PCS JÁ

PCS JÁ



    Tópico Geral

    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Seg 18 Maio 2015, 12:19 am

    Tópico Geral - Página 25 Images?q=tbn:ANd9GcS6ixXTlHc9TUZM1jZ1pVnZbIAy8GJRZ7rO2NdO-VFqysFDMu2Y9A
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Seg 18 Maio 2015, 12:23 am



    Acorda, vcs!

    O PL Mamute que está sendo discutido é totalmente inviável.
    Não é aceito de jeito nenhum. Nas palavras de um deputado,
    "o Governo é TOTALMENTE contra"!

    Mas há sim uma TENTATIVA de acordo, de possibilidade de reestruturação
    da carreira junto com um reajuste, não da forma do Mamute, mas da forma
    de subsídio ou GD.

    Então, pela postura de cada um é que sabemos se estão realmente a favor ou contra
    o reajuste: ficar insistindo no Mamute é prova de que querem o ZERO para a categoria.

    É preciso mudar, é preciso abrir o leque, é preciso abrir ao debate e pedir outra coisa que
    não este Mamute que só serve para destruir a carreira!

    O PL Mamute está condenado! O PL Mamute todos já sabemos a que leva: ao congelamento dos salários.
    O PL Mamute é perda de tempo e de oportunidade. Abandonemos esse PL para pedirmos a mudança,
    a reestruturação da carreira junto com um bom reajuste!

    Quem pede reestruturação da carreira
    é a favor de um reajuste, quem insiste na Bomba Orçamentária Mamute é contra o reajuste! Simples assim.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Seg 18 Maio 2015, 12:28 am

    Acho engraçado que todos os sinais são dados pelo Governo,

    que estes sinais é até em linguagem corrente do português, mensagens claras

    do tipo "não aceito o PL Mamute de jeito nenhum, sou totalmente contra."

    E ainda assim tem gente que finge que não vê, não entende, mentes fechadas

    ou mal intencionadas, ou sei lá o quê!

    E nessa burrice orquestrada quem paga o pato somos nós, que ficamos sem reajuste!

    O que falta para essa gente parar de fingir de doido? É muita falta de sacanagem!

    Em qualquer diálogo civilizado, não é não, sim é sim, talvez é talvez...e por aí vai. Entender o
    não como sim só pode ser estupidez, para dizer o mínimo!
    tyroll
    tyroll
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 33
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 27/11/2014

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por tyroll Seg 18 Maio 2015, 12:47 am

    Meu caro colega,

    A questao é que o governo é contra qquer especie de reajuste este ano, seja ele um Mamute, uma ratazana ou qquer outra especie animal extinta ou nao.

    Inocente o senhor imaginar que o governo está implicitamente propondo um novo formato remuneratorio...










    quote="VANDER DE PAULA"]Acho engraçado que todos os sinais são dados pelo Governo,

    que estes sinais é até em linguagem corrente do português, mensagens claras

    do tipo "não aceito o PL Mamute de jeito nenhum, sou totalmente contra."

    E ainda assim tem gente que finge que não vê, não entende, mentes fechadas

    ou mal intencionadas, ou sei lá o quê!

    E nessa burrice orquestrada quem paga o pato somos nós, que ficamos sem reajuste!

    O que falta para essa gente parar de fingir de doido? É muita falta de sacanagem!

    Em qualquer diálogo civilizado, não é não, sim é sim, talvez é talvez...e por aí vai. Entender o
    não como sim só pode ser estupidez, para dizer o mínimo![/quote]
    Chuck Coleman
    Chuck Coleman
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1232
    Reputação : 110
    Data de inscrição : 16/04/2015

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Chuck Coleman Seg 18 Maio 2015, 1:22 am

    o governo não tem pena do seu cu, vander
    reage, verme!
    concurseiro_mor
    concurseiro_mor
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1292
    Reputação : 33
    Data de inscrição : 06/08/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por concurseiro_mor Seg 18 Maio 2015, 1:25 am

    Chuck Coleman escreveu:o governo não tem pena do seu cu, vander
    reage, verme!


    like
    sergiolima
    sergiolima
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 36
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 16/12/2014

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por sergiolima Seg 18 Maio 2015, 4:57 am

    A assessoria do Delcídio tá em cima - me bloquearam nas duas páginas dele no face. Agora só posso segui-lo.
    E apagaram todos os posts que coloquei lá.
    Danadinho, esse menino....
    Fhighlander
    Fhighlander
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 757
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 30/03/2015

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Fhighlander Seg 18 Maio 2015, 6:28 am

    Daniel Fernandes - SJRJ escreveu:
    VANDER DE PAULA escreveu:INSISTÊNCIA NO PL MAMUTE LEVARÁ AO ZERO!

    Sindicalistas ao invés de proporem solução, preparam manifestações
    para insistir no PL Mamute, já declarado por políticos da base que o Governo
    é TOTALMENTE CONTRA.

    Logo, a insistência só atrapalhará uma solução qualquer, que poderia vir das negociações em curso.


    Sindicalistas devem pedir a reestruturação da carreira por subsídio, e não ficarem asseverando
    no erro, como planejam, pois isso só prejudicará os servidores!

    O PL Mamute não passará, dada a obstrução dos políticos da base do Governo, e na hipótese
    de passar, será vetado pela Presidente.
    Uma vez vetado, não há como derrubar o veto, com a composição política atual do Congresso.

    Vander, não sei quantas vezes já te disseram isso, mas vou repetir: O Governo não é contra a atual estrutura remuneratória. Ele não quer dar aos servidores do PJU qualquer coisa acima do aumento geral de Agosto. A reestruturação da carreira para Subsídio em nada alterará este cenário.

    Velho, esse cara é lesado. Não perca tempo com ele. Agora eu simplesmente ignoro o que ele fala, é loucura demais para uma mente sã digerir...
    avatar
    Lady Mumu
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 453
    Reputação : 58
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lady Mumu Seg 18 Maio 2015, 6:56 am

    Fhighlander escreveu:
    Daniel Fernandes - SJRJ escreveu:
    VANDER DE PAULA escreveu:INSISTÊNCIA NO PL MAMUTE LEVARÁ AO ZERO!

    Sindicalistas ao invés de proporem solução, preparam manifestações
    para insistir no PL Mamute, já declarado por políticos da base que o Governo
    é TOTALMENTE CONTRA.

    Logo, a insistência só atrapalhará uma solução qualquer, que poderia vir das negociações em curso.


    Sindicalistas devem pedir a reestruturação da carreira por subsídio, e não ficarem asseverando
    no erro, como planejam, pois isso só prejudicará os servidores!

    O PL Mamute não passará, dada a obstrução dos políticos da base do Governo, e na hipótese
    de passar, será vetado pela Presidente.
    Uma vez vetado, não há como derrubar o veto, com a composição política atual do Congresso.

    Vander, não sei quantas vezes já te disseram isso, mas vou repetir: O Governo não é contra a atual estrutura remuneratória. Ele não quer dar aos servidores do PJU qualquer coisa acima do aumento geral de Agosto. A reestruturação da carreira para Subsídio em nada alterará este cenário.

    Velho, esse cara é lesado. Não perca tempo com ele. Agora eu simplesmente ignoro o que ele fala, é loucura demais para uma mente sã digerir...

    Sem querer ser chata... Já tentaram mandar o bom PCS com um impacto menor pra ver o que acontece? O Vander tem um monte de defeitos (um deles é ser petista alienado), mas seria interessante mandar algo que o impacto não fosse tão gritante e fácil de ser criticado por todos. Seria interessante futuramente tentar um plano de carreira com impacto menor desde o início. De uma coisa a gente não pode discordar: "esse plano tem a cara dos servidores do PJu que tem algum benefício que se destacará com ele" (sem entrar no mérito de discussões que não levam a lugar nenhum).
    Decano
    Decano
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1415
    Reputação : 97
    Data de inscrição : 07/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Decano Seg 18 Maio 2015, 7:09 am

    Lady Mumu escreveu:
    Fhighlander escreveu:
    Daniel Fernandes - SJRJ escreveu:
    VANDER DE PAULA escreveu:INSISTÊNCIA NO PL MAMUTE LEVARÁ AO ZERO!

