PCS JÁ

PCS JÁ



    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    euvoltei
    euvoltei
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 2020
    Reputação : 204
    Data de inscrição : 30/01/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por euvoltei Seg 06 Jul 2015, 4:28 pm

    noexcuses escreveu:
    Phoenix escreveu:E tome função comissionada... o câncer do Judiciário:



    "Senado aprova criação de cargos para 166 zonas da Justiça Eleitoral

    5 de julho de 2015, 13h46

    A Justiça Eleitoral vai ganhar reforço. O Plenário do Senado Federal aprovou, em votação simbólica, a criação de 332 cargos efetivos e 3.207 funções comissionadas para 166 zonas eleitorais no país. As novas vagas são objeto do Projeto de Lei 25/15, de inciativa do Tribunal Superior Eleitoral.

    Os 332 cargos efetivos serão divididos igualmente entre as carreiras de analista e técnico judiciário. Quanto às funções comissionadas, 3.040 serão de nível FC-1 e 167 de nível FC–6. O projeto prevê ainda a transformação de 314 funções comissionadas de nível FC–4 e 2.559 funções de nível FC–1 em 2.873 funções comissionadas de nível FC–6 — gratificação que passará a ser paga aos chefes dos cartórios eleitorais, que atualmente são remunerados por uma função menor (FC-4).

    Na justificativa, o TSE afirmou que as medidas visa a dar continuidade à implementação do quadro de pessoal próprio da Justiça Eleitoral nos cartórios. Levantamento da instituição revelou que 166 zonas eleitorais estão desprovidas de servidores de carreira.

    Para o relator da proposta na CCJ, senador José Maranhão (PMDB/PB), a criação dos cargos previstos na proposição é "indispensável para se assegurar um contingente mínimo de pessoal própria às 166 zonas eleitorais criadas após a lei 10.842/04". Com informações da Agência Senado. "

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Acho que não deves saber a realidade da grande maioria dos cartórios eleitorais do País: 2 servidores. 1 analista e 1 técnico.

    Daí imagina quando algum pega licença médica, acompanha cônjuge, etc. etc...

    Independente de qualquer argumento FC fazem mal para as carreiras do PJU..
    aumentoja
    aumentoja
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 231
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 05/09/2011

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por aumentoja Seg 06 Jul 2015, 4:30 pm

    Pessoal,

    Aqui no ES, estamos agendando reuniões com todos os parlamentares para solicitar apoio no caso de veto do nosso PLC. Algum colega teria uma memorial com todas as argumentações que estão sendo usadas em nosso favor? Certamente algum sindicato já deve ter produzido um documento desses. Caso alguém tenha, peço a gentileza de postar o link. Obrigado.
    Magnata
    Magnata
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 95
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 15/06/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Magnata Seg 06 Jul 2015, 4:31 pm

    AS MENTIRAS DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO QUANTO A COMPARAÇÃO DE SALÁRIOS NO PODER EXECUTIVO E JUDICIÁRIO; QUANTO AO IMPACTO ORÇAMENTÁRIO E QUANTO À RECOMPOSIÇÃO DA INFLAÇÃO RELACIONADA AO PLC 28/15



    Tão logo o Governo Federal começou a divulgar, através da mídia, dados mentirosos forjados pelo Ministério do Planejamento (órgão político e parcial do Governo Federal), vários Sindicatos, a FENAJUFE e o próprio STF reagiram imediatamente, afirmando que aqueles dados não correspondiam à realidade.

    Nas últimas semanas, o Juiz Federal, Dr. Willian Douglas, lançou nota muito esclarecedora sobre a real situação dos servidores do Judiciário Federal, o que, a meu ver, foi digno de respeito e aplausos.

    Tão logo tomei conhecimento daquelas informações, imaginei que nós, do SITRAEMG, deveríamos patrocinar um estudo mais técnico que confirmasse todas as assertivas relacionadas ao impacto orçamentário do nosso PLC 28/15; as verdadeiras tabelas comparativas entre quadros de carreira dos demais poderes; o índice de inflação real no período e a arrecadação do Poder Judiciário como superavitária.

    Foi então que liguei para os nobres membros da nossa Diretoria e sugeri que contratássemos os serviços de um economista para que pudéssemos instruir o ofício que estamos direcionando a cada parlamentar do Congresso Nacional. Graças a Deus, meu encaminhamento foi aprovado à unanimidade pelos demais Coordenadores do Sindicato e estamos agora com a “prova” de que o governo mentiu e tentou “engabelar” a população chamando a opinião pública contra a nossa justa e legítima reivindicação.

    O economista contratado por nós, com base em dados fornecidos pelo Próprio Governo Federal, constatou que nossa reivindicação está bem abaixo do que aquilo que faríamos jus. Se formos projetar as perdas para inflação até 2018, teríamos que ter uma recomposição de mais de 80%, já considerando os 15, 76% parcelado a partir de 2013.

    Além disso, o economista contratado demonstrou que comparando-se os quadros de funções realmente análogas dos demais poderes (Executivo e Legislativo) estamos bem abaixo.

    Os nossos parlamentares e a população como um todo merecem conhecer a verdade e que fique evidenciado o mal caratismo do Governo Federal. A Rede Globo de Televisão deveria divulgar abertamente esse estudo como direito de resposta nosso. Se não o fizer, faremos chegar ao conhecimento das redes sérias de televisão.

    Conclamo aos colegas a procurar todos os conhecidos do meio jornalístico pedindo a divulgação total e irrestrita do estudo que contratamos para que possamos atingir o máximo de pessoas possível. Podemos fazer um trabalho de divulgação no Facebook; nos Jornais locais e nas grandes mídias televisivas.

    Nós, do SITRAEMG, não nos calaremos. Vamos fazer um trabalho intenso sobre os parlamentares e até sobre a equipe de negociação da Presidente (com o fito de obter a sanção, apesar de considerar menos provável). Nossa intenção é: se a Presidente desconfiar que, com os nossos estudos econômicos, podemos conseguir a derrubada do veto, talvez não queira se indispor politicamente em vão.

    Segue, em anexo, o Estudo do Economista para possamos dar ampla publicidade.

