PCS JÁ

PCS JÁ



    Tópico Geral

    macfly
    macfly
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1190
    Reputação : 45
    Data de inscrição : 17/10/2014
    Localização : HILL VALLEY - CALIFÓRNIA

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por macfly Sex 22 Maio 2015, 11:30 am

    subsidioja_ escreveu:
    fabionog escreveu:"Goooooooooooooooooooolllll

    ANATA
    Vitória da chapa 1, Renova Sindjus, no DF!!!!!!!!!!!!!!!!

    Resultado:

    Chapa 1 - 1526
    Chapa 2 - 734
    Chapa 3 - 707
    Chapa 4 - 1294"
    cerca de 230 votos apenas de diferença..
    agora, mais do que nunca, é sindicalização em massa.
    não tem mais desculpa pra o servidor (novatos, principalmente) esconder o peleguismo.



    PARABÉNS A TODOS, EM ESPECIAL PRA NAJLA, EUGÊNIA, ROMÁRIO, ANA PAULA FELIX, ROMÁRIO, MELZÃO, REISCHOW , ZE COMEIA, PG, DONICAPU, BRENO, DENTRE MUITOS OUTROS.


    VCS SÃO FODAS!


    PARABÉNS!!!!
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Sex 22 Maio 2015, 11:34 am

    Franzkafka escreveu:Afinal, o custo total do PL 28/2015 é 10 bi ou 25 bi?

    Depende do ano.

    2015: 1,5 bi
    2016: 5,3 bi
    2017: 8,4 bi
    2018: 10,5 bi
    2019: 10,5 bi
    2020: 10,5 bi
    ...

    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Sex 22 Maio 2015, 11:36 am

    PJHUUUUuuuuu escreveu:"O líder do PT, Humberto Costa (PT-PE), disse que a base governista irá tentar aprovar emendas ao projeto no plenário, forçando que ele retorne à Comissão de Justiça para receber novo parecer. Essa é a única fórmula encontrada pelos líderes governistas, uma vez que além da aprovação da proposta de aumento, a Comissão de Justiça aprovou requerimento de urgência impedindo que a matéria fosse examinada por outra comissão".

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Só que o Maranhão está do nosso lado. E se voltar, não vai para o Plenário do Senado. Vai direto para o Plenário da Câmara.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Convidado Sex 22 Maio 2015, 11:37 am

    pernalonga escreveu:Chapa 1 venceu as eleições do SindjusDF! Adeus Policarpo e cia ltda!



    Parabéns integrantes da Chapa 1! cheers

    Excelente notícia para a categoria.
    A responsabilidade aumenta agora, para desfazer as bobagens
    que a antiga direção fez. Espero apenas que a nova direção
    não caia em contradição com seus objetivos iniciais de luta pela
    extinção das disparidades salariais.
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Sex 22 Maio 2015, 11:44 am

    VANDER DE PAULA escreveu:
    pernalonga escreveu:Chapa 1 venceu as eleições do SindjusDF! Adeus Policarpo e cia ltda!
    Parabéns integrantes da Chapa 1! cheers
    Excelente notícia para a categoria.
    A responsabilidade aumenta agora, para desfazer as bobagens
    que a antiga direção fez. Espero apenas que a nova direção
    não caia em contradição com seus objetivos iniciais de luta pela
    extinção das disparidades salariais.

    like like like like like like like

    Agora é Fora CUT! Fora PT! Fora PCS! Oooops. PCS é dentro. kkkkkkk
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Sex 22 Maio 2015, 11:47 am

    Dilma aumentou de 15% para 20% a alíquota de CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) dos bancos. Absurdo. Tem que aumentar para 50%. Deve dá para pagar uns 3 planos nossos.
    avatar
    Leovini
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 397
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 21/03/2014

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Leovini Sex 22 Maio 2015, 11:56 am

    Lula Molusco escreveu:Dilma aumentou de 15% para 20% a alíquota de CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) dos bancos. Absurdo. Tem que aumentar para 50%. Deve dá para pagar uns 3 planos nossos.

    Os desvios na Petrobras pagavam uns 5 PCS
    Rengaw
    Rengaw
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 718
    Reputação : 45
    Data de inscrição : 26/08/2014

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Rengaw Sex 22 Maio 2015, 11:59 am

    Galera acabo de mandar e-mail pedindo apoio aos senadores.

    VAMOS ACREDITAR!!!!



    Senhores (ª)

       Sou servidor do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (RJ) e peço o apoio de Vossas Excelências na aprovação do PLC 28/2015 por tratar-se de  JUSTIÇA a esta categoria, Judiciário Federal, que sofre com este PRECONCEITO há anos para que seja reposto a inflação que absorve os nossos proventos ano após ano.

       Há isonomia no salário do 1º escalão dos 3 poderes ( Juízes, Deputados e Senadores, Carreira de Estado) pois são harmônicos e independentes entre si porém, quando o judiciário vai tratar do salário dos seus servidores temos que PENAR por quase 10 anos para repor as perdas inflacionárias do período e, isso tudo, porque não é respeitada a Constituição Federal em seu artigo 37 que diz:  
               
       Art.37…X – a remuneração dos servidores públicos e o subsídio e que trata o §4° do art.39 somente poderão ser fixados ou alterados por lei específica, observada a iniciativa privativa em cada caso, assegurada revisão geral anual, sempre na mesma data e sem distinção de índices;”


       Peço, humildemente, a Vossas Excelências que não perdure por mais tempo o nosso sofrimento e lembrem-se que também estamos aqui lutando por um País melhor por isso APROVEM O QUANTO ANTES ESTE PLC 28/2015 para que se faça JUSTIÇA nesta CASA DO POVO.


    Respeitosamente,
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Sex 22 Maio 2015, 12:02 pm

    Leovini escreveu:
    Lula Molusco escreveu:Dilma aumentou de 15% para 20% a alíquota de CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) dos bancos. Absurdo. Tem que aumentar para 50%. Deve dá para pagar uns 3 planos nossos.

    Os desvios na Petrobras pagavam uns 5 PCS

    A Petrobras já entrou com ação judicial para cobrar os desvios. Esse dinheiro voltará para a empresa e não para o caixa do governo. O dinheiro do nosso salário vem do caixa do governo. A CSLL vai para o caixa do governo.

    Aumento da alíquota da CSLL de bancos para 50% já!!!!
    avatar
    GDJ
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 525
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 18/11/2010

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por GDJ Sex 22 Maio 2015, 12:06 pm

    macfly escreveu:
    subsidioja_ escreveu:
    fabionog escreveu:"Goooooooooooooooooooolllll

    ANATA
    Vitória da chapa 1, Renova Sindjus, no DF!!!!!!!!!!!!!!!!

    Resultado:

    Chapa 1 - 1526
    Chapa 2 - 734
    Chapa 3 - 707
    Chapa 4 - 1294"
    cerca de 230 votos apenas de diferença..
    agora, mais do que nunca, é sindicalização em massa.
    não tem mais desculpa pra o servidor (novatos, principalmente) esconder o peleguismo.



    PARABÉNS A TODOS, EM ESPECIAL PRA NAJLA, EUGÊNIA, ROMÁRIO, ANA PAULA FELIX, ROMÁRIO, MELZÃO, REISCHOW , ZE COMEIA, PG, DONICAPU, BRENO, DENTRE MUITOS OUTROS.


    VCS SÃO FODAS!


    PARABÉNS!!!!

