PCS JÁ

PCS JÁ



    Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Cientista
    Cientista
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 44
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 04/11/2014

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Cientista Ter 14 Abr 2015, 1:14 pm

    No último sábado (11), aconteceu, em Brasília, com a presença de dirigentes da Fenajufe e de representantes de vários sindicatos de base, a primeira reunião do Coletivo Nacional da Fenajufe de Técnicos do Judiciário Federal e MPU (Contec). O encontro, que contou com a participação de cerca de 50 servidores, teve como objetivo debater algumas pautas específicas e aprofundar sobre os desafios que esse importante segmento da categoria vem enfrentamento nos últimos anos. As propostas definidas ao final do longo e intenso processo de debate serão avaliadas pela Diretoria Executiva da Fenajufe.

    Ainda na parte da manhã, algumas palestras abordaram os temas do encontro, com destaque para “Carreira em Y e sobreposição/interpolação”, com a servidora do TST Ana Cláudia Mendonça, especialista em gestão de pessoas. Também deram suas contribuições os servidores Adenir José de Sousa, Marcell Manfrim e Júlio Cezar de Oliveira Brito.

    O tema que mereceu mais discussão, e que há algum tempo vem sendo objeto de debate entre a categoria, trata-se da escolaridade para a entrada no cargo de técnico, através de concurso público. Após a discussão, em que opiniões contrárias e favoráveis foram expostas à plenária, foi aprovada o curso superior como requisito para a investidura no cargo de técnico, tanto no Judiciário Federal como no Ministério Público da União. Esse indicativo ainda será submetido às instâncias deliberativas da Fenajufe.

    Para evitar mudanças que possam resultar na extinção do cargo de técnico, a reunião também aprovou defender a manutenção da mesma nomenclatura e das atuais atribuições do cargo. Além disso, o Coletivo Nacional de Técnicos defende, ainda, a criação de um mecanismo que evite a redução salarial em casos de mudança do servidor do cargo de técnico para o cargo de analista, por meio de concurso público, seja por enquadramento proporcional ao tempo de serviço na carreira do Judiciário ou do MPU, ou por estabelecimento de VPNI (Vantagem Pessoal Nominalmente Identificável).

    Entre outras propostas aprovadas pelos participantes da primeira reunião do Contec, se destacam também:

    - Organização do quadro de pessoal em carreira única através da aprovação do PL 319/ 07;

    - Ascensão funcional dentro dos critérios rigorosos e democráticos estabelecidos na PEC 34/2007;

    - Reforçar a decisões já existentes de que os técnicos sejam carreira típica (exclusiva) de Estado e a defesa da carreira única dos servidores do Poder Judiciário da União;

    - Vincular os vencimentos dos servidores com os dos magistrados e procuradores.
    A segunda reunião do Contec está prevista para ocorrer em junho deste ano, com data ainda a ser definida pela Diretoria Executiva da Fenajufe.

    Para o coordenador geral da Fenajufe Adilson Rodrigues, que coordenou a mesa da reunião, o encontro teve a oportunidade de debater questões fundamentais para os servidores técnicos do Judiciário Federal e do MPU. “Somos mais de 60 mil técnicos em todo o país e representamos mais de 2/3 de toda a força de trabalho que faz o Judiciário Federal e o MPU funcionar. Por isso, exigimos o fim dos desvios de função e de todas as distorções existentes. Nossa luta é por respeito e valorização dos técnicos e de toda a carreira”, defende o dirigente.
    Pela Fenajufe, além de Adilson, participaram os coordenadores Cledo Vieira, Mara Weber, Inês Castro, Eugênia Lacerda, Jacqueline Albuquerque e Saulo Arcangeli. Dos sindicatos filiados, estiverem presentes representantes do Sinjeam/AM, Sintrajufe/CE, Sinje/CE, Sindjus/DF, Sinpojufes/ES, Sinjufego/GO, Sitraemg/MG, Sindjufe/MS, Sindijufe/MT, Sindjuf/PA-AP, Sindjuf/PB, Sinjuspar/PR, Sisejufe/RJ, Sintrajurn/RN, Sintrajufe/RS, Sintrajud/SP, Sindiquinze/SP, Sindjuf/SE, Sinsjustra/RO-AC, Sindjufe/TO e Sindjus/AL.


    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    avatar
    Convidado
    Convidado

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Convidado Ter 14 Abr 2015, 2:47 pm

    Cientista escreveu:No último sábado (11), aconteceu, em Brasília, com a presença de dirigentes da Fenajufe e de representantes de vários sindicatos de base, a primeira reunião do Coletivo Nacional da Fenajufe de Técnicos do Judiciário Federal e MPU (Contec). O encontro, que contou com a participação de cerca de 50 servidores, teve como objetivo debater algumas pautas específicas e aprofundar sobre os desafios que esse importante segmento da categoria vem enfrentamento nos últimos anos. As propostas definidas ao final do longo e intenso processo de debate serão avaliadas pela Diretoria Executiva da Fenajufe.

    Ainda na parte da manhã, algumas palestras abordaram os temas do encontro, com destaque para “Carreira em Y e sobreposição/interpolação”, com a servidora do TST Ana Cláudia Mendonça, especialista em gestão de pessoas. Também deram suas contribuições os servidores Adenir José de Sousa,  Marcell Manfrim e Júlio Cezar de Oliveira Brito.

    O tema que mereceu mais discussão, e que há algum tempo vem sendo objeto de debate entre a categoria, trata-se da escolaridade para a entrada no cargo de técnico, através de concurso público. Após a discussão, em que opiniões contrárias e favoráveis foram expostas à plenária, foi aprovada o curso superior como requisito para a investidura no cargo de técnico, tanto no Judiciário Federal como no Ministério Público da União. Esse indicativo ainda será submetido às instâncias deliberativas da Fenajufe.

    Para evitar mudanças que possam resultar na extinção do cargo de técnico, a reunião também aprovou defender a manutenção da mesma nomenclatura e das atuais atribuições do cargo. Além disso, o Coletivo Nacional de Técnicos defende, ainda, a criação de um mecanismo que evite a redução salarial em casos de mudança do servidor do cargo de técnico para o cargo de analista, por meio de concurso público, seja por enquadramento proporcional ao tempo de serviço na carreira do Judiciário ou do MPU, ou por estabelecimento de VPNI (Vantagem Pessoal Nominalmente Identificável).

    Entre outras propostas aprovadas pelos participantes da primeira reunião do Contec, se destacam também:

    - Organização do quadro de pessoal em carreira única através da aprovação do PL 319/ 07;

    - Ascensão funcional dentro dos critérios rigorosos e democráticos estabelecidos na PEC 34/2007;

    - Reforçar a decisões já existentes de que os técnicos sejam carreira típica (exclusiva) de Estado e a defesa da carreira única dos servidores do Poder Judiciário da União;

    - Vincular os vencimentos dos servidores com os dos magistrados e procuradores.
    A segunda reunião do Contec está prevista para ocorrer em junho deste ano, com data ainda a ser definida pela Diretoria Executiva da Fenajufe.

    Para o coordenador geral da Fenajufe Adilson Rodrigues, que coordenou a mesa da reunião, o encontro teve a oportunidade de debater questões fundamentais para os servidores técnicos do Judiciário Federal e do MPU. “Somos mais de 60 mil técnicos em todo o país e representamos mais de 2/3 de toda a força de trabalho que faz o Judiciário Federal e o MPU funcionar. Por isso, exigimos o fim dos desvios de função e de todas as distorções existentes. Nossa luta é por respeito e valorização dos técnicos e de toda a carreira”, defende o dirigente.
    Pela Fenajufe, além de Adilson, participaram os coordenadores Cledo Vieira, Mara Weber, Inês Castro, Eugênia Lacerda, Jacqueline Albuquerque e Saulo Arcangeli. Dos sindicatos filiados, estiverem presentes representantes do Sinjeam/AM, Sintrajufe/CE, Sinje/CE, Sindjus/DF, Sinpojufes/ES, Sinjufego/GO, Sitraemg/MG, Sindjufe/MS, Sindijufe/MT, Sindjuf/PA-AP, Sindjuf/PB, Sinjuspar/PR, Sisejufe/RJ, Sintrajurn/RN, Sintrajufe/RS, Sintrajud/SP, Sindiquinze/SP, Sindjuf/SE, Sinsjustra/RO-AC, Sindjufe/TO e Sindjus/AL.


    http://www.fenajufe.org.br/index.php/imprensa/ultimas-noticias/fenajufe/2903-primeira-reuniao-do-contec-aprova-a-defesa-da-exigencia-de-curso-superior-para-o-cargo-de-tecnico



    Resisti a vontade de ficar calado, mas a vontade de postar foi mais forte.

