PCS JÁ

PCS JÁ



    Tópico Geral

    Pipoca
    Pipoca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 545
    Reputação : 96
    Data de inscrição : 12/12/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Pipoca Ter 12 Maio 2015, 9:31 pm

    Mais uma matéria:

    [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 12 Maio 2015, 9:33 pm

    NANTUNES80 escreveu:
    ppuq escreveu:"Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano."

    Se o Lewa aceitar isso o Judiciário tem que parar.
    like
    alecspe
    alecspe
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1532
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 07/11/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por alecspe Ter 12 Maio 2015, 9:36 pm

    antunes escreveu:Plausível, colega. Seria mais uma forma desgastar o dilmonio, forçando-a vetar o PL. Certamente nenhum servidor votaria no PT em 2018.


    fabionog escreveu:Depois dos acontecimentos de hoje aposto no VETO... Pode até ser que o PMDB honre o compromisso e aprove na CCJ e arrume um meio de aprovar no plenário, mas PT já mandou recado, é veto, e veto sobre esse tema acho brabo derrubar.

    Errado colega. Pelo que sei, aqui mesmo no fórum, tem uns três ou quatro que votam no PT, até se eles reduzirem nossos vencimentos.

    É zero de novo com a força do povo.

    PS: Não vou dar nomes aos bois, afinal todos sabem muito bem quem são os esquerdopatas do fórum!
    subsidioja_
    subsidioja_
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2536
    Reputação : 336
    Data de inscrição : 05/04/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por subsidioja_ Ter 12 Maio 2015, 9:37 pm

    fabiomodel escreveu:Não entendo o que passa na cabeça de sindicalista. O céu seria o 7920, mesmo que começando em 2016 e terminando em 2018. OK. Mas por que pegar o mesmo índice dos SPF seria tão ruim assim?

    Não há como não concederem pelo menos 6% a.a. aos SPF a partir de 2016. É tudo indica que será um acordo de 4 anos. Esse índice acumulado (24%) na GAJ dá quase o 7920 p.o.r.r.a. Coloca tudo na GAJ e aceita essa droga. Se tivermos  6% da folha todo ano, teremos quase 10% de reajuste anuais sem mendigar nada.

    BINGOOOOOOO!
    É exatamente o que eu penso.
    Masbtem que aplicar na GAJ hein Amarildo...
    Chuck Coleman
    Chuck Coleman
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1232
    Reputação : 110
    Data de inscrição : 16/04/2015

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Chuck Coleman Ter 12 Maio 2015, 9:40 pm

    subsidioja_ escreveu:
    fabiomodel escreveu:Não entendo o que passa na cabeça de sindicalista. O céu seria o 7920, mesmo que começando em 2016 e terminando em 2018. OK. Mas por que pegar o mesmo índice dos SPF seria tão ruim assim?

    Não há como não concederem pelo menos 6% a.a. aos SPF a partir de 2016. É tudo indica que será um acordo de 4 anos. Esse índice acumulado (24%) na GAJ dá quase o 7920 p.o.r.r.a. Coloca tudo na GAJ e aceita essa droga. Se tivermos  6% da folha todo ano, teremos quase 10% de reajuste anuais sem mendigar nada.

    BINGOOOOOOO!
    É exatamente o que eu penso.
    Masbtem que aplicar na GAJ hein Amarildo...

    GAJÃO NELES!!! santa
    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1798
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por diegowfcp Ter 12 Maio 2015, 9:40 pm

    Muito simples: aprova-se o PL com parcelamento pra 2016. Fica dizendo q quer adiar a discussão. Mas quer mesmo eh dar um ole. Sou do time do sigma e acho q houve avanço, porque agora se fala, pelo menos em se negociar. O lance agora eh bater o pé pra pegar os caras na palavra e ter os pés no chão na hora de negociar, sem frescura. Nesses termos, temos condições de pegar algo minimamente decente.
    subsidioja_
    subsidioja_
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2536
    Reputação : 336
    Data de inscrição : 05/04/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por subsidioja_ Ter 12 Maio 2015, 9:42 pm

    Sigma escreveu:
    ppuq escreveu:"Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano."

    Olha...

    PRA MIM, EXCLUSIVAMENTE PRA MIM, é um AVANÇO IMENSO a ideia do Governo em se definir regras para o reajuste do funcionalismo público.

    PRA MIM, EXCLUSIVAMENTE PRA MIM, se a regra fosse IDÊNTICA ao do Salário Mínimo, eu aceitava fácil.

    E eu acho que isso (a definição de regras para o reajuste dos SPFs, independente do Poder) é o primeiro passo para uma data-base.

    #valderfeelings

    É isso aí sigma.
    A única coisa que eu queria daqui pra frente era a correção da inflação.
    Nem precisava de PCs mais...
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Denovo?? Ter 12 Maio 2015, 9:43 pm

    Pior é que é isso mesmo... pode reduzir, pode até deixar de pagar salário, mas não mudam o voto, com a força do povo, e nem que a vaca tussa.

    alecspe escreveu:
    antunes escreveu:Plausível, colega. Seria mais uma forma desgastar o dilmonio, forçando-a vetar o PL. Certamente nenhum servidor votaria no PT em 2018.


    fabionog escreveu:Depois dos acontecimentos de hoje aposto no VETO... Pode até ser que o PMDB honre o compromisso e aprove na CCJ e arrume um meio de aprovar no plenário, mas PT já mandou recado, é veto, e veto sobre esse tema acho brabo derrubar.

