PCS JÁ

PCS JÁ



    Tópico Geral

    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Tópico Geral Empty Tópico Geral

    Mensagem por Denovo?? Qui 07 Maio 2015, 7:53 am

    KKKKKKKK é verdade... tudo o que ele disse eu vi na reunião da CCJ, ao vivo.
    Nem boatos temos mais...

    TRF1/MG escreveu:O Zé Colmeia 1 não dizia nada com nada, mas pelo menos o texto era pequeno. A nova versão, Zé Colmeia 2 ou Mestre dos Magos, é piorada, consegue não dizer nada em texto longo. Dose.
    Volta Zé 1, pelo menos perdíamos menos tempo para não saber de nada.
    camirecas
    camirecas
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAAECJE
    Mensagens : 1546
    Reputação : 76
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por camirecas Qui 07 Maio 2015, 7:56 am

    Pedido de vista adia votação sobre reajuste para o Judiciário

    Pedido de vista de Delcídio do Amaral (PT-MS) adiou a votação, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), de projeto que estabelece reajuste escalonado, em média de 59,49%, para os
    servidores do Judiciário (PLC 28/2015). Entretanto, não impediu uma intensa discussão em torno da
    proposta, que depende de suplementação orçamentária para começar a ser implementada em 2015.

    Pelo parecer favorável do relator, José Maranhão (PMDB-PB), o aumento vai variar de 53% a 78,56%, em função da classe e do padrão do servidor. O pagamento deverá ocorrer em seis parcelas sucessivas, entre julho de 2015 e dezembro de 2017, e dependerá de dotação
    orçamentária e autorização específica na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

    Como contrapartida, os órgãos do Judiciário terão de se esforçar para racionalizar as estruturas administrativas e reduzir funções de confiança no prazo de um ano.

    “Quanto ao mérito, a majoração dos vencimentos dos servidores do Judiciário é tema de absoluta justiça. A remuneração desses servidores encontra-se defasada em relação a carreiras
    equivalentes do Executivo e Legislativo, fato que tem ocasionado o aumento da rotatividade de servidores, com significativo prejuízo à prestação jurisdicional”, reconhece Maranhão, presidente da CCJ, no parecer.

    Orçamento
    avatar
    RafaMaster
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 380
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 13/10/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RafaMaster Qui 07 Maio 2015, 8:01 am

    Quimera. s.f. fig. produto da imaginação, sem possibilidade de realizar-se; absurdo, fantasia, utopia.
    ricnatal
    ricnatal
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 283
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 26/07/2011

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ricnatal Qui 07 Maio 2015, 8:05 am

    TRF1/MG escreveu:O Zé Colmeia 1 não dizia nada com nada, mas pelo menos o texto era pequeno. A nova versão, Zé Colmeia 2 ou Mestre dos Magos, é piorada, consegue não dizer nada em texto longo. Dose.
    Volta Zé 1, pelo menos perdíamos menos tempo para não saber de nada.

    Na boa, Ficar zoando quem trás informações para o fórum é soda. respeito os profetas do zero más temos que elogiar os que se despõem a compartilhar o que ficam sabendo. é verdade que o ultimo post do zé só trouxe um "resumão" dos fatos, más em inúmeras oportunidades o zé adiantou o andamento dos bastidores, portanto, deixo os meus agradecimentos pelos "serviços prestados".

    Agora vamos conjecturar:

    - Após a sessão de ontem ficou claro que existe acordo entre o STF e o PMDB (explica o andamento meteórico do PL).

    - O PMDB, que diga-se não atira no escuro, ou o fez para forçar o andamento (definição) das negociações ou caso está não se concretize "PARECE" querer transformar o PL em Lei.

    - Uma vez que este vire lei, aí sim buscar-se-á suplementação para paga-ló.

    - E o impacto no orçamento, bom, pelas falas dos senadores, percebe-se que a demanda "AGORA" é justa (Acordo), e que deve-se respeitar a autonomia dos poderes - resumo, se o governo não negociar - foda-se o impacto.

    - Pelos vazamentos preliminares, infere-se que o governo continua querendo tratar os servidores do JUD como se fossem seus e vai propor PL rebaixado e parcelado com os mesmo índice que fechará com os SPF's - "GOVERNO NÃO ACEITA REAJUSTE DIFERENCIADO".

    - Apesar de reconhecer q o lewando não foi assim tão omisso, DILMÁ (A CAPETA) NÃO NEGOCIA E PRONTO, cês quer que o cara faça o que, mesmo assim ele tem articulado junto ao PMDB. Agora cabe ao STF não aceitar o "rebaixamento do PL" e definir que a 1ª parcela seja paga
    em 01/2016.(Problema detectado), se o PL tiver substitutivo, volta para a câmara, se a LDO for aprovada antes do PL este se tornaria inexequível???????

    - Se o Governo bater o pé com a 1ª parcela para 06/2016 ou 01/2017, caberá aos sindicatos (vendidos), convocar uma greve e forçar a que a 1ª seja em 2016.

    - Penso que o melhor cenário " seria o governo bater o pé" e o PMDB bancar o bagulho, com a 1ª já em 2015, ANTES DA VOTAÇÃO DA NOVA LDO E RESPEITANDO A AUTONOMIA DOS PODERES, más se o acordo for fechado com o PL integral e a 1ª para 06/2016 é para comemorar e muito, pois o cenário para (2016/2017) é de estagnação econômica, inflação alta, aumento do índice de desempregados e queda na arrecadação.

    abraços.
    rockyBalboa
    rockyBalboa
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 446
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por rockyBalboa Qui 07 Maio 2015, 8:14 am

    Mas você não tinha virado "otimista" ontem? Acordou "pessimista"?

    Você é bipolar!

    PCS Garantido! Tenho certeza!

    -------------------------



    Denovo?? escreveu:Ao final, meu caro, até o boxeador aposentado virá pedir desculpas...


    Sem Frescura escreveu:
    VANDER DE PAULA escreveu:
    Mestre dos Magos! escreveu:
    Sem fogos, ainda!


    (Calma, pequena libélula!) – Seguinte macacada, ontem pela manhã aconteceu a reunião da CCJC no SF que “trouxe uma luz no fim do túnel” nessa novela chamada PCS. Quando em apenas 24h o José Maranhão - PMDB/PB - avocou a relatoria da bagaça eu pensei: Putz! “é 8 ou 80” (com verbo no singular mesmo, confesso!). Felizmente, até o momento, dá para afirmar que ele não está jogando pra plateia.


    Segue o barco e com ele a sua sorte:

    1. O PLC 28/2015 chegou no SF no dia 27/04.
    2. No dia seguinte (28/04) o Presida avocou a relatoria. Ele é do PMDB, lembrem-se.
    3. No dia 30 ele promete apresentar relatório e pautar a bagaça.
    4. No dia 04/05 eis que o relatório favorável é apresentado. Sem emendas, frise-se.
    5. E no dia 06/05 o PLC 28/2015 era o item 05 da pauta e foi levado a discussão, apesar da forte pressão para retirada de pauta.


    Discursaram:

    1. Eduardo Amorim – PSC/SE: “Esse projeto faz justiça aos servidores do Poder Judiciário”.
    2. Antônio Anastasia – PSDB/MG: “Nosso voto será favorável”.
    3. Antônio Carlos Valadares – PSB/SE: “Não tenho a menor dúvida de que o Senado Federal aprovará esta matéria”.
    4. Walter Pinheiro – PT/BA: ‘Não existe estrutura pública para atender brasileiro sem servidor bem remunerado. Apoio este projeto”.
    5. Rose de Freitas – PMDB/ES: “São nove anos de uma conversa infindável, que acaba sempre num único item: não tem recurso”.
    6. José Medeiros – PPS/MT: “Devia haver uma igualdade entre os Poderes. Entretanto, o Poder que tem a chave do cofre é mais igual que os outros”.
    7. Romero Jucá – PMDB/RR: “O PMDB votará favoravelmente à aprovação da matéria. O compromisso é: tendo a lei aprovada buscaremos a suplementação de recursos. O compromisso está de pé e o PMDB irá honrá-lo”.


    Pedido de Vista:

    1. Delcídio do Amaral – PT/MS (Líder do Governo): “Peço vistas para que a gente tome as medidas necessárias sob o ponto de vista orçamentário pra atender a demanda ora apresentada”.

    Não sejamos tolos. O Delcídio veio com esse papo por que é pau mandado do Governo e tentou explicar o inexplicável. A CCJC analisa orçamento por acaso rapá?

    E agora, José?