    Vamos aos fatos. O texto fala que são mais de 60.000 técnicos. Vamos deixar o número em 60.000. Compareceram a reunião 50 pessoas - que vou partir do princípio serem todos técnicos. Assim, esse quantitativo de presentes corresponde exatamente a 0,083333% dos técnicos, arredondando pra cima daria 0,084%. Nem chega a 0,1%.

    Dentre os temas, querem que uma carreira de nível médio seja reconhecida como carreira típica de estado, além de vincular o vencimento com o dos magistrados e procuradores.

    Não sei mais em que mundo vivo. Nunca fumei maconha, eu juro, mas a leitura de coisas como essas me fazem pensar que alguém está colocando drogas em minha comida.

    Vincular vencimento com os membros, até que me provem o contrário, é proibido. Não me lembro agora o dispositivo.

    Em segundo lugar, vincular vencimento só é possível com a mudança do regime remuneratório e, até onde ei sei, magistrados e procuradores recebem por subsídio. Aí eu pergunto se o pessoal incorporado vai aprovar essa ideia assim fácil. Acho que não.

    Por fim pedem ascensão funcional, instituto esse várias vezes rechaçado pelo STF em inúmeros julgados.

    Só me resta concluir que menos de 0,1% dos técnicos querem que sua carreira, que está em extinção, seja declarada carreira de estado, com vencimentos vinculados aos membros do PJU e MPU e, ainda por cima, com ascensão funcional. Entendi certo?

    Depois me digam onde esse pessoal compra essa maconha pois deve ser da boa.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8806
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por darkshi Ter 14 Abr 2015, 2:53 pm

    PaladinoRS escreveu:
    Cientista escreveu:No último sábado (11), aconteceu, em Brasília, com a presença de dirigentes da Fenajufe e de representantes de vários sindicatos de base, a primeira reunião do Coletivo Nacional da Fenajufe de Técnicos do Judiciário Federal e MPU (Contec). O encontro, que contou com a participação de cerca de 50 servidores, teve como objetivo debater algumas pautas específicas e aprofundar sobre os desafios que esse importante segmento da categoria vem enfrentamento nos últimos anos. As propostas definidas ao final do longo e intenso processo de debate serão avaliadas pela Diretoria Executiva da Fenajufe.

    Ainda na parte da manhã, algumas palestras abordaram os temas do encontro, com destaque para “Carreira em Y e sobreposição/interpolação”, com a servidora do TST Ana Cláudia Mendonça, especialista em gestão de pessoas. Também deram suas contribuições os servidores Adenir José de Sousa,  Marcell Manfrim e Júlio Cezar de Oliveira Brito.

    O tema que mereceu mais discussão, e que há algum tempo vem sendo objeto de debate entre a categoria, trata-se da escolaridade para a entrada no cargo de técnico, através de concurso público. Após a discussão, em que opiniões contrárias e favoráveis foram expostas à plenária, foi aprovada o curso superior como requisito para a investidura no cargo de técnico, tanto no Judiciário Federal como no Ministério Público da União. Esse indicativo ainda será submetido às instâncias deliberativas da Fenajufe.

    Para evitar mudanças que possam resultar na extinção do cargo de técnico, a reunião também aprovou defender a manutenção da mesma nomenclatura e das atuais atribuições do cargo. Além disso, o Coletivo Nacional de Técnicos defende, ainda, a criação de um mecanismo que evite a redução salarial em casos de mudança do servidor do cargo de técnico para o cargo de analista, por meio de concurso público, seja por enquadramento proporcional ao tempo de serviço na carreira do Judiciário ou do MPU, ou por estabelecimento de VPNI (Vantagem Pessoal Nominalmente Identificável).

    Entre outras propostas aprovadas pelos participantes da primeira reunião do Contec, se destacam também:

    - Organização do quadro de pessoal em carreira única através da aprovação do PL 319/ 07;

    - Ascensão funcional dentro dos critérios rigorosos e democráticos estabelecidos na PEC 34/2007;

    - Reforçar a decisões já existentes de que os técnicos sejam carreira típica (exclusiva) de Estado e a defesa da carreira única dos servidores do Poder Judiciário da União;

    - Vincular os vencimentos dos servidores com os dos magistrados e procuradores.
    A segunda reunião do Contec está prevista para ocorrer em junho deste ano, com data ainda a ser definida pela Diretoria Executiva da Fenajufe.

    Para o coordenador geral da Fenajufe Adilson Rodrigues, que coordenou a mesa da reunião, o encontro teve a oportunidade de debater questões fundamentais para os servidores técnicos do Judiciário Federal e do MPU. “Somos mais de 60 mil técnicos em todo o país e representamos mais de 2/3 de toda a força de trabalho que faz o Judiciário Federal e o MPU funcionar. Por isso, exigimos o fim dos desvios de função e de todas as distorções existentes. Nossa luta é por respeito e valorização dos técnicos e de toda a carreira”, defende o dirigente.
    Pela Fenajufe, além de Adilson, participaram os coordenadores Cledo Vieira, Mara Weber, Inês Castro, Eugênia Lacerda, Jacqueline Albuquerque e Saulo Arcangeli. Dos sindicatos filiados, estiverem presentes representantes do Sinjeam/AM, Sintrajufe/CE, Sinje/CE, Sindjus/DF, Sinpojufes/ES, Sinjufego/GO, Sitraemg/MG, Sindjufe/MS, Sindijufe/MT, Sindjuf/PA-AP, Sindjuf/PB, Sinjuspar/PR, Sisejufe/RJ, Sintrajurn/RN, Sintrajufe/RS, Sintrajud/SP, Sindiquinze/SP, Sindjuf/SE, Sinsjustra/RO-AC, Sindjufe/TO e Sindjus/AL.


    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]



    Resisti a vontade de ficar calado, mas a vontade de postar foi mais forte.

    Vamos aos fatos. O texto fala que são mais de 60.000 técnicos. Vamos deixar o número em 60.000. Compareceram a reunião 50 pessoas - que vou partir do princípio serem todos técnicos. Assim, esse quantitativo de presentes corresponde exatamente a 0,083333% dos técnicos, arredondando pra cima daria 0,084%. Nem chega a 0,1%.

    Dentre os temas, querem que uma carreira de nível médio seja reconhecida como carreira típica de estado, além de vincular o vencimento com o dos magistrados e procuradores.

    Não sei mais em que mundo vivo. Nunca fumei maconha, eu juro, mas a leitura de coisas como essas me fazem pensar que alguém está colocando drogas em minha comida.

    Vincular vencimento com os membros, até que me provem o contrário, é proibido. Não me lembro agora o dispositivo.

    Em segundo lugar, vincular vencimento só é possível com a mudança do regime remuneratório e, até onde ei sei, magistrados e procuradores recebem por subsídio. Aí eu pergunto se o pessoal incorporado vai aprovar essa ideia assim fácil. Acho que não.

    Por fim pedem ascensão funcional, instituto esse várias vezes rechaçado pelo STF em inúmeros julgados.

    Só me resta concluir que menos de 0,1% dos técnicos querem que sua carreira, que está em extinção, seja declarada carreira de estado, com vencimentos vinculados aos membros do PJU e MPU e, ainda por cima, com ascensão funcional. Entendi certo?

    Depois me digam onde esse pessoal compra essa maconha pois deve ser da boa.

    Continua sendo um estupido e mal educado.
    Tu não quer debates. Tu só quer avacalhar.
    Deveria ter apagado a sua conta quando tu disse que iria.

    ps: Mas vou dar uma dica. PEC é diferente de PL.