    Quando começa o mandato da Chapa 1?
    avatar
    Leovini
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 397
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 21/03/2014

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Leovini Sex 22 Maio 2015, 12:07 pm

    Lula Molusco escreveu:
    Leovini escreveu:
    Lula Molusco escreveu:Dilma aumentou de 15% para 20% a alíquota de CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) dos bancos. Absurdo. Tem que aumentar para 50%. Deve dá para pagar uns 3 planos nossos.

    Os desvios na Petrobras pagavam uns 5 PCS

    A Petrobras já entrou com ação judicial para cobrar os desvios. Esse dinheiro voltará para a empresa e não para o caixa do governo. O dinheiro do nosso salário vem do caixa do governo. A CSLL vai para o caixa do governo.

    Aumento da alíquota da CSLL de bancos para 50% já!!!!

    O governo é o principal acionista da Petrobras, então o dinheiro deverIA voltar para nós.

    Digo deveria pq a maior parte dele está no bolso dos petistas e asseclas e tb foi gasto nas campanhas politicas.
    Anaju99
    Anaju99
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 560
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 25/08/2011
    Idade : 53
    Localização : Porto Alegre

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Anaju99 Sex 22 Maio 2015, 12:08 pm

    macfly escreveu:
    fabionog escreveu:"Goooooooooooooooooooolllll

    ANATA
    Vitória da chapa 1, Renova Sindjus, no DF!!!!!!!!!!!!!!!!

    Resultado:

    Chapa 1 - 1526
    Chapa 2 - 734
    Chapa 3 - 707
    Chapa 4 - 1294"


    PARABÉNS AOS GUERREIROS DO RENOVA SINDJUS, DA ANATA, DA COMISSÃO PRÓ SUBSÍDIO.


    MESMO COM TODAS AS SACANAGENS PERPETRADAS PELA DIREÇÃO ATUAL.


    VEJO, PELA PRIMEIRA VEZ, PESSOAS HONESTAS, TRANSPARENTES E CONFIÁVEIS À FRENTE DE UM SINDICATO.


    TIME QUE TIVE ORGULHO DE FAZER PARTE.


    É UM DIA HISTÓRICO.


    COMEMOREM MUITO!!!


    VOCÊS MERECEM!!!!!!!!

    Parabéns, que venha uma mudança para mudar de verdade

    Na verdade, foi Chapa 1 com 1.526 + Chapa 2 com 734 = total 2258 contra Chapa 4 com 1.294, uma diferença de 964, este é o número dos que votaram contra a situação
    MPF SP
    MPF SP
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Administrativo
    Mensagens : 2150
    Reputação : 218
    Data de inscrição : 17/09/2014
    Idade : 32
    Localização : São Paulo

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por MPF SP Sex 22 Maio 2015, 12:09 pm

    GDJ escreveu:
    macfly escreveu:
    subsidioja_ escreveu:
    fabionog escreveu:"Goooooooooooooooooooolllll

    ANATA
    Vitória da chapa 1, Renova Sindjus, no DF!!!!!!!!!!!!!!!!

    Resultado:

    Chapa 1 - 1526
    Chapa 2 - 734
    Chapa 3 - 707
    Chapa 4 - 1294"
    cerca de 230 votos apenas de diferença..
    agora, mais do que nunca, é sindicalização em massa.
    não tem mais desculpa pra o servidor (novatos, principalmente) esconder o peleguismo.



    PARABÉNS A TODOS, EM ESPECIAL PRA NAJLA, EUGÊNIA, ROMÁRIO, ANA PAULA FELIX, ROMÁRIO, MELZÃO, REISCHOW , ZE COMEIA, PG, DONICAPU, BRENO, DENTRE MUITOS OUTROS.


    VCS SÃO FODAS!


    PARABÉNS!!!!

    Quando começa o mandato da Chapa 1?

    Será que a chapa 4 vai entregar o sindlixo para a chapa 1 da mesma maneira que o agnelo entregou para o rollemberg ? huauhauauhauahauauha
    dudamuniz
    dudamuniz
    Novo Usuário

    Mensagens : 2
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 27/06/2012

    Tópico Geral - Página 13 Empty Carta aos Senadores

    Mensagem por dudamuniz Sex 22 Maio 2015, 12:12 pm

    Acho que quando mandarmos "carta" aos Senadores deveríamos mandar com o anexo a resposta que Dilma nos deu, onde diz que "o executivo não pode intervir nas questões de outro poder".
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem][/url]
    Antonio Batai
    Antonio Batai
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 673
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 22/12/2014

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Antonio Batai Sex 22 Maio 2015, 12:13 pm

    Lula Molusco escreveu:
    PJHUUUUuuuuu escreveu:"O líder do PT, Humberto Costa (PT-PE), disse que a base governista irá tentar aprovar emendas ao projeto no plenário, forçando que ele retorne à Comissão de Justiça para receber novo parecer. Essa é a única fórmula encontrada pelos líderes governistas, uma vez que além da aprovação da proposta de aumento, a Comissão de Justiça aprovou requerimento de urgência impedindo que a matéria fosse examinada por outra comissão".

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Só que o Maranhão está do nosso lado. E se voltar, não vai para o Plenário do Senado. Vai direto para o Plenário da Câmara.

    A Dilma já disse NÃO até para o início do pagamento em 2016 (em 4 anos). Vai ter que ser no braço e vai ter que ter greve.
    HARIOVALDO
    HARIOVALDO
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 115
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 16/10/2014

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por HARIOVALDO Sex 22 Maio 2015, 12:14 pm

    me respeite escreveu:vamos pessoal....pausa de 10 minutos no trabalho pra quem não lhe paga bem e mãos a obra por vc e sua família:



    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    APROVEITEM A PAUSA TAMBÉM PARA:


    Senado quer saber, novamente, se nosso pl deve ser aprovado!!!

    Votem e repassem aos colegas, pessoas:

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    Rengaw
    Rengaw
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 718
    Reputação : 45
    Data de inscrição : 26/08/2014

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Rengaw Sex 22 Maio 2015, 12:16 pm

    dudamuniz escreveu:Acho que quando mandarmos "carta" aos Senadores deveríamos mandar com o anexo a resposta que Dilma nos deu, onde diz que "o executivo não pode intervir nas questões de outro poder".
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem][/url]


    BOA!!! like like like like like like
    andre3107
    andre3107
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Técnico Judiciário
    Mensagens : 1112
    Reputação : 31
    Data de inscrição : 31/08/2012
    Localização : Belém/PA

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por andre3107 Sex 22 Maio 2015, 12:17 pm

    RESPOSTA DA ANAJUS À NOTA DA AGU SOBRE COMPARAÇÃO DE ATRIBUIÇÕES DE ANALISTA JUDICIÁRIO E ADVOGADO PÚBLICO

    Na data de ontem foi veiculado pela Advocacia Geral da União (AGU) uma nota informando que o Advogado-Geral da União, Luis Inácio Lucena Adams, oficiou ao Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Ricardo Lewandowski, rebatendo a comparação feita por aquela Casa, entre a carreira da Advocacia Geral da União e a carreira dos Analistas Judiciários.

    Afirma que não há argumento constitucional para estabelecer parâmetro de comparação entre essas carreiras.

    O fundamento constitucional para o parâmetro adotado é o próprio requisito de ingresso no concurso público das respectivas carreiras citadas na Nota do STF!

