO. A vitória se aproxima.
    Pomerninja
    Pomerninja
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 223
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 09/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Pomerninja Sex 12 Dez 2014, 8:21 am

    Maisquevencedor escreveu:Profeta do zero!!!! Evil or Very Mad  Evil or Very Mad  :trollface:  :guy:


    Pomerninja escreveu:Não se trata nem de ser otimista ou pessimista quanto à concessão de (algum) reajuste e as atuais negociações entre o Judiciário/Executivo/Legislativo.
    Mas tem uma questão que, para mim, não encaixa muito bem nesse esquema todo:
    Posso estar enganado, mas o PL 6613 teria um impacto de cerca de 6 e poucos bilhões...... e foi rejeitado em 2010.
    Agora, em 2014, o PL 7920 teria um impacto de 11 bilhões (tendo em vista o aumento da GAJ) e foi apresentado talvez no pior momento da economia brasileira dos últimos 20 anos, com recessão técnica, cortes de orçamento e despesas, etc.
    Pode-se alegar que $$$$$ sempre tem e tudo depende da força política, mas custo a crer que a Dilma concedesse esse montante para apenas uma categoria, sob o fogo cruzado da imprensa/opinião pública/demais servidores federais.
    Ainda mais vendo os valores comparativos que estão sendo disponibilizado na LDO para o Bolsa-Família, emendas parlamentares, publicidade, saúde e outras rubricas bem mais "interessantes" para o governo "investir" com mais prioridade e visibilidade.
    Enfim, é apenas o meu pensamento e espero estar enganado, mas face a tudo que vivemos nos últimos 5 anos não confio em ninguém até ver o contracheque. fuckyeah

    Se vocês soubessem do conteúdo da cartinha que o vidente Jucelino me mandou sobre o reajuste concordariam comigo...... :trollface:
    wilsoncartorio
    wilsoncartorio
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 83
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 08/08/2011

    Tópico Geral - Página 24 Empty Na boa véi, você é o cego na parada

    Mensagem por wilsoncartorio Sex 12 Dez 2014, 8:21 am

    Na boa véi,

    Se não fosse a comissão pró-subsídio, não teríamos as audiências públicas do mamute. O tal Reginaldo Lopes, fantoche petista, só atrapalhou os servidores. Já era para esse VB está na conta desde 2010. A comissão pró-subsídio atrapalhou por não concordar com a maioria. Isso é ruim para a democracia. Duas bolas fora da comissão pró-subsísio: atrapalhar o nosso reajustes desde 2010 e não aceitar a democracia.

    Felizmente tem gente da comissão que percebeu a mer.da quie fez e faz a política correta que é debater com os servidores nas assembleias e não num gabinete de um deputado petista como Reginaldo Lopes.


    Maisquevencedor escreveu:Véi, na boa!

    Tu deve ser um alienado total ou um sindipelego fiidiquenga. Dizer que a comissão pró-subsídio atrapalhou os servidores do PJU/MPU é de uma heresia sem tamanho. Nem o Vander, no auge de sua loucura e delírios, ousou cagar pelos dedos como você está fazendo agora.

    Quem atrapalha a categoria são os servidores acomodados, os pilantras dos sindilixos que venderam os servidores em troca desse governo desavergonhado.

    Esse aumento já era pra ter saído desde 2009/2010, mas teus ídolos dos sindilixos, acompanhados de um certo suplente de deputado, peitaram o Gilmara Mendes.

    Vá se informar primeiro, antes de ficar defecando pelos dedos.

    Vá uma semana pra sauna com o Kid e sem ky pra tu se curar da cegueira!!! mercury


    wilsoncartorio escreveu:Pelo jeito teremos que esperar fechar este acordo de adequação, com novas datas de parcelamento, para que seja votado em Plenário. Parcelar até 2018 é ruim, mas dado o impacto de mais de dez bilhões, dos males, o menor.

    E no andar da carruagem, Gajão/Gampão, GD e subsídio são cartas fora do baralho até 2018. É a derrota de Gilmar Mendes, Joaquim Barbosa, das viúvas do petista Duvanier, das esposas do petista Reginaldo Lopes, das associações divisionistas (anajus, comissão pró-subsídio, associação de servidores do tse, stf e stj) e dos profetas do "zero", pois todos, sem exceção, fizeram de tudo para atrapalhar os servidores do PJU. Não posso falar do MPU, pois o PGR vem sempre a reboque do acordo entre STF e MPOG.
    avatar
    jornalista
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1572
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por jornalista Sex 12 Dez 2014, 8:22 am

    sandman_br escreveu:
    Fabiano Tronco Dalmolin escreveu:1. Não sou incorporado, não tenho merreca nenhuma, só o percentual de pós-graduação e cursos.

    2. Se a rubrica da ação da anajustra (13%) for estendida a todos os servidores, quero saber como vai ficar os defensores do subsídio?

    3. O nosso modelo de salário não é muito justo, mas isso não se resolve com subsídio. Temos que lutar por um plano de carreira que valorize o servidor (não por tempo de serviço), mas por merecimento e dedicação. Também acho que devemos ter a possibilidade de progredir sempre na carreira e, para isto ocorrer, deveria haver muitos mais níveis na carreira. Inclusive, sou a favor de ascensão funcional dentro da carreira.