    Bom, analisando friamente os fatos dá para afirmar que desde 2009 nunca houve um momento político tão favorável à aprovação do reajuste (seja ele qual for). E o que isso quer dizer? Pensará o servidor médio: já dá pra comprar os fogos? A esses eu digo:  calma pequena borboleta das arábias! Ainda não dá nem pra fazer o orçamento dos fogos, piorou comprar.


    Zap Zap

    O que se sabe é que já tem algum tempo que Lewando está trocando zap zap com Michelzão e Levy. Dilma recusou o convite ("quero nem papo, teria dito ela"). No zap zap criaram até um grupo: A sugestão de Levy era intitulá-lo como “ajuste fiscal 2015”, Lewando que sugeriu o nome “pires na mão mermão”. Já Michelzão, ao velho estilo PMDBista, soltou o famoso: “tô só observando, daqui eu vejo uma luminosidade e um tiro”. Amarildo tá participando, fala pouco e sem poder de decisão (menino de recados), mas a calculadora de cá tá com ele – e é científica viu.


    CCJC

    A CCJC do SF está conosco? Sim. Até que ponto? Imprevisível. Será o suficiente para a aprovação do PLC 28/2015 na Comissão? Provavelmente. E o PT está conosco? Majoritariamente, não. A cúpula do Planalto prega o zero eterno, mas o racha da bancada petista nos favorece (vide a fala do Walter Pinheiro). Aliás, sabem porque foi o Delcídio Amaral (Líder do Governo) quem pediu vista? Por que os demais senadores petistas não queriam mais se desgastar. Daí sobrou para o líder (ossos do ofício, sacou?).

    PL na pauta!

    Na próxima quarta-feira o PLC 28/2015 deve entrar na pauta da CCJC. Será votado? Imprevisível. A pauta tá extensa (acho que será a sabatina do Fachin). Nesse cenário, a maior chance é que o PL seja votado apenas em 20/05. Até lá, o Líder do Governo (Delcídio Amaral) já deverá ter se reunido com Lewando (as assessorias estão articulando o encontro acho que para o início da próxima semana).

    Orçamento!

    E se não tiver acordo orçamentário até 13/05 ou 20/05? Daí o PL deverá ser aprovado na CCJC à revelia do PT (Governo) e se tentará nova rodada de negociação antes da ida ao Plenário do Senado Federal. Em se confirmando, num primeiro momento só irá ao Plenário com acordo. Se não se chegar a um acordo, aí apostaria numa ida a Plenário sem acordo mesmo – algo totalmente inédito no contexto de PCS e com enorme grau de imprevisibilidade – (a ida a Plenário é com apoio do PMDB, lembre-se).

    O que eu apostaria?

    Bom, imagino que se o matemático Oswald de Souza fosse consultado, ele diria que é importante aproveitar o apoio do PMDB e, principalmente, a desgovernabilidade do PT. Nesse cenário, as chances estão próximas a 60% de “algo” ser aprovado (mesmo com cenário econômico pavoroso – sim, eu sei que é paradoxal e a turma do zero não está totalmente errada não). Descobrir o que seria esse “algo” e a forma de implementação demanda informações privilegiadas e acontecimentos futuros (repito: futuros) que estão próximos a acontecer. Comentar agora seria mera especulação. Faz o seguinte: na dúvida, continue confiante no zero, não se endivide mais ainda, aguarde a próxima jogada nesse jogo de xadrez que tá agendada para 13/05 e boa sorte!

    Segue o cortejo nessa bagaça, pois!


    Opa, primeirão a comentar o post do Mago.


    1. Anastasia, Amorim, Valadares, Pinheiro, Freitas...esses caras estão jogando para a platéia!
    A estratégia é: se alguém vai ser o algoz, então podemos ser os mocinhos e fazer belos discursos.
    Todos sabem que não sai nada, mas fica bem consolar os perdedores (nós)! E essa tramitação fajuta do PL ainda
    renderá uma desgraça para a categoria: reelegerá a atual direção do Sindjus. O povo é alienado, acreditem, e saindo
    qualquer 'passinho' nesse lixo de PL, a galera corre para seus herois (os diretores do Sindjus). Golpe manjado: criar um
    factoide em véspera de eleições!

    2. Não há momento favorável, há enrolação. Favorável seria o anúncio de um acordo com o Governo. Ocorre, porém,
    que o PL Mamute é hediondo, é oneroso, gera disparidades salariais, tudo de ruim. E o Governo não o quer nem maqueado,
    nem parcelado, nem fatiado em pedacinhos...não o quer, e pronto! Cabe aos inteligentes aqui mandar esse PL pros quintos, e
    pedir algo que o Governo aceite: subsídio com absorção das incorporações e com teto, para que servidor não ganhe mais que juiz.

    3. Se o PL Mamute for a Plenário no Senado, será recusado e arquivado. O Governo acaba determinando o resultado das votações, vide o que ocorreu hoje com o polêmico Ajuste Fiscal. Não tem ainda um número de deputados e senadores loucos o suficiente para votar contra o Governo: os que se arriscam ficam sem verbas, sem oportunidades, sem diálogo...viram zumbis no Congresso.

    4. Façamos o seguinte: mandamos esse PL Mamute para os quintos dos infernos, e assim cessará a enrolação, e peçamos um Plano de Carreira por subsídio. Antes de junho, para entrar no Orçamento de 2016, com pagamento já em janeiro.
    Dá para entender isso? Ou precisa esperar a tragédia acontecer para acreditar?


    Vamos agir, galera.


    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Nunca imaginei que seria mais pessimista que o TRF1 e o Denovo??, mas chegou o momento. Estao nos enrolando novamente, brincando de herois e viloes com 120 mil familias que ha 9 anos aguardam recomposicao salarial.

    Reflitam: quando o PMDB deu algo sem levar nada em troca? Voces sabem muito bem que a resposta eh: nunca. O PMDB eh como o famoso Planicie (Fr., Pre-Rev. Fr.) no Brasil, ta sempre do lado do Partido dominante, no nosso caso, do lado do PT, Partido da Presidente. Mesmo com alguns rebeldes, eles nao dao ponto sem noh.

    Esse PCS definido 3.0 nao passa de jogo de cena, outro engana troxa pra empurrarem nosso reajuste para as proximas eleicoes. Os PMDBistas tem muita forca em pleitos municipais e querem fazer media com os servidores do PJU espalhados pelo Brasil, figurando como defensores da nossa causa, quando na verdade sabem que nada passarah a nao ser o reajuste geral, da forma definida para a massa dos servidores federais do Executivo.

    Prefiro mil vezes o Ze Colmeia, que pelo menos era contido. Desde que virou Meste dos Magos parece um troll, que fica especulando sobre boatos e falando nada com nada. Volta Ze Colmeia!
    Fhighlander
    Fhighlander
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 757
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 30/03/2015

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Fhighlander Qui 07 Maio 2015, 8:34 am

    corujito escreveu:27

    42
    Antonio Batai
    Antonio Batai
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 673
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 22/12/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Antonio Batai Qui 07 Maio 2015, 8:46 am

    Mestre dos Magos! escreveu:
    Sem fogos, ainda!


    (Calma, pequena libélula!) – Seguinte macacada, ontem pela manhã aconteceu a reunião da CCJC no SF que “trouxe uma luz no fim do túnel” nessa novela chamada PCS. Quando em apenas 24h o José Maranhão - PMDB/PB - avocou a relatoria da bagaça eu pensei: Putz! “é 8 ou 80” (com verbo no singular mesmo, confesso!). Felizmente, até o momento, dá para afirmar que ele não está jogando pra plateia.


    Segue o barco e com ele a sua sorte:

    1. O PLC 28/2015 chegou no SF no dia 27/04.
    2. No dia seguinte (28/04) o Presida avocou a relatoria. Ele é do PMDB, lembrem-se.
    3. No dia 30 ele promete apresentar relatório e pautar a bagaça.
    4. No dia 04/05 eis que o relatório favorável é apresentado. Sem emendas, frise-se.
    5. E no dia 06/05 o PLC 28/2015 era o item 05 da pauta e foi levado a discussão, apesar da forte pressão para retirada de pauta.