    Sindicalistas ao invés de proporem solução, preparam manifestações
    para insistir no PL Mamute, já declarado por políticos da base que o Governo
    é TOTALMENTE CONTRA.

    Logo, a insistência só atrapalhará uma solução qualquer, que poderia vir das negociações em curso.


    Sindicalistas devem pedir a reestruturação da carreira por subsídio, e não ficarem asseverando
    no erro, como planejam, pois isso só prejudicará os servidores!

    O PL Mamute não passará, dada a obstrução dos políticos da base do Governo, e na hipótese
    de passar, será vetado pela Presidente.
    Uma vez vetado, não há como derrubar o veto, com a composição política atual do Congresso.

    Vander, não sei quantas vezes já te disseram isso, mas vou repetir: O Governo não é contra a atual estrutura remuneratória. Ele não quer dar aos servidores do PJU qualquer coisa acima do aumento geral de Agosto. A reestruturação da carreira para Subsídio em nada alterará este cenário.

    Velho, esse cara é lesado. Não perca tempo com ele. Agora eu simplesmente ignoro o que ele fala, é loucura demais para uma mente sã digerir...

    Sem querer ser chata... Já tentaram mandar o bom PCS com um impacto menor pra ver o que acontece? O Vander tem um monte de defeitos (um deles é ser petista alienado), mas seria interessante mandar algo que o impacto não fosse tão gritante e fácil de ser criticado por todos. Seria interessante futuramente tentar um plano de carreira com impacto menor desde o início. De uma coisa a gente não pode discordar: "esse plano tem a cara dos servidores do PJu que tem algum benefício que se destacará com ele" (sem entrar no mérito de discussões que não levam a lugar nenhum).

    Sem querer ser chato mas ja mandaram sim. Ja fizeram emenda a favor do subsídio, GD e até o MPU já mandou um PL prevendo subsídio.

    Já está mais que provado que a Dilma não está interessada em reestruturação de carreira de outro poder. Ela quer segurar qualquer aumento diferenciado no judiciário para que o executivo não peça o mesmo.

    Em outras palavras, ela quer nos colocar no carreirao. Mas tem gente que ainda acha que ela quer nosso bem.
    avatar
    Lady Mumu
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 453
    Reputação : 58
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lady Mumu Seg 18 Maio 2015, 7:26 am

    Decano escreveu:
    Lady Mumu escreveu:
    Fhighlander escreveu:
    Daniel Fernandes - SJRJ escreveu:

    Vander, não sei quantas vezes já te disseram isso, mas vou repetir: O Governo não é contra a atual estrutura remuneratória. Ele não quer dar aos servidores do PJU qualquer coisa acima do aumento geral de Agosto. A reestruturação da carreira para Subsídio em nada alterará este cenário.

    Velho, esse cara é lesado. Não perca tempo com ele. Agora eu simplesmente ignoro o que ele fala, é loucura demais para uma mente sã digerir...

    Sem querer ser chata... Já tentaram mandar o bom PCS com um impacto menor pra ver o que acontece? O Vander tem um monte de defeitos (um deles é ser petista alienado), mas seria interessante mandar algo que o impacto não fosse tão gritante e fácil de ser criticado por todos. Seria interessante futuramente tentar um plano de carreira com impacto menor desde o início. De uma coisa a gente não pode discordar: "esse plano tem a cara dos servidores do PJu que tem algum benefício que se destacará com ele" (sem entrar no mérito de discussões que não levam a lugar nenhum).

    Sem querer ser chato mas ja mandaram sim. Ja fizeram emenda a favor do subsídio, GD e até o MPU já mandou um PL prevendo subsídio.

    Já está mais que provado que a Dilma não está interessada em reestruturação de carreira de outro poder. Ela quer segurar qualquer aumento diferenciado no judiciário para que o executivo não peça o mesmo.

    Em outras palavras, ela quer nos colocar no carreirao. Mas tem gente que ainda acha que ela quer nosso bem.

    Não discordo de você. No meu entender, coloquei a situação como um mote para observar o quanto que os sindicatos ou só querem nos ferrar, ou só querem beneficiar poucos em detrimento de muitos. Mas como estamos no mesmo barco e o Brasil não está em crise, vamos deixando a vida nos levar e quem sabe um dia teremos o PL aprovado. Abraços!
    FALCON.X
    FALCON.X
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2463
    Reputação : 433
    Data de inscrição : 22/03/2015

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por FALCON.X Seg 18 Maio 2015, 7:34 am

    PARA.PENSAR escreveu:Retirado de outro fórum de discussão de outra categoria fazendária, mas que se aplica a TODO serviço público federal:

    Para PENSAR: "Qual a greve que nos ÚLTIMOS 13 ANOS dessa DITADURA petista instalada e desse governo safado e corrupto teve algo mais do 15,8 ? Seja mobilização fraca ou forte ruim ou boa e de que categoria for quem conseguiu algo mais além da humilhação dos 15,8 ???

    Nem nós, nem os externos, nem NENHUMA outra categoria do serviço público federal PARANDO OU NÃO PARANDO conseguiu ABSOLUTAMETE NADA ALÉM do que a miséria dos 15,8.

    CUIDADO PARA NÃO SEREM MASSA DE MANOBRA DE SINDICATO PETRALHA PELEGO E CONTRIBUÍREM AINDA MAIS PARA CRESCIMENTO DA DITADURA CUT-PETISTA INSTALADA CONTRA OS SERVIDORES.

    what like what like

    E para completar (todo esse contingenciamento para fazer caixa de novo para roubalheira e preparar o caminho do barbudo):

    "http://oglobo.globo.com/economia/orcamento-deve-sofrer-corte-de-70-bilhoes-este-ano-15865096

    BRASÍLIA E RIO VERDE (GO) - O contingenciamento do Orçamento de 2015 — um dos pilares do plano de ajuste fiscal — deve ficar em torno de R$ 70 bilhões. O número ainda está sendo fechado, mas técnicos do governo afirmam que ele representaria um meio-termo entre o que quer a equipe econômica e o que defende o núcleo político. O decreto com a cifra oficial do corte sairá nos próximos dias, depois que a presidente Dilma Rousseff sancionar o Orçamento deste ano.

    Segundo fontes da área econômica, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e o secretário-executivo da pasta, Tarcísio Godoy, defendem um corte "exorbitante", na casa de R$ 80 bilhões, pois querem atingir, a todo custo, a meta de superávit primário (economia para o pagamento de juros da dívida pública), fixada este ano em R$ 66,3 bilhões, ou 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB).

    Para o núcleo político, porém, não é possível fazer uma tesourada desse montante sem paralisar por completo a máquina pública. Assim, seria mais factível um contingenciamento entre R$ 50 bilhões e R$ 60 bilhões. Argumenta-se que nem esse valor será fácil de executar, já que vai atingir fortemente investimentos previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e programas sociais.

    - Para conseguir cortar R$ 50 bilhões ou R$ 60 bilhões, já será preciso suar a camisa - disse um integrante da equipe econômica.

    DESPESAS LIMITADAS

    O corte de R$ 70 bilhões significa o governo manter, por todo o ano de 2015, o contingenciamento preventivo adotado em janeiro. Naquele mês, o governo determinou corte de 33% nas despesas discricionárias (gastos de custeio que não são obrigatórios e investimentos), o que resultou num bloqueio mensal de R$ 1,9 bilhão nos desembolsos dos ministérios.

    (...)"

    E TEM GENTE QUE ACHAVA QUE no mundo da fantasia A PRIMERIA PARCELA VIRIA EM JUNHO e os 13,23 INTEGRALMENTE desde março....

    Pelo decreto, até a publicação da Lei Orçamentária de 2015, a execução das despesas fica limitada a um dezoito avos da dotação prevista no projeto da Lei Orçamentária. A medida representou um aperto adicional de 33% nas contas públicas, em relação ao que prevê a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015 - que autoriza a execução de um doze avos dos gastos por mês. Anualizado, esse valor fica em torno de R$ 55 bilhões. Já o restante do contingenciamento deve ser feito nas emendas parlamentares incluídas no Orçamento.

