PCS JÁ

PCS JÁ



    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Sigma
    Sigma
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Analista Judiciário - Especialidade TI
    Mensagens : 5149
    Reputação : 136
    Data de inscrição : 08/07/2010
    Idade : 41
    Localização : Curitiba/PR

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Sigma Qui 02 Jul 2015, 7:24 pm

    Morena escreveu:
    Sigma escreveu:O silêncio do STF (leia-se Lewandowski e Amarildo) grita aos ouvidos.

    Lewandowski não está em Portugal? E o Amarildo, segundo se comentou aqui, está em férias.

    Lewandowski não estava em Portugal na terça e na quarta. Se foi hoje, não sei.

    E, sei lá: Amarildo de férias me parece ser uma sacanagem desgraçada.
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Sem Frescura Qui 02 Jul 2015, 7:25 pm

    Junior-RIO escreveu:[Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    A verdade por trás do que tem sido dito sobre o “aumento” dos servidores do Judiciário Federal

    O Sisejufe encaminhou nesta quinta-feira (2/7) uma nota à imprensa contestando as informações veiculadas nos últimos dias na mídia e tornado-as mais claras, com base em dados consistentes e confiáveis. Veja a nota abaixo:

    O Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no Estado do Rio de Janeiro (Sisejufe) esclarece que o conteúdo da nota divulgada pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) na última quarta-feira, 1º de julho, não é verdadeiro. O Supremo Tribunal Federal (STF), em documento recente, rebate o MPOG ao comprovar, através de tabelas comparativas, que as perdas salariais do funcionalismo do Judiciário Federal em 10 anos já superam os 49%. “Isso significa dizer que na última década o servidor do Judiciário perdeu metade do seu poder de compra. Nesse período, quanto aumentou a conta de luz? E as mensalidades escolares? O servidor não tem data-base, ou seja, reposição anual das perdas inflacionárias”, diz o presidente do Sisejufe, Valter Nogueira Alves.

    O último reajuste real da categoria ocorreu em 2006, quando um processo de recuperação da grande defasagem salarial do Judiciário frente às outras categorias dos servidores públicos federais estava sendo realizado.  No período de 2009 a 2012, diversas categorias do funcionalismo tiveram reajuste salarial enquanto os servidores do Judiciário Federal amargaram um congelamento salarial superior aos quatros anos, uma vez que o reajuste dado em 2006 e parcelado em dois anos, já não cobria perdas salariais anteriores, resultando em uma defasagem superior a 56%, naquela época.

    Ao longo de cinco anos, a categoria judiciária lutou para sair do congelamento de salários, reconhecido pelo Poder Judiciário por meio dos seus sucessivos presidentes. Depois do PLC 28/15 – que recuperaria as perdas salariais da categoria – ser aprovado por unanimidade no plenário do Senado Federal, no dia 30 de junho, o governo ameaça vetar a proposta em nome da política fiscal. E o mesmo não foi feito em relação ao seu próprio salário, de seus ministros e de parlamentares. O peso da recomposição salarial dos servidores do Judiciário Federal está dentro dos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e parcelado em três anos (2015, 2016 e 2017), não comprometendo em nada o ajuste fiscal do governo, tendo em vista que está nos limites do próprio orçamento do Poder Judiciário.

    O governo mente quanto diz que o projeto custará R$ 25,7 bilhões. A integralização do reajuste na folha de pagamento aumentará gradativamente até chegar a R$ 10,5 bilhões em 2018 e não cumulativamente como o MPOG sugere.  Sendo assim, a folha sobe em R$ 1,5 bilhão em 2015, em R$ 5,5 bilhões em 2016, em R$ 8,4 bilhões em 2017, chegando em 2018 com um aumento de R$ 10,5 bilhões.

    Outra mentira do governo é que o pessoal do Judiciário Federal recebe remuneração salarial acima dos quadros do Poder Executivo em todos os níveis. Outras categorias do Executivo possuem remunerações superiores a do Judiciário para cargos de igual grau de complexidade, tais como o Tribunal de Contas da União (TCU) e Controladoria Geral da União (CGU).

    Confira as tabelas abaixo e compare:

    tabela comparativa de salários


    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Agente da polícia federal é nível superior hoje em dia. Nao é?
    Blumenau
    Blumenau
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1003
    Reputação : 138
    Data de inscrição : 20/05/2015
    Idade : 55
    Localização : Blumenau/SC

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Blumenau Qui 02 Jul 2015, 7:27 pm

    alecspe escreveu:Poha é sério mesmo que ainda existem esquerdopatas defendendo o PT nesse fórum. Putz, é caso para a internação em hospício. Só pode ser lavagem cerebral no nível da sofrida pelo Theon Greyjoy de GoT. Por favor vão se tratar urgentemente.


    pô coxinha, sai da frente da TV !!! Laughing Laughing Laughing


    Última edição por Sigma em Qui 02 Jul 2015, 7:28 pm, editado 1 vez(es) (Motivo da edição : -25 pontos na barra de Respeito às Regras - Flood - Mensagem sem contexto com o tópico)
    Broda
    Broda
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 189
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 06/05/2011

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Broda Qui 02 Jul 2015, 7:27 pm

    Amarildo de férias?

    Foi pra geladeira?
    CRAZYKONG
    CRAZYKONG
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1000
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 20/06/2012

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por CRAZYKONG Qui 02 Jul 2015, 7:27 pm

    TCU é executivo? Ai mamaim...


    _________________
    "O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz sobre si a ruína." Provérbios 13:3
    netofragoso
    netofragoso
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 429
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 12/04/2011

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por netofragoso Qui 02 Jul 2015, 7:28 pm

    As mentiras sobre o reajuste dos servidores do Poder Judiciário
    2 de julho de 2015 Artigos, Atualidades, Direito 0 Comments 17
    por William Douglas

    Venho a público prestar esclarecimentos a respeito das inverdades que têm sido publicadas na imprensa a respeito da aprovação do PLC 28/2015, que repõe parte das perdas salariais dos seus servidores, há nove anos sem qualquer tipo de reajuste.

    Não se tratam de 25 bilhões, como está sendo noticiado, mas de 10 bilhões, referentes às perdas sofridas pelos servidores nos últimos nove anos. O reajuste, desta forma, não irá impactar o orçamento deste ano. A recomposição será paga em parcelas semestrais pelos próximos três anos, portanto o impacto não será total no orçamento de 2015, como se tem noticiado, mas diluído nos orçamentos dos próximos períodos fiscais, demonstrando nosso compromisso com o ajuste fiscal;
    Os servidores têm IR e Previdência descontados na fonte, o que, no caso do ajuste, reverterá aos cofres públicos parte substancial desse montante;
    O Poder Judiciário é superavitário, contribuindo para a arrecadação mais do que gera em despesas com sua estrutura, em execuções fiscais e extrajudiciais, execução de verbas previdenciárias e custas judiciais;
    O Judiciário é um poder independente, autônomo (art. 99 da CF/88) e não pode ser tratado como um mero departamento do Poder Executivo;
    O PLC 28/2015 tramita desde de 2009 (sob outras numerações mas o pleito é o mesmo) e passou por todas as comissões pertinentes do Congresso Nacional;
    As carreiras do judiciário estão defasadas em comparação às suas análogas do Legislativo e do Executivo, causando grande evasão nos quadros;
    Não podemos permitir o sucateamento do Poder Judiciário, é uma questão de preservação da nossa democracia;
    Em 2006, o salário mínimo era de R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais) e hoje (2015) é R$788,00 (setecentos e oitenta e oito reais) representando um aumento de 125%. Neste mesmo período o reajuste nos salários dos servidores do PJU foi de 15,8%. Portanto está clara mais uma vez, nossa contribuição para o ajuste fiscal do país, e para a diminuição das desigualdades sociais;
    9) Neste mesmo período a inflação média acumulada até 2015 (IPCA, dados do BC) foi de 56,03% (dados do IBGE);
    A remuneração dos servidores do PJU não se dá por subsídios. Ela é composta por salário base acrescido de gratificações e algumas vantagens que não acompanham o servidor na inatividade. Portanto, essa taxa de aumento veiculada é enganosa e não reflete a verdade;
    O valor de 78%, maliciosamente anunciado como se fosse para todos, é na verdade apenas para os Auxiliares Judiciários – carreira que está em extinção e para a qual não há mais concurso. Este reajuste maior que a média dos demais visa corrigir uma injustiça antiga, pois realizam o mesmo trabalho dos técnicos ganhando muito menos. Basta olhar a tabela para ver que a maior parte dos reajustes é menor;
    Esse aumento vem acompanhado de um aumento equivalente em relação aos valores pagos pelos servidores a título de imposto de renda (IR) e PSS o que fará com que a média de aumento, em dezembro de 2017, esteja entre 28% e 35% do atual salário líquido dos servidores, ou seja, em média, o servidor receberá 33% a mais do que recebia em 2006, período do último aumento concedido. Não é preciso ser um gênio em matemática para inferir que isso significa em 11 anos, um aumento anual de 3%, percentual que está longe de superar a inflação do período que, teve como índice mais baixo, verificado em 2007, 2.998%;
    Lembre-se que esses planos de reajuste salariais só existem pela falta de uma base de dados anual para a correção dos salários da categoria;
    Usar o argumento de que “o momento não é favorável” não se sustenta. O PL tramita desde 2009. Em 2010 a taxa de crescimento do Brasil foi de 7,6%. Porque não foi concedido o aumento então?
    Neste mesmo período o salário da Presidente da República evoluiu 248% partindo de R$8.900,00, em 2006, para R$ 30.900,00 em 2015. Querer que os servidores aceitem e se contentem com aumento de 21,3%, para o mesmo período, é no mínimo imoral;
    Outros esclarecimentos podem ser vistos na Nota Técnica do Supremo Tribunal Federal, autor do PLC 28/15.
    Os servidores não estão pleiteando aumento, mas reivindicando reposição inflacionária, conforme especificado no art. 37, X da CF. Eles não foram os causadores dos problemas econômicos do País, mas, ao contrário de outras carreiras e do fundo partidário, não tiveram os reajustes devidos;
    A forma como o governo/Executivo está anunciando a pretensa necessidade do veto coloca a Sociedade contra os servidores e o Poder Judiciário, gerando uma animosidade desnecessária e baseada em premissas falsas.
    Em suma, os servidores são essenciais para a prestação da tutela jurisdicional e não podem ser tratados como pretende a Presidência da República e a liderança do PT no Senado.