    Discursaram:

    1. Eduardo Amorim – PSC/SE: “Esse projeto faz justiça aos servidores do Poder Judiciário”.
    2. Antônio Anastasia – PSDB/MG: “Nosso voto será favorável”.
    3. Antônio Carlos Valadares – PSB/SE: “Não tenho a menor dúvida de que o Senado Federal aprovará esta matéria”.
    4. Walter Pinheiro – PT/BA: ‘Não existe estrutura pública para atender brasileiro sem servidor bem remunerado. Apoio este projeto”.
    5. Rose de Freitas – PMDB/ES: “São nove anos de uma conversa infindável, que acaba sempre num único item: não tem recurso”.
    6. José Medeiros – PPS/MT: “Devia haver uma igualdade entre os Poderes. Entretanto, o Poder que tem a chave do cofre é mais igual que os outros”.
    7. Romero Jucá – PMDB/RR: “O PMDB votará favoravelmente à aprovação da matéria. O compromisso é: tendo a lei aprovada buscaremos a suplementação de recursos. O compromisso está de pé e o PMDB irá honrá-lo”.


    Pedido de Vista:

    1. Delcídio do Amaral – PT/MS (Líder do Governo): “Peço vistas para que a gente tome as medidas necessárias sob o ponto de vista orçamentário pra atender a demanda ora apresentada”.

    Não sejamos tolos. O Delcídio veio com esse papo por que é pau mandado do Governo e tentou explicar o inexplicável. A CCJC analisa orçamento por acaso rapá?

    E agora, José?

    Bom, analisando friamente os fatos dá para afirmar que desde 2009 nunca houve um momento político tão favorável à aprovação do reajuste (seja ele qual for). E o que isso quer dizer? Pensará o servidor médio: já dá pra comprar os fogos? A esses eu digo:  calma pequena borboleta das arábias! Ainda não dá nem pra fazer o orçamento dos fogos, piorou comprar.


    Zap Zap

    O que se sabe é que já tem algum tempo que Lewando está trocando zap zap com Michelzão e Levy. Dilma recusou o convite ("quero nem papo, teria dito ela"). No zap zap criaram até um grupo: A sugestão de Levy era intitulá-lo como “ajuste fiscal 2015”, Lewando que sugeriu o nome “pires na mão mermão”. Já Michelzão, ao velho estilo PMDBista, soltou o famoso: “tô só observando, daqui eu vejo uma luminosidade e um tiro”. Amarildo tá participando, fala pouco e sem poder de decisão (menino de recados), mas a calculadora de cá tá com ele – e é científica viu.


    CCJC

    A CCJC do SF está conosco? Sim. Até que ponto? Imprevisível. Será o suficiente para a aprovação do PLC 28/2015 na Comissão? Provavelmente. E o PT está conosco? Majoritariamente, não. A cúpula do Planalto prega o zero eterno, mas o racha da bancada petista nos favorece (vide a fala do Walter Pinheiro). Aliás, sabem porque foi o Delcídio Amaral (Líder do Governo) quem pediu vista? Por que os demais senadores petistas não queriam mais se desgastar. Daí sobrou para o líder (ossos do ofício, sacou?).

    PL na pauta!

    Na próxima quarta-feira o PLC 28/2015 deve entrar na pauta da CCJC. Será votado? Imprevisível. A pauta tá extensa (acho que será a sabatina do Fachin). Nesse cenário, a maior chance é que o PL seja votado apenas em 20/05. Até lá, o Líder do Governo (Delcídio Amaral) já deverá ter se reunido com Lewando (as assessorias estão articulando o encontro acho que para o início da próxima semana).

    Orçamento!

    E se não tiver acordo orçamentário até 13/05 ou 20/05? Daí o PL deverá ser aprovado na CCJC à revelia do PT (Governo) e se tentará nova rodada de negociação antes da ida ao Plenário do Senado Federal. Em se confirmando, num primeiro momento só irá ao Plenário com acordo. Se não se chegar a um acordo, aí apostaria numa ida a Plenário sem acordo mesmo – algo totalmente inédito no contexto de PCS e com enorme grau de imprevisibilidade – (a ida a Plenário é com apoio do PMDB, lembre-se).

    O que eu apostaria?

    Bom, imagino que se o matemático Oswald de Souza fosse consultado, ele diria que é importante aproveitar o apoio do PMDB e, principalmente, a desgovernabilidade do PT. Nesse cenário, as chances estão próximas a 60% de “algo” ser aprovado (mesmo com cenário econômico pavoroso – sim, eu sei que é paradoxal e a turma do zero não está totalmente errada não). Descobrir o que seria esse “algo” e a forma de implementação demanda informações privilegiadas e acontecimentos futuros (repito: futuros) que estão próximos a acontecer. Comentar agora seria mera especulação. Faz o seguinte: na dúvida, continue confiante no zero, não se endivide mais ainda, aguarde a próxima jogada nesse jogo de xadrez que tá agendada para 13/05 e boa sorte!

    Segue o cortejo nessa bagaça, pois!

    O ajuste fiscal do governo petista foi aprovado: É ZERO DE REAJUSTE PELOS PRÓXIMOS ANOS!
    avatar
    RafaMaster
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 380
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 13/10/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RafaMaster Qui 07 Maio 2015, 8:49 am

    Fhighlander escreveu:
    corujito escreveu:27

    42

    BINGOOOO
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Qui 07 Maio 2015, 8:49 am

    0. Até 2016.


    Fhighlander escreveu:
    corujito escreveu:27

    42
    Del Piero
    Del Piero
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 432
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 17/12/2014
    Localização : Rio de Janeiro

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Del Piero Qui 07 Maio 2015, 8:55 am

    Prezados,

    após uma eventual aprovação na CCJ do Senado, o PL irá para onde?

    Abraços.
    rockyBalboa
    rockyBalboa
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 446
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por rockyBalboa Qui 07 Maio 2015, 8:58 am

    Putz! Leia a notícia direito, veja o arremedo do que foi aprovado, não tem impacto NENHUM em nosso PCS! cala a boca


    -------------------------------


    Antonio Batai escreveu:
    Mestre dos Magos! escreveu:
    Sem fogos, ainda!


    (Calma, pequena libélula!) – Seguinte macacada, ontem pela manhã aconteceu a reunião da CCJC no SF que “trouxe uma luz no fim do túnel” nessa novela chamada PCS. Quando em apenas 24h o José Maranhão - PMDB/PB - avocou a relatoria da bagaça eu pensei: Putz! “é 8 ou 80” (com verbo no singular mesmo, confesso!). Felizmente, até o momento, dá para afirmar que ele não está jogando pra plateia.


    Segue o barco e com ele a sua sorte:

    1. O PLC 28/2015 chegou no SF no dia 27/04.
    2. No dia seguinte (28/04) o Presida avocou a relatoria. Ele é do PMDB, lembrem-se.
    3. No dia 30 ele promete apresentar relatório e pautar a bagaça.
    4. No dia 04/05 eis que o relatório favorável é apresentado. Sem emendas, frise-se.
    5. E no dia 06/05 o PLC 28/2015 era o item 05 da pauta e foi levado a discussão, apesar da forte pressão para retirada de pauta.


    Discursaram:

    1. Eduardo Amorim – PSC/SE: “Esse projeto faz justiça aos servidores do Poder Judiciário”.
    2. Antônio Anastasia – PSDB/MG: “Nosso voto será favorável”.
    3. Antônio Carlos Valadares – PSB/SE: “Não tenho a menor dúvida de que o Senado Federal aprovará esta matéria”.
    4. Walter Pinheiro – PT/BA: ‘Não existe estrutura pública para atender brasileiro sem servidor bem remunerado. Apoio este projeto”.
    5. Rose de Freitas – PMDB/ES: “São nove anos de uma conversa infindável, que acaba sempre num único item: não tem recurso”.
    6. José Medeiros – PPS/MT: “Devia haver uma igualdade entre os Poderes. Entretanto, o Poder que tem a chave do cofre é mais igual que os outros”.
    7. Romero Jucá – PMDB/RR: “O PMDB votará favoravelmente à aprovação da matéria. O compromisso é: tendo a lei aprovada buscaremos a suplementação de recursos. O compromisso está de pé e o PMDB irá honrá-lo”.


    Pedido de Vista:

    1. Delcídio do Amaral – PT/MS (Líder do Governo): “Peço vistas para que a gente tome as medidas necessárias sob o ponto de vista orçamentário pra atender a demanda ora apresentada”.

    Não sejamos tolos. O Delcídio veio com esse papo por que é pau mandado do Governo e tentou explicar o inexplicável. A CCJC analisa orçamento por acaso rapá?

    E agora, José?

    Bom, analisando friamente os fatos dá para afirmar que desde 2009 nunca houve um momento político tão favorável à aprovação do reajuste (seja ele qual for). E o que isso quer dizer? Pensará o servidor médio: já dá pra comprar os fogos? A esses eu digo:  calma pequena borboleta das arábias! Ainda não dá nem pra fazer o orçamento dos fogos, piorou comprar.


