PCS JÁ

PCS JÁ



    Tópico Geral

    wilsoncartorio
    wilsoncartorio
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 83
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 08/08/2011

    Tópico Geral Empty Tópico Geral

    Mensagem por wilsoncartorio Sex 12 Dez 2014, 9:02 am

    Absurdo é ter servidores do judiciário que não vão às assembleias. Ou há outra forma de democracia que não seja debater? É evidente que a comissão pró-subsídio é minoria. Se fosse maioria, teria ganho os sindicatos. Qual o sindicato que a comissão pró-subsídio ganhou?

    Mais uma vez reitero que foi uma falha gravíssima da comissão pró-subsídio se juntar ao inimigo, deputado petista Reginaldo Lopes e o falecido Duvanier do MPOG. Atrapalhou o nosso reajuste e trabalhou contra a decisão da maioria da categoria. Felizmente várias pessoas reconheceram isso e a postura atual é bem diferente.

    É claro que o nosso reajuste não saiu também por causa da inércia da maioria da categoria, do governo (até aí não é novidade) etc. Mas a comissão pró-subsídio mandou duas bolas fora.

    euvoltei escreveu:
    wilsoncartorio escreveu:Na boa véi,


    Se não fosse a comissão pró-subsídio, não teríamos as audiências públicas do mamute. O tal Reginaldo Lopes, fantoche petista, só atrapalhou os servidores. Já era para esse VB está na conta desde 2010. A comissão pró-subsídio atrapalhou por não concordar com a maioria. Isso é ruim para a democracia. Duas bolas fora da comissão pró-subsísio: atrapalhar o nosso reajustes desde 2010 e não aceitar a democracia.

    Felizmente tem gente da comissão que percebeu a mer.da quie fez e faz a política correta que é debater com os servidores nas assembleias e não num gabinete de um deputado petista como Reginaldo Lopes.



    Com uma afirmação dessas que "Aquele que não concorda com a maioria atrapalha a democracia"
    Esse "wilsoncartorio" realmente mostrou que é um completo ignorante em todos os sentidos da palavras...

    A democracia não existe, nem se estabeleceu para que minoria seja taxada de "atrapalhadora" da vontade da maioria, ou para que a minoria se curve para maioria sem se manifestar. Isso aí beira à alguma linha de poder ditatorial.


    Quanto absurdo se vê por aqui.........




    Última edição por wilsoncartorio em Sex 12 Dez 2014, 9:04 am, editado 1 vez(es)
    Khal Drogo
    Khal Drogo
    Administrador
    Administrador

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 857
    Reputação : 62
    Data de inscrição : 22/01/2014
    Localização : Curitiba

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Khal Drogo Sex 12 Dez 2014, 9:03 am

    Pessoal, quais foram as datas em que os pcs foram aprovados?
    Teve algum antes de eleição?
    Digoturbinado
    Digoturbinado
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 957
    Reputação : 17
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Digoturbinado Sex 12 Dez 2014, 9:03 am

    Cobra Sólida escreveu:Antes de ser nomeado no MPU, corria-se sério risco de que eu fosse nomeado para o interior. Eu queria ficar na capital onde nasci e fui criado, claro. Uma semana antes da nomeação, sonhei que tinha sido lotado na capital. Qdo sai a nomeacao no DOU, pasmem, fiquei lotado na capital.

    Dito isto, informo a vocês que ontem sonhei com a aprovação e SANÇÃO do nosso PL.

    Podem comemorar! Ele virá!

    Cool Cool sunny sunny

    Anos atras, em Salvador, sonhei que moraria em Sao Paulo onde resido.
    Até agora não sonhei com o PL. Very Happy
    Decano
    Decano
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1415
    Reputação : 97
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Decano Sex 12 Dez 2014, 9:05 am

    Na boa,

    Esse primo da sua esposa que trabalha no Ministério da Fazenda não sabe é de porra nenhuma.

    Aliás, MF é arrecadação. Não consolida a proposta orçamentária, papel do MPOG. Nem quem é da SOF tá sabendo de nada, imagina esse primo da sua esposa.

    Ah, vá!





    wilsoncartorio escreveu:Bem diferente do que você disse aqui [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    O que mudou? A informação dos sindipelegos do RJ e do DF está mais próxima da realidade ou a tua fonte anterior estava fora do Brasil? rs

    Só acho estranho as críticas do MPOG. E quanto ganha o analista da câmara, senado e tcu? Esqueceram que eles tiveram aumento em 2009 e 2010, ganhando mais do que o PJU pleiteia agora, 2014?

    "As últimas informações sobre o trâmite de nosso pedido de aumento no Executivo são as seguintes:

    1. O Executivo continua negando o aumento; a aprovação de ontem, na CFT, deu-se, unicamente, em razão da pressão do Presidente do STF e de seu trânsito junto a parlamentares influentes; o Governo não pressionou pois entende que, no final do ano Legislativo, não há mais prazo hábil para qualquer outra movimentação;

    2. O DG do STF, se for hj no MPOG, receberá idêntica resposta das vezes anteriores: não há possibilidade de negociação neste momento... deixar para o ano que vem... e qualquer aprovação na LOA de verba para essa rubrica será vetada;

    3. Não há canal de negociação com o Executivo; há, apenas, pressão por parte de alguns parlamentares mais influentes;

    4. Aumento e percentuais serão discutidos em conjunto com as demais carreiras, em 2015;

    5. Dilma não vetará eventual aumento concedido pelo Congresso aos Magistrados e Procuradores, mas única e exclusivamente, em razão dos efeitos desse aumento no subsídio dos parlamentares, e não pq ela gostaria de dar aumento aos membros (é uma questão meramente política - oportunidade e conveniência);

    Na verdade, como afirmei em diversos outros posts, o Governo nunca confirmou a negociação. Parece-me que a tática foi sempre 'ir enrolando'. Agora, que a situação ficou mais complicada, resolveram, definitivamente, abrir o jogo. A questão, segundo o primo de minha esposa que trabalha no MF, é meramente econômica. Qualquer outra categoria do serviço público (entendam, eu disse categoria, servidores, não membros) será(ia) tratada da mesma forma.

    Bom, como a grande maioria dos colegas, preciso, urgentemente, desse aumento. Entendo que devo, no entanto, repassar as informações que recebo, por mais complicado que seja aceitar isso.

    Quem sabe no ano que vem, com mais (alguma) mobilização, consigamos reverter esse quadro.

    Um abraço,"

    Policarpo (fora) já! escreveu:Para os colegas que conhecem o meu histórico de postagens, sabem que nunca veiculei boatos. No entanto, hoje, vou me dar ao luxo:

    O Emerson Costa, que trabalha na assessoria do Arno Augustin, que tem a família aqui no RS, na cidade onde atualmente trabalho e de onde é minha esposa, ligou-me agora há pouco para 'informar' que estava no aeroporto de Brasília, aguardando para embarcar para o RS, e ouviu de alguns servidores do MPOG uma ferrenha crítica à concessão do nosso aumento. Eles deram como certa a concessão do reajuste, falando, inclusive, em valores do final da carreira de Analista (falaram em R$ 20.000,00) e citaram que ganharíamos muito mais que isso, em razão dos 'penduricalhos'.

    Segundo ele, até ontem, o Arno Augustin não havia confirmado, para ele, o acerto, mas que o pessoal do MPOG deu como confirmado já. Referiram, também, parcelamento, mas não especificaram número de parcelas ou início/fim. Mas sabiam exatamente a remuneração final da carreira.

    Enfim, conversa de aeroporto. Ouso, no entanto, difundi-la. Tomara que o meu primeiro 'boato' se confirme.

    Um grande abraço e boa sorte para todos nós!


    Última edição por Decano em Sex 12 Dez 2014, 9:07 am, editado 1 vez(es)
    avatar
    jornalista
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1572
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por jornalista Sex 12 Dez 2014, 9:06 am

    josebarbos escreveu:
    jornalista escreveu:
    RICARDO.PONTES escreveu:Na quarta feira e ouvi a sessão da CFT pela internet e um deputado, deve ser da base do governo, pediu a palavra e disse o seguinte: que outras categorias do serviço público estavam com os salários mais defasados do que o nosso e que teria que dar prioridade a estes. No entanto ao final, ele disse que não iria se opor ao nosso reajuste.

    Com essas palavras eu cheguei a uma conclusão : que existe sim um acordo para ser aprovado os reajuste do Jud e que possivelmente o Ministro Lewando e o Proc Janot estão pegando frente ao executivo.

    Deve ter acontecido alguma troca de favores, como por exemplo a aprovaçao das contas da campanha da Dilminha no TSE.

    É só uma achismo!!
    Foi 7x0 no TSE.

    Muito bem observado.
    Minha teoria é a de que pensamos muito em corrupção e contas de campanha, quando na verdade o grande chamariz do acordo foi a revisão da LDO, em que a presidente dependeu de um acordão para não cometer crime de responsabilidade.

    E ainda tem o petrolão, a demissão do CGU etc. (fora o que a gente não sabe. Eu acho que vão descobrir mais coisas).
    camirecas
    camirecas
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAAECJE
    Mensagens : 1546
    Reputação : 76
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por camirecas Sex 12 Dez 2014, 9:06 am

    Decano escreveu:
    alecspe escreveu:
    josebarbos escreveu:
    Decano escreveu:

    O problema não está no subsídio. Muitos aqui ainda preferem o subsídio. A maioria.