    O contingenciamento é considerado essencial para reequilibrar as contas públicas, uma vez que a equipe econômica vem enfrentando dificuldades em implementar as medidas necessárias. As medidas provisórias (MPs) apresentadas ao Congresso para restringir o acesso a benefícios trabalhistas e previdenciários enfrentam resistência até da base aliada. Juntas, elas representam uma redução de despesas na casa dos R$ 18 bilhões.



    Leia mais sobre esse assunto em [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Seg 18 Maio 2015, 8:25 am

    VANDER DE PAULA escreveu:

    Acorda, vcs!

    O PL Mamute que está sendo discutido é totalmente inviável.
    Não é aceito de jeito nenhum. Nas palavras de um deputado,
    "o Governo é TOTALMENTE contra"!

    Mas há sim uma TENTATIVA de acordo, de possibilidade de reestruturação
    da carreira junto com um reajuste, não da forma do Mamute, mas da forma
    de subsídio ou GD.

    Então, pela postura de cada um é que sabemos se estão realmente a favor ou contra
    o reajuste: ficar insistindo no Mamute é prova de que querem o ZERO para a categoria.

    É preciso mudar, é preciso abrir o leque, é preciso abrir ao debate e pedir outra coisa que
    não este Mamute que só serve para destruir a carreira!

    O PL Mamute está condenado! O PL Mamute todos já sabemos a que leva: ao congelamento dos salários.
    O PL Mamute é perda de tempo e de oportunidade. Abandonemos esse PL para pedirmos a mudança,
    a reestruturação da carreira junto com um bom reajuste!

    Quem pede reestruturação da carreira
    é a favor de um reajuste, quem insiste na Bomba Orçamentária Mamute é contra o reajuste! Simples assim.

    Noooooooooooooooosssssssssssssssssssssssssssssssssaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!


    O deputado descobriu a pólvora!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Quando Dilma foi a favor do PL 6613/09? Quando Dilma foi a favor do PL 7920/14?

    A tabela salarial é a mesma. Ela nunca será a favor.

    Por isso a necessidade de um escalonamento no orçamento, e torcer para o PMDB ficar do nosso lado.

    Renan!!!!!
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Seg 18 Maio 2015, 8:30 am

    FALCON.X escreveu:

    E para completar (todo esse contingenciamento para fazer caixa de novo para roubalheira e preparar o caminho do barbudo):

    "http://oglobo.globo.com/economia/orcamento-deve-sofrer-corte-de-70-bilhoes-este-ano-15865096

    BRASÍLIA E RIO VERDE (GO) - O contingenciamento do Orçamento de 2015 — um dos pilares do plano de ajuste fiscal — deve ficar em torno de R$ 70 bilhões. O número ainda está sendo fechado, mas técnicos do governo afirmam que ele representaria um meio-termo entre o que quer a equipe econômica e o que defende o núcleo político. O decreto com a cifra oficial do corte sairá nos próximos dias, depois que a presidente Dilma Rousseff sancionar o Orçamento deste ano.

    Segundo fontes da área econômica, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e o secretário-executivo da pasta, Tarcísio Godoy, defendem um corte "exorbitante", na casa de R$ 80 bilhões, pois querem atingir, a todo custo, a meta de superávit primário (economia para o pagamento de juros da dívida pública), fixada este ano em R$ 66,3 bilhões, ou 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB).

    Para o núcleo político, porém, não é possível fazer uma tesourada desse montante sem paralisar por completo a máquina pública. Assim, seria mais factível um contingenciamento entre R$ 50 bilhões e R$ 60 bilhões. Argumenta-se que nem esse valor será fácil de executar, já que vai atingir fortemente investimentos previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e programas sociais.

    - Para conseguir cortar R$ 50 bilhões ou R$ 60 bilhões, já será preciso suar a camisa - disse um integrante da equipe econômica.

    DESPESAS LIMITADAS

    O corte de R$ 70 bilhões significa o governo manter, por todo o ano de 2015, o contingenciamento preventivo adotado em janeiro. Naquele mês, o governo determinou corte de 33% nas despesas discricionárias (gastos de custeio que não são obrigatórios e investimentos), o que resultou num bloqueio mensal de R$ 1,9 bilhão nos desembolsos dos ministérios.

    (...)"

    E TEM GENTE QUE ACHAVA QUE no mundo da fantasia A PRIMERIA PARCELA VIRIA EM JUNHO e os 13,23 INTEGRALMENTE desde março....

    Pelo decreto, até a publicação da Lei Orçamentária de 2015, a execução das despesas fica limitada a um dezoito avos da dotação prevista no projeto da Lei Orçamentária. A medida representou um aperto adicional de 33% nas contas públicas, em relação ao que prevê a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015 - que autoriza a execução de um doze avos dos gastos por mês. Anualizado, esse valor fica em torno de R$ 55 bilhões. Já o restante do contingenciamento deve ser feito nas emendas parlamentares incluídas no Orçamento.

    O contingenciamento é considerado essencial para reequilibrar as contas públicas, uma vez que a equipe econômica vem enfrentando dificuldades em implementar as medidas necessárias. As medidas provisórias (MPs) apresentadas ao Congresso para restringir o acesso a benefícios trabalhistas e previdenciários enfrentam resistência até da base aliada. Juntas, elas representam uma redução de despesas na casa dos R$ 18 bilhões.

    Leia mais sobre esse assunto em [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    E desde quando alguém achava que teria parcela em 2015? Só delírio. A ekipoconômica quer fazer superavit de 2%. A conta só fecha se houver supercontenção de gastos. Nesse anos teremos apenas o merrecão e lamba os beiços...

    Lutar para que 2016 tenhamos algo como reposição da inflação de 2015, o que será muito difícil, e manter a tabela proposta sem ser a perder de vista.

    GREVE!!!
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Seg 18 Maio 2015, 8:31 am

    A real é que só com muita pressão do SPF inteirooooo é que sai o merrecão!
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por TRF1/MG Seg 18 Maio 2015, 8:34 am

    VANDER DE PAULA escreveu:

    Acorda, vcs!

    O PL Mamute que está sendo discutido é totalmente inviável.
    Não é aceito de jeito nenhum. Nas palavras de um deputado,
    "o Governo é TOTALMENTE contra"!

    Mas há sim uma TENTATIVA de acordo, de possibilidade de reestruturação
    da carreira junto com um reajuste, não da forma do Mamute, mas da forma
    de subsídio ou GD.

    Então, pela postura de cada um é que sabemos se estão realmente a favor ou contra
    o reajuste: ficar insistindo no Mamute é prova de que querem o ZERO para a categoria.

    É preciso mudar, é preciso abrir o leque, é preciso abrir ao debate e pedir outra coisa que
    não este Mamute que só serve para destruir a carreira!

    O PL Mamute está condenado! O PL Mamute todos já sabemos a que leva: ao congelamento dos salários.
    O PL Mamute é perda de tempo e de oportunidade. Abandonemos esse PL para pedirmos a mudança,
    a reestruturação da carreira junto com um bom reajuste!

    Quem pede reestruturação da carreira
    é a favor de um reajuste, quem insiste na Bomba Orçamentária Mamute é contra o reajuste! Simples assim.


    Se o problema é só um plano mal feito, se o problema é que o governo não quer ele, mas se vier um plano bom, tipo subsídio, o governo vai ser a favor, explica aqui porque o plano do subsidio do MPU tá lá parado na Camara?
    Tenta explicar seu picareta, que mais uma vez vem aqui querer aliviar a corja vermelha. Vc nada mais é que um verme, um picareta, pois mesmo depois de tantos anos sendo ferrados pelo PT tem a cara de pau de aparecer aqui e aliviar a barra deles. Tentar né, pois ninguém mais cai na sua conversa.
    Antonio Batai
    Antonio Batai
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 673
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 22/12/2014

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Antonio Batai Seg 18 Maio 2015, 8:35 am

    FALCON.X escreveu:
    PARA.PENSAR escreveu:Retirado de outro fórum de discussão de outra categoria fazendária, mas que se aplica a TODO serviço público federal:

    Para PENSAR: "Qual a greve que nos ÚLTIMOS 13 ANOS dessa DITADURA petista instalada e desse governo safado e corrupto teve algo mais do 15,8 ? Seja mobilização fraca ou forte ruim ou boa e de que categoria for quem conseguiu algo mais além da humilhação dos 15,8 ???