    1: me too

    2: fodam-se a quantidade e nome das rúbricas, o que me interessa mesmo o valor líquido que vai ser depositado na minha conta.

    3 :
    Mais níveis? pra você demorar 30 anos pra chegar ao fim da carreira? já trabalhei em uma carreia que tinha mais níveis que se podia alcançar antes da aposentadoria. Era uma mer....

    Valorização por merecimento e dedicação? já inventaram as FCs. Progredir dentro da carreira com ascensão (por merecimento e dedicação) ? já inventaram o concurso público.

    As gratificações permanente por pós/mestrado/doutorado e as gratificações temporárias por participações em cursos (ambas muitas vezes bancadas pela administração) são exemplos de progressão na carreira.


    Sinceramente, o nosso problema é que ficamos sem reajuste desde o fim do último pcs.
    Na teoria, merecimento e dedicação seria o ideal. Na prática, no serviço público e na iniciativa privada, são fatores ligados a puxasaquismo, tráfico de influência, quem indica etc. Sobre a extensão dos 13%, ainda assim eu sou favorável ao subsídio. Aliás na tal propalada oferta do subsídio em 2010, a tabela de analistas era excelente e a de técnicos, ruim. Por que não aceitaram a de analistas e discutiram a melhoria da tabela de técnicos? O sindicato nem deixou. Aliás enquanto deixarmos os sindicatos nas mãos dos atuais dirigentes, estamos lascados. E não se iludam, eles continuarão após a aposentadoria. Tenho visto casos concretos em dois Estados da Federação em que trabalhei.
    Frodo
    Frodo
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 217
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 08/07/2014

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Frodo Sex 12 Dez 2014, 8:24 am

    sandman_br escreveu:
    Fabiano Tronco Dalmolin escreveu:1. Não sou incorporado, não tenho merreca nenhuma, só o percentual de pós-graduação e cursos.

    2. Se a rubrica da ação da anajustra (13%) for estendida a todos os servidores, quero saber como vai ficar os defensores do subsídio?

    3. O nosso modelo de salário não é muito justo, mas isso não se resolve com subsídio. Temos que lutar por um plano de carreira que valorize o servidor (não por tempo de serviço), mas por merecimento e dedicação. Também acho que devemos ter a possibilidade de progredir sempre na carreira e, para isto ocorrer, deveria haver muitos mais níveis na carreira. Inclusive, sou a favor de ascensão funcional dentro da carreira.

    1: me too

    2: fodam-se a quantidade e nome das rúbricas, o que me interessa mesmo o valor líquido que vai ser depositado na minha conta.

    3 :
    Mais níveis? pra você demorar 30 anos pra chegar ao fim da carreira? já trabalhei em uma carreia que tinha mais níveis que se podia alcançar antes da aposentadoria. Era uma mer....

    Valorização por merecimento e dedicação? já inventaram as FCs. Progredir dentro da carreira com ascensão (por merecimento e dedicação) ? já inventaram o concurso público.

    As gratificações permanente por pós/mestrado/doutorado e as gratificações temporárias por participações em cursos (ambas muitas vezes bancadas pela administração) são exemplos de progressão na carreira.


    Sinceramente, o nosso problema é que ficamos sem reajuste desde o fim do último pcs.

    FCs são meios de valorização de merecimento e dedicação??? Eu também acredito em coelho da páscoa e fada dos dentes...

    FC deve ser criada apenas para retribuição de acúmulo de responsabilidades: chefe de setor, participação em comissão, gerencia de projeto, ... Ou seja, onde a pessoa precisa realizar além daquilo que o cargo exige.

    Cargo público reconhece merecimento através de elogios formais e informais, se você quer receber mais por merecimento você tem duas opções:
    - torce pela implementação de uma carreira em níveis que somente possam ser alcançados por merecimento;
    - vai para a iniciativa privada.

    O absurdo que acontece nos TRTs com mais de 85% de servidores com funções é um erro.
    wilsoncartorio
    wilsoncartorio
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 83
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 08/08/2011

    Tópico Geral - Página 24 Empty Mas aconteceu

    Mensagem por wilsoncartorio Sex 12 Dez 2014, 8:25 am

    Também não, mas aconteceu na CFT.

    TRF1/MG escreveu:
    Wayne Arnold escreveu:[Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Lá vem o "mãos de tesoura"! affraid

    Juro que não consigo imaginar os petralhas dizendo sim para nosso aumento... espero estar errado, mas não consigo.
    Aroldo Rique
    Aroldo Rique
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 5984
    Reputação : 40
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Aroldo Rique Sex 12 Dez 2014, 8:26 am

    wilsoncartorio escreveu:Na boa véi,

    Se não fosse a comissão pró-subsídio, não teríamos as audiências públicas do mamute. O tal Reginaldo Lopes, fantoche petista, só atrapalhou os servidores. Já era para esse VB está na conta desde 2010. A comissão pró-subsídio atrapalhou por não concordar com a maioria. Isso é ruim para a democracia. Duas bolas fora da comissão pró-subsísio: atrapalhar o nosso reajustes desde 2010 e não aceitar a democracia.