    Esquece-se o nobre Advogado-Geral da União que, assim como a carreira dos Advogados Gerais da União, a carreira dos Analistas Judiciários é a única carreira jurídica de nível superior do Poder Judiciário, à exceção das próprias autoridades judiciárias, diferenciando-se, o Poder Executivo, tão somente, por possuir mais de uma carreira jurídica de nível superior, todas elas devidamente elencadas na Nota publicada pelo Supremo Tribunal Federal.

    Impõe asseverar, nesse particular, que todas elas possuem atualmente patamares remuneratórios bem superiores à remuneração dos Analistas Judiciários, conforme demonstrado na Nota questionada pela AGU.

    Assim como os Advogados da União, cuja atribuição precípua, em âmbito interno, é o assessoramento e a consultoria às autoridades do Poder Executivo (Ministros, Secretários, etc.), a atribuição dos Analistas Judiciários é o assessoramento e a consultoria às autoridades judiciárias (Juízes, Desembargadores e Ministros).

    Vale ressaltar que a Constituição Federal não estabelece, como afirma o nobre Advogado-Geral da União, à exemplo do que o faz expressamente com a Defensoria Pública e o Ministério Público a sua essencialidade à função jurisdicional do Estado, nas atribuições da Advocacia Geral da União.

    Enquanto os Advogados da União exercem funções essenciais à Justiça, os Analistas Judiciários auxiliam os magistrados a realizar a própria função jurisdicional do Estado.

    A esse respeito, apropriada é a transcrição de trecho da entrevista do Eminente jurista, Ministro Ives Gandra da Silva Martins Filho, do Tribunal Superior do Trabalho, ao Jornal Valor Econômico, publicada em 17.12.2014, onde afirmou: “ Eu conto com os meus assessores, que fazem a minuta e eu reviso. Mas chega uma hora que eu não consigo revisar. Eu tenho que despachar aqui na presidência 200 recursos extraordinários por dia. Então, eu vejo aqueles que fogem do comum. De resto, eu acredito que o assessor está fazendo de acordo com o que eu tinha orientado. A sociedade acredita que eu que estou despachando, mas não sou eu. Eu chamo meus assessores de juízes de fato. Isso significa que nosso sistema está falido.”

    Não há que se falar em classificação de nível de responsabilidade entre as carreiras em comento, nem tampouco discutir classificação de relevância de atribuições entre elas, observando a atual estrutura jurídico-administrativa constitucional instituída.

    Nosso Ordenamento Jurídico estabelece as atribuições de cada cargo, no âmbito de cada poder da União. Portanto, não se pode atribuir uma hierarquia de atribuições entre elas, já que para um magistrado, ou para um jurisdicionado aguardando uma decisão em um processo submetido ao Poder Judiciário, a atribuição de um Analista Judiciário é inúmeras vezes mais importante que a atribuição de um Advogado da União.

    Por óbvio, como afirma o Advogado-Geral da União, a missão constitucional atribuída à Advocacia Geral da União, não foi atribuída aos Analistas Judiciários. Também, por óbvio, as atribuições de assessoramento e consultoria jurídica às autoridades judiciárias afetas aos Analistas Judiciários não foram atribuídas aos Advogados da União, sob pena de se instalar verdadeiro caos na Administração Pública.

    Da mesma forma que os Advogados da União se submetem a um “forte” sistema de controle, tanto interno quanto externo, os Analistas Judiciários também se submetem a fortes sistemas de controle internos, como por exemplo, a supervisão dos Diretores de Secretaria, dos Magistrados (Juízes, Desembargadores e Ministros), das Ouvidorias e das Corregedorias do seu órgão de vinculação e externos, por meio dos Conselhos de Justiça especializados, do Conselho Nacional de Justiça, e do Tribunal de Contas da União, sem mencionar os mecanismos de controle decorrentes da esfera judicial.

    Vale ressaltar que os servidores da carreira dos Analistas Judiciários que exercem, de fato, atribuições típicas de Estado, vêm pleiteando o reconhecimento, de direito, dessa condição já há algum tempo junto às entidades e órgãos do Poder Judiciário e dos demais poderes da União. Porém, essa condição de direito ainda não foi implementada em razão das ‘manobras’ do Governo, que teme que realização da verdadeira Justiça para com esses servidores possa acarretar ônus orçamentários dos quais não tem a intenção de arcar.

    Portanto, entendemos não só adequado, mas totalmente pertinente, em face das razões trazidas à colação, a parametrização remuneratória feita pelo Supremo Tribunal Federal em sua Nota, que foi tão veementemente rebatida pela AGU.

    Por fim, cumpre asseverar que causa estranheza a excessiva preocupação e célere atuação da AGU em relação à questão afeta ao Poder Judiciário que, em tese, detém autonomia administrativa, financeira e orçamentária, tema que nem mesmo deveria ser objeto de interferência do Poder Executivo, sob pena de violação dos princípios fundamentais da República constitucionalmente estabelecidos.

    Rogamos que o mesmo empenho e celeridade com que a AGU se insurgiu e atuou contra a Nota divulgada pelo Supremo Tribunal Federal sejam utilizados para recuperar os bilhões de reais decorrentes das fraudes e dos crimes cometidos por servidores públicos, políticos, autoridades constituídas pelo Governo e empresários contra a sociedade brasileira e ainda para prevenir a corrupção, que desvirtua recursos financeiros da União (e porque não dizer da própria sociedade) em montante que, se comparado ao impacto da recomposição pretendida pelos servidores do Poder Judiciário, pode ser considerado uma migalha!

    ALEXANDRE GUIMARÃES FIALHO – Presidente da ANAJUS
    barba
    barba
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 130
    Reputação : 9
    Data de inscrição : 13/07/2011

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por barba Sex 22 Maio 2015, 12:19 pm

    P A R A B É N S para a categoria !!!
    Mojo Jojo
    Mojo Jojo
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Jarbas
    Mensagens : 741
    Reputação : 21
    Data de inscrição : 30/03/2011
    Localização : Brasília

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Mojo Jojo Sex 22 Maio 2015, 12:21 pm

    dudamuniz escreveu:Acho que quando mandarmos "carta" aos Senadores deveríamos mandar com o anexo a resposta que Dilma nos deu, onde diz que "o executivo não pode intervir nas questões de outro poder".
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem][/url]

    cool

    Já vou preparar a minha, rs.
    L.R
    L.R
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 436
    Reputação : 43
    Data de inscrição : 26/08/2014

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por L.R Sex 22 Maio 2015, 12:24 pm

    Rengaw escreveu:
    dudamuniz escreveu:Acho que quando mandarmos "carta" aos Senadores deveríamos mandar com o anexo a resposta que Dilma nos deu, onde diz que "o executivo não pode intervir nas questões de outro poder".
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem][/url]


    BOA!!! like like like like like like

    Enviadooooooooooo
    Enviem esse ofício aos senadores.
    Brother
    Brother
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 869
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 06/05/2011

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Brother Sex 22 Maio 2015, 12:25 pm

    Esplêndida essa notícia da vitória da Chapa 1.
    Hoje será um dia maravilhoso!!!!
    Quem acompanha o SindjusDF sabe o quanto foi difícil a retomada desse sindicato.
    Ele estava nas garras do PT.
    Parabéns à Eugênia, Najla e todos integrantes da Chapa.
    Novos dias virão para nossa classe, novas vitórias chegarão.
    Essa é mais uma lição de que a classe precisa se unir, ser perseverante e participar da vida sindical.
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Sex 22 Maio 2015, 12:34 pm

    dudamuniz escreveu:Acho que quando mandarmos "carta" aos Senadores deveríamos mandar com o anexo a resposta que Dilma nos deu, onde diz que "o executivo não pode intervir nas questões de outro poder".
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem][/url]

    Onde consigo esta carta para anexá-la????
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Sex 22 Maio 2015, 12:38 pm

    Leovini escreveu:
    Lula Molusco escreveu:
    Leovini escreveu:
    Lula Molusco escreveu:Dilma aumentou de 15% para 20% a alíquota de CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) dos bancos. Absurdo. Tem que aumentar para 50%. Deve dá para pagar uns 3 planos nossos.

