PCS JÁ

PCS JÁ



    Subsídio - Prós e Contras

    Sigma
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5149
    Reputação : 136
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 41
    Localização : Curitiba/PR

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Sigma Qui 04 Jun 2015, 11:12 pm

    Sem Frescura escreveu:Subsidio com boas tabelas + reducao de niveis + progressao a cada 6 meses: cheers

    kkkkkkkkkkkkk, para de sacanagem, velho. "reducao de niveis + progressao a cada 6 meses" é DESTRUIR a carreira.
    Oziris
    Oziris
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 627
    Reputação : 102
    Data de inscrição : 24/12/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Oziris Qui 04 Jun 2015, 11:14 pm

    Isso que eu acho mais triste nessa história toda. Você tem uma galera contra o subsidio porque eles simplesmente tem medo de receber igual a todo mundo. É a questão do ego batendo forte. As vezes nem é muito a mais que os caras recebem (vide os ativos que não levarão as CJs com eles), mas tem a questão do camarada se achar superior porque é velho de casa e acha que deve ganhar mais.

    Porém tem outro problema grave que o subsidio não corrige: o cara entra no serviço e depois de 13 anos tá no topo da carreira. Primeiro que pra ele chegar no C13 não precisa fazer praticamente nada (treinamento e avaliação todos sabemos que qualquer um consegue). E depois dos 13 anos? como medir a produtividade? Vai levando de qualquer jeito até aposentar??

    Sigma escreveu:EU (com letras maiúsculas) sei disso, chefe.

    Mas MUITA gente não sabe. MUITA. Tem gente que foi convencida de que todos os direitos que uns tem e outros não tem são "incorporações".

    Eu prefiro chamar de privilégios individuais dentro de uma mesma categoria. Soa tecnicamente correto.

    Como avaliar o impacto financeiro (pela visão do Governo) e a sensação de ser "inferior" de um servidor C13 que NÃO recebe 35% de anuênios no VB (como outros servidores C13)? É por isso que chamo de "privilégio individual".

    O caso é que a nossa categoria é composta por servidores que, ainda que estejam no mesmíssimo nível, recebem valores diferentes, de rubricas diferentes. E isso não é uma parada bacana.

    Falamos muito em valorização da CARREIRA. Acho que é em torno disso que deve ser discutido o subsídio: a CARREIRA dos servidores do PJU/MPU. Porque, se formos discutir o impacto a absorção de VPNI, anuênios e demais gratificações caso a caso de cada servidor, jamais chegaremos a um entendimento.

    Denovo?? escreveu:Obrigado pela ressalva pois, tecnicamente, ATS não é "incorporação".
    Incorporação é a VPNI. Ela deixa de compor a remuneração "cascata" que é afetada por outras rubricas, e passa a constituir parcela AUTÔNOMA que não sofre repercussão das demais.
    ATS não é incorporação.

    Sigma escreveu:
    Denovo?? escreveu:Alguém mais humilde pode me ensinar que incorporação é essa que subirá com aumento no VB??

    "Incorporação" é o que alguns chamam aqui de direitos extintos e concedidos atualmente somente para a velha guarda.

    Como o ATS (ou anuênio, se preferir). É dessa "incorporação" que falam, não das VPNIs.
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Sem Frescura Qui 04 Jun 2015, 11:17 pm

    Sigma escreveu:
    Sem Frescura escreveu:Subsidio com boas tabelas + reducao de niveis + progressao a cada 6 meses: cheers

    kkkkkkkkkkkkk, para de sacanagem, velho. "reducao de niveis + progressao a cada 6 meses" é DESTRUIR a carreira.

    Vai destruir as carreiras por que, Sigma?
    alecspe
    alecspe
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1532
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 07/11/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por alecspe Qui 04 Jun 2015, 11:18 pm

    Sigma escreveu:
    alecspe escreveu:
    darkshi escreveu:
    alecspe escreveu:Não li o projeto da Anata (embora seja associado), mas a meu ver, para que possamos ter vencimentos mais justos o PJU/MPU deveria reduzir em no mínimo 30% dos CCs, CJs e FCs, revertendo o valor para aumento da remuneração de toda a categoria. E a partir de tal corte, deixar de criar novos CCs, etc.  

    Concordo. Falamos tanto de equiparação com as carreiras tops. Mas a maioria esquece que as FCs e CJs (sei-la qual é o nome delas nas outras carreiras) tem valor muito menor que as nossas.



    Outra atitude prática seria a criação de novos padrões nas carreiras. O que ocorre hoje é que em treze anos o servidor atinge o ápice da carreira. Seria mais interessante talvez que houvesse pelo menos 20 padrões, possibilitando assim opção de "subida" dentro da carreira na maior parte do tempo de trabalho do servidor.


    Discordo completamente. Do modo que o orçamento é calculado (o orçamento é calculado como se todo servidor fosse final de carreira) iria gerar apenas uma retenção falsa de orçamento, que seria repassado para os quintos dos magistrados.
    Além disto as carreiras análogas estão fazendo é o oposto. Diminuindo o número de níveis.

    Ok, bem interessante esse ponto-de-vista acerca dos padrões. Tem toda razão.

    Padrões dá pra criar quantos forem. E se forem uns 30 padrões, com progressão semestral ao invés de anual?

    Interessante tbm essa questão dos seis meses, seriam dois "aumentos" por ano.
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Denovo?? Qui 04 Jun 2015, 11:21 pm

    A questão é que não há solução fácil.
    Qualquer que seja o modelo remuneratório, desagradará alguém.
    Vamos dar um aumento fixo pra todo mundo?
    Um abono? Tipo 2500 bruto pra todo mundo, de qualquer cargo e nível?
    Não aumenta o fosso... mas quantos vão concordar?

    Sigma escreveu:EU (com letras maiúsculas) sei disso, chefe.

    Mas MUITA gente não sabe. MUITA. Tem gente que foi convencida de que todos os direitos que uns tem e outros não tem são "incorporações".

    Eu prefiro chamar de privilégios individuais dentro de uma mesma categoria. Soa tecnicamente correto.

    Como avaliar o impacto financeiro (pela visão do Governo) e a sensação de ser "inferior" de um servidor C13 que NÃO recebe 35% de anuênios no VB (como outros servidores C13)? É por isso que chamo de "privilégio individual".

    O caso é que a nossa categoria é composta por servidores que, ainda que estejam no mesmíssimo nível, recebem valores diferentes, de rubricas diferentes. E isso não é uma parada bacana.

    Falamos muito em valorização da CARREIRA. Acho que é em torno disso que deve ser discutido o subsídio: a CARREIRA dos servidores do PJU/MPU. Porque, se formos discutir o impacto a absorção de VPNI, anuênios e demais gratificações caso a caso de cada servidor, jamais chegaremos a um entendimento.

    Denovo?? escreveu:Obrigado pela ressalva pois, tecnicamente, ATS não é "incorporação".
    Incorporação é a VPNI. Ela deixa de compor a remuneração "cascata" que é afetada por outras rubricas, e passa a constituir parcela AUTÔNOMA que não sofre repercussão das demais.
    ATS não é incorporação.

    Sigma escreveu:
    Denovo?? escreveu:Alguém mais humilde pode me ensinar que incorporação é essa que subirá com aumento no VB??

    "Incorporação" é o que alguns chamam aqui de direitos extintos e concedidos atualmente somente para a velha guarda.