    Errado colega. Pelo que sei, aqui mesmo no fórum, tem uns três ou quatro que votam no PT, até se eles reduzirem nossos vencimentos.

    É zero de novo com a força do povo.

    PS: Não vou dar nomes aos bois, afinal todos sabem muito bem quem são os esquerdopatas do fórum!
    Exterminador
    Exterminador
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : OJAF
    Mensagens : 744
    Reputação : 13
    Data de inscrição : 14/07/2010
    Localização : TRT 14ª Reg.

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Exterminador Ter 12 Maio 2015, 9:45 pm

    Jubilando escreveu:
    NANTUNES80 escreveu:
    ppuq escreveu:"Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano."

    Se o Lewa aceitar isso o Judiciário tem que parar.
    like

    E desde quando esperar três meses sem nenhuma garantia ou contraproposta, apenas pela eventualidade de que esse tema seja "estudado" pelo executivo pode ser considerado acordo?

    Não dá nem pra levar a sério. Como a chefe mandou enrolar, o Nelson está tentando mostrar trabalho. Mas chegou num ponto em que não tem mais como enrolar. Já enrolou nove anos.
    alecspe
    alecspe
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1532
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 07/11/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por alecspe Ter 12 Maio 2015, 9:45 pm

    Alguém fala pro Vander voltar pro fórum da maçonaria e tal...
    Cobra Sólida
    Cobra Sólida
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 131
    Reputação : 14
    Data de inscrição : 06/11/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Cobra Sólida Ter 12 Maio 2015, 9:47 pm

    Jubilando escreveu:
    NANTUNES80 escreveu:
    ppuq escreveu:"Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano."

    Se o Lewa aceitar isso o Judiciário tem que parar.
    like

    Tem uma fala do Lewando de uns 20-30 dias atrás dizendo que estava lutando pelo PL dos servidores, mas que o ano de 2015 era diferente de 2014, que a economia tinha mudado e tal...

    Alguém acredita que ele não vá se curvar ao Demônio? Ele será o primeiro a levantar a bandeira branca e dizer: " tá bom, minha Presidenta, sem reajuste diferenciado para meus servidores. Enfie-os no balaio do Carreirão. Ah, mas não se esqueça, a Loman ano que vem merece sanção".

    O problema é que SEMPRE esperamos uma intercessão a nosso favor que nos retire a penuria de lutarmos pelo que é nosso. Acreditamos no sindicato, no Lewando/Janot, e, pasmem, agora no PMDB! É muita inocência mesmo não enxergar que nossos PLs bombas são apenas moedas de troca. Esperem o pmdb conseguir lotear os cargos desejados no Executivo. Depois disso, nos rifarão como sempre fizeram.

    Fiquemos aqui nos revoltando com trolls e seus boatos infundados. Na verdade, deveríamos estar nas ruas. A greve, nesse momento, dificilmente salva. Mas pelo menos lava a alma.
    concurseiro_mor
    concurseiro_mor
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1292
    Reputação : 33
    Data de inscrição : 06/08/2010

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por concurseiro_mor Ter 12 Maio 2015, 9:47 pm

    Só a greve salva! Seria uma greve curta e bem proveitosa!
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 12 Maio 2015, 9:51 pm

    Exterminador escreveu:
    fabiomodel escreveu:Não entendo o que passa na cabeça de sindicalista. O céu seria o 7920, mesmo que começando em 2016 e terminando em 2018. OK. Mas por que pegar o mesmo índice dos SPF seria tão ruim assim?

    Não há como não concederem pelo menos 6% a.a. aos SPF a partir de 2016. É tudo indica que será um acordo de 4 anos. Esse índice acumulado (24%) na GAJ dá quase o 7920 p.o.r.r.a. Coloca tudo na GAJ e aceita essa droga. Se tivermos  6% da folha todo ano, teremos quase 10% de reajuste anuais sem mendigar nada.

    TNC. Depois de aprovar o PCS na.CCJ merecemos coisa muito melhor. Aceitar 24 em 4 anos é o cúmulo da covardia.

    Você, Exterminador, tem todo o meu respeito, cara.
    E, além da elogiosa atitude de chamar a imprensa à verdade, com argumentação extremamente feliz e sensata (também outro colega o seguiu e fez a mesma coisa em outro órgão da imprensa), demonstra sabedoria em não aceitar a esmola que alguns conformistas estão prestes a querer, na doce ilusão de que algo sairá sem greve!
    E reforço suas palavras, lembrando talvez aos mais novos que não sentiram na carne essa perda de nove anos: são NOVE anos que estamos tendo nossa força de trabalho ROUBADA. Sim, porque estamos fazendo o mesmo trabalho de nove anos atrás, com metade (ou menos, até) do salário que nos pagavam, então. É um golpe baixo que estamos aceitando, acaso nos satisfizermos com o percentual do carreirão. Este, ao contrário do PJU, anda tendo sua renda recomposta seguidamente nesses 9 anos. Então, é incabível comparar nossas situações.
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Denovo?? Ter 12 Maio 2015, 9:52 pm

    Exato.... sempre esperando alguém salvar... um papai.. um herói revolucionário da argentina.. sempre esperando...