    Os desvios na Petrobras pagavam uns 5 PCS

    A Petrobras já entrou com ação judicial para cobrar os desvios. Esse dinheiro voltará para a empresa e não para o caixa do governo. O dinheiro do nosso salário vem do caixa do governo. A CSLL vai para o caixa do governo.

    Aumento da alíquota da CSLL de bancos para 50% já!!!!

    O governo é o principal acionista da Petrobras, então o dinheiro deverIA voltar para nós.

    Digo deveria pq a maior parte dele está no bolso dos petistas e asseclas e tb foi gasto nas campanhas politicas.

    Volta, mas não muito, pois tem as despesas operacionais e o lucro é dividido, como toda empresa de capital aberto.

    O dinheiro da corrupção foi para a campanha de político. Por isso tem que acabar o financiamento empresarial para políticos. #DevolveGilmar

    Não esquecer que tem que aumentar a alíquota da CSLL de bancos para 50% já!!!!

    De quebra não poderia também copiar os "states" e taxar as grandes fortunas??? Já existe na constituição tal imposto. Basta regulamentação.


    me respeite
    me respeite
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 279
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/08/2012

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por me respeite Sex 22 Maio 2015, 12:38 pm

    dudamuniz escreveu:Acho que quando mandarmos "carta" aos Senadores deveríamos mandar com o anexo a resposta que Dilma nos deu, onde diz que "o executivo não pode intervir nas questões de outro poder".
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem][/url]


    verdade
    me respeite
    me respeite
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 279
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/08/2012

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por me respeite Sex 22 Maio 2015, 12:42 pm

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];ana.amelia@senadora.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];ataides.oliveira@senador.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];ciro.nogueira@senador.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];donizeti.nogueira@senador.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];elmano.ferrer@senador.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];fernando.collor@senador.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];heliojose@senador.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];joao.capiberibe@senador.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];josemedeiros@senador.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];lucia.vania@senadora.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];marta.suplicy@senadora.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];paulopaim@senador.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];reginasousa@senadora.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];roberto.requiao@senador.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];ronaldo.caiado@senador.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];simone.tebet@senadora.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];vanessa.grazziotin@senadora.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];wellington.fagundes@senador.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link];gleisi.hoffmann@senadora.leg.br; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]; [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    anexa a carta ai e manda.


    quem tuver contato com os sindicatos, é bom eles - que tem contato direto la com os senadores - fazerem o mesmo
    Patelão_Otário
    Patelão_Otário
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 53
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 14/05/2015

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Patelão_Otário Sex 22 Maio 2015, 12:52 pm

    Excelente nota!


    andre3107 escreveu:RESPOSTA DA ANAJUS À NOTA DA AGU SOBRE COMPARAÇÃO DE ATRIBUIÇÕES DE ANALISTA JUDICIÁRIO E ADVOGADO PÚBLICO

    Na data de ontem foi veiculado pela Advocacia Geral da União (AGU) uma nota informando que o Advogado-Geral da União, Luis Inácio Lucena Adams, oficiou ao Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Ricardo Lewandowski, rebatendo a comparação feita por aquela Casa, entre a carreira da Advocacia Geral da União e a carreira dos Analistas Judiciários.

    Afirma que não há argumento constitucional para estabelecer parâmetro de comparação entre essas carreiras.

    O fundamento constitucional para o parâmetro adotado é o próprio requisito de ingresso no concurso público das respectivas carreiras citadas na Nota do STF!

    Esquece-se o nobre Advogado-Geral da União que, assim como a carreira dos Advogados Gerais da União, a carreira dos Analistas Judiciários é a única carreira jurídica de nível superior do Poder Judiciário, à exceção das próprias autoridades judiciárias, diferenciando-se, o Poder Executivo, tão somente, por possuir mais de uma carreira jurídica de nível superior, todas elas devidamente elencadas na Nota publicada pelo Supremo Tribunal Federal.

    Impõe asseverar, nesse particular, que todas elas possuem atualmente patamares remuneratórios bem superiores à remuneração dos Analistas Judiciários, conforme demonstrado na Nota questionada pela AGU.

    Assim como os Advogados da União, cuja atribuição precípua, em âmbito interno, é o assessoramento e a consultoria às autoridades do Poder Executivo (Ministros, Secretários, etc.), a atribuição dos Analistas Judiciários é o assessoramento e a consultoria às autoridades judiciárias (Juízes, Desembargadores e Ministros).

    Vale ressaltar que a Constituição Federal não estabelece, como afirma o nobre Advogado-Geral da União, à exemplo do que o faz expressamente com a Defensoria Pública e o Ministério Público a sua essencialidade à função jurisdicional do Estado, nas atribuições da Advocacia Geral da União.

    Enquanto os Advogados da União exercem funções essenciais à Justiça, os Analistas Judiciários auxiliam os magistrados a realizar a própria função jurisdicional do Estado.

    A esse respeito, apropriada é a transcrição de trecho da entrevista do Eminente jurista, Ministro Ives Gandra da Silva Martins Filho, do Tribunal Superior do Trabalho, ao Jornal Valor Econômico, publicada em 17.12.2014, onde afirmou: “ Eu conto com os meus assessores, que fazem a minuta e eu reviso. Mas chega uma hora que eu não consigo revisar. Eu tenho que despachar aqui na presidência 200 recursos extraordinários por dia. Então, eu vejo aqueles que fogem do comum. De resto, eu acredito que o assessor está fazendo de acordo com o que eu tinha orientado. A sociedade acredita que eu que estou despachando, mas não sou eu. Eu chamo meus assessores de juízes de fato. Isso significa que nosso sistema está falido.”

    Não há que se falar em classificação de nível de responsabilidade entre as carreiras em comento, nem tampouco discutir classificação de relevância de atribuições entre elas, observando a atual estrutura jurídico-administrativa constitucional instituída.

    Nosso Ordenamento Jurídico estabelece as atribuições de cada cargo, no âmbito de cada poder da União. Portanto, não se pode atribuir uma hierarquia de atribuições entre elas, já que para um magistrado, ou para um jurisdicionado aguardando uma decisão em um processo submetido ao Poder Judiciário, a atribuição de um Analista Judiciário é inúmeras vezes mais importante que a atribuição de um Advogado da União.

    Por óbvio, como afirma o Advogado-Geral da União, a missão constitucional atribuída à Advocacia Geral da União, não foi atribuída aos Analistas Judiciários. Também, por óbvio, as atribuições de assessoramento e consultoria jurídica às autoridades judiciárias afetas aos Analistas Judiciários não foram atribuídas aos Advogados da União, sob pena de se instalar verdadeiro caos na Administração Pública.