    Felizmente tem gente da comissão que percebeu a mer.da quie fez e faz a política correta que é debater com os servidores nas assembleias e não num gabinete de um deputado petista como Reginaldo Lopes.


    Maisquevencedor escreveu:Véi, na boa!

    Tu deve ser um alienado total ou um sindipelego fiidiquenga. Dizer que a comissão pró-subsídio atrapalhou os servidores do PJU/MPU é de uma heresia sem tamanho. Nem o Vander, no auge de sua loucura e delírios, ousou cagar pelos dedos como você está fazendo agora.

    Quem atrapalha a categoria são os servidores acomodados, os pilantras dos sindilixos que venderam os servidores em troca desse governo desavergonhado.

    Esse aumento já era pra ter saído desde 2009/2010, mas teus ídolos dos sindilixos, acompanhados de um certo suplente de deputado, peitaram o Gilmara Mendes.

    Vá se informar primeiro, antes de ficar defecando pelos dedos.

    Vá uma semana pra sauna com o Kid e sem ky pra tu se curar da cegueira!!! mercury


    wilsoncartorio escreveu:Pelo jeito teremos que esperar fechar este acordo de adequação, com novas datas de parcelamento, para que seja votado em Plenário. Parcelar até 2018 é ruim, mas dado o impacto de mais de dez bilhões, dos males, o menor.

    E no andar da carruagem, Gajão/Gampão, GD e subsídio são cartas fora do baralho até 2018. É a derrota de Gilmar Mendes, Joaquim Barbosa, das viúvas do petista Duvanier, das esposas do petista Reginaldo Lopes, das associações divisionistas (anajus, comissão pró-subsídio, associação de servidores do tse, stf e stj) e dos profetas do "zero", pois todos, sem exceção, fizeram de tudo para atrapalhar os servidores do PJU. Não posso falar do MPU, pois o PGR vem sempre a reboque do acordo entre STF e MPOG.

    Na época do 6613, nenhuma carreira conseguiu aumento no VB, os aumentos foram todos via subsídio ou GD.

    Já estamos há ANOS no prejuízo por causa da intransigência e das lambanças sindicais.

    E SE esse aumento sair agora, da forma como for será ÚNICA e EXCLUSIVAMENTE pelo fato de (SIC) o Lewandowski ter atrelado o nosso aumento ao dos magistrados, algo que jamais ocorreu.


    _________________

    Pessoal, associem-se à ANATA.
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    avatar
    jornalista
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1572
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por jornalista Sex 12 Dez 2014, 8:26 am

    wilsoncartorio escreveu:Na boa véi,

    Se não fosse a comissão pró-subsídio, não teríamos as audiências públicas do mamute. O tal Reginaldo Lopes, fantoche petista, só atrapalhou os servidores. Já era para esse VB está na conta desde 2010. A comissão pró-subsídio atrapalhou por não concordar com a maioria. Isso é ruim para a democracia. Duas bolas fora da comissão pró-subsísio: atrapalhar o nosso reajustes desde 2010 e não aceitar a democracia.

    Felizmente tem gente da comissão que percebeu a mer.da quie fez e faz a política correta que é debater com os servidores nas assembleias e não num gabinete de um deputado petista como Reginaldo Lopes.


    Maisquevencedor escreveu:Véi, na boa!

    Tu deve ser um alienado total ou um sindipelego fiidiquenga. Dizer que a comissão pró-subsídio atrapalhou os servidores do PJU/MPU é de uma heresia sem tamanho. Nem o Vander, no auge de sua loucura e delírios, ousou cagar pelos dedos como você está fazendo agora.

    Quem atrapalha a categoria são os servidores acomodados, os pilantras dos sindilixos que venderam os servidores em troca desse governo desavergonhado.
    Esse aumento já era pra ter saído desde 2009/2010, mas teus ídolos dos sindilixos, acompanhados de um certo suplente de deputado, peitaram o Gilmara Mendes.

    Vá se informar primeiro, antes de ficar defecando pelos dedos.

    Vá uma semana pra sauna com o Kid e sem ky pra tu se curar da cegueira!!! mercury


    wilsoncartorio escreveu:Pelo jeito teremos que esperar fechar este acordo de adequação, com novas datas de parcelamento, para que seja votado em Plenário. Parcelar até 2018 é ruim, mas dado o impacto de mais de dez bilhões, dos males, o menor.