    O veto anunciado é injusto e imoral, além de ser baseado em inverdades, posto que ignora os vários anos sem os reajustes devidos.

    Se o veto vier, espero que o Congresso Nacional não permita essa maldade contra quem é indispensável para a tarefa de se fazer Justiça.
    alecspe
    alecspe
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1532
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 07/11/2014

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por alecspe Qui 02 Jul 2015, 7:28 pm

    Blumenau escreveu:
    alecspe escreveu:Poha é sério mesmo que ainda existem esquerdopatas defendendo o PT nesse fórum. Putz, é caso para a internação em hospício. Só pode ser lavagem cerebral no nível da sofrida pelo Theon Greyjoy de GoT. Por favor vão se tratar urgentemente.


    pô coxinha, sai da frente da TV !!! Laughing Laughing Laughing

    Primeiro Theon Greyjoy identificado.

    Próximo!!!!!


    Última edição por Sigma em Qui 02 Jul 2015, 7:29 pm, editado 1 vez(es) (Motivo da edição : -25 pontos na barra de Respeito às Regras - Flood - Mensagem sem contexto com o tópico)
    AnalistaTrabalhista
    AnalistaTrabalhista
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 1398
    Reputação : 81
    Data de inscrição : 01/06/2015
    Localização : São Paulo

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por AnalistaTrabalhista Qui 02 Jul 2015, 7:30 pm

    netofragoso escreveu:As mentiras sobre o reajuste dos servidores do Poder Judiciário
    2 de julho de 2015 Artigos, Atualidades, Direito  0 Comments 17
    por William Douglas

    Venho a público prestar esclarecimentos a respeito das inverdades que têm sido publicadas na imprensa a respeito da aprovação do PLC 28/2015, que repõe parte das perdas salariais dos seus servidores, há nove anos sem qualquer tipo de reajuste.

    Não se tratam de 25 bilhões, como está sendo noticiado, mas de 10 bilhões, referentes às perdas sofridas pelos servidores nos últimos nove anos. O reajuste, desta forma, não irá impactar o orçamento deste ano. A recomposição será paga em parcelas semestrais pelos próximos três anos, portanto o impacto não será total no orçamento de 2015, como se tem noticiado, mas diluído nos orçamentos dos próximos períodos fiscais, demonstrando nosso compromisso com o ajuste fiscal;
    Os servidores têm IR e Previdência descontados na fonte, o que, no caso do ajuste, reverterá aos cofres públicos parte substancial desse montante;
    O Poder Judiciário é superavitário, contribuindo para a arrecadação mais do que gera em despesas com sua estrutura, em execuções fiscais e extrajudiciais, execução de verbas previdenciárias e custas judiciais;
    O Judiciário é um poder independente, autônomo (art. 99 da CF/88) e não pode ser tratado como um mero departamento do Poder Executivo;
    O PLC 28/2015 tramita desde de 2009 (sob outras numerações mas o pleito é o mesmo) e passou por todas as comissões pertinentes do Congresso Nacional;
    As carreiras do judiciário estão defasadas em comparação às suas análogas do Legislativo e do Executivo, causando grande evasão nos quadros;
    Não podemos permitir o sucateamento do Poder Judiciário, é uma questão de preservação da nossa democracia;
    Em 2006, o salário mínimo era de R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais) e hoje (2015) é R$788,00 (setecentos e oitenta e oito reais) representando um aumento de 125%. Neste mesmo período o reajuste nos salários dos servidores do PJU foi de 15,8%. Portanto está clara mais uma vez, nossa contribuição para o ajuste fiscal do país, e para a diminuição das desigualdades sociais;
    9) Neste mesmo período a inflação média acumulada até 2015 (IPCA, dados do BC) foi de 56,03% (dados do IBGE);
    A remuneração dos servidores do PJU não se dá por subsídios. Ela é composta por salário base acrescido de gratificações e algumas vantagens que não acompanham o servidor na inatividade. Portanto, essa taxa de aumento veiculada é enganosa e não reflete a verdade;
    O valor de 78%, maliciosamente anunciado como se fosse para todos, é na verdade apenas para os Auxiliares Judiciários – carreira que está em extinção e para a qual não há mais concurso. Este reajuste maior que a média dos demais visa corrigir uma injustiça antiga, pois realizam o mesmo trabalho dos técnicos ganhando muito menos. Basta olhar a tabela para ver que a maior parte dos reajustes é menor;
    Esse aumento vem acompanhado de um aumento equivalente em relação aos valores pagos pelos servidores a título de imposto de renda (IR) e PSS o que fará com que a média de aumento, em dezembro de 2017, esteja entre 28% e 35% do atual salário líquido dos servidores, ou seja, em média, o servidor receberá 33% a mais do que recebia em 2006, período do último aumento concedido. Não é preciso ser um gênio em matemática para inferir que isso significa em 11 anos, um aumento anual de 3%, percentual que está longe de superar a inflação do período que, teve como índice mais baixo, verificado em 2007, 2.998%;
    Lembre-se que esses planos de reajuste salariais só existem pela falta de uma base de dados anual para a correção dos salários da categoria;
    Usar o argumento de que “o momento não é favorável” não se sustenta. O PL tramita desde 2009. Em 2010 a taxa de crescimento do Brasil foi de 7,6%. Porque não foi concedido o aumento então?
    Neste mesmo período o salário da Presidente da República evoluiu 248% partindo de R$8.900,00, em 2006, para R$ 30.900,00 em 2015. Querer que os servidores aceitem e se contentem com aumento de 21,3%, para o mesmo período, é no mínimo imoral;
    Outros esclarecimentos podem ser vistos na Nota Técnica do Supremo Tribunal Federal, autor do PLC 28/15.
    Os servidores não estão pleiteando aumento, mas reivindicando reposição inflacionária, conforme especificado no art. 37, X da CF. Eles não foram os causadores dos problemas econômicos do País, mas, ao contrário de outras carreiras e do fundo partidário, não tiveram os reajustes devidos;
    A forma como o governo/Executivo está anunciando a pretensa necessidade do veto coloca a Sociedade contra os servidores e o Poder Judiciário, gerando uma animosidade desnecessária e baseada em premissas falsas.
    Em suma, os servidores são essenciais para a prestação da tutela jurisdicional e não podem ser tratados como pretende a Presidência da República e a liderança do PT no Senado.

    O veto anunciado é injusto e imoral, além de ser baseado em inverdades, posto que ignora os vários anos sem os reajustes devidos.

    Se o veto vier, espero que o Congresso Nacional não permita essa maldade contra quem é indispensável para a tarefa de se fazer Justiça.

    like like like like like
    CRAZYKONG
    CRAZYKONG
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 1000
    Reputação : 30
    Data de inscrição : 20/06/2012

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por CRAZYKONG Qui 02 Jul 2015, 7:30 pm

    Sigma escreveu:
    Morena escreveu:
    Sigma escreveu:O silêncio do STF (leia-se Lewandowski e Amarildo) grita aos ouvidos.

    Lewandowski não está em Portugal? E o Amarildo, segundo se comentou aqui, está em férias.

    Lewandowski não estava em Portugal na terça e na quarta. Se foi hoje, não sei.

    E, sei lá: Amarildo de férias me parece ser uma sacanagem desgraçada.

    Ele não tava de férias há uns três meses?

    Essas férias dele são estrategicamente marcadas então!


    _________________
    "O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz sobre si a ruína." Provérbios 13:3
    Sem Frescura
    Sem Frescura
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3056
    Reputação : 408
    Data de inscrição : 13/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Sem Frescura Qui 02 Jul 2015, 7:30 pm

    comedordepequi escreveu:
    Sem Frescura escreveu:[Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Por favor, colega, explique-se.

    Normalmente, consigo entender as mensagens, mas não foi o caso da sua.