    Como o ATS (ou anuênio, se preferir). É dessa "incorporação" que falam, não das VPNIs.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8804
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por darkshi Qui 04 Jun 2015, 11:22 pm

    Sigma escreveu:
    alecspe escreveu:
    darkshi escreveu:
    alecspe escreveu:Não li o projeto da Anata (embora seja associado), mas a meu ver, para que possamos ter vencimentos mais justos o PJU/MPU deveria reduzir em no mínimo 30% dos CCs, CJs e FCs, revertendo o valor para aumento da remuneração de toda a categoria. E a partir de tal corte, deixar de criar novos CCs, etc.  

    Concordo. Falamos tanto de equiparação com as carreiras tops. Mas a maioria esquece que as FCs e CJs (sei-la qual é o nome delas nas outras carreiras) tem valor muito menor que as nossas.



    Outra atitude prática seria a criação de novos padrões nas carreiras. O que ocorre hoje é que em treze anos o servidor atinge o ápice da carreira. Seria mais interessante talvez que houvesse pelo menos 20 padrões, possibilitando assim opção de "subida" dentro da carreira na maior parte do tempo de trabalho do servidor.


    Discordo completamente. Do modo que o orçamento é calculado (o orçamento é calculado como se todo servidor fosse final de carreira) iria gerar apenas uma retenção falsa de orçamento, que seria repassado para os quintos dos magistrados.
    Além disto as carreiras análogas estão fazendo é o oposto. Diminuindo o número de níveis.

    Ok, bem interessante esse ponto-de-vista acerca dos padrões. Tem toda razão.

    Padrões dá pra criar quantos forem. E se forem uns 30 padrões, com progressão semestral ao invés de anual?

    A pergunta que deve ser feita é: Para que?
    O orçamento é calculado considerando que todo servidor fosse fim de carreira. Então isto não geraria economia, o que poderia possibilitar uma tabela melhor para a carreira. No máximo iria gerar uma sensação de melhoria para o servidor, algo puramente psicológico. Pq na verdade o governo paga como se fossemos fim de carreira e ao mesmo tempo ele retem esta parcela salarial que é usado para outros fins. (normalmente quintos de magistrados)
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Denovo?? Qui 04 Jun 2015, 11:25 pm

    É absurdo falar em redução de níveis.
    A grande maioria aqui, SE FOR SE APOSENTAR NO PJU, vai passar, PELO MENOS, 20 anos aqui.
    A maioria entra no PJU cedo.
    Vamos fazer o que? Colocar o início de carreira em 10 e o final em 13?
    O final de carreira deve ser de tal forma a propiciar estímulo ao indivíduo ficar no órgão.
    alecspe
    alecspe
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1532
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 07/11/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por alecspe Qui 04 Jun 2015, 11:26 pm

    Eu quero. Onde assino???


    Denovo?? escreveu:A questão é que não há solução fácil.
    Qualquer que seja o modelo remuneratório, desagradará alguém.
    Vamos dar um aumento fixo pra todo mundo?
    Um abono? Tipo 2500 bruto pra todo mundo, de qualquer cargo e nível?
    Não aumenta o fosso... mas quantos vão concordar?

    Sigma escreveu:EU (com letras maiúsculas) sei disso, chefe.

    Mas MUITA gente não sabe. MUITA. Tem gente que foi convencida de que todos os direitos que uns tem e outros não tem são "incorporações".

    Eu prefiro chamar de privilégios individuais dentro de uma mesma categoria. Soa tecnicamente correto.

    Como avaliar o impacto financeiro (pela visão do Governo) e a sensação de ser "inferior" de um servidor C13 que NÃO recebe 35% de anuênios no VB (como outros servidores C13)? É por isso que chamo de "privilégio individual".

    O caso é que a nossa categoria é composta por servidores que, ainda que estejam no mesmíssimo nível, recebem valores diferentes, de rubricas diferentes. E isso não é uma parada bacana.

    Falamos muito em valorização da CARREIRA. Acho que é em torno disso que deve ser discutido o subsídio: a CARREIRA dos servidores do PJU/MPU. Porque, se formos discutir o impacto a absorção de VPNI, anuênios e demais gratificações caso a caso de cada servidor, jamais chegaremos a um entendimento.

    Denovo?? escreveu:Obrigado pela ressalva pois, tecnicamente, ATS não é "incorporação".
    Incorporação é a VPNI. Ela deixa de compor a remuneração "cascata" que é afetada por outras rubricas, e passa a constituir parcela AUTÔNOMA que não sofre repercussão das demais.
    ATS não é incorporação.

    Sigma escreveu:

    "Incorporação" é o que alguns chamam aqui de direitos extintos e concedidos atualmente somente para a velha guarda.

    Como o ATS (ou anuênio, se preferir). É dessa "incorporação" que falam, não das VPNIs.
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Denovo?? Qui 04 Jun 2015, 11:31 pm

    Mensagem removida do ex-tópico "geral" para cá visando colaborar com a moderação.

    Sobre a resposta à pertinência temática com a iniciativa privativa.


    Segundo o "sem frescura", o STF definiu que a expressão "pertinência temática" é tudo o que for relacionado ao tema do projeto de lei.

    Porém, na ADI 1333 o STF declarou a INCONSTITUCIONALIDADE de artigo incluído pela Assembléia do Rio Grande do Sul, em lei que disciplinava a remuneração dos servidores do Judiciário Gaúcho.

    O STF entendeu que NÃO HAVIA PERTINÊNCIA TEMÁTICA entre a norma que previa abono de faltas por greve e lei que tratava de remuneração de servidores do Judiciário. Não caberia argumentar aí que tudo se trata de remuneração? Pois abono de falta é matéria de cunho remuneratório. O STF entendeu que não.

    Há propósito, trecho do mencionado voto:

    "Esse entendimento não diverge da jurisprudência do Supremo Tribunal Federal que assentou que a Constituição da República proíbe ao Poder Legislativo emendas a projeto de lei de iniciativa reservada que resultem aumento de despesa pública e que não guardem relação de pertinência temática, harmonia e simetria com a proposta inicial."


    Por fim, a ADI n. 1.050

    “TRIBUNAL DE JUSTIÇA - INSTAURAÇÃO DE PROCESSO LEGISLATIVO VERSANDO A ORGANIZAÇÃO E A DIVISÃO JUDICIÁRIAS DO ESTADO - INICIATIVA DO RESPECTIVO PROJETO DE LEI SUJEITA À CLÁUSULA CONSTITUCIONAL DE RESERVA (CF, ART. 125, § 1º, 'IN FINE') - OFERECIMENTO E APROVAÇÃO, NO CURSO DO PROCESSO LEGISLATIVO, DE EMENDAS PARLAMENTARES - AUMENTO DA DESPESA ORIGINALMENTE PREVISTA E AUSÊNCIA DE PERTINÊNCIA - DESCARACTERIZAÇÃO DA PROPOSIÇÃO LEGISLATIVA ORIGINAL, MOTIVADA PELA AMPLIAÇÃO DO NÚMERO DE COMARCAS, VARAS E CARGOS CONSTANTES DO PROJETO INICIAL - CONFIGURAÇÃO, NA ESPÉCIE, DOS REQUISITOS PERTINENTES À PLAUSIBILIDADE JURÍDICA E AO 'PERICULUM IN MORA' - MEDIDA CAUTELAR DEFERIDA. - O poder de emendar projetos de lei - que se reveste de natureza eminentemente constitucional - qualifica-se como prerrogativa de ordem político-jurídica inerente ao exercício da atividade legislativa. Essa prerrogativa institucional, precisamente por não traduzir corolário do poder de iniciar o processo de formação das leis (RTJ 36/382, 385 - RTJ 37/113 - RDA 102/261), pode ser legitimamente exercida pelos membros do Legislativo, ainda que se cuide de proposições constitucionalmente sujeitas à cláusula de reserva de iniciativa (ADI 865/MA, Rel. Min. CELSO DE MELLO), desde que - respeitadas as limitações estabelecidas na Constituição da República - as emendas parlamentares (a) não importem em aumento da despesa prevista no projeto de lei, (b) guardem afinidade lógica (relação de pertinência) com a proposição original e (c) tratando-se de projetos orçamentários (CF, art. 165, I, II e III), observem as restrições fixadas no art. 166, §§ 3º e 4º da Carta Política. Doutrina. Jurisprudência. - Inobservância, no caso, pelos ------ Estaduais, quando do oferecimento das emendas parlamentares, de tais restrições. Precedentes do Supremo Tribunal Federal. Suspensão cautelar da eficácia do diploma legislativo estadual impugnado nesta sede de fiscalização normativa abstrata” (ADI 1.050-MC, Rel. Min. Celso de Mello, Plenário, DJ 23.4.2004)."