    Última edição por darkshi em Ter 14 Abr 2015, 3:07 pm, editado 1 vez(es)
    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3137
    Reputação : 209
    Data de inscrição : 06/07/2010

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por corujito Ter 14 Abr 2015, 2:57 pm

    Peraí! Vamos alterar a treta pra cá? Não é melhor levar isso para o tópico da treta?

    Cientista
    Cientista
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 44
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 04/11/2014

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Cientista Ter 14 Abr 2015, 3:13 pm

    A verdade é que Técnico com nivel superior já não é mais uma questão de "se", mas uma questão de "quando".
    Receita, Policia e caminhando p Judiciário
    Fato
    avatar
    Convidado
    Convidado

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Convidado Ter 14 Abr 2015, 3:57 pm

    Cientista escreveu:A verdade é que Técnico com nivel superior já não é mais uma questão de "se", mas uma questão de "quando".
    Receita, Policia e caminhando p Judiciário
    Fato

    Não vou colocar mais lenha na fogueira. Já que é uma questão de QUANDO e não de SE, QUANDO isso acontecer eu pago um almoço Darkshi no restaurante que vcs escolherem. E podem levar ainda o cidadão que gosta de observar pássaros junto.
    Cientista
    Cientista
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 44
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 04/11/2014

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Cientista Ter 14 Abr 2015, 4:32 pm

    PaladinoRS escreveu:
    Cientista escreveu:A verdade é que Técnico com nivel superior já não é mais uma questão de "se", mas uma questão de "quando".
    Receita, Policia e caminhando p Judiciário
    Fato

    Não vou colocar mais lenha na fogueira. Já que é uma questão de QUANDO e não de SE, QUANDO isso acontecer eu pago um almoço Darkshi no restaurante que vcs escolherem. E podem levar ainda o cidadão que gosta de observar pássaros junto.

    No piano bar tá sussa
    Ronnie Adams
    Ronnie Adams
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 171
    Reputação : -23
    Data de inscrição : 13/08/2013

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Ronnie Adams Ter 14 Abr 2015, 5:01 pm

    PaladinoRS escreveu:
    Cientista escreveu:A verdade é que Técnico com nivel superior já não é mais uma questão de "se", mas uma questão de "quando".
    Receita, Policia e caminhando p Judiciário
    Fato

    Não vou colocar mais lenha na fogueira. Já que é uma questão de QUANDO e não de SE, QUANDO isso acontecer eu pago um almoço Darkshi no restaurante que vcs escolherem. E podem levar ainda o cidadão que gosta de observar pássaros junto.

    Gente, agressão não leva a nada (de bom). Foquemo-nos no plano das ideias. A Fenajufe vai defender a opinião desses 50 técnicos e centenas de outros que formam a maioria do PJU. Simplesmente porque são a maioria esmagadora. Apesar de ser uma possível saída para facilitar a aprovação de reajustes de toda a carreira e, de quebra, aumentar os vencimentos dos técnicos e provavelmente rebaixar o dos analistas por causa do enorme impacto da medida após a aprovação de um novo PCS depois do PL 7920, o fato é que no STF não se é a favor dessa proposta. A pressão sindical pode mudar isso mas nossos sindicatos estão fortes?! Parece que não.
    Considero legítima a valorização dos técnicos que ganham ainda menos que os analistas pois uma parcela significativa daqueles é realmente bem qualificada e faz trabalho idêntico em vários tribunais. Mas toda generalização é burra! Nem todos os técnicos são fodões não. Nem os analistas. Acreditem. A PEC da ascensão é mais razoável do que a proposta do Movatec: permitir que os mais qualificados sejam promovidos sem retirar o direito dos cidadãos de nível médio de entrar no PJU. Nem se diga que "todos têm curso superior hoje" porque a massa mesmo não o possui e a qualidade dos cursos é risível. Acho possível essa mudança para nível  superior dos técnicos mas com certeza seria por subsídio. Aí seria possível avançar na tabela do analista. Será que os seguranças aceitaria perder a GAS em favor da união da categoria? e os oficiais? E os antigões?! Futuro ingrato para nossa carreira com resultados previsíveis.
    Ah! e antes que me perguntem como sei a opinião do STF lhes digo: também sou observador de pássaros... Um passarinho me contou...
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8806
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por darkshi Ter 14 Abr 2015, 5:20 pm

    PaladinoRS escreveu:
    Cientista escreveu:A verdade é que Técnico com nivel superior já não é mais uma questão de "se", mas uma questão de "quando".
    Receita, Policia e caminhando p Judiciário
    Fato

    Não vou colocar mais lenha na fogueira. Já que é uma questão de QUANDO e não de SE, QUANDO isso acontecer eu pago um almoço Darkshi no restaurante que vcs escolherem. E podem levar ainda o cidadão que gosta de observar pássaros junto.


    Depende do que vc chama de quando e de se.
    Se o "se" for "é ou não é constitucional".
    O STF resolveu que é:
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    O grande erro do povo é confundir "ascensão" com subida em vez de acesso. O STF deixa claro, inconstitucional é o chamado "provimento derivado", ou seja se uma pessoa estiver em um cargo público e for transferido para um outro diferente.

    O STF abriu uma exceção em que eles não consideram como "provimento derivado" o caso em que for criado um cargo de igual atribuição a um anterior que foi extinto e posterior reaproveitamento dos servidores do cargo extinto neste novo cargo.

    Então a conclusão não é bem um "quando". Mas pelo menos é que não existe impedimento legal para ser criado um cargo de nível superior com as mesmas atribuições do técnico e posterior aproveitamento de todos os técnicos neste novo cargo. Também não existe impedimento legal para que a tabela deste novo cargo seja exatamente o mesmo do analista. Já que as funções continuarão sendo diferenciadas.
    Fhighlander
    Fhighlander
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 757
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 30/03/2015

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Fhighlander Sab 18 Abr 2015, 10:03 pm

    Curiosidade: após esse evento do Contec, qual a próxima etapa a ser vencida?

    darkshi escreveu:
    PaladinoRS escreveu:
    Cientista escreveu:A verdade é que Técnico com nivel superior já não é mais uma questão de "se", mas uma questão de "quando".
    Receita, Policia e caminhando p Judiciário
    Fato

    Não vou colocar mais lenha na fogueira. Já que é uma questão de QUANDO e não de SE, QUANDO isso acontecer eu pago um almoço Darkshi no restaurante que vcs escolherem. E podem levar ainda o cidadão que gosta de observar pássaros junto.


    Depende do que vc chama de quando e de se.
    Se o "se" for "é ou não é constitucional".
    O STF resolveu que é:
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    O grande erro do povo é confundir "ascensão" com subida em vez de acesso. O STF deixa claro, inconstitucional é o chamado "provimento derivado", ou seja se uma pessoa estiver em um cargo público e for transferido para um outro diferente.

    O STF abriu uma exceção em que eles não consideram como "provimento derivado" o caso em que for criado um cargo de igual atribuição a um anterior que foi extinto e posterior reaproveitamento dos servidores do cargo extinto neste novo cargo.  

    Então a conclusão não é bem um "quando". Mas pelo menos é que não existe impedimento legal para ser criado um cargo de nível superior com as mesmas atribuições do técnico e posterior aproveitamento de todos os técnicos neste novo cargo. Também não existe impedimento legal para que a tabela deste novo cargo seja exatamente o mesmo do analista. Já que as funções continuarão sendo diferenciadas.
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2020
    Reputação : 204
    Data de inscrição : 30/01/2015

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por euvoltei Dom 19 Abr 2015, 10:58 am

    A conveniência disso não é nossa servidores, nem só dos analistas, nem só dos técnicos... Claro que sempre vai ter a panelinha que quer (movatec/contec) e outra que não quer (anajus)...

    A conveniência é dos togados... Eles que tem que se unirem, e batalhar por isso...