    Vamos todos juntos, camaradas, até a vitória.

    Att.

    Alan da Costa Macedo

    Coordenador Geral do SITRAEMG
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Convidado Seg 06 Jul 2015, 4:32 pm

    euvoltei escreveu:
    noexcuses escreveu:
    Phoenix escreveu:E tome função comissionada... o câncer do Judiciário:



    "Senado aprova criação de cargos para 166 zonas da Justiça Eleitoral

    5 de julho de 2015, 13h46

    A Justiça Eleitoral vai ganhar reforço. O Plenário do Senado Federal aprovou, em votação simbólica, a criação de 332 cargos efetivos e 3.207 funções comissionadas para 166 zonas eleitorais no país. As novas vagas são objeto do Projeto de Lei 25/15, de inciativa do Tribunal Superior Eleitoral.

    Os 332 cargos efetivos serão divididos igualmente entre as carreiras de analista e técnico judiciário. Quanto às funções comissionadas, 3.040 serão de nível FC-1 e 167 de nível FC–6. O projeto prevê ainda a transformação de 314 funções comissionadas de nível FC–4 e 2.559 funções de nível FC–1 em 2.873 funções comissionadas de nível FC–6 — gratificação que passará a ser paga aos chefes dos cartórios eleitorais, que atualmente são remunerados por uma função menor (FC-4).

    Na justificativa, o TSE afirmou que as medidas visa a dar continuidade à implementação do quadro de pessoal próprio da Justiça Eleitoral nos cartórios. Levantamento da instituição revelou que 166 zonas eleitorais estão desprovidas de servidores de carreira.

    Para o relator da proposta na CCJ, senador José Maranhão (PMDB/PB), a criação dos cargos previstos na proposição é "indispensável para se assegurar um contingente mínimo de pessoal própria às 166 zonas eleitorais criadas após a lei 10.842/04". Com informações da Agência Senado. "

    http://www.conjur.com.br/2015-jul-05/senado-aprova-criacao-cargos-166-zonas-justica-eleitoral

    Acho que não deves saber a realidade da grande maioria dos cartórios eleitorais do País: 2 servidores. 1 analista e 1 técnico.

    Daí imagina quando algum pega licença médica, acompanha cônjuge, etc. etc...

    Independente de qualquer argumento FC fazem mal para as carreiras do PJU..

    Algumas funções são sobressalentes, eu entendo. Mas, no caso dos cartórios eleitorais (com exceção das 27 capitais), 1 (uma) só FC-1, é forçar a amizade.
    avatar
    talmeida
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 647
    Reputação : 16
    Data de inscrição : 06/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por talmeida Seg 06 Jul 2015, 4:32 pm

    brunomartins escreveu:Colegas, penso que se a imprensa continua repercutindo nosso reajuste é porque o governo continua estimulando para persistir no assunto.
    Se o governo continua plantando notícias e alimentando editoriais é porque está sentindo alguma disposição dos congressistas em votar pela derrubada do veto.
    Digo mais! Esse editorial do O GLOBO dizendo que o nosso reajuste ameaça o rating do país cheira desespero.
    Por isso acho que estamos no caminho certo e devemos continuar nosso trabalho de formiguinha pressionando os congressistas e os ministros dos Tribunais Superiores.
    Pode ser ingenuidade minha, mas estou começando a achar que a coisa não está tão ruim para o nosso lado como o governo anda ventilando...

    Essa pauta é ótima para o governo, porque acaba escondendo a agenda negativa, passando a "impressão" de austeridade. E quanto mais se fala nisso, menos se fala nos petrolões, pedaladas fiscais e outras coisas mais...

    rodrigo
    rodrigo
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 198
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 22/10/2014

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por rodrigo Seg 06 Jul 2015, 4:33 pm

    TRF1/MG alguma novidade do front?
    Magnata
    Magnata
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 95
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 15/06/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Magnata Seg 06 Jul 2015, 4:34 pm

    euvoltei escreveu:
    noexcuses escreveu:
    Phoenix escreveu:E tome função comissionada... o câncer do Judiciário:



    "Senado aprova criação de cargos para 166 zonas da Justiça Eleitoral

    5 de julho de 2015, 13h46

    A Justiça Eleitoral vai ganhar reforço. O Plenário do Senado Federal aprovou, em votação simbólica, a criação de 332 cargos efetivos e 3.207 funções comissionadas para 166 zonas eleitorais no país. As novas vagas são objeto do Projeto de Lei 25/15, de inciativa do Tribunal Superior Eleitoral.

    Os 332 cargos efetivos serão divididos igualmente entre as carreiras de analista e técnico judiciário. Quanto às funções comissionadas, 3.040 serão de nível FC-1 e 167 de nível FC–6. O projeto prevê ainda a transformação de 314 funções comissionadas de nível FC–4 e 2.559 funções de nível FC–1 em 2.873 funções comissionadas de nível FC–6 — gratificação que passará a ser paga aos chefes dos cartórios eleitorais, que atualmente são remunerados por uma função menor (FC-4).

    Na justificativa, o TSE afirmou que as medidas visa a dar continuidade à implementação do quadro de pessoal próprio da Justiça Eleitoral nos cartórios. Levantamento da instituição revelou que 166 zonas eleitorais estão desprovidas de servidores de carreira.

    Para o relator da proposta na CCJ, senador José Maranhão (PMDB/PB), a criação dos cargos previstos na proposição é "indispensável para se assegurar um contingente mínimo de pessoal própria às 166 zonas eleitorais criadas após a lei 10.842/04". Com informações da Agência Senado. "

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Acho que não deves saber a realidade da grande maioria dos cartórios eleitorais do País: 2 servidores. 1 analista e 1 técnico.

    Daí imagina quando algum pega licença médica, acompanha cônjuge, etc. etc...

    Independente de qualquer argumento FC fazem mal para as carreiras do PJU..