    E antes que vc diga que foi, apenas, aumento de despesa, trago o voto do Ministro Celso de Mello:

    "(...) guardo firme convicção referentes à substancial alteração introduzida pelo vigente texto cosntitucional, que ampliou o âmbito de incidência das emendas parlamentares, tratando-se de proposições legislativas que disponham sobre a divisão e a organização judiciárias, não posso deixar de reconhecer o extremo relevo jurídico da tese (...) que a criação de novas comarcas ou de novas varas judiciárias, a partir do oferecimento e aprovação de emendas parlamentares, caracteriza infringência ao vínculo de pertinência temática que tais emendas devem manter com o objeto do projeto de lei."

    Não vou transcrever todo o voto, mas lá está dito com todas as letras, que "pertinência temática", no caso, foi definir o número de comarcas e que NÃO CABIA AO LEGISLATIVO, ampliá-las, ainda que sem aumento de despesa."

    Então, como vc vê, o conceito de "pertinência temática" não existe. Eu posso definir que uma emenda do subsídio não tem pertinência temática com o tema do projeto de lei, uma vez que altera o próprio modelo remuneratório vigente.
    Já vc pode defender que sim, que a "pertinência temática" existe, já que o assunto é "remuneração".
    Amanhã eu poderia, também, definir que num projeto de lei de aumento da GAJ, eu poderia emendar para, ao invés de dar aumento na GAJ, apenas reduzir funções comissionadas, sem dar aumento a ninguém.

    Há pertinência temática? Posso transformar um PL de aumento da GAJ em PL de redução de funções? É tudo remuneração...
    Fhighlander
    Fhighlander
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 757
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 30/03/2015

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Fhighlander Qui 04 Jun 2015, 11:41 pm

    Sigma escreveu:Quando surgiu a proposta da ANATA, levei a votação de que os valores apresentados NÃO DEVERIAM ser debate do assunto.

    Perdi a votação.

    A meu ver, o plano apresentado pela ANATA é sensacional, e qualquer debate que seja feito em torno dele não deveria levar em conta os valores.

    A parte da progressão usando como base na qualificação (especialização/mestrado/doutorado) é uma ótima jogada.

    Força o camarada a continuar se atualizando.

    Minha dúvida é: o que aconteceria com a galera que já receve um salário de magistrado sendo servidor? Ia congelar o salário dele?
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Sem Frescura Qui 04 Jun 2015, 11:42 pm

    kķkkkkk

    Vc trouxe exatamente um dos exemplos que mencionei na mensagem anterior, qual seja, que uma emenda parlamentar que trate do direito de greve nao tem pertinencia tematica com um PL que trate de PCS.

    Sabe por que eu dei o exemplo antes pra voce? Porque eu conhecia esse julgado. Inclusive citei o informativo que o traz, n. 765, pro Lula Molusco na semana passada: [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]

    Esse julgado so confirma que uma emenda que trate de PCS sem aumentar despesa pode mudar o modelo remuneratorio, pois tem pertinencia tematica. Como eu disse mais cedo, pode sim haver emenda parlamentar se tem pertinencia tematica e nao aumente a despesa. Voce que nao sabia disso e ta trazendo um julgado que so confirma o que eu disse.

    Uma dica: pegue o informativo 756 do STF tambem, que trata de emenda que alterava o teto e foi julgada inconstitucional. Ela confirma o que eu disse como essa que voce trouxe.

    Tente "Denovo" kkkkkkkkk


    Denovo?? escreveu:Mensagem removida do ex-tópico "geral" para cá visando colaborar com a moderação.

    Sobre a resposta à pertinência temática com a iniciativa privativa.


    Segundo o "sem frescura", o STF definiu que a expressão "pertinência temática" é tudo o que for relacionado ao tema do projeto de lei.

    Porém, na ADI 1333 o STF declarou a INCONSTITUCIONALIDADE de artigo incluído pela Assembléia do Rio Grande do Sul, em lei que disciplinava a remuneração dos servidores do Judiciário Gaúcho.

    O STF entendeu que NÃO HAVIA PERTINÊNCIA TEMÁTICA entre a norma que previa abono de faltas por greve e lei que tratava de remuneração de servidores do Judiciário. Não caberia argumentar aí que tudo se trata de remuneração? Pois abono de falta é matéria de cunho remuneratório. O STF entendeu que não.

    Há propósito, trecho do mencionado voto:

    "Esse entendimento não diverge da jurisprudência do Supremo Tribunal Federal que assentou que a Constituição da República proíbe ao Poder Legislativo emendas a projeto de lei de iniciativa reservada que resultem aumento de despesa pública e que não guardem relação de pertinência temática, harmonia e simetria com a proposta inicial."


    Por fim, a ADI n. 1.050

    “TRIBUNAL DE JUSTIÇA - INSTAURAÇÃO DE PROCESSO LEGISLATIVO VERSANDO A ORGANIZAÇÃO E A DIVISÃO JUDICIÁRIAS DO ESTADO - INICIATIVA DO RESPECTIVO PROJETO DE LEI SUJEITA À CLÁUSULA CONSTITUCIONAL DE RESERVA (CF, ART. 125, § 1º, 'IN FINE') - OFERECIMENTO E APROVAÇÃO, NO CURSO DO PROCESSO LEGISLATIVO, DE EMENDAS PARLAMENTARES - AUMENTO DA DESPESA ORIGINALMENTE PREVISTA E AUSÊNCIA DE PERTINÊNCIA - DESCARACTERIZAÇÃO DA PROPOSIÇÃO LEGISLATIVA ORIGINAL, MOTIVADA PELA AMPLIAÇÃO DO NÚMERO DE COMARCAS, VARAS E CARGOS CONSTANTES DO PROJETO INICIAL - CONFIGURAÇÃO, NA ESPÉCIE, DOS REQUISITOS PERTINENTES À PLAUSIBILIDADE JURÍDICA E AO 'PERICULUM IN MORA' - MEDIDA CAUTELAR DEFERIDA. - O poder de emendar projetos de lei - que se reveste de natureza eminentemente constitucional - qualifica-se como prerrogativa de ordem político-jurídica inerente ao exercício da atividade legislativa. Essa prerrogativa institucional, precisamente por não traduzir corolário do poder de iniciar o processo de formação das leis (RTJ 36/382, 385 - RTJ 37/113 - RDA 102/261), pode ser legitimamente exercida pelos membros do Legislativo, ainda que se cuide de proposições constitucionalmente sujeitas à cláusula de reserva de iniciativa (ADI 865/MA, Rel. Min. CELSO DE MELLO), desde que - respeitadas as limitações estabelecidas na Constituição da República - as emendas parlamentares (a) não importem em aumento da despesa prevista no projeto de lei, (b) guardem afinidade lógica (relação de pertinência) com a proposição original e (c) tratando-se de projetos orçamentários (CF, art. 165, I, II e III), observem as restrições fixadas no art. 166, §§ 3º e 4º da Carta Política. Doutrina. Jurisprudência. - Inobservância, no caso, pelos ------ Estaduais, quando do oferecimento das emendas parlamentares, de tais restrições. Precedentes do Supremo Tribunal Federal. Suspensão cautelar da eficácia do diploma legislativo estadual impugnado nesta sede de fiscalização normativa abstrata” (ADI 1.050-MC, Rel. Min. Celso de Mello, Plenário, DJ 23.4.2004)."