    E no andar da carruagem, Gajão/Gampão, GD e subsídio são cartas fora do baralho até 2018. É a derrota de Gilmar Mendes, Joaquim Barbosa, das viúvas do petista Duvanier, das esposas do petista Reginaldo Lopes, das associações divisionistas (anajus, comissão pró-subsídio, associação de servidores do tse, stf e stj) e dos profetas do "zero", pois todos, sem exceção, fizeram de tudo para atrapalhar os servidores do PJU. Não posso falar do MPU, pois o PGR vem sempre a reboque do acordo entre STF e MPOG.
    A CPS não atrapalhou nada. Este discurso é do Amarildo (ele disse isto este ano). Como é ligado aos sindicatos e incorporado, está apenas vendendo o peixe e não tiro a razão dele. Se eu fosse incorporado, talvez o fizesse. Está comprovado que o governo não quer dar nada, independente de modelo remuneratório. Quem atrapalhou foi o governo.
    Picoense
    Picoense
    Novo Usuário

    Mensagens : 19
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 11/12/2014

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Picoense Sex 12 Dez 2014, 8:27 am

    Wayne Arnold escreveu:[Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Lá vem o "mãos de tesoura"! affraid

    Os profetas da tesoura há muito já anunciaram!!
    sandman_br
    sandman_br
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Análise de sistemas
    Mensagens : 2505
    Reputação : 48
    Data de inscrição : 06/07/2010
    Localização : Brasília - DF

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por sandman_br Sex 12 Dez 2014, 8:28 am

    TRF1/MG escreveu:
    jornalista escreveu:
    alecspe escreveu:
    TRF1/MG escreveu:

    Ascensão funcional? Eu analista poderia virar Juiz... assim sou favorável também. Agora gostei, apoio a ideia. Fale mais sobre isso... to gostando.

    Tbm dou o carimbo de "APROVADO" a essa ideia!
    Como ele falou em ascenção na carreira, só valeria para auxiliar e técnico, pois a magistratura é outra carreira.

    Ah entendi... só um grupo tem ascensão e o outro não. Legal, para quem faz parte do grupo que leva vantagem. To decepcionado, já estava me imaginando Juiz... putz. kkk

    A ANAJUS chegou a propor isso certa vez. vai que cola...
    sandman_br
    sandman_br
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Análise de sistemas
    Mensagens : 2505
    Reputação : 48
    Data de inscrição : 06/07/2010
    Localização : Brasília - DF

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por sandman_br Sex 12 Dez 2014, 8:31 am

    Del Piero escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    jornalista escreveu:
    alecspe escreveu:

    Tbm dou o carimbo de "APROVADO" a essa ideia!
    Como ele falou em ascenção na carreira, só valeria para auxiliar e técnico, pois a magistratura é outra carreira.

    Ah entendi... só um grupo tem ascensão e o outro não. Legal, para quem faz parte do grupo que leva vantagem. To decepcionado, já estava me imaginando Juiz... putz. kkk

    hahaha

    Às vezes fico chateado por ser analista. Nunca vi uma proposta que nos beneficiasse.
    Vou fazer concurso para virar auxiliar.

    Não fico chateado kkkk mas uma coisa é certa, se você comparar nossas carreiras com as do executivo e legislativo vai ver que uma das menores diferenças entre técnico e analista é no judiciário. Considerando que estamos bem atrás de um bando dessas carreiras dá para notar quem está mais desvalorizado.

    Não estou defendendo que os analistas recebam percentual maior, só acho que os técnicos deveriam considerar isso antes de apontar o dedo para os analistas e os elegerem como vilões da carreira.
    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1798
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por diegowfcp Sex 12 Dez 2014, 8:32 am

    Pomerninja escreveu:
    Maisquevencedor escreveu:Profeta do zero!!!! Evil or Very Mad  Evil or Very Mad  :trollface:  :guy:


    Pomerninja escreveu:Não se trata nem de ser otimista ou pessimista quanto à concessão de (algum) reajuste e as atuais negociações entre o Judiciário/Executivo/Legislativo.
    Mas tem uma questão que, para mim, não encaixa muito bem nesse esquema todo:
    Posso estar enganado, mas o PL 6613 teria um impacto de cerca de 6 e poucos bilhões...... e foi rejeitado em 2010.
    Agora, em 2014, o PL 7920 teria um impacto de 11 bilhões (tendo em vista o aumento da GAJ) e foi apresentado talvez no pior momento da economia brasileira dos últimos 20 anos, com recessão técnica, cortes de orçamento e despesas, etc.
    Pode-se alegar que $$$$$ sempre tem e tudo depende da força política, mas custo a crer que a Dilma concedesse esse montante para apenas uma categoria, sob o fogo cruzado da imprensa/opinião pública/demais servidores federais.
    Ainda mais vendo os valores comparativos que estão sendo disponibilizado na LDO para o Bolsa-Família, emendas parlamentares, publicidade, saúde e outras rubricas bem mais "interessantes" para o governo "investir" com mais prioridade e visibilidade.
    Enfim, é apenas o meu pensamento e espero estar enganado, mas face a tudo que vivemos nos últimos 5 anos não confio em ninguém até ver o contracheque. fuckyeah

    Se vocês soubessem do conteúdo da cartinha que o vidente Jucelino me mandou sobre o reajuste concordariam comigo...... :trollface:


    O teu pensamento tem lógica total, assim como o do seu Madruga, o profeta do zero-mor.