    Porém, vamos ter o pé no chão. Já se insistiu com audiências públicas, abaixo-assinados, emendas do subsídio e já tivemos até um PL elaborado pelo MPU instituindo o subsídio.

    Se um dia o governo quis dar o subsídio para nós (acho que nunca quis), hoje isso é mito.

    O governo não quer tanto o subsídio para nós como se imagina, pois remunerar nossa categoria com subsídio seria nos transformar em carreira típica de estado, e isso abriria caminho para outras carreiras terem o mesmo privilégio. Nas linhas da reforma administrativa do Estado, o subsídio instituído por lei é previsto apenas para poucas categorias. A maioria já tem subsídio previsto constitucionalmente. A longo prazo, o subsídio também não seria uma boa para o Governo, pois seria bastante oneroso para a já deficitária previdência dos servidores públicos.

    Ainda nas linhas da reforma administrativa do Estado, o governo queria mesmo era dar GD para nós, com valores diferentes para aposentados e ativos. A GD é boa para o Governo pois remunera o servidor nas mesmas condições de muitas instituições privadas, privilegiando o aumento da eficiência administrativa, sem mexer na estabilidade do servidor. Mas os sindicatos são extremamente resistentes à proposta por causa do fim da paridade com aposentados, irredutibilidade de remuneração, e da possível e diminuição gradativa do quadro de servidores e aumento de doenças ligadas ao assédio organizacional, considerando o estabelecimento de metas cada vez maiores e as cobranças no aumento da produtividade.

    Então, o que ocorreu é que todo mundo cansou. A maioria sabe que o subsídio está sendo usado como engodo para atrasar o nosso aumento. Tanto é, que já tem sindicalista ligado ao PT propondo tabelas mirabolantes de subsídio para oferecer aos 45 do segundo tempo. Só o Vander confia nas "boas intenções" desse povo.

    Ora, se o governo quisesse dar o subsídio ele teria dado um jeito de aprovar a emenda do subsídio. Se ele quisesse, teria dado aval para aprovação do PCS do MPU (subsídio), de impacto mínimo. Ou ainda, se fosse tão desejo do governo o próprio STF, na pessoa do "fiel escudeiro da Dilma" Lewandowsky já teria proposto um PL nesse sentido.

    Não tem como ficar dando murro em ponta de faca. Se os nossos chefes já mostraram que efetivamente não querem implantar o subsídio para nós, então não adianta insistir.

    Além disso, todo mundo sabe que se não sair o PL que está lá agora, vamos ficar pra trás novamente. Talvez o Vander não saiba, mas o Legislativo não pode alterar PL de iniciativa do STF, nem para aumentar o impacto, e nem para aumentar a remuneração proposta no plano original, e nem modificar as bases do plano, como, por exemplo, o modelo remuneratório.

    A gente ia tomar pau na CCJ se a CFT ou a CTASP fizesse uma modificação dessas.

    Discordo, em parte.

    O subsídio é bastante vantajoso financeiramente para o governo, seja pela previsibilidade, como pelo "congelamento" de uma nata de servidores, notadamente inativos, que são verdadeiras bolas de neve.

    Já fiz a conta aqui alguma vez, é até relativamente fácil: pegue os valores do portal da transparência, e faça o salário bruto médio dos servidores ativos e dos inativos do MPF: dá algo mais ou menos, salvo engano, na faixa de 8.500 reais para os ativos, e 10.500 para os inativos. Detalhe: esta média dos ativos é prejudicada para cima, porque considera remunerações esporádicas como 13o, auxílios, adicional de férias, substituições, funções etc.

    Não questiono a legalidade, mas há um erro de princípio: você paga mais para quem não poupou e não produziu do que para quem está na ativa? Os inativos têm ainda toda aquela gama de direitos incorporados, não apenas as VPNIs, como aquênios ou quinquênios que garantiriam um reajuste, para eles, de quatro dígitos a mais que os servidores da ativa ganhariam. Isto se chama distorção.

    Agora, de fato, o modelo de subsídio não coaduna muito com as atividades produtivas. Se, de fato, um dia nos foi oferecido, é porque o custo dos servidores, notadamente inativos e incorporados, é absurdamente distorcido. Hoje, acho que já se caminha para um modelo mais gerencial, no qual inevitavelmente, em algum momento da vida, o judiciário vai recorrer ao perverso modelo de gratificação de desempenho, que na verdade, já existe hoje sob a tácita forma das funções e cargos em comissão.

    Como sempre defendi, um dia, se o 6613, ou qualquer parecido com ele fosse aprovado, é porque nossa perda já seria tamanha que o custo dele ficaria palatável. Parece que este momento está chegando. Num cenário de escolha entre GD ou subsídio, para de fato voltar às remunerações de carreira atrativa, subsídio é incrivelmente melhor. Tanto que quem ganha (bem) por GD luta por subsídio, vide agências.

    Concordei em quase tudo, menos na parte negritada?  Talvez eu tenha entendido tudo errado mas me parece que na sua opinião o servidor que já laborou os trinta anos e juntou seus penduricalhos de forma totalmente legal não merecem receber? E outra eles já não contribuíram com trabalho e descontos em folha para receberem suas aposentadorias? Como te disse, se entendi errado tua explanação sobre o assunto, de antemão me desculpo. Porém se o que entendi é realmente seu pensamento discordo diametralmente.  

    Acho que ele quis dizer o seguinte. A maioria dos servidores aposentados contribuiu sobre uma remuneração pífia e hoje recebem horrores. Todo esse dinheiro que banca os aposentados está saindo sabe de onde? Das suas contribuições, e das contribuições dos demais servidores ativos, descontadas do seu contracheque todo mês. O rombo do caixa na previdência pública hoje é impagável.

    Agora, quando você for se aposentar, o governo já terá feito inúmeros pacotes para fechar o rombo e você vai receber uma pequena merreca.

    O problema não é ser contra nem a favor de quem juntou penduricalhos. Se o cara juntou no tempo, bom pra ele. Tem gente que trabalha 30 anos para ganhar uma aposentadoria de um salário mínimo. Tem outros que recebem quintos incorporados por terem trabalhado por 5 anos. A rigor é uma aposentadoria indireta.

    Sou contra? Sou sim, apesar de achar que se trata de penduricalhos adquiridos conforme a lei. E por que sou contra? Porque não existe almoço grátis. Lá na frente alguém vai pagar por isso. E quem tá pagando somos nós, pois um dos motivos de barrar nosso aumento, tirando o impacto, é a alta média salarial do judiciário.

    Beleza. O governo dá um bolo pra dividir pra duas pessoas. Um fica com o bolo inteiro, e o outro fica sem nada. Para o governo, a média foi de meio bolo pra cada. Quem não recebe nada, fica morrendo de fome.

    PS.: Aliás, os incorporados estão lixando para o aumento de salário dos servidores. Se demorar, até melhor. O que eles querem é que aumente o salário dos magistrados, e assim aumente o teto salarial. Vai ter antigão rindo a toa com 35 mil na conta. Sorte a dele que trabalhou tanto pra isso. Azar o meu que fico no trabalho sem fazer nada.

    PS2: Também acho que o subsídio é vantajoso pela nivelação salarial. O problema maior é na aposentadoria lá na frente. O sistema previdenciário é uma pirâmide. Se essa pirâmide se inverte, com mais valores saindo do caixa para pagar aposentadorias do que entrando com contribuições, o sistema previdenciário quebra. O subsídio não resolve esse problema pois não quebra a paridade.
    Não estou defendendo o governo, mas só existem duas soluções para esse problema, ou aumenta-se as contribuições com aumento de alíquota ou do próprio quadro de servidores, ou institui-se a GD, com valores menores para aposentados quebrando-se a paridade. Essa última parte é péssima pra nós.





    E pensar que um dos argumentos do João Evangelista para defender o 6613 no Sindjufe/Ba era para sermos resignados que logo, logo, seríamos, os novatos, maioria na carreira!
    Propagavam a maioria de antigos, mas debate sobre o orçamento e esses penduricalhos, nada!!!!
    RICARDO.PONTES
    RICARDO.PONTES
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Oréia Seca
    Mensagens : 3440
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 25/08/2010
    Localização : Brasília - DF

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RICARDO.PONTES Sex 12 Dez 2014, 9:08 am

    digao86 escreveu:Pessoal, quais foram as datas em que os pcs foram aprovados?
    Teve algum antes de eleição?

    Entrei em 07/2006 e o PCS foi aprovado em dezembro. No entanto, me recordo que em 2007 foi encaminhados 2 PLs para abrir créditos suplementares (PJUe MPU). A 1ª parcela era para janeiro, mas os PLs foram aprovados depois e já começamos a receber em julho a 2ª parcela em dezembro os retroativos da 1ª parcela!

    Foi mais ou menos assim!
    avatar
    jornalista
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1572
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por jornalista Sex 12 Dez 2014, 9:09 am

    wilsoncartorio escreveu:Absurdo é ter servidores do judiciário que não vão às assembleias. Ou há outra forma de democracia que não seja debater? É evidente que a comissão pró-subsídio é minoria. Se fosse maioria, teria ganho os sindicatos. Qual o sindicato que a comissão pró-subsídio ganhou?