    Cobra Sólida escreveu:
    Jubilando escreveu:
    NANTUNES80 escreveu:
    ppuq escreveu:"Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano."

    Se o Lewa aceitar isso o Judiciário tem que parar.
    like

    Tem uma fala do Lewando de uns 20-30 dias atrás dizendo que estava lutando pelo PL dos servidores, mas que o ano de 2015 era diferente de 2014, que a economia tinha mudado e tal...

    Alguém acredita que ele não vá se curvar ao Demônio? Ele será o primeiro a levantar a bandeira branca e dizer: " tá bom, minha Presidenta, sem reajuste diferenciado para meus servidores. Enfie-os no balaio do Carreirão. Ah, mas não se esqueça, a Loman ano que vem merece sanção".

    O problema é que SEMPRE esperamos uma intercessão a nosso favor que nos retire a penuria de lutarmos pelo que é nosso. Acreditamos no sindicato, no Lewando/Janot, e, pasmem, agora no PMDB! É muita inocência mesmo não enxergar que nossos PLs bombas são apenas moedas de troca. Esperem o pmdb conseguir lotear os cargos desejados no Executivo. Depois disso, nos rifarão como sempre fizeram.

    Fiquemos aqui nos revoltando com trolls e seus boatos infundados. Na verdade, deveríamos estar nas ruas. A greve, nesse momento, dificilmente salva. Mas pelo menos lava a alma.
    Paranóico
    Paranóico
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 76
    Reputação : -5
    Data de inscrição : 17/03/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Isso diz tudo sobre a votação na CCJ

    Mensagem por Paranóico Ter 12 Maio 2015, 9:58 pm

    Governo negocia com STF adiamento de aumento de servidores

    VALDO CRUZ
    DE BRASÍLIA
    12/05/2015 20h03 - Atualizado às 21h31
    15479
    0
    Ouvir o texto
    Mais opções
    Publicidade

    Preocupado com o impacto fiscal de R$ 25,7 bilhões nos próximos quatro anos de projeto que reajusta salários de servidores do Judiciário, o ministro Nelson Barbosa (Planejamento) começou a negociar nesta terça-feira (12) um adiamento para o próximo ano da discussão do tema com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski.

    "Este projeto tem um risco fiscal forte e pode gerar um efeito cascata em todo funcionalismo", alertou o ministro, argumentando que os servidores do Judiciário já tiveram aumento neste ano e que o reajuste extra, que tramitava no Congresso desde 2009, não estava previsto no Orçamento e é um complicador num momento em que o governo busca reequilibrar as contas públicas.

    Nelson Barbosa conversou com o presidente do Supremo, mas não adiantou se já há algum tipo de acordo. "Estamos começando a conversar", afirmou.

    O governo tem pressa, porque o projeto já foi aprovado na Câmara e, agora, está no Senado, com previsão de votação ainda nesta semana.

    Neste ano, o impacto fiscal do reajuste, de até 31,4% em 2015, seria de R$ 1,5 bilhão. No próximo ano, o gasto extra para os cofres públicos atingiria R$ 5,3 bilhões. Nos dois anos seguintes seria de R$ 8,4 bilhões (2017) e R$ 10,5 bilhões (2018).

    Ao todo, entre 2015 e 2017, o reajuste nos salários varia de 56,4% a 78,6%. Neste ano, incorporado o aumento de 8,4% concedido ao Poder Judiciário, os servidores teriam um aumento entre 29,7% e 36,4%.

    Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano.

    "Nossa intenção é definir este montante geral, e cada poder definiria livremente como usar esta verba", afirmou Nelson Barbosa.

    Sobre as declarações do ministro, a assessoria de comunicação do STF informa que o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, compreende as dificuldades do momento econômico pelo qual passa o País, entretanto, continua em negociação para, pelo menos, recompor as perdas salariais dos servidores do poder judiciário.
    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1798
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por diegowfcp Ter 12 Maio 2015, 10:02 pm

    Detalhe que reclamamos q eles aumentaram em 6 bilhões o impacto e, só de mal, eles aumentaram mais 9 bilhões. 15 bilhões, 150% do Mamute.
    Alberico
    Alberico
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 989
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 29/11/2010

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Alberico Ter 12 Maio 2015, 10:02 pm

    o ministro Nelson Barbosa (Planejamento) começou a negociar nesta terça-feira (12) um adiamento para o próximo ano da discussão do tema com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski.


    Paranóico escreveu:Governo negocia com STF adiamento de aumento de servidores

    VALDO CRUZ
    DE BRASÍLIA
    12/05/2015 20h03 - Atualizado às 21h31
    15479
    0
    Ouvir o texto
    Mais opções
    Publicidade

    Preocupado com o impacto fiscal de R$ 25,7 bilhões nos próximos quatro anos de projeto que reajusta salários de servidores do Judiciário, o ministro Nelson Barbosa (Planejamento) começou a negociar nesta terça-feira (12) um adiamento para o próximo ano da discussão do tema com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski.