    A FC DE CHEFIA E´ INDISPENSAVEL!
    Henrique
    Henrique
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 223
    Reputação : 19
    Data de inscrição : 01/04/2014

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Henrique Seg 06 Jul 2015, 4:34 pm

    talmeida escreveu:
    brunomartins escreveu:Colegas, penso que se a imprensa continua repercutindo nosso reajuste é porque o governo continua estimulando para persistir no assunto.
    Se o governo continua plantando notícias e alimentando editoriais é porque está sentindo alguma disposição dos congressistas em votar pela derrubada do veto.
    Digo mais! Esse editorial do O GLOBO dizendo que o nosso reajuste ameaça o rating do país cheira desespero.
    Por isso acho que estamos no caminho certo e devemos continuar nosso trabalho de formiguinha pressionando os congressistas e os ministros dos Tribunais Superiores.
    Pode ser ingenuidade minha, mas estou começando a achar que a coisa não está tão ruim para o nosso lado como o governo anda ventilando...

    Essa pauta é ótima para o governo, porque acaba escondendo a agenda negativa, passando a "impressão" de austeridade. E quanto mais se fala nisso, menos se fala nos petrolões, pedaladas fiscais e outras coisas mais...


    like like
    RUN PCS, RUN!
    RUN PCS, RUN!
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 69
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 01/06/2015
    Localização : TRE-CE

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por RUN PCS, RUN! Seg 06 Jul 2015, 4:37 pm

    Penso que, mantida a pressão e fragilidade do governo, ela irá vetar os três primeiros incisos. E quem vai fazer será o Temer..

    Mero chute.
    Floripajf
    Floripajf
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 357
    Reputação : -194
    Data de inscrição : 25/06/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Floripajf Seg 06 Jul 2015, 4:38 pm

    Opa
    DefensorDPU
    DefensorDPU
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 239
    Reputação : -10
    Data de inscrição : 16/05/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por DefensorDPU Seg 06 Jul 2015, 4:44 pm

    wilhelm escreveu:
    Ínfimo escreveu:“Contensão e prudência neste momento me parece muito importante e, nesse sentido, alguns sacrifícios precisam ser feitos. Inclusive, para dar exemplo aos demais trabalhadores da sociedade. Para dar exemplo àqueles que também servem a sociedade no sentido amplo da palavra. Esse equilíbrio entre reivindicação legítima e a possibilidade econômica e financeira é que o gestor público há de levar em consideração”.

    O exemplo de contensão e prudência era para ter sido  dado ano passado, quando aumentaram o salário dos agentes políticos.  Agora seguiremos o exemplo que  nos foi dado pela  chefia :" farinha pouca meu pirão primeiro"




    Também vi. Fiquei com preguiça de comentar. Ai, ai.
    Só eu vi a aberração "contensão"???
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por TRF1/MG Seg 06 Jul 2015, 4:45 pm

    Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ela escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.


    Última edição por TRF1/MG em Seg 06 Jul 2015, 4:53 pm, editado 1 vez(es)
    Floripajf
    Floripajf
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 357
    Reputação : -194
    Data de inscrição : 25/06/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Floripajf Seg 06 Jul 2015, 4:46 pm

    O amarildo falou alguma coisa sobre o plano?
    sopitaco
    sopitaco
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 166
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 10/12/2014

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por sopitaco Seg 06 Jul 2015, 4:48 pm

    Ele escuta? Numm intidiii oq ele falou. Explica melhor Trf
    GOZO
    GOZO
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : De Técnico para Analista
    Mensagens : 492
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 13/07/2010
    Localização : TRE-RJ para TRE-SP

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por GOZO Seg 06 Jul 2015, 4:48 pm

    aumentoja escreveu:Pessoal,

    Aqui no ES, estamos agendando reuniões com todos os parlamentares para solicitar apoio no caso de veto do nosso PLC. Algum colega teria uma memorial com todas as argumentações que estão sendo usadas em nosso favor? Certamente algum sindicato já deve ter produzido um documento desses. Caso alguém tenha, peço a gentileza de postar o link. Obrigado.

    like
    No RJ também...
    victorugu
    victorugu
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 201
    Reputação : 4
    Data de inscrição : 16/12/2014

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por victorugu Seg 06 Jul 2015, 4:49 pm

    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ele escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    surprise2 surprise2 surprise2
    Alvinegro de Coração
    Alvinegro de Coração
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 1540
    Reputação : 395
    Data de inscrição : 23/11/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Alvinegro de Coração Seg 06 Jul 2015, 4:49 pm

    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ele escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    like
    Inocente
    Inocente
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Mensagens : 486
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 24/06/2011

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Inocente Seg 06 Jul 2015, 4:49 pm

    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ele escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    affraid humm :nervoso:
    C-100
    C-100
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 136
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 21/11/2014

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por C-100 Seg 06 Jul 2015, 4:49 pm

    Magnata escreveu:
    euvoltei escreveu:
    noexcuses escreveu:
    Phoenix escreveu:E tome função comissionada... o câncer do Judiciário:



    "Senado aprova criação de cargos para 166 zonas da Justiça Eleitoral

    5 de julho de 2015, 13h46

    A Justiça Eleitoral vai ganhar reforço. O Plenário do Senado Federal aprovou, em votação simbólica, a criação de 332 cargos efetivos e 3.207 funções comissionadas para 166 zonas eleitorais no país. As novas vagas são objeto do Projeto de Lei 25/15, de inciativa do Tribunal Superior Eleitoral.

    Os 332 cargos efetivos serão divididos igualmente entre as carreiras de analista e técnico judiciário. Quanto às funções comissionadas, 3.040 serão de nível FC-1 e 167 de nível FC–6. O projeto prevê ainda a transformação de 314 funções comissionadas de nível FC–4 e 2.559 funções de nível FC–1 em 2.873 funções comissionadas de nível FC–6 — gratificação que passará a ser paga aos chefes dos cartórios eleitorais, que atualmente são remunerados por uma função menor (FC-4).

    Na justificativa, o TSE afirmou que as medidas visa a dar continuidade à implementação do quadro de pessoal próprio da Justiça Eleitoral nos cartórios. Levantamento da instituição revelou que 166 zonas eleitorais estão desprovidas de servidores de carreira.