    Mais uma vez reitero que foi uma falha gravíssima da comissão pró-subsídio se juntar ao inimigo, deputado petista Reginaldo Lopes e o falecido Duvanier do MPOG. Atrapalhou o nosso reajuste e trabalhou contra a decisão da maioria da categoria. Felizmente várias pessoas reconheceram isso e a postura atual é bem diferente.

    É claro que o nosso reajuste não saiu também por causa da inércia da maioria da categoria, do governo (até aí não é novidade) etc. Mas a comissão pró-subsídio mandou duas bolas fora.

    euvoltei escreveu:
    wilsoncartorio escreveu:Na boa véi,


    Se não fosse a comissão pró-subsídio, não teríamos as audiências públicas do mamute. O tal Reginaldo Lopes, fantoche petista, só atrapalhou os servidores. Já era para esse VB está na conta desde 2010. A comissão pró-subsídio atrapalhou por não concordar com a maioria. Isso é ruim para a democracia. Duas bolas fora da comissão pró-subsísio: atrapalhar o nosso reajustes desde 2010 e não aceitar a democracia.

    Felizmente tem gente da comissão que percebeu a mer.da quie fez e faz a política correta que é debater com os servidores nas assembleias e não num gabinete de um deputado petista como Reginaldo Lopes.



    Com uma afirmação dessas que "Aquele que não concorda com a maioria atrapalha a democracia"
    Esse "wilsoncartorio" realmente mostrou que é um completo ignorante em todos os sentidos da palavras...

    A democracia não existe, nem se estabeleceu para que minoria seja taxada de "atrapalhadora" da vontade da maioria, ou para que a minoria se curve para maioria sem se manifestar. Isso aí beira à alguma linha de poder ditatorial.


    Quanto absurdo se vê por aqui.........


    Sim a CPS sempre foi minoria e será. Aliás, os favoráveis ao subsídio são ainda menos agora. Eu não, continuo defendendo. Agora dizer que a minoria atrapalhou é no mínimo incongruência. E mais: se não vão à assembleia, vão atrapalhar o quê? Baita discurso de incorporado. Aliás, como já disse, não tiro a sua razão. Se fosse, TALVEZ também o fizesse.
    Junior-RIO
    Junior-RIO
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 825
    Reputação : 70
    Data de inscrição : 12/12/2014
    Localização : Rio de Janeiro

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Junior-RIO Sex 12 Dez 2014, 9:10 am

    Galera, sou novo aqui no Forum, mas é inegável que desde 2006 nunca avançamos tanto em um PCS. Conforme informei, a aprovação na CFT foi encaminhada para a publicação em 12/12. Vamos continuar torcendo que teremos um fim de ano com chave de ouro. cheers


    Junior-RIO escreveu:Acompanhamento de Proposições
    Brasília, sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

    Prezado(a) Sr(a).,

    Informamos que as proposições abaixo sofreram movimentações.


    PL-07920/2014 - Altera dispositivo da Lei nº 11.416, de 15 de dezembro de 2006, Plano de Carreira dos Servidores do Poder Judiciário da União e dá outras providências.
    - 11/12/2014 Parecer recebido para publicação.
    - 11/12/2014 Encaminhada à publicação. Parecer da Comissão de Finanças e Tributação Publicado em avulso e no DCD de 12/12/2014, Letra B.


    AGORA VAI PARA PUBLICAÇÃO !!!! rabbit
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 9:15 am

    Del Piero escreveu:
    Policarpo (fora) já! escreveu:Para os colegas que conhecem o meu histórico de postagens, sabem que nunca veiculei boatos. No entanto, hoje, vou me dar ao luxo:

    O Emerson Costa, que trabalha na assessoria do Arno Augustin, que tem a família aqui no RS, na cidade onde atualmente trabalho e de onde é minha esposa, ligou-me agora há pouco para 'informar' que estava no aeroporto de Brasília, aguardando para embarcar para o RS, e ouviu de alguns servidores do MPOG uma ferrenha crítica à concessão do nosso aumento. Eles deram como certa a concessão do reajuste, falando, inclusive, em valores do final da carreira de Analista (falaram em R$ 20.000,00) e citaram que ganharíamos muito mais que isso, em razão dos 'penduricalhos'.

    Segundo ele, até ontem, o Arno Augustin não havia confirmado, para ele, o acerto, mas que o pessoal do MPOG deu como confirmado já. Referiram, também, parcelamento, mas não especificaram número de parcelas ou início/fim. Mas sabiam exatamente a remuneração final da carreira.

    Enfim, conversa de aeroporto. Ouso, no entanto, difundi-la. Tomara que o meu primeiro 'boato' se confirme.

    Um grande abraço e boa sorte para todos nós!

    Obrigado pela informação, amigo.

    like

    Se o maior profeta do zero e único que soltava o boato fundamentado mudou de lado, o TRF1 e o Denovo deverão mesmo morrer abraçados nessa previsão.

    TRF1, mande o cara da concessionária entregar o carro, que agora vai....
    Policarpo (fora) já!
    Policarpo (fora) já!
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 310
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Idade : 46

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Policarpo (fora) já! Sex 12 Dez 2014, 9:16 am

    Caro colega, com a boa educação que sua afirmação merece,

    pode ser, efetivamente, que o 'primo da minha esposa' não saiba de nada... 'na boa', como sempre afirmei, eram apenas informações que ele repassava, sempre sujeitas à crítica (como a que fazes agora)!

    Nunca pretendi ser o dono da verdade (podes ver pelo número de postagens que faço), como, com certeza, também não és.

    Dou credibilidade às informações que ele passa, por trabalhar diretamente com o Secretário do Tesouro Nacional. Em verdade, o Emerson é servidor público no RS, requisitado para trabalhar em Brasília por questões eminentemente políticas. Há anos faz campanha para o Marco Maia - PT/RS. É da mesma cidade que o Arno Augustin. Enfim... não se pq estou me explicando para alguém que sequer conheço.

    Repasso, apenas, as informações que recebo. Quanto à diferença entre a informação anterior e a postada hj, é óbvio, para um bom leitor, que a de hj trata-se, apenas, de uma conversa tida no aeroporto de Brasília. Frisei, inclusive, que do Arno Augustin não há confirmação alguma, segundo post anterior.

    Faças o que melhor lhe aprouver com a postagem... se não quiseres lê-la, tens a barra de rolagem.


    Decano escreveu:Na boa,

    Esse primo da sua esposa que trabalha no Ministério da Fazenda não sabe é de porra nenhuma.

    Aliás, MF é arrecadação. Não consolida a proposta orçamentária, papel do MPOG. Nem quem é da SOF tá sabendo de nada, imagina esse primo da sua esposa.

    Ah, vá!





    wilsoncartorio escreveu:Bem diferente do que você disse aqui [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    O que mudou? A informação dos sindipelegos do RJ e do DF está mais próxima da realidade ou a tua fonte anterior estava fora do Brasil? rs

    Só acho estranho as críticas do MPOG. E quanto ganha o analista da câmara, senado e tcu? Esqueceram que eles tiveram aumento em 2009 e 2010, ganhando mais do que o PJU pleiteia agora, 2014?

    "As últimas informações sobre o trâmite de nosso pedido de aumento no Executivo são as seguintes:

    1. O Executivo continua negando o aumento; a aprovação de ontem, na CFT, deu-se, unicamente, em razão da pressão do Presidente do STF e de seu trânsito junto a parlamentares influentes; o Governo não pressionou pois entende que, no final do ano Legislativo, não há mais prazo hábil para qualquer outra movimentação;

    2. O DG do STF, se for hj no MPOG, receberá idêntica resposta das vezes anteriores: não há possibilidade de negociação neste momento... deixar para o ano que vem... e qualquer aprovação na LOA de verba para essa rubrica será vetada;

    3. Não há canal de negociação com o Executivo; há, apenas, pressão por parte de alguns parlamentares mais influentes;

    4. Aumento e percentuais serão discutidos em conjunto com as demais carreiras, em 2015;

    5. Dilma não vetará eventual aumento concedido pelo Congresso aos Magistrados e Procuradores, mas única e exclusivamente, em razão dos efeitos desse aumento no subsídio dos parlamentares, e não pq ela gostaria de dar aumento aos membros (é uma questão meramente política - oportunidade e conveniência);

    Na verdade, como afirmei em diversos outros posts, o Governo nunca confirmou a negociação. Parece-me que a tática foi sempre 'ir enrolando'. Agora, que a situação ficou mais complicada, resolveram, definitivamente, abrir o jogo. A questão, segundo o primo de minha esposa que trabalha no MF, é meramente econômica. Qualquer outra categoria do serviço público (entendam, eu disse categoria, servidores, não membros) será(ia) tratada da mesma forma.

    Bom, como a grande maioria dos colegas, preciso, urgentemente, desse aumento. Entendo que devo, no entanto, repassar as informações que recebo, por mais complicado que seja aceitar isso.

    Quem sabe no ano que vem, com mais (alguma) mobilização, consigamos reverter esse quadro.