    E antes que vc diga que foi, apenas, aumento de despesa, trago o voto do Ministro Celso de Mello:

    "(...) guardo firme convicção referentes à substancial alteração introduzida pelo vigente texto cosntitucional, que ampliou o âmbito de incidência das emendas parlamentares, tratando-se de proposições legislativas que disponham sobre a divisão e a organização judiciárias, não posso deixar de reconhecer o extremo relevo jurídico da tese (...) que a criação de novas comarcas ou de novas varas judiciárias, a partir do oferecimento e aprovação de emendas parlamentares, caracteriza infringência ao vínculo de pertinência temática que tais emendas devem manter com o objeto do projeto de lei."

    Não vou transcrever todo o voto, mas lá está dito com todas as letras, que "pertinência temática", no caso, foi definir o número de comarcas e que NÃO CABIA AO LEGISLATIVO, ampliá-las, ainda que sem aumento de despesa."

    Então, como vc vê, o conceito de "pertinência temática" não existe. Eu posso definir que uma emenda do subsídio não tem pertinência temática com o tema do projeto de lei, uma vez que altera o próprio modelo remuneratório vigente.
    Já vc pode defender que sim, que a "pertinência temática" existe, já que o assunto é "remuneração".
    Amanhã eu poderia, também, definir que num projeto de lei de aumento da GAJ, eu poderia emendar para, ao invés de dar aumento na GAJ, apenas reduzir funções comissionadas, sem dar aumento a ninguém.

    Há pertinência temática? Posso transformar um PL de aumento da GAJ em PL de redução de funções? É tudo remuneração...


    Última edição por Sem Frescura em Qui 04 Jun 2015, 11:43 pm, editado 1 vez(es)
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Denovo?? Qui 04 Jun 2015, 11:43 pm

    Colou a mensagem e continua sem falar do julgado das comarcas.... Vamos tentar "de novo"?
    Sigma
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5149
    Reputação : 136
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 41
    Localização : Curitiba/PR

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Sigma Qui 04 Jun 2015, 11:46 pm

    Sem Frescura escreveu:
    Sigma escreveu:
    Sem Frescura escreveu:Subsidio com boas tabelas + reducao de niveis + progressao a cada 6 meses: cheers

    kkkkkkkkkkkkk, para de sacanagem, velho. "reducao de niveis + progressao a cada 6 meses" é DESTRUIR a carreira.

    Vai destruir as carreiras por que, Sigma?

    Supondo 10 níveis, progressão a cada 6 meses:

    Como você pode manter um servidor plenamente dedicado a servir o Poder Judiciário da União sem uma perspectiva de crescimento vertical após 5 anos?
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Sem Frescura Qui 04 Jun 2015, 11:47 pm

    Denovo?? escreveu:Colou a mensagem e continua sem falar do julgado das comarcas.... Vamos tentar "de novo"?

    kkkkkkkk

    A arrogancia te cega cara. Voce foi criado pela avo? O que criacao de comarca tem a ver com PCS??? Minha resposta eh a mesma de antes, releia minhas mensagens.
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Denovo?? Qui 04 Jun 2015, 11:49 pm

    Calma amigo... sua resposta nao se aplica ao precedente das comarcas
    Criar mais comarcas num projeto de criação de comarcas foge de que tema?
    Estamos discutindo "pertinência temática". Não sabia que existia uma pertinência temática para PCS e outra para outras coisas.

    Não fique nervoso... esse riso é de nervosismo.
    Não adianta só ler informativos... calma...


    Sem Frescura escreveu:
    Denovo?? escreveu:Colou a mensagem e continua sem falar do julgado das comarcas.... Vamos tentar "de novo"?

    kkkkkkkk

    A arrogancia te cega cara. Voce foi criado pela avo? O que criacao de comarca tem a ver com PCS??? Minha resposta eh a mesma de antes, releia minhas mensagens.
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Sem Frescura Qui 04 Jun 2015, 11:50 pm

    Sigma escreveu:
    Sem Frescura escreveu:
    Sigma escreveu:
    Sem Frescura escreveu:Subsidio com boas tabelas + reducao de niveis + progressao a cada 6 meses: cheers

    kkkkkkkkkkkkk, para de sacanagem, velho. "reducao de niveis + progressao a cada 6 meses" é DESTRUIR a carreira.

    Vai destruir as carreiras por que, Sigma?

    Supondo 10 níveis, progressão a cada 6 meses:

    Como você pode manter um servidor plenamente dedicado a servir o Poder Judiciário da União sem uma perspectiva de crescimento vertical após 5 anos?

    Ue, se o servidor ganha bem e faz o que gosta ele nao sai. Acho que a evasao diminuiria ate.
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Denovo?? Qui 04 Jun 2015, 11:52 pm

    Veja, vou facilitar pra vc, pois sei que está atrás do tal informativo que vc leu no livro esquematizado de Constitucional pra colar aqui, e vai continuar sem responder minha pergunta...
    Segundo vc, se o tema tratado na emenda for o mesmo do PL original, tem pertinência temática.
    Então, como uma emenda que cria comarcas num projeto de criação de comarcas não tem pertinência temática??
    Relembrando.. fique calmo.. todos erram...
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Sem Frescura Qui 04 Jun 2015, 11:56 pm

    Releia minha resposta, esta la a resposta aa sua indagacao.
    Olhe pelo lado bom, "Denovo", vc foi corrigido publicamente, nao teve a humildade de admitir o erro, mas pelo menos aprendeu alguma coisa hoje. Very Happy


    Denovo?? escreveu:Calma amigo... sua resposta nao se aplica ao precedente das comarcas
    Criar mais comarcas num projeto de criação de comarcas foge de que tema?
    Estamos discutindo "pertinência temática". Não sabia que existia uma pertinência temática para PCS e outra para outras coisas.

    Não fique nervoso... esse riso é de nervosismo.
    Não adianta só ler informativos... calma...