    "Este projeto tem um risco fiscal forte e pode gerar um efeito cascata em todo funcionalismo", alertou o ministro, argumentando que os servidores do Judiciário já tiveram aumento neste ano e que o reajuste extra, que tramitava no Congresso desde 2009, não estava previsto no Orçamento e é um complicador num momento em que o governo busca reequilibrar as contas públicas.

    Nelson Barbosa conversou com o presidente do Supremo, mas não adiantou se já há algum tipo de acordo. "Estamos começando a conversar", afirmou.

    O governo tem pressa, porque o projeto já foi aprovado na Câmara e, agora, está no Senado, com previsão de votação ainda nesta semana.

    Neste ano, o impacto fiscal do reajuste, de até 31,4% em 2015, seria de R$ 1,5 bilhão. No próximo ano, o gasto extra para os cofres públicos atingiria R$ 5,3 bilhões. Nos dois anos seguintes seria de R$ 8,4 bilhões (2017) e R$ 10,5 bilhões (2018).

    Ao todo, entre 2015 e 2017, o reajuste nos salários varia de 56,4% a 78,6%. Neste ano, incorporado o aumento de 8,4% concedido ao Poder Judiciário, os servidores teriam um aumento entre 29,7% e 36,4%.

    Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano.

    "Nossa intenção é definir este montante geral, e cada poder definiria livremente como usar esta verba", afirmou Nelson Barbosa.

    Sobre as declarações do ministro, a assessoria de comunicação do STF informa que o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, compreende as dificuldades do momento econômico pelo qual passa o País, entretanto, continua em negociação para, pelo menos, recompor as perdas salariais dos servidores do poder judiciário.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 12 Maio 2015, 10:03 pm

    Paranóico escreveu:Governo negocia com STF adiamento de aumento de servidores

    VALDO CRUZ
    DE BRASÍLIA
    12/05/2015 20h03 - Atualizado às 21h31
    15479
    0
    Ouvir o texto
    Mais opções
    Publicidade

    Preocupado com o impacto fiscal de R$ 25,7 bilhões nos próximos quatro anos de projeto que reajusta salários de servidores do Judiciário, o ministro Nelson Barbosa (Planejamento) começou a negociar nesta terça-feira (12) um adiamento para o próximo ano da discussão do tema com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski.

    "Este projeto tem um risco fiscal forte e pode gerar um efeito cascata em todo funcionalismo", alertou o ministro, argumentando que os servidores do Judiciário já tiveram aumento neste ano e que o reajuste extra, que tramitava no Congresso desde 2009, não estava previsto no Orçamento e é um complicador num momento em que o governo busca reequilibrar as contas públicas.

    Nelson Barbosa conversou com o presidente do Supremo, mas não adiantou se já há algum tipo de acordo. "Estamos começando a conversar", afirmou.

    O governo tem pressa, porque o projeto já foi aprovado na Câmara e, agora, está no Senado, com previsão de votação ainda nesta semana.

    Neste ano, o impacto fiscal do reajuste, de até 31,4% em 2015, seria de R$ 1,5 bilhão. No próximo ano, o gasto extra para os cofres públicos atingiria R$ 5,3 bilhões. Nos dois anos seguintes seria de R$ 8,4 bilhões (2017) e R$ 10,5 bilhões (2018).

    Ao todo, entre 2015 e 2017, o reajuste nos salários varia de 56,4% a 78,6%. Neste ano, incorporado o aumento de 8,4% concedido ao Poder Judiciário, os servidores teriam um aumento entre 29,7% e 36,4%.

    Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano.

    "Nossa intenção é definir este montante geral, e cada poder definiria livremente como usar esta verba", afirmou Nelson Barbosa.

    Sobre as declarações do ministro, a assessoria de comunicação do STF informa que o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, compreende as dificuldades do momento econômico pelo qual passa o País, entretanto, continua em negociação para, pelo menos, recompor as perdas salariais dos servidores do poder judiciário.

    O TEOR DA NOTÍCIA É CONTRADITÓRIO: QUER EVITAR O REAJUSTE, MAS QUER OPORTUNIZAR AO JUDICIÁRIO O USO DE VERBA ORÇAMENTÁRIA A SER LIVREMENTE DEFINIDO PELO STF COMO USAR...
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Ter 12 Maio 2015, 10:04 pm

    ppuq escreveu:"Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano."


    Notícia velha. Dia 07 de maio eu já havia adiantado que o governo queria jogar para agosto. Vcs tem a fonte de tudo aqui e às vezes se rebelam... só depois acreditam kkk. Ou quem sabe a Folha tá buscando informações aqui? Opa...