    Zap Zap

    O que se sabe é que já tem algum tempo que Lewando está trocando zap zap com Michelzão e Levy. Dilma recusou o convite ("quero nem papo, teria dito ela"). No zap zap criaram até um grupo: A sugestão de Levy era intitulá-lo como “ajuste fiscal 2015”, Lewando que sugeriu o nome “pires na mão mermão”. Já Michelzão, ao velho estilo PMDBista, soltou o famoso: “tô só observando, daqui eu vejo uma luminosidade e um tiro”. Amarildo tá participando, fala pouco e sem poder de decisão (menino de recados), mas a calculadora de cá tá com ele – e é científica viu.


    CCJC

    A CCJC do SF está conosco? Sim. Até que ponto? Imprevisível. Será o suficiente para a aprovação do PLC 28/2015 na Comissão? Provavelmente. E o PT está conosco? Majoritariamente, não. A cúpula do Planalto prega o zero eterno, mas o racha da bancada petista nos favorece (vide a fala do Walter Pinheiro). Aliás, sabem porque foi o Delcídio Amaral (Líder do Governo) quem pediu vista? Por que os demais senadores petistas não queriam mais se desgastar. Daí sobrou para o líder (ossos do ofício, sacou?).

    PL na pauta!

    Na próxima quarta-feira o PLC 28/2015 deve entrar na pauta da CCJC. Será votado? Imprevisível. A pauta tá extensa (acho que será a sabatina do Fachin). Nesse cenário, a maior chance é que o PL seja votado apenas em 20/05. Até lá, o Líder do Governo (Delcídio Amaral) já deverá ter se reunido com Lewando (as assessorias estão articulando o encontro acho que para o início da próxima semana).

    Orçamento!

    E se não tiver acordo orçamentário até 13/05 ou 20/05? Daí o PL deverá ser aprovado na CCJC à revelia do PT (Governo) e se tentará nova rodada de negociação antes da ida ao Plenário do Senado Federal. Em se confirmando, num primeiro momento só irá ao Plenário com acordo. Se não se chegar a um acordo, aí apostaria numa ida a Plenário sem acordo mesmo – algo totalmente inédito no contexto de PCS e com enorme grau de imprevisibilidade – (a ida a Plenário é com apoio do PMDB, lembre-se).

    O que eu apostaria?

    Bom, imagino que se o matemático Oswald de Souza fosse consultado, ele diria que é importante aproveitar o apoio do PMDB e, principalmente, a desgovernabilidade do PT. Nesse cenário, as chances estão próximas a 60% de “algo” ser aprovado (mesmo com cenário econômico pavoroso – sim, eu sei que é paradoxal e a turma do zero não está totalmente errada não). Descobrir o que seria esse “algo” e a forma de implementação demanda informações privilegiadas e acontecimentos futuros (repito: futuros) que estão próximos a acontecer. Comentar agora seria mera especulação. Faz o seguinte: na dúvida, continue confiante no zero, não se endivide mais ainda, aguarde a próxima jogada nesse jogo de xadrez que tá agendada para 13/05 e boa sorte!

    Segue o cortejo nessa bagaça, pois!

    O ajuste fiscal do governo petista foi aprovado: É ZERO DE REAJUSTE PELOS PRÓXIMOS ANOS!
    Antonio Batai
    Antonio Batai
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 673
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 22/12/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Antonio Batai Qui 07 Maio 2015, 9:01 am

    Ui, tá nervosinho? Vem calar....Ah, mais um que acha que o "PCCR está definido", já faz 5 anos isso, meu filho!
    rockyBalboa escreveu:Putz! Leia a notícia direito, veja o arremedo do que foi aprovado, não tem impacto NENHUM em nosso PCS! cala a boca


    -------------------------------


    Antonio Batai escreveu:
    Mestre dos Magos! escreveu:
    Sem fogos, ainda!


    (Calma, pequena libélula!) – Seguinte macacada, ontem pela manhã aconteceu a reunião da CCJC no SF que “trouxe uma luz no fim do túnel” nessa novela chamada PCS. Quando em apenas 24h o José Maranhão - PMDB/PB - avocou a relatoria da bagaça eu pensei: Putz! “é 8 ou 80” (com verbo no singular mesmo, confesso!). Felizmente, até o momento, dá para afirmar que ele não está jogando pra plateia.


    Segue o barco e com ele a sua sorte:

    1. O PLC 28/2015 chegou no SF no dia 27/04.
    2. No dia seguinte (28/04) o Presida avocou a relatoria. Ele é do PMDB, lembrem-se.
    3. No dia 30 ele promete apresentar relatório e pautar a bagaça.
    4. No dia 04/05 eis que o relatório favorável é apresentado. Sem emendas, frise-se.
    5. E no dia 06/05 o PLC 28/2015 era o item 05 da pauta e foi levado a discussão, apesar da forte pressão para retirada de pauta.


    Discursaram:

    1. Eduardo Amorim – PSC/SE: “Esse projeto faz justiça aos servidores do Poder Judiciário”.
    2. Antônio Anastasia – PSDB/MG: “Nosso voto será favorável”.
    3. Antônio Carlos Valadares – PSB/SE: “Não tenho a menor dúvida de que o Senado Federal aprovará esta matéria”.
    4. Walter Pinheiro – PT/BA: ‘Não existe estrutura pública para atender brasileiro sem servidor bem remunerado. Apoio este projeto”.
    5. Rose de Freitas – PMDB/ES: “São nove anos de uma conversa infindável, que acaba sempre num único item: não tem recurso”.
    6. José Medeiros – PPS/MT: “Devia haver uma igualdade entre os Poderes. Entretanto, o Poder que tem a chave do cofre é mais igual que os outros”.
    7. Romero Jucá – PMDB/RR: “O PMDB votará favoravelmente à aprovação da matéria. O compromisso é: tendo a lei aprovada buscaremos a suplementação de recursos. O compromisso está de pé e o PMDB irá honrá-lo”.


    Pedido de Vista:

    1. Delcídio do Amaral – PT/MS (Líder do Governo): “Peço vistas para que a gente tome as medidas necessárias sob o ponto de vista orçamentário pra atender a demanda ora apresentada”.

    Não sejamos tolos. O Delcídio veio com esse papo por que é pau mandado do Governo e tentou explicar o inexplicável. A CCJC analisa orçamento por acaso rapá?

    E agora, José?

    Bom, analisando friamente os fatos dá para afirmar que desde 2009 nunca houve um momento político tão favorável à aprovação do reajuste (seja ele qual for). E o que isso quer dizer? Pensará o servidor médio: já dá pra comprar os fogos? A esses eu digo:  calma pequena borboleta das arábias! Ainda não dá nem pra fazer o orçamento dos fogos, piorou comprar.


    Zap Zap

    O que se sabe é que já tem algum tempo que Lewando está trocando zap zap com Michelzão e Levy. Dilma recusou o convite ("quero nem papo, teria dito ela"). No zap zap criaram até um grupo: A sugestão de Levy era intitulá-lo como “ajuste fiscal 2015”, Lewando que sugeriu o nome “pires na mão mermão”. Já Michelzão, ao velho estilo PMDBista, soltou o famoso: “tô só observando, daqui eu vejo uma luminosidade e um tiro”. Amarildo tá participando, fala pouco e sem poder de decisão (menino de recados), mas a calculadora de cá tá com ele – e é científica viu.


    CCJC

    A CCJC do SF está conosco? Sim. Até que ponto? Imprevisível. Será o suficiente para a aprovação do PLC 28/2015 na Comissão? Provavelmente. E o PT está conosco? Majoritariamente, não. A cúpula do Planalto prega o zero eterno, mas o racha da bancada petista nos favorece (vide a fala do Walter Pinheiro). Aliás, sabem porque foi o Delcídio Amaral (Líder do Governo) quem pediu vista? Por que os demais senadores petistas não queriam mais se desgastar. Daí sobrou para o líder (ossos do ofício, sacou?).

    PL na pauta!

    Na próxima quarta-feira o PLC 28/2015 deve entrar na pauta da CCJC. Será votado? Imprevisível. A pauta tá extensa (acho que será a sabatina do Fachin). Nesse cenário, a maior chance é que o PL seja votado apenas em 20/05. Até lá, o Líder do Governo (Delcídio Amaral) já deverá ter se reunido com Lewando (as assessorias estão articulando o encontro acho que para o início da próxima semana).