    Um abraço,"

    Policarpo (fora) já! escreveu:Para os colegas que conhecem o meu histórico de postagens, sabem que nunca veiculei boatos. No entanto, hoje, vou me dar ao luxo:

    O Emerson Costa, que trabalha na assessoria do Arno Augustin, que tem a família aqui no RS, na cidade onde atualmente trabalho e de onde é minha esposa, ligou-me agora há pouco para 'informar' que estava no aeroporto de Brasília, aguardando para embarcar para o RS, e ouviu de alguns servidores do MPOG uma ferrenha crítica à concessão do nosso aumento. Eles deram como certa a concessão do reajuste, falando, inclusive, em valores do final da carreira de Analista (falaram em R$ 20.000,00) e citaram que ganharíamos muito mais que isso, em razão dos 'penduricalhos'.

    Segundo ele, até ontem, o Arno Augustin não havia confirmado, para ele, o acerto, mas que o pessoal do MPOG deu como confirmado já. Referiram, também, parcelamento, mas não especificaram número de parcelas ou início/fim. Mas sabiam exatamente a remuneração final da carreira.

    Enfim, conversa de aeroporto. Ouso, no entanto, difundi-la. Tomara que o meu primeiro 'boato' se confirme.

    Um grande abraço e boa sorte para todos nós!
    wilsoncartorio
    wilsoncartorio
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 83
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 08/08/2011

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por wilsoncartorio Sex 12 Dez 2014, 9:19 am

    Quando digo que "a minoria atrapalhou" foi no sentido de se associar ao inimigo, o deputado petista Reginaldo Lopes, e ao falecido Duvanier, para protelar a aprovação do nosso reajuste em 2010.

    Isso é ruim para a democracia.

    Não sou nem incorporado e nem inflado. Apenas tenho o meu VB e GAJ. Preciso do reajuste da mesma forma que todos. O que se espera é que a minoria aceite a derrota e deixe o projeto tramitar, e não ficar se aliando ao inimigo, que todos sabemos que é petista.

    jornalista escreveu:
    wilsoncartorio escreveu:Absurdo é ter servidores do judiciário que não vão às assembleias. Ou há outra forma de democracia que não seja debater? É evidente que a comissão pró-subsídio é minoria. Se fosse maioria, teria ganho os sindicatos. Qual o sindicato que a comissão pró-subsídio ganhou?

    Mais uma vez reitero que foi uma falha gravíssima da comissão pró-subsídio se juntar ao inimigo, deputado petista Reginaldo Lopes e o falecido Duvanier do MPOG. Atrapalhou o nosso reajuste e trabalhou contra a decisão da maioria da categoria. Felizmente várias pessoas reconheceram isso e a postura atual é bem diferente.

    É claro que o nosso reajuste não saiu também por causa da inércia da maioria da categoria, do governo (até aí não é novidade) etc. Mas a comissão pró-subsídio mandou duas bolas fora.

    Na boa véi,

    Se não fosse a comissão pró-subsídio, não teríamos as audiências públicas do mamute. O tal Reginaldo Lopes, fantoche petista, só atrapalhou os servidores. Já era para esse VB está na conta desde 2010. A comissão pró-subsídio atrapalhou por não concordar com a maioria. Isso é ruim para a democracia. Duas bolas fora da comissão pró-subsísio: atrapalhar o nosso reajustes desde 2010 e não aceitar a democracia.

    Felizmente tem gente da comissão que percebeu a mer.da quie fez e faz a política correta que é debater com os servidores nas assembleias e não num gabinete de um deputado petista como Reginaldo Lopes.
    Sim a CPS sempre foi minoria e será. Aliás, os favoráveis ao subsídio são ainda menos agora. Eu não, continuo defendendo. Agora dizer que a minoria atrapalhou é no mínimo incongruência. E mais: se não vão à assembleia, vão atrapalhar o quê? Baita discurso de incorporado. Aliás, como já disse, não tiro a sua razão. Se fosse, TALVEZ também o fizesse.
    Frodo
    Frodo
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 217
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 08/07/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Frodo Sex 12 Dez 2014, 9:22 am

    josebarbos escreveu:
    Frodo escreveu:FCs são meios de valorização de merecimento e dedicação??? Eu também acredito em coelho da páscoa e fada dos dentes...

    FC deve ser criada apenas para retribuição de acúmulo de responsabilidades: chefe de setor, participação em comissão, gerencia de projeto, ... Ou seja, onde a pessoa precisa realizar além daquilo que o cargo exige.

    Cargo público reconhece merecimento através de elogios formais e informais, se você quer receber mais por merecimento você tem duas opções:
    - torce pela implementação de uma carreira em níveis que somente possam ser alcançados por merecimento;
    - vai para a iniciativa privada.

    O absurdo que acontece nos TRTs com mais de 85% de servidores com funções é um erro.

    Pensar num modelo de regulamentação ideal é mero sonho, por isto este nome, já que habita o plano das ideias.

    Administração pública não pode ser encarada como privada. Nalguns aspectos, sim, noutras não. Para começar, o caso clássico da gestão de competência às avessas: na iniciativa privada, sua remuneração é baseada e aumenta à medida em que possui maior número/qualidade de competências. No serviço público, é o oposto: sua remuneração é estável, mas suas responsabilidades aumentam à medida em que demonstra maior escopo de competências, de forma que passa a ganhar menos por cada competência que demonstra.

    Há o serviço "bom" e o serviço "sujo", como sujo, não o ilegal, mas aquele que ninguém quer fazer. Normalmente, os puxa-sacos vão conseguir acumular FCs e desviá-las para o serviço "bom", de forma que alguém fica com a parte ruim e nem com os bônus de assumi-la. Quando esta "plebe" se revolta, sonhando que os bônus estariam onde devem, há na verdade apenas uma pequena correção, mas jamais chegam à "picanha" e ao "file".

    Saber dosar as coisas é muito importante. Trabalhe com afinco e dedicação, mas não se mate esperando reconhecimento. Se o tiver, agradeça a todos os dias alguém que pelo menos sabe o valor que você tem naquilo que faz, você já é um privilegiado.
    Serviço público, para quem é de fato abnegado, é instrumento de vida e satisfação pelo que você produz ao povo. Não deixa ninguém, honestamente, rico. Tanto que, ao falarmos daqueles caras realmente muito bons de serviço, vai ver o que eles ganham na iniciativa privada, quando deixam o serviço público. Se até lá na cúpula o modelo é injusto, é muito sonho achar que na plebe algum dia será diferente. Especialmente no caso do Judiciário, por ser um órgão numerosamente gigantesco, e o MPU por querer acompanhá-lo, mesmo sendo estruturalmente tão distinto. Quaisquer 10% para uma alta formação acadêmica já custam quase 1 bilhão/ano.

    Sabias palavras, como sempre, José Barbosa, o problema são os "analistas" que não são capazes de "analisar" as situações e ambientes, meros decoradores profissionais (possui até nome: concurseiro) acham-se trabalhadores exemplares e que merecem receber um salário formidável apenas por que passou em um concurso muito concorrido. Alguns poucos justificam corretamente: "mereço ganhar mais pois minhas atividades são de extrema complexidade e demandam conhecimentos adquiridos e aprofundados", mas sofrem verdadeiros pitis quando um técnico faz a mesma justificativa.

    Defendo um modelo de carreira formal e bem estruturado justamente como justificativa para as nossas pretensões salariais. De que adianta um grupo que fica se digladiando entre nível superior vs médio e não são capazes de entender o que cada cargo significa nos seus trabalhos cotidianos.

    Mas ainda acredito que um modelo de regulamentação da carreira justo é tangível, talvez longe do ideal, mas pelo menos algo dentro de justo. É necessários que a lei da carreira estabeleça os principais pontos de avaliação e que as posteriores regulamentações sejam unificadas no maior escopo possível. É necessário que os concursos extraiam as atividades dos cargos a partir das letras da lei, sem mudanças ou adaptações, coisa que não acontece hoje, onde os concursos descrevem os técnicos com atividades de analistas.
    ptralhasnopoder
    ptralhasnopoder
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 659
    Reputação : 55
    Data de inscrição : 18/09/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ptralhasnopoder Sex 12 Dez 2014, 9:24 am

    ALGUÉM ESTÁ SABENDO DO AUMENTO DO VALE COXINHA PARA R$900,00 MANGOS?

    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Sem Frescura Sex 12 Dez 2014, 9:29 am

    ptralhasnopoder escreveu:ALGUÉM ESTÁ SABENDO DO AUMENTO DO VALE COXINHA PARA R$900,00 MANGOS?

    Cerealguy memelol memelol memelol memelol memelol memelol
    Maisquevencedor
    Maisquevencedor
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3003
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Maisquevencedor Sex 12 Dez 2014, 9:29 am

    Tá de brincanagem, né? Diga-me de qual sindilixo você é diretor. Você é o ponciânus, jailton, melqui ou o próprio poli?


    wilsoncartorio escreveu:Na boa véi,

    Se não fosse a comissão pró-subsídio, não teríamos as audiências públicas do mamute. O tal Reginaldo Lopes, fantoche petista, só atrapalhou os servidores. Já era para esse VB está na conta desde 2010. A comissão pró-subsídio atrapalhou por não concordar com a maioria. Isso é ruim para a democracia. Duas bolas fora da comissão pró-subsísio: atrapalhar o nosso reajustes desde 2010 e não aceitar a democracia.