    Um abraço.

    Páginas e páginas de reclamação e pouca informação sobre o PL
    aumentoja
    aumentoja
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 231
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 05/09/2011

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por aumentoja Qui 02 Jul 2015, 7:31 pm

    Morena escreveu:
    aumentoja escreveu:
    Lord Sith escreveu:
    TRF1/MG escreveu:A única coisa que não entendo é quando comentam o desgaste da Dilma em vetar. Desgaste com quem? O povo vai aplaudir. O STF tá controlado. Juro que não entendo.

    Se mobilizarmos os.parlamentares via e-mail, reunioes em Gabinete, reunioes nos Estados, e o PT perceber que vai ficar sozinho na historia da derrubada ela nao vai vetar sob pena de ver outros vetos derrubados. A saida mais diplomatica eh vetar os dois primeiros incisos e o.lewa mandar um.novo.PL reescalonando as outras 4 parcelas para jan/jul 2016-17.

    Aqui no ES já estamos agendando audiência com TODOS os deputados federais. Pessoal agora mesmo falando com o assessor de um deles. Vamos a luta pessoal. Se mobilizem para fazer o mesmo em seus Estados. O Governo já designou o Michel Temer para convencer os DEPUTADOS a não derrubar o veto. Não vamos dar um dia de descanso para essa corja. Eles precisam sentir que o VETO tem reais chances de ser DERRUBADO. Aí a chefe da quadrilha vai ter que pensar muito bem antes de pegar aquela caneta maldita dela.
    se possível também conseguir que os desembargadores, juízes também intercedam a nosso favor. Se o STF está dominado pelo PT, isso não significa que os demais tribunais estejam, não?
    Que eles convençam o Temer que o melhor é sancionar, para que se arriscar com uma derrubada de veto?

    Começamos a fazer isso também. No TRE, já foi protocolada carta de agradecimento do Presidente e Membros pelo apoio e pedido para encaminhem ofício à Presidência da República solicitando a sansão do projeto. Será feito o mesmo, no âmbito da Justiça do Trabalho e Justiça Federal.
    comedordepequi
    comedordepequi
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 190
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 06/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por comedordepequi Qui 02 Jul 2015, 7:31 pm

    CRAZYKONG escreveu:TCU é executivo? Ai mamaim...

    Analista da Receita: além da nomenclatura, foi mudada a exigência para nível superior (por sinal, a estratégia deles é uma ótima sugestão para adoção no PJU, após o PLC 28).

    Por acaso (a vida é repleta deles), o Sisejufe não é o do Ponciano?
    comedordepequi
    comedordepequi
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 190
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 06/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por comedordepequi Qui 02 Jul 2015, 7:33 pm

    Como sofrimento pouco é bobagem, vou assistir agora o jogo do Goiás.... Very Happy  Very Happy  Very Happy  Very Happy  Very Happy  Very Happy

    Um abraço.


    Última edição por Sigma em Qui 02 Jul 2015, 7:34 pm, editado 1 vez(es) (Motivo da edição : -25 pontos na barra de Respeito às Regras - Flood)
    Lord Sith
    Lord Sith
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2138
    Reputação : 91
    Data de inscrição : 25/05/2012

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Lord Sith Qui 02 Jul 2015, 7:33 pm

    Excelente iniciativa do pessoal do ES se em todos os Estados fizerem o mesmo o resultado pode ser surpreendente!

    aumentoja escreveu:
    Lord Sith escreveu:
    TRF1/MG escreveu:A única coisa que não entendo é quando comentam o desgaste da Dilma em vetar. Desgaste com quem? O povo vai aplaudir. O STF tá controlado. Juro que não entendo.

    Se mobilizarmos os.parlamentares via e-mail, reunioes em Gabinete, reunioes nos Estados, e o PT perceber que vai ficar sozinho na historia da derrubada ela nao vai vetar sob pena de ver outros vetos derrubados. A saida mais diplomatica eh vetar os dois primeiros incisos e o.lewa mandar um.novo.PL reescalonando as outras 4 parcelas para jan/jul 2016-17.

    Aqui no ES já estamos agendando audiência com TODOS os deputados federais. Pessoal agora mesmo falando com o assessor de um deles. Vamos a luta pessoal. Se mobilizem para fazer o mesmo em seus Estados. O Governo já designou o Michel Temer para convencer os DEPUTADOS a não derrubar o veto. Não vamos dar um dia de descanso para essa corja. Eles precisam sentir que o VETO tem reais chances de ser DERRUBADO. Aí a chefe da quadrilha vai ter que pensar muito bem antes de pegar aquela caneta maldita dela.
    eded
    eded
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 128
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 11/06/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por eded Qui 02 Jul 2015, 7:36 pm

    Greve neles ...
    EU QUERO VER O OCO
    netofragoso
    netofragoso
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : AJAJ
    Mensagens : 429
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 12/04/2011

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por netofragoso Qui 02 Jul 2015, 7:37 pm

    Governo apresentará contraproposta ao Judiciário em até três semanas
    THAIS BILENKY
    DE NOVA YORK

    02/07/2015 18h37
    Compartilhar134
    Ouvir o texto
    Mais opções
    O ministro Nelson Barbosa (Planejamento) disse que apresentará contraproposta de reajuste dos servidores do Judiciário entre duas e três semanas.

    O plano é que a negociação chegue a um acordo antes de terminar o prazo para o veto da presidente Dilma Rousseff.

    O governo recomendou um reajuste de 21,3% ao longo de quatro anos a partir de 2016 para os servidores do Executivo. Usará o mesmo valor como base no diálogo com o Judiciário, cujos servidores querem aumentos de até 79%. O governo disse que vetará esse valor.

    "Não é compatível com a realidade econômica brasileira", afirmou. "Não é adequado que a sociedade brasileira destine parcela maior de sua renda para os servidores. Com a mesma parcela já é possível ter aumento", disse Barbosa nesta quinta-feira (2), em Nova York.

    O ministro participou de mais uma rodada de reuniões com investidores americanos para vender o pacote de infraestrutura do Brasil.

    Cada Poder elabora o próprio projeto de lei com o reajuste para o próximo ano. O de 2016 deverá ser enviado ao Congresso até meado de agosto.

    Barbosa negou que a proposta de reajuste do Judiciário tenha sido resultado de pouca negociação. E argumentou que "há tempo para construir essa decisão. Nós continuamos o nosso esforço".
    Correr Atrás
    Correr Atrás
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1472
    Reputação : 103
    Data de inscrição : 06/07/2010
    Localização : RIO DE JANEIRO

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Correr Atrás Qui 02 Jul 2015, 7:40 pm

    Como eu disse, os sindicatos saíram da mesa.
    Amarildo agora não deve mais dar satisfação.
    Vão negociar algo sem nosso conhecimento e tentar enfiar goela abaixo.
    A categoria decidiu comprar uma briga pelo PLC 28/15.
    Agora, pra ser coerente, tem que brigar pra derrubar o veto.
    Não quero ouvir o nome do Amarildo. Não quero cálculo de reajuste na GaJ.
    A categoria que apoiou ir pra briga. Não me venham com mimimi querendo acordo.
    avatar
    GDJ
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 525
    Reputação : 11
    Data de inscrição : 18/11/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por GDJ Qui 02 Jul 2015, 7:41 pm

    Sem Frescura escreveu:
    Junior-RIO escreveu:[Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    A verdade por trás do que tem sido dito sobre o “aumento” dos servidores do Judiciário Federal

    O Sisejufe encaminhou nesta quinta-feira (2/7) uma nota à imprensa contestando as informações veiculadas nos últimos dias na mídia e tornado-as mais claras, com base em dados consistentes e confiáveis. Veja a nota abaixo:

    O Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no Estado do Rio de Janeiro (Sisejufe) esclarece que o conteúdo da nota divulgada pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) na última quarta-feira, 1º de julho, não é verdadeiro. O Supremo Tribunal Federal (STF), em documento recente, rebate o MPOG ao comprovar, através de tabelas comparativas, que as perdas salariais do funcionalismo do Judiciário Federal em 10 anos já superam os 49%. “Isso significa dizer que na última década o servidor do Judiciário perdeu metade do seu poder de compra. Nesse período, quanto aumentou a conta de luz? E as mensalidades escolares? O servidor não tem data-base, ou seja, reposição anual das perdas inflacionárias”, diz o presidente do Sisejufe, Valter Nogueira Alves.

    O último reajuste real da categoria ocorreu em 2006, quando um processo de recuperação da grande defasagem salarial do Judiciário frente às outras categorias dos servidores públicos federais estava sendo realizado.  No período de 2009 a 2012, diversas categorias do funcionalismo tiveram reajuste salarial enquanto os servidores do Judiciário Federal amargaram um congelamento salarial superior aos quatros anos, uma vez que o reajuste dado em 2006 e parcelado em dois anos, já não cobria perdas salariais anteriores, resultando em uma defasagem superior a 56%, naquela época.