    Orçamento!

    E se não tiver acordo orçamentário até 13/05 ou 20/05? Daí o PL deverá ser aprovado na CCJC à revelia do PT (Governo) e se tentará nova rodada de negociação antes da ida ao Plenário do Senado Federal. Em se confirmando, num primeiro momento só irá ao Plenário com acordo. Se não se chegar a um acordo, aí apostaria numa ida a Plenário sem acordo mesmo – algo totalmente inédito no contexto de PCS e com enorme grau de imprevisibilidade – (a ida a Plenário é com apoio do PMDB, lembre-se).

    O que eu apostaria?

    Bom, imagino que se o matemático Oswald de Souza fosse consultado, ele diria que é importante aproveitar o apoio do PMDB e, principalmente, a desgovernabilidade do PT. Nesse cenário, as chances estão próximas a 60% de “algo” ser aprovado (mesmo com cenário econômico pavoroso – sim, eu sei que é paradoxal e a turma do zero não está totalmente errada não). Descobrir o que seria esse “algo” e a forma de implementação demanda informações privilegiadas e acontecimentos futuros (repito: futuros) que estão próximos a acontecer. Comentar agora seria mera especulação. Faz o seguinte: na dúvida, continue confiante no zero, não se endivide mais ainda, aguarde a próxima jogada nesse jogo de xadrez que tá agendada para 13/05 e boa sorte!

    Segue o cortejo nessa bagaça, pois!

    O ajuste fiscal do governo petista foi aprovado: É ZERO DE REAJUSTE PELOS PRÓXIMOS ANOS!
    rockyBalboa
    rockyBalboa
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 446
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por rockyBalboa Qui 07 Maio 2015, 9:06 am

    Repetindo: aprenda a ler e cala a boca!


    Antonio Batai escreveu:Ui, tá nervosinho? Vem calar....Ah, mais um que acha que o "PCCR está definido", já faz 5 anos isso, meu filho!
    rockyBalboa escreveu:Putz! Leia a notícia direito, veja o arremedo do que foi aprovado, não tem impacto NENHUM em nosso PCS! cala a boca


    -------------------------------


    Antonio Batai escreveu:
    Mestre dos Magos! escreveu:
    Sem fogos, ainda!


    (Calma, pequena libélula!) – Seguinte macacada, ontem pela manhã aconteceu a reunião da CCJC no SF que “trouxe uma luz no fim do túnel” nessa novela chamada PCS. Quando em apenas 24h o José Maranhão - PMDB/PB - avocou a relatoria da bagaça eu pensei: Putz! “é 8 ou 80” (com verbo no singular mesmo, confesso!). Felizmente, até o momento, dá para afirmar que ele não está jogando pra plateia.


    Segue o barco e com ele a sua sorte:

    1. O PLC 28/2015 chegou no SF no dia 27/04.
    2. No dia seguinte (28/04) o Presida avocou a relatoria. Ele é do PMDB, lembrem-se.
    3. No dia 30 ele promete apresentar relatório e pautar a bagaça.
    4. No dia 04/05 eis que o relatório favorável é apresentado. Sem emendas, frise-se.
    5. E no dia 06/05 o PLC 28/2015 era o item 05 da pauta e foi levado a discussão, apesar da forte pressão para retirada de pauta.


    Discursaram:

    1. Eduardo Amorim – PSC/SE: “Esse projeto faz justiça aos servidores do Poder Judiciário”.
    2. Antônio Anastasia – PSDB/MG: “Nosso voto será favorável”.
    3. Antônio Carlos Valadares – PSB/SE: “Não tenho a menor dúvida de que o Senado Federal aprovará esta matéria”.
    4. Walter Pinheiro – PT/BA: ‘Não existe estrutura pública para atender brasileiro sem servidor bem remunerado. Apoio este projeto”.
    5. Rose de Freitas – PMDB/ES: “São nove anos de uma conversa infindável, que acaba sempre num único item: não tem recurso”.
    6. José Medeiros – PPS/MT: “Devia haver uma igualdade entre os Poderes. Entretanto, o Poder que tem a chave do cofre é mais igual que os outros”.
    7. Romero Jucá – PMDB/RR: “O PMDB votará favoravelmente à aprovação da matéria. O compromisso é: tendo a lei aprovada buscaremos a suplementação de recursos. O compromisso está de pé e o PMDB irá honrá-lo”.


    Pedido de Vista:

    1. Delcídio do Amaral – PT/MS (Líder do Governo): “Peço vistas para que a gente tome as medidas necessárias sob o ponto de vista orçamentário pra atender a demanda ora apresentada”.

    Não sejamos tolos. O Delcídio veio com esse papo por que é pau mandado do Governo e tentou explicar o inexplicável. A CCJC analisa orçamento por acaso rapá?

    E agora, José?

    Bom, analisando friamente os fatos dá para afirmar que desde 2009 nunca houve um momento político tão favorável à aprovação do reajuste (seja ele qual for). E o que isso quer dizer? Pensará o servidor médio: já dá pra comprar os fogos? A esses eu digo:  calma pequena borboleta das arábias! Ainda não dá nem pra fazer o orçamento dos fogos, piorou comprar.


    Zap Zap

    O que se sabe é que já tem algum tempo que Lewando está trocando zap zap com Michelzão e Levy. Dilma recusou o convite ("quero nem papo, teria dito ela"). No zap zap criaram até um grupo: A sugestão de Levy era intitulá-lo como “ajuste fiscal 2015”, Lewando que sugeriu o nome “pires na mão mermão”. Já Michelzão, ao velho estilo PMDBista, soltou o famoso: “tô só observando, daqui eu vejo uma luminosidade e um tiro”. Amarildo tá participando, fala pouco e sem poder de decisão (menino de recados), mas a calculadora de cá tá com ele – e é científica viu.


    CCJC

    A CCJC do SF está conosco? Sim. Até que ponto? Imprevisível. Será o suficiente para a aprovação do PLC 28/2015 na Comissão? Provavelmente. E o PT está conosco? Majoritariamente, não. A cúpula do Planalto prega o zero eterno, mas o racha da bancada petista nos favorece (vide a fala do Walter Pinheiro). Aliás, sabem porque foi o Delcídio Amaral (Líder do Governo) quem pediu vista? Por que os demais senadores petistas não queriam mais se desgastar. Daí sobrou para o líder (ossos do ofício, sacou?).

    PL na pauta!

    Na próxima quarta-feira o PLC 28/2015 deve entrar na pauta da CCJC. Será votado? Imprevisível. A pauta tá extensa (acho que será a sabatina do Fachin). Nesse cenário, a maior chance é que o PL seja votado apenas em 20/05. Até lá, o Líder do Governo (Delcídio Amaral) já deverá ter se reunido com Lewando (as assessorias estão articulando o encontro acho que para o início da próxima semana).

    Orçamento!

    E se não tiver acordo orçamentário até 13/05 ou 20/05? Daí o PL deverá ser aprovado na CCJC à revelia do PT (Governo) e se tentará nova rodada de negociação antes da ida ao Plenário do Senado Federal. Em se confirmando, num primeiro momento só irá ao Plenário com acordo. Se não se chegar a um acordo, aí apostaria numa ida a Plenário sem acordo mesmo – algo totalmente inédito no contexto de PCS e com enorme grau de imprevisibilidade – (a ida a Plenário é com apoio do PMDB, lembre-se).

    O que eu apostaria?

    Bom, imagino que se o matemático Oswald de Souza fosse consultado, ele diria que é importante aproveitar o apoio do PMDB e, principalmente, a desgovernabilidade do PT. Nesse cenário, as chances estão próximas a 60% de “algo” ser aprovado (mesmo com cenário econômico pavoroso – sim, eu sei que é paradoxal e a turma do zero não está totalmente errada não). Descobrir o que seria esse “algo” e a forma de implementação demanda informações privilegiadas e acontecimentos futuros (repito: futuros) que estão próximos a acontecer. Comentar agora seria mera especulação. Faz o seguinte: na dúvida, continue confiante no zero, não se endivide mais ainda, aguarde a próxima jogada nesse jogo de xadrez que tá agendada para 13/05 e boa sorte!

    Segue o cortejo nessa bagaça, pois!

    O ajuste fiscal do governo petista foi aprovado: É ZERO DE REAJUSTE PELOS PRÓXIMOS ANOS!
    rockyBalboa
    rockyBalboa
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 446
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por rockyBalboa Qui 07 Maio 2015, 9:14 am

    O mestre dos magos me lembrou uma personagem do desenho South Park: O Senhor Retrospectiva.