    Para o relator da proposta na CCJ, senador José Maranhão (PMDB/PB), a criação dos cargos previstos na proposição é "indispensável para se assegurar um contingente mínimo de pessoal própria às 166 zonas eleitorais criadas após a lei 10.842/04". Com informações da Agência Senado. "

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]

    Acho que não deves saber a realidade da grande maioria dos cartórios eleitorais do País: 2 servidores. 1 analista e 1 técnico.

    Daí imagina quando algum pega licença médica, acompanha cônjuge, etc. etc...

    Independente de qualquer argumento FC fazem mal para as carreiras do PJU..

    A FC DE CHEFIA E´ INDISPENSAVEL!

    Aguardando os justiceiros da categoria apresentarem como DISTORÇÃO da categoria essas FCs que serão distribuídas a cartórios do interior com 1 ou 2 servidores. Cadê?
    leonardocp
    leonardocp
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 74
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 16/08/2011
    Localização : Espírito Santo

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por leonardocp Seg 06 Jul 2015, 4:50 pm

    Aqui no ES está rolando uma carta aberta ao Lewandolero que vai virar abaixo assinado, excessos à parte, merece ser reproduzida como mais um exemplo de atitude em prol do PLC.

    Todo esforço, por mais questionável, não é em vão. Inútil e questionável mesmo é ceder à omissão!

    Créditos aos idealizadores João Bianchi e Gustavo Cinelli:  

    Nós, servidores dos Quadros Permanentes do Poder Judiciário Federal no Estado do Espírito Santo, integrantes das carreiras do Tribunal Regional Federal da 2ª Região – Seccional do Espírito Santo, do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo e do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região, todos aprovados em concurso público, vimos, respeitosamente, a presença de V.Exa., na qualidade de comandante máximo do Poder Judiciário Federal, argumentar e requerer o que se segue.