    Ao longo de cinco anos, a categoria judiciária lutou para sair do congelamento de salários, reconhecido pelo Poder Judiciário por meio dos seus sucessivos presidentes. Depois do PLC 28/15 – que recuperaria as perdas salariais da categoria – ser aprovado por unanimidade no plenário do Senado Federal, no dia 30 de junho, o governo ameaça vetar a proposta em nome da política fiscal. E o mesmo não foi feito em relação ao seu próprio salário, de seus ministros e de parlamentares. O peso da recomposição salarial dos servidores do Judiciário Federal está dentro dos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e parcelado em três anos (2015, 2016 e 2017), não comprometendo em nada o ajuste fiscal do governo, tendo em vista que está nos limites do próprio orçamento do Poder Judiciário.

    O governo mente quanto diz que o projeto custará R$ 25,7 bilhões. A integralização do reajuste na folha de pagamento aumentará gradativamente até chegar a R$ 10,5 bilhões em 2018 e não cumulativamente como o MPOG sugere.  Sendo assim, a folha sobe em R$ 1,5 bilhão em 2015, em R$ 5,5 bilhões em 2016, em R$ 8,4 bilhões em 2017, chegando em 2018 com um aumento de R$ 10,5 bilhões.

    Outra mentira do governo é que o pessoal do Judiciário Federal recebe remuneração salarial acima dos quadros do Poder Executivo em todos os níveis. Outras categorias do Executivo possuem remunerações superiores a do Judiciário para cargos de igual grau de complexidade, tais como o Tribunal de Contas da União (TCU) e Controladoria Geral da União (CGU).

    Confira as tabelas abaixo e compare:

    tabela comparativa de salários


    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Agente da polícia federal é nível superior hoje em dia. Nao é?

    Analista da RFB também. Aliás, o subsidio inicial dos auditores da RFB é maior: 15743,64. O inicial dos analistas da RFB é 9256,42. E dos servidores das carreiras de gestão governamental é 15.003,70.
    avatar
    lulupeteca
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 89
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 06/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por lulupeteca Qui 02 Jul 2015, 7:42 pm

    netofragoso escreveu:Governo apresentará contraproposta ao Judiciário em até três semanas
    THAIS BILENKY
    DE NOVA YORK

    02/07/2015  18h37
    Compartilhar134
    Ouvir o texto
    Mais opções
    O ministro Nelson Barbosa (Planejamento) disse que apresentará contraproposta de reajuste dos servidores do Judiciário entre duas e três semanas.

    O plano é que a negociação chegue a um acordo antes de terminar o prazo para o veto da presidente Dilma Rousseff.

    O governo recomendou um reajuste de 21,3% ao longo de quatro anos a partir de 2016 para os servidores do Executivo. Usará o mesmo valor como base no diálogo com o Judiciário, cujos servidores querem aumentos de até 79%. O governo disse que vetará esse valor.

    "Não é compatível com a realidade econômica brasileira", afirmou. "Não é adequado que a sociedade brasileira destine parcela maior de sua renda para os servidores. Com a mesma parcela já é possível ter aumento", disse Barbosa nesta quinta-feira (2), em Nova York.

    O ministro participou de mais uma rodada de reuniões com investidores americanos para vender o pacote de infraestrutura do Brasil.

    Cada Poder elabora o próprio projeto de lei com o reajuste para o próximo ano. O de 2016 deverá ser enviado ao Congresso até meado de agosto.

    Barbosa negou que a proposta de reajuste do Judiciário tenha sido resultado de pouca negociação. E argumentou que "há tempo para construir essa decisão. Nós continuamos o nosso esforço".



    Duas a três semanas p apresentar os mesmos 21,3%?
    Realmente, eles estão tomando algum alucinógeno p,divulgar uma notícia dessas!
    E a gente...
    PCS-JA
    PCS-JA
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2284
    Reputação : 134
    Data de inscrição : 15/05/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por PCS-JA Qui 02 Jul 2015, 7:43 pm

    netofragoso escreveu:Governo apresentará contraproposta ao Judiciário em até três semanas
    THAIS BILENKY
    DE NOVA YORK

    02/07/2015  18h37
    Compartilhar134
    Ouvir o texto
    Mais opções
    O ministro Nelson Barbosa (Planejamento) disse que apresentará contraproposta de reajuste dos servidores do Judiciário entre duas e três semanas.

    O plano é que a negociação chegue a um acordo antes de terminar o prazo para o veto da presidente Dilma Rousseff.

    O governo recomendou um reajuste de 21,3% ao longo de quatro anos a partir de 2016 para os servidores do Executivo. Usará o mesmo valor como base no diálogo com o Judiciário, cujos servidores querem aumentos de até 79%. O governo disse que vetará esse valor.

    "Não é compatível com a realidade econômica brasileira", afirmou. "Não é adequado que a sociedade brasileira destine parcela maior de sua renda para os servidores. Com a mesma parcela já é possível ter aumento", disse Barbosa nesta quinta-feira (2), em Nova York.

    O ministro participou de mais uma rodada de reuniões com investidores americanos para vender o pacote de infraestrutura do Brasil.

    Cada Poder elabora o próprio projeto de lei com o reajuste para o próximo ano. O de 2016 deverá ser enviado ao Congresso até meado de agosto.

    Barbosa negou que a proposta de reajuste do Judiciário tenha sido resultado de pouca negociação. E argumentou que "há tempo para construir essa decisão. Nós continuamos o nosso esforço".


    ______________-

    AS MENTIRAS SOBRE O REAJUSTE DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO

    Venho a público prestar esclarecimentos a respeito das inverdades que têm sido publicadas na imprensa a respeito da aprovação do PLC 28/2015, que repõe parte das perdas salariais dos seus servidores, há nove anos sem qualquer tipo de reajuste.

    1) Não se tratam de 25 bilhões, como está sendo noticiado, mas de 10 bilhões, referentes às perdas sofridas pelos servidores nos últimos nove anos. O reajuste, desta forma, não irá impactar o orçamento deste ano. A recomposição será paga em parcelas semestrais pelos próximos três anos, portanto o impacto não será total no orçamento de 2015, como se tem noticiado, mas diluído nos orçamentos dos próximos períodos fiscais, demonstrando nosso compromisso com o ajuste fiscal;

    2) Os servidores têm IR e Previdência descontados na fonte, o que, no caso do ajuste, reverterá aos cofres públicos parte substancial desse montante ;

    3) O Poder Judiciário é superavitário, contribuindo para a arrecadação mais do que gera em despesas com sua estrutura, em execuções fiscais e extrajudiciais, execução de verbas previdenciárias e custas judiciais;

    4) O Judiciário é um poder independente, autônomo (art. 99 da CF/88) e não pode ser tratado como um mero departamento do Poder Executivo;

    5) O PLC 28/2015 tramita desde de 2009 (sob outras numerações mas o pleito é o mesmo) e passou por todas as comissões pertinentes do Congresso Nacional;

    6) As carreiras do judiciário estão defasadas em comparação às suas análogas do Legislativo e do Executivo, causando grande evasão nos quadros;

    7) Não podemos permitir o sucateamento do Poder Judiciário, é uma questão de preservação da nossa democracia.

    Cool Em 2006, o salário mínimo era de R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais) e hoje (2015) é R$788,00 (setecentos e oitenta e oito reais) representando um aumento de 125%. Neste mesmo período o reajuste nos salários dos servidores do PJU foi de 15,8%. Portanto está clara mais uma vez, nossa contribuição para o ajuste fiscal do país, e para a diminuição das desigualdades sociais.

    9) Neste mesmo período a inflação média acumulada até 2015 (IPCA, dados do BC) foi de 56,03% (dados do IBGE);

    10) A remuneração dos servidores do PJU não se dá por subsídios. Ela é composta por salário base acrescido de gratificações e algumas vantagens que não acompanham o servidor na inatividade. Portanto, essa taxa de aumento veiculada é enganosa e não reflete a verdade;

    11) O valor de 78%, maliciosamente anunciado como se fosse para todos, é na verdade apenas para os Auxiliares Judiciários – carreira que está em extinção e para a qual não há mais concurso. Este reajuste maior que a média dos demais visa corrigir uma injustiça antiga, pois realizam o mesmo trabalho dos técnicos ganhando muito menos. Basta olhar a tabela para ver que a maior parte dos reajustes é menor.

    12) Esse aumento vem acompanhado de um aumento equivalente em relação aos valores pagos pelos servidores a título de imposto de renda (IR) e PSS o que fará com que a média de aumento, em dezembro de 2017, esteja entre 28% e 35% do atual salário líquido dos servidores, ou seja, em média, o servidor receberá 33% a mais do que recebia em 2006, período do último aumento concedido. Não é preciso ser um gênio em matemática para inferir que isso significa em 11 anos, um aumento anual de 3%, percentual que está longe de superar a inflação do período que, teve como índice mais baixo, verificado em 2007, 2.998%.

    13) Lembre-se que esses planos de reajuste salariais só existem pela falta de uma base de dados anual para a correção dos salários da categoria;

    14) Usar o argumento de que “o momento não é favorável” não se sustenta. O PL tramita desde 2009. Em 2010 a taxa de crescimento do Brasil foi de 7,6%. Porque não foi concedido o aumento então?