    Mas existe outra linha de raciocínio que foi ventilada aqui que, se verdade, faz mais sentido ainda. Pelo que entendi - SE FOR VERDADE - Lewando condicionou a aprovação do PL dos membros/ministros ao dos servidores. Ele fez isso por ser bonzinho? Certeza absoluta que não. Ele fez porque ele sabe que o que vai ter de servidor minutando 3 linhas de um RExt em uma semana, caso passe só aumento dos membros, não tá na conta. E ele sabe, também, que ameaçando tirar os PLs todos de pauta, Suas Excelências, os congressitas, iriam endoidar, e TUDO ia passar.

    Se essa linha de raciocínio for verídica mesmo, pra mim, tudo faz sentido. Primeiro, porque um impacto de 500 milhões - considerando primeira parcela em novembro - não fará tanta diferença em termos de economia. Segundo, porque, quer queira quer não - e digo isso com muito pesar, pela absoluta falta de ética - o PT não vai querer se indispor com o Judiciário, tampouco com os parlamentares que estão com sangue nos olhos pra lascar Dilma e com sangue na boca por aumento.

    Soma-se tudo que eu disse ao fato de que o próprio Florence falou, POR DIVERSAS VEZES, que havia um ACORDO com o executivo, e ainda falou que a Belchior - a Moça latino-americana" estaria tratando com o Lexando para incluir no orçamento as rubricas referentes ao PL. E, ressalte-se, desde 2006, um PL de impacto passa pela CFT que, conforme disseram, é a tesoura de PLs.

    Pode não sair nada? Pode, mas, por mais paradoxal que pareça, com toda a recessão que estamos vivendo, ainda acho esse o melhor momento pra sair alguma coisa.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 8:35 am

    Decano escreveu:
    alecspe escreveu:
    josebarbos escreveu:
    Decano escreveu:

    O problema não está no subsídio. Muitos aqui ainda preferem o subsídio. A maioria.

    Porém, vamos ter o pé no chão. Já se insistiu com audiências públicas, abaixo-assinados, emendas do subsídio e já tivemos até um PL elaborado pelo MPU instituindo o subsídio.

    Se um dia o governo quis dar o subsídio para nós (acho que nunca quis), hoje isso é mito.

    O governo não quer tanto o subsídio para nós como se imagina, pois remunerar nossa categoria com subsídio seria nos transformar em carreira típica de estado, e isso abriria caminho para outras carreiras terem o mesmo privilégio. Nas linhas da reforma administrativa do Estado, o subsídio instituído por lei é previsto apenas para poucas categorias. A maioria já tem subsídio previsto constitucionalmente. A longo prazo, o subsídio também não seria uma boa para o Governo, pois seria bastante oneroso para a já deficitária previdência dos servidores públicos.

    Ainda nas linhas da reforma administrativa do Estado, o governo queria mesmo era dar GD para nós, com valores diferentes para aposentados e ativos. A GD é boa para o Governo pois remunera o servidor nas mesmas condições de muitas instituições privadas, privilegiando o aumento da eficiência administrativa, sem mexer na estabilidade do servidor. Mas os sindicatos são extremamente resistentes à proposta por causa do fim da paridade com aposentados, irredutibilidade de remuneração, e da possível e diminuição gradativa do quadro de servidores e aumento de doenças ligadas ao assédio organizacional, considerando o estabelecimento de metas cada vez maiores e as cobranças no aumento da produtividade.

    Então, o que ocorreu é que todo mundo cansou. A maioria sabe que o subsídio está sendo usado como engodo para atrasar o nosso aumento. Tanto é, que já tem sindicalista ligado ao PT propondo tabelas mirabolantes de subsídio para oferecer aos 45 do segundo tempo. Só o Vander confia nas "boas intenções" desse povo.

    Ora, se o governo quisesse dar o subsídio ele teria dado um jeito de aprovar a emenda do subsídio. Se ele quisesse, teria dado aval para aprovação do PCS do MPU (subsídio), de impacto mínimo. Ou ainda, se fosse tão desejo do governo o próprio STF, na pessoa do "fiel escudeiro da Dilma" Lewandowsky já teria proposto um PL nesse sentido.

    Não tem como ficar dando murro em ponta de faca. Se os nossos chefes já mostraram que efetivamente não querem implantar o subsídio para nós, então não adianta insistir.

    Além disso, todo mundo sabe que se não sair o PL que está lá agora, vamos ficar pra trás novamente. Talvez o Vander não saiba, mas o Legislativo não pode alterar PL de iniciativa do STF, nem para aumentar o impacto, e nem para aumentar a remuneração proposta no plano original, e nem modificar as bases do plano, como, por exemplo, o modelo remuneratório.

    A gente ia tomar pau na CCJ se a CFT ou a CTASP fizesse uma modificação dessas.

    Discordo, em parte.

    O subsídio é bastante vantajoso financeiramente para o governo, seja pela previsibilidade, como pelo "congelamento" de uma nata de servidores, notadamente inativos, que são verdadeiras bolas de neve.

    Já fiz a conta aqui alguma vez, é até relativamente fácil: pegue os valores do portal da transparência, e faça o salário bruto médio dos servidores ativos e dos inativos do MPF: dá algo mais ou menos, salvo engano, na faixa de 8.500 reais para os ativos, e 10.500 para os inativos. Detalhe: esta média dos ativos é prejudicada para cima, porque considera remunerações esporádicas como 13o, auxílios, adicional de férias, substituições, funções etc.