    Sem Frescura escreveu:
    Denovo?? escreveu:Colou a mensagem e continua sem falar do julgado das comarcas.... Vamos tentar "de novo"?

    kkkkkkkk

    A arrogancia te cega cara. Voce foi criado pela avo? O que criacao de comarca tem a ver com PCS??? Minha resposta eh a mesma de antes, releia minhas mensagens.
    Fhighlander
    Fhighlander
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 757
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 30/03/2015

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Fhighlander Qui 04 Jun 2015, 11:58 pm

    Denovo?? escreveu:Veja, vou facilitar pra vc, pois sei que está atrás do tal informativo que vc leu no livro esquematizado de Constitucional pra colar aqui, e vai continuar sem responder minha pergunta...
    Segundo vc, se o tema tratado na emenda for o mesmo do PL original, tem pertinência temática.
    Então, como uma emenda que cria comarcas num projeto de criação de comarcas não tem pertinência temática??
    Relembrando.. fique calmo.. todos erram...

    Galera, nada contra essa masturbação mútua de egos, mas a ideia não era falar do subsídio aqui?

    Sigma
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5149
    Reputação : 136
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 41
    Localização : Curitiba/PR

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Sigma Sex 05 Jun 2015, 12:01 am

    Sem Frescura escreveu:
    Sigma escreveu:
    Sem Frescura escreveu:
    Sigma escreveu:
    Sem Frescura escreveu:Subsidio com boas tabelas + reducao de niveis + progressao a cada 6 meses: cheers

    kkkkkkkkkkkkk, para de sacanagem, velho. "reducao de niveis + progressao a cada 6 meses" é DESTRUIR a carreira.

    Vai destruir as carreiras por que, Sigma?

    Supondo 10 níveis, progressão a cada 6 meses:

    Como você pode manter um servidor plenamente dedicado a servir o Poder Judiciário da União sem uma perspectiva de crescimento vertical após 5 anos?

    Ue, se o servidor ganha bem e faz o que gosta ele nao sai. Acho que a evasao diminuiria ate.

    Sem chance, cara. A carreira fica com mais cara ainda de "trampolim". Dá pra fazer o que gosta e ganhar AINDA MELHOR em outros lugares.

    É a progressão anual que diminui o impacto da atual política econômica de arrocho aos servidores públicos federais. Política essa que não vai mudar. Não dá pra fechar os olhos pra isso.
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Sem Frescura Sex 05 Jun 2015, 12:02 am

    Porque consideraram que o aumento de comarcas gera aumenta de despesas, que eh um dos requisitos que mencionei anteriormente. Esta la expressamente: a emenda gerou a criacao de cargos.
    De uma atualizada Denovo. Conselho de amigo.

    Denovo?? escreveu:Veja, vou facilitar pra vc, pois sei que está atrás do tal informativo que vc leu no livro esquematizado de Constitucional pra colar aqui, e vai continuar sem responder minha pergunta...
    Segundo vc, se o tema tratado na emenda for o mesmo do PL original, tem pertinência temática.
    Então, como uma emenda que cria comarcas num projeto de criação de comarcas não tem pertinência temática??
    Relembrando.. fique calmo.. todos erram...
    Fhighlander
    Fhighlander
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 757
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 30/03/2015

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Fhighlander Sex 05 Jun 2015, 12:04 am

    Sigma escreveu:
    Sem Frescura escreveu:
    Sigma escreveu:
    Sem Frescura escreveu:

    Vai destruir as carreiras por que, Sigma?

    Supondo 10 níveis, progressão a cada 6 meses:

    Como você pode manter um servidor plenamente dedicado a servir o Poder Judiciário da União sem uma perspectiva de crescimento vertical após 5 anos?

    Ue, se o servidor ganha bem e faz o que gosta ele nao sai. Acho que a evasao diminuiria ate.

    Sem chance, cara. A carreira fica com mais cara ainda de "trampolim". Dá pra fazer o que gosta e ganhar AINDA MELHOR em outros lugares.

    É a progressão anual que diminui o impacto da atual política econômica de arrocho aos servidores públicos federais. Política essa que não vai mudar. Não dá pra fechar os olhos pra isso.

    Se com 13 níveis já tem gente se encostando o que dirá em menos tempo...
    Denovo??
    Denovo??
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2139
    Reputação : 185
    Data de inscrição : 23/10/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Denovo?? Sex 05 Jun 2015, 12:06 am

    Se vc leu a minha mensagem eu lhe mostrei que NEM O STF sabe o que é "pertinência temática" pelos dois exemplos contraditórios que eu citei...
    A coisa é simples demais.
    Se pertinência temática é tratar do mesmo tema do projeto de lei, qual a razão para a emenda que ampliou o numero de comarcas ter fugido da pertinência? Pode mudar o teto numa emenda de teto mas não pode mudar o numero de comarcas? Vc não entende o QUANTO ISSO É CONTRADITÓRIO?

    Adianta ficar repetindo que no julgado tal eles decidiram isso se eu te trago que no julgado "qual" eles decidiram de outra forma?
    Que tal discutir O QUE É PERTINÊNCIA TEMÁTICA? Nem o STF sabe... foi isso que lhe expliquei na minha resposta... que cada hora ele decide de uma forma...
    Agora, se vc quiser, pode ficar só postando "kk´s"... que eu posso fazer? Eu que fui criado pela avó...
    Está nítido que vc está ficando nervoso.. é por não querer debater? Se for isso vc é o rei mestre.. fique chateado não...



    Sem Frescura escreveu:Releia minha resposta, esta la a resposta aa sua indagacao.
    Olhe pelo lado bom, "Denovo", vc foi corrigido publicamente, nao teve a humildade de admitir o erro, mas pelo menos aprendeu alguma coisa hoje.  Very Happy


    Denovo?? escreveu:Calma amigo... sua resposta nao se aplica ao precedente das comarcas
    Criar mais comarcas num projeto de criação de comarcas foge de que tema?
    Estamos discutindo "pertinência temática". Não sabia que existia uma pertinência temática para PCS e outra para outras coisas.

    Não fique nervoso... esse riso é de nervosismo.
    Não adianta só ler informativos... calma...


    Sem Frescura escreveu:
    Denovo?? escreveu:Colou a mensagem e continua sem falar do julgado das comarcas.... Vamos tentar "de novo"?

    kkkkkkkk

    A arrogancia te cega cara. Voce foi criado pela avo? O que criacao de comarca tem a ver com PCS??? Minha resposta eh a mesma de antes, releia minhas mensagens.
    Sigma
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5149
    Reputação : 136
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 41
    Localização : Curitiba/PR

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Sigma Sex 05 Jun 2015, 12:08 am

    E os sorteados de hoje ao grande prêmio de 3 dias no mundo normal são:

    "Sem Frescura" e "De novo???".

    Parabéns, queridos! Smile
    camirecas
    camirecas
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : AJAAECJE
    Mensagens : 1546
    Reputação : 76
    Data de inscrição : 02/09/2012

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por camirecas Sex 05 Jun 2015, 12:13 am

    Sigma escreveu:E os sorteados de hoje ao grande prêmio de 3 dias no mundo normal são:

    "Sem Frescura" e "De novo???".

    Parabéns, queridos! Smile

    Impertinência temática!!!
    Fhighlander
    Fhighlander
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 757
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 30/03/2015

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Fhighlander Sex 05 Jun 2015, 12:18 am

    Sigma escreveu:E os sorteados de hoje ao grande prêmio de 3 dias no mundo normal são:

    "Sem Frescura" e "De novo???".

    Parabéns, queridos! Smile

    Sigma, agora que a turma noiada se foi, me explica aquela parada lá da turma que é ninja e já recebe uns 30k com a aprovação do subsídio.
    ze_eu
    ze_eu
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 130
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 06/08/2010

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por ze_eu Sex 05 Jun 2015, 12:46 am

    camirecas escreveu:
    Sigma escreveu:E os sorteados de hoje ao grande prêmio de 3 dias no mundo normal são:

    "Sem Frescura" e "De novo???".