    Da mesma forma que os Advogados da União se submetem a um “forte” sistema de controle, tanto interno quanto externo, os Analistas Judiciários também se submetem a fortes sistemas de controle internos, como por exemplo, a supervisão dos Diretores de Secretaria, dos Magistrados (Juízes, Desembargadores e Ministros), das Ouvidorias e das Corregedorias do seu órgão de vinculação e externos, por meio dos Conselhos de Justiça especializados, do Conselho Nacional de Justiça, e do Tribunal de Contas da União, sem mencionar os mecanismos de controle decorrentes da esfera judicial.

    Vale ressaltar que os servidores da carreira dos Analistas Judiciários que exercem, de fato, atribuições típicas de Estado, vêm pleiteando o reconhecimento, de direito, dessa condição já há algum tempo junto às entidades e órgãos do Poder Judiciário e dos demais poderes da União. Porém, essa condição de direito ainda não foi implementada em razão das ‘manobras’ do Governo, que teme que realização da verdadeira Justiça para com esses servidores possa acarretar ônus orçamentários dos quais não tem a intenção de arcar.

    Portanto, entendemos não só adequado, mas totalmente pertinente, em face das razões trazidas à colação, a parametrização remuneratória feita pelo Supremo Tribunal Federal em sua Nota, que foi tão veementemente rebatida pela AGU.

    Por fim, cumpre asseverar que causa estranheza a excessiva preocupação e célere atuação da AGU em relação à questão afeta ao Poder Judiciário que, em tese, detém autonomia administrativa, financeira e orçamentária, tema que nem mesmo deveria ser objeto de interferência do Poder Executivo, sob pena de violação dos princípios fundamentais da República constitucionalmente estabelecidos.

    Rogamos que o mesmo empenho e celeridade com que a AGU se insurgiu e atuou contra a Nota divulgada pelo Supremo Tribunal Federal sejam utilizados para recuperar os bilhões de reais decorrentes das fraudes e dos crimes cometidos por servidores públicos, políticos, autoridades constituídas pelo Governo e empresários contra a sociedade brasileira e ainda para prevenir a corrupção, que desvirtua recursos financeiros da União (e porque não dizer da própria sociedade) em montante que, se comparado ao impacto da recomposição pretendida pelos servidores do Poder Judiciário, pode ser considerado uma migalha!

    ALEXANDRE GUIMARÃES FIALHO – Presidente da ANAJUS
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Sex 22 Maio 2015, 12:55 pm

    me respeite escreveu:

    anexa a carta ai e manda.

    quem tuver contato com os sindicatos, é bom eles - que tem contato direto la com os senadores - fazerem o mesmo

    De onde baixo a tal carta? Está no Facebook de alguém??? Algum fotolog???
    Brother
    Brother
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 869
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 06/05/2011

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Brother Sex 22 Maio 2015, 12:56 pm

    andre3107 escreveu:RESPOSTA DA ANAJUS À NOTA DA AGU SOBRE COMPARAÇÃO DE ATRIBUIÇÕES DE ANALISTA JUDICIÁRIO E ADVOGADO PÚBLICO

    Na data de ontem foi veiculado pela Advocacia Geral da União (AGU) uma nota informando que o Advogado-Geral da União, Luis Inácio Lucena Adams, oficiou ao Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Ricardo Lewandowski, rebatendo a comparação feita por aquela Casa, entre a carreira da Advocacia Geral da União e a carreira dos Analistas Judiciários.

    Afirma que não há argumento constitucional para estabelecer parâmetro de comparação entre essas carreiras.

    O fundamento constitucional para o parâmetro adotado é o próprio requisito de ingresso no concurso público das respectivas carreiras citadas na Nota do STF!

    Esquece-se o nobre Advogado-Geral da União que, assim como a carreira dos Advogados Gerais da União, a carreira dos Analistas Judiciários é a única carreira jurídica de nível superior do Poder Judiciário, à exceção das próprias autoridades judiciárias, diferenciando-se, o Poder Executivo, tão somente, por possuir mais de uma carreira jurídica de nível superior, todas elas devidamente elencadas na Nota publicada pelo Supremo Tribunal Federal.

    Impõe asseverar, nesse particular, que todas elas possuem atualmente patamares remuneratórios bem superiores à remuneração dos Analistas Judiciários, conforme demonstrado na Nota questionada pela AGU.

    Assim como os Advogados da União, cuja atribuição precípua, em âmbito interno, é o assessoramento e a consultoria às autoridades do Poder Executivo (Ministros, Secretários, etc.), a atribuição dos Analistas Judiciários é o assessoramento e a consultoria às autoridades judiciárias (Juízes, Desembargadores e Ministros).

    Vale ressaltar que a Constituição Federal não estabelece, como afirma o nobre Advogado-Geral da União, à exemplo do que o faz expressamente com a Defensoria Pública e o Ministério Público a sua essencialidade à função jurisdicional do Estado, nas atribuições da Advocacia Geral da União.

    Enquanto os Advogados da União exercem funções essenciais à Justiça, os Analistas Judiciários auxiliam os magistrados a realizar a própria função jurisdicional do Estado.

    A esse respeito, apropriada é a transcrição de trecho da entrevista do Eminente jurista, Ministro Ives Gandra da Silva Martins Filho, do Tribunal Superior do Trabalho, ao Jornal Valor Econômico, publicada em 17.12.2014, onde afirmou: “ Eu conto com os meus assessores, que fazem a minuta e eu reviso. Mas chega uma hora que eu não consigo revisar. Eu tenho que despachar aqui na presidência 200 recursos extraordinários por dia. Então, eu vejo aqueles que fogem do comum. De resto, eu acredito que o assessor está fazendo de acordo com o que eu tinha orientado. A sociedade acredita que eu que estou despachando, mas não sou eu. Eu chamo meus assessores de juízes de fato. Isso significa que nosso sistema está falido.”

    Não há que se falar em classificação de nível de responsabilidade entre as carreiras em comento, nem tampouco discutir classificação de relevância de atribuições entre elas, observando a atual estrutura jurídico-administrativa constitucional instituída.

    Nosso Ordenamento Jurídico estabelece as atribuições de cada cargo, no âmbito de cada poder da União. Portanto, não se pode atribuir uma hierarquia de atribuições entre elas, já que para um magistrado, ou para um jurisdicionado aguardando uma decisão em um processo submetido ao Poder Judiciário, a atribuição de um Analista Judiciário é inúmeras vezes mais importante que a atribuição de um Advogado da União.

    Por óbvio, como afirma o Advogado-Geral da União, a missão constitucional atribuída à Advocacia Geral da União, não foi atribuída aos Analistas Judiciários. Também, por óbvio, as atribuições de assessoramento e consultoria jurídica às autoridades judiciárias afetas aos Analistas Judiciários não foram atribuídas aos Advogados da União, sob pena de se instalar verdadeiro caos na Administração Pública.

    Da mesma forma que os Advogados da União se submetem a um “forte” sistema de controle, tanto interno quanto externo, os Analistas Judiciários também se submetem a fortes sistemas de controle internos, como por exemplo, a supervisão dos Diretores de Secretaria, dos Magistrados (Juízes, Desembargadores e Ministros), das Ouvidorias e das Corregedorias do seu órgão de vinculação e externos, por meio dos Conselhos de Justiça especializados, do Conselho Nacional de Justiça, e do Tribunal de Contas da União, sem mencionar os mecanismos de controle decorrentes da esfera judicial.