    Batalhar mesmo, pq mesmo os togados unidos, vão ter resistências do Poder executivo, que já é pós-doutor em manobras...
    Fhighlander
    Fhighlander
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 757
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 30/03/2015

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Fhighlander Dom 19 Abr 2015, 11:28 am

    Falando em propostas, tanto a da anata quanto aquela que equiparava a carreira com TCU são boas ofertas, mas dado o cenário econômico, é improvável que alguma delas viesse a passar. E se houver vontade de passá-las vai ser preciso muita articulação para alguma delas passar.

    Essa da MOVATEC parece que causa mais problema do que ser a solução propriamente. Não que o pleito não seja justo mas enquanto houver essa cissão de analista vs técnico as coisas ficam ainda mais difíceis.

    Ou seja, se correr o bicho pega, se ficar o bicho come...

    É esperar pra ver o desenrolar dessa história...

    euvoltei escreveu:A conveniência disso não é nossa servidores, nem só dos analistas, nem só dos técnicos... Claro que sempre vai ter a panelinha que quer (movatec/contec) e outra que não quer (anajus)...

    A conveniência é dos togados... Eles que tem que se unirem, e batalhar por isso...

    Batalhar mesmo, pq mesmo os togados unidos, vão ter resistências do Poder executivo, que já é pós-doutor em manobras...
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8806
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por darkshi Seg 20 Abr 2015, 8:47 am

    Fhighlander escreveu:Curiosidade: após esse evento do Contec, qual a próxima etapa a ser vencida?

    Para os debates da construção do próximo PCS ou PCCR o tema será posto em debate na fenajufe.
    avatar
    Convidado
    Convidado

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Convidado Seg 20 Abr 2015, 10:13 am

    Apenas com o intuito de debater e não de criar discórdia, pergunto se todos aqui fizeram uma leitura atenta da ADI 4303, aquela que considerou constitucional a exigência de nível superior para a carreira de técnico no TJRN.

    Entendo que, considerando os termos da fundamentação deste julgado, inaplicável o entendimento no âmbito da União.

    Contudo, gostaria de fazer este debate.
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Denovo?? Seg 20 Abr 2015, 10:17 am

    Interessante haver um "coletivo dos técnicos", inclusive com ativa participação de uma integrante da ANATA, e nunca existir um "coletivo dos analistas".
    Sinto que ser analista, hoje em dia, é como ser branco, de classe baixa. Ninguém te defende e você não pode achar nada ruim, pois senão é "reaça" e racista.
    Os analistas ganham quase metade dos demais analistas. Os técnicos não, ganham igual ou superior aos demais técnicos. Mas se acham profundamente discriminados e injustiçados... Já os analista ganham bem demais e devem se solidarizar com a equiparação de vencimentos dos técnicos..
    Difícil um futuro para esse Poder mesmo...
    Fhighlander
    Fhighlander
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 757
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 30/03/2015

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Nó górdio no PJU

    Mensagem por Fhighlander Seg 20 Abr 2015, 10:29 am

    O certo seria a valorização da carreira como um todo.

    O problema que como tem diversos interesses em jogo, a coisa toda fica embolada.

    Aí fica a pergunta: qual o melhor caminho para se corrigir essas distorções?

    Denovo?? escreveu:Interessante haver um "coletivo dos técnicos", inclusive com ativa participação de uma integrante da ANATA, e nunca existir um "coletivo dos analistas".
    Sinto que ser analista, hoje em dia, é como ser branco, de classe baixa. Ninguém te defende e você não pode achar nada ruim, pois senão é "reaça" e racista.
    Os analistas ganham quase metade dos demais analistas. Os técnicos não, ganham igual ou superior aos demais técnicos. Mas se acham profundamente discriminados e injustiçados... Já os analista ganham bem demais e devem se solidarizar com a equiparação de vencimentos dos técnicos..
    Difícil um futuro para esse Poder mesmo...
    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3137
    Reputação : 209
    Data de inscrição : 06/07/2010

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por corujito Seg 20 Abr 2015, 3:25 pm

    PaladinoRS escreveu:Apenas com o intuito de debater e não de criar discórdia, pergunto se todos aqui fizeram uma leitura atenta da ADI 4303, aquela que considerou constitucional a exigência de nível superior para a carreira de técnico no TJRN.

    Entendo que, considerando os termos da fundamentação deste julgado, inaplicável o entendimento no âmbito da União.

    Contudo, gostaria de fazer este debate.

    desenvolva.
    Analista Novo
    Analista Novo
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 156
    Reputação : 36
    Data de inscrição : 16/05/2014

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Analista Novo Seg 20 Abr 2015, 4:11 pm

    Só há distorções na carreira de Analista, que ganha a metade do que ganha carreiras correlatas.
    Não há distorções para a carreira de Técnico, que já ganha até mais que carreiras com o mesmo grau de escolaridade.

    O caminho então é:

    - Sossega os técnicos, com no máximo reposição inflacionária.
    - Reestrutura o padrão de remuneração da carreira de Analista para voltar a ter simetria com as carreiras análogas.

    é impopular? sim, claro que é. Mas é necessário!



    Fhighlander escreveu:O certo seria a valorização da carreira como um todo.

    O problema que como tem diversos interesses em jogo, a coisa toda fica embolada.

    Aí fica a pergunta: qual o melhor caminho para se corrigir essas distorções?

    Denovo?? escreveu:Interessante haver um "coletivo dos técnicos", inclusive com ativa participação de uma integrante da ANATA, e nunca existir um "coletivo dos analistas".
    Sinto que ser analista, hoje em dia, é como ser branco, de classe baixa. Ninguém te defende e você não pode achar nada ruim, pois senão é "reaça" e racista.
    Os analistas ganham quase metade dos demais analistas. Os técnicos não, ganham igual ou superior aos demais técnicos. Mas se acham profundamente discriminados e injustiçados... Já os analista ganham bem demais e devem se solidarizar com a equiparação de vencimentos dos técnicos..
    Difícil um futuro para esse Poder mesmo...
    Fhighlander
    Fhighlander
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 757
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 30/03/2015

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Fhighlander Seg 20 Abr 2015, 5:04 pm

    Sim, claro. Se você comparar o Analista Judiciário com as carreiras do Ciclo de Gestão, a distorção é grande.

    Mas se você comparar Analista do PJU com o Analista do Serpro ou de um TJ, a análise vai ser bem diferente.

    Por isso que eu digo: ou muda pra todo mundo ou vamos "simbora" com o reajuste do SPF.

    Ou quem sabe o mamute escapa da extinção, tem gente que acha que isso é uma questão espiritual...

    Analista Novo escreveu:Só há distorções na carreira de Analista, que ganha a metade do que ganha carreiras correlatas.
    Não há distorções para a carreira de Técnico, que já ganha até mais que carreiras com o mesmo grau de escolaridade.

    O caminho então é:

    - Sossega os técnicos, com no máximo reposição inflacionária.
    - Reestrutura o padrão de remuneração da carreira de Analista para voltar a ter simetria com as carreiras análogas.

    é impopular? sim, claro que é. Mas é necessário!



    Fhighlander escreveu:O certo seria a valorização da carreira como um todo.

    O problema que como tem diversos interesses em jogo, a coisa toda fica embolada.

    Aí fica a pergunta: qual o melhor caminho para se corrigir essas distorções?

    Denovo?? escreveu:Interessante haver um "coletivo dos técnicos", inclusive com ativa participação de uma integrante da ANATA, e nunca existir um "coletivo dos analistas".
    Sinto que ser analista, hoje em dia, é como ser branco, de classe baixa. Ninguém te defende e você não pode achar nada ruim, pois senão é "reaça" e racista.
    Os analistas ganham quase metade dos demais analistas. Os técnicos não, ganham igual ou superior aos demais técnicos. Mas se acham profundamente discriminados e injustiçados... Já os analista ganham bem demais e devem se solidarizar com a equiparação de vencimentos dos técnicos..
    Difícil um futuro para esse Poder mesmo...
    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3137
    Reputação : 209
    Data de inscrição : 06/07/2010

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por corujito Seg 20 Abr 2015, 5:25 pm

    Fhighlander escreveu:Sim, claro. Se você comparar o Analista Judiciário com as carreiras do Ciclo de Gestão, a distorção é grande.