    15) Neste mesmo período o salário da Presidente da República evoluiu 248% partindo de R$8.900,00, em 2006, para R$ 30.900,00 em 2015. Querer que os servidores aceitem e se contentem com aumento de 21,3%, para o mesmo período, é no mínimo imoral;

    16) Outros esclarecimentos podem ser vistos na Nota Técnica do Supremo Tribunal Federal, autor do PLC 28/15 em [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    17) Os servidores não estão pleiteando aumento, mas reivindicando reposição inflacionária, conforme especificado no art. 37, X da CF. Eles não foram os causadores dos problemas econômicos do País, mas, ao contrário de outras carreiras e do fundo partidário, não tiveram os reajustes devidos;

    18) A forma como o governo/Executivo está anunciando a pretensa necessidade do veto coloca a Sociedade contra os servidores e o Poder Judiciário, gerando uma animosidade desnecessária e baseada em premissas falsas.

    Em suma, os servidores são essenciais para a prestação da tutela jurisdicional e não podem ser tratados como pretende a Presidência da República e a liderança do PT no Senado.
    O veto anunciado é injusto e imoral, além de ser baseado em inverdades, posto que ignora os vários anos sem os reajustes devidos.
    Se o veto vier, espero que o Congresso Nacional não permita essa maldade contra quem é indispensável para a tarefa de se fazer Justiça.”

    * William Douglas é juiz federal, professor e escritor. Mestre em Direito e Pós-graduado em Políticas Públicas e Governo.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8806
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por darkshi Qui 02 Jul 2015, 7:45 pm

    lulupeteca escreveu:
    netofragoso escreveu:Governo apresentará contraproposta ao Judiciário em até três semanas
    THAIS BILENKY
    DE NOVA YORK

    02/07/2015  18h37
    Compartilhar134
    Ouvir o texto
    Mais opções
    O ministro Nelson Barbosa (Planejamento) disse que apresentará contraproposta de reajuste dos servidores do Judiciário entre duas e três semanas.

    O plano é que a negociação chegue a um acordo antes de terminar o prazo para o veto da presidente Dilma Rousseff.

    O governo recomendou um reajuste de 21,3% ao longo de quatro anos a partir de 2016 para os servidores do Executivo. Usará o mesmo valor como base no diálogo com o Judiciário, cujos servidores querem aumentos de até 79%. O governo disse que vetará esse valor.

    "Não é compatível com a realidade econômica brasileira", afirmou. "Não é adequado que a sociedade brasileira destine parcela maior de sua renda para os servidores. Com a mesma parcela já é possível ter aumento", disse Barbosa nesta quinta-feira (2), em Nova York.

    O ministro participou de mais uma rodada de reuniões com investidores americanos para vender o pacote de infraestrutura do Brasil.

    Cada Poder elabora o próprio projeto de lei com o reajuste para o próximo ano. O de 2016 deverá ser enviado ao Congresso até meado de agosto.

    Barbosa negou que a proposta de reajuste do Judiciário tenha sido resultado de pouca negociação. E argumentou que "há tempo para construir essa decisão. Nós continuamos o nosso esforço".



    Duas a três semanas p apresentar os mesmos 21,3%?
    Realmente, eles estão tomando algum alucinógeno p,divulgar uma notícia dessas!
    E a gente...

    É desespero para nos desmobilizar.
    Sabem que se mantivermos mobilizados poderemos derrubar o veto de Dilma.
    eded
    eded
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 128
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 11/06/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por eded Qui 02 Jul 2015, 7:47 pm

    Galera... Não pode falar em acordo. .. nosso foco é sancionar.. senão pasaamos a construir a derrubada do veto... temos força prs isso...
    grazi
    grazi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 511
    Reputação : 135
    Data de inscrição : 07/07/2010
    Localização : PGR

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por grazi Qui 02 Jul 2015, 7:47 pm

    Cara larga a mão de defender este Partido do cão, qualquer boneco de posto é melhor que o PT pra gente, não é porque são bonzinhos não, ninguém é, mas o PT é o partido duas caras, finge que apoia servidor público, mas na verdade só pensa em seus projetos de poder, não percebeu isto até agora, pelo amor de Deus.

    Blumenau escreveu:
    comedordepequi escreveu:
    drhoff escreveu:
    WFONTANE escreveu:

    Rapaz, ninguém gosta de funcionário público. Nem PT, nem PSDB, nem PMDB, e nem qualquer outro "P" que você queira escolher. Mas o fato é que o STF é presidido, vice-presidido, corrigido e gerenciado por pessoas indicadas pelo PT. A fidelidade deles é maior com o partido que com a gente, que é funcionário de carreira. É maior até que a responsabilidade que eles têm como representantes de outro Poder.  Se o Aécio tivesse ganho, acho que o nosso PL já tinha saído. Não pq ele é bonzinho, mas, pq o STF não ia dar mole para ele.  Duvido que se fosse o Aécio na presidência o Lewa estaria quietinho, querendo fazer acordo, pedindo para adiar votação. Ia querer é o PL na íntegra e sem parcelamento. Só teria parcelamento pq o Aécio ia pedir. Hj nós estamos nas mãos de pessoas que estão comprometidas entre si e não com suas responsabilidades, funcionários, etc.
    Sei lá. Minha opinião. Posso até estar errado.


    Visão da realidade, pois com tanto ministro PETRALIHISTA NO STF, iriam dar pancada no PSDB, ai eu queria ver AÉCIO VETAR...

    Fora isso, tenho certeza que o PL seria aprovado em tempo recorde, antes do mandato do Aécio se iniciar.

    Até nisso a alternância de poder é saudável.


    Para ver como as opiniões podem ser diferentes, concordo em parte contigo, nenhum P gosta de funcionário de carreira, gostam dos cargos para estacionar os amigos, companheiros, cabos eleitorais, amantes (já conheci alguns casos rsrsr) etc...

    Só discordo no caso do Aécio, se tivesse ganho a proposta seria de ZERO %, pregam estado mínimo, onde servidor é despesa e despesa se corta.

    então ficamos assim, os que deviam  (em tese) nos defender nos traem e os que não gostam da gente, por interesse próprio nos defendem !!!

    estamos muito FUUUU mesmo !!

    resta as categorias a união e a greve !!!

    LUTEM !!!




    Última edição por Sigma em Qui 02 Jul 2015, 7:50 pm, editado 1 vez(es) (Motivo da edição : -25 pontos na barra de Respeito às Regras - Flood - Mensagem sem contexto com o tópico)
    alecspe
    alecspe
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1532
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 07/11/2014

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por alecspe Qui 02 Jul 2015, 7:49 pm

    Correr Atrás escreveu:Como eu disse, os sindicatos saíram da mesa.
    Amarildo agora não deve mais dar satisfação.
    Vão negociar algo sem nosso conhecimento e tentar enfiar goela abaixo.
    A categoria decidiu comprar uma briga pelo PLC 28/15.
    Agora, pra ser coerente, tem que brigar pra derrubar o veto.
    Não quero ouvir o nome do Amarildo. Não quero cálculo de reajuste na GaJ.
    A categoria que apoiou ir pra briga.  Não me venham com mimimi querendo acordo.

    Cara vc já foi coerente. O que vc deseja com essas suas mensagens afinal????

    Há um PL de aumento enviado pelo STF. Está tramitando conforme o processo legislativo. Agora fica com esse papo de que vão negociar sem nosso conhecimento. Diga desde quando eles negociam com a participação dos servidores? Por favor nos diga quando a cúpula se preocupou com a categoria?

    O PLC foi aprovado em plenário. Agora a luta é pela sanção e, se for o caso, derrubada de veto mesmo. Todos vêm dizendo isso nesse fórum desde o dia em que foi aprovado. Vc não está contando novidade alguma.

    Faz parte da vida vencer ou perder. Se houver veto e for mantido, viva o PT! Repito vc acredita mesmo que nossa vida seria melhor se não fosse aprovado o PL?

    Sinceramente, não consigo entender essa sua postagem. Talvez eu que seja burro e todos entendam e até concordem né, vai saber.


    Última edição por alecspe em Qui 02 Jul 2015, 7:51 pm, editado 1 vez(es)
    Beholder
    Beholder
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 76
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 03/06/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Beholder Qui 02 Jul 2015, 7:49 pm

    Fiz uma tabela, com valores aproximados, para auxiliar a visualização dos gastos com cada inciso do art. 2.o do PLC28...

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    mpuh
    mpuh
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 141
    Reputação : 5
    Data de inscrição : 03/09/2012

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por mpuh Qui 02 Jul 2015, 7:52 pm

    De antemão aviso que NÃO é trollagem!!

    Quase não posto e NÃO tenho motivos pra inventar nada {sou, como todos, parte interessada (ainda, pois aguardo nomeação em carreira TOP aqui em Brasilia) e sofrida nesse 'imbróglio' todo).

    Nâo sou ligado a partido político algum, não exerço nenhuma função ligada à ADM mas trabalho em local onde TODOS, MEMBROS e servidores, inevitavelmente, ACEDEM, VEZ POR OUTRA.