    Acontecia uma catástrofe, chama o héroi "Senhor Retrospectiva", ele vinha, olhava o estrago e fazia uma retrospectiva do acontecido até o momento do acidente. Acaba de falar e ia embora. lembra muito nossso colega.

    -------------------

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    subsidioja_
    subsidioja_
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2536
    Reputação : 336
    Data de inscrição : 05/04/2011

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por subsidioja_ Qui 07 Maio 2015, 9:18 am

    Antonio Batai escreveu:Ui, tá nervosinho? Vem calar....Ah, mais um que acha que o "PCCR está definido", já faz 5 anos isso, meu filho!
    rockyBalboa escreveu:Putz! Leia a notícia direito, veja o arremedo do que foi aprovado, não tem impacto NENHUM em nosso PCS! cala a boca


    -------------------------------


    Antonio Batai escreveu:
    Mestre dos Magos! escreveu:
    Sem fogos, ainda!


    (Calma, pequena libélula!) – Seguinte macacada, ontem pela manhã aconteceu a reunião da CCJC no SF que “trouxe uma luz no fim do túnel” nessa novela chamada PCS. Quando em apenas 24h o José Maranhão - PMDB/PB - avocou a relatoria da bagaça eu pensei: Putz! “é 8 ou 80” (com verbo no singular mesmo, confesso!). Felizmente, até o momento, dá para afirmar que ele não está jogando pra plateia.


    Segue o barco e com ele a sua sorte:

    1. O PLC 28/2015 chegou no SF no dia 27/04.
    2. No dia seguinte (28/04) o Presida avocou a relatoria. Ele é do PMDB, lembrem-se.
    3. No dia 30 ele promete apresentar relatório e pautar a bagaça.
    4. No dia 04/05 eis que o relatório favorável é apresentado. Sem emendas, frise-se.
    5. E no dia 06/05 o PLC 28/2015 era o item 05 da pauta e foi levado a discussão, apesar da forte pressão para retirada de pauta.


    Discursaram:

    1. Eduardo Amorim – PSC/SE: “Esse projeto faz justiça aos servidores do Poder Judiciário”.
    2. Antônio Anastasia – PSDB/MG: “Nosso voto será favorável”.
    3. Antônio Carlos Valadares – PSB/SE: “Não tenho a menor dúvida de que o Senado Federal aprovará esta matéria”.
    4. Walter Pinheiro – PT/BA: ‘Não existe estrutura pública para atender brasileiro sem servidor bem remunerado. Apoio este projeto”.
    5. Rose de Freitas – PMDB/ES: “São nove anos de uma conversa infindável, que acaba sempre num único item: não tem recurso”.
    6. José Medeiros – PPS/MT: “Devia haver uma igualdade entre os Poderes. Entretanto, o Poder que tem a chave do cofre é mais igual que os outros”.
    7. Romero Jucá – PMDB/RR: “O PMDB votará favoravelmente à aprovação da matéria. O compromisso é: tendo a lei aprovada buscaremos a suplementação de recursos. O compromisso está de pé e o PMDB irá honrá-lo”.


    Pedido de Vista:

    1. Delcídio do Amaral – PT/MS (Líder do Governo): “Peço vistas para que a gente tome as medidas necessárias sob o ponto de vista orçamentário pra atender a demanda ora apresentada”.

    Não sejamos tolos. O Delcídio veio com esse papo por que é pau mandado do Governo e tentou explicar o inexplicável. A CCJC analisa orçamento por acaso rapá?

    E agora, José?

    Bom, analisando friamente os fatos dá para afirmar que desde 2009 nunca houve um momento político tão favorável à aprovação do reajuste (seja ele qual for). E o que isso quer dizer? Pensará o servidor médio: já dá pra comprar os fogos? A esses eu digo:  calma pequena borboleta das arábias! Ainda não dá nem pra fazer o orçamento dos fogos, piorou comprar.


    Zap Zap

    O que se sabe é que já tem algum tempo que Lewando está trocando zap zap com Michelzão e Levy. Dilma recusou o convite ("quero nem papo, teria dito ela"). No zap zap criaram até um grupo: A sugestão de Levy era intitulá-lo como “ajuste fiscal 2015”, Lewando que sugeriu o nome “pires na mão mermão”. Já Michelzão, ao velho estilo PMDBista, soltou o famoso: “tô só observando, daqui eu vejo uma luminosidade e um tiro”. Amarildo tá participando, fala pouco e sem poder de decisão (menino de recados), mas a calculadora de cá tá com ele – e é científica viu.


    CCJC

    A CCJC do SF está conosco? Sim. Até que ponto? Imprevisível. Será o suficiente para a aprovação do PLC 28/2015 na Comissão? Provavelmente. E o PT está conosco? Majoritariamente, não. A cúpula do Planalto prega o zero eterno, mas o racha da bancada petista nos favorece (vide a fala do Walter Pinheiro). Aliás, sabem porque foi o Delcídio Amaral (Líder do Governo) quem pediu vista? Por que os demais senadores petistas não queriam mais se desgastar. Daí sobrou para o líder (ossos do ofício, sacou?).

    PL na pauta!

    Na próxima quarta-feira o PLC 28/2015 deve entrar na pauta da CCJC. Será votado? Imprevisível. A pauta tá extensa (acho que será a sabatina do Fachin). Nesse cenário, a maior chance é que o PL seja votado apenas em 20/05. Até lá, o Líder do Governo (Delcídio Amaral) já deverá ter se reunido com Lewando (as assessorias estão articulando o encontro acho que para o início da próxima semana).

    Orçamento!

    E se não tiver acordo orçamentário até 13/05 ou 20/05? Daí o PL deverá ser aprovado na CCJC à revelia do PT (Governo) e se tentará nova rodada de negociação antes da ida ao Plenário do Senado Federal. Em se confirmando, num primeiro momento só irá ao Plenário com acordo. Se não se chegar a um acordo, aí apostaria numa ida a Plenário sem acordo mesmo – algo totalmente inédito no contexto de PCS e com enorme grau de imprevisibilidade – (a ida a Plenário é com apoio do PMDB, lembre-se).

    O que eu apostaria?

    Bom, imagino que se o matemático Oswald de Souza fosse consultado, ele diria que é importante aproveitar o apoio do PMDB e, principalmente, a desgovernabilidade do PT. Nesse cenário, as chances estão próximas a 60% de “algo” ser aprovado (mesmo com cenário econômico pavoroso – sim, eu sei que é paradoxal e a turma do zero não está totalmente errada não). Descobrir o que seria esse “algo” e a forma de implementação demanda informações privilegiadas e acontecimentos futuros (repito: futuros) que estão próximos a acontecer. Comentar agora seria mera especulação. Faz o seguinte: na dúvida, continue confiante no zero, não se endivide mais ainda, aguarde a próxima jogada nesse jogo de xadrez que tá agendada para 13/05 e boa sorte!

    Segue o cortejo nessa bagaça, pois!

    O ajuste fiscal do governo petista foi aprovado: É ZERO DE REAJUSTE PELOS PRÓXIMOS ANOS!

    "Cala a boca já morreu! Quem manda na minha boca sou eu!"

    entrando aqui a gente lembra da época em que era criança...


    Última edição por subsidioja_ em Qui 07 Maio 2015, 9:22 am, editado 1 vez(es)
    gauchaguerreira
    gauchaguerreira
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Contadora
    Mensagens : 668
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por gauchaguerreira Qui 07 Maio 2015, 9:19 am

    Não consigo entender como pessoas que estudam uma vida inteira não conseguem dialogar com civilidade!
    Poxa, a gente falava para alguém calar a boca quando éramos crianças e sem cultura.
    saudade dos tempos em que o fórum aqui tinha MAIS conteúdo do que discussão sobre o sexo dos anjos.
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Denovo?? Qui 07 Maio 2015, 9:19 am

    São as dezenas da mega???
    Se forem, não tem zero.
    E preciso de mais 4 dezenas.

    Franciscano escreveu:0. Até 2016.


    Fhighlander escreveu:
    corujito escreveu:27

    42
    rockyBalboa
    rockyBalboa
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 446
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por rockyBalboa Qui 07 Maio 2015, 9:21 am

    Sad



    gauchaguerreira escreveu:Não consigo entender como pessoas que estudam uma vida inteira não conseguem dialogar com civilidade!
    Poxa, a gente falava para alguém calar a boca quando éramos crianças e sem cultura.
    saudade dos tempos em que o fórum aqui tinha MAIS conteúdo do que discussão sobre o sexo dos anjos.
    ricnatal
    ricnatal
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 283
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 26/07/2011

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ricnatal Qui 07 Maio 2015, 9:22 am

    Denovo?? escreveu:São as dezenas da mega???
    Se forem, não tem zero.
    E preciso de mais 4 dezenas.