    Tópico Geral - Qui Maio 07, 2015 2:58 pm
    Fonte de dentro do PT: o executivo vai comunicar hoje para o Leva que vai dar aumento em 2016 e que definirá os valores num prazo de 90 dias, para melhor estudo das contas e orçamento. Alguém duvida que o Leva vai dizer sim que aguarda tal prazo. Em hipótese alguma o governo trabalha com a aceitação do PL, se necessário Dilma vetará. Esse é o cenário atual de um dirigente do PT do DF. E não é o Poli.
    A negociação só começou a ocorrer por força de conversas entre PMDB, mais precisamente Romero Jucá, e Leva. Ta ai o cenário de hoje e muito provavelmente o dos próximos meses.
    Junior-RIO
    Junior-RIO
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 825
    Reputação : 70
    Data de inscrição : 12/12/2014
    Localização : Rio de Janeiro

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Junior-RIO Ter 12 Maio 2015, 10:07 pm

    Paranóico escreveu:Governo negocia com STF adiamento de aumento de servidores

    VALDO CRUZ
    DE BRASÍLIA
    12/05/2015 20h03 - Atualizado às 21h31
    15479
    0
    Ouvir o texto
    Mais opções
    Publicidade

    Preocupado com o impacto fiscal de R$ 25,7 bilhões nos próximos quatro anos de projeto que reajusta salários de servidores do Judiciário, o ministro Nelson Barbosa (Planejamento) começou a negociar nesta terça-feira (12) um adiamento para o próximo ano da discussão do tema com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski.

    "Este projeto tem um risco fiscal forte e pode gerar um efeito cascata em todo funcionalismo", alertou o ministro, argumentando que os servidores do Judiciário já tiveram aumento neste ano e que o reajuste extra, que tramitava no Congresso desde 2009, não estava previsto no Orçamento e é um complicador num momento em que o governo busca reequilibrar as contas públicas.

    Nelson Barbosa conversou com o presidente do Supremo, mas não adiantou se já há algum tipo de acordo. "Estamos começando a conversar", afirmou.

    O governo tem pressa, porque o projeto já foi aprovado na Câmara e, agora, está no Senado, com previsão de votação ainda nesta semana.

    Neste ano, o impacto fiscal do reajuste, de até 31,4% em 2015, seria de R$ 1,5 bilhão. No próximo ano, o gasto extra para os cofres públicos atingiria R$ 5,3 bilhões. Nos dois anos seguintes seria de R$ 8,4 bilhões (2017) e R$ 10,5 bilhões (2018).

    Ao todo, entre 2015 e 2017, o reajuste nos salários varia de 56,4% a 78,6%. Neste ano, incorporado o aumento de 8,4% concedido ao Poder Judiciário, os servidores teriam um aumento entre 29,7% e 36,4%.

    Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano.

    "Nossa intenção é definir este montante geral, e cada poder definiria livremente como usar esta verba", afirmou Nelson Barbosa.

    Sobre as declarações do ministro, a assessoria de comunicação do STF informa que o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, compreende as dificuldades do momento econômico pelo qual passa o País, entretanto, continua em negociação para, pelo menos, recompor as perdas salariais dos servidores do poder judiciário.

    NÃO SOU DE XINGAR , MAS OUVIR QUE "ESTAMOS COMEÇANDO A CONVERSAR" E "DEFINIR O TEMA EM AGOSTO" SÓ POSSO DESEJAR UM V.T.N.C PARA TODOS ESTES F.D.P. E QUE VÃO TODOS PARA A P.Q.P.
    diegowfcp
    diegowfcp
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 1798
    Reputação : 79
    Data de inscrição : 01/09/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por diegowfcp Ter 12 Maio 2015, 10:07 pm

    TRF1/MG escreveu:
    ppuq escreveu:"Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano."


    Notícia velha. Dia 07 de maio eu já havia adiantado que o governo queria jogar para agosto. Vcs tem a fonte de tudo aqui e às vezes se rebelam... só depois acreditam kkk. Ou quem sabe a Folha tá buscando informações aqui? Opa...

    Tópico Geral - Qui Maio 07, 2015 2:58 pm
    Fonte de dentro do PT: o executivo vai comunicar hoje para o Leva que vai dar aumento em 2016 e que definirá os valores num prazo de 90 dias, para melhor estudo das contas e orçamento. Alguém duvida que o Leva vai dizer sim que aguarda tal prazo. Em hipótese alguma o governo trabalha com a aceitação do PL, se necessário Dilma vetará. Esse é o cenário atual de um dirigente do PT do DF. E não é o Poli.
    A negociação só começou a ocorrer por força de conversas entre PMDB, mais precisamente Romero Jucá, e Leva. Ta ai o cenário de hoje e muito provavelmente o dos próximos meses.


    Pois foi tu tem q disse pra folha q o impacto eh de 25bi?
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Ter 12 Maio 2015, 10:09 pm

    diegowfcp escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    ppuq escreveu:"Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano."


    Notícia velha. Dia 07 de maio eu já havia adiantado que o governo queria jogar para agosto. Vcs tem a fonte de tudo aqui e às vezes se rebelam... só depois acreditam kkk. Ou quem sabe a Folha tá buscando informações aqui? Opa...

    Tópico Geral - Qui Maio 07, 2015 2:58 pm
    Fonte de dentro do PT: o executivo vai comunicar hoje para o Leva que vai dar aumento em 2016 e que definirá os valores num prazo de 90 dias, para melhor estudo das contas e orçamento. Alguém duvida que o Leva vai dizer sim que aguarda tal prazo. Em hipótese alguma o governo trabalha com a aceitação do PL, se necessário Dilma vetará. Esse é o cenário atual de um dirigente do PT do DF. E não é o Poli.
    A negociação só começou a ocorrer por força de conversas entre PMDB, mais precisamente Romero Jucá, e Leva. Ta ai o cenário de hoje e muito provavelmente o dos próximos meses.