    Nem nós, nem os externos, nem NENHUMA outra categoria do serviço público federal PARANDO OU NÃO PARANDO conseguiu ABSOLUTAMETE NADA ALÉM do que a miséria dos 15,8.

    CUIDADO PARA NÃO SEREM MASSA DE MANOBRA DE SINDICATO PETRALHA PELEGO E CONTRIBUÍREM AINDA MAIS PARA CRESCIMENTO DA DITADURA CUT-PETISTA INSTALADA CONTRA OS SERVIDORES.

    what like what like

    E para completar (todo esse contingenciamento para fazer caixa de novo para roubalheira e preparar o caminho do barbudo):

    "http://oglobo.globo.com/economia/orcamento-deve-sofrer-corte-de-70-bilhoes-este-ano-15865096

    BRASÍLIA E RIO VERDE (GO) - O contingenciamento do Orçamento de 2015 — um dos pilares do plano de ajuste fiscal — deve ficar em torno de R$ 70 bilhões. O número ainda está sendo fechado, mas técnicos do governo afirmam que ele representaria um meio-termo entre o que quer a equipe econômica e o que defende o núcleo político. O decreto com a cifra oficial do corte sairá nos próximos dias, depois que a presidente Dilma Rousseff sancionar o Orçamento deste ano.

    Segundo fontes da área econômica, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e o secretário-executivo da pasta, Tarcísio Godoy, defendem um corte "exorbitante", na casa de R$ 80 bilhões, pois querem atingir, a todo custo, a meta de superávit primário (economia para o pagamento de juros da dívida pública), fixada este ano em R$ 66,3 bilhões, ou 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB).

    Para o núcleo político, porém, não é possível fazer uma tesourada desse montante sem paralisar por completo a máquina pública. Assim, seria mais factível um contingenciamento entre R$ 50 bilhões e R$ 60 bilhões. Argumenta-se que nem esse valor será fácil de executar, já que vai atingir fortemente investimentos previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e programas sociais.

    - Para conseguir cortar R$ 50 bilhões ou R$ 60 bilhões, já será preciso suar a camisa - disse um integrante da equipe econômica.

    DESPESAS LIMITADAS

    O corte de R$ 70 bilhões significa o governo manter, por todo o ano de 2015, o contingenciamento preventivo adotado em janeiro. Naquele mês, o governo determinou corte de 33% nas despesas discricionárias (gastos de custeio que não são obrigatórios e investimentos), o que resultou num bloqueio mensal de R$ 1,9 bilhão nos desembolsos dos ministérios.

    (...)"

    E TEM GENTE QUE ACHAVA QUE no mundo da fantasia A PRIMERIA PARCELA VIRIA EM JUNHO e os 13,23 INTEGRALMENTE desde março....

    Pelo decreto, até a publicação da Lei Orçamentária de 2015, a execução das despesas fica limitada a um dezoito avos da dotação prevista no projeto da Lei Orçamentária. A medida representou um aperto adicional de 33% nas contas públicas, em relação ao que prevê a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015 - que autoriza a execução de um doze avos dos gastos por mês. Anualizado, esse valor fica em torno de R$ 55 bilhões. Já o restante do contingenciamento deve ser feito nas emendas parlamentares incluídas no Orçamento.

    O contingenciamento é considerado essencial para reequilibrar as contas públicas, uma vez que a equipe econômica vem enfrentando dificuldades em implementar as medidas necessárias. As medidas provisórias (MPs) apresentadas ao Congresso para restringir o acesso a benefícios trabalhistas e previdenciários enfrentam resistência até da base aliada. Juntas, elas representam uma redução de despesas na casa dos R$ 18 bilhões.



    Leia mais sobre esse assunto em [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    O governo petista já deu o recado: é zero de reajuste nos próximos anos. A tática petista é enrolar, com ajuda dos sindicatos, para os servidores acharem que terão um novo merrecão, quando nem isso terão.
    RicardoMII
    RicardoMII
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2059
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Localização : João Pessoa

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por RicardoMII Seg 18 Maio 2015, 8:38 am

    TRF1/MG escreveu:
    VANDER DE PAULA escreveu:

    Acorda, vcs!

    O PL Mamute que está sendo discutido é totalmente inviável.
    Não é aceito de jeito nenhum. Nas palavras de um deputado,
    "o Governo é TOTALMENTE contra"!

    Mas há sim uma TENTATIVA de acordo, de possibilidade de reestruturação
    da carreira junto com um reajuste, não da forma do Mamute, mas da forma
    de subsídio ou GD.

    Então, pela postura de cada um é que sabemos se estão realmente a favor ou contra
    o reajuste: ficar insistindo no Mamute é prova de que querem o ZERO para a categoria.

    É preciso mudar, é preciso abrir o leque, é preciso abrir ao debate e pedir outra coisa que
    não este Mamute que só serve para destruir a carreira!

    O PL Mamute está condenado! O PL Mamute todos já sabemos a que leva: ao congelamento dos salários.
    O PL Mamute é perda de tempo e de oportunidade. Abandonemos esse PL para pedirmos a mudança,
    a reestruturação da carreira junto com um bom reajuste!

    Quem pede reestruturação da carreira
    é a favor de um reajuste, quem insiste na Bomba Orçamentária Mamute é contra o reajuste! Simples assim.


    Se o problema é só um plano mal feito, se o problema é que o governo não quer ele, mas se vier um plano bom, tipo subsídio, o governo vai ser a favor, explica aqui porque o plano do subsidio do MPU tá lá parado na Camara?
    Tenta explicar seu picareta, que mais uma vez vem aqui querer aliviar a corja vermelha. Vc nada mais é que um verme, um picareta, pois mesmo depois de tantos anos sendo ferrados pelo PT tem a cara de pau de aparecer aqui e aliviar a barra deles. Tentar né, pois ninguém mais cai na sua conversa.


    like like like
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Seg 18 Maio 2015, 8:40 am

    FALCON.X escreveu:
    PARA.PENSAR escreveu:Retirado de outro fórum de discussão de outra categoria fazendária, mas que se aplica a TODO serviço público federal:

    Para PENSAR: "Qual a greve que nos ÚLTIMOS 13 ANOS dessa DITADURA petista instalada e desse governo safado e corrupto teve algo mais do 15,8 ? Seja mobilização fraca ou forte ruim ou boa e de que categoria for quem conseguiu algo mais além da humilhação dos 15,8 ???

    Nem nós, nem os externos, nem NENHUMA outra categoria do serviço público federal PARANDO OU NÃO PARANDO conseguiu ABSOLUTAMETE NADA ALÉM do que a miséria dos 15,8.

    CUIDADO PARA NÃO SEREM MASSA DE MANOBRA DE SINDICATO PETRALHA PELEGO E CONTRIBUÍREM AINDA MAIS PARA CRESCIMENTO DA DITADURA CUT-PETISTA INSTALADA CONTRA OS SERVIDORES.

    what like what like

    E para completar (todo esse contingenciamento para fazer caixa de novo para roubalheira e preparar o caminho do barbudo):

    "http://oglobo.globo.com/economia/orcamento-deve-sofrer-corte-de-70-bilhoes-este-ano-15865096

    BRASÍLIA E RIO VERDE (GO) - O contingenciamento do Orçamento de 2015 — um dos pilares do plano de ajuste fiscal — deve ficar em torno de R$ 70 bilhões. O número ainda está sendo fechado, mas técnicos do governo afirmam que ele representaria um meio-termo entre o que quer a equipe econômica e o que defende o núcleo político. O decreto com a cifra oficial do corte sairá nos próximos dias, depois que a presidente Dilma Rousseff sancionar o Orçamento deste ano.

    Segundo fontes da área econômica, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e o secretário-executivo da pasta, Tarcísio Godoy, defendem um corte "exorbitante", na casa de R$ 80 bilhões, pois querem atingir, a todo custo, a meta de superávit primário (economia para o pagamento de juros da dívida pública), fixada este ano em R$ 66,3 bilhões, ou 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB).

    Para o núcleo político, porém, não é possível fazer uma tesourada desse montante sem paralisar por completo a máquina pública. Assim, seria mais factível um contingenciamento entre R$ 50 bilhões e R$ 60 bilhões. Argumenta-se que nem esse valor será fácil de executar, já que vai atingir fortemente investimentos previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e programas sociais.