    Franciscano escreveu:0. Até 2016.


    Fhighlander escreveu:
    corujito escreveu:27

    42

    27% DO ORÇAMENTO DO PJU É O QUE O GOVERNO ESTÁ OFERECENDO? SERÁ?
    27.05 - DIA DE SESSÃO DA CCJ OU SERÁ O DIA DO PL NO PLENÁRIO?

    27??????


    Última edição por ricnatal em Qui 07 Maio 2015, 9:26 am, editado 1 vez(es)
    avatar
    RafaMaster
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 380
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 13/10/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RafaMaster Qui 07 Maio 2015, 9:25 am

    Del Piero escreveu:Prezados,

    após uma eventual aprovação na CCJ do Senado, o PL irá para onde?

    Abraços.

    Para os otimistas: Irá para o Plenário, e depois sanção.

    Para os pessimistas: Não sairá da CCJ. Mas se sair, irá para o limbo eterno.

    Para os realistas: Receberá um substitutivo qualquer e irá para o Plenário das duas casas legislativas.
    gauchaguerreira
    gauchaguerreira
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Contadora
    Mensagens : 668
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por gauchaguerreira Qui 07 Maio 2015, 9:28 am

    RafaMaster

    recebendo um substitutivo qualquer, volta para o plenário das duas casas de novo? e ai não sai ninca mais, acredito.
    Antonio Batai
    Antonio Batai
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 673
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 22/12/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Antonio Batai Qui 07 Maio 2015, 9:29 am

    subsidioja_ escreveu:
    Antonio Batai escreveu:Ui, tá nervosinho? Vem calar....Ah, mais um que acha que o "PCCR está definido", já faz 5 anos isso, meu filho!
    rockyBalboa escreveu:Putz! Leia a notícia direito, veja o arremedo do que foi aprovado, não tem impacto NENHUM em nosso PCS! cala a boca


    -------------------------------


    Antonio Batai escreveu:

    O ajuste fiscal do governo petista foi aprovado: É ZERO DE REAJUSTE PELOS PRÓXIMOS ANOS!

    "Cala a boca já morreu! Quem manda na minha boca sou eu!"

    entrando aqui a gente lembra da época em que era criança...

    Pois é, só criança ainda acredita que o "PCCR está definido 3" e esse reajuste virá!
    rockyBalboa
    rockyBalboa
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 446
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por rockyBalboa Qui 07 Maio 2015, 9:29 am

    Destino do Denovo?? depois da aprovação do PL:

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]





    RafaMaster escreveu:
    Del Piero escreveu:Prezados,

    após uma eventual aprovação na CCJ do Senado, o PL irá para onde?

    Abraços.

    Para os otimistas: Irá para o Plenário, e depois sanção.

    Para os pessimistas: Não sairá da CCJ. Mas se sair, irá para o limbo eterno.

    Para os realistas: Receberá um substitutivo qualquer e irá para o Plenário das duas casas legislativas.
    avatar
    RafaMaster
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 380
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 13/10/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RafaMaster Qui 07 Maio 2015, 9:31 am

    gauchaguerreira escreveu:RafaMaster

    recebendo um substitutivo qualquer, volta para o plenário das duas casas de novo? e ai não sai ninca mais, acredito.

    Recebendo um substitutivo, obrigatoriamente volta pra Câmara. Mas quando acontece isso é acordo, e a aprovação acontece em instantes. Pode acontecer até no mesmo dia nas duas casas.
    Antonio Batai
    Antonio Batai
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 673
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 22/12/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Antonio Batai Qui 07 Maio 2015, 9:32 am

    RafaMaster escreveu:
    Del Piero escreveu:Prezados,

    após uma eventual aprovação na CCJ do Senado, o PL irá para onde?

    Abraços.

    Para os otimistas: Irá para o Plenário, e depois sanção.

    Para os pessimistas: Não sairá da CCJ. Mas se sair, irá para o limbo eterno.

    Para os realistas: Receberá um substitutivo qualquer e irá para o Plenário das duas casas legislativas.

    Para os otimistas: Receberá um substitutivo qualquer e irá para o Plenário das duas casas legislativas.

    Para os pessimistas: Não sairá da CCJ. Mas se sair, irá para o limbo eterno.

    Para os realistas: pode até sair da CCJ, mas não irá a plenário, pois o governo petista já bateu o martelo do zero para o carreirão com a aprovação do reajuste dos magistrados/procuradores.
    Antonio Batai
    Antonio Batai
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 673
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 22/12/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Antonio Batai Qui 07 Maio 2015, 9:34 am

    LEMBRANDO QUE OS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO/MPU JÁ SÃO CONSIDERADOS CARREIRÃO PELO GOVERNO PETISTA/STF/PGR


    Ainda é cedo para o governo definir o reajuste salarial dos servidores


    BSPF - 06/05/2015


    Ainda é cedo para o governo definir o reajuste salarial dos servidores públicos federais de 49 carreiras. Ao Correio, o secretário de Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, declarou que ainda não está analisando nenhum assunto específico, nem a proposta sindical de 27,3%. “Em março, o ministro Nelson Barbosa já havia afirmado que não há espaço fiscal para tratar desse número pelo impacto que provocaria na folha de pagamento”, disse.

    Cálculos de especialistas apontam que, se aprovado, o aumento salarial reivindicado pelos sindicalistas traria um choque de R$ 70 bilhões — valor 19,4% superior à meta de superavit primário (economia para o pagamento de juros da dívida), de R$ 55,3 bilhões proposto pelo governo. A expectativa do Planejamento é receber, ao longo deste mês, as pautas gerais e específicas de representantes sindicais para formular contrapropostas, que devem ser apresentadas a partir de junho ou julho.

    “Se as negociações evoluírem e o prazo precisar ser estendido para agosto, acredito que não será problema para governo e entidades”, acrescentou. No entanto, se a proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2016, enviada ao Congresso pelo governo, for aprovada, o Executivo tem até 21 de agosto para incluir eventuais projetos de lei e medidas provisórias para tratar de pleitos específicos das carreiras, com impacto do Orçamento para o próximo ano.

    Com informações do Correio Braziliense
    Del Piero
    Del Piero
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 432
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 17/12/2014
    Localização : Rio de Janeiro

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Del Piero Qui 07 Maio 2015, 9:34 am

    RafaMaster escreveu:
    Del Piero escreveu:Prezados,

    após uma eventual aprovação na CCJ do Senado, o PL irá para onde?

    Abraços.

    Para os otimistas: Irá para o Plenário, e depois sanção.

    Para os pessimistas: Não sairá da CCJ. Mas se sair, irá para o limbo eterno.

    Para os realistas: Receberá um substitutivo qualquer e irá para o Plenário das duas casas legislativas.

    Show.

    Valeu
    rockyBalboa
    rockyBalboa
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 446
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por rockyBalboa Qui 07 Maio 2015, 9:36 am

    Ô profeta, quero sua retratação quando o PL for aprovado viu! Estarei aqui!
    ------------------------





    Antonio Batai escreveu:LEMBRANDO QUE OS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO/MPU JÁ SÃO CONSIDERADOS CARREIRÃO PELO GOVERNO PETISTA/STF/PGR


    Ainda é cedo para o governo definir o reajuste salarial dos servidores


    BSPF     -     06/05/2015


    Ainda é cedo para o governo definir o reajuste salarial dos servidores públicos federais de 49 carreiras. Ao Correio, o secretário de Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, declarou que ainda não está analisando nenhum assunto específico, nem a proposta sindical de 27,3%. “Em março, o ministro Nelson Barbosa já havia afirmado que não há espaço fiscal para tratar desse número pelo impacto que provocaria na folha de pagamento”, disse.

    Cálculos de especialistas apontam que, se aprovado, o aumento salarial reivindicado pelos sindicalistas traria um choque de R$ 70 bilhões — valor 19,4% superior à meta de superavit primário (economia para o pagamento de juros da dívida), de R$ 55,3 bilhões proposto pelo governo. A expectativa do Planejamento é receber, ao longo deste mês, as pautas gerais e específicas de representantes sindicais para formular contrapropostas, que devem ser apresentadas a partir de junho ou julho.