    "1) No último dia 30 de junho de 2015, nós, servidores, com firmeza, coragem e comprometimento, obtivemos, no Senado Federal, uma vitória histórica, não apenas para a categoria dos servidores públicos do Poder Judiciário Federal, mas para o próprio Poder Judiciário Federal, pois, dentro de um estado democrático de direito, assegura a nossa Carta Magna que haja independência, autonomia e harmonia entre os três poderes da República; o que vem sendo sistemática e reiteradamente desrespeitado pelo Governo Federal, tanto com relação ao Poder Judiciário como com relação ao Poder Legislativo.
    2) Nosso alento, diante desse cenário desolador em que se transformou a República, além da poesia, é saber que estamos protegidos sob o manto do compromisso de Justiça, em seu conceito mais primário e profundo, que simboliza a própria existência do Supremo Tribunal Federal, servo e defensor dos princípios consagrados pela Constituição Federal, assim como abraçados pelo sentido de defesa da democracia e proteção da Pátria, que tem tutelado a conduta do Congresso Nacional, em suas duas Casas, enfrentando com coragem os constantes desrespeitos que vem sendo protagonizados pelo Poder Executivo Federal em relação aos seus poderes irmãos.
    3) Tudo isso, porém, não se faz sem o compromisso de pessoas, que compõem e representam essas instituições e, portanto, nessa hora, devem ter seus méritos reconhecidos. Dentro desse espírito, vimos, formalmente, manifestar nosso mais sincero agradecimento dirigido às pessoas de V.Exa., Ministro Ricardo Lewandowski, Presidente do Supremo Tribunal Federal, do Exmo. Sr. Senador da República Renan Calheiros, Presidente do Senado Federal, e do Exmo. Sr. Deputado Federal Eduardo Cunha, Presidente da Câmara dos Deputados, sem os quais essa primeira batalha não teria sido vencida, inicialmente, nos gabinetes, em suas análises e estudos meticulosos, e, depois, nas duas Casas Legislativas, que compõem o Congresso Nacional. Estendemos os agradecimentos às demais autoridades que nos ofertaram apoio incondicional, entre os quais Ministros que presidem e compõem os Tribunais Superiores, Juízes e Desembargadores Federais de cada um dos Estados da Federação, Senadores da República e Deputados Federais dos mais diversos matizes políticos, que, de forma incansável e destemida, abraçaram a nossa causa, dando demonstrações públicas de solidariedade à categoria dos servidores públicos do Poder Judiciário Federal, cuja política (ou a ausência de política) de recomposição salarial conduziu a um estado de indignidade, à vista dos últimos nove anos sem qualquer recomposição salarial.
    4) Assistimos, na noite do último dia 30 de junho, a um show de democracia, espírito público e respeito aos compromissos assumidos, através da condução firme dada à sessão pelo Senador Renan Calheiros, para debater e votar o PLC 28/2015, a despeito das ameaças intentadas por três dos Senadores integrantes da legenda do partido do Governo (Delcídio Amaral, Humberto Costa e Donizeti Nogueira). Ressalte-se, entretanto, que mesmo entre os críticos, que ali estavam defendendo os interesses do Palácio do Planalto, e dentre os demais componentes do próprio partido do Governo, não houve ambiente propício para rechaçar a necessidade premente de recomposição dos salários desta categoria, tamanha a gravidade que chegou a situação. A sistemática postergação desse direito do trabalhador “esticou a corda” até o limite, sendo, portanto, “insustentável” a manutenção desse estado de coisas. E, dessa forma, assistimos, com emoção, adversários históricos se unindo para defender uma causa justa, cujo arco heterogêneo de apoio demonstra a irrefutável legitimidade do pedido. O resultado de tudo isso foi a aprovação unânime do PLC 28/2015, tendo sucumbido, até mesmo, o partido do Governo à consciência gritante da maioria de seus integrantes, que pressionando sua própria legenda, acabou por reverter o voto de liderança, conduzindo nossa causa à aprovação unânime no Senado da República.
    5) O dia que se sucedeu a essa histórica votação, entretanto, misturou o sabor adocicado da vitória, após uma luta árdua e longa, que já dura cinco anos, ao fel da mentira, irresponsavelmente sustentada pelo Governo Federal, através de uma de suas mais altas autoridades, o Ministro do Planejamento Orçamento e Gestão, que, pela manipulação de dados numéricos, criou sofismas matemáticos para imputar aos servidores públicos, que são a base de um Poder Judiciário Federal isento e eficiente, a pecha de vilões da República, usurpadores da Pátria.
    6) Por essa razão, o sentimento entre nós, servidores, hoje, é de profunda indignação.
    7) Em solidariedade à dor provocada por tão profundo desrespeito, manifestaram-se inúmeros magistrados federais, que conhecem de perto a qualidade e a relevância do nosso trabalho, o que pode ser traduzido pela transcrição da Nota publicada pelo Dr. Willian Douglas, Juiz Federal, professor e escritor, Mestre em Direito e Pós-Graduado em Políticas Públicas e Governo, que, melhor do que qualquer planilha que pudéssemos produzir, externa a verdade dos fatos.
    AS MENTIRAS SOBRE O REAJUSTE DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO
    “Venho a público prestar esclarecimentos a respeito das inverdades que têm sido publicadas na imprensa a respeito da aprovação do PLC 28/2015, que repõe parte das perdas salariais dos seus servidores, há nove anos sem qualquer tipo de reajuste.
    1) Não se tratam de 25 bilhões, como está sendo noticiado, mas de 10 bilhões, referentes às perdas sofridas pelos servidores nos últimos nove anos. O reajuste, desta forma, não irá impactar o orçamento deste ano. A recomposição será paga em parcelas semestrais pelos próximos três anos, portanto o impacto não será total no orçamento de 2015, como se tem noticiado, mas diluído nos orçamentos dos próximos períodos fiscais, demonstrando nosso compromisso com o ajuste fiscal;
    2) Os servidores têm IR e Previdência descontados na fonte, o que, no caso do ajuste, reverterá aos cofres públicos parte substancial desse montante;
    3) O Poder Judiciário é superavitário, contribuindo para a arrecadação mais do que gera em despesas com sua estrutura, em execuções fiscais e extrajudiciais, execução de verbas previdenciárias e custas judiciais;
    4) O Judiciário é um poder independente, autônomo (art. 99 da CF/88) e não pode ser tratado como um mero departamento do Poder Executivo;
    5) O PLC 28/2015 tramita desde 2009 (sob outras numerações mas o pleito é o mesmo) e passou por todas as comissões pertinentes do Congresso Nacional;
    6) As carreiras do judiciário estão defasadas em comparação às suas análogas do Legislativo e do Executivo, causando grande evasão nos quadros;
    7) Não podemos permitir o sucateamento do Poder Judiciário, é uma questão de preservação da nossa democracia;
    Cool Em 2006, o salário mínimo era de R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais) e hoje (2015) é R$ 788,00 (setecentos e oitenta e oito reais) representando um aumento de 125%. Neste mesmo período o reajuste nos salários dos servidores do PJU foi de 15,8%. Portanto está clara mais uma vez, nossa contribuição para o ajuste fiscal do país, e para a diminuição das desigualdades sociais;
    9) Neste mesmo período a inflação média acumulada até 2015 (IPCA, dados do BC) foi de 56,03% (dados do IBGE);
    10) A remuneração dos servidores do PJU não se dá por subsídios. Ela é composta por salário base acrescido de gratificações e algumas vantagens que não acompanham o servidor na inatividade. Portanto, essa taxa de aumento veiculada é enganosa e não reflete a verdade;
    11) O valor de 78%, maliciosamente anunciado como se fosse para todos, é na verdade apenas para os Auxiliares Judiciários – carreira que está em extinção e para a qual não há mais concurso. Este reajuste maior que a média dos demais visa corrigir uma injustiça antiga, pois realizam o mesmo trabalho dos técnicos ganhando muito menos. Basta olhar a tabela para ver que a maior parte dos reajustes é menor;
    12) Esse aumento vem acompanhado de um aumento equivalente em relação aos valores pagos pelos servidores a título de imposto de renda (IR) e PSS o que fará com que a média de aumento, em dezembro de 2017, esteja entre 28% e 35% do atual salário líquido dos servidores, ou seja, em média, o servidor receberá 33% a mais do que recebia em 2006, período do último aumento concedido. Não é preciso ser um gênio em matemática para inferir que isso significa em 11 anos, um aumento anual de 3%, percentual que está longe de superar a inflação do período que, teve como índice mais baixo, verificado em 2007, 2.998%;
    13) Lembre-se que esses planos de reajuste salariais só existem pela falta de uma data-base anual para a correção dos salários da categoria;
    14) Usar o argumento de que “o momento não é favorável” não se sustenta. O PL tramita desde 2009. Em 2010 a taxa de crescimento do Brasil foi de 7,6%. Porque não foi concedido o aumento então?
    15) Neste mesmo período o salário da Presidente da República evoluiu 248% partindo de R$ 8.900,00, em 2006, para R$ 30.900,00 em 2015. Querer que os servidores aceitem e se contentem com aumento de 21,3%, para o mesmo período, é no mínimo imoral;
    16) Outros esclarecimentos podem ser vistos na Nota Técnica do Supremo Tribunal Federal, autor do PLC 28/15 em [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    17) Os servidores não estão pleiteando aumento, mas reivindicando reposição inflacionária, conforme especificado no art. 37, X da CF. Eles não foram os causadores dos problemas econômicos do País, mas, ao contrário de outras carreiras e do fundo partidário, não tiveram os reajustes devidos;
    18) A forma como o governo/Executivo está anunciando a pretensa necessidade do veto coloca a Sociedade contra os servidores e o Poder Judiciário, gerando uma animosidade desnecessária e baseada em premissas falsas.
    Em suma, os servidores são essenciais para a prestação da tutela jurisdicional e não podem ser tratados como pretende a Presidência da República e a liderança do PT no Senado.
    O veto anunciado é injusto e imoral, além de ser baseado em inverdades, posto que ignora os vários anos sem os reajustes devidos.
    Se o veto vier, espero que o Congresso Nacional não permita essa maldade contra quem é indispensável para a tarefa de se fazer Justiça.”