    Felizmente tem gente da comissão que percebeu a mer.da quie fez e faz a política correta que é debater com os servidores nas assembleias e não num gabinete de um deputado petista como Reginaldo Lopes.


    Maisquevencedor escreveu:Véi, na boa!

    Tu deve ser um alienado total ou um sindipelego fiidiquenga. Dizer que a comissão pró-subsídio atrapalhou os servidores do PJU/MPU é de uma heresia sem tamanho. Nem o Vander, no auge de sua loucura e delírios, ousou cagar pelos dedos como você está fazendo agora.

    Quem atrapalha a categoria são os servidores acomodados, os pilantras dos sindilixos que venderam os servidores em troca desse governo desavergonhado.

    Esse aumento já era pra ter saído desde 2009/2010, mas teus ídolos dos sindilixos, acompanhados de um certo suplente de deputado, peitaram o Gilmara Mendes.

    Vá se informar primeiro, antes de ficar defecando pelos dedos.

    Vá uma semana pra sauna com o Kid e sem ky pra tu se curar da cegueira!!! mercury


    wilsoncartorio escreveu:Pelo jeito teremos que esperar fechar este acordo de adequação, com novas datas de parcelamento, para que seja votado em Plenário. Parcelar até 2018 é ruim, mas dado o impacto de mais de dez bilhões, dos males, o menor.

    E no andar da carruagem, Gajão/Gampão, GD e subsídio são cartas fora do baralho até 2018. É a derrota de Gilmar Mendes, Joaquim Barbosa, das viúvas do petista Duvanier, das esposas do petista Reginaldo Lopes, das associações divisionistas (anajus, comissão pró-subsídio, associação de servidores do tse, stf e stj) e dos profetas do "zero", pois todos, sem exceção, fizeram de tudo para atrapalhar os servidores do PJU. Não posso falar do MPU, pois o PGR vem sempre a reboque do acordo entre STF e MPOG.
    Frodo
    Frodo
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 217
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 08/07/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Frodo Sex 12 Dez 2014, 9:29 am

    sandman_br escreveu:
    Frodo escreveu:
    sandman_br escreveu:
    Fabiano Tronco Dalmolin escreveu:1. Não sou incorporado, não tenho merreca nenhuma, só o percentual de pós-graduação e cursos.

    2. Se a rubrica da ação da anajustra (13%) for estendida a todos os servidores, quero saber como vai ficar os defensores do subsídio?

    3. O nosso modelo de salário não é muito justo, mas isso não se resolve com subsídio. Temos que lutar por um plano de carreira que valorize o servidor (não por tempo de serviço), mas por merecimento e dedicação. Também acho que devemos ter a possibilidade de progredir sempre na carreira e, para isto ocorrer, deveria haver muitos mais níveis na carreira. Inclusive, sou a favor de ascensão funcional dentro da carreira.

    1: me too

    2: fodam-se a quantidade e nome das rúbricas, o que me interessa mesmo o valor líquido que vai ser depositado na minha conta.

    3 :
    Mais níveis? pra você demorar 30 anos pra chegar ao fim da carreira? já trabalhei em uma carreia que tinha mais níveis que se podia alcançar antes da aposentadoria. Era uma mer....

    Valorização por merecimento e dedicação? já inventaram as FCs. Progredir dentro da carreira com ascensão (por merecimento e dedicação) ? já inventaram o concurso público.

    As gratificações permanente por pós/mestrado/doutorado e as gratificações temporárias por participações em cursos (ambas muitas vezes bancadas pela administração) são exemplos de progressão na carreira.


    Sinceramente, o nosso problema é que ficamos sem reajuste desde o fim do último pcs.

    FCs são meios de valorização de merecimento e dedicação??? Eu também acredito em coelho da páscoa e fada dos dentes...

    FC deve ser criada apenas para retribuição de acúmulo de responsabilidades: chefe de setor, participação em comissão, gerencia de projeto, ... Ou seja, onde a pessoa precisa realizar além daquilo que o cargo exige.

    Cargo público reconhece merecimento através de elogios formais e informais, se você quer receber mais por merecimento você tem duas opções:
    - torce pela implementação de uma carreira em níveis que somente possam ser alcançados por merecimento;
    - vai para a iniciativa privada.

    O absurdo que acontece nos TRTs com mais de 85% de servidores com funções é um erro.

    FCS são distribuídas por diversos motivos, inclusive merecimento e dedicação.

    Concordo que apenas funções gerenciais deveriam ser gratificadas mas virou complementação salarial. Se ganhássemos bem boa parte recusaria fcs.

    Discordo, no serviço público se você for merecedor poderá sim ser reconhecido através de gratificações.

    Na justiça trabalhista onde existem mais funções que servidores não sinal de reconhecimento receber função, não receber é que é sinal de punição.

    Desculpe, mas você poderiam me apontar onde, na lei, existe a remota possibilidade de nomeação para FC ou CC em retribuição a merecimento ou dedicação?

    Não estou falando do que acontece, apesar da minha experiência mostrar que na maioria dos casos são os "afortunados" que recebem, estou falando do legal.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 9:30 am

    Frodo escreveu:
    josebarbos escreveu:
    Frodo escreveu:FCs são meios de valorização de merecimento e dedicação??? Eu também acredito em coelho da páscoa e fada dos dentes...

    FC deve ser criada apenas para retribuição de acúmulo de responsabilidades: chefe de setor, participação em comissão, gerencia de projeto, ... Ou seja, onde a pessoa precisa realizar além daquilo que o cargo exige.

    Cargo público reconhece merecimento através de elogios formais e informais, se você quer receber mais por merecimento você tem duas opções:
    - torce pela implementação de uma carreira em níveis que somente possam ser alcançados por merecimento;
    - vai para a iniciativa privada.

    O absurdo que acontece nos TRTs com mais de 85% de servidores com funções é um erro.

    Pensar num modelo de regulamentação ideal é mero sonho, por isto este nome, já que habita o plano das ideias.

    Administração pública não pode ser encarada como privada. Nalguns aspectos, sim, noutras não. Para começar, o caso clássico da gestão de competência às avessas: na iniciativa privada, sua remuneração é baseada e aumenta à medida em que possui maior número/qualidade de competências. No serviço público, é o oposto: sua remuneração é estável, mas suas responsabilidades aumentam à medida em que demonstra maior escopo de competências, de forma que passa a ganhar menos por cada competência que demonstra.

    Há o serviço "bom" e o serviço "sujo", como sujo, não o ilegal, mas aquele que ninguém quer fazer. Normalmente, os puxa-sacos vão conseguir acumular FCs e desviá-las para o serviço "bom", de forma que alguém fica com a parte ruim e nem com os bônus de assumi-la. Quando esta "plebe" se revolta, sonhando que os bônus estariam onde devem, há na verdade apenas uma pequena correção, mas jamais chegam à "picanha" e ao "file".

    Saber dosar as coisas é muito importante. Trabalhe com afinco e dedicação, mas não se mate esperando reconhecimento. Se o tiver, agradeça a todos os dias alguém que pelo menos sabe o valor que você tem naquilo que faz, você já é um privilegiado.
    Serviço público, para quem é de fato abnegado, é instrumento de vida e satisfação pelo que você produz ao povo. Não deixa ninguém, honestamente, rico. Tanto que, ao falarmos daqueles caras realmente muito bons de serviço, vai ver o que eles ganham na iniciativa privada, quando deixam o serviço público. Se até lá na cúpula o modelo é injusto, é muito sonho achar que na plebe algum dia será diferente. Especialmente no caso do Judiciário, por ser um órgão numerosamente gigantesco, e o MPU por querer acompanhá-lo, mesmo sendo estruturalmente tão distinto. Quaisquer 10% para uma alta formação acadêmica já custam quase 1 bilhão/ano.

    Sabias palavras, como sempre, José Barbosa, o problema são os "analistas" que não são capazes de "analisar" as situações e ambientes, meros decoradores profissionais (possui até nome: concurseiro) acham-se trabalhadores exemplares e que merecem receber um salário formidável apenas por que passou em um concurso muito concorrido. Alguns poucos justificam corretamente: "mereço ganhar mais pois minhas atividades são de extrema complexidade e demandam conhecimentos adquiridos e aprofundados", mas sofrem verdadeiros pitis quando um técnico faz a mesma justificativa.

    Defendo um modelo de carreira formal e bem estruturado justamente como justificativa para as nossas pretensões salariais. De que adianta um grupo que fica se digladiando entre nível superior vs médio e não são capazes de entender o que cada cargo significa nos seus trabalhos cotidianos.

    Mas ainda acredito que um modelo de regulamentação da carreira justo é tangível, talvez longe do ideal, mas pelo menos algo dentro de justo. É necessários que a lei da carreira estabeleça os principais pontos de avaliação e que as posteriores regulamentações sejam unificadas no maior escopo possível. É necessário que os concursos extraiam as atividades dos cargos a partir das letras da lei, sem mudanças ou adaptações, coisa que não acontece hoje, onde os concursos descrevem os técnicos com atividades de analistas.

    Amiguinho desagregador,

    caso não saiba, existe, nesse fórum, um outro tópico onde vc pode ficar discutindo a sua birrinha. Aqui é para outro carnaval.