    Parabéns, queridos! Smile

    Impertinência temática!!!
    like
    Sigma
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5149
    Reputação : 136
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 41
    Localização : Curitiba/PR

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Sigma Sex 05 Jun 2015, 1:25 am

    Fhighlander escreveu:
    Sigma escreveu:E os sorteados de hoje ao grande prêmio de 3 dias no mundo normal são:

    "Sem Frescura" e "De novo???".

    Parabéns, queridos! Smile

    Sigma, agora que a turma noiada se foi, me explica aquela parada lá da turma que é ninja e já recebe uns 30k com a aprovação do subsídio.

    Senhordeustodopoderoso, vamos lá... #2010feelings

    Pra começar, servidor com 30k mensais é exceção da exceção, beleza? Smile

    Também é justo relembrar que o salário na década de 90 era, para usar de um pouco de eufemismo, uma piada. Então era muito comum que a grande maioria dos servidores tivessem FC's, ou fizessem um rodízio (o que existe até hoje) das FC's.

    À época, quando você exercia ininterruptamente uma FC por 1 ano (salvo engano, informação passível de correção), você incorporava 1/5 da FC. Quando, em 1997 acabaram com isso, havia gente que estava "no meio do caminho". Então converteram a parada de "quintos" para "décimos", para que as pessoas tivessem 7/10 (3 anos e meio), ou 9/10 (4 anos e meio).

    Tá, mas o que é "incorporação"? Bem, era assim: você foi chefe/assessor, tinha FC, então você era um cara bão pacas, então, você merecia ter 1/5 do valor da FC incorporado no teu salário (ou seja, "a mais"). Se uma FC valesse R$ 1000,00 e você a exerceu por 1 ano, então tinha direito a 1/5 dessa FC, mas SOMENTE DEPOIS que não tivesse usufruindo mais da FC.

    Vamos pegar um exemplo hipotético... Vamos supor um técnico com uns 30 anos de "casa"...

    O cara exerceu FC5 por um bom tempo então suponhamos também que ele tenha incorporado 5 quintos de um FC5.

    (breve parênteses: "antigamente", quando se exercia uma FC, você fazia jus a 70% dela. Mas quando se incorporava 1/5 de uma FC, era o valor INTEGRAL da FC à época. Hoje, a FC é integral e ponto final - e os valores eram diferentes, ok?)

    Quando as incorporações foram extintas, a rubrica "Quintos/Décimos" tornou-se Vantagem Pessoal Nominal Individual - VPNI.

    Vamos relembrar que o cara também fez jus aos anuênios (extintos em 1997 ou 1998, salvo engano). Então, um cara que tem 30 anos de casa hoje faria jus a 11 anuênios (11% do VB).

    Eu não achei quais os valores das FCs em 1997, mas sei que uma FC5 em 2002 era de R$ 3.400,43. Vamos supor que, em 1997, ela fosse de R$ 2.500, OK?

    Então, tá... Hoje, esse técnico C13 tem:

    VB + GAJ + VPNI + Anuênios: R$ 3.564,43 + R$ 3.207,98 + R$ 2.500,00 + R$ 392,08 = R$ 9.664,49.

    Sim, sem contar FC/CJ que possa exercer atualmente, AQ, adicional de treinamento (os 3%), etc.

    Agora, supondo um técnico C13 sem VPNI e sem anuênio: R$ 6.772,41.

    Sim, NOVAMENTE: sem contar FC/CJ que possa exercer atualmente, AQ, adicional de treinamento (os 3%), etc.

    Diferença entre um e outro? R$ 2.892,08. Uma diferença de 42%.

    Com o PLC 28/2015 aprovado (rezemos!), os valores daquele primeiro técnico seriam:

    R$ 6.772,41 + R$ 6095,17 + R$ 2.500 + R$ 392,08 = R$ 15.759,66

    Já o segundo técnico, sem VPNI nem anuênio, receberia R$ 12.867,58. Uma diferença de 22%.

    E se, HIPOTETICAMENTE, o PLC 28 fosse magicamente (SIM, DEPENDE DE MÁGICA) transformado em subsídio, fazendo com que o vencimento de um técnico C13 fosse de R$ 14.688,06 (Técnico 13, Classe B, Nível de Capacitação II, conforme proposta da Anata)?

    O técnico com VPNI/anuênio teria um reajuste de 52%. O técnico sem VPNI/anuênio teria um reajuste de 117%. E a diferença entre eles? 0%.

    Agora pergunta pro técnico C13 com VPNI/anuênio se ele prefere receber R$ 15.759,66 ou R$ 14.688,06. E pergunta pros sindicatos qual o melhor modelo remuneratório.

    Sim, eu usei como exemplo os técnicos. Pode usar os analistas, com os mesmos dados. O resultado não será diferente.

    E foi assim que TODO o imbróglio em 2010 começou...
    Mojo Jojo
    Mojo Jojo
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Jarbas
    Mensagens : 741
    Reputação : 21
    Data de inscrição : 30/03/2011
    Localização : Brasília

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Mojo Jojo Sex 05 Jun 2015, 5:35 am

    Assim como um colega conseguiu fazer um repórter se retratar, creio que deveríamos encher o saco desse jornalista para mostrar-lhe que dessa ilha da fantasia do STJ e de TODOS os demais ramos do PJU há muito os servidores já não fazem parte.

    AQUI O LINK DA REPORTAGEM: [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação]
    AQUI A RESPOSTA DE QUEM CAGA E ANDA PARA O SERVIDOR DO JUDICIÁRIO: [É necessário estar registrado e conectado para poderes ver esta hiperligação] ; com vcs, sua excelência o senhor ministro Francisco Falcão, Presidente do STJ

    Cara-de-pau esse FF. Sei, 33 ministros julgando mais de 350.000 processos por ano. Como assim justificar os atrasados com aumento do número de julgados???!!! Cadê a minha parte dessa bolada? E a sua?

    :guy:

    É por isso que somos vistos como marajas pela opinião pública. Tá na hora de mudarmos isso. Levamos a fama da Casa Grande mas somos Senazala!!! Então que fique bem claro para esse jornalista que somos senzala.

    SINDJUS-DF, cadê vc, meu filho?

    what
    alefh04
    alefh04
    Novo Usuário

    Mensagens : 27
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 18/11/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por alefh04 Sex 05 Jun 2015, 8:18 am

    Já que foi aberto um tópico específico para isso, vou também dar minha opinião: como já disse em outras oportunidades, desde sempre apoio a ideia do subsídio. Para quem é mais antigo no fórum, como eu (o ano de 2014 é apenas o dessa minha atual assinatura, acompanho essa discussão desde 2009), vale lembrar que quando o mamute original (PL 6613) estava em debate na Câmara Federal, lá pelos idos de 2010, a ministra do planejamento foi chamada para uma audiência pública.

    Se não estou enganado, foi na CTASP. A famigerada Miriam Belchior, hoje na CEF, afirmou que se o projeto 6613 fosse aprovado, na época, haveria um número muito grande de servidores do judiciário que passsaria do teto remuneratório. Dizia que, naquele momento, eram cerca de 500 servidores acima do teto, como o projeto 6613 esse número ultrapassaria 5.000 servidores.

    Trazendo para hoje essa discussão, creio ser possível prever que com o "mamute turbinado" aconteceria a mesma coisa, podendo o impacto ser até pior.