    A fonte do relato abaixo é, além de estar diretamente envolvida com a cúplula, +que confiável.. Infelizmente, porém, não tenho autorização de expor nada além do que segue:

    Estava ao telefone com uma pessoa (acreditem se quiserem, mas ouvi do próprio!) do MP (ele me ligou pra outro assunto que nada tinha que ver com esse nosso suplício todo) e, no decorrer da conversa, me "soltou" essa:
    . essa reunião do PGR hoje foi e faz parte de teatro "necessário".. (isso, no fundo, no fundo, já sabíamos..)
    . existe entendimento e "ACERTO" (ipsis literi) de que SERÁ DISPONIBILIZADO (nao foi claro se por MP, ou substitutivo - "..tudo está sendo devidamente gestado..") montante que abarque reajuste REAL final de 45%, mas parece, infelizmente, em 4 anos mesmo (não especificou se na GAMPU, se vb+gampu, se rubrica nova - estudos estão correndo).
    . o 'silêncio' dos chefes do MP/PJ é compasso de espera ante os caminhos que o PEx seguirá nas próximas semanas.. ("..e pra poeira assentar um pouco também..")

    Não tenho motivos pra duvidar do que ouvi (até pq nem havia perguntado nada). Muito menos pra estar sendo "trollado"... A "fonte" não tem esse perfil, DEFINITIVAMNETE.

    Enfim, foi o que soube.

    Boa noite a todos.

    ps.: o PGR está, sim, em franca 'campanha' pra sua recondução. Se é bom ou ruim, '"a ver, pois"....
    Morena
    Morena
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2812
    Reputação : 653
    Data de inscrição : 01/06/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Morena Qui 02 Jul 2015, 7:53 pm

    aumentoja escreveu:
    Morena escreveu:
    aumentoja escreveu:
    Lord Sith escreveu:

    Se mobilizarmos os.parlamentares via e-mail, reunioes em Gabinete, reunioes nos Estados, e o PT perceber que vai ficar sozinho na historia da derrubada ela nao vai vetar sob pena de ver outros vetos derrubados. A saida mais diplomatica eh vetar os dois primeiros incisos e o.lewa mandar um.novo.PL reescalonando as outras 4 parcelas para jan/jul 2016-17.

    Aqui no ES já estamos agendando audiência com TODOS os deputados federais. Pessoal agora mesmo falando com o assessor de um deles. Vamos a luta pessoal. Se mobilizem para fazer o mesmo em seus Estados. O Governo já designou o Michel Temer para convencer os DEPUTADOS a não derrubar o veto. Não vamos dar um dia de descanso para essa corja. Eles precisam sentir que o VETO tem reais chances de ser DERRUBADO. Aí a chefe da quadrilha vai ter que pensar muito bem antes de pegar aquela caneta maldita dela.
    se possível também conseguir que os desembargadores, juízes também intercedam a nosso favor. Se o STF está dominado pelo PT, isso não significa que os demais tribunais estejam, não?
    Que eles convençam o Temer que o melhor é sancionar, para que se arriscar com uma derrubada de veto?

    Começamos a fazer isso também. No TRE, já foi protocolada carta de agradecimento do Presidente e Membros pelo apoio e pedido para encaminhem ofício à Presidência da República solicitando a sansão do projeto. Será feito o mesmo, no âmbito da Justiça do Trabalho e Justiça Federal.

    like
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8806
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por darkshi Qui 02 Jul 2015, 7:54 pm

    alecspe escreveu:
    Correr Atrás escreveu:Como eu disse, os sindicatos saíram da mesa.
    Amarildo agora não deve mais dar satisfação.
    Vão negociar algo sem nosso conhecimento e tentar enfiar goela abaixo.
    A categoria decidiu comprar uma briga pelo PLC 28/15.
    Agora, pra ser coerente, tem que brigar pra derrubar o veto.
    Não quero ouvir o nome do Amarildo. Não quero cálculo de reajuste na GaJ.
    A categoria que apoiou ir pra briga.  Não me venham com mimimi querendo acordo.

    Cara vc já foi coerente. O que vc deseja com essas suas mensagens afinal????

    Há um PL de aumento enviado pelo STF. Está tramitando conforme o processo legislativo. Agora fica com esse papo de que vão negociar sem nosso conhecimento. Diga desde quando eles negociam com a participação dos servidores? Por favor nos diga quando a cúpula se preocupou com a categoria?

    O PLC foi aprovado em plenário. Agora a luta é pela sanção e, se for o caso, derrubada de veto mesmo. Todos vêm dizendo isso nesse fórum desde o dia em que foi aprovado. Vc não está contando novidade alguma.

    Faz parte da vida vencer ou perder. Se houver veto e for mantido, viva o PT! Repito vc acredita mesmo que nossa vida seria melhor se não fosse aprovado o PL?

    Sinceramente, não consigo entender essa sua postagem. Talvez eu que seja burro e todos entendam e até concordem né, vai saber.

    Pelo o que eu me lembre, o Correr Atrás é petista.
    Morena
    Morena
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2812
    Reputação : 653
    Data de inscrição : 01/06/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Morena Qui 02 Jul 2015, 7:55 pm

    alecspe escreveu:
    Correr Atrás escreveu:Como eu disse, os sindicatos saíram da mesa.
    Amarildo agora não deve mais dar satisfação.
    Vão negociar algo sem nosso conhecimento e tentar enfiar goela abaixo.
    A categoria decidiu comprar uma briga pelo PLC 28/15.
    Agora, pra ser coerente, tem que brigar pra derrubar o veto.
    Não quero ouvir o nome do Amarildo. Não quero cálculo de reajuste na GaJ.
    A categoria que apoiou ir pra briga.  Não me venham com mimimi querendo acordo.

    Cara vc já foi coerente. O que vc deseja com essas suas mensagens afinal????

    Há um PL de aumento enviado pelo STF. Está tramitando conforme o processo legislativo. Agora fica com esse papo de que vão negociar sem nosso conhecimento. Diga desde quando eles negociam com a participação dos servidores? Por favor nos diga quando a cúpula se preocupou com a categoria?

    O PLC foi aprovado em plenário. Agora a luta é pela sanção e, se for o caso, derrubada de veto mesmo. Todos vêm dizendo isso nesse fórum desde o dia em que foi aprovado. Vc não está contando novidade alguma.

    Faz parte da vida vencer ou perder. Se houver veto e for mantido, viva o PT! Repito vc acredita mesmo que nossa vida seria melhor se não fosse aprovado o PL?

    Sinceramente, não consigo entender essa sua postagem. Talvez eu que seja burro e todos entendam e até concordem né, vai saber.
    like like like
    Tchê
    Tchê
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 510
    Reputação : 71
    Data de inscrição : 23/12/2014

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Tchê Qui 02 Jul 2015, 7:55 pm

    netofragoso escreveu:Governo apresentará contraproposta ao Judiciário em até três semanas
    THAIS BILENKY
    DE NOVA YORK

    02/07/2015  18h37
    Compartilhar134
    Ouvir o texto
    Mais opções
    O ministro Nelson Barbosa (Planejamento) disse que apresentará contraproposta de reajuste dos servidores do Judiciário entre duas e três semanas.

    O plano é que a negociação chegue a um acordo antes de terminar o prazo para o veto da presidente Dilma Rousseff.

    O governo recomendou um reajuste de 21,3% ao longo de quatro anos a partir de 2016 para os servidores do Executivo. Usará o mesmo valor como base no diálogo com o Judiciário, cujos servidores querem aumentos de até 79%. O governo disse que vetará esse valor.

    "Não é compatível com a realidade econômica brasileira", afirmou. "Não é adequado que a sociedade brasileira destine parcela maior de sua renda para os servidores. Com a mesma parcela já é possível ter aumento", disse Barbosa nesta quinta-feira (2), em Nova York.

    O ministro participou de mais uma rodada de reuniões com investidores americanos para vender o pacote de infraestrutura do Brasil.

    Cada Poder elabora o próprio projeto de lei com o reajuste para o próximo ano. O de 2016 deverá ser enviado ao Congresso até meado de agosto.

    Barbosa negou que a proposta de reajuste do Judiciário tenha sido resultado de pouca negociação. E argumentou que "há tempo para construir essa decisão. Nós continuamos o nosso esforço".

    O que ele quis dizer com isso ? Apenas reafirmar os 21% ?
    RUN PCS, RUN!
    RUN PCS, RUN!
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 69
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 01/06/2015
    Localização : TRE-CE

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por RUN PCS, RUN! Qui 02 Jul 2015, 7:55 pm

    Não sei se já falaram, mas aqui no Ceará os servidores da Justiça Eleitoral e da Justiça Federal decidiram em assembleia permanecer em greve por tempo indeterminado. Na JE foi praticamente unanimidade.

    A notícia que chegou sobre a Justiça do Trabalho daqui é que retornaram para a realização de paralizações diárias, uma vez que só tinha deflagrado greve até o dia 30/06.