    Mas se você comparar Analista do PJU com o Analista do Serpro ou de um TJ, a análise vai ser bem diferente.

    Por isso que eu digo: ou muda pra todo mundo ou vamos "simbora" com o reajuste do SPF.

    Ou quem sabe o mamute escapa da extinção, tem gente que acha que isso é uma questão espiritual...

    Analista Novo escreveu:Só há distorções na carreira de Analista, que ganha a metade do que ganha carreiras correlatas.
    Não há distorções para a carreira de Técnico, que já ganha até mais que carreiras com o mesmo grau de escolaridade.

    O caminho então é:

    - Sossega os técnicos, com no máximo reposição inflacionária.
    - Reestrutura o padrão de remuneração da carreira de Analista para voltar a ter simetria com as carreiras análogas.

    é impopular? sim, claro que é. Mas é necessário!



    Fhighlander escreveu:O certo seria a valorização da carreira como um todo.

    O problema que como tem diversos interesses em jogo, a coisa toda fica embolada.

    Aí fica a pergunta: qual o melhor caminho para se corrigir essas distorções?

    Denovo?? escreveu:Interessante haver um "coletivo dos técnicos", inclusive com ativa participação de uma integrante da ANATA, e nunca existir um "coletivo dos analistas".
    Sinto que ser analista, hoje em dia, é como ser branco, de classe baixa. Ninguém te defende e você não pode achar nada ruim, pois senão é "reaça" e racista.
    Os analistas ganham quase metade dos demais analistas. Os técnicos não, ganham igual ou superior aos demais técnicos. Mas se acham profundamente discriminados e injustiçados... Já os analista ganham bem demais e devem se solidarizar com a equiparação de vencimentos dos técnicos..
    Difícil um futuro para esse Poder mesmo...

    Que tal Analista do Jud 8.5k vs. Analista Administrativo de Agência 11k?
    maligna
    maligna
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 298
    Reputação : 38
    Data de inscrição : 20/12/2014

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por maligna Seg 20 Abr 2015, 5:40 pm

    A questão é a seguinte: a divisão técnico X analista é inútil. Quando começamos a trabalhar (pelo menos no TRT), TODO MUNDO faz a mesma coisa, seja técnico ou analista. Os profundos conhecimentos jurídicos dos analistas, na maioria das vezes, pouco servem, pois as tarefas cotidianas(em uma VT, pelo menos, que é o que conheço) são as mesmíssimas: atender balcão, fazer publicações, mandados etc... Sobra pouco para o conhecimento jurídico tão apurado dos analistas, infelizmente. Aliás, qd eles chegam e começam a trabalhar, TODOS os colegas, inclusive os técnicos, são quem lhes ensinam os primeiros passos em uma VT (trabalhos sempre burocráticos e repetitivos, não aprendidos em uma faculdade). Os trabalhos que exigem maior conhecimento jurídico estão restritos aos assistentes (e, a esses,por conta das funções de confiança, e não por causa do cargo em si). Fala sério, nem o Diretor de Secretaria precisa ser profundo conhecedor do direito!
    Dito isso, deixo claro que não sou contra uma ótima remuneração para os meus COLEGAS analistas. Mas tb quero ver meu trabalho valorizado, ora bolas!
    Essa picuinha só é benéfica para os administradores: é separar, desunir, para mandar melhor!
    meutoconoteuoco
    meutoconoteuoco
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 49
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/03/2015

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por meutoconoteuoco Seg 20 Abr 2015, 5:54 pm

    Esse Analistanovo só pode ser de outro planeta!
    Ora, como ele pode pensar numa relação saudável para categoria se só pensa nos analistas e que se fodam os técnicos.
    Perco a vontade de discutir diante de um argumento desses, juro - o elemento só compara a carreira de analista do judiciário com carreiras de analista tops, esquece dos analistas do executivo em geral, tj, judiciário estadual entre outras para efeito de comparação!

    Analista Novo escreveu:Só há distorções na carreira de Analista, que ganha a metade do que ganha carreiras correlatas.
    Não há distorções para a carreira de Técnico, que já ganha até mais que carreiras com o mesmo grau de escolaridade.

    O caminho então é:

    - Sossega os técnicos, com no máximo reposição inflacionária.
    - Reestrutura o padrão de remuneração da carreira de Analista para voltar a ter simetria com as carreiras análogas.

    é impopular? sim, claro que é. Mas é necessário!



    Fhighlander escreveu:O certo seria a valorização da carreira como um todo.

    O problema que como tem diversos interesses em jogo, a coisa toda fica embolada.

    Aí fica a pergunta: qual o melhor caminho para se corrigir essas distorções?

    Denovo?? escreveu:Interessante haver um "coletivo dos técnicos", inclusive com ativa participação de uma integrante da ANATA, e nunca existir um "coletivo dos analistas".
    Sinto que ser analista, hoje em dia, é como ser branco, de classe baixa. Ninguém te defende e você não pode achar nada ruim, pois senão é "reaça" e racista.
    Os analistas ganham quase metade dos demais analistas. Os técnicos não, ganham igual ou superior aos demais técnicos. Mas se acham profundamente discriminados e injustiçados... Já os analista ganham bem demais e devem se solidarizar com a equiparação de vencimentos dos técnicos..
    Difícil um futuro para esse Poder mesmo...
    Analista Novo
    Analista Novo
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 156
    Reputação : 36
    Data de inscrição : 16/05/2014

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Analista Novo Seg 20 Abr 2015, 6:01 pm

    Meu caro,

    Se o técnico já é equiparado com carreiras tops, então pq o analista deve se comparar com carreira menos favorecidas?
    Se é pra dizer que não somos tops, então que o analista continue ganhando o que ganha e que o técnico ganhe como um agente administrativo de Ministério.

    Vcs adoram usar dois pesos e duas medidas.

    querem um técnico supervalorizado, mas com analista peba.



    meutoconoteuoco escreveu:Esse Analistanovo só pode ser de outro planeta!
    Ora, como ele pode pensar numa relação saudável para categoria se só pensa nos analistas e que se fodam os técnicos.
    Perco a vontade de discutir diante de um argumento desses, juro - o elemento só compara a carreira de analista do judiciário com carreiras de analista tops, esquece dos analistas do executivo em geral, tj, judiciário estadual entre outras para efeito de comparação!

    Analista Novo escreveu:Só há distorções na carreira de Analista, que ganha a metade do que ganha carreiras correlatas.
    Não há distorções para a carreira de Técnico, que já ganha até mais que carreiras com o mesmo grau de escolaridade.

    O caminho então é:

    - Sossega os técnicos, com no máximo reposição inflacionária.
    - Reestrutura o padrão de remuneração da carreira de Analista para voltar a ter simetria com as carreiras análogas.

    é impopular? sim, claro que é. Mas é necessário!



    Fhighlander escreveu:O certo seria a valorização da carreira como um todo.

    O problema que como tem diversos interesses em jogo, a coisa toda fica embolada.

    Aí fica a pergunta: qual o melhor caminho para se corrigir essas distorções?

    Denovo?? escreveu:Interessante haver um "coletivo dos técnicos", inclusive com ativa participação de uma integrante da ANATA, e nunca existir um "coletivo dos analistas".
    Sinto que ser analista, hoje em dia, é como ser branco, de classe baixa. Ninguém te defende e você não pode achar nada ruim, pois senão é "reaça" e racista.
    Os analistas ganham quase metade dos demais analistas. Os técnicos não, ganham igual ou superior aos demais técnicos. Mas se acham profundamente discriminados e injustiçados... Já os analista ganham bem demais e devem se solidarizar com a equiparação de vencimentos dos técnicos..
    Difícil um futuro para esse Poder mesmo...
    meutoconoteuoco
    meutoconoteuoco
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 49
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/03/2015

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por meutoconoteuoco Seg 20 Abr 2015, 6:08 pm

    Carreiras acima da média: técnicos do TCU, Senado, Câmara. Um técnico do Pju está com remuneração bem aquém dessas carreiras, a não ser que o Sr. considere a carreira de um técnico do INSS  top, vez que um técnico do judiciário está mais próximo deste que daquelas.