    Por isso, além de achar o subsídio mais seguro (leva tudo para a aposentadoria) e mais justo (diminui as distorções), entendo que a questão do impacto financeiro, somado à limitação remuneratória, cria as bases do discurso de defesa da contraproposta do subsídio.

    Reconheço que se essa discussão, de alguma maneira, puder comprometer possivel acerto para a aprovação dos PLCs 28 e 41, é claro que eu prefiro tocar o barco como ele está. Mas se nos for exigida alguma moeda de troca para aprovação do aumento salarial (rebaixar valores e aumentar o prazo), não tenho dúvida de que terá chegada a hora de por o subsídio na mesa.

    Admiro a persistência do colega Vander, contra tudo e contra todos, na defesa de uma ideia. É impossível enumerar a quantidade de acusações que já lhe fizeram, mas não desistiu.

    Por fim, caso passem os PLCs 28 e 41 exatamente como estão (ou com pequenas mudanças), julgo que o mais recomendável é iniciar imediatamente uma séria discussão interna, no judiciário e no MPU, para que enfim, sobre os novos valores remuneratórios, seja feita a conversão dos nossos salários para o subsídio. Haverá menor resistência, pois todos já terão garantido o seu aumento salarial. É como penso.

    É isso.
    alefh04
    alefh04
    Novo Usuário

    Mensagens : 27
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 18/11/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por alefh04 Sex 05 Jun 2015, 8:39 am

    Sigma, trabalho há nove anos no MPF, por consequência, sem incorporação. Sou chefe de uma pequena seção e meus três subordinados encarnam exatamente o exemplo que você citou: ganham o dobro do meu salário e sem o mesmo nível de responsabilidade que eu tenho hoje.

    Quando se começava a falar em subsídio, os caras viravam bicho: era um absurdo um servidor que chegou muito depois deles ganhar a mesma coisa, só por que estão no final da carreira. Diziam mesmo que preferiam ganhar menos do que ver um novato ganhando igual. Meus argumentos não foram convincentes para eles.

    Porém, passados alguns anos, ouvi da boca dessas próprias pessoas que agora "até preferiam o subsídio". Qual o porquê da mudança: simples! Ficaram morrendo de medo quando o STF julgou a extinção dos quintos, o que também podia atingi-los em parte.

    Entretanto, como a modulação daquele julgamento ainda não saiu e talvez seja menos drástica do que se mostrava, penso que esses meus colegas "incorporadões" até tenham recuado no apoio ao subsídio.

    Nesse ponto, também dou crédito ao discurso do colega Vander, ao afirmar que se a modulação pegar muitos incorporados eles tenderão a mudar de opinião. A resistência ao subsídio irá arrefecer.

    É isso.


    Sigma escreveu:
    Fhighlander escreveu:
    Sigma escreveu:E os sorteados de hoje ao grande prêmio de 3 dias no mundo normal são:

    "Sem Frescura" e "De novo???".

    Parabéns, queridos! Smile

    Sigma, agora que a turma noiada se foi, me explica aquela parada lá da turma que é ninja e já recebe uns 30k com a aprovação do subsídio.

    Senhordeustodopoderoso, vamos lá... #2010feelings

    Pra começar, servidor com 30k mensais é exceção da exceção, beleza? Smile

    Também é justo relembrar que o salário na década de 90 era, para usar de um pouco de eufemismo, uma piada. Então era muito comum que a grande maioria dos servidores tivessem FC's, ou fizessem um rodízio (o que existe até hoje) das FC's.

    À época, quando você exercia ininterruptamente uma FC por 1 ano (salvo engano, informação passível de correção), você incorporava 1/5 da FC. Quando, em 1997 acabaram com isso, havia gente que estava "no meio do caminho". Então converteram a parada de "quintos" para "décimos", para que as pessoas tivessem 7/10 (3 anos e meio), ou 9/10 (4 anos e meio).

    Tá, mas o que é "incorporação"? Bem, era assim: você foi chefe/assessor, tinha FC, então você era um cara bão pacas, então, você merecia ter 1/5 do valor da FC incorporado no teu salário (ou seja, "a mais"). Se uma FC valesse R$ 1000,00 e você a exerceu por 1 ano, então tinha direito a 1/5 dessa FC, mas SOMENTE DEPOIS que não tivesse usufruindo mais da FC.

    Vamos pegar um exemplo hipotético... Vamos supor um técnico com uns 30 anos de "casa"...

    O cara exerceu FC5 por um bom tempo então suponhamos também que ele tenha incorporado 5 quintos de um FC5.

    (breve parênteses: "antigamente", quando se exercia uma FC, você fazia jus a 70% dela. Mas quando se incorporava 1/5 de uma FC, era o valor INTEGRAL da FC à época. Hoje, a FC é integral e ponto final - e os valores eram diferentes, ok?)

    Quando as incorporações foram extintas, a rubrica "Quintos/Décimos" tornou-se Vantagem Pessoal Nominal Individual - VPNI.

    Vamos relembrar que o cara também fez jus aos anuênios (extintos em 1997 ou 1998, salvo engano). Então, um cara que tem 30 anos de casa hoje faria jus a 11 anuênios (11% do VB).

    Eu não achei quais os valores das FCs em 1997, mas sei que uma FC5 em 2002 era de R$ 3.400,43. Vamos supor que, em 1997, ela fosse de R$ 2.500, OK?

    Então, tá... Hoje, esse técnico C13 tem:

    VB + GAJ + VPNI + Anuênios: R$ 3.564,43 + R$ 3.207,98 + R$ 2.500,00 + R$ 392,08 = R$ 9.664,49.

    Sim, sem contar FC/CJ que possa exercer atualmente, AQ, adicional de treinamento (os 3%), etc.

    Agora, supondo um técnico C13 sem VPNI e sem anuênio: R$ 6.772,41.

    Sim, NOVAMENTE: sem contar FC/CJ que possa exercer atualmente, AQ, adicional de treinamento (os 3%), etc.

    Diferença entre um e outro? R$ 2.892,08. Uma diferença de 42%.

    Com o PLC 28/2015 aprovado (rezemos!), os valores daquele primeiro técnico seriam:

    R$ 6.772,41 + R$ 6095,17 + R$ 2.500 + R$ 392,08 = R$ 15.759,66

    Já o segundo técnico, sem VPNI nem anuênio, receberia R$ 12.867,58. Uma diferença de 22%.

    E se, HIPOTETICAMENTE, o PLC 28 fosse magicamente (SIM, DEPENDE DE MÁGICA) transformado em subsídio, fazendo com que o vencimento de um técnico C13 fosse de R$ 14.688,06 (Técnico 13, Classe B, Nível de Capacitação II, conforme proposta da Anata)?

    O técnico com VPNI/anuênio teria um reajuste de 52%. O técnico sem VPNI/anuênio teria um reajuste de 117%. E a diferença entre eles? 0%.

    Agora pergunta pro técnico C13 com VPNI/anuênio se ele prefere receber R$ 15.759,66 ou R$ 14.688,06. E pergunta pros sindicatos qual o melhor modelo remuneratório.

    Sim, eu usei como exemplo os técnicos. Pode usar os analistas, com os mesmos dados. O resultado não será diferente.