    Vale ressaltar que os servidores da carreira dos Analistas Judiciários que exercem, de fato, atribuições típicas de Estado, vêm pleiteando o reconhecimento, de direito, dessa condição já há algum tempo junto às entidades e órgãos do Poder Judiciário e dos demais poderes da União. Porém, essa condição de direito ainda não foi implementada em razão das ‘manobras’ do Governo, que teme que realização da verdadeira Justiça para com esses servidores possa acarretar ônus orçamentários dos quais não tem a intenção de arcar.

    Portanto, entendemos não só adequado, mas totalmente pertinente, em face das razões trazidas à colação, a parametrização remuneratória feita pelo Supremo Tribunal Federal em sua Nota, que foi tão veementemente rebatida pela AGU.

    Por fim, cumpre asseverar que causa estranheza a excessiva preocupação e célere atuação da AGU em relação à questão afeta ao Poder Judiciário que, em tese, detém autonomia administrativa, financeira e orçamentária, tema que nem mesmo deveria ser objeto de interferência do Poder Executivo, sob pena de violação dos princípios fundamentais da República constitucionalmente estabelecidos.

    Rogamos que o mesmo empenho e celeridade com que a AGU se insurgiu e atuou contra a Nota divulgada pelo Supremo Tribunal Federal sejam utilizados para recuperar os bilhões de reais decorrentes das fraudes e dos crimes cometidos por servidores públicos, políticos, autoridades constituídas pelo Governo e empresários contra a sociedade brasileira e ainda para prevenir a corrupção, que desvirtua recursos financeiros da União (e porque não dizer da própria sociedade) em montante que, se comparado ao impacto da recomposição pretendida pelos servidores do Poder Judiciário, pode ser considerado uma migalha!

    ALEXANDRE GUIMARÃES FIALHO – Presidente da ANAJUS

    like like like like like
    charles41
    charles41
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 672
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 19/12/2014

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por charles41 Sex 22 Maio 2015, 12:56 pm

    L.R escreveu:
    Rengaw escreveu:
    dudamuniz escreveu:Acho que quando mandarmos "carta" aos Senadores deveríamos mandar com o anexo a resposta que Dilma nos deu, onde diz que "o executivo não pode intervir nas questões de outro poder".
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem][/url]


    BOA!!! like like like like like like

    Enviadooooooooooo
    Enviem esse ofício aos senadores.


    like like like
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Sex 22 Maio 2015, 12:57 pm

    Brother escreveu:Esplêndida essa notícia da vitória da Chapa 1.
    Hoje será um dia maravilhoso!!!!

    Chama o ponça para beber na Lapa. kkkkk
    Mojo Jojo
    Mojo Jojo
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Jarbas
    Mensagens : 741
    Reputação : 21
    Data de inscrição : 30/03/2011
    Localização : Brasília

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Mojo Jojo Sex 22 Maio 2015, 12:59 pm

    me respeite escreveu:
    dudamuniz escreveu:Acho que quando mandarmos "carta" aos Senadores deveríamos mandar com o anexo a resposta que Dilma nos deu, onde diz que "o executivo não pode intervir nas questões de outro poder".
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem][/url]


    verdade

    Carta anexada e enviada com sucesso!!!

    cool

    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Sex 22 Maio 2015, 12:59 pm

    charles41 escreveu:
    L.R escreveu:
    Rengaw escreveu:
    dudamuniz escreveu:
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    BOA!!! like: like like like like like

    Enviadooooooooooo
    Enviem esse ofício aos senadores.

    like like like

    Como baixo esta bagaça de carta????

    O link não funciona [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    Interiorano-sp
    Interiorano-sp
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Desincorporado.
    Mensagens : 636
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 19/07/2010

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Interiorano-sp Sex 22 Maio 2015, 1:01 pm

    Ninguém sabe a data da posse da chapa 1?
    me respeite
    me respeite
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 279
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 25/08/2012

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por me respeite Sex 22 Maio 2015, 1:03 pm

    Lula Molusco escreveu:
    charles41 escreveu:
    L.R escreveu:
    Rengaw escreveu:
    BOA!!! like: like like like like like

    Enviadooooooooooo
    Enviem esse ofício aos senadores.

    like like like

    Como baixo esta bagaça de carta????

    O link não funciona [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    clica nela e baixa como imagem...
    Lula Molusco
    Lula Molusco
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3722
    Reputação : 2293
    Data de inscrição : 10/05/2015

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Lula Molusco Sex 22 Maio 2015, 1:09 pm

    me respeite escreveu:
    Lula Molusco escreveu:
    charles41 escreveu:
    L.R escreveu:

    Enviadooooooooooo
    Enviem esse ofício aos senadores.

    like like like

    Como baixo esta bagaça de carta????

    O link não funciona [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    clica nela e baixa como imagem...

    lol2 lol2 lol2 lol2 cheers cheers cheers cheers like like like like
    avatar
    Leovini
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 397
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 21/03/2014

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Leovini Sex 22 Maio 2015, 1:10 pm

    Lula Molusco escreveu:
    Leovini escreveu:
    Lula Molusco escreveu:
    Leovini escreveu:

    Os desvios na Petrobras pagavam uns 5 PCS

    A Petrobras já entrou com ação judicial para cobrar os desvios. Esse dinheiro voltará para a empresa e não para o caixa do governo. O dinheiro do nosso salário vem do caixa do governo. A CSLL vai para o caixa do governo.

    Aumento da alíquota da CSLL de bancos para 50% já!!!!

    O governo é o principal acionista da Petrobras, então o dinheiro deverIA voltar para nós.

    Digo deveria pq a maior parte dele está no bolso dos petistas e asseclas e tb foi gasto nas campanhas politicas.

    Volta, mas não muito, pois tem as despesas operacionais e o lucro é dividido, como toda empresa de capital aberto.

    O dinheiro da corrupção foi para a campanha de político. Por isso tem que acabar o financiamento empresarial para políticos. #DevolveGilmar

    Não esquecer que tem que aumentar a alíquota da CSLL de bancos para 50% já!!!!

    De quebra não poderia também copiar os "states" e taxar as grandes fortunas??? Já existe na constituição tal imposto. Basta regulamentação.



    Vamos reduzir tb o valor das pensões por morte pela metade... Com a economia dá pra pagar o nosso PCS.
    zotrix
    zotrix
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 589
    Reputação : 59
    Data de inscrição : 03/01/2015

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por zotrix Sex 22 Maio 2015, 1:12 pm

    "Rogamos que o mesmo empenho e celeridade com que a AGU se insurgiu e atuou contra a Nota divulgada pelo Supremo Tribunal Federal sejam utilizados para recuperar os bilhões de reais decorrentes das fraudes e dos crimes cometidos por servidores públicos, políticos, autoridades constituídas pelo Governo e empresários contra a sociedade brasileira e ainda para prevenir a corrupção, que desvirtua recursos financeiros da União (e porque não dizer da própria sociedade) em montante que, se comparado ao impacto da recomposição pretendida pelos servidores do Poder Judiciário, pode ser considerado uma migalha!"