    Pois foi tu tem q disse pra folha q o impacto eh de 25bi?

    kkk. Sim. Eu passei os valores ano a ano para eles, ai os bocós somaram. Mas não dá nada kkk.
    Falando um pouco sério agora, meu grande temor e até aposta é que não tem pressão sobre o Lewa e ele aceite numa boa negociar em agosto. Petista negociando com petista vai dar o que?
    PCS-TRE
    PCS-TRE
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1771
    Reputação : 154
    Data de inscrição : 27/02/2015

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por PCS-TRE Ter 12 Maio 2015, 10:11 pm

    Uma coisa é certa: essa sabatina é inédita. Interminável.

    Se brincar, nosso PCS será aprovado antes da nomeação desse Ministro[ironic].

    O senador Maranhão, que é o presidente da Comissão e aparenta ser francamente a favor do projeto, deveria ter feito uma pergunta colocando no mesmo contexto "PL, Autonomia orçamentária, ajuste fiscal, defasagem salarial, falta de reajuste desde 2006" e saber a opinião dele como possível membro do Judiciário e como um provável presidente que poderá ter o Projeto nas mãos se o desrespeito do Poder Executivo continuar.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Ter 12 Maio 2015, 10:13 pm

    ppuq escreveu:[É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    [modo irônico]Já tem acordo. O STF vai negociar o nosso reajuste com o sucessor da Dilma.[/modo irônico]
    embuscadeaumento
    embuscadeaumento
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2790
    Reputação : 54
    Data de inscrição : 05/07/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por embuscadeaumento Ter 12 Maio 2015, 10:14 pm

    Junior-RIO escreveu:
    Paranóico escreveu:Governo negocia com STF adiamento de aumento de servidores

    VALDO CRUZ
    DE BRASÍLIA
    12/05/2015 20h03 - Atualizado às 21h31
    15479
    0
    Ouvir o texto
    Mais opções
    Publicidade

    Preocupado com o impacto fiscal de R$ 25,7 bilhões nos próximos quatro anos de projeto que reajusta salários de servidores do Judiciário, o ministro Nelson Barbosa (Planejamento) começou a negociar nesta terça-feira (12) um adiamento para o próximo ano da discussão do tema com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski.

    "Este projeto tem um risco fiscal forte e pode gerar um efeito cascata em todo funcionalismo", alertou o ministro, argumentando que os servidores do Judiciário já tiveram aumento neste ano e que o reajuste extra, que tramitava no Congresso desde 2009, não estava previsto no Orçamento e é um complicador num momento em que o governo busca reequilibrar as contas públicas.

    Nelson Barbosa conversou com o presidente do Supremo, mas não adiantou se já há algum tipo de acordo. "Estamos começando a conversar", afirmou.

    O governo tem pressa, porque o projeto já foi aprovado na Câmara e, agora, está no Senado, com previsão de votação ainda nesta semana.

    Neste ano, o impacto fiscal do reajuste, de até 31,4% em 2015, seria de R$ 1,5 bilhão. No próximo ano, o gasto extra para os cofres públicos atingiria R$ 5,3 bilhões. Nos dois anos seguintes seria de R$ 8,4 bilhões (2017) e R$ 10,5 bilhões (2018).

    Ao todo, entre 2015 e 2017, o reajuste nos salários varia de 56,4% a 78,6%. Neste ano, incorporado o aumento de 8,4% concedido ao Poder Judiciário, os servidores teriam um aumento entre 29,7% e 36,4%.

    Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano.

    "Nossa intenção é definir este montante geral, e cada poder definiria livremente como usar esta verba", afirmou Nelson Barbosa.

    Sobre as declarações do ministro, a assessoria de comunicação do STF informa que o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, compreende as dificuldades do momento econômico pelo qual passa o País, entretanto, continua em negociação para, pelo menos, recompor as perdas salariais dos servidores do poder judiciário.

    NÃO SOU DE XINGAR , MAS OUVIR QUE "ESTAMOS COMEÇANDO A CONVERSAR" E "DEFINIR O TEMA EM AGOSTO" SÓ POSSO DESEJAR UM V.T.N.C PARA TODOS ESTES F.D.P. E QUE VÃO TODOS PARA A P.Q.P.
    momento político único pra aprovar isso Né possível que ele ceda
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8804
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por darkshi Ter 12 Maio 2015, 10:18 pm

    Como já adiantaram. Somente greve forte salva.
    Levandolero pode até aceitar adiar o PL para 2016. Mas não pode mexer na tabela. Chega de humilhação e arrocho no judiciário.
    milhocolin
    milhocolin
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Hey, Apple!
    Mensagens : 620
    Reputação : 21
    Data de inscrição : 17/06/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por milhocolin Ter 12 Maio 2015, 10:22 pm

    GAPO escreveu:
    ppuq escreveu:[É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    A nota técnica é contraditória, começa falando em impacto de 25 bilhões e no final fala em 10,5 bilhões. É uma má-fé que deve ser explorada amanhã perante os senadores. Outra coisa: de quem a gente está ganhando mais no Executivo? O documento fala nisso e não comprova. Mais um motivo para se levar o quadro comparativo.