    “Se as negociações evoluírem e o prazo precisar ser estendido para agosto, acredito que não será problema para governo e entidades”, acrescentou. No entanto, se a proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2016, enviada ao Congresso pelo governo, for aprovada, o Executivo tem até 21 de agosto para incluir eventuais projetos de lei e medidas provisórias para tratar de pleitos específicos das carreiras, com impacto do Orçamento para o próximo ano.

    Com informações do Correio Braziliense
    avatar
    RafaMaster
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 380
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 13/10/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RafaMaster Qui 07 Maio 2015, 9:38 am

    Antonio Batai escreveu:LEMBRANDO QUE OS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO/MPU JÁ SÃO CONSIDERADOS CARREIRÃO PELO GOVERNO PETISTA/STF/PGR


    Ainda é cedo para o governo definir o reajuste salarial dos servidores


    BSPF     -     06/05/2015


    Ainda é cedo para o governo definir o reajuste salarial dos servidores públicos federais de 49 carreiras. Ao Correio, o secretário de Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, declarou que ainda não está analisando nenhum assunto específico, nem a proposta sindical de 27,3%. “Em março, o ministro Nelson Barbosa já havia afirmado que não há espaço fiscal para tratar desse número pelo impacto que provocaria na folha de pagamento”, disse.

    Cálculos de especialistas apontam que, se aprovado, o aumento salarial reivindicado pelos sindicalistas traria um choque de R$ 70 bilhões — valor 19,4% superior à meta de superavit primário (economia para o pagamento de juros da dívida), de R$ 55,3 bilhões proposto pelo governo. A expectativa do Planejamento é receber, ao longo deste mês, as pautas gerais e específicas de representantes sindicais para formular contrapropostas, que devem ser apresentadas a partir de junho ou julho.

    “Se as negociações evoluírem e o prazo precisar ser estendido para agosto, acredito que não será problema para governo e entidades”, acrescentou. No entanto, se a proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2016, enviada ao Congresso pelo governo, for aprovada, o Executivo tem até 21 de agosto para incluir eventuais projetos de lei e medidas provisórias para tratar de pleitos específicos das carreiras, com impacto do Orçamento para o próximo ano.

    Com informações do Correio Braziliense

    Eu acredito que na vitória do Poder Judiciário numa inédita briga de braço para independência dos poderes. Pode me incluir entre os otimistas.
    rockyBalboa
    rockyBalboa
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 446
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por rockyBalboa Qui 07 Maio 2015, 9:41 am

    Ok. Anotado: RafaMaster, Denovo e TRF1.


    --------------------------


    RafaMaster escreveu:
    Antonio Batai escreveu:LEMBRANDO QUE OS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO/MPU JÁ SÃO CONSIDERADOS CARREIRÃO PELO GOVERNO PETISTA/STF/PGR


    Ainda é cedo para o governo definir o reajuste salarial dos servidores


    BSPF     -     06/05/2015


    Ainda é cedo para o governo definir o reajuste salarial dos servidores públicos federais de 49 carreiras. Ao Correio, o secretário de Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, declarou que ainda não está analisando nenhum assunto específico, nem a proposta sindical de 27,3%. “Em março, o ministro Nelson Barbosa já havia afirmado que não há espaço fiscal para tratar desse número pelo impacto que provocaria na folha de pagamento”, disse.

    Cálculos de especialistas apontam que, se aprovado, o aumento salarial reivindicado pelos sindicalistas traria um choque de R$ 70 bilhões — valor 19,4% superior à meta de superavit primário (economia para o pagamento de juros da dívida), de R$ 55,3 bilhões proposto pelo governo. A expectativa do Planejamento é receber, ao longo deste mês, as pautas gerais e específicas de representantes sindicais para formular contrapropostas, que devem ser apresentadas a partir de junho ou julho.

    “Se as negociações evoluírem e o prazo precisar ser estendido para agosto, acredito que não será problema para governo e entidades”, acrescentou. No entanto, se a proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2016, enviada ao Congresso pelo governo, for aprovada, o Executivo tem até 21 de agosto para incluir eventuais projetos de lei e medidas provisórias para tratar de pleitos específicos das carreiras, com impacto do Orçamento para o próximo ano.

    Com informações do Correio Braziliense

    Eu acredito que na vitória do Poder Judiciário numa inédita briga de braço para independência dos poderes. Pode me incluir entre os otimistas.
    ze_eu
    ze_eu
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 130
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 06/08/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por ze_eu Qui 07 Maio 2015, 10:02 am

    corujito escreveu:27

    Sobre a folha?
    luctes
    luctes
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 226
    Reputação : 14
    Data de inscrição : 15/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por luctes Qui 07 Maio 2015, 10:23 am

    Números de Lost. O pior é que o final foi a maior trolada ever.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Qui 07 Maio 2015, 10:25 am

    Cogitam que sim, como ocorreu a partir de 2013 com os famigerados 15,8%.

    Todavia, um acréscimo de 27% não necessariamente nos traria benefícios no cenário atual. Tem gente de olho no $$$$$ para o auxílio-moradia, por exemplo, que não consta na LOA e vem sendo pago com sobras de orçamento (acredito eu). Dizem alguns até que os recursos já começam a faltar....

    O que temos de melhor a fazer agora é brigar pelo 7920, que também gerará sobras orçamentárias para outros projetos do Judiciário, mas nos trará uma garantia mínima de reajuste, em valores já pré-fixados. Isso não ocorrerá com um percentual sobre folha de pagamento.


    ze_eu escreveu:
    corujito escreveu:27

    Sobre a folha?
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Qui 07 Maio 2015, 10:29 am

    Não sei o que é mais ridiculo, o Coruja jogando números aqui ou os outros que ainda dão bola e ficam especulando. Por favor, o cara não acertou nem o número do PL no Senado vai acertar indice de pagamento. Se querem acertar cheguem aqui com a turma dos PROFETAS DO ZERO, não erramos nada desde 2006. São quase 10 anos de profecias perfeitas, 100% de acerto kkk.
    avatar
    RafaMaster
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 380
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 13/10/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RafaMaster Qui 07 Maio 2015, 10:31 am

    TRF1/MG escreveu:Não sei o que é mais ridiculo, o Coruja jogando números aqui ou os outros que ainda dão bola e ficam especulando. Por favor, o cara não acertou nem o número do PL no Senado vai acertar indice de pagamento. Se querem acertar cheguem aqui com a turma dos PROFETAS DO ZERO, não erramos nada desde 2006. São quase 10 anos de profecias perfeitas, 100% de acerto kkk.

    Como eu acertei o número do PLC no Senado posso jogar um número aqui então?
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Qui 07 Maio 2015, 10:32 am

    RafaMaster escreveu:
    TRF1/MG escreveu:Não sei o que é mais ridiculo, o Coruja jogando números aqui ou os outros que ainda dão bola e ficam especulando. Por favor, o cara não acertou nem o número do PL no Senado vai acertar indice de pagamento. Se querem acertar cheguem aqui com a turma dos PROFETAS DO ZERO, não erramos nada desde 2006. São quase 10 anos de profecias perfeitas, 100% de acerto kkk.

    Como eu acertei o número do PLC no Senado posso jogar um número aqui então?

    Poder pode, mas se quiser acertar olha aqui: 0. Esse ano é esse número certo.
    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1798
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por diegowfcp Qui 07 Maio 2015, 10:49 am

    Alguém posta uma possível tabela com os 27%?
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Qui 07 Maio 2015, 10:51 am

    diegowfcp escreveu:Alguém posta uma possível tabela com os 27%?

    Não existe a minima chance.
    Novatio legis
    Novatio legis
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 258
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 14/04/2015

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Novatio legis Qui 07 Maio 2015, 10:54 am

    ze_eu escreveu:
    corujito escreveu:27

    Sobre a folha?

    Ô povo leviano, viu? Nunca vi. Tá todo mundo criticando o pobre Corujito mas, se todos voltarem alguns posts, poderão constatar que ele, na verdade, refere-se a um tal grande Picasso de certo mestre de obras que ele conhece. Esses 27 devem ser relativos ao comprimento do membro.
    Entenderam?
    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1798
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por diegowfcp Qui 07 Maio 2015, 10:55 am

    TRF1/MG escreveu:
    diegowfcp escreveu:Alguém posta uma possível tabela com os 27%?

    Não existe a minima chance.


    Eu não perguntei se havia chance, pedi pra alguém que saiba fazer, publique a tabela.

    Obrigado.

    Conteúdo patrocinado

    Tópico Geral Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom 28 Nov 2021, 12:52 am