    - Para conseguir cortar R$ 50 bilhões ou R$ 60 bilhões, já será preciso suar a camisa - disse um integrante da equipe econômica.

    DESPESAS LIMITADAS

    O corte de R$ 70 bilhões significa o governo manter, por todo o ano de 2015, o contingenciamento preventivo adotado em janeiro. Naquele mês, o governo determinou corte de 33% nas despesas discricionárias (gastos de custeio que não são obrigatórios e investimentos), o que resultou num bloqueio mensal de R$ 1,9 bilhão nos desembolsos dos ministérios.

    (...)"

    E TEM GENTE QUE ACHAVA QUE no mundo da fantasia A PRIMERIA PARCELA VIRIA EM JUNHO e os 13,23 INTEGRALMENTE desde março....

    Pelo decreto, até a publicação da Lei Orçamentária de 2015, a execução das despesas fica limitada a um dezoito avos da dotação prevista no projeto da Lei Orçamentária. A medida representou um aperto adicional de 33% nas contas públicas, em relação ao que prevê a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015 - que autoriza a execução de um doze avos dos gastos por mês. Anualizado, esse valor fica em torno de R$ 55 bilhões. Já o restante do contingenciamento deve ser feito nas emendas parlamentares incluídas no Orçamento.

    O contingenciamento é considerado essencial para reequilibrar as contas públicas, uma vez que a equipe econômica vem enfrentando dificuldades em implementar as medidas necessárias. As medidas provisórias (MPs) apresentadas ao Congresso para restringir o acesso a benefícios trabalhistas e previdenciários enfrentam resistência até da base aliada. Juntas, elas representam uma redução de despesas na casa dos R$ 18 bilhões.



    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/orcamento-deve-sofrer-corte-de-70-bilhoes-este-ano-15865096#ixzz3aU6semWZ

    O quadro é desalentador, mas temos que reagir, nem que seja para alterar datas ou a quantidade das parcelas, mas carreirão, sou contra. Seria entregar sem reação os 9 anos de roubo salarial ao des(governo).
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Seg 18 Maio 2015, 8:43 am

    DO FACEBOOK DO DELCIDIO:

    Madalena Magalhaes: Senador meu predileto á mais de 12 anos, resolve logo essa PL se não não vão te deixar em paz e acaba perdendo seus eleitores, nada que o senhor escreve eles postam algo e nem dão ao menos um bom dia etc a não ser só relacionado a PL.
    See Translation
    3 ·


    Tiago Esposito Essa é a situação do servidor público do Judiciário Federal! Pela aprovação imediata do PLC 28/15! São 9 anos de enrolação....
    See Translation


    Tópico Geral - Página 25 11242428_861810430558345_138017517338337927_n
    Antonio Batai
    Antonio Batai
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 673
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 22/12/2014

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Antonio Batai Seg 18 Maio 2015, 8:44 am

    RicardoMII escreveu:
    TRF1/MG escreveu:
    VANDER DE PAULA escreveu:

    Acorda, vcs!

    O PL Mamute que está sendo discutido é totalmente inviável.
    Não é aceito de jeito nenhum. Nas palavras de um deputado,
    "o Governo é TOTALMENTE contra"!

    Mas há sim uma TENTATIVA de acordo, de possibilidade de reestruturação
    da carreira junto com um reajuste, não da forma do Mamute, mas da forma
    de subsídio ou GD.

    Então, pela postura de cada um é que sabemos se estão realmente a favor ou contra
    o reajuste: ficar insistindo no Mamute é prova de que querem o ZERO para a categoria.

    É preciso mudar, é preciso abrir o leque, é preciso abrir ao debate e pedir outra coisa que
    não este Mamute que só serve para destruir a carreira!

    O PL Mamute está condenado! O PL Mamute todos já sabemos a que leva: ao congelamento dos salários.
    O PL Mamute é perda de tempo e de oportunidade. Abandonemos esse PL para pedirmos a mudança,
    a reestruturação da carreira junto com um bom reajuste!

    Quem pede reestruturação da carreira
    é a favor de um reajuste, quem insiste na Bomba Orçamentária Mamute é contra o reajuste! Simples assim.


    Se o problema é só um plano mal feito, se o problema é que o governo não quer ele, mas se vier um plano bom, tipo subsídio, o governo vai ser a favor, explica aqui porque o plano do subsidio do MPU tá lá parado na Camara?
    Tenta explicar seu picareta, que mais uma vez vem aqui querer aliviar a corja vermelha. Vc nada mais é que um verme, um picareta, pois mesmo depois de tantos anos sendo ferrados pelo PT tem a cara de pau de aparecer aqui e aliviar a barra deles. Tentar né, pois ninguém mais cai na sua conversa.


    like like like

    Esse senhor Vander é o maior trollador petista daqui.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Seg 18 Maio 2015, 8:49 am

    Decano escreveu:Sem querer ser chato mas ja mandaram sim. Ja fizeram emenda a favor do subsídio, GD e até o MPU já mandou um PL prevendo subsídio.

    Já está mais que provado que a Dilma não está interessada em reestruturação de carreira de outro poder. Ela quer segurar qualquer aumento diferenciado no judiciário para que o executivo não peça o mesmo.

    Em outras palavras, ela quer nos colocar no carreirao. Mas tem gente que ainda acha que ela quer nosso bem.

    O PGR mandou um substitutivo apoiado pela maioria dos servidores e do sindicato. Com o merrecão, o SG achou melhor manter a famigerada simetria, por sugestão do MPOG e o substitutivo móóóóóóóóóóóóóóórrrrrreeeeeeeu no Lago de Paranoá. O que fizeram o servidores? Ficaram indignados.

    Ano passado, na hora de mandar um PL propondo o subsídio, o que o PGR fez? Mandou uma tabela igual a do PJU. O que fizeram os servidores do MPU? Apenas ficaram indignados e se resignaram. Quem manda é o PGR. E cadê o sindicato para lutar pela mudança do modelo. Deve te um monte de petista infiltrado, assim como nos outros sindicatos.

    E emenda mudando mérito acaba por ser vício de iniciativa. Por isso o substitutivo que o PGR mandou era importante.

    É lógico que o MPOG "c4g4 e anda" para o modelo. A única preocupação da ekipoconômica é o impacto. MPU perdeu uma ótima chance sair da aba do PJU.

    BNEN
    BNEN
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 357
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 11/11/2014

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por BNEN Seg 18 Maio 2015, 8:50 am

    Jubilando escreveu:DO FACEBOOK DO DELCIDIO:

    Madalena Magalhaes: Senador meu predileto á mais de 12 anos, resolve logo essa PL se não não vão te deixar em paz e acaba perdendo seus eleitores, nada que o senhor escreve eles postam algo e nem dão ao menos um bom dia etc a não ser só relacionado a PL.
    See Translation
    3 ·


    Tiago Esposito Essa é a situação do servidor público do Judiciário Federal! Pela aprovação imediata do PLC 28/15! São 9 anos de enrolação....
    See Translation


    [É necessário estar registrado e conectado para poderes visualizar esta imagem]


    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk até que o face ta servindo pra alguma coisa
    Antonio Batai
    Antonio Batai
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 673
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 22/12/2014

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Antonio Batai Seg 18 Maio 2015, 9:05 am

    Lula Molusco escreveu:
    Decano escreveu:Sem querer ser chato mas ja mandaram sim. Ja fizeram emenda a favor do subsídio, GD e até o MPU já mandou um PL prevendo subsídio.

    Já está mais que provado que a Dilma não está interessada em reestruturação de carreira de outro poder. Ela quer segurar qualquer aumento diferenciado no judiciário para que o executivo não peça o mesmo.

    Em outras palavras, ela quer nos colocar no carreirao. Mas tem gente que ainda acha que ela quer nosso bem.

    O PGR mandou um substitutivo apoiado pela maioria dos servidores e do sindicato. Com o merrecão, o SG achou melhor manter a famigerada simetria, por sugestão do MPOG e o substitutivo móóóóóóóóóóóóóóórrrrrreeeeeeeu no Lago de Paranoá. O que fizeram o servidores? Ficaram indignados.