    Dentro desse espírito, vimos rogar a V.Exa. que mantenha firme a sua disposição para a luta aguerrida, tão nitidamente demonstrada em cada um dos passos dessa nossa jornada, evitando o veto presidencial que, certamente, resultará numa uma crise institucional sem precedentes na história pátria entre os Poderes da República e não permitindo que o Poder Judiciário Federal seja submetido inconstitucionalmente ao Governo Federal, que tenta, através da divulgação de inverdades na mídia, intervir no uso de um orçamento que não lhe pertence.
    Acreditamos que apenas dessa forma o Poder Judiciário Federal, ora representado pelo Supremo Tribunal Federal, será mantido em seu devido lugar, de forma independente e autônoma, sendo respeitado pela sociedade que clama por Justiça e pelos demais Poderes constituídos, junto dos quais forma o tripé que sustenta a Democracia e a República.
    Somos, especialmente hoje, um só corpo, um só espírito, um só coração, uma só fé, uma só Justiça!"
    Del Piero
    Del Piero
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 432
    Reputação : 25
    Data de inscrição : 17/12/2014
    Localização : Rio de Janeiro

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Del Piero Seg 06 Jul 2015, 4:51 pm

    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ele escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    mercury
    GOZO
    GOZO
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : De Técnico para Analista
    Mensagens : 492
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 13/07/2010
    Localização : TRE-RJ para TRE-SP

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por GOZO Seg 06 Jul 2015, 4:51 pm

    sopitaco escreveu:Ele escuta? Numm intidiii oq ele falou.  Explica melhor Trf

    *ELA
    Savissimo
    Savissimo
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 526
    Reputação : 552
    Data de inscrição : 18/11/2013

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Savissimo Seg 06 Jul 2015, 4:53 pm

    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ele escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    Cerealguy

    Se a fonte do colega é do PT e deu informações sobre o Temer, parece que a galera tá geral considerando a derrubada do veto como um possibilidade, a hora é ampliar e fortalecer!!
    Novatio legis
    Novatio legis
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 258
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 14/04/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Novatio legis Seg 06 Jul 2015, 4:53 pm

    Floripajf escreveu:O amarildo falou alguma coisa sobre o plano?

    Falou. Falou que mandou o PL do JUD mas que não qria ter mandado do jeito que está lá, pois o que interessa mesmo é um índice aberto sobre a folha para que o STF faça o que bem entender da grana (reajustar CJ, passivos dos magistrados) e nós fiquemos chupando o dedo com uma tabela mequetrefe, a qual daqui a 4 anos estará defasadíssima. Deve ter falado algo mais ou menos assim.
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por TRF1/MG Seg 06 Jul 2015, 4:54 pm

    sopitaco escreveu:Ele escuta? Numm intidiii oq ele falou.  Explica melhor Trf

    Corrigi lá já. Ela era para estar escrito, a demo...
    GOZO
    GOZO
    Usuário Sênior
    Usuário Sênior

    Cargo : De Técnico para Analista
    Mensagens : 492
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 13/07/2010
    Localização : TRE-RJ para TRE-SP

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por GOZO Seg 06 Jul 2015, 4:54 pm

    C-100 escreveu:
    Magnata escreveu:
    euvoltei escreveu:
    noexcuses escreveu:

    Acho que não deves saber a realidade da grande maioria dos cartórios eleitorais do País: 2 servidores. 1 analista e 1 técnico.

    Daí imagina quando algum pega licença médica, acompanha cônjuge, etc. etc...

    Independente de qualquer argumento FC fazem mal para as carreiras do PJU..

    A FC DE CHEFIA E´ INDISPENSAVEL!

    Aguardando os justiceiros da categoria apresentarem como DISTORÇÃO da categoria essas FCs que serão distribuídas a cartórios do interior com 1 ou 2 servidores. Cadê?

    JT, JF e MPU com bumbum cheio de FCs vão falar o que dessa migalhinha pros primos pobres ?????
    Digoturbinado
    Digoturbinado
    Usuário Master
    Usuário Master

    Mensagens : 957
    Reputação : 17
    Data de inscrição : 06/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Digoturbinado Seg 06 Jul 2015, 4:55 pm

    Alvinegro de Coração escreveu:
    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ele escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    like

    PMDB e oposição discutem caminhos para deflagrar queda de Dilma; partido sonda gestão Temer


    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]


    Última edição por Sigma em Seg 06 Jul 2015, 5:28 pm, editado 1 vez(es) (Motivo da edição : -25 pontos na barra de Respeito às Regras - Flood - Mensagem sem contexto com o tópico)
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Convidado Seg 06 Jul 2015, 4:55 pm

    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ele escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    Também penso assim, TRF1. Inclusive, postei uma mensagem que falava sobre
    Cunha e Renan, numa postura para desgastar Dilma e derrotá-la sucessivamente no Congresso.
    Contextualiza nossa situação, frente a possível veto. Temer sabe disso. Para poupá-la, pode recomendar uma sanção,
    ou veto apenas parcial.
    Pena que a moderação não "sacou"...
    leonardocp
    leonardocp
    Usuário Recente
    Usuário Recente

    Mensagens : 74
    Reputação : 2
    Data de inscrição : 16/08/2011
    Localização : Espírito Santo

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por leonardocp Seg 06 Jul 2015, 4:55 pm

    Ou isso, ou é uma isca pra desmobilizar greve! Tomara que seja verdade, mas que tem cheiro de blefe no ar, tem.


    Savissimo escreveu:
    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ele escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    Cerealguy

    Se a fonte do colega é do PT e deu informações sobre o Temer, parece que a galera tá geral considerando a derrubada do veto como um possibilidade, a hora é ampliar e fortalecer!!
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por TRF1/MG Seg 06 Jul 2015, 4:55 pm

    Savissimo escreveu:
    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ele escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    Cerealguy

    Se a fonte do colega é do PT e deu informações sobre o Temer, parece que a galera tá geral considerando a derrubada do veto como um possibilidade, a hora é ampliar e fortalecer!!


    Dentro do partido se comenta isso, sobre a posição dele, do Temer. A posição da Dilma ninguém do PT sabe ao certo, todos desconfiam e apostam no veto, mas saber ninguém sabe, ela não dialoga com o partido.
    josebarbos
    josebarbos
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 3352
    Reputação : 436
    Data de inscrição : 20/05/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por josebarbos Seg 06 Jul 2015, 4:56 pm

    JBTécnico escreveu:
    Lula Molusco escreveu:
    denilson.dcc escreveu: Prezados,
    Acabou de passar uma rápida reportagem no Jornal Hoje, dizendo sobre o nosso PLC, nota que veio da Presidência da República. Não tenho certeza, mas acho que falaram de um possível veto parcial.
    Alguém pode confirmar isso?????