    Analista Novo escreveu:Meu caro,

    Se o técnico já é equiparado com carreiras tops, então pq o analista deve se comparar com carreira menos favorecidas?
    Se é pra dizer que não somos tops, então que o analista continue ganhando o que ganha e que o técnico ganhe como um agente administrativo de Ministério.

    Vcs adoram usar dois pesos e duas medidas.

    querem um técnico supervalorizado, mas com analista peba.



    meutoconoteuoco escreveu:Esse Analistanovo só pode ser de outro planeta!
    Ora, como ele pode pensar numa relação saudável para categoria se só pensa nos analistas e que se fodam os técnicos.
    Perco a vontade de discutir diante de um argumento desses, juro - o elemento só compara a carreira de analista do judiciário com carreiras de analista tops, esquece dos analistas do executivo em geral, tj, judiciário estadual entre outras para efeito de comparação!

    Analista Novo escreveu:Só há distorções na carreira de Analista, que ganha a metade do que ganha carreiras correlatas.
    Não há distorções para a carreira de Técnico, que já ganha até mais que carreiras com o mesmo grau de escolaridade.

    O caminho então é:

    - Sossega os técnicos, com no máximo reposição inflacionária.
    - Reestrutura o padrão de remuneração da carreira de Analista para voltar a ter simetria com as carreiras análogas.

    é impopular? sim, claro que é. Mas é necessário!



    Fhighlander escreveu:O certo seria a valorização da carreira como um todo.

    O problema que como tem diversos interesses em jogo, a coisa toda fica embolada.

    Aí fica a pergunta: qual o melhor caminho para se corrigir essas distorções?


    Analista Novo
    Analista Novo
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 156
    Reputação : 36
    Data de inscrição : 16/05/2014

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Analista Novo Seg 20 Abr 2015, 6:35 pm

    TCU, Câmara e Senado são paraísos à parte. Não comparável.
    O cargo de técnico é muito bem pago sim, senhor!
    Está até melhor que carreira do Bacen, Agências Reguladoras, Abin, Ciclo de Gestão, etc.
    Se o técnico está equiparado com essas carreiras (Bacen, Agências Reguladoras, Abin, Ciclo de Gestão), o analista tb tem que estar em similaridade com os cargos de nível superior delas.
    Se vc quer analista ganhando igual a carreirão do Executivo, então levante tb a bandeira de equiparação do técnico judiciário com o agente administrativo dos ministérios.

    Hipócrita!



    meutoconoteuoco escreveu:Carreiras acima da média: técnicos do TCU, Senado, Câmara. Um técnico do Pju está com remuneração bem aquém dessas carreiras, a não ser que o Sr. considere a carreira de um técnico do INSS  top, vez que um técnico do judiciário está mais próximo deste que daquelas.

    Analista Novo escreveu:Meu caro,

    Se o técnico já é equiparado com carreiras tops, então pq o analista deve se comparar com carreira menos favorecidas?
    Se é pra dizer que não somos tops, então que o analista continue ganhando o que ganha e que o técnico ganhe como um agente administrativo de Ministério.

    Vcs adoram usar dois pesos e duas medidas.

    querem um técnico supervalorizado, mas com analista peba.



    meutoconoteuoco escreveu:Esse Analistanovo só pode ser de outro planeta!
    Ora, como ele pode pensar numa relação saudável para categoria se só pensa nos analistas e que se fodam os técnicos.
    Perco a vontade de discutir diante de um argumento desses, juro - o elemento só compara a carreira de analista do judiciário com carreiras de analista tops, esquece dos analistas do executivo em geral, tj, judiciário estadual entre outras para efeito de comparação!

    Analista Novo escreveu:Só há distorções na carreira de Analista, que ganha a metade do que ganha carreiras correlatas.
    Não há distorções para a carreira de Técnico, que já ganha até mais que carreiras com o mesmo grau de escolaridade.

    O caminho então é:

    - Sossega os técnicos, com no máximo reposição inflacionária.
    - Reestrutura o padrão de remuneração da carreira de Analista para voltar a ter simetria com as carreiras análogas.

    é impopular? sim, claro que é. Mas é necessário!






    Última edição por Analista Novo em Seg 20 Abr 2015, 6:37 pm, editado 1 vez(es)
    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3137
    Reputação : 209
    Data de inscrição : 06/07/2010

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por corujito Seg 20 Abr 2015, 6:36 pm

    Na verdade ate a carreira de analista jud esta aquem das carreiras de tecnico no tcu, camara e senado
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2020
    Reputação : 204
    Data de inscrição : 30/01/2015

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por euvoltei Seg 20 Abr 2015, 6:49 pm

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    Fundada em 28 de julho de 1958, a CONTEC - Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito - é uma entidade sindical de grau superior que coordena as entidades sindicais dos bancários e securitários brasileiros. Também defende os direitos e interesses desses junto aos empregadores e poderes judiciário, executivo e legislativo.


    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Denovo?? Seg 20 Abr 2015, 7:32 pm

    Perfeito.. mais um querendo fazer graça.
    Daqui a pouco, analista será a carreira mais mal paga da JF, perdendo até dos técnicos.. impressionante a esculhambação desse poderzinho

    Analista Novo escreveu:TCU, Câmara e Senado são paraísos à parte. Não comparável.
    O cargo de técnico é muito bem pago sim, senhor!
    Está até melhor que carreira do Bacen, Agências Reguladoras, Abin, Ciclo de Gestão, etc.
    Se o técnico está equiparado com essas carreiras (Bacen, Agências Reguladoras, Abin, Ciclo de Gestão), o analista tb tem que estar em similaridade com os cargos de nível superior delas.
    Se vc quer analista ganhando igual a carreirão do Executivo, então levante tb a bandeira de equiparação do técnico judiciário com o agente administrativo dos ministérios.

    Hipócrita!



    meutoconoteuoco escreveu:Carreiras acima da média: técnicos do TCU, Senado, Câmara. Um técnico do Pju está com remuneração bem aquém dessas carreiras, a não ser que o Sr. considere a carreira de um técnico do INSS  top, vez que um técnico do judiciário está mais próximo deste que daquelas.

    Analista Novo escreveu:Meu caro,

    Se o técnico já é equiparado com carreiras tops, então pq o analista deve se comparar com carreira menos favorecidas?
    Se é pra dizer que não somos tops, então que o analista continue ganhando o que ganha e que o técnico ganhe como um agente administrativo de Ministério.

    Vcs adoram usar dois pesos e duas medidas.

    querem um técnico supervalorizado, mas com analista peba.



    meutoconoteuoco escreveu:Esse Analistanovo só pode ser de outro planeta!
    Ora, como ele pode pensar numa relação saudável para categoria se só pensa nos analistas e que se fodam os técnicos.
    Perco a vontade de discutir diante de um argumento desses, juro - o elemento só compara a carreira de analista do judiciário com carreiras de analista tops, esquece dos analistas do executivo em geral, tj, judiciário estadual entre outras para efeito de comparação!


    meutoconoteuoco
    meutoconoteuoco
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 49
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/03/2015

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por meutoconoteuoco Ter 21 Abr 2015, 12:15 am

    Denovo, não qualquer liame lógico nesse teu comentário
    meutoconoteuoco
    meutoconoteuoco
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 49
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/03/2015

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por meutoconoteuoco Ter 21 Abr 2015, 12:39 am

    Analistanovo, vc é um saco de estrume prepotente, que só pensa no próprio umbigo e hipócrita, pensa que o pju gira em torno dos analistas.
    Fhighlander
    Fhighlander
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 757
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 30/03/2015

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Fhighlander Ter 21 Abr 2015, 7:25 am

    corujito escreveu:
    Fhighlander escreveu:Sim, claro. Se você comparar o Analista Judiciário com as carreiras do Ciclo de Gestão, a distorção é grande.

    Mas se você comparar Analista do PJU com o Analista do Serpro ou de um TJ, a análise vai ser bem diferente.

    Por isso que eu digo: ou muda pra todo mundo ou vamos "simbora" com o reajuste do SPF.

    Ou quem sabe o mamute escapa da extinção, tem gente que acha que isso é uma questão espiritual...