    Não questiono a legalidade, mas há um erro de princípio: você paga mais para quem não poupou e não produziu do que para quem está na ativa? Os inativos têm ainda toda aquela gama de direitos incorporados, não apenas as VPNIs, como aquênios ou quinquênios que garantiriam um reajuste, para eles, de quatro dígitos a mais que os servidores da ativa ganhariam. Isto se chama distorção.

    Agora, de fato, o modelo de subsídio não coaduna muito com as atividades produtivas. Se, de fato, um dia nos foi oferecido, é porque o custo dos servidores, notadamente inativos e incorporados, é absurdamente distorcido. Hoje, acho que já se caminha para um modelo mais gerencial, no qual inevitavelmente, em algum momento da vida, o judiciário vai recorrer ao perverso modelo de gratificação de desempenho, que na verdade, já existe hoje sob a tácita forma das funções e cargos em comissão.

    Como sempre defendi, um dia, se o 6613, ou qualquer parecido com ele fosse aprovado, é porque nossa perda já seria tamanha que o custo dele ficaria palatável. Parece que este momento está chegando. Num cenário de escolha entre GD ou subsídio, para de fato voltar às remunerações de carreira atrativa, subsídio é incrivelmente melhor. Tanto que quem ganha (bem) por GD luta por subsídio, vide agências.

    Concordei em quase tudo, menos na parte negritada?  Talvez eu tenha entendido tudo errado mas me parece que na sua opinião o servidor que já laborou os trinta anos e juntou seus penduricalhos de forma totalmente legal não merecem receber? E outra eles já não contribuíram com trabalho e descontos em folha para receberem suas aposentadorias? Como te disse, se entendi errado tua explanação sobre o assunto, de antemão me desculpo. Porém se o que entendi é realmente seu pensamento discordo diametralmente.  

    Acho que ele quis dizer o seguinte. A maioria dos servidores aposentados contribuiu sobre uma remuneração pífia e hoje recebem horrores. Todo esse dinheiro que banca os aposentados está saindo sabe de onde? Das suas contribuições, e das contribuições dos demais servidores ativos, descontadas do seu contracheque todo mês. O rombo do caixa na previdência pública hoje é impagável.

    Agora, quando você for se aposentar, o governo já terá feito inúmeros pacotes para fechar o rombo e você vai receber uma pequena merreca.

    O problema não é ser contra nem a favor de quem juntou penduricalhos. Se o cara juntou no tempo, bom pra ele. Tem gente que trabalha 30 anos para ganhar uma aposentadoria de um salário mínimo. Tem outros que recebem quintos incorporados por terem trabalhado por 5 anos. A rigor é uma aposentadoria indireta.

    Sou contra? Sou sim, apesar de achar que se trata de penduricalhos adquiridos conforme a lei. E por que sou contra? Porque não existe almoço grátis. Lá na frente alguém vai pagar por isso. E quem tá pagando somos nós, pois um dos motivos de barrar nosso aumento, tirando o impacto, é a alta média salarial do judiciário.

    Beleza. O governo dá um bolo pra dividir pra duas pessoas. Um fica com o bolo inteiro, e o outro fica sem nada. Para o governo, a média foi de meio bolo pra cada. Quem não recebe nada, fica morrendo de fome.

    PS.: Aliás, os incorporados estão lixando para o aumento de salário dos servidores. Se demorar, até melhor. O que eles querem é que aumente o salário dos magistrados, e assim aumente o teto salarial. Vai ter antigão rindo a toa com 35 mil na conta. Sorte a dele que trabalhou tanto pra isso. Azar o meu que fico no trabalho sem fazer nada.

    PS2: Também acho que o subsídio é vantajoso pela nivelação salarial. O problema maior é na aposentadoria lá na frente. O sistema previdenciário é uma pirâmide. Se essa pirâmide se inverte, com mais valores saindo do caixa para pagar aposentadorias do que entrando com contribuições, o sistema previdenciário quebra. O subsídio não resolve esse problema pois não quebra a paridade.
    Não estou defendendo o governo, mas só existem duas soluções para esse problema, ou aumenta-se as contribuições com aumento de alíquota ou do próprio quadro de servidores, ou institui-se a GD, com valores menores para aposentados quebrando-se a paridade. Essa última parte é péssima pra nós.




    Eu tenho inúmeras críticas ao sistema previdenciário, que é tremendamente injusto.

    A aposentadoria nos modelos de integralidade anterior à 2003 tem uma série de problemas críticos. Houve uma verdadeira farra. Vou citar apenas dois exemplos que eram possíveis, de uma série gigantesca: um é o fato de que não havia tempo no cargo para se aposentar na integralidade, de forma que bastava um dia (literalmente) no cargo novo e você já se aposentaria por aquele salário. Existem carreiras em que ao passar para a inativa você era promovido a um nível hierárquico superior.