    Nessa luta contra Dilma, STF, mídia... só greve e pressão salvam. determ
    Correr Atrás
    Correr Atrás
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Cargo : ANALISTA
    Mensagens : 1472
    Reputação : 103
    Data de inscrição : 06/07/2010
    Localização : RIO DE JANEIRO

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Correr Atrás Qui 02 Jul 2015, 7:56 pm

    alecspe escreveu:
    Correr Atrás escreveu:Como eu disse, os sindicatos saíram da mesa.
    Amarildo agora não deve mais dar satisfação.
    Vão negociar algo sem nosso conhecimento e tentar enfiar goela abaixo.
    A categoria decidiu comprar uma briga pelo PLC 28/15.
    Agora, pra ser coerente, tem que brigar pra derrubar o veto.
    Não quero ouvir o nome do Amarildo. Não quero cálculo de reajuste na GaJ.
    A categoria que apoiou ir pra briga.  Não me venham com mimimi querendo acordo.

    Cara vc já foi coerente. O que vc deseja com essas suas mensagens afinal????

    Há um PL de aumento enviado pelo STF. Está tramitando conforme o processo legislativo. Agora fica com esse papo de que vão negociar sem nosso conhecimento. Diga desde quando eles negociam com a participação dos servidores? Por favor nos diga quando a cúpula se preocupou com a categoria?

    O PLC foi aprovado em plenário. Agora a luta é pela derrubada de veto mesmo. Todos vêm dizendo isso nesse fórum desde o dia em que foi aprovado. Vc não está contando novidade alguma.

    Faz parte da vida vencer ou perder. Se houver veto e for mantido, viva o PT! Repito vc acredita mesmo que nossa vida seria melhor se não fosse aprovado o PL?

    Sinceramente, não consigo entender essa sua postagem. Talvez eu que seja burro e todos entendam e até concordem né, vai saber.

    Acho que quase ninguém vai entender.
    Não por burrice.
    Inclusive vou parar de postar esse tipo de mensagem pois já deu pra perceber que o que vejo quase ninguém vê.
    Vou tentar acompanhar o fórum sem postar pra não encher mais o saco da galera.
    Boa sorte pra gente.
    Papa Mike em QRU
    Papa Mike em QRU
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Soldadinho amarelo
    Mensagens : 798
    Reputação : 17
    Data de inscrição : 21/05/2012
    Localização : Crateús - CE

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Papa Mike em QRU Qui 02 Jul 2015, 7:57 pm

    Tchê escreveu:
    netofragoso escreveu:Governo apresentará contraproposta ao Judiciário em até três semanas
    THAIS BILENKY
    DE NOVA YORK

    02/07/2015  18h37
    Compartilhar134
    Ouvir o texto
    Mais opções
    O ministro Nelson Barbosa (Planejamento) disse que apresentará contraproposta de reajuste dos servidores do Judiciário entre duas e três semanas.

    O plano é que a negociação chegue a um acordo antes de terminar o prazo para o veto da presidente Dilma Rousseff.

    O governo recomendou um reajuste de 21,3% ao longo de quatro anos a partir de 2016 para os servidores do Executivo. Usará o mesmo valor como base no diálogo com o Judiciário, cujos servidores querem aumentos de até 79%. O governo disse que vetará esse valor.

    "Não é compatível com a realidade econômica brasileira", afirmou. "Não é adequado que a sociedade brasileira destine parcela maior de sua renda para os servidores. Com a mesma parcela já é possível ter aumento", disse Barbosa nesta quinta-feira (2), em Nova York.

    O ministro participou de mais uma rodada de reuniões com investidores americanos para vender o pacote de infraestrutura do Brasil.

    Cada Poder elabora o próprio projeto de lei com o reajuste para o próximo ano. O de 2016 deverá ser enviado ao Congresso até meado de agosto.

    Barbosa negou que a proposta de reajuste do Judiciário tenha sido resultado de pouca negociação. E argumentou que "há tempo para construir essa decisão. Nós continuamos o nosso esforço".

    O que ele quis dizer com isso ? Apenas reafirmar os 21% ?

    Quem não percebeu que não tem contraproposta nenhuma?
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Convidado Qui 02 Jul 2015, 7:59 pm

    Junior-RIO escreveu:http://sisejufe.org.br/wprs/2015/07/a-verdade-por-tras-do-que-tem-sido-dito-sobre-o-aumento-dos-servidores-do-judiciario-federal/

    A verdade por trás do que tem sido dito sobre o “aumento” dos servidores do Judiciário Federal

    O Sisejufe encaminhou nesta quinta-feira (2/7) uma nota à imprensa contestando as informações veiculadas nos últimos dias na mídia e tornado-as mais claras, com base em dados consistentes e confiáveis. Veja a nota abaixo:

    O Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no Estado do Rio de Janeiro (Sisejufe) esclarece que o conteúdo da nota divulgada pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) na última quarta-feira, 1º de julho, não é verdadeiro. O Supremo Tribunal Federal (STF), em documento recente, rebate o MPOG ao comprovar, através de tabelas comparativas, que as perdas salariais do funcionalismo do Judiciário Federal em 10 anos já superam os 49%. “Isso significa dizer que na última década o servidor do Judiciário perdeu metade do seu poder de compra. Nesse período, quanto aumentou a conta de luz? E as mensalidades escolares? O servidor não tem data-base, ou seja, reposição anual das perdas inflacionárias”, diz o presidente do Sisejufe, Valter Nogueira Alves.

    O último reajuste real da categoria ocorreu em 2006, quando um processo de recuperação da grande defasagem salarial do Judiciário frente às outras categorias dos servidores públicos federais estava sendo realizado.  No período de 2009 a 2012, diversas categorias do funcionalismo tiveram reajuste salarial enquanto os servidores do Judiciário Federal amargaram um congelamento salarial superior aos quatros anos, uma vez que o reajuste dado em 2006 e parcelado em dois anos, já não cobria perdas salariais anteriores, resultando em uma defasagem superior a 56%, naquela época.

    Ao longo de cinco anos, a categoria judiciária lutou para sair do congelamento de salários, reconhecido pelo Poder Judiciário por meio dos seus sucessivos presidentes. Depois do PLC 28/15 – que recuperaria as perdas salariais da categoria – ser aprovado por unanimidade no plenário do Senado Federal, no dia 30 de junho, o governo ameaça vetar a proposta em nome da política fiscal. E o mesmo não foi feito em relação ao seu próprio salário, de seus ministros e de parlamentares. O peso da recomposição salarial dos servidores do Judiciário Federal está dentro dos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e parcelado em três anos (2015, 2016 e 2017), não comprometendo em nada o ajuste fiscal do governo, tendo em vista que está nos limites do próprio orçamento do Poder Judiciário.

    O governo mente quanto diz que o projeto custará R$ 25,7 bilhões. A integralização do reajuste na folha de pagamento aumentará gradativamente até chegar a R$ 10,5 bilhões em 2018 e não cumulativamente como o MPOG sugere.  Sendo assim, a folha sobe em R$ 1,5 bilhão em 2015, em R$ 5,5 bilhões em 2016, em R$ 8,4 bilhões em 2017, chegando em 2018 com um aumento de R$ 10,5 bilhões.

    Outra mentira do governo é que o pessoal do Judiciário Federal recebe remuneração salarial acima dos quadros do Poder Executivo em todos os níveis. Outras categorias do Executivo possuem remunerações superiores a do Judiciário para cargos de igual grau de complexidade, tais como o Tribunal de Contas da União (TCU) e Controladoria Geral da União (CGU).

    Confira as tabelas abaixo e compare:

    tabela comparativa de salários


    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Tabela-comparativa-de-sal%C3%A1rios



    Aqui pra nós... Esse pessoal de sindicato sempre fala -----!

    Outro dia teve uma nota de um sindicato que foi postada aqui e continha um número relevante de erros.

    Agora esses caras mandam nota à imprensa colocando o TCU com sendo órgão do Executivo?????
    PCS-JA
    PCS-JA
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2284
    Reputação : 134
    Data de inscrição : 15/05/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por PCS-JA Qui 02 Jul 2015, 7:59 pm

    mpuh escreveu:De antemão aviso que NÃO é trollagem!!

    Quase não posto e NÃO tenho motivos pra inventar nada {sou, como todos, parte interessada (ainda, pois aguardo nomeação em carreira TOP aqui em Brasilia) e sofrida nesse 'imbróglio' todo).

    Nâo sou ligado a partido político algum, não exerço nenhuma função ligada à ADM mas trabalho em local onde TODOS, MEMBROS e servidores, inevitavelmente, ACEDEM, VEZ POR OUTRA.

    A fonte do relato abaixo é, além de estar diretamente envolvida com a cúplula, +que confiável.. Infelizmente, porém, não tenho autorização de expor nada além do que segue:

    Estava ao telefone com uma pessoa (acreditem se quiserem, mas ouvi do próprio!) do MP (ele me ligou pra outro assunto que nada tinha que ver com esse nosso suplício todo) e, no decorrer da conversa, me "soltou" essa:
    . essa reunião do PGR hoje foi e faz parte de teatro "necessário".. (isso, no fundo, no fundo, já sabíamos..)
    . existe entendimento e "ACERTO" (ipsis literi) de que SERÁ DISPONIBILIZADO (nao foi claro se por MP, ou substitutivo - "..tudo está sendo devidamente gestado..") montante que abarque reajuste REAL final de 45%, mas parece, infelizmente, em 4 anos mesmo (não especificou se na GAMPU, se vb+gampu, se rubrica nova - estudos estão correndo).
    . o 'silêncio' dos chefes do MP/PJ é compasso de espera ante os caminhos que o PEx seguirá nas próximas semanas.. ("..e pra poeira assentar um pouco também..")