    Ano passado, na hora de mandar um PL propondo o subsídio, o que o PGR fez? Mandou uma tabela igual a do PJU. O que fizeram os servidores do MPU? Apenas ficaram indignados e se resignaram. Quem manda é o PGR. E cadê o sindicato para lutar pela mudança do modelo. Deve te um monte de petista infiltrado, assim como nos outros sindicatos.

    E emenda mudando mérito acaba por ser vício de iniciativa. Por isso o substitutivo que o PGR mandou era importante.

    É lógico que o MPOG "c4g4 e anda" para o modelo. A única preocupação da ekipoconômica é o impacto. MPU perdeu uma ótima chance sair da aba do PJU.


    Existe um 'pacto' entre os procuradores e magistrados para não se desgrudarem. Consequentemente, os servidores do MPU estão acorrentados com os do Judiciário. Essa desvinculação só acontece se os procuradores deixarem, como não deixam, então...
    FALCON.X
    FALCON.X
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2463
    Reputação : 433
    Data de inscrição : 22/03/2015

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por FALCON.X Seg 18 Maio 2015, 9:23 am

    Jubilando escreveu:
    FALCON.X escreveu:
    PARA.PENSAR escreveu:Retirado de outro fórum de discussão de outra categoria fazendária, mas que se aplica a TODO serviço público federal:

    Para PENSAR: "Qual a greve que nos ÚLTIMOS 13 ANOS dessa DITADURA petista instalada e desse governo safado e corrupto teve algo mais do 15,8 ? Seja mobilização fraca ou forte ruim ou boa e de que categoria for quem conseguiu algo mais além da humilhação dos 15,8 ???

    Nem nós, nem os externos, nem NENHUMA outra categoria do serviço público federal PARANDO OU NÃO PARANDO conseguiu ABSOLUTAMETE NADA ALÉM do que a miséria dos 15,8.

    CUIDADO PARA NÃO SEREM MASSA DE MANOBRA DE SINDICATO PETRALHA PELEGO E CONTRIBUÍREM AINDA MAIS PARA CRESCIMENTO DA DITADURA CUT-PETISTA INSTALADA CONTRA OS SERVIDORES.

    what like what like

    E para completar (todo esse contingenciamento para fazer caixa de novo para roubalheira e preparar o caminho do barbudo):

    "http://oglobo.globo.com/economia/orcamento-deve-sofrer-corte-de-70-bilhoes-este-ano-15865096

    BRASÍLIA E RIO VERDE (GO) - O contingenciamento do Orçamento de 2015 — um dos pilares do plano de ajuste fiscal — deve ficar em torno de R$ 70 bilhões. O número ainda está sendo fechado, mas técnicos do governo afirmam que ele representaria um meio-termo entre o que quer a equipe econômica e o que defende o núcleo político. O decreto com a cifra oficial do corte sairá nos próximos dias, depois que a presidente Dilma Rousseff sancionar o Orçamento deste ano.

    Segundo fontes da área econômica, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e o secretário-executivo da pasta, Tarcísio Godoy, defendem um corte "exorbitante", na casa de R$ 80 bilhões, pois querem atingir, a todo custo, a meta de superávit primário (economia para o pagamento de juros da dívida pública), fixada este ano em R$ 66,3 bilhões, ou 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB).

    Para o núcleo político, porém, não é possível fazer uma tesourada desse montante sem paralisar por completo a máquina pública. Assim, seria mais factível um contingenciamento entre R$ 50 bilhões e R$ 60 bilhões. Argumenta-se que nem esse valor será fácil de executar, já que vai atingir fortemente investimentos previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e programas sociais.

    - Para conseguir cortar R$ 50 bilhões ou R$ 60 bilhões, já será preciso suar a camisa - disse um integrante da equipe econômica.

    DESPESAS LIMITADAS

    O corte de R$ 70 bilhões significa o governo manter, por todo o ano de 2015, o contingenciamento preventivo adotado em janeiro. Naquele mês, o governo determinou corte de 33% nas despesas discricionárias (gastos de custeio que não são obrigatórios e investimentos), o que resultou num bloqueio mensal de R$ 1,9 bilhão nos desembolsos dos ministérios.

    (...)"

    E TEM GENTE QUE ACHAVA QUE no mundo da fantasia A PRIMERIA PARCELA VIRIA EM JUNHO e os 13,23 INTEGRALMENTE desde março....

    Pelo decreto, até a publicação da Lei Orçamentária de 2015, a execução das despesas fica limitada a um dezoito avos da dotação prevista no projeto da Lei Orçamentária. A medida representou um aperto adicional de 33% nas contas públicas, em relação ao que prevê a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015 - que autoriza a execução de um doze avos dos gastos por mês. Anualizado, esse valor fica em torno de R$ 55 bilhões. Já o restante do contingenciamento deve ser feito nas emendas parlamentares incluídas no Orçamento.

    O contingenciamento é considerado essencial para reequilibrar as contas públicas, uma vez que a equipe econômica vem enfrentando dificuldades em implementar as medidas necessárias. As medidas provisórias (MPs) apresentadas ao Congresso para restringir o acesso a benefícios trabalhistas e previdenciários enfrentam resistência até da base aliada. Juntas, elas representam uma redução de despesas na casa dos R$ 18 bilhões.



    Leia mais sobre esse assunto em [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    O quadro é desalentador, mas temos que reagir, nem que seja para alterar datas ou a quantidade das parcelas, mas carreirão, sou contra. Seria entregar sem reação os 9 anos de roubo salarial ao des(governo).

    like

    CONCORDO em parte amigo Jubilando. Também sou contra a desvalorização de nossa carreira imposta por esse DESgoverno petralha.

    MAS, o que desanima é olhar para trás, RECENTEMENTE, quando utilizado o instrumento mais legítimo de nossa LUTA, a GREVE, nada adiantou. E mais como já mencionado, outras categorias, que pararam por completo e recusaram a esmola NADA tiveram, exemplo maior as Polícias Federal e Rodoviária Federal, só tiveram a humilhação de 15,8. Como todos nós.

    E o que vejo são sindicatos pelegos cutistas fazendo base parlamentar para petralhada e quando chegam na época de eleição ainda fazem campanha para mandachuva e farão NOVAMENTE para o barbudo que virá. Como confiar nessa gente, amigo ??? Como ?
    shinobi
    shinobi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 535
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 24/05/2012

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por shinobi Seg 18 Maio 2015, 9:25 am

    Concordo com o Vander. É por causa dessa insistência doentia nesse mamute que estamos sem aumento há 10 anos. Há provas suficientes que outras propostas foram ao menos cogitadas e imediatamente rejeitadas sem qualquer consulta á categoria pelos sindicanalhas.
    O NÂO ao mamute nós já temos explicitamente. Será que outro modelo não seria pelo menos apreciado???? Quem está delirando aqui é o Vander ou os que insistem em um Plano cujo NÂO foi esfregado na cara de todos? Por quanto tempo mais vamos ficar insistindo nesse erro grosseiro que é o mamute que fica a cada ano que passa mais turbinado e mais fácil de ser rejeitado pelo governo.
    Ás vezes acho que esse fórum em sua grande maioria é composto por sindicalistas ligados ao governo tentando fazer uma lavagem cerebral na categoria. Insistir nesse PL maldito é pedir para ter ele rebaixado 5% ao ano e olhe lá.
    O Governo está enfraquecido e a única forma de conseguir algo digno é apresentar uma proposta factível, seja GD ou subsídio. Se não funcionar GREVE GERAL.




    VANDER DE PAULA escreveu:

    Acorda, vcs!

    O PL Mamute que está sendo discutido é totalmente inviável.
    Não é aceito de jeito nenhum. Nas palavras de um deputado,
    "o Governo é TOTALMENTE contra"!

    Mas há sim uma TENTATIVA de acordo, de possibilidade de reestruturação
    da carreira junto com um reajuste, não da forma do Mamute, mas da forma
    de subsídio ou GD.

    Então, pela postura de cada um é que sabemos se estão realmente a favor ou contra
    o reajuste: ficar insistindo no Mamute é prova de que querem o ZERO para a categoria.

    É preciso mudar, é preciso abrir o leque, é preciso abrir ao debate e pedir outra coisa que
    não este Mamute que só serve para destruir a carreira!