    Analista Novo escreveu:Só há distorções na carreira de Analista, que ganha a metade do que ganha carreiras correlatas.
    Não há distorções para a carreira de Técnico, que já ganha até mais que carreiras com o mesmo grau de escolaridade.

    O caminho então é:

    - Sossega os técnicos, com no máximo reposição inflacionária.
    - Reestrutura o padrão de remuneração da carreira de Analista para voltar a ter simetria com as carreiras análogas.

    é impopular? sim, claro que é. Mas é necessário!



    Fhighlander escreveu:O certo seria a valorização da carreira como um todo.

    O problema que como tem diversos interesses em jogo, a coisa toda fica embolada.

    Aí fica a pergunta: qual o melhor caminho para se corrigir essas distorções?



    Que tal Analista do Jud 8.5k vs. Analista Administrativo de Agência 11k?

    Aí eu poderia montar uma tabela mostrando a relação do Analista Jud. com outros analistas que recebem menos também.

    O cenário ideal seria de reformulação da carreira como um todo.

    Esse esquema de técnico puxando para um lado e analista puxando pro outro vai dar no que outro colega mencionou: todo mundo morrendo abraçado com os 20%, na melhor das hipóteses...
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Denovo?? Ter 21 Abr 2015, 11:04 am

    Perdão... eu quis dizer que os técnicos merecem ganhar o maior salário do PJU.
    Faz sentido, agora?
    Achou o "liame"?

    meutoconoteuoco escreveu:Denovo, não qualquer liame lógico  nesse teu comentário
    meutoconoteuoco
    meutoconoteuoco
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 49
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/03/2015

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por meutoconoteuoco Ter 21 Abr 2015, 12:03 pm

    Comentário mais razoável, mas alguns analistas preferem forçar umas comparações que lhes convêm.

    Fhighlander escreveu:
    corujito escreveu:
    Fhighlander escreveu:Sim, claro. Se você comparar o Analista Judiciário com as carreiras do Ciclo de Gestão, a distorção é grande.

    Mas se você comparar Analista do PJU com o Analista do Serpro ou de um TJ, a análise vai ser bem diferente.

    Por isso que eu digo: ou muda pra todo mundo ou vamos "simbora" com o reajuste do SPF.

    Ou quem sabe o mamute escapa da extinção, tem gente que acha que isso é uma questão espiritual...

    Analista Novo escreveu:Só há distorções na carreira de Analista, que ganha a metade do que ganha carreiras correlatas.
    Não há distorções para a carreira de Técnico, que já ganha até mais que carreiras com o mesmo grau de escolaridade.

    O caminho então é:

    - Sossega os técnicos, com no máximo reposição inflacionária.
    - Reestrutura o padrão de remuneração da carreira de Analista para voltar a ter simetria com as carreiras análogas.

    é impopular? sim, claro que é. Mas é necessário!





    Que tal Analista do Jud 8.5k vs. Analista Administrativo de Agência 11k?

    Aí eu poderia montar uma tabela mostrando a relação do Analista Jud. com outros analistas que recebem menos também.

    O cenário ideal seria de reformulação da carreira como um todo.

    Esse esquema de técnico puxando para um lado e analista puxando pro outro vai dar no que outro colega mencionou: todo mundo morrendo abraçado com os 20%, na melhor das hipóteses...
    avatar
    Convidado
    Convidado

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Convidado Ter 21 Abr 2015, 12:17 pm

    Moderação, vale esse tipo de nickname?


    meutoconoteuoco
    Novo Usuário

    Mensagens: 11
    Data de inscrição: 25/03/2015
    thiagonunes88
    thiagonunes88
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 40
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 12/01/2015

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por thiagonunes88 Qua 22 Abr 2015, 3:51 pm

    Exatamente, pensar só em um cargo não gera fortalecimento da categoria, pelo contrário, causa só intriga e divisão do pju


    [quote="meutoconoteuoco"]Esse Analistanovo só pode ser de outro planeta!
    Ora, como ele pode pensar numa relação saudável para categoria se só pensa nos analistas e que se fodam os técnicos.
    Perco a vontade de discutir diante de um argumento desses, juro - o elemento só compara a carreira de analista do judiciário com carreiras de analista tops, esquece dos analistas do executivo em geral, tj, judiciário estadual entre outras para efeito de comparação!
    ManoelziM
    ManoelziM
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 34
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 05/09/2014

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por ManoelziM Ter 05 Maio 2015, 11:06 am

    sou técnico, pontos para debate:
    - O judiciário inteiro está desvalorizado(principalmente analistas),
    - Nós técnicos estamos numa situação melhor que os analistas(o que é justo, já que executamos atividades que estrapolan nossas competências),
    - As intrigas não favorecem nem aos técnicos ou analistas, estamos todos no mesmo barco e está afundando com todos,
    - Vamos separar as coisas, tem que ter uma discursão sobre o aumento para todos(analistas e técnicos) e outra sobre a mudança do cargo de técnico
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8806
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por darkshi Ter 05 Maio 2015, 1:45 pm

    Construir um PCCR é extremamente complicado. Existe inúmeros interesses, boa parte legítimos. Mas também não é incomum ver propostas que afetam o cargo do colega de forma negativa.

    Para mim a unica solução do atual fratricídio entre os cargos de nossa carreira se chama PEC 34/07.

    A atual luta Técnicos X Analistas tem uma raiz, que é a frustração do técnico de mesmo com a devida formação e exigências no trabalho (vulgo desvio de função) não existe crescimento funcional dentro do serviço público. E isto é agravado com a nossa atual crise financeira, onde muitos analistas começaram a ver o grande contingente de técnicos como impeditivos do reajuste e equiparação deles.

    Por conta disto não é incomum ver planos "mirabolantes" ou verdadeiros exercícios de cara de pau e mau caratismo em certas "propostas" ditas por ai. Que vão desde uma proposta que claramente queria reduzir substancialmente a tabela dos analistas a fim de implantar uma transposição de tabelas com o mesmo impacto do atual PL até analistas que trataram como verdadeiro absurdo a recusa da proposta de equipação com o ciclo de gestão e quando eram confrontados com o pequeno detalhe que o aumento do técnico seria de 10% e do analista seria 80% eles respondiam que o salário do técnico já estava bom demais.

    Outra quase tão viajante é a da completa unificação entre os cargos.

    Por um entendimento do STF, uma carreira verdadeira tem entre varias características é que a entrada neste carreira só é possível no seu primeiro nível. Ou seja mesmo se for aprovado o PL da unificação das carreiras do PJU não será possível a passagem do cargo técnico para o cargo analista.
    E foi proposto a eliminação do concurso para analista. O que obrigaria a todos que entrassem no cargo técnico, esperar chegar ao fim da carreira para passar para o cargo analista. A meu ver e uma loucura. Cagar a carreira do PJU apenas para "solucionar" o problema dos técnicos.

    E temos propostas factíveis, mas que ao meu ver mais geram problemas que soluções.
    Nível superior para técnico. Que teria o problema de justamente impedir a entrada de pessoas sem ensino superior ao PJU. E também que apesar de existir queda na demanda por serviços de nível médio, este não deixa de existir.
    Transposição de tabelas. Existe a proposta absurda (13º nível do técnico ser igual ao 10º do analista) e a factível (13º ser igual ao 5º ) Mas cria o problema de que se um técnico fazer um concurso para analista ele teria o seu salário reduzido.

    E além disto, o problema do fratricídio poderia não ser solucionado. Já que o técnico continuará brigando para diminuir cada vez mais as diferença entre os cargos e os analistas iriam cada vez mais culpar os técnicos por sua desvalorização.

    Analisando todas as propostas, ao meu ver, só existe uma solução que não iria implodiria a carreira e que é a unica que poderia acabar com o fratricídio e acabar verdadeiramente com a sensação de frustração do técnico em fim de carreira. E a solução se chama PEC 34/07

    Para quem não sabe a PEC 34/07 é uma PEC que entre 3 PECs que propõem o retorno da ascensão funcional. Estas 3 PECs que em 2009 foram aprovados pela CCJ (perante as dezenas que não foram. ) Ou seja. É uma PEC que já foi considera pela Câmara Federal como sendo pelo menos racional.

