PCS JÁ

PCS JÁ



    UNIÃO ENTRE MAGISTRADOS, PROCURADORES E SERVIDORES - UMA UTOPIA POSSÍVEL?

    euquerodignidade
    euquerodignidade
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 208
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 03/06/2015

    UNIÃO ENTRE MAGISTRADOS, PROCURADORES E SERVIDORES - UMA UTOPIA POSSÍVEL? Empty UNIÃO ENTRE MAGISTRADOS, PROCURADORES E SERVIDORES - UMA UTOPIA POSSÍVEL?

    Mensagem por euquerodignidade Sab 13 Jun 2015, 10:06 am

    O poder judiciário da UNIÃO  e o MPU são uma coisa só, se falarmos em termos de prestação jurisdicional. Cada um nas suas atribuições, cada um na sua missão. Mas são irmãos da mesma causa.

    O que se vê é um monstro comendo as próprias entranhas, a fim de saciar sua fome por dignidade salarial. De um lado, os magistrados e procuradores defendendo seus interesses - NOVA LOMAN - de outro, os servidores defendendo seu PCS.

    E se esse monstro descobrisse que tudo pode ser conquistado com união e sem apartheid entre as carreiras? Qual o resultado factível dessa união de forças?

    Imaginem: os magistrados querem a nova LOMAN. Certo que a chefia do pju e do mpu são deles, e eles possuem força; mas essa força tem seus limites, não se iludam. Imaginem um cenário onde os servidores se uniriam à causa dos magistrados, fazendo inclusive greve em defesa da nova LOMAN?

    O que há de errado na nova LOMAN? NADA !!!!! Cada carreira tem o direito de pleitear suas melhorias. Eu quero que um juiz ganhe 200.000,00 por mês. Assim como desejo remuneração digna para nós, servidores. Qual o problema de um servidor receber o teto constitucional?

    Agora, imaginem os magistrados com essa mesma mentalidade em relação a nós, servidores: magistrados aderindo à greve dos servidores, parando todo o poder judiciário. Será que assim conseguiríamos nossas reivindicações? Penso que SIM.

    É o monstro percebendo que comer as próprias entranhas não saciará sua fome.

    Se juízes, procuradores e servidores se unirem sempre, NENHUM poder neste país derruba as justas reivindicações das carreiras. Juiz e Procurador não trabalham sem servidores - e vice-versa, não se iludam.

    A dificuldade de difícil transposição é a conscientização das carreiras. É a conscientização de que esse apartheid de carreiras tem que acabar. Somente assim conseguiremos tudo aquilo que quisermos na nossa busca por dignidade na carreira. O dia em que os juizes e procuradores tiverem os servidores como aliados incondicionais, a casa do executivo cai.
    Sim - porque juiz não faz greve - MAS SERVIDOR FAZ, e pode fazer em apoio a eles.
    E juizes podem se aliar aos servidores, não fazendo audiências nem proferindo sentenças, despachos, etc.

    O monstro, enfim, se levantaria e diria: EU ESTOU VIVO E QUERO RESPEITO.

    Só uma viagem, só um devaneio - mas que devaneio bonito de se sonhar.
    Aguardo as pedradas, as considerações ponderadas - ou não, enfim, que venham as opiniões!

      Data/hora atual: Sab 27 Nov 2021, 2:42 pm