    Não tenho motivos pra duvidar do que ouvi (até pq nem havia perguntado nada). Muito menos pra estar sendo "trollado"... A "fonte" não tem esse perfil, DEFINITIVAMNETE.

    Enfim, foi o que soube.

    Boa noite a todos.

    ps.: o PGR está, sim, em franca 'campanha' pra sua recondução. Se é bom ou ruim, '"a ver, pois"....

    ______

    com estes valores poderiam ressuscitar o PL 6613

    O projeto de lei N. 6613 que está na COM. DE FINANÇAS - TEM VALORES MUITO PRÓXIMO AOS INFORMADOS


    Será que vão ressucitar o PL 6.613?????


    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8806
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por darkshi Qui 02 Jul 2015, 7:59 pm

    Papa Mike em QRU escreveu:
    Tchê escreveu:
    netofragoso escreveu:Governo apresentará contraproposta ao Judiciário em até três semanas
    THAIS BILENKY
    DE NOVA YORK

    02/07/2015  18h37
    Compartilhar134
    Ouvir o texto
    Mais opções
    O ministro Nelson Barbosa (Planejamento) disse que apresentará contraproposta de reajuste dos servidores do Judiciário entre duas e três semanas.

    O plano é que a negociação chegue a um acordo antes de terminar o prazo para o veto da presidente Dilma Rousseff.

    O governo recomendou um reajuste de 21,3% ao longo de quatro anos a partir de 2016 para os servidores do Executivo. Usará o mesmo valor como base no diálogo com o Judiciário, cujos servidores querem aumentos de até 79%. O governo disse que vetará esse valor.

    "Não é compatível com a realidade econômica brasileira", afirmou. "Não é adequado que a sociedade brasileira destine parcela maior de sua renda para os servidores. Com a mesma parcela já é possível ter aumento", disse Barbosa nesta quinta-feira (2), em Nova York.

    O ministro participou de mais uma rodada de reuniões com investidores americanos para vender o pacote de infraestrutura do Brasil.

    Cada Poder elabora o próprio projeto de lei com o reajuste para o próximo ano. O de 2016 deverá ser enviado ao Congresso até meado de agosto.

    Barbosa negou que a proposta de reajuste do Judiciário tenha sido resultado de pouca negociação. E argumentou que "há tempo para construir essa decisão. Nós continuamos o nosso esforço".

    O que ele quis dizer com isso ? Apenas reafirmar os 21% ?

    Quem não percebeu que não tem contraproposta nenhuma?

    Pelo que eu fiquei sabendo, o STF até que está tentando, mas Dilma está negando tudo. Aparentemente ela vai impor 21% para todos os SPF.
    darkshi
    darkshi
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 8806
    Reputação : 248
    Data de inscrição : 14/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por darkshi Qui 02 Jul 2015, 8:01 pm

    FLUSÃO escreveu:Resumindo a fala do petista: mais café, mais reuniões e o mesmo índice dos demais SPF's.

    talmeida escreveu:
    Aroldo Rique escreveu:Sobre a questão do reajuste dos servidores do poder Judiciário, havia uma negociação em andamento, a pedido do presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, entre o Ministério do Planejamento e a Diretoria Administrativa do STF, sobre uma política específica de valorização dos servidores do Judiciário. Esse compromisso está mantido, mas terá que evoluir em articulação com o conjunto do funcionalismo público.

    Mercadante

    Tenho nojo desse cara!

    Acho ele o mais cínico de todos os PTralhas.

    Já existe uma lei aprovada e os Pu Tos  estão usando a mais velha tática da enrolação?

    Vão tomar na cabeça de novo.
    alecspe
    alecspe
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1532
    Reputação : 53
    Data de inscrição : 07/11/2014

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por alecspe Qui 02 Jul 2015, 8:01 pm

    Correr Atrás escreveu:
    alecspe escreveu:
    Correr Atrás escreveu:Como eu disse, os sindicatos saíram da mesa.
    Amarildo agora não deve mais dar satisfação.
    Vão negociar algo sem nosso conhecimento e tentar enfiar goela abaixo.
    A categoria decidiu comprar uma briga pelo PLC 28/15.
    Agora, pra ser coerente, tem que brigar pra derrubar o veto.
    Não quero ouvir o nome do Amarildo. Não quero cálculo de reajuste na GaJ.
    A categoria que apoiou ir pra briga.  Não me venham com mimimi querendo acordo.

    Cara vc já foi coerente. O que vc deseja com essas suas mensagens afinal????

    Há um PL de aumento enviado pelo STF. Está tramitando conforme o processo legislativo. Agora fica com esse papo de que vão negociar sem nosso conhecimento. Diga desde quando eles negociam com a participação dos servidores? Por favor nos diga quando a cúpula se preocupou com a categoria?

    O PLC foi aprovado em plenário. Agora a luta é pela derrubada de veto mesmo. Todos vêm dizendo isso nesse fórum desde o dia em que foi aprovado. Vc não está contando novidade alguma.

    Faz parte da vida vencer ou perder. Se houver veto e for mantido, viva o PT! Repito vc acredita mesmo que nossa vida seria melhor se não fosse aprovado o PL?

    Sinceramente, não consigo entender essa sua postagem. Talvez eu que seja burro e todos entendam e até concordem né, vai saber.

    Acho que quase ninguém vai entender.
    Não por burrice.
    Inclusive vou parar de postar esse tipo de mensagem pois já deu pra perceber que o que vejo quase ninguém vê.
    Vou tentar acompanhar o fórum sem postar pra não encher mais o saco da galera.
    Boa sorte pra gente.

    Ok, descobriu o problema, vc tem mais visão que os outros. É assim mesmo Einstein, Da Vinci, Michelangelo, Sócrates, Aristóteles, etc. com certeza já se sentiram como vc tbm. Abçs.
    Fontenelle
    Fontenelle
    Usuário Master
    Usuário Master

    Cargo : Analista Processual
    Mensagens : 758
    Reputação : 9
    Data de inscrição : 09/05/2011

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Fontenelle Qui 02 Jul 2015, 8:03 pm

    PCS-JA escreveu:
    mpuh escreveu:De antemão aviso que NÃO é trollagem!!

    Quase não posto e NÃO tenho motivos pra inventar nada {sou, como todos, parte interessada (ainda, pois aguardo nomeação em carreira TOP aqui em Brasilia) e sofrida nesse 'imbróglio' todo).

    Nâo sou ligado a partido político algum, não exerço nenhuma função ligada à ADM mas trabalho em local onde TODOS, MEMBROS e servidores, inevitavelmente, ACEDEM, VEZ POR OUTRA.

    A fonte do relato abaixo é, além de estar diretamente envolvida com a cúplula, +que confiável.. Infelizmente, porém, não tenho autorização de expor nada além do que segue:

    Estava ao telefone com uma pessoa (acreditem se quiserem, mas ouvi do próprio!) do MP (ele me ligou pra outro assunto que nada tinha que ver com esse nosso suplício todo) e, no decorrer da conversa, me "soltou" essa:
    . essa reunião do PGR hoje foi e faz parte de teatro "necessário".. (isso, no fundo, no fundo, já sabíamos..)
    . existe entendimento e "ACERTO" (ipsis literi) de que SERÁ DISPONIBILIZADO (nao foi claro se por MP, ou substitutivo - "..tudo está sendo devidamente gestado..") montante que abarque reajuste REAL final de 45%, mas parece, infelizmente, em 4 anos mesmo (não especificou se na GAMPU, se vb+gampu, se rubrica nova - estudos estão correndo).
    . o 'silêncio' dos chefes do MP/PJ é compasso de espera ante os caminhos que o PEx seguirá nas próximas semanas.. ("..e pra poeira assentar um pouco também..")

    Não tenho motivos pra duvidar do que ouvi (até pq nem havia perguntado nada). Muito menos pra estar sendo "trollado"... A "fonte" não tem esse perfil, DEFINITIVAMNETE.

    Enfim, foi o que soube.

    Boa noite a todos.

    ps.: o PGR está, sim, em franca 'campanha' pra sua recondução. Se é bom ou ruim, '"a ver, pois"....

    ______

    com estes valores poderiam ressuscitar o PL 6613

    O projeto de lei N. 6613 que está na COM. DE FINANÇAS - TEM VALORES MUITO PRÓXIMO AOS INFORMADOS


    Será que vão ressucitar o PL 6.613?????



    Se vc não está trolando, com certeza foi trolado. Very Happy
    eded
    eded
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 128
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 11/06/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por eded Qui 02 Jul 2015, 8:04 pm

    GREVE NELES

    Conteúdo patrocinado

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 - Página 2 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 06 Dez 2021, 11:46 pm