    O link saiu do ar, alguém salvou o arquivo?
    Maisquevencedor
    Maisquevencedor
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3003
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Maisquevencedor Ter 12 Maio 2015, 10:24 pm

    Paranóico escreveu:Governo negocia com STF adiamento de aumento de servidores

    VALDO CRUZ
    DE BRASÍLIA
    12/05/2015 20h03 - Atualizado às 21h31
    15479
    0
    Ouvir o texto
    Mais opções
    Publicidade

    Preocupado com o impacto fiscal de R$ 25,7 bilhões nos próximos quatro anos de projeto que reajusta salários de servidores do Judiciário, o ministro Nelson Barbosa (Planejamento) começou a negociar nesta terça-feira (12) um adiamento para o próximo ano da discussão do tema com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski.

    "Este projeto tem um risco fiscal forte e pode gerar um efeito cascata em todo funcionalismo", alertou o ministro, argumentando que os servidores do Judiciário já tiveram aumento neste ano e que o reajuste extra, que tramitava no Congresso desde 2009, não estava previsto no Orçamento e é um complicador num momento em que o governo busca reequilibrar as contas públicas.

    Nelson Barbosa conversou com o presidente do Supremo, mas não adiantou se já há algum tipo de acordo. "Estamos começando a conversar", afirmou.

    O governo tem pressa, porque o projeto já foi aprovado na Câmara e, agora, está no Senado, com previsão de votação ainda nesta semana.

    Neste ano, o impacto fiscal do reajuste, de até 31,4% em 2015, seria de R$ 1,5 bilhão. No próximo ano, o gasto extra para os cofres públicos atingiria R$ 5,3 bilhões. Nos dois anos seguintes seria de R$ 8,4 bilhões (2017) e R$ 10,5 bilhões (2018).

    Ao todo, entre 2015 e 2017, o reajuste nos salários varia de 56,4% a 78,6%. Neste ano, incorporado o aumento de 8,4% concedido ao Poder Judiciário, os servidores teriam um aumento entre 29,7% e 36,4%.

    Nelson Barbosa está apresentando ao Judiciário a sugestão de definir o tema em agosto, quando o governo federal vai definir um montante de recursos para reajuste da folha de pagamento dos três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) no próximo ano.

    "Nossa intenção é definir este montante geral, e cada poder definiria livremente como usar esta verba", afirmou Nelson Barbosa.

    Sobre as declarações do ministro, a assessoria de comunicação do STF informa que o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, compreende as dificuldades do momento econômico pelo qual passa o País, entretanto, continua em negociação para, pelo menos, recompor as perdas salariais dos servidores do poder judiciário.

    Resumindo: estamos sozinhos mais uma vez. E onde estão os sindilixos?
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 12 Maio 2015, 10:24 pm

    darkshi escreveu:Como já adiantaram. Somente greve forte salva.
    Levandolero pode até aceitar adiar o PL para 2016. Mas não pode mexer na tabela. Chega de humilhação e arrocho no judiciário.

    Disse tudo, colega! Chega de humilhação e arrocho! Daqui a pouco nos levam a dignidade que ainda temos... é só esperar um pouco mais com as bundas sentadas na frente do PC, ao invés de sair para uma greve.
    RVB
    RVB
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 83
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 22/06/2011

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RVB Ter 12 Maio 2015, 10:25 pm

    A CCJ do Senado ainda está com o Facchin!

    Será que vai ter quorum amanhã de manhã?
    Chuck Coleman
    Chuck Coleman
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1232
    Reputação : 110
    Data de inscrição : 16/04/2015

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Chuck Coleman Ter 12 Maio 2015, 10:26 pm

    Jubilando escreveu:
    darkshi escreveu:Como já adiantaram. Somente greve forte salva.
    Levandolero pode até aceitar adiar o PL para 2016. Mas não pode mexer na tabela. Chega de humilhação e arrocho no judiciário.

    Disse tudo, colega! Chega de humilhação e arrocho! Daqui a pouco nos levam a dignidade que ainda temos... é só esperar um pouco mais com as bundas sentadas na frente do PC, ao invés de sair para uma greve.

    o seu doutô vai te deixar fazer greve?
    concurseiro_mor
    concurseiro_mor
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1292
    Reputação : 33
    Data de inscrição : 06/08/2010

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por concurseiro_mor Ter 12 Maio 2015, 10:27 pm

    Cadê uma nota do sindipelego?
    avatar
    Judiciário
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1509
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Idade : 50

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Judiciário Ter 12 Maio 2015, 10:28 pm

    darkshi escreveu:Como já adiantaram. Somente greve forte salva.
    Levandolero pode até aceitar adiar o PL para 2016. Mas não pode mexer na tabela. Chega de humilhação e arrocho no judiciário.

    Calma colega, segundo a ASCOM do STF, o ministro presidente entende a situação econômica, mas defenderá recompor as perdas.