    Abraço.
    Jaspion
    Jaspion
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico
    Mensagens : 1031
    Reputação : 54
    Data de inscrição : 06/08/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Jaspion Sex 12 Dez 2014, 9:31 am

    Pomerninja escreveu:

    Se vocês soubessem do conteúdo da cartinha que o vidente Jucelino me mandou sobre o reajuste concordariam comigo...... :trollface:

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    treinert
    treinert
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 117
    Reputação : 13
    Data de inscrição : 09/07/2010
    Idade : 41
    Localização : MPDFT

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por treinert Sex 12 Dez 2014, 9:33 am

    wilsoncartorio escreveu:Absurdo é ter servidores do judiciário que não vão às assembleias. Ou há outra forma de democracia que não seja debater? É evidente que a comissão pró-subsídio é minoria. Se fosse maioria, teria ganho os sindicatos. Qual o sindicato que a comissão pró-subsídio ganhou?

    Mais uma vez reitero que foi uma falha gravíssima da comissão pró-subsídio se juntar ao inimigo, deputado petista Reginaldo Lopes e o falecido Duvanier do MPOG. Atrapalhou o nosso reajuste e trabalhou contra a decisão da maioria da categoria. Felizmente várias pessoas reconheceram isso e a postura atual é bem diferente.

    É claro que o nosso reajuste não saiu também por causa da inércia da maioria da categoria, do governo (até aí não é novidade) etc. Mas a comissão pró-subsídio mandou duas bolas fora.

    euvoltei escreveu:
    wilsoncartorio escreveu:Na boa véi,


    Se não fosse a comissão pró-subsídio, não teríamos as audiências públicas do mamute. O tal Reginaldo Lopes, fantoche petista, só atrapalhou os servidores. Já era para esse VB está na conta desde 2010. A comissão pró-subsídio atrapalhou por não concordar com a maioria. Isso é ruim para a democracia. Duas bolas fora da comissão pró-subsísio: atrapalhar o nosso reajustes desde 2010 e não aceitar a democracia.

    Felizmente tem gente da comissão que percebeu a mer.da quie fez e faz a política correta que é debater com os servidores nas assembleias e não num gabinete de um deputado petista como Reginaldo Lopes.



    Com uma afirmação dessas que "Aquele que não concorda com a maioria atrapalha a democracia"
    Esse "wilsoncartorio" realmente mostrou que é um completo ignorante em todos os sentidos da palavras...

    A democracia não existe, nem se estabeleceu para que minoria seja taxada de "atrapalhadora" da vontade da maioria, ou para que a minoria se curve para maioria sem se manifestar. Isso aí beira à alguma linha de poder ditatorial.


    Quanto absurdo se vê por aqui.........



    Meu caro a culpa foi do Policarpo, ele quiz fazer o nome dele passando por cima do Gilmarzão que já tinha negociado a GD e ia passar, daí veio o papai poli poli e disse: Deixa essa pika comigo que eu vou lá e boto tudo no VB.. o resto vc já sabe né.
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Sem Frescura Sex 12 Dez 2014, 9:34 am

    Del Piero escreveu:
    Frodo escreveu:
    josebarbos escreveu:
    Frodo escreveu:FCs são meios de valorização de merecimento e dedicação??? Eu também acredito em coelho da páscoa e fada dos dentes...

    FC deve ser criada apenas para retribuição de acúmulo de responsabilidades: chefe de setor, participação em comissão, gerencia de projeto, ... Ou seja, onde a pessoa precisa realizar além daquilo que o cargo exige.

    Cargo público reconhece merecimento através de elogios formais e informais, se você quer receber mais por merecimento você tem duas opções:
    - torce pela implementação de uma carreira em níveis que somente possam ser alcançados por merecimento;
    - vai para a iniciativa privada.

    O absurdo que acontece nos TRTs com mais de 85% de servidores com funções é um erro.

    Pensar num modelo de regulamentação ideal é mero sonho, por isto este nome, já que habita o plano das ideias.

    Administração pública não pode ser encarada como privada. Nalguns aspectos, sim, noutras não. Para começar, o caso clássico da gestão de competência às avessas: na iniciativa privada, sua remuneração é baseada e aumenta à medida em que possui maior número/qualidade de competências. No serviço público, é o oposto: sua remuneração é estável, mas suas responsabilidades aumentam à medida em que demonstra maior escopo de competências, de forma que passa a ganhar menos por cada competência que demonstra.

    Há o serviço "bom" e o serviço "sujo", como sujo, não o ilegal, mas aquele que ninguém quer fazer. Normalmente, os puxa-sacos vão conseguir acumular FCs e desviá-las para o serviço "bom", de forma que alguém fica com a parte ruim e nem com os bônus de assumi-la. Quando esta "plebe" se revolta, sonhando que os bônus estariam onde devem, há na verdade apenas uma pequena correção, mas jamais chegam à "picanha" e ao "file".

    Saber dosar as coisas é muito importante. Trabalhe com afinco e dedicação, mas não se mate esperando reconhecimento. Se o tiver, agradeça a todos os dias alguém que pelo menos sabe o valor que você tem naquilo que faz, você já é um privilegiado.
    Serviço público, para quem é de fato abnegado, é instrumento de vida e satisfação pelo que você produz ao povo. Não deixa ninguém, honestamente, rico. Tanto que, ao falarmos daqueles caras realmente muito bons de serviço, vai ver o que eles ganham na iniciativa privada, quando deixam o serviço público. Se até lá na cúpula o modelo é injusto, é muito sonho achar que na plebe algum dia será diferente. Especialmente no caso do Judiciário, por ser um órgão numerosamente gigantesco, e o MPU por querer acompanhá-lo, mesmo sendo estruturalmente tão distinto. Quaisquer 10% para uma alta formação acadêmica já custam quase 1 bilhão/ano.

    Sabias palavras, como sempre, José Barbosa, o problema são os "analistas" que não são capazes de "analisar" as situações e ambientes, meros decoradores profissionais (possui até nome: concurseiro) acham-se trabalhadores exemplares e que merecem receber um salário formidável apenas por que passou em um concurso muito concorrido. Alguns poucos justificam corretamente: "mereço ganhar mais pois minhas atividades são de extrema complexidade e demandam conhecimentos adquiridos e aprofundados", mas sofrem verdadeiros pitis quando um técnico faz a mesma justificativa.

    Defendo um modelo de carreira formal e bem estruturado justamente como justificativa para as nossas pretensões salariais. De que adianta um grupo que fica se digladiando entre nível superior vs médio e não são capazes de entender o que cada cargo significa nos seus trabalhos cotidianos.

    Mas ainda acredito que um modelo de regulamentação da carreira justo é tangível, talvez longe do ideal, mas pelo menos algo dentro de justo. É necessários que a lei da carreira estabeleça os principais pontos de avaliação e que as posteriores regulamentações sejam unificadas no maior escopo possível. É necessário que os concursos extraiam as atividades dos cargos a partir das letras da lei, sem mudanças ou adaptações, coisa que não acontece hoje, onde os concursos descrevem os técnicos com atividades de analistas.

    Amiguinho desagregador,

    caso não saiba, existe, nesse fórum, um outro tópico onde vc pode ficar discutindo a sua birrinha. Aqui é para outro carnaval.

    Abraço.
    like like like like like
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 9:34 am

    9 em cada 10 boletim, de sindicatos se vangloriam pela "articulação" com o deputado X no gabinete Y da lidernaça tal, isso é mesma coisa que qualquer faz e pode fazer....falar e tentar ser escutado...

    Agora vem aqui dizer q aqueles circos dos terrores chamado assembleias são democracia é demais.... se um servidor qualquer for participar de todas simplesmente o PJU,provalvelmente estará sujeito a ser demitido por faltas ao serviço, pq em certos momentos são tão frequentes e com total desrespeito a horários, etc, etc...isso sem falar de urnas fujonas, pessoas que tentaram se filiar e não conseguiram (por serem novatos), etc, etc...

    Pq esses sindicatos são tudo, menos representação da democracia.....


    ahahahha...vc devia soltar logo esse grito de viva coração valente, viva o PT, que tá engasgado(ou escondido)....


    wilsoncartorio escreveu:Quando digo que "a minoria atrapalhou" foi no sentido de se associar ao inimigo, o deputado petista Reginaldo Lopes, e ao falecido Duvanier, para protelar a aprovação do nosso reajuste em 2010.

    Isso é ruim para a democracia.

    Não sou nem incorporado e nem inflado. Apenas tenho o meu VB e GAJ. Preciso do reajuste da mesma forma que todos. O que se espera é que a minoria aceite a derrota e deixe o projeto tramitar, e não ficar se aliando ao inimigo, que todos sabemos que é petista.

    jornalista escreveu:
    wilsoncartorio escreveu:Absurdo é ter servidores do judiciário que não vão às assembleias. Ou há outra forma de democracia que não seja debater? É evidente que a comissão pró-subsídio é minoria. Se fosse maioria, teria ganho os sindicatos. Qual o sindicato que a comissão pró-subsídio ganhou?

    Mais uma vez reitero que foi uma falha gravíssima da comissão pró-subsídio se juntar ao inimigo, deputado petista Reginaldo Lopes e o falecido Duvanier do MPOG. Atrapalhou o nosso reajuste e trabalhou contra a decisão da maioria da categoria. Felizmente várias pessoas reconheceram isso e a postura atual é bem diferente.