    Eu não vi. Alguém viu? Veto parcial apenas do inciso I não seria ruim. Meu receio é ser mais uma daqueles torpedos do PT.

    O veto ao inciso I daria uma receita extra a União, pois provavelmente receberíamos acumuladamente em 01/2016, gerando 6 parcelas  + 6/12 de 13º, acumuladamente, que na declaração seria como rendimento exclusivo na fonte, sem restituição, 27,5% sem qualquer possibilidade de planejamento tributário.

    Muito pelo contrário.

    Na verdade, em princípio, qualquer reajuste que nós tivermos seria tributado em 27,5% de IR, independente do caso.

    Quando se joga para RRA, na tributação exclusiva o valor só vai incidir a partir de R$ 4.463... E mesmo quem for receber mais que isto, na prática vai ter uma alíquota "efetiva" abaixo dos 27,5%.

    Se alguém recebe uma média de R$ 2.000,00 brutos de reajuste, isto daria R$ 14.000,00; incluindo o 13o: vai pagar no RRA R$ 2980,64; contra R$ 3.850,00 que lhe seriam debitados.

    MUITO EXCEPCIONALMENTE, por ser tributação exclusiva, um ou outro caso que deduz absurdamente (só se fosse um problema de saúde). Mesmo neste caso (ainda vou chegar lá, me perguntem na próxima declaração, se for o caso), acho que tem a opção de incluir o RRA na declaração de 2016.

    Nos "casos médios", é MUITO benéfico aos servidores, mesmo aqueles que conseguiriam colocar todo o aumento em bons investimentos.
    Henrique
    Henrique
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 223
    Reputação : 19
    Data de inscrição : 01/04/2014

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Henrique Seg 06 Jul 2015, 4:57 pm

    Inocente escreveu:
    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ele escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    affraid humm :nervoso:

    Suspect Suspect Suspect
    aaneto
    aaneto
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Analista Judiciário
    Mensagens : 263
    Reputação : 19
    Data de inscrição : 16/12/2014
    Localização : Paraná - Interior

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por aaneto Seg 06 Jul 2015, 4:58 pm

    Gerbera escreveu:Pessoal, assim que passar esse momento do PL precisamos começar de forma forte a pressão pela data base. É inaceitavel a gente ter que passar por toda essa humilhação todos os anos. Isso tem que ficar resolvido logo.

    data base e percentual fixo dos valores dos ministros do STF....
    avatar
    TRF1/MG
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Mensagens : 4844
    Reputação : 314
    Data de inscrição : 06/07/2010

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por TRF1/MG Seg 06 Jul 2015, 4:58 pm

    Pode ser qualquer coisa, mas vamos analisar, Como que faremos a Dilma e PT ter medo do veto ser derrubado? Com greve forte e pressão no CN. Resumindo, podemos achar o que quisermos, desde que façamos mais greve ainda, fortalecer a greve é o que deve ser feito.

    leonardocp escreveu:Ou isso, ou é uma isca pra desmobilizar greve! Tomara que seja verdade, mas que tem cheiro de blefe no ar, tem.


    Savissimo escreveu:
    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ele escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    Cerealguy

    Se a fonte do colega é do PT e deu informações sobre o Temer, parece que a galera tá geral considerando a derrubada do veto como um possibilidade, a hora é ampliar e fortalecer!!
    RVMS
    RVMS
    Usuário Especial
    Usuário Especial

    Mensagens : 1355
    Reputação : 47
    Data de inscrição : 29/07/2011

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por RVMS Seg 06 Jul 2015, 4:59 pm

    TRF1/MG escreveu:
    Savissimo escreveu:
    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ele escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    Cerealguy

    Se a fonte do colega é do PT e deu informações sobre o Temer, parece que a galera tá geral considerando a derrubada do veto como um possibilidade, a hora é ampliar e fortalecer!!


    Dentro do partido se comenta isso, sobre a posição dele, do Temer. A posição da Dilma ninguém do PT sabe ao certo, todos desconfiam e apostam no veto, mas saber ninguém sabe, ela não dialoga com o partido.

    E o MPU meu caro? Vão travar amanhã ou será aprovado também?
    avatar
    Convidado
    Convidado

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Convidado Seg 06 Jul 2015, 5:00 pm

    Digoturbinado escreveu:
    Alvinegro de Coração escreveu:
    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ele escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    like

    PMDB e oposição discutem caminhos para deflagrar queda de Dilma; partido sonda gestão Temer


    http://www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/4141277/pmdb-oposicao-discutem-caminhos-para-deflagrar-queda-dilma-partido-sonda


    Mais um motivo para que ela sancione ou vete apenas parcialmente.
    RICARDO.PONTES
    RICARDO.PONTES
    Usuário VIP
    Usuário VIP

    Cargo : Oréia Seca
    Mensagens : 3440
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 25/08/2010
    Localização : Brasília - DF

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por RICARDO.PONTES Seg 06 Jul 2015, 5:00 pm

    lol2
    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ela escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.
    lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2 lol2
    C-100
    C-100
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Mensagens : 136
    Reputação : 12
    Data de inscrição : 21/11/2014

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por C-100 Seg 06 Jul 2015, 5:00 pm

    GOZO escreveu:
    C-100 escreveu:
    Magnata escreveu:
    euvoltei escreveu:

    Independente de qualquer argumento FC fazem mal para as carreiras do PJU..

    A FC DE CHEFIA E´ INDISPENSAVEL!

    Aguardando os justiceiros da categoria apresentarem como DISTORÇÃO da categoria essas FCs que serão distribuídas a cartórios do interior com 1 ou 2 servidores. Cadê?

    JT, JF e MPU com bumbum cheio de FCs vão falar o que dessa migalhinha pros primos pobres ?????