    Ele fala que os recursos desviados são migalhas perto do reajuste pretendito pelo servidores????  krespin
    Alguém dá um toque


    Brother escreveu:
    andre3107 escreveu:RESPOSTA DA ANAJUS À NOTA DA AGU SOBRE COMPARAÇÃO DE ATRIBUIÇÕES DE ANALISTA JUDICIÁRIO E ADVOGADO PÚBLICO

    Na data de ontem foi veiculado pela Advocacia Geral da União (AGU) uma nota informando que o Advogado-Geral da União, Luis Inácio Lucena Adams, oficiou ao Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Ricardo Lewandowski, rebatendo a comparação feita por aquela Casa, entre a carreira da Advocacia Geral da União e a carreira dos Analistas Judiciários.

    Afirma que não há argumento constitucional para estabelecer parâmetro de comparação entre essas carreiras.

    O fundamento constitucional para o parâmetro adotado é o próprio requisito de ingresso no concurso público das respectivas carreiras citadas na Nota do STF!

    Esquece-se o nobre Advogado-Geral da União que, assim como a carreira dos Advogados Gerais da União, a carreira dos Analistas Judiciários é a única carreira jurídica de nível superior do Poder Judiciário, à exceção das próprias autoridades judiciárias, diferenciando-se, o Poder Executivo, tão somente, por possuir mais de uma carreira jurídica de nível superior, todas elas devidamente elencadas na Nota publicada pelo Supremo Tribunal Federal.

    Impõe asseverar, nesse particular, que todas elas possuem atualmente patamares remuneratórios bem superiores à remuneração dos Analistas Judiciários, conforme demonstrado na Nota questionada pela AGU.

    Assim como os Advogados da União, cuja atribuição precípua, em âmbito interno, é o assessoramento e a consultoria às autoridades do Poder Executivo (Ministros, Secretários, etc.), a atribuição dos Analistas Judiciários é o assessoramento e a consultoria às autoridades judiciárias (Juízes, Desembargadores e Ministros).

    Vale ressaltar que a Constituição Federal não estabelece, como afirma o nobre Advogado-Geral da União, à exemplo do que o faz expressamente com a Defensoria Pública e o Ministério Público a sua essencialidade à função jurisdicional do Estado, nas atribuições da Advocacia Geral da União.

    Enquanto os Advogados da União exercem funções essenciais à Justiça, os Analistas Judiciários auxiliam os magistrados a realizar a própria função jurisdicional do Estado.

    A esse respeito, apropriada é a transcrição de trecho da entrevista do Eminente jurista, Ministro Ives Gandra da Silva Martins Filho, do Tribunal Superior do Trabalho, ao Jornal Valor Econômico, publicada em 17.12.2014, onde afirmou: “ Eu conto com os meus assessores, que fazem a minuta e eu reviso. Mas chega uma hora que eu não consigo revisar. Eu tenho que despachar aqui na presidência 200 recursos extraordinários por dia. Então, eu vejo aqueles que fogem do comum. De resto, eu acredito que o assessor está fazendo de acordo com o que eu tinha orientado. A sociedade acredita que eu que estou despachando, mas não sou eu. Eu chamo meus assessores de juízes de fato. Isso significa que nosso sistema está falido.”

    Não há que se falar em classificação de nível de responsabilidade entre as carreiras em comento, nem tampouco discutir classificação de relevância de atribuições entre elas, observando a atual estrutura jurídico-administrativa constitucional instituída.

    Nosso Ordenamento Jurídico estabelece as atribuições de cada cargo, no âmbito de cada poder da União. Portanto, não se pode atribuir uma hierarquia de atribuições entre elas, já que para um magistrado, ou para um jurisdicionado aguardando uma decisão em um processo submetido ao Poder Judiciário, a atribuição de um Analista Judiciário é inúmeras vezes mais importante que a atribuição de um Advogado da União.

    Por óbvio, como afirma o Advogado-Geral da União, a missão constitucional atribuída à Advocacia Geral da União, não foi atribuída aos Analistas Judiciários. Também, por óbvio, as atribuições de assessoramento e consultoria jurídica às autoridades judiciárias afetas aos Analistas Judiciários não foram atribuídas aos Advogados da União, sob pena de se instalar verdadeiro caos na Administração Pública.

    Da mesma forma que os Advogados da União se submetem a um “forte” sistema de controle, tanto interno quanto externo, os Analistas Judiciários também se submetem a fortes sistemas de controle internos, como por exemplo, a supervisão dos Diretores de Secretaria, dos Magistrados (Juízes, Desembargadores e Ministros), das Ouvidorias e das Corregedorias do seu órgão de vinculação e externos, por meio dos Conselhos de Justiça especializados, do Conselho Nacional de Justiça, e do Tribunal de Contas da União, sem mencionar os mecanismos de controle decorrentes da esfera judicial.

    Vale ressaltar que os servidores da carreira dos Analistas Judiciários que exercem, de fato, atribuições típicas de Estado, vêm pleiteando o reconhecimento, de direito, dessa condição já há algum tempo junto às entidades e órgãos do Poder Judiciário e dos demais poderes da União. Porém, essa condição de direito ainda não foi implementada em razão das ‘manobras’ do Governo, que teme que realização da verdadeira Justiça para com esses servidores possa acarretar ônus orçamentários dos quais não tem a intenção de arcar.

    Portanto, entendemos não só adequado, mas totalmente pertinente, em face das razões trazidas à colação, a parametrização remuneratória feita pelo Supremo Tribunal Federal em sua Nota, que foi tão veementemente rebatida pela AGU.

    Por fim, cumpre asseverar que causa estranheza a excessiva preocupação e célere atuação da AGU em relação à questão afeta ao Poder Judiciário que, em tese, detém autonomia administrativa, financeira e orçamentária, tema que nem mesmo deveria ser objeto de interferência do Poder Executivo, sob pena de violação dos princípios fundamentais da República constitucionalmente estabelecidos.

    Rogamos que o mesmo empenho e celeridade com que a AGU se insurgiu e atuou contra a Nota divulgada pelo Supremo Tribunal Federal sejam utilizados para recuperar os bilhões de reais decorrentes das fraudes e dos crimes cometidos por servidores públicos, políticos, autoridades constituídas pelo Governo e empresários contra a sociedade brasileira e ainda para prevenir a corrupção, que desvirtua recursos financeiros da União (e porque não dizer da própria sociedade) em montante que, se comparado ao impacto da recomposição pretendida pelos servidores do Poder Judiciário, pode ser considerado uma migalha!

    ALEXANDRE GUIMARÃES FIALHO – Presidente da ANAJUS

    like like like like like
    Interiorano-sp
    Interiorano-sp
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Desincorporado.
    Mensagens : 636
    Reputação : 7
    Data de inscrição : 19/07/2010

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Interiorano-sp Sex 22 Maio 2015, 1:21 pm

    zotrix escreveu:"Rogamos que o mesmo empenho e celeridade com que a AGU se insurgiu e atuou contra a Nota divulgada pelo Supremo Tribunal Federal sejam utilizados para recuperar os bilhões de reais decorrentes das fraudes e dos crimes cometidos por servidores públicos, políticos, autoridades constituídas pelo Governo e empresários contra a sociedade brasileira e ainda para prevenir a corrupção, que desvirtua recursos financeiros da União (e porque não dizer da própria sociedade) em montante que, se comparado ao impacto da recomposição pretendida pelos servidores do Poder Judiciário, pode ser considerado uma migalha!"