    Para quem não conhece o os termos da PEC ela prevê o retorno da ascensão funcional via concurso interno. Mas diferentemente da (falta de) regra pre-88 a PEC prevê alguns pré-requisitos para que o servidor esteja habilitado para a ascensão.
    As regras são:
    1 – Ter 10 anos no cargo atual.
    2 – O cargo para ser ascendido deve ser correlato ao atual (TJAJ para AJAJ. TJTI para AJTI)
    3 – O concurso interno deve ser de igual dificuldade ao externo
    4 – Deve estar na mesma esfera de poder (nada de gente virando TJ para facilitar a entrada no Senado, por ex)

    Tenho ressalvas em relação ao item 3, preferia que fosse utilizado cotas em concurso externo. Já que não dá para confiar na competência de um RH público para realizar concurso interno de forma justa.

    As vantagens ao meu ver são inúmeras.
    Servidores com uma década de casa normalmente não estão desejosos de sair de seu órgão. O concurso interno facilitaria o avanço no atual órgão do técnico.
    Tiraria a necessidade de transposição de tabelas e nível superior para os técnicos. E os técnicos também não iriam defender propostas negativas aos analistas, já que o cargo de nível superior deixaria de ser uma carreira separada e passaria a ser o passo seguinte da carreira do técnico.

    O impacto financeiro pratico seria zero. Já que para o técnico ascender antes de mais nada deverá existir vaga de analista e isto a ADM pode controlar. Também facilitaria e muito a transição de uma carreira com maioria de técnicos para uma carreira de maioria de analistas.

    E o principal. Iria acabar com o sentimento de frustração do técnico de fim de carreira.

    A vantagem é que o risco para nossa carreira é zero. Já que não estamos falando de mudanças na lei da nossa carreira. Estamos falando de uma PEC. O que iria abarcar todos os servidores públicos de todas as esferas e instancias. PECs são bem mais complicadas de serem aprovadas do que leis. Mas estamos falando de uma PEC que já existe, que já tem parecer favorável da CCJ e que a principio o impacto financeiro é zero.
    corujito
    corujito
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3137
    Reputação : 209
    Data de inscrição : 06/07/2010

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por corujito Ter 05 Maio 2015, 2:39 pm

    darkshi escreveu:Construir um PCCR é extremamente complicado. Existe inúmeros interesses, boa parte legítimos. Mas também não é incomum ver propostas que afetam o cargo do colega de forma negativa.

    Para mim a unica solução do atual fratricídio entre os cargos de nossa carreira se chama PEC 34/07.

    A atual luta Técnicos X Analistas tem uma raiz, que é a frustração do técnico de mesmo com a devida formação e exigências no trabalho (vulgo desvio de função) não existe crescimento funcional dentro do serviço público. E isto é agravado com a nossa atual crise financeira, onde muitos analistas começaram a ver o grande contingente de técnicos como impeditivos do reajuste e equiparação deles.

    Por conta disto não é incomum ver planos "mirabolantes" ou verdadeiros exercícios de cara de pau e mau caratismo em certas "propostas" ditas por ai. Que vão desde uma proposta que claramente queria reduzir substancialmente a tabela dos analistas a fim de implantar uma transposição de tabelas com o mesmo impacto do atual PL até analistas que trataram como verdadeiro absurdo a recusa da proposta de equipação com o ciclo de gestão e quando eram confrontados com o pequeno detalhe que o aumento do técnico seria de 10% e do analista seria 80% eles respondiam que o salário do técnico já estava bom demais.

    Outra quase tão viajante é a da completa unificação entre os cargos.

    Por um entendimento do STF, uma carreira verdadeira tem entre varias características é que a entrada neste carreira só é possível no seu primeiro nível. Ou seja mesmo se for aprovado o PL da unificação das carreiras do PJU não será possível a passagem do cargo técnico para o cargo analista.
    E foi proposto a eliminação do concurso para analista. O que obrigaria a todos que entrassem no cargo técnico, esperar chegar ao fim da carreira para passar para o cargo analista. A meu ver e uma loucura. Cagar a carreira do PJU apenas para "solucionar" o problema dos técnicos.

    E temos propostas factíveis, mas que ao meu ver mais geram problemas que soluções.
    Nível superior para técnico. Que teria o problema de justamente impedir a entrada de pessoas sem ensino superior ao PJU. E também que apesar de existir queda na demanda por serviços de nível médio, este não deixa de existir.
    Transposição de tabelas. Existe a proposta absurda (13º nível do técnico ser igual ao 10º do analista) e a factível (13º ser igual ao 5º ) Mas cria o problema de que se um técnico fazer um concurso para analista ele teria o seu salário reduzido.

    E além disto, o problema do fratricídio poderia não ser solucionado. Já que o técnico continuará brigando para diminuir cada vez mais as diferença entre os cargos e os analistas iriam cada vez mais culpar os técnicos por sua desvalorização.

    Analisando todas as propostas, ao meu ver, só existe uma solução que não iria implodiria a carreira e que é a unica que poderia acabar com o fratricídio e acabar verdadeiramente com a sensação de frustração do técnico em fim de carreira. E a solução se chama PEC 34/07

    Para quem não sabe a PEC 34/07 é uma PEC que entre 3 PECs que propõem o retorno da ascensão funcional. Estas 3 PECs que em 2009 foram aprovados pela CCJ (perante as dezenas que não foram. ) Ou seja. É uma PEC que já foi considera pela Câmara Federal como sendo pelo menos racional.

    Para quem não conhece o os termos da PEC ela prevê o retorno da ascensão funcional via concurso interno. Mas diferentemente da (falta de) regra pre-88 a PEC prevê alguns pré-requisitos  para que o servidor esteja habilitado para a ascensão.
    As regras são:
    1 – Ter 10 anos no cargo atual.
    2 – O cargo para ser ascendido deve ser correlato ao atual (TJAJ para AJAJ. TJTI para AJTI)
    3 – O concurso interno deve ser de igual dificuldade ao externo
    4 – Deve estar na mesma esfera de poder (nada de gente virando TJ para facilitar a entrada no Senado, por ex)

    Tenho ressalvas em relação ao item 3, preferia que fosse utilizado cotas em concurso externo. Já que não dá para confiar na competência de um RH público para realizar concurso interno de forma justa.

    As vantagens ao meu ver são inúmeras.
    Servidores com uma década de casa normalmente não estão desejosos de sair de seu órgão. O concurso interno facilitaria o avanço no atual órgão do técnico.
    Tiraria a necessidade de transposição de tabelas e nível superior para os técnicos. E os técnicos também não iriam defender propostas negativas aos analistas, já que o cargo de nível superior deixaria de ser uma carreira separada e passaria a ser o passo seguinte da carreira do técnico.

    O impacto financeiro pratico seria zero. Já que para o técnico ascender antes de mais nada deverá existir vaga de analista e isto a ADM pode controlar.  Também facilitaria e muito a transição de uma carreira com maioria de técnicos para uma carreira de maioria de analistas.

    E o principal. Iria acabar com o sentimento de frustração do técnico de fim de carreira.

    A vantagem é que o risco para nossa carreira é zero. Já que não estamos falando de mudanças na lei da nossa carreira. Estamos falando de uma PEC. O que iria abarcar todos os servidores públicos de todas as esferas e instancias. PECs são bem mais complicadas de serem aprovadas do que leis. Mas estamos falando de uma PEC que já existe, que já tem parecer favorável da CCJ e que a principio o impacto financeiro é zero.  

    boa abordagem! poderia até pedir publicação na Fenajufe
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8806
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por darkshi Ter 05 Maio 2015, 2:46 pm

    Vou revisar o texto para ele ficar com mais cara de publicável.
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Denovo?? Ter 05 Maio 2015, 2:49 pm

    Interessante a preocupação com a frustração do técnico em fim de carreira, e a total desatenção em relação às demais carreiras.

    Conteúdo patrocinado

     Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico Empty Re: Reunião do Contec aprova a defesa do curso superior para o cargo de técnico

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 06 Dez 2021, 11:13 pm