    É claro que o nosso reajuste não saiu também por causa da inércia da maioria da categoria, do governo (até aí não é novidade) etc. Mas a comissão pró-subsídio mandou duas bolas fora.

    Na boa véi,

    Se não fosse a comissão pró-subsídio, não teríamos as audiências públicas do mamute. O tal Reginaldo Lopes, fantoche petista, só atrapalhou os servidores. Já era para esse VB está na conta desde 2010. A comissão pró-subsídio atrapalhou por não concordar com a maioria. Isso é ruim para a democracia. Duas bolas fora da comissão pró-subsísio: atrapalhar o nosso reajustes desde 2010 e não aceitar a democracia.

    Felizmente tem gente da comissão que percebeu a mer.da quie fez e faz a política correta que é debater com os servidores nas assembleias e não num gabinete de um deputado petista como Reginaldo Lopes.
    Sim a CPS sempre foi minoria e será. Aliás, os favoráveis ao subsídio são ainda menos agora. Eu não, continuo defendendo. Agora dizer que a minoria atrapalhou é no mínimo incongruência. E mais: se não vão à assembleia, vão atrapalhar o quê? Baita discurso de incorporado. Aliás, como já disse, não tiro a sua razão. Se fosse, TALVEZ também o fizesse.
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Sem Frescura Sex 12 Dez 2014, 9:35 am

    Jaspion escreveu:
    Pomerninja escreveu:

    Se vocês soubessem do conteúdo da cartinha que o vidente Jucelino me mandou sobre o reajuste concordariam comigo...... :trollface:

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    kkkkkkkkkkkkkkk
    Jaspion
    Jaspion
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico
    Mensagens : 1031
    Reputação : 54
    Data de inscrição : 06/08/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Jaspion Sex 12 Dez 2014, 9:35 am

    Cobra Sólida escreveu:Antes de ser nomeado no MPU, corria-se sério risco de que eu fosse nomeado para o interior. Eu queria ficar na capital onde nasci e fui criado, claro. Uma semana antes da nomeação, sonhei que tinha sido lotado na capital. Qdo sai a nomeacao no DOU, pasmem, fiquei lotado na capital.

    Dito isto, informo a vocês que ontem sonhei com a aprovação e SANÇÃO do nosso PL.

    Podem comemorar! Ele virá!

    Cool Cool sunny sunny

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    avatar
    jornalista
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1572
    Reputação : 42
    Data de inscrição : 10/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por jornalista Sex 12 Dez 2014, 9:35 am

    Sem Frescura escreveu:
    ptralhasnopoder escreveu:ALGUÉM ESTÁ SABENDO DO AUMENTO DO VALE COXINHA PARA R$900,00 MANGOS?

    Cerealguy memelol memelol memelol memelol memelol memelol
    É esse o acordo?
    Jaspion
    Jaspion
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico
    Mensagens : 1031
    Reputação : 54
    Data de inscrição : 06/08/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Jaspion Sex 12 Dez 2014, 9:37 am

    Sem Frescura escreveu:
    ptralhasnopoder escreveu:ALGUÉM ESTÁ SABENDO DO AUMENTO DO VALE COXINHA PARA R$900,00 MANGOS?

    Cerealguy memelol memelol memelol memelol memelol memelol

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Denovo?? Sex 12 Dez 2014, 9:39 am

    Morro fiel às minhas convicções.
    Em 02.01.2015, as desculpas de vcs serao aceitas.

    FCCOSTA escreveu:
    Del Piero escreveu:
    Policarpo
    (fora) já! escreveu:
    Para os colegas que conhecem o meu histórico de postagens, sabem que nunca veiculei boatos. No entanto, hoje, vou me dar ao luxo:

    O Emerson Costa, que trabalha na assessoria do Arno Augustin, que tem a família aqui no RS, na cidade onde atualmente trabalho e de onde é minha esposa, ligou-me agora há pouco para 'informar' que estava no aeroporto de Brasília, aguardando para embarcar para o RS, e ouviu de alguns servidores do MPOG uma ferrenha crítica à concessão do nosso aumento. Eles deram como certa a concessão do reajuste, falando, inclusive, em valores do final da carreira de Analista (falaram em R$ 20.000,00) e citaram que ganharíamos muito mais que isso, em razão dos 'penduricalhos'.

    Segundo ele, até ontem, o Arno Augustin não havia confirmado, para ele, o acerto, mas que o pessoal do MPOG deu como confirmado já. Referiram, também, parcelamento, mas não especificaram número de parcelas ou início/fim. Mas sabiam exatamente a remuneração final da carreira.

    Enfim, conversa de aeroporto. Ouso, no entanto, difundi-la. Tomara que o meu primeiro 'boato' se confirme.

    Um grande abraço e boa sorte para todos nós!

    Obrigado pela informação, amigo.

    like

    Se o maior profeta do zero e único que soltava o boato fundamentado mudou de lado, o TRF1 e o Denovo deverão mesmo morrer abraçados nessa previsão.

    TRF1, mande o cara da concessionária entregar o carro, que agora vai....
    avatar
    GDJ
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 525
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 18/11/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por GDJ Sex 12 Dez 2014, 9:42 am

    Sem Frescura escreveu:
    ptralhasnopoder escreveu:ALGUÉM ESTÁ SABENDO DO AUMENTO DO VALE COXINHA PARA R$900,00 MANGOS?

    Cerealguy memelol memelol memelol memelol memelol memelol

    kkkk. Essa semana vai terminar definitivamente com viés de alta: possibilidade de aprovação do PL, possibilidade de pagamento da ação da Anajustra, e quase 150 reais de reajuste do auxilio-alimentação.
    Subsidiado
    Subsidiado
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2425
    Reputação : 60
    Data de inscrição : 06/07/2010
    Localização : FPolis

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Subsidiado Sex 12 Dez 2014, 9:43 am

    Craque da rodada (por enquanto)

    12/12/14 - Policarpo (fora) já
    Pomerninja
    Pomerninja
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 223
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 09/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Pomerninja Sex 12 Dez 2014, 9:43 am

    Sem Frescura escreveu:
    Jaspion escreveu:
    Pomerninja escreveu:

    Se vocês soubessem do conteúdo da cartinha que o vidente Jucelino me mandou sobre o reajuste concordariam comigo...... :trollface:

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    kkkkkkkkkkkkkkk

    Esse "vidente" é conhecido por mandar 45637473 cartas registradas sobre qualquer assunto pra todo lado.
    Pela Lei das Probabilidades, numa hora acerta alguma coisa........até sobre o nosso reajuste (ou não....) :guy:
    epitaciosouza
    epitaciosouza
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 738
    Reputação : 6
    Data de inscrição : 31/08/2011

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por epitaciosouza Sex 12 Dez 2014, 9:49 am

    jornalista escreveu:
    Sem Frescura escreveu:
    ptralhasnopoder escreveu:ALGUÉM ESTÁ SABENDO DO AUMENTO DO VALE COXINHA PARA R$900,00 MANGOS?

    Cerealguy memelol memelol :memelol : memelol memelol memelol
    É esse o acordo?

    Acho que não vai chegar aos 900,00, pq o artigo 88 da LDO 2015 fala em reajuste no índice da inflação:

    Art. 88. Fica vedado o reajuste, no exercício de 2015, em percentual acima da variação no exercício de 2014, do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA do IBGE, dos benefícios auxílio-alimentação ou refeição e assistência pré-escolar, quando o valor per capita vigente do benefício pago pelo órgão ou entidade no âmbito dos Poderes, do Ministério Público da União e da Defensoria Pública da União, for superior ao valor per capita da União, para cada um dos referidos benefícios, praticado no mês de março de 2014.


    _________________
    GDI de 100%.  Aí eu aposento no Judiciário.  [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    epitaciosouza
    epitaciosouza
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 738
    Reputação : 6
    Data de inscrição : 31/08/2011

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por epitaciosouza Sex 12 Dez 2014, 9:50 am

    GDJ escreveu:
    Sem Frescura escreveu:
    ptralhasnopoder escreveu:ALGUÉM ESTÁ SABENDO DO AUMENTO DO VALE COXINHA PARA R$900,00 MANGOS?

    Cerealguy memelol memelol memelol memelol memelol memelol

    kkkk. Essa semana vai terminar definitivamente com viés de alta: possibilidade de aprovação do PL, possibilidade de pagamento da ação da Anajustra, e quase 150 reais de reajuste do auxilio-alimentação.

    Vamos ter uns 50,00 de reajuste no alimentação.


    _________________
    GDI de 100%.  Aí eu aposento no Judiciário.  [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    Jaspion
    Jaspion
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico
    Mensagens : 1031
    Reputação : 54
    Data de inscrição : 06/08/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Jaspion Sex 12 Dez 2014, 9:50 am

    Subsidiado escreveu:Craque da rodada (por enquanto)

    12/12/14 - Policarpo (fora) já

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 9:50 am

    epitaciosouza escreveu:
    jornalista escreveu:
    Sem Frescura escreveu:
    ptralhasnopoder escreveu:ALGUÉM ESTÁ SABENDO DO AUMENTO DO VALE COXINHA PARA R$900,00 MANGOS?