    Cada um com seu choro, o fato é que a JE agora vai ter a maior porcentagem de funções em relação ao quadro de servdores, já que a realidade são muitos cartórios de cidades pequenas com 1 ou 2 servidores (ambos com FC agora). Não entro nem no mérito de chefiar uma equipe de dois, ou ser assistente do outro unico funcionário. O fato é que era muito comum o pessoal da JE sair apontando o dedo na cara falando de "distorções" da categoria e de "bundas cheias de FC". Quero ver agora esses coleguinhas. O fato é que funções em valores altos assim escravizam o servidores e deviamos caminhar no sentido extinguí-las. Mas na JE não muda nada, já é difícil greve por lá mesmo, principalmente, quando interessa.
    marcusfenix
    marcusfenix
    Novo Usuário

    Mensagens : 8
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 01/07/2015

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por marcusfenix Seg 06 Jul 2015, 5:01 pm

    noexcuses escreveu:
    CruzeiroMAIORdeMG escreveu:
    Ricardo_TRE_RJ escreveu:
    Salários do Judiciário ameaçam nota de risco do país
    Se em condições normais o projeto demagógico de reajustes salariais já seria desaconselhável, com o país numa fase de difícil e necessário ajuste fiscal ele é suicida
    por EDITORIAL
    03/07/2015 0:00  
    --------------------------------------------------------------------------------
     Um Congresso independente, sem ser burocrático carimbador de desejos do Executivo, melhora a qualidade da administração pública. Mas quando a razão da independência passa por interesses menores de grupos, incluindo a oposição, o horizonte do país fica envolto em névoas. Perdem-se a previsibilidade e a segurança necessárias para cidadãos e empresas tocarem a vida sem sobressaltos.

    Liderado pelos peemedebistas Eduardo Cunha (RJ) e Renan Calheiros (AL), presidentes da Câmara e do Senado, os dois sob análise do MP devido à Operação Lava-Jato, o Legislativo tomou o freio nos dentes e, em algumas questões cruciais, como o ajuste fiscal, tem atuado sem qualquer equilíbrio, como se não entendesse o momento por que passa o país.

    Não há outra interpretação do fato de o Senado ter aprovado um reajuste para os servidores do Judiciário entre 53% e 78,6%, criando uma conta adicional de R$ 25,7 bilhões até 2018, com um acréscimo anual nos gastos públicos de R$ 10,5 bilhões, a partir de 2018.

    A presidente Dilma está certa ao considerar “insustentável” o reajuste. O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, antecipou o veto de mais esta vigorosa demonstração de populismo no Congresso, a decisão mais sensata a ser tomada pelo Planalto.

    Ora, um conjunto de corporações não forma um país. A soma delas explode qualquer orçamento, mesmo nas mais poderosas economias. Este projeto de reajuste foi encaminhado ao Congresso ainda pelo ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo, e terminou apoiado com dedicação pelo seu sucessor à frente da Corte, Ricardo Lewandowski.

    Os aumentos salariais criarão grandes desníveis de remuneração dentro da máquina pública, e por isso deflagrará um perverso “efeito cascata" entre categorias. E mesmo dentro do próprio Judiciário. Equivale a um terremoto no fundo do oceano, causa de temíveis tsunamis.

    Em condições normais, já seriam desaconselháveis esses reajustes. Em meio a um difícil ajuste fiscal, devido à própria oposição do Congresso, este pacote de bondades com o bolso do contribuinte equivale a um suicídio.

    O déficit nominal (incluindo juros da dívida) acumulado nos primeiros cinco meses do ano, de 7,32% do PIB (em doze meses, 7,22%), índice de países europeus em crise, e uma dívida bruta, em maio, de 62,5% do PIB, e se distanciando dos prudenciais 60%, bastariam para chamar a atenção do Congresso. Já o foco das agências internacionais de avaliação de risco está sobre o Brasil há tempos.

    É realista prever que o demagógico reajuste para servidores da Justiça pode levar o país a perder o “grau de investimento”, fator de atração de investimentos externos. E junto com o rebaixamento vêm mais desvalorização cambial e, portanto, mais inflação, mais elevações de juros, logo, mais recessão.


    Leia mais sobre esse assunto em [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    ©️ 1996 - 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

    Globo Fascista! Evil or Very Mad

    e os bilhões que as organizações Globo ganham em propaganda oficial do governo, será que não querem devolver um pouquinho para ajudar no ajuste fiscal?! filhos de uma égua

    "Os aumentos salariais criarão grandes desníveis de remuneração dentro da máquina pública, e por isso deflagrará um perverso “efeito cascata" entre categorias. E mesmo dentro do próprio Judiciário. Equivale a um terremoto no fundo do oceano, causa de temíveis tsunamis. "

    Hahaha...depois ainda tem gente que acha que é besteira esse papo de regulamentação e democratização da mídia.. olha o que eles fazem! Fora outras baboseiras que até nós podemos acreditar.


    E o que o avanço da agenda petralha/esquerdofrênica de CENSURAR - pelas vias da "regulação econômica" - tem a ver com os PLCs 28 e 41? Queremos vê-los aprovados, sancionados e publicados. Se isso vai ou não ajudar a acabar com o sonho bolivariano do PT, f#¨&-se.
    PastorAlemaum
    PastorAlemaum
    Usuário Júnior
    Usuário Júnior

    Cargo : Analista de Buatos
    Mensagens : 159
    Reputação : 15
    Data de inscrição : 16/12/2014
    Localização : Düsseldorf

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por PastorAlemaum Seg 06 Jul 2015, 5:01 pm

    TRF1/MG escreveu:Temer vai indicar a Dilma para sancionar o PL para evitar o desgaste da derrubada do veto, essa é a posição pessoal dele. Será que ela escuta? Normalmente não escuta ninguém. Essa é informação de agora à tarde que soube. Não sei de mais nada.

    O Temer também não vale nada, mas tomara que ela ouça.

    O problema é que a maluca não tem bom senso, não entende e não dá a mínima para essa conversa de autonomia dos poderes.

    Conteúdo patrocinado

    PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015 Empty Re: PCS - PL 7920/2014 - PLC 28/2015

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 06 Dez 2021, 11:39 pm