    Tais modelos, por óbvio, não combinam com um modelo de meritocracia e justiça, e criaram um verdadeiro rombo que todos nós pagamos. A integralidade significa que alguém que se aposentou com um salário x hoje pode estar incorporando ganhos reais que são conflituosos e criam distorções absurdas. Mas cito novamente um exemplo que é bastante claro quanto a isto.

    à época de surgimento dos primeiros planos de cargos e salários, graças a rubricas cumulativas como anuênios, tipicamente o VB era baixo, e as demais gratificações altíssimas. No nosso primeiro PCS, por exemplo, o VB era inferior ao salário mínimo, ao passo que a GAJ/GAMPu era de 285%. Uma vez extintos anuênios e quinquênios, o governo pode valorizar vencimentos básicos e diminuir o peso de gratificações nesta conta.

    Aí te pergunto: é justo alguém que se aposentou com um salário que tinha um determinado perfil salarial ter ganhos reais graças às distorções de modelo? Para mim, não sei como, mas o que seria justo, não sei em que modelo jurídico, era a adoção de duas possibilidades: ou você aposenta por aquele salário, e passa a ter a revisão da inflação pelo INPC, como é todo o sistema previdenciário (aumentando inclusive sua previsibilidade desta que é a maior despesa federal), ou você opta por ônus e bônus de novos planos de cargos e salários. É previsível, é justo, e aí cada um opta o que achar melhor.

    Trouxe aqui uma lente nova da discussão, importante. Porque qualquer plano sempre terá resistência do executivo também por isto. Nenhum PCS novo deveria adotar o princípio de aumentar distorções, no máximo, na pior das hipóteses, mantê-la. Nisto, jogar o reajuste da GAJ/GAMPU pelo menos é uma estratégia que dá o mesmo a todos, de forma que faz com que tais distorções sejam reduzidas.

    Em tempo, sempre lembrando que é impressionante a maneira como as pessoas ainda acham que terão aposentadoria integral.
    avatar
    jornalista
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1572
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por jornalista Sex 12 Dez 2014, 8:38 am

    sandman_br escreveu:
    Del Piero escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    jornalista escreveu:
    Como ele falou em ascenção na carreira, só valeria para auxiliar e técnico, pois a magistratura é outra carreira.

    Ah entendi... só um grupo tem ascensão e o outro não. Legal, para quem faz parte do grupo que leva vantagem. To decepcionado, já estava me imaginando Juiz... putz. kkk

    hahaha

    Às vezes fico chateado por ser analista. Nunca vi uma proposta que nos beneficiasse.
    Vou fazer concurso para virar auxiliar.

    Não fico chateado kkkk mas uma coisa é certa, se você comparar nossas carreiras com as do executivo e legislativo vai ver que uma das menores diferenças entre técnico e analista é no judiciário. Considerando que estamos bem atrás de um bando dessas carreiras dá para notar quem está mais desvalorizado.

    Não estou defendendo que os analistas recebam percentual maior, só acho que os técnicos deveriam considerar isso antes de apontar o dedo para os analistas e os elegerem como vilões da  carreira.
    Eu gosto da atividade de analista judiciário, tanto na área administrativa, como na judiciária. Não me arrependo. Tentei outros concursos apenas por uma questão financeira e não passei. Somos minoria na carreira, então temos que admitir que não temos força política. Se vier o reajuste, ainda que fatiado, será um fôlego e diante da situação dos sindicatos, penso em me filiar a uma associação, até quem sabe conseguir algo como os 13% da JT. Seria um PCS alternativo. Além disso, consegui adotar uma estratégia que ajuda muito: não conto com FCs, mesmo quando recebo, é como se elas inexistissem e tem dado certo.
    grazi
    grazi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 511
    Reputação : 135
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Localização : PGR

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por grazi Sex 12 Dez 2014, 8:41 am

    Faz tempo que não posto nada, mas acho que desta vez tem chance maior sim, corre o risco de não sair nada, claro, mas acho que sair este tanto de coisas pros juízes e procuradores e nada pro povão, pegaria muito mal, apesar deles não estarem nem ai pros peões, e acho que a grande moeda de troca do Lewando é o petrolão.
    Policarpo (fora) já!
    Policarpo (fora) já!
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 310
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Idade : 46

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Policarpo (fora) já! Sex 12 Dez 2014, 8:41 am

    Para os colegas que conhecem o meu histórico de postagens, sabem que nunca veiculei boatos. No entanto, hoje, vou me dar ao luxo:

    O Emerson Costa, que trabalha na assessoria do Arno Augustin, que tem a família aqui no RS, na cidade onde atualmente trabalho e de onde é minha esposa, ligou-me agora há pouco para 'informar' que estava no aeroporto de Brasília, aguardando para embarcar para o RS, e ouviu de alguns servidores do MPOG uma ferrenha crítica à concessão do nosso aumento. Eles deram como certa a concessão do reajuste, falando, inclusive, em valores do final da carreira de Analista (falaram em R$ 20.000,00) e citaram que ganharíamos muito mais que isso, em razão dos 'penduricalhos'.

    Segundo ele, até ontem, o Arno Augustin não havia confirmado, para ele, o acerto, mas que o pessoal do MPOG deu como confirmado já. Referiram, também, parcelamento, mas não especificaram número de parcelas ou início/fim. Mas sabiam exatamente a remuneração final da carreira.