    E foi assim que TODO o imbróglio em 2010 começou...
    jotajota
    jotajota
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 408
    Reputação : 81
    Data de inscrição : 17/03/2015

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por jotajota Sex 05 Jun 2015, 10:28 am

    Fico imaginando os caras que tem aposentadoria limitada ao teto do inss, daqui a uns 10 anos, se fossem maioria, iriam achar absurdo os "antigões" que não tem esta limitação, e iriam querer que os "privilegiados" que entraram antes da criação do funpresp também se aposentem com base do teto... O que dirão estas mesmas pessoas que atualmente defendem a "igualdade"? Duvido que pelo menos 90% delas aceitasse o argumento de que todos são iguais e que os direitos que elas haviam adquirido somente por ter ingressado mais cedo no serviço público fossem "imorais"...
    Oziris
    Oziris
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 627
    Reputação : 102
    Data de inscrição : 24/12/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Oziris Sex 05 Jun 2015, 10:34 am

    Simples: faça com que em 5 anos ele ganhe ao menos uns 90% do subsidio dos ministros...hehe

    Duvido que ele saia, agora produtividade, ai é outra história!

    Acho, como eu disse: ACHO, que a única forma de colocar produtividade no setor público é pegar os modelos das Soc. de Ecom. Mista e empresas privadas. Ou coloca uma espécie de Participação nos Lucros ou Resultados ou coloca uma parte do salário do cara vinculada a metas objetivas que só dependam dele para batê-las.

    Abs!

    Sigma escreveu:
    Sem Frescura escreveu:
    Sigma escreveu:
    Sem Frescura escreveu:Subsidio com boas tabelas + reducao de niveis + progressao a cada 6 meses: cheers

    kkkkkkkkkkkkk, para de sacanagem, velho. "reducao de niveis + progressao a cada 6 meses" é DESTRUIR a carreira.

    Vai destruir as carreiras por que, Sigma?

    Supondo 10 níveis, progressão a cada 6 meses:

    Como você pode manter um servidor plenamente dedicado a servir o Poder Judiciário da União sem uma perspectiva de crescimento vertical após 5 anos?
    Oziris
    Oziris
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 627
    Reputação : 102
    Data de inscrição : 24/12/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Oziris Sex 05 Jun 2015, 10:46 am

    A minha opinião: Não acho que os antigos devem perder suas incorporações. Afinal, eles pegaram uma época boa e conseguiram esses benefícios.

    O que eu acho injusto é esse benefício adquirido a mais de 15, 20 anos continuar sendo reajustado sendo que ele já foi excluído por lei. Ai é que está a injustiça da coisa: aumenta-se o salário de todos, mas alguns privilegiados consegue um aumento ainda maior, sendo que já ganham mais!.

    É a mesma questão dos aposentados que levaram CJ pra aposentadoria. Na minha humilde opinião, essas CJ's deveriam ter sido congeladas no momento em que o camarada levou ela pra aposentadoria e elas não deveriam sofrer nenhum reajuste, afinal de contas essa CJ "foi embora" junto com o servidor.

    No mais, não é preciso dar exemplo, pois o Sigma já o fez de forma bem clara e didática acima.

    jotajota escreveu:Fico imaginando os caras que tem aposentadoria limitada ao teto do inss, daqui a uns 10 anos, se fossem maioria, iriam achar absurdo os "antigões" que não tem esta limitação, e iriam querer que os "privilegiados" que entraram antes da criação do funpresp também se aposentem com base do teto... O que dirão estas mesmas pessoas que atualmente defendem a "igualdade"? Duvido que pelo menos 90% delas aceitasse o argumento de que todos são iguais e que os direitos que elas haviam adquirido somente por ter ingressado mais cedo no serviço público fossem "imorais"...
    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1971
    Reputação : 194
    Data de inscrição : 30/01/2015

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por euvoltei Sex 05 Jun 2015, 12:05 pm

    jotajota escreveu:Fico imaginando os caras que tem aposentadoria limitada ao teto do inss, daqui a uns 10 anos, se fossem maioria, iriam achar absurdo os "antigões" que não tem esta limitação, e iriam querer que os "privilegiados" que entraram antes da criação do funpresp também se aposentem com base do teto... O que dirão estas mesmas pessoas que atualmente defendem a "igualdade"? Duvido que pelo menos 90% delas aceitasse o argumento de que todos são iguais e que os direitos que elas haviam adquirido somente por ter ingressado mais cedo no serviço público fossem "imorais"...


    Funpresp é um grande tiro no escuro....


    Se: 1) Muito bem administrado; 2) servidor viver e contribuir por muito tempo,

    Pode render uma aposentadoria com muito dinheiro,...

    Mas,

    Se: 1) Mal administrado (como o fundo dos correiros); 2) Servidor tiver um infortúnio e contribuir por pouco tempo(por doença, acidente, etc)

    Vai viver de migalhas....


    Enfim, é um grande tiro no escuro, depende de muitas variáveis, aqui só citei duas os quais o servidor tem pouco ou nenhum controle....
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8804
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por darkshi Sex 05 Jun 2015, 2:18 pm

    Fhighlander escreveu:
    Sigma escreveu:E os sorteados de hoje ao grande prêmio de 3 dias no mundo normal são:

    "Sem Frescura" e "De novo???".

    Parabéns, queridos! Smile

    Sigma, agora que a turma noiada se foi, me explica aquela parada lá da turma que é ninja e já recebe uns 30k com a aprovação do subsídio.

    Na pratica e sem rodeios?
    O salário será congelado
    Aumento_do_Judiciário
    Aumento_do_Judiciário
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 120
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 21/05/2015

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Aumento_do_Judiciário Sex 05 Jun 2015, 2:28 pm

    Pq os sindicatos não investem em algo mais concreto?

    Progressão na carreira a cada 6 meses + jornada de 6h + possibilidade de advogar + 5% de AQ ?
    jotajota
    jotajota
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 408
    Reputação : 81
    Data de inscrição : 17/03/2015

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por jotajota Sex 05 Jun 2015, 2:39 pm

    [quote="Oziris"]
    O que eu acho injusto é esse benefício adquirido a mais de 15, 20 anos continuar sendo reajustado sendo que ele já foi excluído por lei. Ai é que está a injustiça da coisa: aumenta-se o salário de todos, mas alguns privilegiados consegue um aumento ainda maior, sendo que já ganham mais!.

    Os quintos estão congelados há um bom tempo. Cada vez o valor relativo deles é menor... Só o que aumenta ainda é o anuenio.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8804
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por darkshi Sex 05 Jun 2015, 2:41 pm

    E a galera que recebe anuênio considerável está aposentando. Por isto não acho mais o subsidio uma boa opção.
    Oziris
    Oziris
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 627
    Reputação : 102
    Data de inscrição : 24/12/2014

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Oziris Sex 05 Jun 2015, 3:00 pm

    Ou seja, se o cara tem 20% de anuênio, vai continuar ganhando 20% a mais no VB do que o resto, refletindo esses 20% nas demais rubricas...

    jotajota escreveu:
    Oziris escreveu:
    O que eu acho injusto é esse benefício adquirido a mais de 15, 20 anos continuar sendo reajustado sendo que ele já foi excluído por lei. Ai é que está a injustiça da coisa: aumenta-se o salário de todos, mas alguns privilegiados consegue um aumento ainda maior, sendo que já ganham mais!.

    Os quintos estão congelados há um bom tempo. Cada vez o valor relativo deles é menor... Só o que aumenta ainda é o anuenio.

    Conteúdo patrocinado

    Subsídio - Prós e Contras - Página 2 Empty Re: Subsídio - Prós e Contras

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 28 Out 2021, 4:52 am