    Acharia mais conveniente a Dilma vetar o projeto do que mandar um emissário, o ministro do planejamento, pedir arrego.

    Amanhã será o termômetro do ímpeto dos senadores para aprovar.
    NANTUNES80
    NANTUNES80
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 404
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 09/09/2013

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por NANTUNES80 Ter 12 Maio 2015, 10:28 pm

    darkshi escreveu:Como já adiantaram. Somente greve forte salva.
    Levandolero pode até aceitar adiar o PL para 2016. Mas não pode mexer na tabela. Chega de humilhação e arrocho no judiciário.

    A hora da greve é agora. E tenho certeza que os Servidores do PJU perderão mais uma vez o timing.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8804
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por darkshi Ter 12 Maio 2015, 10:30 pm

    Judiciário escreveu:
    darkshi escreveu:Como já adiantaram. Somente greve forte salva.
    Levandolero pode até aceitar adiar o PL para 2016. Mas não pode mexer na tabela. Chega de humilhação e arrocho no judiciário.

    Calma colega, segundo a ASCOM do STF, o ministro presidente entende a situação econômica, mas defenderá recompor as perdas.

    Acharia mais conveniente a Dilma vetar o projeto do que mandar um emissário, o ministro do planejamento, pedir arrego.

    Amanhã será o termômetro do ímpeto dos senadores para aprovar.

    E mesmo negociando, o PL já esta no Senado, está nas mãos dos senadores. Levando teria que fazer um esforço para parar o PL, o que seria meio que loucura.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Ter 12 Maio 2015, 10:33 pm

    milhocolin escreveu:
    GAPO escreveu:

    A nota técnica é contraditória, começa falando em impacto de 25 bilhões e no final fala em 10,5 bilhões. É uma má-fé que deve ser explorada amanhã perante os senadores. Outra coisa: de quem a gente está ganhando mais no Executivo? O documento fala nisso e não comprova. Mais um motivo para se levar o quadro comparativo.

    O link saiu do ar, alguém salvou o arquivo?

    Experimenta esse link:

    http://www.planejamento.gov.br/secretarias/upload/Arquivos/noticias/2015/mai/150512_nota_impacto_02.pdf
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Ter 12 Maio 2015, 10:33 pm

    JMPRJ escreveu:Alguém me explica o relatório do mpog.

    Nao tive tempo de analisar os percentuais do ipca e aumentos do período de 2006 a 2015...

    Judiciário não estava estagnado? Lá aparece que houve ganho REAL no período... Maior, portanto, que a inflação... Alguem analisou se há algum erro na conta?

    Não tem erro. Os nossos PCS's sempre foram escalonados. Então, sempre tivemos uma merreca de aumento todo ano, exceto entre 2009 e 2012.

    Além de ter tido aumento, ele foi acima da inflação, se considerarmos o período total.

    E por que o pessoal diz que tamos congelados? O que está congelado desde 2006, é o vencimento básico. Pega o VB da Câmara, do TCU e do Senado, e compara com o nosso, eles tem um valor bem maior. Por isso é que os servidores do Legislativo fogem do subsídio.
    Rengaw
    Rengaw
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 706
    Reputação : 43
    Data de inscrição : 26/08/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Rengaw Ter 12 Maio 2015, 10:34 pm

    Galera!
    Fim da sabatina e início da votação na CCJ agora às 22:25 h ou seja, AMANHÃ TEREMOS PAUTA NORMAL !!!

    Vamos pra cima deles!!!
    charles41
    charles41
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 672
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 19/12/2014

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por charles41 Ter 12 Maio 2015, 10:35 pm

    Rengaw escreveu:Galera!
    Fim da sabatina e início da votação na CCJ agora às 22:25 h ou seja, AMANHÃ TEREMOS PAUTA NORMAL !!!

    Vamos pra cima deles!!!
    like
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Ter 12 Maio 2015, 10:36 pm

    RVMS escreveu:Agora o Governo foi claro e reto, não usou de subterfúgios. Quer dar um índice geral para o funcionalismo,a  ser conhecido até 14 de agosto e é contra reajuste diferenciado para o Judiciário, agora de forma oficial. A nota não cita o MPU, mas creio que o puxadinho no qual labuto está incluído, ao menos em tese.

    MPU? Como já foi dito aqui, acompanha a mesma "bagaça" do PJU. Os servidores de lá aprovaram o subsídio e o secretário mandou um substitutivo para parar a greve. Com o merecão, o PGR seguiu o mesmo caminho do STF, subiu a GAMPU para 90% e "desistiu" do tal substitutivo. Mas aí teve um problema pois os 15,8% na folha não cobriam uma GAMPU de 90%¨. O MPOG aceitou de bom grado dar um valor acima de 15,8% da folha, já que o impacto nominalmente é bem menor que o do PJU. O MPOG disse que prefere a simetria entre os servidores do MPU e do PJU.

    E depois do merrecão, o PGR mandou outro PL. E também não foi subsídio, apesar da galera ter sido amplamente consultada. Parece que o povo de lá desistiu e se conformou em ser "carreira reboque" do PJU, digo, em ter simetria com o PJU.

    Conteúdo patrocinado

    Tópico Geral - Página 2 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 28 Out 2021, 5:40 am