    Enfim, conversa de aeroporto. Ouso, no entanto, difundi-la. Tomara que o meu primeiro 'boato' se confirme.

    Um grande abraço e boa sorte para todos nós!
    #Doug#
    #Doug#
    Novo Usuário

    Mensagens : 2
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 08/12/2014

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por #Doug# Sex 12 Dez 2014, 8:41 am

    E-mail funcional recebido agora:

    "Bom dia.

    Logo mais, às 10h30 da manhã, o Secretário-geral do MPF, Lauro Pinto Cardoso Neto, estará no auditório da PR/PR (2º andar) para uma conversa com os servidores da Procuradoria.

    Atenciosamente,

    Assessoria de Comunicação MPF/Paraná"


    Quem conhece alguém da PR/PR??
    wilsoncartorio
    wilsoncartorio
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 83
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 08/08/2011

    Tópico Geral - Página 24 Empty O governo faz a parte dele

    Mensagem por wilsoncartorio Sex 12 Dez 2014, 8:42 am

    O governo sempre atrapalha quando chega na CFT. Se perguntar para a ministra do MPOG se ela concorda com o nosso aumento, se fosse de 10 milhões ou 10 bilhões de impacto, ela vai sempre dizer que não tem orçamento.

    O que não pode acontecer é uma pequena parte da categoria se aliar ao inimigo, com foi o caso da comissão pró-subsídio. Tramou no gabinete do Reginaldo Lopes para colocar uma emenda sem discutir com a categoria nas assembleias. Ai foi soda. Para piorar, foi no MPOG pedir ajuda ao tal falecido Duvanier. Só dá bola fora.

    Não sou contra o subsídio. Mas a forma como a comissão pró-subsídio tramou foi coisa da pior espécie. Atacou a democracia e atrapalhou o nosso reajuste. Nem sabia que Amarildo tinha falado algo sobre a comissão pró-subsídio.

    Mas como disse anteriormente, muitos da comissão pró-subsídio já perceberam a burrada e fazem as coisas pelas vias corretas, nada de tramar em conluio com os petistas inimigos. Chega de desonestidade na categoria.


    jornalista escreveu:
    wilsoncartorio escreveu:Na boa véi,

    Se não fosse a comissão pró-subsídio, não teríamos as audiências públicas do mamute. O tal Reginaldo Lopes, fantoche petista, só atrapalhou os servidores. Já era para esse VB está na conta desde 2010. A comissão pró-subsídio atrapalhou por não concordar com a maioria. Isso é ruim para a democracia. Duas bolas fora da comissão pró-subsísio: atrapalhar o nosso reajustes desde 2010 e não aceitar a democracia.

    Felizmente tem gente da comissão que percebeu a mer.da quie fez e faz a política correta que é debater com os servidores nas assembleias e não num gabinete de um deputado petista como Reginaldo Lopes.


    Maisquevencedor escreveu:Véi, na boa!

    Tu deve ser um alienado total ou um sindipelego fiidiquenga. Dizer que a comissão pró-subsídio atrapalhou os servidores do PJU/MPU é de uma heresia sem tamanho. Nem o Vander, no auge de sua loucura e delírios, ousou cagar pelos dedos como você está fazendo agora.

    Quem atrapalha a categoria são os servidores acomodados, os pilantras dos sindilixos que venderam os servidores em troca desse governo desavergonhado.
    Esse aumento já era pra ter saído desde 2009/2010, mas teus ídolos dos sindilixos, acompanhados de um certo suplente de deputado, peitaram o Gilmara Mendes.

    Vá se informar primeiro, antes de ficar defecando pelos dedos.

    Vá uma semana pra sauna com o Kid e sem ky pra tu se curar da cegueira!!! mercury


    wilsoncartorio escreveu:Pelo jeito teremos que esperar fechar este acordo de adequação, com novas datas de parcelamento, para que seja votado em Plenário. Parcelar até 2018 é ruim, mas dado o impacto de mais de dez bilhões, dos males, o menor.

    E no andar da carruagem, Gajão/Gampão, GD e subsídio são cartas fora do baralho até 2018. É a derrota de Gilmar Mendes, Joaquim Barbosa, das viúvas do petista Duvanier, das esposas do petista Reginaldo Lopes, das associações divisionistas (anajus, comissão pró-subsídio, associação de servidores do tse, stf e stj) e dos profetas do "zero", pois todos, sem exceção, fizeram de tudo para atrapalhar os servidores do PJU. Não posso falar do MPU, pois o PGR vem sempre a reboque do acordo entre STF e MPOG.
    A CPS não atrapalhou nada. Este discurso é do Amarildo (ele disse isto este ano). Como é ligado aos sindicatos e incorporado, está apenas vendendo o peixe e não tiro a razão dele. Se eu fosse incorporado, talvez o fizesse. Está comprovado que o governo não quer dar nada, independente de modelo remuneratório. Quem atrapalhou foi o governo.

    Conteúdo patrocinado

    Tópico Geral - Página 24 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 06 Dez 2021, 11:44 pm