    O PL Mamute está condenado! O PL Mamute todos já sabemos a que leva: ao congelamento dos salários.
    O PL Mamute é perda de tempo e de oportunidade. Abandonemos esse PL para pedirmos a mudança,
    a reestruturação da carreira junto com um bom reajuste!

    Quem pede reestruturação da carreira
    é a favor de um reajuste, quem insiste na Bomba Orçamentária Mamute é contra o reajuste! Simples assim.
    Antonio Batai
    Antonio Batai
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 673
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 22/12/2014

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Antonio Batai Seg 18 Maio 2015, 9:32 am

    Depois de 2010, ficou claro que o governo petista quer o 0% de reajuste via mamute, GD ou subsídio. Essa é uma 'discussão' inútil para tentar livrar a cara do PT que persegue nossa categoria há 8 anos.
    shinobi escreveu:Concordo com o Vander. É por causa dessa insistência doentia nesse mamute que estamos sem aumento há 10 anos. Há provas suficientes que outras propostas  foram ao menos cogitadas e imediatamente rejeitadas sem qualquer consulta á categoria pelos sindicanalhas.
    O NÂO ao mamute nós já temos explicitamente. Será que outro modelo não seria pelo menos apreciado???? Quem está delirando aqui é o Vander ou os que insistem em um Plano cujo NÂO foi esfregado na cara de todos? Por quanto tempo mais vamos ficar insistindo nesse erro grosseiro que é o mamute que fica a cada ano que passa mais turbinado e mais fácil de ser rejeitado pelo governo.
    Ás vezes acho que esse fórum em sua grande maioria é composto por sindicalistas ligados ao governo tentando fazer uma lavagem cerebral na categoria. Insistir nesse PL maldito é pedir para ter ele rebaixado 5% ao ano e olhe lá.
    O Governo está enfraquecido e a única forma de conseguir algo digno é apresentar uma proposta factível, seja GD ou subsídio. Se não funcionar GREVE GERAL.




    VANDER DE PAULA escreveu:

    Acorda, vcs!

    O PL Mamute que está sendo discutido é totalmente inviável.
    Não é aceito de jeito nenhum. Nas palavras de um deputado,
    "o Governo é TOTALMENTE contra"!

    Mas há sim uma TENTATIVA de acordo, de possibilidade de reestruturação
    da carreira junto com um reajuste, não da forma do Mamute, mas da forma
    de subsídio ou GD.

    Então, pela postura de cada um é que sabemos se estão realmente a favor ou contra
    o reajuste: ficar insistindo no Mamute é prova de que querem o ZERO para a categoria.

    É preciso mudar, é preciso abrir o leque, é preciso abrir ao debate e pedir outra coisa que
    não este Mamute que só serve para destruir a carreira!

    O PL Mamute está condenado! O PL Mamute todos já sabemos a que leva: ao congelamento dos salários.
    O PL Mamute é perda de tempo e de oportunidade. Abandonemos esse PL para pedirmos a mudança,
    a reestruturação da carreira junto com um bom reajuste!

    Quem pede reestruturação da carreira
    é a favor de um reajuste, quem insiste na Bomba Orçamentária Mamute é contra o reajuste! Simples assim.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Seg 18 Maio 2015, 9:33 am

    É isso mesmo???????? Campanha da Anata contra o PLC???????

    Fenajufe aprova calendário de mobilização em reunião Ampliada
    Publicado em Domingo, 17 Maio 2015 23:40 | Imprimir | E-mail | Acessos: 319

    Foi aprovado na tarde deste domingo, 17, durante a reunião ampliada da Fenajufe, o calendário nacional de mobilização da entidade, que estabelece as seguintes datas:

    Calendário Mínimo:

    18 a 26/5 – Rodada de assembleias gerais com indicativo de paralisações e greve da categoria.

    20/5 – Caravanas a Brasília e vigília nos estados para pressão e acompanhamento na CCJ do Senado.

    27/5 – mobilização/paralisação de 24 horas, com ato nacional no STF e reunião da diretoria executiva da Fenajufe com um representante de cada sindicato.

    29/5 – Participação ativa na mobilização/paralisação convocada pelas Centrais e movimentos sociais contra o ajuste fiscal, o PL 4330, as MP 664 e 665, rumo à greve geral a serem realizados nos estados e DF.

    02 e 03/06 – Paralisação de 48 horas.

    10/06 – Data limite para ingresso na greve nacional por tempo indeterminado dos servidores e servidoras do Judiciário Federal e MPU.

    A Ampliada definiu ainda, através da aprovação de proposições e moções, algumas diretrizes de ação:

    Cobrar atuação efetiva do STF e PGR para instalar negociação com Dilma para fechar acordo que garanta aprovação e implementação imediata da reposição salarial.
    Exigir aprovação na CCJ e imediato envio ao plenário do Senado para aprovação final.
    Cobrar garantia de participação da Fenajufe na negociação entre o STF PGR e o governo, assegurando ampla transparência no processo, evitando se fatos consumados.
    Reafirmar a competência e primazia da Fenajufe para negociar em nome toda categoria.
    Trabalhar para o acordo orçamentário urgente.
    Luta unificada com os SPF por data base, negociação coletiva, licença classista remunerada, PL 5338/09, PEC 555 entre outros pontos da pauta geral, assegurando de forma prioritária a defesa do PLC 28 (Judiciário) e PL 7919 (MPU) que são os índices específicos da categoria.
    Reafirmar a unificação da categoria contra a fragmentação através das carreiras exclusivas, GRAEL, CJs, etc
    Repúdio à campanha da Anata pelo #DeixaVetar

    A matéria completa com o detalhamento de todas as deliberações na reunião Ampliada da Fenajufe, você acompanha esta semana.
    Trt3analistaOJ
    Trt3analistaOJ
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 58
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 25/12/2014

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Trt3analistaOJ Seg 18 Maio 2015, 9:36 am

    FALCON.X escreveu:
    Jubilando escreveu:
    FALCON.X escreveu:
    PARA.PENSAR escreveu:Retirado de outro fórum de discussão de outra categoria fazendária, mas que se aplica a TODO serviço público federal:

    Para PENSAR: "Qual a greve que nos ÚLTIMOS 13 ANOS dessa DITADURA petista instalada e desse governo safado e corrupto teve algo mais do 15,8 ? Seja mobilização fraca ou forte ruim ou boa e de que categoria for quem conseguiu algo mais além da humilhação dos 15,8 ???

    Nem nós, nem os externos, nem NENHUMA outra categoria do serviço público federal PARANDO OU NÃO PARANDO conseguiu ABSOLUTAMETE NADA ALÉM do que a miséria dos 15,8.

    CUIDADO PARA NÃO SEREM MASSA DE MANOBRA DE SINDICATO PETRALHA PELEGO E CONTRIBUÍREM AINDA MAIS PARA CRESCIMENTO DA DITADURA CUT-PETISTA INSTALADA CONTRA OS SERVIDORES.

    what like what like

    E para completar (todo esse contingenciamento para fazer caixa de novo para roubalheira e preparar o caminho do barbudo):

    "http://oglobo.globo.com/economia/orcamento-deve-sofrer-corte-de-70-bilhoes-este-ano-15865096

    BRASÍLIA E RIO VERDE (GO) - O contingenciamento do Orçamento de 2015 — um dos pilares do plano de ajuste fiscal — deve ficar em torno de R$ 70 bilhões. O número ainda está sendo fechado, mas técnicos do governo afirmam que ele representaria um meio-termo entre o que quer a equipe econômica e o que defende o núcleo político. O decreto com a cifra oficial do corte sairá nos próximos dias, depois que a presidente Dilma Rousseff sancionar o Orçamento deste ano.

    Segundo fontes da área econômica, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e o secretário-executivo da pasta, Tarcísio Godoy, defendem um corte "exorbitante", na casa de R$ 80 bilhões, pois querem atingir, a todo custo, a meta de superávit primário (economia para o pagamento de juros da dívida pública), fixada este ano em R$ 66,3 bilhões, ou 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB).