    Ele fala que os recursos desviados são migalhas perto do reajuste pretendito pelo servidores????  krespin
    Alguém dá um toque


    Brother escreveu:
    andre3107 escreveu:RESPOSTA DA ANAJUS À NOTA DA AGU SOBRE COMPARAÇÃO DE ATRIBUIÇÕES DE ANALISTA JUDICIÁRIO E ADVOGADO PÚBLICO

    Na data de ontem foi veiculado pela Advocacia Geral da União (AGU) uma nota informando que o Advogado-Geral da União, Luis Inácio Lucena Adams, oficiou ao Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Ricardo Lewandowski, rebatendo a comparação feita por aquela Casa, entre a carreira da Advocacia Geral da União e a carreira dos Analistas Judiciários.

    Afirma que não há argumento constitucional para estabelecer parâmetro de comparação entre essas carreiras.

    O fundamento constitucional para o parâmetro adotado é o próprio requisito de ingresso no concurso público das respectivas carreiras citadas na Nota do STF!

    Esquece-se o nobre Advogado-Geral da União que, assim como a carreira dos Advogados Gerais da União, a carreira dos Analistas Judiciários é a única carreira jurídica de nível superior do Poder Judiciário, à exceção das próprias autoridades judiciárias, diferenciando-se, o Poder Executivo, tão somente, por possuir mais de uma carreira jurídica de nível superior, todas elas devidamente elencadas na Nota publicada pelo Supremo Tribunal Federal.

    Impõe asseverar, nesse particular, que todas elas possuem atualmente patamares remuneratórios bem superiores à remuneração dos Analistas Judiciários, conforme demonstrado na Nota questionada pela AGU.

    Assim como os Advogados da União, cuja atribuição precípua, em âmbito interno, é o assessoramento e a consultoria às autoridades do Poder Executivo (Ministros, Secretários, etc.), a atribuição dos Analistas Judiciários é o assessoramento e a consultoria às autoridades judiciárias (Juízes, Desembargadores e Ministros).

    Vale ressaltar que a Constituição Federal não estabelece, como afirma o nobre Advogado-Geral da União, à exemplo do que o faz expressamente com a Defensoria Pública e o Ministério Público a sua essencialidade à função jurisdicional do Estado, nas atribuições da Advocacia Geral da União.

    Enquanto os Advogados da União exercem funções essenciais à Justiça, os Analistas Judiciários auxiliam os magistrados a realizar a própria função jurisdicional do Estado.

    A esse respeito, apropriada é a transcrição de trecho da entrevista do Eminente jurista, Ministro Ives Gandra da Silva Martins Filho, do Tribunal Superior do Trabalho, ao Jornal Valor Econômico, publicada em 17.12.2014, onde afirmou: “ Eu conto com os meus assessores, que fazem a minuta e eu reviso. Mas chega uma hora que eu não consigo revisar. Eu tenho que despachar aqui na presidência 200 recursos extraordinários por dia. Então, eu vejo aqueles que fogem do comum. De resto, eu acredito que o assessor está fazendo de acordo com o que eu tinha orientado. A sociedade acredita que eu que estou despachando, mas não sou eu. Eu chamo meus assessores de juízes de fato. Isso significa que nosso sistema está falido.”

    Não há que se falar em classificação de nível de responsabilidade entre as carreiras em comento, nem tampouco discutir classificação de relevância de atribuições entre elas, observando a atual estrutura jurídico-administrativa constitucional instituída.

    Nosso Ordenamento Jurídico estabelece as atribuições de cada cargo, no âmbito de cada poder da União. Portanto, não se pode atribuir uma hierarquia de atribuições entre elas, já que para um magistrado, ou para um jurisdicionado aguardando uma decisão em um processo submetido ao Poder Judiciário, a atribuição de um Analista Judiciário é inúmeras vezes mais importante que a atribuição de um Advogado da União.

    Por óbvio, como afirma o Advogado-Geral da União, a missão constitucional atribuída à Advocacia Geral da União, não foi atribuída aos Analistas Judiciários. Também, por óbvio, as atribuições de assessoramento e consultoria jurídica às autoridades judiciárias afetas aos Analistas Judiciários não foram atribuídas aos Advogados da União, sob pena de se instalar verdadeiro caos na Administração Pública.

    Da mesma forma que os Advogados da União se submetem a um “forte” sistema de controle, tanto interno quanto externo, os Analistas Judiciários também se submetem a fortes sistemas de controle internos, como por exemplo, a supervisão dos Diretores de Secretaria, dos Magistrados (Juízes, Desembargadores e Ministros), das Ouvidorias e das Corregedorias do seu órgão de vinculação e externos, por meio dos Conselhos de Justiça especializados, do Conselho Nacional de Justiça, e do Tribunal de Contas da União, sem mencionar os mecanismos de controle decorrentes da esfera judicial.

    Vale ressaltar que os servidores da carreira dos Analistas Judiciários que exercem, de fato, atribuições típicas de Estado, vêm pleiteando o reconhecimento, de direito, dessa condição já há algum tempo junto às entidades e órgãos do Poder Judiciário e dos demais poderes da União. Porém, essa condição de direito ainda não foi implementada em razão das ‘manobras’ do Governo, que teme que realização da verdadeira Justiça para com esses servidores possa acarretar ônus orçamentários dos quais não tem a intenção de arcar.

    Portanto, entendemos não só adequado, mas totalmente pertinente, em face das razões trazidas à colação, a parametrização remuneratória feita pelo Supremo Tribunal Federal em sua Nota, que foi tão veementemente rebatida pela AGU.

    Por fim, cumpre asseverar que causa estranheza a excessiva preocupação e célere atuação da AGU em relação à questão afeta ao Poder Judiciário que, em tese, detém autonomia administrativa, financeira e orçamentária, tema que nem mesmo deveria ser objeto de interferência do Poder Executivo, sob pena de violação dos princípios fundamentais da República constitucionalmente estabelecidos.

    Rogamos que o mesmo empenho e celeridade com que a AGU se insurgiu e atuou contra a Nota divulgada pelo Supremo Tribunal Federal sejam utilizados para recuperar os bilhões de reais decorrentes das fraudes e dos crimes cometidos por servidores públicos, políticos, autoridades constituídas pelo Governo e empresários contra a sociedade brasileira e ainda para prevenir a corrupção, que desvirtua recursos financeiros da União (e porque não dizer da própria sociedade) em montante que, se comparado ao impacto da recomposição pretendida pelos servidores do Poder Judiciário, pode ser considerado uma migalha!

    ALEXANDRE GUIMARÃES FIALHO – Presidente da ANAJUS

    like like like like like


    Bem isso mesmo.
    Além dos inúmeros erros de português da matéria, dão a entender que o fruto da corrupção é migalha perto do nosso reajuste (exatamente o contrário). Só rindo mesmo...
    subsidioja_
    subsidioja_
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2536
    Reputação : 336
    Data de inscrição : 05/04/2011

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por subsidioja_ Sex 22 Maio 2015, 1:23 pm

    dudamuniz escreveu:Acho que quando mandarmos "carta" aos Senadores deveríamos mandar com o anexo a resposta que Dilma nos deu, onde diz que "o executivo não pode intervir nas questões de outro poder".
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem][/url]

    interferir é uma coisa que ela está fazendo há muito tempo realmente.
    Mas tem que tomar cuidado pra não confundir com o contrapeso que um poder exerce sobre o outro.
    O executivo não é obrigado a aceitar tudo que o Judiciário pede, pode negar.
    Aí é que entra o legislativo pra derrubar o veto.

    Conteúdo patrocinado

    Tópico Geral - Página 13 Empty Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua 08 Dez 2021, 9:05 pm