    Cerealguy memelol memelol :memelol : memelol memelol memelol
    É esse o acordo?

    Acho que não vai chegar aos 900,00, pq o artigo 88 da LDO 2015 fala em reajuste no índice da inflação:

    Art. 88. Fica vedado o reajuste, no exercício de 2015, em percentual acima da variação no exercício de 2014, do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA do IBGE, dos benefícios auxílio-alimentação ou refeição e assistência pré-escolar, quando o valor per capita vigente do benefício pago pelo órgão ou entidade no âmbito dos Poderes, do Ministério Público da União e da Defensoria Pública da União, for superior ao valor per capita da União, para cada um dos referidos benefícios, praticado no mês de março de 2014.

    Pela inflação dá 800 e uns quebrados...
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 9:52 am

    Jaspion escreveu:
    Subsidiado escreveu:Craque da rodada (por enquanto)

    12/12/14 - Policarpo (fora) já

    Tópico Geral Baea

    Tópico Geral 2ryod3m
    avatar
    RafaMaster
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 380
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 13/10/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RafaMaster Sex 12 Dez 2014, 9:53 am

    epitaciosouza escreveu:
    jornalista escreveu:
    Sem Frescura escreveu:
    ptralhasnopoder escreveu:ALGUÉM ESTÁ SABENDO DO AUMENTO DO VALE COXINHA PARA R$900,00 MANGOS?

    Cerealguy memelol memelol :memelol : memelol memelol memelol
    É esse o acordo?

    Acho que não vai chegar aos 900,00, pq o artigo 88 da LDO 2015 fala em reajuste no índice da inflação:

    Art. 88. Fica vedado o reajuste, no exercício de 2015, em percentual acima da variação no exercício de 2014, do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA do IBGE, dos benefícios auxílio-alimentação ou refeição e assistência pré-escolar, quando o valor per capita vigente do benefício pago pelo órgão ou entidade no âmbito dos Poderes, do Ministério Público da União e da Defensoria Pública da União, for superior ao valor per capita da União, para cada um dos referidos benefícios, praticado no mês de março de 2014.

    Se você considerar a inflação real daria mesmo uns 900,00. Mas como se trata da inflação maquiada do governo, deve ser 800 mangos memso.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 12 Dez 2014, 9:54 am

    epitaciosouza escreveu:
    jornalista escreveu:
    Sem Frescura escreveu:
    ptralhasnopoder escreveu:ALGUÉM ESTÁ SABENDO DO AUMENTO DO VALE COXINHA PARA R$900,00 MANGOS?

    Cerealguy memelol memelol :memelol : memelol memelol memelol
    É esse o acordo?

    Acho que não vai chegar aos 900,00, pq o artigo 88 da LDO 2015 fala em reajuste no índice da inflação:

    Art. 88. Fica vedado o reajuste, no exercício de 2015, em percentual acima da variação no exercício de 2014, do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA do IBGE, dos benefícios auxílio-alimentação ou refeição e assistência pré-escolar, quando o valor per capita vigente do benefício pago pelo órgão ou entidade no âmbito dos Poderes, do Ministério Público da União e da Defensoria Pública da União, for superior ao valor per capita da União, para cada um dos referidos benefícios, praticado no mês de março de 2014.

    Reajuste dos auxílios pela inflação já é uma dádiva... Daria R$ 800,00 para o alimentação e R$ 635,00 para o auxílio creche.
    Jaspion
    Jaspion
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico
    Mensagens : 1031
    Reputação : 54
    Data de inscrição : 06/08/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Jaspion Sex 12 Dez 2014, 9:59 am

    Del Piero escreveu:
    Jaspion escreveu:
    Subsidiado escreveu:Craque da rodada (por enquanto)

    12/12/14 - Policarpo (fora) já

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    MPF SP
    MPF SP
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Administrativo
    Mensagens : 2150
    Reputação : 218
    Data de inscrição : 17/09/2014
    Idade : 32
    Localização : São Paulo

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por MPF SP Sex 12 Dez 2014, 10:02 am

    Wayne Arnold escreveu:
    epitaciosouza escreveu:
    jornalista escreveu:
    Sem Frescura escreveu:
    Cerealguy memelol memelol :memelol : memelol memelol memelol
    É esse o acordo?

    Acho que não vai chegar aos 900,00, pq o artigo 88 da LDO 2015 fala em reajuste no índice da inflação:

    Art. 88. Fica vedado o reajuste, no exercício de 2015, em percentual acima da variação no exercício de 2014, do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA do IBGE, dos benefícios auxílio-alimentação ou refeição e assistência pré-escolar, quando o valor per capita vigente do benefício pago pelo órgão ou entidade no âmbito dos Poderes, do Ministério Público da União e da Defensoria Pública da União, for superior ao valor per capita da União, para cada um dos referidos benefícios, praticado no mês de março de 2014.

    Pela inflação dá 800 e uns quebrados...

    Para a galera do MPU que vai receber o reajuste na alimentação só em novembro de 2015 de novo ?
    Frodo
    Frodo
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 217
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 08/07/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Frodo Sex 12 Dez 2014, 10:03 am

    Sem Frescura escreveu:
    Del Piero escreveu:
    Frodo escreveu:
    josebarbos escreveu:

    Pensar num modelo de regulamentação ideal é mero sonho, por isto este nome, já que habita o plano das ideias.

    Administração pública não pode ser encarada como privada. Nalguns aspectos, sim, noutras não. Para começar, o caso clássico da gestão de competência às avessas: na iniciativa privada, sua remuneração é baseada e aumenta à medida em que possui maior número/qualidade de competências. No serviço público, é o oposto: sua remuneração é estável, mas suas responsabilidades aumentam à medida em que demonstra maior escopo de competências, de forma que passa a ganhar menos por cada competência que demonstra.

    Há o serviço "bom" e o serviço "sujo", como sujo, não o ilegal, mas aquele que ninguém quer fazer. Normalmente, os puxa-sacos vão conseguir acumular FCs e desviá-las para o serviço "bom", de forma que alguém fica com a parte ruim e nem com os bônus de assumi-la. Quando esta "plebe" se revolta, sonhando que os bônus estariam onde devem, há na verdade apenas uma pequena correção, mas jamais chegam à "picanha" e ao "file".

    Saber dosar as coisas é muito importante. Trabalhe com afinco e dedicação, mas não se mate esperando reconhecimento. Se o tiver, agradeça a todos os dias alguém que pelo menos sabe o valor que você tem naquilo que faz, você já é um privilegiado.
    Serviço público, para quem é de fato abnegado, é instrumento de vida e satisfação pelo que você produz ao povo. Não deixa ninguém, honestamente, rico. Tanto que, ao falarmos daqueles caras realmente muito bons de serviço, vai ver o que eles ganham na iniciativa privada, quando deixam o serviço público. Se até lá na cúpula o modelo é injusto, é muito sonho achar que na plebe algum dia será diferente. Especialmente no caso do Judiciário, por ser um órgão numerosamente gigantesco, e o MPU por querer acompanhá-lo, mesmo sendo estruturalmente tão distinto. Quaisquer 10% para uma alta formação acadêmica já custam quase 1 bilhão/ano.

    Sabias palavras, como sempre, José Barbosa, o problema são os "analistas" que não são capazes de "analisar" as situações e ambientes, meros decoradores profissionais (possui até nome: concurseiro) acham-se trabalhadores exemplares e que merecem receber um salário formidável apenas por que passou em um concurso muito concorrido. Alguns poucos justificam corretamente: "mereço ganhar mais pois minhas atividades são de extrema complexidade e demandam conhecimentos adquiridos e aprofundados", mas sofrem verdadeiros pitis quando um técnico faz a mesma justificativa.

    Defendo um modelo de carreira formal e bem estruturado justamente como justificativa para as nossas pretensões salariais. De que adianta um grupo que fica se digladiando entre nível superior vs médio e não são capazes de entender o que cada cargo significa nos seus trabalhos cotidianos.

    Mas ainda acredito que um modelo de regulamentação da carreira justo é tangível, talvez longe do ideal, mas pelo menos algo dentro de justo. É necessários que a lei da carreira estabeleça os principais pontos de avaliação e que as posteriores regulamentações sejam unificadas no maior escopo possível. É necessário que os concursos extraiam as atividades dos cargos a partir das letras da lei, sem mudanças ou adaptações, coisa que não acontece hoje, onde os concursos descrevem os técnicos com atividades de analistas.

    Amiguinho desagregador,

    caso não saiba, existe, nesse fórum, um outro tópico onde vc pode ficar discutindo a sua birrinha. Aqui é para outro carnaval.

    Abraço.
    like like like like like
    Question Question Question Question Question
    Será que poderia argumentar alguma coisa ou é pedir demais para sua capacidade intelectual? Poderia fazer a gentileza de esclarecer o motivo de me classificar como "desagregador"?

    Tentar depreciar com "amiguinho" é o máximo que você consegue? Está aproveitando a liberdade que os moderadores dão neste fórum para extravasar a sua infância mal resolvida?



    Última edição por Frodo em Sex 12 Dez 2014, 10:04 am, editado 1 vez(es)

    Conteúdo patrocinado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 06 Dez 2021, 10:46 pm