    Para o núcleo político, porém, não é possível fazer uma tesourada desse montante sem paralisar por completo a máquina pública. Assim, seria mais factível um contingenciamento entre R$ 50 bilhões e R$ 60 bilhões. Argumenta-se que nem esse valor será fácil de executar, já que vai atingir fortemente investimentos previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e programas sociais.

    - Para conseguir cortar R$ 50 bilhões ou R$ 60 bilhões, já será preciso suar a camisa - disse um integrante da equipe econômica.

    DESPESAS LIMITADAS

    O corte de R$ 70 bilhões significa o governo manter, por todo o ano de 2015, o contingenciamento preventivo adotado em janeiro. Naquele mês, o governo determinou corte de 33% nas despesas discricionárias (gastos de custeio que não são obrigatórios e investimentos), o que resultou num bloqueio mensal de R$ 1,9 bilhão nos desembolsos dos ministérios.

    (...)"

    E TEM GENTE QUE ACHAVA QUE no mundo da fantasia A PRIMERIA PARCELA VIRIA EM JUNHO e os 13,23 INTEGRALMENTE desde março....

    Pelo decreto, até a publicação da Lei Orçamentária de 2015, a execução das despesas fica limitada a um dezoito avos da dotação prevista no projeto da Lei Orçamentária. A medida representou um aperto adicional de 33% nas contas públicas, em relação ao que prevê a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015 - que autoriza a execução de um doze avos dos gastos por mês. Anualizado, esse valor fica em torno de R$ 55 bilhões. Já o restante do contingenciamento deve ser feito nas emendas parlamentares incluídas no Orçamento.

    O contingenciamento é considerado essencial para reequilibrar as contas públicas, uma vez que a equipe econômica vem enfrentando dificuldades em implementar as medidas necessárias. As medidas provisórias (MPs) apresentadas ao Congresso para restringir o acesso a benefícios trabalhistas e previdenciários enfrentam resistência até da base aliada. Juntas, elas representam uma redução de despesas na casa dos R$ 18 bilhões.



    Leia mais sobre esse assunto em [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    O quadro é desalentador, mas temos que reagir, nem que seja para alterar datas ou a quantidade das parcelas, mas carreirão, sou contra. Seria entregar sem reação os 9 anos de roubo salarial ao des(governo).

    like

    CONCORDO em parte amigo Jubilando. Também sou contra a desvalorização de nossa carreira imposta por esse DESgoverno petralha.

    MAS, o que desanima é olhar para trás, RECENTEMENTE, quando utilizado o instrumento mais legítimo de nossa LUTA, a GREVE, nada adiantou. E mais como já mencionado, outras categorias, que pararam por completo e recusaram a esmola NADA tiveram, exemplo maior as Polícias Federal e Rodoviária Federal, só tiveram a humilhação de 15,8. Como todos nós.

    E o que vejo são sindicatos pelegos cutistas fazendo base parlamentar para petralhada e quando chegam na época de eleição ainda fazem campanha para mandachuva e farão NOVAMENTE para o barbudo que virá. Como confiar nessa gente, amigo ??? Como ?
    Verdade,.... e uma imagem vale mais que mil palavras: [É necessário estar registrado e conectado para poderes visualizar esta imagem]J
    FALCON.X
    FALCON.X
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2463
    Reputação : 433
    Data de inscrição : 22/03/2015

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por FALCON.X Seg 18 Maio 2015, 9:37 am



    TAI UMA DAS VERDADEIRAS RAZÕES PQ NOSSO PL não passará....

    FONTE: [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    "(...)
    Feirão de cargos do Governo

    Para aprovar as medidas do ajuste fiscal, a presidente Dilma oferece o comando de autarquias e cerca de 200 empregos para apadrinhados, num pacote que chega a R$ 21 bilhões
    Josie Jeronimo (josie@istoe.com.br)



    Nos primeiros meses do segundo mandato, a presidente Dilma Rousseff acumulou seguidas derrotas no Congresso. Os reveses no Parlamento tiveram como causa principal a revolta dos presidentes da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), com a inclusão de seus nomes no rol de investigados da Operação Lava Jato. Os dois culpam o Palácio do Planalto pelo fato de a Polícia Federal e o Ministério Público terem encontrado indícios de que participaram dos desvios de dinheiro da Petrobras. Sem força política para vencer Cunha e Renan e pressionada pela necessidade de aprovar as Medidas Provisórias do ajuste fiscal, a presidente decidiu falar a linguagem que mais agrada aos congressistas. Mais uma vez, o método adotado para conquistar os votos indispensáveis é a distribuição de cargos federais para apadrinhados de deputados e senadores. Como se fosse uma feira livre, o Palácio abriu a temporada de negociações para o preenchimento de vagas abertas no segundo e no terceiro escalões. Convocado para a missão, o vice-presidente Michel Temer dispõe de uma relação de quase 200 postos a serem entregues aos aliados. No pacote estão o comando de 10 autarquias e 20 diretorias de agências reguladoras que, juntas, acumulam orçamento de mais de R$ 21 bilhões anuais. Além de administrar cifras milionárias, os indicados pelos parlamentares terão pelo menos 2,3 mil cargos comissionados para seus cabos eleitorais.
    (...)
    shinobi
    shinobi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 535
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 24/05/2012

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por shinobi Seg 18 Maio 2015, 9:41 am

    Mas pensa bem colega, insistir no mamute é dar munição para o governo a cada ano que passa. Se já temos esse NÂO descarado com o mamute, que apresentemos alternativas. Só assim é possível colocar o governo contra a parede. Pelo menos não vamos passar por intransigentes.
    Será que dez anos dando murro em ponta de faca é pouco????

    Antonio Batai escreveu:Depois de 2010, ficou claro que o governo petista quer o 0% de reajuste via mamute, GD ou subsídio. Essa é uma 'discussão' inútil para tentar livrar a cara do PT que persegue nossa categoria há 8 anos.
    shinobi escreveu:Concordo com o Vander. É por causa dessa insistência doentia nesse mamute que estamos sem aumento há 10 anos. Há provas suficientes que outras propostas  foram ao menos cogitadas e imediatamente rejeitadas sem qualquer consulta á categoria pelos sindicanalhas.
    O NÂO ao mamute nós já temos explicitamente. Será que outro modelo não seria pelo menos apreciado???? Quem está delirando aqui é o Vander ou os que insistem em um Plano cujo NÂO foi esfregado na cara de todos? Por quanto tempo mais vamos ficar insistindo nesse erro grosseiro que é o mamute que fica a cada ano que passa mais turbinado e mais fácil de ser rejeitado pelo governo.
    Ás vezes acho que esse fórum em sua grande maioria é composto por sindicalistas ligados ao governo tentando fazer uma lavagem cerebral na categoria. Insistir nesse PL maldito é pedir para ter ele rebaixado 5% ao ano e olhe lá.
    O Governo está enfraquecido e a única forma de conseguir algo digno é apresentar uma proposta factível, seja GD ou subsídio. Se não funcionar GREVE GERAL.




    VANDER DE PAULA escreveu:

    Acorda, vcs!

    O PL Mamute que está sendo discutido é totalmente inviável.
    Não é aceito de jeito nenhum. Nas palavras de um deputado,
    "o Governo é TOTALMENTE contra"!

    Mas há sim uma TENTATIVA de acordo, de possibilidade de reestruturação
    da carreira junto com um reajuste, não da forma do Mamute, mas da forma
    de subsídio ou GD.

    Então, pela postura de cada um é que sabemos se estão realmente a favor ou contra
    o reajuste: ficar insistindo no Mamute é prova de que querem o ZERO para a categoria.

    É preciso mudar, é preciso abrir o leque, é preciso abrir ao debate e pedir outra coisa que
    não este Mamute que só serve para destruir a carreira!

    O PL Mamute está condenado! O PL Mamute todos já sabemos a que leva: ao congelamento dos salários.
    O PL Mamute é perda de tempo e de oportunidade. Abandonemos esse PL para pedirmos a mudança,
    a reestruturação da carreira junto com um bom reajuste!

    Quem pede reestruturação da carreira
    é a favor de um reajuste, quem insiste na Bomba Orçamentária Mamute é contra o reajuste! Simples assim.

    -------

    [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    Conteúdo patrocinado

    Tópico Geral - Página 25 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter 26 Out 2021, 2:44 am